De olho no Açu
09/04/2016 | 11h57
porto_acu A chegada da Petrobras ao Porto do Açu está funcionando como um papel pega-moscas para empresas. Até os capixabas, que têm seu próprio porto, estão de olho no empreendimento. Esta semana, 12 empresários do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores do Espírito Santo (PDF/ES) estiveram no Porto do Açu com o foco voltado às demandas de fornecedores para o Complexo Industrial.
Comentar
Compartilhe
Porto do Açu em Houston
29/04/2015 | 07h19
OTC-2015A Prumo vai apresentar o Porto do Açu na Offshore Technology Conference (OTC), principal feira do setor de óleo e gás do mundo, que será realizada de 4 a 7 de maio, em Houston (Texas), como “um dos mais eficientes e seguros complexos industriais do mundo, que está preparado para atender às demandas das indústrias de óleo e gás”.
Comentar
Compartilhe
Macaé coloca uma pedra no caminho do Porto do Açu
26/11/2014 | 12h12
Vista aérea do terminal offshore T1 Atendendo a uma solicitação da Prefeitura de Macaé, o juiz Josué de Matos Ferreira, da 2ª Vara Cível de Macaé concedeu nessa terça-feira uma liminar que suspende a licitação da Petrobras para contratar operação logística portuária onde é dada como vencedora a Edison Chouest Offshore (ECO), que opera no Porto do Açu, em São João da Barra, da Prumo Logística. A prefeitura de Macaé alega que uma sobretaxa de 17% no edital teria favorecido a utilização do Porto do Açu que tem taxa zero, segundo explicação da Petrobras, por conta da distância menor em relação às áreas exploratórias em alto mar, o que garante menor custo logístico. Rapina Cobiçada por todos, a região está precisando urgentemente de políticos que realmente a defendam. O Congresso quer tirar nossos royalties do petróleo, São Paulo quer tirar a nossa água e, agora, Macaé quer tirar serviços do Porto do Açu.
Comentar
Compartilhe
Navios movimentam Porto do Açu
28/10/2014 | 04h03

navios-monta

No sábado, o navio Key Light, um Panamax de 83.027 toneladas e 229 metros de comprimento, deixou o Porto do Açu em direção à China carregado com 83 mil toneladas de minério de ferro, avaliadas em cerca de R$ 15 milhões, deixando para trás um saldo de R$ 390 mil em ISS para São João da Barra. Do fim de semana para cá, movimentam o Porto do Açu as embarcações de apoio offshore Santos Supplier (Carga) e o Far Sovereign (Manuseio de Âncoras). Depois deles, será a vez do Navion Gothenburg (Navio Tanque), do CBO Carolina (abastecimento de navios offshore), e do Noble Phoenix (Navio Sonda). Se alguém ainda tinha dúvidas...

Comentar
Compartilhe
Porto já pode embarcar minério
16/09/2014 | 05h49
Depois do mineroduto Minas–Rio passar nos testes de operação, mais uma boa notícia: foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 11, a LLX Minas-Rio Logística (uma parceria entre a Anglo American e a Prumo), a autorização da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) para o início da operação do Terminal Portuário de uso Privado no Porto do Açu. Ou seja, já pode começar a embarcar o minério.
Comentar
Compartilhe
Ufa!
20/08/2014 | 01h33
Agora é lei. O nome da ponte entre São João da Barra e São Francisco do Itabapoana será oficialmente “Ponte da Integração”. Que alívio. Assim fecha-se a porta para homenagens fúteis a políticos vivos (ou vivíssimos) que tanto trabalho dão para serem desfeitas...
Comentar
Compartilhe
Energia para o Porto do Açu
27/05/2014 | 03h11
Em uma pequena nota na página de economia da Folha da Manhã de ontem, uma notícia de grande importância para o amanhã da região. A LLX Operações Portuárias S.A (Prumo) anunciou que requereu ao INEA um Licença Ambiental para implantação de um Ramal de Linha de Transmissão de 138 KV, que interligará a Linha de Transmissão Minas - Rio à Subestação do Açu, com 1.7 km e seis torres. Para quem não sabe, um dos maiores problemas na implantação do Distrito Industrial do Porto do Açu é a energia elétrica, hoje toda proveniente de geradores a diesel de alto custo, o que seria impraticável para uma planta de pelotização de minério de ferro, como prevê o projeto do Mineroduto Minas – Rio, quase concluído.
Comentar
Compartilhe
O Porto do Açu é delas
19/03/2014 | 06h38
  A Prumo que, na semana passada, já havia anunciado Cristiane Marsillac como Diretora de Operações do Porto do Açu, acaba de anunciar a criação da Diretoria de Desenvolvimento que será comandada por Marina Fontoura (foto ao lado), que foi diretora da BRMalls, onde realizou mais de 20 aquisições, totalizando US$ 2 bilhões. Xô pessimismo Segundo o presidente do Grupo EIG, R. Thomas Blair “Foi uma transição importante, criamos as condições financeiras, montamos um time de ponta e retomamos a velocidade da construção do Porto do Açu. Estamos animados com a nova fase, temos todas as condições para o sucesso e começamos a operar dentro de poucos meses”.  
Comentar
Compartilhe
Produção da Technip no Porto com data marcada
24/02/2014 | 01h13
O dia 10 de março deverá ser lembrado como uma data histórica no desenvolvimento da região. Ele foi definido para o início da produção dos 200 quilômetros de tubos flexíveis de aço anuais da Flexibras/Technip, a primeira indústria a entrar em operação no Porto do Açu. O blog deseja boa sorte, e que outras sigam o exemplo. CEO da Technip irá ao Porto     Durante a semana inaugural, Thierry Pilenko, o presidente e CEO (Chief Executive Officer) da francesa Technip, virá ao Açu para ver de perto o funcionamento da nova fábrica do grupo. Segundo ele, “A Technip está empenhada em levar a cabo as suas atividades de forma ética e em conformidade estrita com a lei, onde quer que ela opere. No mundo de hoje, esta é a única maneira de fazer negócios". Estamos na torcida.
Comentar
Compartilhe
Eike visita Porto do Açu dirigindo seu próprio carro
10/02/2014 | 01h09
Caindo na real Esta semana, Eike Batista novamente visitou as obras do Porto do Açu, mas, nada de helicóptero e comitiva, ele circulou no canteiro de obras na m mesma camionete Amaroc em que veio, dirigida por ele mesmo. Mas Eike não deve ser subestimado. Ainda detém valiosos 21% da Prumo e participações na OGpar (Óleo e Gás Participações), ex-OGX, e na OSX Construção Naval, dona do estaleiro no Porto do Açu, ainda patinhos feios, mas com potencial para cisnes. A Hyunday está na agulha para uma parceria no estaleiro que pode ser a salvação da lavoura para mais uma empresa X. Solução Ou essa parceria com Hyundai, ou a divisão do estaleiro em três, o que, segundo gente que entende do ramo, poderia ser a melhor solução, já que o estaleiro é gigantesco e, mesmo dividido, ainda seriam três grandes estaleiros.
Comentar
Compartilhe
Próximo >