Girando olhos
25/12/2015 | 11h23
451-joao   Para o artista o cachê mais valioso é o reconhecimento à sua obra. De um lado o odontólogo internacional Luiz Narciso Baratieri saudou: ‘’Hoje, conheci aqui em Campos, o Pelé das artes plásticas, João de Oliveira. Um artista que aumenta, ainda mais, meu orgulho de ser brasileiro’’ (o convidando a expor no IV Congresso Internacional da Revista Clínica, 27 de abril, em Florianópolis). Do outro, durante uma visita de pesquisa de campo com esse blogueiro, ao Mercado Municipal de Campos, o artista plástico foi fervorosamente saudado por um popular que exibia feliz em seu celular filmes e fotos de todas as suas Girândolas, expostas no Trianon. “Seu João, que troço lindo. Registrei tudo”.
Comentar
Compartilhe