Dois anos de pendura saindo pelo ladrão
01/04/2016 | 12h30
agua-cara   A Prefeitura de Campos não paga as suas contas d’água, nenhuma delas, de repartições, hospitais, escolas etc..., há 24 meses. Ou seja, dois anos inteirinhos sem pagar nem uma gotinha só, mas tem água saindo pelo ladrão...
Comentar
Compartilhe
Seca brava, cana rara
09/02/2015 | 01h11
Por conta da seca, tudo indica que não haverá cana suficiente para movimentar simultaneamente, com rentabilidade, as moendas da Usina Sapucaia e a da Usina Cana Brava, as duas únicas em funcionamento na região. As últimas, mas tímidas, chuvinhas trouxeram algum alento, mas não a solução. Caso a seca continue, não vai ter cana para movimentar nem uma delas. Pior ainda é que a Usina Paineiras, do Espírito Santo, ainda leva parte da produção local.
Comentar
Compartilhe
O Paraíba agradece
03/09/2014 | 04h01
Antes tarde do que nunca. O Ministério Público Federal de Campos celebrou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Águas do Paraíba e os condomínios dos edifícios Barcelos Martins, Tancredo Neves e João Paulo II (Cenourão) para suspender o despejo de esgoto in natura no Rio Paraíba, como fazem sem o menor pudor há 25 anos. A Concessionária tem 60 dias para elaboração do projeto e os prédios 120 dias para se interligarem ao sistema.
Comentar
Compartilhe
Cachoeira do Imbé sem alternativa para o turismo
09/07/2014 | 03h52
Após a divulgação aqui nessa coluna da existência de um caminho alternativo para visitar a Cachoeira Tombo D’Água, a mais importante do Imbé, funcionários da fazenda Santa Cruz, do espólio do Sr Messias Rufino, passaram a impedir a entrada dos visitantes também por essa via, bloqueando totalmente o acesso a um dos mais valiosos patrimônios turísticos de Campos. A solução agora está nas mãos da prefeita Rosinha que pode municipalizar o acesso, restaurando o que deveria ser um direito de todos os campistas e visitantes.  
Comentar
Compartilhe
Cachoeira fechada ao turismo
03/07/2014 | 03h30
A leitora Larissa Cermarino anda decepcionada com o bloqueio do acesso a um dos mais bonitos pontos turísticos de Campos, a Cachoeira Tombo D'Água, no Imbé, por uma simples porteira. Segundo ela, ligou para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Turismo e conversou com Everaldo Reis, que não deu nenhuma solução, apesar do local ser divulgado no site Campos Turismo.
Comentar
Compartilhe
Alagamentos em Campos. Prejuízos x Providências. Antes tarde do que nunca
04/04/2014 | 05h29
[caption id="attachment_5054" align="aligncenter" width="756" caption="Depois de mais uma noite embaixo d'água comerciantes da Pelinca viram alguma reação do governo municipal"][/caption] Após incalculáveis prejuízos ao comércio, e incômodos e prejuízos à população de Campos com lojas, carros e casas invadidas pelas águas, transtornos no trajeto entre a casa e o trabalho, finalmente uma reação do poder público. Mas o antigo adágio de se colocar cadeado depois da porta arrombada cai como uma luva para as providências tomadas pela prefeitura só após três seguidos grandes alagamentos provocados pelas fortes chuvas que têm atingido a cidade. [caption id="attachment_5055" align="aligncenter" width="756" caption="Antigos moradores dizem nunca ter visto uma limpeza das bocas de lobo"][/caption] Apenas nessa sexta-feira, equipes da empreiteira Hidrolumen foram acionadas para limpeza emergencial em bueiros e bocas de lobo. A equipe do blog acompanhou de perto os trabalhos na área da nobre Pelinca, onde os prejuízos se avolumaram com estabelecimentos comerciais como farmácias, restaurantes e outros sendo invadidos pelas águas e outros impedidos de funcionar simplesmente pela impossibilidade de trânsito de clientes e funcionários. Moradores de ruas das imediações da Pelinca foram surpreendidos pelos trabalhos, já que os residentes mais antigos afirmam que esse tipo de limpeza de bocas de lobo nunca antes havia sido realizado nas ruas transversais e paralelas à Pelinca. Apesar da grande revolta com os prejuízos, eles torcem que essas providências pelo menos atenuem os efeitos das chuvas. [caption id="attachment_5056" align="aligncenter" width="756" caption="O que se viu entupindo as bocas de lobo foi lama negra"][/caption] Antes que a sujeira nos bueiros e bocas de lobo sejam creditadas unicamente à população, nossa equipe constatou e fotografou (confira) os trabalhos, onde o material mais retirado foi lama negra das caixas de passagem. O que mostra que a falta de manutenção e de obras são as maiores culpadas pelos grandes transtornos causados. Mas, apesar de tudo, como diz outro velho adágio: “Antes tarde do que nunca”...
Comentar
Compartilhe
SOS via celular
12/02/2014 | 12h47
Quem quiser dar um mergulho no mar de Atafona deve primeiro comprar um celular à prova d’água, pois, em caso de afogamento, corre o risco de só ser socorrido se enviar uma mensagem de texto para os salva-vidas, totalmente distraídos com seus próprios celulares na praia...
Comentar
Compartilhe
Turismo a seco em Grussaí e Atafona
06/01/2014 | 03h13
Se em São João da Barra arrependimento matasse, mataria de sede. Por falta de pressão no sistema de abastecimento a Cedae não está conseguindo fazer a água subir até às caixas d’água de Atafona, em plena temporada de veraneio, auge da safra da maior indústria do município, o turismo. O detalhe é que na época da privatização dos serviços em Campos, Carla Machado, então prefeita, atendendo a um pedido político do governador Sérgio Cabral, insistiu em manter a Cedae. Deu no que está dando...
Comentar
Compartilhe
Falar mal de Campos, não...
03/12/2013 | 05h19
[caption id="attachment_4865" align="aligncenter" width="756" caption="A nobre Avenida Pelinca, cartão de visitas de Campos, em noite de rio"][/caption] [caption id="attachment_4866" align="aligncenter" width="756" caption="Um bairro elegante que vira piscina"][/caption] Eu sou campista com muito orgulho e com muito amor, e não admito que ninguém venha criticar a nossa cidade só porque recebe royalties milionários e fica democraticamente alagada até nos pontos nobres toda vez que cai uma tempestade... Que fique claro que a culpa não é da cidade, só dos eleitores...
Comentar
Compartilhe
Catucando o Inea
02/12/2013 | 03h39
Essa vale a pena catucar. Para onde vai o esgoto recolhido no Porto do Açu e no seu entorno, recolhido por caminhões tanques e tratores rebocando tanques? Aliás, para onde vai todo o esgoto da região recolhido dessa forma? Seria justo que o INEA respondesse tal questão. Coincidência ou não, pesquisadores da Uenf identificaram um alto índice de coliformes fecais no Canal do Quitingute após a recente mortandade de peixes.
Comentar
Compartilhe
Próximo >