Por Água Abaixo
05/03/2015 | 12h54
capa dupla.indd   Surfando O gaiato “surfando” no interior do Camelódromo na oportuna foto de Valmir Oliveira, publicada em página inteira em ótima capa da Folha, espelhou com muita ironia e bom humor a quantas anda a paciência do campista com o governo Rosinha. Verdade Na primeira chuva forte, as obras da prefeitura foram por água abaixo...
Comentar
Compartilhe
A sorte de Rosinha é ser casada com Garotinho
20/12/2014 | 06h47
rosinha-garotinho-paraquedas Sorte de Rosinha que ela é casada com Garotinho. Caso contrário, nesse Natal ele mandava fazer uma fogueira de carnês de IPTU na porta da casa dela na Lapa, com direito a acampamento de empreiteiros, fornecedores e terceirizados, com ordem de só sair de lá quando recebessem...
Comentar
Compartilhe
Confeitaria D.Rosinha
29/03/2014 | 06h00
Rosinha está se especializando em dar bolos. Além do bolo gigante com 179 metros no paquidérmico Cepop, por conta do aniversário da cidade, ela anda dando bolo na população nas providências contra os alagamentos que vem atormentando e dando prejuízos aos campistas. Todos os bairros e ruas centrais sofreram graves consequências com as chuvas torrenciais, mas chega às raias do absurdo ver a emblemática Pelinca e seu entorno, a área mais nobre de Campos, e de IPTU mais caro, totalmente alagada, com as pessoas tirando os sapatos para sair dos shoppings, carros enguiçados, bares e lojas tomadas pela água suja. Isso, depois de um verão de vacas magras para o comércio que, agora, luta pela recuperação. Esse bolo deixou um gosto amargo na boca e os pés encharcados... Ironia Depois de tanta seca, São Pedro mandou a chuva fertilizadora, mas, que pena, Campos não estava preparada para recebê-la... Alerta online de cheias Rio das Ostras implantou um sistema de alerta de cheias que permite à população obter informações on-line sobre nível de água e chuvas, Duas estações telemétricas foram instaladas, uma no rio Jundiá e outra no rio Iriry. Elas fazem parte de um projeto de macrodrenagem para conhecimento real das condições dos recursos hídricos, orçado em R$ 1,1 milhão. Menos do que se pagou aqui por efêmeros shows de verão...
Comentar
Compartilhe
Falar mal de Campos, não...
03/12/2013 | 05h19
[caption id="attachment_4865" align="aligncenter" width="756" caption="A nobre Avenida Pelinca, cartão de visitas de Campos, em noite de rio"][/caption] [caption id="attachment_4866" align="aligncenter" width="756" caption="Um bairro elegante que vira piscina"][/caption] Eu sou campista com muito orgulho e com muito amor, e não admito que ninguém venha criticar a nossa cidade só porque recebe royalties milionários e fica democraticamente alagada até nos pontos nobres toda vez que cai uma tempestade... Que fique claro que a culpa não é da cidade, só dos eleitores...
Comentar
Compartilhe
Mais uma vez incompetente, Inea não fecha comportas e deixa casas alagadas
23/01/2013 | 03h38

Descuido causa problema social

[caption id="attachment_4107" align="aligncenter" width="566" caption="Fotomontagem meramente ilustrativa"][/caption]

De acordo com a Defesa Civil Municipal de Campos, cerca de 500 famílias, de Vila Menezes, foram atingidas por um alagamento provocado por uma comporta do Canal Cambaíba, aberta pela representação local do Instituto Estadual do Meio Ambiente (Inea). A comporta teria sido aberta pelo Inea, na época de estiagem, para abastecer os agricultores da região da Baixada. Mas, com a chuva que caiu nos últimos dias, o nível do Paraíba voltou a subir e as comportas não foram fechadas como deveriam, o que resultou na inundação de várias ruas e casas. Matéria completa AQUI.

Comentar
Compartilhe
Carecas de saber
12/01/2012 | 12h47
[caption id="attachment_2945" align="aligncenter" width="519" caption="Foto Secom/PMCG"][/caption] O secretário de Estado de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes esteve em Campos para saber o que é preciso para atender a população atingida pela cheia do Paraíba. Como vacinas, medicamentos para atenção básica, frascos de hipoclorito de sódio, esparadrapo impermeável, luvas e seringas. Mas, nem precisava. Médicos, ele e o vice-prefeito Chicão Oliveira, conotativa e literalmente falando, já estão carecas de saber disso...
Comentar
Compartilhe
Pelinca alagada
08/01/2012 | 11h27
Além da enchente do Paraíba, provocada pelas águas das chuvas em Minas, a forte tempestade que desabou sobre a cidade no sábado, trouxe graves prejuízos aos comerciantes da Pelinca e adjacências inundando a avenida, com a água invadindo lojas, bares e restaurantes. Moradores e comerciantes estudam uma ação coletiva para ressarcimento dos prejuízos e obras para solução definitiva do problema. [caption id="attachment_2935" align="aligncenter" width="756" caption="Pelinca alagada no sábado - Fotos do Facebook do professor Hélio de Freitas Coelho"][/caption]
Comentar
Compartilhe
Manifestação pelos royalties com chuva e boicote do governador
17/10/2011 | 01h03
[caption id="attachment_2651" align="alignleft" width="378" caption="Cabral em outros tempos e outra manifestação. O que terá feito o governador mudar de idéia?"][/caption] A manifestação contra a redistribuição dos royalties do petróleo, marcada para essa segunda-feira, tem um aspecto simbólico muito forte ao exigir um tratamento digno e justo aos municípios produtores de petróleo, alvos de uma emenda meramente eleitoreira de Ibsen Pinheiro, que pretende tirar a justa indenização pelos danos sociais e ambientais ligados ao impacto causado pela exploração do petróleo. Boicote A refugada do senador Libdberg Farias após ter se comprometido como o movimento em praça pública em Campos e o boicote promovido pelo presidente da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro) e prefeito de Macaé, Riverton Mussi (PMDB), para puxar o saco do governador Sérgio Cabral, que boicota o movimento por motivos eleitorais e também para puxar o saco da presidente Dilma, que, por sua vez, fala em “acordo com perdas”, mostra claramente que não podemos ficar à mercê de caprichos políticos em uma questão vital como essa, sob o risco de nos submetermos a ficar de “pires na mão” para esmolar como favores dos governos estadual e federal as migalhas do que legalmente já é nosso por direito constitucional. Na Constituição O § 1º do art. 20 da Constituição Federal, diz o seguinte: “§ 1º – É assegurada, nos termos da lei, aos Estados, ao Distrito Federal e aos municípios, bem como a órgãos da administração direta da União, participação no resultado da exploração de petróleo ou gás natural, de recursos hídricos para fins de geração de energia elétrica e de outros recursos minerais no respectivo território, plataforma continental, mar territorial ou zona econômica exclusiva, ou compensação financeira por essa exploração.” Royalties A definição de royalties é trazida pelo Decreto Presidencial n.º.2705/981, que em seu artigo 11 diz: “Os royalties previstos no inciso II do art. 45 da Lei nº 9.478, de 1997, constituem compensação financeira devida pelos concessionários de exploração e produção de petróleo ou gás natural, e serão pagos mensalmente, com relação a cada campo, a partir do mês em que ocorrer a respectiva data de início da produção, vedada quaisquer deduções.” Gol contra Até o tempo parece conspirar contra a manifestação. A previsão meteorológica para hoje é de chuva de manhã, à tarde e à noite. Mas, muito pior do que isso, são as “trovoadas” e “tempestades” que assolarão os estados e municípios produtores caso seja cometida essa arbitrariedade. Não é hora de se colocar vaidades, partidarismos e estratégias eleitorais acima dos interesses da população. Os articuladores do boicote contra a manifestação estão fazendo um gol contra o próprio time, o Estado do Rio de Janeiro.
Comentar
Compartilhe
Cabral deu bolo. Ganhou a turma do "Não Vem"
29/06/2011 | 07h47
[caption id="attachment_1776" align="aligncenter" width="756" caption="Para decepção geral, quem desceu do helicóptero oficial foi apenas o secretário Alexandre Cardoso"][/caption] Apesar de ter exigido por duas vezes mudanças na agenda da posse do novo reitor da Uenf , antecipando uma Sessão Solene do Conselho universitário etc, o governador Sérgio Cabral deu um baita bolo nos convidados, na comunidade universitária, e nas autoridades, que foram obrigadas a adequar as suas agendas a do governador. Para piorar, nem o vice Pezão veio. O governador mandou apenas o terceiro escalão, na figura de Alexandre Cardoso, representá-lo na cerimônia. Sagaz, Cabral evitou o desgaste de enfrentar múltiplas manifestações. Mas os alunos da Uenf não deram a menor bola para a sua ausência e entoaram, assim mesmo, para um visivelmente contrariado Alexandre Cardoso, um belo coral com a famosa musiquinha que faz sucesso no Youtube. Alexandre, aliás, só foi menos vaiado do que o ex-reitor Almy Jr., que despediu-se do cargo envolto em lágrimas, palmas e vaias.
Comentar
Compartilhe
Cabral muda, de novo, posse de reitor da Uenf para essa quarta às 16h
28/06/2011 | 10h38
[caption id="attachment_1748" align="aligncenter" width="756" caption="Em visita anterior de Cabral à Uenf de helicóptero o tempo fechou. Mudando o horário para o fim da tarde, será que ele vai arriscar um vôo noturno com tempo instável?"][/caption] A dança das agendas O fato de Cabral antecipar o troca-troca de reitores da Uenf para adequar a data à sua agenda de fuga das manifestações, parece que mais ajudou do que atrapalhou a adequação da agenda do próprio quase ex-reitor Almy Jr., que já teria reservada a quinta-feira (30), data original da cerimônia de posse do novo reitor nos convites já enviados, na agenda de reuniões do gabinete do deputado federal Roberto Henriques, seu padrinho em direção à Fenorte. Mas a dança das agendas não acabou aí. Mais uma exigência de Cabral Acentuando ainda mais o clima de subserviência a que vem sendo submetido o Conselho Universitário da Uenf, depois de exigir que se antecipasse a cerimônia trocando de quinta-feira para quarta-feira às 14h a Sessão Solene para posse do novo reitor da universidade, o cerimonial do governador faz mais uma exigência em cima da hora. De novo todas as autoridades e convidados que quiserem participar da cerimônia terão que adequar as suas agendas à de Cabral, que determinou a mudança de horário das 14h para às 16h. Velam só as notas oficiais da reitoria reproduzidas abaixo: Nota da Reitoria I A Reitoria comunica a antecipação da posse do Reitor da UENF para o dia 29/06/2011, quarta-feira, às 14 horas, no Centro de Convenções. A mudança do dia 30 para 29/06 se deve a uma alteração de urgência na agenda do Governador Sérgio Cabral diante da discussão, em Brasília, de assuntos vitais para o Estado do Rio de Janeiro. Nota da Reitoria II Aos membros do Conselho Universitário De ordem, informamos que, por solicitação do Cerimonial do Palácio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, a Sessão Solene do Conselho Universitário foi postergada para o horário das 16 horas no Centro de Convenções. Atenciosamente, Carlos André - Gabinete da Reitoria Inusitado Se nunca antes no estado se viu uma mudança dessas de data de Sessão Solene de Conselho Universitário, com todos os convites distribuídos, apenas para adequar-se a agenda do governador, duas então... deve ser novidade no país inteiro. [caption id="attachment_1749" align="aligncenter" width="756" caption="Em 3 de janeiro de 2008, os estudantes da Uenf organizaram uma manifestação durante a visita de Cabral, lutando pelo seu Restaurante Universitário, hoje com as obras paralisadas e investigadas pelo Ministério Público Estadual"][/caption] Vap Vupt Como se presume que, depois da tragédia na Bahia, dificilmente o governador irá arriscar um vôo noturno de helicóptero, ainda mais com o tempo instável, se ele realmente vier, deverá entrar por uma porta e sair pela outra. Assim, ele mata dois coelhos de uma só cajadada, diminui os riscos e todas as manifestações não deverão durar mais do que meia hora.
Comentar
Compartilhe
Próximo >
Sobre o autor

Esdras

[email protected]