Roberto Henriques dará Medalha Tiradentes a Snowden, ex agente da ANS dos EUA
04/11/2013 | 01h53
[caption id="attachment_4823" align="alignleft" width="378" caption="Foto/montagem"][/caption]     O deputado Roberto Henriques, uma verdadeira raposa do marketing político, conseguiu aprovar seu projeto de conceder a Medalha Tiradentes ao ex-agente NSA Edward Snowden e, de lambuja, também quer dar o Título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro, a ser votado. Obama não está nem aí, mas Roberto vai colher mais do que 15 minutos de fama...
Comentar
Compartilhe
Novo shopping no Americano
17/09/2013 | 06h44
A obra do novo Centro de Treinamento do Americano (CT) em Guarus deverá ser iniciada em poucos dias. A negociação do estádio do time no Tamandaré libera a grande e nobre área para a construção de um mega shopping com dois andares, em parceria com um grupo paulista. Novos shoppings Mas as novidades não param aí. Mais dois shoppings estão sendo planejados. Um na antiga Usina Santo Antônio e outro na encruzilhada da Estrada dos Ceramistas, em Donana.
Comentar
Compartilhe
Dúvida alvinegra
25/08/2013 | 12h24
O tradicional estádio do Americano mudou de mãos. Foi-se ou foice? Só o tempo dirá...
Comentar
Compartilhe
Americanos no Açu. E quem aprendeu chinês?
23/08/2013 | 12h15
Aproxima-se a invasão dos americanos no Porto do Açu. Agora, o que fazer com os sanjoanenses que aprenderam chinês?
Comentar
Compartilhe
Negócio do Americano pode babar
07/03/2013 | 06h59
Um grupo de sócios do Americano, tendo à frente ex dirigentes e um ex-vereador, inicia uma forte movimentação para embargar a negociação do estádio do clube sob o argumento da área ter sido sub avaliada. Segundo eles, as avaliações de duas imobiliárias consultadas apontaram uma significativa diferença e ainda existiram outros questionamentos legais. Pelo sim, pelo não, já estão constituindo advogado.
Comentar
Compartilhe
Americano:“Foi a incompetência administrativa que fez essa péssima campanha”
03/06/2012 | 11h41
Com o rebaixamento para a segunda divisão as últimas semanas têm sido de debate e polêmica entre torcedores e a atual administração do Americano Futebol Clube. Um grupo de oposição vem tentando reunir forças para conseguir mudar o modo administrativo e, enfim, reerguer o clube. Em matérias anteriores, a Somos mostrou detalhes de propostas feitas à atual diretoria do clube, como a questão da venda do estádio, da criação de um conselho para auxiliar nas decisões sobre o clube, tendo o próprio César Gama como um dos membros e também sobre a contraproposta, oferecida por César Gama, de oito cargos para serem escolhidos pelo grupo de torcedores. Em entrevista à equipe da Somos, Mário Filho, advogado e ex-presidente do Conselho Deliberativo do Americano, afirmou que o clube sempre foi um time de ponta, mas que agora “o Americano é time de ninguém”. Veja abaixo alguns trechos da entrevista do advogado Mário Arêas Filho concedida à revista Somos, desta semana: ...“Com o falecimento de Eduardo, há cinco anos, houve um decréscimo nas atuações da atual diretoria. Ninguém tem meia culpa. Eu já fui conselheiro, fui diretor, fui duas vezes presidente do conselho, saí agora em dezembro, como eu, vários outros conselheiros, porque eu acho que 20 anos é muito tempo. O Americano pecou a partir do momento que começou a ter arbitrariedade no Estatuto, através das procurações. É legal, mas é imoral. As últimas eleições do Americano foram marcadas por procurações. Esse conselho eleito em dezembro tem, dos 35 integrantes, seis pessoas que manipularam essa eleição. Como? Todos são parentes. Um é filho, filha, é irmão, primo... Então, esse conselho do Americano é um conselho muito nepotista. ...“São pessoas ligadas a Ariel Chácar, ao Jonas Benes, à Ana Márcia (esposa de César Gama), e a Beto Paixão. Essas pessoas que indicavam familiares e formaram essas chapas que não têm identidade nenhuma com o Americano”... ...”Eu acho que o Americano hoje, depois que deixou de participar do Campeonato Brasileiro, depois que deixou de participar da Copa do Brasil e agora caiu em segunda divisão, depois de mais de trinta anos, cair em segunda divisão pela primeira vez, estava na hora de César pedir uma licença para descansar e entrar um grupo novo. Pedir uma licença para fazer uma auditagem correta. Hoje o Americano tem várias reclamações trabalhistas e vai ter mais reclamações trabalhistas. Pessoas que saíram agora, no início desse ano, já vão começar com uma ação trabalhista, e não são funcionários com um ano de casa, são funcionários com mais de 10, 15 anos de casa”... ... “quando eu era presidente do conselho, eu fiz uma reunião e colocamos os valores das dívidas e ele apresentou um valor de 230 mil de cheque que ele colocou no Americano, que foi a venda da casa dele da praia de Grussaí para o ex-presidente do Americano Maurício Martins Filho. Estranho, isso em menos de um ano. Eu me assustei quando vi a entrevista da Somos com ele dizendo que o Americano está devendo 500 mil a ele. Eu não sei que juros foram esses que em menos de um ano, mais que dobrou e teve verba da prefeitura, mas ele alega que a prefeitura não ajuda”... ... “ele bate o pé firme, disse que vai terminar o mandato dele, que ele não deve nada a ninguém. É um direito dele. Eu acho que ele foi eleito através de procuração, ele fez um conselho nepotista, mas, também, ele hoje não tem pessoas para formar uma diretoria. Esses oito cargos oferecidos são para compor a diretoria dele, que não tem gente para ajudar, porque todo mundo saiu. Foi a incompetência administrativa que fez essa péssima campanha”... Leia entrevista completa na Somos dessa semana, nas bancas.
Comentar
Compartilhe