GVT com 4 pés esquerdos em Campos
13/01/2015 | 04h55
GVT-arapuca-GVT No topo do ranking A nossa cidade está mesmo muito mal servida de operadoras de TV a cabo, telefonia e internet. Mas a GVT está superando negativamente todas as outras, parecendo ter se estabelecido com 4 pés esquerdos em Campos. Armadilha para o consumidor Oferecendo um serviço telefônico de péssima qualidade, a operadora monta uma verdadeira armadilha para o consumidor ao vender planos casados de TV, telefone e internet. Mas ele só descobre a arapuca em que se meteu ao tentar cancelar a linha telefônica e descobrir que não poderá fazê-lo sem que tenha que cancelar todo o seu “pacote”, acarretando, apesar da diminuição dos serviços prestados, aumento de custo, ao ser obrigado a pagar por cada serviço em separado. Pode isso? Essa estratégia carregada de má fé parece configurar venda casada disfarçada nos tais “combos”, que configuraria prática vedada pela lei do consumidor. Experiência própria Falando por experiência própria, após dois anos pagando a linha telefônica, sempre defeituosa, e, por conta disso, acumulando prejuízos, perdendo clientes e serviços, além de acumular o estresse de dezenas de “protocolos” de reclamações e solicitações de visitas técnicas, sem solução satisfatória, com os mesmos defeitos se repetindo, ao tentar cancelar o serviço fui surpreendido com a informação de que não poderia cancelar a linha sem cancelar todos os outros serviços, e que fazendo novo plano ele ficaria mais caro. Omitindo fidelização Ao insistir no cancelamento e relatar meus prejuízos com o longo histórico de defeitos, o que pode ser facilmente verificado pelas dezenas de protocolos de reclamações, a atendente Amanda me fez por escrito (e-mail) uma oferta de redução de custos como "compensação", mas, na realidade, apenas me mudaria o plano telefônico, que deixaria de ter ligações ilimitadas e passaria a ter outra modalidade com todas as ligações sendo cobradas. Mais lamentável ainda foi descobrir, em outra ligação para a GVT, que a atendente deliberadamente havia omitido que haveria uma "fidelização" de 12 meses, sujeita a multa de 700 reais caso cancelasse o plano nesse prazo, e, após ele, o preço voltaria ao anterior. Dificultando gravações Para complicar um pouco mais, apesar das solicitações das gravações, todas devidamente protocoladas, nenhuma delas foi disponibilizada no site da GVT, como prometido pelo atendente em relação à atual ligação e a da proposta de redução de custos, mostrando mais uma vez a grande dificuldade da GVT em cumprir a legislação que rege o setor. Um pouco de respeito faria bem... De todo o relatado, não resta mais esperanças de ter um serviço telefônico de qualidade oferecido pela GVT, mas faço uma ressalva quanto aos serviços de sinal de TV e internet, dentro do que se pode considerar razoável. Agora resta aguardar as providências da GVT, e que elas não sejam de retaliação, mas de respeito e consideração pelo consumidor que acreditou na empresa.
Comentar
Compartilhe
GVT entra em Campos com os dois pés esquerdos
12/11/2013 | 02h00
Atraído pela oferta de novos serviços oferecidos por vendedores da GVT que se instala em minha cidade, e os péssimos serviços oferecidos pela concorrente Viacabo, adquiri um plano de serviços (pedido 111964) de duas linhas telefônicas, TV a cabo e internet no dia 17/10/2013. Após alguns dias técnicos vieram ao meu imóvel realizar as instalações. Na primeira vez instalaram apenas as linhas telefônicas no aparelho decoder da empresa, na dia seguinte instalaram uma das linhas com suas extensões, na terceira visita instalaram a TV a cabo e a internet. O problema é que não fizeram as portabilidades prometidas, não instalaram uma das linhas até o ponto do telefone, e não instalaram a antena para pegar a Globo como prometido. Sem meu números telefônicos originais e sem a Globo. Depois de tantos transtornos, ainda sou obrigado a manter os telefones da OI, a TV a cabo e a internet da Viacabo. Já fiz cerca de seis reclamações, todas com protocolo e, em todas, pediram 72h para resolver o problema e nada. Então pedi o cancelamento, já que me falaram que a minha conta já estava correndo, mesmo seu utilizar os serviços. Nesse pedido de cancelamento, a operadora pediu um crédito de confiança e prometeu regularizar a situação em 24h, dei, mas nada foi feito. Novamente reclamei, dessa vez a operadora afirmou que meu telefone já estava na portabilidade, mesmo eu falando dele pela linha e instalação da OI. Não sei mais o que fazer para a GVT completar o que foi contratado. Essa empresa entrou em Campos com os dois pés esquerdos.
Comentar
Compartilhe
Nova TV a Cabo em Campos começa com pé esquerdo
04/10/2013 | 12h49
No afã de arrebanhar clientes, a nova operadora de TV a cabo em Campos já começa com o pé esquerdo ao colocar na rua uma legião de jovens mal informados com a pretensão de vender um produto do qual mostram não ter o menor conhecimento. Além disso, utilizando panfletos antigos com preços majorados a caneta, e com erros.  Observem os panfletos acima distribuídos na cidade, um deles é com o preço atual e o outro foi "reciclado" a caneta, inclusive com erro no preço, como está assinalado. Se essa é a qualidade do que está por vir, vai ser o mesmo que trocar seis por meia dúzia...
Comentar
Compartilhe