Clarissa Garotinho condenada a indenizar Zveiter em 100 mil por danos morais
09/01/2019 | 07h28
Após a condenação da ex-governadora Rosinha Garotinho por improbidade administrativa por desvio de 234 milhões da Saúde, com sentença que a obriga Rosinha a pagar 236,5 milhões, inclusos multa e indenização por danos morais, a filha deputada Clarissa Garotinho teve divulgada a sua segunda condenação por danos morais contra o desembargador Luiz Zveiter, no valor de 100 mil reais cada uma.
Repetiu as bobagens do pai Garotinho
Ela foi condenada pela juíza Flávia Gonçalves Moraes Alves, da 14ª Vara Cível e, além do valor monetário, Clarissa deverá retirar imediatamente das suas redes sociais textos e falas ofensivas ao magistrado, sob pena de multa de até R$ 50 mil.
Trecho da sentença
“A ré, aproveitando-se de informações caluniosas, injuriosas e ofensivas veiculadas na mídia e nas redes sociais por Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho, as reproduziu, fazendo acusações absurdas e inverídicas contra o autor. Ressaltou, o autor, que, nos idos de novembro de 2017, a ré chegou a postar um vídeo em suas redes sociais, aduzindo, inveridicamente, que o mesmo teria caído na 'banda podre' do Poder Executivo e do Poder Legislativo do Rio de Janeiro e, mesmo assim, continuava intocado.”
Família Garotinho nos tribunais
A coisa está ficando a cada dia mais feia para os políticos da família Garotinho, Além das várias e graves condenações de Rosinha e Garotinho, e as duas da filha Clarissa, o filho deputado Wladimir responde a uma séria Ação de Investigação Judicial Eleitoral no TRE/RJ pedindo a sua cassação e a do seu correligionário deputado estadual reeleito Bruno Dauaire por Abuso do Poder Econômico e Captação Ilícita de Sufrágio. Por supostamente a dupla ter comprado votos na Penha, nas últimas eleições, através de cabos eleitorais, inclusive, com um vídeo que mostraria o momento em que um cabo eleitoral estaria entregando notas de 50 reais a eleitores.
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Esdras

[email protected]