Neco troca ônibus com emergência antecipada
27/11/2015 | 14h44
[caption id="attachment_5799" align="aligncenter" width="756"]Observem que no dia 24 de julho ônibus da empresa LKL já estavam pintados com o brasão de SJB Observem que no dia 24 de julho ônibus da empresa LKL já estavam pintados com o brasão de SJB[/caption]

Nessa sexta-feira, Neco, prefeito de São João da Barra, surpreendeu os sanjoanenses colocando uma nova empresa de ônibus para operar as linhas municipais. O prefeito declarou em seu Facebook: “decretamos a caducidade da concessão e contratamos de forma emergencial a LKL, que atenderá toda população”. Um detalhe estranho e contraditório é que a empresa LKL já estava com os ônibus pintados com o brasão de São João da Barra desde o final de julho passado. No dia 24 daquele mês a empresa Borges Reformadora publicou em sua página do Face as fotos dos veículos já preparados.

A empresa anterior, a Campostur, alega contabilizar mais de três milhões de reais de prejuízos, durante os 27 meses do contrato regido sobre uma projeção de 113 mil passageiros na época áurea de Eike Batista, o que não se configurou, gerando apenas 50 mil passageiros.

Caso não haja uma reviravolta judicial na decisão emergencial, no máximo em seis meses, obrigatoriamente, deverá ser realizada uma licitação sobre a concessão das linhas municipais.

Certamente, o prefeito Neco irá exercer a recomendada transparência no trato da coisa pública divulgando imediatamente os valores desse novo contrato para que a população possa fazer as devidas comparações entre o atual e o anterior e, assim, tirar as suas próprias conclusões.

Comentar
Compartilhe
Blog alerta e comerciantes reagem no Mercado
19/11/2015 | 14h01
[caption id="attachment_5795" align="aligncenter" width="960"]Levados ao desespero pelo descaso oficial, comerciantes reagem e derrubam tapumes deixando a vista mais problemas (Foto do Face de Ralph Braz) Levados ao desespero pelo descaso oficial, comerciantes reagem e derrubam tapumes deixando a vista mais problemas (Foto do Face de Ralph Braz)[/caption] [caption id="attachment_5784" align="aligncenter" width="960"]A deddrubada dos tapumes revelou mais problemas (Foto do Face de Ralph Braz) A derrubada dos tapumes revelou mais problemas (Foto do Face de Ralph Braz)[/caption] O alerta desse blog sobre os grandes prejuízos e o alto risco causado pela paralisação das obras da absurda tentativa de empachamento o Mercado Municipal de Campos com um paquidérmico Camelódromo de dois andares, sem que a prefeitura tomasse as providências adequadas para evitar os prejuízos dos comerciantes e o forte risco de incêndio no lixão em que o canteiro de obras havia se transformado, fez com que os comerciantes reagissem e tombassem os tapumes (AQUI), revelando que, além dos riscos já citados e do prejuízo para o patrimônio histórico e arquitetônico de todos os campistas, existe um grave risco de saúde para a população, com os grandes buracos cheios de água parada, criadouros férteis para as lavras do Aedes Aegypti, transmissor da Dengue e da Zica, que levando o país a um epidemia de microcefalia. [caption id="attachment_5790" align="aligncenter" width="960"]Criadouro Municipal de Aedes (Foto do Face de Ralph Braz) Criadouro Municipal de Aedes (Foto do Face de Ralph Braz)[/caption] [caption id="attachment_5792" align="aligncenter" width="960"]O espaço público livre poderia ser aproveitado para uma praça que serviria a toda a população ((Foto do Face de Ralph Braz) O espaço público livre poderia ser aproveitado para uma praça que serviria a toda a população ((Foto do Face de Ralph Braz)[/caption] Que sirva de exemplo para todos os campistas que, de uma forma ou outra, são prejudicados por decisões oficiais equivocadas. A passividade é cúmplice dos desmandos.
Comentar
Compartilhe
Mercado Municipal, desordem, prejuízos e alto risco
17/11/2015 | 15h14
[caption id="attachment_5780" align="aligncenter" width="1260"]O abandono oficial é de alto risco O abandono oficial é de alto risco[/caption]

As malfadadas obras de um novo paquidérmico Camelódromo no Mercado Municipal de Campos estão conseguindo unanimidade de feirantes, lojistas e população. Os comerciantes têm sido extremamente prejudicados  pelo caos gerado pelas obras, aí incluída a sujeira, a falta de circulação de ar e a dificuldade de acesso do público.

[caption id="attachment_5778" align="aligncenter" width="945"]Comércios sufocados, comerciantes no sufoco, empregos em risco Comércios sufocados, comerciantes no sufoco, empregos em risco[/caption]

Os lojistas da parte externa de frente para as obras estão chegando ao desespero com as suas lojas empachadas pelos tapumes que deixaram apenas um estreito corredor de menos de um metro de largura para passagem dos clientes e mercadorias, causando enormes prejuízos.

[caption id="attachment_5781" align="aligncenter" width="945"] As marcas do fogo são um sinal de alerta para o perigo[/caption]

Mas a situação é ainda mais complicada e perigosa do que parece a primeira vista. O canteiro de obras abandonado está se tornando um lixão e, como se vê nas fotos, com alto risco de incêndio, pelo fogo ateado ao lixo, seja intencionalmente ou por bingas de cigarro, que pode levar a uma tragédia de proporções inimagináveis.

O risco é grande e providências precisam ser urgentemente tomadas para se evitar o pior.

Caso o vento espalhe fagulhas do fogo no lixo, ele poderá tomar as lojas do antigo prédio e seus arredores. Com a palavra as autoridades responsáveis. Só não dá para chorar depois do leite derramado ou do Mercado incendiado.

Comentar
Compartilhe
As ruas de Campos são dos burros
17/11/2015 | 01h00
Apesar da proibição e de todas as leis de trânsito, carroças de tração animal e até retro-escavadeiras circulam pelas principais avenidas de Campos. As fotos mostram os abusos e absurdos que diariamente colocam em risco a vida de condutores de veículos, pedestres e dos próprios condutores que cometem as imprudências e infrações como se Campos fosse uma cidade sem lei, e sem Guarda Municipal... [caption id="attachment_5770" align="aligncenter" width="1260"]Alheios ao perigo, os carroceiros, ganham a vida desafiando a morte pondo em risco a vida dos outros na Avenida 28 de Março, uma das mais movimentadas de Campos Alheios ao perigo, os carroceiros, ganham a vida desafiando a morte pondo em risco a vida dos outros na Avenida 28 de Março, uma das mais movimentadas de Campos[/caption] [caption id="attachment_5771" align="aligncenter" width="1260"]Sem o menor pudor, o carroceiro colou o burro na sobra em uma das bainhas da Avenida Felipe Uébe. Quem quiser que se dane... Sem o menor pudor, o carroceiro colocou o burro na sombra em uma das bainhas da Avenida Felipe Uébe. Quem quiser que se dane...[/caption] [caption id="attachment_5772" align="aligncenter" width="1261"]Para completar o absurdo do abandono a própria sorte dos condutores de veículos na Avenida 28 de Março, quase que diariamente uma retro-escavadeira passa em alta velocidade pelo trecho fronteiriço ao IFF, Colégio Jo~]ao Pessoa e a Universo repleto de carros e estudantes Para completar o absurdo do abandono à própria sorte dos condutores de veículos e pedestres na movimentada Avenida 28 de Março, quase que diariamente uma retro-escavadeira passa em alta velocidade pelo trecho fronteiriço ao IFF, Colégio João Pessoa e a Universo repleto de carros e estudantes[/caption]
Comentar
Compartilhe