Genásio para Alvaro Oliveira: "pintou os postes e vê o irmão condenado"
11/09/2019 | 09h21
Folha da Manhã
“Quem mandou pintar (os postes rosáceos) vai carregar esse peso. Pintou e vê o irmão condenado junto com a ex-prefeita”. A frase é do líder do governo na Câmara Municipal, Paulo César Genásio (PSC), que subiu o tom e disparou contra o vereador de oposição Alvaro Oliveira (SD), ex-presidente da antiga Empresa Municipal de Transportes (Emut) e atual Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT).
Genásio lembrou, em discurso no plenário, da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que condenou à inelegibilidade a ex-prefeita Rosinha Garotinho (Patri) e seu vice, Dr. Chicão (SD), que também é irmão de Alvaro. Entre os motivos da sentença, está a pintura dos postes de sustentação de semáforos na cor rosácea durante o período pré-eleitoral de 2012. Na época, o próprio presidente da Emut justificou que a cor seria “roxo paixão”.
“Naquele momento, quem era responsável pelos semáforos da cidade? O nobre vereador Alvaro Oliveira. Acho que pela irresponsabilidade naquele momento, de ter cedido... Hoje está vendo o seu irmão condenado por ter permitido pintar os postes. Pintou os postes de rosa pela ganância pelo poder e hoje vemos Dr. Chicão inelegível. O preço que se paga por entender a vontade de voltar ao poder”, afirmou Genásio.
Comentar
Compartilhe
Vereadores aprovam projeto de Refis do Fundecam
26/06/2019 | 07h29
Vereador Jorginho Virgílio
Vereador Jorginho Virgílio / Antônio Leudo
A Câmara Municipal aprovou por unanimidade, na sessão desta quarta-feira (26), o projeto de lei do gabinete do prefeito Rafael Diniz (PPS) que institui o Refis para empresas que estão em débito com o Fundo de Desenvolvimento de Campos (Fundecam).
De acordo com o texto, a empresa que quitar sua dívida à vista terá desconto de 100% das multas e juros. Já quem optar pelo parcelamento em 36 vezes conseguirá um desconto de 80% nas multas e juros.
Este é o segundo Refis aprovado no governo Rafael. Em 2017, segundo o vereador Jorginho Virgílio (PRP), que também preside a CPI do Fundecam, o município conseguiu reaver quase R$ 10 milhões em dívidas do Fundo.
Comentar
Compartilhe
Ida de secretário de Gestão à Câmara é adiada por volume de questionamentos
04/06/2019 | 06h42
Aldir Sales
O presidente da Câmara Municipal de Campos, Fred Machado (PPS), anunciou o adiamento da visita dos secretários municipais de Gestão, André Oliveira; de Transparência e Controle, Marcilene Daflon; e de Fazenda, Leonardo Wigand, que inicialmente estava estipulada para amanhã. A justificativa foi o grande volume de demandas apresentadas pelos servidores públicos que estão em greve. A mudança de data foi adiantada pelo líder do governo no Legislativo, vereador Paulo César Genásio (PSC), na última segunda-feira, durante entrevista ao programa Folha no Ar, na rádio Folha FM 98,3.
Fred explicou que, ao todo, foram formuladas 56 questões ao secretário e que ele vai pessoalmente, hoje, na Prefeitura para marcar uma nova data com os secretários. Segundo a vereadora de oposição Josiane Morumbi (PRP), há a possibilidade que a comitiva vá à Câmara na quinta-feira da semana que vem (13).
Josiane explicou, ainda, que ela e Fred conversaram sobre o assunto e concordaram com a mudança. Representantes dos servidores disseram que querem ter voz durante a audiência, porém, o único dispositivo no regimento interno da Câmara que prevê a participação popular é audiência pública. No entanto, haveria necessidade de se protocolar formalmente o pedido para só depois colocar em votação no plenário para decidir pela aprovação ou não.
Pela via mais rápida, Fred fez o convite direto aos secretários, que aceitaram a ida ao Legislativo. Porém, esse dispositivo não permite a participação popular. A negociação entre Josiane e Fred é para que pelo menos quatro representantes dos servidores sejam ouvidos durante a audiência com os representantes do Executivo.
Comentar
Compartilhe
Fred Machado assume presidência da Câmara no lugar de Marcão
02/01/2019 | 06h30
Aldir Sales
O vereador Fred Machado (PPS) assumiu nesta quarta-feira (2) a presidência da Câmara Municipal de Campos para o biênio 2019/2020. Eleito em agosto do ano passado por unanimidade, o então líder do governo disse que pretende adotar um tom conciliador. Compuseram a mesa na sessão extraordinária a irmã de Fred e prefeita de São João da Barra, Carla Machado, e o procurador-geral de Campos, José Paes Neto, representando o prefeito Rafael Diniz.
"São funções diferentes. Enquanto líder do governo estava em contato direto com as demandas para o Executivo e agora, na presidência, irei ouvir a todos e trabalhar para colocar em pauta os projetos de maior interesse da população", disse Fred, que também adiantou que pretende conversar com as câmaras dos municípios vizinhos para reativar o projeto do Parlamento Regional. "Temos que conversar com os municípios da região para caminharmos juntos pelo desenvolvimento".
Primeiro-secretario eleito com 23 votos e duas abstenções, José Carlos (DC) falou em uma gestão para todos. "Só não tive os votos de dois vereadores, mas quero dizer para todos que vamos cumprir nosso papel de ética e moral. Que a Casa tenha a mesma felicidade da legislatura passada. O prefeito não está aqui, mas quero dizer para ele que pode contar conosco. Fred, pode contar conosco", afirmou.
Carla Machado também usou a palavra e lembrou do período como vereadora para falar ao irmão. " Esse é um dia muito feliz para mim. Chamo o Fred de 'Ico' desde criança. Então, Ico, que Deus te abençoe. Que você trate todos com igualdade, que cumpra com suas obrigações. Nós que somos pessoas públicas precisamos fazer com que as pessoas acreditem em nós. Eu já fui vereadora, presidente de Câmara, e sabemos que é na casa do vereador que a população bate para cobrar. Muito orgulho".
Emocionado, Fred lembrou dos pais, filhos e esposa e elogiou o trabalho de seu antecessor no cargo, Marcão Gomes (PR). "Aprendi que gentileza gera gentileza e violência gera violência. Convivemos com a divergência de opiniões. Santa divergência" disse o novo presidente da Câmara, que elogiou o trabalho do prefeito Rafael Diniz, mas sem perder o poder de fiscalização. O desafio está feito. Meus amigos Alonsimar e Renatinho do Eldorado estão aqui, com posições ideológicas diferentes da minha, mas temos que estar unidos, sempre"
 
 
 
 
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Aldir Sales

[email protected]