Propaganda para menores. Qual o limite?
13/02/2012 | 19h38

O assunto é polêmico e já faz algum tempo que querem proibir as propagandas destinadas as crianças no Brasil, geralmente veiculadas nos canais destinados a esse público.

As propagandas que causam maiores polêmicas são as relacionadas a produtos estéticos e dieta.

Apesar de nem todos concordarem com essa vulnerabilidade do público infantil, um melhor controle e lei própria para esse público, se faz necessário. Alguns países da Europa, como o caso da Suécia, proíbem os comerciais destinados a menores de 12 anos. Também não podemos ser radicais.

As crianças talvez não saibam discernir o que é certo ou errado, ou qual o limite entre a realidade e a ficção. Para ficar num exemplo mais simples, isso pode tornar-se caso de saúde pública, sendo que pesquisas recentes apontam que 10% das crianças brasileiras são obesas.

Precisamos ter cuidado quando falamos com a infância e controlar melhor as mensagens que passamos para elas, pois temos uma grande responsabilidade na educação e em sua qualidade de vida.

Independente de leis devemos consultar nossa consciência, aqui falando como profissional de marketing, pois temos a responsabilidade de oferecer uma programação saudável e de qualidade, em todos os sentidos, apesar de saber que a realidade nem sempre é assim...

Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Fábio Pexe

[email protected]