Ações que levam ao fracasso.
29/07/2010 | 09h17

Fracasso são situações que acontecem em nossas vidas, de diferentes proporções e efeitos. Elas são inerentes de todos os seres humanos, e o que nos diferencia é a maneira como superamos ou enfrentamos esses “eventos”.

Às vezes, levamos para o nosso comércio, frustrações passadas, pessimismo, complexos, fazendo com que nosso empreendimento não decole.

Não devemos confundir com o receio e o medo de investir em algo novo. Isto é normal, e diferente de transportar todos os nossos medos para o negócio. Quantos de nós conhecemos pessoas que por mais que invistam (tempo, dinheiro, conhecimento), nada dá certo? Em contrapartida, conhecemos também os “Midas”, que tudo que tocam vira ouro.

O que diferencia os dois? A atitude ante o fracasso. Um, bate de frete, contorna a situação, aprende com ela e cresce, servindo de lição para o resto da vida. São as famosas “cicatrizes dos guerreiros”. Outros, simplesmente se abatem, dão por derrotados sem ao menos lutar, e culpam o destino, ou sei lá o quê.

Como homem de negócios, temos de pensar sempre de maneira eficaz, respeitando nossas vidas, trabalhando para superar nossas limitações (tanto profissional quanto pessoal). Mudando a maneira de pensar, mudamos também a maneira de falar, de viver e de decidir, assim, podemos transpor todos os obstáculos para o caminho do sucesso.

Comentar
Compartilhe
Gerenciando o atendimento ao cliente.
28/07/2010 | 09h12

É fato que o mercado está em constante evolução. Principalmente na área de marketing, onde inovação é a palavra chave.

Diariamente, “pipocam” termos, na maioria em inglês, para nominar determinadas atitudes ou ações, que as empresas devem tomar. Agora usa-se o termo customer care para o gerenciamento da assistência e do atendimento ao cliente.

Sobre isto, lógico que alguns departamentos, como a recepção e a área de vendas, têm papéis mais importantes do que outros, pois estão ligados diretamente a função. Assim, é necessário quando fizer um recrutamento de novos funcionários, ficar atento para aqueles que lidam melhor com as pessoas, ou seja, que não pareça uma atitude forçada, e sim, que faça parte da personalidade do candidato.

Às vezes, achamos que só a área de vendas e recepção, merecem este cuidado.

Mas é fundamental que não esqueçamos outros departamentos que, apesar de terem um contato mínimo com os clientes, como a logística e a expedição, por exemplo, quando cumprido corretamente seu papel, tem um grande impacto na satisfação dos consumidores, em relação ao seu negócio.

Comentar
Compartilhe
Propagandas com mensagens subliminares!
27/07/2010 | 09h36

Por mensagens subliminares entendemos que não podem ser captadas diretamente pelos nossos sentidos, ou pelo nosso consciente.

Nas propagandas, este tipo de mensagem é mais comum do que se pensa. É fato que elas têm efeito sobre nós.

Mas, nem todas as mensagens subliminares são criadas para alavancarem as vendas. Algumas são por pura brincadeira e outras, nem sabemos o porquê. Abaixo, segue mais dois exemplos.

O primeiro circula atrás dos maços de cigarro, e é mais nítida. Já o outro, da OGC (Office of Government Commerce)... bom, vai saber.

Maços de cigarro:

OGC:

E agora...

Comentar
Compartilhe
Valorizar...
26/07/2010 | 08h31

Recebi este texto e achei interessante divulgá-lo. Do ponto de vista do marketing, mostra como podemos valorizar o produto. Já da vida, mostra como valorizar o “produto” que temos...

O ANÚNCIO

O dono de um pequeno comércio, amigo do grande poeta Olavo Bilac, abordou-o na rua:

- Sr. Bilac estou precisando vender o meu sítio, que o senhor tão bem conhece. Será que o senhor poderia redigir o anúncio de venda para o jornal?

Olavo Bilac após conhecer o sítio do amigo, apanhou o papel e escreveu:

“Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortada por cristalinas e marejantes águas de um ribeirão. A casa banhada pelo sol nascente, oferece a sombra tranqüila das tardes, na varanda".

Meses depois, encontra o poeta com o homem e pergunta-lhe se havia vendido o sítio.

Nem penso mais nisso, disse o homem, quando li o anúncio é que percebi a maravilha que tinha!

Às vezes, não descobrimos as coisas boas que temos conosco e vamos longe atrás de miragens e falsos tesouros.

Comentar
Compartilhe
Copa do Mundo 2014.
23/07/2010 | 08h55

A Copa do Mundo organizada pela FIFA (Federação Internacional de Associações de Futebol) mostrou-se, mais uma vez, um sucesso. Até parece que não tem como dar errado, mesmo que o país sede não disponha de tanta organização e estrutura.

Para se ter uma idéia, antes mesmo do início do mundial de 2010, a FIFA anunciou que o evento já tinha superado em 50% o valor arrecadado em relação ao mundial sediado pela Alemanha, em 2006.

No Brasil, segundo uma pesquisa realizada pela Ernst&Young e FGV, batizada de “Brasil Sustentável – Impactos socioeconômicos da copa do mundo de 2014”, o mundial deve gerar algo em torno de R$ 142 bilhões adicionais para o país.

Setores como a construção, alimentação, limpeza e serviços de utilidade pública e de informação, serão os mais beneficiados.

O estudo prevê ainda, que aumente em 79% o número de turistas estrangeiros que visitam o Brasil, até a copa, e que este número poderá continuar nos anos seguintes.

Mas, nem tudo é maravilha. Fica-se o receio de que ocorra o mesmo problema do Pan de 2007. Sem planejamento e principalmente, sem nenhum controle com gastos, de última hora, até funcionou, mas poderia ter sido muito melhor, com menos custos e melhores resultados, tanto econômicos, como sociais para nosso país.

Comentar
Compartilhe
Lula x Collor? Não...juntos.
22/07/2010 | 08h53

Fernando Collor de Mello (PTB) está definitivamente de volta. No começo estava tímido, quieto, mas agora sim, é para valer.

Como sempre, não deixou as polêmicas de lado. Em sua atual campanha para Governador do Estado de Alagoas, lançou um jingle, no mínimo curioso. O refrão diz assim: “É Lula apoiando Collor; É Collor apoiando Dilma; É Dilma apoiando Collor. Pelos mais carentes”. Em ritmo de forró (acho).

Ué?! Lula e Collor? Para quem não se lembra os dois travaram uma das maiores (senão a maior) e mais baixas batalhas para a Presidência da República, em 1989, tendo inclusive, a aparição de uma suposta amante do então candidato Lula...

Abaixo, trechos desta “disputa”:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=eFHVdcSWNGU[/youtube]

Comentar
Compartilhe
Atendimento ao cliente.
21/07/2010 | 09h05

Atender bem o cliente, não significa apenas sorrir, escutar reclamações ou fazer trocas e devoluções, e sim, oferecer produtos e serviços que satisfaçam seus desejos e necessidades.

Para que esta atitude seja tomada pelos vendedores, que estão na linha de frente, e por toda a empresa, é fundamental que o exemplo venha de cima. Se tratando de pequenos e médios comércios, muitos clientes conhecem o gerente ou até o dono, e esperam ser reconhecidos por eles, atendidos e terem suas ligações respondidas. Se a diretoria não der o exemplo, os funcionários também não o farão.

Evite ser muito burocrático nas tomadas de decisões, treinando e capacitando a força de vendas para que possa tomar atitudes no ato, sem que seus consumidores esperem muito tempo por isto, pois o tempo é escasso, e a rapidez no bom atendimento faz a diferença.

Lembre-se que um cliente satisfeito conversa, em média, com 5 pessoas sobre o seu comércio, enquanto que um insatisfeito conversa com 20.

O atendimento é uma importante ferramenta administrativa e de marketing, pois cliente satisfeito é um cliente fiel, e o ajudará a defender sua marca.

Comentar
Compartilhe
Pesquisa de mercado. Um bom investimento!
19/07/2010 | 09h02

A pesquisa de mercado ou pesquisa de marketing serve, basicamente, para a orientação do rumo que tomará seu negócio, evitando assim, custos desnecessários ou na pior das hipóteses, a perda do capital investido.

Muitos não fazem nenhum tipo de pesquisa antes de abrir seu comercio, pois acham o investimento caro, preferindo tocar o barco assim mesmo. Alguns (raros) conseguem êxito, mas a grande maioria fecham as portas antes de completarem 5 anos, segundo dados do SEBRAE.

Com a pesquisa, pode-se tentar evitar este destino comum, sendo que ela é a ferramenta mais confiável para a obtenção de informações pertinentes e realmente importantes sobre o seu mercado de atuação.

Ele permite uma análise sobre seus possíveis consumidores, quem são e qual a estrutura das empresas concorrentes, enfim, trazem todas as informações necessárias para o planejamento, com calma, estando preparado para as dificuldades, que, com certeza, aparecerão.

Principalmente para quem não é do ramo, ou nunca trabalhou com os produtos que pretendem vender, como é o caso da maioria das pessoas que adquirem uma franquia, esta ferramenta de marketing ajudará a conhecer as vantagens e desvantagens do mercado, e o custo, no fim das contas, valerá à pena.

Comentar
Compartilhe
A importância da Segmentação.
16/07/2010 | 11h47

A segmentação de mercado é importante para entender os hábitos de consumo de seus clientes.

Assim, você poderá direcionar as forças e as ações de vendas para um determinado grupo, o que surgirá efeito, pois o produto suprirá as necessidades ou desejos específicos.

Com a segmentação você poderá especializar-se em uma área específica, ou em um determinado produto, diferenciando da maioria da concorrência que faz produtos e promoções visando atender a todos.

Existem vários tipos de segmentação, como a Demográfica (idade, sexo), Geográfica (cidade, bairro), Psicográfica (classe social, estilo de vida) e Por Conduta (conhecimentos, costumes). De posse destas informações, você deverá buscar o público que realmente compre seus produtos, e não o público que deseja.

Com isso, você polpa tempo e gastos, mas não somente os seus, mas também os de seus clientes, sendo que o tempo está cada vez mais escasso, e os consumidores buscam praticidade, o quê se você os conhecer, poderá oferecer.

Comentar
Compartilhe
Propagandas que não passam no Brasil
10/07/2010 | 11h44

Estas são propagandas fortes, mas que passam mensagens diretas. No Brasil, este tipo de comercial é vetada pelo CONAR, orgão responsável pelo controle das propagandas no país.

Estes, passam na República Tcheca e visam conscientizar sobre o perigo de algumas atitudes que tomamos...

Celular no volante: [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=dZNNX5rhUwM[/youtube] Não faz mal... http://www.youtube.com/watch?v=EAdOcEVlnlk
Comentar
Compartilhe
Novidades no McDonald's!
05/07/2010 | 09h11

O McDonald’s trará uma surpresa no McLanche feliz que deixará os fãs do personagem Shrek animados.

As surpresas serão inspiradas nos personagens do último filme da série, Shrek para Sempre, e imitarão os sons e as falas dos 10 principais personagens, como o próprio Shrek, a Princesa Fiona, o Gato de Botas e o Burro.

Em conjunto com esta estratégia de marketing, a gigante rede de fast food, considerada pela 11º vez em 2009 como uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil, lançará mais 2 novidades em seu cardápio. O Super Cheddar Peperoni, e um molho especial para acompanhar as famosas batatas fritas.

O McDonald’s busca realizar ações de marketing e comunicação diferenciadas, trazendo a magia do personagem Shrek para seus restaurantes, como por exemplo, instalar os bonecos do filme em tamanho grande, permitindo que toda a família possa tirar fotos de recordação, aproveitando da melhor maneira possível, sendo que é a única rede que representa oficialmente os personagens criados pela Dreamworks.

Comentar
Compartilhe
Vendas diretas!
02/07/2010 | 09h06

Apesar das vantagens claras das vendas diretas, como poder sanar as dúvidas e contornar as dificuldades dos consumidores no momento em que aparecem, elas são consideradas as mais caras ferramentas de comunicação.

Manter uma equipe de vendas que valha realmente a pena exige treinamento, transporte, mão-de-obra, tempo de espera e controle (relatórios e afins).

Mas não há dúvidas que uma equipe de vendas diretas, onde acontece o contato pessoal entre vendedor e cliente, dispondo de estrutura e bem treinada, talvez seja o modo mais eficaz.

Algumas técnicas para uma venda eficaz consistem em prospectar seus clientes, conhecendo-os melhor e segmentando-os. Depois use uma pré-abordagem direta, tentando tirar as informações que você ainda não possui.

Assim, apresente e demonstre o produto interessado pelo cliente, de modo claro e objetivo, estando preparado para superar as objeções, que com certeza, irão acontecer. Feito este processo não perca a chance de fechar a venda, que tem que ocorrer na hora certa. Estamos cansados de ver vendedores que perdem a hora certa de fechamento, não perguntando “e ai, fechado?!” e o cliente vai embora, para “pensar” mais um pouco.

Por fim, o mais importante é o pós-venda. Acompanhe se o produto realmente superou as expectativas do cliente, escute suas reclamações, sugestões ou elogios, assim saberá o que fazer na próxima venda.

Comentar
Compartilhe
Dicas para começar um banco de dados.
01/07/2010 | 09h34

A ficha cadastral dos clientes podem e devem ser usadas nas pequenas empresas ou pequenos comércios, como banco de dados, o que é extremamente necessário para conquistar e fidelizar os clientes. Isto é fato.

Conhecendo realmente os clientes, saberá o que oferecer, quando e como. Além do fato de saber suas particularidades, como um verdadeiro amigo.

Algumas dicas simples, para quem está começando montar um  banco de dados são, primeiramente muita atenção ao tratamento dado ao cliente. Em relação à idade por exemplo, usar senhor ou senhora, se o cliente realmente merecer este tratamento. No caso dos jovens, usar estes tratamentos mostra total desconhecimento do cliente.

Cuidado com os nomes, pois alguns podem estar errados, ou serem dúbios, usados tanto para homens com para mulheres, por isso os dados devem ser específicos e detalhados.

Informe apelidos (e se a pessoa gosta de ser assim chamada), telefones, endereços, aniversários, email, enfim o máximo que puder. Pode ter certeza que, em mãos certas, estes dados serão mais do que simplesmente usados para mandar promoções. O local de moradia, por exemplo, serve de referência para a classe social.

Por último, evite duplicar dados, ou dados sem significado algum. Cuidado para não enviar as mesmas promoções para as mesmas pessoas, uma endereçada ao trabalho e outra a residência.

Isso é um começo, mas que evita danos futuros, como mão-de-obra e custos para a limpeza de dados errados.

Comentar
Compartilhe