Rosinha diz que Garotinho é "homem bomba"
28/11/2016 | 01h40
rosinha

Durante o programa "Conexão Repórter", comandado pelo jornalista Roberto Cabrini, no SBT, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) disse temer pela vida do marido, o ex-governador Anthony Garotinho (PR).

Segundo Rosinha, ele é um "homem bomba", pois sabe de muitas coisas sobre "figuras poderosas". Ela chorou ao lembrar do marido sendo levado do hospital para o presídio.

Durante a entrevista, Garotinho afirmou possuir provas contundentes contra "políticos e empresários poderosos" e afirmou que sua prisão foi "uma retaliação".

Sobre a noite em Bangu, Graotinho disse que foi bem difícil. "Durante a noite uma barata subiu no meu braço. São os detentos que fazem a limpeza, já que o governo não paga mais a firma".

O programa ficou entre os cinco mais comentados no Twitter (aqui). Internautas avaliaram as participações de Garotinho, Rosinha, Clarissa e a postura de Cabrini.

O blog "Na Curva do Rio" publicou nota sobre a entrevista: aqui 
Comentar
Compartilhe
Rosinha tira licença de três dias para "tratar de interesses particulares"
23/11/2016 | 09h15
licenca Chicão assume - Com a licença da prefeita, quem assume a Prefeitura nos três dias é o vice-prefeito Dr. Chicão (PR).
Comentar
Compartilhe
Habeas corpus negados: Kellinho e Ana Alice
01/11/2016 | 04h10

O jornalista Fernando Leite informa que advogados do vereador Kellinho (PR) e da ex-secretária de Desenvolvimento Humano e Social de Campos, Ana Alice Alvarenga, interpuseram habeas corpus em favor de seus clientes, presos pela Operação Chequinho, da Polícia Federal.

Kellinho: kellinho Ana Alice: anaalice1 anaalice2
Comentar
Compartilhe
Cofre fechado
04/11/2016 | 03h06
cofre No mês de setembro, faltando pouco para as eleições, as empreiteiras receberam R$ 17 milhões. Se for somada uma nota quitada em agosto (aqui), o valor superou R$ 21 milhões em 30 dias. E após a derrota nas urnas, os pagamentos continuaram? Basta dar uma olhada no relatório publicado no Portal da Transparência para notar que, após ficar aberto durante a eleição, o cofre foi fechado.
Comentar
Compartilhe
Reconhecer erros: quem é capaz?
04/11/2016 | 11h42

diantedoespelho03

Um dos grandes problemas do Partido dos Trabalhadores (PT), que teve um resultado deprimente nas eleições deste ano, foi a incapacidade de reconhecer erros. Recentemente, a presidente afastada Dilma Rousseff comentou: “Eu acredito que o PT tem que passar por uma grande transformação. Primeiro, uma grande transformação que reconheça todos os erros que cometeu, do ponto de vista das práticas tanto ética, da condução de todos os processos de uso de verbas públicas ou não. Nós temos de fazer esse processo”.

Em Campos, após a derrota nas urnas, o líder rosáceo ainda não conseguiu reconhecer erros e aceitar o resultado. Ele prefere encontrar culpados e apostar em teorias conspiratórias. Não admite a falta de habilidade na formação de novos quadros, a ausência de um trabalho moderno nas redes sociais, a utilização de velhas práticas, nem a péssima estratégia de governar com “exércitos mercenários” e “tropas auxiliares”.

Comentar
Compartilhe
Juiz cita Roosevelt: "não existe crime mais sério do que a corrupção"
16/11/2016 | 02h11
Em sua decisão, que determinou a prisão preventiva do secretário de Governo Anthony Garotinho (PR), o juiz Glaucenir Silva de Oliveira incluiu trechos de diversos depoimentos de testemunhas e citou o ex-presidente dos Estados Unidos Franklin Roosevelt. Confira: decisao O blog "Na Curva do Rio" publicou a decisão (aqui).
Comentar
Compartilhe
Rosinha: "Não roubamos, querem nos destruir"
17/11/2016 | 09h44

rosinha

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) usou a rádio Diário FM para desabar na manhã desta quinta-feira (17). Sem esconder o nervosismo com a prisão do marido, Rosinha, que está no hospital acompanhando o marido, disparou contra adversários e garantiu que "nunca roubou". "Não roubamos, querem nos destruir. Garotinho foi preso por conta de Cheque Cidadão. Isso não é roubo, não é desvio de dinheiro público. Seria pena alternativa, nunca prisão. Não tem ladrão aqui, não. Querem bagunçar nosso grupo político", disse Rosinha, que também repetiu o discurso do marido sobre anulação da eleição.

Ficou no Souza Aguiar - Ontem (17), o colunista Ancelmo Gois informou que Garotinho seria transferido para um hospital particular. Porém, ele continua no hospital municipal Souza Aguiar. Segundo Rosinha, o marido ainda aguarda o resultado de novos exames.

Comentar
Compartilhe
Uber em Campos: taxistas marcam protesto
25/11/2016 | 11h30
O blog “Ponto de Vista” , do Christiano Abreu Barbosa informou (aqui) que o Uber chegou ao município de Campos. A a startup mais valiosa do mundo, que presta serviços de transporte privado urbano através de um aplicativo, fará a ativação dos prestadores de serviço na próxima segunda-feira (28), às 12h, no Comfort Hotel. Na quarta-feira (30), fará o lançamento do serviço em Campos, às 15h, também no Comfort Hotel.
Como não poderia ser diferente, a chegada já conta com polêmica.
Taxistas marcaram um protesto para a próxima terça-feira (29), às 10h, ao lado da Catedral.
Atualização às 14h – O Sindicato dos Taxistas de Campos informa que irá ajuizar uma ação coletiva contra a chegada do Uber.
Comentar
Compartilhe
Câmara de Campos sem sessão
08/11/2016 | 01h19

camara-campos-768x510okk1

Assim como já ocorreu em outras ocasiões, para esfriar o tom dos debates, a Câmara de Campos vai realizar audiências públicas nos horários marcados paras as sessões ordinárias.

Nesta terça-feira (08),  às 17h, será realizada audiência para demonstrar e avaliar o cumprimento das Metas Fiscais referentes ao 1º Quadrimestre do exercício financeiro do município de 2016.

Em seguida, haverá outra audiência, desta vez para demonstrar e avaliar o cumprimento das Metas Fiscais referentes ao 2º Quadrimestre do exercício financeiro de 2016. Ambas serão realizadas em cumprimento ao § 4º do Art. 9º da Lei de Responsabilidade Fiscal, através da secretaria municipal de Controle Orçamento e Auditoria.

Amanhã (09), também às 17h, a Câmara realiza audiência pública com a finalidade de discutir a Lei de Autovistoria Predial, com a participação da Associação Norte Fluminense de Engenharia e Arquitetura (Anfea).

Na próxima semana, por conta do feriado, também não haverá sessão.

Comentar
Compartilhe
Juiz suspeita de médico de Garotinho e pede avaliação de peritos do MP
20/11/2016 | 11h36

Suspeita no hospital Uma equipe de peritos do Grupo de Apoio Técnico Especializado (Gate) do Ministério Público do Rio foi, ontem, ao Quinta D'Or, avaliar o estado de saúde do secretário de Governo Anthony Garotinho. A ordem foi dada pelo juiz eleitoral Glaucenir Silva de Oliveira, que suspeita da idoneidade do médico Marcial Raul Uribe, que cuida do ex-governador. Só que Garotinho se recusou a ser examinado pelos médicos do MPRJ, alegando que seu advogado não estava presente.

Segue... Na decisão, o juiz diz que o médico Marcial Uribe foi excluído dos quadros do Ministério da Saúde por cometer ato de improbidade administrativa. E mais: afirma que Uribe teria conseguido cargo de médico do Estado do Rio por indicação política, sem concurso público, "ao tempo do governo Garotinho".

A decisão do juiz
A decisão do juizFonte: Ancelmo Gois
Comentar
Compartilhe
Cateterismo aponta obstrução e Garotinho recebe "stent"
20/11/2016 | 01h05

Por Paulo Roberto Rangel/Colaborador do Blog 

O Hospital Quinta D’or, onde Anthony Garotinho está internado sob custódia, divulgou um novo boletim. Segundo a nota, Garotinho foi submetido a um cateterismo cardíaco, na manhã deste domingo. De acordo com os médicos, foi diagnosticada obstrução nas artérias e ele teve que implantar o “stent”, que é uma espécie de tubo e serve para prevenir ou evitar a obstrução do fluxo no local por entupimento desses vasos.

Garotinho foi preso na última quarta-feira (16) sob suspeita de tentar comprar votos através do programa social Cheque Cidadão. Ele foi preso e, na sede da Polícia Federal, alegou fortes dores no peito, sendo transferido para o Hospital Souza Aguiar. De lá, chegou a ser levado para Bangu 8, mas, por determinação judicial, voltou a ser transferido para o Hospital, desta vez o Quinta D`or, onde permanece internado para exames cardíacos. Posteriormente, ele ficará em prisão domiciliar.

Veja abaixo a nota divulgada pelo Hospital.

nota
Comentar
Compartilhe
Chequinho: subsecretário de Governo com prisão decretada
01/11/2016 | 04h59

alcimar

Após depoimento de testemunha, mais um rosáceo teve prisão temporária decretada por conta da Operação Chequinho, da Polícia Federal. Trata-se de Alcimar Ferreira Avelino, subsecretário de Governo da Prefeitura de Campos. O blog "Ponto de Vista" postou nota sobre a decisão (aqui). Como não foi encontrado, Alcimar é considerado foragido.

Ele teria entrado em contato com uma testemunha e sugerido uma viagem ao Rio para "informar a um desembargador que teria sido coagida".

Confira os depoimentos que embasaram o pedido de prisão:

whatsapp-image-2016-11-01-at-17-03-32

whatsapp-image-2016-11-01-at-17-03-321

Comentar
Compartilhe
Prefeitura está no "piloto automático"?
17/11/2016 | 05h58
cadeira-vazia De acordo com a decisão do juiz Glaucenir Silva de Oliveira, o secretário Anthony Garotinho (PR) é o "prefeito de fato" do município de Campos. Internado no Souza Aguiar após ser preso pela Polícia Federal (PF), ele não está governando. Ao lado dele no hospital está a prefeita Rosinha Garotinho (PR). O vice-prefeito Dr. Chicão (PR) não tem feito muitas aparições após a eleição. Dr. Edson Batista (PTB), presidente da Câmara de Campos, já demonstrou que não toma decisões sem ouvir o "comandante". Quem está governando a cidade nesses dias de instabilidade?
Comentar
Compartilhe
Em liberdade, Thiago Virgílio fala em "covardia"
04/11/2016 | 10h30
Em liberdade após ser preso temporariamente por conta do "escandaloso esquema" do Cheque Cidadão, o vereador Thiago Virgílio (PTC) publicou uma nota no Facebook agradecendo pelo apoio dos amigos e familiares. Segundo Virgílio, esse apoio foi "combustível para suportar essa covardia".   thiago
Comentar
Compartilhe
Garotinho passa a noite no Quinta D'Or
17/11/2016 | 01h07
quinta-dor

De acordo com o colunista Ancelmo Gois, Anthony Garotinho passa a noite no Hospital Quinta D'Or (aqui). A transferência do Souza Aguiar para o hospital particular teria sido viabilizada pelo secretário de Saúde da Prefeitura do Rio, Daniel Soranz (aqui).

Mais cedo, quando Garotinho estava no Souza Aguiar, a Justiça havia negado pedido de liminar que pedia a transferência dele para o Hospital da Unimed, na Barra da Tijuca. Na decisão, foi definido que, após receber os primeiros cuidados, o político deveria continuar com o atendimento em um hospital penitenciário, no Complexo de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste.

Alteração no eletro - O advogado Fernando Fernandes afirmou que o eletrocardiograma do ex-governador, feito no Hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio, apresentou alterações. Isso impediria sua transferência para o presídio em Bangu.
O blog do jornalista Arnaldo Neto publicou nota sobre a troca do Souza Aguiar pela moderna estrutura do Quinta D'Or (aqui).
Comentar
Compartilhe
Rosinha: "O juiz dos juízes é Deus"
22/11/2016 | 09h30

rosa

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) usou o blog do marido para fazer agradecimentos pelo atendimento recebido por Garotinho em três hospitais. "Aos funcionários do SAMU, que o atenderam quando ele começou a passar mal, ainda na Superintendência da Polícia Federal e que o levaram para o Hospital Souza Aguiar. Aos funcionários do Souza Aguiar que o trataram, não com regalias, até porque a Polícia Federal acompanhou tudo, mas com dignidade, como aos demais pacientes que estavam na UTI. Aos funcionários do Hospital Penitenciário, que mesmo sem ter condições mínimas procuraram dar o melhor de si, uma vez que a unidade não tem a menor condição de atender a nenhum paciente. Aos funcionários do Hospital Quinta D'Or que têm cuidado dele com todo o profissionalismo e humanidade. De todos que o atenderam, nos três hospitais, ele não ouviu uma piada ou humilhação", disse Rosinha.

Ela revelou que o marido "ficou muito comovido com os louvores que ouviu e foi às lágrimas com uma funcionária que lhe disse que ela e sua mãe o amam muito porque foi o Cheque Cidadão que matou sua fome, na época em que foi governador".

Segundo Rosinha, "o juiz dos juízes é Deus, e Ele sabe onde está a verdade".

Comentar
Compartilhe
De onde sai tanto dinheiro?
19/11/2016 | 02h05
Por Paulo Roberto Rangel/colaborador do Blog images O Jornal O Globo trouxe em sua versão online neste sábado uma denúncia sobre uma suposta tentativa do ex-governador e atual secretário de Campos Anthony Garotinho, preso na última quarta-feira (16), de oferecer propina ao juiz Glaucenir Silva de Oliveira para evitar a sua prisão. De acordo com a reportagem, Glaucenir denunciou Garotinho à Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) de que ele e o filho Wladimir Matheus teriam oferecido R$ 1,5 milhão e R$ 5 milhões, por meio de terceiros. A suposta quantia oferecida por Garotinho é bastante significativa, principalmente em tempos de crise. Lembrando, ainda, que o advogado Fernando Fernandes, que defende mais de 30 rosáceos e o líder, já cobrou R$ 5 milhões para tirar Paulo Roberto Costa da cadeia. Ou seja, as cifras cobradas ao ex-governador também não são baratas.
Comentar
Compartilhe
Luciana Lóssio manda Garotinho de volta para o hospital
18/11/2016 | 06h05

lossio-300x153

O ex-governador e secretário de Governo Anthonny Garotinho, preso na última quarta-feira (16), conseguiu na tarde desta sexta-feira (18) o benefício da prisão domiciliar. A decisão foi proferida pela ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Antes, porém, ele passará por exames em hospital da rede pública ou privada, onde permanecerá custodiado.

No hospital, Garotinho poderá receber apenas visita de familiares e advogados, ficando impedido a utilização de aparelhos de comunicação, como telefone celular.

Leia parte da decisão:

Assim, acautelatoriamente, a fim de assegurar o adequado e necessário acompanhamento médico, determino à autoridade policial a imediata remoção do ora paciente, Anthony William Garotinho Matheus de Oliveira, para hospital - podendo ser na rede privada, desde que por ele custeado - o qual deverá estar apto à realização dos exames indicados no relatório médico, devendo permanecer sob custódia no estabelecimento enquanto houver necessidade devidamente atestada pelo corpo clínico, podendo receber a visita apenas de seus familiares e advogados, nos termos das regras estabelecidas pelo hospital, vedada, contudo, a utilização de aparelhos de comunicação, a exemplo de telefone celular. Destaco que serve a mesma como ordem de transferência. No mais, adianto que o exame do pedido liminar será levado à apreciação do plenário do Tribunal Superior Eleitoral, na próxima sessão.

Por fim, ultrapassado o prazo necessário para a conclusão dos exames e procedimentos médicos acima mencionados antes da conclusão do julgamento da medida liminar pelo plenário dessa Colenda Corte, determino que o paciente permaneça em prisão domiciliar, nos termos do artigo 318, inciso II, do CPP. 

liminar liminar1  
Comentar
Compartilhe
Rosinha volta da licença e convoca vereadores rosáceos
28/11/2016 | 01h53
Folha da Manhã
Prefeita Rosinha/Folha da Manhã
A prefeita Rosinha Garotinho (PR) retornou ao município de Campos e agendou uma reunião com os vereadores do grupo rosáceo.
O encontro está marcado para às 17h.
Como o líder rosáceo não pode voltar ao município, a prefeita deve trazer um recado sobre quais serão os próximos passos.
Comentar
Compartilhe
SFI: Prefeita eleita fala sobre "fogo amigo"
09/11/2016 | 11h44
francimara Nem tudo é festa após as vitórias.

Em São Francisco de Itabapoana, a prefeita eleita Francimara Barbosa Lemos (PSB) já enfrenta o "fogo amigo". Em vídeo publicado no Facebook, ela explica que está chateada com alguns comentários. "Pessoas que ajudaram em nossa campanha estão dizendo que sumi. É preciso ter muita calma, gente. Antes de ser prefeita eleita eu sou mulher, mãe, filha. Precisei de uns dias para descansar e curtir a minha família. Além disso, estou me recuperando de uma cirurgia. Temos que ter maturidade, não estou lidando com crianças de jardim de infância, não. Estou lidando com adultos e tudo tem o seu momento e a sua hora. Não vou abandonar as pessoas que me ajudaram. Quem tiver dúvidas sobre mim, é só me ligar", afirmou.

Comentar
Compartilhe
Paes veta Uber no Rio de Janeiro
28/11/2016 | 10h25

paes-uber

O prefeito Eduardo Paes sancionou a lei que proíbe o uso de carros particulares para transporte remunerado na cidade, como o Uber. A lei punirá o infrator que for flagrado no transporte irregular. Contratações e cadastros de empresas que prestam esse tipo de serviço também estão proibidas no Rio. Quem descumprir a lei deverá pagar uma multa prevista no Código de Defesa do Consumidor.

No entanto, motoristas credenciados neste tipo de serviço ainda estão amparados por uma decisão judicial, do dia 5 de abril deste ano, que autoriza a atividade no Rio. A vereadora Vera Lins (PP), autora da proposta que veta o Uber, tentará recorrer da decisão na Justiça.

A lei sancionada por Eduardo Paes, que deixou muita gente insatisfeita devido ao alto valor das corridas de táxi, reforça que apenas profissionais taxistas podem exercer a prática, regulamentada pela lei estadual 6.504, de 16 de agosto de 2013.

Campos - Em Campos, o Uber já chegou com polêmica. Motoristas de táxi marcaram um protesto para amanhã (29), ao lado da Catedral (aqui). Além disso, o sindicato dos taxistas vai ajuizar uma ação coletiva.

Fonte: O Dia 

Comentar
Compartilhe
Lista detalha "cotas" de Cheque Cidadão que candidatos tinham direito
20/11/2016 | 08h45
Por Paulo Roberto Rangel/Colaborador do Blog A cada dia que passa, as investigações sobre as supostas compras de votos através do Cheque Cidadão, em Campos, que resultaram na prisão de vários envolvidos, inclusive vereadores e o ex-governador Anthony Garotinho, vão mostrando como o esquema era operado. Desta vez, uma matéria no jornal Extra, assinada pelo jornalista Thiago Freitas, publicada neste domingo, mostra detalhes sobre as “cotas” que cada candidato tinha direito. De acordo com a publicação, “o total de cheques entregues na lista chega a 15.875. Dos 39 candidatos que constam na lista, 11 se elegeram ou reelegeram”. Na publicação, a Polícia Federal mostra que muitos dos envolvidos utilizavam codinomes que remetiam às suas áreas de atuação. “Edilson Peixoto (PR), que é ex secretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (antiga Secretaria de Obras), está denominado como “Obra Prima’’. Já Linda Mara Silva (PTC), ex-assessora pessoal da prefeita Rosinha Garotinho e coordenadora do Programa Morar Feliz, é “Habitação”. Veja a lista na matéria do Extra: extra  
Comentar
Compartilhe
Uber em Campos: taxistas marcam protesto
25/11/2016 | 12h04

uber-e-taxi

O blog "Ponto de Vista" , do Christiano Abreu Barbosa informou (aqui) que o Uber chegou ao município de Campos. A a startup mais valiosa do mundo, que presta serviços de transporte privado urbano através de um aplicativo, fará a ativação dos prestadores de serviço na próxima segunda-feira (28), às 12h, no Comfort Hotel.  Na quarta-feira (30), fará o lançamento do serviço em Campos, às 15h, também no Comfort Hotel.

Como não poderia ser diferente, a chegada já conta com polêmica.

Taxistas marcaram um protesto para a próxima terça-feira (29), às 10h, ao lado da Catedral.

Atualização às 14h - O Sindicato dos Taxistas de Campos informa que irá ajuizar uma ação coletiva contra a chegada do Uber.

Comentar
Compartilhe
Reportagem do Fantástico diz que Garotinho tem "contato" com a ministra Luciana Lóssio
20/11/2016 | 10h16
garotinho-e-ministra Uma matéria do Fantástico deste domingo (20) revelou uma possível ligação entre Anthony Garotinho e a ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luciana Lóssio. Em uma ligação telefônica interceptada pela Polícia Federal (PF) entre Garotinho e o advogado Jonas Lopes de Carvalho, o ex-governador afirma que um pedido de habeas corpus preventivo feito por seus advogados iria ser julgado pela ministra. Ainda na ligação, Garotinho diz ter contato com a ministra, porém prefere não falar diretamente com ela. Leia trecho da ligação: Garotinho: Jonas. Jonas Lopes: Oi. Garotinho: O HC (Habeas Corpus) caiu com a Luciana Lóssio. Jonas Lopes: É. Eu tô falando aqui com o Fernando, estamos correndo atrás de um contato. Garotinho: Eu também tenho contato com ela, mas eu acho que... Jonas Lopes: Não é bom, né? Garotinho: Não. Em outra ligação, desta vez com o advogado Fernando Fernandes, Garotinho volta a falar sobre Luciana Lóssio. Garotinho: Vamos supor o pior, que neguem a liminar. Fernando Fernandes: Já pensando nessa possibilidade, que que eu tô fazendo? Entrando já com recurso pra ela (Luciana Lóssio), recurso eleitoral. Garotinho: Como a gente teve a oportunidade de explanar tudo, entendeu, ela ficou bastante impressionada. Fernando Fernandes: Entendi. Vamos fazer. Fernando Fernandes: A gente pode forçar uma prevenção, governador, tentando distribuir pra ela, podemos indicar ela como relatora. Ai, se ela entender. Na última sexta-feira, a ministra concedeu a Garotinho o direito de deixar Bangu 8, onde esteve por algumas horas no hospital penitenciário, ir para um outro hospital e, posteriormente, ficar em prisão domiciliar. Ainda segundo a reportagem, em nota, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afirma que "todos os ministros têm idoneidade moral e que todas as decisões da Corte refletem profundo embasamento teórico". Garotinho foi preso na última quarta-feira (16) sob suspeita de tentar comprar votos através do programa social Cheque Cidadão. Na matéria do Fantástico, o advogado Fernando Fernandes negou as acusações. O Blog de Suzy Monteiro (aqui) também comentou a reportagem.
Comentar
Compartilhe
Clarissa gritou com delegado na superintendência da PF
16/11/2016 | 08h30

clarissa

A deputada federal Clarissa Garotinho (PR) estava desesperada quando chegou à Superintendência da Polícia Federal, no Centro do Rio de Janeiro, onde seu pai estava. Ela chegou a gritar com um delegado, mas foi repreendida e recuou. Clarissa soube da prisão durante uma reunião com o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). Ela abandonou o local às pressas pela manhã.

Já Anthony Garotinho passou mal na carceragem da PF e teve um pico de pressão alta. A Polícia chamou o SAMU, que o levou para o hospital Souza Aguiar, no Centro da cidade.

Processo de expulsão - O presidente do PR, Antônio Carlos Rodrigues, não esconde de ninguém que deseja ver Clarissa longe do PR e, mesmo com Garotinho atrás das grades, resolveu manter para amanhã a análise do processo que decidirá futuro de Clarissa na legenda. “A prisão dele (Garotinho) não tem nada a ver. Amanhã, durante a reunião da Executiva nacional, o partido vai votar pela abertura ou não do processo de expulsão”, diz Rodrigues.

Fonte: Radar Online/Veja 

Comentar
Compartilhe
Morre Fidel Castro
26/11/2016 | 07h27
fidel

O ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, morreu às 1h29 (hora de Brasília) deste sábado (26), aos 90 anos, na capital Havana. A informação foi divulgada pelo seu irmão Raúl Castro em pronunciamento na TV estatal cubana. "Com profunda dor compareço para informar ao nosso povo, aos amigos da nossa América e do mundo que hoje, 25 de novembro do 2016, às 22h29, faleceu o comandante da Revolução Cubana, Fidel Castro Ruz", disse Raúl Castro.

Raúl disse disse que o corpo de Fidel Castro será cremado. Informações sobre o funeral serão divulgadas em breve.

Últimas imagens - As últimas imagens de Fidel Castro são do dia 15, quando recebeu em sua residência o presidente do Vietnã, Tran Dai Quang. Antes, ele foi visto em um ato público foi no dia 13 de agosto, na comemoração de seu 90º aniversário. A festa reuniu mais de 100 mil pessoas. Na época, Fidel apresentou um semblante frágil, vestido com um moletom branco e acompanhado pelo seu irmão Raúl e o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

fidel-timeline620px

Fonte: G1

Comentar
Compartilhe
João Peixoto: "não posso ficar contra o servidor público"
11/11/2016 | 11h25

joao-peixoto1

O deputado estadual João Peixoto, líder do PSDC na Alerj, se posicionou contra  o projeto que pretendia criava um desconto de até 30% na folha de pagamento dos servidores e aposentados. "Todos nós sabemos do momento difícil que o estado vem passando, mas eu não posso ficar contra o servidor público e a população do nosso estado que depende do seu pagamento para honrar com seus compromissos", postou Peixoto em seu perfil no Facebook.

Bruno Dauire - Quem também usou o Facebook para comentar sobre o projeto foi o deputado Bruno Dauaire (PR). "Votei contrário ao projeto e alertei que sua aprovação era a porta de entrada para o massacre com o servidor, além de anistiar aqueles que quebraram o Estado. Dito e feito: o governo mandou um pacote massacrando o servidor, a União continuou bloqueando o dinheiro e o governador falou na GloboNews que não cometeu crime de responsabilidade".

Geraldo Pudim - O deputado Geraldo Pudim, mesmo sendo aliado do governador Pezão, também se posicionou contra o projeto. Segundo Pudim, a proposta era uma  "covardia com o funcionalismo público"

Comentar
Compartilhe
Sem choque
14/11/2016 | 11h06

boato-placa-cuidado-web

É boato que as grades colocadas para reforçar a segurança da Assembleia do Rio sejam eletrificadas. A imagem da cerca com a placa de "Cuidado. Risco de Choque Elétrico" já está viralizando nas redes sociais e grupos de WhatsApp.

A assessoria de imprensa da Alerj informou que a imagem é falsa. Não se sabe ainda se um gaiato fez uma montagem ou se, para colocar mais lenha na fogueira, passou por lá e colocou a placa para tirar a foto.

O fato é que a Casa já montou um forte esquema de segurança para o protesto que está marcado para esta quarta-fera (16).

Fonte: Extra, Extra/Berenice Seara 

Comentar
Compartilhe
Câmara: Edson promete debater sobre "pacote de exonerações"
10/11/2016 | 06h54

edson-batista-2

Ao comentar sobre as exonerações de praticamente todos os assessores dos vereadores, marcadas para o próximo dia 25, o presidente da Câmara de Campos, Dr. Edson Batista (PTB), explicou que o martelo ainda não foi batido. “Para fazer os ajustes necessários tivemos que optar por este caminho. Mas ainda não há uma definição. Vamos definir tudo isso em conjunto, dialogando com todos os parlamentares. Aposto em um consenso", afirmou Batista.

Ele descartou a possibilidade de estar economizando recursos para devolver ao governo municipal. “Isso acabou. Agora a Câmara conta com um fundo. Caso restem recursos, eles vão diretamente para este fundo”, comentou.

Comentar
Compartilhe
Táxi X Uber: José Carlos protocola projeto
28/11/2016 | 01h49
ze-carlos

A batalha contra a chegada do Uber em Campos ganhou um novo capítulo.

Na manhã desta segunda-feira (28) o presidente do Sindicato dos Taxistas de Campos, Marcelo Vivório, esteve com o vereador José Carlos (PSDC), presidente da Comissão de Transportes da Câmara de Campos.

Na ocasião, José Carlos informou que já foi protocolado um projeto que pretende barrar o "transporte remunerado de passageiros em carros particulares". A proposta segue a mesma linha da que foi apresentada no Rio de Janeiro pela vereadora Vera Lins (PP) e sancionada pelo prefeito Eduardo Paes (PMDB).

Como boa parte da população defende a chegada do Uber, tudo indica que a novela vai contar com muitos capítulos.

Confira o documento protocolado por José Carlos:

projeto
Comentar
Compartilhe
Garotinho prometeu "virar" voto de Clarissa
24/11/2016 | 09h43

clarissagarotinho-300x180

Áudios de interceptações telefônicas realizadas pela Polícia Federal durante a Operação Chequinho, que culminou com a prisão de Anthony Garotinho, mostram o ex-governador falando com o deputado João Carlos Bacelar (PR-BA) para combinar uma conversa “não só institucional” com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

Durante o papo, o deputado pediu a Garotinho para tentar mudar a posição da deputada Clarissa Garotinho (PR) sobre a polêmica PEC 241.  No dia 22, João Carlos Bacelar pergunta a Garotinho se pode “contar” com Clarissa, que havia votado contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do Teto de Gastos, defendida pelo governo. Àquela altura, o projeto já havia sido aprovado em primeira discussão na Câmara dos Deputados, com o voto contrário de Clarissa. Garotinho sugere que a posição da deputada poderia mudar no decorrer das discussões. “Eu resolvo. Mas quero resolver aquele assunto”.

No dia seguinte, Bacelar volta ao tema e diz que a posição de Clarissa seria “importantíssima” na segunda votação da PEC, que aconteceria na terça-feira seguinte, e sobre o “abuso de autoridade”, em referências às propostas em tramitação no Congresso que, segundo investigadores, podem limitar o poder de investigação. "Mas isso ela tem que votar a favor. Isso é um absurdo. O que esses caras estão fazendo daqui a pouco o Brasil virou bagunça”, diz Garotinho.

Bacelar: “Agora, Garotinho, deixa eu lhe fazer uma pergunta: fale sobre Clarissa aqui. Nós podemos contar com Clarissa?"

Garotinho: “Olha, eu converso com ela. Ela tá com uma posição muito contrária àquilo ali e tal, mas eu acho que dá pra virá-la."

Bacelar nega que tenha ajudado o aliado como uma moeda de troca para que Clarissa se posicionasse a favor da PEC e da proposta do abuso de autoridade. A deputada votou contra a PEC e foi expulsa do PR.

Fonte: O Globo 

Comentar
Compartilhe
Livre e espontânea pressão
02/11/2016 | 11h12

chefe_bravo

As prisões de integrantes do grupo rosáceos investigados no "escandaloso esquema" do Cheque Cidadão começam a rachar o grupo rosáceo.

Nomes ligados ao líder cobram que os rosáceos compartilhem em suas redes sociais a tática agressiva da defesa, que ataca delegado, promotor e juiz.

Porém, nessa altura do campeonato, tem muita gente que nem quer pensar em entrar nessa briga. Para completar, muitos nomes que hoje caminham com o grupo nunca gostaram de algumas figuras que estão na mira.

Essa tática da "livre espontânea pressão" não funcionou na eleição e deve funcionar ainda menos neste momento de tensão.
Comentar
Compartilhe
Táxi X Uber: reunião na Câmara
29/11/2016 | 01h42

uber-e-taxi

O vereador José Carlos (PSDC), autor do projeto com objetivo de barrar o Uber em Campos, convoca "taxistas e defensores da causa" para uma reunião na Câmara de Campos nesta terça-feira (29) às 14h.

Mais cedo, às 10h, os taxistas realizam um protesto ao lado da Catedral.

Já os defensores do Uber usam as redes sociais para defender a chegada do serviço.

Atualização às 10h30 - Em seu blog, o vereador eleito Cláudio Andrade, colega de partido de José Carlos, cita a posição da ministra do Superior Tribunal de Justiça Nancy Andrighi. "Não cabem aos municípios, distritos ou estados legislar se a Uber pode ou não seguir operando no Brasil, isso porque tais esferas só podem legislar sobre transporte público coletivo (...) A ministra do STJ, na essência, defendeu que a Uber nada mais faz do que servir de intermediário de contrato de transportes e destacou que o Código Civil prevê esse tipo de contrato".

Comentar
Compartilhe
Promotor que investiga caso de Garotinho tem segurança reforçada após ameaças
19/11/2016 | 11h48
Um dos promotores responsáveis pelas investigações em Campos, que resultaram na prisão do ex-governador Anthony Garotinho, relatou ter sofrido ameaças. A partir de então, o procurador regional eleitoral, Sidney Madruga, disse na tarde deste sábado (19) que pediu à Polícia Federal urgência no reforço da segurança de juízes e promotores daquele município. Madruga afirmou que as supostas ameaças ao servidor ocorreram por meio de ligações. Agora, o caso está sendo investigado e já foi comunicado a outros órgãos. O procurador, porém, contou que ainda não ser possível detalhar as ameaças ou mesmo dizer se elas teriam relação com as investigações contra o ex-governador. Garotinho foi preso na quarta-feira (16) acusado de compras de voto via o programa Cheque Cidadão. Fonte G1
Comentar
Compartilhe
Quem vai sair?
29/11/2016 | 09h40
elas

O ex-vereador Marcos Bacellar (PDT) obteve decisão favorável no TSE (aqui) e já se prepara para ser diplomado e empossado.

Com a entrada de Bacellar, quem perderia a cadeira? Um grupo que fez e refez as contas garante que a vereadora reeleita Cecília Ribeiro Gomes (PT do B) não continuaria na Casa. Porém, existe uma corrente que aponta a saída da vereadora eleita Linda Mara (PTC).

O TRE ainda não se pronunciou.

Comentar
Compartilhe
Transição: Rosinha publica Decreto
01/11/2016 | 10h25
decreto
Comentar
Compartilhe
Defesa de Garotinho corre contra o tempo
16/11/2016 | 03h12

O advogado Fernando Fernandes, que responde pela defesa de Anthony Garotinho (PR), corre contra o tempo para conseguir um habeas corpus.

Como mostra o blog do Fernando Leite (aqui), o advogado interpôs, agora há pouco, às 13h43, recurso em caráter de liminar no Habeas Corpus, pleiteando seu deferimento e contra o indeferimento.

O advogado também solicita habeas corpus para o empresário Wladimir Garotinho, a vereadora eleita Linda Mara e a ex-secretária Ana Alice, que teriam sido citados em depoimentos.

Às 15h26 um agravo regimental  foi interposto no Habeas Corpus 451-32. O agravo exige votação do pleno.

Passou mal -  Aguardado em Campos, Garotinho foi levado para o hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio, no fim da tarde desta quarta-feira. Segundo seus advogados, ele sofre de pressão alta e passou mal antes de ser transferido para Campos, no Norte Fluminense. Os advogados afirmam ainda que ele corre risco de sofrer um AVC.

O delegado Paulo Cassiano informou que o ex-governador será encaminhado para o presídio Frederico Marques, em Bangu. "Ele vai ser hidratado no estabelecimento presidiário onde haja estrutura para prestar esse tipo de auxílio médico. A notícia é que ele seja encaminhado hoje (quarta) ainda" afirmou Cassiano. Veja no blog do Arnaldo Neto (aqui).

Comentar
Compartilhe
Quem vai pagar a conta?
03/11/2016 | 10h37

fernando-augusto-fernandes

O advogado criminalista Fernando Augusto Fernandes é conhecido nacionalmente não só pelo seu talento, como também pelo alto valor cobrado. Como o blog já mostrou, ele tem uam fatura de R$ 5 milhões para receber do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, que foi preso na Lava Jato.

Em Campos o criminalista foi contratado para defender todos os 37 investigados no "escandaloso esquema" do Cheque Cidadão.

Quem vai pagar essa fatura?

Será que vai sair da "Palavra de Paz"? - Em 2010, sem perceber que estava sendo gravado (aqui), o líder rosáceo disse que a venda dos itens religiosos rende milhões. "Vendo R$ 13 milhões bruto (...) Eu pago R$ 180 mil por mês de imposto. Só não pago mais porque Bíblia é isenta".

Comentar
Compartilhe
Haja Rivotril
14/11/2016 | 01h41
megafone_protesto_manifestacao

Celulares apreendidos durante a operação "Chequinho" estão passando por perícia. Isso têm deixado muita gente de cabelo em pé, já que algumas mensagens poderiam ajudar os investigadores a entender quem é o líder do "escandaloso esquema".

Nos bastidores, rosáceos que cumpriam ordens não estão satisfeitos com o que vem sendo dito pelos superiores.

Já pensou se alguém resolve usar um megafone e falar tudo que sabe?

Comentar
Compartilhe
Concurso da Câmara: Justiça determina posse de aprovados e prorroga prazo
05/11/2016 | 01h50

camara

Após Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público (MP) em face da Câmara de Campos e seu atual presidente Edson Batista (PTB), solicitando posse imediata dos aprovados no polêmico concurso da Casa realizado em 2012, o juiz Leonardo Cajueiro d'Azevedo decidiu:

"1) DETERMINO que a Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, proceda a nomeação e posse dos candidatos aprovados dentro do número de vagas na forma preconizada pelo Edital 01/2012, no prazo de 5 (cinco) dias sob pena de multa diária, de caráter pessoal, no valor de R$ 50.000,00 em desfavor do presidente da Câmara,

2) PRORROGO o prazo de validade do concurso 01/2012 até o trânsito em julgado do presente processo".

Em sua decisão o juiz  diz que "o direito em litígio também merece amparo de natureza cautelar preservando o seu resultado útil de eventuais manobras procrastinatórias destinadas a fazer perecer o direito material na pendência da demanda".

Ele não levou em consideração o argumento da defesa, que fala em "promulgação de leis posteriores que extinguiram os cargos previstos no edital, criaram cargos comissionados em seu lugar e os transformaram em cargos de provimento efetivo mantendo-se nos quadros os nomeados sem concurso público".

O prazo do concurso terminaria neste sábado (05).

O blog do Arnaldo Neto publicou nota sobre a ação proposta pelo MP (aqui).

Comentar
Compartilhe
Pezão sobre possibilidade de impeachment: "não dei pedaladas"
11/11/2016 | 09h25

pezao

Convidado de ontem do programa da Miriam Leitão, na Globo News, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), comentou sobre a possibilidade de sofrer impeachment. "Vejo com muita tranquilidade. A gente viu uma presidenta sofrer impeachment. Eu não dei pedalada, cumpri os índices constitucionais, minhas contas de 2015 foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do estado... Estamos trabalhando muito para aumentar as receitas dentro de uma crise".

Em outubro, perguntado sobre a deterioração do cenário econômico e político, o deputado Jorge Picciani (PMDB) não descartou a possibilidade de afastamento de Pezão. Os pedidos ainda não tramitaram na Alerj por decisão de Picciani. “Do ponto de vista político, pode acontecer tudo", afirmou.

Comentar
Compartilhe
Eduardo Paes: "Perder eleição é algo pedagógico"
07/11/2016 | 12h13

paes

Se tem político que insiste em não aceitar as derrotas, existem outros que conseguem lidar melhor com os resultados negativos.

Em entrevista ao jornal "O Globo" (aqui), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB) tem demonstrado maturidade ao lidar com a derrota do seu candidato. "Perder eleição é algo pedagógico. Não pode achar que vai ganhar sempre. A cidade decidiu que o senador Marcelo Crivella era o candidato mais adequado para me suceder. Só me resta respeitar o resultado das urnas e fazer uma transição pacífica e democrática".

Comentar
Compartilhe
Salário parcelado
30/11/2016 | 04h22
[caption id="attachment_45546" align="aligncenter" width="468"]"Eu não garanto 13 folhas ano que vem. Não temos como dizer como será o pagamento", diz Gustavo Barbosa Dhavid Normando / Divulgação "Eu não garanto 13 folhas ano que vem", diz Gustavo Barbosa
Dhavid Normando / Divulgação[/caption]

Com o salário de outubro parcelado, os servidores estaduais podem amargar a mesma experiência com a folha de novembro e até de outros meses. O secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, admitiu as dificuldades em fechar as próximas contas, não garantiu o pagamento do 13º e disse que o governo luta com as armas que tem para resolver o problema.

Barbosa afirmou que, em meio às resistências que o pacote de austeridade enfrenta, o estado discute outras alternativas com a Alerj. O secretário, porém, não adiantou qual seria o plano B e coloca como fundamental a aprovação de medidas de redução de gastos com pessoal, que corresponde a mais de 60% da arrecadação estadual.

Fonte: O Dia 

Comentar
Compartilhe
Rosinha volta da licença e convoca vereadores rosáceos
28/11/2016 | 01h14
rosinha A prefeita Rosinha Garotinho (PR) retornou ao município de Campos e agendou uma reunião com os vereadores do grupo rosáceo. O encontro está marcado para às 17h. Como o líder rosáceo não pode voltar ao município, a prefeita deve trazer um recado sobre quais serão os próximos passos.
Comentar
Compartilhe
Quem assume se a "turma do cheque" for condenada?
06/11/2016 | 11h38

camara

Nos próximos dias, como mostra o blog "Na Curva do Rio" (aqui), começam os julgamentos  dos candidatos eleitos que respondem a ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aije). O que ocorre se forem condenados? Os votos são anulados ou ficam para a coligação? Quem entra? Nos bastidores existem correntes que apontam os votos como nulos e outras que acreditam na validade dos votos para os partidos. Tudo depende de como será proferida a decisão.

Foram eleitos e estão na mira: Thiago Virgílio (PTC), Jorge Rangel (PTB), Thiago Ferrugem (PR), Kellinho (PR), Magal (PSD), Ozéias (PSDB), Roberto Pinto (PTC), Cecília Ribeiro Gomes (PT do B), Vinicius Madureira (PRP), Linda Mara (PTC) e Miguelito (PSL).

Condenados e votos validados – Caso os votos permaneçam com os partidos, os seguintes suplentes entrariam: Álvaro Oliveira (SD), Neném (PTB), Joilza Rangel (PSD), Apóstolo Luciano (PSB), Tô Contigo (PRB), José Cláudio (PT do B), Alonsimar (PTC), Jairinho (PTC), Beto Cabeludo (PTC), Josiane Morumbi (PRP) e Marquinho do Transporte (PRP).

Condenados e votos anulados – Porém, se os votos forem anulados, será feito um novo cálculo do quociente eleitoral. Com isso, ganhariam espaço nomes de partidos como PMDB, PPS, PT, PSC e PSC, por exemplo. Entrariam: Nédio Gabriel (PMDB), Professor Alexandre (PT), Fabinho Almeida (PPS), Dr. Admardo (PSDC), Rosilani do Renê (PSC), Neném, Joilza, Alonsimar, Josiane Morumbi, Beto Cabeludo e Apóstolo Luciano.

Membros do movimento “Campos de Mãos Limpas” ressaltam que “existem estudos de várias outras simulações sobre alguns possíveis desdobramentos que impactariam diretamente na composição final da Câmara para 2017”.

As ações foram resultado do trabalho investigativo decorrente da análise de documentos buscados e apreendidos em operação realizada no dia 2 de setembro e que já havia resultado na propositura de ação em face da prefeita Rosinha Garotinho; de seus candidatos a sucessão, Dr. Chicão e Mauro Silva (que não se elegeram); da ex-secretária municipal de Desenvolvimento Humano e Social, Ana Alice Alvarenga, e da coordenadora do Programa Cheque Cidadão, Gisele Koch.

Comentar
Compartilhe
Garotinho preso pela Polícia Federal
16/11/2016 | 10h22
[caption id="attachment_45234" align="aligncenter" width="552"]Garotinho foi preso e levado para a sede da PF no Rio (Foto: Reprodução/William Côrrea/GloboNews) Garotinho foi preso e levado para a sede da PF no Rio (Foto: Reprodução/William Côrrea/GloboNews)[/caption]

O secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) foi preso por volta das 9h30 pela Polícia Federal (PF) em um apartamento no Flamengo, Rio de Janeiro. Trata-se de mais uma fase da operação Chequinho, que investiga o uso eleitoral do programa “Cheque Cidadão”. Quem pediu a prisão foi o Ministério Público Eleitoral (MPE), sendo que oito promotores de Justiça assinaram o pedido de prisão de Garotinho, segundo Paulo Cassiano. O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira.

A filha de Garotinho, a deputada federal Clarissa Garotinho, deixou às pressas a reunião com o governador Luiz Fernando Pezão no Palácio Guanabara e a bancada federal do Rio sobre a crise financeira no Estado.

O ex-governador será trazido para Campos nas próximas horas. Duas viaturas da Polícia Militar já estão na frente da sede da Polícia Federal em Campos. O delegado Paulo Cassiano disse que imagina que haja aglomeração de pessoas na frente da sede e, por isso, solicitou o apoio da PM.

Tentou evitar – Na última semana, através do famoso advogado criminalista Fernando Fernandes, Garotinho buscou uma liminar para garantir que o Juízo da 100ª Zona Eleitoral não decretasse qualquer prisão provisória contra ele.

Defesa - O advogado Fernando Augusto Fernandes, que defende Garotinho, afirmou nesta quarta que o decreto de prisão "vem na sequência de uma série de prisões ilegais decretadas por aquele juízo e suspensas por decisões liminares do Superior Tribunal Eleitoral". Por meio de nota, a defesa diz ainda que a comarca é alvo de denúncia de abusos de maus-tratos a pessoas presas ilegalmente. Segundo o advogado, o ex-governador deu uma declaração quando os policiais chegaram na sua casa. "Engraçado, eu que ajudo os pobres estou sendo preso por conta de Cheque Cidadão, que ajudo direcionado a população carente. Aqueles que roubam de verdade na Lava Jato, a grande maioria está solta ainda aqui no Rio de Janeiro."

*Com informações da equipe de reportagem da Folha da Manhã. 

Comentar
Compartilhe
Garotinho deixa presídio e é transferido para hospital particular
19/11/2016 | 02h07
[caption id="attachment_45351" align="alignnone" width="610"]ambulancia Reprodução/TV Globo[/caption] O ex-governador e secretário de Governo de Campos Anthony Garotinho deixou o presídio de Bangu 8, no Rio de Janeiro, onde estava preso desde a madrugada de quinta-feira (18) e foi transferido no início da madrugada deste sábado (19) para o hospital particular Quinta D'or, na Zona Norte no Estado. A informação foi dada primeiro pelo Blog de Arnaldo Neto (aqui). Garotinho foi beneficiado pela decisão proferida pela ministra Luciana Lóssio (aqui), do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que, em liminar, permitiu Garotinho de deixar o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, e passar por exames do coração no hospital. Ao ser preso, na última quarta-feira (16), Garotinho alegou dores no peito e acabou sendo transferido da sede da Polícia Federal para o Hospital Souza Aguiar. Lá, permaneceu internado, mas, por meio de mandado judicial, foi encaminhado para a penitenciária em Bangu por estar recebendo supostas regalias, segundo decisão do juiz Glaucenir Silva de Oliveira. O secretário de Governo de Rosinha Garotinho é suspeito de envolvimento em um esquema de compra de votos por meio do programa Cheque Cidadão, da prefeitura de Campos. Após passar pelos exames, o ex-governador será encaminhado para prisão domiciliar, onde ficará impedido de ter qualquer tipo de comunicação externa, como, por exemplo, o uso de telefone celular.
Comentar
Compartilhe
Crise do estado: "venda do futuro" começou em 1998
09/11/2016 | 12h59
royalties
Por Merval Pereira/O Globo: 
O ex-governador do Estado do Rio Garotinho conta que em 1998, quando renegociou com o governo federal a dívida do Estado, com antecipação dos royalties para abatê-la, ocorreu “um milagre”. O ministro da Fazenda Pedro Malan estava irredutível, até que o Governador pediu licença para sair da sala, fez uma oração e, no retorno, conseguiu o acordo. Sabe-se agora que esse “milagre” está na origem da crise atual. A lei proíbe que royalties cubram gastos correntes, mas, quando negociou a dívida, Garotinho conseguiu uma exceção: não pode pagar salário, não pode cobrir custeio, mas a arrecadação dos royalties passou a ser direcionada ao fundo previdenciário. O governo federal topou para resolver um sério problema fiscal do Estado, mas também porque abriu outra exceção, a seu favor: royalties continuaram não podendo pagar nenhuma dívida, salvo aquela renegociada com o Tesouro. O Governo do Rio e a Secretaria do Tesouro Nacional são sócios nessa crise fiscal, que fere a teoria e também a experiência internacional, segundo o economista José Roberto Afonso, contratado pelo Banco Mundial para assessorar o governo do Rio nessa crise. O Rio usou essa receita volátil para pagar inativos, quando a conta era mínima e ninguém achava que a bomba ia explodir como hoje. E o Tesouro aproveita para ficar com um percentual de royalties, o que nenhum outro órgão mais pode. O Rio não pode tomar empréstimo no BNDES, por exemplo, e dar royalties como garantia, é vedado por lei. José Roberto Afonso estranha que até agora não tenha vindo a público nenhuma autoridade federal defender o pacote do Rio, que foi apresentado em Brasília uma semana antes de anunciado. Ontem, quando aparentemente defendeu o pacote de redução de gastos do Rio, o ministro da Fazenda acabou fazendo mesmo foi a defesa da reforma da Previdência que o governo federal apresentará.  A crise no Rio, causada pelo aumento das despesas com aposentadorias e pensões, é "didática", segundo Meirelles, e mostra o que pode acontecer se a reforma da Previdência não for aprovada. Ao contrário, o governo federal criou um constrangimento para o Governo do Rio ao divulgar estudo em que aparece que o gasto do Rio aumentou 20% em um ano, ou 70% em sete anos, o que José Roberto Afonso diz que “é falso”. O Rio tem sim culpa no cartório pela crise, diz ele, “mas se isso tivesse ocorrido nessa proporção, já tinha quebrado há 3 ou 4 anos”. Segundo ele, o que ocorreu é que anteriormente a maior parte dos aposentados era paga com os royalties, venda futura de royalties, saque de depósitos judiciais.  Com isso o Estado pouco precisava colocar recurso corrente para pagar essa conta. No agregado, teve aumento, mas não no valor anunciado pelo Governo Federal a maior parte saiu de uma conta para outra. O problema foi acreditar que o petróleo era nosso, e eterno. Daqui para frente, haverá corte radical, mas como não se pode reduzir salário de servidor, será aumentada a contribuição previdenciária. A crise econômica que levou o Estado do Rio a decretar o estado de calamidade tem, sem dúvida, a responsabilidade fundamental da crise do petróleo mundial, que afetou a base da economia do Rio como maior produtor do país. Mas contou com um ingrediente de irresponsabilidade administrativa que está sempre presente nas crises de países (ou Estados) que têm abundância de recursos naturais, conhecida como “a maldição do petróleo”. O governo do Rio, além do crescimento dos gastos correntes, o Estado se endividou acima de sua capacidade. Com o barril de petróleo a 100 dólares, o governo do Rio endividou-se pegando R$ 1 bilhão no Banco do Brasil, R$ 2.3 bilhões na Caixa Econômica Federal e até mesmo R$ 2.3 bilhões em debêntures nos Estados Unidos, e acabou ficando com uma dívida até 2022, difícil de pagar com a queda do preço do barril. O grave erro foi usar receita de petróleo, que oscila muito e um dia vai acabar, para financiar gasto permanente e com o passado, sem construir algo novo. O ideal, diz José Roberto Afonso, seria que royalties financiassem investimentos, para o Estado crescer e ganhar com outras receitas, permanentes.
Comentar
Compartilhe
Cabral será levado para Bangu
17/11/2016 | 09h35

cabral

O ex-governador Sérgio Cabral irá para o Complexo de Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, após depor na Polícia Federal. Este será o mesmo destino de todos os presos de hoje da operação Calicute, à exceção do ex-secretário de Governo Wilson Carlos, que será levado para Curitiba. No entanto, a passagem de Carlos para Curitiba será rápida. A ordem de prisão expedido por Sérgio Moro é temporário, portanto Moro tem cinco dias para ouvi-lo.

Já o mandado de prisão expedido por Marcelo Bretas é preventivo.

Comentar
Compartilhe
Garotinho já deixou hospital e cumpre prisão domiciliar
22/11/2016 | 02h15

[caption id="attachment_45428" align="aligncenter" width="518"]O ex-governador Anthony Garotinho deixa hospital - Gabriel de Paiva / Agência O Globo Garotinho deixa hospital - Gabriel de Paiva / Agência O Globo[/caption]

O ex-governador Anthony Garotinho (PR) recebeu alta do Hospital Quinta D'Or, na Quinta da Boa Vista, Zona Norte do Rio, na manhã desta terça-feira, como informou a jornalista Camilla Silva em seu blog Preto no Branco, e já deixou o hospital. O ex-governador estava internado na unidade desde o último sábado. Por determinação de liminar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Garotinho deve ser levado para um apartamento no Flamengo, onde cumprirá prisão domiciliar.

No domingo, Garotinho foi submetido a cateterismo cardíaco. Em nota, o hospital informou que foi diagnosticada obstrução em ramo da coronária direita, que foi tratada com angioplastia - procedimento cirúrgico para desobstrução de artéria - e implante de “stent” farmacológico.

Comentar
Compartilhe
Rosinha repete discurso do marido: "justiceiros prendem inocentes"
01/11/2016 | 01h42

rosa

Faltando dois meses para encerrar o seu segundo mandato, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) tem evitado comentar diretamente sobre as prisões de vereadores e investigações que envolvem o seu governo. Em sua página do Facebook ela tem se limitado a publicar fotos, reflexões e trechos bíblicos. Porém, na noite de ontem (31), a prefeita resolveu replicar um texto do seu marido.

Um dos trechos diz: "querem desmoralizar nosso grupo politico,prendendo secretários,vereadores, ameaçando pessoas humildes, obrigando a mentirem sobre coisas que não aconteceram".

Após citar os escândalos como Petrolão, Mensalão e políticos como Cabral e Renan, o texto diz que "em Campos justiceiros prendem Alice, Oseias, Kelinho, Dona Luiza de S?o Martinho e outros inocentes por causa do cheque cidad?o". 

Comentar
Compartilhe
Nahim: "Vencemos uma batalha, mas a guerra continua"
03/11/2016 | 01h00

O ex-vereador Nelson Nahim (PMDB), preso em junho após condenação no caso “Meninas de Guarus”, está em liberdade após conseguir habeas corpus. Em seu perfil no Facebook, ele fez agradecimentos e afirmou que venceu uma batalha, mas a guerra continua. Segundo Nahim, uma cilada foi armada por "personagens fortes e poderosos".

Candidato a deputado federal em 2014, Nahim poderá assumir uma cadeira na Câmara Federal em janeiro, após a posse de parlamentares que serão empossados como prefeitos no início de 2017. nahim

Comentar
Compartilhe
A postura de um líder
27/11/2016 | 02h19

obama

Existem várias formas de encarar uma derrota. Desviar o foco, não descer do palanque e questionar o resultado, por exemplo. Muitas vezes é nesse momento que os grandes líderes se revelam.

Nos Estados Unidos, por exemplo, o presidente Barack Obama tem dito o seguinte após a vitória de Donald Trump: "Fomos derrotados. A responsabilidade é minha. Quando algo não tem êxito, como líder do partido, assumo a responsabilidade por isso. Os republicanos merecem o crédito por fazer boas campanhas".

Na última semana ele pediu aos latino-americanos que não pensem "no pior" de seu sucessor. "Acho que será importante para todos no mundo todo não fazer juízos de valor imediatos, mas dar a este novo presidente eleito a oportunidade de montar sua equipe, examinar os temas e determinar quais serão suas políticas" (aqui).

Ontem, após a morte de Fidel Castro, Obama deu mais um exemplo ao dizer que "a história vai registrar e julgar o enorme impacto desta figura singular nas pessoas e no mundo ao seu redor" (aqui).

Comentar
Compartilhe
Governo do estado com contas zeradas
03/11/2016 | 10h53

contas-zeradas

O governo do estado começou novembro com suas contas praticamente zeradas, segundo funcionários que participam da administração. Se não bastasse a queda na arrecadação, o Executivo foi bombardeado com ações de entidades ligadas ao judiciário estadual para o pagamento dos salários de outubro de serventuários e magistrados do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RJ).

Mais de R$ 150 milhões foram arrestados das contas, incluindo o que pertencia ao Rioprevidência. Hoje, outro pedido de arresto segue válido para o pagamento dos serventuários inativos do TJ-RJ. Por lei, os membros do tribunal recebem no último dia útil do mês. O estado, porém, não repassou os recursos ao poder.

Para deixar o cenário ainda mais tenso, durante a votação do projeto de calamidade pública no estado, na última terça-feira, diversas categorias de servidores já falavam das ações planejadas, por eles, diante das possíveis sanções do governo “contra o funcionalismo”.

Categorias ligadas à Educação, ao Judiciário e à Saúde, por exemplo, planejam atos para amanhã, em frente à Assembleia Legislativa do Estado, em função do pacote. Na próxima semana, novas manifestações devem ocorrer.

Fonte: Extra 

Comentar
Compartilhe
Luciana Lóssio vai decidir sobre habeas corpus de Garotinho
16/11/2016 | 07h46

min-luciana-lossio-by-carlos-humberto

A defesa do secretário de Governo Anthony Garotinho (PR), preso nesta quarta-feira (16) pela Polícia Federal (PF), entrou com pedido de habeas corpus no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caberá à ministra Luciana Lóssio decidir sobre conceder ou não liberdade a ele.

Liberou vereadores - A ministra Luciana Lóssio, em decisão monocrática, deferiu habeas corpus impetrado pela defesa dos vereadores Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL), presos pela Polícia Federal. Lóssio é conhecida pela atuação determinante em casos que envolvem petistas e aliados do PT (aqui).

Paralisou - Em 2015, logo após o ministro-relator João de Noronha julgar a favor da condenação de Garotinho por uso indevido de meios de comunicação (rádio Manchete) e por sua inelegibilidade, a ministra Luciana Lóssio pediu vistas e interrompeu o julgamento.

Eleição de 2012 - Em agosto de 2012 Luciana Lóssio anulou uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime), que tinha sido uma das bases para a impugnação do registro da prefeita Rosinha, então candidata à reeleição (Lembre aqui e aqui). Como tinha condenação colegiada, a prefeita foi considerada inelegível. Porém, dias depois, a ministra anulou a Aime, o que solucionou o problema. Lembre aqui.

Atualização às 23h55 - A ministra Luciana Lossio negou há pouco pedido de liberdade de Garotinho. Na decisão, a ministra alegou “supressão de instância" e entendeu que o habeas corpus deve ser analisado primeiramente pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro.

Comentar
Compartilhe
Após derrota, Obama ensina: "temos que aprender com nossos erros"
14/11/2016 | 01h06
Nos Estados Unidos, o presidente Barack Obama deu uma aula ao comentar sobre a derrota dos Democratas na disputa pela Casa Branca. Veja o vídeo: [video width="400" height="400" mp4="http://www.folha1.com.br/_midias/wp/blogs3/bastos/wp-content/uploads/sites/2/2016/11/obama.mp4"][/video]
Comentar
Compartilhe
Clarissa pode ser expulsa do PR nesta segunda-feira
21/11/2016 | 12h32

clarissa-garotinho-agencia-camara

A deputada federal Clarissa Garotinho pode ser expulsa do PR nesta segunda-feira (21).

O motivo: Clarissa votou contra a PEC 241-55, que limita gastos públicos, e irritou seus pares. Exceto ela, todos os deputados do PR aprovaram a proposta após fecharem questão sobre o tema. A assessoria de imprensa do Partido da República confirmou ao G1 que a decisão da Executiva Nacional do Partido da República deve sair hoje.

Além disso, a deputada que era cogitada como secretária do recém-eleito prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), pode ficar sem o cargo. Agora, pessoas ligadas ao partido do bispo dizem que a nomeação nunca passou de especulação.

Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
Ele não aceita perder
08/11/2016 | 09h32

trump

Jornalista da Universidade de Columbia e autora de dois livros sobre a família Trump, Gwenda Blair explicou em entrevista ao Globo (aqui) alguns detalhes sobre o Republicano que disputa a presidência dos Estados Unidos na eleição desta terça-feira (08).

Assim como outros políticos que não aceitam perder, ela explica que "Trump vê o mundo em preto-e-branco, dividido entre vencedores e perdedores. E ele é sempre o vencedor. Perdedores são os outros, não ele".

Em caso de derrota, ela acredita que o magnata vai alegar que "perdeu porque alguém está roubando".

Nada republicano...

Comentar
Compartilhe
Efeito Trump
22/11/2016 | 09h19

justos

O empresário e apresentador de TV Roberto Justus diz ter sido sondado por partidos políticos para se candidatar à Presidência da República em 2018. Justus afirma que está pensando seriamente na possibilidade desde que o também empresário e apresentador Donald Trump venceu as eleições americanas no começo do mês. Justus, no entanto, não revelou quais foram os partidos que supostamente o procuraram.

Aprendiz - Justus apresentou no Brasil as primeiras temporadas de "O Aprendiz".  O programa original, nos Estados Unidos, era apresentado por Trump.

Comentar
Compartilhe
Filho de Cabral sobre prisão do pai: "A justiça será feita"
23/11/2016 | 09h29

pai-e-filho

O secretário estadual de Esportes, Marco Antonio Cabral (PMDB), se manifestou pela primeira vez, na tarde desta quarta-feira (23), sobre a prisão do pai, Sérgio Cabral (PMDB). O ex-governador foi preso na última quinta-feira (17), acusado acusado de chefiar um grupo que desviou cerca de R$ 224 milhões em contratos com diversas empreiteiras.

Em suas redes sociais, o jovem disse ter "certeza que todos os fatos serão esclarecidos e a justiça será feita".

Marco Antônio agradeceu ainda as mensagens de carinho que têm recebido e disse que a família está mais unida.

O secretário tem evitado a imprensa na última semana e não tem sido assíduo na secretaria. No dia da prisão do pai, não apareceu no trabalho e já avisou, na véspera, que talvez não conseguiria ir.

Fonte: Extra,Extra/Berenice Seara 

Comentar
Compartilhe
TSE: Garotinho consegue habeas corpus, mas não pode voltar a Campos
24/11/2016 | 09h59
na-pauta lossio-1

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou na manhã desta quinta-feira (24) o habeas corpus do ex-governador Anthony Garotinho (PR). O advogado criminalista Fernando Fernandes fez a defesa de Garotinho e disparou contra os procedimentos da Polícia Federal (PF) em Campos. A ministra Luciana Lóssio, responsável pela relatoria, se posicionou pela revogação da prisão. O ministro Luiz Fux sugeriu uma alteração, proibindo a volta de Garotinho ao município de Campos. "Já que ele foi preso e atendido no Rio, ele deve permanecer no Rio até o fim da instrução processual".

O tribunal determinou a libertação do ex-governador por seis votos a um. Ele deverá pagar fiança no valor de R$ 88 mil, correspondentes a 100 salários mínimos.

A ministra Luciana Lóssio também comentou sobre seu suposto contato com Garotinho. "Minhas portas estão sempre abertas, mas repudio essas insinuações e venda de ilusões. Recebi a prefeita Rosinha e o secretário Garotinho. Tudo de forma transparente".

Lóssio destacou que o caso trata de "crime eleitoral consistente", envolvendo compra de votos, mas ressaltou não haver fundamento de "preservação da ordem pública para se evitar a repetição de delitos" na decretação de prisão preventiva, já que os episódios investigados se referem a uma eleição que já passou.

O ministro Herman Benjamin discordou de posições da ministra Luciana Lóssio sobre o juiz Glaucenir Silva de Oliveira. Em outro momento, após a ministra afirmar que uma testemunha "não é confiável", Benjamin comentou: "Não podemos dizer quem é e quem não é confiável".

O vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, representando o Ministério Público, disse que não vai se pautar por teorias fantasiosas. Ele enviou parecer pelo cumprimento da prisão de Garotinho em estabelecimento prisional, como mostrou ontem (23) o blog "Ponto de Vista" (aqui). 

O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes considerou o caso "delicado" e se referiu a remoção de Garotinho para Bangu como "caricata". Ele criticou a postura de alguns advogados que, na visão dele, "são lobistas". "Será necessário que a OAB abra uma sindicância para apurar uma série de questões deste caso. As instituições estão em jogo", disse Mendes, que também aproveitou para defender a ministra Luciana Lóssio.

Acompanharam a ministra outros cinco membros do TSE: Admar Gonzaga, Luiz Fux, Rosa Weber, Napoleão Nunes Maia e Gilmar Mendes. O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, Herman Benjamin, votou para manter a prisão domiciliar.

Atualizações - Título e texto.

Comentar
Compartilhe
Delação da Odebrecht deve atingir ao menos 130 políticos
24/11/2016 | 09h44

odebrechtmarcosbezerrafp

Depois de nove meses de longas e tensas negociações, o empresário Marcelo Odebrecht e mais 76 executivos da Odebrecht deverão concluir nesta quinta-feira a assinatura dos acordos de delação firmados com a Procuradoria-Geral da República dentro da Operação Lava-Jato. Os acordos, os mais esperados desde o começo da investigação, têm potencial para colocar em xeque o sistema de financiamento eleitoral do país.

Nas negociações pré-delação, os executivos da empreiteira fizeram acusações contra líderes de todos os grandes partidos governistas e da oposição. Pelo menos 130 políticos, entre deputados, senadores, ministros e ex-ministros deverão ser atingidos pelas delações. Segundo fontes ligadas às negociações, entre os citados estão o presidente Michel Temer (PMDB), os ministros José Serra (Relações Exteriores), Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) e Eliseu Padilha (Casa Civil).

Nas delações também estariam os nomes do ex-presidente Lula, do senador Aécio Neves (PSDB-MG), dos governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB); de Minas, Fernando Pimentel (PT); e do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB). Foram feitos relatos também sobre pagamentos supostamente ilegais para as campanhas da ex-presidente Dilma Rousseff.

Sobraram acusações, ainda, para os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega, que estiveram à frente da Fazenda nos governos Dilma e Lula. Os delatores também acrescentaram novas denúncias contra o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e contra o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, que já estão presos por conta de outras acusações na Lava-Jato.

Campos - O clã também Garotinho apareceu nas planilhas da Odebrecht apreendidas na casa de Benedicto Junior, ex-presidente da Odebrecht (aqui).
O contrato da Odebrecht em Campos, para a construção de casas populares, é o maior da história do município, gira em torno de R$ 1 bilhão. A partir dos documentos divulgados na operação Lava Jato, evidenciando o envolvimento da empreiteira em fraude de licitações e pagamento de propina, o Ministério Público Estadual (MPE) ajuizou ação no Fórum de Campos, contra pessoas físicas e jurídicas. Inclusive, o promotor estadual de Campos Leandro Manhães chegou a ser autorizado pelo juiz federal Sérgio Moro a ouvir Marcelo Odebrecht. O processo que corre na 4ª Vara Cível de Campos e tem a prefeita Rosinha como ré. Um pedido de busca e apreensão, que havia sido solicitado pelo MPE, foi suspenso.
Comentar
Compartilhe
Garotinho pode estar com crise de angina e hospital pede transferência
17/11/2016 | 11h33

garotinho

Internado no hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio, o ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PR) pode estar com um quadro de angina instável. Trata-se de uma dor no peito decorrente da redução do fluxo sanguíneo para o coração, que fica sem oxigênio suficiente. O laudo do médico Marcial Uribe diz que Garotinho já apresentava complicações cardíacas e sobrepeso.

O médico pede ainda para que Garotinho seja transferido de hospital, já que o Souza Aguiar não dispõe de equipamentos necessários para realizar exames mais detalhados. Até o momento, a Polícia Federal (PF) não liberou a remoção de Garotinho para outra unidade médica.

O advogado de defesa dele, Fernando Fernandes, disse que a PF coloca seu cliente em risco. “Querem se sobrepor a ordens médicas e colocar a saúde do ex-governador sobre risco”, diz o criminalista.

Fonte: Radar Online

Comentar
Compartilhe
Rosinha leva remédios e tenta visita em Bangu
18/11/2016 | 10h09
rosinha

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) chegou por volta das 9h30 desta sexta-feira (18) ao complexo penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, para tentar visitar o marido, que chegou na noite de ontem ao presídio. Rosinha chegou ao local com uma sacola de remédios para Garotinho, mas sem a certeza se conseguirá entrar no presídio. "Eu estou esperando os advogados porque aqui não tem os medicamentos, nem os remédios que ele normalmente toma e foi solicitado", afirmou ela.

Garotinho foi transferido para a unidade no fim da noite de ontem (17) após ser preso pela Polícia Federal na quarta-feira (16) sob a acusação de usar programas sociais para comprar votos. Ele estava internado no Hospital Municipal Souza Aguiar por ter se sentido mal após a prisão.

Questionada sobre as regalias que teria recebido durante a visita ao marido no Hospital Municipal Souza Aguiar, Rosinha negou a informação. "Eu não dormi no CTI. Bastava ele [o juiz] perguntar aos agentes da polícia federal que dormiram no CTI com ele. Me deram uma sala onde eu fiquei sentada. Isso é regalia?", disse Rosinha.

Fonte: G1

Comentar
Compartilhe
Clarissa: "Saio de cabeça erguida"
21/11/2016 | 10h45

clarissa-garotinho

Expulsa do Partido da República (PR) por votar contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que impõe um teto para os gastos públicos, a deputada federal Clarissa Garotinho comentou a sua desfiliação da legenda. Em nota enviada por e-mail, ela lamentou a expulsão e disse estranhar "a diferença de tratamento em relação a outros parlamentares do partido".

No texto, Clarissa disparou contra o parlamentar que pediu a sua expulsão, Vinicíus Gurgel, afirmando que ele é aliado do ex-deputado Eduardo Cunha, atualmente preso, e lembrou que Gurgel esteve envolvido na polêmica sobre uma possível fraude na assinatura do deputado. "Gurgel é aquele acusado de permitir a fraude de sua assinatura no Conselho de Ética da Câmara para beneficiar [Eduardo] Cunha e logo depois ter alegado que a letra estava diferente porque assinou o documento bêbado", alfinetou Clarissa.

"Saio de cabeça erguida, com a certeza de que sempre trabalhei para o crescimento do partido, mas não poderia contrariar minhas convicções em defesa do povo brasileiro. Informo que tenho recebido convites de outras legendas, que serão analisados em momento oportuno", acrescentou a parlamentar.

Comentar
Compartilhe
Lupa
11/11/2016 | 10h26

lupa

Nos últimos dias o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) concedeu entrevistas defendendo o pacote de 21 projetos de lei e uma indicação legislativa que fez para tentar melhorar a situação financeira do estado. Hoje, na rádio CBN, ao comentar a crise econômica, o governador afirmou que o "Rio de Janeiro está ficando ingovernável".

A Lupa, primeira agência de notícias do Brasil a checar o grau de veracidade das informações, analisou as falas de Pezão. Veja o resultado: aqui 

Já existe um grupo se preparando para desenvolver um trabalho semelhante aqui na região.

A Lupa integra um grupo internacional de fact-checkers que se reúne em torno do Poynter Institute, nos Estados Unidos.

Comentar
Compartilhe
"Rolo compressor" reforçado
08/11/2016 | 08h32

sessaoextraguarda

Após as prisões de quatro vereadores da atual legislatura (Ozéias, Miguelito, Thiago Virgílio e Kellinho), a bancada governista quase perdeu a maioria na Câmara de Campos.

Mas agora, com os rosáceos em liberdade, o "rolo compressor" volta a ter maioria com folga.

Neste momento a bancada rosácea tem 15 parlamentares. Já a oposição, ao lado dos "independentes", conta com 10 vereadores.

Comentar
Compartilhe
Chequinho: rosáceos em liberdade
05/11/2016 | 09h33

linda-mara-al-6

kellinho

A operação Chequinho, deflagrada pela Polícia Federal (PF), cumpriu diversos mandados de prisão nas últimas semanas.

Chegaram a ser presos os vereadores Miguelito (PSL), Ozéias (PSDB), Kellinho (PR) e Thiago Virgílio. A vereadora eleita Linda Mara Silva (PTC) também foi presa.

Neste momento, após o fim dos prazos das detenções temporárias e decisões judiciais que determinaram o fim das prisões preventivas, todos os rosáceos estão em liberdade. A última a deixar o presídio foi Linda Mara, como informou o blog Opiniões (aqui).

Mas engana-se quem pensa que as investigações chegaram ao fim. “São mais de 30 candidatos investigados, além de cabos eleitorais, intermediários. Ainda vamos contar ter muitas etapas desta operação, já que a investigação é bem ampla”, informa a delegada Carla Dolinski.

Indagada sobre quem estaria chefiando o “escandaloso esquema”, a delegada afirmou que todos os passos serão dados sem precipitação. “Vamos seguir com o trabalho, mas essa questão do mandante ainda está em apuração”.

Comentar
Compartilhe
Polícia Federal prende Sergio Cabral e mais nove
17/11/2016 | 08h55
[caption id="attachment_45288" align="aligncenter" width="504"]Carro leva Sérgio Cabral para a PF (Foto: Reprodução TV GLOBO) Carro leva Sérgio Cabral para a PF (Foto: Reprodução TV Globo)[/caption]

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta (17) o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) sob a acusação de cobrança de propina em contratos com o poder público. O ex-governador foi alvo de dois mandados de prisão preventiva, um expedido pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, e outro pelo juiz Sérgio Moro, em Curitiba. O blog “Ponto de Vista”, do Christiano Abreu Barbosa, foi o primeiro da cidade a divulgar a notícia (aqui). A ex-primeira-dama Adriana Anselmo foi levada sob mandado de condução coercitiva.

Além de Cabral, outras nove pessoas tinham sido presas até as 8h15 (veja lista abaixo).

O objetivo da ação é investigar o desvio de recursos públicos federais em obras realizadas pelo governo do Estado do Rio, cujo prejuízo estimado é superior a R$ 220 milhões.

Presos preventivamente (sem prazo para terminar):

– Sérgio de Oliveira Cabral Santos Filho, ex-governador do Rio – Wilson Carlos Cordeiro da Silva Carvalho, ex-secretário de governo do RJ; – Hudson Braga, ex-secretário de obras; – Carlos Emanuel de Carvalho Miranda, sócio de Cabral na empresa SCF Comunicação; – Luiz Carlos Bezerra; – Wagner Garcia; – José Orlando Rabelo; – Luiz Paulo Reis

Presos temporários (com duração de até 5 dias):

– Paulo Fernando Magalhães Pinto, administrador de empresas, foi assessor de Sérgio Cabral – Alex Sardinha da Veiga

Uma das operações é a Calicute, considerada um braço da Operação Lava-Jato no Rio, que tem como base a delação premiada do empresário Fernando Cavendish. A esposa de Cabral, Adriana Ancelmo, também é alvo de condução coercitiva por essa operação. A outra ação é da Lava-Jato, que teve como base a delação da Andrade Gutierrez e da Carioca Engenharia. Por volta das 6h50, um carro saiu da garagem do ex-governador e muitas pessoas que estavam na porta tentaram invadir o local e gritavam pela prisão dele. Para sair do local, a polícia chegou a jogar spray de pimenta.

Ao todo, a Operação Calicute visa cumprir 38 mandados de busca e apreensão, 8 de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 14 conduções coercitivas.

Justiça vê Cabral como líder de organização criminosa - Em nota divulgada pela 7ª Vara de Justiça Federal, fica clara a identificação de Sérgio Cabral Filho como líder da organização que controlava os esquemas de propina pagos por empreiteiras. Segundo o texto, a investigação identificou que "integrantes da organização criminosa de Sérgio Cabral amealharam e lavaram fortuna imensa, inclusive mediante a aquisição de bens de luxo, assim como a prestação de serviços de consultoria fictícios".

Fonte: G1

Comentar
Compartilhe
Ministra do TSE nega liberdade a Garotinho
17/11/2016 | 12h07

image_destaque_interno

A ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou na noite desta quarta-feira (16) um pedido de liberdade movido mais cedo pela defesa do secretário de Governo Anthony Garotinho (PR), preso pela Polícia Federal.

Na decisão, a ministra alegou “supressão de instância" e entendeu que o habeas corpus deve ser analisado primeiramente pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro. “Considerando que o presente habeas corpus fora protocolado às 13h50min, após, portanto, a provocação do TRE/RJ, inviável a apreciação do pedido formulado nos presentes autos pelo Tribunal Superior Eleitoral, sob pena de flagrante supressão de instância, até mesmo em nome da lealdade processual”, afirmou a ministra do TSE em seu despacho.

No pedido de prisão de Garotinho, aceito pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira, a Justiça Eleitoral de Campos apontou compra de voto, associação criminosa e coação.

A defesa de Garotinho sustenta que a "prisão é arbitrária, ilegal e baseada em fatos que não ocorreram".  O advogado Fernando Augusto Fernandes, responsável pela defesa de Garotinho, disse que o decreto de prisão ocorrido em razão de decisão da 100ª Vara Eleitoral de Campos vem na sequência de uma série de prisões ilegais decretadas por aquele juízo e suspensas por decisões liminares do TSE.

Fontes: G1 e Agência Brasil

Comentar
Compartilhe
"Ele (Garotinho) é líder de uma organização criminosa", diz delegado Paulo Cassiano
16/11/2016 | 01h39

paulo-cassiano-coletiva-5

O delegado Paulo Cassiano, que comandou a prisão de Anthony Garotinho (PR), afirmou que “ele é líder de uma organização criminosa”.

O atual secretário de governo foi preso na manhã desta quarta-feira (16), em mais uma fase da Operação Chequinho, que investiga o uso eleitoral do programa Cheque Cidadão. "Ele é líder de uma organização criminosa. Usou o programa Cheque Cidadão para comprar votos e, consequentemente, fraudar as eleições em Campos", disse Paulo Cassiano, da Polícia Federal (PF)

De acordo com o delegado, Garotinho ainda está no Rio, mas será levado nesta quarta-feira para o município do Norte Fluminense. Lá, ele será conduzido a uma delegacia para prestar depoimento e, em seguida, deve ir para o presídio.

Ainda segundo Paulo Cassiano, Garotinho foi preso em um apartamento que está no nome da filha de uma funcionária da família. "A jovem não é nem filha adotiva dele, mas de uma pessoa que trabalha com a família", informou o delegado, ao dar mais detalhes sobre a prisão.

Fonte: Extra, Extra/Berenice

O blog do Arnaldo Neto publicou nota sobre a posição do delegado (aqui).

Comentar
Compartilhe
Antecipou
12/11/2016 | 01h25
[caption id="attachment_45201" align="aligncenter" width="473"]ponto-final Nota publicada no dia 16 de outubro/ Ponto Final[/caption]

No dia 16 de outubro uma nota publicada na coluna "Ponto Final" informou sobre um "pacote de licitações" que aumentaria ainda mais o peso da máquina municipal. A ideia, sem diálogo com a próxima gestão, era contratar uma série de serviços terceirizados.

[caption id="attachment_45202" align="alignnone" width="1613"]prefeitura-faz-licitacao-em-fim-de-governo-extra-5 No dia 11 de novembro jornal "Extra" trouxe o "pacote de licitações"[/caption]

Vinte e cinco dias após a publicação da nota, o que estava sendo planejado começou a ser colocado em prática. O blog "Ponto de Vista" mostrou (aqui) quatro avisos de licitação publicados, na última quinta-feira (11), no jornal carioca "Extra" para contratações de serviços terceirizados de vigilância, merendeiras, motoristas e portaria.

Comentar
Compartilhe
Secretário fala sobre material hospitalar descartado
06/11/2016 | 11h53
geraldo-venancio

Policiais Militares apreenderam na manhã deste domingo (06) caixas contendo material hospitalar que seria usado no tratamento de pacientes com insuficiência renal. O produt ainda está na validade e foi descartado às margens do Rio Paraíba, no Parque Prazeres, em Guarus, como mostrou o Terceira Via.

O blog entrou em contato com o secretário de Saúde Geraldo Venâncio, que comentou: "A Prefeitura não trabalha com este material, já que o serviço é contratado. As hemodiálises são feitas no Pró-Rim e Medicina Nuclear/Beda. Agora resta saber como esse material foi parar lá", afirmou o secretário.

[caption id="attachment_45144" align="aligncenter" width="462"]material Foto - Leitor/Terceira Via[/caption] [caption id="attachment_45145" align="aligncenter" width="462"]material-2 Foto - Leitor/Terceira Via[/caption]
Comentar
Compartilhe
Garotinho já pagou fiança de R$ 88 mil
25/11/2016 | 11h43

garoto

O TRE/RJ informou na noite desta sexta-feira (25) que o ex-governador do Rio Anthony Garotinho já pagou a fiança de R$ 88 mil, estabelecida pelo TSE como condição para a revogação de sua prisão domiciliar.

O tribunal relatou, em nota, que recebeu nesta sexta o comunicado com o voto da ministra Luciana Lóssio, anulando a decisão inicial de prisão. Ainda segundo o TRE, após a notificação, o juízo da 100ª Zona Eleitoral (Campos) determinou que fosse aberta uma conta depósito para o pagamento da fiança e comunicou o advogado de Anthony Garotinho. "A fiança, no valor de R$ 88 mil, já foi paga", acrescentou o tribunal, em nota.

Ainda de acordo com o TRE, o Juízo da 100ª ZE já entrou em contato com o Juízo da 3ª Zona Eleitoral (Flamengo - Capital), que abrange o domicílio do ex-governador, para que seja feita a verificação de antecedentes de Garotinho. Depois do procedimento, o oficial de justiça deve cumprir a decisão que revogou a prisão e, além disso, pegar a assinatura de Garotinho no documento em que ele se compromete a cumprir todas as medidas cautelares impostas no despacho judicial.

Fonte: G1

Comentar
Compartilhe
Pudim: "Garotinho faz de tudo para inviabilizar a futura administração"
07/11/2016 | 02h47
pudim

O deputado estadual Geraldo Pudim (PMDB) voltou a comentar sobre as "armadilhas" que teriam a missão de inviabilizar a gestão do prefeito eleito Rafael Diniz (PPS).

Em um vídeo que circula no WhatsApp, o deputado, que conhece muito bem o estilo do grupo rosáceo, comenta sobre as táticas do ex-aliado. "Nos últimos dias estamos discutindo muitas questão jurídicas. Uma pauta elaborada pelo líder do clã rosáceo, que contratou advogados a peso de ouro. Não podemos nos esquecer que ele foi derrotado na eleição. Os problemas do município não podem ficar em segundo plano para ele (Garotinho) ser o centro das atenções. Ele busca a vitimização e seus atos são calculados para o mal. Precisamos unir forças e ajudar o nosso futuro prefeito a passar por essa turbulência. Temos que extirpar essa figura mitológica que não aceita a perda do poder. Temos que olhar para o futuro e recolocar nossa querida Campos no caminho do desenvolvimento".

Comentar
Compartilhe
Secretário estadual avisa: "vai piorar"
09/11/2016 | 08h36

gustavo

O secretário estadual de Fazenda já avisou que a crise no governo Pezão será ainda pior em 2017. Segundo Gustavo Barbosa, o pacote de medidas, que gerou grande confusão na Alerj e teve sua tramitação suspensa pela Justiça,  tem a missão de equilibrar as finanças a longo prazo. "Será um ano mais difícil do que 2016. Isso eu queria deixar muito claro. Acho que a gente quis ontem [sexta] dar todo o sentido de transparência da real situação do estado", explicou.

Segundo Barbosa, não há no entanto como prever de que forma essa crise vai impactar serviços essenciais. "Não posso afirmar que será pior na saúde ou na segurança. Teremos dificuldades financeiras, sim, mais duras do que em 2016. Até o momento, apesar de toda a situação, o estado tem mantido o esforço de manter pagando o servidor até o 10º dia útil. E o que tem sobrado de recurso tem sido direcionado à saúde e à segurança."

Conheça o "pacote de medidas" (aqui).

Comentar
Compartilhe
Com prisão de Garotinho, Crivella deve desistir de nomear Clarissa
17/11/2016 | 11h20

clarissacrivella

A prisão do ex-governador Anthony Garotinho, ontem (16), pela Polícia Federal, foi um tiro certeiro na indicação da deputada federal Clarissa Garotinho (PR) para a Secretaria de Desenvolvimento Social de Marcelo Crivella (PRB).

Garotinho, presidente estadual do PR e secretário de Governo de sua mulher, Rosinha, na Prefeitura de Campos, foi detido sob a acusação de usar o Cheque Cidadão, programa de distribuição de renda, para a compra de votos.

Crivella não estaria disposto a enfrentar o constrangimento de nomear Clarissa para comandar os programas sociais de seu governo, depois do escândalo envolvendo seu pai — e o mais influente político do PR no Rio.

Ainda mais por acusação de mau uso de um programa social.

Maré - Clarissa não anda mesmo numa boa fase. Hoje, com o pai na cadeia e seu futuro em risco na Prefeitura do Rio, ela vai enfrentar a executiva nacional do PR. Que decidirá se abre processo para expulsá-la, já que ela votou contra a PEC do Teto dos Gastos — ideia apoiada pelo partido.

Fonte: Extra, Extra/Berenice Seara 
Comentar
Compartilhe