Vídeo: mais um paciente levado pelas escadas do HFM
11/10/2016 | 12h20
[video width="220" height="400" mp4="http://www.folha1.com.br/_midias/wp/blogs3/bastos/wp-content/uploads/sites/2/2016/10/escada-hfm.mp4"][/video]

Se na propaganda oficial vai tudo muito bem, na vida real os problemas continuam. Aí está mais um vídeo que mostra o improviso no Hospital Ferreira Machado (HFM).

É bom lembrar que, nos primeiros meses deste ano, este governo suplementou milhões para shows e festas. Isso sem falar nos pacotes milionários para os empreiteiros, que fizeram até calçadas.

O vídeo foi publicado na página do Click Campos no Facebook.

Comentar
Compartilhe
Cheque Cidadão: internautas pedem "Câmara Limpa"
05/10/2016 | 12h46
abaixo Um abaixo-assinado que pede celeridade no julgamento dos candidatos a vereador investigados no "escandaloso esquema" do Cheque Cidadão já conta com mais de 5.176 assinaturas. O movimento, que começou no site “Change.org”, pede uma “Câmara Limpa". "Justiça Eleitoral, pedimos urgência do judiciário no julgamento do mérito em questão a denúncia do MPE. 11 dos 37 candidatos denunciados foram eleitos e estão prestes a assumir seus mandatos caso não sejam julgados o quanto antes", diz um trecho. Para assinar, clique aqui  Atualização às 11h50 - Alteração no texto para incluir o número atual de assinaturas. O blog do jornalista Arnaldo Neto publicou nota sobre o assunto (aqui).
Comentar
Compartilhe
Rafael Diniz vence no primeiro turno
02/10/2016 | 07h08
rafael Com 99% das urnas apuradas, o vereador Rafael Diniz (PPS) vence a disputa pela Prefeitura de Campos. Neste momento ele soma 150.954 votos contra 81.517 votos de Dr. Chicão (PR). Em terceiro lugar aparece Caio Vianna (PDT), com 31.156 votos. O vereador Nildo Cardoso (DEM) somou 5.413 votos, Geraldo Pudim (PMDB), 2.154 votos e Rogério Matoso (PPL) 2008.
Comentar
Compartilhe
Rosinha paga mais R$ 32 mil por aluguel de trio elétrico
24/10/2016 | 09h59
rosinha-no-trio

"Atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu"

Faltando pouco para o fim do governo, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) não abre mão dos trios elétricos. Na última sexta-feira (20), de acordo com relatório de pagamentos do Portal da Transparência, a Prefeitura pagou R$ 32 mil a empresa Afonson Mega Star por aluguel de trio elétrico de médio porte.

A publicação não detalha qual foi o evento que necessitou do trio.

R$ 800 mil - Em abril, faltando menos de nove meses para o fim do seu segundo mandato, a prefeita Rosinha  realizou licitações para futura e eventual contratação de empresa especializada em prestação de serviços de locação de trios elétricos de pequeno, médio e grande portes. As vencedoras foram: DG ENTRETENIMENTOS PRODUÇÕES & SONORIZAÇÃO LTDA (pequeno porte) e AFONSON MEGA STAR CONSTRUÇÃO E SERVIÇOS (médio e grande portes).

Previsão de gastos (de acordo com a necessidade):

R$ 54 mil – trio de pequeno porte R$ 312 mil – trio de médio porte R$ 440 mil – trio de grande porte
Comentar
Compartilhe
Elevador do HFM: "dívida nunca foi apresentada"
13/10/2016 | 12h36

elevador

O blog "Na Curva do Rio", da jornalista Suzy Monteiro, mostra que a Prefeitura de Campos, através da Fundação Municipal de Saúde, reconheceu dívida de R$ 2,6 mil com a empresa Thyssenkrupp Elevadores (aqui). A dívida corresponde a faturas de serviço de trocas de peças do elevador do Hospital Ferreira Machado (HFM).

Em contato com o blog, na noite da última terça-feira (11), o secretário de Saúde Geraldo Venâncio já havia informado que o impasse para a manutenção do elevador estava ocorrendo por conta de uma dívida de R$ 2,6 mil "que nunca foi apresentada pela empresa".

Hoje (13), o secretário comentou: "Os contratos foram renovados e a empresa nunca havia mencionado essa dívida. Em momento algum a Prefeitura deixaria de pagar R$ 2,6 mil para resolver essa questão. O problema é que essa dívida surgiu neste momento e estamos tendo que superar uma série de questões burocráticas para que a manutenção ocorra", explicou o secretário e presidente da Fundação Municipal de Saúde.

Segundo Venâncio, que levou o caso ao Ministério Público, haverá na tarde desta quinta-feira (13) uma vídeo conferência com a participação do MP e dos responsáveis pela empresa.

Após a pressão, os responsáveis pela empresa teriam prometido resolver o problema do elevador até o próximo sábado (15).

Comentar
Compartilhe
Até cadáver foi cadastrado no Cheque Cidadão
19/10/2016 | 11h09
fantasma

Faltando poucos meses para as eleições, o número de inscritos no programa Cheque Cidadão saltou de 12 mil para 30 mil. De acordo com as investigações, milhares de cadastros foram feitos de forma improvisada e com fins eleitoreiros.

Tinha até cadáver incluído neste "escandaloso esquema". "Cadastraram uma pessoa morta para receber o cheque", afirmou o delegado da Polícia Federal (PF), Paulo Cassiano Junior.

Ele também afirmou que 18 mil pessoas foram cadastradas "fora do sistema, incluídas com propósito eleitoral".

Nesta quarta-feira (19), os vereadores Miguelito (PSL) e Ozéias (PSDB) foram presas, além de "agenciadores". Veja aqui

Comentar
Compartilhe
PRP: nanico vira campeão de votos
11/10/2016 | 01h27
[caption id="attachment_44608" align="aligncenter" width="454"]Vereadores eleitos e membros do PRP participaram de reunião ontem - Facebook/Jorginho Virgílio Vereadores eleitos e membros do PRP participaram de reunião ontem - Facebook/Jorginho Virgílio[/caption]

O pequeno PRP, que em 2012 lançou José Geraldo como candidato à Prefeitura de Campos pela oposição, virou situação e contou com um "rolo compressor" na eleição deste ano.

Com 26.451 votos, a legenda foi a mais votada entre os 29 partidos que estavam na disputa por cadeiras na Câmara.

Três candidatos foram eleitos: Vinícius Madureira (2.333 votos), Silvinho Martins (2.167 votos) e Jorginho Virgílio (1.895 votos).

Dez candidatos do PRP fizeram mais de mil votos.

Comentar
Compartilhe
Enquanto isso, no Ferreira Machado
06/10/2016 | 06h22
parou Dizem que Campos não pode parar. Mas só não pode depender do elevador do Ferreira Machado, porque esse vive parando.

Quanto custa? - Em Campinas, o Hospital Beneficência Portuguesa inaugurou um elevador com capacidade para 12 pessoas. O equipamento custou cerca de R$ 230 mil e foi viabilizado graças à doação do empresário Armindo Dias (aqui). Por aqui, só o cantor Luan Santana ganhou R$ 233 mil (aqui).

Comentar
Compartilhe
Hora de reciclar
03/10/2016 | 07h10

reciclar-1

reciclar-2

reciclar-3

Após derrota no primeiro turno, um leitor do blog flagrou o caminhão da coleta seletiva de lixo no galpão de campanha dos rosáceos. Por lá, foram retirados pacotes e mais pacotes de santinhos que não chegaram a ser utilizados.

Os santinhos serão reciclados.

Comentar
Compartilhe
A culpa é do "povo alienado"
17/10/2016 | 06h37

Após falar em fraude, o líder do grupo rosáceo agora resolveu culpar os eleitores pela derrota em Campos.

Segundo o político, a culpa é "do povo alienado que acredita em qualquer coisa que aparece na internet".

 
Comentar
Compartilhe
Defesa de Rosinha denuncia delegado por "terríveis coações"
25/10/2016 | 08h13

fernando-augusto-fernandes

O advogado Fernando Augusto Fernandes, com escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, que defende a prefeita Rosinha Garotinho (PR) no caso Cheque Cidadão, denunciou hoje (25) o delegado Paulo Cassiano, da Corregedoria da Polícia Federal (PF), ao Procurador Geral da Justiça Eleitoral por “terríveis coações que testemunhas e presos estão sofrendo". Ele segue a linha que foi inciada pelo líder rosáceo em sua emissora de rádio.

De acordo com nota enviada por email pela defesa, através da Original 123 Assessoria, a testemunha Veronica Ramos Daniel, que foi presa, relatou ter sido ameaçada se não dissesse o que o delegado queria ouvir. Só após, a testemunha foi liberada. O advogado Fernando Augusto Fernandes ainda direcionou ao Juiz da 100ª Vara Federal a denúncia de que o delegado está coagindo as testemunhas e usando prisões temporárias, requerendo providências. "O juiz da 100ª Vara Eleitoral não pode servir a este papel de decretar prisões para o delegado coagir as pessoas. É preciso responsabilidade e se espera que providências sejam tomadas. Chegam-se constantes informações que as investigações são direcionadas e o juízo não pode permitir isto", conclui o advogado.

Como o blog já informou (aqui), o advogado Fernando Augusto Fernandes é um famoso criminalista. Ele já cobrou R$ 5 milhões para defender um investigado da Lava Jato.

Entre as áreas de atuação do escritório Fernando Fernandes Advogados estão: crimes contra o sistema financeiro, lavagem de dinheiro e crimes contra a vida.

Delegado - Após o líder rosáceo disparar forte contra o seu trabalho, insinuando a existência de um complô, o delegado Paulo Cassiano, da Polícia Federal (PF), manteve a frieza e não entrou na “guerra”. Indagado sobre as declarações do rosáceo, ele afirmou:  “O TRE já declarou não haver nenhuma suspeição que recaia sob os agentes públicos envolvidos na operação”.

rosinha-docrosinha-doc-2

O blog "Opiniões", do jornalista Aluysio Abreu Barbosa, publicou nota sobre o contra-ataque do império rosáceo: aqui 

Comentar
Compartilhe
Após denúncia anônima, PF prende Linda Mara
31/10/2016 | 02h24
linda-mara A vereadora eleita Linda Mara (PTC), que estava foragida desde a última quarta-feira (26), foi presa pela Polícia Federal (PF) no Rio de Janeiro. Ela estava em Copacabana, a "princesinha do mar". Linda foi detida após denúncia anônima. Um morador de Campos que estava na Zona Sul do Rio viu a fiel escudeira da prefeita Rosinha e avisou a PF. Também foram presas a radialista Beth Megafone, que atua no programa "Fala, Garotinho" e a ex-secretária Ana Alice Alvarenga. O marido de Ana Alice, que tinha um mandado de condução coercitiva, também foi detido. A tropa jurídica já trabalha em busca de habeas corpus. O blog "Na Curva" do Rio publicou nota sobre a prisão em Copacabana (aqui).
Comentar
Compartilhe
Ponto Final — Da Telhado de Vidro ao “escandaloso esquema”
20/10/2016 | 12h07

Ponto-final-1

Da Telhado de Vidro ao “escandaloso esquema”

Em outubro de 2008, sete meses após a operação Telhado de Vidro, da Polícia Federal (PF), prender secretários do governo Alexandre Mocaiber, os eleitores de Campos escolheram Rosinha para governar a cidade. Na época, ela prometeu ser “a prefeita da mudança”. Agora, oito anos depois da vitória, Rosinha se despede vendo a PF deflagrar as operações Vale Voto e Chequinho. Ontem, os vereadores Miguelito (PSL) e Ozéias (PSDB), que fazem parte da bancada governista, foram presos. Eles são investigados sobre o uso político do programa Cheque Cidadão. Segundo o MPE, trata-se de um “escandaloso esquema”.

Tensão nos bastidores 

A prisão dos vereadores gera um clima de apreensão nos bastidores da política. Isso porque além de Miguelito e Ozéias, outros 36 políticos são investigados por conta do “escandaloso esquema”. Entre os vereadores eleitos, 11 estão na mira por conta do suposto uso do Cheque Cidadão para a compra de votos: Jorge Rangel (PTB), Thiago Ferrugem (PR), Kellinho (PR), Magal (PSD), Thiago Virgílio (PTC), Ozéias (PSDB), Roberto Pinto (PTC), Cecília Ribeiro Gomes (PT do B), Vinicius Madureira (PRP), Linda Mara (PTC) e Miguelito (PSL). Caso sejam condenados, a configuração da Câmara muda.

Trabalho sério

Se algumas instituições vivem momentos tristes, outras merecem elogios. Em Campos, é importante destacar o trabalho sério da Polícia Federal, assim como o Ministério Público Eleitoral (MPE) e membros da Justiça Eleitoral. Apesar de todo o tipo de pressão, principalmente por figuras que se achavam acima de bem e do mal, esses órgãos não se intimidaram. E ao que tudo indica, não haverá folga aos que usaram e abusaram das velhas práticas eleitorais.

Sem preocupação

O vereador Miguelito não parecia muito preocupado com a prisão. Ontem, ao ser flagrado por cinegrafistas na garagem da delegacia da Polícia Federal, o parlamentar rosáceo bateu no peito, sorriu e fez um sinal positivo. Talvez ele confie na Câmara, que colocou sua tropa jurídica para dar auxílio. Ou seja, essa defesa será bancada pela população de Campos.

Prisão no planalto

Não foi só na Planície que teve político preso pela Federal. Ontem, no Planalto, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB), que já foi considerado um dos homens mais poderosos do Brasil, teve a sua prisão decretada pelo juiz Sergio Moro, responsável pelos processos em primeira instância da Operação Lava Jato. Após viajar no avião da PF, Cunha chegou a Curitiba e foi levado à sede da Polícia Federal. Segundo a polícia, ele ficará preso em uma cela isolada, sem contato com outros detentos.

Hackers em SFI (I)

A Prefeitura de São Francisco de Itabapoana informou, ontem, que já conseguiu restabelecer mais de 60% de seu sistema de dados de internet que havia sido invadido possivelmente por uma ação de hackers. A previsão é de que até o fim da tarde desta terça-feira (19), o sistema volte ser operado normalmente ou quase na sua totalidade.

Hackers em SFI (II)

Segundo informou a Prefeitura, a empresa responsável pelos serviços de dados, a recuperação foi possível graças aos backups feitos recentemente que preservou boa parte dos arquivos de todo o sistema. O sumiço de algumas informações tem causado estranheza pela cidade, que está prestes a iniciar a transição na Prefeitura. Pessoas ligadas ao atual governo dizem que ele não tem nada a ver com o tal sumiço.

Notas publicadas na coluna Ponto Final desta quinta-feira (20). 

Comentar
Compartilhe
Advogado dos rosáceos já cobrou R$ 5 milhões para defender preso na Lava Jato
22/10/2016 | 01h57

fernando-augusto-fernandes

Para tirar os vereadores Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL) da cadeia, entrou em cena um famoso criminalista. De acordo com matéria publicada pelo jornal O Diário, a defesa dos rosáceos ficou por conta de Fernando Augusto Fernandes. Para se ter uma ideia do peso, ele firmou contrato de R$ 5 milhões para defender o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, preso durante a Lava Jato. Ele também cuida da defesa do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, outro investigado na Lava Jato.

Por diversas vezes ele criticou a postura do juiz Sergio Moro. Na visão de Fernando Augusto Fernandes, Moro "adota uma jurisprudência totalitarista em uma extensão ilimitada de poder".

Na defesa dos rosáceos, que foram presos durante a operação Chequinho, o advogado segue uma linha parecida, tentando desqualificar depoimentos das testemunhas  e a atuação da Polícia Federal (PF). Segundo o criminalista, o delegado da PF teria dito que não as soltaria "se não assinassem declarações contendo informações inverídicas". “Estamos produzindo uma ata notarial comprovando a existência dessas declarações e que será encaminhada para a Corregedoria da Polícia Federal”, relatou.

No caso dos dois vereadores, após uma primeira tentativa frustrada (aqui), ele informa que vai tentar novamente. “Isso não só não aconteceu, como também o magistrado não indica nenhum nome de testemunha nos autos. Vou requerer novamente a soltura dos dois vereadores, inclusive de Miguelito, pois foi comprovado que ele sofre de câncer e que precisa de tratamento médico. A prisão dele é ilegal”, afirmou.

Entre as áreas de atuação do escritório Fernando Fernandes Advogados estão: crimes contra o sistema financeiro, lavagem de dinheiro e crimes contra a vida.

Quem será que está pagando a conta?

Comentar
Compartilhe
Uniformes escolares no lixo
30/10/2016 | 12h27
material-escolar

Ao sair para comprar pão na manhã deste domingo (30), uma cidadã se surpreendeu ao encontrar uma sacola com dezenas de uniformes escolares da rede municipal. São uniformes nunca usados. Eles teriam sido jogados da Ponte General Dutra, caindo na comunidade da Coroa.

postagem

Não é a primeira vez - No início deste ano o pai de aluno da rede municipal encaminhou ao vereador Fred Machado (PPS) um vídeo que mostrava diversos uniformes escolares da rede municipal em uma lixeira (aqui). Em maio, o secretário de Educação, Cultura e Esportes, Frederico Rangel, informou que foi aberta uma sindicância para apurar o caso. “Procuramos o jurídico da secretaria e instauramos uma sindicância para apurar imediatamente (aqui).

Comentar
Compartilhe
Mais um rosáceo preso: Thiago Virgílio
29/10/2016 | 04h18

virgilio1000

Se por um lado os vereadores Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL) conseguiram habeas corpus e vão deixar a prisão (aqui), por outro tem rosáceo sendo preso.

A Polícia Federal prendeu neste sábado (29) o vereador Thiago Virgílio (PTC). Ele, que já havia sido afastado do cargo, é um dos investigados no "escandaloso esquema" do Cheque Cidadão.

O blog "Na Curva do Rio", da jornalista Suzy Monteiro, publicou nota sobre a prisão de Virgílio (aqui).

Na última quarta-feira (26) um nome ligado ao vereador já havia sido preso pela PF.

Comentar
Compartilhe
Caio, Pudim e Matoso parabenizam Rafael Diniz
02/10/2016 | 10h32

Caio Vianna (PDT): "Parabenizo o prefeito eleito Rafael Diniz e desejo boa sorte. Estaremos na torcida por Campos. Agradeço a todos os eleitores que depositaram a confiança em nossa proposta. 2016 é apenas o início de uma grande jornada. Um beijo no coração!"

Geraldo Pudim (PMDB): "Rafael Diniz, meus parabéns, você agora é o fiel depositário de nossas esperanças de uma Campos melhor para todos. Conte comigo enquanto parlamentar na Assembleia Legislativa de onde pretendo trabalhar em parceria com seu Governo para trazer recursos e projetos para nossa Campos. À minha militância peço que não esmoreça na luta, pois, uma derrota eleitoral não é, necessariamente, uma derrota política. Dessa eleição saímos todos fortalecidos, esperançosos e libertos do jugo dessa família que nos aprisionou em seus projetos pessoais e esqueceu das pessoas. Sigamos em frente e de cabeça erguida, sabendo que a luta continua".

Rogério Matoso (PPL): "Quero agradecer a todos que acreditaram na nossa caminhada , aos partidos da nossa aliança e parabenizar ao Prefeito eleito Rafael Diniz .Que Campos tenha dias melhores!". Segundo colocado na disputa, Dr. Chicão (PR) ainda não se manifestou. A sua página oficial no Facebook saiu do ar.
Comentar
Compartilhe
Como fica a Câmara sem a “turma do cheque”?
09/10/2016 | 11h52

camara

Um “escandaloso esquema” envolvendo o programa Cheque Cidadão, como classificou o Ministério Público Eleitoral (MPE), resultou em 37 ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) contra candidatos a vereador do grupo rosáceo. Destes, 11 foram eleitos e se preparam para ser diplomados e empossados. Mas afinal de contas, eles serão julgados antes da diplomação e da posse? O que ocorre se forem condenados? Os votos são anulados ou ficam para a coligação? Quem entra? Nos bastidores existem correntes que apontam, em caso de condenação, os votos como nulos, e outras que acreditam na validade dos votos para os partidos.

Foram eleitos e estão na mira: Thiago Virgílio (PTC), Jorge Rangel (PTB), Thiago Ferrugem (PR), Kellinho (PR), Magal (PSD), Ozéias (PSDB), Roberto Pinto (PTC), Cecília Ribeiro Gomes (PT do B), Vinicius Madureira (PRP), Linda Mara (PTC) e Miguelito (PSL).

Condenados e votos validados - Caso os votos permaneçam com os partidos, os seguintes suplentes entrariam no lugar dos 11: Álvaro Oliveira (SD), Neném (PTB), Joilza Rangel (PSD), Apóstolo Luciano (PSB), Tô Contigo (PRB), José Cláudio (PT do B), Alonsimar (PTC), Jairinho (PTC), Beto Cabeludo (PTC), Josiane Morumbi (PRP) e Marquinho do Transporte (PRP).

Condenados e votos anulados - Porém, se os votos forem anulados, será feito um novo cálculo do quociente eleitoral. Com isso, ganham espaço nomes de partidos como PMDB, PPS, e PT e PSB, por exemplo. Os vereadores seriam: Nédio Gabriel (PMDB), Professor Alexandre (PT), Fabinho Almeida (PPS) e Dr. Admardo (PSDC). Além de Neném, Joilza, Alonsimar, Josiane Morumbi, Rosilani do Renê, Beto Cabeludo e Apóstolo Luciano.

Matéria completa: aqui 

Comentar
Compartilhe
O exemplo de Clarissa
12/10/2016 | 02h12

Ao desobedecer o PR e votar contra a que PEC que congela os gastos federais, com a alegação de que se posicionou “ao lado do povo”, a deputada federal Clarissa Garotinho (PR) deu um belo argumento aos vereadores que desejam desobedecer o grupo governista em Campos.

Como o próximo governo obteve a maioria absoluta dos votos, é só ignorar as ordens do líder rosáceo e dizer que “votou ao lado do povo”.

E se alguém reclamar, basta perguntar: “Só Clarissa pode?”.

Comentar
Compartilhe
TRE: decisão afasta Rosinha e Chicão
25/10/2016 | 04h46
  rosinha-e-chicao

Em sua página no Facebook a prefeita Rosinha Garotinho (PR), cassada ontem (24) pela quarta vez (aqui), informou hoje (25) que poderia recorrer no cargo.

Porém, a assessoria do tribunal informa que "a decisão terá efeito a partir da sua publicação no Diário da Justiça Eletrônico". 

No entanto, o TRE ressalta que, "eventualmente o TSE pode conceder liminar para suspender os efeitos da decisão, o que permitiria aos dois permanecer no cargo enquanto aguardam o julgamento de recurso".

Neste momento, o líder rosáceo corre contra o tempo para evitar que a prefeita seja afastada.

Porém, se não conseguir uma liminar, seu fiel escudeiro Edson Batista (PTB), presidente da Câmara de Campos, assume a Prefeitura.

Comentar
Compartilhe
Site já escala Clarissa como secretária de Crivella
31/10/2016 | 01h26
clarissa

Logo após a vitória de Marcelo Crivella (PRB), o jornalista Sidney Rezende, ex-CBN e um dos fundadores da GloboNews, publicou matéria em seu site (aqui) sobre os nomes que ganham força na capital. Ele destacou que, ao lado do vereador Carlos Eduardo, do Solidariedade, que já foi anunciado como o titular da estratégica pasta da Saúde, o próximo a ser ratificado será o da Educação. O nome mais cotado é o do vereador Paulo Santos Messina (Pros).  Foi Messina quem assessorou Crivella no último debate na TV.

Segundo a matéria, a deputada federal Clarissa Garotinho (PR), "com filho pequeno, não quer voltar para Brasília. Ela ocupará uma pasta na área social, onde poderá implementar programas desativados por Eduardo Paes e Sérgio Cabral, mas que foram criados por seu pai, Anthony Garotinho".

Comentar
Compartilhe
"Turma do cheque" na mira
04/10/2016 | 02h20

Candidatos a vereador do grupo rosáceo, que foram bem votados e não se elegeram, estão dispostos a revelar detalhes sobre os bastidores da eleição.

A meta é buscar uma definição mais rápida sobre os vereadores eleitos que estão sendo investigados no "escandaloso esquema" do Cheque Cidadão.

Hoje (04), no corredor da Câmara, já tinha gente prometendo "derrubar a turma do cheque".

Dos 25 vereadores eleitos no último domingo, mais da metade tem seus possíveis mandatos em risco. 11 deles são réus em ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), movidas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

Comentar
Compartilhe
PR quer expulsar Clarissa Garotinho
11/10/2016 | 04h04

clarissa-garotinho-agencia-camara

Integrantes da cúpula do PR afirmaram nesta terça-feira (11) que vão abrir processo de expulsão contra a deputada Clarissa Garotinho (RJ) por ela ter votado contra a PEC que congela os gastos federais. O partido havia "fechado questão" a favor da medida, que é a prioridade legislativa número um do governo de Michel Temer.

Além de Clarissa, votou contra a orientação partidária a deputada Zenaide Maia (RN). O deputado Silas Freire (PI) se absteve. Os integrantes do PR disseram que contra esses dois também serão abertos processos disciplinares, mas que o caso de Clarissa seria mais "grave" porque ela foi à tribuna da Câmara defender o voto contra a medida.

A deputada disse que só vai se manifestar quando for notificada pelo partido.

Resolução aprovada pelo PR na última quarta (5) afirmava que o partido consideraria "infidelidade partidária" a desobediência à decisão da legenda, "acarretando ao parlamentar a instauração de procedimento ético-disciplinar perante ao Conselho de Ética."

Além do PR, PMDB, PSDB e PSD adotaram posicionamentos semelhantes sobre o tema.

O voto contrário de Clarissa foi informado primeiro no Ponto de Vista, de Christiano Abreu Barbosa)

O blog "Na Curva do Rio" publicou nota sobre o assunto (aqui)

Fonte: Folha de S. Paulo 

Comentar
Compartilhe
Muita calma nessa hora
11/10/2016 | 10h05
[caption id="attachment_44641" align="aligncenter" width="390"]Foto: Channa Vieira Foto: Channa Vieira[/caption]

Apostando em uma velha política que foi derrotada de forma avassaladora nas urnas, membros do grupo rosáceo se reuniram na escadaria da Câmara para barrar um protesto que pede uma "Câmara Limpa". Repetindo uma estratégia estilo Sucupira, eles estavam ali para defender os programas sociais e criticar o grupo que venceu a eleição.

O problema é que alguns rosáceos teriam passado do ponto. De acordo com relato recebido pelo blog, a equipe de reportagem do NF Notícias foi hostilizada durante o ato por aliados da vereadora eleita Linda Mara (PTC). A mesma Linda Mara que convocou sua tropa para protestar durante uma caminhada de Rafael Diniz (aqui).

Neste momento é preciso ter calma e não deixar se levar pelos discursos de quem não consegue se desapegar do poder.

Muita calma nessa hora.

Atualização às 13h20 - A vereadora eleita Linda Mara entrou em contato e informou que, em momento algum, hostilizou a equipe do NF Notícias. "Jamais faria algo deste tipo com um colega de profissão. Tenho uma postura firme em diversos momentos, mas neste episódio não houve nada disso. Não hostilizei", garantiu.

Comentar
Compartilhe
Orçamento de 2017 continua na Câmara
24/10/2016 | 12h19

camara-campos

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) solicitou o retorno do Projeto de Lei que estima a receita e fixa a despesa do município de Campos para o exercício financeiro de 2017. Porém, alegando o curto espaço de tempo, o presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB) não devolveu o projeto. Inclusive, amanhã (25), às 10h, haverá audiência pública na Câmara para debater o orçamento. A previsão orçamentária para o primeiro ano da próxima gestão é de R$ 1,5 bilhão, a menor dos últimos sete anos.

A alegação do governo rosáceo ao solicitar o retorno era a possibilidade da equipe do prefeito eleito Rafael Diniz (PPS) sugerir alterações. Porém, sem as informações solicitadas através de ofício protocolado na última semana (aqui), a equipe do prefeito eleito ainda não conta com os dados necessários para trabalhar em cima da peça orçamentária.

Durante a última sessão, o presidente da Câmara informou que todas as emendas encaminhadas pelo prefeito eleito serão aprovadas. "É um compromisso de todos", afirmou Edson Batista (PTB).

Bomba e "maquiagem" - Na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), o deputado estadual Geraldo Pudim (PMDB), afirmou que o prefeito eleito terá pela frente uma “bomba relógio”. “A República da Lapa preparou alguns gatilhos para ativação dessa bomba-relógio. O primeiro gatilho está na superpopulação de terceirizados que compõe a atual quadro de funcionários da máquina pública. Estamos falando de um universo de mais de 5 mil de terceirizados e RPAs, que só estão sendo mantidos empregados com os recursos advindos dos empréstimos contraídos pela futura ex-prefeita Rosinha Garotinho. Isso quer dizer que, com a tomada do empréstimo, Garotinho e Rosinha conseguiram maquiar a real situação financeira do município. Isso tudo se acaba no dia 31 de dezembro”, alertou.

Comentar
Compartilhe
Liminares concedidas por juiz são questionadas
31/10/2016 | 12h45

sirodarlan

Decisões tomadas por um desembargador do Rio estão sendo criticadas por outros desembargadores e pelo Ministério Público (MP). Siro Darlan concedeu liminares que libertaram um miliciano e um traficante condenados. Esta semana, o procurador-geral de Justiça, Marfan Vieira, fez uma representação no Conselho Nacional de Justiça contra o desembargador. Siro Darlan afirma que todas as suas decisões foram tomadas respeitando a lei.

Uma matéria sobre o tema foi exibida pelo Fantástico neste domingo (aqui).

Reflexo em SJB - Entre os réus que tiveram liminares concedidas durante o plantão de Siro Darlan está o prefeito eleito de Rio Bonito, José Luiz Alves Antunes, o Mandiocão (PP). Como o blog do Arnaldo Neto já mostrou (aqui), o deferimento da candidatura de Mandiocão reflexos em São João da Barra. O vereador Kaká (PT do B), que não conseguiu se reeleger, conquistaria uma cadeira na Alerj caso Marcos Abrahão, que é deputado estadual, fosse empossado prefeito de Rio Bonito. Kaká é suplente de Abrahão, que ficou em segundo lugar na disputa pela Prefeitura de Rio Bonito, com 11.485 votos. Já Mandiocão recebeu 14.826 votos.

Comentar
Compartilhe
Thiago Virgílio é afastado e proibido de entrar na Câmara e Prefeitura
27/10/2016 | 11h02

thiago

A bancada rosácea perdeu mais um vereador.

O vice-presidente da Câmara de Campos, Thiago Virgílio (PTC), investigado no "escandaloso esquema" do Cheque Cidadão, foi afastado de suas funções e proibido de entrar na Câmara e Prefeitura. A decisão, após solicitação do MP, é do juiz Ralph Manhães e o presidente do Legislativo, Dr. Edson Batista (PTB), já foi notificado, como mostra os blogs "Ponto de Vista" e "Na Curva do Rio" (aquiaqui).

Em sua decisão o juiz destaca que "a participação do investigado nos trabalhos do Legislativo causa sérios prejuízos a ordem pública, além de repercutir como um afronto a toda uma sociedade".

A defesa de Virgílio já trabalha para tentar reverter a decisão.

Neste momento a Câmara não conta com quatro vereadores. Três foram presos (Miguelito, Ozéias e Kellinho) e um afastado (Thiago).

Na atual legislatura, mais quatro vereadores estão na lista dos investigados, de acordo com o TRE: Albertinho (PMB), Jorge Rangel (PTB), Cecília Ribeiro Gomes (PT do B) e Jorge Magal (PSD).

Comentar
Compartilhe
Cheque Cidadão: vereadores presos pela PF
19/10/2016 | 07h28
[caption id="attachment_44731" align="aligncenter" width="436"]Foto de Michele Richa Foto de Michele Richa[/caption] miguelito

Foi deflagrada na manhã quarta-feira (19), em Campos, uma nova fase da Operação “Vale Voto”, que investiga o uso do programa "Cheque Cidadão" para compra de votos. A operação foi rebatizada e agora se chama "Chequinho".

Os vereadores Miguelito (PSL) e Ozéias (PSDB), que se reelegeram, foram presos pela Polícia Federal (PF). Na Delegacia, ao notar que estava sendo filmado, o vereador Miguelito bateu no peito, sorriu e fez um sinal positivo.

Ao todo, oito mandados de prisão foram expedidos. Nesta fase da operação não constam os nomes de outros vereadores. Também foram decretadas as prisões temporárias de Verônica Ramos Daniel, Alessandra da Silva Alves (Chefe do Posto de Saúde do distrito de Ribeiro do Amaro), Dayanna de Souza Rodrigues, Rose Mota Pereira, Heloísa Cabral da Costa (Chefe do Posto de Saúde do Parque Santos Dumont) e Mara (identificada por depoimento dos autos). De acordo com o inquérito, pessoas atuavam como agentes dos vereadores e faziam cadastros para o Cheque Cidadão sem qualquer tipo de critério.

Além disso, a PF cumpre oito mandados de busca e apreensão e um de condução coercitiva.

De acordo com o inquérito, em relação ao vereador Miguelito, "há relatos de testemunhas dando conta que foram pessoalmente ao gabinete do vereador entregar documentos pessoais de várias pessoas para inclusão no Programa, o que foi feito em mãos do vereador e de sua esposa".

No caso do vereador Ozéias, que já havia sido preso durante o processo eleitoral (aqui), "depoimentos revelaram a existência de um departamento dentro do CRAS do distrito de Travessão, destinado exclusivamente ao candidato Ozéias, que serviria, em tese, para que ele emitisse identidade civil". De acordo com o inquérito, "os atendimentos se destinavam à cooptação de eleitores e à distribuição de favores escusos, em troca de voto. E o pior: dentro de um prédio público!".

Em setembro, durante a primeira fase da operação, quando a secretária e a coordenadora do Cheque Cidadão foram presas, o delegado Paulo Cassiano Junior afirmou que o programa da Prefeitura de Campos foi usado para fins eleitorais. “A investigação diz respeito ao descumprimento do fim público do Cheque Cidadão, que está sendo utilizado para a compra de votos em benefício de candidatos a vereador e candidato a prefeito apoiado pelo atual governo” (aqui).

Suplentes - Caso Miguelito e Ozéias não consigam ser diplomados e empossados, já que são alvos de ações que pedem a cassação do diploma, os suplentes são: Álvaro Oliveira (SD) e Geraldo Santa Cruz (PSDB). Já na atual Legislatura, que chega ao fim no final deste ano, os suplentes são Papinha e Alonsimar.

Daqui a pouco, mais informações.

Confira a matéria completa na edição de amanhã (20) da Folha

Comentar
Compartilhe
Apuração: acompanhe em tempo real
02/10/2016 | 05h12
apuracao O blog vai acompanhar a apuração em tempo real. Daqui a pouco, as primeiras parciais da disputa pela Prefeitura de Campos. Os primeiros boletins da pedra mostram Rafael Diniz (PPS) com ampla vantagem. Votação final: final  
Comentar
Compartilhe
Cassação de Rosinha: desembargador aponta abuso de poder e uso indevido dos meios de comunicação
24/10/2016 | 08h37
[caption id="attachment_44867" align="aligncenter" width="402"]marco-couto Desembargador Marco Couto[/caption] O TRE divulgou a seguinte nota sobre a cassação da prefeita Rosinha Garotinho (PR):
Por maioria de votos, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, na sessão plenária desta segunda-feira (24), deu provimento parcial a recurso interposto pelo Ministério Público Eleitoral e cassou os mandatos da prefeita de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho (PR), e do vice, Dr. Chicão (PR), por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação. Com a decisão, os dois também ficam inelegíveis por oito anos, a contar das eleições de 2012. Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília.
De acordo com o relator do processo, desembargador eleitoral Marco Couto, a publicidade institucional no portal oficial da Prefeitura de Campos dos Goytacazes na internet foi "gravemente desvirtuada" para promover Rosinha e Dr. Chicão, com o "nítido propósito de favorecer sua reeleição ". Segundo o magistrado, programas e ações da administração municipal foram apresentados como "realizações pessoais e diretas da prefeita e do vice-prefeito, ao mesmo passo em que são narrados acontecimentos protagonizados por ambos, mas sem nenhuma relação com as atividades administrativas do município".
Processo relacionado: RE 1677-08
Comentar
Compartilhe
Câmara de Campos já tem cinco candidatos à presidência
16/10/2016 | 11h12
camara

Se pelo lado do governo eleito o vereador Marcão (Rede), mais votado na eleição, se coloca como o nome para disputar a presidência da Câmara, no grupo rosáceo já fica nítido que não há consenso.

Até o momento, quatro nomes se colocam como possíveis candidatos: Thiago Virgílio (PTC), Abdu Neme (PR), Alvaro César (PRTB) e Jorge Magal (PSD).

Mas até o dia 01 de janeiro, quando ocorre a posse e a eleição da Mesa Diretora, muitas articulações irão ocorrer.

Nesse momento do jogo, assim como ocorre no poker, o blefe é uma das principais armas.

Inclusive, alianças das mais variadas podem ocorrer. Na última eleição da Mesa da Alerj, por exemplo, o PR ficou ao lado de Jorge Picciani (PMDB).

Comentar
Compartilhe
Domingo é dia de música
09/10/2016 | 11h47
Para quebrar um pouco o clima tenso da eleição e acalmar alguns corações, uma leitora do blog sugeriu esta canção do Gilberto Gil. A letra diz: "Tenho pena de quem chora De quem chora tenho dó Quando o choro de quem chora Não é choro, é chororô" [video width="480" height="360" mp4="http://www.folha1.com.br/_midias/wp/blogs3/bastos/wp-content/uploads/sites/2/2016/10/Gilberto-Gil-Chororo.mp4"][/video]
Comentar
Compartilhe
Rosinha pede ajuda a Dornelles para administrar Pátio Norte
24/10/2016 | 11h38

rosinha-e-dornelles

Nos últimos anos não foram poucos os protestos contra a concessionária Pátio Norte. Inclusive, foi criado um Grupo de Trabalho na Câmara de Campos, em 2013, para investigar supostos abusos.

Em todos esses momentos a Prefeitura de Campos parecia não ouvir os apelos. Um dos maiores críticos sempre foi o vereador Nildo Cardoso (DEM), líder da bancada de oposição.

Mas agora, faltando dois meses e uma semana para o fim do governo, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) resolve publicar no Diário Oficial o Decreto 332/2016 que trata sobre a intervenção na concessionária Pátio Norte, como mostra o blog "Na Curva do Rio" (aqui). De acordo com o marido da prefeita "o objetivo da intervenção é restabelecer uma prestação de serviço adequada à população, já que a atual concessionária vem transformando esse serviço numa verdadeira operação caça níquel, rebocando carros e leiloando de forma indiscriminada".

Para completar, o líder rosáceo informa que a prefeita "enviou ofício ao governador em exercício, Francisco Dornelles, pedindo apoio da Polícia Militar para uma parceria na administração do pátio". Ou seja, o governo do estado, que vive uma situação caótica, ainda foi convidado para ser parceiro desta intervenção aos 45 do segundo tempo.

Mas afinal de contas, o que há por trás da intervenção?

Como diria Frank Underwood, personagem da série "House Of Cards": "Amigos criam os piores inimigos"

frankunderwoodfrases4

Comentar
Compartilhe
Ponto Final — Na mira da Justiça e PF, rosáceos falam em perseguições e conspirações
21/10/2016 | 12h09

ponto-final-1

É só o início?

Muitas pessoas que estão dispostas a revelar detalhes sobre os bastidores do “escandaloso esquema” do Cheque Cidadão. Com essa espécie de delação premiada, muitos pontos podem ser ligados, o que tem gerado um clima de tensão nos bastidores da política goitacá. É bom lembrar que as últimas investigações no Brasil estão contando com muitas fases e reviravoltas.

Pedido negado

Mesmo após depoimentos de testemunhas e a constatação de que tinha até morto sendo cadastrado no Cheque Cidadão, os rosáceos afirmam que tudo isso é uma grande perseguição. Inclusive, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) protocolou pedido para não ser investigada em Campos e argumentou “suspeição evidente dos atores envolvidos – Juiz, Promotor e Delegado”. O pedido foi negado por maioria, vencido o desembargador eleitoral Leonardo Grandmasson.

Como antes

Os rosáceos tentam se agarrar em possíveis filigranas jurídicas ou teorias conspiratórias de perseguição política. As ações são assinadas por seis promotores do Ministério Público do Estado do Rio. O juiz Ralph Manhães já teve a infundada suspeição, alegada por Rosinha e a Prefeitura em ação, perdida por unanimidade pelo governo na 11ª Câmara Cível. O delegado Paulo Cassiano já fez operações contrárias a adversários do ex-governador e foi elogiado à época.

Negado

O pedido de suspeição do juiz Ralph foi feito em 2015 não só por Rosinha, mas também pelos secretários Suledil Bernadino e Walter Jobe, sob a alegação que o magistrado “agia com parcialidade e animosidade, imbuído de pré-conceitos e convicções políticas e vinha proferindo decisões nos autos que atentariam contra as garantias constitucionais, nelas tecendo críticas de natureza subjetiva à atual gestão do Governo Municipal (...), gerando factóides para a imprensa que muitas vezes tem acesso ao conteúdo das decisões antes das partes. O magistrado não reconheceu a suspeição e a procuradoria de Justiça opinou pela rejeição da “Exceção de Suspeição”, por entender que as alegações eram infundadas.

Lá e cá

Como a Lava Jato está mostrando muito bem, alegar perseguição política e ignorar que crimes praticados por poderosos ficarão impunes não é uma boa tática. PT e PMDB que o digam. Já foram presos figurões da estatura do senador Delcídio Amaral, do empresário Marcelo Odebrecht, dos ex-ministros Antônio Palocci e José Dirceu, entre outros. Agora foi a vez de Eduardo Cunha, do PMDB. Do Planalto à Planície, a corrupção comprovada está sendo punida, doa a quem doer.

Jogo apertado

Com as prisões de Miguelito e Ozéias, o jogo na Câmara de Campos está equilibrado. São seis vereadores na oposição (Rafael, Fred, Marcão, Nildo, Dayvison e Zé Carlos), três no bloco “independente” (Gil, Genásio e Alexandre Tadeu) e um que foi atacado pelo líder rosáceo e pode ter uma postura diferente (Neném). A soma chega a 10 parlamentares. Já o governo, sem os vereadores presos, ficou com 13, sendo que o presidente Edson Batista só vota em caso de empate. Ou seja, nos próximos dias o governo não tem “rolo compressor” e corre o risco de perder em temas polêmicos.

Improbidade?

Logo após as prisões dos vereadores Miguelito (PSL) e Ozéias (PSDB), a Câmara de Campos se posicionou por meio da Mesa Diretora, presidida pelo vereador Edson Batista (PTB), que ofereceu a estrutura jurídica do Legislativo. Porém, para o advogado Cleber Tinoco, a decisão do presidente pode caracterizar ato de improbidade administrativa. Tinoco explica que, de acordo com a jurisprudência do STF, os vereadores não gozam de imunidade formal. E ainda ressaltou que as prisões não tiveram nenhuma relação com o cargo político ou com as funções parlamentares dos envolvidos, mas sim com a suposta prática de ilícitos penais.

Notas publicadas na coluna "Ponto Final" desta sexta-feira (21), com as contribuições de Rodrigo Gonçalves e Christiano Abreu Barbosa. 

Comentar
Compartilhe
Câmara sem sessão
05/10/2016 | 10h28

Se durante a eleição não havia sessão para evitar debates tensos, após o pleito tudo indica que a Casa vive uma espécie de "ressaca eleitoral".

Ontem (04) e hoje (05) não houve quórum para o início dos trabalhos.

Eleito prefeito no primeiro turno, o vereador Rafael Diniz (PPS) compareceu ontem e hoje, mas ainda não teve a oportunidade de discursar na tribuna após a vitória.

Comentar
Compartilhe
Diário FM: mais uma vez fora do ar
01/10/2016 | 09h56
diario

A rádio Diário FM, trincheira do secretário de Governo Anthony Garotinho (PR), foi tirada do ar novamente.

Gravações foram analisadas e houve nova determinação da Justiça.

Nos últimos dias o líder rosáceo usou o microfone da rádio para atacar juiz, delegado, promotores, candidatos e jornalistas.

garoto

Atualização às 14h - Sem o microfone da rádio, Garotinho partiu para o Facebook e alegou perseguição. “Isso é um absurdo, além da ilegalidade, isso é uma censura e ofende o princípio democrático da liberdade de expressão. É uma afronta até à  Justiça Eleitoral, já que o TRE, por unanimidade, todos os juízes e desembargadores determinaram imediatamente, que a rádio voltasse ao ar”. O blog "Na Curva do Rio" publicou nota sobre o desabafo do rosáceo (aqui).

Comentar
Compartilhe
Garotinho avisou: “tem político em Campos que só sabe comprar voto”
01/10/2016 | 05h34

voto

No final de maio secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) revelou iria liderar uma grande campanha contra a compra de votos. “Tem político em Campos que só sabe comprar voto. Não faz obra, não presta serviço, só compra votos”, disse Garotinho, que prometeu unir o seu grupo para “conscientizar as pessoas contra esta prática criminosa”.

“Trezentinhos” – Em 2012, logo após a eleição, a então vereadora Odisséia Carvalho (PT) disse que “a compra de votos foi deslavada”. “Dessa vez custou muito mais do que cinquentinha. Chegaram a comprar votos por R$ 300,00. Pessoas ligadas a mim foram compradas, placas com o meu nome eram retiradas. Um verdadeiro absurdo”, desabafou (aqui).

Comentar
Compartilhe
Bacellar comemora e dispara contra "capachão"
03/10/2016 | 10h32
bacellar

O ex-vereador Marcos Bacellar (PDT), que recebeu 2.685 votos, não aparece entre os eleitos por conta de uma barreira jurídica. Seu registro foi indeferido no TRE após uma ação movida pelo ex-subsecretário de Governo, Thiago Godoy (PR).

Porém, em um vídeo publicado no Facebook, Bacellar garante que a decisão será revertida e aproveita para alfinetar o rosáceo: "O Thiago Godoy, candidato a vereador derrotado, capachão, entrou na Justiça e conseguiu o indeferimento do meu registro de candidatura. Mas não tem problema, vamos reverter. Não respondo a processo em segunda instância, não faço parte de lista e não tenho decisão contra. Hoje é só agradecimento, vamos honrar mais este mandato concedido pela população", disse Bacellar.

Se conseguir reverter a decisão, Bacellar assume a vaga de Genásio (PSC).

Comentar
Compartilhe
Rosinha suplementa R$ 942 mil para pagar Cheque Cidadão
03/10/2016 | 10h46

cheque

O Diário Oficial desta segunda-feira (03) traz uma suplementação de R$ 942 mil para o Fundo Municipal de Assistência Social. De acordo com a publicação, o recurso será destinado ao programa Cheque Cidadão.

Como o blog "Opiniões" mostrou na última sexta-feira (aqui), de acordo com a Justiça a Prefeitura não pagou o Cheque Cidadão porque não quis.

As investigações do Ministério Público Eleitoral (MPE) revelaram que, na contabilidade dos 30 mil inscritos no Cheque Cidadão, haviam até junho 12 mil por reais demandas sociais. Os outros 18 mil seriam por conta do "escandaloso esquema" que ainda vai contar com muitos capítulos.

Para suplementar a verba, Rosinha anulou recursos que estavam previstos para Renda Mínima/Risco Social e Renda Mínima/Defeso Água Doce

Comentar
Compartilhe
Grupo dividido?
11/10/2016 | 01h06

duelo

O vereador Thiago Virgílio (PTC), que no início desta legislatura ganhou o apelido de pit bull rosáceo, tem se colocado como candidato à presidência da Câmara.

Porém, como o blog do Arnaldo Neto informou (aqui), existe uma corrente que não quer ninguém da chamada "turma do cheque" na disputa pela Mesa Diretora contra o vereador reeleito Marcão (Rede). Com isso, outros nomes começam a ser especulados, como é o caso do vereador Abdu Neme (PR).

Como tem gente que não vai querer ceder, o clima deve ficar tenso.

Comentar
Compartilhe
TRE: Rosinha Garotinho cassada
24/10/2016 | 06h37
cassada

Como a cassação atinge também o vice-prefeito Dr. Chicão (PR), em caso de afastamento quem assume é o presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB). Cabe recurso.

O secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) disse em sua emissora de rádio que a prefeita recorre no cargo.

Esta é quarta cassação da chapa Rosinha/Chicão em oito anos.

Uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), proposta pelo Ministério Público Eleitoral, apontou abuso de poder econômico, de poder político, uso indevido de meio de comunicação social, crime eleitoral por propaganda política, propaganda eleitoral (imprensa escrita – jornal, revista, tabloide e internet), durante a eleição de 2012. A ação pedia cassação do registro, do diploma e inelegibilidade.

“Segundo turno” na Justiça – A disputa pela Prefeitura de Campos em 2012, vencida pela prefeita Rosinha no primeiro turno, contou com uma espécie de “segundo turno” nos tribunais. Ao todo, cinco processos começaram a tramita na Justiça: três ajuizados pelo empresário José Geraldo e pelo PRP, um ajuizado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) e outro proposto pela coligação do PT, que chegou na segunda colocação daquele pleito.

O blog Opiniões, do jornalista Aluysio Abreu Barbosa também publicou nota sobre a cassação (aqui).

Comentar
Compartilhe
Miguelito e Ozéias: prisões temporárias convertidas em preventivas
26/10/2016 | 10h46
[caption id="attachment_44925" align="aligncenter" width="350"]presos Montagem/NF Notícias[/caption]

Nesta quarta-feira (26), durante a nova fase da operação Chequinho (aqui), os vereadores Miguelito (PSL) e Ozéias (PSDB), que estavam presos temporariamente, com o prazo sendo estendido por mais cinco dias, tiveram prisões preventivas decretadas. Ou seja, eles ficam presos durante o tempo que durar o processo.

De acordo com a Polícia Federal, eles foram denunciados e responderão a um processo criminal.

A coordenadora do programa Cheque Cidadão, Gisele Koch e a ex-secretária de Família e Assistência, Ana Alice Alvarenga, também tiveram prisões preventivas decretadas. Gisele foi detida hoje e Ana Alice está foragida.

Por conta de problemas de Saúde, o vereador Miguelito vai cumprir no sistema de prisão domiciliar.

Comentar
Compartilhe
Faltando três dias para as eleições, pacotão de R$ 10 milhões
03/10/2016 | 09h43

prefeitura

Na última quinta-feira (29), faltando três dias para as eleições, o governo Rosinha Garotinho (PR) manteve o ritmo forte de pagamentos. De acordo com o relatório do Portal da Transparência, empreiteiras receberam cerca de R$ 10 milhões. Só a Construsan recebeu cerca de R$ 7 milhões por obras de pavimentação e drenagem. Os outros pagamentos foram para a Macro Construtora, Projecons e Construtora Avenida.

Locação - A Prefeitura também pagou, na quinta-feira (29), mais de R$ 1,5 milhão pelo aluguel de ambulâncias.

Comentar
Compartilhe
Estado do Rio pode ter redução de salários dos servidores de até 25%
21/10/2016 | 11h13

rj

Entre a alta cúpula do governo do estado, não há outra saída para a crise financeira vivida pelo Rio de Janeiro a não ser o corte, por tempo indeterminado, nos salários dos servidores públicos. O percentual está sendo debatido, podendo chegar a 25% dos vencimentos dos ativos. Esta seria uma das medidas do grande pacote que está sendo preparado e que deverá ser anunciado até a próxima sexta-feira. A tendência é que a maior parte das mudanças seja feita via decreto do governador.

Ficará sob responsabilidade da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) a missão de aprovar, já no dia 25, próxima terça-feira, o estado de calamidade pública financeira no Rio. A partir daí, a Alerj vai discutir, também, o aumento das contribuições previdenciárias de todos os servidores — ativos, inativos e pensionistas. Hoje, a contribuição é de 11% sobre os rendimentos. A previsão cautelosa é que o governo aumente a alíquota para 14%. Há quem diga, porém, que esse percentual poderá ser ainda maior.

Outras medidas como o corte dos salários de cargos comissionados e a diminuição dos valores pagos a título de gratificações estão em pauta. O corte, neste último caso, poderá chegar a 50%. No início de 2015, o governo mexeu nas gratificações, mas a economia ficou distante do esperado.

Matéria completa: aqui 

Comentar
Compartilhe
Cobertor curto: Rosinha anula verbas dos remédios e leite especial
14/10/2016 | 10h49

rosinha-assina

Após gastar milhões com "pacotes de obras", a prefeita Rosinha Garotinho (PR) passou a conviver com um "cobertor curto". Agora, para conseguir manter contratos importantes, é preciso anular verbas que estavam previstas para outras ações relevantes.

No Diário Oficial desta sexta-feira (14) consta uma suplementação de R$ 9 milhões para a Fundo Municipal de Saúde. Os recursos serão utilizados para exames, consultas, internações e contratualização com hospitais.

Anulou - Porém, para arcar com essas despesas, a prefeita teve que anular verbas que estavam previstas para programas importantes como Farmácia Básica (distribuição de remédios - R$ 5 milhões) e o Leite Especial (R$ 1,4 milhões).

Comentar
Compartilhe
Teatro continua fechado
10/10/2016 | 12h03

teatro

Em maio deste ano artistas ocuparam o Teatro de Bolso e cobraram a reabertura do espaço, que se encontra fechado há três anos. Membros do governo garantiram que o teatro  seria reaberto e o grupo desocupou em junho. Agora, quatro meses depois, continua fechado. Ou seja, o mesmo governo que suplementou, só este ano, mais de R$ 4 milhões para a Fundação Cultural Oswaldo Lima (FCJOL) e gastou com festas, calçadas e Carnaval, ainda não conseguiu reabrir um teatro que estava com problemas no sistema de ar condicionado.

Comentar
Compartilhe
Cerco fechado: PF apreende R$ 138 mil e material de campanha de Thiago Godoy
01/10/2016 | 05h18
[caption id="attachment_44365" align="aligncenter" width="564"]grana Foto: Marcus Pinheiro[/caption]

A Polícia Federal (PF) apreendeu na manhã de hoje R$ 138 mil em um condomínio próximo ao Shopping Estrada. A operação foi em parceria com a fiscalização do TRE.  Além do dinheiro, também foi apreendido material de campanha do candidato a vereador Thiago Godoy (PR), que faz parte do grupo rosáceo e caminha com o Dr. Chicão (PR).

Godoy foi subsecretário de Governo e secretário de Gestão de Pessoas e Contratos. Atualmente é um dos homens de confiança do secretário de Governo, Anthony Garotinho (PR).

O delegado Paulo Cassiano Junior informou que um inquérito será aberto. Ele afirmou que não possível afirmar que o candidato tenha envolvimento com o crime. “Temos a suspeita de que o dinheiro seria usado para posterior compra de votos, mas isso ainda será investigado”.

A notícia foi publicada em primeira mão pelo blog "Na Curva do Rio" (aqui).

Comentar
Compartilhe
Edson Batista não assume a Prefeitura: "Rosinha é a prefeita"
27/10/2016 | 07h13
camara

Durante coletiva na Câmara de Campos, o presidente da Casa, vereador Edson Batista (PTB), ignorou ofício encaminhado pela Justiça Eleitoral, que o notificou nesta quinta-feira (27), e afirmou que continua no Legislativo.

Orientado pelo procurador da Câmara, Luis Felippe Klem, Edson Batista declarou que só assume "após o trânsito em julgado".

Diante de um questionamento sobre a cidade estar sem um gestor, ele comentou: "A prefeita é Rosinha".

Ele estava ao lado do primeiro secretário Abdu Neme (PR), d vice-presidente Auxiliadora Freitas (PHS) e dos advogados Maxsuel Barros Monteiro e do procurador  da Casa Luis Felippe Klem.

O presidente da Câmara seguiu a linha apontada pela procuradoria da Casa. De acordo com um parecer assinado pelo procurador, nomeado por Dr. Edson, a decisão do TRE não tem efeito imediato. parecer1 parecer2

 Atualização às 19h38 - Em Brasília, a tropa jurídica estaria bem próxima de conseguir uma liminar para suspender os efeitos da decisão do TRE. Daqui a pouco, mais informações.

Atualização às 20h - Como o blog havia informado, a tropa jurídica estava em ação. Pelo WhatsApp, o líder rosáceo informa que "O ministro HERMAN BEIJAMIM concedeu a pouco liminar suspendendo a decisão do TRE que afastava a prefeita do cargo. O mandado de segurança com pedido de liminar salientava que o TRIBUNAL do Rio de Janeiro não concedeu a Prefeita de Campos a oportunidade sequer de apresentar embargos de declaração,contrariando ampla jurisprudência do tribunal".

Confira na edição de amanhã (28) da Folha a matéria completa. 

Comentar
Compartilhe
Neném defende "Câmara Limpa" e rebate líder rosáceo
11/10/2016 | 09h57

nenem-400x307

O vereador Neném (PTB), que ontem (10) foi atacado pelo secretário de Governo, usou a tribuna durante a sessão desta terça-feira (11) para rebater. "Ontem, enquanto muitos me ligavam para dar os parabéns, por conta do meu aniversário, o secretário estava disparando a sua metralhadora contra mim. Trabalhei quatro anos  ao lado do grupo governista nesta Casa. E agora ele atira porque assinei um manifesto cobrando uma Câmara limpa. Isso porque dos cinco vereadores eleitos na minha coligação, quatro são investigados no escandaloso esquema. Só Abdu Neme não está envolvido. E vou citar os nomes: Jorge Rangel, Thiago Ferrugem, Kellinho e Magal. Isso quem está falando não é Neném, é o MPE. O que está em discussão é compra de votos. Dos sete promotores, seis assinaram e foi a Polícia Federal que apreendeu documentos e chegou a prender a secretária e a coordenadora do programa. Foi a Polícia Federal, não foi Neném. O secretário de Governo disse que não tem medo de mim. Ele não tem que ter medo de mim, tem que ter medo é da Polícia Federal", disparou, ressaltando que "a eleição para vereador ainda não acabou".

O vereador também sugeriu uma Comissão na Câmara para apurar "essa derrama de Cheque Cidadão".

Ele também citou a vereadora Auxiliadora Freitas (PHS). Segundo Neném, a vereadora também teria sido prejudicada.

Comentar
Compartilhe
Os 25 vereadores eleitos
02/10/2016 | 10h11
Marcão (Rede) - 5.534 Pastor Vanderly Mello (PRB) - 5.252 Jorge Rangel (PTB) - 4.829 Thiago Ferrugem (PR) - 3.916 Dr. Abdu Neme (PR) - 3.902 Igor Pereira (PSB) - 3.901 Enock Amaral (PHS) - 3.377 Magal (PSD) - 3.353 Thiago Virgílio (PTC) - 3.348 Abu (PPS) - 3.338 Kellinho (PR) - 3.188 Ozeias (PSDB) - 3.119 José Carlos (PSDC) - 2.927 Alvaro Cesar (PRTB) - 2.711 Roberto Pinto (PTC) - 2.544 Cecília Ribeiro Gomes (PRTB) - 2.425 Marcelo Perfil (PHS) - 2.335 Vinicius Madureira (PRP) - 2.325 Claudio Andrade (PSDC) - 2.211 Silvinho Martins (PRP) - 2.166 Linda Mara (PTC) - 2.139 Miguelito (PSL) - 2.057 Fred Machado (PPS) - 1.948 Jorginho Virgilio (PRP) - 1.860 Genásio (PSC) - 1.508

Na Justiça - Marcos Bacellar (PDT) fez 2.685 votos e Alciones do Rio Preto (PSDC) obteve 2.581 votos. Como seus registros foram indeferidos, eles não aparecem entre os eleitos, mas em caso de decisão judicial favorável, assumem as cadeiras. Com isso, os eleitos Genásio e Claudio Andrade ficariam como suplentes.

 
Comentar
Compartilhe
Chegou reforço
26/10/2016 | 05h49
bustos

Um leitor do blog que esteve hoje (26) na Câmara de Campos viu a chegada de três novos bustos, que custaram cerca de R$ 110 mil.

Eles serão colocados no corredor cultural da Casa.

Sem perder tempo, teve gente sugerindo colocar os bustos no plenário. "Do jeito que a PF está desfalcando essa Casa, vamos precisar de reforço".

Comentar
Compartilhe
PR já dá como certa a expulsão de Clarissa
27/10/2016 | 12h37

clarissa

A direção do Partido da República dá como certa a expulsão da deputada Clarissa Garotinho (PR-RJ), e a punição de outros dois parlamentares que votaram contra a proposta de emenda à Constituição (PEC 241) que, pelos próximos 20 anos, limita pela inflação do ano anterior as despesas primárias da União, estados e municípios. A matéria já foi aprovada em dois turnos pela Câmara e foi posta em tramitação no Senado ontem (26). O PR já abriu o processo disciplinar contra Clarissa, Silas Freire (PI) e Zenaide Maia (RN), os três deputados que desobedeceram a decisão da comissão executiva nacional da legenda, que fechou questão a favor da proposição.

As duas atitudes deixaram a direção nacional do PR indignada e decidida a expulsar a deputada, que já havia sido punida logo após a votação em primeiro turno. A reação da executiva nacional foi demitir os assessores que ela indicou para cargos da liderança na Câmara. Clarissa é filha do ex-governador Anthony Garotinho, que também é do PR, e da ex-governadora e prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, que teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na última segunda-feira (24), por abuso de poder político e uso indevido de veículo de comunicação durante a campanha de 2012.

Rosinha e Garotinho também devem deixar o PR - Rosinha e Garotinho também devem deixar a legenda com a punição da filha. A deputada poderá ficar sem filiação partidária até seis meses antes das próximas eleições. Se pretende concorrer ao próximo pleito terá que encontrar abrigo em outra sigla.

Fonte: Congresso em Foco 

Comentar
Compartilhe
Edson Batista: "Câmara vai prestar assessoria jurídica aos vereadores"
19/10/2016 | 05h26
 

camara

A Câmara de Campos não contou com quórum para na tarde desta quarta-feira (19) para a abertura dos trabalhos.

Como muita gente esperava uma posição da Casa sobre os dois vereadores (Miguelito e Ozéias) que foram presos durante a operação Chequinho, da Polícia Federal (PF), o presidente da Casa, vereador Edson Batista (PTB), concedeu entrevista durante transmissão da TV Câmara e informou que o Legislativo "vai emitir uma nota de solidariedade". "Vamos prestar toda a assistência jurídica aos vereadores. Nosso departamento jurídico está preparando a nota", revelou Batista, que estava ao lado do vereador Abdu Neme (PR), primeiro secretário da Câmara.

Confira a nota divulgada pela Câmara:

nota-1

nota-2

Comentar
Compartilhe
Após ser afastado, Thiago Virgílio aposta em retorno nos próximos dias
28/10/2016 | 12h47
Afastado do cargo de vereador e proibido de entrar na Câmara e Prefeitura, Thiago Virgílio (PTC) comentou sobre a decisão judicial em seu perfil no Facebook. thiago
Comentar
Compartilhe
Elevador do HFM: rosáceos falam em "sabotagem"
14/10/2016 | 12h19
Aliados do governo rosáceo estão compartilhando no WhatsApp a seguinte mensagem:

"Alguém sem coração e amor ao próximo provocou uma sabotagem no elevador do Ferreira Machado. A perícia comprovou que a peça foi destruída propositadamente. Quem age assim não tem Deus no coração.  A firma, por sua vez, afirma que a prefeitura deixou de pagar 2,6 mil reais. Um governo que tem mais de 60 milhões em caixa não teria necessidade de deixar de pagar um valor tão pequeno. A QUEM INTERESSA FALAR CONTRA O FERREIRA MACHADO? O governo municipal não é.  O secretário se saúde convocou a empresa para dar explicações ao Ministério Público".

Segundo os rosáceos, esta é a prova da "sabotagem":

elevador

Esta não é a primeira vez que o grupo coloca algo na conta da "sabotagem" e "terroristas". Na época em que semáforos estavam caindo, membros do governo levantaram esta possibilidade (aqui).

Comentar
Compartilhe
A força da tropa jurídica
31/10/2016 | 12h14
advogados Se nas urnas o grupo rosáceo sofreu derrotas em 2014 e 2016, no campo jurídico o jogo segue tranquilo. Como o blog postou em junho (aqui), eles contam com uma tropa jurídica muito poderosa. Nos últimos anos, o time sempre entrou em campo e conseguiu reverter decisões desfavoráveis nas instâncias superiores.

Este ano, como alguns nomes do grupo foram presos, entrou em campo o criminalista Fernando Augusto Fernandes. O advogado já defendeu investigados na Lava Jato e  o executivo inglês Raymond Whelan, acusado de integrar máfia de venda ilegal de ingressos para a Copa do Mundo de 2014. Inclusive, o criminalista foi indiciado porque teria facilitado a fuga do executivo (aqui).

Nos últimos dias a tropa jurídica trabalhou muito. Denunciou delegado, buscou liminar para segurar a prefeita Rosinha no cargo e conseguiu habeas corpus para vereadores presos.

E tudo indica que o ritmo de trabalho será intenso nos próximos meses.

Comentar
Compartilhe
Para defender Crivella, Clarissa ataca Freixo
16/10/2016 | 01h11

A deputada federal Clarissa Garotinho (PR), que caminha no Rio com os senador Marcelo Crivella (PRB), resolveu partir para o ataque.

Em sua página no Facebook, a filha do casal Garotinho diz que Freixo é "soldadinho de Picciani" e afirma que está cansada "de falso moralismo". Ela também afirma que Freixo conquistou a Comissão de Direitos Humanos "fazendo acordos com o PMDB que ele tanto diz repudiar".

clarissa-freixo

Freixo: "Não faço qualquer coisa para ganhar uma eleição" - Na última semana, após a ex-vereadora Carminha Jerominho, filha do miliciano Jerominho Guimarães, gravar vídeo de apoio ao candidato Marcelo Crivella, Freixo comentou: "Se ela quisesse me apoiar, eu negaria o apoio. Outros, por exemplo, tentaram conversar e eu não aceitei. Não acho que qualquer apoio é válido. Eu não faço qualquer coisa para ganhar uma eleição. Porque quem faz qualquer coisa pra ganhar, faz qualquer coisa no poder. Acho que isso nos diferencia bastante".

Comentar
Compartilhe
Covardia: fogo na fila para marcar consultas
20/10/2016 | 01h07
[video width="224" height="400" mp4="http://www.folha1.com.br/_midias/wp/blogs3/bastos/wp-content/uploads/sites/2/2016/10/fogo-na-fila.mp4"][/video]

Como a Folha Online informa (aqui), dois homens em uma moto atearam fogo no local onde se forma a fila de pacientes que esperam para marcar consultas e exames na Santa Casa de Misericórdia de Campos na madrugada desta quinta-feira (19). Até o momento não informações sobre a motivação do ato ou de feridos no incidente.

Ou seja, além de enfrentar a fila no chão, as pessoas ainda são alvos deste outro tipo de covardia.

O vídeo foi publicado no Facebook pela internauta Deborah Ribeiro.

Comentar
Compartilhe
HFM: elevador funcionando
15/10/2016 | 09h10

Após toda a polêmica que envolveu a Prefeitura, Justiça, parentes de pacientes e cidadãos apreensivos, o elevador do Hospital Ferreira Machado está funcionando.

A empresa fez a manutenção e ele voltou a funcionar desde às 22h de ontem (14).

A informação é do secretário de Saúde e presidente da Fundação Municipal de Saúde, Dr. Geraldo Venâncio.

Pressão - Após ordem judicial contra a Prefeitura para resolver o problema em até 48 horas, a empresa responsável pela manutenção entregou, ontem (14), uma peça para substituição, segundo a administração do HFM. Nos últimos dias, a reportagem da Folha da Manhã mostrou inúmeras denúncias de pacientes que precisavam se deslocar no hospital, realizar exames e até mesmo receber alta, mas não puderam por conta da falta de funcionamento do elevador. Além disso, vídeos com pacientes sendo transportados pelas escadas foram divulgados na internet.

A determinação judicial partiu do juiz da 5ª Vara Cível de Campos, Cláudio Cardoso França, em uma ação movida por uma paciente idosa que já recebeu alta, mas, com o pé quebrado, não podia ir para casa porque o equipamento estava parado.

O secretário de Saúde também entrou com pedido no Ministério Público Estadual (MPE) para tentar solucionar o problema junto à empresa. "Uma dívida que nunca foi informada surgiu e gerou todo esse impasse. Desde o momento em que o elevador parou, buscamos todas as formas para solucionar", diz o secretário.

Comentar
Compartilhe
Rosinha avisou
07/10/2016 | 04h56
rosa

No dia 24 de setembro, faltando uma semana para a eleição, o blog publicou nota sobre um discurso da prefeita Rosinha Garotinho (PR). Na ocasião, ao lado do Dr. Chicão (PR), ela comentou sobre os aliados que não estavam "casando" os votos com o candidato governista. "Esses já estão traindo. O voto tem que ser casado”, disse Rosinha (aqui).

Naquele mesmo dia, o blog deixou claro que muita gente iria se vingar nas urnas. “Não esqueci o que passei. Estou engolindo muitos sapos, mas na hora certa eles vão ter uma grande surpresa”, disse um candidato a vereador que foi pressionado nos bastidores.

Rosinha sabia e muita gente no grupo já havia notado isso.

Só uma figura ainda não conseguiu se desapegar do poder e engolir a derrota.

Comentar
Compartilhe
Até o fim
25/10/2016 | 04h29
valeu Tem muita gente que pula do barco quando a maré vira. Porém, existem aqueles que permanecem nos momentos difíceis. Em Campos, alguns rosáceos estão colando em seus carros um adesivo com o seguinte agradecimento: "Valeu, Rosinha".
Comentar
Compartilhe
Pudim: "República da Lapa deixou bomba para o novo prefeito"
19/10/2016 | 06h31

deputado-repudia-acusacoes-na-alerj-original

O deputado estadual Geraldo Pudim (PMDB) ocupou a tribuna da Alerj na tarde desta quarta-feira (19) para comentar sobre a situação do município de Campos. Segundo o parlamentar, o prefeito  eleito Rafael Diniz (PPS) terá pela frente uma "bomba-relógio". "A República da Lapa preparou alguns gatilhos para ativação dessa bomba-relógio. O primeiro gatilho está na superpopulação de terceirizados que compõe a atual quadro de funcionários da máquina pública. Estamos falando de um universo de mais de 5 mil de terceirizados e RPAs, que só estão sendo mantidos empregados com os recursos advindos dos empréstimos contraídos pela futura ex-prefeita Rosinha Garotinho.  Isso quer dizer que, com a tomada do empréstimo, Garotinho e Rosinha conseguiram maquiar a real situação financeira do município. Isso tudo se acaba no dia 31 de dezembro", alertou.

De acordo com Pudim, pelos cálculos feitos por especialistas, o próximo prefeito não terá orçamento para manter uma folha de pagamento de 1 bilhão de reais, insuflada pela terceirização desmedida dos serviços. "Esse é um primeiro aspecto dessa bomba-relógio administrativa. Se tomarmos a previsão expressa na peça orçamentária, R$ 1,6 bilhão em valores nominais, veremos o segundo gatilho já armado de antemão por Garotinho. O que quero dizer com isso: em um realidade em que a prefeitura consiga executar 1,6 bi previsto no orçamento, considerando a manutenção de todos os terceirizados, RPAs, repasse constitucional da Câmara e pagamento de juros e amortização da dívida, sobra pouco mais de R$ 300 milhões para o prefeito tocar a prefeitura no exercício de 2017. Ora, com isso não se cumpre nem os índices constitucionais para Saúde e Educação, por exemplo", discursou.

União - Segundo o primeiro secretário da Alerj, é necessário montar em Campos um"esquadrão antibombas político, reunindo as diversas forças da oposição". "O objetivo é blindar o novo governo e o município de perseguições políticas infundadas que irão ocorrer daqui pra frente". "Campos precisa de um governo conciliatório, mas será impossível se o próximo gestor não estiver protegido contra as armadilhas da República da Lapa. Conclamo a todos os que se intitulam oposição ao modelo derrotado nas urnas que nos unamos para que Campos posso retornar ao caminho do desenvolvimento social e econômico sem turbulências durante o voo para um futuro melhor", disse Pudim, garantindo que a Alerj estará ao lado do prefeito eleito.

O blog do jornalista Arnaldo Neto publicou nota sobre o discurso de Pudim (aqui).

Comentar
Compartilhe
Dr. Edson Batista e a "saída estratégica"
26/10/2016 | 11h18
[video width="400" height="224" mp4="http://www.folha1.com.br/_midias/wp/blogs3/bastos/wp-content/uploads/sites/2/2016/10/sessão.mp4"][/video]

O presidente da Câmara de Campos, Dr. Edson Batista (PTB), raramente se ausenta do Legislativo nos dias das sessões. Porém, nesta quarta-feira (26), quando poderia ser notificado sobre a cassação da prefeita Rosinha Garotinho (PR), o que o tornaria prefeito interino de Campos, ele não apareceu.

Como pode ser visto no vídeo acima, quem tentou abrir a sessão foi o vereador Thiago Vigílio (PTC), vice-presidente da Câmara. Mas como só nove vereadores estavam presentes, não houve quórum.

Essa "saída estratégica" é uma forma de ganhar tempo. Assim, o grupo rosáceo continua o trabalho em busca de uma liminar que evite a posse do presidente da Câmara. Ocorreu uma situação semelhante em 2011, quando o líder rosáceo insistiu muito para que o irmão Nelson Nahim não tomasse posse. A ideia era ficar protelando até Rosinha conseguir uma liminar.

Porém, se a tropa jurídica não conseguir uma liminar até o início da tarde de amanhã (27), Dr. Edson terá que assumir interinamente a Prefeitura.

Comentar
Compartilhe
Delegado da PF não entra na "guerra"
23/10/2016 | 05h42

delegado

Após o líder rosáceo disparar forte contra o seu trabalho, insinuando a existência de um complô, o delegado Paulo Cassiano, da Polícia Federal (PF), manteve a frieza e não entrou na "guerra".

Indagado sobre as declarações do rosáceo, ele afirmou:  "O TRE já declarou não haver nenhuma suspeição que recaia sob os agentes públicos envolvidos na operação".

"Vai conseguir um motivo para me prender" - Hoje (23), em seu blog, o líder rosáceo voltou a atacar o delegado. "Uma dessas notícias dá conta que esta semana ele vai conseguir um motivo pra me prender. Já recebi várias ligações nesse sentido (...) Vai ser até interessante... Ser acusado e, como afirma o delegado, preso por matar a fome de pessoas humildes, por dar comida a quem precisa".

Comentar
Compartilhe
TSE: Rosinha consegue mais uma liminar
31/10/2016 | 05h10
rosinha

Para entender o cenário político de Campos é preciso ter algumas aulas de Direito. Nos últimos dias a movimentação nos tribunais foi intensa. Cassação da prefeita, liminar no TSE, confirmação no TRE e mais uma liminar no TSE.

O líder rosáceo informou hoje (31) em seu blog que o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamin "concedeu há pouco nova liminar mantendo a prefeita Rosinha Garotinho no cargo até o julgamento de todos os embargos no TRE, no caso das matérias publicadas no site da prefeitura".

Mas o jogo não terminou. De acordo com o líder rosáceo, o advogado Jonas Lopes de Carvalho Neto vai ingressar também com um Recurso Especial com efeito suspensivo para que Rosinha permaneça como prefeita até o julgamento final no TSE.

Comentar
Compartilhe
Para pagar "Cheque Cidadão", Rosinha anula verbas da Educação, Limpeza e Saúde
05/10/2016 | 11h40

suplementacao

O Diário Oficial desta quarta-feira (05) trouxe uma suplementação de R$ 3,8 milhões para pagar o "Cheque Cidadão".

Verbas anuladas - Como o cobertor é curto, a prefeita teve que anular recursos de diversas pastas e Fundos como: Educação, Cultura e Esporte, Fazenda, Limpeza Pública, Infraestrutura, Fundo Municipal de Assistência Social, Fundo Municipal de Saúde, Desenvolvimento Ambiental, Comunicação e FCJOL.

Comentar
Compartilhe
Orçamento de 2017 em debate na Câmara
25/10/2016 | 11h07

audiencia

A Câmara de Campos realiza neste momento uma audiência pública para debater o Projeto de Lei que estima a receita e fixa a despesa do município de Campos para o exercício financeiro de 2017.  A previsão orçamentária para o primeiro ano de gestão é de R$ 1,5 bilhão, a menor dos últimos sete anos.

Se nos debates anteriores poucos representantes da sociedade civil organizada participaram, a audiência deste ano demonstra que a cidade vive um novo momento. Ao todo, 15 entidades se inscreveram e poderão usar a tribuna. Participam representantes dos metalúrgicos, conselho de promoção dos direitos da criança e do adolescente, moradores do Farol de São Thomé, sindicato Rural, Instituto Brasileiro de Sociologia e Estatística, pais de pessoas especiais, associação de moradores do Parque Nova Brasília, Câmara dos Dirigentes Lojistas, Lions Club de Campos, Apae, Associação dos Engenheiros e Arquitetos, JCI, Sepe, Instituto de Agroecologia e Meio Ambiente, Associação de Assistência as Mulheres, Crianças e Idosos.

O presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB) vai dividir a audiência em dois turnos: manhã e tarde. "Na parte da tarde também vamos abrir espaço para as entidades que não conseguiram se inscrever".

Quem acompanha as demandas de perto é o vereador Rafael Diniz (PPS), que se elegeu prefeito no primeiro turno e será o gestor nos próximos quatro anos. "Durante nossa caminhada sempre destacamos a importância desse diálogo permanente com todos os representantes da sociedade civil organizada. Uma gestão moderna e transparente não pode abrir mão dessa interação", diz.

A audiência pública pode ser acompanhada no site da Câmara: aqui 

Atualização às 16h - Na parte da manhã, participaram da audiência Abdu Neme (PR), Jorge Magal (PSD), Kellynho (PR), Gil VianNA (PSB), Álvaro César (PRTB), Neném (PTB), Paulo Hirano (PR), José Carlos (PSDC), Fred Machado (PPS), Rafael Diniz (PPS), Marcão (Rede), Genásio (PSC), Thiago Virgílio (PTC), Auxiliadora Freitas (PHS) e Edson Batista (PTB). Já na parte da tarde, participaram apenas: Edson, Kellynho, Dona Penha, Abdu, Neném, Marcão, Rafael, Fred, Gil e Genasio.

O presidente da Associação Fluminense de Assistência à Mulher, à Criança e ao Idoso, Frederico Rangel Paes, afirmou durante a audiência que, se os repasses atrasados não forem realizados, os quatro hospitais conveniados-  Plantadores de Cana, Santa Casa, Beneficência e Álvaro Alvim -  não estarão abertos em janeiro de 2017.

Ele citou uma dívida com os hospitais que foi parcela em sete vezes.

Comentar
Compartilhe
Mais um semáforo "maduro"
21/10/2016 | 09h55
semaforo

O primeiro semáforo a cair, por conta da péssima condição, foi na Avenida 28 de Março, em janeiro de 2015 (aqui). Na época, antes de outras quedas, uma grande revisão foi prometida pelo governo. Porém, ao que tudo indica, os semáforos "maduros" vão ficar de presente para a próxima gestão.

Comentar
Compartilhe
Polícia Federal já sabe o paradeiro de Linda Mara?
27/10/2016 | 10h15

linda

A vereadora eleita eleita Linda Mara (PTC), que teve mandado de prisão temporária expedido ontem (26), continua foragida. A arriscada estratégia tem o objetivo de ganhar tempo para que a poderosa tropa jurídica consiga um habeas corpus ou algo que mude os rumos da operação Chequinho, deflagrada pela Polícia Federal.

O blog do jornalista Esdras Pereira revelou ontem que Linda Mara foi vista no Rio (aqui). "Por uma daquelas incríveis coincidências, é a mesma rua onde a deputada Clarissa Garotinho mantém escritório, no nº 10. Só por curiosidade, residência de parlamentar federal, no caso de Clarissa no Alto Leblon, é inviolável", postou Esdras.

A Polícia Federal já começou a reunir informações sobre o paredeiro de Linda Mara. Porém, espera que ela se apresente nas próximas horas.

De acordo com a PF, a estratégia da vereadora eleita pode complicar ainda mais sua situação.

Além de Linda Mara, também continua foragida a ex-secretária Ana Alice Alvarenga.

Comentar
Compartilhe
Em dois dias, empreiteiras receberam R$ 16 milhões
04/10/2016 | 01h00

Como o blog mostrou ontem (03) (aqui), a Prefeitura de Campos pagou R$ 10 milhões por obras no último dia 29. E não parou por aí. No dia 30 houve mais um pacotão, dessa vez de R$ 6 milhões. Receberam as empresas: Cofranza, MM Construtora e Construnor.

Uma semana antes a Prefeitura pagou mais de R$ 14 milhões por obras e manutenções diversas. Entre as as empresas estava a Emec, que recebeu R$ 2,2 milhões por manutenção de Parques e Jardins. Desde 2011 a empresa que cuida dos jardins é a Emec Obras e Serviços, do Espírito Santo. O contrato anual girava em torno de R$ 15 milhões. Entre 2011 e 2016 o governo gastou cerca de R$ 85 milhões para manter os jardins.

Comentar
Compartilhe
Clarissa: "Desejo sabedoria ao futuro prefeito"
06/10/2016 | 11h15

clarissa

A deputada federal Clarissa Garotinho (PR), que nesta eleição pouco esteve presente em Campos, comentou sobre a vitória do vereador Rafael Diniz (PPS), no primeiro turno. "A decisão do povo sempre deve ser respeitada. Desejo sabedoria ao futuro prefeito. Governar é bem mais difícil que discursar", disse Clarissa.

Ela também destacou as vitórias de Thiago Ferrugem (PR) e Linda Mara (PTC), que em janeiro assumem cadeiras na Câmara de Campos. "Tenho certeza que será um excelente vereador para a cidade. Ele é comprometido e dedicado. Fiquei muito feliz também com a vitória de Linda Mara e Cecilia, mulheres que têm feito a diferença. Desejo sucesso a toda a nova Câmara eleita, a grande maioria é do nosso grupo político", destacou.

Cosquinha - Em março de 2012 a deputada estadual Clarissa Garotinho (PR) causou polêmica ao afirmar que a oposição em Campos “não faz nem cosquinha”. Na ocasião, a opinião de Clarissa foi publicada no blog “Opiniões”, do jornalista Aluysio Abreu Barbosa (aqui).

Coisas da política - No Rio, Clarissa faz parte da ala que desafiou os gigantes. O PMDB, que também ironizava os adversários, vai ter que assistir um segundo turno entre Marcelo Crivella (PRB), com apoio de Clarissa, e Marcelo Freixo (PSOL).

Comentar
Compartilhe
Marcão sobre presidência da Câmara: "me sinto preparado"
06/10/2016 | 12h46

marcao-foto-de-edu-prudencio-folha-da-manha1

Indagado sobre a possibilidade de disputar a presidência da Câmara de Campos, o vereador Marcão (Rede), que foi o mais votado, com 5.552 votos, disse que se sente pronto para o desafio. "Me sinto preparado para isso e agora temos que aguardar esse momento de transição e ir conversando com os vereadores para saber se há uma aceitação. Tenho muita vontade de ajudar o nosso futuro prefeito, seja com projetos, seja através da presidência da Câmara, ou como líder do governo. Vamos trabalhar muito para ajudar o nosso futuro prefeito Rafael Diniz a fazer um governo de excelência", afirmou o parlamentar em entrevista ao NF Notícias (aqui).

Pelo lado dos rosáceos, quem tem se movimentado é o vereador Thiago Virgílio (PTC), que atualmente é vice-presidente da Câmara.

Comentar
Compartilhe
Cerco fechado: Kellinho preso, Linda Mara e Ana Alice foragidas
26/10/2016 | 06h44
[caption id="attachment_44932" align="aligncenter" width="520"]kellinho-preso Chegada do vereador Kellinho ao presídio Carlos Tinoco da Fonseca - (captura de imagem/vídeo de Jhonattan Reis)[/caption] [caption id="attachment_44913" align="aligncenter" width="436"]Foto - Facebook/Marcelo Virgílio Viaturas da PF e da PM na porta da vereadora eleita Linda Mara, que não teria sido encontrada - Foto - Facebook/Marcelo Virgílio[/caption]

Foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (26) mais uma fase da operação Chequinho, da Polícia Federal (PF), que mira os investigados no "escandaloso esquema" do Cheque Cidadão.

Ao todo foram expedidos oito mandados de prisão. Entre os presos está o vereador Kellinho (PR). Já a vereadora eleita Linda Mara (PTC) é considerada foragida. Viaturas da PF e da PM foram fotografadas na porta da vereadora na manhã desta quarta-feira.

A coordenadora do programa Cheque Cidadão, Gisele, que já havia sido presa, foi detida novamente. Havia também um novo mandado de prisão para Ana Alice Alvarenga, ex-secretária de Família e Assistência, mas ela também não foi encontrada e é considerada foragida, assim como Beth Megafone, repórter do programa "Fala, Garotinho" e aliada de Linda Mara.

Duas pessoas que seriam conduzidas coercitivamente (marido e filho de Ana Alice) não foram localizadas e estão sendo procuradas.

Delegada - "Ainda vamos ter muitas etapas" - A delegada da Polícia Federal Carla Dolinski informou que a operação Chequinho ainda vai contar com muitas etapas. "São mais de 30 candidatos investigados, além de cabos eleitorais, intermediários. Ainda vamos contar ter muitas etapas desta operação, já que a investigação é bem ampla", informou.

Indagada sobre quem estaria chefiando o "escandaloso esquema", a delegada afirmou que todos os passos serão dados sem precipitação. "Vamos seguir com o trabalho, mas essa questão do mandante ainda está em apuração".

Daqui a pouco, mais informações.

Atualização às 12h30 - Inclusão de informações, foto e alteração no título.

Veja o vídeo feito pelo jornalista Jhonattan Reis, da Folha, que mostra a chegada de Kellinho ao presídio Carlos Tinoco:

[video width="640" height="352" mp4="http://www.folha1.com.br/_midias/wp/blogs3/bastos/wp-content/uploads/sites/2/2016/10/WhatsApp-Video-2016-10-26-at-12.25.52.mp4"][/video]

Matéria completa na edição de amanhã (27) da Folha.

* Com auxílio da equipe de reportagem da Folha (Jhonattan Reis e Michelle Richa)

Comentar
Compartilhe
Ferreira Machado: mais um paciente levado pelas escadas
07/10/2016 | 01h06
escada Como o blog mostrou (aqui), o elevador do Hospital Ferreira Machado (HFM) continuava quebrado. O problema crônico tem gerado todos os tipos de dificuldades. Cirurgias adiadas e improviso, muito improviso. Fotos divulgadas pelo Terceira Via mostram, mais uma vez, o transporte de paciente, em estado grave, pelas escadas. Enquanto isso, no Diário Oficial de hoje (07), há uma publicação sobre aluguel de trio elétrico....  
Comentar
Compartilhe
As mãos do escravo na terra de Patrocínio
16/10/2016 | 01h53

escravo 

“O Brasil, último país a acabar com a escravidão, tem uma perversidade intrínseca na sua herança". Darcy Ribeiro. 

Em maio de 1884 o jornal abolicionista "25 de Março" estampava em sua capa diversos textos contra escravidão(aqui). Naquela época, faltando quatro anos para a assinatura da Lei Áurea, muita gente já considerava um absurdo a ideia de escravizar alguém.  De Campos, além de Luiz Carlos de Lacerda, fundador do jornal "25 de Março", também saiu José do Patrocínio, o Tigre da Abolição.

E nesta mesma terra goitacá de Lacerda e Patrocínio, quase 130 anos após a abolição, ainda temos que nos deparar com uma a imagem impactante: as mãos de um escravo em pleno século XXI.

Na última semana, empresários foram condenados pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região por trabalho escravo. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), o tratamento era desumano.

Não é preciso ser uma cigana para ler as mãos deste escravo. Elas mostram que, apesar de toda a evolução, ainda existe um mundo arcaico, desumano, perverso e hipócrita. E este é apenas um dos tipos de escravidão.

Comentar
Compartilhe
Juiz fala sobre denúncias e documento falso
02/10/2016 | 11h48

ururau

O juiz Ralph Manhães, da 100ª Zona Eleitoral de Campos, conversou agora com a equipe da rádio Continental e comentou sobre as primeiras horas da eleição em Campos. "Recebemos diversas denúncias, inclusive sobre compra de votos e estamos apurando. Mas no geral o clima é calmo. Quero aproveitar para esclarecer que os que compram o voto são criminosos, mas os que vendem também", disse o juiz.

Ele também fez questão de esclarecer que uma intimação ao secretário de Governo Anthony Garotinho (PR), que circula no WhatsApp, não procede. "É um documento falso, uma montagem", afirmou.

Atualização às 12h35 - O Ministério Público Eleitoral (MPE) encaminhou ofício à Polícia Federal solicitando a investigação do documento falso que circula em rede social e WhatsApp. Veja no blog "Na Curva do Rio" (aqui).

Segundo Garotinho, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) mandou abrir inquérito contra a falsificação e prender os responsáveis.
Comentar
Compartilhe
Hora de julgar a "turma do cheque"
18/10/2016 | 12h17

justica1

O jornalista Fernando Leite informa em seu blog que as ações propostas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) contra 37 candidatos rosáceos, 11 dos quais, eleitos, por conta de "escandaloso esquema" com o programa Cheque Cidadão, estão em fase de sentença no juízo de Campos. "A expectativa é que as primeiras decisões judiciais sejam prolatadas ainda esta semana", diz o jornalista. De acordo com a postagem, a contradita da defesa já foi juntada aos autos, cabendo ao juiz titular do cartório eleitoral decidir. À decisão de primeira instância cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o que, em caso de condenação, em tese, deixaria em aberto a possibilidade de posse dos envolvidos eleitos, se houver demora no julgamento da segunda instância. Se, no entanto, for confirmada a decisão do juízo de Campos, a sentença passa a vigorar com todos os efeitos, segundo recente entendimento do pleno do Supremo Tribunal Federal.

O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, já garantiu que haverá celeridade nos julgamentos para que nenhum candidato tome posse com pendência jurídica. Como fica a Câmara sem a "turma do cheque"? - Veja aqui 

Comentar
Compartilhe
Aos 45 do 2º tempo, Rosinha resolve defender eleição direta para diretor
18/10/2016 | 05h01

Em 2012, ao ser indagada sobre a possibilidade de eleição direta para diretor de escola, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) desconversou. Naquele momento, após quatro anos do seu primeiro mandato, diretoras eram indicadas por vereadores e lideranças políticas do grupo rosáceo.

Um ano depois, em 2013, quando vereadores da oposição defendiam a eleição direta, entre eles Rafael Diniz (PPS), ela anunciou uma eleição que gerou polêmica, já que a palavra final era do governo (aqui).

Na época, o Sepe protestou. "A Prefeitura de Campos trocou seis por meia dúzia. É a 'famosa' lista tríplice. O Sepe é totalmente contra essa prática escolhida pelo governo municipal", disse Carlos Santafé, diretor do Sepe, na ocasião.

Agora, faltando menos de dois meses e meio para deixar o governo e com um prefeito eleito que defende a eleição direta e já elaborava sua proposta em sintonia com a categoria, a prefeita Rosinha resolveu enviar um projeto sem dialogar com a nova gestão. Também não houve diálogo com a categoria e existem diversos pontos que serão alvos de questionamentos.

O projeto de Lei número 0093/2016 dispõe sobre a a instituição de eleição direta para os cargos de diretor e vice-diretor das unidades de ensino da rede municipal.

Comentar
Compartilhe
Câmara: R$ 71,9 mil pelos bustos de Lamego e Feydit
10/10/2016 | 12h13
[caption id="attachment_44591" align="aligncenter" width="462"]Este ano também foi inaugurado o busto do abolicionista Luiz Carlos de Lacerda Este ano também foi inaugurado o busto do abolicionista Luiz Carlos de Lacerda[/caption]

Faltando menos de três meses para encerrar o seu mandato como vereador e presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB) não abre mão de concluir o Corredor Cultural, que conta com bustos de nomes importantes da terra goitacá. O Diário Oficial de hoje (10) traz a contratação da empresa Rodrigues Promoções e Serviços para a aquisição e instalação dos bustos de Alberto Lamego e Júlio Feydit. Valor: R$ 71,9 mil.

bustos
Comentar
Compartilhe
O tempo rodou num instante
20/10/2016 | 07h47
[caption id="attachment_44791" align="aligncenter" width="422"]transicao Quem ontem comemorava investigação contra Mocaiber, hoje condena ações contra Rosinha[/caption]

Como o blog "Na Curva do Rio" mostrou (aqui), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou pedido da prefeita Rosinha Garotinho (PR) no Habeas Corpus 39851. Nele, a prefeita requeria que se conhecesse a competência do TRE/RJ para supervisionar as investigações de supostos crimes eleitorais relacionados a prefeitos.

O plano, que já havia sido adiantado pelo líder rosáceo, era declarar “suspeição evidente dos atores envolvidos – Juiz, Promotor e Delegado”.

Há oito anos, quando o alvo era a gestão do ex-prefeito Alexandre Mocaiber, ninguém do grupo rosáceo questionou a atuação da PF, do MP, do MPF e do Juiz. Muitos comemoraram a operação Telhado de Vidro".

Agora, oito anos depois, o governo rosáceo é alvo das operações "Vale Voto" e "Chequinho".

Como diz um trecho da música "Roda Viva", do Chico Buarque: "o tempo rodou num instante".

Comentar
Compartilhe
Rosinha exonera presidente da Fundação de Esportes
21/10/2016 | 10h05

fme

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) exonerou nesta sexta-feira (21) o presidente da Fundação Municipal de Esportes, Bernardo Lusitano Esteves. Ele havia sido indicado pelo vereador Neném (PTB).

Para o seu lugar foi nomeado Leonardo Azevedo Andrade.

Marco Antônio Gonçalves dos Santos, que respondia pela vice-presidência da Fundação, também foi exonerado. O cargo fica agora com o ex-presidente Bernardo Lusitano.

Também foram exonerados o Chefe da Divisão de Programas Especiais, Júlio César Arenari, e o Chefe de Divisão de Esportes Radicais, Roberto Luiz Villela Rocha Junior.

Leonardo Gomes dos Santos, que era Diretor Administrativo e Financeiro, também foi exonerado.

A rotatividade na Fundação de Esportes durante a gestão Rosinha foi grande. Passaram por lá: Magno Prisco, Pampa, Rogério Quitete, Bernardo Lusitano e, agora,  Leonardo Azevedo.

Revezamento - Só entre junho de 2015 e novembro de 2016 foram quatro presidentes diferentes.

Comentar
Compartilhe
Cabral é condenado por incentivos fiscais irregulares
06/10/2016 | 08h36

cabral

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, e a empresa Michelin foram condenados a ressarcir valores de ICMS que deixaram de ser pagos, em decisão da 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Os benefícios fiscais foram concedidos a partir de 2010 e adiavam, sem prazo determinado, o recolhimento do imposto devido na aquisição de maquinário para ampliação da fábrica da empresa, em Itatiaia.

Segundo a ação popular, os benefícios seriam ilegais, configurando renúncia de receita. Como a ação foi julgada improcedente, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por meio da 11ª Promotoria de Justiça de Fazenda Pública, recorreu da decisão.

No início do julgamento da apelação, em março deste ano, foi reconhecida a ilegalidade do benefício fiscal. Houve, no entanto, divergência em relação ao ressarcimento ao erário. Com resultado parcial de dois votos a um, o julgamento do recurso teve que ser adiado para coleta de votos de mais outros dois desembargadores.

Na complementação do julgamento, após sustentação da Procuradoria de Justiça com atuação perante a Câmara julgadora, o desembargador José Acir proferiu o voto que confirmou a condenação dos réus.

A decisão é definitiva no âmbito da Justiça Estadual, mas cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Fonte: O Globo 

Comentar
Compartilhe
Em SJB, Carla já comemora
02/10/2016 | 05h50

Após a abertura das primeiras urnas, com ampla vantagem de Carla Machado (PP), a ex-prefeita já concedeu entrevista a rádio Campos Difusora. "É muita emoção, vamos devolver a cidade ao povo", disse Carla, emocionada.

O vice-prefeito Alexandre Rosa (PRB) também comemorou: "Vai ser uma coça".

Comentar
Compartilhe
Quem vai acalmar o coronel?
20/10/2016 | 11h34

coronel

O coronel tem dito que as prisões de vereadores e investigações sobre o "escandaloso esquema" do Cheque Cidadão fazem parte de uma grande trama com o objetivo de perseguir o seu grupo.

Ele voltou a atacar o Ministério Público Eleitoral (MPE) e também disparou contra delegado da Polícia Federal (PF) e juiz.

A estratégia agressiva não é bem vista por diversos nomes que grupo, que defendem uma reação mais serena.

O problema é que ninguém consegue conter os instintos primitivos do coronel.

Comentar
Compartilhe
Chequinho: TSE concede habeas corpus aos vereadores Miguelito e Ozéias
29/10/2016 | 09h35
[caption id="attachment_45029" align="aligncenter" width="384"]presos Montagem/NF Notícias[/caption]

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), através da ministra Luciana Lóssio, concedeu habeas corpus em favor dos vereadores reeleitos Miguelito (PSL) e Ozéias Martins (PSDB), presos no último dia 19, durante a primeira fase da operação “Chequinho”, que apura a suposta utilização do programa Cheque Cidadão para a obtenção de votos. O habeas corpus foi impetrado pelo escritório do advogado criminalista Fernando Augusto Fernandes.

A ministra substituiu as prisões preventivas dos vereadores pelas seguintes medidas cautelares.

a) Proibição de manter contato com todas as testemunhas, por qualquer meio?

b) Obrigação de comparecimento a todos os atos do processo, sempre que intimado?

c) Não alterar o endereço sem prévia comunicação ao juízo e não se ausentar do Município, por mais de 8 dias, sem comunicação prévia.

Segundo a decisão da ministra, a Justiça poderá impor outras medidas cautelares, “considerando as circunstâncias de fato e as condições pessoais, de forma fundamentada e com base em fatos concretos e objetivos. O descumprimento injustificado de quaisquer dessas medidas ensejará, naturalmente, decreto de restabelecimento da ordem de prisão, nos termos do § 4º do art. 282, do Código de Processo Penal”.

De acordo com a decisão, "não se pode banalizar a prisão cautelar, e tampouco tornar a exceção, uma regra".

O vereador Kellinho (PR), preso na última quarta-feira (26), e a vereadora eleita Linda Mara (PTC), foragida, também correm contra o tempo em busca de habeas corpus.

Quem paga a conta? - Como o blog informou (aqui) o escritório do advogado Fernando Fernandes não cobra pouco para atuar em uma causa. Ele já chegou a cobrar R$ 5 milhões ao ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, investigado na Lava Jato. Em Campos, Fernando Fernandes é o advogado de todos os vereadores investigados, além da prefeita e do secretário de Governo.

Comentar
Compartilhe
FCJOL aluga dois veículos por R$ 50 mil
18/10/2016 | 10h31

carros

Faltando menos de dois meses e meio para o fim do governo, a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), comandada por Patrícia Cordeiro, alugou dois veículos (carro executivo, tipo Sedan e carro utilitário - SUV), incluindo condutor, para "eventos culturais, artísticos, esportivos e comemorativos programados para o município de Campos dos Goytacazes".

Os carros também serão usados pela Fundação de Esportes.

O contrato foi assinado no dia 08 de setembro e chega ao fim no dia 08 de dezembro.

A empresa contratada foi a LOC SERVICE LOCAÇÕES E SERVIÇOS LTDA.

A publicação no Diário Oficial não informa quais são os eventos que geraram a necessidade dos veículos.

Comentar
Compartilhe
HC negado: Ozéias e Miguelito continuam presos
21/10/2016 | 06h43
[caption id="attachment_44818" align="aligncenter" width="400"]Reprodução/NF Notícias Reprodução/NF Notícias[/caption]

Os vereadores Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL), que foram presos durante a operação Chequinho, da Polícia Federal (PF), tiveram seus pedidos de habeas corpus negados pelo desembargador Marco José Mattos Couto, relator do pedido no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ). A informação é dos blogs Ponto de Vista, de Christiano Abreu Barbosa e de Ralfe Reis.

Foi rejeitado o argumento, repetido diversas vezes pelo presidente da Câmara Edson Batista (PTB), de que os parlamentares possuiriam foro privilegiado por prerrogativa de função, alegando que o julgamento deveria ocorrer no TRE. Foi rejeitado também o argumento usado pelos advogados dos vereadores de que a prisão não seria necessária, alegando que eles não estariam obstruindo as investigações, além de possuírem ocupação lícita e domicílio certo.

A decisão deixa nítido que a operação Chequinho está bem embasada e deve prosseguir, para o desespero de muita gente.

Comentar
Compartilhe
Pressão total
07/10/2016 | 10h59

Os vereadores eleitos pelos partidos que caminham (?) com o grupo rosáceo participaram de reunião com o líder. Ao todo são 17 vereadores, sendo que 11 deles estão na mira da Justiça por conta do "escandaloso esquema". A ideia é tentar jogar com todas as armas para evitar que eles percam seus mandatos.

Mas tem muita gente no grupo que não quer ficar devendo favor ao coronel.

Comentar
Compartilhe
Deputados já debatem impeachment de Pezão
05/10/2016 | 09h43

pezao

A grave crise financeira do estado do Rio e desentendimentos políticos que estão minando a relação do governo com os deputados da base compõem um cenário em que até mesmo o impeachment do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), licenciado até o fim do mês para o tratamento de um câncer, não está descartado.

Crítico da administração, o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), ressaltou que existem pedidos de afastamento protocolados na Casa. A alegação é o suposto desrespeito aos gastos constitucionais obrigatórios em Educação e Saúde, o que configuraria crime de responsabilidade.

picciani

Perguntado sobre a deterioração do cenário econômico e político, Picciani não descartou a possibilidade de afastamento de Pezão. Os pedidos ainda não tramitaram na Alerj por decisão de Picciani. "Do ponto de vista político, pode acontecer tudo. Os três pedidos de impeachment estão paralisados porque achei que não tinha objeto. Até porque o estado conseguiu reequacionar essa questão dos salários (num primeiro momento). Aqueles R$ 2,9 bi (do governo federal) ajudaram a inteirar a folha desses meses. Mas, pelo que estamos vendo desse calendário, acabou o milho, acabou a pipoca. A situação é de gravidade. Está passando da hora de (o estado) tomar uma decisão", disse Picciani.

O presidente da Alerj nega a pretensão de disputar o governo em 2018 e diz que não pretende concorrer a mais nenhum cargo público. Em um eventual afastamento de Pezão, Dornelles assumiria o cargo. Caso o vice, aliado de Picciani, renunciasse a partir de janeiro de 2017, o governador seria escolhido por eleição indireta. Segundo deputados, Picciani seria o único nome com viabilidade política.

Fonte: O Globo 

Comentar
Compartilhe
Rosinha: "A decisão do TRE contra mim era ilegal"
28/10/2016 | 05h53

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) usou o Facebook para fazer um agradecimento ao presidente da Câmara de Campos, Dr. Edson Batista (PTB) que, mesmo notificado, se negou a assumir a Prefeitura.

Em seu agradecimento, Rosinha também criticou a decisão do TRE que cassou o seu mandato. "Ele sabia que a decisão do TRE contra mim era ilegal. Afinal quantas barbaridades já foram cometidas invocando leis,inclusive a escravidão", disse. 

rosa

Comentar
Compartilhe
Henrique Oliveira assume secretaria de Desenvolvimento Humano
05/10/2016 | 10h44
portaria

A  pasta era comandada por Ana Alice Alvarenga, que chegou a ser presa durante a operação "Vale Voto", da Polícia Federal (PF).

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) também nomeou Edilson Peixoto para a secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana. Ele retorna após ter disputado a eleição para vereador. Peixoto obteve 1066 votos, que não foram validados.

Comentar
Compartilhe
O fim do "rolo compressor"?
26/10/2016 | 06h14
Facebook/Rafael Diniz Com as prisões de Miguelito, Ozéias e Kellinho, o jogo na Câmara de Campos ficou equilibrado.

São seis vereadores na oposição (Rafael, Fred, Marcão, Nildo, Dayvison e Zé Carlos), três no bloco “independente” (Gil, Genásio e Alexandre Tadeu) e um que foi atacado pelo líder rosáceo e pode ter uma nova postura (Neném). A soma chega a 10 parlamentares.

Já o governo, sem os vereadores presos, ficou com 12 vereadores, sendo que o presidente Edson Batista só vota em caso de empate.

Ou seja, neste momento não existe mais o famoso "rolo compressor".

Em janeiro de 2013 o governo tinha 21 vereadores contra 4 na oposição (Rafael, Marcão, Fred e Nildo).

Comentar
Compartilhe
Câmara: PSDC e PSC com Rafael Diniz
05/10/2016 | 12h36

Dois partidos que caminharam com Caio Vianna (PDT) na disputa pela Prefeitura de Campos, PSDC e PSC, já sinalizaram que estarão ao lado do prefeito eleito Rafael Diniz (PPS).

Em seu perfil no Facebook, o vereador Genásio, presidente do PSC em Campos, parabenizou Rafael e afirmou que deseja estar ao lado do futuro prefeito. "Quero parabenizar o prefeito eleito Rafael Diniz, e quero na sua futura gestão estar ao seu lado, apoiando, na Câmara Municipal, tudo o que for em benefício da população e que represente melhoria em sua qualidade de vida. Temos uma nova história pela frente e vamos continuar lutando para que nosso município possa proporcionar ao cidadão um tratamento justo e igualitário", disse Genásio, que se reelegeu.

Presidente estadual do PSDC, o deputado João Peixoto já avisou que o partido vai caminhar ao lado do governo na Câmara. "A população deu um sinal claro de que deseja grandes mudanças. Como entendemos que essas mudanças são necessárias, nosso partido vai estar ao lado do prefeito eleito", explicou Peixoto, destacando que o PSDC vai contar com dois vereadores na Câmara: José Carlos, que se reelegeu, e Cláudio Andrade.

Atualmente o PSDC conta com dois vereadores na bancada oposição: José Carlos e Dayvison Miranda.

Comentar
Compartilhe
Vereadores parabenizam Rafael Diniz
11/10/2016 | 09h40

Durante a sessão desta terça-feira (11) os vereadores aprovaram uma moção de aplausos pela vitória do vereador Rafael Diniz (PPS), que se elegeu prefeito de Campos no primeiro turno, com mais de 151 mil votos.

Usaram a tribuna parlamentares da situação, independentes e oposição.

Todos reconheceram a voz das urnas. "O povo é soberano. O ser humano tem que ter a capacidade de reconhecer a derrota e a vitória do outro", disse o vereador Paulo Hirano (PR), que foi coordenador da campanha de Dr. Chicão (PR).

O vereador Neném (PTB) considerou a vitória um "fenômeno eleitoral". "Trabalhei até o fim para Dr. Chicão, mas tenho que reconhecer. Foi um fenômeno, uma onda verde tomou conta da cidade. Torço muito para que o prefeito faça um excelente governo".

O vereador Jorge Magal (PSD), que se reelegeu, também fez questão de parabenizar. "A vontade popular precisa e deve ser respeitada. Se depender de Magal, vamos continuar ajudando essa cidade, esse povo".

Na tribuna, o vice-presidente da Casa, Thiago Virgílio (PTC) também comentou sobre a voz das urnas. "Participei ativamente de uma outra coligação. Trabalhei muito com o meu grupo político. O que combinei, cumpri. A voz do povo é a voz de Deus. Desejo que o prefeito eleito faça um ótimo governo. Foram mais de 150 mil pessoas que acreditam em uma mudança. Não faltará empenho para que a gente possa construir uma cidade melhor. Torço pelo bem da nossa cidade".

Outro vereador que se reelegeu, Abdu Neme (PR), classificou a vitória como "brilhante" e afirmou que irá trabalhar pela governabilidade. Hoje a gente tem o prazer de parabenizar um colega desta Casa. Esta Casa fará o possível para garantir a governabilidade. Sabemos que o Brasil vive um momento complicado, mas a nossa cidade pode dar exemplo. Foi uma vitória brilhante".

Assim como Abdu Neme, o vereador reeleito Jorge Rangel (PTB) também prometeu trabalhar pela governabilidade. "Estarei defendendo o melhor para a nossa cidade. Por mais que a prefeita tenha feito, ainda falta muita coisa", frisou.

Emocionado, Rafael Diniz lembrou dos seus primeiros atos como vereador, no início de 2013. Agradeceu aos amigos, aliados, familiares, funcionários de carreira da Câmara, aos assessores dos outros vereadores e lembrou de momentos marcantes. "Não posso deixar de olhar nos olhos dos vereadores Abdu Neme, Paulo Hirano e Dr. Edson. Com eles tive os embates mais fortes aqui nesta Casa, mas tudo no campo político, nunca faltou respeito". Ele também agradeceu aos colegas de oposição. "No início de tudo tive ao meu lado os vereadores Fred, Marcão e Nildo. A união entre quatro vereadores foi muito importante para que um sonho se tornasse realidade".

Ele também aproveitou para destacar a importância do diálogo permanente com todas as correntes. "Serei um prefeito aberto aos vereadores. Um debate maduro, equilibrado e franco. Em nossa gestão a oposição será ouvida e respeitada. Quem caminhar comigo não vai ter um chefe, nem um líder. Vai ter um companheiro para debater e reconstruir essa cidade", afirmou.

Sobre os desafios, Rafael comentou: "Não será um momento dos mais fáceis, fui muito sincero durante a nossa caminhada. Mas para conseguir fazer diferente será preciso parar de dividir essa cidade entre negros, brancos, pardos, ricos, pobres e habitantes de bairros e distritos".

Mais informações na edição de amanhã (12) da Folha. 

Comentar
Compartilhe
Delação premiada?
07/10/2016 | 03h15
fala-que-eu-te-escuto Figuras que durante o processo eleitoral viram e ouviram muitas coisas, e podem ser alvos de investigações em andamento, já começam a pensar em abrir o jogo. Por conta disso, nomes que fazem parte do "escandaloso esquema" não escondem a tensão. Inclusive, alguns poderosos que estão na mira resolveram reagir atacando. Mas o tiro pode sair pela culatra.
Comentar
Compartilhe
Chegada de Linda Mara com gritos, selfies e aplausos
31/10/2016 | 06h32

chegada

[caption id="attachment_45074" align="aligncenter" width="472"]linda-mara Foto - Ururau[/caption]

Além da imprensa, muitos curiosos e desafetos da vereadora eleita Linda Mara (PTC) estavam na porta da delegacia da Polícia Federal (PF) quando a radialista chegou. Teve grito, selfie, transmissões ao vivo, aplausos e desabafos. Uma senhora gritou: "Você não debochou da minha cara? Não disse que eu ia passar fome? Fala agora". Dentro do carro, a vereadora chegou a sorrir e aparentou tranquilidade.

Linda Mara, que estava foragida desde a última quarta-feira (26), foi presa hoje (31) em Copacabana. Também foram presas a radialista Beth Megafone e a ex-secretária Ana Alice Alvarenga. A PF também cumpriu um mandado de busca coercitiva contra Luiz Careca.

Muita calma nessa hora - Assim como o blog pediu calma a Linda Mara durante a campanha (aqui), é importante que, neste momento, independente de posição política, as pessoas evitem excessos e deixem a polícia trabalhar.

Comentar
Compartilhe
Igor Pereira articula com Hugo Leal
13/10/2016 | 05h16

psb

O vereador eleito Igor Pereira (PSB) esteve no Rio nesta quinta feira (13) com o presidente estadual do PSB, deputado federal Hugo Leal. Na ocasião, Leal parabenizou pelos 3.922 votos e ainda colocou em pauta alguns assuntos como emendas para a região e fortalecimento do PSB visando as eleições de 2018. Ele estará em Campos no próximo mês para uma reunião com vereadores e prefeitos eleitos da região.

Na conversa com Igor Pereira, Hugo Leal explicou que aguarda a apresentação de projetos da região para o ministério de Minas e Energia, pasta do PSB no governo federal. "Fico muito feliz por ter feito essa ponte e, com certeza,  essa experiência do deputado será importante para a população de Campos e dos municípios da região", disse Igor, que deve assumir um papel de coordenador da legenda na região.

Comentar
Compartilhe
Apertem os cintos: Benedicto vai falar
08/10/2016 | 01h57

benedicto

Matéria publicada pelo Estadão neste sábado (08) informa que "em reuniões que entram madrugada adentro, regadas a água, café e vinho branco, o empresário Emílio Odebrecht, patriarca do grupo Odebrecht, dá ordens e debate com os advogados que participam das negociações daquela que pode se tornar a mais explosiva delação premiada da Operação Lava Jato" (aqui).

Segundo a matéria, existem delações que estão bem encaminhadas. É o caso de Benedicto Barbosa Júnior, ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura. Para quem não se lembra, matéria do jornalista Aluysio Abreu Barbosa, publicada em abril pela Folha da Manhã (aqui), informa que Benedicto Barbosa assinou com a prefeita Rosinha Garotinho (PR) o contrato da primeira etapa do programa “Morar Feliz”, em 1º de outubro de 2009, para a construção de 5,1 mil casas, no valor total de R$ 357,4 milhões — numa licitação cujo resultado favorável a Odebrecht foi antecipado (aqui) pela coluna “Ponto final”, em quase quatro meses.

Três meses depois, em julho, uma nota publicada na revista Veja informou que Benedicto tinha munição para comprometer o ex-governador Anthony Garotinho (PR) (aqui). Segundo a coluna "Radar", Garotinho e Benedicto eram tão afinados que o líder rosáceo omitiu a presença do poderoso da Odebrecht no episódio da "Gangue dos Guardanapos".

No inquérito assinado pelo delegado federal Filipe Hille Pace, fica claro (aqui) o papel de Benedito como elo de ligação do dinheiro que circula entre a Odebrecht e os políticos:  “É possível verificar que Benedicto é pessoa acionada por Marcelo (Bahia Odebrecht) para tratar de assuntos referentes ao meio político, inclusive a obtenção de apoio financeiro”.

O clã Garotinho aparece nas planilhas da Odebrecht apreendidas na casa de Benedicto (aqui).

O contrato da Odebrecht em Campos, para a construção de casas populares, é o maior da história do município, gira em torno de R$ 1 bilhão.

Comentar
Compartilhe
Prisão de Crivella na capa da Veja
21/10/2016 | 07h46
veja

Os veículos de imprensa resolveram abrir a "caixa preta" do senador Marcelo Crivella (PRB), candidato à Prefeitura do Rio. Após vídeos com declarações polêmicas, agora apareceu uma foto do senador preso.

Duas fotos, de frente e de perfil, tiradas em uma delegacia do Rio, fazem parte da história de vida de Marcelo Crivella, bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, senador licenciado da República pelo PRB e líder nas pesquisas para a prefeitura do Rio. Reportagem de cinco páginas em VEJA desta semana explica como se deu essa prisão até agora desconhecida – e também por que ficou desaparecido por 26 anos o inquérito de 117 páginas que contém as imagens.

A reportagem está na edição distribuída em todo o Brasil a partir deste sábado. No Estado de Rio de Janeiro, é a capa. No restante do país, o recheio da revista é o mesmo, mas na capa está Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara preso em Brasília na última semana. A revista traz ainda detalhes da delação que complica o presidente do Senado, Renan Calheiros, ao relatar como ele recebia as propinas do petrolão.

Fonte: Veja

O interessante dessa história será ver o eleitor de Marcelo Freixo (PSOL), que mete o pau na Veja, compartilhar essa reportagem nas redes sociais.

Atualização às 10h -  A assessoria do senador Marcelo Crivella enviou a seguinte nota na manhã deste sábado (22): "A revista Veja traz em sua capa duas fotos do senador Marcelo Crivella identificado em uma delegacia em 18 de janeiro de 1990. A explicação é bem menos emocionante do que muitos esperam. Na ocasião, Crivella, como engenheiro, tentou entrar em um terreno da Igreja Universal que tinha sido invadido em Laranjeiras. Na confusão, acabou sendo levado para a delegacia, onde o delegado mandou fazer as fotos para identificá-lo. A única investigação aberta foi para investigar o abuso de poder do delegado".

Comentar
Compartilhe
Edson Batista: "Judiciário extrapolou suas competências"
21/10/2016 | 02h00

edson

O presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB), que deve se aposentar da política no final deste ano, voltou a comentar sobre os vereadores Miguelito (PSL) e Ozéias (PSDB), que foram presos (aqui). “Nosso posicionamento é de que o judiciário extrapolou suas competências e prendeu os vereadores. Não estamos julgando o ato pelo qual eles estão sendo processados. Alertamos que o processo está em andamento e os culpados ao final deste processo devem ser punidos dentro da lei. A própria Câmara tem um Código de Ética e eles poderão ser submetidos a ele também”, concluiu Edson Batista.

Na quarta-feira (19) ele se solidarizou e informou que a Câmara vai prestar assessoria jurídica aos vereadores (aqui).

Comentar
Compartilhe
2004: o ano que não terminou
29/10/2016 | 01h44
campos

Entre 2004 e 2016 a população de Campos viu todos os tipos de reviravoltas jurídicas. Arnaldo Vianna foi afastado em 2004 e Geraldo Pudim assumiu a Prefeitura. Horas depois, Arnaldo recuperou o cargo. Um ano depois, Carlos Alberto Campista, que se elegeu no polêmico pleito, foi cassado e Alexandre Mocaiber assumiu o governo.

Em março de 2008, após a operação "Telhado de Vidro", foi a vez de Mocaiber ser afastado e Roberto Henriques assumiu o governo durante 43 dias. Naquele ano, houve um dia em que a cidade chegou a ter dois prefeitos.

Em 2010 a prefeita Rosinha foi cassada pela primeira vez e ficou seis meses fora do cargo. Na ocasião, quem assumiu interinamente foi Nelson Nahim. Em 2011 Rosinha foi novamente afastada e Nahim chegou a ser empossado, mas minutos depois a tropa jurídica dos rosáceos conseguiu uma liminar e Rosinha voltou ao poder.

Agora, os campistas acompanham mais uma novela. Cassada, Rosinha trava uma batalha jurídica para permanecer no poder até o fim do ano. Veja o novo capítulo: aqui

Comentar
Compartilhe
Transição: Rosinha promete fornecer "todas as informações necessárias"
05/10/2016 | 01h16
CREATOR: gd-jpeg v1.0 (using IJG JPEG v80), quality = 100

De acordo com publicação no blog do líder rosáceo, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) não criará nenhuma dificuldade para que o prefeito eleito Rafael Diniz (PPS) cumpra suas promessas, "fornecendo todas as informações necessárias para que ele possa montar junto com sua equipe a transição de governo, e deseja que o povo não seja prejudicado com a interrupção da passagem social a R$ 1 ou de outros programas que integraram a cidade".

Logo após a vitória, Rafael afirmou que espera uma transição transparente e reforçou a necessidade de uma "auditoria sem revanchismo".

Comentar
Compartilhe
Líder rosáceo volta a atacar juiz, delegado e promotor
22/10/2016 | 01h04

Na manhã deste sábado (22) o líder rosáceo voltou a atacar, em sua emissora de rádio, o delegado Paulo Cassiano, o promotor Leandro Manhães e o juiz Ralph Manhães. Com seu estilo franco atirador, apontou uma "grande perseguição" e divulgou áudios de mulheres que teriam sido pressionadas a falar sobre o "escandaloso esquema" do Cheque Cidadão.

Ciente de que muitos pontos estão sendo ligados, ele parece tentar antecipar alguma coisa.

Sobre a possibilidade de ser preso, demonstrou ter até um discurso pronto: "Vou ser preso por dar comida aos pobres? Se mandar me prender, paciência. Melhor ser preso por isso do que ser um José Dirceu".

Advogado caro - Como o blog mostrou, os rosáceos já reforçaram o time jurídico com o advogado Fernando Augusto Fernandes. Para se ter uma ideia do peso do criminalista, ele cobrou R$ 5 milhões para defender o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, preso durante a Lava Jato. Ele também cuida da defesa do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, outro investigado na Lava Jato.

Comentar
Compartilhe
Pai relata drama do filho no HFM
08/10/2016 | 08h02
ferreira
Após apelar de todas as formas, um pai resolveu relatar o drama vivido pelo seu filho na UTI do Hospital Ferreira Machado (HFM). "Há 11 dias o meu filho está na UTI e os problemas no hospital são muitos. Tem o elevador quebrado e falta ar-condicionado na UTI. Meu filho chegou a pegar uma pneumonia por conta da falta de estrutura", informou, ressaltando que apelou até ao líder rosáceo, que prometeu resolver a situação. Ele também informou que os médicos estão levando ventiladores de casa. Durante a gestão de Rosinha, por diversas vezes, o Sindicato dos Médicos de Campos protestou contra a "sobrecarga das unidades, que gera um atendimento indigno aos usuários".
Atualização às 11h28 - No início da manhã deste domingo o secretário de Saúde e presidente da Fundação de Saúde, Dr. Geraldo Venâncio, enviou a seguinte mensagem:
"Entrei em contato com o HFM ontem.
1- Ar condicionado funcionando 2- O paciente evolui favoravelmente, sendo que ontem foi extubado e respira sem auxílio de aparelho 3- O processo pneumônico deve-se ao uso do respirador mecânico 4-O HFM é classificado no MS como Hospital de Emergência Nível 3, traduzindo 'Hospital de Porta Aberta'. Abaixo relatório da Direção da UTI do HFM sobre o paciente:
Paciente vítima de TCE, em tratamento conservador, evoluindo no quadro inicial com queda do nível de consciência, sendo necessário a intubação orotraqueal e início da Ventilação Mecânica. Paciente evoluiu com pneumonia associada à Ventilação Mecânica, condição bastante comum aos pacientes em Ventilação Mecânica, em qualquer instituição no mundo, condição multifatorial, em que estão implicados, inclusive, fatores relacionados ao paciente e as condições relacionadas à patologia do paciente. Sendo tratado prontamente, com resultado satisfatório, e melhora clínica, permitindo inclusive a extubação do paciente no dia de ontem. A extubação foi possível inclusive pela melhora neurológica do paciente, que acordou e interagiu com a equipe. Existia uma solicitação de Tomografia computadorizada de crânio para o paciente, para controle, porém devido à melhora neurológica e pela dificuldade de transporte ao tomógrafo pelo problema do elevador, jugou-se que esse exame pudesse ser realizado em outra oportunidade. Não há relato recente, nas últimas duas semanas, de problemas no ar condicionado das ilhas da UTI. Grato"
Comentar
Compartilhe
Dante volta ao Ferreira Machado
18/10/2016 | 10h10
A prefeita Rosinha Garotinho (PR) tornou sem efeito a portaria que designou Salvador Calomeni Filho, para exercer o cargo em comissão de superintendente do Ferreira Machado, Símbolo DAS 2. Quem volta ao posto é Dante Lucas, que havia saído para se candidatar a vereador.  
Comentar
Compartilhe
Transição em Campos: ofício protocolado
20/10/2016 | 01h35
transicao O advogado Fábio Bastos foi designado pelo prefeito eleito como representante legal para todos os procedimentos relativos à transição.

No documento entregue, o prefeito eleito Rafael Diniz solicita esclarecimentos quanto a dívidas do Município, medidas necessárias à regularização das contas municipais, situação dos contratos com concessionárias e permissionárias de serviços públicos, situação dos servidores do Município, entre outros itens relacionados à estrutura do governo.  “Neste momento o município de Campos está acima de qualquer tipo de diferença política. Espero que a prefeita nos forneça todas as informações solicitadas e que essa transição seja pautada pela transparência. Nossa equipe entende que a transição deve ser técnica, sem qualquer tipo de revanchismo”, afirma Rafael Diniz.

Comentar
Compartilhe
Rosáceos fiéis na Prefeitura e Câmara
27/10/2016 | 03h13
exposicao-edson-e-auxiliadora

O presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB), já virou prefeito interino. Porém, o comunicado oficial só vai ocorrer às 19h. Ou seja, até esse horário a tropa jurídica corre contra o tempo para reverter a decisão e, com isso, reconduzir a prefeita ao cargo.

Mas, na pior das hipóteses, o grupo terá dois fiéis escudeiros nos poderes Executivo e Legislativo. Edson Batista como prefeito interino e Auxiliadora Freitas (PHS) na presidência da Câmara.

Eles caminham com o casal Garotinho desde os primeiros passos do grupo político.

Saiba mais nos blogs Ponto de Vista, do Christiano Abreu Barbosa (aqui) e Arnaldo Neto (aqui).

Comentar
Compartilhe
Acabou o milho, acabou a pipoca
07/10/2016 | 11h57
camara-de-campos

Na Câmara de Campos, assessores dos vereadores já foram informados sobre uma série de mudanças. Gastos com diárias e combustível, por exemplo, já foram cortados. Até o fim do ano a Câmara vai apertar os cintos de todas as formas. Festas e comemorações também devem estar fora dos planos.

Pela primeira vez na atual legislatura, a Câmara deverá devolver dinheiro ao governo municipal.

Este é um sinal claro que de que o cofre da Prefeitura passa por uma situação bem delicada.

Comentar
Compartilhe
Quanto custa um banheiro?
14/10/2016 | 02h54
    banheiro   Durante muitos anos o grupo rosáceo criticou o ex-prefeito Arnaldo Vianna por conta de um banheiro caríssimo, orçado em R$ 30 mil. E agora, com os rosáceos no poder, quando custa um banheiro? Tendo em vista o contrato número 1752016, firmado no mês passado, com a empresa Ribeiro e Azevedo Construções e Serviços, cada banheiro custou R$ 27 mil. Valor dos 3 banheiros: R$ 81,4 mil.
Comentar
Compartilhe
Usou e descartou
10/10/2016 | 08h50

Após a derrota nas urnas, o grupo rosáceo deu início a um "pacote de exonerações".

Hoje (10), por exemplo, foi exonerada Margareth de Souza Ramos, que era encarregada de UBS  (DAS 7). Indicada pelo ex-vereador Altamir Bárbara, Margareth foi descartada sem qualquer tipo de aviso.

Faltando menos de três meses para o fim do governo, algumas nomeações e exonerações serão estratégicas. A ideia é tirar quem não pode ajudar na eleição da nova mesa diretora da Câmara e abrir espaço para indicações de políticos que poderão contribuir nesse jogo do Legislativo.

O problema é que pouca gente quer participar deste "último ato".

Comentar
Compartilhe
Dr. Chicão garante continuidade das obras e fala sobre transição
03/10/2016 | 01h03

chicao-1

O vice-prefeito Dr. Chicão (PR), derrotado no primeiro turno da disputa pela Prefeitura de Campos, concedeu entrevista ao programa "Balanço Geral", da TV Record, e afirmou que o governo vai manter o ritmo de obras nos próximos três meses. "Não pode parar", disse Chicão.

Sobre a transição, ele destacou que a serenidade deve prevalecer. "Não vejo problema, desde que essa relação seja pautada pela tranquilidade".

No mesmo embalo, o prefeito eleito Rafael Diniz (PPS) afirma que agora sua meta é trabalhar por uma transição transparente. "Não tenho relação com o governo, mas vamos fazer o possível para realizar essa transição da melhor forma possível, com muita transparência", comentou.

Comentar
Compartilhe
Câmara: Marcão lidera
02/10/2016 | 06h23
O vereador Marcão (Rede) é o líder na corrida pela Câmara. Até o mmento ele já somou 5.124 votos. Em segundo lugar aparece o pastor Vanderly(PRB), que recebeu o apoio da Igreja Universal. Ele já somou 4.317 votos. Jorge Rangel (PTB) tem 3.169 votos.  

Comentar
Compartilhe
É ela?
18/10/2016 | 11h05

rosinha-garotinho

Nos corredores da Câmara de Campos, o assessor de um rosáceo comentou sobre a importância da aprovação das contas da prefeita Rosinha Garotinho (PR). "A gente pode até perder a maioria na Câmara, mas quem se elegeu ao lado do governo não pode deixar de aprovar as contas da prefeita Rosinha Garotinho nem criar CPI. Nossa prefeita precisa estar sem pendências jurídicas para ser candidata a governadora no ano que vem. Ela nunca perdeu uma eleição".

E já que Marcelo Crivella (PRB) prometeu não nomear o líder rosáceo, caso seja eleito prefeito do Rio, tem gente torcendo para que ele escolha Rosinha para um cargo importante. Assim, ela poderia levar alguns nomes que hoje estão ao seu lado em Campos.

Esses são alguns sonhos dos aliados.

Resta saber se a prefeita, que vira ex-prefeita em janeiro, vai querer sonhar junto.

Comentar
Compartilhe