Dona Penha vai se aposentar
15/03/2016 | 08h18
dona-penha1 Após cinco mandatos na Câmara de Campos, a vereadora Dona Penha vai se aposentar. Ela deve apoiar um dos filhos na eleição deste ano. Confira algumas frases marcantes da vereadora:  “Não fomos eleitos para criticar, nem para abrir CPI. O povo não quer isso".  “Já passou das 22h e estou aqui. Isso é hora de viúva estar em casa descansando. Mas estou aqui defendendo o povo”.  “ A gente ganha R$ 13 mil para trabalhar quatro horinhas, duas vezes por semana. O salário é muito bom. Essa Casa é de respeito, não pode virar gandaia”. “É lógico que existem problemas, mas sempre digo que é melhor agradecer pelo que foi feito do que ficar reclamando do que está errado. É simples: temos que agradecer mais e criticar menos”. "O povo pobre adora os shows do Farol. Eles lotam os ônibus para assistir. É a única diversão que eles têm”.  “A verdade é que vendemos os royalties por necessidade. Vocês não sabem o que é um pai de família sem um pão para dar os filhos. Eu vejo isso todos os dias na minha porta e faço o possível para ajudar".  “Moções de aplausos são excelentes, minha gente. Quem não gosta de elogios? Sempre voto favorável e acho que isso incentiva as pessoas. Voto favorável até para as moções de aplausos para pessoas insignificantes". "Ir ao cinema quando existem essas epidemias é um perigo. Um espirra, todos ficam doentes. Eu prefiro alugar fitas e ver em casa".  Atualização às 13h40 - Em contato com o blog a jornalista Márcia Lemos, assessora da Câmara, diz que o mandato da vereadora vai muito além das frases.

"Ela fez bons projetos, porém não foram colocados em prática porque depende do Executivo. Ela pediu um cemitério para Guarus; uma maternidade em Campos; Casa para dependentes químicos; que toda frota de veículos municipais abasteçam com gás, cujo custo fica mais barato e muitos outros projetos. Além disso, as pessoas que estão fazendo comentários devem lembrar que todos nós ficaremos velhos. Eu queria estar com 84 anos com as lucidez que ela tem. Vamos respeitar". 

Comentar
Compartilhe
Após boatos, Dilma telefona para Pezão e pergunta se ele morreu
16/03/2016 | 11h44

pezao

Os boatos de que Luiz Fernando Pezão (PMDB) teria morrido agora à noite chegaram há pouco a Dilma Rousseff e fizeram a presidente telefonar para o governador do Rio de Janeiro, internado no Hospital Pró-Cardíaco, e perguntar se ele estava vivo. Pezão riu. E respondeu que está internado, sim, mas segue bem vivo.

Fonte: Lauro Jardim/O Globo

Em seu perfil no Facebook, Pezão comentou: "Boa noite! Estou recebendo muitos telefonemas e mensagens para saber da minha saúde. Ainda estou internado, mas estou bem, me recuperando. Obrigado pelas mensagens".

Comentar
Compartilhe
Lista do RPA com mais de duas mil pessoas
22/03/2016 | 10h07

Nos tempos de vacas gordas a Prefeitura de Campos firmou contratos milionários com empresas que disponibilizavam trabalhadores terceirizados em áreas como vigilância, portaria e auxílio administrativo. Porém, com menos dinheiro, alguns contratos foram encerrados. No entanto, o governo recorreu ao Recibo de Pagamento Autônomo (RPA) para manter muitos trabalhadores. Uma fonte do blog informa que no momento são mais de duas mil pessoas na lista de paramento por RPA.

E vai aumentar. Nas próximas semanas o governo vai incluir um bom número de vigias nessa lista.

Comentar
Compartilhe
Henriques manda recado aos "carrapatos do poder e bajuladores"
22/03/2016 | 11h36

ROBERTO-HENRIQUES

Como Hrundi, personagem de Peter Sellers no filme "Um convidado bem trapalhão" (1968), o ex-deputado Roberto Henriques chegou à festa causando os mais variados rebuliços.

Após cutucar o governo , incluindo o líder rosáceo e o vice-prefeito Chicão Oliveira (PR), Henriques voltou a usar o Facebook (aqui) para alfinetar alguns membros da tropa rosácea que ficaram incomodados.  "Não tenho como participar do processo eleitoral que se avizinha sem dizer que o Governo Municipal e suas formas de lideranças precisam ser refundadas; assim como; não reconhecer autoridade e legitimidade na maioria dos segmentos da oposição que falam em "mudança" (batizaram, crismaram e abençoaram a gastança nas Administrações de Arnaldo e Mocaíber). Quando estes dois lados falam mal um do outro... os dois têm razão. São filhos do mesmo ventre pecaminoso da gastança dos Royalties do Petróleo (procurem os registros, fui aquele que nunca se calou)".

Segundo Henriques, muitas pessoas boas que atuam no governo "estão desmotivadas pelo descortês tratamento aos quais são submetidas pela alta hierarquia , pelos 'carrapatos' do poder e por bajuladores de plantão. Sou um provocador: uns ficaram assustados, igual a gato quando vê Rottweiler; a outros levei a esperança".

Comentar
Compartilhe
Bruno Dauaire cobra retorno de policiais
21/03/2016 | 01h20

bruno

O deputado estadual Bruno Dauaire (PR), vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Alerj, entregou ao Secretário Beltrame, nesta segunda-feira (21), "a listagem dos policiais do interior que precisam retornar urgentemente aos seus municípios. "Cobrei que esse compromisso, assumido no primeiro semestre de 2015, seja finalmente cumprido. Meu pedido recebeu forte apoio de todos os integrantes da Comissão de Segurança Pública da Alerj", afirma Bruno.

Comentar
Compartilhe
Esnobou o PT?
29/03/2016 | 01h52

com dilma

Em reunião com a sua tropa, durante o dia de ontem (28), o secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) disse que o Partido dos Trabalhadores (PT) estaria disposto a fazer uma aliança com o PR em Campos. Porém, ele teria dito que não quer saber de aproximação com o PT.

Em caso de aliança com o PT, o grupo rosáceo teria petistas e tucanos no mesmo palanque.

Vai com quem? - A saída do vereador Marcão (Rede) é um indicativo de que os rumos do PT em Campos não estão bem definidos. No momento o partido estaria flertando com quatro prefeitáveis da oposição, que avaliam os prós e contras de caminhar com o PT.

Comentar
Compartilhe
Chicão: "Pré-candidatura está mais forte do que nunca"
19/03/2016 | 10h00

dr chicao

O vice-prefeito Chicão Oliveira resolveu ficar no PR e parece confiante na escolha do seu nome para disputar o governo municipal. "Continuo no PR e a pré-candidatura está mais forte do que nunca", diz Chicão, que continua com uma agenda de candidato.

Esta semana, além de fiscalizar obras e inaugurar escola, ele coordenou uma grande mobilização contra a Dengue em Conselheiro Josino, na região Norte do município, que envolveu moradores, representantes de várias secretarias e concessionárias.

Comentar
Compartilhe
Lista da Odebrecht: internautas questionam Clarissa Garotinho
23/03/2016 | 07h21

Em sua página no Facebook, a deputada federal Clarissa Garotinho (PR) publicou uma nota sobre a inclusão do seu nome na lista da Odebrecht (aqui) e foi questionada por diversos internautas e respondeu. Confira alguns questionamentos:

clarissa

Comentar
Compartilhe
Janot pede investigação de Lula, Temer, Mercadante e Aécio
16/03/2016 | 09h38

A partir da delação premiada do senador Delcídio Amaral (sem partido-MS), a Procuradoria-Geral da República (PGR) já decidiu pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de investigação para apurar denúncias contra o vice-presidente Michel Temer (PMDB), contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, contra o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e contra o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG). A PGR deverá decidir nos próximos dias se pede ao STF instauração de inquérito para investigar a conduta da presidente Dilma Rousseff na nomeação do ministro Marcelo Navarro para uma vaga no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

As medidas a serem adotadas estão sendo analisadas pelo grupo de trabalho da PGR. O trabalho deve ser finalizado após o retorno do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que viajou para França e Suíça para tratar de assuntos relacionados à Lava-Jato.

Em um dos depoimentos da delação premiada, Delcídio acusou a presidente Dilma de nomear o ministro Marcelo Navarro para o STJ com a missão de soltar Marcelo Odebrecht, da Odebrecht, e Otávio Azevedo, da Andrade Gutierrez, dois dos principais executivos acusados de envolvimento com a corrupção na Petrobras. O senador mencionou uma conversa que teria tido com a presidente sobre o assunto nos jardins do Palácio da Alvorada, mas não ofereceu provas para amparar a acusação. Caberá agora aos procuradores analisar se as informações disponíveis são suficientes para sustentar um pedido de investigação sobre Dilma.

A Procuradoria-Geral entende que é necessário investigar a conduta do vice-presidente Michel Temer na indicação de João Augusto Henriques para a diretoria Internacional da Petrobras. Vetado para o cargo por problemas no Tribunal de Contas da União, Henriques abriu caminho para a nomeação de Jorge Zelada, hoje acusado de chefiar um dos esquemas de desvio de dinheiro da Petrobras para o PMDB da Câmara. O grupo, segundo Delcídio, seria liderado por Temer e pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A indicação de João Henriques e, logo depois, de Jorge Zelada teria sido barganhada pelo apoio de parte do PMDB à aprovação da CPMF na Câmara. A proposta foi derrubada no Senado.

Fonte: O Globo 

Comentar
Compartilhe
Picciani prevê queda de Dilma em três meses
11/03/2016 | 02h47

picciani

Numa sala repleta de servidores e deputados estaduais, Jorge Picciani (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), sem meias palavras, disse para quem quisesse ouvir: “O governo federal vai cair nos próximos três meses”. A opinião foi dada por Picciani  durante a discussão do pacote econômico proposto pelo governo estadual para congelar os salários dos servidores e elevar a contribuição previdenciária do funcionalismo (11% para 14%).

A proposta também começa a ser defendida pelo Palácio do Planalto, para outras unidades da federação. O pacote estadual, segundo Picciani, é uma contrapartida para a reavaliação das dívidas dos Estados com a União, ideia que deverá tramitar na Câmara dos Deputados.

Fonte: Extra

Comentar
Compartilhe
Bacellar no PDT
24/03/2016 | 12h00
[caption id="attachment_40350" align="aligncenter" width="436"]bacellar Foto: Facebook/Maer Lobianco[/caption]

O ex-vereador Marcos Bacellar anunciou sua filiação ao PDT e lançou sua pré-campanha na noite desta quarta-feira (23). O ex-presidente da Câmara vai caminhar ao lado de Caio Vianna, que assumiu a presidência do PDT e se coloca como pré-candidato à Prefeitura. Com seu estilo franco atirador, Bacellar garante que o ciclo dos rosáceos acabou. “O povo se cansou de Chucky e sua família. O cerco está se fechando”.

O evento contou com a presença de pedetistas tradicionais como o ex-deputado Brizola Neto e José Bonifácio, vice-presidente estadual do PDT. "Nosso partido ganha uma grande liderança para lutar pelo povo de Campos", disse Brizola Neto em sua página no Facebook (aqui).

Comentar
Compartilhe
PRB quer Romário
02/03/2016 | 08h59

Romário

O jornalista Fernando Molica informa em sua coluna no jornal "O Dia" que o PRB quer ser compensado pela perda do senador Marcelo Crivella, que vai para o PSB de Romário.

Reivindica a ida do Baixinho para o partido. Lá, ele já chegaria cheio de moral, podendo até sentar na janela.

Acostumado a vestir a camisa 11, Romário ganharia a camisa 10 no PRB, número da legenda.

Campos - Em Campos, a ideia é aproximar os vereadores Alexandre Tadeu (PRB), o Tô Contigo, e Gil Vianna (PSB).

Comentar
Compartilhe
PMDB articula para Picciani assumir governo
30/03/2016 | 01h07

picciani-pai-300x199

A discussão do impeachment da presidente Dilma Rousseff ameaça deflagrar uma onda pela deposição de governadores Brasil afora. Com o diagnóstico de câncer do governador do Rio, Luiz Pezão, e a possibilidade concreta de que ele renuncie ao mandato para cuidar da saúde, peemedebistas fluminenses já discutem formas de substituir o vice, Francisco Dornelles (PP), que, além de não ser do PMDB, preocupa pela idade avançada.

Aliados do presidente da Assembleia, Jorge Picciani (PMDB), o próximo na linha sucessória, já falam abertamente em renúncia de Dornelles. Mas ela não poderia ser simultânea com a de Pezão, porque a vacância do governo ainda neste ano levaria à convocação de outra eleição.

O projeto peemedebista seria de substituição no governo a partir do ano que vem, quando Picciani poderia assumir a cadeira.

Fonte: Radar on-line/Veja

Comentar
Compartilhe
Lista da Odebrecht: Garotinho vai processar quem fizer insinuações
26/03/2016 | 11h56

casal

O secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) disse hoje (26), em sua emissora de rádio, que vai processar quem fizer insinuações maldosas sobre a inclusão do seu nome, da sua esposa e da filha na lista da Odebrecht. "Recebemos, sim. Mas todas as doações estão dentro da Lei. Veículos de fora não fizeram insinuações sobre o nome da minha família. Não tem nada ilegal nessas doações. Quem fizer isso será processado", afirmou Garotinho.

Para o ex-governador, pode até algo ilegal na lista, mas ele garante que e empresa investigada na Lava Jato fez tudo certinho com ele, a esposa e a filha.

Quem conhece Garotinho sabe que ele odeia insinuações sobre doações. Há 10 anos ele iniciou uma greve de fome após a veiculação de reportagens apontando supostas irregularidades nas doações para a sua pré-campanha.
Comentar
Compartilhe
Marcelo Odebrecht é condenado a 19 anos de prisão
08/03/2016 | 11h25

marcelo-odebrecht-cassiano-rosario-futura-press

O empreiteiro Marcelo Odebrecht, ligado a Odebrecht, maior empreiteira do Brasil, foi condenado nesta terça-feira (8), a 19 anos e 4 meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa na Operação Lava Jato. Foram sentenciados com a mesma pena e pelos mesmos crimes, no processo, os executivos Márcio Faria e Rogério Araújo, ex-diretores da Odebrecht.

O juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações da Lava Jato, afirmou, em relação a Marcelo Odebrecht que “a prática do crime corrupção envolveu o pagamento de R$ 108.809.565,00 e US$ 35 milhões aos agentes da Petrobrás, um valor muito expressivo”. O magistrado destacou que ‘um único crime de corrupção envolveu pagamento de cerca de R$ 46.757.500,00 em propinas’.

Fonte: Fausto Macedo/Estadão 

Comentar
Compartilhe
Magal já saiu do PR
17/03/2016 | 02h29
magal

O vereador Jorge Magal, que durante o primeiro mandado da prefeita Rosinha foi líder do governo na Câmara, pulou fora do Partido da República (PR).

Agora, o parlamentar procura um novo partido para disputar a reeleição. O grupo rosáceo teria oferecido o Solidariedade (SDD) como opção.

Eleito pela primeira vez em 1996, o parlamentar já tem duas décadas de experiência nesse jogo e sabe que muitas armadilhas estão sendo montadas.

Comentar
Compartilhe
Governo Rosinha reconhece dívida de R$ 129 mil com a Apoe
21/03/2016 | 01h27

Foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (21) um Termo de Reconhecimento de Dívida. Nele, a secretaria de Educação, representada por Frederico Tavares Rangel, reconhece, por manifestação livre, a responsabilidade pelo valor original de R$129.107,80, correspondente ao pagamento das parcelas 6ª, 7ª, 8ª,9ªe10ª referentes ao Convênio firmado no ano de 2015 conforme Parecer n º 0068001/2016 em nome da ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ORIENTAÇÃO AOS EXCEPCIONAIS- APOE.

Ou seja, o mesmo governo que construiu uma Cidade da Criança de R$ 17 milhões está devendo R$ 129 mil a uma instituição que cuida de crianças especiais e completou meio século...

Comentar
Compartilhe
A missão de Dornelles
25/03/2016 | 09h54

dornelles

Aos 81 anos, o vice-governador Francisco Dornelles (PP) terá a missão de conduzir o governo nos próximos 30 dias, período de licença do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). Com extensa carreira política, ex-senador pelo Rio e ex-secretário da Receita Federal, ele entrou para a chapa de Pezão aos 45 do segundo tempo, quando o ex-secretário de Saúde Felipe Peixoto teve que abandonar a coligação para levar à frente a candidatura ao Senado do presidente do partido, Carlos Lupi.

A maior dúvida sobre as condições de Dornelles para assumir o governo paira sobre seu estado de saúde. Recentemente ele ficou internado com hemorragia intestinal e teve alta dois dias antes de Pezão ir para o hospital. Quem esteve recentemente com ele, como os deputados Luiz Paulo (PSDB) e Jorge Picciani (PMDB), garante que o vice não tem problemas de saúde e conta com mente lúcida e muita inteligência. Para os políticos, ele pode ter melhor relação com a Alerj do que Pezão.

Porém, na oposição, a notícia do afastamento de Pezão foi recebida com preocupação. Para os oposicionistas, com Dornelles no comando do estado, será mais difícil a tomada de decisões, como o corte de secretarias e cargos comissionados no Executivo, que poderia reduzir as despesas. "A preocupação é que, com o vice, essa falta de capacidade de tomar medidas pela recuperação do estado possa se agravar e aumentar os atrasos no pagamento dos servidores. Historicamente, o vice tem menos autonomia para fazer esses cortes", afirmou o deputado Flávio Serafini (PSOL).

Picciani pode assumir - O presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), afirmou que é o momento de todos os deputados se unirem e buscarem uma forma de superar a crise, debatendo e votando as pautas do governo. Picciani pode assumir o comando do estado por 90 dias, caso o vice Francisco Dornelles, de 81 anos, tenha que deixar o cargo. "Evidentemente, existe a opção. Mas vamos ser ao máximo solidários, para ajudar", disse.

Fonte: O Globo

Campos - Na planície goitacá o vice-governador conta com muitos aliados. Entre eles estão o deputado estadual Papinha, presidente do PP no município, o ex-prefeito Arnaldo Vianna (PEN) e seu filho Caio Vianna (PDT), além do deputado João Peixoto (PSDC).

 
Comentar
Compartilhe
Henriques: "Aposto a minha vida contra a vida deles"
18/03/2016 | 09h22

robert1001a

Chamado de "pai do TAC" e apontado como responsável por demissões de terceirizados em 2008, o ex-deputado Roberto Henriques escreveu um texto longo no Facebook com relatos sobre o tempo em que foi prefeito interino, e fez uma aposta. "Desafio a todos que me acusam das aludidas demissões de terceirizados, apostando a minha vida contra a vida deles (...) A política de Campos, infelizmente chegou ao tempo, que só radicalmente,resolveremos algumas questões. Creiam, não estou banalizando a vida... Estou resgatando a honra ! Peço,desculpas a OAB,pelo pedido público,esperando que ela aceite ser a intermediadora. Caso não aceite, irei com aqueles que aceitarem a aposta. Iremos nós,diante da Juíza Aline Boechat. Que reine a verdade", disse Henriques.

Postagem completa no Facebook: aqui 

Comentar
Compartilhe
Câmara: solenidade no lugar no debate
29/03/2016 | 11h09

Quem esperava uma sessão quente na manhã desta terça-feira (29), com cobranças sobre a relação do grupo rosáceo com a poderosa Odebrecht, acompanhou um evento marcado por homenagens na Câmara de Campos. No lugar da sessão ordinária foi realizada uma solenidade para a entrega de títulos.

Tudo indica que o debate ficou para amanhã (30). Se houver quórum, é claro.

Comentar
Compartilhe
Macaé: vice-prefeito vai pedir afastamento de Dr. Aluízio
24/03/2016 | 09h05
danilo

Em comunicado na tarde de ontem (23) o prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (PMDB) alegou não ter recebido dinheiro da Odebrecht. A nota oficial foi publicada no blog "Opiniões", do jornalista Aluysio Abreu Barbosa (aqui).

Rompido com o prefeito, o vice-prefeito Danilo Funke (Rede) não ficou satisfeito com a explicação e informou que irá ao Ministério Público Federal (MPF), Câmara de Veadores e ao Ministério Público (MP) pedir o afastamento imediato do prefeito. "Ele precisa se afastar para não atrapalhar a investigações (...) Pare de enganar os outros e assuma que o fez para benefício próprio. O 'ANJOLÍZIO' parece que sempre quis mídia nacional a qualquer preço... Conseguiu 'de graça', mídia internacional", postou o vice-prefeito.

Segundo Danilo, antes da eleição de 2012 ele alertou o então deputado federal Dr. Aluízio sobre um contrato de R$ 631 milhões com a Odebrecht. "Na época ele me disse: 'não faz isso, não se mete deixa que eu resolvo, depois que assumir tiramos eles'. Não preciso dizer que meu voto foi o único contra por ter certeza que seria 'lesivo para a futura gestão'", disse Danilo, que na época da concessão era vereador.

Comentar
Compartilhe
Marcão: "Chance de caminhar com o PR em Campos é zero"
21/03/2016 | 05h44

marcao

Após a aproximação, em Macaé, do Rede Sustentabilidade com o PR (aqui), muita gente especulou sobre uma aliança com o grupo de Garotinho em Campos.

Porém, o vereador Marcão garante que não existe a mínima chance. "A chance do partido caminhar com o PR em Campos é zero. Tanto a nacional como a estadual deram autonomia para o partido tomar as suas decisões na cidade", explicou Marcão, ressaltando que também não existe possibilidade de aliança com o PMDB.

Mais informações na edição de amanhã (22) da Folha.

Comentar
Compartilhe
E o futuro?
03/03/2016 | 01h09

PassadoeFuturo

Em tempos de crise, a campanha eleitoral deste ano pede um debate sobre o futuro, com discussões sobre desenvolvimento sustentável, inovação tecnológica, vocações regionais, diversificação da economia e caminhos para tornar as cidades menos dependentes dos royalties.

Porém, tendo em vista os primeiros movimentos do tabuleiro político, tudo indica que o passado estará mais presente do que o futuro.

Grupos políticos da região já começaram a levantar o passado dos pré-candidatos e usam seus militantes pagos nas redes sociais. Deixam de lado a construção e apostam na desconstrução dos personagens.

Uma política velha, limitada, e responsável por colocar a nossa região nesse buraco...

Comentar
Compartilhe
"Se gritar pega ladrão..."
16/03/2016 | 09h07
Capa do jornal "O Dia" desta quarta-feira (16): capa o dia
Comentar
Compartilhe
Dilma: "Golpe está em curso e jamais renunciarei"
22/03/2016 | 02h28

dilma

A presidente Dilma Rousseff voltou a classificar de 'golpe' nesta terça-feira (22) o processo de impeachment que ela é alvo na Câmara dos Deputados durante ato, no Palácio do Planalto, no qual recebeu o apoio de dezenas de profissionais do meio jurídico.

Juristas, advogados, promotores, magistrados e defensores públicos participaram do ato batizado de Encontro com Juristas em Defesa da Legalidade. O evento foi organizado para demonstrar contrariedade a ações recentes do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, como a divulgação de áudio de conversa telefônica entre Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Não cabem meias palavras: o que está em curso é um golpe contra a democracia. Jamais renunciarei. Pode se descrever um golpe de estado com muitos nomes, mas ele sempre será o que é: a ruptura da legalidade, atentado à democracia", enfatizou Dilma no evento.

"Não importa se a arma do golpe é um fuzil, uma vingança ou a vontade política de alguns de chegar mais rápido ao poder. Esse tipo de sinônimo, esse tipo de uso inadequado de palavras é o mesmo que usavam contra nós na época da ditadura para dizer que não existia preso político no Brasil quando a gente vivia dentro das cadeias espalhadas pelo país", complementou a petista.

Fonte: G1 (aqui).

Comentar
Compartilhe
Garotinho posiciona peças no tabuleiro
14/03/2016 | 02h15
vereadores Na noite de ontem (14) o secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) se reuniu com o "rolo compressor" e começou a posicionar as peças no tabuleiro político. De olho na disputa por cadeiras na Câmara, a meta é montar nominatas fortes para eleger o maior número possível de vereadores. Após perder a queda de braço no PSB, o vereador Altamir Bárbara deve disputar a eleição pelo Solidariedade. O mesmo partido foi oferecido para ser a nova casa do vereador Jorge Magal, que está de saída do PR. O vereador Ozéias, que já deixou o PTC, deve disputar a reeleição no PSDB. Jorge Rangel, que havia trocado o PSB pelo PSDB, tem a opção de se filiar ao PSD, que agora é comandado pelo deputado federal Paulo Feijó. A vereadora Dona Penha não deve disputar a reeleição, mas por via das dúvidas deverá trocar o DEM pelo PT do B. O vereador Álvaro César deixa o PMN e vai disputar a reeleição no PRTB. Miguelito trocou o PP pelo PSL. Albertinho continua no Pros e conta com o apoio do grupo para fortalecer sua nominata. * Mais informações na edição de amanhã da Folha. 
Comentar
Compartilhe
Nildo: "Fizeram negociatas com dois políticos para tentar nos tirar do pleito"
11/03/2016 | 06h35
nildo-11 Em seu perfil no Facebook o vereador Nildo Cardoso comentou sobre a articulação do deputado federal Paulo Feijó (PR), que vai assumir o PSD.

Se referindo ao movimento como "nova armação da dupla" (Feijó e Garotinho), Nildo comentou: "Estão tentando repetir o pleito de 2008, quando fomos retirados do processo eleitoral. Todos os nossos pré-candidatos a vereadore eu Ver. Nildo Cardoso pré-candidato a prefeito desta querida cidade, sairemos do PSD e na segunda-feira estaremos assumindo um novo partido, assim como vários deputados estaduais e federais. Infelizmente, fizeram negociatas com dois políticos para tentar nos tirar do pleito", afirmou Nildo.

Comentar
Compartilhe
"Venda do futuro": municípios esperam R$ 3 bilhões
21/03/2016 | 12h50

Os gestores das cidades que integram a Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro) aguardam com ansiedade a concretização da chamada “venda do futuro”.

Na última semana o senador Marcelo Crivella (PRB) informou que foi liberado um empréstimo de R$ 1 bilhão para os municípios. Porém, fontes que acompanham as negociações afirmam que o valor pode chegar a R$ 3 bilhões.

A partilha será feira de acordo com as perdas ocorridas nos anos de 2015 e 2016.

A meta é ter um ano de carência, 15 anos para pagar e juros de 19% ao ano.

Comentar
Compartilhe
Pezão: "Se Dilma cair, Temer também cai. Aí fica quem? O Cunha?"
08/03/2016 | 06h32

pezão

O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) concedeu entrevista ao jornal Folha de S.Paulo . Na opinião dele, caso ocorra um impeachment da presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer também irá cair. Além disso, Pezão responsabiliza a crise que o país vive e a queda do petróleo pela situação financeira complicada do Rio de Janeiro.

Na visão do governador, não há perspectiva para o impeachment. “Acho difícil. Ela é uma pessoa séria e honesta. É tanto disse-me-disse”, afirmou Pezão. “Ela está firme, animada. Ela é muito forte, uma rocha. Já passou por muita coisa”, completou.

Para Pezão, o PT avaliou mal a situação política do país, e Dilma aceitou isso. “Eu sempre disse a ela que deveria fazer um pacto pelo país, mas o entorno dela nunca aceitou isso”, afirmou.

E se em 2015 o governador do Rio havia dito que Temer estava conspirando contra a presidente, agora Pezão elogia o vice. “Acho que o Michel é a pessoa certa para fazer essa travessia. Para o PMDB ter candidato próprio em 2018”.

Pezão também descartou a continuidade da conspiração de Temer, dizendo que se Dilma cair, o vice vai junto. “Você acha que vai cassar um e não cassar o outro? Duvido que eles deixem ficar o Michel. Ai vai ficar quem? O Eduardo Cunha?”, disse Pezão.

Fonte: Terra

Comentar
Compartilhe
Câmara abre o cofre: passagens aéreas (R$ 120 mil), eventos (R$ 235 mil) e fotocópia (R$ 60 mil)
04/03/2016 | 09h05

camara dos vereadores campos

A Câmara de Campos, que também estaria sofrendo com a queda de arrecadação, não vai deixar de voar, nem de realizar seus eventos em 2016.

No Diário Oficial desta sexta-feira (04) é possível conferir diversos contratos.

Passagens aéreas: Foi publicado o segundo termo aditivo para aquisição de passagens aéreas. Valor: R$ 120 mil. Empresa: AQUINO & CHEBABE AGÊNCIA DE TURISMO LTDA

Eventos: Foram firmados diversos contratos para realização de eventos, totalizando R$ 235 mil.

Fotocópia: A Câmara também contratou a empresa LR CRESPO CÓPIAS E SERVIÇOS para prestação de serviço de fotocópia. Valor: 60 mil.

Busto e Mapa: Também foi contratada a empresa RODRIGUES PROMOÇÕES E SERVIÇOS para fornecimento e instalação do busto de Luís Carlos Lacerda e réplica de mapa de Couto Reys (Sete Capitães). Valor: R$ 47 mil.

 
Comentar
Compartilhe
Prefeitura gasta mais R$ 37,5 mil com passagens aéreas
01/03/2016 | 08h53

aviao

A Prefeitura de Campos, que vive em estado de emergência após decreto sancionado pela prefeita Rosinha Garotinho (PR) (aqui), gastou mais R$ 37,5 mil com passagens aéreas. O pagamento foi efetuado na última sexta-feira (26). A informação está disponível no Portal da Transparência, sem detalhes sobre quem utilizou as passagens, nem o destino. A empresa que prestou o serviço foi a L.M. Viagens e Turismo.

Em fevereiro a Prefeitura pagou R$ 42 mil pelas passagens aéreas.

Em três anos o governo Rosinha gastou mais de R$ 1,4 milhão com passagens aéreas: aqui 

Uns voam, outros sofrem - Enquanto os rosáceos estão voando, estudantes que moram longe da cidade perderam os ônibus que faziam o transporte. O contrato terminou e a Prefeitura não renovou.
Comentar
Compartilhe
Henriques está de volta ao grupo rosáceo
11/03/2016 | 11h10
henriques-e-rosinha O ex-deputado Roberto Henriques está de volta ao grupo rosáceo. Após uma consulta interna, os seus aliados optaram pelo retorno. O "namoro" começou no último domingo (06), quando Henriques bateu um papo com o secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) (aqui).
Comentar
Compartilhe
PRB mantém Tô Contigo em Campos e azeda relação com o PR no Rio
31/03/2016 | 10h50
[caption id="attachment_40509" align="aligncenter" width="326"]crivella Coluna "Extra, Extra"/Berenice Seara[/caption]
Comentar
Compartilhe
Vital recebe R$ 5 milhões
08/03/2016 | 10h15

VITAL

A Vital Engenharia, responsável pela coleta de lixo, recebeu R$ 5 milhões na última sexta-feira (04). Ao todo, foram quitadas 12 notas e o valor ficou em torno de R$ 5 milhões.

Entre novembro do ano passado e março desta ano, a empresa recebeu R$ 18 milhões.

"Venda do futuro" - Em agosto do ano passado, durante debate sobre a “venda do futuro”, funcionários da Vital acompanharam uma sessão da Câmara. A ideia era mostrar que o salário deles dependia da “venda do futuro”. Alguns rosáceos chegaram a dizer que a coleta de lixo estava em risco se o empréstimo não saísse.

Comentar
Compartilhe
Rosinha faz reflexão
23/03/2016 | 04h26

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) ainda não comentou sobre a inclusão do seu nome em uma lista da Odebrecht (aqui). Em sua página no Facebook, ela publicou uma reflexão da Semana Santa. Na foto, Rosinha segura uma coroa de espinhos.

_garotinhoefeijo
Comentar
Compartilhe
Internado há seis dias com febre, Pezão ainda não tem diagnóstico
18/03/2016 | 01h52

pezão

Internado há seis dias no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, Zona Sul do Rio, o governador Luiz Fernando Pezão, segue apresentando febre, apesar do tratamento com antibiótico intravenoso. Uma bateria de exames vem sendo realizada diariamente, mas os médicos ainda não chegaram a um diagnóstico para o quadro infeccioso.

Nesta quinta-feira, Pezão foi submetido a uma ressonância magnética na coluna. Para esta sexta, está prevista a realização de um mielograma, exame da medula óssea realizado com uma pequena quantidade de sangue colhido no interior do osso, por meio de uma agulha. Esse exame é indicado para diagnóstico de leucemias, mieloma, algumas doenças infecciosas e também algumas anemias.

Desde a tarde de sábado, quando deu entrada no hospital, Pezão já foi submetido a exames de sangue, urina, tomografia, ressonância magnética e endoscopia. Esse último, realizado em função da queixa de dor torácica e após a hipótese de enfarte ter sido descartada, teria apontado uma gastrite leve. Nada que justificasse a febre intermitente, ou seja, que vai e vem.

Na lista de doenças que já foram descartadas, ainda estão dengue, zika, chikungunya, endocardite (infecção que atinge parte da membrana mais interna do coração) e, por último, febre maculosa (causada por uma bactéria transmitida por carrapato).

Ontem (17), o cardiologista Claudio Domênico, que está à frente da equipe médica que atende o governador, pediu para que ele faça repouso. As visitas estão restritas à família e a alguns assessores. Segundo fontes do governo, foi uma maneira de evitar o entra e sai de deputados e prefeitos do interior do estado no quarto de Pezão.

A assessoria de imprensa do governo divulgou nota, nesta quinta-feira, afirmando que Pezão se recupera de um quadro infeccioso. “Ele está no quarto e passa bem”, diz o texto.

Fonte: Extra 

Comentar
Compartilhe
SJB: secretário destaca transparência
19/03/2016 | 01h54

Em março do ano passado o blog publicou nota (aqui) sobre o Portal da Transparência de São João da Barra, que estava "congelado" desde o ano anterior (2014).

Agora, um ano depois , o espaço está reformulado e figura entre os melhores do estado (aqui).

Hoje (19), em seu perfil no Facebook, o secretário de Fazenda Edson Claudio usou o Facebook para comentar sobre a transparência no governo Neco.

transparência sjb
Comentar
Compartilhe
Chicão em ação
14/03/2016 | 11h34
[caption id="attachment_39983" align="aligncenter" width="456"]Foto: Gerson Gomes Foto: Gerson Gomes[/caption]

Pré-candidato à Prefeitura de Campos, o vice-prefeito Chicão Oliveira (PR) está gastando sola de sapato. Além de atuar na luta contra o mosquito da Dengue, sempre com um colete da Defesa Civil, agora ele resolveu caminhar com o secretário de Infraestrutura, Edílson Peixoto. Nessas andanças, ele conversa com moradores e líderes comunitários.

Nesta segunda-feira (14) ele foi acompanhar a resolução de um problema antigo: a cratera da rua Pache Faria, em Nova Brasília, mostrada pelo blog no mês passado (aqui).

O buraco incomodava moradores desde outubro de 2014. O presidente da Associação de Moradores de Nova Brasília, Jordão Rocha, também acompanhou os trabalhos de perto.

Comentar
Compartilhe
Rede Sustentabilidade monta o seu time em Campos
07/03/2016 | 12h29

Rede

A Rede Sustentabilidade realizou na manhã do último sábado (05), em Campos, uma reunião que definiu os membros do diretório.

Ao contrário das outras legendas, a Rede não conta com presidente, mas sim um porta-voz. Em Campos, quem ficou com essa missão foi Algeniro Borges. Ele tem ao seu lado Thatiana Barros e Antônio Barreto (coordenação executiva), Thiago Miquilito (coordenação financeira), Klai Ferreira (coordenação de comunicação) e Fabrício Lírio (vogal).

Coordenador do partido na região, o vice-prefeito de Macaé, Danilo Funke, explica que o momento é de "conversa e construção de relações políticas".

Porta-voz do partido no estado do Rio, ao lado de Ana Paula Abreu Moura, o antropólogo Luiz Eduardo Soares garante:  “os assaltantes da utopia não passarão. Vistam eles e elas as máscaras que quiserem: vítimas ou sábios, demagogos ou populistas, retóricos ou pragmáticos, fisiológicos ou ideológicos, humildes ou arrogantes. Não passarão”.

Comentar
Compartilhe
Câmara aprova pedido de informação sobre "Verão da Família"
01/03/2016 | 11h20

O vereador Rafael Diniz (PPS) cobrou, durante a sessão desta terça-feira (01), informações sobre o "Verão da Família", realizado na praia do Farol de São Thomé. "A cidade vive uma crise e foi decretado estado de emergência. Como fiz no ano passado, protocolei requerimento solicitando informações sobre os gastos da Prefeitura com palcos, trios elétricos, som, iluminação, ônibus, hospedagem, buffet e fogos. A ideia é levantar o real custo do verão. Também solicitamos informações sobre parcerias. Houve algum tipo de patrocínio? Quem realmente pagou o show do Péricles?", indagou Diniz, que defendeu os carnavalescos. "Se teve dinheiro para tanta coisa, por que não valorizaram uma riqueza cultural da nossa cidade? A senhora Patrícia Cordeiro não tem responsabilidade com a nossa cultura", concluiu.

O requerimento foi aprovado por unanimidade. "Defende que todo e qualquer pedido de informação seja aprovado por esta Casa", disse o vereador Abdu Neme (PR), membro do "rolo compressor".

Com o movimento, os governistas evitaram estender o debate. "Trata-se de algo histórico. Bom saber que o governo irá aprovar todos os pedidos de informação", disse o vereador Nildo Cardoso.

Agora, o governo terá 30 dias para encaminhar as informações sobre o "Verão da Família".

Mais informações na edição de amanhã (02) da Folha. 

Comentar
Compartilhe
Uma cidade perfeita
07/03/2016 | 12h18
Em uma rápida passagem pelo site da Prefeitura de Campos é possível notar que a cidade vive um dos melhores momentos de sua história. Cepop é opção de lazer para toda família: aqui  "Disney" bombando, com campanha educativa: aqui  Prefeitura vai sortear carro: aqui  Professores elogiam escola: aqui  Cartão Cidadão Campos: usuários satisfeitos - aqui  Tá vendo, isso a oposição não enxerga.
Comentar
Compartilhe
PTB lança pré-candidatura de Edson e PHS quer Auxiliadora na linha de frente
01/03/2016 | 12h08

Como a coluna "Ponto Final" informou no último sábado (27), o líder rosáceo vai anunciar uma Frente Popular. A ideia é lançar os nomes dos prefeitáveis do grupo para a eleição de outubro. No momento, eles já teriam seis pré-candidaturas definidas. Nas redes sociais, o presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB), e a vereadora Auxiliadora Freitas (PHS), já demonstraram que estão no páreo, assim como o secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Thiago Ferrugem (veja no blog Opiniões aqui). Outros rosáceos que já se colocaram como pré-candidatos à Prefeitura: o vereador Mauro Silva (PSDB) e o vice-prefeito Chicão Oliveira (PR).

edson auxiliadora Mais sobre o assunto: aqui e aqui  O blog do Ralfe Reis foi o primeiro a replicar a nota sobre a decisão do PTB, que confirmou a pré-candidatura de Edson Batista (aqui). Atualização às 8h50 - Inclusão de informações.
Comentar
Compartilhe
Juíza de SP transfere para Moro decisão sobre prisão de Lula
14/03/2016 | 04h23

images-cms-image-000478808

A juíza Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, da 4ª Vara Criminal Central de São Paulo, decidiu encaminhar para a 13ª Vara Federal de Curitiba, presidida pelo juiz Sérgio Moro, a denúncia e o pedido de prisão preventiva contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, proposto pelo Ministério Público de São Paulo. Ela declinou da competência no processo por entender que, “como é público e notório, tramita perante aquela vara os processos da chamada ‘Operação Lava-Jato’”, que investiga crimes envolvendo empreiteiras acusadas de pagar propina em contratos da Petrobras.

Para justificar a decisão, ela juntou ao processo cópia de decisão de Moro de 24 de fevereiro deste ano, que determinou a realização de busca e apreensão em endereços ligados ao ex-presidente Lula. Depois que receber o processo, o juiz Sérgio Moro deverá encaminhar a denúncia ao Ministério Público Federal em Curitiba, que poderá ratificar ou não o pedido feito pelos promotores paulistas.

Fontes que acompanham de perto a investigação informam ser provável que o MPF apresente uma nova denúncia, utilizando apenas os dados do processo do MP em São Paulo que forem complementares à investigação da força tarefa da Lava-Jato.

A juíza decidiu também tirar o sigilo do processo contra Lula. “O pretendido nestes autos, no que tange às acusações de prática de delitos chamados de ‘lavagem de dinheiro’, é trazer para o âmbito estadual algo que já é objeto de apuração e processamento pelo Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba/PR e pelo MPF, pelo que é inegável a conexão, com interesse probatório entre ambas as demandas, havendo vínculo dos delitos por sua estreita relação”, escreveu a juíza na decisão divulgada nesta segunda-feira.

Fonte: O Globo 

Atualização às 20h50 - Lula deve assumir ministério, mas exige mudança na economia- Interlocutores do Palácio do Planalto informaram na noite desta segunda-feira que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva viajará a Brasília, nesta terça ou quarta-feira, para discutir com a presidente Dilma Rousseff a melhor forma de assumir uma pasta do chamado núcleo duro do governo: a Casa Civil, ocupada por Jaques Wagner, ou o ministério da Secretaria de Governo, comandada por Ricardo Berzoini. A decisão de Lula de avançar na discussão sobre sua participação direta no governo, ganhando foro privilegiado, acontece no mesmo dia em que a juíza Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira mandou o processo de Lula para o juiz Sérgio Moro, na Operação Lava-Jato. Lula vai apresentar condicionantes para entrar no governo. Uma delas é a mudança da política econômica. A condição não passa por troca do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, mas por uma política mais frouxa de ajuste e que seria "mais focada na retomada do crescimento".

O mais provável é que Lula deve aceitar comandar a Secretaria de Governo, onde assumiria a articulação anti-impeachment. Embora seja mais forte, a Casa Civil tem atribuições mais burocráticas.
Comentar
Compartilhe
Nildo Cardoso: "Quem apanha não esquece"
15/03/2016 | 10h18

nildo-cardoso

O vereador Nildo Cardoso comentou durante a sessão desta terça-feira (15) sobre a sua saída do PSD. "Já passei por isso em 2008. Quem apanha não esquece. Apanhei e aprendi, por isso tenho planos B, C, D e E", comentou Nildo. Em 2008 ele ficou fora da eleição após uma articulação de Paulo Feijó, que foi candidato a prefeito pelo PSDB. Agora, oito anos depois, o mesmo Feijó tirou o PSD de Nildo.

Em seu perfil no Facebook ele informou que revelaria a sua nova casa ontem (14). Porém, achou melhor adotar a cautela. "Ainda não vou comunicar. O processo já foi feito na estadual e estamos regularizando aqui em Campos. Acho que hoje já vai estar definido", disse Nildo, que agradeceu por convites e apoio. "O vereador Genásio abriu as portas do PSC para mim. Recebi o apoio também do Rafael Diniz, João Peixoto, Caio Vianna e até de partidos da situação. Mas não existe possibilidade de caminhar com o governo. Vou com a oposição", frisou.

Comentar
Compartilhe
Cadê a prefeita que tava aqui?
23/03/2016 | 10h22
[caption id="attachment_40286" align="aligncenter" width="468"]Foto: Gerson Gomes Chicão inaugurou, ontem, obra de reforma em Conselheiro Josino - Foto: Gerson Gomes[/caption]

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) retornou em fevereiro da licença médica, após cirurgia no maxilar. Logo após o retorno, chegou a participar de alguns eventos e, na última semana, esteve em Brasília negociando a terceira "venda do futuro".

Porém, na maioria das ações do governo ela tem sido representada pelo vice-prefeito Chicão Oliveira (PR). Na noite de ontem (22), Chicão inaugurou a reforma da Creche de Conselheiro Josino.

No discurso de inauguração, ele destacou que já são oito escolas inauguradas em menos de dois meses. No site da Prefeitura é possível encontrar Chicão vistoriando obras, buracos, em campanha contra a Dengue e solicitando limpeza. No site, a última aparição da prefeita ocorreu no dia 09 de março. Ela visitou, na parte da tarde, uma escola em Travessão que seria inaugurada à noite. Porém, a inauguração ficou por conta de Chicão (aqui).

Para alguns articuladores do governo, a saída de cena é estratégica e tem a missão de fortalecer a pré-candidatura de Chicão.

Comentar
Compartilhe
Clarissa: "Já passou da hora do PR deixar o governo"
18/03/2016 | 03h51
clarissa

Almoço com a família Garotinho - Em agosto de 2014, durante a campanha presidencial, a presidente Dilma recebeu o apoio da família Garotinho. A agenda de campanha foi no restaurante popular Getúlio Vargas, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. Participaram a deputada Clarissa, a prefeita Rosinha e Garotinho.

almoço

Comentar
Compartilhe
Farinha pouca, meu pirão primeiro
29/03/2016 | 12h48

briga

Na reta final para fechar as filiações dos pré-candidatos a vereador e as nominatas, o clima é tenso no grupo rosáceo. Ao contrário dos anos anteriores, quando havia uma grande fartura de nomes, agora as opções estão mais escassas.

Além disso, presidentes de partidos que estão com nominatas mais fortes nem cogitam a possibilidade de liberar alguns nomes para as legendas aliadas que estão fracas. Mesmo com o pedido do líder rosáceo, teve presidente que disse não.

"Meto a mão na cara" - Ao tomar conhecimento sobre um aliado "fura olho", que estava ligando para pré-candidatos do seu partido, um presidente chegou a dizer: "Se ficar de graça, meto a mão na cara".

Até o final desta semana serão muitas emoções.

Comentar
Compartilhe
Lindbergh: "Lula é o nosso candidato em 2018, temos que defendê-lo"
04/03/2016 | 09h29
lindbergh

Em um vídeo publicado no Facebook (aqui), o senador Lindbergh Farias (PT) informa que vai participar em São Paulo de um "grande ato de solidariedade ao presidente Lula". Segundo o petista, não era preciso levar o ex-presidente para depor. "Estou indignado. Não há motivo para essa condução. Era só chamá-lo para depor e prestar esclarecimentos. Mas eles querem a foto, querem dizer: 'nós prendemos o Lula'. Fazem isso porque o Lula é o maior líder popular brasileiro. É o nosso candidato é 2018. Temos que sair em defesa dele", comentou.

PT considera Lula preso político:

post-pt

Comentar
Compartilhe
Em tempos de "emergência econômica", Working recebe R$ 868 mil
04/03/2016 | 08h33

A Prefeitura, que teve estado de emergência econômica decretado pela prefeita Rosinha Garotinho (PR) (aqui), pagou R$ 868 mil a empresa Working Empreendimentos e Serviços.

De acordo com o Portal da Transparência duas notas foram quitadas na última quarta-feira (02). Uma superior a meio milhão (R$ 572 mil) e outra de R$ 292 mil. Segundo o relatório de pagamentos, a empresa prestou serviços de MANUN.PREV/CORRET EM ESCOLAS.

No ano passado, mesmo em tempos de crise,  a empresa Working recebeu mais de R$ 4,5 milhões da Prefeitura, em cinco meses, para serviços variados (aqui).

Consultoria - Também consta do Diário Oficial mais um pagamento de R$ 127,9 mil por "serviço de consultoria". Nome da empresa: ACH DIMENSAO INFORMATICA E CONTABIL LTDA.

Comentar
Compartilhe
Melhorou ou piorou?
14/03/2016 | 09h15

Em 2008, a então candidata Rosinha (sem Garotinho), prometeu uma revolução na Educação. Durante reuniões em vários pontos da cidade, ela distribuiu um livro com o seu plano de governo. Nos palanques a candidata criticou escolas com goteiras, mofo e que "davam choque".

Um trecho do seu plano de governo diz: “Rosinha assume o compromisso de implantar ações que dinamizem o setor para, em quatro anos, obtermos as primeiras colocações nas avaliações do MEC. Para tanto, Campos vai contar, a partir de janeiro de 2009, com a atuação conjunta de especialistas de diversas áreas, com objetivo de criar condições para que o município ofereça uma educação de qualidade”.

Agora, quase oito anos após aquelas promessas, é possível conferir a seguinte postagem no Facebook (aqui):

[caption id="attachment_39977" align="aligncenter" width="436"]educação Facebook/Gustavo Matheus[/caption]
Comentar
Compartilhe
"Venda do futuro": governo do estado terá parcelas até 2043 e juros de R$ 47 bilhões
06/03/2016 | 12h13

Desde 2011, o Estado do Rio contratou, em empréstimos, um total de R$ 35.397.290.213,18. O pagamento desse montante, somado aos contratos anteriores, será de responsabilidade das futuras administrações estaduais pelo menos até 2043, considerando, hipoteticamente, que o governo não faça mais operações financeiras daqui para frente. Os valores foram usados, principalmente, para obras estruturais, como a da Linha 4 do metrô. Somente a ampliação da malha metroviária precisou de quase R$ 7 bilhões em empréstimos. A última transação, de quase R$ 500 milhões, está em processo de repasse para as contas públicas.

O problema é que, com a crise na arrecadação vivida pelo Estado, o governo adotou o empréstimo como forma de financiar suas pendências. Para capitalizar o Rioprevidência, por exemplo, ficou acertado o repasse de R$ 1 bilhão via Banco do Brasil (BB).

O governador Luiz Fernando Pezão já reclamou da forma como os juros incidem sobre os empréstimos feitos na década de 1990. Segundo ele, nos últimos anos, o Estado pagou R$ 45 bilhões, e a dívida aumentou exponencialmente, "O governo sabe como são formados os juros, sabe como aumenta a dívida e, mesmo assim, segue pegando empréstimos. Nesta situação, a conta ficará impagável", alertou o deputado estadual Luiz Paulo (PSDB), responsável pelo levantamento sobre os empréstimos.

Juros que serão pagos chegam a R$ 47 bilhões

Das contas a pagar que o governo do estado tem hoje, o peso dos juros equivale quase à metade. Em 2015, foram pagos R$ 3,6 bilhões em acréscimos. A previsão para esse ano é de R$ 4,2 bilhões, segundo dados disponíveis no site da Secretaria estadual de Fazenda (www.fazenda.rj.gov.br), no link “Serviço da dívida”. O montante, até 2043, totalizará R$ 47 bilhões, apenas em juros.

A visão da pasta é que é preciso ter cautela neste momento. O secretário estadual de Fazenda, Julio Bueno, garante que o endividamento não vai se tornar uma “bola de neve” e diz confiar na boa relação do governo com as instituições financeiras para não ficar com o nome sujo no mercado. "Os empréstimos feitos com agentes internacionais e bancos públicos têm taxas mais razoáveis e representaram oportunidades de investimentos", disse Bueno, completando: — A crise é de todo o país, e o Rio tem atuado com absoluta transparência no relacionamento com bancos e fornecedores.

Fonte: Extra
Comentar
Compartilhe
Ozéias no PSDB
16/03/2016 | 06h59
[caption id="attachment_40071" align="aligncenter" width="404"]psdb Mauro, Ozéias e o presidente do PSDB em Campos, Robson Colla[/caption]

O vereador Ozéias, que se elegeu pelo PTC em 2012, se filiou nesta quarta-feira ao PSDB.

Em seu Gabinete Virtual, o vereador Mauro Silva, pré-candidato à Prefeitura pelo PSDB, comentou sobre a chega de mais um tucano ao ninho. "É com muita alegria que participamos hoje da filiação ao PSDB do vereador Ozéias,  em 2012 se elegeu com 2.804 votos. É um vereador que trabalha muito pelo interior e um dos nomes que o PSDB irá apresentar para fazermos uma Campos cada vez melhor", comentou.

Comentar
Compartilhe
"Disney" sem laudo dos Bombeiros?
09/03/2016 | 04h55

disney

A "Cidade da Criança", conhecida como a "Disney" goitacá, não conta com os laudos e certificados necessários para o funcionamento. A informação, obtida com o Corpo dos Bombeiros, foi publicada no Terceira Via (aqui).

Então quer dizer que a obra de R$ 17 milhões, que já recebeu milhares de crianças, não foi devidamente vistoriada?

Precisou uma criança sofrer traumatismo craniano (aqui) para o Corpo de Bombeiros informar que  a "Cidade da Criança" não consta no sistema com solicitação de laudo de exigência ou certificado de aprovação...

Atualização às 18h45 - A superintendência de Comunicação informa que a Cidade da Criança Zilda Arns obedece a todas as exigências estabelecidas pelo Código de Segurança contra incêndio e pânico, com seu processo de licenciamento todo regular exigido pelo Corpo de Bombeiros do estado do Rio de Janeiro.

O espaço conta com equipe especializada de Brigada de Incêndio com socorrista, ambulância permanente, monitores e toda a estrutura física devidamente vistoriada, para garantir a integridade física de  todos visitantes.

A Cidade da Criança Zilda Arns possui todos os documentos exigidos pelo Corpo de Bombeiros, incluindo o protocolo do laudo técnico que autoriza o funcionamento do parque. Desde sua inauguração já passaram pela Cidade da Criança cerca de 48 mil pessoas e, destas, 26 mil são crianças.

Comentar
Compartilhe
Suplementação de R$ 149 mil para o "Verão da Família"
23/03/2016 | 11h38

Foi publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (23) o Decreto nº 60/2016 que dispõe sobre crédito adicional suplementar. Entre as suplementações é possível encontrar RR 149,6 mil para a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL). Os recursos serão utilizados para pagar alguns eventos promovidos durante o "Verão da Família", no Farol.

Como o "cobertor" é curto, a Prefeitura anulou uma pequena parte dos recursos  previstos para a segunda fase do Morar Feliz (R$ 149,6 mil).

Enquanto isso, a Apoe tem dívidas (cinco parcelas) desde 2015 que foram reconhecidas pela secretaria de Educação. Valor: R$ 129 mil (aqui).

Comentar
Compartilhe
Marcão: "Governo massacra os servidores"
31/03/2016 | 05h46
Em seu perfil no Facebook, o vereador Marcão (Rede) comentou sobre o Projeto de Lei 0026/2016, que altera a tabela de vencimentos. Segundo o parlamentar, o dinheiro só vai entrar no bolso do servidor em 2017, quando o governo já terá terminado. marcão
Comentar
Compartilhe
Três anos após criticar empréstimo, Clarissa defende "venda do futuro"
03/03/2016 | 04h58
[caption id="attachment_39634" align="aligncenter" width="430"]negociando Facebook/Clarissa[/caption]

A deputada federal Clarissa Garotinho (PR) divulgou em sua página no Facebook uma foto do encontro entre prefeitos da região com um representante do ministério da Fazenda. Na pauta, a "venda do futuro". Segundo Clarissa, a luta é "para recuperar as perdas dos royalties do petróleo", como repercutiu o blog do jornalista Arnaldo Neto (aqui).

O interessante dessa história é que em 2013 a mesma Clarissa se posicionou contra a autorização de um empréstimo de R$ 1,4 bilhão para o governo Cabral. Na época, ela pediu ao então presidente da Alerj, Paulo Melo (PMDB), para retirar o projeto de pauta. “Não sabemos a taxa de juros, o prazo de pagamento… Não temos informações. É um cheque em branco”, disse.

Também no ano de 2013, em nota intitulada “Um grande negócio. Para quem?”, ela comentou: “o governador Sérgio Cabral propôs adiantar o recebimento dos valores relativos aos royalties e participações especiais dos próximos seis anos. A ideia é adiantar o valor de R$ 2,3 bilhões que seria arrecadado até 2019. A instituição que vencer o leilão cobrará por esse serviço um ágio que pode chegar a 15,5%. Ou seja, a essa taxa, a instituição financeira deve adiantar R$ 2,3 bilhões imediatamente, e, ao longo desses seis anos, poderá receber até R$ 3,4 bilhões”, protestou Clarissa, ressaltando que “a operação de antecipação de receitas claramente diminui os fluxos de recebimento ao longo do tempo a um custo elevado”.

Garotinho chamou de "maracutaia" - Na ocasião, Clarissa chegou a suspender o leilão ao obter uma liminar na Justiça. Veja no blog do pai dela, que classificou a antecipação como “maracutaia”: aqui

Comentar
Compartilhe
Pré-candidatos do grupo rosáceo garantem "pacto de união"
02/03/2016 | 09h21

pré-candidatos

Os seis prefeitáveis do grupo rosáceo estão definidos: Edson Batista (PTB), Mauro Silva (PSDB), Auxiliadora Freitas (PHS), Chicão Oliveira (PR), Thiago Ferrugem (PR) e Fábio Ribeiro (PR). Eles integram uma Frente Popular, que será anunciada em breve pelo líder rosáceo.

Na noite de ontem (01), para tentar mostrar que o grupo está unido, apesar da fogueira de vaidades, os seis se reuniram, posaram para fotos e garantiram que existe um pacto de união. "O escolhido terá o apoio de todos. Temos a consciência de que o projeto está acima de pessoas", disse o vereador Edson Batista (PTB) em sua página no Facebook.

Dúvida - O grupo deixa a entender que apenas um nome será escolhido. Mas é bom lembrar que o PSDB, partido de Mauro Silva, já garantiu que terá candidatura própria (aqui). Além disso, em entrevista publicada no blog "Opiniões", do jornalista Aluysio Abreu Barbosa, Thiago Ferrugem afirmou que o PR terá candidatura própria (aqui). Se PSDB e PR vão encabeçar chapas, esse grupo terá, no mínimo, duas candidaturas. PTB e PHS entraram só para indicar vices?

No último sábado (27) a coluna "Ponto Final" adiantou que seriam lançadas seis pré-candidaturas e destacou que o fato de não ter um candidato natural tem gerado uma guerra interna, com cada prefeitável posicionando suas tropas, com direito a guerra por aliados nos bastidores.

O blog do Ralfe Reis foi o primeiro a publicar a informação: aqui 

Mais informações na edição de amanhã (03) da Folha 

Comentar
Compartilhe
Campos na rota da "propina delivery"
24/03/2016 | 09h32

propina

Em janeiro do ano passado o blog replicou da "Veja" sobre o depoimento do agente da Polícia Federal Jayme Alves de Oliveira Filho, conhecido como Careca (aqui). Ele admitiu ter distribuído propina a empreiteiros, empresários, ao ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e ao lobista Fernando Soares a mando do doleiro Alberto Youssef. Era a chamada "propina delivery".

Em depoimento, Careca detalhou ter enviado propina “duas ou três vezes” para Fernando Soares e admitiu que em diversas outras situações despachou dinheiro para as cidades de Campos dos Goytacazes (RJ), São Bernardo do Campo (SP) e Rio de Janeiro. Pelas mãos do agente da PF.

Posteriormente, em outubro, o jornalista Lauro Jardim publicou nota (aqui) informando que Fernando Baiano relatou aos procuradores uma história de contornos cinematográficos que ficou perdida no meio da Lava Jato - o dinheiro que supostamente foi levado do escritório de Paulo Roberto Costa por suas filhas, no dia de sua prisão. De acordo com Baiano, Costa conseguiu mandar R$ 3 milhões em dinheiro vivo para Campos.

Comentar
Compartilhe
Bruno Dauaire critica renúncia fiscal: "só tende a agravar a crise"
01/03/2016 | 12h48
bruno

O deputado estadual Bruno Dauaire (PR) compartilhou nesta terça-feira (01), no Facebook, matéria publicada pelo jornal "O Globo" sobre benefícios fiscais que são dados pelo governo do estado a empresas. O valor gira em torno de R$ 19 bilhões. "O momento não é propício para renúncia fiscal. O governo estadual tem problemas de caixa e essa medida só tende a agravar a crise. Incentivos são importantes, mas na atual conjuntura eles não são uma opção viável. Por isso eu e o colega Luiz Paulo apresentamos projeto neste sentido. Que os deputados compreendam sua importância e que o governo seja responsável neste tema".

Na Assembleia Legislativa (Alerj), o uso do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social (Fundes) em favor de grandes empresas vem sendo alvo de críticas da bancada de oposição. Na semana passada, Bruno Dauaire e Luiz Paulo Corrêa da Rocha (PSDB) apresentaram um projeto de lei que tem como objetivo proibir que o estado conceda qualquer benefício fiscal ao longo dos próximos quatro anos. Ficariam mantidos apenas os que já tiveram contratos assinados. A proposta ainda não tem data para ir a plenário.

Matéria completa do Globo: aqui 

Comentar
Compartilhe
Câmara: grupo rosáceo quer fazer 20 das 25 cadeiras
09/03/2016 | 03h36

Mesmo em tempos de crise com a cidade em estado de emergência econômica, o clima no grupo rosáceo é de otimismo em relação ao pleito deste ano.

Ciente da força da máquina, que conta com mais de mil cargos de confiança e cabos eleitorais espalhados nos quatro cantos do município, os rosáceos otimistas trabalham para fazer 20 das 25 cadeiras. Já os articuladores mais pragmáticos acreditam que o número pode girar entre 16 e 18 vereadores.

O grupo espera contar com 14 partidos.

O responsável pela arrumação das nominatas é o professor Suledil Bernardino.

Comentar
Compartilhe
José Carlos: "Secretário é mentiroso e incompetente"
15/03/2016 | 12h51
jose-carlos A sessão desta terça-feira (15) da Câmara de Campos contou com debates acalorados entre governistas e oposicionistas.

Tudo começou após um pedido de informação, apresentado pelo vereador Fred Machado (PPS) sobre uma Creche Escola no Jardim Ceasa. "A obra foi praticamente quitada e está completamente parada. É bom lembrar que houve um aditivo de 70% do valor da obra", disse o vereador Fred Machado, ressaltando que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) já teria solicitado uma posição do secretário de Obras.

Na tribuna, o vereador Mauro Silva (PSDB), líder do governo na Casa, ofereceu uma alternativa. "Vamos trocar o pedido de informação pela convocação do secretário de Obras, Edílson Peixoto. Aqui ele poderá falar não só sobre esta obra, mas sobre diversas outras obras do governo em nossa cidade", sugeriu.

A convocação do secretário de Obras foi aprovada sem os votos da oposição, que não queria "palavras, mas sim documentos".

Foi aí que o vereador José Carlos (PSDC) disparou: "Quem quer ouvir esse secretário? O secretário é mentiroso e incompetente".

Membros da base governista ficaram irritados com a declaração de José Carlos e cobraram a volta ao plenário do projeto que institui o Código de Ética, com a missão de suspender e até cassar parlamentares. É bom lembrar que esse Código foi rejeitado pelos vereadores em dezembro do ano passado (aqui).

Mais informações sobre a sessão na edição de amanhã da Folha. 

Comentar
Compartilhe
Em 2011, Feijó abriu o jogo: “político não ganha sem Caixa 2”
23/03/2016 | 03h48
_garotinhoefeijo Lá atrás, em 2011, o deputado federal Paulo Feijó (PR) falou francamente sobre o"caixa dois" e disse que "não tem santo na política" (aqui).

Em entrevista ao Herval Machado, no programa “Falando Francamente”, da Mult TV, o deputado federal Paulo Feijó esbanjou sinceridade ao comentar sobre a importância da reforma política. Aos nove minutos e cinqüenta e cinco segundos do vídeo (aqui) ele diz: “Não tem santo na política brasileira. Nenhum político no Brasil pode jogar pedra no outro. É claro que alguns passam do limite. Não existe um político no Brasil que não tenha ganho uma ajuda de campanha no Caixa 2. Quem falar que nunca ganhou uma ajudinha no Caixa 2 é mentiroso e está fazendo demagogia com o povo. Isso acontece porque esse sistema político está ultrapassado. Você acha que vai ganhar uma eleição hoje só no discurso? Você não precisa de uma propaganda, uma gasolina no seu carro, você não precisa de uma equipezinha. Mas tem políticos que se julgam santos e querem ficar atacando, atacando. Nesse ponto a reforma política seria muito importante”, afirmou Feijó.

Comentar
Compartilhe
Em áudio, dona Marisa manda adeptos dos panelaços enfiarem panelas no c…
17/03/2016 | 07h23

Marisa-e-Lula-AB

Em conversa grampeada pela Polícia Federal, a ex-primeira dama Marisa Letícia chamou de “coxinhas” e xingou adeptos dos panelaços contra o governo. Ao falar com o filho, Fábio Luís Lula da Silva, na noite de 23 de fevereiro, disse querer que as pessoas “enfiassem as panelas no c…”. Naquele dia, houve protestos contra um programa do PT veiculado na televisão.

As declarações constam de transcrição do diálogo feita pela Polícia Federal no inquérito da Operação Lava Jato que apura suposto recebimento de vantagens indevidas pelo ex-presidente e sua família.

No telefonema, Fábio diz a Marisa que a família vive no “olho do furacão” e pergunta se teve muita “panela” em São Bernardo do Campo. Ela responde, conforme registrou a PF, que só nos prédios dos “coxinhas”, do pessoal que “não consegue comprar apartamento de R$ 500 mil e daí fica pagando”.

A ex-primeira dama também afirma não acreditar que em São Bernardo há panelaços, pois a cidade é terra de “lutador”, “trabalhador”. O filho, então, retruca que isso vai mudar nas eleições.

Ouça: aqui

Fonte: Fausto Macedo/Estadão

Comentar
Compartilhe
"O que não foi dito do ‘Holocausto Campista’"
08/03/2016 | 12h39

Em artigo publicado no jornal "O Dia" (aqui), o economista e analista político Wilson Diniz voltou a comentar sobre o município de Campos e seu "modelo venezuelano". Confira:

O que não foi dito do ‘Holocausto Campista’

Recentes publicações de organismos internacionais apontam que Campos está entre as 40 cidades mais violentas do mundo, equiparada à do México, a Campina Grande (PB) e a Maceió. Consequência direta da política imperiosa implantada pelo clã Garotinho com seu modelo ‘venezuelano populista’, que agora mantém reféns os menos favorecidos das classes D e E. Distribuem-se benefícios como vale-alimentação e tarifa de ônibus a R$ 1, em vez de fomentar o emprego e investir na Educação.

A crise econômica — aumento do desemprego, queda do preço do barril do petróleo, etc — tem sido a justificativa da prefeita para explicar o caos financeiro do município. Engana-se por não ter visão de que a crise era previsível, pois ciclos econômicos recessivos e de queda dos preços das commodities sempre estiveram aí há 50 anos.

O preço do barril do petróleo em 1974 custava US$ 1,80. Passou para US$ 10. No segundo choque do petróleo, em 1979, bateu US$ 20 e em 1990 foi cotado a US$ 45. Em 2005, US$ 70, chegando a US$ 100, atingindo pico de US$ 145; hoje? US$ 33.

A prefeita omite que, de 2008 a 2014, Campos teve receita acumulada de RS 18 bilhões, superando cidades como Niterói e Santos, que hoje apresentam indicadores econômicos e sociais bastante avançados.

As prioridades do governo campista sempre foram de manter os mais pobres dependentes dos recursos da prefeitura, tornando-os presa fácil do voto para perpetuação do poder nos últimos 30 anos. Os indicadores da Educação e os gastos na pasta deixam evidente que o governo Garotinho não prioriza o ensino. O pacto de classe entre o governo e as elites egoístas da cidade do setor da construção também fotografa o fracasso do governo venezuelano dos Garotinhos. Do PIB do município, metade está no mar e é repatriada para matrizes das empresas que exploram os poços do petróleo. A consequência é a queda real do IDH, que coloca a cidade em níveis de grotões do Maranhão.

A esperança são as eleições de 2016 para prefeito e que a oposição chegue a um consenso de mudança com o slogan “Acorda, Campos” para evitar o holocausto de gerações futuras da população campista no letal mundo do crime.

Wilson Diniz é economista e analista político

Comentar
Compartilhe
Veja a lista da Odebrecht que mostra Rosinha e outros 200 políticos
23/03/2016 | 12h42

rosinha lista

Documentos apreendidos pela Polícia Federal listam possíveis repasses da Odebrecht para mais de 200 políticos de 18 partidos políticos. É o mais completo acervo do que pode ser a contabilidade paralela descoberta e revelada ontem (22) pela força-tarefa da Operação Lava Jato. Entre os políticos estão Rosinha, Clarissa, Garotinho, Dr. Aluízio, Pezão, Cabral, Paes e Eduardo Cunha.

Em seu blog o ex-governador Anthony Garotinho disse que tem "as mãos limpas" e que se trata de uma "doação legal" (aqui). O mesmo argumento utilizado por Eduardo Cunha.

As planilhas estavam com Benedicto Barbosa Silva Júnior, presidente da Odebrecht Infraestrutura, e conhecido no mundo empresarial como “BJ''. Foram apreendidas na 23ª fase da operação Lava Jato, batizada de “Acarajé”, realizada ontem.

Como eram de uma operação de 1 mês atrás e só foram divulgados públicos ontem (22) pelo juiz federal Sérgio Moro, os documentos acabaram não sendo mencionados no noticiário sobre a Lava Jato.

Os documentos relacionam nomes da oposição e do governo: são mencionados, por exemplo, Aécio Neves (PSDB-MG), Romero Jucá (PMDB-RR), Humberto Costa (PT-PE) e Eduardo Campos (PSB), morto em 2014, entre vários outros.

A apuração é dos repórteres do UOL André Shalders e Mateus Netzel.

Eis exemplos de planilhas apreendidas (clique nas imagens para ampliar):
tabela-benedicto

Uma das tabelas de Benedicto Barbosa Jr, o BJ, da Odebrecht

Planilha-BJ-Odebrecht

Na planilha, Renan é “atleta''; Eduardo Paes, “nervosinho''; Sérgio Cabral, “próximus''.

 

A maior parte do material é formada por tabelas com menções a políticos e a partidos.

Várias dessas planilhas trazem nomes, cargos, partidos, valores recebidos e até apelidos atribuídos aos políticos.

Algumas tabelas parecem fazer menção a doações de campanha registradas no TSE. Há CNPJs e números de contas usadas pelos partidos em 2010, por exemplo.

Parte significativa da contabilidade se refere à campanha eleitoral de 2012, quando foram eleitos prefeitos e vereadores. As informações declaradas no SPCE (Sistema de Prestação de Contas Eleitorais, do TSE) desse ano não correspondem às dispostas nas tabelas. Na planilha acima, por exemplo, as siglas OTP e FOZ aparecem assinaladas ao lado de diversos candidatos, mas nem Odebrecht TransPort nem Odebrecht Ambiental (Foz do Brasil) realizaram doações registradas naquela eleição.

Em 2012, a Construtora Norberto Odebrecht doou R$ 25.490.000 para partidos e comitês de campanha e apenas R$50 mil para uma candidatura em particular –a de Luiz Marinho, candidato do PT à prefeitura de São Bernardo do Campo (SP).

Em 2014, a soma de doações da construtora foi de R$ 48.478.100, divididos entre candidaturas individuais e comitês dos partidos. Em 2010, o total foi de R$ 5,9 milhões, apenas para partidos e comitês de campanha.

APELIDOS Eis alguns apelidos atribuídos aos políticos nos documentos da Odebrecht, vários com conteúdo derrogatório: Jaques Wagner: Passivo Eduardo Cunha: Carangueijo Renan (Calheiros): Atleta José Sarney: Escritor Eduardo Paes: Nervosinho Humberto Costa: Drácula Lindbergh Farias: Lindinho Manuela D’Ávila: Avião

print-1

O material da Odebrecht é farto em nomes da oposição.

NTEGRA DOS DOCUMENTOS Clique aqui para saber em qual documento e página cada político é mencionado. Depois, escolha o arquivo correspondente na lista abaixo: Arquivo 1 Arquivo 2 Arquivo 3 Arquivo 4 Arquivo 5 Arquivo 6 Arquivo 7 Arquivo 8 Arquivo 9 Arquivo 10 Arquivo 11 Arquivo 12

O blog do Arnaldo Neto publicou nota sobre a aparição da prefeita na lista: aqui 

A cobertura completa você confere na edição desta quinta-feira (24) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Pezão internado com quadro infeccioso
14/03/2016 | 05h05

Pezão

O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) está internado no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na Zona Sul. De acordo com a assessoria do Palácio Guanabara, Pezão foi fazer exames de rotina no último sábado (12), mas os médicos identificaram um quadro infeccioso provocado por uma sinusite.

A assessoria afirmou que ainda não há previsão de alta.

Veja nota da assessoria:

NOTA À IMPRENSA 

"O governador Luiz Fernando Pezão permanece internado no hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, onde se recupera de um quadro infeccioso. Pezão chegou à unidade, na tarde do último sábado (12/3), para realizar exames de rotina, apresentando febre alta. Na ocasião, o governador foi submetido a exames que diagnosticaram uma sinusite. Pezão ainda tem febre e passará por nova bateria de exames. O governador está no quarto e seu quadro clínico é estável. Ainda não há previsão de alta". 

Comentar
Compartilhe
Odebrecht: "diretoria de propina" negociava com prefeituras
23/03/2016 | 12h51

PF-Odebrecht

Com a nova fase da Operação Lava-Jato, batizada de “Xepa”, o Ministério Público e a Polícia Federal deverão bater às portas de governos estaduais e prefeituras que fizeram contratos para execução de obras com a Odebrecht. Informações obtidas até o momento indicam que a empreiteira tinha um estrutura organizada para a distribuição de propina para obter obras não só no governo federal como também nos governos estaduais e prefeituras. O “Setor de Operações Estruturadas” funcionava como uma “diretoria de propina”, de acordo com um dos investigadores. "Essa operação abre outras frentes. A Odebrecht tinha um setor específico para pagar propina. A tendência é que essas buscas de hoje indiquem outros agentes públicos envolvidos com a corrupção", disse uma das autoridades da Lava-Jato.

Caso se confirmem as suspeitas de pagamentos de propina para execução de obras para representantes de governos estaduais e prefeituras, as investigações podem ser desmembradas e remetidas para o Ministério Públicos nos estados.

Fonte: O Globo

Campos - Em seu site a Odebrecht já comentou sobre as obras do Morar Feliz, apontado pela empreiteira como o "maior programa habitacional realizado por prefeituras no interior do Brasil" (aqui). Nas duas fases do programa, a Prefeitura firmou contratos que giram em torno de R$ 830 milhões (sem contar os aditivos).

odisseia

Vereadora questionou - Em abril de 2012, ainda na primeira fase das obras, a então vereadora Odisséia Carvalho (PT) tentou cobrar informações sobre o contrato com a Odebrecht, mas a bancada governista manobrou e o requerimento nem entrou na pauta, Na época, Odisséia mostrou que o custo de cada casa é mais de 100% acima do valor pago pela Caixa Econômica Federal no Programa "Minha Casa, Minha Vida", para uma casa de características semelhantes. "Com os mesmos R$357.497.893,43 com os quais a Prefeitura de Campos pretende construir 5.100 casas, a Caixa Econômica Federal constrói mais de 10.000 casas. Com a soma dos aditivos seriam 11.945 casas", afirmou a vereadora (aqui).

Parceria com a Construsan - Em 2010, a Odebrecht cedeu, sem nenhum ônus, os direitos sobre 20% da licitação vencida por ela para a Construsan. (Veja no blog Ponto de Vista: aqui). Na época, foram aproximadamente R$ 72,4 milhões de obras para a Construsan, em pleno ano eleitoral.

Comentar
Compartilhe
Petista de Itaperuna entra com habeas para Lula não depor na Lava Jato
09/03/2016 | 07h13

O presidente do PT de Itaperuna, Ralph Anzolin Lichote, entrou com um habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) em nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lichote, que é advogado, quer que Lula não deponha na ação penal em que é réu o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente.

O depoimento de Lula está marcado para a segunda-feira, 14. Os advogados de Bumlai pediram, ainda, os depoimentos de outras seis testemunhas, entre elas o ex-presidente da Petrobrás José Sérgio Gabrielli.

[caption id="attachment_37061" align="aligncenter" width="572"]Ralph Lichote mantém um blog na internet. Foto: Reprodução. Ralph Lichote mantém um blog na internet e não esconde a sua admiração pelo ex-prsidente - Foto: Reprodução[/caption]

Fonte: Fausto Macedo/Estadão

Comentar
Compartilhe
Roberto Henriques fala sobre "namoro" com Garotinho
10/03/2016 | 04h55

audiência meninas de guarus_2785. deputado Roberto Henriques

Em um longo texto, publicado em seu perfil no Facebook (aqui), o ex-deputado estadual Roberto Henriques (PSD) comentou sobre o "namoro" com o secretário de Governo Anthony Garotinho (PR).

Relação conturbada - Para explicar o reencontro, Henriques voltou no tempo e lembrou o início da relação. Além disso, destacou os rompimentos. "Conheço Garotinho desde o final da década de 1970. Militamos juntos nas lutas pela democratização e a anistia, assim como, na militância partidária. Fui Secretário na sua administração como Prefeito (1989-1992). Em abril de 1997 aconteceu nosso primeiro rompimento. No ano de 2008, quando eu me encontrava na condição de Prefeito em Exercício, aconteceu nossa reaproximação. Porém, divergências na condução administrativa do Governo Rosinha e divergências ao longo da campanha do ano de 2010, mais uma vez nos colocaram em lados opostos", comentou.

Eleição de 2016 - "Na conversa, Garotinho me informou que um plebiscito escolherá o nome dentre os pré-candidatos do seu núcleo, nomes esses, já divulgados pela Impressa e Redes Sociais. Salientou que o vencedor da referida consulta prévia, será quem receberá o apoio da Prefeita Rosinha e dele próprio. Em resposta, relatei ao visitante que recebi outras correntes políticas em minha residência e, que no campo da oposição, o nome com o qual mais aprofundei o diálogo foi com o pré-candidato Rogério Matoso".

Reflexões na varanda - Henriques conta que levou Garotinho até a varanda do seu apartamento e solicitou que o ex-governador olhasse para a cidade, "enxergando para além da área urbana". "Que seu olhar se estendesse para todo o Município, alcançando imaginariamente os Distritos e Comunidades do interior". Após listar diversas realizações do passado, Henriques relata ter feito a seguinte pergunta: "Por onde andas aquele Garotinho do governo municipal de 1989-1992?". Ele diz que, após a indagação, afirmou categoricamente que admitiria aprofundar a discussão sobre a "sucessão municipal em torno dos nomes de pessoas que vivenciaram o exitoso processo administrativo do seu primeiro Governo Municipal. Ressaltando que nada de pessoal tenho contra os outros pré-candidatos, admiti aprofundar nossa conversa, caso fosse aceita a minha defesa dos nomes de Edson Batista e Auxiliadora Freitas".

Decisão será anunciada amanhã - "Comuniquei a Garotinho que reuniria com as pessoas que me acompanham há muitos anos e em conjunto decidiríamos a quem apoiaríamos (Rogério Matoso ou o candidato apoiado pelo grupo do Ex-Governador Garotinho?). Assim terminou nossa longa conversa em minha residência...  Cabe-me agora, por dever público, comunicar que na noite de ontem, reuni com as lideranças que caminham comigo. Após relatar os fatos acima, abri a palavra a todos e o assunto foi discutido exaustivamente. Ao final, todos votaram nas duas propostas colocadas, isto é; Matoso ou aliança com o candidato da situação? Para não influenciar os votos dos presentes me abstive de votar, colocando-me submisso a decisão que os presentes tomassem. Portanto, caríssimos amigos do Face, Redes Sociais e Impressa em geral: Já temos a nossa decisão. No dia de amanhã, primeiramente, por razões éticas, comunicarei a Rogério Matoso e a Garotinho; logo a seguir postarei aqui o conteúdo da decisão tomada".

Saída do PSD - Henriques também informou que irá deixar o PSD.

Comentar
Compartilhe
Cofre aberto: Rosinha libera R$ 329 mil para "serviços de publicidade"
07/03/2016 | 09h12
Propaganda-alma-do-negócio
Em tempos de governo desgastado, nada melhor do que um pouco de propaganda para aliviar o clima. Mesmo com leite especial em falta, dentistas sem materiais básicos, diabéticos sem insulina e problemas dos mais variados, o segredo é “criar espetáculos atraentes e distrair as pessoas da realidade desagradável”, como ensina o livro “48 Leis do Poder”.
Na última quinta-feira (03) o governo Rosinha/Garotinho pagou diversas notas referentes a serviços de publicidade. INFOGLOBO E PARTICIPACOES S.A. SERVIÇO DE PUBLICIDADE. PARCELA 26. R$ 11.040,00 INFOGLOBO E PARTICIPACOES S.A. SERVIÇO DE PUBLICIDADE. PARCELA 27. R$ 2.208,00 INFOGLOBO E PARTICIPACOES S.A. SERVIÇO DE PUBLICIDADE. PARCELA 25. R$ 8.280,00 TINOCO MACHADO COMERCIO - SERVIÇO DE PUBLICIDADE. PARCELA 14. R$ 23.645,37 TINOCO MACHADO COMERCIO - SERV. DE PUBLICIDADE.NF 306 A 310.15 R$ 152.978,64 AGENCIA MIND COMUN.E PESQUISA - SERVIÇO DE PUBLICIDADE.NF:1876/1877.P. R$ 131.646,51 R$ 10 milhões - Em outubro do ano passado foram publicados no Diário Oficial os extratos de dois termos aditivos – prorrogação contratual – com duas agências de publicidade que prestam serviços ao governo Rosinha. Valor dos aditivos: R$ 5 milhões para a AGÊNCIA MIND COMUNICAÇÃO E MARKETING S/S LTDA EPP e mais R$ 5 milhões para a TINOCO MACHADO COMÉRCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA.
Comentar
Compartilhe
Pezão será submetido a nova bateria de exames
15/03/2016 | 01h41

Luiz-Fernando-Pezão-Agência-Senado

O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) permanece internado no hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, com quadro infeccioso e febre. Nesta terça-feira (15), Pezão será submetido a nova bateria de exames. O governador está no quarto e seu estado clínico é estável. Ainda não há previsão de alta.

As informações são da assessoria de imprensa do governo estadual.

Comentar
Compartilhe
Rosinha e Odebrecht: "as peças ainda não se encaixam"
25/03/2016 | 03h43
O advogado Fábio Bastos comentou no Facebook sobre os argumentos utilizados pelo líder rosáceo para explicar a inclusão da prefeita Rosinha Garotinho (PR) na lista da Odebrecht. Confira: post
Comentar
Compartilhe
Imbeg recebe R$ 204 mil
07/03/2016 | 09h33

A empreiteira Imbeg, que realiza obras em diversos pontos da cidade, recebeu mais R$ 204 mil na última quinta-feira (03). O pagamento foi referente a construção de uma escola infantil. Porém, o relatório publicado no Portal da Transparência não informa o nome nem o local onde a escola está sendo construída.

Já a Gecoplan Engenharia recebeu R$ 76 mil pela obra do novo Shopping Popular.

Comentar
Compartilhe
Alguém tem que ceder
10/03/2016 | 11h39

Alguém tem que ceder (I) 

A estratégia do grupo rosáceo, que lançou seis pré-candidatos à Prefeitura de Campos (Mauro Silva, Chicão, Edson Batista, Fábio Ribeiro, Auxiliadora e Thiago Ferrugem), não é considerada a mais acertada por alguns membros do grupo. Como os seis estão empolgados, o clima tem tudo para azedar na reta final. Nos grupos internos de cada pré-candidato, muita gente nem cogita a possibilidade de recuar.

Alguém tem que ceder (II) Na oposição não é diferente. São muitos pré-candidatos que não cogitam recuar e já traçam suas estratégias eleitorais. Mesmo admitindo que um grande número de candidaturas pode favorecer o bloco governista, os oposicionistas continuam divididos e só falam em união no segundo turno. Fica cada vez mais nítido que essa eleição será uma guerra de nervos e egos.

Notas publicadas na coluna "Ponto Final" desta quinta-feira (10) (aqui)

Comentar
Compartilhe
Dilma já renunciou, mas não avisou ao povo
16/03/2016 | 01h10

lula

Por Luiz Fernando Sá/IstoÉ: 

Dita por um ministro com livre trânsito no Planalto à editora Débora Bergamasco, de ISTOÉ, uma frase resume bem o novo regime político que o Brasil passa a viver a partir da manhã desta quarta-feira 16: segundo ele, Dilma Rousseff se convenceu de que “é melhor ser uma presidente deposta estando no cargo do que ser uma presidente deposta fora do cargo”.

Lula-e-Dilma-Dida-Sampaio-Estadão.jpg

Foi o que ela se tornou ao anunciar a nomeação de seu criador e antecessor Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil. Dilma renunciou ao direito de governar, que foi delegado ao ex-presidente. Abandonou o poder. Só deixou de avisar ao povo brasileiro que já está fora do jogo, embora continue habitando o Palácio do Alvorada e ainda sujeita ao processo de impeachment.

Ninguém nunca duvidou da ascendência de Lula sobre a sucessora. Agora, porém, fica evidente quem tomará as decisões. Antes de o Congresso conseguir avançar com a esdrúxula ideia de implantar um semiparlamentarismo no País, o líder petista impôs ao Brasil o novíssimo semipresidencialismo. Essa jabuticaba política de gosto amargo o coloca como verdadeiro chefe de governo – sem ter recebido um único voto e em um momento em que é investigado pela Justiça .

É evidente que, de volta ao Planalto – ainda que como ministro – é ele quem comandará as barganhas políticas, definirá nomes a ações nos outros ministérios, mudará o que achar que deve ser mudado em nome da preservação do poder. Dilma, que já foi vista como a gerentona nos dois mandatos oficiais de Lula, deixará de ser presidenta para se tornar uma espécie de governanta nesse mandato informal do seu chefe. Subordinados, correligionários, políticos do todas as esferas já sabem que procurá-la não leva a nada. Se antes era difícil falar com Dilma, agora é simplesmente desnecessário.

Comentar
Compartilhe
Campista faz história
20/03/2016 | 11h54

bruno

A tarde do dia 20 de março vai ficar marcada para sempre na memória do atacante campista Bruno Rangel, que se tornou o maio artilheiro da história da Chapecoense, com 65 gols.

Neste domingo (20) ele marcou três gols contra o Avaí e ainda pediu música no Fantástico.

Bruno começou no Goytacaz e também jogou no Americano.

Comentar
Compartilhe
Bruno Dauaire vai ao TJ para evitar renúncia fiscal em momento de crise
10/03/2016 | 08h03

bruno

O deputado estadual Bruno Dauaire (PR) aguarda a análise, pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio (TJ), do pedido de liminar feito por ele esta semana solicitando a anulação de um decreto do governo estadual, editado na semana passada, que concede benefícios fiscais de R$ 160 milhões a uma mineradora para se instalar em Santa Cruz, no Rio.

Bruno alega que o decreto apresenta falhas formais e materiais e afirma que, acima de tudo, a concessão de benefícios em um cenário de crise, ‘em que o governo não consegue sequer pagar os servidores públicos, fere o princípio constitucional da moralidade administrativa”.

O deputado defende que não é contra os incentivos e que, em muitas vezes, eles colaboram com o desenvolvimento das cidades e a geração de empregos, mas que o momento não é oportuno.

Fonte: Ascom/Bruno Dauaire 

Comentar
Compartilhe
PSB: Gil Vianna articula na região
12/03/2016 | 11h12

gil

O retorno do senador Romário ao comando do PSB no estado do Rio deu um novo gás ao vereador Gil Vianna. Presidente do PSB em Campos e coordenador na região, Gil Vianna já posiciona as peças em municípios estratégicos.

Neste sábado (12) ele publicou foto no Facebook ao lado da pré-candidata à Prefeitura de São Francisco de Itabapoana, Francimara Barbosa Lemos, esposa do ex-prefeito Frederico Barbosa Lemos. A vereadora Iara Cíntia Rocha também participou da reunião.

O PSB também conta com apostas em municípios como Macaé (Chico Machado) e Carapebus (Eduardo Cordeiro). Em SJB o PSB está ao lado do prefeito Neco (PMDB).

Campos - Se por um lado os membros do grupo rosáceo esperam contar com o partido, por outro o grupo de Gil Vianna aguarda uma visita do senador Romário para lançar, oficialmente, a pré-candidatura do vereador à Prefeitura.

Comentar
Compartilhe
Prefeita da mudança na lista da Odebrecht
27/03/2016 | 03h36

montagem

Em 2008, durante uma campanha estrategicamente perfeita, a candidata Rosinha escondeu Garotinho e se apresentou como “a prefeita da mudança”. Nos palanques, prometia “deixar o passado para trás” e recolocar o município como protagonista no cenário nacional. Agora, quase oito anos depois, a “prefeita da mudança” conseguiu alcançar alguns feitos históricos: foi cassada três vezes, decretou estado de emergência econômica, apelou duas vezes para a “venda do futuro” e ainda apareceu na lista da Odebrecht, empreiteira investigada na operação Lava Jato. Isso sem falar na Educação, que rasteja nas últimas colocações do Ideb, Saúde na UTI e sepultamento da secretaria de Agricultura.

Na planície goitacá, a poderosa Odebrecht foi responsável pelas casas do programa Morar Feliz e seu contrato, com os aditivos, se aproxima de R$ 1 bilhão. O maior contrato que uma empresa já assinou em toda a história de Campos. Como ocorre em outros locais onde realiza trabalhos, a empresa fez questão de incluir a prefeita Rosinha em sua lista. De acordo com matéria publicada no site da revista “Veja”, a prefeita Rosinha está entre os políticos que receberam “bônus” da empreiteira (R$ 1 milhão). De acordo com relato do seu marido, secretário e líder político, Anthony Garotinho (PR), todas “as doações estão dentro da legalidade e quem fizer insinuações será processado”.

O mesmo Garotinho que não aceita insinuações sobre a ligação entre o Morar Feliz e as doações da Odebrecht, afirmou, no dia 12 de agosto de 2014, em seu blog (aqui), que “empreiteiras ganharam aditivos a contratos com o Estado, e logo em seguida, um dia depois fizeram doações milionárias para a campanha de Pezão. É claro que não é coincidência. Está na cara que Pezão está usando as empreiteiras para desviar dinheiro público para a campanha”. Ou seja, na visão do líder rosáceo “o inferno são os outros”.

Em abril de 2012, muito antes da lista aparecer, a então vereadora Odisséia Carvalho (PT) tentou cobrar informações na Câmara de sobre o contrato com a Odebrecht, mas a bancada de Rosinha manobrou e o requerimento nem entrou na pauta. Na época, Odisséia mostrou que o custo de cada casa era mais de 100% acima do valor pago pela Caixa Econômica Federal no Programa “Minha Casa, Minha Vida”, para uma casa de características semelhantes.

A ligação entre empreiteiras e políticos não é de hoje, nem foi inventada na planície goitacá. O irônico dessa história é que o pobre casal, que tem apenas uma casinha e mora feliz na Lapa, conta com amigos poderosos e não abre mão de campanhas milionárias. Em 2012, Rosinha previu gastos de R$ 3,5 milhões. Dois anos depois, Garotinho disputou o governo estadual e colocou o limite em R$ 25 milhões. Ainda bem que, em Campos, a Odebrecht agiu dentro da legalidade e sem qualquer tipo de interesse ou “toma lá, da cá”. Até porque, seria muito trágico ver a “prefeita da mudança” encerrar o seu mandato na mira da Lava Jato.

* Artigo publicado neste domingo (27) na Folha 

Comentar
Compartilhe
Lava Jato: Odebrecht promete entregar Lula e campanha de Dilma
25/03/2016 | 12h45

sede-odebrecht-sp

Entre os 28 mandados de condução coercitiva cumpridos na manhã da terça-feira, dia 22, a Polícia Federal levou três dos principais executivos da empreiteira Odebrecht para prestar depoimento. Durante algumas horas, eles tiveram uma amostra do que é a Operação Lava Jato. Diante das perguntas feitas pelos investigadores e das provas apresentadas a eles, os três tremeram. Depois de liberados, foram a um encontro com o restante da cúpula da empresa. Pressionaram para que a Odebrecht faça o que estuda há meses: colaborar com as investigações em troca de salvação. Os três disseram aos colegas que, se a cúpula não decidisse por essa saída, eles próprios iriam colaborar e, assim, a derrocada seria certa. Até mesmo o patriarca Emílio Odebrecht ficaria sob risco de cair. Consultaram até o ex-presidente Marcelo Odebrecht, preso desde junho em Curitiba. O grupo conversou sobre como a Odebrecht vem sendo destruída pela Lava Jato – já perdeu R$ 5 bilhões em valor de mercado. Tratou também dos processos danosos à empresa nos Estados Unidos e na Suíça. Diante de tantas adversidades, Marcelo aquiesceu. Seu pai, Emílio, decidiu.

A Odebrecht decidiu fazer um acordo de delação premiada. A difícil discussão é quanto entregar: se está disposta a dar o que a Lava Jato já tem, para fechar casos, ou se vai abrir novos casos, com a revelação de outros políticos, partidos e obras. Como é usual, a Odebrecht decidiu começar por oferecer o mínimo possível. Os procuradores do Paraná não ficaram surpresos. Eles já avançaram incisivamente na Odebrecht e tinham convicção de que o dia da capitulação chegaria. De antemão, já sabem as principais condições para negociar: que a Odebrecht desista dos processos na Suíça, que impedem a remessa de provas de pagamentos de propina a políticos de vários partidos e outros funcionários da Petrobras e de órgãos públicos ainda não mencionados.

Leia a matéria no site da revista Época: aqui 

Comentar
Compartilhe
Eleições: secretários vão deixar o governo Rosinha esta semana
30/03/2016 | 05h50

Secretários do governo rosáceo, que serão candidatos em outubro, vão deixar as pastas ainda esta semana. Em reunião com o líder rosáceo, nesta quarta-feira, muitos nomes já confirmaram que estarão na disputa e programaram as saídas.

Além de Jorge Rangel (Desenvolvimento Ambiental) e Fábio Ribeiro (Gestão de Pessoas e Contratos), que voltam ao Legislativo, outros pré-candidatados a vereador deverão deixar suas pastas. Fábio, que não deve disputar a reeleição na Câmara, pode deixar o governo até junho. Ele é pré-candidato à Prefeitura.

Entres os nomes cotados para deixar o governo esta semana estão: Thiago Ferrugem (Desenvolvimento Humano), Linda Mara (secretária Particular), Orlando Portugal (Desenvolvimento Econômico), Rodolfo José Ribeiro (Pesca), Eduardo Crespo (Agricultura), Gilson Gomes (Direitos do Idoso), Edílson Peixoto (Infraestrutura) e Geraldo Venâncio (Saúde). Além dos citados, outros secretários, superintendentes e supervisores estão sendo convencidos a disputar a eleição.

Se a meta for a disputa pela Prefeitura, os secretários podem deixar o governo até o dia 02 de junho.

Comentar
Compartilhe
Cofre aberto: empreiteiras recebem R$ 1,4 milhão
21/03/2016 | 09h42
COFRANZA CONSTRUTORA LTDA OBRA PAVIM/URBANIZ-JOCKEY CLUB.NF232. R$ 966.202,20 ECON CAMPOS CONSTRUCOES E SERVICOS LTDA. OBRA PALACIO DA CULTURA. PARCELA 5. R$ 99.943,81 ECON CAMPOS CONSTRUCOES E SERVICOS LTDA. REFORMA/AMPL.PALACIO DA CULTURA. R$ 116.804,92 LUCAS E LUCAS CONSTRUCOES SERV.COMERCIO LTDA. NF-74 03/03/16 9 PARC AMPLIAC CENTRO R$ 50.279,17 DUBAI EMPREENDIMENTOS E SERVICOS LTDA. OBRA DE REFORMA DO STIAC. NF.187. P.6. R$ 193.969,66 O blog "Na Curva" do Rio também publicou notas sobre os pagamentos (aqui).
Comentar
Compartilhe
O convite de Suledil
10/03/2016 | 09h54

Suledil-Bernadino-L-03_1

O secretário e Controle e Orçamento, Suledil Bernardino, tem sido o responsável pela montagem do time que irá disputar cadeiras na Câmara. Além de calcular os votos necessários e dividir as nominatas, ele também tem a missão de recrutar novos soldados. Até este blogueiro recebeu, por e-mail, um convite para ser candidato a vereador. Veja como funciona o recrutamento do professor Suledil:

"Boa Noite!

A política é a arte de fazer acontecer o bem de toda a coletividade. O nosso governo, apoiado pela Câmara de Vereadores, possibilitou a Prefeita Rosinha fazer 6.500 casas populares, construir bairros legais, escolas e creches modelos, fazer a Cidade da Criança, implementar o programa de vacinas inéditas como a Prevenar e a passagem social. Agora, precisamos avançar ainda mais e para alcançarmos êxito nas próximas eleições, gostaríamos que você avaliasse a possibilidade de sair candidato a vereador. Sua candidatura com certeza vai somar muito para nossa vitória.

Convido você que ainda não tomou essa decisão a comparecer na sede do PR - Rua 21 de Abril, 118, a partir das 18 horas todos os dias desta semana ou no próximo sábado, entre 09:00 e 12:00 para conversarmos e orientarmos como proceder com relação a sua candidatura. Caso queira fazer o seu cadastro, falar com Carla na sede do PR, diariamente de 09:00 às 18:00.

Atenciosamente,

Suledil Bernardino" A resposta:  Acho que o e-mail foi enviado por engano, mas agradeço. De qualquer forma, aviso que não tenho voto, nem estômago para encarar essa missão.
Comentar
Compartilhe
Macaé: prefeito já demitiu 251 comissionados
01/03/2016 | 05h32
macae
Subiu para 251 o número de assessores demitidos pela Prefeitura de Macaé. A meta é reduzir custeio com a folha, que já excede o índice determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal. No último sábado (27), 86 portarias que exoneraram ocupantes de cargos comissionados e funções gratificadas foram publicadas pela prefeitura.
Esta é a segunda lista de exonerações realizadas pelo governo com objetivo de baixar o custeio da folha. Em meados de fevereiro, 165 pessoas deixaram o quadro de assessorias da administração municipal. A previsão é de que 600 sejam demitidos.
Campos - Em Campos, o grupo rosáceo ainda não cogita a demissão dos comissionados. Inclusive, chegou a ser enviado ao Legislativo um projeto que prevê a criação de mais 10 cargos comissionados (aqui). Segundo o líder rosáceo, os ajustes já foram feitos, com redução salarial e cortes de gastos nas secretarias.
* Com informações do Debate/Macaé 
Comentar
Compartilhe
Romário em Campos para lançar Gil Vianna
21/03/2016 | 09h51

gil-e-romário

O senador Romário, que voltou a comandar o PSB no estado do Rio, já avisou que Campos faz parte do seu "plano de ataque". Inclusive, no final deste mês ou no início de abril, ele estará em Campos para lançar a pré-candidatura do vereador Gil Vianna à Prefeitura. Na ocasião, o Baixinho vai deixar claro que não existe a mínima possibilidade de tabelar com a família Garotinho. Pelas articulações que se desenham nos bastidores, o PSB vai para a guerra com a oposição.

Votos em 2014 – Na última eleição Romário recebeu 106.953 votos (49,0%) em Campos, 10 mil votos a mais do que Anthony Garotinho (PR) fez na sua terra natal para governador, com 96.584 votos (39,8%). Veja no “Ponto de Vista”: aqui 

Saiu - O vereador Altamir Bárbara chegou a tentar travar uma queda de braço para manter o partido ao lado dos rosáceos, mas foi derrotado e optou por deixar a legenda. Altamir se filiou ao Solidariedade.

Comentar
Compartilhe
Reunião com a tropa rosácea para definir escolha do candidato
28/03/2016 | 10h00

O grupo rosáceo vai reunir seus militantes amanhã (29), no Clube de Regatas Rio Branco, para definir o calendário das prévias. Estão na disputa os vereadores Mauro Silva (PSDB), Edson Batista (PTB) e Auxiliadora Freitas (PHS), os secretários Fábio Ribeiro (PR) e Thiago Ferrugem (PR), além do vice-prefeito Chicão Oliveira (PR).

O mês de abril deve contar com debates e a votação interna ocorrerá em maio ou junho.

De acordo com o líder rosáceo, a ideia é que 30 mil pessoas, que integram o Núcleo de Organização Social (NOS), votem.

Filme repetido – Não é a primeira vez que o líder rosáceo cria este tipo de “evento” para escolher o candidato. Inclusive, em outras ocasiões, essa competição interna não terminou nada bem. O ex-deputado Fernando Leite, que já entrou nesse jogo como favorito, viu Garotinho escolher Sergio Mendes em 1992. Depois, em 2004, o ex-deputado Paulo Albernaz, que se achava mais experiente e capaz de ser o candidato, viu Pudim ficar com a vaga, tendo Claudeci das Ambulâncias como vice.

Comentar
Compartilhe
Eleição: criminosos virtuais na mira
21/03/2016 | 12h42

nova-lei-de-crimes-na-internet-2

Grupos políticos já começam a posicionar suas peças com perfis falsos e soldados no mundo virtual. Mas é bom lembrar que, ao contrário das eleições passadas, o cerco se fechou.

A partir das eleições deste ano será considerado crime, com detenção de 2 a 4 anos e multa de R$ 15 mil a R$ 50 mil, contratar direta ou indiretamente grupo de pessoas com a finalidade específica de emitir mensagens ou comentários na internet para ofender a honra ou denegrir a imagem de candidato, partido ou coligação. A pena de prisão poderá ser aplicada a quem contratar e também aos que forem contratados para esse fim.

Clique aqui para ler a íntegra da minuta de resolução sobre propaganda eleitoral, utilização e geração do horário gratuito e condutas ilícitas em campanha eleitoral nas Eleições de 2016.

Acesse aqui quadro comparativo entre as resoluções de 2012 e 2016 acerca dos temas.

Comentar
Compartilhe
Arnaldo Vianna: "Estou livre para disputar qualquer eleição"
12/03/2016 | 10h19
[caption id="attachment_39925" align="aligncenter" width="464"]Foto: Aluizio Junio Foto: Aluizio Junio[/caption]

O ex-prefeito Arnaldo Vianna, que nos últimos oito anos concorreu inelegível, garante que desta vez será diferente. Após garantir que o PDT teria candidatura própria à Prefeitura de Campos, ele se coloca como pré-candidato pelo Partido Ecológico Nacional (PEN).

Em entrevista ao site "A Noite Toda" (aqui), Arnaldo diz que agora existem três importantes escritórios de advocacia atuando em sua defesa. Inclusive, o ex-prefeito cita o advogado Sergio Bermudes, considerado um dos 15 mais poderosos do Brasil (aqui) e que atua na defesa de Eike Batista.

Confira alguns temas abordados pelo ex-prefeito:

Pendências jurídicas - "“Eis que surgiu um grupo que resolveu me ajudar. São pessoas da cidade, pessoas de outras cidades. Esse grupo tem o Dr. Paulo Moraes, tem um grande escritório de advocacia, e tem o seu filho, deputado estadual André Lazaroni.  Foram muito éticos, trataram e resolveram a minha questão, inclusive me apresentaram outro escritório jurídico (...)  Dr. Sérgio Bermudes também cuidou desta questão para mim. Hoje eu posso dizer que o Arnaldo Viana está livre e desimpedido para disputar qualquer eleição e tomar posse. Isto logicamente preocupa alguns adversários (...) Vou conseguir o registro dentro de pouco tempo".

Traiu o PDT? - "Em momento algum eu traí o partido. Tenho ligações profundas com o PDT, ligações profundas com nosso ex-presidente, nosso grande líder Leonel Brizola, com sua família, com o presidente Lupi, José Bonifácio, todos eles são grandes amigos que eu tenho, e continuaram amigos (...) Tenho certeza de que o PEN e o PDT estarão marchando unidos nas próximas eleições".

Caio Vianna - "Não tenham dúvidas eu e meu filho venceremos juntos todos os obstáculos que tentarem colocar. Não importa quem seja, nós estaremos unidos para sempre, pai e filho nunca podem se separar.  A única vez que vemos os pais se separarem dos filhos são nas novelas. E isso aqui não é a novela, é a vida".

Possibilidade de aliança com Garotinho - "Eu já participei deste grupo, conheço bem o grupo, conheço as entranhas do grupo (...) Há um tempo atrás o líder deste grupo me atacou, caluniou, inventou mentiras ao meu respeito. Disse que eu teria contas fora do país, que eu teria um shopping nos Estados Unidos. Depois eu provei que tudo isto era inverdade, era mentira. Aí tentou acusar o meu filho e depois a minha mãe. Ele falou isso na missa de sétimo dia da minha mãe. Se o senhor Garotinho quiser que eu faça parte do seu grupo, ele vá ao cemitério do Caju e peça autorização a minha mãe, com firma reconhecida no cartório do céu".

Comentar
Compartilhe
Deputado diz que Arnaldo Vianna é "pré-candidato pelo PEN"
07/03/2016 | 12h30

arnaldo

O deputado federal Walney Rocha, presidente do Partido Ecológico Nacional (PEN), divulgou em seu Facebook imagens de uma reunião em Nova Iguaçu com a presença do ex-prefeito Arnaldo Vianna. Segundo Walney, Arnaldo é pré-candidato à Prefeitura de Campos pelo PEN. O grupo, que conta com o apoio do deputado estadual André Lazaroni (PMDB), acredita que as barreiras jurídicas podem ser ultrapassadas.

O partido nanico, que até pouco tempo estava com o deputado estadual Geraldo Pudim (aqui), agora defende a pré-candidatura de Arnaldo.

Plano B - Porém, quem analisa o cenário com pragmatismo sabe que Arnaldo já trabalha com um plano B. Em recente entrevista o próprio Arnaldo afirmou que, caso não possa ser candidato, o seu filho Caio Vianna tem "99,9% de entrar na disputa".

Os blogs do Nino Bellieny (aqui) e do Ralfe Reis (aqui) postaram notas sobre o assunto.

Comentar
Compartilhe
Rafael Diniz participa de protesto ao lado de alunos e professores da rede estadual
07/03/2016 | 01h26
rafael O fato de ser aliado do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) não impediu o vereador Rafael Diniz (PPS) de participar do protesto organizado por alunos de professores da rede estadual, na manhã desta segunda-feira (07).

Segundo Diniz, a mesma cobrança que é feita ao governo municipal, se aplica ao governo estadual. "Sou presidente da Comissão da Juventude da Câmara e da mesma forma que cobro uma Educação de qualidade no nosso município, como vereador e além de tudo cidadão, também cobro Educação de qualidade no nosso estado. Os alunos da rede pública, seja ela municipal ou estadual, e principalmente todos os nossos heróis professores, podem contar com minha atuação em defesa de uma educação de qualidade. Me coloco à disposição para ser interlocutor das demandas com o Deputado Estadual Comte Bittencourt, presidente da Comissão de Educação na Alerj, para solicitar melhorias", postou o vereador em sua página no Facebook.

O vereador chegou a usar a palavra em cima do trio elétrico, que foi posicionado em frente em Legislativo. "Educação é prioridade. A luta dos alunos e dos professores é justa e estarei ao lado de você nessa batalha", disse.

Comentar
Compartilhe
Moro entra para o ranking dos 50 maiores líderes mundiais da 'Fortune'
24/03/2016 | 03h52
Federal Judge Sergio Moro during a session of the Committee on Constitution and Justice of the Senate that discuss changes in the Code of Criminal Procedure, in Brasilia, on September 9, 2015. Judge Moro leads Brazil's huge anti-corruption drive that investigates the cases of corruption in the state-owned oil company Petrobras. AFP PHOTO/EVARISTO SA

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, ocupa a 13ª posição do ranking dos 50 maiores líderes mundiais divulgado pela revista norte-americana Fortune. O juiz paranaense aparece à frente de Bono Vox, vocalista do U2, e dos astros do basquete da NBA Stephen Curry e Steve Kerr, que aparecem empatados no 15º lugar.

A lista é liderada pelo fundador da Amazon, Jeff Bezos. O segundo lugar é da premiê alemã, Angela Merkel, seguida de Aung San Suu Kyi, ganhadora do prêmio Nobel da Paz e ministra das Relações Exteriores de Mianmar. O Papa Francisco figura no 4º lugar do ranking seguido de Tim Cook, CEO da Apple. Mauricio Macri, presidente da Argentina, que ocupa o 26º lugar.

Ao explicar a inclusão de Moro no ranking, a 'Fortune' considera que o juiz é protagonista de "edição brasileira e real do filme Os Intocáveis" e lembra que o esquema de corrupção da Petrobras que desviou 3 bilhões de dólares. A matéria cita o risco de impeachment da presidente Dilma Rousseff e a reputação em farrapos do ex-presidente Lula. A revista ainda menciona que "a coexistência passiva com a corrupção endêmica na América Latina está se tornando um hábito do passado".

Fonte: Veja

Comentar
Compartilhe
Sem receber
16/03/2016 | 05h00

Não são só os terceirizados da planície que sofrem com atrasos. Na Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) os vigilantes estão há quatro meses sem vale refeição, adicional noturno e vale transporte.  Sobre o salário de fevereiro, não há previsão.

São quase 200 funcionários nessa situação
Mesmo com todas as dívidas, a K9 está contratando mais vigilantes e vai participar de mais uma licitação no dia 23.
Comentar
Compartilhe
Demitidos
14/03/2016 | 02h05
[caption id="attachment_39952" align="aligncenter" width="504"]record Facebook/Diego Machado[/caption]

A Rádio Record Campos AM vai passar a retransmitir a programação da Rede Aleluia, emissora e programação pertencentes a Igreja Universal. Muitos profissionais foram demitidos ou estão em situação indefinida. Em seu perfil no Facebook o radialista Diego Machado, da Absoluta, publicou uma foto e informou que houve uma manifestação na manhã desta segunda-feira (14). A Associação de Imprensa Campista (AIC) está em contato com o Sindicato dos Radialistas para acompanhar o caso e prestar solidariedade.

Outros profissionais do rádio usaram o Facebook para comentar.

Nilson Maria Pessanha: "Chego de uma rápida viagem e fico chocado com a notícia de que a Rádio Record demitiu todos os seus profissionais. No marasmo em que se encontra o rádio desta cidade, a programação da Rádio Record era um verdadeiro oásis. Além de locutores e operadores, empregava, também, produtores, redatores e repórteres. Todos com carteiras assinadas e direitos trabalhistas respeitados. E era visível o bom faturamento do prefixo. Muitos dos seus anunciantes só divulgavam suas marcas no rádio AM na Record. É uma porta que se fecha num mercado de trabalho cada vez mais exíguo. Lamento pelos colegas. Lamento por sua diretora, Tânia, pessoa de extraordinária competência e que vinha desenvolvendo um magnífico trabalho. Lamento pelos ouvintes! Um passo atrás! Uma pena!"

Saulo Maciel: "Sou membro da Universal, mas sei separar as coisas. Três emissoras na mesma cidade, replicando uma a outra é uma tremenda burrice. O Bispo Macedo é um homem de visão - prova é o império que construiu - mas as pessoas que ele coloca para administrar suas empresas, algumas delas, são bem amadoras".

Fernando José De Araújo Fernandes: "Eu já vivi essa situação duas vezes. A primeira foi na Radio Cidade fm de Belo Horizonte ,vendida pelo Jornal do Brasil pro Edir Macedo e depois na Líder FM,também negociada pro mesmo ....Lamentável".

Comentar
Compartilhe
"Venda do futuro" é vetada e Pezão não tem caixa para pagar servidor
24/03/2016 | 11h30

pezão

O empréstimo de R$ 1 bilhão, aprovado pelo Conselho Monetário Nacional, pela Assembleia Legislativa (Alerj) e pelo Banco do Brasil há quase 50 dias para o pagamento de aposentados e pensionistas do estado — e que liberaria o caixa do governo para quitar os salários dos servidores — foi vetado, aos 45 minutos do segundo tempo, pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional.

Tudo o que havia sido negociado com o Banco do Brasil, então, não tem mais qualquer validade. Segundo a Procuradoria da Fazenda Nacional, somente os bancos privados poderiam emprestar o dinheiro. Uma resolução aprovada pelo Senado no ano passado determina que recursos serão disponibilizados para compensar os estados que mais perderam com a queda dos royalties do petróleo. Pelas contas do Senado, o governo do Rio ainda tem o direito de pedir mais R$ 2, 5 bilhões em empréstimos, sem comprometer o seu limite fixado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Mas, a partir da decisão da Procuradoria, o processo de empréstimo iniciado em fevereiro voltou à estaca zero. Com a corda no pescoço, o secretário estadual de Fazenda, Julio Bueno, voou ontem (23) para São Paulo, onde passou o dia negociando a operação com sete bancos privados.

Fonte: Berenice Seara/Extra

E os municípios da região? - A decisão da Procuradoria da Fazenda Nacional, que vetou a operação com o Banco do Brasil acende um sinal amarelo na região. Isso porque a "venda do futuro" que injetaria R$ 3 bilhões para os municípios da Ompetro também está sendo negociada com o Banco do Brasil. A ideia era conseguir um empréstimo idêntico ao de Pezão. Um ano de carência, 15 anos para pagar e juros de 19% ao ano.

Comentar
Compartilhe
Sem dinheiro, Pezão não garante pagamento dos servidores
08/03/2016 | 12h40
pezao-salarios-servidores

O pagamento do salário de fevereiro dos servidores do estado, previsto para ser efetuado até esta quarta-feira, ainda não está garantido pelo governo do estado. A Secretaria estadual de Fazenda informou, no entanto, que “está se esforçando para obter os recursos que garantam o pagamento dos salários dos servidores ativos, inativos e pensionistas”. O valor líquido da folha é de cerca de R$ 1,8 bilhão.

Com a crise financeira, o governador Luiz Fernando Pezão alterou todo o calendário de pagamento de salários dos servidores, que agora podem ser depositados até o sétimo dia útil de cada mês. Em fevereiro, pelo segundo mês consecutivo, servidores do estado reclamaram da dificuldade para receber seus salários no dia prometido.

A crise financeira é provocada por uma série de fatores. Um dos principais é a queda na arrecadação de receitas provenientes do petróleo. Sem previsão de dias melhores, o governo anunciou um corte R$ 18,4 bilhões no orçamento deste ano, estimado inicialmente em R$ 79,9 bilhões. Com o contingenciamento de 23%, o Palácio Guanabara terá R$ 61,5 bilhões para gastar. Mesmo áreas consideradas essenciais foram afetadas. A Secretaria de Segurança, por exemplo, perdeu R$ 2 bilhões, o que representa 32% do que estava previsto (R$ 10,2 bilhões).

Fonte: O Globo 

Comentar
Compartilhe
"Venda do futuro": rosáceos animados
16/03/2016 | 12h50
reunião A Prefeitura de Campos, única da região que já conseguiu concretizar duas "vendas do futuro", continua em busca do terceiro empréstimo. Na noite de ontem a deputada federal Clarissa Garotinho (PR) informou que o casal Garotinho esteve mais uma vez em Brasília para negociar "o aumento do teto de crédito já estabelecido".

Além dos rosáceos, prefeitos de municípios da região e o senador Marcelo Crivella (PRB) também participaram da reunião com o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Dyogo Oliveira. "A resposta foi positiva. A prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, o secretário de Governo do município Anthony Garotinho, além dos prefeitos da região do Norte Fluminense também estiveram presentes. Os municípios estão fazendo a sua parte para enxugar a máquina e continuar prestando os serviços à população, mas essas cidades foram duplamente atingidas, sofrem com a crise econômica do país e sofrem com a queda do preço do petróleo. Em breve novidades", postou Clarissa no Facebook. 

O blog do Ralfe Reis postou nota sobre a saga dos rosáceos em busca de um novo empréstimo (aqui).
Comentar
Compartilhe
Tranquilo e favorável
10/03/2016 | 02h16

O blog publicou nota sobre dificuldades enfrentadas pela empreiteira Construsan, que estaria enxugando a sua folha salarial em tempos de crise (aqui).

Porém, um leitor do blog informou que o bem sucedido empresário Thiago Castro, sócio da Construsan, ironizou a postagem do blog em seu perfil no Facebook, deixando a entender que as coisas por lá estão tranquilas e favoráveis. Isso demonstra que a empreiteira é um exemplo e consegue suportar até as marés mais turbulentas deste mar de rosas.

Trabalho - Entre as principais obras tocadas pela Construsan em Campos está o Morar Feliz. Em 2010, a poderosa Odebrecht simplesmente cedeu, sem nenhum ônus, os direitos sobre 20% da licitação vencida por ela para a Construsan. (Veja no blog Ponto de Vista: aqui). Na época, foram aproximadamente R$ 72,4 milhões de obras para a Construsan, em pleno ano eleitoral.

E por falar em eleição,  o empresário José Geraldo Gomes Manhães, sócio da Construsan, fez uma doação de R$ 650 mil para a Direção Nacional do PR, transferidos posteriormente para o diretório estadual, presidido pelo então deputado Anthony Garotinho, que disputava o governo estadual (Matéria da revista Veja: aqui).  A matéria da "Veja" também informa que a Construsan, "em consórcio com a Imbé Engenharia e outra empresa, faturou mais de R$ 50 milhões desde novembro de 2013 em contratos com a Prefeitura de Campos".

O blog pede desculpas pela postagem sobre as dificuldades em tempos de crise e parabeniza a Construsan pela fase tranquila e favorável.
Comentar
Compartilhe
Ibope: 10% aprovam governo Dilma, e 69% desaprovam
30/03/2016 | 12h28
Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (30) mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo da presidente Dilma Rousseff (PT): - Ótimo/bom: 10% - Regular: 19% - Ruim/péssimo: 69% - Não sabe: 1%
Pesquisa Ibope Dilma (Foto: Editoria de Arte/G1)

O levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 17 e 20 deste mês e ouviu 2.002 pessoas, em 142 municípios. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Segundo a CNI, a soma dos percentuais não iguala 100% em decorrência do arredondamento.

Na última pesquisa do Ibope encomendada pela CNI, divulgada em dezembro do ano passado, 9% dos entrevistados aprovavam o governo (consideravam "ótimo" ou "bom"); 70% consideravam a gestão Dilma "ruim" ou "péssima"; e 20%, "regular".

O nível de confiança da pesquisa, segundo a CNI, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

'Maneira de governar' - A pesquisa divulgada nesta quarta também avaliou a opinião dos entrevistados sobre “a maneira de governar” da presidente: 14% aprovam; 82% desaprovam; e 3% não souberam ou não responderam.

Além disso, 18% disseram confiar na presidente, enquanto 80% afirmaram não confiar, e 2% não souberam ou não responderam.

Segundo mandato Na comparação com o primeiro governo Dilma, 3% dos entrevistados consideram o segundo mandato dela “melhor”. Para 80%, a atual gestão é “pior” e 16% dizem ser “igual”.

Ainda de acordo com a pesquisa Ibope, 10% dos entrevistados avaliam como “ótimo/bom” as perspectivas em relação ao restante do mandato de Dilma à frente do Planalto, enquanto 68% dizem acreditar que o governo será “ruim/péssimo”. Para 18%, será “regular”.   Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
José Carlos: "Prefeitura se apropriou do meu projeto"
11/03/2016 | 10h43

O vereador José Carlos (PSDC) fez um desabafo na manhã desta sexta-feira (11) em seu perfil no Facebook.

Segundo o parlamentar, um projeto de sua autoria, apresentado em 2013, foi engavetado, e agora aparece como sendo de autoria do governo Rosinha. "Acabo de receber em meu gabinete um projeto de Lei da prefeita Rosinha Garotinho que trata da hereditariedade das concessões/permissões concedidas aos taxistas. Esse governo está falando que o projeto é dele, mas como podem ver, protocolei em 2013 na secretaria da Câmara e o desgoverno proibiu de entrar na pauta. E agora querem dizer que o projeto é deles. Aqui não tem mentira", disparou José Carlos.

Comentar
Compartilhe
Em Macaé, partido de Marcão conversa com Garotinho
20/03/2016 | 12h07
[caption id="attachment_40204" align="aligncenter" width="563"]funke e garotinho Pré-candidato à Prefeitura de Macaé, o vice-prefeito Danilo Funke (Rede) conversa com o PR de Garotinho[/caption]

Em 2014 o então deputado Alfredo Sirkis (PSB) criticou a aliança do seu partido com o PT e decidiu não disputar a reeleição. Na época, ele classificou a aproximação como "suruba eleitoral". "Sempre fui crítico ao governo Dilma e ao PT e não posso me beneficiar do quociente eleitoral dos eleitores do PT. Isso é suruba eleitoral", afirmou.

Agora, em 2016, tudo indica que a "suruba" continua firme e forte. Veja, por exemplo, o caso do Rede Sustentabilidade. Em Campos, o partido conta com o vereador Marcão, que faz oposição ferranha ao casal Garotinho. Já em Macaé a legenda conversa com o PR de... Garotinho.

Pré-candidato à prefeitura de Macaé, o vice-prefeito Danilo Funke, que coordena o Rede na região, revele que existe o diálogo com o PR em Macaé, mas deixa claro que isso não muda a postura e os planos da legenda em Campos. "Não há conexão com Campos. Marcão e Rede seguirão caminho próprio", diz Funke.

Comentar
Compartilhe
Grupo rosáceo anuncia eleição interna
29/03/2016 | 07h55
[caption id="attachment_40476" align="aligncenter" width="458"]reunião Facebook/Mauro Silva[/caption]

O líder do grupo rosáceo, secretário de Governo Anthony Garotinho (PR), comanda reunião no Clube de Regatas Rio Branco com a presença de militantes, representantes dos partidos aliados e os prefeitáveis que disputarão as prévias (Mauro Silva, Chicão, Edson Batista e Thiago Ferrugem). A vereadora Auxiliadora Freitas (PHS) e o secretário Fábio Ribeiro (PR) não estavam presentes.

Otimista, ele garantiu que o grupo conseguirá mais uma vitória e informou como será o calendário da eleição interna.

Atualização às 0h50 - De acordo com Garotinho, o vencedor das prévias será anunciado no dia 30 de julho, faltando apenas dois meses e três dias para a eleição. Antes disso, serão realizadas as prévias, nos meses de maio, junho e julho, em seis Zonas Eleitorais (75ª, 76ª, 98ª, 100ª, 129ª e 249ª). A ideia é copiar a fórmula dos Estados Unidos.

Sonho - Em 2014, após liderar praticamente toda a corrida pelo governo do estado, Garotinho foi ultrapassado na reta final e ficou fora do segundo turno. Porém, sua alta rejeição não o impede de sonhar. Ontem, ele revelou que o retorno ao Palácio da Guanabara ainda é uma meta.

Comentar
Compartilhe
"Nem tudo são Flores"
24/03/2016 | 08h16

Na capital, uma turma que conhece de perto o grupo rosáceo comentou o seguinte sobre a inclusão do clã Garotinho na lista da Odebrecht: "Olha, nem tudo são Flores".

Segundo uma fonte, existem "Flores" nessa história que podem machucar muito o grupo.

Comentar
Compartilhe
Nova liminar suspende posse de Lula na Casa Civil
18/03/2016 | 05h45

Uma terceira liminar judicial tirou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva do cargo de ministro-chefe da Casa Civil. A decisão foi tomada pela 1ª Vara Federal de Assis (SP) nesta sexta-feira (18/3), que suspendeu a nomeação do petista. “Defiro o pedido de ordem liminar para sustar o ato de nomeação do sr. Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de ministro de estado chefe da casa civil da presidência da república, ou qualquer outro que lhe outorgue prerrogativa de foro”.

Fonte: Correio Brasiliense 

giphy

Atualização às 21h50 - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), colocou nesta sexta-feira um ponto final na guerra de liminares que se arrasta desde ontem e suspendeu a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil. A decisão prevalece em relação às liminares da primeira instância e vale até que o plenário do STF julgue o caso de forma definitiva. Gilmar também decidiu que as investigações contra Lula fiquem nas mãos do juiz federal Sérgio Moro, que conduz a Lava Jato na primeira instância de Curitiba.

Comentar
Compartilhe
Prime recebe R$ 1 milhão pelo aluguel de ambulâncias
01/03/2016 | 09h09

A Prime Administração e Serviços, que teve contrato prorrogado, por R$ 13,6 milhões, para “prestação de serviços de locação de veículos especiais (ambulâncias), incluindo motorista, sem fornecimento de combustível, recebeu R$ 1 milhão na última sexta-feira (26). Pela publicação no Portal da Transparência é possível notar que se trata da penúltima parcela de 2015.

Mais de R$ 100 milhões – Durante as suas duas gestões a prefeita Rosinha Garotinho (PR) gastou mais de R$ 100 milhões com aluguel de ambulâncias. Com este valor não seria possível ter adquirido uma frota moderna?

Nesta mesma cidade, um homem teve que engatinhar até um táxi para ser socorrido, já que não havia uma ambulância. Veja no blog “Na Curva do Rio”: aqui 

Comentar
Compartilhe
Crítica e humor
15/03/2016 | 12h05

O vereador Rafael Diniz (PPS) usou o famoso GIF com o ator John Travolta confuso, na pele do personagem Vincent Vega, do filme “Pulp Fiction”, para criticar o governo Rosinha Garotinho (PR).

Em sua página no Facebook (aqui), Diniz postou o GIF com a seguinte pergunta: "Os R$ 20 milhões que a Prefeitura gastou em 2009 não eram pra transformar o canal em um grande ponto turístico da cidade? Ué, todo esse lixo e o mau cheiro que vem da água também faziam parte do projeto?"

Untitled-1

Comentar
Compartilhe
PDT lança pré-candidatura de Caio Vianna
15/03/2016 | 12h25

caio

O diretório estadual do PDT realizou reunião na noite de ontem (14) e lançou a pré-candidatura de Caio Vianna à Prefeitura de Campos. Em postagem no Facebook, curtida por Caio, o pedetista Fernando Lobo informa que "o companheiro e amigo Caio Vianna falou do cenário político de Campos dos Goytacazes. Caio será candidato a prefeito com o total apoio de toda direção do PDT. Vamos renovar".

Enquanto isso, o ex-prefeito Arnaldo Vianna, pai de Caio, também se coloca como pré-candidato à Prefeitura pelo PEN (aqui).

O grupo mais ligado a Caio acredita na inelegibilidade de Arnaldo, que tem o filho como "Plano B". Já o novo grupo de Arnaldo sonha com uma reviravolta jurídica que deixaria o ex-prefeito livre para se candidatar.

Para quem vê de fora essa situação é, no mínimo, confusa.

Mas como dizia Ulisses Guimarães: "em política até raiva é combinada".

O blog do Ralfe Reis publicou nota sobre o assunto: aqui 

Comentar
Compartilhe
Prefeitura gasta mais R$ 16,5 mil com passagens aéreas
22/03/2016 | 09h24
voar, voar Em busca da terceira "venda do futuro", o grupo rosáceo precisa estar sempre voando para acelerar as negociações. Talvez por isso, os gastos com passagens áreas aparacem com frequência no relatório de pagamentos da Prefeitura. A informação está disponível no Portal da Transparência, que não detalha o destino nem quem utilizou as passagens. Na última sexta-feira a empresa L.M Viagens e Turismo recebeu mais R$ 16,5 mil. Em fevereiro a Prefeitura gastou R$ 42 mil pelas passagens aéreas. Em três anos o governo Rosinha gastou mais de R$ 1,4 milhão com passagens aéreas: aqui.
Comentar
Compartilhe
Marcão: "Ouvi a voz das ruas e troquei de partido"
15/03/2016 | 10h00

marcão1

No início da sessão desta terça-feira (15) o vereador Marcão usou a tribuna para comentar sobre a sua filiação ao partido Rede Sustentabilidade. "Vivemos um momento de maior descrédito do sistema político. Nossa meta é apostar na nova política. Ouvi a voz das ruas e deixei o Partido dos Trabalhadores para me filiar ao partido Rede Sustentabilidade', explicou Marcão.

No início deste mês, como o blog mostrou (aqui), o partido realizou reunião que definiu os membros do diretório.

Ao contrário das outras legendas, a Rede não conta com presidente, mas sim um porta-voz. Em Campos, quem ficou com essa missão foi Algeniro Borges. Ele tem ao seu lado Thatiana Barros e Antônio Barreto (coordenação executiva), Thiago Miquilito (coordenação financeira), Klai Ferreira (coordenação de comunicação) e Fabrício Lírio (vogal).

O blog "Opiniões", do jornalista Aluysio Abreu Barbosa informou ontem (14) sobre a escolha de Marcão (aqui). A matéria completa está na edição de hoje da Folha.

   
Comentar
Compartilhe
Câmara: garçom e copeiragem por R$ 156 mil
15/03/2016 | 10h34

garçom_elegante

O Diário Oficial desta terça-feira (15) traz o extrato do primeiro termo aditivo para contratação de "empresa especializada em serviço de copeiragem e garçom para atender as necessidades da CMCG".

Após desconto, o valor do contrato com a empresa L. M. MACHADO DO ROSÁRIO EVENTOS ficou por R$ 156,6 mil.

Vigência: De 02/02/2016 a 01/02/2017.

Desconto de 10% - No ano passado o jornalista Ricardo André Vasconcelos publicou nota em seu blog sobre o valor do contrato original (R$ 174 mil). Ou seja, o desconto foi de 10%.

Comentar
Compartilhe
Na propaganda do PDT
08/03/2016 | 11h25
caio

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) escolheu Caio Vianna para representar a legenda nas inserções que foram ao ar na região.

Na TV, Caio foi uma das estrelas, ao lado do presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, e da secretária estadual de Defesa do Consumidor, Cidinha Campos. Ele citou o aprendizado com o seu pai, o ex-prefeito Arnaldo Vianna (PEN), e falou em "resgatar as conquistas".

Nas últimas três décadas o PDT venceu seis eleições em Campos (duas vezes Garotinho, Sergio Mendes, Arnaldo, Campista e o pleito suplementar com Mocaiber).

No PEN - Pai de Caio, o ex-prefeito Arnaldo Vianna trocou o PDT pelo PEN. O movimento é estratégico, já que o grupo passa a contar com mais um partido e, caso Arnaldo não possa entrar na disputa, o PEN apostaria em Caio.

Comentar
Compartilhe
Tem dinheiro aí?
16/03/2016 | 07h22

garotinho e berzoini

Em seu blog no Globo (aqui), o jornalista Lauro Jardim informa que uma visita ontem (15), em meio ao turbilhão da crise política, intrigou assessores do Palácio do Planalto. Anthony e Rosinha Garotinho desfilaram por lá. Foram ao ministro Ricardo Berzoini tratar de crédito para Campos.

A crise em Campos está tão dramática que o casal não esperou nem o clima esfriar em Brasília para tentar concretizar a terceira "venda do futuro".

Comentar
Compartilhe
SJB com debate político-financeiro
07/03/2016 | 01h17

No município de São João da Barra uma discussão político-financeira tem movimentado as emissoras de rádio, esquinas e redes sociais. Pré-candidata à prefeitura, a ex-prefeita Carla Machado (PT) garante ter deixado dinheiro em caixa. Ela afirma que R$ 14 milhões estariam livres, por conta de um superávit financeiro.

Sem perder tempo, o secretário de Fazenda do governo Neco, Edson Claudio, usou o Facebook (aqui) para rebater a informação.  "O Superávit Financeiro que a mesma fala (que é a subtração dos recursos em caixa às despesas contraídas no exercício) de R$ 14 milhões conforme Balanço Patrimonial engloba todas as fontes de recursos do Município. E que deve ser aplicado obrigatoriamente por força do artigo 43, § 1º, inciso I, da lei 4.320/64 pela respectiva fonte de recurso, não podendo ser utilizado em fonte diversa de onde ocorreu ou remanejar como ela mesmo falou. Nesse sentido, a ex-prefeita mais uma vez mostra desconhecimento legal e técnico e ainda busca me agredir com palavras baixas e sem nexo", disse o secretário.

O secretário também fala sobre um "rombo". "Do total dos recursos que você mesma afirmou ter deixado de R$ 87 milhões, apenas R$ 16 milhões eram da fonte royalties. Para uma despesa comprometida de mais de R$ 63 milhões de reais (ela não mostrou a despesa deixada, omitiu), o que corresponde a um déficit (dívida deixada) de mais de R$ 47 milhões de reais na fonte royalties, mesmo ela arrecadando durante sua gestão mais de 1 Bilhão e 100 milhões somente de royalties. E como os gastos/aplicação dos recursos são vinculados por fonte de recursos não se pode utilizar outra fonte de recurso para quitar o rombo deixado, ficando para o Prefeito Neco a obrigação em pagar a dívida deixada com as arrecadações dos royalties que aconteceram nos anos do seu mandato, prejudicando assim a execução orçamentária e financeira da atual gestão", frisou Edson, que também publicou a relação das despesas em restos a pagar na fonte royalties inscritos até o ano de 2012.

Ou seja, além de argumentos políticos, os militantes de SJB precisam estar afiados no debate financeiro.

facebookface carla

Comentar
Compartilhe
Garotinho e Roberto Henriques conversam sobre eleições
08/03/2016 | 01h08

Como dizia o velho caudilho Leonel Brizola: "Em política não existe nunca, nem para sempre". 

O ex-deputado Roberto Henriques (PSD) recebeu em seu apartamento, no último domingo (06), o secretário de Governo Anthony Garotinho. Rompidos politicamente desde 2011, os dois conversaram sobre as eleições deste ano. "Recebi o ex-governador Garotinho como já havia feito com outros políticos da situação e da oposição", disse Henriques.

Indagado sobre a possibilidade de voltar a caminhar com o grupo rosáceo, Henriques comentou: "Das seis pré-candidaturas que o grupo da situação tem, só existe a admissibilidade de aprofundar a conversa com os vereadores Edson Batista e Auxiliadora Freitas", comentou Henriques, que não descarta a possibilidade de entrar no páreo. "Se houver uma possibilidade partidária que me ofereça condições de disputar a eleição, colocarei o meu nome".

Metamorfose ambulante - Nos últimos 10 anos Roberto Henriques foi vice de Alexandre Mocaiber, prefeito interno, aliado de Garotinho, secretário rosáceo, deputado estadual, aliado de Cabral e Pezão e desafeto de Garotinho. Mas ele garante que nunca mudou. "Nunca mudei, nem participei dos banquetes do poder. Basta analisar os meus discursos. Em 1998 eu já falava sobre a necessidade de diversificar a economia e tornar a cidade menos dependente dos royalties", comenta.

Comentar
Compartilhe
Ele não esqueceu
18/03/2016 | 10h16
Garotinho No final de 2014 um grupo formado por 11 vereadores se declarou “independente” e tentou conquistar a presidência da Câmara de Campos. O G-11 era formado por: Genásio, Jorge Magal, Gil Vianna, Albertinho, Alexandre Tadeu, Dayvison Miranda, Thiago Virgílio, Neném, José Carlos e Miguelito e Álvaro César. Na época, os 11 vereadores peitaram o líder rosáceo e prometeram ficar unidos. Mas sabe como é.. Aos poucos alguns foram pulando do barco e a vontade do governo foi feita, com a reeleição de Edson Batista para a presidência da Câmara. De lá pra cá, cientes de que “a vingança será maligna”, alguns membros daquele G-11 pularam do barco governista. Os vereadores José Carlos e Dayvison estão na oposição. Alexandre Tadeu, Gil Vianna e Genásio são “independentes”. Os outros continuam no barco e o destino pode ser a barriga dos tubarões.
Comentar
Compartilhe
Lista da Odebrecht: Garotinho diz que "não deve" e defende Rosinha e Clarissa
23/03/2016 | 05h01

família

Após comentar sobre a inclusão do seu nome na lista da Odebrecht e afirmar que "não deve e não teme"(veja no blog "Na Curva do Rio" aqui), o secretário de Governo Anthony Garotinho defendeu a esposa e a filha. "Antes de publicar a resposta no blog procurei verificar as doações eleitorais feitas à campanha da prefeita Rosinha Garotinho e Clarissa Garotinho, que também aparecem na tal lista que mistura doações oficiais com doações irregulares (propinas). Clarissa não foi candidata a prefeita em 2012, foi vice de Rodrigo Maia, e de fato, o candidato recebeu ajuda do diretório nacional e estadual do PR. Não há nada de irregular", afirmou Garotinho.

Sobre o caso da prefeita Rosinha, ele disse que "do total de sua campanha, mais de 90% foram repasses dos diretórios estadual e nacional, com CNPJ / CPF e número do recibo eleitoral. Exatamente como determina a lei".

O ex-governador afirmou que não se preocupa com o fato do seu nome aparecer na lista. "Trata-se de uma constatação normal de doação que está declarada na minha prestação de contas feita ao TRE-RJ, assim como os casos de Rosinha e da minha filha Clarissa. Também não me preocupa a possibilidade de algum opositor tentar deformar os fatos, porque acredito que as investigações apontarão a realidade.Quanto à Operação Lava Jato, torço para que ela contribua realmente para passar o nosso país a limpo, dentro dos preceitos constitucionais e do Estado Democrático de Direito", completou.

20160323_doacoesrosinha

Atualização às 19h30 - Em sua página no Facebook a prefeita indicou a postagem do marido. "Gostaria que lessem com atenção às duas notas abaixo onde esclarecemos a matéria divulgada hoje nos jornais tentando misturar as coisas e confundir a opinião pública. Eu e minha família não estamos e nem estaremos envolvidos em Lava Jato. Por favor, compartilhem. No blog do Garotinho também se encontram as notas e as planilhas que foram divulgadas", disse Rosinha.

A cobertura completa você confere na edição desta quinta-feira (24) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Campistas organizam "ato contra o golpe e a favor da democracia"
28/03/2016 | 01h17

ato

Na próxima quinta-feira (31), às 17h, na Praça São Salvador, campistas irão sair em defesa da presidente Dilma Rousseff (PT).

Na página do evento no Facebook (aqui), os organizadores informam que "a Frente Brasil Popular chama a sociedade campista e da região para Ato Público em defesa da democracia e por mais direitos para os trabalhadores.  Vamos às ruas defender que não haja Golpe e que todos os governos atendam os direitos dos cidadãos. Estamos vivendo um cenário político onde tentam retirar um governo eleito com a maioria do povo e onde o fascismo ameaça os direitos dos mais pobres, das mulheres, dos negros e dos LGBTTS.  Como forma de resistência temos que nos organizar e ocupar as ruas para que o Golpe seja interrompido e as pautas em prol da educação, da saúde, da moradia e dos demais direitos sociais sejam, de fato, atendidos.  Por isso, convocamos jovens, moradores (as), trabalhadores (as) e todos os demais democratas de Campos dos Goytacazes a se juntarem a nós contra o Golpe e por mais Democracia.  Traga sua família, instrumentos musicais, cartazes e bandeiras!".

1.200 pessoas foram convidadas na página do Facebook. Até o momento, 143 confirmaram presença e 134 afirmaram não ter interesse.

Comentar
Compartilhe
Grupo de Chicão não admite recuar
17/03/2016 | 12h28
Chicão

Não é só em Brasília que o clima está quente.

O grupo do vice-prefeito Chicão Oliveira (PR) não quer nem pensar na possibilidade do político ser descartado nas prévias. Esta semana, enquanto o casal buscava a terceira "venda do futuro" em Brasília, Chicão reuniu possíveis aliados no gabinete da prefeita.

Como é cobiçado por outros partidos, que hoje atuam na oposição ou no bloco "independente", Chicão tem a opção de se desfiliar do PR e escolher uma nova casa para disputar a eleição.

Por conta disso, os aliados do vice-prefeito querem garantias de que ele será o nome dos rosáceos na disputa pela Prefeitura.

Em outubro do ano passado o blog já havia comentado sobre o dilema de Chicão (aqui).

Agenda de candidato - Nos últimos dias o vice-prefeito atuou no combate ao mosquito, acompanhou ações e inaugurou obras. Na noite de ontem Chicão inaugurou a Creche Escola modelo Martin Luther King, no Parque Eldorado (aqui).

Comentar
Compartilhe
Sem insulina
21/03/2016 | 01h14

Um leitor do blog informa que, mais uma vez, os diabéticos que dependem da Prefeitura estão sofrendo. “Estamos sem insulina Lantus, sem fitas e sem seringas… Não tem nada. Me informaram que é porque o governo está devendo a empresa que fornece. Até quando?”.

Esta não é a primeira vez. O blog já publicou notas aquiaqui e aqui 

Enquanto isso, empreiteiros recebem R$ 1,4 milhão (aqui).

Comentar
Compartilhe
Datafolha: 68% apoiam impeachment de Dilma
19/03/2016 | 08h34
Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (19) no jornal “Folha de S.Paulo” indica os seguintes percentuais, na opinião dos entrevistados, sobre como os deputados deveriam votar em relação ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT): - Sim: 68% - Não: 27% - Indiferente: 3% - Não sabe: 2%

Na pesquisa anterior, de fevereiro, 60% se disseram a favor do impeachment, contra 33% que eram desfavoráveis. Esta reportagem está sendo atualizada com os dados da pesquisa. O Datafolha realizou o levantamento nos dias 17 e 18 de março. O instituto ouviu 2.794 eleitores em 171 municípios de todo o país. As somas podem passar ou ficar abaixo dos 100% por conta de arredondamentos, informou o instituto.

A pesquisa quis ainda saber se os entrevistados entendem que Dilma deveria renunciar. Os resultados foram: - Sim: 65% - Não: 32% - Não sabe: 3% Com relação à avaliação do governo, o resultado foi: - Ótimo/bom: 10% - Regular: 21% - Ruim/péssimo: 69% O Datafolha também questionou os ouvidos sobre se Dilma vai ou não ser afastada do governo: - Não vai ser afastada: 47% - Sim, vai ser afastada: 46% - Não sabe: 7% O Datafolha quis saber ainda a opinião dos entrevistados sobre um governo liderado pelo vice-presidente Michel Temer (PMDB): - Ótimo/bom: 16% - Ruim ou péssimo: 35% - Não sabe: 15% O instituto questionou os entrevistados sobre a percepção em relação ao governo em que mais houve corrupção: - Dilma: 36% - Lula: 23% - Fernando Collor: 20% - FHC: 7% - José Sarney: 3% - Itamar Franco: 1% - Em todos deles: 4% - Em nenhum deles: 0 - Não sabe: 6% O Datafolha perguntou quem foi o melhor presidente que o Brasil já teve: - Lula: 35% - FHC: 16% - Getúlio Vargas: 7% - Juscelino Kubitschek: 5% - José Sarney: 3% - Tancredo Neves: 2% - João Figueiredo: 2% - Itamar Franco: 2% - Fernando Collor: 1% - Dilma: 1% Sobre qual seria o principal problema do país, os entrevistados consideraram: - Corrupção: 37% Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
José Carlos: "Incendiaram carros alegóricos?"
02/03/2016 | 11h21
[caption id="attachment_39545" align="aligncenter" width="468"]Facebook/Geovana Almeida Facebook/Geovana Almeida[/caption]

Se a situação do Carnaval de Campos já não estava boa, agora piorou. Estruturas de carros alegóricos que ficam em um terreno na rua João Maria pegaram fogo.

Nas redes sociais, carnavalescos alegaram perseguição. "Perseguição pura. Lamentável. Isso só mostra como esse povo é perseguidor. Após as agremiações protestarem na Câmara, carros são incendiados", protestou Geovana Almeida no Facebook. 

Ao tomar conhecimento, durante a sessão desta quarta-feira (02), o vereador José Carlos (PSDC) comentou: "É isso, mesmo? Incendiaram carros alegóricos? Tem que apurar muito bem. Pode ser um ato criminoso. Os carnavalescos iam protestar com esses carros na 28 de Março", disse.

Na próxima terça-feira a Câmara vai votar um pedido de audiência pública sobre o Carnaval.

Comentar
Compartilhe
Campistas nas ruas contra Dilma e o PT
13/03/2016 | 01h59
[caption id="attachment_39935" align="aligncenter" width="390"]Foto: Bárbara Cabral Foto: Bárbara Cabral[/caption] [caption id="attachment_39936" align="aligncenter" width="390"]Foto: Bárbara Cabral Foto: Bárbara Cabral[/caption]

No embalo das manifestações que acontecem em todo o país, campistas se vestiram de verde e amarelo e protestaram neste domingo (13). Pelas ruas, os gritos mais ouvidos foram: "fora Dilma" e "fora PT". De acordo com a Polícia Militar, cerca de 1,5 mil pessoas participaram do ato. Já os organizadores falam em 5 mil pessoas.

Em março do ano passado o protesto contou com a presença de 800 pessoas (aqui).

Petistas provocam - Nas redes sociais os petistas e simpatizantes da presidente Dilma Rousseff afirmam que apenas uma "elite branca" e "coxinhas" participaram da manifestação em Campos.

Brasil - Pelo país, ocorrem protestos em 16 estados e no Distrito Federal (aqui).

Confira a matéria na Folha Online (aqui).

Comentar
Compartilhe
Rosinha anula exoneração e Fábio Ribeiro continua no governo
31/03/2016 | 01h08

Como o blog havia adiantado ontem (aqui), a prefeita Rosinha Garotinho (PR) exonerou nesta quinta-feira (31) diversos secretários e superintendentes que são pré-candidatos. Pela legislação, eles devem estar fora do cargo seis meses antes da eleição. Como o blog "Na Curva do Rio" mostrou (aqui), o Diário Oficial trouxe as exonerações de Jorge Rangel (Desenvolvimento Ambiental), Eduardo Crespo (superintendente de Agricultura e Pesca), Linda Mara Silva (assessora especial), Robson Colla (Superintendente do Cidac), Fábio Ribeiro (secretário de Gestão de Pessoas e Contratos), Edílson Peixoto (Infraestrutura e Mobilidade Urbana), Carlos Frederico Paes (superintendente de Justiça e Assistência Judiciária), Welligton Levino (comandante geral da Guarda Municipal), Joilza Rangel (superintendente de Trabalho e Renda) e José Cláudio de Oliveira Martins (vice-presidente do IMTT).

Porém, em uma edição suplementar do Diário Oficial, a prefeita anulou a exoneração de Fábio Ribeiro (PR), que continua à frente da secretaria de Gestão de Pessoas e Contratos. O movimento deixa nítido que Fábio, eleito vereador em 2012, não pretende disputar a reeleição e está focado na disputa pela Prefeitura. Como é pré-candidato a prefeito, Fábio pode deixar o governo em junho, quatro meses antes do pleito. Até lá, continua com a caneta da importante secretaria responsável pelas contratações.

Comentar
Compartilhe
E Campos?
13/03/2016 | 02h19
Em seu perfil no Facebook o músico Fabiano Artiles deixou a seguinte pergunta no ar: face

Comentar
Compartilhe
Empreiteiras recebem R$ 200 mil
02/03/2016 | 09h02

Sem condições de quitar as notas mais pesadas, com as grandes empreiteiras, a Prefeitura tem feito pagamentos menores para reformas de escolas. Na última segunda-feira (29) a RABI CONSTRUTORA LTDA recebeu R$ 142.084,72 por reforma de escola em Tocos. Já a S.C. HISSA CONSTRUÇÕES recebeu 57.094,07 por reforma de escola em Guarus. As informações estão disponíveis no Portal da Transparência.

Instituições - A Prefeitura também pagou parcelas de convênios com instituições como Apae (R$ 22 mil), Apoe (R$ 23 mil), Serviço de Assistência São José Operário (R$ 17 mil), Associação Ministério Pastos Verdejantes (R$ 58 mil), Obra do Salvador (R$ 24 mil). Tudo indica que as parcelas são referentes ao ano de 2015. Ontem (01), o vereador Gil Vianna (PSB) afirmou que muitos convênios ainda nem foram renovados para 2016.

Comentar
Compartilhe
É a crise
05/03/2016 | 12h12

A poderosa Construsan, responsável por diversas obras em Campos durante o governo Rosinha, já sente os efeitos da crise. A empreiteira, que chegou a ter uma tropa enorme de funcionários, estaria com apenas 22.

Outras empresas, que acumulam muitas notas pendentes, já não sabem como manter seus quadros.

Mesmo que o líder rosáceo garanta a continuidade das obras em 2016, uma criança consegue notar que a conta não fecha. Com uma folha anual de R$ 950 milhões e prestações de empréstimos, sobra muito pouco para manter o essencial (Saúde, Educação e Limpeza).

Comentar
Compartilhe
Hugo Leal deixa o Pros e se filia ao PSB
17/03/2016 | 03h52

hugo

O deputado federal Hugo Leal trocou o Pros pelo PSB. "O PSB é o partido mais antigo do atual quadro partidário do Brasil. Sua longevidade se explica pelas suas práticas e propósitos, sempre coerentes com os anseios da sociedade. O olhar para frente me proporcionou o reencontro com esse partido. Uma "ponte", erguida por propósitos comuns, interliga os anos de 2002, quando concorri pela primeira vez a deputado estadual pelo PSB, e 2016", disse Leal em sua página no Facebook.

E Campos? - O vereador Albertinho, que comanda o Pros em Campos, tinha carta branca do deputado Hugo Leal para atuar na cidade. Agora, resta saber se ele continua na legenda e busca uma nova casa.

Comentar
Compartilhe
Albertinho se filia ao PMB e tira o partido da oposição
28/03/2016 | 09h53

albertinho

Mais uma reviravolta no "bacanal eleitoral".

Após perder o comando do Pros, que resolveu ficar com a oposição, o vereador Albertinho agora assume uma legenda que caminhava com os oposicionistas. Ele anunciou no Facebook sua filiação ao Partido da Mulher Brasileira (PMB), que era presidido em Campos por Luciano Freitas e havia lançado o ex-vereador Rogério Matoso como pré-candidato à Prefeitura. Com a articulação de Albertinho, Matoso agora tem até o dia 02 de abril para se filiar a uma nova legenda.

Confira a postagem de Albertinho, que fez questão de garantir a aliança do PMB com o grupo rosáceo:

"Olá amigos! É com muito entusiasmo que neste 28 de Março, aniversário de nossa querida Campos dos Goytacazes, venho anunciar o nosso novo partido, o PMB – Partido da Mulher Brasileira. Estive no final da tarde, acompanhado de diversos amigos e pré-candidatos a vereador na sede da Justiça Eleitoral onde protocolamos nossa desfiliação do antigo partido e a filiação no PMB. O PMB é representado pelo número 35, e surpreendeu pela rapidez com que se tornou uma das principais forças políticas nacionais e um dos seus principais eixos é a valorização social, moral, profissional e política da mulher. O PMB é uma legenda capaz de defender o reconhecimento não só da mulher, mas também dos homens, garantindo o desenvolvimento do país como um todo. A partir de hoje vamos contribuir para o fortalecimento do partido em nossa cidade. O PMB estará fazendo parte da bancada de apoio ao governo da Prefeita Rosinha e estará na aliança politica da eleição deste ano do grupo do ex-governador Garotinho. Minha trajetória política é marcada pela oportunidade de transformar a vida das pessoas, principalmente os mais humildes. Estou na política por acreditar que esta atividade é o instrumento necessário para construção de uma cidade, estado e Brasil moderno e desenvolvido, ético, justo e solidário. Juntos somos fortes!"

Comentar
Compartilhe
Delcídio cita cúpula do PMDB e Aécio em delação
09/03/2016 | 10h36

delcidio

O senador Delcídio Amaral (PT-MS) citou pelo menos cinco colegas de Senado em sua delação premiada. Entre eles estão o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), e Aécio Neves (PSDB-MG), principal nome da oposição e candidato derrotado nas eleições presidenciais de 2014. A reportagem do Globo confirmou a informação junto a pessoas com acesso ao caso.

Os outros citados são da cúpula do PMDB no Senado: Romero Jucá (RR), segundo vice-presidente do Senado; Edison Lobão (MA), ex-ministro de Minas e Energia; e Valdir Raupp (RO). Renan, Jucá, Lobão e Raupp já são formalmente investigados em inquéritos da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

O acordo de delação de Delcídio, firmado junto à Procuradoria Geral da República (PGR), ainda precisa ser homologado pelo STF, mais especificamente pelo ministro relator da Lava-Jato, Teori Zavascki. O senador petista prestou os depoimentos enquanto esteve preso preventivamente em Brasília.

Delcídio, suspeito de obstruir as investigações da Lava-Jato, deixou a prisão em 19 de fevereiro, por decisão de Teori. A PGR, em dezembro, denunciou o senador ao STF por conta da suspeita de que ele atuou para atrapalhar a delação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Gravações feitas pelo filho do ex-diretor, Bernardo Cerveró, mostraram a atuação do parlamentar nesse sentido, com referências a atuação junto a ministros do STF, pagamentos a Cerveró e plano de fuga do ex-diretor.

[caption id="attachment_39812" align="aligncenter" width="414"]Charge publicada no blog Extra, Extra Charge publicada no blog Extra, Extra[/caption] Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Cunha e Paes negam doações ilícitas
23/03/2016 | 06h21
cunha e paes

Indagados sobre a citação dos seus nomes na lista da Odebrecht, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB) e o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB), negaram doações ilícitas.

O prefeito Eduardo Paes afirma que todas as doações às suas campanhas eleitorais - sejam aquelas feitas diretamente a ele ou via diretórios municipal, estadual e nacional do partido - ocorreram de forma oficial e legal e foram declaradas à Justiça Eleitoral.

Já Eduardo Cunha reagiu rindo e demonstrando tranquilidade em relação à planilha apreendida pela Polícia Federal com uma lista de doações há mais de 200 políticos do país, incluindo ele próprio. Cunha disse não temer a delação premiada.  "Não existe doação de caixa 2. Nem para mim, nem para o o PMDB. Só de caixa 1", disse Cunha.

 A cobertura completa você confere na edição desta quinta-feira (24) da Folha da Manhã. 
Comentar
Compartilhe
Neco: "A oposição entra em desespero"
11/03/2016 | 04h21

Como o blog do jornalista Arnaldo Neto informou (aqui), teve início em São João da Barra um movimento de apoio ao prefeito José Amaro de Souza, Neco (PMDB), nas redes sociais.

Hoje (11), Neco postou uma mensagem de agradecimento no Facebook. Na publicação, ele aparece ao lado do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e aproveita o embalo para alfinetar os adversários. "Esperem que boas notícias serão divulgadas em breve", diz o prefeito, que esteve ontem com Jorge Picciani (PMDB), presidente da Alerj.

Segundo Neco, que esteve nesta sexta-feira com o governador, não existe a possibilidade de desistência  "As estatísticas estão muito favoráveis (...) Quem tem que desistir é quem faz parte do partido que está afundando o país". Confira:

neco
 
Comentar
Compartilhe
Albertinho continua no Pros
19/03/2016 | 02h38

albertinho-vvv

Na reta final da janela para a troca de partidos, o deputado federal Hugo Leal trocou o Pros pelo PSB. Com a mudança na estadual, que passa a ser comandada pelo prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier, o vereador Albertinho chegou a pensar em se desfiliar. Porém, decidiu continuar.

No final de noite de ontem Albertinho conversou com o presidente nacional do partido, Euripedes Junior. 'Falei com o presidente sobre a minha situação e ele explicou que o novo presidente da legenda no estado foi comunicado sobre a situação de Campos e o nosso trabalho. Ele me tranquilizou e disse que o partido vai continuar ao lado do governo. Tenho muita afinidade com o partido, me sinto como um dos fundadores", explicou Albertinho, que foi elogiado pela nacional. "Ele disse que o partido em Campos é um exemplo para o Brasil. Citou as duas mil filiações na cidade", disse Albertinho.

Nominata fechada - O Pros já está com a sua nominata fechada em Campos. São 38 pré-candidatos a vereador.

Como a janela já fechou, agora Albertinho tem que torcer para o presidente nacional manter a palavra.

É bom lembrar que o prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier, não simpatiza com o ex-governador Garotinho. Por diversas vezes Garotinho citou a ligação entre o prefeito com o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (aqui) e as mordomias (aqui).

Comentar
Compartilhe
Oposição vai cobrar informações sobre contrato da Odebrecht
28/03/2016 | 04h18

Após a divulgação da lista que mostra o clã Garotinho na lista da Odebrecht, a bancada de oposição na Câmara de Campos vai cobrar informações sobre o contrato da empreiteira em Campos.

Com os aditivos, a obra do Morar Feliz ficou e torno de R$ 1 bilhão, maior contrato firmado entre uma empresa e a Prefeitura em toda a história do município.

Além do pedido de informação, protocolado pelo vereador Marcão (Rede), a meta é convocar os gestores responsáveis pelo contrato e entender também a parte que foi cedida a uma empreiteira da cidade.

O blog do jornalista Fernando Leite publicou nota sobre o assunto: aqui 

Comentar
Compartilhe
No hospital, Pezão articula empréstimo de R$ 900 milhões
21/03/2016 | 07h06

pezão

O presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani (PMDB), diz que a administração estadual segue normalmente, mesmo com o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) internado desde o último dia 12.

O deputado tem conversado com frequência com Pezão por telefone e despachado com o governador por Whatsapp. Segundo Picciani, o governador pediu prioridade no encaminhamento de dois projetos. O primeiro é a lei que autoriza o governo estadual a contratar um empréstimo no BNDES no valor de R$ 900 milhões. O recurso é necessário ao término das obras da linha 4 do metrô. De acordo com Picciani, o governo deve dar entrada no projeto de lei ainda nesta segunda e entrará em discussão na próxima semana.

A outra prioridade é a aprovação do projeto de lei que cria a Agência Metropolitana de Saneamento, uma exigência do Banco Mundial para a liberação de recursos e pré-requisito para a concessão dos serviços por meio de Parcerias Público-Privadas (PPPs).

Já teve "venda do futuro" - Em fevereiro Pezão anunciou que o Tesouro Nacional liberou a antecipação de R$ 1 bilhão dos royalties e participações especiais da produção de petróleo. O valor corresponde à primeira parcela de um total de R$ 3,5 bilhões. A expectativa é que os R$ 2,5 bilhões restantes sejam disponibilizados nos próximos meses.

Biopsia - O cardiologista Cláudio Domênico, médico do governador, espera para quarta-feira, 23, o resultado da biópsia que apontará a causa da lesão na coluna constatada por exames no sábado, 19. Domênico afirmou que, com o diagnóstico, será decidido o tipo de tratamento a que Pezão, de 60 anos, será submetido. Também será definido se Pezão terá de pedir uma licença para cuidar da saúde ou se poderá continuar trabalhando. Em caso de licença, assumiria o vice-governador, Francisco Dornelles (PP), de 81 anos. Pouco antes da internação de Pezão, Dornelles também foi hospitalizado para realização de exames de rotina e já está de volta ao trabalho. "O governador está trabalhando como se estivesse no palácio", disse Dornelles na tarde desta segunda-feira, 21. Dornelles esteve com Pezão ontem, 20, durante uma hora.

Fonte: Estadão 

Comentar
Compartilhe
Hostilizados, Aécio e Alckmin ficam meia hora na Paulista
13/03/2016 | 07h12

aécio

O governador Geraldo Alckmin e o senador Aécio Neves (MG), ambos do PSDB, foram hostilizados em sua breve passagem pelo ato pró-impeachment ocorrido neste domingo (13) na avenida Paulista.

A participação deles durou um pouco mais de 30 minutos. Ao chegar, numa vão, nos fundos do Masp, a dupla foi recebida por xingamentos, como "bundões" e "oportunistas". Para encobrir esses gritos, um grupo de tucanos puxou o coro de "fora Dilma".

De lá, Aécio, Alckmin e seu séquito seguiram para o caminhão do MBL. A caminhada foi marcada por gritos de "fora". Aécio passou por maior constrangimento quando, ao chegar à tenda do MBL, foi cumprimentar manifestantes: "Ladrão. Você também é ladrão. Você sabe que também é ladrão", disse um rapaz, enquanto Aécio lhe apertava a mão.

Lula - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu apoio de militantes, na manhã deste domingo, em frente ao seu apartamento, em São Bernardo do Campo. Para agradecer às cercas de 400 pessoas — segundo a Polícia Militar — que se posicionam em frente a sua residência desde as 8h, o petista saiu de seu prédio, no início da tarde, para falar com o grupo. Ele deu alguns passos, tirou foto com manifestantes e voltou para dentro do edifício em poucos minutos.

Fonte: Folha de S. Paulo e O Globo 

Comentar
Compartilhe
Lula: "Eles que enfiem no cu esse processo"
05/03/2016 | 02h07

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) gravou um vídeo-selfie ontem (04), durante encontro com o ex-presidente Lula, para enviar um recado à militância e acabou cometendo uma gafe fabulosa.

Logo no início do vídeo, Jandira explica que Lula está conversando com a presidente Dilma Rousseff. Porém, ela não contava com Lula dizendo o seguinte: "Eles que enfiem no cu todo esse processo".

Essa é a política na era digital. Nada escapa...

[caption id="attachment_39687" align="aligncenter" width="499"]vídeo Clique para ver o vídeo[/caption]

 Fonte: O Antagonista 

Comentar
Compartilhe
Rogério Matoso no PPL
29/03/2016 | 11h19

Com a filiação de Albertinho ao Partido da Mulher Brasileira (PMB), o ex-vereador Rogério Matoso se movimentou com rapidez e já anunciou o seu novo destino.

Ao lado de diversos pré-candidatos a vereador que estavam com ele no PMB, Matoso se filiou ao Partido Pátria Livre (PPL). "Para lutar por mudanças e contra a velha política é preciso ter liberdade. No PPL estaremos ao lado de um grupo realmente novo e independente", diz Matoso, reforçando a sua pré-candidatura à Prefeitura. "Quem achou que ia me intimidar se enganou. Estou no páreo", frisou.

Na eleição de 2012 o PPL era presidido pelo então presidente da Câmara de Campos, Nelson Nahim, e participou da campanha ao lado do ex-prefeito Arnaldo Vianna.

O blog da Coluna publicou nota sobre o assunto: aqui 

Comentar
Compartilhe
PMDB do Rio decide deixar o governo Dilma
24/03/2016 | 08h18

Os 12 representantes que o Rio tem no diretório nacional do PMDB - entre eles, Sérgio Cabral, Jorge Picciani e Eduardo Paes - votarão, juntos, na reunião de terça-feira, em Brasília, pelo desembarque do partido do governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

A decisão já foi tomada e até comunicada ao vice-presidente Michel Temer (PMDB), que esteve no Rio na última quarta-feira (23), para visitar o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), internado no hospital Pró-Cardíaco.

Além de votar pela saída do governo, o grupo do Rio vai também aproveitar a ocasião e entregar os cargos que mantém no governo federal.

Atualização às 20h05 - O blog do Lauro Jardim, do jornal "O Globo", apurou que Celso Pansera e Leonardo Picciani devem votar contra a saída do governo. O prefeito Eduardo Paes, o ex-governador Sérgio Cabral e o governador Luiz Fernando Pezão (que está licenciado por problemas de saúde) não devem comparecer à reunião do diretório nacional, na próxima terça-feira, mas seus suplentes e todos os outros delegados votarão pelo desembarque do governo - inclusive o presidente do partido no estado, Jorge Picciani.

Fonte: Extra, Extra/Berenice

Comentar
Compartilhe
Salve-se quem puder
11/03/2016 | 06h17

salve-se

Já começou uma dança das cadeiras nos diretórios municipais.

O vereador Nildo Cardoso, que saiu do PMDB com a chegada de Pudim, agora vai ter que sair do PSD por conta da articulação de Paulo Feijó.

Em outras legendas o clima de indefinição também é grande. Como o blog do Ralfe Reis informou (aqui), DEM e PT também entraram nessa "dança". O PSB é outro partido que vive um clima de indefinição, já que governo (Altamir) e bloco "independente" (Gil Vianna) esperam ficar no comando.

E olha que o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), ainda nem entrou pra valer nesse jogo.

 
Comentar
Compartilhe
Semana de folga na Câmara de Campos
09/03/2016 | 09h58

câmara

A Câmara de Campos, que na semana passada contou com debates quentes, parece ter resolvido folgar esta semana. Ontem (08) a Casa contou com uma sessão festiva pelo Dia Internacional da Mulher e hoje (09) falou quórum. O presidente Edson Batista (PTB) se encontra em Brasília. Ele foi ao planalto tratar sobre a concessão da rádio Câmara.

Comentar
Compartilhe
Dilma enfatiza caráter pacífico dos atos e fala em maturidade
13/03/2016 | 09h02

O Palácio do Planalto está monitorando desde a manhã deste domingo (13) as manifestações. O número de pessoas nas ruas é considerado expressivo e, segundo uma fonte do governo, já era esperado. Até as 15h deste domingo, foram contabilizadas 1,038 milhão de menções a termos relacionados às manifestações no Twitter.

Em nota divulgada na noite deste domingo, a presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou que a liberdade de manifestação é própria das democracias e deve ser respeitada por todos. “A liberdade de manifestação é própria das democracias e por todos deve ser respeitada”, afirma trecho do texto assinado pela secretaria de Imprensa da Presidência.

Dilma enfatizou o caráter pacífico dos protestos: “O caráter pacífico das manifestações ocorridas neste domingo demonstra a maturidade de um país que sabe conviver com opiniões divergentes e sabe garantir o respeito às suas leis e às instituições”.

Comentar
Compartilhe
Marcão: "Não querem debater a Lava Jato e as laranjas?"
30/03/2016 | 11h25

marcão

A Câmara de Campos não contou com quórum para a realização da sessão destas quarta-feira (30). Como ontem o horário da sessão foi tomado por uma solenidade, os trabalhos no plenário só retornam na próxima semana.

Para o vereador Marcão (Rede), que esperava a votação de um pedido de informações sobre o contrato firmado entre a Prefeitura e a Odebrecht, faltou disposição para debater. "Não querem discutir sobre a Lava Jato e os laranjas. Nem sabia que Campos tinha tradição para a plantação de laranjas. Se dizem que está tudo correto, dentro da legalidade, por que só a oposição e os independentes estavam presentes?", indagou Marcão.

Nesta quarta-feira (30) a Folha publicou matéria (aqui) sobre a ausência de doações da Odebrecht nas prestações de contas da prefeita Rosinha Garotinho (PR), que segundo planilha da empreiteira, apreendida na Lava Jato, aparece com 1.000, considerado um "bônus de R$ 1 milhão" pela revista "Veja".

Ontem, a Folha também mostrou que o então candidato a deputado federal Anthony Garotinho (PR) teria recebido R$ 1 milhão da Odebrecht no mesmo dia de “laranjas” ao seu partido. Veja no blog "Opiniões" (aqui).

Comentar
Compartilhe
Cofre aberto: mais R$ 1,3 milhão para manutenção de parques e jardins
09/03/2016 | 09h39
emec A Emec Obras e Serviços recebeu na última segunda-feira (07) mais R$ 1,3 milhão por conta da manutenção de parques e jardins. Por ano, a empresa do Espírito Santo recebe cerca de R$ 15 milhões para realizar o serviço. No último dia 17 a empresa do Espírito Santo também recebeu uma parcela de R$ 1,3 milhão. Doação – Em 2014 o então candidato ao governo do estado, Anthony Garotinho, recebeu doações, através do diretório estadual do PR, de R$ 350 mil da Emec Obras e Serviços. Naquele ano, no dia 27 de fevereiro, a empresa recebeu um aditivo de R$ 1,2 milhão da Prefeitura de Campos. O contrato, para prestação de serviços de manutenção de parques e jardins foi assinado em maio de 2012, com valor inicial de R$ 14,6 milhões. Outros pagamentos:  A Inovaluz recebeu mais R$ 757 mil por "serviços de planejamento e gestão". A Serven recebeu uma parcela de R$ 124 mil por reforma e ampliação de escola em Travessão.
Comentar
Compartilhe
Henriques: "O governo da mudança tornou-se um farrapo"
30/03/2016 | 01h25
roberto Pelo jeito o namoro do ex-deputado Roberto Henriques com o grupo rosáceo (aqui) não durou nem um mês. Hoje (30), em seu perfil no Facebook, Henriques publicou texto intitulado "Entre as folhas das parreiras" (aqui) e afirmou que o "governo da mudança tornou-se um farrapo". Confira alguns trechos:

"O Governo Municipal foi eleito em 2008 para romper com o modelo Arnaldo- Mocaiber, que gastaram sem qualquer critério os fartos recursos públicos,devido as várias prefeiturinhas instaladas e operacionalizadas por grupos que não tiveram qualquer compromisso com as gerações presentes e as gerações futuras. Entretanto, em pouco tempo de mandato, a Prefeita Rosinha, foi abandonando os seus objetivos . O lema " Governo da Mudança", tornou-se um "farrapo", que nem de longe,lembra aquela bandeira de 2008". 

"Invejavam tanto as práticas do dois ex-prefeitos, que os principais quadros dos governos anteriores,foram convidados a comporem o secretariado e ocuparem postos estratégicos. A relação com a Câmara Municipal, é a mesma de tempos anteriores,ou seja, sorteiam os cargos entre os Vereadores aos moldes do que fizeram os soldados romanos com as vestes de Jesus de Nazaré".

"Os bons quadros(pessoas comprometidas e honestas),foram marginalizadas,pois os altos escalões as negam, como Pedro negou a Jesus. Ficou célebre aquela minha expressão : Este governo é 'o governo, Rosinha Garotinho Mocaiber Vianna'"

"Minha recente conversa com o ex-Governador Garotinho, foi igualmente obsequiosa, porém mais exigente, devido sua liderança junto ao grupo que se encontra no poder local. Elogiei o que merece elogios no Governo Rosinha, porém elenquei as sinceras críticas das quais sua administração se faz merecedora". 

"Escondidos no Jardim do Éden- As minhas posições e posteriores declarações fizeram o líder e seus maiorais se esconderem entre as folhas das parreiras... Propostas de mudanças incomodam... É mais fácil fazer como Adão e Eva : 'A culpa é da serpente'".

Comentar
Compartilhe
Cabral reforça pré-candidatura de João Peixoto
03/03/2016 | 01h22
cabral e peixoto De olho na Prefeitura de Campos, o deputado estadual João Peixoto (PSDC) esteve ontem (02) com o ex-governador Sergio Cabral (PMDB).

Com  seu estilo mineirinho, Peixoto costura uma aliança com o ex-governador, que mesmo desgastado, é um dos principais caciques do PMDB no estado. "O ex-governador é um amigo antigo. Fomos colegas na Alerj e essa parceria continuou quando ele foi governador permaneceu agora com o Marco Antônio, filho dele, que se elegeu deputado federal", comentou Peixoto, que garantiu  a sua pré-candidatura. "Tem gente insinuando que minha pré-candidatura não é pra valer. Quem apostar nisso vai perder.Vamos surpreender muita gente", afirmou.

Cabral reforçou a pré-candidatura de Peixoto. "Sou muito grato por tudo que João Peixoto sempre fez por mim e por ter dado continuidade com o meu filho Marco Antônio Cabral. Agora chegou a hora de retribuirmos tudo que ele fez por nós. Estamos juntos", declarou Cabral.

Fonte: Blog da Alessandra Lemos (aqui).

Comentar
Compartilhe
Ditadura rosácea: sessão encerrada na marra e som cortado
22/03/2016 | 12h10

Se em Cuba os ditadores resolveram dialogar, na Câmara de Campos os soldados rosáceos não querem nem saber de papo.

Durante a sessão desta terça-feira, após a aprovação de projeto enviado pelo governo, o quórum desapareceu e o presidente da Casa, Edson Batista (PTB) sentenciou: "A sessão está encerrada".

Neste momento o vereador Rafael Diniz (PPS) tentou argumentar e lembrou que o vereador Fred Machado (PPS) se inscreveu para falar na palavra livre. Edson nem deu bola e foi embora.

O vereador José Carlos (PSDC) tentou conduzir os trabalhos e concedeu a palavra ao vereador Fred, que desabafou. "Isso daqui é uma vergonha. A sessão não termina por falta de quórum, mas porque não aprovam a prorrogação dos trabalhos. Falta tudo em nossa cidade. Não tem insulina para quem sofre com diabetes, não tem as lancetas, fitas... Um absurdo", dizia o vereador quando o seu microfone foi cortado e os trabalhos encerrados na marra.

Durante a sessão sobrou até para a vereadora rosácea Auxiliadora Freitas (PHS), que alegou ter sido cerceada. Uma emenda de sua autoria foi barrada e nem entrou na pauta.

Mais informações sobre a sessão na edição de amanhã (23) da Folha. 

Comentar
Compartilhe
Lula é alvo de nova fase da Lava-Jato e será levado a depor pela Polícia Federal
04/03/2016 | 08h11
[caption id="attachment_39649" align="aligncenter" width="699"]lula na mira Ex presidente lula alvo da nova fase da operação. Na foto Agentes da policia federal em frente a sede do Instituto Lula. Foto Marcos Alves / Agencia O Globo. - Marcos Alves / Agência O Globo[/caption]

A Polícia Federal realiza mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao ex-presidente Lula na 24ª fase da Operação Lava-Jato, realizada desde o fim da madrugada desta sexta-feira. O ex-presidente Lula é alvo de um mandado de condução coercitiva e será obrigado a prestar esclarecimentos, segundo a Polícia Federal. Braço-direito de Lula e atual presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto também é alvo de outro mandado de condução coercitiva na manhã desta sexta-feira.

Mandados de busca são cumpridos também em endereços usados pelos filhos do ex-presidente, e dos empresários Fernando Bittar e Jonas Suassuna.

A operação foi denominada "Aletheia", em referência à expressão grega que significa "busca da verdade", segundo informe divulgado pela PF. São investigados cimes de corrupção e lavagem de dinheiro, entre outros, praticados, segundo a PF, "por diversas pessoas no contexto de esquema criminoso e relacionado à Petrobras S/A".

Ao todo, foram expedidos 44 mandados judiciais, sendo 33 de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva - quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento, caso do ex-presidente Lula.

Cerca de 200 policiais federais e 300 auditores cumprem cinco mandados de busca e apreensão em São Bernardo do Campo, cidade onde está o apartamento do ex-presidente; dois em Atibaia, onde Lula frequenta um sítio; um no Guarujá, onde seria beneficiário de um apartamento; e mandados nas cidades paulistas de Diadema, Santo André e Manduri. A PF também cumpre um mandado de condução coercitiva em Salvador e mandados de busca na capital baiana e Rio de Janeiro. As cidades alvo da ação são: Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, São Bernardo do Campo, Atibaia, Guarujá, Diadema, Santo André, Manduri. De acordo com a PF, entre os crimes investigados nesta etapa estão corrupção e lavagem de dinheiro, entre outros praticados por diversas pessoas no contexto de esquema criminoso revelado e relacionado à Petrobrás. Fonte: O Globo  A Folha Online divulgou a notícia: aqui 
Comentar
Compartilhe
PMDB de olho em Quissamã
16/03/2016 | 12h49

time

O PMDB vai ter candidatura própria em Quissamã. Vereador mais votado do município no pleito de 2012, Marcelo Batista foi o escolhido para representar o partido na disputa pela Prefeitura. Na semana passada, Marcelo definiu a pré-candidatura durante encontro, no Rio, com o presidente da Assembleia Legislativa (Alerj), Jorge Picciani, o secretário estadual de Governo, Affonso Monnerat, os prefeitos de Macaé, Aluízio Júnior, e de Carapebus, Amaro Fernandes, e o presidente do diretório do PMDB de Quissamã, Arnaldo Mattoso.

Comentar
Compartilhe
Eleição de 2004 ainda não acabou
12/03/2016 | 02h03
arnaldo e campista A polêmica eleição de 2004, vencida por Carlos Alberto Campista, cassado cinco meses após a posse, ainda não acabou. A União ajuizou ação ordinária em face de Campista e Toninho Vianna para que os réus fossem obrigados a compensar os custos do pleito suplementar realizado em março de 2006.   Na época, de acordo com a União, os gastos para a realização da nova eleição ficaram em R$ 253 mil. O juízo da primeira vara federal de Campos acolheu os argumentos e julgou a cobrança procedente. As informações foram divulgadas pela TV Justiça.

Citado, Carlos Alberto Campista aduziu a incompetência do juízo, em razão de já ter sido imposta multa pela Justiça Eleitoral em face dos atos referidos pela União, havendo invasão aos limites da coisa julgada material referente ao feito eleitoral. Sustentou a impossibilidade jurídica do pedido, pela ausência de direito material, por não haver lei que ampare o pedido de ressarcimento do dano pela ocorrência de segunda eleição. Alegou a ocorrência de prescrição, observando-se o prazo quinquenal estabelecido pelo Decreto nº 20.910/32. Requereu o chamamento ao processo de Arnaldo França Viana e do Partido Democrático Trabalhista (PDT), que estariam envolvidos nos mesmos fatos em questão.

Toninho Viana afirmou ter sido o então Prefeito, Arnaldo Vianna, quem deu causa à anulação das eleições.

Citado, Arnaldo Vianna contestou o feito, requerendo a rejeição do seu chamamento ao processo, uma vez que o art. 41-A da Lei nº 9.504/97, que justificou a condenação dos réus no âmbito eleitoral, é de caráter personalíssimo, atingindo apenas os candidatos ao pleito, sendo que o contestante, à época, ocupava o cargo de Prefeito Municipal. Sustentou a ocorrência da prescrição, bem como a impossibilidade jurídica do pedido, por não haver na legislação aplicável ao caso previsão de pena secundária, consubstanciada na obrigação civil de o candidato ou terceiros ressarcirem ao Estado as despesas por este suportadas para a realização de novo pleito. No mérito, relembrou que a captação indevida de sufrágio é ato personalíssimo, não sendo o defendente coautor de sua prática.

Comentar
Compartilhe
João Peixoto articula com o Pros de Albertinho
22/03/2016 | 04h30

joao-peixoto3

Com seu estilo mineirinho, o deputado estadual João Peixoto (PSDC) está bem próximo de fisgar o Pros, partido do vereador Albertinho. A legenda, que já tem uma nominata pronta e está ao lado dos rosáceos, teria que caminhar com a oposição.

Pré-candidato à Prefeitura de Campos, Peixoto tem uma história antiga com a família Bornier. Em 2006, fez uma dobradinha em algumas cidades da região com o deputado federal Felipe Bornier (PSD), que até hoje tem aliados em Miracema. Além disso, é amigo de Nelson Bornier, prefeito de Nova Iguaçu e novo comandante do Pros no estado.

Na próxima segunda-feira a aliança deverá ser selada. Além disso, Peixoto garante que outras legendas estão bem encaminhadas.

Enquanto isso, Albertinho confia na nacional, que prometeu não mudar os rumos do partido em Campos.

Comentar
Compartilhe
Picciani volta a fazer duras críticas a Pezão
10/03/2016 | 11h45

images|cms-image-000482030

Em mais um capítulo da relação conturbada entre Executivo e Legislativo neste ano, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jorge Picciani, fez, mais uma vez, duras críticas ao governador do Rio. Em entrevista à CBN, Picciani disse que Luiz Fernando Pezão é teimoso e que o governo do Rio tem cometido erros frequentes. As declarações foram dadas após reunião entre Pezão, representantes do Judiciário e Picciani, para discutir projetos de lei enviados pelo governo à Assembleia Legislativa. O presidente da Alerj reclamou da qualidade dos projetos de lei enviados pelo Executivo à Casa.

 ‘O que se verifica é que é muito mais lógica uma reforma administrativa, onde você enxuga secretarias e, com isso, redireciona órgãos. É melhor do que simplesmente cortar órgãos e passar atribuições para as secretarias. Chegamos à conclusão de que essa conta soma zero. O governo é muito ruim de conta, vamos dar uma tabuada a eles’, afirmou.

Jorge Picciani disse ainda que os deputados querem ajudar o estado, mas que enfrentam a teimosia do governo do estado.

‘Nós temos o interesse de colaborar com o estado, mas o Poder Executivo tem que fazer seu dever de casa. O governador hoje começou, muito embora eu ainda o veja com muita teimosia’, disse o deputado.

Perguntado se há saída para crise no Rio de Janeiro, Picciani afirmou que o governo precisa se organizar melhor: ‘Eu sou otimista, mas eu acho que é preciso resolver a crise nacional. E, aqui, além de pegarmos um bom ânimo dessa solução, é preciso que o governo se organize um pouco melhor’.

O presidente da Alerj também cobrou transparência do governo, ao reclamar da divulgação do novo calendário de pagamento dos servidores estaduais.

Fonte: CBN (aqui)

Comentar
Compartilhe
Dilma dá posse a Lula e Justiça Federal suspende
17/03/2016 | 10h42
[caption id="attachment_40110" align="aligncenter" width="446"]posse Foto: O Globo[/caption]

Acompanhado da presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula entra na cerimônia de posse aos gritos de "Lula, guerreiro, do povo brasileiro". Depois: "Dilma, guerreira, mulher brasileira".

Claque de governistas gritou "Não vai ter golpe".

Sob aplausos, Dilma e Lula assinam termo de posse e ele passa a ter a foro privilegiado.

Deputado major Olímpio (PMDB) grita 'fora' e interrompe a cerimônia. Uma governista levou a mão a boca do parlamentar para calá-lo.

Dilma disse que protestos não são voz rouca das ruas, mas uma algaravia. Não reconhece nenhuma insatisfação como legítima.

Durante discurso, com fortes ataques da presidente Dilma à Lava Jato, claque responde com 'Moro golpista' e gritos contra a Rede Globo.

Atualização às 12h - A Justiça Federal de Brasília suspendeu a posse do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil instantes após o petista ser confirmado, em cerimônia com pompa, como o novo integrante do alto escalão do governo da presidente Dilma Rousseff. O despacho foi assinado pelo juiz Itagiba Catta Preta. Como a posse já foi consolidada, a decisão suspende seus efeitos até o julgamento do mérito do processo. "A posse e exercício no cargo podem ensejar intervenção indevida e odiosa na atividade policial, do Ministério Público e mesmo no exercício do Poder Judiciário pelo senhor Luiz Inácio Lula da Silva", disse o juiz.

Com informações da "Veja". 

Comentar
Compartilhe
Carnavalescos vão acampar na Câmara
01/03/2016 | 09h28

Dada

O presidente da Associação dos Bois Pintadinhos de Campos, Marciano da Hora, o Dada, participou da Tribuna Livre, durante a sessão desta terça-feira (01) e avisou que um grupo formado por carnavalescos vai acampar por 24 horas na sede do Legislativo. "Por que construíram o Cepop? Gastaram quase R$ 100 milhões e o Carnaval da cidade está agonizando. Temos uma carta assinada por vereadores com a promessa de que o Carnaval aconteceria se a antecipação de receitas (venda do futuro) fosse concretizada. Mas o dinheiro entrou e não cumpriram a promessa. Tudo isso na cidade que gasta R$ 800 mil com trios elétricos e buffet. Só a festa para comemorar o aniversário dos trios elétricos ficou por R$ 200 mil. Queremos uma providência e vamos permanecer nesta Casa por 24 horas. Essa Câmara não é dos políticos, é de toda a população", disparou Dada.

Ainda segundo o representante dos carnavalescos, tem "dirigente sendo ameaçado por agiotas".

Como ele tinha 10 minutos para usar a palavra, o som foi cortado. Neste momento, Dada pediu mais 5 minutos. Porém, o presidente da Câmara de Campos, Edson  Batista (PTB) avisou: "Acabou, o jogo é esse".

Mais informações na edição de amanhã (02) da Folha. 

Comentar
Compartilhe
Governo Rosinha continua no "cheque especial"
27/03/2016 | 11h51

Rosinha-assina

Há dois anos, em março de 2014, o grupo rosáceo esbanjava fôlego e sonhava com o retorno de Anthony Garotinho ao governo do estado. Naquele ano, o município de Campos contou com o maior orçamento de sua história: R$ 2,5 bilhões. Porém, após a derrota do líder rosáceo, que nem chegou ao segundo turno, as coisas ficaram bem complicadas. Ainda naquele ano, mesmo com o orçamento bilionário, o governo entrou no "cheque especial", ao apelar para a primeira "venda do futuro", pagando R$ 50 milhões de juros. Um ano depois, em 2014, foi a vez da segunda "venda do futuro". Para se ter uma ideia da "bola de neve", o governo pegou empréstimo para pagar empréstimo (aqui).

E agora, demonstrando que a conta não fecha, o governo ainda sonha com mais uma "venda do futuro". A ideia é antecipar R$ 1 bilhão e deixar prestações até o ano 2031.

Nos bastidores, assim como ocorreu nos empréstimos anteriores, os rosáceos garantem que "esse dinheiro da antecipação vai colocar a casa em ordem".  
Comentar
Compartilhe