Mauro Silva no ninho tucano com Aécio Neves
28/09/2015 | 05h50

mauro

O vereador Mauro Silva, líder do governo Rosinha na Câmara de Campos, que vai trocar o PT do B pelo PSDB, participou nesta segunda-feira (28), no Rio, de um encontro do diretório estadual dos tucanos com o senador Aécio Neves.  A reunião contou com a presença de dirigentes municipais, parlamentares, pré-candidatos e militantes para discutir a organização da sigla visando as eleições de 2016.

Na pauta, a estratégia de interiorização do PSDB e o objetivo de lançar candidatos a prefeitos e vereadores em todos os municípios do estado do Rio de Janeiro. O encontro foi promovido pelo Diretório Estadual do PSDB, presidido pelo deputado Otavio Leite. "O PSDB-RJ busca lançar candidatos nos 92 municípios fluminenses. Este encontro simbolizou uma movimentação partidária mais pungente, com mais presença e mais vontade de vencer. Para isso, precisamos de uma estrutura forte e organizada", disse Otavio Leite.

Aposta em Mauro - Apontado como um dos nomes do grupo rosáceo para disputar a Prefeitura de Campos em 2016, o vereador Mauro Silva passa a ser uma aposta do PSDB para o fortalecimento da legenda em Campos. Vale lembrar que, nas últimas eleições, os tucanos colecionaram péssimos resultados na terra goitacá. Em seu blog na Folha (aqui), o presidente do PSDB em Campos, Robson Colla, deixou claro que o partido será protagonista na eleição de 2016. "Por determinação da Executiva Estadual,  seguindo orientação  da Executiva Nacional, comandada pelo próprio Aécio,  todos os municípios com mais de 200.000 eleitores têm que ter candidatos a prefeito, principalmente os que têm campanha pela televisão. Campos não irá fugir à regra", disse.

[caption id="attachment_36225" align="aligncenter" width="542"]Foto: Ascom/PSDB Foto: Ascom/PSDB[/caption]

O senador Aécio Neves, que é presidente nacional do partido, ressaltou que o PSDB vive o maior crescimento de sua história, desde a fundação. Segundo ele, apenas nas últimas duas semanas, dezenas de prefeitos e governadores e centenas de vereadores passaram a integrar o quadro político-partidário da sigla. Fora o crescimento da militância tucana, que é o maior entre todos os partidos, de acordo com dados do TSE. "O PSDB é hoje a principal alternativa que o Brasil tem para encerrarmos este ciclo perverso de governo implantado pelo PT no Brasil. E isso vai acontecer nas eleições de 2018. Há uma expectativa nova em relação ao papel do nosso partido. E temos que trabalhar pela estrutura da social democracia nos 92 municípios desse estado. Pois o que acontece no Rio, não interessa só ao Rio. Diz respeito a todo o Brasil", disse o presidente nacional do PSDB.

[caption id="attachment_36230" align="aligncenter" width="432"]O presidente do PSDB em São João da Barra, José Vitor, também marcou presença no evento O presidente do PSDB em São João da Barra, José Vitor, também marcou presença no evento[/caption]
Comentar
Compartilhe
Mais um nanico deixa oposição e fecha com os rosáceos
21/09/2015 | 11h25

xadrez_02

No bastidores os aliados do governo Rosinha já contabilizam mais um reforço para 2016. Trata-se do PPL, legenda que em 2012 estava na oposição e caminhou com o ex-prefeito Arnaldo Vianna (PDT). Na época, o partido era presidido pelo então presidente da Câmara de Campos, Nelson Nahim.

Este é o quarto partido que deixa a oposição e fica com o governo. Os outros foram: PRP, Solidariedade e PSL.

Comentar
Compartilhe
De volta ao normal
05/09/2015 | 02h22

Em seu blog "Ponto de Vista", o Christiano Abreu Barbosa explicou (aqui) que nos últimos dias foi feita a migração do servidor da Folha Online para um novo, com mais poder de processamento, memória, armazenamento, segurança e latência.

Por conta disso, o blog sofreu alterações, com algumas notas mais recentes não podendo ser visualizadas e outras, que já haviam sido publicadas, chegaram a sair do ar. Além disso, no caso específico deste blog, houve também um problema com o provedor, que impediu a atualização com a velocidade habitual.

Mas agora a situação foi normalizada e o blog volta ao ritmo de sempre.

Comentar
Compartilhe
Câmara assina convênio e oficializa canal aberto de TV
29/09/2015 | 01h30

câmara

O presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB), assinou ontem (28) na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) o termo que oficializa a abertura da TV Câmara Campos em canal aberto digital. O termo foi assinado também pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), e pelo presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), durante o “Seminário Rede Legislativa de Rádio e TV Digital no Interior do Brasil”. Batista anunciou ainda a liberação para a instalação da Rádio Câmara Campos em frequência modulada (FM).

Comentar
Compartilhe
Mãe faz apelo para conseguir leite especial
07/09/2015 | 11h45

leite

Enquanto o nosso município gasta milhões com aluguel de veículos, passagens aéreas e aditivos para empreiteiros, essa mãe faz um apelo no grupo Bazar Baby, do Facebook, em busca do leite especial Neocate, para crianças com restrição alimentar. Já que o governo bilionário não tem condições, internautas se sensibilizaram e estão fazendo uma "vaquinha". Cada lata custa cerca de R$ 200.

Para ajudar, basta entrar em contato (inbox) com a Nathy Mesquita

Comentar
Compartilhe
Desfile no Cepop: com protesto e sem Rosinha
07/09/2015 | 10h28
[caption id="attachment_35827" align="aligncenter" width="516"]desfile Foto - Ricardo André Vasconcelos[/caption]

Começou por volta das 9h30 o desfile de sete de setembro no Cepop. Com a ausência da prefeita Rosinha Garotinho (PR), pelo segundo ano consecutivo, quem presidiu a cerimônia foi o vice-prefeito Chicão Oliveira (PP).

O secretário de Governo, Anthony Garotinho (PR), que já voltou da licença médica, também não desfilou.

Na arquibancada do Cepop, ex-guardas municipais protestaram, mais uma vez, com o caixão rosa. Há também uma faixa com a seguinte pergunta: "Legislativo, Judiciário e Administração Municipal: má fé ou conivência?". Eles se posicionaram em frente ao palanque das autoridades.

Fonte: Ricardo Andre Vasconcelos/Facebook 

No Rio - Ontem (06), a prefeita Rosinha Garotinho publicou foto (aqui) no Facebook e comentou sobre uma visita, no sábado (05), a igreja Luz do Mundo, no Rio de Janeiro.

Comentar
Compartilhe
Abandono no Complexo Farol/Barra do Furado
20/09/2015 | 09h47
[caption id="attachment_36095" align="aligncenter" width="502"]Uma placa já caiu e a outra já está mais pra lá do que pra cá... Foto: Juca Pinto/Facebook Uma placa já caiu e a outra já está mais pra lá do que pra cá... Foto: Juca Pinto/Facebook[/caption]

Em março deste ano o jornalista Cilênio Tavares denunciou, em seu blog “Em Tempo”, o abandono das obras do Complexo Logístico e Industrial Farol-Barra do Furado. Na época, o local era o retrato do descaso. Agora, seis meses depois, nada mudou.

"Fiquei apavorado" - Em seu perfil no Facebook, o empresário Juca Pinto publicou uma imagem e comentou: “Hoje almocei em Dona Liete, na Barra do Furado, e fiquei apavorado com o abandono da obra do Complexo Logístico Farol Barra do Furado”.

Minha primeira matéria sobre o Complexo Farol/Barra do Furado foi feita em 2006, quando Alexandre Mocaiber era prefeito de Campos e Armando Carneiro comandava a prefeitura de Quissamã. Na época, o projeto era apontado como uma saída para tornar os municípios menos dependentes dos royalties no futuro. Como diz a placa: "O futuro da região começa aqui!"

Lá se foram quase dez anos, o futuro já foi até “vendido”, e o Complexo Farol/Barra do Furado parece abandonado e não saiu do papel...

Comentar
Compartilhe
Após Folha apontar caminhos, Prefeitura lança novo Portal da Transparência
08/09/2015 | 01h02

portal

A Prefeitura de Campos lançou nesta terça-feira (08) o seu novo Portal da Transparência (aqui). O novo espaço é mais moderno e traz informações sobre servidores (com os respectivos salários), licitações, pagamentos efetuados, relatório de execução orçamentária, relatório anual de contas e relatório de gestão fiscal. Porém, alguns itens ainda carecem de atualização. O novo espaço entrou no ar três dias após a Folha publicar matéria sobre a importância da transparência, com sugestões para tornar o espaço da Prefeitura mais dinâmico. Veja: aqui 

Problemas antigos - Mesmo de "cara nova", o Portal ainda ficou devendo uma lista com todos os cargos comissionados e seus respectivos salários, além dos que recebem por RPA. Além disso, o internauta continua sem informações detalhadas sobre as despesas. No caso das passagens aéreas, por exemplo, ainda não é possível saber quem utilizou, nem qual foi o destino. 

Também falta no Portal da Prefeitura um link, nos moldes do disponibilizado no site do governo federal, onde o cidadão pode solicitar dados com base na Lei de Acesso à Informação.

Nota 0,9 - Atualmente, segundo ranking do Ministério Público Federal (MPF), Campos ocupa a 71ª colocação entre os 92 municípios do Estado do Rio em transparência. Com nota 0,9, o município de Campos aparace em 71º lugar, atrás da maioria dos municípios do Norte e Noroeste do estado, como Bom Jesus do Itabapoana (5º), Santo Antônio de Pádua (7º), Itaperuna (12º), São Fidélis (24º), São João da Barra (27º) e Macaé (56º).

Atualização às 17h - Fora do ar - O novo Portal da Transparência já chegou saindo do ar. Neste momento é impossível acessar.

Atualização às 18h30 - Explicações do Cidac - Em mensagem encaminhada ao blog, o superintendente do Centro de Informações e Dados de Campos (Cidac), Robson Colla, explicou que o novo Portal da Transparência ficou indisponível momentaneamente em função de ajustes necessários. Além disso, garantiu que toda contribuição para a melhoria do portal será bem-vinda e analisada pela equipe do Cidac. Confira:

"Caro colega Alexandre Bastos, O novo Portal da Transparência ficou indisponível momentaneamente em função de ajustes que foram necessários fazer em nosso Firewall, uma vez que usamos um novo Servidor de Dados para disponibilizar o Portal. O ajuste já foi feito e o Portal da Transparência já está no ar novamente. Aproveito para informar a você e a seus leitores que o CIDAC vem desenvolvendo o novo portal há 02 meses, por orientação expressa da Prefeita Rosinha Garotinho, e o mesmo estará em constante evolução, dentro das possibilidades tecnológicas existentes. Toda contribuição da população campista para a melhoria do portal será bem-vinda e analisada com todo carinho e empenho pela equipe do CIDAC. Grande abraço e coloco-me à disposição para maiores informações que julgar necessárias".
Comentar
Compartilhe
Neco: "Prêmio mostra que estamos no caminho certo"
18/09/2015 | 06h51

Conforme o blog do jornalista Arnaldo Neto publicou ontem (aqui), o prefeito de São João da Barra, José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), recebeu do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, o prêmio de melhor cidade no quesito “Execução do Orçamento — pequeno porte”, no Ranking das Melhores Cidades do Brasil, na pesquisa feita pela Revista IstoÉ e a consultoria Austin Ratings.

Hoje (18), o prefeito usou o seu perfil no Facebook para comentar sobre a premiação. Segundo Neco, o prêmio mostra que o seu governo está "no caminho certo".

neco
Comentar
Compartilhe
Sem leite especial, mães protestam na Câmara
09/09/2015 | 08h58
[caption id="attachment_35898" align="aligncenter" width="456"]mães protestam Foto: Maer Lobianco/Facebook[/caption] Mães de crianças com restrição alimentar, que necessitam do leite especial Neocate, protestaram hoje (09) na Câmara de Campos. Porém, como não houve sessão, o assunto não chegou ao plenário e ninguém deu uma satisfação.

Drama antigo — Em 2013 (aqui), quando a Prefeitura gastava milhões com shows e aditivos milionários, o blog publicou nota lembrando que o drama se arrasta desde 2011.

Comentar
Compartilhe
Quem vai trocar de partido?
15/09/2015 | 11h56
O vereador Gil Vianna não quis saber de esperar "janela" e trocou o PR pelo PSB. No mesmo embalo, outros parlamentares deverão trocar de legenda, visando a eleição de 2016.

Miguelito - Eleito pelo PP, o vereador Miguelito não deve continuar na legenda, já que o partido agora está ligado ao grupo da oposição. Quem comanda o PP em Campos é o deputado estadual Papinha, que se coloca como pré-candidato à Prefeitura.

Altamir Bárbara - O vereador Altamir Bárbara, que perdeu o comando do PSB, deve trocar de partido. Tudo indica que a sua nova casa deve ser o PR.

Álvaro César - Atualmente no nanico PMN, que pode caminhar com a oposição, o vereador também deve buscar uma nova casa.

Mauro Silva - Líder do governo na Câmara e pré-candidato à Prefeitura, o vereador Mauro Silva está atualmente no PT do B. Porém, cogita-se nos bastidores que ele estaria de malas prontas para o PSDB.

Fred Machado - Eleito pelo PSD, o vereador Fred Machado se filiou ao Solidariedade em 2013. Agora, ele poderá fazer mais uma troca. Nos bastidores, são cogitadas várias possibilidades.

Nildo Cardoso - Líder da oposição, o vereador Nildo Cardoso, que se coloca como pré-candidato à Prefeitura, vai trocar o PMDB pelo PSD.

Dona Penha - Como deve se aposentar no final deste ano, a vereadora Dona Penha poderá continuar no DEM. Porém, se resolver entrar em mais uma disputa, ela terá que procurar uma nova casa, já que o DEM deve ficar com a oposição.

Ozéias - Eleito pelo PTC, o vereador Ozéias poderá se movimentar em busca de uma nova legenda.

Jorge Rangel - Eleito pelo PSB, Jorge Rangel, que atualmente é secretário de Desenvolvimento Ambiental, também vai trocar de partido. O PSDB deve ser a opção.

Comentar
Compartilhe
Neném propõe debate sobre construção de um estádio municipal
16/09/2015 | 04h12

neném

O vereador Neném (PTB) voltou a comentar sobre a importância de um estádio municipal de futebol. Durante a sessão de ontem, o parlamentar, que preside a Comissão de Desportos, solicitou a realização de uma audiência pública para debater o assunto. “Fui criticado nas redes sociais quando falei sobre esse assunto e a minha proposta é ouvir a opinião de diretores de esportes, jornalistas e a população, de uma forma geral. O momento da construção pode até não ser agora, mas da discussão, sim”, afirmou Neném, que pediu à presidência da Casa que agendasse uma data para a realização da audiência pública sobre o programa “Bolsa Atleta”, já aprovada pela Casa.

Comentar
Compartilhe
Rosáceos esperam concluir "venda do futuro" no início de outubro
26/09/2015 | 11h12
royaltes_petroleo Do blog Eu Penso que/Ricardo André Vasconcelos (aqui):
A capitalização da Prefeitura de Campos através de vendas de títulos da dívida pública, dando como garantia os royalties futuros a receber, deve estar concluída na "primeira semana de outubro, uma semana a mais uma semana a menos...". A informação é do secretário de Governo da PMCG, Anthony Garotinho, que explicou que o processo de criação do fundo com esses recursos já teria sido aprovado pelo Comitê de Fundos da Caixa Econômica, que fica sediado em São Paulo, e que está preparando venda de títulos na Bolsa de Nova Iorque (EUA), via leilão. Garotinho disse também que houve resistências por parte do Governo Federal, mas que "o Levy (ministro da Fazenda), já compreendeu que a operação não afeta o déficit fiscal".
A expectativa do próprio Garotinho era de que as negociações estariam concluídas em "meados de setembro", depois "final de setembro"... Segundo ele, em sua tradicional participação, agora há pouco no programa "Entrevista Coletiva", na Rádio Diário FM, os juros são estão definidos porque serão "os menores entre os oferecidos no leilão". Mecanismos econômicos à parte, se a PMCG conseguir vender os títulos, que na prática é uma antecipação dos royalties que seriam recebidos pelo município nos próximos anos,  estará sendo criada uma dívida a ser paga pelos próximos governos.
Um governo gasta e os outros pagam a conta. Simples assim.

Mais: com o preço do barril do petróleo no buraco (cerca de US$ 40 dólares) e o câmbio elevando o dólar acima dos R$ 4,00, fica difícil ter algum banco que "compre" os royalties futuros sabendo que a resolução do Senado limita o pagamento atual do empréstimo a 10% do que o município arrecadar de royalties.

Comentar
Compartilhe
Prefeita prendada
27/09/2015 | 02h37
Enquanto muitos políticos só querem saber de costurar acordos, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) usa o seu tempo livre para costurar "fantoches com barriguinha recheada". no facebook
Comentar
Compartilhe
Campos no "projeto de poder" do PMDB
06/09/2015 | 11h22

O jornal "O Globo" publicou matéria em sua edição deste domingo (aqui) sobre a estratégia do PMDB, que vai às eleições municipais de 2016 de olho no Palácio do Planalto, em 2018. Com o intuito de viabilizar uma candidatura própria à Presidência da República, o PMDB quer deixar de ser o partido dos grotões e, nas eleições municipais do ano que vem, pretende investir fortemente em cidades médias e grandes. Uma das principais apostas é a ex-petista Marta Suplicy, que chega ao PMDB com o objetivo de se candidatar à prefeitura de São Paulo. Sua filiação está marcada para o próximo dia 26.

A matéria também destaca os planos do partido no estado Rio (aqui). A meta no Rio é repetir conquistas e ganhar terreno. Confira:

[caption id="attachment_35816" align="aligncenter" width="418"]No Rio, Picciani já começou a movimentar as peças no tabuleiro No Rio, Picciani já começou a movimentar as peças no tabuleiro[/caption]

No Estado do Rio, além da capital, o PMDB tem as prefeituras de Nova Iguaçu e Volta Redonda entre as cidades com mais de 200 mil eleitores. O partido promete trabalhar duro para mantê-las, e também estabeleceu como prioridade a conquista de Duque de Caxias, Petrópolis e Campos. Nesta última, reduto da família Garotinho, o PMDB pretende lançar a candidatura do deputado estadual Geraldo Pudim, ex-aliado do clã e, por enquanto, filiado ao PR. O partido ainda negocia a filiação do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PT), que é aliado do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB).

No âmbito federal, o partido já começou um processo de distanciamento do governo. Em uma palestra para empresários de São Paulo na última quinta-feira, o vice-presidente Michel Temer, que é presidente do PMDB, afirmou que será difícil Dilma Rousseff resistir até o fim do mandato caso sua popularidade continue em baixa, como indica as últimas pesquisas. 

Em comerciais de TV exibidos na semana passada, o PMDB adotou uma linha de descolamento do governo Dilma. Em uma das propagandas, Temer diz que o Brasil vive tempos difíceis: "O momento pede equilíbrio, o momento pede grandeza, e de todos. A hora é de diálogo, de ouvir, de reunificar a sociedade. O Brasil é um só e sempre será maior e mais importante do que qualquer governo. Essa é a verdade".

Fonte: O Globo 

Macaé e SJB - Na região, o PMDB também quer manter o poder em cidades estratégias como São João da Barra, com o prefeito Neco, e Macaé, com Dr. Aluízio.

Comentar
Compartilhe
Cabral com João Peixoto
01/09/2015 | 12h57

joao e cabral

Se o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), aposta as suas fichas na candidatura do deputado estadual Geraldo Pudim à Prefeitura de Campos, um outro cacique do PMDB quer fortalecer a pré-candidatura de outro deputado. Ontem (31), o deputado estadual João Peixoto (PSDC) esteve na residência do ex-governador Sergio Cabral (PMDB) e foi incentivado a continuar no páreo. O secretário estadual de Esportes, Marco Antônio Cabral (PMDB), também participou da reunião.

Ao blog da Alessandra Lemos (aqui), Peixoto comentou sobre o encontro com o amigo e aliado político. "Não poderia esperar outra coisa que não fosse esse apoio. São mais de vinte anos de amizade. Caminharemos juntos por uma Campos melhor", disse João.

Com a movimentação, Peixoto deixa claro que abriu mão de entrar na disputa pela prefeitura de São Francisco de Itabapoana.

Sobre a eleição em Campos, Cabral classificou como um "jogo aberto", com muitas possibilidades. Assim como o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), ele destacou a necessidade de união da oposição.

Comentar
Compartilhe
Marcão protesta contra "pacote de maldades" de Dilma
15/09/2015 | 07h27
marcao

O vereador Marcão (PT) protestou durante a sessão desta terça-feira (15) contra o "pacote de maldades" anunciado pelo ministro da Fazenda Joaquim Levy (aqui). Mesmo fazendo parte do PT, Marcão disparou contra o governo federal, mas poupou a dona da caneta, a presidente Dilma Rousseff (PT). "Solicito a aprovação de uma moção de repúdio ao ministro da Fazenda Joaquim Levy. Esse pacote de maldades é inaceitável. Servidores federais foram prejudicados e os mais ricos e poderosos não foram taxados. Não posso deixar de criticar quem joga contra os trabalhadores e contra o povo brasileiro. Sou coerente. Defendo os servidores municipais e não posso deixar de defender os federais", desabafou o vereador.

O fato de Marcão ter poupado a presidente gerou "alfinetadas" e gargalhadas na bancada rosácea. "Como pode criticar o ministro e poupar a presidente? Não tem cabimento. O pacote é da presidente e foi ela que mentiu para o povo brasileiro", disparou o vereador Altamir Bárbara (PSB).

Segundo o vereador Mauro Silva (PT do B), Marcão utiliza a "psicologia reversa". "Ele quer criticar o governo e poupar a presidente Dilma. Esse pacote do estelionato eleitoral é da presidente Dilma", disse Mauro.

Moção contra Dilma - Também foi aprovada uma moção de repúdio, de autoria do vereador Thiago Virgílio (PTC), contra a presidente Dilma Rousseff por conta do "pacote de maldades". Porém, Marcão, Fred Machado (SD) e Rafael Diniz (PPS) optaram pela abstenção.

Mais informações sobre a sessão na edição de amanhã (16) da Folha.  

Comentar
Compartilhe
Tá no páreo
22/09/2015 | 12h22
Engana-se quem pensa que a disputa pelo posto de candidato rosáceo está apenas entre o vice-prefeito Chicão Oliveira e o vereador Mauro Silva. O secretário de Controle, Orçamento e Auditoria da Prefeitura de Campos, Suledil Bernardino (PR), está no páreo.

Além da da sua fidelidade ao casal Garotinho, Suledil foi o aliado que mais circulou pelo governo entre 2009 e 2015. Passou por diversas pastas e acumulou funções técnicas e políticas. No ano passado, o blog chegou a publicar uma nota mostrando a versatilidade do professor Suledil (aqui). Na época, ele estava a mil por hora. Participava de inaugurações, reuniões, balanço do governo nos bairros, festa de criança, velórios, lançamento de pré-candidaturas e eventos culturais.

Alertou - Em junho do ano passado, quando Garotinho liderava a disputa pelo governo do estado com folga, Suledil deu um puxão de orelha nos aliados do grupo em Campos (aqui). “Tem muita gente vendo a banda passar. Essa acomodação está levando para o buraco. Ou acorda agora ou vai para o buraco”, disse Suledil, fazendo questão de ressaltar que “uma eleição está ligada a outra”.

Comentar
Compartilhe
Articulando
27/09/2015 | 10h56
gil e joão O vereador Gil Vianna (PSB), pré-candidato à Prefeitura de Campos, recebeu ontem (26) em sua casa outro prefeitável, o deputado estadual João Peixoto (PSDC). Dois políticos "mineirinhos", que não fazem muito barulho, Peixoto e Gil conversaram sobre o tabuleiro político e as movimentações visando a eleição de 2016. Padrinhos fortes - Enquanto Gil Vianna tem o senador Romário como incentivador, o deputado João Peixoto confia no apoio do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) (aqui).
Comentar
Compartilhe
Rafael Diniz visita Degase
22/09/2015 | 05h11
[caption id="attachment_36127" align="aligncenter" width="346"]Rafael foi recebido pelo diretor José Henrique Mendes Rafael foi recebido pelo diretor José Henrique Mendes[/caption]

Presidente da Comissão de Juventude da Câmara de Campos, o vereador Rafael Diniz (PPS) visitou  na manhã desta terça-feira a unidade de Campos do  Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase). No Centro de Socioeducação Professora Marlene Henrique Alves (Cense), Diniz teve a oportunidade de conhecer de perto o trabalho realizado e as dificuldades dos profissionais. “Fui muito bem recebido pelo diretor José Henrique Mendes e por outros funcionários que nos apresentaram a realidade daquela unidade e os trabalhos realizados na busca pela recuperação de nossos jovens”, disse Diniz que destacou as responsabilidades dos governos estadual e municipal. “Vamos buscar melhorias junto ao governo do Estado, assim como iremos cobrar, do governo municipal, uma atuação em conjunto mais efetiva, pois de nada adianta recuperar os jovens na instituição, se o municipal não garantir educação, saúde e lazer com dignidade”, frisou.

Comentar
Compartilhe
Comudes acabou?
23/09/2015 | 02h09

comudes

O Conselho Municipal para Desenvolvimento Sustentável (Comudes), o único municipal no Brasil, foi criado pela Prefeita Rosinha Garotinho (PR), através da lei 8.217, em 24 de março de 2011. Na época, a prefeita informou que a missão era: "elaborar ações pensando no futuro da cidade, em conjunto com a Sociedade Civil Organizada no sentido de construirmos juntos a Campos dos Goytacazes que todos nós sonhamos e desejamos. O Comudes é Campos planejando o futuro".

Porém, tudo indica que teve gente que se cansou de planejar o futuro. O site do Comudes (aqui) não conta com muitas atualizações. No calendário de eventos, o último foi do dia 29 de novembro de 2013 (aqui).

No site da Prefeitura, a última notícia sobre o Comudes foi publicada em novembro do ano passado, quando a prefeita Rosinha comentou sobre o "corte na carne" (aqui).

Comentar
Compartilhe
Cofre aberto: Rosinha paga mais R$ 100 mil por "serviços de publicidade"
11/09/2015 | 09h35

Em tempos de crise e de "torneiras fechadas", o governo Rosinha arrumou um jeitinho de pagar por serviços de publicidade. As três agências responsáveis pela propaganda oficial receberam algumas notas e a soma dos pagamentos ficou em torno de R$ 100 mil.

No final de julho a Prefeitura pagou R$ 222 mil por “serviços de publicidade”.

Em maio, as três agências responsáveis pela propaganda oficial receberam cerca de R$ 400 mil. Em março, a Prefeitura gastou mais de R$ 800 mil por serviços de publicidade. Veja aqui  Em sete meses, os gastos com “serviços de publicidade” superaram R$ 1,5 milhão. R$ 2 milhões –No final do ano passado, quando a prefeita Rosinha Garotinho (PR) já falava em crise, a Prefeitura gastou R$ 2 milhões com publicidade: aqui 
Comentar
Compartilhe
Placa histórica do Ferreira Machado serve para tapar buraco?
13/09/2015 | 11h36

no chão 2

Um atento leitor do blog se assustou ao notar que uma placa histórica do Ferreira Machado está servindo para tapar um buraco. Carros e ambulâncias passam diariamente por cima, já que a placa se encontra na rampa da emergência do hospital.

A placa destaca que o hospital Ferreira Machado, que era estadual, foi fundado em 12 de junho de 1952, sendo, de acordo com a placa, ampliado e reativado em outubro de 1981, durante a gestão do então governador Chagas Freitas.

Em 1991, durante a sua primeira gestão como prefeito de Campos, Anthony Garotinho reabriu o Ferreira Machado e, na época, chegou a transferir o seu gabinete para o quarto andar do hospital.

Placa foi retirada - Em nota, a assessoria de Comunicação da Fundação Municipal de Saúde (FMS), informou que a direção do Hospital Ferreira Machado (HFM) assim que tomou conhecimento do fato, mandou retirar imediatamente a placa do local. “O hospital vai estudar um espaço adequado para afixação da placa, pois a história da instituição merece respeito”, disse a nota.

A foto do leitor estampou a capa da edição desta terça-feira (15) da Folha.

Leia a matéria publicada na Folha Online: aqui 

Comentar
Compartilhe
CPIs foram engavetadas?
04/09/2015 | 09h40
gaveta-de-arquivo-aberta-mostra-varias-pastas-de-documentos-1308612243735_956x500

Em junho, após a oposição cogitar a abertura de uma CPI do Rombo, com o objetivo de investigar o prejuízo de R$ 109 milhões,  auditado pelo governo Rosinha em 2013 e que teria sido gerado durante sua primeira administração municipal, entre 2009 e 2012, a bancada governista manobrou para mudar as regras e protocolou cinco CPIs, deixando a proposta da oposição no fim da fila.

Agora, quase três meses depois, tudo indica que as CPIs protocoladas pelos rosáceos estão dormindo nas gavetas, já que não chegaram ao plenário e ninguém toca no assunto.

Pelo jeito seguiram a orientação da vereadora Dona Penha (DEM), que afirmou: "Não fomos eleitos para criticar, nem para abrir CPI" (aqui).

Comentar
Compartilhe
O Dia: Garotinho tenta reatar relações com Picciani
05/09/2015 | 02h39

juntos 2

Chega pra cá… Depois de perder o controle da bancada estadual do PR, que se aproximou do governo Pezão, Garotinho tenta reatar relações com Picciani. Em seu blog ele agradeceu a elogios que teria recebido dele e do governador numa reunião com deputados. Sai pra lá… Quem conhece Picciani diz que ele não tem a menor intenção de se reaproximar de Garotinho.

Fonte: Fernando Molica/O Dia 

Comentar
Compartilhe
Vereadores repudiam declarações de Erik Schunk
22/09/2015 | 07h43
[caption id="attachment_36130" align="aligncenter" width="416"]Educação Hirano Hirano protestou contra as declarações de Schunk[/caption]

Em matéria publicada pela Folha da Manhã no último sábado (19) o médico sanitarista Erik Schunk disparou forte contra a politização na Saúde e afirmou que “é comum que em salas de atendimento de vereadores tenham todos os medicamentos que faltam nos postos de saúde. Estes sistemas eleitoreiros em muitos momentos fazem com que faltem medicamentos nos postos de saúde, mas, não faltem nestes locais de distribuição comandados por vereadores. Isto é a utilização da máquina pública para fazer pleito eleitoral”, declarou.

Hoje (22), o vereador Paulo Hirano (PR) apresentou uma moção de repúdio ao médico sanitarista. "Não podemos aceitar que ele diga isso sem provar. Ele atingiu todos os vereadores e vai ter que provar", disse Hirano.

Na tribuna, os vereadores Altamir Bárbara (PSB), Abdu Neme (PR) e Albertinho (Pros) criticaram as declarações de Schunk e apoiaram a moção apresentada por Hirano.

A moção de repúdio foi aprovada sem os votos da bancada de oposição, que optou pela abstenção.

Confira a matéria que revoltou os vereadores:

[caption id="attachment_36133" align="aligncenter" width="600"]matéria Reprodução/Folha da Manhã[/caption]  

Atualização às 20h58 - Em contato com o blog o médico sanitarista Erik Schunk comentou sobre a moção de repúdio: "Ser repudiado por certos políticos é uma honra. Ficaria triste se o repúdio partisse das pessoas simples, que estão doentes e dependem dos péssimos serviços prestados pela Prefeitura de Campos. Esse povo sabe que estou falando a verdade e que a politicagem impera nesta planície", disparou.

Comentar
Compartilhe
Casa popular por R$ 20 mil
23/09/2015 | 02h47
vende tudo

Um internauta usou o grupo "Vende tudo Campos" (aqui) para anunciar uma casa popular construída pela Prefeitura de Campos. Segundo o anunciante, que fez mais de uma postagem, a casa em Saturnino Braga tem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e amplo quintal. Ele também destaca que se trata de uma área comercial ao lado tem "cresti" (deve ser creche), posto médico, supermercado e igrejas variadas. Para "vender logo", ele está pedindo R$ 20 mil.

Nos comentários, uma internauta chegou a perguntar se era a "casa popular de Rosinha". O anunciante confirmou e disse que pode vender: "Tenho escritura".

A inauguração das casas em Saturnino Braga aconteceu em março deste ano: aqui 

Atualização às 22h12 — Ao tomar conhecimento sobre o anúncio, a secretaria de Desenvolvimento Humano e Social prometeu encaminhar uma notícia-crime ao Ministério Público. Confira a nota: 

"A Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social está tomando todas as medidas legais, já que não é permitida a comercialização e troca de imóveis em programas sociais, podendo os responsáveis responder criminalmente, já que pode ser caracterizado como estelionato. Segundo o secretário da pasta, Thiago Ferrugem, uma notícia-crime está sendo encaminhada ao Ministério Público.  As casas são fornecidas a famílias são oferecidas a famílias que moravam em áreas de risco ou encontram-se em vulnerabilidade ou risco social. Já foram cerca de 6.500 casas entregues nos últimos anos".

Atualização às 19h - Em contato com o blog, o secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Thiago Ferrugem, a notícia-crime já foi protocolada no Ministério Público e já foi instaurado um inquérito para apurar o caso.

Atualização às 19h20 - Em comentário enviado ao blog, o responsável por publicar o anúncio informou que a postagem foi feita por conta de "ciúmes da ex-mulher com a intenção de prejudicá-la". Ele pediu desculpas e defendeu a prefeita Rosinha Garotinho (PR). "Muito obrigado e me desculpe".

Comentar
Compartilhe
Dilma vai cortar R$ 26 bilhões e aumentar impostos
14/09/2015 | 04h35
epa04668261 Brazilian President Dilma Rousseff, participates in an act at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil, 18 March 2015. Rousseff announced several measures to present to Congress to reinforce the fight against corruption, which according to her is a disease that affects the entire country and has seeds in the oil state company Petrobras. EPA/FERNANDO BIZERRA JR

O governo decidiu cortar R$ 26 bilhões em seus gastos. Por ordem da presidente Dilma Rousseff, o número será anunciado logo mais em entrevista coletiva pelos ministros Joaquim Levy (Fazenda) e Nelson Barbosa (Planejamento). Segundo uma fonte que trabalhou nas propostas, o governo vai propor a criação da CPMF, como forma de aumentar as receitas e tentar minimizar o aumento de impostos cobrados diretamente dos contribuintes. A tendência é que a alíquota fique em 0,2% de todas as transações financeiras e que tenha data para acabar. Na semana passada, integrantes da equipe econômica sugeriram que a validade fosse de dois anos.

Os cortes e novas tributações são parte de um conjunto de propostas preparado pela equipe econômica nos últimos dias, gerando uma conta de cerca de R$ 65 bilhões. O pacote foi montado para cobrir o déficit de R$ 30,5 bilhões no Orçamento do ano que vem e garantir um superávit de 0,7% do PIB.

Nem mesmo os programas sociais vão escapar dos cortes. Dilma já tinha decidido recriar a CPMF no mês passado, mas desistiu da ideia diante da repercussão negativa no Congresso.

Dentro dos cortes está prevista a venda de ativos da União, o congelamento de nomeações e de concursos públicos, além de uma reforma administrativa e redução no custeio.

Fonte: O Globo 

Comentar
Compartilhe
Fábio Ribeiro não vai disputar a reeleição
17/09/2015 | 12h02
Sessão Fábio

O secretário de Gestão de Pessoas e Contratos, Fábio Ribeiro (PR), eleito vereador na última eleição com 3.557 votos, entrou em contato com o blog para informar que não irá disputar a reeleição.

Na postagem anterior (aqui), o blog incluiu Fábio Ribeiro na lista dos secretários que estarão na disputa.

Tudo indica que o fiel escudeiro do casal Garotinho, que aparece como um dos prefetáveis, entraria apenas em uma eventual disputa na majoritária.

 

Comentar
Compartilhe
Vereadora de Quissamã atua como guarda em Campos?
10/09/2015 | 01h35

kitiely

Uma atenta leitora do blog entrou em contato para informar que, ao fazer uma busca no novo Portal da Transparência, descobriu que a vereadora de Quissamã, Kitiely Freitas (PR), aparece na lista de servidores da Prefeitura de Campos como guarda municipal. De acordo com a publicação, Kitiely recebe um salário bruto de R$ 2,9 mil para atuar como Guarda 3 CATEG.

A leitora do blog lembra que "o art 38 III da CF garante esse direito de acúmulo para vereador desde que haja compatibilidade, o que não é o caso dela, já que atua como vereadora em outro município e ficaria muito difícil trabalhar aqui 40h. (carga horária da Guarda)".

Atualização às 17h30 (11/09) - Por meio de nota, o secretário de Gestão de Pessoas e Contratos, Fábio Ribeiro, informou que "a servidora Kitiely Paula Nunes encontra-se no momento cumprindo férias e que ela presta de forma regular serviços ao Município de Campos seguindo os preceitos de compatibilidade, autorizados pela Constituição Federal".

Comentar
Compartilhe
Hora de concretizar a “venda do futuro”
27/09/2015 | 11h47
REGALIAS POR EL PETROLEO. ILUSTRACION: SEMANA OCTUBRE 4 DE 2010

Entre janeiro de 2009 e setembro de 2015 a Prefeitura de Campos contou com cerca de R$ 13 bilhões. O valor supera a soma dos orçamentos dos 20 anos anteriores. Mesmo arrecadando como nunca antes na história, o governo Rosinha Garotinho passa por dificuldades e está bem próximo de concretizar o seu segundo empréstimo em menos de um ano. Na primeira “venda”, o governo disponibilizou receitas de R$ 300 milhões e ficou com R$ 250 milhões. Ou seja, os “juros” ficaram na casa dos R$ 50 milhões. Agora, a Prefeitura pretende conseguir, até a primeira semana de outubro, mais R$ 1,1 bilhão.

De acordo com o marido da prefeita Rosinha, o secretário de Governo Anthony Garotinho, o processo de criação do fundo já teria sido aprovado pelo Comitê de Fundos da Caixa Econômica Federal, que fica sediado em São Paulo, e que estaria preparando a venda de títulos na Bolsa de Nova York (EUA), via leilão. Ou seja, quem oferecer a menor taxa de juros vai levar o nosso futuro. A conta dessa operação vai ser paga pelos próximos prefeitos e pode durar décadas.

Na defesa do governo, o marido da prefeita diz que, nos últimos anos, foram construídas escolas, creches e muitas casas populares. Ele também criticou a oposição e listou gastos com saneamento básico e programas sociais. Especialista na arte de se colocar como vítima, o secretário e cacique político prefere focar o debate no duelo entre oposição e situação, entre passado e presente. Ele se esquiva, por exemplo, de uma discussão séria e técnica sobre a falta de investimento em ações que tornariam a cidade menos dependente dos royalties. O que o governo Rosinha fez na área de Inovação Tecnológica? O que o governo modernizou na área da Agricultura? O Complexo Logístico Farol/Barra do Furado saiu do papel? Existem parcerias com pesquisadores? Pensaram em criar um fundo para poupar receitas? Somos referência em capacitação profissional? O que foi feito para diversificar a economia?

Apenas os cachês pagos pelos shows de Luan Santana (R$ 233 mil) e Thiaguinho (R$ 219 mil), na praia do Farol de São Thomé, superam o orçamento anual da secretaria de Petróleo e Inovação. Além disso, nos últimos anos, o governo gastou mais com propaganda do que com Agricultura. Torrou milhões em shows nacionais e a ONG Orquestrando a Vida, que desenvolve um belo trabalho com os nossos jovens, ficou por diversas vezes em apuros, com repasses atrasados. Isso sem falar na Educação básica, responsabilidade da Prefeitura, que ainda rasteja nas últimas posições do ranking do Ideb. Ou seja, antes de “vender”, o atual governo já demonstrava não dar muita bola para o futuro.

Em recente comentário enviado ao blog (aqui), o leitor Edimar Alves opinou sobre o atual momento de Campos e destacou que o problema da planície goitacá vai muito além das questões financeiras. Ele criticou, com razão, as discussões que se limitam a nomes, siglas e apoios. “O fato de se colocar como oposição a este modelo não é garantia de mudança de paradigma ao modelo vigente. A nossa maior crise: é a crise do pensamento”.

O nosso bilionário município, que tinha tudo para ser referência e caminhar com as próprias pernas, agora depende de um “cheque especial”. E o mais triste dessa história é que a conta será quitada por você, seus filhos e netos.

Comentar
Compartilhe
Orçamento: Prefeitura com quase R$ 1,7 bilhão para 2016
09/09/2015 | 08h02

prefeitura

Do blog Eu Penso que/Ricardo André Vasconcelos (aqui):

Já está na Câmara Municipal de Campos o projeto de lei 0120/2015, que estima a receita e fixa as despesas para o próximo ano de 2016 em R$ 1.690.346.800,00. Até a semana passada a expectativa era de que o orçamento chegaria a R$ 1,8 bilhão, como o deste ano, mas optou-se por uma previsão mais conservadora.

O valor já inclui a previsão de R$ 162,3 milhões ao Instituto de Previdência dos Servidores (Previcampos) e R$ 29,8 milhões para a Câmara Municipal a serem repassados em 12 parcelas.Pelas primeiras informações, a área de saúde ficou com cerca de R$ 500 milhões, sendo R$ 311 milhões do Fundo Municipal de Saúde e R$ 214 milhões da Fundação Municipal de Saúde. A Secretaria de Educação, Esportes e Cultura terá R$ 273 milhões e a Secretária de Gestão de Pessoas e Contratos R$ 230 milhões e a de Obras e Mobilidade Urbana R$ 104 milhões.

Comentar
Compartilhe
Cidade da Criança: mais R$ 91 mil
28/09/2015 | 12h49
[caption id="attachment_36211" align="aligncenter" width="400"]Prefeita promete o maior parque temático do interior do estado Prefeita participou ativamente do projeto com sugestões e pretende inaugurar um dos maiores parques temáticos do estado[/caption]

De acordo com o Portal da Transparência, a Prefeitura de Campos gastou na última quarta-feira (23) mais R$ 91 mil com a obra da Cidade da Criança. Quem recebeu foi a empresa Projecons, Projetos e Construções Ltda.

No último dia 17 quem recebeu foi a Maguima Construções (R$ 67 mil), como informou o blog "Na Curva do Rio" (aqui).

Em abril, quando a crise já estava mais do que presente, a Prefeitura gastou mais de meio milhão com a obra: aqui 

60% mais cara – Em maio do ano passado o jornalista Ricardo André Vasconcelos informou (aqui) que as empresas Projecons Projetos e Construções, Maguima Construções e Ribeiro Azevedo foram contratadas para realizar a obra em 180 dias (terminaria em outubro de 2013). O valor da obra era de R$ 10,5 milhões. Porém, no ano passado, além de atrasada, a obra ficou cerca de 60% mais cara. Foi publicado no Diário Oficial do dia 21 de maio de 2014 um aviso de licitação informando sobre a necessidade de uma “complementação da obra” orçada em R$ 6,2 milhões. Tendo em vista o prazo do novo contrato, a obra deveria ter sido concluída em dezembro do ano passado. Ou seja, lá se vão mais nove meses de atraso.

Comentar
Compartilhe
Juntos e misturados
10/09/2015 | 02h28

pedrinho e joão

O deputado estadual de João Peixoto (PSDC), que aparecia como pré-candidato à Prefeitura de São Francisco de Itabapoana, resolveu "tirar o pé" de lá e se concentrar apenas na eleição de Campos.

Após um tempo sem trocar figurinhas com o prefeito, que apoiou Bruno Dauaire (PR) na eleição do ano passado, João recebeu Pedrinho Cherene (PSC) em seu gabinete na Alerj. Tudo indica que os dois irão caminhar juntos em 2016. Pedrinho vai buscar a reeleição.

Em 2014, sem o apoio do prefeito, João Peixoto foi o segundo mais votado em SFI, com 3.058 votos. A primeira colocação ficou com Bruno Dauaire, que recebeu 5.152 votos na cidade.

com paes

Atualização às 9h40 - Ontem (10), João Peixoto esteve com o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB). Na pauta, articulações sobre a posição do PSDC na disputa pela Prefeitura do Rio. Paes quer ver o partido, presidido no estado por Peixoto, ao lado do deputado Pedro Paulo (PMDB), candidato que terá o apoio da máquina.

Sobre Campos, o prefeito do Rio mostrou estar ciente de todas as movimentações e lembrou que o ex-governador Sergio Cabral (PMDB) está animado com a pré-candidatura de Peixoto. Já Pedro Paulo, que também participou da conversa, brincou: "Em breve vamos ser colegas. Eu na Prefeitura do Rio e João Peixoto na Prefeitura de Campos".

Comentar
Compartilhe
Alerj: deputados rejeitam PEC que proíbe o uso de armas de fogo por guardas municipais
15/09/2015 | 06h45
[caption id="attachment_36032" align="aligncenter" width="558"]Guarda municipais foram à Alerj fazer barulho para pressionar os deputados Guarda municipais foram à Alerj fazer barulho para pressionar os deputados[/caption]

Mesmo com o apoio do presidente Jorge Picciani (PMDB), a PEC que proíbe o uso de armas de fogo por guardas municipais foi derrotada, em primeira discussão, na sessão desta terça-feira (15) da Assembleia do Rio. A Proposta de Emenda Constitucional de Comte Bittencourt (PPS) e Flavio Serafini (PSol) precisava de 42 votos para ser aprovada, mas apenas 37 deputados foram favoráveis. Outros 16 votaram contra.

Samuel Malafaia (PSD) foi o único que se absteve oficialmente, já que outros nove nobres simplesmente saíram no plenário para não votar. A PEC volta em segunda discussão, mas, ao que tudo indica... cada prefeito será liberado para armar a sua guarda municipal, possibilidade aberta pela lei federal 13.022/14.

Um dos primeiros a armar sua guarda deve ser Rodrigo Neves (PT). O prefeito de Niterói já anunciou que quer entregar revólveres e pistola para sua corporação.

Fonte: Extra, Extra/Berenice Seara 

Durante a sessão desta terça-feira (15), o vereador Genásio (PSC) parabenizou o posicionamento do deputado estadual Bruno Dauaire (PR0, que votou contra PEC que pretendia barrar o uso de armas de fogo por guardas municipais. "Tudo indica que cada município deverá decidir sobre o uso das armas pelos guardas. Parabenizo o deputado pela coragem e postura", disse Genásio.

Comentar
Compartilhe
Redução de cadeiras na pauta da Câmara de Campos
14/09/2015 | 01h05
[caption id="attachment_35985" align="aligncenter" width="488"]Câmara-sessão-1211 A Câmara de Campos conta atualmente com 25 vereadores e poderá ter 17 ou 21 parlamentares na próxima legislatura, que começa em janeiro de 2017[/caption]

Em março deste ano o vereador Thiago Virgílio (PTC) apresentou uma proposta que pretende reduzir de 25 para 17 o número de vereadores na terra goitacá. Para levar o debate ao plenário, são necessárias 13 assinaturas. "Nossa ideia, desde o início, era ouvir a voz das ruas. Creio que a população quer ver essa redução das cadeiras. Já contamos com as 13 assinaturas necessárias", afirma Thiago Virgílio.

Nos bastidores há um plano menos radical. Ao invés de 17, a ideia é deixar a Câmara com 21 parlamentares.

Aumentou em 2012 - O aumento de 17 para 25 cadeiras foi aprovado no final da legislatura anterior e contou com o total apoio do “rolo compressor” rosáceo.

Economia - Com o corte das oito cadeiras, tendo em vista o número de assessores para cada parlamentar, a Câmara também poderia extinguir 40 cargos comissionados. Além disso, o Legislativo economizaria com telefone, passagens aéreas, aluguel de veículos, água, luz, cartuchos para impressoras e lanche, por exemplo.

Quanto custa cada um? – Em recente análise, publicada no Facebook, o economista Ranulfo Vidigal informou que “cada vereador em Campos custa mensalmente ao cofres públicos, portanto, pagos com os impostos do munícipes (IPTU,ISS,royalties) cerca de 100 mil reais”.

Vereadores de Nova Iguaçu cortaram oito cadeiras – No final do ano passado foi aprovada pela Câmara de Vereadores de Nova Iguaçu uma alteração à Lei Orgânica que diminui para 21 o número de vereadores a partir da próxima legislatura, que começa em 2017. Atualmente, a cidade conta com 29 parlamentares.

Comentar
Compartilhe
Working recebe mais R$ 62 mil
03/09/2015 | 08h00
working

A empresa Working, que faz obra, manutenção, aluga banheiros químicos, palcos e tendas, recebeu, na última segunda-feira (31), mais R$ 62 mil da Prefeitura de Campos.

De acordo com o Portal da Transparência, dessa vez o pagamento foi por conta da “11ª MEDICAO OB Pç DO PEC”. Ou seja, tendo em vista esta excelente descrição, o internauta precisa tentar decifrar qual foi o serviço prestado.

R$ 3 milhões em quatro meses - Em quatro meses a empresa recebeu mais de R$ 3 milhões da Prefeitura para serviços variados. O último pagamento (R$ 720 mil), foi efetuado no dia 03 de agosto. De acordo com a publicação no Portal da Transparência, a Working realizou “manutenção e instalação de equipamento”. Porém, não é possível saber o local, nem que manutenção foi feita. Três semanas antes, a empresa recebeu R$ 721 mil, também por conta de "manutenção".

No dia 24 de junho a empresa recebeu R$ 696 mil por “manutenção preventiva e corretiva”.

Em maio (aqui), o blog publicou notas sobre a versatilidade da empresa Working. Em Campos, além de alugar palcos, tendas, banheiros químicos e responder pela manutenção preventiva em escolas e creches, a empresa também fatura com diversas obras.

Comentar
Compartilhe
Edafo recebe por reforma no prédio e...
28/09/2015 | 01h15

reforma e

O Portal da Transparência passou por uma remodelação e ficou mais bonito e dinâmico. Porém, alguns velhos problemas persistem.

Na última quarta-feira (23) a empresa Edafo Construções, que ficou famosa após apreensão de material de campanha do PR na eleição do ano passado (aqui), com direito a revelação sobre um suposto “laranja”, recebeu mais R$ 34 mil. Porém, ao especificar o pagamento, a Prefeitura se limitou a informar que se trata de "reforma no prédio e..."

Não informou qual é o prédio, nem o que vem depois do "e".

Comentar
Compartilhe
Pudim ignora ameaça e vai se filiar ao PMDB no dia 30
21/09/2015 | 10h40
[caption id="attachment_36101" align="aligncenter" width="332"]Convite para se filiar ao PMDN partiu do cacique Jorge Picciani Convite para se filiar ao PMDB partiu do cacique Jorge Picciani[/caption]

Mesmo após o presidente estadual do PR, Anthoy Garotinho, garantir que os parlamentares que deixarem o partido vão perder o mandato, o deputado estadual Geraldo Pudim já marcou a sua data de filiação ao PMDB. Será no próximo dia 30, de acordo com o blog do jornalista Fernando Leite (aqui).

Na visão de Pudim, que tem um documento assinado por todos os deputados do PR, garantindo que ele sempre seguiu as diretrizes do partido, não existe risco de perder o mandato. "Isso não vai acontecer! Discordância de ideia nunca foi motivo para ações de cassação de mandatos. Uma história dessas não passa de embuste, cujo qual o deslinde será tão somente o agravamento de sua desmoralização", disse Pudim em seu recente desabafo (aqui).

Tudo indica que, além de Pudim, outros seis deputados do PR estão de malas prontas para deixar o partido.

Comentar
Compartilhe
Pudim se desfilia do PR e é anunciado como prefeitável do PMDB
24/09/2015 | 11h13
Extra, Extra/Berenice Seara (aqui)

Depois de meses sendo apontado como traidor, Geraldo Pudim finalmente saiu do partido de Anthony Garotinho. O deputado entregou a carta de desfiliação à executiva regional do PR, na manhã desta quinta-feira (24), e correu para a festa do PMDB que marcará a apresentação de pré-candidatos para as eleições de 2016. O moço fez questão de se desfiliar antes do evento, para ter certeza que a sua presença por lá não daria margem a mais críticas de infidelidade partidária.

Na carta, o ex-aliado de Garotinho justifica a decisão citando a suspensão e interdição do exercício político-partidário por seis meses e alega que tem sido excluído do processo de organização das próximas eleições. Justifica a desfiliação afirmando que não há possibilidade de "restabelecer o bom convívio partidário após os desgastes gerados pelos recentes acontecimentos".

Já no regabofe do PMDB, ao lado do ex-governador Sérgio Cabral, Pudim foi apresentado pelo presidente Jorge Picciani como o candidato do partido à Prefeitura de Campos. "Pudim é o nosso candidato em Campos", disse Picciani.

Durante o evento, ao lado dos principais caciques do PMDB no estado do Rio, Pudim disse que está "voltando para casa". "Quero agradecer por voltar. O PMDB tem um projeto para os municípios, para o estado e o país. Estou muito feliz por voltar a minha casa. Muito obrigado presidente Jorge Picciani e a todos os membros do PMDB", discursou Pudim.

Veja, abaixo, o documento protocolado por Pudim que solicita a sua desfiliação:

desfiliação

Comentar
Compartilhe
Roberto Henriques defende candidatura de Frederico Paes
14/09/2015 | 09h35

O ex-deputado estadual Roberto Henriques (PSD), após um tempo em silêncio, opinou no Facebook sobre as eleições do próximo ano. Na visão de Henriques, o presidente da Coagro, Frederico Paes, seria um bom nome para entrar na disputa pela Prefeitura de Campos. Confira a postagem:

 postagem
Comentar
Compartilhe
Muitos secretários e superintendentes de olho na Câmara
17/09/2015 | 12h46

Em Campos, o grupo governista quer montar um super "rolo compressor" nas eleições de 2016. A ideia é lançar o maior número possível de secretários, dando mais força nas ruas, já que, em tese, eles têm mais bagagem para defender o governo.

O plano é ampliar o leque de opções. Entre os nomes cogitados estão: Geraldo Venâncio (Fundação de Saúde), Frederico Tavares Rangel (Educação), Joilza Rangel (Superintendente de Trabalho e Renda), Edílson Peixoto (Obras), Gilson de Souza (Superintendente dos Direitos do Idoso),  Rosângela Tavares (Procon), Rodolfo José Ribeiro (Superintendente de Pesca) e Wainer Teixeira de Castro (Codemca).

Além disso, os nomes que disputaram a eleição de 2012 devem entrar novamente na briga. São eles: Thiago Ferrugem (Desenvolvimento Humano e Social), Linda Mara (Assessora Especial), Orlando Portugal (Desenvolvimento Econômico), Robson Colla (Cidac), Dante (HFM) e Eduardo Crespo (Superintendente de Agricultura).

Jorge Rangel (Desenvolvimento Ambiental) e Fábio Ribeiro (Gestão de Pessoas Contratos), que se elegeram em 2012, vão buscar a reeleição.

Comentar
Compartilhe
Pezão vai enviar orçamento sem previsão de déficit
16/09/2015 | 12h54

pezão

O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) desistiu de imitar a presidente Dilma Rousseff e não vai mais enviar para a Assembleia Legislativa (Alerj) um orçamento que previa déficit em 2016. O governador anunciara que o rombo chegaria a R$ 11 bilhões: a projeção ressaltaria a crise enfrentada pelo estado.

A mudança ocorreu depois que Jorge Picciani (PMDB), presidente da Alerj, alegou que a previsão de déficit seria ilegal, porque iria contrariar a Lei de Diretrizes Orçamentárias, já aprovada. Ressaltou que, na falta de grana, caberá ao Estado segurar despesas em 2016.

Fonte: Fernando Molica/O Dia 

Comentar
Compartilhe
É só um programa de rádio
19/09/2015 | 09h13
[caption id="attachment_36076" align="aligncenter" width="492"]No program a de hoje o secretário de Governo deu "kit enxoval" de presente - Reprodução/Facebook Esta semana o secretário de Governo distribuiu "kit enxoval"  - Reprodução/Facebook[/caption]

O líder rosáceo voltou com força total ao rádio.

Em sua emissora, ele tem um programa diário com farta distribuição de prêmios. Lembra muito a atração que ele comandava no ano passado, na rádio Manchete, quando foi proibido pelo TRE de distribuir máquinas de lavar, fogões, geladeiras e smarphones, entre outros brindes bem legais.

Segundo o TRE, o gasto semanal com os brindes girava em torno de  R$ 55 mil. Ou seja, R$ 22o mil por mês. Na época, em apenas um dia, ele anunciou a distribuição de 150 prêmios. Saiba mais no Conjur: aqui 

Para os rosáceos, não existe nada errado no fato do secretário de Governo, que é radialista, comandar um programa de rádio. Sobre os valores dos brindes, nem precisa perguntar quem é que banca. O próprio Garotinho tem condição de arcar com todas as despesas, sem precisar de patrocinador. Quem se lembra do áudio gravado em 2010 (aqui), quando ele diz que a sua empresa, a "Palavra de Paz", fatura milhões vendendo bíblias, camisas, CDs e DVDs. Segundo o próprio Garotinho, naquela época, ele vendeu R$ 13 milhões.

Só falta a Justiça achar que existe algum tipo de jogada política por trás disso tudo.

É só um programa de rádio, gente!

Comentar
Compartilhe
Costurando por cima
03/09/2015 | 07h51

O blog "Na Curva do Rio" (aqui), da jornalista Suzy Monteiro, informa que o vereador Nildo Cardoso já se coloca como pré-candidato do PSD à Prefeitura de Campos.

A falta de diálogo apontada por Nildo no PMDB parece ser algo comum em sua nova casa. Membros do PSD de Campos só ficaram sabendo sobre a chegada de Nildo pela imprensa. "Comigo não houve conversa", diz o ex-vereador Nelson Nahim (PSD), que no ano passado recebeu mais de 25 mil votos na disputa por uma cadeira na Câmara Federal.

O ex-deputado Roberto Henriques (PSD) diz que ele e o atual presidente do diretório (Expedito Otoni) também não foram avisados. "Soube pela imprensa. Mas isso não é culpa do vereador, trata-se de um problema do sistema político-partidário-eleitoral", diz Roberto.

No PRP, Fabrício Lírio dormiu presidente e acordou vendo o partido nos braços do governo rosáceo. Um caso semelhante ocorreu com o vereador Altamir Bárbara, que perdeu o comando do PSB.

Aos poucos fica nítido que os políticos estão "costurando por cima". E esses são apenas alguns casos.

Tudo indica que as peças no tabuleiro vão se movimentar muito nos próximos meses.

Mais sobre a declaração de Nildo na edição de amanhã (04) da Folha 

Comentar
Compartilhe
Pezão prevê déficit orçamentário em 2016
02/09/2015 | 02h18
[caption id="attachment_35770" align="aligncenter" width="456"]Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil[/caption]

A crise financeira que castiga o estado e o país em 2015 chegou aos dados orçamentários de 2016. O governador Luiz Fernando Pezão pretende entregar uma previsão deficitária do orçamento do ano que vem para a Assembleia Legislativa. Ou seja, ele está pessimista com as contas e calcula que a arrecadação será inferior aos gastos. A intenção foi anunciada pelo governador em reunião, na segunda-feira, com o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sindsprev), e três deputados estaduais, no Palácio Guanabara. No encontro, Pezão traçou um panorama grave e comparou a situação com a do governo federal. Anteontem, a presidenta Dilma também apresentou o orçamento com rombo de R$ 30,5 bilhões para 2016 ao Congresso.

Ao formular projeto de orçamento negativo para 2016, Pezão transfere a responsabilidade dos cortes na Saúde, Educação ou em outras políticas públicas para a Alerj. Seria a primeira vez que um orçamento do estado do Rio é apresentado com déficit à Alerj. Hoje, o rombo no caixa do estado está em R$ 2,5 bilhões. Pezão convocou para hoje uma reunião com todos os governadores do seu partido, o PMDB, para debater a crise e propor sugestões a nível federal para contornar o problema. A assessoria de imprensa do governo confirmou a reunião com os governadores, mas não quis informar a pauta.

O deputado Luiz Paulo (PSDB) reagiu com críticas à possibilidade da previsão de déficit no orçamento. Segundo ele, o governo estará infringindo a Constituição Federal, que determina como competência do governo — e não da Alerj — o equilíbrio do orçamento do estado. “É um mau exemplo do governo federal que espero que não seja copiado aqui”, disse o parlamentar tucano.

O estudo dos cortes no orçamento de 2016 inclui limitação dos reajustes de funcionários ativos e pensionistas do estado, como antecipou ontem o Informe do Dia. De acordo com a coluna, não há previsão de aumento para professores em 2015 nem em 2016.

Crise da Petrobras aumenta rombo - Além do cenário da crise nacional, o Rio também teve a sua economia abalada pela queda em mais da metade nos preços do barril de petróleo. A redução dos royalties e os sucessivos escândalos de corrupção do setor de óleo e gás agravaram o quadro. No Rio acontecem 80% das operações da Petrobras, e fatos como a recente paralisação nas atividades da empresa, como no Comperj, afetaram o estado.

Já a receita estadual caiu em 10,6%. “Para ter uma ideia de como a situação se reverteu bruscamente, o planejamento de receitas do Estado vinha sendo feito de acordo com o ritmo de crescimento do ICMS que, repentinamente, desacelerou fortemente. Ela havia aumentando 8,8% em termos reais em 2013, caiu 3,4% em 2014 e recuou 9,7% no primeiro semestre de 2015”, explicou a assessoria do órgão.

Para contornar a crise, o governo está aprovando leis para negociar dívidas e cobrar devedores do estado. Para professor de economia Mauro Osório, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, é razoável que agora o governo apresente previsão de orçamento negativo. “Significa que ele não quer cortar políticas públicas, nem que, para isso, tenha que se endividar”, disse.

Fonte: O Dia 

Comentar
Compartilhe
Neco: "Vamos eleger oito vereadores em 2016"
22/09/2015 | 03h52

neco

Se em Campos o grupo governista acredita que vai manter um poderoso "rolo compressor" na Câmara, em São João da Barra não é diferente. O prefeito José Amaro de Souza, Neco (PMDB), trabalha para eleger oito dos nove vereadores para a próxima legislatura. "Temos um time muito forte e vamos eleger oito dos nove vereadores", diz Neco.

Mesmo largando atrás nas pesquisas, o grupo governista não parece intimidado com a ex-prefeita Carla Machado (PT).

Nos bastidores, os aliados do prefeito garantem que o grupo fará a maior aliança da história.

Comentar
Compartilhe
PF pede arquivamento de inquérito contra Pezão e Cabral
11/09/2015 | 12h43
[caption id="attachment_35925" align="aligncenter" width="434"]pezao e cabral Carlos Magno/Divulgação[/caption]

A Polícia Federal concluiu relatório em que pede o arquivamento do inquérito aberto no Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) e o ex-chefe da Casa Civil do estado, Regis Fichtner. A PF não conseguiu confirmar as suspeitas levantadas na Operação Lava-Jato de que os três teriam recebido dinheiro do esquema de corrupção na Petrobras.

Agora, o relator do caso no STJ, ministro Luis Felipe Salomão, deverá pedir um parecer do Ministério Público Federal (MPF), que pode concordar com o pedido de arquivamento da PF ou ter entendimento diferente e pedir a continuidade da investigação. Depois disso, caberá a Salomão tomar a decisão.

O inquérito foi aberto em 12 de março deste ano, após pedido do Ministério Público Federal (MPF). Um dos delatores da Lava-Jato, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, afirmou em depoimento que arrecadou R$ 30 milhões em recursos desviados da estatal para caixa dois da campanha de Cabral para governador e de Pezão para vice em 2010.

Segundo o delator, os recursos vieram de empresas que atuavam na obra do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). Ainda em depoimento, Costa disse que Fichtner teria viabilizado os repasses. Para tentar confirmar as suspeitas, o STJ chegou a determinar, em 3 de junho, a quebra do sigilo telefônico dos três.

Informado na quarta-feira por seu advogado da decisão da PF, Pezão disse ter ficado aliviado com a notícia, mas lembrou que passou por “constrangimentos e muito sofrimento” durante o período em que foi investigado. "É uma alegria por dentro e uma tristeza muito grande por ter passado por isso tudo, minha família, amigos... É muito sofrimento para quem passa, dói muito", disse o governador.

Em nota, Cabral também comentou: “O resultado das investigações comprovou o que declarei desde o início _ que eu, como Governador do Estado, mantive relação exclusivamente institucional com a Petrobras _, não tendo jamais feito qualquer solicitação de recursos de campanha a qualquer diretor dessa empresa”.

Fonte: O Globo: aqui 

Comentar
Compartilhe
Prefeitura gasta mais R$ 13 mil com passagens aéreas
07/09/2015 | 10h54

No mês de agosto o governo Rosinha gastou, em menos de duas semanas, R$ 78 mil com passagens aéreas (aqui). Antes, no mês de julho, a Prefeitura pagou R$ 44 mil (aqui) e, depois, mais R$ 35 mil (aqui). Agora, em setembro, a Prefeitura pagou uma nota mais modesta: R$ 13,7 mil.

É bom lembrar que, em três anos, o governo Rosinha gastou mais de R$ 1,4 milhão com passagens aéreas: aqui 

Porém, através do Portal da Transparência não é possível saber o destino, nem quem usou as passagens.

Comentar
Compartilhe
Governo do estado quer reajustar IPVA
29/09/2015 | 01h51
[caption id="attachment_36241" align="aligncenter" width="480"]ipva O provável novo aumento só será cobrado no IPVA de 2016. Nas vistorias deste ano no estado do Rio, ainda valem as alíquotas antigas Foto: Agência O Dia[/caption]

Mais uma notícia da série: "Pacote de Maldades":

O IPVA pode ficar mais caro no Estado do Rio a partir de 2016. O governador Luiz Fernando Pezão enviou um projeto de lei à Assembleia Legislativa (Alerj), que reajusta o imposto. Uma das mudanças mais importantes é na alíquota cobrada sobre carros Flex, que vai de 3% para 4% sobre o valor dos veículos. Os carros a gás natural também poderão ter um aumento do tributo, de 1% para 2%. O aumento mais significativo apresentado foi para as motos, que vão de 2% para 3,5 %. Os carros a gasolina, no entanto, não têm previsão de alteração na alíquota, atualmente em 4%.

O projeto tem a votação prevista para ser iniciada hoje, mas deve receber emendas dos deputados. Neste caso, como as propostas vão precisar ser analisadas, a votação terá de ser concluída em outro dia. O deputado Luiz Paulo (PSDB), por exemplo, adiantou que pedirá mudanças no aumento dos motoqueiros, o maior deles. “Este valor está muito alto. Vou tentar uma redução, negociando com os outros deputados. Não sei por que o governo quer aumentar tanto o IPVA das motos, que nem prejudicam tanto o trânsito.”

O governo estima que o reajuste do imposto para motos, ciclomotores, triciclos e quadriciclos gere um aumento na arrecadação de R$ 66 milhões. Já a mudança para os veículos FLEX, um aumento de R$ 366 milhões e gás natural R$ 90 milhões. Todas as mudanças vão gerar um aumento de receita ao estado para o ano que vem de R$ 555 milhões. Depois que o projeto, que está sendo analisado em regime de urgência, passar na Alerj, ele ainda tem 90 dias para entrar em vigor. Ou seja, as mudanças só ocorrerão em 2016.

O governador Pezão justificou o aumento do IPVA aos deputados da Assembleia Legislativa afirmando que os novos valores representam um realinhamento as alíquotas cobradas pelos outros estados do país. “O projeto de lei ora apresentado busca aumentar a eficiência na constituição do crédito, na fiscalização e na arrecadação do IPVA, mediante o realinhamento das alíquotas de incidência com os demais estados”, argumentou.

Fonte: O Dia 
Comentar
Compartilhe
Na cidade que falta leite especial, empreiteiros recebem milhões
02/09/2015 | 02h04

leite

Durante a sessão de ontem (01), o vereador Nildo Cardso (PMDB) informou que mães de crianças com restrição alimentar estão batendo na porta dos vereadores em busca do leite especial. "Hoje tive que pagar mais uma lata de leite. São pessoas cadastradas no programa de Prefeitura que buscam socorro, já que o governo não cumpre a sua obrigação", disse Nildo.

Mas nem todos estão sem "alimentação". No Portal da Transparência é possível descobrir que poderosos empresários estão recebendo notas bem altas. Confira alguns pagamentos realizados no último dia 28, que somam mais de R$ 5 milhões:

IMBEG - IMBE ENGENHARIA LTDA SERV.RESTAURACAO/MELHORIAS - R$ 2 milhões

VISAO - EMPREENDIMENTOS LTDA. ME PAVIMENT./URBANIZ.-ALPHAVILLE- R$ 983,5 mil

CONSTRUTORA AVENIDA LTDA OBRA DE PAVIMENT./DRENAGEM - R$ 2 milhões

FIRE DE CAMPOS EMPREENDIMENTOS -MANUT.SEG.VIAS.PUBLICAS R$ 222,6 mil

Comentar
Compartilhe
Projeto que reajusta o IPVA recebeu 167 emendas
29/09/2015 | 06h05

O presidente da Alerj, deputado Jorge Picciani (PMDB) anunciou que o projeto de lei 911/15, de autoria do Executivo, será discutido na próxima reunião dos líderes das bancadas da Casa, prevista para a amanhã, quarta-feira (30/09), às 13h. A proposta, que altera as alíquotas de cobrança do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e as regras para isenções de pagamento do imposto foi discutida em plenário nesta terça-feira (29/09), mas saiu de pauta porque recebeu 167 emendas. O projeto altera a lei 2.877/97.

Picciani lembrou que o Estado vive uma crise sem precedentes e que o IPVA é um imposto justo, pois gasta mais aquele que possui o veículo com maior valor. “O Estado do Rio foi atingido duramente em suas finanças. Estamos fazendo todo o esforço possível para manter os salários e pagamentos em dia e esta Casa vem colaborando. É evidente que todo aumento de imposto não é bem vindo, mas vem num momento necessário, porque nós vamos superar essa crise e poderemos rever os ajustes.”

Fonte: Alerj 
Comentar
Compartilhe
Bartholomeu Lysandro terá três voos diários para o Rio
11/09/2015 | 05h49
[caption id="attachment_35946" align="aligncenter" width="530"]Foto: Gerson Gomes Foto: Gerson Gomes[/caption]

A partir de novembro, a empresa aérea Azul vai disponibilizar mais um voo diário para quem faz a rota Campos-Rio ou Rio-Campos de avião – agora serão três – partindo do Aeroporto Bartolomeu Lyzandro com chegada no aeroporto Santos Dumont na capital fluminense e vice versa. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (11) pela prefeita Rosinha Garotinho, durante audiência pública para debater o projeto de reestruturação do Aeroporto Bartholomeu Lysandro. A audiência foi no auditório do Centro Administrativo José Alves de Azevedo.

Após as ações administrativas da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca) e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o consultor, Paulo Roberto Pereira, apresentou um estudo sobre projeção de passageiros e de aeronaves para os próximos anos, o Plano de Ação Imediata (PAI), e o Plano de Expansão dividido em quatro etapas até o ano de 2045. "É um aeroporto com um potencial muito grande para a economia do nosso município, do estado e do país. Temos diversos empreendimentos no entorno como empresas de grande porte no Porto do Açu e, futuramente, também o Complexo Logístico e Industrial Farol/Barra do Furado, além da crescente demanda de passageiros e de cargas. Por isso, não medimos esforços para conseguir em Brasília a municipalização do aeroporto. E hoje estamos dando mais um importante passo”, destacou a prefeita, lembrando  que, desta forma, está viabilizando mais um modal para o município, depois da EF-118 e da BR-101.

Também participaram da audiência pública o presidente da Codemca, Wainer Teixeira; o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Orlando Portugal; o consultor especial, Paulo Roberto Pereira; o diretor superintendente do aeroporto, João Pedro Romano e o presidente do núcleo regional da Firjan, Fernando Aguiar, além do presidente da Câmara de Vereadores, Edson Batista. “A audiência pública foi um sucesso, foram faladas as questões técnicas, o projeto de minutas, o edital, o estudo de viabilidade financeira. Mas principalmente destaco a participação da sociedade civil”, observou o presidente da Codemca. No ano passado 169.380 passageiros passaram pelo aeroporto Bartholomeu Lysandro e pousaram e decolaram 21.405 aeronaves.

Fonte: Superintendência de Comunicação 

Atualização às 11h50 para correção no texto - Os leitores Sandro e Cláudio Leonardo destacaram um erro ortográfico na matéria publicada no site da Prefeitura (aqui) e replicada aqui no blog.

Comentar
Compartilhe
Pesquisa agrada governo e oposição
09/09/2015 | 10h51

A pesquisa do instituto Pappel, divulgada pelo blog "Opiniões" (aqui), do jornalista Aluysio Abreu Barbosa, mostra a oposição liderando com folga. Porém, os governistas não se assustaram. No levantamento sem Arnaldo Vianna (PDT) a soma dos nomes rosáceos fica na casa dos 20%. Ou seja, ao contrário da oposição, que deve se dividir com várias candidaturas, o governo vai se unir em torno de um único nome, que já largaria com grande potencial de crescimento. Na visão dos articuladores rosáceos, a "briga" seria entre os nomes de oposição para saber quem vai disputar o segundo turno com o candidato da máquina.

Ainda é cedo - Porém, quem acompanhou de perto as últimas eleições sabe que o jogo só esquenta pra valer na reta final. Na disputa pelo governo do estado, por exemplo, o ex-governador Anthony Garotinho (PR) liderou até o final de agosto (aqui), faltando menos de 40 dias para a eleição.

Na disputa pela Prefeitura de São Paulo, em 2012, faltando apenas dois meses para a eleição, uma pesquisa do Datafolha (aqui) mostrou Celso Russomano (PRB) com 31% contra 27% de José Serra (PSDB).  Lá atrás, na terceira colocação, com apenas 8%, estava o petista Fernando Haddad. Dois meses depois, o resultado foi esse: José Serra com 30,75% dos votos válidos, contra 28,98% de Fernando Haddad.  O “cavalo paraguaio”, Celso Russomano, chegou em terceiro, com 21,6%, e ficou fora do segundo turno.

Comentar
Compartilhe
Working recebe mais R$ 647 mil por “manutenção”
18/09/2015 | 11h01
[caption id="attachment_36070" align="aligncenter" width="652"]Empresa faz obra, mede, realiza manutenção, aluga palcos, banheiros e tendas - Imagem meramente ilustrativa Empresa faz obras, mede, realiza manutenção, aluga palcos, banheiros químicos e tendas - Imagem meramente ilustrativa[/caption]

A empresa Working, que faz obras, aluga banheiros químicos, palcos e tendas, recebeu, na última quarta-feira (16), mais R$ 647 mil da Prefeitura de Campos. De acordo com o Portal da Transparência, dessa vez o pagamento foi por conta de "MANUT.INST.EQUIP.UND".

Em quatro meses, a empresa Working recebeu quase R$ 4 milhões da Prefeitura para serviços variados. O último pagamento (R$ 62 mil), no dia 31 de agosto, foi pela  “11ª MEDICAO OB Pç DO PEC”. Antes, no dia 03 de agosto, a empresa recebeu R$ 720 mil por “manutenção e instalação de equipamento”. Porém, não é possível saber o local, nem que manutenção foi feita. Três semanas antes, a empresa havia recebido R$ 721 mil, também por conta de “manutenção”.

Comentar
Compartilhe
Propina de Pasadena para a campanha de Lula
13/09/2015 | 10h36

epoca-capa-edicao-901-a-propina-de-pasadena-À mesa de um restaurante decorado com lustres de cristal, obras de arte contemporânea e castiçais dourados, na Praia do Flamengo, no Rio de Janeiro, três diretores da Petrobras e dois executivos do grupo Odebrecht almoçavam reservadamente às vésperas das eleições de 2006. Era um encontro de homens de negócios. Do lado da petroleira, estavam lá os diretores Nestor Cerveró, Paulo Roberto Costa e Renato Duque; do lado da maior construtora do país, Márcio Faria e Rogério Araújo. Os cinco não falavam apenas de negócios. Falavam também de política. Nos tempos de petrolão, no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, falar de negócios na Petrobras exigia falar de política: contratos com a estatal, conforme demonstram as provas da Lava Jato, eram frequentemente fechados somente mediante pagamento de propina a políticos do PT, do PMDB e do PP, a depender da diretoria. Hoje, a maioria dos cinco comensais está presa em Curitiba, acusada de participação destacada no petrolão.

Nos idos de 2006, quando transcorreu o almoço, os cinco, seja por dentro, seja por fora, mandavam muito na Petrobras. Renato Duque, diretor de Serviços, era homem do PT. Paulo Roberto Costa, diretor de Abastecimento, do PP. E Nestor Cerveró, diretor internacional, do PT e do PMDB. Naquele almoço, Cerveró era o homem de negócios mais importante. Discutiam-se as obras para modernizar a refinaria de Pasadena, no Texas, Estados Unidos, cuja metade das ações fora comprada pela Petrobras meses antes. No jargão do mundo do petróleo, essas obras são conhecidas como “revamp”.

E que revamp. No almoço, estimou-­se que ele custaria até R$ 4 bilhões. A refinaria de Pasadena, cuja operação de compra era conhecida dentro da Petrobras pelo codinome projeto Mangueira, não tinha o apelido de “ruivinha” fortuitamente. Era um novelo de dutos enferrujados, de aparência avermelhada provocada pela oxidação dos metais. Se a Petrobras fizera um péssimo negócio ao comprar Pasadena, como veio a se confirmar nos anos seguintes, a Odebrecht estava prestes a faturar mais um formidável contrato. Decidia-se ali, no restaurante na Praia do Flamengo, que a construtora ganharia o contrato de R$ 4 bilhões. Em troca, os executivos da Odebrecht se comprometiam a pagar propina adiantada de R$ 4 milhões à campanha à reeleição de Lula – o mesmo Lula que, conforme revelou ÉPOCA em seu site na sexta-feira, dia 11, passou a ser considerado pela Polícia Federal oficialmente suspeito no petrolão. O mensalão nem esfriara, e o PT, liderando o consórcio de partidos, já encontrava no petrolão um substituto mais lucrativo para os negócios da alta política brasileira.

A reunião no Rio e o acerto dos R$ 4 milhões foram revelados oficialmente à força-tarefa da Lava Jato pelo protagonista dessa operação: Nestor Cerveró. As informações estão registradas na mais recente proposta de delação premiada de Cerveró, em posse dos procuradores da Lava Jato e obtida por ÉPOCA. Trata-se de relatos pormenorizados de Cerveró sobre os negócios corruptos que tocaram primeiro na Diretoria Internacional da Petrobras, sob ordens do PT e do PMDB, e, a partir de 2008, na Diretoria Financeira da BR Distribuidora, sob ordens do PT e do senador Fernando Collor, do PTB (leia os resumos dos relatos abaixo). Neles, Cerveró afirma que a compra de Pasadena rendeu US$ 15 milhões em propina. E envolve no esquema a área internacional, além de outros funcionários da Petrobras, senadores como Delcídio Amaral, do PT, líder do governo no Senado, o presidente da Casa, Renan Calheiros, e Jader Barbalho, ambos do PMDB.

Fonte: Época (aqui)

Comentar
Compartilhe
STF decide pela proibição das doações eleitorais por empresas
17/09/2015 | 07h35
[caption id="attachment_36059" align="aligncenter" width="438"]stf Sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) - Nelson Jr / Divulgação[/caption]

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na tarde desta quinta-feira pela proibição das doações eleitorais por empresas em campanhas. Foram oito votos contra a constitucionalidade deste tema e três a favor. O julgamento ocorreu um ano e cinco meses depois de o ministro Gilmar Mendes pedir vista do processo

Votaram contra os ministros Luiz Fux, relator do caso, Rosa Weber, Carmem Lúcia, Joaquim Barbosa, Dias Toffoli, Luís Roberto Barroso, Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski. E a favor das doações foram Gilmar Mendes, Teori Zavascki e Celso de Mello.

 Depois do julgamento, o presidente do Supremo, ministro Ricardo Lewandowski, esclareceu que a decisão tem validade imediata – ou seja, a partir de hoje, partidos e candidatos não podem mais receber dinheiro de empresas. Ele também disse que qualquer lei que permita esse tipo de doação será considerada inconstitucional – inclusive a que já foi aprovada pela Câmara este mês e está aguardando a sanção presidencial.
Fonte: O Globo 
Comentar
Compartilhe
Auxiliadora encontra escola com goteira e mofo
29/09/2015 | 07h18

AUXILIADORA

Como o blog informou na última semana (aqui), a vereadora Auxiliadora Freitas (PHS) tem feito uma espécie de peregrinação pelas escolas. Porém, ao ver de perto a realidade de algumas unidades escolares, a parlamentar descobriu que nem tudo são flores.

Durante a sessão desta terça-feira (29) a vereadora cobrou uma ação urgente da secretaria de Obras. "Vi muitas escolas modelos. Existem muitos pontos positivos, mas não podemos deixar de destacar o que precisa ser feito. Precisamos de uma ação com urgência na escola Lions II. A escola está com goteira e bolor. Isso prejudica alunos e professores", disse Auxiliadora, que também destacou a necessidade de obras na escola Custódio Generoso Viana. "Nessa escola, em duas salas, os telhados estão caindo", informou Auxiliadora.

Mais informações na edição de amanhã (30) da Folha. 

Comentar
Compartilhe
Líder rosáceo costura aliança com o PRB
27/09/2015 | 11h03

O presidente estadual do PR, Anthony Garotinho, esteve ontem (26) em Macaé para dar posse ao novo diretório municipal sob o comando de André Longobardi. Em sua postagem sobre o evento (aqui), ele revelou que se reuniu na última semana com o presidente estadual do PRB, o ex-senador Eduardo Lopes. "Nos próximos dias vamos anunciar uma grande aliança em todo o estado", disse Garotinho.

E o Tô Contigo? - Se o líder do PR promete uma grande aliança com o PRB, uma pergunta fica no ar: como fica a situação do vereador Alexandre Tadeu, o Tô Contigo, que foi anunciado na última sexta-feira como pré-candidato do partido à Prefeitura de Campos? Além disso, em Campos, o PRB deixou o governo Rosinha e tem se colocado como "independente".

Tudo indica que a ideia do líder rosáceo é abrir espaço na chapa para o PRB. Mas será que o Tô Contigo aceita ser vice?

Comentar
Compartilhe
Após licença, líder rosáceo está de volta
01/09/2015 | 12h48

garoto

O secretário de Governo da Prefeitura de Campos, Anthony Garotinho (PR), que tirou uma licença de 11 dias por recomendação médica, está de volta ao cargo. Porém, já chegou saindo.

O líder rosáceo voou até Brasília para articular.

Comentar
Compartilhe
Câmara: aluguel de veículo por R$ 124 mil
01/09/2015 | 12h11

Foi publicado no Diário Oficial desta terça-feira (01) o extrato do contrato firmado entre a Câmara de Campos e a V.L. Viana Machado Serviços EIRELI - ME. O objeto do contrato é a locação de veículo sem fornecimento de motorista e combustível.

Valor: R$ 124.000,00(cento e vinte e quatro mil reais)

Vigência: 08(oito) meses com vigência a partir de 28/08/2015 a 27/04/2016

Data de assinatura do Contrato: 28/08/2015

Circulando - No dia 22 de agosto (sábado), o jornalista Ricardo André Vasconcelos publicou uma foto no Facebook que mostrou um dos carros alugados pela Câmara  estacionado num posto de combustíveis na Avenida Brasil, próximo à entrada de Bangu. Na ocasião, o jornalista perguntou o que o carro, pago com o nosso dinheiro, estaria fazendo por lá. Mesmo com muitos compartilhamentos no Facebook, ninguém apareceu para desvendar o mistério (aqui). 

carro da camara em Bangu

Comentar
Compartilhe
Pudim: "Garotinho quer ser juiz de um tribunal particular"
12/09/2015 | 05h01

pudim

O deputado estadual Geraldo Pudim (PR), que vinha evitando um confronto direto com o seu ex-líder, resolveu partir para o ataque. Em um texto publicado no Facebook (aqui), Pudim aponta op secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) como um "ator em final de carreira", com uma "doença provocada pela busca insana pelo poder", que "não merece ter amigos de verdade".

Ainda segundo Pudim, no processo de "caça as bruxas" do PR, Garotinho "evocou para si os poderes de Promotor, Juiz, Desembargador do TRE, Ministro do TSE e Ministro do Supremo Tribunal Federal. Brincou de déspota sem mesmo ter algo que lhe confira poder para tal". Confira o texto completo:

"Garotinho: juiz de um tribunal particular

Há um sério problema com os políticos que querem se perpetuar no poder indefinidamente: se esquecem dos reais objetivos pelos quais ingressaram na política. Este processo, assim como uma doença, acomete aqueles que, em algum momento, cederam as tentações do poder pelo poder em detrimento da luta pelo bem estar comum.

Infelizmente, muito infelizmente, este é o processo pelo qual passa Anthony Garotinho. Um homem que tinha tudo para ser um dos grandes nomes da política nacional, mas que deixa se abater por picuinhas provincianas. Parece um garoto dentro de um Garotinho. Confundiu o teatro que outrora amou com tanto vigor com o peso da realidade. Se um dia para o bem, hoje para o mal, só o vejo como um ator em final de carreira em busca do brilho que já não terá mais.

Enfim, fui julgado pelo tribunal da inquisição. Eu, por estar há algum tempo em discordância com os rumos que aquele grupo político vinha tomando resolvi expor ao ‘grande líder’ meus posicionamentos. E, assim como todos que contrariaram a ‘infalibilidade’ do caudilho fui alijado, perseguido e agora julgado em seu tribunal particular.

Em seu palco na Radio Diário FM Garotinho teceu ilações diversas dando a entender que sequestraria de mim e do deputado Jair Bittencourt o mandado a nós conferido pelo povo do estado do Rio de Janeiro. Uma verdadeira piada pronta de uma ópera-bufa miserável. É como se Garotinho, afundado em suas ilações lunáticas, tentasse aprisionar a todos no mundo imaginário que teceu pra si, mas o que se vê é que na trama da política Anthony perdeu o ponto e, há algum tempo, vem tecendo tão somente nós cegos de uma coisa amorfa.

Infelizmente Garotinho cultiva um conceito de amigo mais próximo de um amigo imaginário do que de um amigo real, aquele que cobra e fala as duras verdades que precisam ser ditas. Garotinho não merece amigos reais, pois não está preparado para o desafio de uma amizade verdadeira.

Neste tribunal particular em seu showmício na Radio Diário,na tentativa de me intimidar e provocar falsas ilusões nos suplentes, elaborou todo um enredo que se inicia sempre no discurso da traição, para então tentar justificar sua futura tentativa de golpe. Isso não vai acontecer! Discordância de ideia nunca foi motivo para ações de cassação de mandatos. Uma história dessas não passa de embuste, cujo qual o deslinde será tão somente o agravamento de sua desmoralização.

Neste tribunal Garotinho evocou para si os poderes de Promotor, Juiz, Desembargador do TRE, Ministro do TSE e Ministro do Supremo Tribunal Federal. Brincou de déspota sem mesmo ter algo que lhe confira poder para tal.

Guardo comigo o sentimento dos bons momentos e das coisas boas que fez pelo povo. É sempre duro ver alguém com tanto potencial jogar toda sua história no lixo, pois não sabe fazer qualquer tipo de gestão que não orbite sobre seu umbigo.

Espero em Deus, pois já não me restam forças para tal, que te cure da doença provocada pela busca insana pelo poder".

Mais informações sobre a guerra entre "pastor" e "ovelhas", com novas revelações, na edição de amanhã (13) da Folha. 

Comentar
Compartilhe
Chumbo trocado
21/09/2015 | 11h27

O vereador Gil Vianna trocou o PR pelo PSB e já recebeu um recado: o PR vai tentar cassar o seu mandato alegando infidelidade partidária.

Para se defender, Gil deve lembrar de episódios que envolvem o seu ex-líder. Em outubro do ano passado, por exemplo, o líder rosáceo chegou a dizer: "Magal, Gil e Albertinho podem ir" (aqui).

Bateu, levou - Porém, se o PR resolver atacar, o PSB vai revidar. No momento, o vereador eleito Jorge Rangel, que atualmente ocupa uma pasta no governo, estaria de malas prontas para o PSDB. Ou seja, se Gil for atacado, o PSB vai reagir na mesma moeda, afirmando que a cadeira é do partido e apontando infidelidade. No mesmo barco estaria o suplente Altamir Bárbara, que também pensa em deixar o PSB.

Comentar
Compartilhe
Governo Rosinha já planeja o "Verão da Família"
08/09/2015 | 06h18
[caption id="attachment_35872" align="aligncenter" width="522"]Dibs Hauaji/Facebook Dibs Hauaji/Facebook[/caption]

A presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), Patrícia Cordeiro, reuniu nesta terça-feira (08), no Teatro Municipal Trianon, representantes de diversas secretarias para uma reunião. Na pauta, o planejamento para o Verão de 2016, na praia do Farol de São Thomé.

Em tempos de crise, tudo indica que o governo vai tentar organizar um verão com os pés no chão. Vale lembrar que na edição de 2015, já com a crise, o governo Rosinha gastou mais de R$ 1,3 milhão só com shows nacionais (aqui).

Comentar
Compartilhe
Garotinho de olho em cidade com orçamento de R$ 3 bilhões
09/09/2015 | 04h47
[caption id="attachment_35891" align="aligncenter" width="464"]garotinho-duque-de-caxias Garotinho esteve com vereadores de Duque de Caxias e recebeu pesquisa eleitoral[/caption]

Conforme o blog "Na Curva do Rio", da jornalista Suzy Monteiro informou (aqui), o  secretário de Governo da Prefeitura de Campos, Anthony Garotinho (PR), é apontado como prefeitável na cidade de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Dois vereadores do município, Serginho e Dr Maurício, estiveram com o presidente do PR e teriam levado uma pesquisa que indica Garotinho liderando as intenções de votos. 

Muito dinheiro - Se em Campos o Orçamento anda em queda, no município de Duque de Caxias, na Baixada Campista, há uma evolução na arrecadação. Basta acessar o site da Prefeitura (aqui) para checar os orçamentos de 2013 (R$ 2,1 bilhões), 2014 (2,4 bilhões) e 2015 (R$ 3 bilhões).

Duque de Caxias, governado por Alexandre Cardoso (PSD), tem o segundo maior Produto Interno Bruto (PIB) e a segunda maior arrecadação de ICMS do Estado do Rio de Janeiro. Seus principais vetores industriais estão nos segmentos de química e petroquímica (é lá que fica a Refinaria Duque de Caxias, uma das maiores da Petrobras), metalurgia, gás, plásticos, mobiliário, tecidos e vestuário.

O blog do Ralfe Reis foi o primeiro a publicar nota sobre a . 

 
Comentar
Compartilhe
Deputados do PR almoçam com Pezão e Picciani
01/09/2015 | 07h24

almoço

O bancada do Partido da República(PR) na Assembleia Legislativa foi recebida pelo Governador Luiz Fernando Pezão nesta terça-feira (01) em um almoço no Palácio Guanabara. Na pauta a crise econômica pela qual passa o país e seus desdobramentos no estado do Rio de Janeiro e nos municípios fluminenses. Estiveram presentes o primeiro-secretário deputado Geraldo Pudim, Rogério Lisboa, Renato Cozzolino, Márcia Jeovani, Felipe Soares, Bruno Dauaire, Nivaldo Mulin, Jair Bittencourt, além do secretário de governo Paulo Melo, do chefe-de gabinete do governador Affonso Monnerat, do líder do governo Edson Albertassi e do presidente da Alerj Jorge Picciani.

Pezão destacou a atuação da bancada do PR que, mesmo sendo de oposição, tem votado com com responsabilidade e coerência projetos que visam a recuperação econômica do estado e garantem governabilidade em momento de crise. "A Assembleia Legislativa vem atuando desde o início do ano para auxiliar o Governo do Estado a conter os efeitos da crise, bem como reduzir gastos. Neste primeiro semestre economizamos mais de 129 milhões de reais, sendo que R$ 86 milhões com pessoal, o que evitou que o tesouro estadual, responsável por estes pagamentos, desembolsasse esta enorme cifra. Um economia orçamentária muito importante e que alivia as contas do Governo", comentou o primeiro-secretário e responsável pelo ajuste nas contas da Alerj, Geraldo Pudim.

Dentre as medidas para minimizar os efeitos da crise a Assembleia Legislativa também aprovou a transferência de R$ 6 bilhões advindos de depósitos judiciais do Tribunal de Justiça para Rio Previdência o que evitou atraso no pagamento de aposentados e pensionistas estaduais. Além disso a Casa Legislativa aprovou a lei Lei 7020/2015 que autoriza o Executivo a celebrar o termo de ajuste de conduta tributária, que segundo o secretário de Fazenda, Julio Bueno, ajudou na arrecadação de R$ 3 bilhões. "No entanto, mesmo fazendo essa economia aliviando as contas públicas conseguimos, através de muito esforço, auxiliar o Governo do Estado na compra de 50 scanners corporais a um valor de R$ 28,9 milhões que viabilizaram a plicação da lei que proíbe revista vexatória e R$ 3 milhões para a compra de 40 mamógrafos para hospitais da Zona Oeste e Baixada.", revelou Pudim.

Fonte: Ascom

Comentar
Compartilhe
José Carlos: "PCE ganha milhões e não fiscaliza nada"
08/09/2015 | 06h49

Durante a sessão desta terça-feira (08) o vereador Nildo Cardoso usou a tribuna da Câmara para desabafar sobre a morte do empresário Carlos Emanuel dos Santos Ribeiro após a queda de uma árvore em Goitacazes, na Baixada Campista. "Muitos dirão que a culpa foi da natureza, mas é impossível deixar de citar que um pai de família morreu por incompetência do governo na fiscalização. Aquele local contou com uma intervenção da Prefeitura, as raízes ficaram prejudicadas, e não previram que uma tragédia poderia ocorrer", disse Nildo, lembrando que no dia do sepultamento uma nova tragédia poderia ter ocorrido. "Duas pessoas caíram dentro de sepulturas que estavam precárias. Ou seja, mais um trabalho feito pela metade. Neste caso, a responsabilidade é da Codemca. Já pensou, se ocorre mais uma tragédia durante o sepultamento?", indagou Nildo.

Ao comentar sobre a trágica morte do empresário, o vereador José Carlos (PSDC) disparou: "A verdade é que a cidade está caindo aos pedaços. São semáforos desabando, postes em péssimo estadoe obras pela metade. E temos em Campos uma empresa chamada PCE que recebe R$ 17 milhões por ano para fiscalizar. Tem cinco funcionários, ganha milhões, e não fiscaliza nada. Temos que chamar os representantes dessa empresa aqui. Vamos ficar aguardando outras tragédias?", disse José Carlos.

Vereadores da bancada rosácea optaram por não entrar no debate.

Comentar
Compartilhe
PSDB vai disputar Prefeitura de Campos
30/09/2015 | 01h06

O PSDB, que caminha em Campos com o casal Garotinho, não vai esperar pela decisão do líder rosáceo sobre o nome do grupo para 2016. Independente da escolha, o partido já deixou claro que terá um nome na disputa pela Prefeitura. Em seu blog na Folha (aqui), o presidente do diretório tucano em Campos diz que "por determinação da Executiva Estadual, seguindo orientação da Executiva Nacional, comandada pelo próprio Aécio,  todos os municípios com mais de 200.000 eleitores têm que ter candidatos a prefeito, principalmente os que têm campanha pela televisão. Campos não irá fugir à regra".

Dividir para conquistar? - Se "Campos não irá fugir à regra", fica claro que os tucanos terão um nome na disputa pela Prefeitura. E como o blog informou, o vereador Mauro Silva (PT do B), está de malas prontas para o PSDB e já posou ao lado do senador Aécio Neves (aqui). É nessa hora que surgem as dúvidas: Mauro Silva será o candidato do PSDB à Prefeitura? O grupo rosáceo vai lançar outro candidato pelo PR? A escolha não seria feita pelos militantes?  O líder rosáceo já está de olho em uma nova casa?

O líder costuma dizer que "reino divido não prospera". Porém, ele sabe que as vezes é preciso "dividir para conquistar".

Ex-aliados - O grupo também conta com ex-aliados na disputa, como o deputado estadual Geraldo Pudim (PMDB) e os vereadores Alexandre Tadeu (PRB) e Gil Vianna (PR).

Comentar
Compartilhe
Quem são os "profissionais"?
14/09/2015 | 03h42

duvidas

A Prefeitura de Campos pagou R$ 1,2 milhão, na última quinta-feira (10) por "serviços prestados". Ao todo, de acordo com publicação no Portal da Transparência (aqui), mais de mil "profissionais" receberam. Na média, cada um recebe em torno de R$ 1 mil.

Porém, o novo Portal da Transparência, mais moderno e bonito, não informa quem são esses profissionais, nem em quais órgãos eles atuam.

Comentar
Compartilhe
SJB: Neco recupera partido e adota estilo "mineirinho"
14/09/2015 | 04h28
[caption id="attachment_35996" align="aligncenter" width="458"]Deputado federal Áureo esteve com o prefeito Neco e selou aliança - Facebook/Edson Cláudio Deputado federal Áureo esteve com o prefeito Neco e selou aliança - Facebook/Edson Cláudio[/caption]

Em São João da Barra o duelo entre o prefeito José Amaro de Souza Neco (PMDB) e a ex-prefeita Carla Machado (PT), continua quente. Dez dias após a ex-prefeita ironizar o atual prefeito, perguntando "onde está o 'rolo compressor'?" (aqui), Neco conseguiu recuperar o Solidariedade (SD), partido que havia deixado o seu grupo. O blog do jornalista Arnaldo Neto (aqui) publicou nota sobre o reforço. "Deputado Federal e presidente regional do Solidariedade, Áureo, ratificou o compromisso político com o Prefeito Neco para as eleições de 2016. A força do trabalho nos une. Juntos Somos Mais", publicou no Facebook o secretário de Fazenda de SJB, Edson Cláudio.

Sem barulho - Se antes o prefeito revelava quais eram os partidos que estavam ao seu lado, agora ele adota um estilo "mineirinho" e trabalha sem fazer barulho. No momento, ele articula com diversas legendas, mas garante que o foco principal é o governo municipal. A ideia é seguir a mesma linha utilizada pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), que em 2013 não debateu sobre eleição e deixou que os adversários "queimassem largada". "Política se discute em ano par. Agora é tudo especulação e quem tem mais tempo para fazer isso é a oposição. Quem é governo tem que trabalhar agora e só falar sobre eleição em ano par", ensina o governador Pezão.

Comentar
Compartilhe
Odebrecht recebe R$ 2 milhões da Prefeitura
10/09/2015 | 10h19

odebrecht

Mostrando que é possível tocar as obras mesmo em tempos de crise e sem a "venda do futuro", a Prefeitura de Campos pagou mais de R$ 2 milhões a empresa Odebrecht. O pagamento das três notas, de acordo com o Diário Oficial, é referente ao programa Morar Feliz.

Investigada - Alvo da Operação Lava Jato, com quatro executivos atrás das grades, a Odebrecht também é investigada por fraude e superfaturamento na construção de um estádio da Copa do Mundo de 2014.  Relatórios da Polícia Federal já tinham indiciado boa parte dos executivos da Odebretch por corrupção, fraude em licitação, lavagem de dinheiro e crime contra a ordem econômica.

Comentar
Compartilhe
Gil Vianna na propaganda do PSB
14/09/2015 | 12h43

gil

O vereador Gil Vianna, que já pediu para sair do PR, vestiu a camisa do PSB. Nas inserções do partido que são exibidas na região, ele aparece fazendo uma "tabelinha" com o senador Romário, principal nome do PSB no estado do Rio.

Além de Gil, o ex-prefeito de Quissamã, Armando Carneiro, também participa da propaganda.

Em entrevista à Folha (aqui), Romário afirmou que "o melhor nome para concorrer a prefeito de Campos é Gil Vianna". Ele também informou que estará em Campos para abonar a ficha de filiação de Gil no final deste mês, ou início de outubro.

Comentar
Compartilhe
Pé frio
18/09/2015 | 12h57

cunha

O jogo de ontem (17) entre Flamengo e Coritiba, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, bateu recorde de público no Brasileirão, com mais de 67 mil presentes. Quem marcou presença para ver o Flamengo de perto foi o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB), com direito a camisa personalizada e tudo, com o número 15, do PMDB, e o seu nome. Antes do jogo começar, ele publicou uma foto no Facebook e botou fé no Mengão.

Porém, após uma série de seis vitórias consecutivas, o Flamengo acabou sendo derrotado por 2 a 0. Logo após o jogo, muitos internautas colocaram a derrota na conta de Cunha, que foi chamado de "pé frio". Também teve flamenguista pedindo para o presidente da Câmara trocar de time. "Sr. Cunha, poderia torcer para outro clube? Sua 'impopularidade' pode denegrir ainda mais a imagem da nossa torcida. Desde já grato!", postou Paulo Olímpio, na página de Cunha.

Outros flamenguistas pediram para Cunha usar o seu poder e repetir uma estratégia usada por ele no Congresso: "Eduardo, sabe aquela manobra da Câmara? Pra votar de novo até você vencer? Pode mandar começar o jogo de novo?", ironizou Ana Roberta. Logo depois, Kadu Casasanta emendou: "Eduardo Cunha acabou de propôr uma emenda aglutinativa. Flamengo e Coritiba jogarão de novo amanhã".

Comentar
Compartilhe
Bairro legal?
15/09/2015 | 12h56
[caption id="attachment_36010" align="aligncenter" width="470"]bairro legal 1 Lama, buraco e pneus para informar sobre bueiro sem tampa Facebook/Gustavo Matheus[/caption] [caption id="attachment_36011" align="aligncenter" width="466"]Facebook/Gustavo Matheus Lixo e lama Facebook/Gustavo Matheus[/caption] [caption id="attachment_36012" align="aligncenter" width="466"]Facebook/Gustavo Matheus Poste no meio da rua - Facebook/Gustavo Matheus[/caption] [caption id="attachment_36013" align="aligncenter" width="466"]Facebook/Gustavo Matheus Acessibilidade inacessível - de um lado entulho e do outro uma barreira de concreto Facebook/Gustavo[/caption]

O presidente do PV em Campos, Gustavo Matheus, esteve ontem (14) em Nova Goitacazes, na Baixada Campista, e viu de perto o abismo que existe entre a propaganda oficial e a realidade.

Se nas campanhas publicitárias vai tudo muito bem em Nova Goitacazes, como pode ser visto em um vídeo publicado no YouTube (aqui), no mundo real parece que as coisas são bem diferentes. Ao passar pelo bairro Gustavo encontrou lixo, entulho, poste no meio da rua, acessibilidade sem planejamento, buracos e lama, bueiros abertos e quadra esportiva em péssimo estado.

Para completar, ele visitou o hospital São José e se deparou com a estrutura precária que este blog já noticiou diversas vezes. Logo na chegada os pacientes são informados: não há marcação para cardiologista, ortopedista e nefrologista.

banheiro são josé

sem marcação 1

sem marcação 2

Comentar
Compartilhe
Auxiliadora Freitas presta contas e professora desabafa
25/09/2015 | 04h02
[caption id="attachment_36175" align="aligncenter" width="261"]Vereadora visita escolas e entrega folheto com prestação de contas - Facebook/Auxiliadora Freitas Vereadora visita escolas e entrega folheto com prestação de contas - Facebook/Auxiliadora Freitas[/caption] A vereadora Auxiliadora Freitas (PHS) resolveu fazer uma peregrinação pelas escolas municipais. Durante as visitas, ela faz uma espécie de prestação de contas do seu mandato e entrega um folheto com as proposições de sua autoria. Porém, nem todo mundo está com paciência para receber a parlamentar. No Facebook, a professora Denise Dias Batista fez um desabafo. Confira: professora
Comentar
Compartilhe
De saída
07/09/2015 | 10h59

laurojardim

O jornalista Lauro Jardim responsável pela coluna Radar on-line, na Veja (aqui), está de malas prontas para o site do Globo. A mudança ocorre após uma bola fora envolvendo o senador Romário (PSB). Jardim também atua como redador-chefe na Veja e bancou a matéria sobre a suposta conta do Baixinho na Suíça. Dias depois Romário esteve na Suíça e provou que a conta não existia.

Em tempos de demissões no Globo, Jardim chega para fortalecer o site do jornal. Além de notas sobre política, o jornalista também divulga notas sobre economia (negócios), esporte, cinema e audiência das novelas e outros programas de TV.

Comentar
Compartilhe
Pudim se filia ao PMDB
30/09/2015 | 04h06
pudim pmdb

Agora é oficial: o deputado estadual Geraldo Pudim trocou o PR pelo PMDB. A filiação, que aconteceu nesta quarta-feira (30), já pode ser conferida no Filiaweb.

Pudim deixou o PR na última quinta-feira (24) e participou da reunião do PMDB que lançou os pré-candidatos do partido no estado.  Durante o evento, ao lado do ex-governador Sérgio Cabral e do governador Luiz Fernando Pezão, Pudim foi apresentado pelo presidente Jorge Picciani como o candidato do partido à Prefeitura de Campos. “Pudim é o nosso candidato em Campos”, afirmou Picciani.

Pudim disse que está “voltando para casa”. “Quero agradecer por voltar. O PMDB tem um projeto para os municípios, para o estado e o país. Estou muito feliz por voltar a minha casa. Muito obrigado presidente Jorge Picciani e a todos os membros do PMDB”, diz Pudim.

Comentar
Compartilhe
Quantos partidos vão caminhar com os rosáceos?
04/09/2015 | 12h19

Em 2012 a prefeita Rosinha Garotinho (PR) se elegeu no primeiro turno com o apoio de 13 partidos (PRB / PP / PTB / PTN / PSC / PR / DEM / PRTB / PHS / PTC / PSB / PSDB / PT do B). Agora, três anos depois, o grupo enfrenta algumas baixas, mas deve montar uma coligação com praticamente o mesmo número de legendas para 2016. Sem o PP, que está na oposição e partidos como PSB, PSC e PRB, que estão no bloco "independente", os rosáceos se reforçaram com legendas menos expressivas, como PRP e PSL e com o Solidariedade. Porém, o grupo já teria o apoio de 10 partidos, podendo chegar a 12 ou até repetir o número de legendas de 2012, com 13 aliados.

Além do PR, o grupo rosáceo conta atualmente com o PSDB, PTC, PTB, PRP, PSL PHS, PTN, SDD e PT do B Outras legendas, como PSB, PSC e PRB estão no bloco “independente”, e o PEN ainda não se posicionou. No PEN, "costuras por cima" devem gerar novidades nos próximos dias. Oposição – Hoje a oposição conta com 13 partidos (PMDB, PT, PDT, PPS, PV, PP, PSD, PSDC, PSOL, PCdoB, PCB, DEM e PSTU). Pros - O Pros, comandado pelo vereador Albertinho, ainda não é dado como certo pelos rosáceos. Eles aguardam articulações.

Disputa por cadeiras na Câmara - Para o ex-presidente do PR em Campos, Wladimir Garotinho, que atua na linha de frente das articulações, o grupo governista tem "fartura de candidaturas" na disputa por cadeiras na Câmara. "São 16 vereadores com mandato e diversas lideranças de várias partes da cidade ao nosso lado. A oposição até vai ter muitos partidos, mas não vejo muitos quadros para preencher as nominatas. É melhor ter fartura, mesmo sem tantos partidos, do que ausência de nomes e muitos partidos", diz Wladimir, que prefere, pelo menos por enquanto, não opinar sobre quantos nomes o "rolo compressor" deve eleger.

Sobre o número de partidos aliados, ele comentou: "Temos 10 certos, mas podemos chegar a 12 partidos aliados. Estamos trabalhando".

Comentar
Compartilhe
Julio Lopes: "Caio ainda vai dar o que falar"
18/09/2015 | 09h32

caio

O deputado federal Julio Lopes (PP) esteve nesta sexta-feira (18) com Caio Vianna, filho do ex-prefeito de Campos, Arnaldo Vianna (PDT), e não poupou elogios no Facebook. "Filho de Arnaldo Vianna, Caio ainda vai dar o que falar. Entre outras coisas irá aos EUA em novembro, convidado pela NYC University, palestrar sobre a democratização da informação. Um sucesso e uma evolução para Campos!", postou Lopes.

Amigo de Julio Lopes, o vereador Thiago Virgílio (PTC), vice-presidente da Câmara de Campos, fez questão de curtir a postagem.

Logo após o encontro, Caio também comentou sobre o encontro. "Me reuni hoje com o Deputado Federal Júlio Lopes, grande liderança do nosso estado, recentemente eleito um dos parlamentares mais influentes do congresso pelo DIAP. Braço direito do Dornelles, é um cara que ainda vai trabalhar muito por Campos", disse Caio.

Plano B? - No momento, Caio trabalha pelo fortalecimento da candidatura de Arnaldo Vianna à Prefeitura. Nos bastidores, ele é apontado como uma espécie de "Plano B". Porém, em entrevista à Folha, ao ser indagado sobre uma possível candidatura de Caio, Arnaldo comentou:  "O momento não é de pensar em plano B e sim de fortalecer a base partidária e de coligações para chegarmos fortes na campanha".

Comentar
Compartilhe
Consulta? Volte em 2016...
28/09/2015 | 01h35

Uma pessoa que esteve no Hospital Geral de Guarus (HGG) em busca de um cardiologista, resolveu marcar uma consulta e imaginou que seria atendida ainda em 2015. Porém, ao receber o comprovante de agendamento, descobriu que vai ter que esperar até o ano que vem. Sua consulta está marcada para o dia 12 de janeiro de 2016. Ou seja, são quase quatro meses de espera. Como diria o Galvão Bueno: "Haja coração, amigo".

consulta

Comentar
Compartilhe
Reforma política: veja a sanção da presidente Dilma
30/09/2015 | 01h15

A presidente Dilma Rousseff sancionou com vetos, a lei 13.165/15, que pretendia regulamentar doações de pessoa jurídica a candidatos e partidos. A iniciativa presidencial tomou como base a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que considerou inconstitucional o financiamento empresarial de campanhas eleitorais. O texto com veto parcial foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União na tarde desta terça.

Entre as mudanças estão o novo prazo para filiação partidária, que terminaria na próxima sexta-feira. Com a mudança, os partidos terão até abril de 2o16 para filiar os candidatos.

Troca de partido - Outro ponto do projeto aprovado no Congresso e mantido pela presidente na sanção da lei foi o que trata da perda do mandato do detentor de cargo eletivo que se desfiliar sem justa causa. Fica permitida somente a mudança de partido que ocorrer dentro dos 30 dias que antecedem o prazo final - de seis meses - estabelecido para a filiação com possibilidade de disputa na eleição, majoritária ou proporcional. O período deve se referir aos meses finais do mandato. Pela lei, será considerada justa causa para a desfiliação de um partido, o que, portanto, não implica perda de mandato, “mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário” e “grave discriminação política pessoal”.

Confira a sanção presidencial: aqui 
Comentar
Compartilhe
Após ações judiciais, leite especial chega ao município
12/09/2015 | 11h51
[caption id="attachment_35951" align="aligncenter" width="390"]Foto: Genilson Pessanha Foto: Genilson Pessanha[/caption]

O vice-prefeito e secretário de Saúde, Chicão Oliveira, informou durante programa de rádio, na manhã deste sábado (12), que um "carregamento de leite especial chegou ao município". Segundo Chicão, a demora ocorreu por conta da chuva.

Ações na Justiça - A chegada do leite especial ocorre após o caso parar na Justiça. Três mães conseguiram, através de ações na Justiça, uma ordem judicial, que obrigou a secretaria municipal de Saúde a fornecer, em até 48h, as latas para cinco crianças que possuem alergia alimentar.

Garotinho: "Deve ter gente que não precisa pegando o leite" - Ao opinar sobre o assunto, o secretário de Governo Anthony Garotinho afirmou que é preciso rever alguns critérios para a concessão do leite. "Pelo número de latas distribuídas, acho que tem gente que não precisa pegando esse leite. Além de pessoas de São João da Barra e São Francisco de Itabapoana", disse o secretário.

Recadastramento - Segundo Chicão, será publicada, na próxima semana, uma portaria informando sobre um recadastramento. "Vamos fazer uma avaliação. Temos que colocar em primeiro lugar os que mais precisam. O gasto mensal, só com o leite especial, fica em torno de R$ 1 milhão", disse Chicão.

Bazar — Mães que estão desde o início de agosto sem conseguir retirar as latas, estão planejando, através de grupos em redes sociais, a realização de um bazar com o intuito de arrecadar dinheiro, para a compra do alimento.

Comentar
Compartilhe
PMDB-RJ vai anunciar 68 nomes que disputarão prefeituras em 2016
23/09/2015 | 07h21

Um grande ato na sede do PMDB-RJ, no Centro do Rio, vai reunir amanhã (24), às 10h, os principais líderes do partido no estado. Na ocasião, serão anunciados os 68 municípios onde o PMDB-RJ disputará prefeituras em 2016 com candidatos próprios: 46 deles já são filiados à legenda e outros 22 estão entrando agora, entre os quais 11 prefeitos em exercício.

Na mesmo encontro, o PMDB anuncia as 13 cidades onde apoiará candidatos de outros partidos nas eleições do ano que vem.

Estarão presentes, além do presidente do PMDB-RJ, deputado Jorge Picciani, o governador Luiz Fernando Pezão, seu antecessor Sérgio Cabral, o prefeito do Rio, Eduardo Paes; o presidente da FUG Nacional, Moreira Franco; entre outras autoridades do partido.

Campos, Macaé, SJB e Italva - Tudo indica que o deputado estadual Geraldo Pudim será anunciado como o pré-candidato do PMDB em Campos. Em Macaé, o PMDB aposta na reeleição do prefeito Dr. Aluízio. Já no município de São João da Barra o candidato do partido será o prefeito Neco. Em Italva, o candidato do PMDB será o prefeito Leozinho, que se filiou recentemente ao partido.

Fonte: PMDB-RJ

Comentar
Compartilhe
Pedrinho Cherene no PMDB
25/09/2015 | 11h33

pedrinho

Eleito em 2012 com o apoio de nomes fortes do PR, como o então presidente do partido em Campos, Wladimir Garotinho, e o deputado federal Paulo Feijó, o prefeito de São Francisco de Itabapoana, Pedrinho Cherene (PSC), está de malas prontas para o PMDB de Pezão, Picciani e Cabral. Matéria publicada no site do PMDB (aqui), coloca o nome de Pedrinho na lista dos novos filiados que vão disputar a reeleição em 2016.

Da região, além de Pedrinho, outros prefeitos vão "pular" no barco do PMDB. São eles: Gege Cantarino, de Cardoso Moreira, que está deixando o PRB, e Amaro Fernandes, de Carapebus, que também deixa o PRB.

Em Italva, o prefeito Leozinho já trocou o DEM pelo PMDB. Já em Macaé o prefeito Dr. Aluízio deixou o PV e se filiou ao PMDB.

O partido também aposta nas candidaturas do deputado Geraldo Pudim em Campos e do prefeito Neco, em São João da Barra.

Comentar
Compartilhe
PT no governo Pezão
05/09/2015 | 02h44
[caption id="attachment_35809" align="aligncenter" width="398"]Presidente estadual do PT, Washington Quaquá, deve voltar a tabelar com Pezão Presidente estadual do PT, Washington Quaquá, que anunciou rompimento com o governo estadual em 2014, deve voltar a tabelar com Pezão e indicar cargos em 2015[/caption]

O PT, que ganhou do ex-governador Anthony Garotinho (PR) o apelido de "partido da boquinha", está bem próximo de voltar para os braços do governo estadual.

Os prováveis novos secretários são os deputados estaduais Zaqueu Teixeira e Zeidan, que representam as duas alas petistas na Assembleia Legislativa. Zaqueu tem boas relações com o PMDB; Zeidan é casada com o presidente regional do partido, Washington Quaquá.

É provável que eles fiquem com as secretarias de Cultura e Assistência Social: como não são ocupadas por políticos, fica mais fácil mudar seus titulares sem gerar problemas.

Fonte: Fernando Molica/O Dia

Carla Machado na Alerj - Com as nomeações de Zaqueu e Zeidan, a ex-prefeita de São João da Barra, Carla Machado, que está na segunda suplência do PT e apoiou Pezão no segundo turno, assumiria uma cadeira na Alerj.

Comentar
Compartilhe
Dilma não vetará ‘janela’ que permite troca de partido
29/09/2015 | 01h26

dilma

Na manhã desta terça-feira (29), enquanto a presidente Dilma Rousseff e o vice-presidente Michel Temer conversavam sobre a possibilidade de um "pacotão" de ministérios para o PMDB, os ministros Ricardo Berzoini (Comunicações) e Eliseu Padilha (Aviação Civil) se reuniram com os líderes da base aliada na Câmara.

Na reunião, os ministros disseram que Dilma vetará o voto impresso e o financiamento empresarial das campanhas eleitorais e não vetará a janela de troca troca partidária. Com isso, as novas legendas e partidos resultantes de fusões perderão essa possibilidade.

Segundo Berzoini disse aos deputados, a presidente assinará nesta terça-feira a sanção do projeto de reforma política. No entanto, ela ainda não definiu se o texto será publicado hoje em edição extra do Diário Oficial da União ou amanhã. A presidente decidiu vetar o voto impresso a pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que argumentou que a medida teria alto impacto financeiro para a Justiça Eleitoral.

Tudo indica que a presidente também deve manter o novo prazo de filiação para quem deseja disputar as eleições. Ao invés de um ano, o prazo passa para seis meses. Ou seja, quem pensa em disputar a eleição de 2016 tem até abril do ano que vem para escolher a legenda.

Fonte: O Globo 

Comentar
Compartilhe
Rosinha passa por Santo Eduardo e recebe pauta de reivindicações
24/09/2015 | 12h01

DSC_0017 copy

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) passou ontem (23) por Santo Eduardo para entregar cartões do Cheque Cidadão e não saiu com as mãos vazias. Ganhou uma pauta de reivindicações da Associação de Moradores. 

Entre as reivindicações estão: 

Reforma de uma ponte que impossibilita a passagem de pessoas e veículos para socorrer pacientes.

Córregos e valões estão cobertos de mato e lixo / Segundo a associação, já teve morador que morreu por conta da Dengue.

Praça em péssimas condições

Falta de banheiro público

Falta de um gerador no hospital de Santo Eduardo

Falta de medicamentos

Falta de material odontológico

Retomada das obras das casas populares

Barrado - Em sua postagem (aqui) sobre a visita da prefeita, o blogueiro L. Werneck fez um desabafo. Ele foi barrado na cerimônia de entrega dos cartões. “Como a prefeitura vem fazer uma reunião restrita aos beneficiários do Cheque Cidadão, num espaço da comunidade de Santo Eduardo, feito por nós moradores e não podemos entrar no recinto? O assunto abordado não é de domínio público, amplamente divulgado pela Assessoria de Imprensa do município em diversos meios de comunicação, inclusive no site da prefeitura? Muito Estranho (...) caso precise usar o mesmo local, não cometa a mesma petulância de hoje, pois se existe um lugar que podemos dizer que é do povo, para o povo, é este prédio”.

Comentar
Compartilhe
Partidos de braços abertos para Chicão
09/09/2015 | 11h13

chicão

O vice-prefeito Chicão Oliveira, atualmente no PP, vai trocar de partido nos próximos dias. Apontado como um dos nomes do governo para disputar a Prefeitura de Campos, tudo indica que ele deve se filiar ao PR até o final deste mês.

Porém, o prefeitável tem propostas de outras legendas da base e até da oposição. O Pros, do deputado federal Hugo Leal, já deixou claro que gostaria de ver Chicão como candidato à Prefeitura (aqui). Na oposição, o PSDC, do deputado João Peixoto, também estaria de portas abertas para o vice-prefeito e secretário de Saúde. Outros partidos da situação e da oposição também estão de portas abertas.

Comentar
Compartilhe
Bruno Dauaire: "Municípios vão decidir sobre armamento de suas guardas"
16/09/2015 | 04h01

bruno

A defesa feita na tribuna da Assembleia Legislativa (Alerj) pelo deputado Bruno Dauaire (PR) sobre a inconstitucionalidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que impedia os municípios de discutirem o armamento de suas guardas municipais, levando a pauta para o âmbito estadual, teve repercussão até fora do Estado do Rio. O Canal Azul Marinho, página no Facebook do portal de notícias da Guarda Municipal no Brasil, destacou a atuação de Bruno: “Ele foi muito parceiro das guardas municipais do Rio de Janeiro, pois demonstrou preocupação com a questão. Ele foi à tribuna e defendeu as guardas, por isso que devemos demonstrar nossa gratidão. Muito obrigado, deputado Bruno”, postou o Canal.

A PEC foi rejeitada na sessão de ontem (15), por não ter alcançado os dois terços necessários para sua aprovação. O instrutor da Guarda Civil Municipal de Santa Bárbara d´Oeste, cidade do interior de São Paulo, Eliel Miranda, conversou por telefone com Bruno Dauaire no dia da votação. Eles se conheceram em Campos em uma audiência pública realizada para discutir a questão do armamento da guarda. Eliel é funcionário de carreira no seu município, onde já foi secretário de Segurança. “Bruno realmente teve muito interesse. Embora jovem, demonstrou bastante lucidez. Procurou ouvir a sociedade e as pessoas que lidam com as guardas antes wede tomar suas decisões e convicções. Discutir segurança pública não é fácil, mas ele teve coragem, atitude nobre e comprometimento”.

Moção de aplausos - Em Campos, Bruno teve moção de aplauso aprovada por unanimidade na Câmara, através de requerimento verbal, por iniciativa dos vereadores Genásio e Gil Viana. “Fico feliz com a repercussão, mas acho que cumpri com o meu papel e de acordo com a minha consciência. Quiseram estadualizar um tema que é de interesse local. Cada município tem que avaliar a conveniência e oportunidade de armar ou não sua guarda municipal. Isso é, inclusive, previsto em lei federal. Os municípios têm que aprofundar o debate e considerar sua própria realidade”, disse Bruno Dauaire, que é vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Alerj.

Quem também concordou com a atuação de Bruno sobre o tema foi o comandante da Guarda Civil Municipal de Campos, Wellington Levino, funcionário de carreira da Guarda. “As guardas municipais são gratas ao posicionamento de deputados como Bruno. A Alerj não pode legislar pelos municípios. A Constituição dá autonomia aos municípios”.

Fonte: Ascom/Bruno 

Comentar
Compartilhe
Soltou a voz
29/09/2015 | 12h34
[caption id="attachment_36233" align="aligncenter" width="476"]Superintendência de Comunicação/Prefeitura Superintendência de Comunicação/Prefeitura[/caption]
A Câmara de Campos realizou ontem (18) uma solenidade para comemorar o Mês do Idoso. O evento contou com a participação da prefeita Rosinha Garotinho (PR), que aproveitou para soltar a voz. Ela cantou "Oração de um jovem". Para ver o vídeo com a performance da prefeita, clique aqui Já que a prefeita apareceu neste dia de festa e até cantou, seria bom que ela participasse de outros eventos na Câmara de Campos, como debates sobre Saúde, Educação e a audiência pública que vai discutir o Orçamento de 2016, no próximo dia 8.
Comentar
Compartilhe
Prefeitura divulga novas regras para liberar leite especial
25/09/2015 | 01h59

leite

Foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira a portaria 031/2015, que "aprova protocolo clínico e socioeconômico para normatização e dispensação das fórmulas especiais".

De acordo com as novas regras, a inclusão e/ou permanência do paciente cadastrado no programa para recebimento da fórmula nutricional especial, deverá atender a renda familiar:

De 01 a 03 salários mínimos: receberá 100% das latas previstas pela nutricionista do programa.

De 04 a 06 salários mínimos: receberá 50%.

Acima de 07 salários - Indeferimento do processo.

 
Comentar
Compartilhe
Cofre aberto: Rosinha paga mais R$ 46,6 mil por locação de veículos
18/09/2015 | 10h56

A empresaJ.E AZEVEDO RANGEL VIAGENS TUR.SERV.LTDA ME recebeu, na última quarta-feira (16), mais R$ 46,6 mil da Prefeitura de Campos pelo aluguel de veículos. A informação está disponível no Portal da Transparência. Porém, não é possível saber quais veículos, nem quantos foram alugados.

Este ano a empresa Lumentech Comércio e Serviços já recebeu cerca de R$ 1,5 milhão da Prefeitura.

Contrato de R$ 8,7 milhões – Em janeiro a coluna “Extra, Extra”, da jornalista Berenice Seara, publicou no dia 20 de janeiro (aqui) uma nota na edição impressa do jornal “Extra”, sobre a prorrogação, por um ano, do contrato de locação de veículos através de um termo aditivo de R$ 8,7 milhões.

 
Comentar
Compartilhe