Nada é tão ruim que não possa piorar
15/07/2015 | 07h15

rosinha e chicão

Se não bastasse todos os problemas financeiros e políticos, o grupo rosáceo agora enfrenta uma pancada jurídica.

Uma decisão do juiz da 99ª Zona Eleitoral (ZE) de Campos, Luiz Alfredo Carvalho Júnior, cassou os mandatos da prefeita Rosinha Garotinho (PP) e do seu vice Chicão Oliveira (PP), tornando-os inelegíveis por 8 anos, a contar de 2012. Contra a decisão, cabe recurso. O juiz entendeu que os Rosinha e Chicão abusaram do poder político e econômico, ao realizarem, às vésperas das eleições de 2012, a contratação de milhares de servidores temporários, através do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). Esta foi a terceira cassação de Rosinha em seis anos e meio na Prefeitura.

A informação sobre a cassação foi publicada em primeira mão pelo blog "Opiniões", do jornalista Aluysio Abreu Barbosa: aqui

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) foi movida pelo PRP e pelo seu ex-candidato a prefeito de Campos, José Geraldo Moreira Chaves, que teve José Paes Neto como seu advogado.

Vice-prefeito de Campos, Chicão Oliveira é apontado como um dos nomes mais fortes do grupo rosáceo para a disputa pela Prefeitura de Campos em 2016. A inelegibilidade do vice pode ser revertida, mas a decisão já movimenta os bastidores e deixa claro que, além do debate político, teremos pela frente muitas discussões jurídicas.

Comentar
Compartilhe
Rosinha paga mais R$ 386 mil por locação de veículos
24/07/2015 | 09h00

A empresa Lumentech Comércio e Serviços recebeu, na última quarta-feira (22), mais R$ 386 mil da Prefeitura de Campos pelo aluguel de veículos. A informação está disponível no Portal da Transparência. Porém, não é possível saber quais veículos, nem quantos foram alugados. Este ano a empresa já recebeu cerca de R$ 1,5 milhão da Prefeitura. No início deste mês, uma outra nota de R$ 386 mil já havia sido paga: aqui 

Contrato de R$ 8,7 milhões – Em janeiro a coluna “Extra, Extra”, da jornalista Berenice Seara, publicou no dia 20 de janeiro (aqui) uma nota na edição impressa do jornal “Extra”, sobre a prorrogação, por um ano, do contrato de locação de veículos através de um termo aditivo de R$ 8,7 milhões. A nota sobre o contrato foi publicado aqui no blog,no dia 13 de janeiro. A coluna do “Extra” bem que tentou, mas não conseguiu descobrir quantos carros estão incluídos no contrato com a empresa Lumentech Comércio e Serviços Ltda.
Comentar
Compartilhe
Clarissa articula com Aécio
31/07/2015 | 09h12
clarissa e aecio

Na próxima semana a deputada federal Clarissa Garotinho (PR) terá uma conversa com o senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB.  A meta é tentar desenrolar sua ida para o ninho tucano. Ela, porém, estaria desanimada com a ideia por conta da resistência do deputado Otavio Leite, presidente do diretório tucano no estado do Rio. Além do PSDB, Clarissa também já sondou o PSB.

Na avaliação de caciques tucanos, que também evitam falar abertamente para não atrapalhar as negociações, a saída de Clarissa do PR seria oportunidade para descolar sua ação política do pai, candidato derrotado ao governo estadual em 2014. As conversas são antigas, travadas pela direção nacional, mas ainda não há nenhuma decisão sobre como e quando Clarissa iria para o PSDB. Apesar de contar com a aprovação dos principais líderes da legenda, não se debateu internamente se ela sairia candidata à prefeitura do Rio pelo partido.

No PR o clima é péssimo - Deputados do PR já deixaram claro que não contam com Clarissa. Inclusive, teria sido dado um prazo para a parlamentar procurar uma nova legenda. Na propaganda do partido na TV, a campeão de votos nem apareceu.

Fonte: Fernando Molica 

 

 
Comentar
Compartilhe
Romário quer Gil Vianna na disputa pela Prefeitura
04/07/2015 | 10h28
  [caption id="attachment_34436" align="aligncenter" width="313"]romário e gil vianna Em 2014, santinhos distribuídos em Campos já mostravam a "dobradinha" entre Romário e Gil Vianna[/caption]

O senador Romário, presidente do PSB no estado do Rio, já deixou claro que o vereador Gil Vianna, atualmente no PR, será o seu candidato na disputa pela Prefeitura de Campos em 2016. Com bandeiras semelhantes, principalmente na luta pelos direitos das pessoas com necessidades especiais, Romário e Gil já conversam sobre a necessidade de uma candidatura alternativa na planície goitacá. Outro articulador da candidatura de Gil em Campos é o Secretário Geral do PSB no estado, Sergio Barcelos.

Mais votos do que Garotinho em Campos - Romário, que se elegeu senador do Rio com folga, obteve 106.953 votos (49,0%) em Campos. Foram 10 mil votos a mais do que Anthony Garotinho fez na sua terra natal para governador (96.584 votos).

Adversários íntimos - Aos poucos fica nítido que os principais adversários do grupo rosáceo em 2016 não serão políticos que fizeram oposição nos últimos anos. No duelo pela Prefeitura, os embates mais duros deverão ser travados contra ex-integrantes do grupo. Além de Gil Vianna, o deputado estadual Geraldo Pudim, com um pé no PMDB, e o vereador Alexandre Tadeu (PRB), também surgem como prefeitáveis. Isso sem falar nos outros vereadores "independentes" e nos aliados de vários bairros e distritos que estão insatisfeitos. É aquela velha história: "Os grandes impérios começam a ser destruídos de dentro para fora".

Comentar
Compartilhe
Chamem o Precisão
06/07/2015 | 10h17

instituto-precisão1

Diante as pesquisas (Pro4 e Pappel) que mostram o desgaste do governo Rosinha, já tem rosáceo se lembrando do bom e velho Instituto Precisão, que tinha um contrato de R$ 3,7 milhões com a Prefeitura (aqui), para prestar serviços de "consultoria/e ou assessoria".

Será que o líder rosáceo não tem uma pesquisa do Precisão para acalmar os ânimos e mostrar que a cidade vive um "mar de rosas" e que todos estão equivocados?

Bola fora - É bom lembrar que, na eleição do ano passado, as "pesquisas internas" de Garotinho mostravam que ele chegaria em primeiro lugar na corrida pelo governo do estado.

Comentar
Compartilhe
Morre Octávio Carneiro, prefeito de Quissamã
28/07/2015 | 08h22
octávio
O prefeito de Quissamã, Octávio Carneiro da Silva (PP), que estava licenciado, faleceu no início da manhã desta terça-feira (28), com falência múltipla de órgãos em decorrência de um câncer, no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus, no Centro da cidade, onde estava internado desde o início da tarde de domingo (26), quando seu estado de saúde se agravou.O prefeito, que completou 80 anos no dia 24 de junho, deixa a esposa, Hermínia Alvarez Parada Carneiro da Silva, com quem permaneceu casado por 52 anos, um irmão e sobrinhos. O velório será na Capela da Fazenda São Manoel (sua residência), a partir das 11h. Às 15h haverá Missa de corpo presente na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Desterro, e em seguida, o sepultamento no Cemitério São João Batista, anexo ao Cemitério Público de Quissamã, nesta terça-feira, dia 28.O prefeito em exercício, Nilton Pinto, o Furinga (PR), decretou luto oficial de três dias. Sobre a perda, ele declarou: “Nossa cidade está de luto pela perda de seu filho mais ilustre. Quissamã está triste, pois Octávio foi o homem responsável pelas maiores conquistas desse município”. Fonte: Assessoria de Comunicação/Prefeitura de Quissamã O blog "Na Curva do Rio", da jornalista Suzy Monteiro, publicou nota sobre o falecimento do prefeito: aqui
Comentar
Compartilhe
No escuro
29/07/2015 | 10h46

O blog abre espaço para o desabafo do leitor Flávio, que se espantou com a demora e burocracia para a substituição de lâmpadas queimadas. Confira:

"Bom dia Bastos,

Gostaria que, se possível, o senhor postasse em seu blog minha indignação com a PREFEITURA DE CAMPOS.

Pois bem, há aproximadamente 20 dias entrei em contato com a Campos Luz (ou Brilha Campos, seja lá qual nome tenha este setor) pelo telefone 0800 020 7661 e solicitei a funcionária Bianca que fossem trocadas algumas lâmpadas queimadas em minha rua. Sendo certo ainda que, neste mesmo dia mantive contato telefônico com a senhora Norma pelo telefone 2724-2990, no sentido de reiterar meu pedido.

Acontece que, ontem 28/07/15, tornei a ligar para os números supracitados, e, para meu espanto a funcionária Bianca do 0800 020 7661, além de grosseira e mal educada (que é padrão nesta administração) me informou que a simples substituição de uma lâmpada tem levado em média 60 dias. Você sabia disto?!?!?? 60 dias em média!!!

O fato é que pago minhas obrigações em dia, inclusive a Contribuição de Iluminação Pública que é destinada aos cofres da Viúva.

Agradeço por seu apoio!

PS. A rua em questão fica no Parque Leopoldina, Rua Doutor Lacerda Filho".

 
Comentar
Compartilhe
Ex-funcionária do CCZ desabafa: “epidemia é retrato de descaso”
24/07/2015 | 09h46

megafone_protesto_manifestacao

Em contato com o blog, a ex-funcionária do CCZ, Andrea Carla de Souza, fez um desabafo sobre a situação dos agentes que foram demitidos e comentou sobre o grande número de casos de Dengue em 2015.

“Bom dia não acha que já está na hora de vocês ajudarem os ex-funcionários CCZ que faziam um trabalho correto e nunca deixamos falhas? Os novatos inexperientes, depois que passaram no processo seletivo fajuto, levaram seis meses parados dentro dos seus postos de trabalho. Olha aí o resultado: ano passado foi registrado 54 casos e esse ano subiu para 1.450. Um absurdo, não acha? Levamos 14 anos no CCZ e nunca teve epidemia. Essa epidemia é um retrato do descaso com as pessoas que lutavam contra o mosquito nas ruas.

Isto é um absurdo! Essas pessoas novas que colocaram para combater o veto e passar instruções aos moradores, não sabem de nada e não estão fazendo o serviço adequado.

Espero Alexandre, com todo respeito tenho a Você como jornalista, que o meu desabafo não seja esquecido como o caso da minha amiga Mariana, de 64 anos, que se matou por conta de tudo isso que está acontecendo.

Já colocamos na Justiça, mas nada ainda foi feito. Fomos dispensados sem direito a nada. Nem prova de título teve no processo seletivo fajuto, porque tínhamos direito por lei. Foram 14 anos e não 14 dias. Você acredita que nem a nossa raz para receber o pasep mandaram pro banco referente ao ano de 2014? Fomos a prefeitura fizemos um requerimento para folha de pagamento mandar para o banco.

Quero que todos saibam que trabalhávamos porque a gente gostava do que fazia e não tinha moleza não. Vamos abrir o olho da população de Campos. O trabalho que fazem é de fachada, pode acreditar”.

Ass: Andrea Carla de Souza

Prefeitura  fala em "força tarefa" - De acordo com a Prefeitura, cerca de 400 agentes de combate a endemias doCCZ continuam intensificando as visitas domiciliares em todo município. Além disso, 10 novos carros fumacê foram adquiridos e a Prefeitura implantou o Prontuário Eletrônico, com sistema de georreferenciamento, com rápida identificação dos focos e bloqueio epidemiológico. A Secretaria também implantou a comissão permanente de avaliação, monitoramento e condução dos casos suspeitos de dengue grave ou potencialmente graves, internados nas unidades de saúde de urgência e emergência. O objetivo é avaliar e apoiar tecnicamente as unidades na condução desses casos, fortalecendo o seguimento dos protocolos clínicos de tratamento deles.

Comentar
Compartilhe
Rosinha exonera Pampa
09/07/2015 | 09h42

Pampa-4

Após perder a queda de braço com o vereador Neném (PTB), que indicou o novo comando da Fundação Municipal de Esportes (FME), o ex-presidente, Pampa, foi nomeado como Diretor Especial de Apoio a Educação Física nas Escolas (DAS 3). Porém, menos de um mês após a nomeação, o ex-jogador de vôlei foi exonerado pela prefeita Rosinha Garotinho (PR). Resta saber se ele assume uma nova missão ou vai ficar fora do governo.

Na mira - Mesmo após vencer a queda de braço, o vereador Neném não aliviou. No dia da posse do novo presidente da FME, Neném criticou a gestão anterior e disse que o esporte na cidade está "sucateado" (aqui). Antes, Neném chegou a chamar Pampa de "picareta" e apontou irregularidades em um convênio com uma ONG. Na época, Pampa prometeu processar o vereador.

Comentar
Compartilhe
Dengue: Centro de Referência lotado
28/07/2015 | 03h05

centro dengue 1

centro dengue 2

O movimento no Centro de Referência da Dengue foi intenso na manhã desta terça-feira (28). Imagens recebidas pelo blog mostram que o município de Campos está bem próximo de uma epidemia. Com 1.450 confirmações da doença — até a última sexta-feira (17), incluindo pacientes de outras cidades ou campistas que contraíram em outros municípios — a secretaria municipal de Saúde, através da direção de Vigilância em Saúde, “monitora situação atípica de casos de dengue neste mês de julho e não descarta confirmar nos próximos dias a ocorrência de uma alta transmissão para este ano”.

Comparando os atuais números com todo ano passado, Campos já tem cerca de 1.400 casos a mais da doença.

Mutirão - A secretaria de Saúde deu início a mais um mutirão de prevenção e combate à dengue ontem (27), em diversos bairros de Guarus. Além dos três bairros previstos - Jardim Carioca, Parque Vicente Dias e Parque Prazeres - os agentes de endemias avançaram para mais três bairros: Parques Niterói, Rio Branco e Santo Antônio. "De segunda-feira (27) a quarta-feira (29), a ação conjunta acontecerá nestes seis bairros. De 3 a 5 de agosto, no Centro; e de 10 a 12 de agosto, na Tapera. Às quintas e sextas-feiras, os agentes do CCZ darão prosseguimento ao trabalho de rotina em todo município", disse Doutor Chicão, secretário de Saúde.

Comentar
Compartilhe
Após perder seis partidos, Garotinho tira nanico da oposição
13/07/2015 | 10h52

IMG-20150713-WA0028

Como o blog informou recentemente (aqui), só nos seis primeiros meses deste ano, após Anthony Garotinho (PR) assumir a secretaria de Governo, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) perdeu o apoio de seis partidos: PP, PSB, PRB, Pros, DEM e PSC. As seis legendas já não rezam a cartilha rosácea e se movimentam de olho na eleição de 2016.

Porém, para mostrar que ainda está "Vivinho da Silva", Garotinho articulou nos bastidores e tirou o nanico PRP da oposição. Quem responde pelo PRP em Campos é Fabrício Lírio, oposicionista que se colocava como pré-candidato à Prefeitura. Em 2012 o PRP contou com o empresário José Geraldo na disputa pela Prefeitura.

Hoje (13), conforme o blog do Ralfe Reis informou, o secretário geral do PRP, Rodrigo Amorim, fez uma visita ao ex-governador Garotinho para estreitar os laços com o governo.

Aliados do ex-governador garantem que o nanico PRP é apenas o primeiro. "Já mataram Garotinho várias vezes. Mas ele sempre mostrou que estava mais vivo do que nunca. Agora não será diferente", garante um rosáceo.

Enquanto isso, no Rio - Se em Campos Garotinho articulava com o pequeno PRP, no Rio o vereador Rafael Diniz (PPS) articulou com o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). Como o blog já havia adiantado (aqui), Pezão garante que a oposição terá uma candidatura forte em 2016. Além de Diniz, Pezão também tem citado os nomes de Arnaldo Vianna, João Peixoto, Nildo Cardoso e Marcão. Leia sobre a articulação de Rafael Diniz com Pezão no blog "Opiniões", do jornalista Aluysio Abreu Barbosa: aqui 

Comentar
Compartilhe
Pesquisa: 62% dos eleitores desaprovam governo Pezão
17/07/2015 | 07h10

pezão

Levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas, divulgado em primeira mão pelo Congresso em Foco, aponta que 62,6% dos eleitores do Rio de Janeiro desaprovam a gestão do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB).  Pelos dados do instituto, apenas 33,3% aprovam o segundo mandato de Pezão. Outros 4,1% dos pesquisados não opinaram ou não souberam responder à pesquisa.

Ainda pelas informações do Paraná Pesquisas, 46,6% dos cariocas acreditam que a atual administração é pior do que eles imaginavam. Outros 42,6% opinaram que o segundo mandato do peemedebista está dentro do esperado e somente 8,8% acham que houve melhorias nos últimos seis meses.

O Instituto Paraná Pesquisas também revela que 59,8% dos eleitores cariocas que votaram em Pezão ratificariam o voto se as eleições fossem hoje e 32,4% deles trocariam de candidato. Do outro lado, 88,1% dos eleitores que não votaram em Pezão manteriam sua escolha em outro candidato e somente 9,3% daqueles que não escolheram Pezão, optariam pelo pemedebista atualmente. Partidos  - A pesquisa também fez uma avaliação dos partidos políticos no Rio de Janeiro. Pelos dados do Instituto Paraná Pesquisas, 41,6% dos eleitores não têm preferências partidárias. E entre aqueles que optam por algum partido, o PT, mesmo diante da crise política, ainda é a sigla com o maior número de simpatizantes. Ao todo, 11,6% dos pesquisados no Rio de Janeiro simpatizam com o PT; o PMDB tem 9,6% de preferência do eleitorado e o PSDB, também tem índice de 9,6% de adesão no Rio. Do outro lado, o PT também é o partido com o maior percentual de rejeição: 48%. O PSDB tem índice de rejeição de 8,3% e o PMDB, de 6,9%. O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 908 pessoas entre 08 e 12 de julho. A pesquisa tem grau de confiança de 95% e margem de erro de 3,5% para mais ou para menos.

Comentar
Compartilhe
Henriques só observa
08/07/2015 | 02h09
henriques

O ex-deputado estadual Roberto Henriques (PSD) continua recolhido. Mesmo após reviravoltas no tabuleiro político, ele ainda não quer entrar no debate. Indagado sobre as últimas movimentações, ele se limitou a dizer: “Em festa de jacu, inhambu não entra”.

No final do ano passado, cogitou-se nos bastidores a possibilidade do ex-deputado voltar ao grupo de Garotinho. Porém, ele negou qualquer tipo de conversa.

Comentar
Compartilhe
Dança das cadeiras
13/07/2015 | 10h13

A advogada Paula Azeredo de Souza não é mais a superintendente de Justiça e Assistência Judiciária. A exoneração foi publicada na edição desta segunda-feira (13) do Diário Oficial. Quem assume a pasta é Carlos Frederico da Silva Paes.

Porém, Paula, que é noiva do ex-presidente da Fundação Municipal de Esportes, Pampa, não vai deixar o governo Rosinha. Ela foi a escolhida para assumir a superintendência de Captação de Recursos, vinculada ao Gabinete da Prefeita. "Com muito entusiasmo assumo o novo desafio! Obrigada, Prefeita Rosangela Assed Oliveira, por acreditar no meu trabalho!", postou Paula no Facebook.

Comentar
Compartilhe
"Não sou nenhuma besta-fera", diz juiz Sérgio Moro
04/07/2015 | 10h48

moro1

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo julgamento das ações da operação Lava-Jato, criticou nesta sexta-feira, em palestra durante o 10º Congresso Internacional da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em São Paulo, a “demonização” de sua imagem. "Não sou nenhuma besta-fera", disse Moro, quando questionado sobre a pressão de setores insatisfeitos pela maneira com que conduz o julgamento das ações.

No início da semana, a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Edinho Silva, criticaram o “vazamento seletivo” do conteúdo da delação premiada do empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC.

O juiz fez ainda críticas ao foro privilegiado. Para Moro, o foro a políticos com mandato fere o princípio da igualdade. Ele criticou o uso da prerrogativa como instrumento para causar morosidade aos processos penais.  "Vejo este instituto não muito com viés positivo porque é contrário ao princípio da igualdade. Pensando o foro privilegiado como um forma de maior controle (da administração pública) é positivo. Mas pensando em outra forma, como um mecanismo de proteção (de figuras públicas), eu tenho dúvida da sua validade. Como eu gostava muito de revista em quadrinho, lembro daquelas fases do Homem-Aranha onde dizia "quanto maior o poder, maior a responsabilidade". Acho que o sistema tem que ser construído em cima disso", declarou o juiz.

Moro defendeu ainda a publicação das informações investigadas na Operação Lava-Jato como instrumento de “democratização do poder”. Para Moro, esta ampla divulgação é um dever constitucional, ainda mais em casos envolvendo a administração pública. "Defendemos que os processos devam ser públicos, principalmente quando envolve a administração pública, até porque permite um escrutínio da imprensa", afirmou o magistrado, completando: — Quanto maiores poderes, maiores responsabilidades. Os governantes têm mais poder e com isso mais responsabilidades.

O juiz se negou a responder sobre questões relativas ao julgamento da Lava-Jato. Questionado se aceitaria falar do julgamento após a conclusão, ele se mostrou aberto, mas disse que não era o momento para se pensar nisso. "A única certeza é que quero tirar umas longas férias depois disso tudo", completou.

Fonte: O Globo 
Comentar
Compartilhe
José Geraldo: "Quero que sangrem até a última gota real"
16/07/2015 | 11h16

josé geraldo

O empresário José Geraldo, autor da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) que cassou a prefeita Rosinha Garotinho (PR) e o vice-prefeito Chicão Oliveira (PP), comentou hoje (16), em seu blog, hospedado na Folha, sobre a decisão do juiz da 99ª Zona Eleitoral (ZE) de Campos, Luiz Alfredo Carvalho Júnior.

Chamado de "Bozo" pelos rosáceos durante a campanha de 2012, quando ficou em quarto lugar na disputa pela Prefeitura, José Geraldo não quis saber de brincadeira e disparou forte em seu blog (aqui). "A sentença que cassou a prefeita e seu séquito mostrou que eu estava certo desde lá. Ainda que, como disse o juiz, ela não produza seus efeitos imediatos, bastou o fato da cassação para lavar não só a minha alma, mas também e principalmente, as almas de milhares de cidadãos de bem dessa cidade, que hoje vêm-se representados por mim. Moralmente derrotamos a máquina", disse José Geraldo, ressaltando que não deseja ver a prefeita afastada do cargo."Nem quero mais que a prefeita Rosinha saia do Poder agora. Quero que sangrem até a última gota real que desperdiçaram com seus interesses inconfessáveis, e que o povo lhes dê as respostas em 2016", completou.

A informação sobre a cassação foi publicada em primeira mão pelo blog “Opiniões”, do jornalista Aluysio Abreu Barbosa: aqui

 
Comentar
Compartilhe
Picolé de Chuchu
26/07/2015 | 10h58

chuchu

Na noite de ontem (25), quando um grupo conversava em um restaurante da cidade sobre as opções do grupo rosáceo para a disputa pela Prefeitura de Campos, um senhor comentou: "Eles perderam um doce que não empolgava, mas em compensação ficaram com um monte de opções sem sal. Basta analisar os pré-candidatos para notar que só tem picolé de chuchu. Em 2016 vamos ter que aturar debates bem insossos, ainda bem que a campanha será mais curta".

Comentar
Compartilhe
Na dieta de Pezão não vai entrar Pudim nem Papinha?
10/07/2015 | 01h12

pezão almoço

Durante a campanha do ano passado, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) colocou pudim entre seus doces prediletos (aqui) em uma brincadeira no Facebook. Porém, tudo indica que ele não vai ficar só com a sobremesa escolhida pelo presidente estadual do PMDB, Jorge Picciani, nem com o deputado Papinha (PP), servido pelo vice-governador Francisco Dornelles (PMDB)

Como o blog adiantou (aqui), Pezão já garantiu que irá apoiar políticos da oposição que caminharam com ele em Campos. Hoje, a coluna "Informe do Dia" publicou nota destacando que Pezão não está entusiasmado com as pré-candidaturas dos deputados Geraldo Pudim (que trocará o PR pelo PMDB) e Papinha (PP). Porém, é importante destacar que Papinha caminhou com o governador em 2014.

Pezão quer reunir Rafael, Arnaldo e Peixoto - O governador quer uma articulação que reúna políticos que atuaram na linha de frente de sua campanha: o vereador Rafael Diniz (PPS), o ex-prefeito Arnaldo Viana (PDT) e o deputado João Peixoto (PSDC). Já uma parte do PR aposta no deputado Bruno Dauaire, e já até encomendou pesquisas para checar a aceitação do seu nome.

Só para acalmar? - Nos bastidores, há quem diga que Pezão deseja apenas acalmar os oposicionistas. Aliados de Picciani garantem que o governo do estado vai entrar muito firme na campanha de Pudim. Eles também avisaram que o problema da oposição em Campos é a falta de um consenso sobre os nomes mais viáveis eleitoralmente. Porém, não descartam a possibilidade de uma chapa para "dividir no primeiro turno e unir no segundo".

Comentar
Compartilhe
Apagão pode ser pior
16/07/2015 | 03h58

A primeira cidade da América Latina a contar com iluminação pública poderá conviver com a escuridão nos próximos dias. A empresa Inovaluz, responsável pela iluminação pública da planície, estaria sem receber da Prefeitura há seis meses e cogita interromper seu trabalho. Ao todo, a dívida gira em torno de R$ 6 milhões. Com a Ampla, o débito seria ainda mais alto.

Como o blog já informou, a luz no fim do túnel é a venda dos royalties.

Comentar
Compartilhe
Garotinho sobre Pudim: "O pior foi, depois de 30 anos, saber de tudo pela imprensa"
08/07/2015 | 11h01
Garotinho-41

A coluna "Informe do Dia", do jornalista Fernando Molica, publicou uma notinha com uma frase, bem curta, do secretário de Governo, Anthony Garotinho (PR), sobre a decisão do deputado estadual Geraldo Pudim, que vai trocar o PR pelo PMDB.

  [caption id="attachment_34500" align="aligncenter" width="400"]Reprodução/Informe do Dia Reprodução/Informe do Dia[/caption] O blog do Ralfe Reis replicou a nota
Comentar
Compartilhe
Guerra virtual em SJB
31/07/2015 | 03h31

postagem

O secretário de comunicação da Prefeitura de São João da Barra, Max Weber, usou o Facebook na manhã desta sexta-feira (31) (aqui) para apontar um esquema com o objetivo de conquistar curtidas em uma postagem que ataca o prefeito Neco (PMDB). Segundo Max, o administrador da página estaria utilizando um mecanismo de geração de troca de curtidas. Sendo assim, muitas pessoas que nunca ouviram falar em São João da Barra curtem a postagem para receber curtidas de volta. A meta é usar a postagem para desgastar o prefeito, mesmo que a grande maioria dos internautas não sejam sanjoanenses.

O secretário de Fazenda, Edson Cláudio, também comentou sobre a manobra virtual. "Vejo isso, amigo Max Weber, como uma campanha fora de época. Onde alguns que sempre tiveram interesses precípuos pelo Poder, ficam tentando incitar a população de forma suja e maquiavélica para atingir o Prefeito Neco Sjb. Sabemos que quem faz isso, não possui nenhuma capacidade para pensar, e ainda mais para ter amigos de verdade, por isso a necessidade de patrocinar as suas próprias falas. Ridículo e sem noção!", postou.

No mesmo embalo, a secretária de Saúde, Denise Esteves, criticou a guerra virtual. "Mais uma vez mostra o tamanho do desespero. Querem enganar no grito confundindo a opinião pública. Quanto mais mostramos trabalho em prol do povo, mais se desesperam", opinou.

Além disso, assim como ocorre em Campos, um exército de perfis falsos também está pronto para entrar em ação na disputada eleição de SJB.

Comentar
Compartilhe
Câmara restringe tempo de TV de coligações e encerra reforma política
15/07/2015 | 12h54

camara

Em um esforço para concluir a votação da reforma política antes do recesso parlamentar de meio do ano, a Câmara dos Deputados aprovou ontem (14) restrições às coligações partidárias que limitam o tempo da propaganda eleitoral ao obtido com as seis maiores legendas que façam parte da aliança. Um dos objetivos é inibir a conhecida estratégia, adotada por alguns partidos, de negociar tempo de televisão no horário eleitoral em troca de cargos privilegiados no governo. Os congressistas também aliviaram as sanções para partidos que tiverem problemas nas prestações de contas. O texto, agora, segue para análise do Senado.

Ao longo de mais de sete horas, os deputados se debruçaram sobre alterações no projeto de lei da minirreforma eleitoral, cujo texto principal já teve aval da Câmara. Sob protesto dos partidos nanicos, a emenda aprovada nesta terça determina que nas eleições majoritárias (presidente, senador, governador e prefeito) valerá na distribuição do horário eleitoral apenas o tempo relativo aos seis maiores partidos da coligação, levando-se em conta suas bancadas na Câmara dos Deputados. A regra tornaria desnecessária a aliança com partidos com baixa representatividade na Casa para aumentar a exposição na propaganda gratuita.

"Há uma virtude de evitar aquelas coligações onde muito além do programa ou da proposta comum, o que conta é o segundinho de televisão, a barganha cronológica. Entendemos que embora o escopo seja restringir o direito de existir e de crescer dos pequenos partidos, a medida parece correta", disse o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ). Nas eleições proporcionais (deputado e vereador), continuam a entrar na conta todos os partidos coligados.

Leia mais no site da "Veja": aqui 

Comentar
Compartilhe
Ampla vai cortar a luz de quatro unidades da Prefeitura
16/07/2015 | 12h49

blackout

Na última terça-feira (14) o vereador José Carlos (PSDC) entrou em contato com o blog e informou que a unidade do programa "Pró-Fraldas", da Prefeitura de Campos, teve a luz cortada (aqui) por falta de pagamento. Na ocasião, o blog lembrou que, para evitar um "apagão" maior, a Prefeitura negociava com a Ampla e contava com a liberação da venda dos royalties.

Porém, a Ampla cansou de esperar. Hoje (16), o blog "Ponto de Vista", do Christiano Abreu Barbosa informa (aqui), que a concessionária cortará a luz, por falta de pagamento, em quatro unidades da Prefeitura: prédio da Secretaria de Educação, Casa da Cultura de Goytacazes, Unidade de apoio da Secretaria de Obras e unidade de apoio do IMTT – Instituto Municipal de Trânsito e Transportes.

Coleta de Lixo - É bom lembrar que a Vital Engenharia, responsável pela coleta de lixo, também luta para receber e convive nos últimos meses com atrasos. A dívida também é bem grande.

Quem diria... Uma cidade bilionária, com o maior palco da América Latina, que esbanjou com shows nacionais, festas e terceirizações, agora corre o risco de ficar suja e no escuro.

Comentar
Compartilhe
O jogo está só começando
20/07/2015 | 03h58

xadrez

Em seu blog, o jornalista Fernando Leite informa que a tropa jurídica da prefeita Rosinha Garotinho (PR) já trabalha para reformar a sentença de primeira instância que cassou os mandatos da prefeita e do  seu vice, além de secretários e colaboradores do governo. Agora, a batalha será travada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Caso o TRE entenda que a decisão da primeira instância foi correta, Rosinha e Chicão podem ser afastados do cargo, cabendo ao presidente da Câmara, vereador Edson Batista (PTB), assumir o governo até que seja marcada nova eleição, que pode até ser indireta, ou uma liminar que retorne a prefeita ao cargo.

Com Edson na Prefeitura, a presidência da Câmara ficaria com o vereador Thiago Virgílio (PTC) e o suplente Luiz Azeredo (PTB), ligado ao deputado Geraldo Pudim, assumiria uma cadeira na Câmara. Desta forma, o Legislativo teria 12 nomes contra o governo e 13 na bancada governista, deixando o jogo apertadíssimo.

Nesta segunda-feira (20), Edson Batista participou de reuniões com vários nomes fortes do governo na área jurídica. Porém, oficialmente, ninguém comenta sobre a possibilidade de reviravolta no tabuleiro político. Mas é bom lembrar que, em 2010, os rosáceos alegavam que era "só uma entrevista de rádio", e a prefeita ficou seis meses afastada do cargo.

Caso semelhante - Em 2013, o TRE cassou o mandato da prefeita de Conceição de Macabu, Lídia Mercedes do PT, conhecida como Tedi. A cassação foi por abuso do poder político e econômico na última eleição, por contratação irregular. Após a cassação, a prefeita afirmou que as contratações foram feitas dentro do prazo legal. Porém, o tribunal entendeu que a atitude desequilibrou a eleição. O segundo colocado, Claudio Linhares, assumiu a Prefeitura e está no cargo até hoje.

Por aqui, os defensores da prefeita argumentam que a vitória da prefeita foi no primeiro turno, com uma ampla diferença, e que as contratações não causaram impacto eleitoral. Porém, ninguém garante que os desembargadores do TRE vão pensar da mesma forma.

Comentar
Compartilhe
Na propaganda do PT, Dilma vai esbanjar otimismo
25/07/2015 | 03h28
[caption id="attachment_34867" align="aligncenter" width="484"]A presidente Dilma Rousseff anda de bicicleta nos arredores do Palácio da Alvorada acompanhada por seguranças - Givaldo Barbosa / Agência O Globo A presidente Dilma Rousseff anda de bicicleta nos arredores do Palácio da Alvorada acompanhada por seguranças - Givaldo Barbosa / Agência O Globo[/caption]

Enfrentando uma crise econômica, a presidente Dilma Rousseff gravou, neste sábado, uma mensagem otimista em relação à situação do país para o programa nacional de televisão do PT, que será exibido no dia 6 de agosto. Em seu depoimento, Dilma afirma, segundo petistas, que o Brasil vai superar as dificuldades momentâneas e voltará a crescer.

A presidente foi alvo de um panelaço em março, ao usar o pronunciamento pelo Dia Internacional da Mulher para pedir “paciência e compreensão” da população. Depois dessa reação, ela desistiu de discursar na televisão no Dia do Trabalho.

A propaganda do PT será veiculada dez dias antes das manifestações de rua contra o governo, marcadas para 16 de agosto.

Fonte: O Globo 
Comentar
Compartilhe
Câmara: oposição e "independentes" desafiam o "rolo compressor"
08/07/2015 | 10h34

A Câmara de Campos voltou  contar com uma sessão longa a polêmica. Dessa vez, com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) na pauta, o "rolo compressor" governista, que agora conta com 14 vereadores, enfrentou os "independentes e a oposição" (11 vereadores, todos vestidos com a camisa contra a venda do futuro). Entre as matérias mais polêmicas estava uma emenda, apoiada por oposicionistas e "independentes", que pretendia evitar cortes nos tradicionais programas de transferência de renda.

Cheque Cidadão - A ideia dos oposicionistas e "independentes" era manter 25 mil famílias cadastradas no Cheque Cidadão. Atualmente, após um grande corte, o programa atende 10 mil famílias e a meta, de acordo com a LDO, é chegar a 15 mil. "O município de Santo André, com 700 mil habitantes, consegue manter um programa para 28 mil famílias, com um Orçamento de R$ 1,3 bilhão. Aqui, com 1,6 bilhão, não dá? Então tem que ir até Santo André para ver a mágica que eles fazem", disse o vereador José Carlos (PSDC). Na defesa do governo, o vereador Neném (PTB) disse que tem muita gente com "cara de pau". "Votam contra a antecipação dos royalties e agora aparacem aqui querendo aumentar os programas sociais. É jogo para a galera", disparou. A emenda foi negada com os votos da bancada governista.

Para o vereador Genásio (PSC), da bancada "independente", o dinheiro que falta para os programas sociais, sobre para "outros contratos". "Enquanto tem gente que passa fome, muito dinheiro é aplicado em passagens aéreas para uma turma resolver assuntos particulares em Brasília. A população tem que ficar de olho nisso. Falam em cara de pau, mas volto a dizer que votei contra a antecipação dos royalties porque sabia que não ia atender o povo mais pobre", afirmou.

Líder do governo, o vereador Mauro Silva (PT do B) comentou sobre as críticas dos independentes. "É bom lembrar que a renda per capita de Santo André é o dobro da de Campos, e fica no ABC paulista, em um território bem menor. Sobre as passagens aéreas, gostaria de saber se o vereador vai de ônibus ou de carro até Brasília. As viagens são para tratar de assuntos importantes e de trabalho. Não é como no governo passado que tinha até viagem internacional", disse Mauro.

Renda Mínima/Defeso Água Doce - Pela emenda defendida pelos "independentes" e oposicionistas, a meta era atender 500 pessoas. O governo definiu como meta 400 pessoas.

Renda Mínima/Defeso Água Salgada - Pela emenda defendida pelos "independentes" e oposicionistas, a meta era atender 800 pessoas. O governo definiu como meta 700 pessoas.

Política Habitacional:  Pela emenda defendida pelos "independentes" e oposicionistas, a meta era atender 1.500 pessoas no programa "SOS Habitação". O governo definiu como meta 500 pessoas.

Para o vereador Albertinho  (Pros), que faz parte da bancada "independente", os governistas terão que mudar o discurso. "Disseram que os independentes eram contra o Cheque Cidadão, e outros programas sociais. Agora estamos aqui lutando pelas famílias carentes e o governo vota contra. As máscaras estão caindo", disse Albertinho.

 Atualização às 23h10- Inclusão da resposta do vereador Mauro Silva.

Comentar
Compartilhe
Rosinha vai contratar "serviços terceirizados"
16/07/2015 | 12h50

Mesmo em tempos de crise, o governo Rosinha não vai abrir mão das terceirizações.

Foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (16) um Aviso de Licitação (Pregão Presencial Nº 021/2015) com o objetivo de contratar "empresa para a prestação de serviços terceirizados, de natureza contínua, com dedicação exclusiva de mão de obra, para Apoio Operacional da Administração Direta e Indireta do Município, conforme relação de serviços descritos nos Anexos I e VII do Edital".

terceirizações

Comentar
Compartilhe
Conta hackeada
17/07/2015 | 01h04
A burglar opening a safe that is a computer screen

O presidente do PV em Campos, Gustavo Matheus, entrou em contato com o blog para informar que a sua conta no Facebook foi hackeada. Logo após tentar fazer uma postagem, ele notou que o seu perfil havia sido acessado indevidamente. Por conta disso, desativou temporariamente a sua conta.

Guerra virtual - Tudo indica que na próxima campanha eleitoral a guerra no mundo virtual será ainda mais acirrada. Atualmente, de olho em brechas na Lei e apostando no anonimato, diversos grupos preparam "Exércitos" com perfis falsos para serem usados durante a campanha eleitoral. A meta é curtir os aliados e atacar, de forma covarde, os adversários.

Comentar
Compartilhe
Campos já tem 25 prefeitáveis
08/07/2015 | 02h12

Mesmo com o futuro vendido e a possibilidade do novo gestor encontrar um “abacaxi”, não falta político de olho na cadeira da prefeita Rosinha Garotinho (PR). Confira uma lista com os prefeitáveis, separados por grupos:

Grupo de Garotinho: Chicão (PP), Mauro Silva (PT do B), Edson Batista (PTB), Fábio Ribeiro (PR), Auxiliadora Freitas (PHS), Bruno Dauaire (PR), Paulo Feijó (PR), Abdu Neme (PR), Geraldo Venâncio (PR), e Suledil Bernardino (PR).

Ex-aliados de Garotinho: Geraldo Pudim, pelo PMDB, Gil Vianna, pelo PSB e Alexandre Tadeu (PRB).

Oposição: Arnaldo Vianna (PDT), João Peixoto (PSDC), Papinha (PP), Rafael Diniz (PPS), Marcão (PT), Nildo Cardoso (PMDB), Fabrício Lírio (PRP), Paulo César Martins (DEM), Roberto Henriques (PSD), Erik Schunk (PSOL), José Geraldo e Odete Rocha (PCdoB).

Comentar
Compartilhe
56ª Expoagro
08/07/2015 | 01h05

Tudo indica que muitos os campistas vão tirar suas botas e casacos dos armários para conferir de perto a 56ª Exposição Agropecuária do Norte Fluminense, que começa amanhã e se encerra no próximo domingo (12), no Parque de Exposições da Fundação Rural de Campos. O evento, que parecia ter perdido o fôlego nos últimos anos, conseguiu em 2015 um feito inédito, que foi a venda de muitos ingressos e pacotes antecipados. Além disso, os empresários também apostaram na tradicional festa, já que todos os estandes foram comercializados.

Em volume de negócios, a ideia é movimentar R$ 5 milhões em transações, somente nos negócios realizados diretamente na Exposição. Os shows nacionais ficam por conta de Imagina Samba e Turma do Pagode (sexta), Titãs (sábado), e Marcos & Belutti (domingo).

Valores dos Ingressos:

Sexta-feira: Gratuito até 18h // R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira) depois das 18h Sábado: R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira) até 15h // R$ 20 (meia) e R$ 40 inteira depois das 18h Domingo: R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira) até 12h // R$ 20 (meia) e R$ 40 inteira depois das 18h *** Crianças de até 6 anos não pagam entrada.

expo expo

Mais informações na página da Fundação Rural de Campos, no Facebook: aqui 

Comentar
Compartilhe
Pelo WhatsApp, Pezão, Paes e Cabral se solidarizam com Eduardo Cunha
22/07/2015 | 10h51

cunha

Os principais caciques do PMDB do Rio enviaram mensagens através do WhatsApp ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), nesta quarta-feira (22), prestando solidariedade pelas denúncias de que teria recebido US$ 5 milhões em propina, segundo delação premiada feita pelo empresário Júlio Camargo.

Nas mensagens, que foram enviadas pelo governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PDMB), e pelo prefeito Eduardo Paes (PMDB), os peemedebistas atribuem a “fofocas” informações de que estariam criticando internamente o rompimento de Cunha com a presidente Dilma Rousseff. Os torpedos foram encaminhados pelo presidente da Câmara a todos os deputados do PMDB, num grupo privado do WhatsApp e que o GLOBO teve acesso. “Amigo Eduardo, lute pela sua honra como estou lutando pela minha e sei o que você está passando. Em nenhum momento questiono sua atuação na Câmara, não estou aí para conhecer a temperatura da casa, só defendo a ajuda ao País por atravessarmos esse momento difícil que eu sei que você também está preocupado. Não participei em nenhum momento de reunião de líderes do PMDB para tirar uma posição contra você. Um grande abraço”, diz mensagem de texto enviada por Pezão e redistribuída por Cunha.

Antes, Paes havia escrito ao peemedebista. Na sua mensagem, Paes diz que fofoca é a arma dos fracos: “Querido presidente, nessas horas de desafios a fofoca é a arma dos fracos. Não há por parte de seus companheiros aqui qualquer tipo de ação tolhedora de sua conduta na defesa de sua honra e dignidade. Grande abraço Eduardo Paes. Em tempo: as notas plantadas também não me incluem", escreveu o prefeito a Cunha.

O ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) também enviou uma mensagem em solidariedade e negando que esteja envolvido em conversas com críticas ao presidente da Câmara. “Quero te dizer que não troquei uma palavra sobre você com ninguém”, diz um trecho da mensagem enviada.

Fonte: O Globo 

Os caciques do PMDB se referiam a uma nota publicada pelo jornalista Lauro Jardim no site da revista Veja. Segundo Jardim, os caciques estariam "fritando" Cunha: aqui 

Comentar
Compartilhe
Após convite do PMDB, Pudim fala em "desbravar novos mares"
04/07/2015 | 11h28

O deputado estadual Geraldo Pudim publicou neste sábado (04) uma mensagem no Facebook deixando claro que vai encarar novos desafios. Convidado pelo presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani, para se filiar ao PMDB e disputar a Prefeitura de Campos em 2016 (aqui), o parlamentar fala em "missão cumprida" e avisa que "a vida é feita de ciclos".

Confira a mensagem publicada por Pudim no Facebook:

pudim

Garotinho comenta sobre "traições maiores" - Em seu programa de rádio, na manhã deste sábado, Garotinho não citou o nome de Pudim, mas comentou sobre "traições maiores". "Já passamos por aquelas traições na Câmara, mas estamos cientes de que traições maiores estão por vir. E não vão me abalar. Quem precisa explicar porque deixou um grupo após muitos anos, não sou eu. Peço que nossos companheiros não se abalem e continuem conosco durante esta travessia turbulenta", afirmou Garotinho.

Atualização às 12h30 - Wladimir: "Não pude ser candidato a deputado estadual para não tirar a vaga de Pudim" - No Facebook, o empresário Wladimir Garotinho comentou sobre a possibilidade de Pudim se filiar ao PMDB. Em sua postagem, ele comenta sobre a história de Pudim no grupo de Garotinho e diz que não foi candidato a deputado estadual para não "tirar a vaga de Pudim". Porém, não cita que, após a sua candidatura ser abortada, resolveu montar um "rolo compressor" para eleger Bruno Dauaire (PR), que nunca havia disputado uma eleição e foi o candidato a deputado estadual mais votado em Campos. Como o blog já havia comentado na última semana (aqui), o "canibalismo" entre gerações era nítido no grupo.

Confira a postagem de Wladimir:

postagem

Comentar
Compartilhe
Picciani sobre Pudim: "se vier, será o nome do partido em Campos"
09/07/2015 | 09h19

picciani

A coluna "Informe do Dia" voltou a publicar notas sobre a ida do deputado Geraldo Pudim (PR) para o PMDB. Nesta quinta-feira (09), o jornalista Fernando Molica informa que o vice-governador Francisco Dornelles (PP) e Jorge Picciani (PMDB) se reuniram para tratar de um impasse. A candidatura de Pudim à Prefeitura de Campos complica o lançamento do também deputado Papinha (PP) ao mesmo cargo.

Pudim com Papinha -  Segundo Picciani, o ideal é montar uma chapa, mas se não for possível, os dois deputados caminham separados. “Confirmada a vinda do Pudim, ele será o nome do partido em Campos. O ideal é montarmos uma chapa. Se não for possível, o PP terá um candidato e o PMDB, outro. Isso, em todo o estado”, diz Picciani.

Papo com Gil Vianna - Como o Blog da Coluna informou ontem (aqui), Pudim também articula com os "independentes". Seu irmão, Marcinho Siqueira, já bateu um papo com Serginho Barcelos, braço direito do senador Romário (PSB) e secretário geral do partido no estado do Rio. Especula-se a possibilidade de uma dobradinha com o vereador Gil Vianna, que está com um pé no PSB e também é pré-candidato à Prefeitura.

Comentar
Compartilhe
Garotinho sobre Pudim: "me apunhalou no peito"
18/07/2015 | 11h18

Garotinho (1)

O secretário de Governo da Prefeitura de Campos, Anthony Garotinho (PR), comentou na manhã deste sábado, em seu programa de rádio, sobre a saída do deputado estadual Geraldo Pudim (PR) do grupo garotista. Segundo o ex-governador, foi difícil acreditar. "Muita gente acha que é armação, mas é verdade. Fiquei esperando por uma ligação dele, mas ele não me ligou, nem me atendeu. Com Rosinha me viu chorando muito, por dois dias, resolveu ir ao encontro dele. E foi aí que ela descobriu que ele estava saindo e que iria enfrentar o nosso grupo na eleição. Não fiquei triste por perder um aliado político, porque eleição nunca foi o forte dele, mas por ter perdido um irmão, um grande amigo. O que eu te fiz, amigo? Isso me doeu muito. Você não me apunhalou pelas costas, porque isso seria traição política, você me apunhalou no peito", disse Garotinho.

Segundo Garotinho, a  saída de Pudim é "inacreditável". "Entendo quando as pessoas dizem que não acreditam. Realmente, é difícil entender como uma pessoa que ajudei tanto, faz algo deste tipo. Tudo bem que ele também me ajudou, mas não me deu 3oo mil votos para deputado federal, não me elegeu deputado estadual duas vezes. Abri mão da eleição do meu filho Wladimir para apoiar Pudim no ano passado. E isso também gerou revolta em nosso grupo, já que nomes como Albertinho e Gil Vianna, que foram candidatos, não gostaram da preferência que demos a Pudim e saíram. Para completar, indiquei Pudim para ser o primeiro secretário da Alerj. Ele foi o último colocado entre os deputados do PR e, mesmo assim, foi o escolhido. Tudo isso pela lealdade. E olha o que recebi em troca. As pessoas precisam entender que a vida não é só dinheiro. Não vou entrar em questões pessoais. Na conversa com Rosinha ele disse que não tem nada no governo. E Maria Olímpia, que trabalha na secretaria de Governo? E o motorista da secretaria de Governo? Mas quero deixar claro que ele não foi o primeiro, nem será o último. Mas se fez isso comigo...", afirmou.

"Minha trajetória não acabou" - Aparentemente emocionado, Garotinho disse que continua vivo. "Pudim pode pensar que a minha trajetória acabou. Mas quero lembrar que tenho 55 anos e fé em um Deus que é enorme. O que este Deus guardou pra mim, ninguém vai tirar", disse.

Comentar
Compartilhe
Working recebe mais R$ 721 mil por “manutenção"
17/07/2015 | 12h58
[caption id="attachment_34702" align="aligncenter" width="468"]Faz Tudo: Empresa aluga tendas, palcos, banheiros químicos, faz obras, manutenção de escolas e creches, entre outras atividades / Imagem ilustrativa Faz Tudo: Empresa Working aluga tendas, palcos, banheiros químicos, faz obras, manutenção de escolas e creches, entre outras atividades / Imagem ilustrativa[/caption]

A crise em Campos, que coloca em risco até serviços essenciais, como iluminação e coleta de lixo, passa bem longe da empresa Working Empreendimentos e Serviços. Com ela, cujo nome é trabalho, os negócios vão muito bem, obrigado. Em menos de três meses a empresa recebeu cerca de R$ 2,5 milhões da Prefeitura para serviços variados. O último pagamento (R$ 721 mil), foi efetuado no dia 10 pela Prefeitura de Campos. De acordo com a publicação no Portal da Transparência, a Working realizou "manutenção e instalação de equipamento". Porém, não é possível saber o local, nem que manutenção foi feita.

No dia 24 de junho a empresa recebeu R$ 696 mil por “manutenção preventiva e corretiva”.

Em maio, o blog publicou notas sobre a versatilidade da empresa Working. Em Campos, além de alugar palcos, tendas, banheiros químicos e responder pela manutenção preventiva em escolas e creches, a empresa também fatura com diversas obras. Mas engana-se quem pensa que para por aí. No Portal da Transparência é possível notar que, após receber R$225 mil por aluguel de banheiros químicos e mais R$ 200 mil por uma obra de recuperação, a empresa recebeu, no dia 12 de maio, mais R$ 692 mil por “manutenção e instalação de equipamento”.

Em maio, o jornalista Esdras Pereira também publicou nota em seu blog (aqui) sobre a empresa “multitarefa”.

Comentar
Compartilhe
Garotinho: "Decisão não tem embasamento legal"
16/07/2015 | 11h20

garotinho

O secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) comentou na manhã de hoje (16), em seu blog, sobre a decisão do juiz da 99ª Zona Eleitoral (ZE) de Campos, Luiz Alfredo Carvalho Júnior, que cassou a prefeita Rosinha Garotinho (PR) e o vice-prefeito Chicão Oliveira (PP).

Segundo Garotinho, não há embasamento legal. "Trata-se de uma decisão que não tem embasamento legal, baseada em matérias de jornais. A decisão é de um juiz eleitoral de Campos e não tira Rosinha do cargo até o julgamento dos recursos. Vamos recorrer ao TRE-RJ, e se for preciso ao TSE para provar que nenhuma ilegalidade foi cometida", informou.

Saiba mais sobre a decisão judicial: aqui 

Comentar
Compartilhe
Enquanto isso, no Rio
17/07/2015 | 12h27
[caption id="attachment_34697" align="aligncenter" width="320"]Facebook/Geraldo Pudim Facebook/Geraldo Pudim[/caption]

Se em Campos o grupo rosáceo enfrenta a terceira cassação da prefeita Rosinha Garotinho (PR) em seis anos, gerando um clima de insegurança, no Rio de Janeiro o deputado estadual Geraldo Pudim (PR) posou para foto ao lado do poderoso advogado Eduardo Damian, homem de confiança dos caciques do PMDB no estado do Rio.

Em seu perfil no Facebook, Pudim informou que encontrou com Dr. Eduardo Damian para bater um papo sobre Reforma Política.

Comentar
Compartilhe
Entrosados
23/07/2015 | 05h05

gil e romário

O vereador Gil Vianna (PR) esteve na tarde desta quinta-feira (23) com o senador Romário, presidente estadual do PSB. De olho em Campos, o Baixinho reforçou que deseja ver Gil como candidato à Prefeitura e destacou que o PSB pretende contar com cabeças de chapa em pelo menos 70 prefeituras do estado do Rio.

Político mais votado do estado - Em 2014 Romário foi o político mais votado do estado do Rio, com 4,6 milhões de votos. Agora, além de se colocar como pré-candidato à Prefeitura da capital, o ex-jogador quer tabelar com lideranças de diversos municípios, ampliando a sua força e ocupando o espaço de políticos que estão em decadência.

Quem também esteve com Romário foi a ex-prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PT). No Facebook, Carla definiu o encontro como “uma conversa bastante propositiva”. O blog do jornalista Arnaldo Neto publicou nota sobre o encontro: aqui 

[caption id="attachment_34836" align="aligncenter" width="390"]Facebook/Carla Machado Facebook/Carla Machado[/caption]
Comentar
Compartilhe
Vai ter quadrilha no Cepop
17/07/2015 | 12h18

[caption id="attachment_34694" align="aligncenter" width="500"]Foto: Sup. Comunicação Foto: Sup. Comunicação[/caption]

Nos dias 25 e 26, o Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop) vai receber a 38ª Rancheirada da Comissão de Entidades Assistenciais do Município de Campos (Coesa). A realização da tradicional festa ficou por conta da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima. A entrada custa R$ 1,00. No sábado (25), além das tradicionais quadrilhas, a atração será o grupo Dibobeira. No domingo (26), o grupo Forró Didoido encerará a agrade de programação. Nos dois dias do evento, as atividades terão início às 18h. Os ingressos estão à venda, no Bazar da Coesa, no térreo do edifício Cidade de Campos, na Praça do São Salvador. Diversas entidades filiadas à Coesa também estão vendendo os bilhetes. "Esperamos pela comunidade. A Rancheirada da Coesa é tradição, trazendo diversão para as famílias campistas. Venham se divertir e saborear as famosas comidas típicas", convida a diretora da Coesa, Rosa Morisson.

Fonte: Secom 

Comentar
Compartilhe
Exército de mentirinha
25/07/2015 | 03h39

Fake

Se antigamente os políticos da planície contavam com suas "formiguinhas" para espalhar a mensagem nas ruas, agora os tempos são outros. Com a força das redes sociais, surgem centenas de perfis falsos no Facebook com a missão de curtir, compartilhar as mensagens favoráveis e agredir os adversários. É uma espécie de exercito de mentirinha. Para se ter uma ideia, existe até um "mercado", com figuras que oferecem um "pacote de fakes". Na internet, muitos sites que oferecem "fotos para perfis falsos".

Além disso, tendo em vista o desgaste de certos políticos, tem muita gente que só comenta com o perfil fake. Ou seja, tá no grupo político mas prefere se esconder e militar de forma anônima.

A Justiça Eleitoral promete ficar de olho.

Comentar
Compartilhe
Conversas para todos os gostos
13/07/2015 | 02h24

Nos últimos dias , em Campos, políticos da situação, da oposição e "independentes" já deixaram claro que a eleição de 2016 começou. Reuniões, articulações e reencontros acontecem a todo momento.

Henriques já conversou com Schunk, Pudim e Mauro Silva - Hoje (13), o ex-deputado Roberto Henriques (PSD) revelou no Facebook que andou conversando com o médico Erik Schunk (PSOL), com o deputado estadual Geraldo Pudim (PR) e com o líder do governo na Câmara, vereador Mauro Silva (PT do B). Segundo Henriques, o "prato da vez é a sucessão municipal". Segundo Henriques, "a Prefeitura é uma noiva desejada e sedutora". Porém, ele alerta: "É também uma mulher que foi por vezes abandonada... traída... tratada sem apreço e respeito... Os novos e os velhos enamorados estão cortejando a PMCG. Todos se enfeitam para seduzi-la. Foi dada a largada! A partir de agora a corrida vai ficando intensa. Continuo observando... Os cenários serão múltiplos... Mutantes... nenhum protagonista estará seguro... Um aviso: os Pais da noiva estão exigentes (o Povo)", comentou.

Oposição e "independentes" - Na semana passada o deputado estadual Papinha (PP) recebeu em sua residência vereadores da oposição e do bloco "independente". De acordo com o parlamentar, foi criado o Grupo da Verdade: aqui 

Arnaldo, Peixoto e Tô Contigo - Na última sexta-feira, o ex-prefeito Arnaldo Vianna (PDT) bateu um papo com o deputado estadual João Peixoto (PSDC) e com o vereador Alexandre Tadeu (PRB). Arnaldo, Tadeu e Peixoto são pré-candidatos à Prefeitura, mas a ideia é unir forças e buscar a opção mais viável. Veja aqui, no blog "Na Curva do Rio".

Pudim com o PSDC - De olho na Prefeitura, o deputado Geraldo Pudim tem conversado com as mais variadas correntes. No último sábado o papo foi com os membros do PSDC/Campos: aqui.

Hugo Leal quer Chicão no Pros - Quem também articulou de olho na eleição de Campos foi o deputado federal Hugo Leal (Pros). Ele entrou com contato com o vice-prefeito Chicão Oliveira (PP) e abriu as portas do Pros para o médico disputar a Prefeitura, independente da decisão do líder rosáceo sobre a candidatura da máquina (aqui).

Comentar
Compartilhe
Nildo: "Portas estão abertas para Pudim"
15/07/2015 | 12h09
nildo

O vereador Nildo Cardoso (PMDB), líder da oposição na Câmara de Campos, comentou na manhã desta quarta-feira (15), durante o programa "Panorama Continental", comandado pelo Cláudio Nogueira, que esteve recentemente com o deputado estadual Geraldo Pudim (PR) e deixou claro que as portas estão abertas. "Eu abono a ficha do Pudim. Mas uma coisa tem que ser dita. Se ele quer se filiar ao PMDB, é porque ele quer ser oposição. Porque se ele quisesse ficar na base do governo, nem precisava sair do PR. Ou iria para um partido da base do governo. Se vem, é porque quer vestir a camisa da oposição. E é por isso que eu não tenho motivos para deixar de abonar a ficha dele", disse Nildo.

Porém, ao ser indagado sobre uma candidatura de Pudim à Prefeitura de Campos, Nildo ponderou: "Já a questão da candidatura é uma coisa que só será discutida lá na frente. Isso será discutido após pesquisa qualitativa, pesquisa quantitativa. Eu penso que a população quer uma coisa diferente e também sabemos que o governador vai prestigiar os aliados que caminharam com ele no ano passado. Acho uma atitude coerente. Mas isso não quer dizer que você tem que fechar as portas para quem quer que seja", completou.

Comentar
Compartilhe
Carnaval barrado e contas reprovadas
31/07/2015 | 01h14

Do blog "Eu Penso que"/Ricardo André Vasconcelos (aqui):

Alem de não realizar o Carnaval este ano, nem fora de época, a Liga Independente das Entidades de Samba de Campos teve suas contas relativas à folia do ano passado, reprovadas pela Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima.

O ato oficial, baseado em parecer do setor de Auditoria Geral da Secretaria Municipal de Controle e Auditoria, está no Diário Oficial que circula nesta sexta-feira, dia 31, página 4. A edição on line já está disponível na Internet (aqui).

Comentar
Compartilhe
Campos entre as 10 cidades com mais homicídios no RJ
23/07/2015 | 11h33

pesquisa

Levantamento inédito feito na plataforma Observatório de Homicídios do Instituto Igarapé aponta as 10 cidades do estado que mais registraram assassinatos entre 2008 e 2012, proporcionalmente. A Baixada Fluminense é a região com a maior quantidade de municípios na lista: Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Belford Roxo e São João do Meriti. Estão na lista ainda São Gonçalo, Volta Redonda, Petrópolis, Niterói, Campos dos Goytacazes e o Rio. Na média, por habitantes, Campos está em terceiro lugar, perdendo apenas para Caxias e Nova Iguaçu. Campos é a única cidade do Norte Fluminense na lista, que também não conta com cidades do Noroeste, nem da Região dos Lagos.

Semana passada, o Instituto de Segurança Pública (ISP) divulgou que o mês de junho teve o menor índice de homicídios desde 1991. Na Baixada, por exemplo, houve redução de 27,5% em comparação com o mesmo período do ano passado. Mesmo assim, as estatísticas do ano passado mostram que os índices ainda se assemelham aos registrados pelo Observatório.

Para a pesquisadora do Igarapé, Michele dos Ramos, é necessário melhorar a qualidade das investigações e aumentar a elucidação dos crimes. “Há um perfil dos homicídios, não tem uma dispersão geográfica. Eles não acontecem em todas as regiões e sim, em algumas áreas. É preciso trabalhar com mais Inteligência. Esse é um tipo de abordagem que precisa ser desenvolvida”, afirma Michele.

Os dados foram reunidos de forma inédita pelo site Observatório de Homicídios, recém-lançado pelo Instituto Igarapé. A coordenadora do projeto, Renata Gianini, explica que o estudo compila informações sobre crimes em 220 países e territórios. “É a maior base de dados publicados sobre homicídios intencionais. São situações de violência urbana, não há mortes de guerra”, explica Renata. Em duas semanas, será lançado relatório dos dados e a meta é incluir outros 36 países.

Fonte: O Dia 

Comentar
Compartilhe
Oposicionistas e "independentes" se unem e criam "Grupo da Verdade"
10/07/2015 | 10h26
  [caption id="attachment_34562" align="aligncenter" width="442"]Facebook/Papinha Facebook/Papinha[/caption]

Segundo o deputado estadual Papinha, o deputado estadual João Peixoto (PSDC), e os vereadores Nildo Cardoso (PMDB) e Alexandre Tadeu (PRB), que não puderam participar da reunião, também fazem parte do grupo.

Comentar
Compartilhe
Saúde: passado para salvar o presente
10/07/2015 | 12h59

Nos últimos anos os membros do governo Rosinha repetiram, exaustivamente, que os "governos passados deixaram a cidade caótica". Mas basta dar uma olhada nos principais nomes do governo, na área da Saúde, para notar que o atual governo aposta em nomes do passado para salvar o presente. Na poderosa Fundação Municipal de Saúde (FMS), quem, dá as cartas é o médico Geraldo Venâncio, ex-vereador que participou do governo Arnaldo Vianna, com atuação na área da Saúde. Em 2005, Venâncio também foi convidado, pelo prefeito eleito Carlos Alberto Campista, para participar do governo.

Além de Venâncio na FMS, o governo Rosinha também conta com o médico Wilson Cabral no Hospital Geral de Guarus (HGG). Wilson foi o deputado federal mais votado da história de Campos, em 2006, com o apoio do então prefeito Alexandre Mocaiber (PSB).

Agora, para o lugar do médico Ricardo Madeira, na direção do Ferreira Machado, quem assume é o médico Dante Pinto Lucas, que foi vereador e era fiel escudeiro do ex-prefeito Arnaldo Vianna. Posteriormente, Dante chegou a ser líder do governo Mocaiber na Câmara.

Técnicos e com experiência política, os três serão peças fundamentais nos próximos meses, já que, em tempos de eleição, a Saúde será o alvo principal dos adversários.

Comentar
Compartilhe
Venda do futuro: "os 10% não são taxa de juros"
27/07/2015 | 03h17
Do blog Observatório Social (aqui):

O Observatório Social de Campos participou no último sábado (25), do Programa "Alô Campos", na Rádio Continental AM - 1270 kHz, comandado pelo vereador Rafael Diniz (PPS). Na ocasião, o arquiteto e urbanista Renato Siqueira comentou sobre a venda do futuro.

Durante o programa, Renato rebateu o discurso do secretário de Governo, Anthony Garotinho (PR), que fala em 10% de juros ao ano. "Isso não é verdadeiro, pois até o momento os 10% são o limite máximo de pagamento anual definido pela Resolução 02/2015 do Senado. Não tem relação qualquer com os empréstimos bilionários que lançarão o município em um cenário financeiro descontrolado, visto a taxa de juros representarem 33% ao ano, com o Dólar Americano cotado a R$ 3,10. Ressaltamos que fizemos o convite à prefeita Rosinha Garotinho, protocolado em seu Gabinete, para estar debatendo com a sociedade no seminário, Royalties: as medidas do presente e as consequências no futuro, realizado na ACIC, dia 21/07, tendo como foco as resoluções do Senado (43/2011 e 02/2015), os empréstimos bilionários e a Lei de Responsabilidade Fiscal. Contudo, a prefeita não compareceu, tão pouco justificou-se ou enviou quaisquer representantes", disse.

Comentar
Compartilhe
Sem dinheiro para o pedágio?
17/07/2015 | 09h58

Em seu perfil no Facebook, Rodrigo Paes Ferreira da Cruz, chefe de gabinete do vereador Dayvison Miranda (PRB), relatou uma situação inusitada na localidade de Ribeiro do Amaro. Após uma senhora passar mal, uma ambulância foi chamada. Prestativo, o motorista do veículo se colocou a disposição para ajudar, mas solicitou que alguém pagasse o pedágio, pois a Prefeitura não estaria em dia com o "Via Fácil/Onda Livre". Confira a postagem:

postagem

Comentar
Compartilhe
Farinha pouca, meu pirão primeiro
05/07/2015 | 10h48

Após o vereador Neném (PTB) indicar a nova equipe que vai comandar a Fundação Municipal de Esportes, outros aliados da base governista aguardam com ansiedade a possibilidade de emplacar nomes para algumas pastas. No momento, vereadores estão de olho na Agricultura, Educação, Trabalho e Renda e Turismo.

Para alcançar seus objetivos, alguns já começam a mandar recados atravessados. Como o "rolo compressor" já perdeu seis vereadores, o jeito é buscar espaços para satisfazer a fome dos aliados.

Comentar
Compartilhe
Tudo como antes
09/07/2015 | 06h11
[caption id="attachment_34540" align="aligncenter" width="406"]Facebook/Anderson Tavares Facebook/Anderson Tavares[/caption] carroça 1   carroça 2   [caption id="attachment_34543" align="aligncenter" width="378"]carroça 3 Facebook/Alcimar Elias Naked[/caption]  

O vereador Fred Machado (SD) protocolou em maio do ano passado, na Câmara de Campos, uma indicação legislativa com o objetivo de “proibir o trânsito de veículos de tração animal e criar um Fundo Municipal para a reinserção na atividade produtiva de catadores e carroceiros”.

Com a promessa de debater a proposta do vereador, foi realizada uma audiência pública em maio deste ano. Na ocasião, muita gente falou sobre alternativas, incluindo um cadastramento dos caroceiros para o financiamento de veículos. Defensores dos animais também participaram e protestaram.

Porém, tudo indica que nada mudou. Basta circular pelas ruas para encontrar dezenas de carroças.

Comentar
Compartilhe
Neco: "obras vão começar e terminar"
22/07/2015 | 12h37

neco

Em São João da Barra, o prefeito José Amaro Martins de Souza – Neco (PMDB), parece não se assustar com a crise, nem com as pesquisas que mostram uma vantagem da ex-prefeita Carla Machado (PT). Em seus últimos pronunciamentos ele garante que vai contar com uma aliança forte e diz que o seu "trabalho será o principal cabo eleitoral em 2016".

Segundo Neco, ao contrário de outras cidades da região, a crise não vai paralisar o governo. “Muitos municípios estão demitindo, paralisando obras. Nós aqui estamos lançando algumas obras e já licitamos muitas outras que iremos anunciar em breve. Em nosso governo as obras vão começar e terminar. Fazemos projetos estruturais, trabalhamos com organização”, esclarece Neco.

Em junho, a população do Bairro de Fátima, na sede de São João da Barra, acompanhou o lançamento da estrada de 1,3 km de extensão, ligando a SB-02 à BR-356. A previsão é de que a obra seja concluída em abril do ano que vem. Orçada em R$ 8 milhões e viabilizada por meio de um convênio entre prefeitura e governo do estado, através do Programa Somando Forças, a via terá como principal objetivo desviar o fluxo no Bairro de Fátima, localizado às margens da SB 02.

[caption id="attachment_34799" align="aligncenter" width="384"]Foto: Secom/SJB Foto: Secom/SJB[/caption]

Ontem (21), a prefeitura de SJB publicou matéria informando que o loteamento Porto Seguro está recebendo pavimentação em paralelepípedo em seis ruas, totalizando 800 metros de extensão e 5.445,90 metros quadrados de área. O calçamento no bairro, incluindo sistema de drenagem, representa o início de uma série de obras a serem realizadas pela prefeitura, contemplando outras vias em diferentes pontos do município.

Comentar
Compartilhe
Iluminação, buffet e trio: R$ 94 mil
31/07/2015 | 10h40
Foram publicados no Diário Oficial desta sexta-feira (31) os extratos dos contratos firmados com a Superintendência da Fundação Oswaldo Lima para a prestação de serviços de iluminação, locação de trio elétrico e buffet (lanche, camarim, coquetel e coffee break).

É bom lembrar que em junho (aqui) foram publicados no Diário Oficial diversos contratos firmados com empresas que auxiliam a realização de eventos, como Afonson (trios elétricos), Alves Empreendimentos (caminhão Baú para transportar equipamentos), J. Gete Locações e Transportes (van com 15 lugares para eventos culturais e artísticos) e Rio Brasil Eventos e Produções Artísticas (carga e descarga de cenários).  Somando todos os alugueis, o “pacote” saiu por R$ 150 mil.

Em março, a Prefeitura gastou R$ 180 mil com trio elétrico e buffet (aqui). Ou seja, entre março e julho, só com estrutura para eventos, a Prefeitura previu mais de R$ 400 mil.

Isso sem falar no contrato para a manutenção dos palcos, que ficou por R$ 630 mil (aqui).

 

pacote

Comentar
Compartilhe
Neco rebate Carla: “quem é você para me chamar de traidor?”
06/07/2015 | 11h54

neco

Se em Campos o ambiente político começa a esquentar, em São João da Barra, que sempre é quente, está fervendo. Após a ex-prefeita Carla Machado (PT) relatar (aqui) em uma longa postagem no Facebook uma suposta traição de Neco, o ex-prefeito usou a rede social para rebater a ex-aliada.

Em uma extensa postagem, nesta segunda-feira (06) aqui, o prefeito disparou: “Te pergunto Carla Machado quem é você para me chamar de traidor? Que na sua vida pública já traiu inúmeras pessoas, por maldade e rancor, como as seguintes que vou citar: Primeiro: o ex Prefeito Betinho Dauaire e seu grupo político, quando você pensando em seus interesses próprios os traíram para tentar ser Presidente da Câmara; Segundo: a minha pessoa na eleição da Presidência da Câmara no ano de 1998, ao qual você reunida com cada de um de nós vereadores na base oposicionista durante uma semana na Praia de Farol de São Thomé, garantiu fidelidade e o voto a todo instante para que eu me tornasse Presidente da Câmara para o Biênio 1999/2000. Mas nos causou surpresa e estranheza que no dia da eleição você disse às 15 horas que tinha que ir para hospital, pois a sua Mãe estava em estado grave de saúde e que não podia chegar junto de todos nós vereadores na base oposicionista na Câmara Municipal de Vereadores. Ressalta-se que era mais uma mentira descabida montada por você, utilizando do laço sentimental que tem para conseguir alcançar suas vontades próprias. Para minha surpresa e de todos os vereadores na base oposicionista, quando recebemos o resultado da eleição, você tinha sido eleita a Presidente para o Biênio votando em si própria e não cumprindo com a sua palavra dada anteriormente. Sua arrogância e prepotência e individualismo é tão grande, que no mesmo momento que você foi eleita com os votos dos 7 (sete) vereadores da situação, você os traiu abandonando cada um, quando chamou os 6 (seis) vereadores que votaram na minha candidatura para compor o seu Biênio. Terceiro: o ex Governador Garotinho, ao qual discutiu com você, já que você o chamava de 'patrão' e depois você o passou a chamar de 'Menino do mal'. Quarto: o ex Governador Sérgio Cabral, o Governador Pezão, Jorge Picciani e o PMDB. Você saiu do nosso grupo político, abandonando toda nossa militância, por pensar somente em você e, além disso, no momento que o PMDB mais precisa do seu apoio você deu as costas, se encaminhado para o PT e apoiando a candidatura de Lindberg Farias, que naquele momento tinha frente às intenções de votos. E Ainda, queria determinar que eu fosse a sua filiação no PT, tentando me incluir como mais um traidor e me estabelecer no Rol de suas traições. Quinto: Lindberg Farias, quando você não aceitou seguir as diretrizes dadas por ele e pelo PT no segundo turno das eleições estaduais de 2014. Você ainda quer me chamar de traidor? Qual será seu próximo alvo, pela busca desproporcional, insana e desesperada pelo Poder? Falo para você Sanjoanense, que o meu objetivo é continuar trabalhando a cada dia mais para todos, sem qualquer discriminação ou divisão política. E não ficarei a mercê de inverdades e ironias nas redes sociais, pois, o povo não quer ficar assistindo baixarias feitas por inconsequentes. E quero fazer muito ainda pelo meu Município. Deixo a última pergunta para todos os amigos, quem é o verdadeiro traidor?”, indagou Neco.

O blog do jornalista Arnaldo Neto publicou nota sobre a troca de farpas pelas rede social: aqui 

Comentar
Compartilhe
De olho em 2016, grupos articulam em Quissamã e Macaé
17/07/2015 | 02h47
  [caption id="attachment_34715" align="aligncenter" width="454"]Grupo "independente" está de olho na Prefeitura de Quissamã Grupo "independente" está de olho na Prefeitura de Quissamã[/caption]

Vereadores "independentes" de Quissamã decidiram se unir para lançar candidatura única à sucessão municipal. Participam do grupo – formado para disputar a eleição da mesa diretora da Câmara, criando o G-5 — Marcos Silva, Ronaldo Costa e Luiz Carlos, do PROS, Kitiely Freitas (PR) e Jorge Rodrigues (PPS). Essa semana eles receberam no município o deputado estadual Bruno Dauaire (PR).

Em recesso parlamentar na Alerj, Bruno tem percorrido a região não só para cumprir compromissos relativos ao mandato. Ele também vem participando ativamente das articulações para 2016.

[caption id="attachment_34714" align="aligncenter" width="440"]Em Macaé, oposição quer enfrentar a máquina Em Macaé, oposição quer enfrentar a máquina[/caption]

Antes da visita a Quissamã, Bruno esteve em Macaé. Reuniu-se com os três pré-candidatos de oposição: André Longobardi, do PR, o vice-prefeito Danilo Funke, atualmente sem partido e o vereador Igor Sardinha. Por lá, a ideia também é formar uma única chapa para disputar a Prefeitura.

Comentar
Compartilhe
Em 2015, seis partidos já abandonaram o governo Rosinha
02/07/2015 | 01h51

Só nos seis primeiros meses deste ano, após Anthony Garotinho (PR) assumir a secretaria de Governo, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) perdeu o apoio de seis partidos: PP, PSB, PRB, Pros, DEM e PSC. As seis legendas já não rezam a cartilha rosácea e se movimentam de olho na eleição de 2016. E tudo indica que a debandada não deve parar por aí.

posse_papinha_yb_03_03_15

PP – Aliado do governo Rosinha nos últimos anos, o PP, do vice-prefeito Chicão Oliveira, agora é presidido em Campos pelo deputado estadual Papinha, que faz oposição ao governo Rosinha e é aliado do governador Pezão e do vice Dornelles. A meta é contar com candidatura própria em 2016.

PSB – O partido, que era presidido pelo vereador Altamir Bárbara, agora tem uma comissão provisória comendada por Sérgio Luiz Gomes Fagundes. No momento, quem já articula ao lado das principais lideranças do PSB no estado é o vereador Gil Vianna (PR), que faz parte do bloco “independente” e surge como um dos pré-candidatos à Prefeitura de Campos.

[caption id="attachment_34387" align="aligncenter" width="438"]PRB quer Alexandre Tadeu na disputa pela Prefeitura PRB quer Alexandre Tadeu na disputa pela Prefeitura[/caption]

PRB – Outro aliado que abandonou o governo foi o PRB, dos vereadores Dayvison Miranda e Alexandre Tadeu. O presidente do PRB em Campos, Carlos Henrique Costa, já avisou que o partido não faz parte da bancada governista e terá candidatura própria em 2016.

[caption id="attachment_34388" align="aligncenter" width="433"]Albertinho já avisou: "Pros está fora da bancada governista" Albertinho já avisou: "Pros está fora da bancada governista"[/caption]

Pros – Presidente do Pros em Campos, o vereador Albertinho votou contra a antecipação dos royalties e, após ser atacado por aliados do governo, rasgou uma edição do jornal “O Diário” na tribuna da Câmara e avisou: “O Pros não faz mais parte da base”.

[caption id="attachment_34389" align="aligncenter" width="429"]Genásio tem votado de forma independente Genásio tem votado de forma independente[/caption]

PSC – O presidente do PSC em Campos, vereador Genásio, tem se posicionado ao lado dos “independentes” e se prepara para e eleição sem contar com o apoio da máquina.

[caption id="attachment_34391" align="aligncenter" width="321"]Cesar Maia deixou articulação do DEM por conta de Paulo César Martins Cesar Maia deixou articulação do DEM em Campos por conta do ex-deputado Paulo César Martins[/caption]

DEM – O partido da vereadora Dona Penha será comandado na cidade pelo ex-deputado Paulo César Martins. De acordo com o blog do Fernando Leite, o político já avisou que vai disputar a Prefeitura e não quer saber de aliança com o governo Rosinha.

Comentar
Compartilhe
Enquetes
29/07/2015 | 02h18
O G1 elaborou uma enquete com a seguinte pergunta: "Você é a favor dos municípios anteciparem o repasse dos royalties do petróleo?" Veja o resultado: enquete     No site da Folha, uma enquete sobre o assunto também está no ar. O resultado parcial também mostra que a população não parece nada satisfeita com o empréstimo. Confira: enquete 2  
Comentar
Compartilhe
Rosinha gasta mais R$ 44 mil com passagens aéreas
02/07/2015 | 09h11
passagens O Portal da Transparência informou que a prefeita Rosinha Garotinho (PR), em tempos de crise, gastou mais R$ 44 mil com passagens áreas. Na publicação, que não informa quantas passagens foram adquiridas, o destino, nem quem viajou, só é possível saber que se trata da "Fatura 135, de 11/04". O pagamento foi efetuado na última terça-feira (30). Em três anos, Rosinha gastou R$ 1,4 milhão com passagens aéreas: aqui 
Comentar
Compartilhe
Ibope: aprovação do governo Dilma cai abaixo de 10%
01/07/2015 | 03h08

pesquisa

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (1º) aponta os seguintes percentuais sobre como os eleitores avaliam o governo da presidente Dilma Rousseff (PT):

- Ótimo/bom: 9% - Regular: 21% - Ruim/péssimo: 68% - Não sabe: 1%

A pesquisa anterior, divulgada em abril deste ano, havia apontado que 12% aprovavam o governo (consideravam "ótimo" ou "bom"). No último levantamento, 64% dos entrevistados avaliaram a administração Dilma como "ruim" ou "péssima". Já 23% consideraram a gestão "regular". A atual rejeição ao governo Dilma (68%) é a maior já registrada pela série histórica das pesquisas Ibope desde a redemocratização, informou o instituto.

No levantamento divulgado em abril, a petista já havia empatado com o ex-presidente José Sarney, que, até então, era o governante com a maior rejeição da série histórica do Ibope, com 64% dos entrevistados avaliando sua gestão como "ruim" ou "péssima".

A pesquisa do Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizada entre os dias 18 e 21 de junho e ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

Veja a pesquisa completa no G1: aqui 
Comentar
Compartilhe
Pezão avisou: oposição terá candidatura forte
07/07/2015 | 12h43
[caption id="attachment_34479" align="aligncenter" width="397"]No mês passado, Pezão se reuniu com membros da oposição No mês passado, Pezão almoçou com membros da oposição[/caption]

A chegada do deputado estadual Geraldo Pudim (PR) ao PMDB, articulada pelo presidente da Alerj, Jorge Picciani, deixou muita gente da oposição com uma pulga atrás da orelha. Afinal, será que o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) vai embarcar na estratégia do cacique peemedebista?

Hoje (07), Pezão avisou que a chegada de Pudim não enfraquece a oposição. Ele garantiu, em conversa com o deputado estadual João Peixoto (PSDC), que os políticos que os aliados não serão esquecidos. Além do próprio Peixoto, ele fez questão de citar os nomes do ex-prefeito Arnaldo Vianna (PDT) e dos vereadores Rafael Diniz (PPS) e Nildo Cardoso (PMDB), que são pré-candidatos à Prefeitura. Na visão de Pezão, esse grupo, ao lado de partidos  e políticos aliados, pode lançar uma forte candidatura em 2016.

PP - Além disso, independente da chegada de Pudim ao PMDB, o vice-governador Francisco Dornelles também já havia deixou claro que o PP quer lançar uma candidatura própria à Prefeitura de Campos em 2016. O mais cotado é o deputado estadual Papinha.

[caption id="attachment_34481" align="aligncenter" width="480"]pezão 2 Na reta final do segundo turno, Pezão participou de carreata ao lado de Romário e Arnaldo[/caption]

"Não imaginava uma vitória em Campos" -  Na eleição do ano passado os principais nomes da oposição de Campos se uniram, no segundo turno, em torno da candidatura de Pezão. Na ocasião, no confronto direto com o senador Marcelo Crivella (PRB), que recebeu o apoio do casal Garotinho, Pezão venceu em cinco das sete Zonas Eleitorais do município. "Nem nos meus melhores sonhos imaginava que poderia vencer em Campos. Jamais irei esquecer esse resultado e sou grato aos que nos ajudaram a conquistar essa vitória. Como disse na campanha, serei o segundo prefeito de cada cidade do estado. Então, sou o segundo prefeito da população de Campos", diz Pezão, que no segundo turno obteve 117.658 votos em Campos, contra 110.289 de Crivella.

Comentar
Compartilhe
Prefeitura divulga programação da Festa de São Salvador
24/07/2015 | 06h25

A Prefeitura de Campos divulgou na tarde desta sexta-feira (24) a programação da 363ª Festa do Santíssimo Salvador. A grade começa no dia 6 de agosto, dia do padroeiro da cidade, com a apresentação da cantora católica Adriana, a partir das 21h, no palco oficial, montado na Praça das Quatro jornadas. Ao contrário dos tempos das "vacas gordas", quando a Prefeitura pagou R$ 158 mil por um show de Michel Teló, na festa de 2013, agora a ideia é apostar nas pratas da casa.

estrer

No dia 7 será a vez da cantora campista Ester Freitas abrilhantar os festejos. Ester ficou conhecida em todo o Brasil após participar da disputa musical “Os Iluminados”, do “Domingão do Faustão”, na Rede Globo. A prata da casa ficou em terceiro lugar. Ela vai apresentar na festa do padroeiro o show “O Brilho da Pérola”, com direção geral e musical de Jardel Maia e codireção de Daniel Archangelo.

aniara

Destaque nas redes sociais e atração no “Programa do Gugu” da TV Record, a cantora Aniara Rangel se apresenta no dia 8. A policial militar do Estado do Rio de Janeiro, natural de Campos, saiu do anonimato a partir da publicação de um vídeo na internet. Nos palcos, ela adota o nome de Angelina Vox, nome inspirado no vocalista da banda U2, Bono Vox, uma de suas preferidas. A preferência dela é por rock.

Segundo a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, Patrícia Cordeiro, a programação foi redimensionada, devido à crise econômica do país. “A população terá a oportunidade de conhecer os nossos talentos”, disse a presidente.

Fonte: Ascom/FCJOL

Comentar
Compartilhe
Secretaria de Fazenda: sai Walter Jobe, entra Roberto Landes
02/07/2015 | 12h45

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) exonerou o secretário de Fazenda, Walter Jobe. Quem assume a pasta é Roberto Landes, que atuava como subprocurador do Município.

Agora, Jobe passa para o segundo escalão. Ele será superintendente de Planejamento. As exonerações e nomeações foram publicadas no Diário Oficial desta quinta-feira (02).

nomeações  

Justiça determinou afastamento - A mudança ocorre após o juiz Ralph Manhães, da 1ª Vara Cível de Campos, determinar o afastamento imediato de dois secretários por não terem apresentado documentos solicitados para comprovar o repasse de verbas do SUS e municipais para as unidades contratualizadas. Pela decisão, Walter Jobe (Fazenda) e Suledil Bernardino (Controle, Orçamento e Auditoria), estão “impedidos de ingressarem ou permanecerem em qualquer dependência da Prefeitura”. A informação foi publicada no blog do jornalista Arnaldo Neto: aqui 

Comentar
Compartilhe
Após desconto, manutenção de palcos fica por R$ 630 mil
29/07/2015 | 12h07

palco

Foi publicado no Diário Oficial de ontem (28) o extrato de um termo aditivo para supressão no valor do contrato firmado entre a Prefeitura de Campos e a empresa RVR Empreendimentos e Serviços Ltda. Mesmo com o desconto de 25%, a Prefeitura vai pagar mais de meio milhão pelo serviço de "montagem e desmontagem de palco com a devida manutenção, bem como higienização, clareamento e escovamento, com lavagem química das lonas para atender a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima".

A supressão, por acordo entre as partes, foi de 25% no valor remanescente de R$ 840.000,00 (oitocentos e quarenta mil) no contrato original, que passa a ser de R$ 630.000,00 (seiscentos e trinta mil). R$ 1,4 milhão - É bom lembrar que o valor total do contrato foi de R$ 1,4 milhão, conforme o blog publicou em fevereiro deste ano (aqui). Na ocasião, a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCOL), Patrícia Cordeiro, entrou em contato com o blog para explicar que a Prefeitura, gradativamente, tem adquirido seus próprios palcos e, hoje, para conservação dos mesmos, contrata serviço de montagem e desmontagem com a devida manutenção – bem como higienização, clareamento, com lavagem química da lonas Pelo contrato com a empresa RVR Empreendimentos e Serviços Ltda, a manutenção pode custar até R$ 1,4 milhão/ano.
Comentar
Compartilhe
Caso Pudim: jornalista desmente Garotinho
19/07/2015 | 11h18

Durante o seu emocionado depoimento sobre a saída do deputado estadual Geraldo Pudim do eu grupo político, o ex-governador Anthony Garotinho (PR) disse ter sido procurado, por telefone, pelo jornalista Fernando Molica, colunista do jornal "O Dia", de quem teria ouvido a informação de que Pudim trocaria o PR pelo PMDB. Garotinho disse ainda que a fonte de Molica seria a própria ex-mulher do jornalista, que trabalharia para o presidente da Alerj, Jorge Piccinni (PMDB). Porém, como diz na gíria, "deu ruim".

Em seu Blog (aqui), Fernando Molica afirma que não fala com Garotinho há meses e que sua mulher nunca trabalhou para Piccianni. Confira a postagem de Molica:
molica 1
Em seu blog (aqui), o jornalista Ricardo André Vasconcelos apontou outras contradições de Garotinho no caso Pudim. Confira:
1 - Disse que foi o responsável pela escolha do deputado Gerado Pudim para ser o primeiro secretário da Alerj. Segundo Garotinho, havia uma disputa entre os deputados Jorge Picciani e Paulo Mello.ambos do PMDB, para presidir a Assembleia Legislativa e, como o PR, tem a segunda bancada, ele, Garotinho, optou pelo Picciani e indicou Pudim para o segundo cargo mais importante da Alerj. Mas, na época, Garotinho garantiu que a decisão de participar da Mesa Executiva da Alerj foi da bancada do partido e que ele não tinha participado das negociações. E nem apoiava a decisão. Mentiu na época ou agora? 2 - Entre as pessoas que Garotinho disse que telefonaram para ele para contar que Pudim trocaria o PR pelo PMDB foi o deputado Paulo Melo. Ora, quem acompanha o Blog do ex-governador sabe que ele manteve no alto da página um aviso de que, por decisão judicial, ele estava proibido de citar o nome de Paulo Melo. E agora, o desafeto telefona para ele? Mentiu na época, agora ou sempre? E, para quem se esqueceu, a trinca Picciani -Paulo Mello - Sérgio Cabral foi o tripé de sustentação dos oitos anos em que Garotinho/Rosinha governaram o Estado do Rio de Janeiro. O trio se revezava no comando da Assembleia Legislativa em sintonia finíssima com o casal no Palácio Guanabara. Atualização às 9h30 - "Eu não menti" - De volta ao seu programa na rádio Educativa, Garotinho comentou nesta manhã sobre a nota publicada pelo jornalista Fernando Molica. Segundo o secretário, a conversa existiu, sim. "Não menti. Ele me ligou e deve estar chateado porque revelei as fontes. A conversa existiu e não retiro uma única palavra", comentou o deputado.
Comentar
Compartilhe
Saúde: "A Baixada Campista pede socorro"
06/07/2015 | 10h43
[caption id="attachment_34462" align="aligncenter" width="491"]Facebook/  Carlinhos do Farol Facebook/ Carlinhos do Farol[/caption]
Comentar
Compartilhe
Crise no PR: (quase) todos contra Garotinho
07/07/2015 | 01h41

garoto

Do blog "Extra, Extra"/Berenice Seara (aqui): 

Anthony Garotinho está na corda bamba, na presidência estadual do PR. E Geraldo Pudim pode só abrir a fila dos que vão deixar o partido. Cinco deputados federais procuraram a executiva nacional para um ultimato: se o ex-governador continuar cacique no Rio, os nobres vão pedir para sair.

Foram dizer aos chefões de Brasília que, depois da derrota nas eleições de 2014, Garotinho não atende a ninguém — nem aos parlamentares. E que só aplaude os feitos da filha Clarissa, até quando ela vota contra a orientação do PR.

Termômetro - Depois das notícias da saída de Pudim e da reunião da bancada federal, Garotinho convocou, ontem, uma reunião de emergência com os deputados. Mas Pudim e quatro federais do Rio não deram as caras por lá. Da Assembleia Legislativa, só três deputados foram prestigiar o presidente do PR. Bruno Dauaire, que sonha ser prefeito de Campos, é um dos poucos que não ameaçam abandonar o barco.

Persona non grata - Filha do homem, Clarissa Garotinho estuda propostas — em especial, a do PSDB — para trocar de partido. E é bom mesmo escolher um deles. Segundo colegas de bancada em Brasília, a moça, que já anunciou sua vontade de mudança aos quatro ventos, não tem mais chances de voltar atrás e ficar no PR. Os deputados federais classificam sua situação como irreversível e juram que a executiva nacional deu um prazo para Clarissa sair de vez. Do contrário, será expulsa.

Comentar
Compartilhe
Aliado de Thiago Virgílio assume superintendência de Iluminação
13/07/2015 | 11h53

junior virgílio

Após o vereador Neném (PTB) indicar o novo comando do Fundação Municipal de Esportes (FME), agora é a vez do vereador Thiago Virgílio (PTC), vice-presidente da Câmara, contar com um aliado em uma superintendência do governo Rosinha. Será publicada no Diário Oficial desta terça-feira (14) a nomeação de Neilton Virgílio de Souza Júnior para o cargo de superintendente de Iluminação Pública. Júnior Virgílio, como é conhecido, respondia pela chefia de gabinete de Thiago.

Antes de Júnior, o cargo era ocupado por Igor Pereira, aliado do vereador Gil Vianna (PR).

Comentar
Compartilhe
Presidente do PT diz: “quase meti a mão na cara de um secretário”
19/07/2015 | 11h48

O clima está cada vez mais quente nos bastidores da política goitacá. André Oliveira, presidente do PT em Campos, comentou no Facebook sobre um desentendimento que, segundo ele, quase terminou em briga. De acordo com o petista, que é servidor municipal, ele quase “meteu a mão na cara sem vergonha de um secretário”.

Em sua postagem, sem informar quem é o secretário, ele também se refere ao governo como “governo de merda”.

Confira:

petista nervoso

Muita calma nessa hora - Que a atividade física mantenha o petista sereno. Até porque, por pior que sejam alguns quadros do governo rosáceo, não é na base da "porrada" nem com xingamentos que os problemas serão resolvidos.

Comentar
Compartilhe
Imbeg recebe mais R$ 2,5 milhões pela duplicação da RJ-216
23/07/2015 | 12h26

imbeg

Na última terça-feira (21) a Prefeitura de Campos pagou mais R$ 2,5 milhões pela obra de duplicação da RJ-216. A informação está no Portal da Transparência (aqui).

A empreiteira responsável pelas obras de duplicação (entre o Beco e Donana) é a poderosa Imgeg Engenharia.

No dia 29 de junho o blog "Eu Penso que", do jornalista Ricardo André Vasconcelos publicou nota informando que a empreiteira já havia recebido mais R$ 4 milhões pela obra.

A obra, inicialmente, foi contatada em março de 2011 por R$ 56,6 milhões e prazo de 720 dias (dois anos) para ser concluída. Mais tarde, em julho de 2014 foi assinado um termo de aditivo, encarecendo a obra em mais R$ 23,5 milhões (aqui).

Comentar
Compartilhe
O show tem que continuar
15/07/2015 | 01h09

keep-calm-o-show-tem-que-continuar

O município de Campos vive a maior crise dos últimos anos. Diante da "quebradeira", tem gente até colocando a culpa na Grécia (aqui). Porém, o show não pode parar. Em sua edição desta quarta-feira (15), o Diário Oficial do Município traz um aviso de licitação para "futura e eventual contratação de empresa especializada em serviços de locação, montagem e desmontagem de estruturas de palco e acessórios de palco e camarins para atender aos eventos culturais, artísticos, esportivos e comemorativos da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima - FCJOL e da Fundação Municipal de Esportes - FME. Data e horário para a entrega dos documentos e Proposta Comercial: 27 de julho de 2015, às 9h30min".

Recordar é viver - É bom lembrar que, em 2013, no tempo das "vacas gordas", a Prefeitura  contratou, por R$ 501.215,00 (mais de meio milhão) a empresa WORKING EMPREENDIMENTOS E SERVIÇOS LTDA, para serviços de locação de estruturas de palco pelo prazo de 60 dias. Veja: aqui  (blog Eu Penso que/Ricardo André).

Comentar
Compartilhe
Crise do pensamento
09/07/2015 | 05h36

Em comentário enviado ao blog, o leitor Edimar opina sobre o atual momento de Campos e destaca que, o problema da planície vai muito além das questões financeiras. Na visão dele, a nossa maior crise é a "crise do pensamento". Confira:

"Essas discussões lineares: limitando-se a nomes, siglas e apoios, empobrecem ainda a política local. O fato de se colocar em oposição a este modelo, não é por si só, garantia de mudança de paradigma ao modelo vigente. O que hoje se apregoa como 'quebradeira', está muito longe da realidade que nos espera. Deveríamos, antes de mais nada, pensar Campos de forma globalizada. Debater ações viáveis para alavancar nosso desenvolvimento, antes que nos tornemos uma cidade fantasma. A nossa maior crise: é a do pensamento".

Comentar
Compartilhe
É proibido roubar
13/07/2015 | 10h51
[caption id="attachment_34600" align="aligncenter" width="448"]Moradores de Niterói, RJ, instalam placa contra roubo (Foto: Matheus Rodrigues/G1) Moradores de Niterói instalam placa contra roubo (Foto: Matheus Rodrigues/G1)[/caption]

Moradores do bairro de Itaipu, em Niterói, instalaram uma placa que “proíbe o roubo” no local. A sinalização foi encontrada na Avenida Central próximo a uma faixa de pedestres. De acordo com moradores, a região está recebendo diversos assaltos e tem pouca presença da Polícia Militar. “Toda semana a gente fica sabendo de um vizinho ou conhecido que foi assaltado. Dificilmente a gente percebe policiamento por aqui, é complicado. Não temos para onde correr. Achei interessante a placa, foi uma forma inteligente de protestar por mais segurança”, afirmou o morador do bairro Bruno Viggiano.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, afirmou que irá pedir a instalação de uma cabine da PM na região. Ele admitiu que o local, onde a placa foi instalada, está desassistido pela polícia.

Comentar
Compartilhe
Chicão convidado para disputar a Prefeitura
11/07/2015 | 12h30

chicão

Se o líder do grupo rosáceo, Anthony Garotinho (PR), continua fazendo mistério sobre a candidatura que será apoiada pela máquina, já tem gente de olho nos prefeitáveis governistas. O presidente estadual do Pros, deputado federal Hugo Leal, convidou o vice-prefeito Chicão Oliveira (PP) para se filiar ao partido e disputar a Prefeitura de Campos em 2016.

A ideia do Pros é ter Chicão como mais um candidato da ala "independente". Vale lembrar que o Pros é presidido em Campos pelo vereador Albertinho, que deixou a bancada governista e avisou que o partido não vai caminhar com os rosáceos.

[caption id="attachment_34571" align="aligncenter" width="326"]Deputado Hugo Leal já fez o convite Deputado Hugo Leal já fez o convite[/caption]

Segundo Hugo Leal, a vaga é de Chicão. Porém, se o vice-prefeito achar melhor ficar esperando pela decisão de Garotinho, o Pros pretende apostar na candidatura de um nome forte do setor agrícola.

Comentar
Compartilhe
Hora de escolher o candidato
07/07/2015 | 08h59

A demora de Garotinho para definir o candidato do grupo rosáceo para 2016 já possibilitou os mais variados conflitos. Além da saída de Geraldo Pudim (PR), que está de malas prontas para o PMDB, o clima de indefinição gera uma guerra interna entre dois grupos. De um lado, os defensores da candidatura do vice-prefeito Chicão (PP). Do outro, os rosáceos que apostam no vereador Mauro Silva (PT do B) como melhor nome.

Ainda existem os defensores dos vereadores Fábio Ribeiro (PR) e Edson Batista (PTB).

Para completar, tem gente cogitando uma pré-candidatura da vereadora Auxiliadora Freitas, pelo PHS.

É hora de escolher o nome para 2016 e tentar unir o grupo. Como o próprio Garotinho lembrou recentemente, "reino divido não prospera".

Oposição - Na oposição não é muito diferente. A guerra de egos continua impedindo um diálogo franco sobre quais nomes seriam mais viáveis.

Comentar
Compartilhe
Garotinho, um pastor à beira de perder o comando de suas ovelhas
12/07/2015 | 10h51
Do jornal "O Dia" (aqui):

Corre à boca pequena uma frase entre os poderosos que serve para ajudar a entender que rumos vai tomar o ex-governador e atual secretário de governo de Campos Anthony Garotinho (PR): na política, quatro anos podem ser quatro décadas.

[caption id="" align="aligncenter" width="498"] Em 13 anos, Garotinho foi da candidatura a presidente ao risco de perder o comando do PR          Foto: Márcio Mercante / Agência O Dia[/caption]
A comparação — indicativa de que o tempo pode acelerar carreiras para cima ou para baixo — é ponto de partida para responder uma pergunta: como, em 13 anos, um político vai do sonho de ser presidente da República ao isolamento em sua cidade natal, podendo perder o comando do partido no estado e assistindo à debandada de antigos aliados?

Hoje, no PR do Estado do Rio um grupo de parlamentares quer Garotinho fora do comando da legenda. A insatisfação, já antiga, atingiu o auge na sexta-feira passada, data do ultimado dado pela bancada federal para que a filha de Garotinho, Clarissa, deixe o partido.

Ela já não esconde mais que flerta com o PSDB, e sua saída, se concretizada, tornará a situação de Garotinho insustentável. Por isso, defendem que o terceiro colocado nas eleições para o governo do estado em 2014 deixe a presidência do PR imediatamente.

Os membros do grupo político do ex-governador não titubeiam e garantem: Garotinho não esperava ficar fora do segundo turno nas eleições estaduais de 2014. A derrota desencadeou uma sucessão de outros dissabores para o ex-governador.

Primeiro, viu Fernando Peregrino, aliado de longa data, sair da legenda ainda em dezembro do ano passado; na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), viu o amigo Geraldo Pudim tornar-se aliado de Jorge Picciani (PMDB), seu desafeto.

E os verá em Campos no ano que vem, pois Pudim será candidato peemedebista à prefeitura, embora garanta que não vai disparar contra o amigo. Além disso, teve que aturar as acusações de estar sempre protegendo e privilegiando a filha.

Se na Alerj Garotinho ainda é visto como liderança, o ex-governador é persona non grata em Brasília. A bancada do Rio reclama que não houve reuniões dos parlamentares com a direção de outubro ao começo da semana passada, ou seja, quase 10 meses sem contato formal. A avaliação é de que a falta de diálogo, somada à publicidade do desejo de Clarissa em ir para o PSDB, evidenciam problemas “insuperáveis” no comando de Garotinho na legenda.

Feijó: "A situação não é boa" - Paulo Feijó é um dos fiéis na Câmara dos Deputados, e tenta contornar problemas. “Tenho cinco mandatos e tentarei apaziguar as relações. A situação não é boa”, admite.

Garotinho não quis conversar com a reportagem.

Prestígio está abalado  em Campos

Em Campos, a força de Garotinho está abalada, e o mais proeminente político da cidade periga não conseguir, no ano que vem, eleger seu candidato, para suceder Rosinha. O nome natural seria o de Geraldo Pudim, mas, com a ida dele para o PMDB, o grupo do ex-governador tem três opções: o deputado estadual Bruno Dauaire (PR); o líder do governo na Câmara dos Vereadores de Campos, Mauro Silva (PT do B); e Dr. Chicão (PP), vice de Rosinha.

Pesquisas encomendadas pelo governo avaliam que a aprovação de Rosinha não é das melhores e, em breve, o PP sairá do governo: o deputado estadual Papinha será candidato a prefeito.

E há um acordo entre PP e PMDB: quem ficar fora do segundo turno apoia o outro. Todos contra Garotinho.

Comentar
Compartilhe
Suledil prevê dias piores e avisa: "a culpa é da Grécia"
11/07/2015 | 11h15

suledil

O secretário de Controle e Orçamentário e Auditoria, Suledil Bernardino, publicou artigo neste sábado (11), no site Campos 24 Horas, com comentários sobre uma nova etapa da crise. Ele destaca que a falta de pagamento do parcelamento da dívida da Grécia ao FMI afetou o preço do barril do petróleo no mercado externo. "O preço do barril, que vinha sendo cotado, diariamente, na faixa de U$ 62 a U$ 64 caiu para U$ 56 e U$ 57. Isso representa mais uma queda de 10% do preço do petróleo. Como o cálculo para fazer o repasse dos royalties depende do preço do barril no mercado internacional, daqui a dois meses, Campos e região sentirão os efeitos da crise econômica da Grécia (...) É com tristeza que vemos o sofrimento do povo grego, mas lamentavelmente, Campos e a região estarão pagando mais uma vez a conta por causa da crise internacional do preço do barril do petróleo", diz o secretário.

Comentar
Compartilhe
João Peixoto: "Pudim não vai estar no 2º turno"
29/07/2015 | 11h04

peixoto

O deputado estadual João Peixoto (PSDC) continua confiando no apoio do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), na eleição de 2016, aos políticos que participaram da campanha vitoriosa em 2014.  "Internamente ele cita o meu nome, além de Rafael Diniz, Arnaldo Vianna e Nildo", garante Peixoto.

Sobre a posição do cacique Jorge Picciani (PMDB), que já anunciou a candidatura de Geraldo Pudim, Peixoto disse o seguinte em entrevista à Folha: "Picciani anunciou Pudim, mas disse que não iria forçar desistência no 1º turno, pois no 2º a oposição estará junta. E, na minha visão, quem vai ao 2 turno não é Pudim".

Na visão de Peixoto, um dos aliados de Pezão em Campos estará no segundo turno contra o candidato da máquina. "E quem receber o apoio de Pezão vai vencer", palpita o parlamentar.

Comentar
Compartilhe
Pudim no PMDB: almoço para sacramentar aliança
06/07/2015 | 10h38
[caption id="attachment_34468" align="aligncenter" width="380"]Pudim, Picciani e o empresário Marcinho Siqueira almoçaram nesta segunda-feira Geraldo Pudim, Jorge Picciani e o empresário Marcinho Siqueira almoçaram juntos nesta segunda-feira[/caption]

O deputado estadual Geraldo Pudim (PR) almoçou nesta segunda-feira (06) com o presidente da Alerj, Jorge Picciani, que também responde pela presidência estadual do PMDB. Conforme o blog do jornalista Fernando Leite informou (aqui), Pudim já tem agendados dia e hora para trocar o PR pelo PMDB. No entanto, guarda a informação para o tempo oportuno.

Como o colunista Murillo Dieguez já havia informado (aqui), Picciani abriu as portas do PMDB para Pudim disputar a Prefeitura de Campos em 2016.

A articulação mexe com o tabuleiro político e gera os mais variados comentários. Culpa de Wladimir? Estratégia de Garotinho? Falta de espaço? Atitude corajosa? Jogada de mestre de Picciani? Incompetência da oposição?

Porém, Pudim já avisou que, no momento certo, tudo ficará bem transparente.

Mais informações na edição de amanhã (07) da Folha 

Comentar
Compartilhe
Wladimir chora e Rosinha avisa: "um dia vai chegar o seu tempo"
21/07/2015 | 07h11
Do blog "Eu Penso que"/Ricardo André Vasconcelos (aqui)

Preterido em 2014 em sua pretensão de ser candidato a deputado estadual para que a família garantisse a eleição de Geraldo Pudim (PR), o filho casal Garotinho, Wladimir, lavou a alma, ontem (20), durante a reunião do PR. A prefeita Rosinha pediu desculpas, Wladimir chorou e ficou patente que será o próximo deputado estadual da família, em 2018. E mais: da plateia contrita ouviu-se um profético: "você ainda vai ser nosso prefeito", seguido do coro: "prefeito", "prefeito", "prefeito".

Confira o vídeo que já foi postado no YouTube (aqui):

[caption id="attachment_34790" align="aligncenter" width="505"]wladimir CLIQUE PARA VER O VÍDEO[/caption]

"Rolo" alternativo - No ano passado, após ter a sua candidatura abortada, Wladimir não ficou parado. Montou um "rolo compressor" alternativo e apoiou a candidatura de Bruno Dauaire (PR), que foi o mais votado em Campos e irritou não só Pudim, como também outros nomes do grupo, como Albertinho (Pros) e Gil Vianna (PR), que também buscaram cadeiras na Alerj.

Comentar
Compartilhe
Thiago Virgílio: "A oposição está mais perdida do que cego em tiroteio"
10/07/2015 | 09h24

thiago (1)

O vereador Thiago Virgílio (PTC), vice-presidente da Câmara de Campos, usou o Facebook para alfinetar os vereadores que participaram de uma reunião na casa do deputado estadual Papinha (PP) (aqui). "Essa é pra fechar a semana: A oposição está mais perdida do que cego em tiroteio!  Ir pra Travessão pedir benção ao quarto suplente de Deputado que obteve cerca de sete mil votos... O desespero deles é grande!", afirmou Virgílio.

Comentar
Compartilhe
No Balanço Geral
22/07/2015 | 04h03
[caption id="attachment_34803" align="aligncenter" width="534"]Facebook/Carlos Faria Café Facebook/Carlos Faria Café[/caption]

O secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) não anda nada satisfeito com a repercussão do movimento que pretende barrar a chamada venda do futuro. Vendo que o seu time anda meio parado, sem disposição para defender a antecipação de receitas, ele resolveu sair por aí repetindo uma espécie de mantra.

Nesta quarta-feira (22) ele arrumou um jeito de aparecer no programa Balanço Geral, da TV Record, comandado pelo jornalista Alexandre Tadeu (PRB), que também é vereador. Vale lembrar que Tadeu votou contra a antecipação e vestiu a camisa do movimento. Sem entrar no debate, o Tô Contigo ouviu os argumentos de Garotinho, que apontou o "empréstimo" como um negócio da China.

A ideia do governo é conseguir pelo menos R$ 1 bilhão e pagar em até 25 anos. Ou seja, a operação começa agora e pode ir até o ano 2040.

"Juros" - Para o economista Ranulfo Vidigal, os “juros” da operação podem girar em torno de R$ 300 milhões por ano. “O empréstimo idealizado pelo poder público local é de 1 bilhão de reais e deve custar, no barato, cerca de 30% ao ano. Ou seja R$ 300 milhões só de encargos, já a partir desse ano a todos nós contribuintes da cidade”, completou.

Superintendente faz elogio - Em seu perfil no Facebook, o superintendente de Comunicação da Prefeitura de Campos, Sérgio Cunha, parabenizou Garotinho e destacou a importância da antecipação. "Muito bom o esclarecimento do secretário de Governo Anthony Garotinho sobre a criação do Fundo de Recuperação dos royalties com antecipação de ativos. A resolução do Senado vai permitir que Campos e municípios produtores de petróleo recuperem receitas e paguem por ano apenas 10% do que arrecadarem. Com a queda do barril de petróleo Campos vai receber em 2015 o mesmo de royalties do que o município arrecadou em 2005, cerca de R$ 679 milhões", disse. 

Comentar
Compartilhe
Cofre aberto: Rosinha paga mais R$ 386 mil por locação de veículos
03/07/2015 | 10h31

A empresa Lumentech Comércio e Serviços recebeu, na última quarta-feira (01), mais R$ 386 mil da Prefeitura de Campos pelo aluguel de veículos. A informação está disponível no Portal da Transparência. Porém, não é possível saber quais veículos, nem quantos foram alugados. Este ano a empresa já recebeu mais de R$ 1,4 milhão da Prefeitura.

Contrato de R$ 8,7 milhões – Em janeiro a coluna “Extra, Extra”, da jornalista Berenice Seara, publicou no dia 20 de janeiro (aqui) uma nota na edição impressa do jornal “Extra”, sobre a prorrogação, por um ano, do contrato de locação de veículos através de um termo aditivo de R$ 8,7 milhões. A nota sobre o contrato foi publicado aqui no blog,no dia 13 de janeiro. A coluna do “Extra” bem que tentou, mas não conseguiu descobrir quantos carros estão incluídos no contrato com a empresa Lumentech Comércio e Serviços Ltda.

Comentar
Compartilhe
Rosinha: "Não fui eu que quebrei a Prefeitura"
21/07/2015 | 12h00

rosinha

Terceirizados (que restaram) comissionados, vereadores e simpatizantes do governo lotaram o Parthenon, em Guarus, durante o ato de apoio à prefeita Rosinha Garotinho (PR), ao vice-prefeito Chicão Oliveira (PP) e aos secretários condenados pela Justiça (aqui).

Durante o seu discurso, a prefeita Rosinha lembrou dos aliados que pularam do barco e fez um pedido aos que restaram: " Não nos abandonem". Ela também garantiu: "Não fui eu que quebrei a Prefeitura". Segundo a prefeita, o seu grupo político vai bater de porta em porta para "desmistificar o que a oposição campista anda falando". Recentemente, o secretário Suledil Bernardino previu dias piores e colocou a culpa na Grécia: aqui 

Quem será o candidato? - Diante da plateia rosácea, o secretário de Governo, Anthony Garotinho (PR), avisou que os militantes irão escolher o candidato que irá disputar a Prefeitura em 2016. Sem falar em prazo, ele apenas se limitou a dizer que haverá uma votação. Entre os nomes cotados estão: Chicão Oliveira (PP), Mauro Silva (PT do B), Bruno Dauaire (PR), Edson Batista (PTB), Paulo Feijó (PR), Abdu Neme (PR), Fábio Ribeiro (PR) e Auxiliadora Freitas (PHS). Esbanjando confiança, Garotinho garantiu que o grupo vai faturar a terceira vitória seguida.

Mais sobre o ato no blog "Na Curva do Rio", da jornalista Suzy Monteiro, aqui, e na edição desta terça-feira (21) da Folha.

Comentar
Compartilhe
Pacientes e funcionários do HGG desabafam: "é muita sujeira"
21/07/2015 | 04h42
[caption id="attachment_34782" align="aligncenter" width="404"]Imagens mostram que há lixo espalhado em vários setores do hospital (Foto: Divulgação/Kaio Júnior) Imagens mostram que há lixo espalhado em vários setores do hospital (Foto: Divulgação/Kaio Júnior)[/caption]

Funcionários e pacientes do Hospital Geral de Guarus (HGG) convivem com a sujeira dentro da unidade. A denúncia foi feita por pessoas que registraram a presença de lixo e detritos no chão e próximo das macas. Segundo funcionários da empresa terceirizada, que é responsável pela limpeza, houve redução da equipe e os salários estão atrasados.

[caption id="" align="aligncenter" width="392"]Funcionários trabalham em meio ao lixo na unidade de saúde (Foto: Divulgação) Funcionários do hospital trabalham em meio ao lixo na unidade de saúde / Foto: Divulgação/Kaio Júnior[/caption]

O G1 teve acesso às imagens que mostram funcionários e pacientes em meio ao lixo. Por e-mail, o acompanhante de uma paciente relatou que na unidade de saúde falta água e papel higiênico, e muitos pacientes estão espalhados em macas pelos corredores.

Questionada sobre a situação, a Prefeitura de Campos informou ao G1 que "a unidade hospitalar vem mantendo diálogo com a empresa responsável pelo serviço de limpeza na busca de uma solução definitiva. Enquanto isso, o serviço de limpeza nos setores essenciais foram retomados e o atendimento à população sendo prestado", diz a nota.

Guilherme Pedra, neto de uma paciente, desabafou: "Tive o desprazer de me confrontar com a realidade no HGG, onde minha avó está internada. O chão está imundo e não há macas para os pacientes que chegam. É importante salientar que, os funcionários do hospital fazem tudo que podem, porém são insuficientes e sem condições de trabalho claramente. Sai de lá profundamente triste e com sentimentos de impotência e vergonha de fazer parte de uma sociedade que trata o próximo desta maneira", destacou Guilherme.

[caption id="" align="aligncenter" width="339"]Há reclamação da falta de água e papel higiênico no hospital  (Foto: Divulgação/Guilherme Pedra) Há reclamação da falta de água e papel higiênico (Foto: Divulgação/Guilherme Pedra)[/caption]

"Médicos e as enfermeiras têm que fazer a limpeza do hospital" -  "Estamos trabalhando em meio à sujeira. Os problemas no HGG pioram a cada dia. Os médicos e as enfermeiras têm que fazer a limpeza do hospital. Os funcionários da limpeza dizem que a Prefeitura não repassou a verba para a empresa terceirizada", declarou uma enfermeira, que preferiu não ser identificada.

A autônoma Mara da Silva, de 43 anos, relatou que tomou um susto quando chegou ao HGG nesta terça-feira (21) e deparou com a situação. Segundo ela, em todos os setores do hospital há lixo espalhado. "Um município tão rico e a Saúde tão pobre e podre. Estamos com nojo do hospital. A Prefeitura deve mandar uma equipe de limpeza para a unidade o mais rápido possível", disse a autônoma.

[caption id="" align="aligncenter" width="388"]Pacientes e funcionários denunciam estado de abandono do HGG (Foto: Divulgação) Pacientes e funcionários denunciam estado de abandono do HGG (Foto: Divulgação/Kaio Júnior)[/caption] Fonte: G1 Norte Fluminense/Dulcides Netto

Ontem (20), durante o seu programa de rádio na Educativa FM, o secretário de Governo, Anthony Garotinho (PR), defendeu a antecipação de receitas e listou alguns pagamentos que serão feitos com a venda do futuro. "São vigias, funcionários que faziam limpeza, merendeiras, entre outras atividades que reduzimos por conta da queda de arrecadação", afirmou.

Comentar
Compartilhe
Governo Pezão deve fechar contas com déficit de R$ 3,5 bilhões
24/07/2015 | 08h49

Pelos números de Julio Bueno, secretário de Fazenda, o governo estadual não tirou o pescoço da forca, mas já conseguiu afrouxar o laço da corda. Em reunião com todo o secretariado, ele afirmou que o estado, que começou o ano prevendo um déficit de R$ 13,5 bilhões, deve fechar 2015 com um buraco de R$ 3,5 bilhões nas contas. Esta é uma projeção intermediária. O cenário pessimista admite um rombo de R$ 5 bilhões; o mais otimista prevê que as contas estarão zeradas no dia 31 de dezembro.

Boas notícias - O alívio está relacionado a um empréstimo de R$ 6 bilhões do Fundo Judiciário, melhora na arrecadação e com a grana de acordos de renegociação de dívidas decorrentes de multas aplicadas pelo estado. Até agora, empresas, entre elas a Petrobras, aceitaram pagar R$ 1,5 bilhão para acabar com as pendências.

Más notícias - Mas há muitas contas para serem colocadas em dia. Algumas concessionárias de serviços públicos (gás, energia, água) têm créditos pendentes desde 2013. Cabe aos secretários escolher, com o dinheiro disponível, quem vai receber.

Fonte: O Dia/Fernando Molica 

Comentar
Compartilhe
Professora aponta "perseguição política"
26/07/2015 | 06h08

Uma professora da rede municipal, cujo nome será preservado, enviou um desabafo ao blog. Confira:

“Desde o inicio deste mês, vários diretores de escolas e creches da rede municipal de ensino vem sofrendo um intenso assédio moral e perseguição política. Os atuais diretores da SMECE foram eleitos pela comunidade e, mesmo assim, estão sofrendo pressão política para seguirem apoiando a atual gestão e seus vereadores. É inadmissível, no estado democrático de direito, que um(a) diretor(a) escolar seja perseguido(a) por suas opiniões políticas, mais ainda quando estes profissionais executam suas funções de maneira exemplar, muitas vezes sem condições mínimas de trabalho oferecidas pela atual gestão municipal. Diante do exposto, iniciaremos uma campanha pública contra a perseguição sofrida pelos diretores, já que essa represália se configura numa clara tentativa de impedir a livre manifestação e fere completamente à liberdade de expressão. Mas eles esqueceram de combinar conosco, e o povo.  

Pelo fim da perseguição política aos DIRETORES!

Em defesa da democracia e da liberdade de expressão em Campos!

Campos dos Goytacazes, 23 de julho de 2015.

Ass: R A M"

Comentar
Compartilhe
Mauro Silva: "A Justiça vai respeitar a vontade popular"
16/07/2015 | 11h36

Mauro

Líder do governo na Câmara de Campos a apontado como um dos nomes do grupo rosáceo para disputar a Prefeitura em 2016, o vereador Mauro Silva (PT do B) não vê motivo para desespero. Em seu "Gabinete Virtual" (aqui), o fiel escudeiro do casal Garotinho comentou: “Na minha opinião, a prefeita Rosinha e o vice Doutor Chicão, que permanecem nos cargos, podem ficar tranquilos. A sentença em primeira instância ainda cabe recurso e tenho certeza que será reformada. A Justiça vai respeitar a vontade popular, que em 2012 reelegeu em primeiro turno a prefeita Rosinha, com quase 70% dos votos válidos. Além disso, foi respeitado o prazo para realização de processo de admissão no REDA, o que ocorreu antes da data limite estabelecida pela legislação eleitoral”.

Comentar
Compartilhe
Pudim articula com o PSDC
11/07/2015 | 10h52
[caption id="attachment_34575" align="aligncenter" width="482"]Foto: Ascom/Divulgação Foto: Ascom/Divulgação[/caption]

O deputado estadual Geraldo Pudim (PR) esteve reunido na tarde deste sábado (11), ao lado do seu irmão, o empresário Márcio Siqueira, com a executiva municipal do PSDC. Estiveram presentes o presidente Edson Faes, o vice presidente Carlos Siqueira e o secretário Alberto Coutinho. Na pauta política foram colocados pelo deputado questões programáticas de sua futura candidatura à Prefeitura de Campos.

O presidente do PSDC, Edson Faes, esboçou a estratégia do seu partido para as eleições e destacou que caminhará com as oposições e que há um clamor dos militantes do partido para que se tenha uma candidatura própria a prefeito. O vice-presidente Carlos Augusto destacou a questão do abandono com que os agricultores do Município se encontram no que tange a seca e solicitou que o Pudim olhasse com carinho para essa questão. Já o secretário Coutinho revelou a preocupação que o PSDC tem com a falta de uma política mais efetiva sobre a mobilidade urbana e o deputado se comprometeu a acolher as sugestões.

Papo com Arnaldo e Alexandre Tadeu - Se a executiva municipal conversou hoje com Pudim, o deputado João Peixoto, presidente do diretório estadual do PSDC, esteve ontem (10) com o ex-prefeito Arnaldo Vianna (PDT) e com o vereador Alexandre Tadeu (PRB). A ideia do trio é unir forças e apresentar uma candidatura viável à Prefeitura de Campos.

Comentar
Compartilhe
Magal: "Eles já admitiram o golpe"
01/07/2015 | 03h16

magal

Chamado de mentiroso pelo vereador Thiago Virgílio (PTC), durante a sessão de ontem (01) (aqui),  o vereador Jorge Magal (PR) entrou em contato com o blog e voltou a dizer que houve, sim, um golpe para atropelar o vereador Paulo Hirano (PR). "Fui ao Rio e não pude participar da sessão de ontem. Mas pelo que soube, o vereador falou, falou e não disse nada diferente do que eu havia dito. Ele fala que não deu golpe, mas sim articulou. E Wladimir disse algo bem parecido. Eles sabiam que Hirano tinha um compromisso dom Garotinho e, mesmo assim, fizeram a articulação. Pra mim, isso é golpe. E o próprio Wladimir, em outras palavras, já confirmou isso", disse Magal, se referindo ao posicionamento de Wladimir: aqui.

Comentar
Compartilhe
TCE investiga "farra" nas Câmaras do RJ
05/07/2015 | 11h31
[caption id="attachment_34448" align="aligncenter" width="589"]Manifestantes ocupam a Câmara de Itaguaí com máscaras de cavalo: trata-se de uma crítica a um vereador, suspeito de ter comprado um haras ao ser beneficiado por irregularidades cometidas pelo prefeito, que foi afastado - Sérgio Ramalho / Manifestantes ocupam a Câmara de Itaguaí com máscaras de cavalo: uma crítica a um vereador, suspeito de ter comprado um haras ao ser beneficiado por irregularidades cometidas pelo prefeito, que foi afastado - Sérgio Ramalho /[/caption]

Empregando 11.972 funcionários (além dos 1.188 vereadores), muitas Câmaras do estado do Rio colecionam contratações irregulares, salários para vereadores superiores ao permitido e gastos com pessoal que também extrapolam o limite estabelecido por lei. Isso sem falar no que o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Jonas Lopes, chama de “farras”: viagens para cursos em lugares paradisíacos e despesas desproporcionais com aluguel de veículos e compra de combustível. "Estamos analisando a legalidade desses deslocamentos, alguns para cidades turísticas, e se os cursos guardam pertinência com o exercício do mandato", afirma Lopes, que determinou uma auditoria nos gastos com viagens feitas por integrantes de 91 câmaras (a da capital do estado é fiscalizada por um outro órgão, o Tribunal de Contas do Município, TCM).

A gota d’água para o TCE determinar uma ampla investigação nas câmaras do estado foi uma viagem de 20 dos 21 vereadores de São João de Meriti, no ano passado, para um curso de quatro dias num hotel na Praia de Cabo Branco, em João Pessoa. Cada um deles levou para a capital da Paraíba dois suplentes e sete acompanhantes. A conta fechou em R$ 107.300.

A aplicação de recursos destinados às câmaras carece mesmo de esclarecimentos. Até agora, apenas 12 das 91 fiscalizadas pelo TCE tiveram as contas de 2013 (o primeiro ano da atual legislatura) consideradas regulares pelo tribunal. As demais ainda devem documentos e explicações. A execução orçamentária da Câmara Municipal do Rio também está sob análise do TCM. Em relação à prestação das contas de 2014, 35 não respeitaram sequer o prazo legal de entrega da documentação, que se encerrou no último dia 30. Nesse caso, a da capital fez o dever de casa.

Preço alto - R$ 1,06 bilhão foram pagos pelos 92 municípios fluminenses para bancar suas câmaras em 2013, dinheiro suficiente para a construção de 150 escolas ou 177 clínicas da família. Cada um dos 1.188 gabinetes custou, em média, R$ 897 mil aos cofres públicos, sendo que 76,2% do valor total foram usados para pagamento de pessoal (salários e benefícios).

Pouco trabalho - Palco das decisões das câmaras municipais, as sessões plenárias refletem a baixa atividade legislativa: em 11 delas, há apenas uma reunião pública semanal. Em sua maioria esmagadora, os vereadores se reúnem apenas duas vezes a cada sete dias. Os salários (chamados de subsídios) brutos desses políticos variam de R$ 4.342 (em Laje do Muriaé) a R$ 15 mil (capital), dependendo do orçamento de cada cidade. E há uma infinidade de benefícios. Em Mendes, por exemplo, os nove vereadores têm direito, a cada mês, a quatro diárias de alimentação de R$ 253,80 em viagens para fora do município. Se houver pernoite numa capital, o valor dobra.

Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Picciani: "Pezão não ficará ao lado de um candidato se o partido estiver fechado com outro"
28/07/2015 | 12h45

picciani

O governador Luiz Fernando Pezão e Jorge Picciani, presidente da Assembleia Legislativa e do PMDB-RJ, têm pela frente a tarefa de montar um quebra-cabeça pra lá de complicado. O jogo está relacionado aos candidatos que eles apoiarão nas eleições municipais de 2016 — os dois sabem que algumas peças não serão encaixadas.

Segundo Picciani, terão prioridade políticos que ficaram com Pezão e o PMDB em 2014. O problema é que a aliança em torno do governador envolveu 18 partidos, e muitos daqueles aliados se enfrentarão no ano que vem.

Voz da unidade - Picciani diz que, diante de eventuais impasses, valerá a orientação partidária. “O Pezão não ficará ao lado de um candidato se o partido estiver fechado com outro. Se houver constrangimento, ele evitará fazer campanha”, afirma.

Fonte: Fernando Molica/O Dia 

Comentar
Compartilhe
"Não venda meu futuro": 6.500 assinaturas
15/07/2015 | 11h48
seminario

A campanha “Royalties - Não venda meu futuro”, que ganhou as ruas, já conta com 6.500 assinaturas e apoio de 11 vereadores, entre oposição e “independentes”. Os diretores do Observatório Social de Campos almejam 45 mil assinaturas, quantidade três vezes acima do necessário para a realização do plebiscito. A campanha tem apoio também da Associação Comercial e Industrial de Campos (Acic) e do Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro-NF).

Nesta quarta-feira (15), a coluna "Ponto Final" lembra que tão rápida quanto a adesão tem sido a reação para tentar, em vão, descredibilizar o movimento que será corroborado pelo seminário “Royalties – As medidas do presente e as implicações no futuro”, no próximo dia 21, na sede da Acic. A entrada é franca e o objetivo é discutir a “venda do futuro” e suas possíveis consequências. A prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR), foi convidada para participar do evento. Também estão convocados representantes da sociedade civil organizada, além da população em geral.

Você pode ser um colaborador, baixando o formulário no blog do Observatório (aqui) e deixando as assinaturas com os organizadores no Calçadão.

De acordo com os organizadores, o endividamento do futuro de Campos, poderá provocar aumentos nos impostos, como IPTU e ISS, além de comprometimento dos programas sociais, visto o valor dos juros destes empréstimos somarem R$ 350 milhões de reais, algo 3,5 vezes mais do que o gasto em todos os programas sociais por ano.

Comentar
Compartilhe
Alguém vai ficar no PR?
01/07/2015 | 03h34

O Partido da República (PR) conta atualmente com a segunda maior bancada da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). São oito deputados: Renato Cozzolino, Geraldo Pudim, Jair Bittencourt, Nivaldo Mulim, Márcia Jeovani, Bruno Dauaire, Filipe Soares e Rogério Lisboa.

De olho nos parlamentares, os articuladores do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e do vice-governador Francisco Dornelles (PP), já fizeram convites e acreditam que a poderosa bancada será desfeita nas próximas semanas. Além de Pudim, que recebeu o convite para se filiar ao PMDB, os deputados Renato Cozzolino, Jair Bittencourt, Nivaldo Mulim, Márcia Jeovani, Filipe Soares e Rogério Lisboa teriam propostas do PMDB e do PP.

O ex-governador Anthony Garotinho, presidente estadual do PR, não tem muitas cartas na manga para segurar os parlamentares na legenda. Como muitos deputados pensam em disputar prefeituras em 2016, uma aliança com Pezão e Dornelles é muito mais interessante do que permanecer no barco, já com muitos furos, do ex-governador.

No planalto - Em Brasília, o deputado federal Paulo Feijó também não anda nada satisfeito com o líder rosáceo. Para completar, até a deputada Clarissa Garotinho pensa em sair do PR e migrar para o ninho tucano.

Na planície - Em Campos, dois vereadores do PR devem deixar o partido: Gil Vianna e Jorge Magal.

Comentar
Compartilhe
Tucanos estão com medo de Clarissa?
21/07/2015 | 04h24
[caption id="attachment_34779" align="aligncenter" width="522"]Clarissa negocia direto com os caciques do PSDB Clarissa, que tem boa relação com o senador Aécio Neves, negocia direto com os caciques do PSDB[/caption]

Tucanos do Rio de Janeiro resistem à ideia de o PSDB filiar a deputada federal Clarissa Garotinho, hoje no PR. A filiação é negociada diretamente com o comando nacional do PSDB. Mas dirigentes do partido no estado temem perder poder com a chegada da parlamentar. Filha do ex-governador Anthony Garotinho, ela foi a segunda deputada mais votada no Rio em 2014, com 335 mil votos – o triplo da votação de Otávio Leite, único deputado federal eleito pelo PSDB no estado.

Fonte: Época/Expresso 

Comentar
Compartilhe
Neném: "O esporte está sucateado"
03/07/2015 | 12h17
[caption id="attachment_34397" align="aligncenter" width="390"]Foto - Folha da Manhã Foto - Folha da Manhã[/caption]

Após uma longa queda de braço com o ex-presidente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Pampa, o vereador Neném (PTB) venceu a batalha, indicou a nova equipe com "porteira fechada" e aproveitou a posse do novo presidente (Rogério Quitete) para desabafar, mostrando cicatrizes do governo municipal. “O esporte está sucateado, essa é a verdade. Fiz parte desse quadro e estava impedido de entrar aqui na Fundação, mas agora posso voltar e quero fazer um pedido muito especial a você Rogério (Quitete). Peço a interdição do ginásio, que está largado”, afirmou Neném.

Ainda segundo o vereador, "parece que a Fundação está morta". "As únicas coisas que funcionam são a natação e hidroginástica", afirmou Neném.

Lei mais sobe a posse do novo presidente da Fundação no blog "Na Curva do Rio" (aqui) e na Folha Online (aqui).

Comentar
Compartilhe
Soltou a voz
31/07/2015 | 01h40

A prefeita Rosinha Garotinho (PR), que havia reduzido o número de aparições públicas, voltou com força total. Inclusive, durante o tradicional Chocolate da Coesa, ela soltou a voz ao lado do músico Serjão.

Recentemente, ela também entrou na onda do "passinho": aqui 

[caption id="attachment_34950" align="aligncenter" width="456"]Facebook/Rosinha Facebook/Rosinha[/caption]
Comentar
Compartilhe
Deputado acusa Clarissa de "abocanhar" 30 relatórios
12/07/2015 | 02h29
Da coluna "Panorama Político" / Ilimar Franco / O Globo (aqui): [caption id="attachment_34590" align="aligncenter" width="544"]Reprodução / Panorama Político Reprodução / Panorama Político[/caption]
Comentar
Compartilhe
Nepotismo
23/07/2015 | 05h21

Na última segunda-feira o advogado José Paes Neto publicou uma nota em seu blog (aqui) sobre uma decisão da 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, que manteve decisão que condenou a prefeita do município de Pilar do Sul (SP) pela prática de nepotismo. Ela nomeou seu marido para ocupar o cargo de secretário de Gabinete, Segurança Pública e Trânsito.

Hoje (23), o STJ publicou uma nota em sua página do Facebook sobre a decisão. Em poucos minutos foram centenas de compartilhamentos. Confira:

nepotismo

Como disse José Paes em sua postagem, já pensou se essa moda pega?

Comentar
Compartilhe
Pegou mal
23/07/2015 | 11h24
[caption id="attachment_34813" align="aligncenter" width="500"]Clique para ver o vídeo aos (3:35) Clique para ver o vídeo aos (3:35)[/caption]

Uma velha máxima diz que existem três coisas na vida que nunca voltam atrás: "a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida". Na última segunda-feira (20), durante discurso do secretário de Governo Anthony Garotinho (PR), o empresário Wladimir Garotinho fez um comentário que pegou mal.

Como o blog do jornalista Esdras Pereira mostrou (aqui), Wladimir solta um "agora é o boi", quando Garotinho dizia que Pudim chamava Picciani de Rei do Gado. O vídeo, postado no YouTube pelo Ouvidor da Prefeitura, Charles Guerreiro, foi retirado do ar. Porém, ele já havia sido copiado e está novamente na rede.

O que ninguém parou para pensar é que Wladimir trabalha na Alerj, como chefe de gabinete do deputado Bruno Dauaire. Ou seja, ele pode ter chamado de "boi" o presidente da Casa ou o primeiro secretário. Quem conhece como funciona os bastidores do Legislativo sabe que esse tipo de atitude nunca fica impune. Inclusive, no momento, o vídeo já está sendo analisado por um grupo que dá as cartas na Casa.

Quem se lembra? - Recentemente, um assessor do vereador Alexandre Tadeu (PRB) publicou uma montagem chamando os vereadores que liberaram a "venda do futuro" de "vagabundos".  Na ocasião, o Tô Contigo chegou a compartilhar a montagem no Facebook, mas depois apagou. Nos bastidores, além de pedir a "cabeça" do assessor, vereadores cogitaram cassar o Tô Contigo por quebra de decoro. O caso foi parar na Justiça: aqui 

Comentar
Compartilhe
Advogado do PR garante: "Rosinha e Chicão não infringiram qualquer legislação eleitoral"
15/07/2015 | 07h57

francisco

O ex-Procurador Geral do Município de Campos, Francisco de Assis Pessanha Filho, que presta assessoria jurídica ao Partido da República (PR), divulgou nota sobre decisão judicial que cassou a prefeita Rosinha Garotinho (PR) e o vice-prefeito Chicão Oliveira (PP). Confira:

Em relação a decisão proferida na ação eleitoral referente ao REDA, a assessoria jurídica do Partido da República – PR vem esclarecer o seguinte: 

A Prefeita do Município de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho, e o Vice Prefeito, Chicão Oliveira, não infringiram qualquer legislação eleitoral. Respeitando a decisão judicial e o Excelentíssimo Magistrado que a prolatou, confia que a decisão será revertida pelo TRE-RJ, eis que baseada, exclusivamente, em matérias jornalísticas extraídas de determinados veículos de comunicação. As contratações do REDA poderiam ocorrer até o dia 07/07/2012, sendo que a última se deu no dia 04/07/2012. Essa questão é objetiva, temporal, não há o que se questionar.

Os autores da ação não apresentaram nenhuma prova que desse amparo as acusações, tendo a decisão se baseado em notícias colhidas da internet para afirmar que houve contratação após o dia 07/07/2012, o que levará, invariavelmente, a sua reforma. Além disso, é desproporcional aplicar-se qualquer sanção punitiva pela contratação de 1.166 pessoas, quando o resultado das eleições apontou a vitória da Prefeita Rosinha Garotinho com 167.615 votos, que retratam 69,96% do eleitorado, no primeiro turno, gerando a diferença de 106.472 votos para o segundo colocado.

Ressalte-se, por fim, que a sentença não produz efeitos imediatos, não havendo que se falar em afastamento dos cargos.

Francisco de Assis Pessanha Filho Advogado

Saiba mais sobre o assunto: aqui 

Comentar
Compartilhe
Rosinha gasta mais R$ 35 mil com passagens aéreas
30/07/2015 | 04h06

O Portal da Transparência informa que a prefeita Rosinha Garotinho (PR), em tempos de crise, gastou mais R$ 35 mil com passagens áreas. Na publicação, que não informa quantas passagens foram adquiridas, o destino, nem quem viajou, só é possível saber que a empresa foi a Aquino e Chebabe Agência de Turismo Ltda.

O pagamento foi efetuado na última terça-feira (28).

No mês passado, a Prefeitura gastou R$ 44 mil com passagens: aqui 

Em três anos, Rosinha gastou mais de R$ 1,4 milhão com passagens aéreas: aqui 

Reconhecimento de dívida - No Portal da Transparência também é possível descobrir que, no dia 28, a Prefeitura assinou um termo de reconhecimento de dívida de R$ 13,6 mil com a empresa L.M. Viagens e Turismo, pelo fornecimento de passagens.

Comentar
Compartilhe
Da fartura ao caos
28/07/2015 | 12h37

Em julho do ano passado o grupo rosáceo era só alegria. O líder aparecia em primeiro lugar na disputa pelo governo do estado (aqui) e a Prefeitura contava com um orçamento de R$ 2,5 bilhões, com previsão de aumento da receita própria para este ano (aqui). Para os investimentos em infraestrutura, o governo previa quase meio bilhão. Três meses depois o líder das pesquisas chegou em terceiro lugar e a fartura deu lugar ao caos. Ainda em 2014, a Prefeitura precisou "vender" R$ 300 milhões para obter um empréstimo de R$ 250 milhões.

Agora, um ano depois daqueles tempos de "vacas gordas", a salvação é um mais um empréstimo, que pode girar em torno de R$ 1 bilhão.

Malditos gregos...

Comentar
Compartilhe
Romário publica foto com Clarissa e irrita seguidores
03/07/2015 | 10h19
[caption id="attachment_34400" align="aligncenter" width="438"]Facebook/Romário Facebook/Romário[/caption]

Ontem (02), o senador Romário (PSB) recebeu em seu gabinete a deputada federal Clarissa Garotinho (PR). Após o encontro, o Baixinho publicou uma foto com a amiga no Facebook e notou que a família Garotinho é capaz de estimular os mais variados sentimentos. Se por um lado a postagem contou com muitas curtidas (21,8 mil), por outro a postagem gerou uma enxurrada de comentários negativos. Confira alguns:

Pepê Casarin: "Nãooooo!!!! Isso só pode ser montagem!! Qual foi Romário?? Vai perder todo o seu conceito e respeito comigo e com um monte de gente! Família Garotinha é ...! Sai dessa!!"

Luiz Fernando "Espero que sua amiga consiga se desvencilhar dos vícios políticos dos pais dela . Deixaram para o Rio de Janeiro uma das piores heranças políticas da história do estado". 

Carlos Nascimento "Poxa baixinho você como jogador erra responsa... Já na política não posso dizer o mesmo... Você se misturando com esse povo familiar garotinho. Romário existe um ditado assim: diga com quem você anda que digo quem você é". 

João Gilberto Agostinho Pereira: "Melhor arrumar outros amigos.. familia garotinho romario? assim perderá muitos votos no rio"

Jefferson Santos Você é "amigo" da família garotinho? Grandes "amigos" vc está arrumando, hein Romário Faria. É como fazer amizade com Dilma ou Lula". 

Leidiane Souza: "Odeio com todas as minhas forças este sobre nome GAROTINHO...sai fora dessa Peixe, abre o olhoooo tá pegando carona em vc. Tú ainda é o cara corre desse povo". 

Andre Figueiredo "Assim vc cai no meu conceito Romario... Família Garotinho não.." 

Fabiano Jeane Pereira "Romário acredito que depois desses comentário vc passará longe da Clarissa, não se queime". 

Duddu Rodrigues "Po Peixe, amigo da Garotinho? Você já tá bem grandinho pra se misturar com gente assim". 

Felipe Martins "Não é a primeira bola fora que eu vejo do Romário. Apoiando Eurico Miranda, negando a CPI da pedalada fiscal, e pelo visto mais ligado do que nunca à família Garotinho. Tá cada vez mais difícil encontrar um político coerente no Brasil". 

Everton Vieira Meu caro #Romário VC até então era um grande deputado pra mim. Mas se misturando com a família (garotinho). Ainda tem tempo de mudar. Por favor não faça isso. Com meu voto. #aindadatempodemudar

Renato Negrao Mais um político fazendo jogo político, me entristece ver o Romario com gente desse clã de ..., daqui a pouco tira foto com Sarney, Maluf e Lula...

Bruno Cassola Couto Romario, Agora vc caiu no meu conceito. Já imaginava "Tudo farinha do mesmo saco".

Wanderson Junior poxa peixe, se mistura com essa família não!!! Continue sendo honesto e honrando o voto da galera do Rio, um abraço

Fabiane Governatori Romario, vc não precisa disso! Não precisa deles!! Eles q precisam de vc é querem te usar!

Dioclau Zodocar Vc não precisa estar com essas pessoas Romário! Perdeu meu voto é aposto que os de muitos que aqui estão!

Para ver a postagem, com todos os comentários clique aqui 

Comentar
Compartilhe
Cortaram a luz?
15/07/2015 | 01h00

O vereador José Carlos (PSDC) entrou em contato com o blog para informar que, após "falta de fraldas e atraso de salários", o programa Pró-Fraldas,  da Prefeitura de Campos, enfrentou um corte de energia elétrica no dia de ontem (13). "Era só o que faltava. Após uma séria de problemas, como falta de pagamento e de fraldas, agora estamos diante de um corte de luz", contou o vereador.

A luz no fim do túnel, para evitar um "apagão" geral, é a liberação da antecipação de receitas. Quem acompanha de perto o governo avisa: a crise é grave, muito grave.

Comentar
Compartilhe
Já tem "independente" querendo voltar?
31/07/2015 | 12h54

dúvida

Nos bastidores, aliados do grupo rosáceo garantem que alguns "independentes" estariam dispostos a voltar para o ninho rosáceo. Porém, já tem gente batendo o pé. "Sofremos o desgaste com aquele projeto que libera a antecipação e eles vestiram a camisa do movimento contra o empréstimo. Agora querem voltar? Não vamos aceitar. Se voltar, somos nós que vamos sair", garante um aliado do grupo.

Em tempo de crise, eles não querem nem pensar em dividir o pequeno bolo com os ex-companheiros.

Já os aliados dos "independentes" garantem que não existe essa história de voltar ao ninho. De acordo com o assessor de um "independente" , os governistas estão desesperados. "Querem espalhar isso para tirar a nossa força. Estão desesperados e vão ter muitas surpresas desagradáveis nos próximos meses", afirma.

Comentar
Compartilhe
Suplementação: R$ 160 mil para eventos da Fundação Oswaldo Lima
20/07/2015 | 12h16

diário oficial

O Diário Oficial desta segunda-feira (20) traz o Decreto nº 175/2015, que dispõe sobre crédito adicional suplementar no orçamento fiscal do município.

Pela publicação, "abre-se o orçamento fiscal do Município de Campos dos Goytacazes, para inserir Crédito Adicional Suplementar, de verba orçamentária, no valor total de R$ 160 mil, na dotação referente à ação do Programa de Trabalho abaixo discriminado: Suplementação por excesso de arrecadação".

O recurso é proveniente de "excesso de arrecadação, depositado na conta corrente nº 006.00000088-3, Agência 0180 da Caixa Econômica Federal". De acordo com a publicação, o valor será utilizado para "Eventos Culturais da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL)".

Além dos R$ 160 mil, a FCJOL também ficou com mais uma suplementação de R$ 21, 5 mil, totalizando R$ 181,5 mil. Resta saber se os recursos serão utilizados para o Carnaval fora de época, Festa de São Salvador ou outro evento cultural bancado pela Prefeitura.
Comentar
Compartilhe
Clarissa comenta sobre Pudim: "tiro no pé"
06/07/2015 | 09h49

clarissa

O jornal "O Dia" publicou matéria sobre a possível ida do deputado estadual Geraldo Pudim (PR) para o PMDB. Na visão da deputada federal Clarissa Garotinho (PR), a mudança não será vista com bons olhos.

Ela disse que, caso vá para o PMDB, Pudim estará dando um “tiro no pé”, pois não será visto em Campos nem como oposição nem como situação.

E por falar em mudança, Clarissa também estaria de malas prontas para deixar o PR. Entre as possibilidades estão PSDB e PSB.

Comentar
Compartilhe
Pezão faz mistério
26/07/2015 | 11h20

pezao

Uma semana após o presidente estadual do PMDB, Jorge Picciani, garantir que o deputado Geraldo Pudim (PR) será o candidato do partido em Campos, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), optou pelo mistério. Em entrevista publicada neste domingo (26), pela Folha, Pezão se esquivou ao ser indagado sobre os nomes do vereadores Rafael Diniz (PPS) e Nildo Cardoso (PMDB), do deputado João Peixoto (PSDC) e do ex-prefeito Arnaldo Vianna (PDT), que seriam suas principais apostas na terra goitacá. Segundo Pezão, o apoio será revelado "no momento certo". A entrevista completa pode ser lida no blog "Opiniões", do jornalista Aluysio Abreu Barbosa: aqui 

O mistério de Pezão é compreensível. Nomes ligados ao peemedebista garantem que ele não irá se indispor com Picciani por conta da eleição de Campos. Sendo assim, ele prefere adotar a cautela e deixar que as articulações aconteçam nos bastidores. Porém, nesse jogo, Picciani é especialista e já largou na frente. Ele soma forças, conversa com diversas legendas, fortalece Pudim e deixa os outros prefeitáveis da oposição sem grandes opções.

Comentar
Compartilhe