Linda Mara manda "beijinho no ombro"
30/04/2014 | 19h36
[caption id="attachment_24281" align="aligncenter" width="277"] Facebook/Rosinha[/caption]

A vereadora Linda Mara (Pros) usou uma letra da Valesca Popozuda para criticar a oposição. "As pessoas ficam se doendo com o sucesso do deputado federal Garotinho. Ele é líder das pesquisas e ainda teve uma decisão favorável no TSE. Só digo uma coisa: beijinho no ombro para o recalque passar longe", disse a vereadora durante a sessão de hoje (30).

Comentar
Compartilhe
Bancada governista não quer ouvir João Vicente
30/04/2014 | 18h44

A bancada governista negou durante a sessão de hoje o requerimento do vereador Rafael Diniz (PPS), que pretendia convidar o ex-superintendente da Fundação Trianon, João Vicente Alvarenga, para prestar esclarecimentos sobre denúncias envolvendo a área de cultura da Prefeitura.

Ao  justificar o posicionamento da bancada, o vereador Paulo Hirano (PR) afirmou: "Tudo isso tem cunho político. Não vamos dar palanque para este tipo de situação com interesse eleitoral".

O vereador Rafael Diniz lamentou o posicionamento da bancada governista. "Essa Câmara já negou uma audiência pública sobe cultura, já negou informações sobre shows e já barrou a convocação de Patricia Cordeiro. Agora, negam o convite ao João Vicente Alvarenga. Essa Casa tem que trabalhar. Não podemos abrir mão do nosso papel. Não estão me deixando trabalhar. É jogo de cintura? No rádio é fácil, quero ver ter coragem de debater aqui", disse Rafael.

Comentar
Compartilhe
Rosinha denuncia "manifestantes de fora"
30/04/2014 | 15h37

Na manhã de hoje (30), durante participação em um programa de TV, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) comentou sobre a greve dos rodoviários e informou que tem tem recebido denúncias sobre "manifestantes de fora" com o objetivo de coagir as empresas que pretendem colocar ônibus nas ruas. "Estou hoje protocolando na Polícia Civil, na Polícia Federal, onde for de direito, no Ministério Público, a denúncia de que chegaram a Campos três ônibus com manifestantes de fora para ameaçar as empresas que se colocarem ônibus nas ruas, vão queimar os ônibus. Isso é grave e eu não vou aceitar esse tipo de baderna com pessoas vindas de fora", disse Rosinha, que vê um "cunho político na greve".

Comentar
Compartilhe
Reda: demitidos ainda tentam receber
30/04/2014 | 15h11

Em agosto de 2012 a Justiça concedeu medida liminar suspendendo todos os contratados sob o regime do REDA. A Ação Popular com pedido de liminar foi proposta pelo advogado José Paes Neto. Na ocasião, a Justiça entendeu que os processos seletivos realizados com fundamento no REDA eram inconstitucionais, violando os princípios do concurso público, da isonomia, da igualdade, da moralidade e da impessoalidade. "Os cargos oferecidos revelam atividades permanentes, que deveriam ser exercidas por servidores públicos concursados", disse o juiz Wladimir Hungria em sua decisão.

Agora, quase dois anos depois, muitos funcionários esperam receber. Muitos deles teriam sido orientados a continuar trabalhando mesmo após a decisão judicial. Na época, a Prefeitura recorreu de todas as maneiras, mas não obteve êxito na Justiça.

ale lembrar que nos últimos governos municipais os casos envolvendo terceirizados se transformaram em verdadeiras novelas jurídicas. No governo Arnaldo, por conta de contratações em período eleitoral, o candidato apoiado por ele, Carlos Alberto Campista, acabou sendo cassado. Depois, no governo Mocaiber, a Justiça determinou a demissão de milhares de terceirizados.

Comentar
Compartilhe
Garotinho: "Fomos abençoados por Deus"
29/04/2014 | 23h44

Conforme o blog "Na Curva do Rio", da jornalista Suzy Monteiro informou (aqui), em decisão monocrática, o ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Dias Toffoli, acolheu os recursos da prefeita Rosinha Garotinho (PR) e do deputado federal Anthony Garotinho (PR) para afastar a condenação imposta a eles por supostos abusos cometidos na campanha de 2008. No entendimento o ministro, a divulgação de “seis matérias no jornal não teria o condão, como dito, de influenciar no resultado do pleito em um Município da dimensão de Campos dos Goytacazes/RJ”.

Em seu blog, o deputado comemorou e agradeceu a Deus. "Fomos perseguidos, tentaram nos humilhar em rede nacional, setores da mídia nos caçaram e sofremos juntos eu e Rosinha. E agora a legalidade foi restabelecida. Fomos abençoados por Deus com uma decisão justa que acaba com qualquer dúvida. Foi uma vitória da lei contra a injustiça; uma vitória que certamente mostrará a muitas pessoas que outras injustiças ainda precisam ser corrigidas e serão. (...) Sempre afirmei que era uma covardia a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE) de condenar a mim e a Rosinha por uma simples entrevista de rádio feita em 2008. Tudo sempre foi uma perseguição. Agora à noite, o ministro Dias Toffoli, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), anulou a decisão do TRE que havia condenado a mim e a Rosinha, terminando de vez com qualquer dúvida sobre quem estava com a verdade neste caso", disse Garotinho em seu blog.

No Facebook, o presidente do PR em Campos, Wladimir Garotinho, também comemorou. "Acabou de cair por terra o único argumento usado pela oposição para tentar insinuar que Garotinho e Rosinha estariam inelegíveis. O ministro Dias Tofolli acatou os recursos e acabou com a injustiça sobre aquele condenação por uma entrevista de rádio. A verdade sempre prevalece para aqueles que amam a Deus e não tem nada a temer!", postou Wladimir.
Comentar
Compartilhe
Cultura: requerimento da oposição provoca debate
29/04/2014 | 20h43

O vereador Rafael Diniz (PPS) usou a tribuna da Câmara de Campos para informar que foi protocolado hoje (29) um requerimento de sua autoria com o objetivo de convidar o ex-superintendente da Fundação Trianon, João Vicente Alvarenga, para prestar esclarecimentos no Legislativo. "As denúncias são graves e merecem ser apuradas. Fomos eleitos para fiscalizar e não podemos abrir mão disso. Espero que amanhã esse requerimento seja aprovado. Volto a dizer que se trata de dinheiro público", afirmou Diniz.

Na tribuna, o vereador Marcão comentou sobre novas denúncias. "Recebi um e-mail de uma internauta que se apresentou como Dorinha. Ela, que já havia acertado quando disse que alguns cachês não estavam sendo pagos, agora me informou que contratos e comprovantes teriam sido fabricados. Tudo para receber valores maiores. Inclusive, podem existir atestados sobre shows que não teriam sido realizados.", disse Marcão.

Sem conter as risadas, o presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB), ironizou. "Essa tal Dorinha tem CPF e identidade? Sem isso não tem valor algum o que ela disse", afirmou Edson, que chegou a gargalhar.

Já o vereador Fred Machado (SDD) voltou a cobrar uma CPI. "A tal Dorinha pode até não ter CPF, mas o João Vicente Alvarenga tem. Ele tem CPF, identidade e fez parte do governo. As denúncias feitas por ele podem muito bem servir como fato gerador para  a abertura de uma CPI", afirmou Fred.

Em defesa do governo, o vereador Paulo Hirano (PR) disse que estão politizando o debate. Ele usou a tribuna para mostrar uma foto de João Vicente Alvarenga ao lado do senador Lindbergh Farias e do vereador Marcão (PT), durante a Feijoada da Folha. "Estamos nos aproximando de uma eleição e esse debate está politizado. Veja esta foto do João Vicente com o senador Lindbergh e o vereador Marcão. Isso diz muitas coisas", insinuou Paulo Hirano.

"Se houver erro, haverá punição" — O vereador Paulo Hirano deixou no ar a necessidade de alguns esclarecimentos. "É lógico que algumas coisas precisam ser esclarecidas. Se houver erro, seja de quem for o erro, haverá punição.  Mas também é bom frisar que os autores das denúncias terão que provar o que estão dizendo", completou.

Linda Mara: "João Vicente me ligou e disse que tinha uma dívida de R$ 98 mil" — A vereadora Linda Mara também entrou no debate. Ela afirmou que em março João Vicente Alvarenga tentou entrar em contato com ela. "Ele me ligou dizendo que estava com uma dívida de R$ 98 mil com a Receita Federal. A verdade é que ele mudou de lado. Tanto, que foi recebido cheio de pompa na Feijoada, Ele não me ligou recentemente dizendo que gostaria de participar da Cultura, nem de contribuir com nada. Ele só estava preocupado com o salário. Quero ver ele me desmentir aqui nesta tribuna. Quero ver se ele tem coragem de dizer que estou mentindo. Ele queria boquinha. Rosinha e Garotinho nã aceitam que só pensa em boquinha", disse Linda Mara.

Fred se espanta com o "poder de Linda Mara" — Após a declaração de Linda Mara, o vereador Fred Machado comentou: "Quer dizer que a vereadora tem o poder de manter uma pessoa no cargo? Não sabia que era possível ser do legislativo e do executivo ao mesmo tempo. Estou impressionado com todo esse poder", disse Fred, que também comentou sobre a foto de João Vicente na Feijoada. "Então ele mudou de lado por estar na Feijoada? Mas é bom lembrar que no ano passado vários vereadores desta Casa estavam na Feijoada. Sinceramente, isso não tem o mínimo cabimento", opinou.

Comentar
Compartilhe
Greve dos rodoviários em debate na Câmara
29/04/2014 | 18h53
[caption id="attachment_24242" align="aligncenter" width="576"] Nas ruas, população sofre com enormes filas para conseguir pegar uma van - Foto - Facebook/Rádio Continental[/caption]

Durante a sessão de hoje (29), os vereadores Nildo Cardoso (PMDB), Fred Machado (SDD), Rafael Diniz (PPS) e Abdu Neme (PR) comentaram sobre a greve dos rodoviários e a licitação para o transporte público do município, que será realizada no dia 26 de maio.

Para o vereador Nildo Cardoso, é preciso debater todos os pontos que estão pendentes. "Precisamos de uma audiência pública nesta Casa. Quem poderia ficar tanto tempo sem reajuste? As empresas estão falidas. Temos que entender o lado dos empresários", disse Nildo, que foi aparteado pelo vereador Abdu Neme, que é um dos proprietários de uma empresa de ônibus. "Existem muitas controvérsias. Dizem que os empresários não investiam, mas o meu caso posso dizer que 11 ônibus foram renovados. E cada renovação custou R$ 300 mil. E tudo isso com os valores congelados. Durante muito tempo fiquei calado, mas agora é o momento de falar. A licitação não é a solução", disse Abdu, que fez uma proposta. "Poderia ser feito um TAC reajustando as passagens para R$ 2,20. Com esse reajuste toda a frota poderia ser renovada. Não dá para competir contra todos e ficar calado. Quando tenho razão vou até o fim".

Na tribuna, o vereador Rafael Diniz disparou: "Um político experiente me disse que essa licitação é a famosa 'licitação alfaiate'. Ou seja, foi feita sob medida. Suspeito que a vitória não será de Campos, mas de alguém grande de fora", disse Rafael.

Em defesa do governo, a vereadora Linda Mara (Pros) usou a tribuna e disparou. "Não venham me dizer que existem cartas marcadas. Vocês acham que a prefeita está gostando de ver essa greve e esse transtorno? Mas ela quer mudar para arrumar. Eu não quero que empresa de fora ganhe", disse Linda Mara.

Paulo Hirano sugere diálogo e suspensão da greve  — O líder do governo na Câmara, vereador Paulo Hirano (PR), também opinou. "Não te cabimento colocar a culpa na Prefeitura. Temos que estimular um debate sério, com  números e ouvindo a empresa. Precisamos de uma saída definitiva e que beneficie a população campista. Precisamos de sensatez neste momento. Se a culpa é a falta de diálogo, vamos sentar e conversar. O primeiro passo é suspender essa greve. Tenho certeza que a prefeita Rosinha será sensível aos argumentos técnicos e financeiros que serão apresentados", disse Hirano.

Sem acordo — Na tribuna, o vereador Jorge Magal (PR) anunciou que após nova reunião entre o sindicato e os representantes da Prefeitura, a greve foi mantida. "Não houve acordo. Precisamos nos reunir e definir os melhores caminhos", disse Magal.

Só na próxima semana — Após sugestão do presidente da Câmara, Edson Batista (PTB), foi definido que os debates na Câmara irão ocorrer na próxima semana. "Como vamos ter um feriado e ponto facultativo nesta semana, fica marcado para a próxima segunda-feira (05). Queremos dialogar. Se não aceitarem, paciência", disse Edson. Na tribuna, o vereador Nildo Cardoso protestou: "Essa reunião é urgente e os empresários precisam ser ouvidos. Não podemos deixar para depois", afirmou.

Rafael: "A culpa é dos governos passados?" — O vereador Rafael  Diniz disse que o governo não pode fugir de suas responsabilidades. "Será que a culpa é dos governos passados? Esse governo teve seis anos para dialogar e não quis papo com os empresários O valor ficou congelado. Não sou contra a passagem por R$ 1,00. Mas será que adianta ter esse valor com um ônibus que não passa? É possível manter a passagem neste valor e melhorar os serviços. Isso é que precisa ser dito", disse Rafael.

Comentar
Compartilhe
Macaé: Dr. Aluízio vai apoiar Kitiely
29/04/2014 | 18h15
[caption id="attachment_24228" align="aligncenter" width="437"] Foto de Andre Motta[/caption]

O prefeito de Macaé. Dr. Aluízio (PV) se reuniu na tarde de hoje (29) com a vereadora de Quissamã, Kitiely Freitas (PR) e amarrou uma aliança para a eleição de outubro. Pré-candidata a deputada estadual, Kitiely comemorou a parceria. "O prefeito de Macaé afirmou que a minha pré-candidatura receberá o seu apoio no município de Macaé. Isso demonstra que estamos no caminho certo e cientes de que se trata de uma missão com objetivo regional", explicou Kitiely, que também tem amarrado alianças em outros municípios da região.

De acordo com a vereador, o fato do prefeito apoiar a candidatura do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), não impede a parceria. "Ele sabe que faço parte do grupo liderado pelo deputado federal Anthony Garotinho, que é pré-candidato ao governo do estado. Mas assim como irá apoiar outros candidatos de outros partidos, não viu isso como empecilho", frisou Kitiely, que também conta com o apoio da deputada estadual Clarissa Garotinho (PR).

No último domingo (27), durante a Feijoada da Folha (aqui), o prefeito de Macaé reforçou o seu apoio ao médico Makhoul Moussallem (PT), que é pré-candidato a deputado federal.

Comentar
Compartilhe
Pezão e Lindbergh posicionam tropas em SJB
29/04/2014 | 00h26
[caption id="attachment_24212" align="aligncenter" width="529"] Foto de Paulo Pinheiro[/caption]

Cientes da força do deputado federal Anthony Garotinho (PR) no interior do estado, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e o senador Lindbergh Farias (PT), começam a posicionar suas tropas em locais estratégicos. E um desses locais é o município de São João da Barra,. No último final de semana o senador Lindbergh Farias (PT) esteve por lá e participou da festa de Nossa Senhora da Penha ao lado da ex-prefeita Carla Machado. “Fui muito bem recebido pela população de SJB e vi de perto, mais uma vez, a força desta guerreira que é a ex-prefeita Cala Machado”, comemorou Lindbergh, que reforçou alianças e conversou com a população em diversas partes da cidade.

Sem perder tempo, o governador Luiz Fernando Pezão esteve hoje (28) na residência do prefeito Neco ao lado do presidente da Alerj, deputado Paulo Melo (PMDB), do deputado estadual João Peixoto (PSDC), além dos prefeitos de Macaé, Dr. Aluizio (PV), de Carapebus, Amaro Fernandes dos Santos (PRB), e de Bom Jesus do Itabapoana, Branca Motta (PMDB). O ex-presidente da Câmara de Campos, Nelson Nahim (PSD), também marcou presença.

Pezão ressaltou a importância de São João da Barra no cenário nacional e fez questão de assinalar o prestígio do prefeito Neco: “Não poderia deixar de prestigiar o prefeito Neco nesta importante festa em São João da Barra. Hoje, quando se fala em política e investimentos no estado, não podemos deixar de citar São João da Barra, que vai contar em breve com um grande complexo portuário”, disse Pezão.

O prefeito Neco aproveitou para reafirmar o seu apoio ao governador. “Estamos juntos com Pezão que sempre abriu as portas para o nosso município. Foram muitas as conquistas, antes como vice-governador e agora como governador. Não vou medir esforços e tenho certeza de que os prefeitos e deputados que aqui estão também não vão medir esforços para ajudá-lo”, comentou.

Quem vai ganhar? — Nos bastidores já tem gente fazendo as contas. Afinal, quel será o mais votado em São João da Barra? Pezão com o apoio do grupo de Neco? Lindbergh com o apoio do grupo de Carla? Garotinho com o apoio do grupo de Betinho e Bruno?

* Com informações do jornal Quotidiano.

O blog “Na Curva do Rio”, da jornalista Suzy Monteiro, também publicou nota sobre as visitas de Pezão e Lindbergh (aqui).

Comentar
Compartilhe
Garotinho e novo líder do PR já não falam a mesma língua
28/04/2014 | 22h31

O manifesto divulgado nesta tarde pelo deputado Bernardo Santana (PR-RJ), líder do PR na Câmara Federal, pregando a volta do ex-presidente Lula já em 2014, em substituição à presidente Dilma Rousseff (leia mais aqui), talvez não tenha dividido o PT, mas já provocou um racha no próprio PR. "Só uma pessoa tem legitimidade para decidir se a presidente Dilma será ou não candidata em 2014: ela própria", disse o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), numa rápida entrevista ao site Brasil 247.

Garotinho lembra que é o único candidato do PR a um governo estadual, o do Rio de Janeiro, e diz que a bancada fluminense é a mais representativa do partido na Câmara, com sete parlamentares. "Mas eu nem fui consultado sobre essa posição", afirma.

O deputado afirma que, nesta terça-feira (29), em Brasília, irá pedir uma reunião emergencial de toda a bancada e também da direção nacional do partido. "Hoje cedo, o Alfredo Nascimento me ligou para saber o teor dessa entrevista que estava sendo programada pelo Bernardo", disse ele. "Ou seja, nem o nosso presidente sabia desse manifesto e eu receio que seja algo articulado também por outras legendas, para criar uma falsa sensação de isolamento da presidente Dilma".

Sobre a eventual volta de Lula, o deputado e ex-governador do Rio preferiu não se posicionar. Apenas repetiu que cabe à presidente Dilma decidir se é ou não candidata, uma vez que tem o direito constitucional à reeleição.

Comentar
Compartilhe
Suledil convoca tropa rosácea e pergunta: "de que lado você está?"
28/04/2014 | 22h02

Em e-mail enviado aos membros da tropa rosácea, o secretário de Governo Suledil Bernardino disparou forte contra a oposição e  fez uma convocação. "Os oportunistas de plantão que participaram de governos que nos antecederam estão tentando denegrir a imagem do Governo Rosinha Garotinho. Por isso, precisamos mobilizar os nossos companheiros para um grande Encontro a ser realizado pelo Partido da República. Esse Encontro tem como finalidade definir de que lado você está? Do lado daqueles que jogaram na lama nossa cidade, onde UM CAMBURÃO AÉREO da Polícia Federal precisou vir a Campos prender a quadrilha que sangrava os recursos públicos para uma meia dúzia de oportunistas e que hoje posam de 'bons(as) moços(as)' – gente que macularam suas mãos ao lado da corrupção e do atraso. Ou do lado de um Governo que pôs a cidade a limpo, onde tivemos todas as nossas contas aprovadas pelo TCE e pela Câmara Municipal e inclusive fomos nós que criamos o Portal da Transparência, onde cada cidadão sabe quem recebe e quanto recebe de recursos públicos da Prefeitura", diz Suledil.

Quem sugeriu este ato, que acontece no próximo dia 05, no Automóvel Clube, foi o deputado federal Anthony Garotinho (PR), como postou o jornalista Ricardo André Vasconcelos em seu blog (aqui).

O e-mail de Suledil foi publicado no blog do advogado Cláudio Andrade (aqui).

Comentar
Compartilhe
Crime organizado terá candidato ao governo do estado?
28/04/2014 | 13h22

Nos bastidores da política estadual há quem garanta que o crime organizado vai escolher uma candidatura ao governo do Rio. A estratégia para ajudar o candidato é simples: bombardear (literalmente) as UPPs e tentar fazer a população protestar contra a política de segurança do atual governo.

Na semana passada, conforme o Lauro Jardim divulgou em sua coluna, o ex-secretário estadual de Comunicação, Ricardo Cota, foi para o Facebook insinuar que existe uma ligação entre os candidatos e os últimos ataques às UPPs. "Quem será o candidato ao governo do crime organizado?", indagou Cota.

A estratégia da insinuação é a mesma usada pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) em entrevista  ao jornal O Globo. Sem especificar quem, Pezão disse que há candidatos contra as UPPs no Rio. Seria excelente para o debate se o entorno de Cabral desse nome aos bois no debate sobre a política de segurança do Rio.

Comentar
Compartilhe
Dr. Aluízio garante: "Meu apoio ao Makhoul está mantido"
28/04/2014 | 12h47

Após sinalizar o seu apoio ao governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e romper com o seu vice-prefeito Danilo Funke, que é d PT, muita gente imaginou que o prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (PV), poderia deixar de apoiar a candidatura do seu amigo Makhoul Moussallem a deputado federal. Porém, obtem (27), durante a Feijoada da Folha, ele deixou claro que mantém a sua palavra. "Três candidatos receberão o meu apoio em Macaé. E o meu amigo Makhoul é um deles", garantiu Aluízio.

Atualização às 17h30 — Em abril do ano passado, também durante a Feijoada da Folha, Dr. Aluízio revelou o seu encantamento por Makhoul. Na ocasião, quem publicou uma nota sobre a parceria foi o blog Opiniões, do  jornalista Aluysio Abreu Barbosa (aqui).  “Ele terá todo nosso apoio aqui em Macaé. Sou seu discípulo na medicina e seu amigo. Tenho encantamento por Makhoul!, disse Dr. Aluízio em 2013.

Comentar
Compartilhe
De um lado o Carnaval, do outro...
27/04/2014 | 19h27
A internauta Marta Aparecida Vieira usou o Facebook para protestar contra a falta de itens básicos na Saúde.  Confira: Além de Marta Aparecida, a internauta Patrícia Nascimento também protestou: "Gostaria de fazer uma reclamação sobre a saúde, minha mãe tinha uma consulta marcada desde novembro para ortopedista no HGG e quando foi pra consulta recebeu a notícia que a médica não iria e a consulta foi remarcada pro dia 12/05!! Como fazer um tratamento dessa forma???"  
Comentar
Compartilhe
Os dois lados do Carnaval fora de época
26/04/2014 | 16h21

O Carnaval fora de época bancada pela Prefeitura de Campos consegue provocar as mais variadas emoções e interpretações. Se por um lado há quem ache um espetáculo maravilhoso e organizado, por outro há quem considere desnecessário e desorganizado. Então, vamos tentar revelar as duas faces do Campos Folia, tendo em vista o primeiro dia.

Na noite de ontem a equipe da Prefeitura cobriu o Carnaval e encheu o site oficial de notícias sobre a folia. Entre as principais notícias podemos destacar as seguintes declarações e fotos:

[caption id="attachment_24165" align="aligncenter" width="540"] Foto - Secom/Prefeitura[/caption]

Acompanhada pelo vice-prefeito, Doutor Chicão (PP),do deputado federal Paulo Feijó (PR) e da presidente da FCJOL, Patrícia Cordeiro, a prefeita Rosinha Garotinho (PR) afirmou que o Carnaval de Campos vem se profissionalizando a cada ano. “Nossa expectativa é sempre a melhor, e temos certeza de que o carnaval deste ano será melhor do que o de 2013 e o do próximo ano vai ser melhor ainda. A cada ano que passa, o nosso carnaval tem melhorado, tem se profissionalizado”, destacou Rosinha.

[caption id="attachment_24166" align="aligncenter" width="515"] Foto - Secom/Prefeitura[/caption]

Viviane Araújo: "a melhor estrutura do interior do país"— Em matéria publicada pelo site da Prefeitura, a atriz Viviane Araújo, convidada especial da FCJOL, elogiou o Carnaval de Campos. "Tem cidades do interior do Brasil que eu conheço que também tem um carnaval lindo, assim como o daqui, mas feito em estrutura móvel. Aqui, não. A estrutura é linda e muito confortável. Das que conheço, é a melhor do interior do país", , observou Viviane.

[caption id="attachment_24167" align="aligncenter" width="484"] Foto - Secom/Prefeitura[/caption]

Atriz global marca presença— Em sua segunda vez no carnaval fora de época de Campos, o Campos Folia, a atriz Anna Claudia Protásio Monteiro, a Cacau Protásio, acompanhou o desfile dos blocos, percorrendo toda a passarela do samba que, este ano, recebeu o nome de Rubinho Chebabe.  Já rouca, ela  elogiou o espetáculo. “Está tudo muito bonito e o carnaval daqui é muito animado”.

[caption id="attachment_24168" align="aligncenter" width="525"] Foto - Secom/Prefeitura[/caption]

Público vibra com o Campos Folia nas arquibancadas do Cepop — De acordo com matéria publicada no site da Prefeitura, o entusiasmo do público no primeiro dia do Campos Folia 2014, com a participação dos blocos de samba dos grupos de acesso e especial, já pôde ser visto, a cada agremiação que passou pela avenida, mostrando as características do povo campista. A expectativa é de que no segundo dia (hoje), quando vão passar as escolas de samba do Grupo Especial, a empolgação seja ainda maior. Ainda de acordo com a matéria oficial, nas arquibancadas, o que se vê é a participação popular, em um ambiente familiar, representando a nata do carnaval campista do passado, que sempre foi de muita animação e tranquilidade. Um exemplo disso é o casal formado por Amaro Monteiro Rosa e Regina da Silva, casados há mais de 40 anos e que sempre acompanharam juntos os desfiles em Campos. Eles são moradores de Goitacazes e torcedores do bloco Psicodélicos e da Escola de Samba Mocidade Louca. Como residiam no Morrinho, o amor por essas duas agremiações ficou enraizada e, até hoje, eles se deslocam de Goitacazes, para ver o desfile de perto e participar dos desfiles. "Acompanho o Carnaval desde a década de 50 e possa garantir que hoje ele está bem melhor que no passado. Não há comparação", afirmou Amaro Monteiro.

O outro lado da folia — Se as matérias rosáceas destacaram apenas o lado bom e ignoraram certos problemas, vamos tentar mostrar o outro lado.

[caption id="attachment_24173" align="aligncenter" width="557"] Foto de Silvana Rust[/caption] [caption id="attachment_24174" align="aligncenter" width="545"] Foto de Silvana Rust[/caption]

Cadeirante reclama —  A cadeirante Gelcilaneia Chaves, de 37 anos, foi pela primeira vez prestigiar o evento, mas se sentiu desconfortável com as arquibancadas molhadas. “Para mim fica difícil acompanhar o desfile. Passando pela arquibancada, a água respinga em minha mão. E é com ela que controlo a cadeira de rodas. É necessário tirar essa água”, disse Gelcilaneia ao jornal Terceira Via.

Dona de casa protesta — A dona de casa Marilda Fernandes, de 42 anos, também se indignou com os riscos que a água da chuva poderia causar aos foliões. “Vi uma mãe com carrinho de criança passando por essa poça d’água, uma moça pulando de um degrau para o outro e quase levando um escorregão. Sem contar nossos pés que ficam molhados. Mas isso não é uma novidade. Enquanto a prefeita está na avenida, nós estamos com nossas casas ameaçadas com a chuva. Até aqui no Cepop estamos nessas condições”, protestou, em entrevista ao jornal Terceira Via.

Animação? — Quem acompanhou a transmissão do Campos Folia no canal 100 da Ver TV não conseguiu ver a animação. Tirando os rosáceos e alguns foliões mais empolgados, era possível ver braços cruzados e poucos sinais de empolgação na noite fria de ontem.

Camarotes cheios — Assim como ocorre durante o ano todo, no Carnaval não foi diferente. Enquanto os amigos do poder aproveitavam o conforto dos camarotes, com bebidas e petiscos deliciosos, os cidadãos guerreiros que enfrentaram o frio estavam em arquibancadas vazias e molhadas.

Confira mais algumas imagens recebidas pelo blog:

Comentar
Compartilhe
Em carta aberta à prefeita, professora desabafa
26/04/2014 | 16h04

Em carta aberta à prefeita Rosinha Garotinho (PR), a professora Cláudia Moura Gouvêa desabafou em seu perfil no Facebook. Confira:

"É Prefeita... enquanto uns riem, outros choram... A senhora sabia que no tempo de Arnaldo eu cheguei a ganhar mais de 3 salários mínimos como professora? Estive olhando agora o contracheque, são apenas 2 salários mínimos... 11 anos de carreira... 25 horas semanais, turmas lotadas, nenhum aparato, dignidade zero. Sabe, prefeita, uso boa parte do meu salário na compra de remédios controlados que a senhora NÂO fornece em seus postinhos...ganhei uma depressão e uma síndrome do pânico em sala de aula, sem contar com a bursite por esforço repetitivo, que adquiri com os quadros feitos pra gigantes... consegui também, prefeita, um hipotireoidismo e uma fibromialgia. 

Agora imagine isso tudo junto, num dia só, numa semana só... consegue? Não né? A senhora vive num mundo rosa, de fantasias e ilusões... Sabia que sua equipe fantástica proibiu os professores readaptados de fazerem os cursos que aumentam em míseros, mas necessários, 3%? Sabia que professor readaptado é tratado como lixo, tanto por SUA administração, como por SEUS funcionariozinhos DAS..? Prefeita, sustento duas filhas pequenas... não recebo nenhum dos seus mimos ( bolsas, cheques, casinhas), aí, a senhora vai lá e acaba de dar o tiro de misericórdia: me corta o plano Ases, onde eu caminhava com terapias, médicos especializados de minha plena confiança, remédios e diagnósticos adaptados... tudo certinho, andando lado a lado. Faz ideia do caos psicológico que me causou e a centenas de outros colegas? Não, Não sabe... NEM QUER SABER.

Só tenho a agradecer, prefeita. Foi uma bela calça arreada... Lembro que o pau que dá em Chico, dá em Francisco... que o vento que venta cá, venta aí... Deus existe.  Agradeço porque mesmo com essa montoeira de lutas e dificuldades, eu só cresço... como mãe, como mulher, como gente.  Tenho um bom exemplo, nesses seus governos, de como não ser, não agir...topo com pessoas vazias, más, inúteis... todas ocupando espaço e ganhando fortunas...desejando mal, puxando tapetes... isso não existia em Campos, prefeita. É coisa nova por aqui, essa peste, uma praga. Mas...vou caminhando, não vou desistir... paro um pouco, descanso, volto a caminhar...olho o sorriso das minhas crias, vejo a força de meus pais, uma vida digna... Vou persistir, prefeita. Seu trator não vai me atropelar. Esse carnaval NOJENTO e digno de pena que a senhora inventou, que coisa mais medonha, temos pessoas precisando de remédios, comida, escola de qualidade, segurança, abrigo, socorro...sabia? Não, a senhora, em seu mundo rosa, não sabe de nada.  Absolutamente NADA. Só isso já me põe em vantagem... Ah, e não estou choramingando nem esperneando não, estou me sentindo fodástica de passar por tudo isso chamuscada apenas e não TORRADA como a senhora... Bjs. 

Eu esqueci de mencionar que esse descaso com professor readaptado apareceu em seu governo, Prefeita, sabe, éramos valorizados e direcionados pra onde houvesse necessidade-adaptação, pro serviço sair bem feito, gostoso... hoje não... quando não somos jogados num canto mofado, chamados de inúteis, somos obrigados a FAZER TODO o serviço que SEUS auxiliares de secretaria não fazem... Quero lembrar que foi a senhora quem inventou uma lei bizarra, querendo tirar a lotação e o auxílio alimentação do servidor que ficasse mais de 60 dias afastado por DOENÇA. Prefeita, doente não come? Ainda bem que a senhora deu fim a esta oligofrênica moda, porque não teria funcionario pra nos remanejar a cada relotação que teria que fazer...imagina, não foi por nós que desistiu, foi por sua pessoa mesmo. Cadê a cidade prometida do Amor? Eu nunca acreditei nisso, fiz bem, não sou idiota como a dona Marineia disse... Não sou mesmo.

Meu voto foi consciente, mas não foi na senhora, nunca será. Vou lhe contar um segredo: Fiz direito. Me formei em 2001. Não quis ser operadora do direito não: quando me deparei com uma SAFADEZA imensa entre ALGUNS advogados, juizes e a Lei, corri. Corri porque essa moda aqui não pega. O certo é sempre certo, não tenho preço. Preferi fazer um concurso pra minha outra profissão, achando que ajudaria de outra forma meu semelhante... ledo engano. Nunca imaginei que passaria por isso... Ganhei estabilidade, ainda que medíocre, mas minha família ganhou uma chefe DOENTE. É bem por aí.

Amo minha profissão, ao contrário da senhora, porque sabe que EDUCAÇÃO ESCLARECE... paternalismo escraviza. Minhas duas filhas estudam em escola particular, SEM bolsa, que pago num aperto desgraçado. Mas jamais, JAMAIS a colocaria numa escola pública em sua gestão... assim como seus filhos e netos também não a frequentam e nunca frequentarão..."
Comentar
Compartilhe
Os "Ptcanos" estão em todo lugar
25/04/2014 | 14h40

Ontem (24), em Brasília, o deputado federal Anthony Garotinho (PR) fez um comentário interessante sobre petistas e tucanos. Para ele, surgiu uma nova espécie: os "ptcanos". São petistas que agem como tucanos e tucanos que agem como petistas. Um critica o outro por erros bem semelhantes. “É um duelo para ver quem fez pior”, disse Garotinho.

Pois é, Garotinho. Esse fenômeno tem se espalhado por várias partes do nosso país. Em algumas cidades, por exemplo, isso também é comum. Passado e presente se misturam e duelam. Quem gastou mais com shows? Quem investiu menos na Educação? A Saúde de hoje é melhor do que a de ontem? Quem deixou mais buracos nas ruas? Quem torrou mais royalties? Quem se esqueceu mais da Ciência e Tenologia? Em qual governo as ruas ficavam mais alagadas? Quais escolas faltavam mais merenda? Quem deixou faltar mais remédios? Pacientes ficavam no corredor ou no chão? Quem desagradou mais a classe artística? Quem tinha mais puxa-sacos? Quem gastou mais com propaganda?

No final das contas, tendo em vista este tipo de duelo, não importa quem vença: nós sempre iremos perder.

Comentar
Compartilhe
Campos Folia: Viviane Araújo é a convidada especial da FCJOL
25/04/2014 | 02h06
Da Ascom/FCJOL: 
A atriz Viviane Araújo é a convidada especial da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima para o Campos Folia 2014. O evento começa hoje (25) e prossegue até domingo (27), no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop). Viviane vai prestigiar o Campos Folia na abertura, nesta sexta-feira (25), às 20h, e no sábado (26).
Este ano, o evento vai homenagear o radialista Walace Oliveira. A passarela vai receber o nome do carnavalesco Rubinho Chebabe. Ao todo, 20 agremiações participam do Carnaval fora de época de Campos, além das três melhores escolas do Carnaval carioca: União da Ilha do Governador, Unidos da Tijuca e Imperatriz Leopoldinense. O Campos Folia é organizado pela Liga Independente das Escolas de Samba (Liescam), com o apoio da Prefeitura de Campos.
Comentar
Compartilhe
Lindbergh Farias em São João da Barra
24/04/2014 | 19h03

A ex-prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PT), informou em seu perfil no Facebook que o senador Lindbergh Farias (PT), pré-candidato ao governo do estado, estará em São João da Barra no próximo sábado (26). "O querido Senador da República Lindbergh Farias, nosso pré-candidato a Governador estará em ATAFONA/ São João da Barra neste sábado. Ele deverá chegar as 19 horas e aguardamos por vc em frente o Hotel Cassino para recepcioná-lo.  Um abraço e até lá!!!", postou Carla.

 Grupo de Neco espera por Pezão — Se a ex-prefeita aguarda Lindbergh, os aliados do prefeito Neco (PMDB) esperam contar com a presença do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e do presidente da Alerj, Paulo Melo (PMDB). Ambos ficaram de passar por SJB durante os festejos de Nossa Senha da Penha.

Comentar
Compartilhe
Carnaval fora de época começa amanhã
24/04/2014 | 17h59

Esqueça a postagem anterior que fala sobre a falta de pediatras e a obra interminável do hospital São José. Deixe de lado os questionamentos sobre o "Verão da Gastança". É hora de aproveitar o Carnaval!  O Campos Folia 2014 começa amanhã (25) e prossegue até domingo (27) no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop). De acordo com matéria enviada pelos rosáceos, a Prefeitura de Campos, através da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), está oferecendo toda estrutura para que as agremiações apresentem um belo espetáculo. A organização ficou por conta da Liga Independente das Entidades de Samba (Liescam)

A corte vai receber das mãos da Prefeita Rosinha Garotinho, nesta sexta-feira (25), na abertura da folia, a chave da cidade, mantendo a tradição carnavalesca. Na oportunidade, serão apresentados os integrantes da comissão julgadora . Em seguida, acontecerá o desfile da União da ilha do Governador e os blocos do grupo de acesso (União Feliz e Unidos do Capão) e especial (Juventude da Baleeira, Chuva de Ouro, Os Psicodélicos, Castelo do Parque Aurora e Caprichosos de Guarus) e a participação do bloco Teimoso do IPS.

No sábado (26), a partir das 19h, o Bloco dos Santos, formado por evangélicos, abre o segundo dia de festa, com cerca de 1.500 participantes. Depois, a animação ficará por conta da campeã do carnaval carioca, Unidos da Tijuca, prosseguindo com o desfile das seis escolas do grupo especial de Campos (Onça no Samba, União da Esperança, Ururau da Lapa, Mocidade Louca, Ás de Ouro e Madureira do Turfe). Para encerrar a festa, a Imperatriz Leopoldinense vai anteceder a apresentação das escolas do grupo de acesso no dia 27 (Os Independentes, Império da Baixada, Alvi-Anil, Amigos da Farra e Boi Sapatão) e participação especial da Estação Primeira de Guarus.

Acompanhado da presidente da FCJOL, Patrícia Cordeiro, o carnavalesco Milton Cunha visitou algumas agremiações e considera que será um espetáculo surpreendente. “As escolas estão desenvolvendo um belíssimo trabalho nos barrações. Acredito que o Campos Folia será um sucesso assim como nos anos anteriores. A pista do carnaval é da democracia. Nela convive todas as diferenças: preto e branco, velho e novo, gordo e magro, religioso e ateu, héteros e gays. Enfim, o carnaval é democrático e isso seduz a plateia, pois o público fica encantado com as diferenças na avenida”, ressalta Milton, que é o responsável artístico e técnico do evento, convidado da Liescam.

Quanto custou isso tudo? Deixa pra lá! Compre confete, serpentina e aproveite os três dias de folia!

Comentar
Compartilhe
Hospital São José: um retrato do descaso
24/04/2014 | 16h10
[caption id="attachment_24137" align="aligncenter" width="627"] Reprodução - Folha da Manhã[/caption]

Em 2009, durante o primeiro mandato da prefeita Rosinha Garotinho (PR), houve uma grande discussão na Câmara de Campos sobre a necessidade de um Hospital de qualidade na Baixada Campista. Na época, quando se debatia o Orçamento para 2010, o vereador Abdu Neme (PR), que era da bancada de oposição, apresentou uma emenda de R$ 15 milhões para a construção de um moderno Hospital. Porém, a emenda foi atropelada pelo “rolo compressor” governista. O debate gerou tanta polêmica que dividiu os governistas. Os vereadores Albertinho e Gil Vianna votaram ao lado da oposição e a favor da emenda.

2009 — Na tribuna, o então líder da bancada governista, Jorge Magal, informou que já havia um projeto da prefeita Rosinha para a reestruturação do Hospital São José. Veja só, estamos falando de 2009.

2011 — Dois anos depois, em abril de 2011 (aqui), uma matéria publicada no site da Prefeitura, informou que o Hospital São José seria totalmente reformulado e se tornaria uma referência no atendimento na Baixada Campista. Na ocasião foi concluído o processo de licitação para o projeto, no valor de R$ 6,4 milhões e as obras previam a construção de um prédio novo, de dois pavimentos e a recuperação da edificação antiga, que hoje abriga a unidade de saúde.

2012 — Durante todo o ano de 2012 a Prefeitura repetiu a matéria de 2011 informando que as obras estavam em andamento.

2013 — Dois anos depois da promessa de 2011, sem a obra andar muito e a população continuar protestando, o vereador Jorge Magal, aquele mesmo, que em 2009 liderou a votação contra a emenda e acreditou na promessa da prefeita, fez um desabafo após perder o seu sobrinho em um acidente de carro. Pouco antes do acidente, o sobrinho de Magal buscava, sem sucesso, o atendimento para uma criança no Hospital São José.

2014 — Agora, quase cinco anos após a promessa de um Hospital moderno para a Baixada, vejo na Folha da Manhã que as obras continuam engatinhando e a população protestando. As reclamações são muitas: falta de medicamentos na farmácia, além de ausência de proteção contra chuva e sol no mesmo setor, onde filas são formadas e pacientes ficam expostos; pequeno número de profissionais; mau atendimento da parte dos funcionários e demora nas consultas médica. Na última terça-feira a equipe de reportagem da Folha flagrou um bebê de apenas um mês de vida, com secreção e dificuldade respiratória, esperar quase três horas para atendimento pediátrico. Para quem não se lembra, foi aberta em novembro de 2013 (aqui) uma sindicância para apurar todas essas queixas. Agora, quase seis depois, os problemas estão lá e nunca ouvimos falar sobre o resultado da sindicância...

O fato é que entre o final de 2009 e o início de 2014, o governo Rosinha gastou cerca de R$ 100 milhões com o Cepop, R$ 20 milhões com as obras da Beira Valão, R$ 30 milhões com materiais didáticos que poderiam ter sido adquiridos gratuitamente e mais alguns milhões com paisagismo, shows e outras prioridades escolhidas pela prefeita e seu grupo. Já o investimento no Hospital São José, na Baixada Campista, foi prometido em 2009, anunciado em 2011 e até hoje não foi concluído... Nesse caso, se falarem que a culpa é do governo passado, estarão cobertos de razão. Afinal, o governo passado (gestão anterior de Rosinha) foi quem prometeu.

Comentar
Compartilhe
PCdoB vai ficar com Lindbergh
24/04/2014 | 14h26

Após sinalizar aliança com o candidato petista ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, o PCdoB vai oficializar apoio ao senador Lindbergh Farias na corrida pelo governo do estado.

Lindbergh e o PCdoB anunciam, na próxima segunda-feira, que serão aliados. A candidatura ao Senado ficará em aberto. Postulante, a deputada Jandira Feghali (PCdoB) pediu tempo para avaliar o cenário.

Fonte: Brasil 247 

Comentar
Compartilhe
Em novo desabafo, João Vicente cita o passado para criticar o presente
23/04/2014 | 23h54

Após afirmar que o dinheiro da Cultura está sendo usado “para fins públicos e privados”, o ex-superintendente da Fundação Trianon, João Vicente Alvarenga, estimulou ainda mais o debate sobre a política cultural do governo Rosinha. E ele não vai parar por aí. Em um texto enviado ao blog ele comenta sobre as diferenças entre as ações culturais desenvolvidas no passado e a “gastança” do presente. Confira:

“Os órgãos de cultura no município de Campos movimentam em torno de 40 a 50 milhões de reais por ano. Se não é rica, também não pode reclamar que não há dinheiro para um efetivo incentivo à cultura, a partir das bases. Nossos artistas, nossos estudantes que representam essa base, se ressentem de falta de apoio. Quando trabalhei no antigo Departamento de Cultura da Prefeitura, cujo titular era o saudoso poeta Prata Tavares, isso há mais ou menos 40 anos, quando nossa prefeitura era pobre, comparada a de hoje, pois bem, naqueles tempos não faltavam festivais de poesia e música (e Rosangela e Anthony sabem do que estou falando), eles foram beneficiados por essa autêntica política de cultura, sendo vencedores e divulgados, tornando-se conhecidos como artistas e poetas vitoriosos. Não havia dinheiro para uma política de megaeventos. Eram tempos de Zezé Barbosa (avô do vereador Rafael Diniz). Realizávamos também festivais de teatro; havia uma preocupação com o campo editorial. Nossos escritores, muitos deles foram contemplados. Tudo isso com muito pouco dinheiro. Que saudades. Se formos falar do Carnaval, é bom deixarmos para uma próxima conversa”. João Vicente Alvarenga

Comentar
Compartilhe
Campista acerta na Lotofácil e fatura R$ 743 mil
23/04/2014 | 22h53

Um campista sortudo acertou as 15 dezenas da Lotofácil desta quarta-feira (23). Ele vai dividir o prêmio total  com um jogador da cidade de Goiânia/GO. Cada um acertador levará um prêmio de R$ 743.572,13.

O Lotofácil também premia outras faixas: com 14 acertos foram 468 ganhadores, que levarão R$ 1.367,77 cada; com 13 acertos foram 20.230 acertadores, que levarão um prêmio de R$ 12,50 cada; com 12 acertos foram 249.230 ganhadores levando R$ 5,00 e com 11 acertos foram 1.360.628 levando R$ 2,50.

O sorteio do Lotofácil ocorreu no caminhão da sorte em Varginha/MG.

As dezenas foram:

03 - 04 - 05 - 07 - 08 11 - 12 - 13 - 14 - 18 20 - 21 - 22 - 23 - 25

Fonte: Ururau 

Comentar
Compartilhe
Arquivo Público é destaque na revista da Biblioteca Nacional
23/04/2014 | 16h33
[caption id="attachment_24116" align="aligncenter" width="450"] Documentos antigos estão sendo recuperados[/caption]

Nem só de polêmias e notícias ruins vive a Cultura em Campos.  De acordo com matéria publicada no site da Prefeitura, o município se destaca nacionalmente pela restauração de documentos históricos, através do trabalho desenvolvido pelo Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho, administrado pela Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL). A edição deste mês da Revista de História da Biblioteca Nacional vem trazendo a escritura de um contrato de financiamento e exploração do sertão de Campos dos Goytacazes. O documento foi redigido pelo tabelião Diego Martins, em 17 de junho de 1656.

O contrato foi escrito com pena de ave e letra humanística cursiva característica do século XVII, de traçado irregular e leve, com inclinação à direita e de difícil leitura. “São usadas poucas abreviaturas, de fácil entendimento, mas as assinaturas são mais difíceis de ler”, explica o gerente do Arquivo Público, Carlos Freitas, autor do artigo.

Ele considera a publicação mais um exemplo da importância que o acervo do Arquivo tem para a preservação histórica de Campos. A escritura é um documento original, mede 22cm por 32cm, tem fólio duplo, é encadernada e apresentada na forma jurídica padrão para a redação de documentos oficiais naquele século.

De acordo com a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, Patrícia Cordeiro, o Arquivo Público é um local onde pesquisadores, estudantes, moradores e turistas podem conhecer Campos desde sua Fundação. "As pessoas terão a oportunidade de ver documentos importantes para a construção histórica da cidade", destaca Patrícia.

O Arquivo Público Municipal é a primeira edificação em alvenaria, sendo pioneira na Baixada Campista. Fica localizado na Estrada Sérgio Viana Barroso, 3.060, entre Goitacazes e Tocos. As visitas podem ser agendadas pelo telefone 2733-9999.

Fonte:  Ascom/FCJOL

Comentar
Compartilhe
Travessão: moradores protestam contra excesso de policiamento
23/04/2014 | 14h13

[caption id="attachment_24111" align="aligncenter" width="455"] Foto - Ururau[/caption]

Um caso curioso ocorreu na noite de ontem no Km 48 da BR-101, em Travessão. Se em diversos pontos da cidade a população cobra mais atenção da política, em Travessão os moradores fecharam a BR-101 e protestaram contra o excesso de policiamento. É até difícil de acreditar, mas os manifestantes fecharam a rodovia por cerca de meia hora e pediram para a polícia deixar a localidade de lado. Quem descobriu o motivo inusitado do protesto foi um agente da Polícia Rodoviária Federal, que esteve por lá para liberar a pista.

Uma matéria sobre o caso foi publicada no site Ururau.

 

Comentar
Compartilhe
Garotinho não quer saber de feriadão
22/04/2014 | 21h15

Enquanto muitos deputados federais do Rio juntaram os dois feriados nacionais com o feriado estadual e fizeram um" pacotão" de férias, o deputado Anthony Garotinho (PR) não quis saber de folga e já está em Brasília. "Eu sei que amanhã é feriado no Rio de Janeiro e por isso vários parlamentares fluminenses estão enforcando os feriados. Mas fui eleito é para trabalhar pela população. Assim, hoje estou em Brasília, e participei de mais uma reunião deliberativa da Comissão Externa para apurar a prática de suborno de Petrobras", disse Garotinho, que prometeu para amanhã (23), às 15, na tribuna da Câmara Federal, um discurso de 25 minutos sobre um tema "muito importante".

Comentar
Compartilhe
Mais lidas
22/04/2014 | 13h13
Engana-se quem pensa que a população está apenas interessada em shows, festas e assistencialismo. Mesmo com várias matérias sobre o Carnaval fora de época, os internautas que navegam no site da Prefeitura de Campos estão de olho em oportunidades de trabalho e concursos públicos. No espaço onde constam as cinco notícias mais lidas, todas são sobre processos seletivos e concursos públicos. Confira:
Comentar
Compartilhe
E Campos?
22/04/2014 | 01h02

 O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) vai se encontrar com o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PT), e com o secretário de segurança pública, José Mariano Beltrame, nesta terça-feira (22), após pelo menos três pessoas morrerem na cidade em episódios de violência. O número de homicídios em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, cresceu 57% no primeiro trimestre de 2014, em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com o Instituto de Segurança Pública (Isp). O número de roubos também aumentou 22% na comparação entre estes dois períodos.

Após os protestos em Niterói, o governo do estado resolveu se movimentar. E a violência em Campos e região, ninguém está vendo? Será que a população vai ter que se acostumar ao clima de insegurança?

OAB quer amplo debate — Com o aumento da criminalidade em Campos e região, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Na cidade, Carlos Fernando Monteiro, o Guru, solicitou à Câmara de Campos que seja realizada, no próximo mês, uma audiência pública para discutir a situação parece estar fugindo ao controle. Uma matéria sobre o tema foi publicada no último domingo na Folha (aqui).

Comentar
Compartilhe
Falso padre celebra missa e ouve confissões
21/04/2014 | 22h36
[caption id="attachment_24095" align="aligncenter" width="620"] Falso padre celebrando uma missa em Laje do Muriaé (Foto: Reprodução/Facebook)[/caption]

No último sábado (19), os fiéis da Paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Laje do Muriaé, no Noroeste Fluminense, foram surpreendidos com a notícia de que o padre que visitava a cidade há uma semana era um falso sacerdote e que já havia aplicado golpes em dioceses no estado de São Paulo. Foi através do Facebook que o falso padre foi desmascarado. O atual pároco, Ramyro Armond, cuida pessoalmente da página que promove horário de missas, confissões e eventos, a fim de atrair os católicos e prestar serviço à comunidade. Durante os ritos da Páscoa, algumas fotos com a participação do falso padre, chamado de Ricardo, foram postadas na rede social. Paróquias de São Paulo que seguiam a página e que teriam sofrido com os golpes do falso padre reconheceram o farsante através das fotografias e alertaram a diocese de Campos, responsável pela Paróquia Nossa Senhora da Piedade.

“Padre Ricardo” também possuía uma conta na rede social e foi através dela que ele chegou até a página da Paróquia Nossa Senhora da Piedade. Na conta pessoal dele, que foi desativada, haviam fotos de celebração de missas e concelebração na companhia de Bispos e Arcebispos de São Paulo, de acordo com informações do padre Ramyro. Ricardo dizia ter nascido em Curitiba e que estaria de folga no período da Páscoa, podendo assim, viajar e conhecer Laje do Muriaé. A ajuda em uma das épocas em que a igreja mais trabalha foi aceita pelo pároco.

Logo após saber da mentira, os padres do Noroeste denunciaram o farsante acionando a polícia. Ele foi detido e encaminhado para a 138ª Delegacia de Polícia em Laje do Muriaé. De acordo com a inspetora responsável pelo caso, o falso padre apresentou identidade como membro do clero, foi ouvido e liberado. O delegado responsável, Henrique Lobato, entendeu que não houve crime, tendo em vista que o falso padre não aferiu vantagem com o cargo que lhe foi confiado. Com o nome apresentado na identidade, a polícia não encontrou registro de passagem por crimes.

De acordo com a Diocese, uma circular será encaminhada para todos os bispos do Brasil, com um relatório contendo fotos e características do falso padre Ricardo. Eles esperam que, desta forma, outras pequenas paróquias e fieis não sejam enganados. No tempo em que esteve em Laje do Muriaé, o falso padre chegou a ouvir confissões.

Fonte: G1

Comentar
Compartilhe
João Vicente: "Patrícia Cordeiro tem muito a temer"
21/04/2014 | 16h29

[caption id="attachment_24088" align="aligncenter" width="504"] Foto - Blog do Avelino Ferreira[/caption]

Muitos aliados do governo Rosinha afirmam que as críticas ao setor Cultural partem da oposição e de supostos defensores dos governos passados. Mas o que dizer sobre o desabafo de quem admira a prefeita e o seu marido? O professor João Vicente Alvarenga, que durante todo o ano de 2013 respondeu pela superintendência da Fundação Trianon e tem uma longa história de amizade com o casal Garotinho, fez um desabafo revelador nesta segunda-feira( (21). Sem meias palavras ele diz que o dinheiro da cultura "está sendo usado para fins públicos e também privados,  como por exemplo, a montagem de um mega estúdio de gravação que custou altíssimas somas e que deverá ser usado pela oligarquia dominante da democracia goytacá, nas próximas eleições". Confira o desabafo completo:

“A cultura em Campos nunca foi tão rica. Mas inverteram a ordem do preceito que prega a supremacia do interesse público sobre o privado. A gestora pública na área da cultura, apoiada pelo executivo municipal, tem invertido despudoradamente aquela lógica, ou seja, se pratica a supremacia do interesse privado sobre o público. Se quem não deve não teme, Patricia Cordeiro tem muito a temer, a começar porque se esconde da mídia para simples prestações de conta de sua gestão e esclarecimentos ao eleitor sobre como o dinheiro da cultura está sendo usado. Está sendo usado para fins públicos e também privados, como por exemplo, a montagem de um mega estúdio de gravação que custou altíssimas somas e que deverá ser usado pela oligarquia dominante da democracia goytacá, nas próximas eleições. Como justificar, por exemplo, que alguns shows teriam que ser contratados pela extinta Fundação Municipal Trianon e não, como seria o mais adequado, serem contratados pela FCJOL, entre janeiro e maio de 2013? É um formato irregular que caberá à justiça dizer se se trata de um ato ilícito, que é o que tudo indica, uma vez que esses shows/bandas eram de propriedade ou administradas por pessoa muito próxima à Sra. Patricia Cordeiro.”

A opinião de João Vicente Alvarenga foi publicada no blog da Luciana Portinho (aqui).

Comentar
Compartilhe
Na terra dos shows milionários, Orquestra passa por dificuldades
21/04/2014 | 16h08

Em 2012, após uma ONG do Espírito Santo quase levar R$ 2 milhões para montar uma Orquestra Sinfônica Municipal, blogueiros, jornalistas, artistas e políticos travaram uma luta pela valorização dos músicos locais. Na ocasião, o manifesto ganhou corpo e a prefeita Rosinha Garotinho (PR) optou por uma parceria com a ONG Orquestrando a Vida, que conta com músicos da terra goitacá. “Sempre foi nosso desejo investir em artistas locais e fico feliz porque, agora, está sendo possível com a formação da Orquestra Sinfônica de Campos”, disse Rosinha em junho de 2012 (aqui).

Porém, o mesmo governo que investiu milhões em shows no “Verão da Gastança” e vai gastar mais um pouco com o Carnaval fora de época, parece ter se esquecido da sua Orquestra. Sem um novo contrato desde o início deste ano, vários músicos estariam abandonando o sonho.

Será que a Fundação Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) se lembrou de Luan Santana e Thiaguinho e se esqueceu da Orquestra Municipal?

Atualização às 20h15 — Músico dispara contra ONG — Em mensagem enviada ao blog, um músico que preferiu não se identificar isentou a Prefeitura e disparou contra a ONG responsável pela Orquestra. Confira:

"Prezado Bastos, vou preservar minha identidade por motivos óbvios pelo que relatarei a seguir, e só faço isso pois poderíamos de fato ter uma orquestra decente e profissional em Campos mas o monópolio que se instalou em Campos pela ONG é uma vergonha. Acho realmente que o sr. Jony William é( ...) Fui musico da orquestra, recebia 600 reais em média enquanto (.....) Pelo que sei o contrato não pode ser renovado pois mais uma vez a ONG não consegue fazer a prestação de contas, por que será. Toda vez era a mesma desculpa, mas porque será que perdeu o patrocínio do Estado? Porque que perdeu o apoio da Eletrobrás? e da OGX? Será que o problema está mesmo nos governos que não o ajudam, ou porque JW nunca consegue prestar contas? Peça a ele para abrir a contabilidade da ONG e veja quanto nós músicos ganhamos e quanto ganham (...) ? A revolta que hoje toma conta de nós músicos e seus pais e justamente o fato de para os músicos nada ou muito pouco, mas para ONG TUDO ou quase TUDO".

Atualização às 23h40 — Em nova mensagem enviada ao blog, o músico fez algumas ponderações e indagações: "Prezado Bastos, só quero que fique claro que não estou isentando a prefeitura, só quero que fique claro que realmente o contrato não será renovado em forma de convênio com a prefeitura pois JW não conseguiu prestar contas. Quanto ao comentários, sim existem problemas no município, porém não devemos passar panos quentes sobre as contas da ONG, entendo seu posicionamento de não querer revelar os nomes que coloquei no primeiro comentário, mas como musico estou revoltado, pois JW nos obrigar a dar aulas para os demais alunos do projeto, tocar nas orquestras Municipal, que a mesma, só muda o uniforme para da Mariuccia Iacovino, de acordo com a conveniência de JW e quer nos pagar R$ 656,00. Só lembrando que o contrato com a prefeitura para a orquestra Municipal é mais de 2 milhões, peça a ela ou a prefeitura para prestar conta de como este valor foi gasto durante um ano? Se a prefeitura tem algum problema não quero saber neste momento, só não quero mais ver JW posar de pobre coitado, porém ninguém fala da exploração de nós músicos. Isto me deixa indignado. Quem rala somos nós... Talvez se a empresa do Espírito Santo tivesse vindo, quem sabe de fato nós músicos não teríamos sido valorizados?". 

Comentar
Compartilhe
Prefeitura recebe quase meio milhão para incentivar produção de leite
20/04/2014 | 22h56
Do blog "Eu Penso que..."/Ricardo André Vasconcelos (aqui):
 A Prefeitura de Campos recebeu, no último dia 11/04, R$ 487.500,00 do Ministério da Agricultura para "aquisição de equipamentos para estruturação e implantação do Projeto Mais Leite nas 7 Áreas de Desenvolvimento Rural - ADRs no município". A informação consta no Portal da Transparência do Governo Federal e pode (e deve) ser acessada por qualquer cidadão. E quem se der ao simples trabalho de se cadastrar (aqui) no portal, recebe as informações por e-mail. Confira abaixo:
Comentar
Compartilhe
Arnaldo vai apoiar candidato de partido dividido entre Garotinho e Pezão
20/04/2014 | 15h23
[caption id="attachment_24069" align="aligncenter" width="336"] Foto - Blog Na Curva do Rio/Divulgação[/caption]

Em seu blog “Na Curva do Rio” (aqui), a jornalista Suzy Monteiro informou que Waldemar Soares (PTB), pré-candidato a deputado estadual, fechou uma parceria com o ex-prefeito Arnaldo Vianna (PDT). Waldemar é ligado ao ramo de caminhões e vem mostrando ter uma “carga pesada” para encarar os adversários.

Mesmo sem constar na lista dos candidatos apoiados pelo grupo rosáceo, Waldemar da Cobranorte teve sua pré-candidatura lançada em evento com a presença do presidente da Câmara de Campos, Edson Batista, seu companheiro de partido (aqui).

Com Garotinho e Pezão — Para quem não se lembra, o PTB é aquele partido que, em 2012, flertou com a oposição e quase deixou Edson Batista e Neném sem legenda para disputar a eleição (aqui). A mudança chegou a ser dada como certa. Porém, depois uma “boa conversa”, a legenda continuou com Garotinho e Rosinha em Campos. Na ocasião, o então presidente da Câmara de Campos, Nelson Nahim, comentou sobre o episódio (aqui). “O deputado (Marcus Vinícius – presidente estadual do PTB) é que estava insatisfeito. Ele me pediu para ir até a Alerj. Ele se disse traído com Garotinho e afirmou que o partido estava sendo usado em Campos. Tenho como testemunhas vários deputados estaduais. Que papelão que esse deputado faz”, lamentou Nahim. Dias depois o PTB continuou no estilo “Dona Flor e seus dois maridos”. Em Campos ficou com Rosinha e no Rio com Pezão.

Será que agora a legenda vai escolher um lado?

Comentar
Compartilhe
Eike Batista sem medo da Polícia Federal
19/04/2014 | 21h45

O empresário Eike Batista não está preocupado com a investigação anunciada na última quinta-feira pela Polícia Federal (PF) do Rio de Janeiro, para apurar crimes financeiros que ele teria cometido envolvendo a venda de ações da petroleira OGPar (ex-OGX), da qual é controlador. Em entrevista ao jornal americano “Wall Street Journal”, Eike disse que será “excelente que tudo seja esclarecido". Foi a primeira entrevista concedida a um veículo de imprensa desde que a petroleira entrou em recuperação judicial, em novembro de 2013. Desde que seu império começou a cair, o empresário tem evitado a mídia nacional. "É excelente que tudo seja esclarecido. Estou muito calmo. Deixemos que eles investiguem", disse Eike em entrevista por telefone.

Eike disse que a PF não entrou em contato com ele e negou ter feito qualquer coisa de errado. Ele admitiu ter vendido ações da ex-OGX no passado, mas salientou que sempre informou o mercado sobre essas transações. "Todas as vendas foram declaradas. Tudo relacionado a minhas companhias de capital aberto sempre foi informado ao mercado", afirmou Eike.

Os três crimes investigados pela PF são manipulação de mercado, insider trading (uso de informação privilegiada) e lavagem de dinheiro. Somados, eles podem resultar em pena de até 23 anos de prisão. Na nota distribuída à imprensa semana passada, no entanto, a PF não cita o nome do empresário. Diz apenas que a investigação terá como alvo o “acionista controlador de uma empresa que atuou na área de petróleo”.

Fonte: O Globo 

Comentar
Compartilhe
STF: Lindbergh Farias investigado por peculato
18/04/2014 | 12h30

Um despacho de Gilmar Mendes no início do mês dá novos e delicados rumos a uma investigação no STF contra o senador Lindbergh Farias (PT) e os seus gastos na área de comunicação, enquanto prefeito de Nova Iguaçu (RJ), entre 2005 e 2010. O inquérito, arquivado por prescrição do crime contra a administração pública, agora tratará de peculato – ou seja, desvio de recursos públicos. Lindbergh é investigado pela contratação da empresa Supernova Mídia — responsável por sua campanha em 2004 e pela publicidade da prefeitura a partir do ano seguinte.

O inquérito já encontrou irregularidades na concorrência. Agora, Gilmar Mendes quer descobrir se o contrato foi feito para pagar uma dívida de 250.000 reais do PT pela campanha eleitoral.

Fonte: Lauro Jardim/Veja

Comentar
Compartilhe
Presidente nacional do Pros reforça pré-candidatura de Albertinho
17/04/2014 | 19h00

Se na planície tem muita gente no grupo rosáceo apostando que a candidatura do vereador Albertinho (Pros) será abortada, no planalto o presidente nacional do Pros, Eurípides Junior, garantiu ontem (16) que o parlamentar é um dos principais nomes da legenda na disputa por cadeiras na Alerj.  “O Hugo Leal (presidente diretório estadual PROS) nos trouxe aqui na sede nacional do PROS o vereador de Campos dos Goytacazes, Albertinho, que é pré-candidato a deputado estadual pelo PROS no Rio de Janeiro. Este é um nome com chances reais de vitória e isso muito nos agrada pelo fato de fortalecer o partido", disse Eurípedes.

Por enquanto, o partido ainda não definiu de que lado vai ficar na briga pelo governo do Rio. Nos últimos meses a legenda cogitou lançar candidatura própria ou então optar por uma aliança. Por aqui, o deputado federal Anthony Garotinho (PR) já avisou que, se o Pros não caminhar com ele, a candidatura de Albertinho não receberá o apoio do seu grupo. Além disso, no tabuleiro de Garotinho, Albertinho seria importante para fortalecer a candidatura de uma peça importante para Garotinho.

Comentar
Compartilhe
Governo Neco com 79% de aprovação
17/04/2014 | 16h14

Uma pesquisa do Instituto Pappel, realizada entre os dias 10 e 13 de abril, mostra que o governo Neco (PMDB), em São João da Barra, conta com 79% de aprovação. No item “ótimo”, o prefeito aparece com 11,89%. Já no quesito “bom”, Neco tem 29,49%. Para 37,70% dos entrevistados, o governo é avaliado como “regular”. Nos itens “ruim” e “péssimo”, o prefeito tem 11,64% e 9,29%, respectivamente. Foram ouvidas 700 pessoas.

Se compararmos os números atuais com a primeira pesquisa realizada em junho de 2013 pelo Iguape, Neco cresceu praticamente quatro pontos percentuais. Na ocasião, avaliaram po­sitivamente o seu governo quase 75% dos entrevistados.

Em 2013, outras três pesquisas foram divulgadas. Em setembro, o Iguape mostrava Neco com 72,2% de aprovação. No mês seguinte, o blog do deputado federal Anthony Garotinho (PR) apontava, em pesquisa realizada pelo Instituto UP, que o chefe do executivo sanjoanense tinha 73% de aprovação popular, inclusive, nos itens “ótimo” e “bom”, a avaliação de Neco superava a da prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR). No mês de dezembro, o Instituto Pappel divulgou uma nova pesquisa. Na ocasião, o governo de Neco foi aprovado por 78,1% da população.

Legislativo — A Câmara de São João da Barra também foi avaliada positivamente pela pesquisa do Instituto Pappel, que mostrou uma popularidade de 78,11%, sendo 7,46% para “ótimo”, 23,87% para “bom” e 46,77% para “regular”. Os itens “ruim” e “péssimo” somam 21,89%. Em dezembro do ano passado, o mesmo Instituto ouviu a população sobre o trabalho da Câmara do município. Na ocasião, o Legislativo teve aprovação de 79,18% dos entrevistados.

Fonte: Quotidiano/Bruno Costa (aqui)

Carla Machado — A ex-prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PT), encerrou o seu segundo mandato em dezembro de 2012 com aprovação de 88,5%. O Instituto Iguape entrevistou 602 pessoas nos dias 20 e 21 de dezembro em todos os distritos. Durante este ano, outras pesquisas realizadas pelos Institutos IBOPE e GPP, já mostravam um alto índice de aprovação da prefeita sanjoanense. Entre as diversas citações que a população destacou as seguintes ações: calçamento/asfaltamento, creche, educação, saúde pública e cartão social. Foram citados no total 43 pontos de grandes realizações (aqui).

Comentar
Compartilhe
Suledil: um secretário com mil e uma utilidades
17/04/2014 | 01h13

Ele participa de inaugurações de obras, reuniões, balanço do governo nos bairros, festa de criança, velórios, lançamento de pré-candidaturas e eventos culturais. Se não bastasse tudo isso, ainda encontra tempo para ligar e participar de diversos programas de rádio e atuar como articulador do PR, mobilizando militantes e atendendo aliados na sede do partido. Com ele não tem desculpa ou contratempo. Está de pé nas primeiras horas do dia e, na parte da noite, mesmo com chuva e frio, continua sorrindo para fotos nos eventos do governo. Este é o professor Suledil Bernardino, secretário de Governo da prefeita Rosinha Garotinho (PR) e fiel escudeiro do deputado federal Anthony Garotinho (PR).

Com tantas utilidades, esse “Severino” do governo rosáceo já aparece, ao lado do deputado Geraldo Pudim e do vice-prefeito Chicão Oliveira, entre os principais nomes para disputar a Prefeitura de Campos em 2016.

Basta ver algumas fotos para notar que o professor Suledil está com pinta de candidato:

[caption id="attachment_24026" align="aligncenter" width="581"] Ele corta inaugura escolas - Facebook/Álbum Fotos[/caption] [caption id="attachment_24027" align="aligncenter" width="574"] Faz pose folheando livros didáticos[/caption] [caption id="attachment_24028" align="aligncenter" width="560"] Não foge de um corpo a corpo com o povo[/caption] [caption id="attachment_24029" align="aligncenter" width="560"] E faz questão de fiscalizar os estoques[/caption] Atualização às 18h26 — Um atento leitor do blog enviou mais uma foto que mostra outro lado do professor Suledil. Se precisar, ele canta até no microfone rosáceo da prefeita: [caption id="attachment_24047" align="aligncenter" width="560"] O professor Suledil também solta a voz! Foto - Facebook/Secretaria de Agricultura[/caption]
Comentar
Compartilhe
Meninas de Guarus: 1.700 dias após escândalo, Roberto Henriques fala em CPI
16/04/2014 | 17h50

Cerca de 1.700 dias desde a publicação da primeira notícia sobre o terrível escândalo de pedofilia em Campos, o deputado estadual Roberto Henriques (PSD) criticou a inércia das autoridades competentes e a lentidão do processo que se arrasta há cinco anos. Segundo o parlamentar, os juízes do município estão se dando por impedidos de atuar no caso, tardando ainda mais a conclusão do inquérito. “Se em duas semanas o Poder Judiciário não atuar, vamos colher assinaturas e instalar uma CPI para investigar o caso das Meninas de Guarus. Não podemos deixar que esse caso pavoroso fique sem uma conclusão”, afirmou Henriques.

O deputado considerou o caso pavoroso e um festival de omissões, seja por parte do Ministério Público, antes da nomeação da promotora Renata Felisberto, dos Conselhos Tutelares subsequentes à instauração do inquérito e todas as outras autoridades que já passaram pelo caso.

Henriques aproveitou também para, mais uma vez ,cobrar do presidente da Comissão de Direitos Humanos, o deputado estadual Marcelo Freixo, uma posição mais condizente com as demais adotadas por ele em casos de violações de Direitos Humanos. “Não senti um empenho do deputado Marcelo Freixo. Não senti o mesmo empenho que ele adota em outros casos que atua nesta casa”, explicou Henriques.

O Caso das Meninas de Guarus tornou-se conhecido através de uma série de reportagens veiculadas por revistas, jornais e blogs de Campos que denunciavam uma rede de pedofilia e prostituição no bairro de Guarus que culminaram com a morte de duas meninas. O inquérito foi instaurado em 2009 e até hoje ninguém foi indiciado. A primeira matéria foi publicada pela Folha da Manhã em 2009.

Além de Henriques, outros políticos já tentaram abrir a "caixa preta" do caso. Porém, ficaram apenas nos discursos...

Comentar
Compartilhe
Rockfeller: "A política virou um negócio"
16/04/2014 | 16h27

O ex-prefeito Rockfeller de Lima, que anda afastado do ambiente político, comentou hoje (16), durante as comemorações pelos 50 anos da Apoe, sobre um tempo sem os royalties do petróleo. De acordo com Rock, como é carinhosamente chamado pelos amigos, a política mudou muito. "Naquela época a política era um sacerdócio. Hoje, infelizmente, muitos tratamo ambiente político como negócio ou apenas para satisfazer ambições pessoais. Para se ter uma ideia, na década de 60, nós conseguimos erguer o Samdu da Saldanha Marinho em apenas dois meses. Isso mesmo, 60 dias! Não tínhamos muitos recursos, mas sobrava determinação e dedicação. Também construímos a sede da Apoe e o Palácio da Cultura, que na década de 70 foi considerada a obra mais bonita e moderna de todo o Brasil, com sua maquete exposta no Museu de Arte Moderna. Além de muitas outras ações que foram possíveis graças ao empenho de uma equipe que fazia uma política de verdade. Antigamente as pessoas capazes e influentes ajudavam os governos. Hoje, essas pessoas querem distância da política e dos políticos", afirmou.

Comentando sobre a importância da Cultura, Rock disse: "Na década de 70, após o Brasil ser tricampeão mundial, muitos prefeitos construíram estádios. Porém, achei que era mais importante construir em nossa cidade um Palácio da Cultura, que em seu projeto inicial contava com cinema, teatro e espaço para as mais variadas atividades artísticas. Além do Pantheon dos heróis campistas, que homenageia os grandes nomes desta planície. Hoje eu  vejo que muitos conceitos mudaram e o objetivo principal acabou se perdendo. Precisamos rever muitas coisas", disse o ex-prefeito.

Sobre o estado crítico do PU da Saldanha Marinho (aqui), o ex-prefeito disparou: "Vou resumir em uma palavra: lamentável".

Atualmente, mesmo com um Orçamento de R$ 2,5 bilhões, o que vemos são obras que se arrastam por anos e anos. Se na década de 60 era possível construir o PU da Saldanha Marinho em apenas dois meses, como podemos aceitar que, meio século depois, o Hospital São José, na Baixada Campista, conte com uma obra que teve início em 2011 e não terminou até hoje? E vale lembrar que o projeto foi anunciado pela prefeita Rosinha em 2009 (aqui). Ou seja, já são mais de cinco anos. Se o problema não é dinheiro, quais seriam os motivos?

Comentar
Compartilhe
Dilma tenta acabar com o namoro do PMDB-RJ com Aécio Neves
16/04/2014 | 14h58
Por Fernando Molica/O Dia: 

A presidente Dilma Rousseff tenta neutralizar o namoro de parte do PMDB-RJ com Aécio Neves (PSDB): ontem, ela disse a Pezão que voltará ao estado a cada duas semanas. A agenda incluirá até inauguração de asfaltamento de rua em São Gonçalo (o programa de pavimentação é um dos trunfos do peemedebista).

Animado com o jantar que, na segunda, reuniu dissidentes do PMDB e integrantes de outros partidos, Aécio também passará a vir ao estado duas vezes por mês. No encontro, havia 19 deputados, oito prefeitos e sete vereadores.

Laços de família 1

Deputados que participaram do jantar afirmam que, no fim de maio, o senador Francisco Dornelles (PP), aliado de Dilma, anunciará o apoio ao primo Aécio.

Laços de família 2

Filho de Sérgio Cabral e pré-candidato a deputado, Marco Antônio não tem escondido a simpatia pelo ex-governador mineiro. Ele é Neves até no nome — sua mãe, Suzana, também é prima de Aécio.

Tucanos com Pezão

Os dissidentes do PMDB querem que o PSDB apoie Pezão. Oferecem coligação nas eleições para a Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa. Os tucanos fluminenses ainda vão pensar no assunto. Presidente do PMDB-RJ, Jorge Picciani diz que até o DEM de Cesar Maia seria bem-vindo.

Divisão Apesar da movimentação pró-Aécio, Pezão só tem elogios para Dilma. Mas admite uma divisão entre os aliados. Aécio terá o Solidariedade e os dissidentes do PMDB. Também candidato à Presidência, o Pastor Everaldo ficará com o apoio do seu PSC.

Fora da foto

Aconteceu de novo: o petista Lindbergh Farias não acompanhou Dilma no Rio. Ele ficou em Brasília.

Comentar
Compartilhe
Rafael: "O 'Verão da Gastança' é mais grave que a situação da Refinaria de Pasadena?"
16/04/2014 | 14h17

O vereador Rafael Diniz (PPS) fez uma postagem em seu perfil no Facebook sobre a ida da presidente da Petrobras, Graça Foster, ao Congresso Nacional e a blindagem da presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), em Campos. "Depois da Sra. Graça Foster comparecer para prestar declarações no Senado, só falta a Sra. Patrícia Cordeiro fazer o mesmo em nossa Câmara. Ou será que o que está por trás do "Verão da Gastança" é mais grave que a situação da Refinaria de Pasadena?", indagou Diniz.

Para Rafael Diniz, o silêncio pode significar muitas coisas. "Quem não deve não teme. Se estão evitando explicar, devem estar temendo alguma coisa. Sinceramente, não consigo entender esse silêncio. Já negaram uma audiência pública para debater a Cultura, engavetaram um requerimento de janeiro que cobrava explicações e votaram contra a convocação de Patrícia Cordeiro. Não se trata de uma queda de braço com a oposição. O dinheiro que foi gasto nos shows é público e a população tem o direito de saber quanto a Prefeitura gastou com shows, palcos, trios, som, iluminação, banheiros químicos, geradores, alimentação, transporte e hospedagens", frisou Diniz.

Entenda o caso da refinaria da Petrobras em Pasadena (aqui)

Veja no "Blog Opiniões", do jornalista Aluysio Abreu Barbosa, quais são os questionamentos sobre o "Verão da Gastança" (aqui)

 

Comentar
Compartilhe
Franquis: "Faço oposição sem raiva"
16/04/2014 | 13h30

Vereador mais votado na eleição de 2012, com mais de 1.400 votos, cerca de 5% dos votos válidos, o vereador sanjoanense Franquis Areas (PR) comentou sobre o seu posicionamento na Câmara. "Faço oposição sem raiva. Não deixo de fazer os questionamentos necessários, mas não transformo as diferenças políticas em uma guerra. Além disso, o presidente da Casa tem me respeitado muito", disse o vereador, fazendo questão de dizer que não tem indicações no governo. "Não indiquei ninguém para o governo Neco. Apoio a candidatura de Bruno Dauaire a deputado estadual e o deputado Garotinho para o governo do estado", frisou.

Caminhando com a família Dauaire há 20 anos, Franquis afirma que está esperando a sua hora chegar. "Sempre fui um soldado no grupo e tenho certeza que não só a família Dauaire, mas a população de São João da Barra reconhece isso", diz. Sobre a eleição de 2016, mesmo se Bruno Dauaire conseguir uma cadeira na Alerj, Franquis não afasta a possibilidade de disputar a Prefeitura. "Acho que está chegando a hora", completa.

Comentar
Compartilhe
Barraco na Alerj: Pudim X Cidinha Campos
15/04/2014 | 21h34

Durante a sessão de hoje (15) da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), o deputado estadual Geraldo Pudim (PR) e a deputada Cidinha Campos (PDT) trocaram farpas no plenário. Na tribuna, Pudim iniciou o debate ao criticar o uso de UPPs como Motel (aqui). "Uma moça estava fazendo sexo e poses com fuzil , tatuagem da UPP e roupas da PM. Isso é um absurdo e precisamos cobrar as devidas providências", disse Pudim, que foi aparteado por Cidinha. "Isso pode acontecer em qualquer lugar. Eu denunciei que o chefe de segurança da Alerj trazia moças para fazer sexo aqui. Ele foi afastado após a minha denúncia. Eu entendo que a sua posição é política. O senhor, o seu partido e o seu chefe pensam assim. Talvez o senhor goste de política de segurança com Garotinho, Rosinha e Álvaro Lins. Dois chefes de segurança foram condenados por formação de quadrilha, junto com o governador Garotinho. O senhor gosta tanto disso que pretende dar sequência a isso. Tanto que tem em seu gabinete parentes do Ricardo Hallak e do Álvaro Lins", disse Cidinha.

Ao responder a aliada de Cabral, Pudim afirmou: "Em primeiro lugar eu não dou confiança a vossa excelência para dizer que eu tenho chefe. Quem tem chefe é a senhora, não sou eu não. Se senhora tem alguma denúncia, deveria fazer na Justiça. Não aqui, para satisfazer os interesses do seu chefe, Cabral, que saiu pela porta dos fundos, com 62% de rejeição. Já o ex-governador Garotinho deixou o governo com mais de 80% de aprovação. Ele elegeu a sua esposa Rosinha no primeiro turno. Quando o seu chefe, Sérgio Cabral, foi candidato ao governo, ele precisou do apoio deste governo que hoje a senhora ataca. O governo da Rosinha foi quem elegeu Sérgio Cabral. E se Cabral tem 62% de rejeição, a senhora ajudou a construir, porque estava lá. É o pior governo da história do Rio", bradou Pudim, que foi além: "A senhora encaminhou denúncia contra mim na DRCI e essa denúncia foi arquivada. Faça ataques a mim, não ataque os que não podem se defender nesta tribuna. Já a senhora acha que pode chegar aqui e defender o governo de bosta, que foi esse governo Sérgio Cabral", disparou Pudim.

Aos gritos, Cidinha ainda tentou continuar com a discussão. "Quero registrar a quebra de decoro do deputado. Quero que isso conste no Diário Oficial", protestou. Por sua vez, Pudim ainda completou: "Bosta não é palavrão!"

O vídeo com a discussão foi publicado no Facebook (aqui).

Comentar
Compartilhe
TRE mantém multa a Arnaldo Vianna por propaganda ilegal em 2012
15/04/2014 | 18h00
Do Portal do TRE (aqui):

O TRE-RJ manteve, na sessão plenária de ontem (14), a sentença do juízo da 129ª ZE (Campos dos Goytacazes) que havia multado em R$ 10 mil o ex-prefeito e ex-deputado federal Arnaldo França Vianna (PDT) por propaganda antecipada nas eleições municipais de 2012. A Corte entendeu que "a mensagem divulgada extrapola os limites da propaganda partidária, configurando propaganda eleitoral subliminar antes do período legalmente permitido". Em seu voto, o relator do processo, juiz Flavio Willeman, afirma que Arnaldo utilizou a inserção televisiva do PDT exibida na véspera do período eleitoral "para divulgar suas realizações e projetos políticos próprios, buscando influenciar o eleitorado a apoiá-lo no caso de uma futura candidatura". Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

Processo relacionado: RE 1057 O blog "Eu Penso que", do jornalista Ricardo André Vasconcelos, foi o primeiro a replicar (aqui) a nota do TRE. O blog "Na Curva do Rio", da jornalista Suzy Monteiro, também divulgou a nota do TRE.
Comentar
Compartilhe
Imagens mostram avanço das obras do Porto do Açu
15/04/2014 | 15h18

Do Portogente/Transporte e Logística: 

Agora responsável pela construção do Porto do Açu - após as perdas do empresário Eike Batista na bolsa de valores -, a Prumo Logística divulgou novas imagens mostrando os avanços nas obras  do Porto do Açu, em São João da Barra.

As fotos foram publicadas no espaço de relação com investidores da Prumo e estão datadas como abril de 2014.

Confira as principais imagens abaixo:

Comentar
Compartilhe
Beijinho no ombro
15/04/2014 | 13h20

Na mira da oposição, que cobra explicações sobre os gastos com shows no verão do Farol de São Thomé, apelidado de “Verão da Gastança”, a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), Patrícia Cordeiro, estaria seguindo a filosofia da canção “Beijinho no Ombro”, da funkeira-pop Valesca Popozuda. Em uma conversa nos bastidores da Câmara de Campos, um aliado de Patrícia disse o seguinte, citando um trecho da música: “Ela tá mandando beijinho no ombro para o recalque passar longe”.

Comentar
Compartilhe
Insatisfação no distrito de Santa Maria de Campos
15/04/2014 | 12h35

Em contato com o blog, ex-integrante da comissão que organiza a festa de Santa Maria de Campos enviou um extenso relato demonstrando a insatisfação com a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL). Confira:

O que era pra ser uma data de festividades, começa a se transformar num caos. Ano após ano moradores de Santa Maria se queixam das programações culturais no distrito, que na verdade se resumem a shows. Neste ano, tudo parecia que seria diferente, pois foi formada uma comissão da festa de Santa Maria, entretanto, tem-se tornado um caos. Em reunião realizada na Fundação Cultura Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), no último dia 09, foram tratados diversos assuntos referentes à festa, menos um: o real interesse da comunidade.

Segundo pesquisas recentes realizadas no Facebook, num conhecido grupo da região chamado “FESTAS”, 98,34% da população está insatisfeito com a data da festa. Em outra pesquisa, 100% da população está insatisfeita com a programação. O descontentamento se resume a questão de interesses. “Deixaram de ver o lado da comunidade, o que ela realmente queria e deu nisso. Se a festa é pra comunidade, então porque fazer algo que ela não que. Dois representantes que participaram da reunião tinham conhecimento dos riscos do evento ser realizado dia 31, e mesmo assim a data foi imposta, pois beneficiaria a parte religiosa (JUSTO, POIS É A FESTA DA PADROEIRA) que tinha o desejo no show da Aline Brasil.  Ocorre que nesta data, há dois grandes eventos nas proximidades com atrações nacionais, e que certamente dividirão o público. “Alguns moradores de Santa Maria não ficarão aqui, e os que deveriam vir certamente não virão”, disse Mayko Julião, que tem defendido o distrito no Facebook.

Mayko Julião diz ainda: “trabalho de mais de um mês jogado no lixo! A FCJOL deixou de atender as necessidades da comunidade e da igreja. Obrigou a fazer uma única festa, enquanto a mesma podia atender as duas. Os pedidos da igreja eram apenas um dia de estrutura e um show da Aline Brasil”. Ressalta-se que a indignação com a FCJOL se dá pelo simples fato do tratamento diferenciado que os distritos do noroeste do Município recebem. “Todo ano é a mesma coisa, a FCJOL dá 3 shows pra Santa Maria e Santo Eduardo, e que a comunidade se vire”.

Mayko Julião ainda alerta “Todos os anos o distrito de Morro do Coco recebe duas festas (uma da padroeira e uma do reencontro – comunidade). Ano passado em Morro do Coco, na festa da padroeira, o distrito recebeu 5 shows regionais e 1 nacional”. Num link da prefeitura de Campos não deixa mentir http://www.campos.rj.gov.br/exibirNoticia.php?id_noticia=7220”. E sobre a festa do reencontro de Morro do Coco, Mayko Juliao diz: “Essa festa comemora o que? Reencontro de que? A FCJOL a trata com mais importância que as festividades dos distritos de Santa Maria e Santo Eduardo. O apoio é idêntico, e ainda deu um show Nacional, como pode ser visto no link a seguir, da última festa http://www.campos.rj.gov.br/exibirNoticia.php?id_noticia=22105.”

Em janeiro deste ano a FCJOL disponibilizou dois shows nacionais (Aline Brasil e Maria Cecilia e Rodolfo) para o distrito de Santo Amaro. Só o cachê da dupla sertaneja custa R$ 100.000,00, fora a logística. Por fim, não pode ser deixado de lembrar que pela Lei Estadual n.º 4.342, de 17-06-1960, Santa Maria de Campos tornou-se distrito e, neste ano, completa 54 anos. Dizem os mas antigos que o distrito foi proclamado independente no final de maio de 1958, mas que somente foi publicado dois anos depois.

Atualização às 15h10  - Em contato com o blog, a presidente da FCJOL, Patrícia Cordeiro, explicou a sua versão da história. De acordo com ela, toda essa polêmica começou por conta de uma Barraca de Chopp. "Em uma reunião com a comissão que organiza a festa ficamos sabendo que a barraca de chopp não poderia ser montada na data marcada para o evento. Talvez por isso, estejam tentando criar toda essa polêmica. Vale lembrar que não é a Fundação que decide o dia. A festa de Santa Maria de Campos faz parte do calendário tradicional de eventos e tem uma data definida. Então, como poderíamos mudar a data por conta dessa barraca?", indaga Patrícia, que também comentou sobre uam sugestão apresentada. "Queriam duas festas. E tudo por conta da barraca de chopp", frisou.

De acordo com Patrícia, o governo municipal não privilegia um distrito em relação ao outro. "Tratamos todos de forma democrática. O show da Aline Brasil será apreciado pela população de Santa Maria de Campos e, uma vez, independente da barraca de chopp, a festa será muito bonita", completou.

Atualização Às 18h15 — Em mensagem enviada ao blog, Washington Campos, que se apresenta como organizador da festa religiosa, também se posicionou sobre a polêmica. Confira:

Prezado Alexandre Bastos

Estaremos realizando os festejos da PADROEIRA SANTA MARIA. Só pelo título percebe-se que se trata de uma festa religiosa. Todos os anos, a festa da Padroeira Santa Maria foi realizada no último final de semana do mês de maio, Mês das mães, mês de Maria. A festa da padroeira Santa Maria reúne todos os moradores do distrito além de distritos vizinhos e municípios. Santa Maria é um local de fácil acesso, próximo a BR 101, ficando em área central aos demais distritos, fazendo divisa inclusive com outros municípios.

Este ano, a festa seria realizada mais uma vez de forma separada, sendo a comissão formada por integrantes da comunidade escolhidos pelo Supervisor Local. E com isso, estipulou-se a data de 22 a 25 de maio para os festivos sociais. A igreja, na pessoa do pároco local, realizará os festejos do novenário a Nossa Senhora no período de 22 a 31 de maio, finalizando com a tradicional procissão luminosa, missa e show religioso. Mas para isso necessitaria de estrutura para realização do evento, para tanto enviou ofício solicitando estrutura, e show com os artistas "Tempo de Unção" e "Aline Brasil". Em reunião com a FCJOL, entre as partes sociais representada pelo Supervisor Local e a Igreja representada pelo senhor Washington Campos, fomos informados que não haveria a possibilidade de haver duas festas no mesmo distrito num espaço de tempo de uma semana.

As pessoas mal informadas, desconhecem os trâmites legais e burocráticos necessários para justificativa de despesa por parte do órgão público. E acabam colocando a prefeitura contra a comunidade dizendo que a prefeitura não banca as duas festas porque não quer. Não é bem assim, há uma preocupação muito grande, por parte da presidência da FCJOL, a senhora Patricia Cordeiro, com relação a realização de processos de pagamentos, pois se muitos desconhecem, toda prestação de contas da citada fundação está vinculada ao CPF de seu gestor, ou seja, qualquer processo de pagamento é de responsabilidade de seu gestor. Então, como justificar uma festa sem ter uma justificativa? Cabe salientar que a festa considerada como tradicional e publicada em Diário Oficial do Município é a festa da padroeira, ou seja, a festa religiosa, onde 99,9% das festas reconhecidas pelo município como tradicionais são festas de padroeiros. 

Patrícia Cordeiro tem se mostrado muito firme a frente da FCJOL. Antigamente, muitas festas de ruas, bairros e outras festas eram patrocinados pela prefeitura sem ter uma mínima expressão de justificativa da mesma. Isso acabou, é bom que as pessoas entendam que dinheiro da prefeitura é dinheiro público, é dinheiro do povo. Ela foi muito solícita em atender a comunidade com 3 dos melhores shows de Campos, o grupo Dibobeira, a banda Tudublu e o cantor Sandro Bali. E ainda, atender a igreja com uma das maiores e mais ungidas voz da igreja católica, a cantora Aline Brasil. Dizer que estes shows são ruins e desconhecimento de causa.

Quanto a insatisfação da comunidade com relação a data da festa, não vejo nenhuma veracidade nos fatos. Falar que pesquisa em facebook num grupo que tem 475 membros e apenas uma pequena parte desse grupo votou é vontade da comunidade é desconhecimento total de dados estatísticos. Uma comunidade que ainda carece de internet, não há disponibilização de Velox para novas linhas. Uma comunidade que carece de telefonia celular, uma comunidade de estar por ter seu DPO desativado pelo estado, ficar discutindo sobre um evento que sempre ocorreu em Santa Maria, onde a Prefeitura Municipal de Campos está patrocinando toda a infraestrutura e shows.

Acredito que vaidades pessoais estão falando mais alto e acredito ainda que por trás disso tudo deve haver algum financiamento da oposição. Mais uma vez, fica o nosso agradecimento a Prefeita Rosinha Garotinho pela disponibilização de toda infraestrutura, as Secretarias de Limpeza Pública, CODENCA, Campos Luz, Guarda Municipal e Postura. E um agradecimento especial a senhora Patrícia Cordeiro que com lisura e transparência vem conduzindo a FCJOL e procurando atender a todas as festas dentro da legalidade, usando sempre de bom senso e atenção. A todos os amigos de Campos fica o nosso convite para os festejos da padroeira Santa Maria durante os dias 22 de maio à 1º de junho, onde teremos várias atrações, na mais pura paz e confraternização, e toda hospitalidade que o povo santa mariense possui. Fiquem todos na paz e que nossa padroeira, Maria Santíssima, aquela que Deus honrou primeiro e por isso nós também a honramos, cubra com seu manto poderoso todos aqueles que por aqui passarem.

Washington Campos
Organizador da Festa Religiosa 
Atualização às 19h15 — REPLICA enviada por Mayko Julião: "As informações da Sra Patricia são verídicas. Todas elas, com exceção do tratamento igual. Basta só verificarmos as festas dos demais distritos! ..Quanto ao manifesto do Washington, o referido grupo tem 1.240 membros (não 475 como ele mencionou), e a enquete foi utilizada SÓ para saber se valeria à pena realizar um abaixo assinado ou não para autorização da data. Neste momento a enquete, que inclusive ele pode votar, tem NÃO HÁ NENHUM REGISTRO DE VOTOS A FAVOR DA PROGRAMAÇÃO. Quanto a enquete se estão ou não satisfeitos com a data são 127 membros contra a data e 2 a favor do dia 31. Agora quanto ao argumento levantado pelo Sr. Washington "Acredito que vaidades pessoais estão falando mais alto e acredito ainda que por trás disso tudo deve haver algum financiamento da oposição." Ele terá de provar em Juízo. Nunca me envolvi com política. Nunca fiz campanha pra ninguém, e não existe posição. Tenho 18 paginas printadas e impressas que comprovam um "jeitinho" do Washington para escolher realizar o evento dia 31".
Comentar
Compartilhe
Caiu na rede
15/04/2014 | 02h32
[caption id="attachment_23954" align="aligncenter" width="576"] Facebook/Rode David[/caption]

Imagine o valão limpo, lindo e disponível para os campistas que desejassem se refrescar? Como sonhar não custa nada, a jornalista Rose David compartilhou uma montagem no Facebook e sugeriu aos rosáceos a criação do “Canalzão”. “Visualizem, amigos. Olhem que belezura ficaria nossa Beira Valão. Não fizeram o Piscinão de Ramos? Que tal o Canalzão de Campos?”, sugeriu Rose.

Comentar
Compartilhe
Neco: um prefeito sem oposição?
15/04/2014 | 02h14

[caption id="attachment_23950" align="aligncenter" width="535"] Prefeito Neco esteve recentemente em Brasília ao lado dos 9 vereadores[/caption]

Se durante a gestão da ex-prefeita Carla Machado (PT) a Câmara de São João da Barra chegou a ser comandada pela oposição, travando uma árdua queda de braço com o Executivo, a situação parece ser completamente diferente no governo Neco (PMDB). Atualmente, a Casa presidida pelo vereador Aluízio Siqueira (PMDB) conta com todos os nove vereadores votando ao lado do governo. Até o vereador Franquis Areas (PR), aliado do ex-prefeito Betinho Dauaire (PR) e do pré-candidato a deputado estadual Bruno Dauaire (PR), deixou os ataques de lado e passou fazer leves ponderações.

A vereadora Soninha (PT) e o vereador Ronaldo da Saúde (Pros), aliados da ex-prefeita Carla Machado, também não batem de frente com o governo. Nos bastidores, os parlamentares garantem que há um pacto de paz pelo desenvolvimento do município.

Tudo indica que o ambiente político em SJB vive um momento de trégua. Mesmo com soldados fazendo parte de exércitos diferentes, todos entenderam que o melhor é guardar as energias e deixar o combate para uma outra ocasião.

Comentar
Compartilhe
Após cobrança, secretário visita bairro e garante fim de alagamento
14/04/2014 | 18h21
[caption id="attachment_23945" align="aligncenter" width="344"] Edílson Peixoto esteve no Parque Rosário e mostrou o projeto - Foto - Facebook/Thiago Virgílio[/caption]

No dia 28 de março (aqui), em seu perfil no Facebook, o vereador Dayvison Miranda (PRB) publicou a foto da rua Aurino Tavares, no Parque Rosário, e questionou o secretário de Obras, Edílson Peixoto. “E agora, Dr. Edílson Peixoto, secretario de Obras, de quem foi a culpa: de Deus que mandou a chuva ou da obra que não foi concluída?", indagou o parlamentar da bancada governista. Hoje (14), 17 dias após a crítica, o secretário de Obras esteve no Parque Rosário e foi recebido por Dayvison e pelo vereador Thiago Virgílio (PTC). "O secretário nos garantiu que o problema de Alagamento que acontece na rua Alcebídes Pessanha, rua Viveiros de Vasconcelos e rua Aurino Tavares será totalmente resolvido. As obras começam hoje. Vamos acompanhar de perto!", disse Thiago Virgílio no Facebook.

Comentar
Compartilhe
Jaiminho: "O Carnaval de Campos vai se tornar referência no Brasil"
14/04/2014 | 17h22

Feliz da vida com o apoio da Prefeitura de Campos, o  presidente da Liga Independente das Entidades de Samba de Campos (Liescam), Jaiminho Pessanha, comemorou nesta segunda-feira (14) o anúncio das escolas do Rio que irão desfilar no Carnaval fora de época. "A diretoria da Liga considera importante a participação das escolas do Rio, tendo em vista que as pessoas que não conhecem o Carnaval da cidade podem vir conhecer. A vinda das escolas do Rio é uma forma de  motivar os carnavalescos a fazerem um bom Carnaval. Com os investimentos que a prefeitura está fazendo e agora, com a participação da Liga, o carnaval de Campos vai se tornar referência no Brasil. O primeiro passo foi a construção do Cepop, seguida da profissionalização e da organização do evento", afirmou Jaiminho, que em 2010 afirmou que o Carnaval na cidade é feito de "muita mentira" (aqui).

Como o blog "Na Curva do Rio" informou (aqui), três escolas de samba do Carnaval carioca vão participar do Campos Folia 2014: União da Ilha do Governador, Unidos da Tijuca, campeã deste ano e Imperatriz Leolpodinense. O evento, que será realizado entre os dias 25 e 27 de abril, no Cepop, vai homenagear o radialista Walace Oliveira.

Segundo a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, Patrícia Cordeiro, as escolas trarão alas tradicionais, como mestre-sala e porta-bandeira, velha-guarda, baianas, ritmistas, entre outras.

 Nos próximos dias o blog vai informar quanto custou a contratação das escolas de samba do Rio.

Comentar
Compartilhe
PMDB-RJ organiza jantar para Aécio
14/04/2014 | 17h10

O provável candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, receberá nesta segunda-feira, 14, durante um jantar no Rio o apoio do PMDB-RJ, que, liderado pelo presidente regional, Jorge Picciani, retirou o apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff no fim de 2013.

A aliança com o tucano é uma resposta à candidatura do senador petista Lindbergh Farias ao Palácio Guanabara e ao fim da aliança do PT com o PMDB, depois de sete anos de apoio ao governo de Sérgio Cabral. No dia 4 de abril, Cabral passou o cargo ao vice Luiz Fernando Pezão, que disputará a reeleição. Apesar da reação do PMDB fluminense, Cabral e Pezão continuam a defender publicamente a reeleição de Dilma. Segundo Picciani, 40 pessoas estarão presentes ao primeiro encontro ampliado do PMDB pró Aécio, entre as quais 10 prefeitos, 5 deputados federais, 15 deputados estaduais, além de vereadores da capital e ex-prefeitos do partido. "Vamos mostrar a Aécio os líderes do PMDB e parlamentares que estão com ele e discutir como será o ato público de anúncio do nosso apoio, que acontecerá no fim de maio", disse Picciani.

O presidente do PMDB-RJ organiza uma reunião pluripartidária de apoiadores de Aécio. "Sempre dissemos que não aceitávamos palanque duplo para a presidente Dilma no Rio. Quando o PT decidiu romper com o PMDB e lançar candidato próprio, deixamos de ter compromisso nacional com o PT", sustenta Picciani.

Antes do jantar, Aécio fará uma palestra para empresários na sede da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

Comentar
Compartilhe
Após derrota do Vasco, Garotinho alfineta Dinamite
14/04/2014 | 13h44
[caption id="attachment_23924" align="aligncenter" width="410"] Foto- Alexandre Loureiro[/caption]

Na manhã desta segunda-feira (14), enquanto flamenguistas de todo o Brasil comemoravam e faziam piadas com os vascaínos, que amargaram mais um vice, o deputado federal Anthony Garotinho (PR) usou o seu blog para cutucar o deputado e presidente do Vasco, Roberto Dinamite (PMDB). Torcedor do Flamengo, Garotinho foi além do futebol e também comentou sobre política. "Existem enormes chances de que o título do Flamengo conquistado ontem represente três derrotas para Dinamite, uma tríplice coroa. Além da perda do título, tudo indica que será derrotado na eleição do Vasco este ano, clube que ele afundou, e dificilmente consegue se reeleger deputado estadual.  Tudo indica que seguirá os passos de Patrícia Amorim, que afundou o Flamengo e também não conseguiu a reeleição para vereadora. Aliás, li no jornal que ontem foi aniversário de Dinamite. Que presente de grego, hein! O presidente do Vasco segue os passos de seu grande amigo Cabral, também vascaíno, está rolando ladeira abaixo", disse Garotinho em seu blog.

Comentar
Compartilhe
A vaidade dos rosáceos
14/04/2014 | 13h25

Em uma clássica cena do filme " O Advogado do Diabo", o "coisa ruim", interpretado por Al Pacino, diz: "Vaidade: meu pecado favorito". No longa a vaidade gira em torno do mundo jurídico, mas o personagem de Pacino deixa claro que ela está presente em todos os meios. Em Campos, mais especificamente no grupo rosáceo, a vaidade pode ser determinante neste processo eleitoral deste ano. Com dezenas de pré-candidaturas à Alerj lançadas e, mesmo ouvindo um alerta do líder sobre a possibilidade de ninguém se eleger, muitos rosáceos não querem abrir mão. Para eles, a desistência poderia acabar ajudando "aliados" que fazem parte de panelinhas diferentes. E aí, nessa guerra de egos e de nervos, um vai tentar mostrar que é mais forte do que o outro, mesmo com o risco de todo mundo nadar e morrer na praia.

Comentar
Compartilhe
Cerveja e eleição
13/04/2014 | 14h59
[caption id="attachment_23914" align="aligncenter" width="496"] O prefeito do Rio, Eduardo Paes, costuma tomar uma cervejinha e sambar com os eleitores (Foto: Evandro Teixeira/Época)[/caption]

A coluna Radar Online, do Lauro Jardim, informa que o grupo Petrópolis (Itaipava, Petra, Crystal) produziu um inédito e curioso estudo que liga a venda de cerveja às urnas: com base nos resultados do setor nas três últimas eleições, conclui-se que as vendas sobem em média 7% entre julho e outubro, o trimestre-chave da guerra eleitoral no Brasil.

Mas afinal, qual seria o motivo? Será que só depois de algumas cervejas é possível ouvir certas promessas e aturar as malas que buscam votos?

Comentar
Compartilhe
Disputa quente na Baixada Campista
13/04/2014 | 13h37
[caption id="attachment_23908" align="aligncenter" width="302"] Empolgado com a inauguração do posto de GNV na Baixada Campista, João Peixoto até abasteceu os primeiros veículos[/caption]

Quem tem acompanhado os bastidores da política na planície já percebeu que uma das disputas mais quentes do momento é por espaço na Baixada Campista, que conta com cerca de 70 mil habitantes. Se por um lado o vereador Gil Vianna (PR) surpreendeu o seu líder ao realizar uma reunião na Baixada com mais de duas mil pessoas (aqui), por outro o deputado João Peixoto (PSDC) continua colocando em prática o seu estilo mineirinho. Ele esteve recentemente na inauguração do posto de GNV na localidade de Mineiros, uma revindicação antiga dos moradores. A inauguração também contou com a presença do ex-vereador Nelson Nahim (PSD), pré-candidato a deputado federal. Empolgado, João Peixoto até abasteceu os primeiros veículos.

[caption id="attachment_23909" align="aligncenter" width="491"] Na última segunda-feira Gil Vianna lançou sua pré-candidatura na Baixada com mais de duas mil pessoas[/caption]

O vereador Gil Vianna e o deputado João Peixoto protagonizam mais uma disputa entre ex-aliados. Eleito em 2008 pelo PSDC, Gil fazia parte do grupo de Peixoto e, na eleição de 2010, chegou a bater de frente com Garotinho para participar da campanha do aliado. Agora, os dois estão em lados opostos e serão adversários na disputa por cadeiras na Alerj.

Além de João Peixoto e Gil Vianna, existem outros nomes fortes na Baixada: o vereador Nildo Cardoso (PMDB) e a ex-prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PMDB).

Comentar
Compartilhe
Miguelito: "Não sou um vereador de m..."
12/04/2014 | 16h34
[caption id="attachment_23905" align="aligncenter" width="392"] Foto de Phillipe Moacyr[/caption]

Na última semana o vereador Miguelito (PP) soltou os bichos na tribuna da Câmara. Revoltado com supostos comentários maldosos sobre ele, o parlamentar disparou: "Não estou aqui de brincadeira, não sou um vereador de merda". Imediatamente, o presidente da Casa, Edson Batista (PTB) solicitou que o palavrão fosse retirado da ata. Porém, Miguelito continuou o seu desabafo. "Eu tenho justificativas para ter deixado o plenário no dia em que faltou quórum. Tive que tirar pontos após uma cirurgia dentária.  Já enfrentei muitas batalhas em minha vida e não vou aceitar certas calúnias", afirmou.

Nas últimas sessões Miguelito tem reclamado sobre os longos debates entre oposição e situação. "Eu não tenho paciência. As horas passam e nada se resolve. Existem coisas mais úteis que podem ser aprovadas", diz Miguelito, que recentemente anunciou um projeto. "Alguns projetos estão sendo discutidos para serem colocados em pauta. Um deles existe na França, onde os quebra-molas possuem uma espécie de bateria que gera energia para os semáforos", revelou.

 
Comentar
Compartilhe
O sonho de Crivella
12/04/2014 | 01h18

O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) teria dito recentemente que apenas uma coisa o faria desistir da pré-candidatura ao governo do Rio a favor de Lindbergh Farias (PT-RJ): a vaga de vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff. A um deles, ainda completou que está na torcida para que a corda entre PT e PMDB no plano nacional arrebente de vez. Assim, ele poderia ser uma opção no lugar de Michel Temer (PMDB).

O sonho de Crivella reflete mostra que os evangélicos estão dispostos a ocupar cada vez mais espaços na política. Recentemente o  doutor em sociologia pela Universidade de Louvain, da Bélgica, e professor em ciências da religião da PUC-Minas, Pedro Ribeiro de Oliveira, "o governo da presidente Dilma Rousseff se tornou refém das chantagens das lideranças religiosas mais conservadoras e, em vez de resistir, deixa-se enredar cada vez mais".

Fonte: Anna Ramalho/JB 

Comentar
Compartilhe
Lindbergh manda recado a Dilma: "Não cola demais no Cabral"
11/04/2014 | 18h25

Já confirmado como candidato do PT ao governo do Rio de Janeiro, o senador Lindbergh Farias diz acreditar que as frequentes aparições da presidente Dilma Rousseff em eventos promovidos pelo ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) podem tirar votos da presidente no Rio. Em entrevista ao iG, o senador deu um conselho: “Não cola demais que é ruim”, disse Lindbergh referindo-se a Cabral. “Atrapalha, tira voto. Não é uma foto boa”, alfinetou.

A provocação ocorreu no mesmo dia em que Lindbergh obteve o primeiro apoio público do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para sua candidatura. Sem a presença de Dilma em seu palanque, o senador deverá ter que enfrentar pelo menos mais quatro candidaturas da base de sustentação do governo federal na disputa pelo Palácio da Guanabara, sede do governo local.

Conselho para Dilma - Lindbergh se disse preocupado de que Dilma absorva o desgaste de Cabral, que foi o maior alvo das manifestações populares no Rio de Janeiro, desde o ano passado. “Eu só me preocupo por ela, porque eu torço muito por ela e o desgaste, de fato, é muito grande”, disseLindbergh. “Mas ela vai ter outros palanques no Rio, vai ter o nosso palanque. Isso pode ajudar”.

 
Comentar
Compartilhe
Erik Schunk: "Por que Rosinha não abre a caixa preta dos shows?"
11/04/2014 | 12h13

O médico sanitarista Erik Schunk (PSOL) publicou hoje (11) em seu blog uma nota sobre a blindagem dos shows. "Tenho acompanhado com atenção as tentativas dos vereadores da oposição na Câmara Municipal de fazer o governo da prefeita Rosinha Garotinho abrir a caixa preta dos gastos com shows no verão deste ano. Os valores divulgados até agora e que estarrecem aos que têm um mínimo de bom senso, só vieram a público porque jornalistas pesquisaram os dados num embaçado portal da 'transparência', onde os números são genéricos e precisam de explicações. Do que tem medo a prefeita Rosinha Garotinho? O que tem a esconder a prefeita Rosinha Garotinho para fazer sua base fiel brindar a presidente da Fundação Cultural Oswaldo Lima para que a mesma não compareça à Câmara?", indaga Schunk.

Citando cálculos não oficiais, Schunk diz que os gastos podem ter girado em torno de R$ 5 milhões. "É certo que todas as cidades que se beneficiam dos royalties do petróleo se habituaram, nos últimos anos, a torrar parte dos recursos com artistas pagos a pelo se ouro. É certo também que a população se ressente da falta de lazer, mas é preciso ter um mínimo de planejamento e senso de prioridade. Cálculos não oficiais (até mesmo porque o governo Rosinha blindou a caixa preta da Fundação Cultural) chegam ao gasto de R$ 5 milhões só no 'Verão da Família'. Será que os moradores do Farol e da Baixada não prefeririam que esses recursos fossem usados para acelerar as obras do Hospital São José? Não optariam por uma unidade hospitalar no próprio Farol de São Thomé. Com sua maioria obediente aos ditames da prefeita Rosinha e sua turma, pouco ou nada pode-se esperar da Câmara Municipal. Quem sabe o Ministério Público enfrente a blindagem e abra a caixa preta", completou.

Comentar
Compartilhe
"Campos Folia": Prefeitura libera subvenção para os blocos e escolas
11/04/2014 | 11h53

Faltando 15 dias para o "Carnaval fora de época", a Prefeitura de Campos efetuou na tarde de ontem (10) o repasse de verba das 18 entidades carnavalescas, entre blocos e escolas de samba. O evento será realizado entre os dias 25 e 29 de abril, no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop). O termo de contribuição foi firmado entre a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima e a Liga Independente das Escolas de Samba de Campos (Liescam). A subvenção, que giram em torno de R$ 1,2 milhão, foi depositada na conta da liga e será repassada para as agremiações.

Segundo o tesoureiro da Liescam, Rubens Manhães, alguns blocos e escolas que não cumpriram o regulamento do ano anterior foram punidos e receberão menos 10% do valor do total, diferente das escolas e blocos que cumpriram todas as exigências e terão o aumento de 10% do recurso. "Estamos cumprindo o compromisso firmado junto à prefeitura, de organizar o Carnaval. O não cumprimento do regulamento prejudica o crescimento do Carnaval, que tanto avançou no atual governo", destaca Rubens.

No primeiro dia de folia, os Blocos União Feliz e Unidos do Capão desfilam pelo grupo de acesso. Em seguida, desfilam os blocos do  grupo especial: Juventude da Baleeira, Chuva de Ouro, Os  Psicodélicos, Castelo do Parque Aurora e Caprichosos de Guarus.  As Escolas Onça no Samba, União da Esperança, Ururau da Lapa,  Mocidade Louca, Ás de Ouro e Madureira do Turfe, do grupo  especial, se apresentarão no dia 26 de abril. No último dia do Campos Folia é a vez das escolas do grupo de acesso: Os  Independentes, Império da Baixada, Alvi-Anil, Amigos da Farra e  Boi Sapatão abrilhantarem o Cepop.

Até o momento a Prefeitura ainda não informou se o Carnaval fora de época vai contar com participações especiais de escolas de samba do Rio. Nos anos anteriores a prefeita Rosinha pagou caro para trazer as primeiras colocadas do Carnaval carioca.

Fonte: Secom/Prefeitura 

Comentar
Compartilhe
Transporte Público: aluna da Uenf desabafa
10/04/2014 | 19h43

Em 2012 uma pesquisa feita pela mestranda Giselle Azevedo Pinto, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Uenf, mostrou uma grande insatisfação com o transporte público no município (aqui). Mais da metade dos entrevistados (62,6%) revelou estar muito insatisfeita ou insatisfeita com o número de veículos atuando nos horários críticos. Agora, dois anos depois, o que era ruim conseguiu ficar ainda pior. Entre os inúmeros protestos em vários pontos da cidade, o transporte púbico está entre as principais queixas da população. Em mensagem enviada ao blog, a estudante da Uenf, Thalita Sarlo, fez um desabafo em nome de todos os alunos. Confira:

“Como você e todos sabem, o transporte público em Campos é de péssima qualidade. Aqui na Uenf só tem uma empresa de ônibus que faz essa linha: Conquistense (tem um ônibus que vai pro Jockey também, mas possuem só 2 veículos). Portanto, existe um monopólio... Não contamos com vans e a Conquistense sempre foi muito ruim: poucos ônibus, veículos velhos, sujos, e estão longe de suprir a necessidade de quem mora e estuda nessa localidade. Mas nas ultimas semana a situação tem estado muito pior. Segundo a EMUT (eu mesma liguei pra lá) alguns ônibus foram apreendidos porque estão irregulares (IPVA atrasado, foi o que a moça informou).Ou seja, o que estava ruim conseguiu ficar caótico. Os ônibus demoram muito pra passar, coisa de 1 hora, e quando passam, ficam super lotados. Ontem (segunda-feira) vim do centro e esperei meia hora por um ônibus, e foi um MICRO ÔNIBUS, super lotado, com idosos em pé... Bem desumano, mesmo. Como tenho ido ao Centro com frequência, vejo essa situação de perto. Agora pouco, contei 32 pessoas esperando no ponto de ônibus na frente da Uenf. SÓ NO PONTO DA UENF, fora os alunos da Faetec, que ficam mais à frente. Um verdadeiro absurdo. Cadê a fiscalização dessas empresas de ônibus? Como pode ter só uma linha fazendo o transporte para a maior universidade pública de Campos? A gente não quer “só” os ônibus regularizados. A necessidade de melhora aqui é mais urgente do que isso!”

Comentar
Compartilhe
Isenção
10/04/2014 | 18h36

 

Um dos modelos de van mais vendidos no mercado custa algo em torno de R$ 94 mil. Agora, vai sair por R$ 76 mil, mas só para quem utilizar o veículo no transporte escolar – e apenas no estado do Rio de Janeiro. Não é promoção, mas resultado da possível isenção da alíquota de ICMS, 19%. O projeto de lei da deputada Clarissa Garotinho (PR) aprovado ontem (9) pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), ainda aguarda a sanção do governador. “O benefício deve estimular a renovação da frota, o que significa mais segurança e conforto para as crianças”, acredita a parlamentar.

Segundo estimativa do Sindicato dos Profissionais Autônomos do Transporte Escolar do estado do Rio de Janeiro, cerca de 5 mil motoristas poderiam aproveitar a isenção e trocar os veículos.

 
Comentar
Compartilhe
"Macumbódromo" em debate na Alerj
10/04/2014 | 18h15

Lideranças religiosas realizaram um protesto na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), nesta quinta-feira (10), contra a decisão da Secretaria de Estado de Ambiente de interromper a construção de um espaço sagrado para rituais religiosos no entorno do Parque Nacional da Tijuca, no Alto da Boa Vista, na Zona Norte. O ato ocorreu durante uma audiência no prédio anexo da Alerj, convocada pelo presidente da Comissão de Combate às Discriminações e Preconceitos, Carlos Minc, para discutir o tema.

A comissão alega que a Secretaria de Ambiente cancelou a construção do chamado Espaço Sagrado da Curva do S por pressão de outros parlamentares e líderes de igrejas evangélicas. A audiência tem objetivo de discutir o tema e o preconceito religioso. Segundo os manifestantes, o projeto, idealizado por Minc quando estava à frente da secretaria, foi taxado de “macumbódromo”. Vão comparecer ao encontro lideranças religiosas de terreiros como Mãe Beata D´Yemanjá e Mãe Palmira D´Oya, que são a favor da construção do espaço.

Fonte: G1 

Comentar
Compartilhe
Picciani vai promover evento de apoio a Aécio Neves
10/04/2014 | 13h08

Capitaneados pelo presidente do PMDB no Rio, Jorge Picciani, partidos que aderiram à pré-campanha de Aécio Neves (PSDB) à Presidência no Rio vão promover um evento de apoio ao tucano no fim de maio. Antes disso, os peemedebistas entregarão nas mãos de Aécio, após um pedido dele, um grande mapa das lideranças que têm em cada um dos municípios e que poderão trazer para a candidatura tucana. Outro mapa a ser entregue ao tucano traz as votações de Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (então PV) na eleição de 2010 em cada um dos municípios. Com base nisso, Picciani apresentará a meta de votos que o PMDB pretende trazer para Aécio em cada uma das cidades. Pesquisas internas mostradas a Aécio apontam que ele seria conhecido por 25% do eleitorado e o PMDB vai dizer a ele como pode ajudar a aumentar esse percentual. "Eu e mais cinco pessoas vamos fechar esse mapa para ele ter uma noção do potencial da campanha dele no Rio de Janeiro", disse Picciani ao jornal "O Globo".

Indignados com a postura do PT do Rio e com a pré-candidatura do senador Lindbergh Farias ao governo, os peemedebistas se lançaram num movimento de construção da campanha de Aécio no estado. O tucano queria que o técnico de vôlei Bernardinho entrasse na disputa, mas ele declinou do convite. Até agora, o PSDB não tem candidato para concorrer à sucessão estadual.

Os peemedebistas ficam agora na expectativa de uma aliança formal para aumentar ainda mais a coligação, que conta com 15 partidos depois que o PSC aderiu. A sigla e o PMDB ficarão coligados também na eleição proporcional.

Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Auxiliadora sobre Patrícia: "Se fosse eu já teria vindo e acabado com isso"
09/04/2014 | 19h50

Durante a sessão de hoje (09), após o vereador Rafael Diniz (PPS) afirmar que "Patrícia Cordeiro está denegrindo a imagem da Fundação Cultural", a vereadora Auxiliadora Freitas (PHS), da bancada governista, usou a tribuna e desabafou: "Se estivesse no lugar de Patrícia, já teria vindo ao Legislativo e acabado com isso. Estou cansada desta novela", afirmou Auxiliadora. A vereadora, que já foi presidente da Fundação Trianon, também reconheceu a necessidade de algumas mudanças na área Cultural. "Concordo que a escolha dos artistas poderia ser mais democrática e que a forma de gerenciar também poderia mudar”, frisou.

Sem deixar de lado a defesa do governo, a parlamentar defendeu a prefeita Rosinha. "O que eu não posso aceitar é a comparação entre o atual governo e o governo anterior. No passado os shows não eram realizados. E tenho documentos que comprovam os altíssimos valores do passado", completou.

Comentar
Compartilhe
Paulo Melo e Pezão articulam reposição salarial da UENF
09/04/2014 | 18h03

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), deputado Paulo Melo (PMDB) deixou o comando dos trabalhos da sessão com o deputado Roberto Henriques (PSD) e foi ao Palácio Guanabara se reunir com o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) para que seja feito de forma urgente envio do projeto de Lei que garanta a reposição salarial demandada pelos professores da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF).

O envio desse projeto de lei é uma das exigências básicas do movimento docente da UENF para que seja possível iniciar qualquer debate para suspender a greve que paralisa há 28 dias a instituição.

Fonte: Aduenf

Comentar
Compartilhe
"Justiceiros" de Campos amarram jovem em orelhão
09/04/2014 | 17h32
[caption id="attachment_23858" align="aligncenter" width="480"] Julliane Martins de Oliveira/Facebook[/caption] Um jovem foi acorrentado a um orelhão após furtar uma bicicleta no início da tarde desta quarta-feira (09) no Turf Clube, em Campos. A vítima do furto contou que deixou a bicicleta em frente ao estabelecimento e, de longe,  viu o suspeito furtando. Um cidadão que passava de motocicleta ofereceu uma carona e eles conseguiram alcançar o rapaz.

Outra pessoa que passava perto do jovem conseguiu empurrá-lo e tombá-lo da bicicleta. O jovem ainda correu, mas foi imobilizado pelo proprietário da bicicleta quando tentava pular o muro de uma residência. Populares acorrentaram inicialmente  pelo pescoço (foto). Depois, como a corrente ficou curta, amarraram as pernas deixando e o deixaram no local até a chegada da Polícia Militar.

Desabafo no Facebook — Antes da chegada da PM, o jovem contou que tinha 15 anos e que teria sido a primeira vez que praticava algum crime. No Facebook, a internauta Julliane Martins de Oliveira publicou fotos e desabafou: "Quando os populares o imobilizaram, ele pediu por favor, para que chamassem a mãe dele, e que só estava roubando por que aquele era o 'trabalho' dele!!! Absurdo ouvir isso! Então nós que trabalhamos de verdade, damos o nosso sangue para conquistar algo, somos o que? Pra vir alguém e tentar levar a sua conquista na mão grande, e ter a audácia de dizer que está "trabalhando". É muito difícil viver. Detalhe, a viatura da polícia 'só' demorou uns 50 minutos para chegar até o local! Sorte dele que as pessoas que estavam ali, são tranquilas, e se aparece um revoltado para fazer justiça com as próprias mãos? Campos está totalmente 'Abandonado' em todos os sentidos. O que acontece com a polícia daqui, o efetivo deve ser mínimo, estamos sem segurança. 30 mil policiais se formaram neste ultimo concurso, será que vão continuar a mandá-los para as UPPs? Vamos ficar abandonados sem segurança, até a coisa virar 'GUERRA' aqui também para que o Governo do Estado do Rio de Janeiro, construa UPPs em Campos e redondezas?  Será que vamos ter que esperar acontecer isso para que tomem providências cabíveis? Todos os dias as reportagens de Campos, só falam de violência, falta de segurança... 'O que não tem remédio, remediado está!'  Isso gera em nós um sentimento de revolta. Que essa revolta se reflita nas URNAS!!", disse.

Onda cresce — A onda de justiça com as próprias mãos está crescendo no país. Além do Rio de Janeiro, a polícia já registrou neste ano casos de criminosos espancados ou humilhados pelos cidadãos em Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Goiás.  Os vídeos e fotos dividem opiniões na internet. Há quem aprove e quem discorde da atitude dos chamados "justiceiros".

Comentar
Compartilhe
Vídeo: Centro cirúrgico do HGG virou piscina para hidroginástica?
08/04/2014 | 22h17

O WhatsApp da Folha recebeu um vídeo que mostra a situação do centro cirúrgico do HGG durante uma forte chuva que caiu na última semana. O local contou com uma cachoeira que acabou formando uma piscina.

Mesmo com o governo Rosinha entrando em seu sexto ano, não se assustem se muitos aliados da prefeita colocarem a culpa nas gestões passadas. Confira o vídeo:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=fRjSfLdUe-0[/youtube]

Comentar
Compartilhe
“Rolo compressor” quer atropelar blogueiro
08/04/2014 | 21h48

Em seu blog, o deputado federal Anthony Garotinho (PR) costuma chamar seus adversários de Ladrões, Pinóquios, Mentirosos e Porcos. Seus ataques são sempre curtidos, comentados e compartilhados pela turma rosácea de Campos. Porém, quando deixam de ser pedra e passam a ser vidraça, os aliados de Garotinho fazem birra. E isso ficou comprovado durante a sessão de hoje (08). Na ocasião, foi aprovado um requerimento da vereadora Linda Mara (Pros) cobrando providências da Câmara em relação a uma postagem do jornalista Gustavo Matheus (aqui) sobre o esvaziamento dos trabalhos na sessão da última quarta-feira. Segundo Linda Mara, houve “calúnia, difamação e informações inverídicas”. "Eu sou jornalista e não posso aceitar ser chamada de fujona ou covarde. Não sou covarde!", bradou.

O requerimento foi aprovado com os votos do “rolo compressor” governista. A bancada de oposição se posicionou de forma contrária. Para o vereador Marcão (PT), o posicionamento dos governistas é temerário. “Só eles podem falar dos outros? Isso me lembra alguns regimes ditatoriais”, disse

O que está por trás desse Carnaval? — Para quem entende um pouco sobre política, a iniciativa de Linda Mara é facilmente justificada. Com a sua amiga Patrícia Cordeiro se esquivando das explicações no Legislativo, nada melhor do que gastar mais de uma hora com um debate sobre notas e comentários publicados em um blog.

Enquanto a Câmara de Campos debate a postagem de um blog, o PU da Saldanha Marinho continua abandonado, o transporte público está precário, profissionais da Saúde protestam, educadores cobram melhorias e o governo gasta milhões com terceirizações, shows, jardinagem e iluminação de um valão imundo.

Comentar
Compartilhe
"Verão da Gastança": bancada de Rosinha barra convocação de Patrícia Cordeiro
08/04/2014 | 19h02

A bancada governista negou durante a sessão de hoje o requerimento do vereador Rafael Diniz (PPS) que pretendia convocar a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) para prestar esclarecimentos sobre os shows do "Verão da Gastança". A convocação só contou com os votos da bancada de oposição: Rafael Diniz, Fred Machado (SDD), Marcão (PT) e Nildo Cardoso (PMDB).

Para Rafael Diniz, muitas explicações estão pendentes. "Quem não deve não teme. Pelo que estou notando, esse governo deve e teme. Infelizmente estamos diante de uma espécie de blindagem. E quem perde é a população, que vê o seu dinheiro sendo gasto sem ouvir qualquer tipo de explicação. Ninguém consegue abrir essa Caixa Preta dos shows. E posso garantir que essa Caixa Preta tem cheiro de cebola", disse Rafael, informando que a bancada de oposição vai protocolar os pedidos de informação no Ministério Público (MP).

Na tribuna, o vereador Fred Machado voltou a defender uma CPI que investigue de forma ampla os shows do passado e do presente. "Gostam muito de falar sobre os governos passados e os outros municípios. Então eu faço um desafio. Vamos aprovar uma CPI para investigar tudo. Tanto os shows do presente como os do passado, do governo Mocaiber. Será que alguém tem disposição?", indagou Fred.

Para Marcão, "existem muitas coisas sombrias que estão sendo escondidas". "Com certeza tem algo errado no meio disso tudo. Será que alguém pode me dizer quantos shows a banda A Massa fez em outras cidades? E quantos shows essa mesma banda fez em Campos? E a banda Balada Boa? Sei que essa banda conta com os mesmos integrantes da banda A Massa. E, ao contrário das outras bandas locais, que recebem em média R$ 2 mil, essa Balada Boa estaria ganhando R$ 6 mil. Então tá mais para Bolada Boa do que Balada Boa!", disparou Marcão.

Defesa do governo — Na tribuna, o vereador Kellinho (PR) atacou o governo Mocaiber e defendeu o governo Rosinha. "No passado o que tínhamos em Campos eram shows pagos e não realizados. Hoje fica claro que todos os shows são realizados e a oposição tenta fazer política com isso. É tudo na base do achismo", disse Kellinho.

A vereadora Auxiliadora Freitas (PHS) disse que "qualquer dia desses" Patrícia Cordeiro irá ao Legislativo. "Quem não deve não tem. Por isso tnho certeza que a presidente da Fundação Oswaldo Lima virá ao Legislativa de forma espontânea", afirmou Auxiladora.

O líder do governo Rosinha, Paulo Hirano (PR) disse que todas as ações do governo são publicadas no Diário Oficial. "Todos os shows são vigiados e analisados no TCE. Não tem nada sendo feito escondido. O Portal da Transparência traz cada pagamento. São apenas suposições maldosas", defendeu Hirano.

Comentar
Compartilhe
"Verão da Gastança": rosáceo defende Patrícia e sonega informações
08/04/2014 | 16h26

Na ânsia de defender o indefensável, o rosáceo Ruan Barros, assessor de Patrícia Cordeiro na Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), publicou uma nota em seu blog (aqui) apontando uma suposta “mentira de Rafael Diniz e da Folha”. Em sua postagem ele cita os gastos totais da Prefeitura de Macaé com o show do pagodeiro Thiaguinho e mostra que a apresentação ficou orçada em R$ 292 mil. Porém, como pode ser visto no documento publicado abaixo, o cachê de Thiaguinho em Macaé foi de R$ 180 mil. Enquanto isso, no “Verão da Gastança”, a Prefeitura pagou R$ 219 mil pelo cachê. Ou seja, em Campos custou R$ 39 mil mais caro. 

Porém, ao contrário da Prefeitura de Campos, que até hoje não especificou todos os gastos com os shows, a Prefeitura de Macaé publicou de forma detalhadaem seu Diário Oficial, quanto se gastou com cachê, hospedagem, alimentação, transporte, camarim, entre outros itens. Somando tudo, o show custou R$ 292 mil. Já o rosáceo sonega essas informações e tenta comparar apenas com o cachê de R$ 219 mil. E os gastos com alimentação, transporte, camarim e hospedagem, que contaram com licitações milionárias? Na verdade, não é preciso ser um mestre na matemática para constatar que somando todos esses itens, o show de Thiaguinho no “Verão da Gastança”, foi muito além dos R$ 219 mil.

Em uma cidade com tantos problemas, com o PU da Saldanha Marinho em estado crítico (aqui), médicos e enfermeiros insatisfeitos e a Educação em último lugar entre os 92 municípios do estado do Rio, chega a ser um deboche com a população tentar disputar com Macaé para ver quem deixou o pagodeiro Thiaguinho mais ou menos rico. O certo é que com as duas apresentações ele levou mais de meio milhão. Como diria o próprio Thiaguinho, é muita “ousadia e alegria”. 

Comentar
Compartilhe
Magal: "Minha pré-candidatura é forte e real"
08/04/2014 | 13h36
[caption id="attachment_23788" align="aligncenter" width="590"] Foto - Facebook/Garotinho[/caption]

O vereador Jorge Magal (PR), lançou sua pré-candidatura a deputado federal na noite de ontem (07), no  Parthernon, em Guarus. Com o espaço completamente lotado, Magal deixou claro que não quer ser apenas mais um pré-candidato do PR. "Temos fé em Deus e contamos com o povo ao nosso lado. Creio que esse é o diferencial da minha pré-candidatura, que é forte e real. O convite partiu do deputado Garotinho e aceitei mais esta missão em minha carreira política. Estou em meu quarto mandato como vereador e agora terei mais este desafio", disse Magal, que comentou sobre as pessoas que ficaram do lado de fora. "Cerca de 300 pessoas não conseguiram entrar. O espaço estava completamente lotado. Mas quero pedir desculpas e adiantar que a próxima reunião será em um local maior", frisou.

Comentar
Compartilhe
Suledil presta contas e anuncia benefícios
08/04/2014 | 12h45

Foto - Facebook/Secretaria de Agricultura

Apontado como um dos principais soldados do grupo rosáceo, o secretário de Governo, Suledil Bernardino, assumiu uma nova missão. Ele tem ido aos bairros e distritos prestar contas e ouvir a população. No último sábado Suledil esteve em Vila Nova representando a prefeita Rosinha Garotinho (PR) ao lado de Fábio Ribeiro e Eduardo Crespo, que respondem pelas pastas da Administração e Agricultura, respectivamente. Após verificar as necessidades da comunidade e ouvir as queixs da população,  Suledil anunciou um pacote de intervenções incluindo operação tapa buracos, reparos na rede elétrica que alimenta a iluminação pública, troca de lâmpadas, poda de galhos, sinalização viária, entrega de nova ambulância e outras medidas, como a construção de nova cobertura para a quadra poliesportiva, que foi destruída por um temporal.

Ao ver um Suledil sorridente e esbanjando simpatia, teve muita gente chamando o secretário de "meu futuro prefeito". Porém, quando o assunto é eleição, ele não quer saber de especulações com o seu nome. No momento, Suledil faz parte do time que defende a volta de Garotinho ao governo e a reeleição de Geraldo Pudim na Alerj.

Comentar
Compartilhe
Gil Vianna lança pré-candidatura e impressiona o líder
08/04/2014 | 00h02

Com seu estilo “mineirinho”, sem fazer muito alarde e propaganda, o vereador Gil Vianna (PR) surpreendeu muita gente ao colocar mais de duas mil pessoas no lançamento de sua pré-candidatura a deputado estadual. O evento, que aconteceu no Espaço Rural, na Baixada Campista, contou com o deputado federal Anthony Garotinho (PR), a deputada estadual Clarissa Garotinho (PR), o deputado federal Paulo Feijó (PR) e o presidente do PR em Campos, Wladimir Garotinho, além de secretários municipais. Impressionado com quantidade de pessoas e a organização da reunião, Garotinho comentou sobre a trajetória política de Gil e discursou durante quase uma hora.

Para Gil Vianna, foi um dos momentos mais marcantes de sua carreira política. “Gosto de trabalhar sem fazer muito barulho. Olhando sempre com sinceridade nos olhos das pessoas. Hoje pude notar que essa forma de fazer política é reconhecida pela população. Estamos diante de mais um desafio e, com certeza, terei grande companheiros nesta luta”, disse Gil.

Comentar
Compartilhe
Pezão anuncia pacote de benefícios para servidores da Educação
07/04/2014 | 23h09

Não é só a prefeita Rosinha Garotinho (PR) que anda lançando pacotes de benefícios em ano de eleição. Hoje (07), em sua página no Facebook, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) divulgou a liberação de um pacote de benefícios para os servidores de educação. Entre as medidas, está o reajuste do auxílio-transporte de 25% para os 88 mil servidores ativos da secretaria estadual de Educação. “Outra novidade é o aumento na gratificação para agente de pessoal, que passou de R$ 30 para R$ 300, e a concessão de gratificação para auxiliar de agente de pessoal, que passa a receber R$ 200 a mais. Além disso, ainda esta semana, será publicado decreto referente ao auxílio-qualificação de R$ 500, que passará a beneficiar novos 10 mil servidores. Amanhã posto mais informações por aqui”, contou Pezão.

Foram concedidos, através de decretos publicados em Diário Oficial, reajustes e extensões de gratificações que podem levar a um gasto adicional de cerca de R$ 50 milhões somente este ano.

Comentar
Compartilhe
TRE-RJ afasta prefeita de Bom Jesus de Itabapoana
07/04/2014 | 21h45
Da Ascom/TRE-RJ:  O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro determinou, na sessão desta segunda-feira (7), o imediato afastamento da prefeita reeleita de Bom Jesus de Itabapoana, Maria das Graças Ferreira Motta, a Branca Motta (PMDB), e do vice, Jarbas Teixeira Borges Junior (PRP), cassados pelo uso da máquina pública. Em 2012, a então prefeita autorizou a pavimentação de seis ruas do município do Norte Fluminense, a menos de três meses da votação. Outra obra, de terraplanagem numa estrada vicinal do distrito de Rosal, chegou a ser realizada no sábado, véspera da eleição. A prefeita e o vice também ficaram inelegíveis por oito anos. Branca Motta e Jarbas Borges Junior podem recorrer da cassação dos mandatos ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, mas têm que deixar os cargos. O TRE-RJ vai oficiar à Câmara Municipal para que o segundo colocado na eleição, Roberto Elias Figueiredo Salim Filho (PR), seja empossado como novo prefeito assim que ele for diplomado pela 95ª Zona Eleitoral de Bom Jesus de Itabapoana. Nas eleições de 2012, a prefeita obteve 30,84% dos cerca de 20 mil votos válidos, contra 30,35% de Roberto Salim Filho, derrotado por uma diferença de 108 votos. Cassados no ano passado pelo juiz eleitoral de Bom Jesus do Itabapoana, a prefeita e o vice se mantinham no cargo por força de uma decisão liminar. Com a cassação da prefeita Roberto Salim, conhecido como Roberto Tatu (PR), segundo colocado nas eleições de outubro de 2012, assume imediatamente o cargo.
Comentar
Compartilhe
Feliciano assume ter usado cocaína e fala sobre sexo anal: "Quem faz não volta mais"
07/04/2014 | 15h09

Em entrevista à revista ‘Playboy’, que chega às bancas amanhã (08), o deputado federal Marco Feliciano (PSC) foi questionado sobre a hipótese de um homem poder sentir prazer com sexo anal. “Com certeza, tem homens que têm tara por ânus, sim. Eu não entendo muito dessa área porque nunca fiz, graças a Deus, e espero nunca fazer, porque pa­rece que quem faz não volta mais. [Risos.] Deve ser uma coisa tão estranha…”.

Pastor evangélico, Feliciano ainda assumiu que já foi usuário de cocaína. “Conheci a cocaína nos bailinhos, no fim dos 12 anos. Só a cocaína. Eu tentei a maconha, mas engasguei, nunca consegui fumar nem cigarro. Não conseguia tragar. Com a cocaína era fácil.” Nesta edição, a revista traz na capa Gaby Fontenelle, a Gaby Potência, que protagonizou o quadro Esposa de Aluguel do programa Melhor do Brasil, e um ensaio especial com a ativista do Greenpeace Ana Paula Maciel.

Fonte: Leo Dias/O Dia 

Comentar
Compartilhe
Internauta mostra "Piscinão" na Pecuária
07/04/2014 | 13h02
Com a pergunta: "Cadê a Águas do Paraíba?", o internauta Fabiano Silva publicou em seu perfil no Facebook a imagem de um "Piscinão" na rua 19 de abril, na Pecuária.    
Comentar
Compartilhe
Terceirizações: mais R$ 11,8 milhões para serviços de portaria, recepção e zeladoria
07/04/2014 | 12h29

Além dos R$ 11,2 milhões para a empresa Portlimp disponibilizar serviços terceirizados de portaria, recepção e zeladoria (aqui), a Prefeitura de Campos também contratou a empresa Randstad, por R$ 11,8 milhões, para fornecer os mesmos serviços. O extrato de contrato foi publicado, por omissão, no Diário Oficial de hoje. Sendo assim, apenas para contratar porteiros, recepcionistas e zeladores das empresas Portlimp e Radstad, a Prefeitura de Campos reservou 23 milhões, que serão pagos em 12 parcelas. E não parou por aí. Em fevereiro deste ano (aqui) a empresa Angles, que oferece os mesmos serviços, recebeu R$ 3,5 milhões.

No Portal da Transparência só é possível saber quanto foi pago. Não há como descobrir quantos funcionários são disponibilizados por cada empresa.

Garotinho se declara contra projeto de terceirização — Se na planície o governo Rosinha gasta milhões com terceirizações, no planalto o deputado federal Anthony Garotinho (PR) se declara contra a prática. Em um vídeo publicado no YouTube (aqui) ele diz que um deputado que tem compromisso com os trabalhadores não pode apoiar um projeto que pretende fortalecer a terceirização.

Comentar
Compartilhe
O “rolo compressor” de Wladimir
07/04/2014 | 00h41

Quem acompanha os bastidores da política de Campos sabe que o deputado federal Anthony Garotinho (PR) conhece os caminhos para uma vitória eleitoral na terra goitacá. Mestre em posicionar suas tropas em cada bairro e distrito, ele sempre conseguiu dialogar com as mais variadas lideranças. Porém, nos últimos anos, tendo em vista a sua disposição em reconquistar o governo estadual, ele acabou se afastando do dia a dia da política em sua terra natal. Passando por aqui apenas nos finais de semana e se reunindo com aduladores, ele não consegue enxergar certas mudanças. E foi exatamente neste vácuo que o Wladimir Garotinho assumiu o papel de principal elo de ligação entre o poder e as bases. Mesmo sendo barrado da eleição deste ano, o jovem presidente do PR no município quer mostrar a sua força atuando diretamente na campanha de Bruno Dauaire (PR), que é pré-candidato a deputado estadual. Quem vê a estrutura que vem sendo montada para Bruno se surpreende. São vereadores, secretários, empresários poderosos e lideranças dos mais variados bairros e distritos. Na última semana, por exemplo, Bruno participou de pelo menos cinco reuniões em diferentes pontos da cidade. A turma, que se apresenta como "timão da renovação", quer passar por cima de muitas figuras antigas do grupo de Garotinho.

Constatando o poder de Wladimir, Garotinho deverá colocar um freio nos próximos meses. Até porque, o “rolo compressor” que vem sendo montado por Wladimir pode acabar atropelando as poucas opções de Garotinho na disputa pela Prefeitura de Campos em 2016.

Comentar
Compartilhe
Confira 10 novas regras que o TSE aprovou para as eleições deste ano
06/04/2014 | 19h05

Resoluções aprovadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desde o fim do ano passado resultaram em pelo menos dez mudanças importantes para os candidatos e para os eleitores nas eleições de 2014, que serão realizadas daqui a seis meses.  Entre as principais novidades estão a tentativa de barrar as chamadas doações "ocultas" - quando uma empresa doa para o partido e este repassa ao candidato, dificultando a verificação da origem do recurso aplicado na campanha - e a limitação de doações dos próprios candidatos para as campanhas, o chamado "autofinanciamento". Para os eleitores, será permitido votar em trânsito (fora do domicílio eleitoral) em qualquer cidade com mais de 200 mil habitantes.

Ao todo, 11 resoluções trazem as regras em relação a diversos temas, como arrecadação de recursos, prestação de contas, condutas proibidas e propaganda eleitoral. Nem todas as resoluções foram alteradas em relação a 2012, mas a maioria teve artigos modificados. Essas resoluções visam adequar os procedimentos práticos do processo eleitoral à legislação vigente. Das 11 normas, está pendente de aprovação a que estabelece o plano de mídia, que indicará os horários das propagandas eleitorais.

Uma das resoluções, embora aprovada, está em discussão no Supremo Tribunal Federal (STF). A regra limitou as possibilidades de o Ministério Público Eleitoral investigar crimes eleitorais, como boca de urna e compra de votos, e a Procuradoria Geral Eleitoral recorreu ao Supremo, que ainda não deu decisão.

Para ler a matéria completa do G1, clique aqui 
PRINCIPAIS MUDANÇAS EM 2014
Será permitido votar fora do domicílio em todas as cidades com mais de 200 mil eleitores.
Partidos terão que indicar origem do valor recebido ao efetuar repasses para candidatos.
Candidatos poderão utilizar até 50% do patrimônio declarado à Receita na própria campanha.
Partidos terão até 20 dias antes do dia da eleição para substituir candidatos.
Não será mais permitido colocar na urna nome de órgão público, exemplo Chico do INSS.
Não será mais permitido fazer propaganda eleitoral via telemarketing.
Além da propaganda eleitoral, os debates na televisão terão que ter tradução em Libras ou legendas.
Fica proibida a realização de enquetes com assuntos de cunho eleitoral.
Qualquer investigação de crime eleitoral terá que ser autorizada pelo juiz eleitoral.
Passa a ser facultativo o voto do preso provisório, que ainda não tem condenação definitiva.
FONTE: TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL
Comentar
Compartilhe
Prefeitura abre inscrições para concurso da Educação
06/04/2014 | 18h43
A Prefeitura de Campos publicou na última nesta sexta-feira (4) o edital do concurso público para a área de educação. Serão abertas 200 vagas para auxiliar de turma, 80 para inspetor de alunos, 50 para acompanhante e 15 para professor de ensino religioso, totalizando 345 vagas. As inscrições estarão abertas nesta segunda-feira (7) e prosseguirão até o dia 29 deste mês. A escolaridade exigida é o Ensino Médio. A remuneração de professor de ensino religioso será de R$ 1.777,17. A taxa de inscrição é de R$ 100. Para as outras áreas, o salário é de R$ 1.337,27. A taxa de inscrição será de R$ 50. As provas serão aplicadas no dia 18 de maio, para professor de ensino religioso e acompanhante. Já no dia 25 de maio serão aplicadas as avaliações para auxiliar de turma e inspetor de alunos.
As inscrições poderão ser feitas no site do Centro de Produção da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Cepuerj) – www.cepuerj.uerj.br – e de forma presencial, no Campus da Uerj, bem como no setor de protocolo na sede da Prefeitura de Campos, na Rua Coronel Ponciano de Azeredo Furtado, 47, Parque Santo Amaro.
Saúde -  As inscrições do concurso para a área da saúde prosseguem até a próxima sexta-feira (11), no site do Centro de Produção da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Cepuerj) – www.cepuerj.uerj.br. Ao todo estão sendo ofertadas 194 vagas de níveis médio e superior, com salários entre R$ 1.647,63 e R$ 3.309,20. O valor da inscrição para profissionais de nível médio é de R$ 50. A taxa é de R$ 100 para profissionais de nível superior. São 124 vagas para auxiliar de saúde bucal e para 70 médicos.
Comentar
Compartilhe
Leitora mostra obra do "metrô" no Parque Tamandaré
05/04/2014 | 23h32
[caption id="attachment_23729" align="aligncenter" width="432"] Foto enviada pela leitora Lídia[/caption]

Em e-mail enviado ao blog, a leitora Lídia criticou um buraco bem fundo que ganhou o apelido de "obra do metrô no Parque Tamandaré". Confira o desabafo da internauta: "Bastos, as obras do metrô, na esquina das ruas Manhães Barreto e Rodrigues Peixoto, estão a todo vapor! Estou emocionada com a agilidade da prefeita em afundar a nossa cidade! Já afundou nossa auto estima e vem afundando a cidade fisicamente com enorme rapidez!"

Comentar
Compartilhe
Será que os guardas municipais estavam na festa?
05/04/2014 | 18h14
[caption id="attachment_23721" align="aligncenter" width="529"] Foto enviada por um atento leitor[/caption] [caption id="attachment_23722" align="aligncenter" width="514"] Foto enviada por um atento leitor[/caption]

A prefeita Rosinha Garotinho (PR), que completa amanhã 51 anos, e o deputado Garotinho (54 anos no próximo dia 18), estão comemorado os seus aniversários neste sábado com um churrasco na sede campestre do Sindicato dos Bancários (na Avenida Alberto Lamego, após a Uenf). A festa, que teve "porteira aberta" contou a presença de inúmeros amigos e aliados. Porém, na ânsia de dar um abraço no líder e na prefeita, teve muita gente parando os carros de qualquer maneira. Mas ao contrário do que ocorre em outros locais, onde a Guarda Municipal e a Pátio Norte "passam o rodo", no aniversário do casal as infrações pareciam estar liberadas. As fotos foram enviadas por um atento leitor.

Será que até os responsáveis por multar e rebocar estavam lá dentro comendo um churrasquinho?

Comentar
Compartilhe
Pudim aponta “fogo amigo” e manda recado
05/04/2014 | 12h13

O deputado estadual Geraldo Pudim (PR) comentou hoje (05), sobre o “fogo amigo” no grupo liderado pelo deputado federal Anthony Garotinho (PR). De acordo com o parlamentar, tem muita gente afobada tomando decisões sem consultar o líder. “Tem vereador tomando decisão por conta própria. Precisamos discutir tudo em grupo e ter noção de que existe um projeto maior em jogo, que é a volta do deputado Garotinho ao governo do estado. A grande verdade é quem existem infiltrados pregando a desunião”, disse Pudim durante o programa “Entrevista Coletiva”, da Diário FM.

 De acordo com o deputado, toda vez que retorna do Rio ao município de Campos, é possível ouvir relatos sobre o “fogo amigo”. “Ouço que tem gente no grupo falando mal de mim. O que eu fiz? Sempre estive ao lado do Garotinho. Lá atrás, quando cabia o grupo todo em uma Kombi, eu estava dentro. Depois, se ficasse andando a pé, eu caminhava junto. Essas pessoas precisam respeitar a capacidade do deputado Garotinho em arrumar um tabuleiro eleitoral. Não podem agir de forma precipitada”, afirmou.

 Sem perder tempo, um rosáceo que comandava o programa de rádio disparou: “São marrecos novos querendo dar mergulho fundo”.

Comentar
Compartilhe
Garotinho: "Confesso que chorei"
05/04/2014 | 12h00

Logo após disparar pesado contra os que discordam de suas práticas, o deputado federal Anthony Garotinho (PR) tentou mostrar que também tem um lado meigo e sensível. "Confesso que chorei ao ouvir o relato de uma senhora. Ela me contou que uma cidadã vive falando mal de mim e da Rosinha. E aí, ao me defender, essa senhora mostrou como a pessoa que fala mal de mim foi beneficiada nos últimos anos. Até uma casa popular ela ganhou durante o governo Rosinha. Mas o que me emocionou foi o fato dessa senhora ter me defendido. Enquanto isso, na política, muitas pessoas que eu ajudei andam falando mal de mim. Assim é a vida", disse Garotinho durante sua participação no programa "Entrevista Coletiva", da Diário.

Ou seja, até na hora de mostrar o seu lado sensível, Garotinho aproveitou para mandar um recado e dar uma alfinetada nos "aliados".

Comentar
Compartilhe
Bolsa família: falta de informação, de dignidade e deboche
04/04/2014 | 19h51

Para os que dão as cartas, o Brasil é o país do futuro. Nos palanques e propagandas oficiais não faltam números para mostrar o crescimento nos mais variados setores da sociedade. Porém, neste "admirável mundo novo", muitos brasileiros ainda são obrigados a passar por uma "vida de gado". Marcados e felizes, milhões de cidadãos dependem de programas assistencialistas e chegaram a dormir em filas para garantir benefícios. Nesta sexta-feira (04), em Campos, passando pela fila e vendo de perto o protesto contra a falta de organização no recadastramento do programa Bolsa Família, foi possível constatar a forma como essas pessoas são tratadas. O que vemos é burocracia de sobra, deboche, falta de informação, de respeito e dignidade. Veja com os seus próprios olhos, nesta matéria exibida pelo SBT Rio, o retrato de um povo que é tratado como gado:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=vItdKhjlX3M[/youtube]

Comentar
Compartilhe
Suplementação de R$ 2,1 milhões para Carnaval fora de época e “eventos culturais”
04/04/2014 | 12h42

Como a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), Patrícia Cordeiro, ainda não listou de forma didática os gastos com shows, é preciso acompanhar com atenção o Diário Oficial e aprender como funciona o remanejamento de recursos. Hoje (04), por exemplo, é possível notar que a prefeita Rosinha Garotinho (PR) abriu o Orçamento fiscal do município para inserir crédito adicional suplementar no valor total de R$ 3 milhões. Sendo que R$ 2,1 milhões serão destinados à FCJOL. Para conseguir bancar o Carnaval fora de época e eventos culturais da Fundação Oswaldo Lima, a prefeita Rosinha teve que anular dotações orçamentárias das seguintes pastas: IMTT, Codemca, Finanças, Defesa Civil e Comunicação Social.

Na previsão de recursos para o Carnaval fora de época, Patrícia Cordeiro terá: R$ 725 mil. Além disso, a Fundação Oswaldo Lima também ganhou R$ 1,3 milhão para “outros serviços de terceiros-pessoa jurídica”. Como a aplicação desses “outros serviços” não é especificada no Diário Oficial, fica difícil saber quais são os “eventos culturais” que serão pagos com este recurso.

De um lado o Carnaval, do outro — Enquanto isso, o PU da Saldanha Marinho agoniza, professores e alunos cobram melhorias em diversos colégios, ambulâncias não aparecem, buracos estão espalhados por todos os lados e o transporte público está precário.

Comentar
Compartilhe
Pezão toma posse como governador do Rio
04/04/2014 | 11h56
[caption id="attachment_23693" align="aligncenter" width="500"] Pezão acena após tomar posse como governador na Alerj Pablo Jacob / O Globo[/caption]

Luiz Fernando Pezão (PMDB)  tomou posse como governador do Rio na manhã desta sexta-feira (04), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Em seu primeiro discurso, Pezão agradeceu ao ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) e disse que terá uma missão muito difícil ao substituí-lo.  "O Sérgio Cabral é uma das pessoas mais generosas que conheço na vida. Colocou o Rio de volta ao protagonismo no desenvolvimento do país. Quando assumimos, em janeiro de 2007, investia-se R$ 2,3 bilhões em segurança pública por ano. Hoje, são R$ 9,1 bilhões", disse Pezão.

O novo governador destacou a política de pacificação nas comunidades: "Hoje, ocupamos territórios em que as pessoas não acreditavam mais que a segurança pública entraria: Maré, Alemão, Rocinha. Em 2007, falei para o Sérgio Cabral que, se nosso mandato não servisse para mudar esses locais, ele não valeria nada. E hoje vejo que está valendo e muito. Sabemos que não vencemos a guerra. Ainda temos muito a fazer. Mas avançamos. E muito", frisou.

Na área de saúde, Pezão destacou a criação das UPAs: "Na saúde, só nas UPAs são 22 milhões de atendimentos. Temos hospitais de referência: Hospital da Mulher, Hospital da Criança, Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo; Rio Imagem, o Instituto Estadual do Cérebro. E já foi aprovado o Hospital de Oncologia, em Nova Friburgo. São mais de 80 mil funcionários públicos concursados. Tenho orgulho imenso de minha trajetória e da minha carreira', disse.

O governador encerrou o discurso destacando que o “mandato é para todo mundo”. "Mas, especialmente, para as pessoas que mais precisam. Vamos continuar com nosso lema que mudou o Rio de Janeiro: somando forças. Viva o Rio e vamos ao trabalho", disse Pezão. Após a posse na Alerj, Pezão foi para o Palácio Guanabara, para receber oficialmento o cargo de Sérgio Cabral.

Lotaram o plenário vereadores, deputados, senadores aliados, além de secretários de governo e assessores. Na arquibancada, cerca de 20 pessoas estavam com placas como “Piraí agradece o apoio de Cabral”. Durante discurso, Pezão citou Sérgio Cabral, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a presidente Dilma Rousseff, o senador Francisco Dornelles (PP) e até o ex-governador Leonel Brizola. Quando o nome do político gaúcho foi citado, todos aplaudiram.

Fonte: O Globo 

Comentar
Compartilhe
PU da Saldanha Marinho: "decrépito e abandonado"
03/04/2014 | 23h33

Enquanto a prefeita Rosinha Garotinho (PR) prepara mais um Carnaval fora de época, com direito a novos gastos milionários, o PU da Saldanha Marinho, inaugurado na década de 60 pelo então prefeito Rockfeller de Lima, parece ter sido esquecido". E nem adianta dizer que ninguém avisou. Em maio do ano passado, o presidente do Sindicato dos Médicos de Campos, Reinaldo Tavares Dantas disse o seguinte: “O Posto importante Saldanha Marinho está decrépito, abandonado, após 47 anos de resistência”. Confira as imagens enviadas pelo leitor Gabriel Fernandes ao Whatsapp da Folha:

[caption id="attachment_23681" align="aligncenter" width="434"] Foto de Gabriel Fernandes[/caption] [caption id="attachment_23682" align="aligncenter" width="454"] Foto de Gabriel Fernandes[/caption] [caption id="attachment_23683" align="aligncenter" width="436"] Foto de Gabriel Fernandes[/caption]

Leitor desabafou:

Em matéria da jornalista Tatiana Rangel, publicada na Folha Online, o leitor Gabriel Pessanha,desabafou: “Constatei diversas coisas que me atentaram para o deplorável estado da estrutura física do local. Sangue no chão; poltronas rasgadas; ausência de garrote para a punção, sendo usado uma luva de procedimento no lugar; além do despreparo e falta de informação sobre as medicações dos pacientes”, reclamou.

O leitor relatou também o estado precário da unidade de saúde. “As paredes estão caindo, são portas sem maçanetas, armários com medicações abertos, ralo aberto em meio ao corredor, local de lavar a mão sem uma lixeira para jogar os papéis-toalha, péssimo atendimento, péssima estrutura física, janelas quebradas, assentos sujos com restos de materiais”.

Comentar
Compartilhe
Unimed: Particular seguindo o exemplo do público?
03/04/2014 | 23h10

Em recente propaganda da Prefeitura de Campos, veiculada nas emissoras de rádio, uma senhora dizia que “o atendimento parece até particular”. Agora, vendo no Facebook essa imagem do teto da sala de repouso da Unimed, vejo que a cidadã estava certíssima. Em Campos, quando o assunto é saúde, público e particular parecem caminhar lado a lado. Confira a foto e o desabafo do Silvio Paes Junior:

Comentar
Compartilhe
WhatsApp: Retratos de uma cidade alagada
03/04/2014 | 23h04

Se antigamente muitos governantes conseguiam esconder certos fatos e desviar o foco da população, atualmente, com as redes sociais e telefones cada vez mais avançados, os tapetes são removidos e as sujeiras aparecem. Atualmente o WhatsApp vem sendo uma ferramenta importantíssima para mostrar a voz das ruas Quem quiser ser repórter por um dia, basta enviar fotos, vídeos e sugestões de pautas para o Whatsapp da Folha ( 99208-7368). E por falar em interação, compartilho algumas imagens de Campos após a chuva de hoje (03):

[caption id="attachment_23670" align="aligncenter" width="432"] É beira mar? Não! Mas até marolas eram vistas na 28 de março  Foto de Alberto Rosa Fioravanti/Facebook[/caption]
  [caption id="attachment_23671" align="aligncenter" width="512"] Foto de Jony William Vllela Vianna[/caption] [caption id="attachment_23672" align="aligncenter" width="484"] Foto de Jony William[/caption] [caption id="attachment_23673" align="aligncenter" width="518"] Foto - Folha da Manhã[/caption] [caption id="attachment_23674" align="aligncenter" width="459"] Alagamento na rua Álvaro de Barros, no Turfe Clube - Foto do leitor Renato Gimenes[/caption]   [caption id="attachment_23686" align="aligncenter" width="538"] Avenida Pelinca - Foto de Silvio Paes Junior[/caption]
Comentar
Compartilhe
Clarissa ironiza renúncia de Cabral
03/04/2014 | 20h25

A deputada estadual Clarissa Garotinho (PR) levou um cartaz para o plenário da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e ironizou a renúncia do governador Sérgio Cabral (PMDB), que deixou o governo com o vice-governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e deverá disputar uma vaga no Senado. "Hoje o Presidente da Alerj leu no plenário a Carta de Renúncia do Governador Sérgio Cabral. Não pude deixar de manifestar minha opinião", postou Clarissa no Facebook.

A carta enviada por Cabral à Alerj diz: “Com fundamento no art. 99, VI, da constituição do Estado do Rio de Janeiro, e tendo em vista o disposto no parágrafo 6°, do art.14, da Constituição Federal, venho manifestar a minha Renúncia ao cargo de Governador do Estado do Rio de Janeiro, para o qual fui reeleito e no qual tomei posse no dia 01 de janeiro de 2011”.

A cerimônia de transferência do cargo para o vice-governador está marcada para a manhã desta sexta-feira (04), no Palácio Guanabara.

Comentar
Compartilhe
Jogo duplo no grupo rosáceo
03/04/2014 | 16h33

Muitos rosáceos insatisfeitos com a falta de "carinho" começam a flertar com adversários do deputado federal Anthony Garotinho (PR). A tática é a seguinte: publicamente eles continuam ao lado da prefeita e do deputado, mas nos bastidores liberam os seus cabos eleitorais para as campanhas de adversários do casal. Ontem (02), no Boulevard, um cabo eleitoral abriu o jogo: "Você acha que eu vou ficar fazendo campanha para eles só no amor? Tem muita gente de fora que vai chegar junto nos próximos meses".

Cientes dos rosáceos dispostos a fazer jogo duplo, aliados do senador Lindbergh (PT), do ministro Crivella (PRB) e do vice-governador Pezão (PMDB) já estão conversando com diversas lideranças de Campos e região.

Comentar
Compartilhe
Picciani: "Aécio é o mais carioca dos mineiros"
03/04/2014 | 13h30

O presidente do PMDB do Rio de Janeiro, Jorge Picciani, continua afirmando que a base do partido no estado rejeita qualquer aproximação com o PT e que não existe a possibilidade de fazer campanha pela reeleição da presidente Dilma Rousseff. Em total sintonia com o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), Picciani afirma: "Os petistas querem ser hegemônicos, o que é uma grande tolice numa democracia. Isso só vai afastá-los de seus aliados mais importantes, como o PMDB. O PT enxerga o estado como uma propriedade de quem está no poder".

Picciani diz que tem se reunido com vereadores, deputados e prefeitos do partido no Rio de Janeiro para fechar uma estratégia de apoio ao candidato do PSDB ao Planalto, o senador mineiro Aécio Neves. "Como o PT nos afrontou, nós encontramos uma alternativa no PSDB. O Aécio é o mais carioca dos mineiros, grande amigo e parente do governador Sérgio Cabral, além de ser o melhor candidato", diz.

Ontem (02), talvez para insinuar que Cabral anda dançando com Aécio, o perfil da presidente Dilma Rousseff postou no Facebook a música "Sem Compromisso", de Chico Buarque. A letra diz:  "Você só dança com ele e diz que é sem compromisso. É bom acabar com isso, não sou nenhum pai-joão".

Comentar
Compartilhe
Prática antinga
03/04/2014 | 13h22

O esvaziamento do plenário da Câmara de Campos durante a sessão de ontem (02) não é uma novidade. Por diversas vezes este recurso foi utilizado pelos parlamentares. Em 2010, quando o líder do grupo determinou que todos aprovassem as contas de Alexandre Mocaiber (PSB) e Roberto Henriques (PSD), as sessões foram interrompidas diversas vezes por falta de quórum. Em questão de segundos a Câmara ficava vazia e o então presidente interino, Rogério Matoso (PPS), era obrigado a encerrar os trabalhos. Porém, após muitas conversas com o líder, os vereadores resolveram aprovar as contas de Mocaiber e Henriques.

Comentar
Compartilhe
"Saidinha" de rosáceos interrompe sessão
02/04/2014 | 19h08

 A Câmara de Campos voltou a contar na noite de ontem com uma “sessão relâmpago” que precisou ser interrompida por ausência de quórum. O fim dos trabalhos se deu após alguns parlamentares da bancada governista se retirarem do plenário antes da votação um requerimento do vereador Rafael Diniz (PPS) que solicitava a presença da presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), Patrícia Cordeiro, no Legislativo, para explicar o “Verão da Gastança”, na praia do Farol de São Thomé. “A Câmara só realiza duas sessões por semana e ainda temos que presenciar este tipo de situação? Ontem, um fato semelhante ocorreu e achei que pudesse ser coincidência. Mas agora estou começando a achar que pode ter algo por trás disso. Será que ninguém vai explicar os shows milionários do Farol?”, indagou Diniz.

Os vereadores que permaneceram no plenário foram os seguintes:  Abdu Neme, Gil Vianna, Edson Batista, Jorge Magal, Fred Machado, Marcão, Rafael Diniz, Paulo Hirano, Albertinho e Auxiliadora Freitas.

Comentar
Compartilhe
Garotinho na comissão que vai investigar propina na Petrobras
02/04/2014 | 13h52
[caption id="attachment_23648" align="aligncenter" width="516"] Garotinho na instalação da comissão conversando com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (Foto de André Couto)[/caption]

A comissão externa criada para investigar denúncias de propina na Petrobras foi instalada nesta terça-feira (2) na Câmara dos Deputados. De acordo com o coordenador da comissão, deputado Maurício Quintella Lessa (PR-AL), o colegiado terá o objetivo específico de apurar o suposto suborno de funcionários da estatal por parte de uma empresa holandesa, a SBM Offshore. Lessa informou que irá primeiro coletar informações de órgãos de fiscalização brasileiros sobre os contratos firmados com a SBM, antes de viajar à Holanda para acompanhar as investigações do Ministério Público do país europeu.

A comissão que é composta pelos seguintes deputados:

Maurício Quintella (PR-AL) - Coordenador Anthony Garotinho (PR-RJ) Lucio Vieira Lima (PMDB-BA) Paulo Magalhães (PSD-BA) Mário Negromonte (PP-BA) Carlos Sampaio (PSDB-SP) Onyx Lorenzoni (DEM-RS) Fernando Francischini (SDD-PR)
 Em seu blog, Garotinho prometeu particpar dos trabalhos "com transparência e imparcialidade".

Denúncias — Reportagem publicada pelo jornal "Valor Econômico" apontou a existência de suposto esquema de pagamento de suborno a autoridades de governo e de estatais de diversos países, entre os quais o Brasil, somando montante de mais de US$ 250 milhões. A denúncia foi publicada na página em inglês da SBM na Wikipedia, em outubro de 2013, mas só ganhou repercussão no Brasil nas últimas semanas. No texto, uma pessoa que se identifica como ex-diretor da SBM afirma que a companhia teria feito o pagamento de propina entre 2005 e 2011. De acordo com a denúncia, US$ 139 milhões teriam sido repassados à Petrobras.

Comentar
Compartilhe
No Rio, Dilma isola Lindbergh e elogia Pezão
02/04/2014 | 13h28
[caption id="attachment_23643" align="aligncenter" width="500"] Dilma Rousseff participa da assinatura do contrato de concessão do aeroporto Tom Jobim ao lado de Sérgio Cabral, o vice governador Pezão e o prefeito Eduardo Paes    Pablo Jacob / Agência O Globo[/caption]

Ao desembarcar nesta quarta-feira (03) no Rio, a presidente Dilma Rousseff sacramentou ainda mais o isolamento do senador Lindbergh Farias, pré-candidato ao governo do estado pelo PT. Ela divide palanques em duas cerimônias — no Galeão e no metrô — com o governador Sérgio Cabral e o vice Luiz Fernando Pezão, ambos do PMDB. "O Pezão tem sido um parceiro inigualável em todos os momentos que aqui estivemos", disse Dilma no início de discurso ao cumprimentar as autoridades que participavam da assinatura da concessão do Galeão.

Dilma chegou ao estado com a missão de apaziguar os ânimos dos peemedebistas rebelados contra o PT por não ter barrado a intenção de Lindbergh disputar as eleições de outubro. "A Dilma precisa do PMDB. Ela quer pacificar o clima no Rio", afirmou um petista.

No bastidores, a atitude da presidente irritou o PT fluminense. Segundo petistas, Dilma “erra muito” ao colar sua imagem ao governo Cabral, que, para eles, está desgastado após as manifestações de junho do ano passado, e a Pezão, que ainda não decolou nas pesquisas de intenção de voto.

Lindbergh não tem certeza de que terá Dilma em seu palanque na campanha. Além de Pezão e de Lindbergh, outros dois pré-candidatos ao governo do Rio fazem parte da base aliada da presidente: o deputado federal Anthony Garotinho (PR) e o ex-ministro da Pesca Marcelo Crivella (PRB). Por ter quatro opções e para evitar constrangimentos, Dilma poderá optar por não ter agenda pública com nenhum deles.

Outra incógnita é Lula. Principal avalista de Lindbergh, o ex-presidente não compareceu ao lançamento da pré-candidatura, em fevereiro. Petistas criticaram a ausência dele, que optou por ficar longe do Rio para não azedar ainda mais a relação com Cabral e Pezão.

 Fonte: O Globo  
Comentar
Compartilhe
Barraco faz sucesso nas redes sociais
02/04/2014 | 13h01
[caption id="attachment_23632" align="aligncenter" width="685"] CLIQUE NA IMAGEM PARA VER O VÍDEO NO FACEBOOK[/caption]

Neste Big Brother que se transformou o mundo, com câmeras e celulares filmando tudo e todos, algumas cenas acabam sendo compartilhadas e se transformam em sucesso nas redes sociais. Assim como ocorre na TV, os maiores sucessos não são vídeos com belas músicas e temas culturais. O povo gosta mesmo é de barraco, no estilo Ratinho, Márcia Goldschmidt, João Kléber e BBB. Ciente disso, uma jovem de Campos acompanhou uma discussão nas proximidades do Mercado Municipal entre duas mulheres. O motivo? Uma teria ficado com o namorado da outra. O vídeo,  publicado na segunda-feira já foi compartilhado no Facebook  por 260 internautas. Um número de compartilhamentos que supera muitas matérias importantes postadas por sites e blogs da região. Ou seja, fica comprovado que o povo adora uma confusão. Esse teve direito a empurrões, tapas, alguns socos e, por fim, a intervenção de um guarda municipal, que usou o seu spray de pimenta.

Já tem gente torcendo para a Prefeitura de Campos incluir as duas no próximo Pink Fight (aqui).

Comentar
Compartilhe
Magal: "Não sei se esse Tô Contigo é situação ou oposição"
02/04/2014 | 01h09

O vereador Jorge Magal (PR) usou a tribuna durante a sessão de ontem (01) e aproveitou para alfinetar o vereador Alexandre Tadeu (PRB), o Tô Contigo. Ao citar a bancada de oposição, ele colocou o colega no meio. "Hoje eu fiquei analisando alguns posicionamentos da oposição e do vereador Alexandre Tadeu. E eu não sei se esse Tô Contigo é situação ou oposição", disse Magal. Sentado, o vereador Alexandre Tadeu ficou na dele e evitou rebater o vereador rosáceo.

Esta não é a primeira vez que Magal dispara na direção do Tô Contigo. Em outubro (aqui), durante um debate sobre um projeto, Magal disparou: “Esse vereador Alexandre Tadeu, o Tô Contigo, está mentindo para a população quando fala em 25% de redução da conta de água. Ele joga no colo da prefeita Rosinha uma responsabilidade que deveria ser da empresa Águas do Paraíba. Ele apenas fez uma indicação legislativa. Deve estar confundindo as coisas por ser um vereador de primeiro mandato. Isso tudo só pode ser um grande jogo para a galera”, afirmou Magal.

Comentar
Compartilhe
Patrícia Cordeiro vai explicar o "Verão da Gastança" na Câmara?
02/04/2014 | 00h58

Durante a sessão de ontem (01), momentos antes de um requerimento solicitando a presença da presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), Patrícia Cordeiro, ser colocado em votação, diversos vereadores deixaram o plenário e os trabalhos foram interrompidos por falta de quórum. Logo após a sessão, o "toque de recolher" foi comentado pelo vereador Rafael Diniz (PPS), autor do requerimento. "Espero que tenha sido coincidência. Mas é bom lembrar que também faltou quórum quando tentei aprovar um requerimento solicitando uma audiência pública para debater a Cultura", disse Diniz, que espera por Patrícia Cordeiro. "Será que é muito solicitar a presença da responsável pela contratação dos shows e todo a estrutura do Verão da Família? Soube que ela estava disposta a conversar internamente. Porém, vejo que a Câmara é o local perfeito para esta explanação. Se o dinheiro gasto com os shows foi público, o debate também tem que ser público", afirmou Diniz.

Segundo Rafael, o governo deve explicações. “Não podemos aceitar a existência de um Fundo de Cultura que fica com R$ 176 mil para um ano inteiro e, em apenas um shows que não dura mais de duas horas, a banda Jammil e uma Noites recebe R$ 193 mil”, disse Rafael, que também aponta distorções entre valores de shows. “Tenho documentos que mostram distorções ente shows realizados em Campos e em outros municípios. Luan Santana custou 233 mil em Campos e 180 mil em Macaé. No caso do Thiaguinho, foi 219 mil em Campos e 180 mil em Macaé. O primeiro foi 53 mil mais caro e o segundo foi 39 mil acima. Será que não temos o direito de saber quais foram os gastos com palco, shows, iluminação, trios elétricos, som e banheiros químicos? Para onde esta indo esse dinheiro?”, indagou Diniz.

Na semana passada a vereadora Linda Mara (Pros) disse que a oposição está “jogando para a galera”. Segundo a vereadora, tem gente que fala sobre o Farol e nem aparece na praia. “Não é só show. Tem muita gente que se beneficia com o verão.  São comerciantes, tem o setor imobiliário. São muitas coisas envolvidas. E é bom lembrar que convidei a oposição para conversar com Patrícia e ninguém foi”, disse Linda Mara.
Comentar
Compartilhe
Câmara aprova reajuste de 10% para os servidores
01/04/2014 | 20h04
Após aprovar 7% de reajuste no último dia 19, a Câmara de Campos recebeu um novo projeto do governo com um aumento de 10%. A matéria foi aprovada com os votos da oposição e da situação. Para a bancada de oposição, que solicita também um aumento do vale alimentação de R$ 200 para R$ 350, a mudança ocorreu em um "passe de mágica". "Protestamos aqui no dia 19 e votamos contra os 7%. Na ocasião o líder do governo disse que era impossível dar um centavo a mais. Porém, em um passe de mágica, tudo mudou. Mas é bom frisar que os servidores merecem mais respeito. Não podem ficar aguardando mágicas",disse o vereador Rafael Diniz. O vereador Fred Machado (SDD) cobrou mais diálogo com os servidores. "Se houvesse diálogo desde o início esse tipo de situação não teria ocorrido. O problema é que tem muita gente querendo dar cheque em branco ao governo. Temos que cobrar mais diálogo com os servidores",disse Fred. Para a bancada governista, a vitória foi de todos. De acordo com os aliados da prefeita Rosinha, todos os parlamentares solicitaram que o reajuste fosse revisto.
Comentar
Compartilhe
Royalties: após atraso de 12 dias, Campos recebe R$ 56,2 milhões
01/04/2014 | 18h53
Do Blog Eu Penso que/Ricardo André Vasconcelos
Com um atraso de 12 dias, foi depositado hoje na conta das prefeituras da região pela Secretaria do Tesouro Nacional, os repasses dos royalties referentes à produção de óleo e gás no mês de janeiro de 2014. É o segundo mês consecutivo que o pagamento é feito com atraso. Na semana passada, (reveja aqui), o deputado Anthony Garotinho - PR/RJ - registrou o atraso com uma reclamação no Plenário da Câmara. Há cerca de três décadas, desde que os royalties começaram a ser pagos, a data de repasse sempre foi o dia 20 do segundo mês subsequente à produção.
Na conta da PMCG entraram hoje mais R$ 56.282.538,06 um pouco menos que o valor do mês passado (R$ 57.953.593,23). Em 2014 o acumulado, só da Prefeitiura de Campos é de cerca de R$ 356 milhões.
Comentar
Compartilhe
Neste 1º de abril, quais foram as verdades que se esqueceram de acontecer?
01/04/2014 | 12h43

O escritor Mário Quinta dizia que "a mentira é uma verdade que se esqueceu de acontecer". Em Campos, nos últimos seis anos, quais foram as verdades que se esqueceram de acontecer? Em uma rápida leitura do programa de governo elaborado em 2008 pela então candidata Rosinha, podemos encontrar as seguintes promessas:

As Unidades Básicas de Saúde serão dotadas de laboratórios para realização de exames, da radiologia básica e da eletrocardiografia

Todo o sistema de Saúde será informatizado e interligado para permitir o acesso (com o cartão de saúde do paciente e dos profissionais) aos dados de exames de maior complexidade e as exames mais antigos que os pacientes tenham feito em outro local ou em outra época. 

Criar uma Rede Comunitária de Saúde que tenha como meta 70 equipes em 2010 e 100 equipes até 2012, cobrindo toda a população do município. 

A Rede Comunitária de Saúde cobrirá, num prazo máximo de dois anos (até 2011), 100% da população nos atendimentos primário e secundário, bem como garantirá o acesso ao atendimento terciário, de alta complexidade, em todas as situações emergenciais e nas situações que impliquem em risco. 

Implantar o Programa Saúde em Casa (Amigos da Saúde) com ambulância básica e equipe técnica de enfermagem. 

Reformar consultórios odontológicos e adquirir novos e modernos equipamentos. 

Rosinha assume o compromisso de implantar ações que dinamizem a Educação para que, em quatro anos (até 2012), obtermos as primeiras colocações nas avaliações do MEC. 

Incentivar os empresários de transporte coletivo, inclusive com redução de impostos, a substituir a frota por novos ônibus, modelo híbrido, que permita além do diesel, o uso da energia solar, reduzindo a emissão de gases que poluem a atmosfera e causam inúmeros problemas respiratórios. 

Instituir um amplo programa de arborização, incluindo a Praça São Salvador. 

Cada conjunto de casas populares terá a sua rede de proteção social, com centros comunitários incluindo creche, posto de saúde, área de convivência com profissionais capacitados para orientação médica, psicológica, além de arborização e área de lazer. 

Criar as condições para transformar Campos em um Pólo Tecnológico, firmando parcerias com os setores empresarial e acadêmico. 

Criar o Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia, que terá a missão de pensar as estratégias de desenvolvimento. 

Reformular o Plano Viário para criar alternativas de tráfego que aliviem o trânsito nas principais avenidas. 

Interligar o sistema de transporte coletivo construindo terminais de ônibus para as baldeações de passageiros que poderão seguir até o Centro sem pagar uma nova passagem. 

*Promessas retiradas do Programa de Governo da candidata Rosinha/2008

Comentar
Compartilhe