Cabral escutou Nildo Cardoso?
31/07/2013 | 11h05
Após comunicar que deixaria a presidência da comissão provisória do PMDB em Campos e deixar no ar a possibilidade de migrar para uma bancada independente, o vereador Nildo Cardoso (PMDB), parlamentar mais votado da atual legislatura, fez uma espécie de desabafo e afirmou que muitos nomes que hoje caminham com o governo Rosinha teriam mais prestígio do que ele no governo Sérgio Cabral (PMDB). Eis que agora, após o desabafo de Nildo, algumas mudanças estariam prestes a acontecer nos bastidores. Nomes que atualmente dão as cartas na UPA de Campos, na Policlínica da PM e na FIA (Fundação da Infância e Adolescência) devem perder a força. A ideia é eliminar os “agentes duplos” e prestigiar os aliados do governador no município
Comentar
Compartilhe