Concurso de SJB fica mais distante com adiamento de licitação
22/03/2019 | 10h31
Prefeitura de SJB
Prefeitura de SJB / Folha da Manhã
A novela com relação à realização de um novo concurso público (aqui) em São João da Barra volta a apresentar sinais preocupantes para quem criou expectativas. Em 2018, o município chegou a escolher o organizador do certame, que seria o Instituto de Avaliação Nacional (IAN), mas revogou a licitação com objetivo de adequar o quadro de cargos divulgados no projeto básico. Neste ano, após anunciar o pregão para o dia 28 de março, a Prefeitura acaba de adiar, sem prazo, a realização da licitação.
Atualização na quarta-feira, 10 de abril: Câmara de SJB autoriza concurso com 87 vagas
O adiamento “sine die” está no Diário Oficial desta sexta-feira (22). A única explicação é que a medida foi tomada “por motivo de conveniência e oportunidade”. A publicação informa, ainda, que “assim que for marcada nova data para realização da sessão do mencionado pregão, será publicado novo aviso”.
Em tempo — Não há mais detalhes sobre o adiamento da licitação, informação que está sendo solicitada à Prefeitura. No entanto, é muito estranho o fato de o município ficar anunciando pregão e depois adiar. Sem contar que o país ainda vive uma fase de altos índices de desemprego e qualquer possibilidade de um concurso público gera grande expectativa. Tomara que a “novela do concurso de SJB” neste ano tenha um final melhor do que a de 2018, que não passou de especulação.
Posicionamento da Prefeitura (atualização às 17h51) — "A administração pública municipal, por razões de interesse público, decidiu realizar algumas adequações no quadro de cargos e no número de vagas a serem disponibilizadas no concurso, razão pela qual adiou o pregão. Não há qualquer impedimento à realização do concurso. Em até 15 dias será publicado novo aviso de licitação".
Comentar
Compartilhe
SJB volta a planejar concurso público: confira as 91 vagas
19/03/2019 | 02h44
Divulgação
A Prefeitura de São João da Barra voltou a planejar um concurso público. Na última segunda-feira (18), o Diário Oficial do município trouxe um aviso de licitação para contratação da organizadora do certame. O pregão está previsto para 28 de março. No edital de licitação, disponível também no site da administração municipal, é possível verificar quais são os cargos e salários do futuro certame. Serão 91 vagas, distribuídas em 26 cargos, para os níveis Médio e Superior. Os salários variam entre R$ 1,689,45 (Médio) e R$ 3.629,01 (Superior). A carga horária, em todas as funções, é de 40 horas.
Atualização na quarta-feira, 10 de abril: Câmara de SJB autoriza concurso com 87 vagas
Atualização na sexta-feira, 22 de março: Concurso de SJB fica mais distante com adiamento de licitação
Para o nível Médio, serão oferecidas vagas para Agente de Tributos (6), Agente de Fiscalização de Transporte Público (6), Agente de Fiscalização de Trânsito (14), Agente de Fiscalização de Saúde (6), Agente de Fiscalização de Postura (6), Agente de Fiscalização de Obras (4) e Guarda Ambiental (6).
Já para o nível Superior as vagas são para Estatístico (1), Engenheiro de Trânsito (1), Auditor Fiscal de Obras (6), Engenheiro Civil (1), Auditor Fiscal de Tributos (12), Auditor Fiscal de Vigilância Sanitária - Especialidade I (1), Auditor Fiscal de Vigilância Sanitária - Especialidade II (1), Auditor Fiscal de Vigilância Sanitária - Especialidade III (1), Auditor Fiscal de Vigilância Sanitária - Especialidade IV (1), Auditor Fiscal de Vigilância Sanitária - Especialidade V (1), Contador (5), Analista Fiscal de Meio Ambiente - Especialidade I (2), Analista Fiscal de Meio Ambiente - Especialidade II (1), Analista Fiscal de Meio Ambiente - Especialidade III (1), Analista Fiscal de Meio Ambiente - Especialidade IV (2), Analista Fiscal de Meio Ambiente - Especialidade V (1), Analista Fiscal de Meio Ambiente - Especialidade VI (1), Auditor Municipal de Controle Interno (2) e Tecnólogo Ambiental (2). 
Confira as especialidades exigidas para cada cargo de nível Superior:
Se confirmado, este será o primeiro concurso na atual gestão da prefeita Carla Machado (PP). Recentemente, foram convocados os últimos aprovados no concurso da Educação, de 2015, que expirou em março. Além do Educação, também foi realizado na gestão do ex-prefeito Neco (MDB), e continua em vigência até junho, o concurso da Saúde.
Vale lembrar que em 2018 a Prefeitura iniciou um processo de concurso, com 34 vagas, e chegou a escolher a organizadora do concurso, que seria o Instituto de Avaliação Nacional (IAN). No entanto, a Prefeitura revogou a licitação com objetivo de adequar o quadro de cargos divulgados no projeto básico. A previsão era de que um novo processo para a escolha da organizadora fosse realizado ainda em 2018, mas acabou sendo adiado.
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB homologa resultado final de concurso público
23/08/2017 | 08h08
A Câmara de São João da Barra publicou no Diário Oficial desta quarta-feira (23) o termo de homologação do resultado final do concurso público realizado pela Casa no ano passado. As provas objetivas de níveis médio e superior foram realizadas no dia 4 de setembro, com 895 inscritos. A segunda etapa do concurso foram as provas de títulos e prática. A publicação oficial destaca que a homologação ocorre após ser esgotado todas as fases de recurso. Agora, o próximo passo para os aprovados é a convocação para posse, o que pode ocorrer a qualquer momento, até o fim a validade do certame — que é de dois anos, a contar da homologação.
O concurso ofereceu sete vagas no quadro efetivo: almoxarife (uma vaga- nível médio); contador (uma vaga- nível superior); motorista (quatro vagas-nível médio) e tesoureiro (uma vaga-nível superior), além da formação de cadastro de reserva. O resultado final pode ser conferido aqui, no site da Gualimp. Os salários são de R$ 1.608,92 (nível médio) e R$ 4.591,17 (superior). A carga horária de trabalho é de 40 horas semanais.
No início de abril (aqui), a coluna “Caiu na Rede”, que era assinada por este blogueiro na Folha da Manhã, havia destacado que existia uma forte cobrança dos aprovados no concurso pela homologação, uma vez que o resultado final já havia sido divulgado desde 27 de outubro e nenhum dos aprovados foi chamado até o momento. A contestação de quem está na espera é que outras pessoas foram contratadas para o desempenho das funções, enquanto a Casa não emitia nenhum posicionamento sobre a situação dos aprovados no concurso.
Comentar
Compartilhe