Campos entre as 50 cidades que mais criaram empregos no primeiro semestre
24/07/2017 | 10h11
No primeiro semestre deste ano foram criadas mais de 67,3 mil vagas de trabalho com carteira assinada no país, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho. Desde 2014, o Brasil não gozava de resultados positivos para o período. No acumulado do ano passado, o país eliminou mais de 1,3 milhão postos de trabalho — o segundo pior ano de toda a série histórica do Caged, que tem início em 2002. O pior resultado foi em 2015, quando 1,54 milhão de brasileiros perderam seus empregos.
Segundo publicação da revista Exame, apesar do resultado modesto, a retomada do mercado de trabalho só foi possível devido ao destaque de algumas cidades. Campos é a única cidade do Estado do Rio entre as 50 que mais criaram empregos no primeiro semestre de 2017. O município do Norte Fluminense ficou na 27ª posição no ranking. A maior parte dos postos foi criada na agropecuária.
Na última semana, a Folha da Manhã mostrou que foram criados 2.910 empregos em Campos no primeiro semestre, enquanto 1.252 trabalhadores foram demitidos, com um saldo positivo de 1.658 vagas. A matéria destacou que “os números positivos de Campos foram impulsionados basicamente pela safra canavieira, com a geração de 2.263 vagas. A indústria de transformação contribuiu com 568 postos de trabalho a mais”. Já os setores que mais demitiram foram o comércio, com 586 rescisões de contratos de trabalho; a construção civil, com a eliminação de 521 vagas; e, depois, o setor de serviços, com 111 demissões.
O Blog do Bastos também falou sobre o assunto.
Comentar
Compartilhe
Porto do Açu assina contrato de parceria com o segundo maior porto da Europa
24/07/2017 | 09h13
A Prumo Logística, empresa que opera e desenvolve o Porto do Açu, divulgou nesta segunda-feira (24) ao mercado a assinatura de um contrato com o Porto de Antuérpia Internacional (PAI) — subsidiária da autoridade portuária da Antuérpia e segundo maior porto da Europa.
De acordo com o contrato, a PAI irá investir US$ 10 milhões na Porto do Açu SA, subsidiária da Prumo e responsável pela operação do Terminal Multicargas (Tmult) e aluguel de áreas no complexo portuário. Pelo investimento, a empresa irá deter 1,176% do capital social da Porto do Açu, além de contar com um assento no conselho de administração da subsidiária. O documento também prevê a opção de investimento de outros US$ 10 milhões, em até 18 meses, ampliando a participação do PAI para 2,352%.
Para José Magela, CEO da Prumo, a parceria confirma a grande atratividade do Porto do Açu. “Esta parceria é a união da experiência e do conhecimento na operação e no desenvolvimento de um complexo Porto Industria com a eficiência e as oportunidades oferecidas pelo Porto do Açu”, disse o executivo.
Jacques Vandermeiren, CEO do Porto da Antuérpia afirma: “Nós escolhemos investir no Porto do Açu, entre outros portos, devido à sua localização estratégica perto de campos de petróleo e gás, além de estar na região sudeste — principal área econômica do país. Além disso, o Açu é um exemplo de porto privado de sucesso e já operacional, desenvolvido por um parceiro confiável e com foco na sustentabilidade. Finalmente, é uma oportunidade única para o PAI participar do desenvolvimento de um porto, ao mesmo tempo em que aumenta a posição da Antuérpia na América Latina, tornando-o porto preferencial para o continente”.
A PAI é uma subsidiária da autoridade portuária da Antuérpia, e foi criada para participar e investir em portos no exterior e projetos relacionados a portos em regiões estratégicas como o Brasil. O Porto da Antuérpia está entre os maiores do mundo. Movimenta 210 milhões de toneladas no transporte marítimo internacional e possui área total de 120 km². Atualmente, o Brasil é o 6º maior parceiro comercial do Porto da Antuérpia, com cerca de 6,4 milhões de toneladas de frete trocadas anualmente.
Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
SJB recebe R$ 6,2 milhões de royalties nesta segunda
23/06/2017 | 08h45
/
A Prefeitura de São João da Barra recebe nesta segunda-feira (26), conforme previsão, o repasse dos royalties de petróleo. No mês de junho, o valor depositado será de R$ 6.207.483,48. Houve queda de 3,5%, se comparado ao mês anterior, quando o repasse foi de R$ 6,4 milhões. Se a comparação for com o mesmo período do ano passado, porém, houve aumento de praticamente R$ 1 milhão. A Prefeitura recebeu R$ 5,2 milhões de royalties em junho de 2016.
A Folha 1 tem matéria sobre os municípios da região (aqui).
Comentar
Compartilhe
SJB: pagamento dos servidores na conta
08/05/2017 | 04h15
Os servidores da Prefeitura de São João da Barra receberam nesta segunda-feira (8) o salário referente ao mês de abril. No fim de semana, informações desencontradas sobre o depósito dos proventos circularam pela internet. Alguns funcionários relataram ter recebido já no sábado (6). Nesta segunda, no decorrer do dia, foram feitos todos os pagamentos.
Comentar
Compartilhe