Governo estuda acabar com o horário de verão
21/09/2017 | 10h38
O governo estuda acabar com o horário de verão. O assunto está em avaliação na Casa Civil e caberá ao presidente Michel Temer bater o martelo. A intenção da equipe envolvida nas discussões é decidir sobre o tema nas próximas semanas, já que o próximo período de vigência do horário diferenciado está previsto para começar em outubro até fevereiro.
O horário de verão foi criado com o objetivo de economizar energia elétrica durante o período em que está em vigor. Um estudo do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e do Ministério de Minas e Energia concluiu, no entanto, que essa política pública traz efeitos “ próximos à neutralidade” com relação à economia de energia elétrica. Ou seja, o principal objetivo da medida, economizar eletricidade, não é mais atingido. Foi a partir daí que o assunto passou a ser analisado por outros entes do governo.
A avaliação é de que o período em que a maior parte do país adianta o relógio em uma hora já faz parte dos costumes e da cultura do brasileiro. Por isso, a decisão que vier a ser tomada levará em conta também esses aspectos, além da capacidade de economizar energia.
Entre os técnicos que defendem a medida dentro do governo, o argumento é de que o horário pode ser positivo para setores como comércio e turismo, apesar do pouco impacto na economia de energia. Isso porque as pessoas têm mais uma hora para consumir, o que seria benéfico para empresas desses setores econômicos.
A Casa Civil informou que foi criado um grupo de trabalho especialmente dedicado a analisar a eficácia do horário de verão, após a conclusão dos estudos técnicos. Disse ainda que uma decisão deve sair “em breve”, mas não deu prazo. A decisão cabe apenas ao Poder Executivo, ou seja, não precisa passar pelo Congresso Nacional.
Fonte: O Globo (matéria completa aqui)
Comentar
Compartilhe
Prumo com oportunidade na área de Engenharia de Produção
19/09/2017 | 11h14
A Prumo Logística anunciou nesta terça-feira (19), na página do Facebook, que está com uma vaga para Assistente de Gestão Portuária que irá atuar no Porto do Açu, em São João da Barra. A empresa informa que o “profissional irá auxiliar a equipe na elaboração de estudos/cálculos operacionais; nas apresentações em Power Point e planilhas em Excel; e na gestão de custos, receitas, controles e estudos do terminal, a fim de atender as expectativas e melhorar a eficiência operacional. O candidato deve ter Ensino Superior completo ou em andamento na área de Engenharia de Produção, além de domínio de cálculos financeiros e do Pacote Office avançado”.
Comentar
Compartilhe
Carla paga comissionados e contratados do governo Neco nesta quarta
28/08/2017 | 05h59
A Prefeitura de São João da Barra vai pagar, nesta quarta-feira (30), o salário de dezembro e o 13º dos servidores comissionados da gestão Neco (PMDB). Será feito o depósito dos contratados no governo passado que entraram com processo administrativo e conseguiram comprovar ao governo Carla Machado (PP) que trabalharam no ano passado. Quem entrou com o processo, comprovou a frequência e, porventura, não vier a receber, deverá procurar a Prefeitura para saber se estarão incluídas no próximo pagamento.
Nesta semana também serão quitados os proventos dos comissionados da gestão Carla e os servidores efetivos. A previsão, de acordo com a Prefeitura de São João da Barra, é que o depósito seja feito na quinta-feira (31).
Comentar
Compartilhe
SJB recebe royalties de agosto com queda
25/08/2017 | 09h06
A Prefeitura de São João da Barra recebe nesta segunda-feira (28), conforme previsão da Agência Nacional de Petróleo, o repasse dos royalties. O valor depositado neste mês é menor que o de julho e também com queda, se comparado a agosto de 2016. O repasse será de R$ 6.073.162. O valor é 7,2% inferior ao do mês passado, quando o município recebeu R$ 6,6 milhões. Já em agosto do ano passado o repasse foi de R$ 6,7 milhões.
A Folha 1 tem matéria sobre os valores dos royalties para outras cidades.
Comentar
Compartilhe
Sem crise: Açu é quarto maior terminal privado em movimento de cargas
13/08/2017 | 12h35
O cenário de crise que assola o país, felizmente, não parece atormentar o Porto do Açu, em São João da Barra. O jornalista Lauro Jardim, em seu blog no jornal O Globo, destaca que no primeiro semestre de 2017 o Açu “tornou-se o quarto maior terminal privado do Brasil em movimentação de cargas, de acordo com dados da Antaq [Agência Nacional de Transportes Aquaviários]. Há um ano, era o oitavo”.
Veja a nota publicada no blog do Lauro Jardim:
Blog hospedado no jornal O Globo
Blog hospedado no jornal O Globo / Reprodução
Comentar
Compartilhe
SJB: audiência pública sobre PPA e LOA nesta quinta
10/08/2017 | 10h25
A Prefeitura de São João da Barra promove nesta quinta-feira (10), às 14h, audiência pública no plenário da Câmara Municipal sobre Plano Plurianual (PPA), documento que definirá as ações para os próximos quatro anos da administração municipal (2018 a 2021), e Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2018.
Na oportunidade a população poderá apresentar sugestões orais e escritas que ajudarão no desenvolvimento do município. Também estão convidados vereadores, conselhos municipais e a sociedade civil organizada. A finalidade é assegurar a transparência na gestão fiscal, prevista no inciso I, do Art. 48 da Lei Complementar nº 101/2000.
Além da audiência, outro meio de participação popular na elaboração do PPA e da LOA 2018 é o site oficial da Prefeitura (www.sjb.rj.gov.br.). Nele estará disponível até o dia 20 de agosto uma ferramenta eletrônica para a população registrar sugestões, respeitado o limite de cinco por área de gestão pública, em ordem de prioridade.
— A participação popular cria um mecanismo de aprendizado político, permitindo o desenvolvimento de atitudes e comportamentos considerados fundamentais para uma sociedade democrática e um governo participativo – declarou a prefeita Carla Machado (PP), esclarecendo que o município vive um momento de escassez de recursos financeiros e as propostas apresentadas serão importantes para o planejamento de ações prioritárias.
Fonte: Secom/SJB
Comentar
Compartilhe
SJB recebe participação especial com queda neste mês
08/08/2017 | 10h35
A Prefeitura de São João da Barra recebe nesta quarta-feira (9) a Participação Especial dos royalties do petróleo. O repasse trimestral tem o registro de queda de 33,1%, quando comparado com o depósito de maio. Entram nos cofres da Prefeitura neste mês R$ 6.742.280,65 (em maio foram mais de R$ 10 milhões). Também houve queda em comparação com o mesmo trimestre de 2016. Em agosto do ano passado o repasse foi de R$ 7,5 milhões.
A Folha 1 informou primeiro sobre o repasse com queda abrupta para os municípios da Bacia de Campos.
Comentar
Compartilhe
Campos entre as 50 cidades que mais criaram empregos no primeiro semestre
24/07/2017 | 10h11
No primeiro semestre deste ano foram criadas mais de 67,3 mil vagas de trabalho com carteira assinada no país, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho. Desde 2014, o Brasil não gozava de resultados positivos para o período. No acumulado do ano passado, o país eliminou mais de 1,3 milhão postos de trabalho — o segundo pior ano de toda a série histórica do Caged, que tem início em 2002. O pior resultado foi em 2015, quando 1,54 milhão de brasileiros perderam seus empregos.
Segundo publicação da revista Exame, apesar do resultado modesto, a retomada do mercado de trabalho só foi possível devido ao destaque de algumas cidades. Campos é a única cidade do Estado do Rio entre as 50 que mais criaram empregos no primeiro semestre de 2017. O município do Norte Fluminense ficou na 27ª posição no ranking. A maior parte dos postos foi criada na agropecuária.
Na última semana, a Folha da Manhã mostrou que foram criados 2.910 empregos em Campos no primeiro semestre, enquanto 1.252 trabalhadores foram demitidos, com um saldo positivo de 1.658 vagas. A matéria destacou que “os números positivos de Campos foram impulsionados basicamente pela safra canavieira, com a geração de 2.263 vagas. A indústria de transformação contribuiu com 568 postos de trabalho a mais”. Já os setores que mais demitiram foram o comércio, com 586 rescisões de contratos de trabalho; a construção civil, com a eliminação de 521 vagas; e, depois, o setor de serviços, com 111 demissões.
O Blog do Bastos também falou sobre o assunto.
Comentar
Compartilhe
Porto do Açu assina contrato de parceria com o segundo maior porto da Europa
24/07/2017 | 09h13
A Prumo Logística, empresa que opera e desenvolve o Porto do Açu, divulgou nesta segunda-feira (24) ao mercado a assinatura de um contrato com o Porto de Antuérpia Internacional (PAI) — subsidiária da autoridade portuária da Antuérpia e segundo maior porto da Europa.
De acordo com o contrato, a PAI irá investir US$ 10 milhões na Porto do Açu SA, subsidiária da Prumo e responsável pela operação do Terminal Multicargas (Tmult) e aluguel de áreas no complexo portuário. Pelo investimento, a empresa irá deter 1,176% do capital social da Porto do Açu, além de contar com um assento no conselho de administração da subsidiária. O documento também prevê a opção de investimento de outros US$ 10 milhões, em até 18 meses, ampliando a participação do PAI para 2,352%.
Para José Magela, CEO da Prumo, a parceria confirma a grande atratividade do Porto do Açu. “Esta parceria é a união da experiência e do conhecimento na operação e no desenvolvimento de um complexo Porto Industria com a eficiência e as oportunidades oferecidas pelo Porto do Açu”, disse o executivo.
Jacques Vandermeiren, CEO do Porto da Antuérpia afirma: “Nós escolhemos investir no Porto do Açu, entre outros portos, devido à sua localização estratégica perto de campos de petróleo e gás, além de estar na região sudeste — principal área econômica do país. Além disso, o Açu é um exemplo de porto privado de sucesso e já operacional, desenvolvido por um parceiro confiável e com foco na sustentabilidade. Finalmente, é uma oportunidade única para o PAI participar do desenvolvimento de um porto, ao mesmo tempo em que aumenta a posição da Antuérpia na América Latina, tornando-o porto preferencial para o continente”.
A PAI é uma subsidiária da autoridade portuária da Antuérpia, e foi criada para participar e investir em portos no exterior e projetos relacionados a portos em regiões estratégicas como o Brasil. O Porto da Antuérpia está entre os maiores do mundo. Movimenta 210 milhões de toneladas no transporte marítimo internacional e possui área total de 120 km². Atualmente, o Brasil é o 6º maior parceiro comercial do Porto da Antuérpia, com cerca de 6,4 milhões de toneladas de frete trocadas anualmente.
Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
SJB recebe R$ 6,2 milhões de royalties nesta segunda
23/06/2017 | 08h45
/
A Prefeitura de São João da Barra recebe nesta segunda-feira (26), conforme previsão, o repasse dos royalties de petróleo. No mês de junho, o valor depositado será de R$ 6.207.483,48. Houve queda de 3,5%, se comparado ao mês anterior, quando o repasse foi de R$ 6,4 milhões. Se a comparação for com o mesmo período do ano passado, porém, houve aumento de praticamente R$ 1 milhão. A Prefeitura recebeu R$ 5,2 milhões de royalties em junho de 2016.
A Folha 1 tem matéria sobre os municípios da região (aqui).
Comentar
Compartilhe
Próximo >
Sobre o autor

Arnaldo Neto

arnaldoneto@fmanha.com.br