Bastidores do encontro entre fé e política na praia de Atafona
06/05/2019 | 10h23
Leitores do blog constataram que nos últimos dias o ritmo de atualizações foi menos intenso. Tem alguns motivos, sobretudo, como todos os anos desde que este espaço foi criado, o período de pausa para a festa da padroeira de Atafona, Nossa Senhora da Penha (neste ano entre 21 e 29 de abril). Como a semana contou com um feriado no meio, a retomada do blog começa nesta segunda-feira (6). E como repórter, mesmo quando de folga, está em constante observação, a volta é com uma matéria de observação, da própria festa em Atafona, publicada na edição deste domingo (5), na Folha da Manhã.

Encontros da fé com a política

Lideranças políticas nas primeiras filas durante a missa da padroeira de Atafona
Lideranças políticas nas primeiras filas durante a missa da padroeira de Atafona / Foto: Paulo Pinheiro
A palavra religião tem origem no latim e para alguns vem de religio, que significa “respeito pelo sagrado”. Outra etimologia discutida é a da palavra religare, também do latim, que significa “atar” ou “ligar com firmeza”. Nas festas religiosas, e não só de agora, as duas correntes etimológicas talvez estejam corretas. Sobretudo ao falar da romaria dos políticos aos templos religiosos — especialmente os católicos, mas não só — em dias festivos. Exemplo mais recente aconteceu na última semana, na praia de Atafona, durante as homenagens à padroeira Nossa Senhora da Penha.
Pré-candidato que se preze tem que bater ponto, seja na missa, na procissão ou, melhor ainda, nos dois eventos. E se engana quem pensa que essa “função” seja apenas do político sanjoanense. Campistas, são franciscanos e macaenses também têm de estar presentes. E não quebraram a tradição, seja pelo religio, o respeito ao sagrado, ou pelo religare, para atar, ligar com firmeza, inclusive, as relações com seus eleitores. Por que não, em alguns casos, pelos dois motivos?
Ainda é ano pré-eleitoral a romaria de políticos deve se multiplicar em 2020 quando, de fato, o tabuleiro estará mais definido, com o quadro partidário totalmente arrumado. Há também de se destacar que muitos políticos, antes mesmo de entrarem na carreira, já participavam dessas romarias como devotos. O que diferencia é que, agora, eles são mais visados, e normalmente acompanhados de cabos eleitorais e outros políticos.
De Campos, marcaram presença nomes como o deputado federal Wladimir Garotinho (PSD), o vereador licenciado e atual secretário de Saúde Abdu Neme (PR) e também a vereadora Joilza Rangel (PSD). Apesar dos inúmeros visitantes campistas na festa, não se via atuação política desses representantes. No máximo, desempenhavam papel de apoio, como foi o caso de Wladimir, ao lado de aliados que figuram como possíveis prefeitáveis sanjoanenses.
E por falar em SJB, claro que os políticos de todas as correntes, com ou sem mandato, também não poderiam deixar de marcar presença. A prefeita Carla Machado (PP) esteve nos principais eventos, bem como seu vice, Alexandre Rosa (PRB), e vereadores da base governista e também da oposição. Onde Carla estava, seu grupo estava perto. E não é difícil encontrar registros fotográficos deles juntos.
Ela não se lançou, ainda, candidata à reeleição, mas sempre é apontada como nome forte, inclusive por outros prefeitos regionais. Tem apenas uma pendência judicial, originada da operação Machadada, que poderia deixá-la fora do pleito, caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirme as sanções das instâncias inferiores. Na última quinta-feira (2), a prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco (Podemos), concedeu entrevista ao programa Folha no Ar, da Folha FM 98,3, e saiu em defesa de Carla, como forte candidata à reeleição e confiante que ela conseguirá reverter a condenação em última instância.
Pelo lado dos opositores, o time é encabeçado pelo deputado estadual Bruno Dauaire (PSC), apesar de não dizer se é pré-candidato a prefeito. Com ele estavam o pai, o ex-prefeito Betinho Dauaire, Wladimir e vereadores de oposição, entre eles Franquis Areas (PR). Franquis, inclusive, é o nome apontado por Betinho como a opção do grupo para disputar a eleição no próximo ano. Ele agradece à deferência do aliado de longa data, desde os anos 1990, mas sai pela tangente ao ser questionado se é esta sua meta para a próxima eleição. Assim como os seguidores do governo e da oposição marcam presença na festa religiosa, os nomes de terceira via, lançados por Betinho, também estiveram por lá. O advogado Juliano Rangel já sem esconder de ninguém a pretensão da disputa como cabeça de chapa majoritária em 2020. Enquanto o radialista Emilson Amaral, apareceu de maneira mais contida.
O resultado das articulações sob as bênçãos da Penha em 2019 pode refletir nas alianças do ano que vem. Contudo, por mais devotos que os políticos possam, sinceramente, ser, não serão todos eles “agraciados” com a vitória.

Tradição com reflexos ainda no antigo sertão

Devoção antiga dos são franciscanos, a festa da Penha atraia muita gente do município, principalmente de Gargaú. “Lá fica uma cidade deserta nos dias de festa, praticamente todo mundo está aqui (em Atafona)”, diz um devoto. Os políticos sabem disso e, portanto, também marcam presença. Com domicílio eleitoral em Campos, mas com origens no antigo sertão de São João da Barra, o deputado estadual João Peixoto (DC) esteve na missa. E talvez seja uma foto com ele tenha repercutido em São Francisco de Itabapoana. Na imagem aparecem dois pré-candidatos da cidade.
Um deles é o ex-prefeito Pedrinho Cherene (MDB), que mantém o nome no tabuleiro, apesar da inelegibilidade pela reprovação pela Câmara, seguindo parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE), da prestação de contas de 2016. Cherene tenta reverter a situação na Justiça. E quem está na outra foto é outro pré-candidato, Marcelo Garcia (PSDB), que ficou em terceiro lugar na disputa a prefeito do último pleito municipal e já tem posta uma pré-candidatura.
Como foram aliados outrora — Garcia foi líder de Cherene na Câmara —, o fato de estarem juntos na festa da Penha gera especulação, mas Marcelo segue na postura de pré-candidato, inclusive se colocando como alternativa ao dualismo das famílias do ex-prefeito e dos Barbosa Lemos, sobrenome de casada da atual prefeita, Francimara (PSB), que não esteve em Atafona neste ano, mas deve ser mais uma figura certa em 2020.
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de SJB cobra R$ 3,3 milhões a ex-secretários de Neco
15/04/2019 | 06h43
Prefeitura de São João da Barra
Prefeitura de São João da Barra / Folha da Manhã
Foi publicado no Diário Oficial da Prefeitura de São João da Barra, nesta segunda-feira (15), uma decisão preliminar, que tem como base em uma auditoria realizada e já comunicada ao Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE), na qual foram apontadas irregularidades em um contrato de R$ 3.311.561,49 com o escritório Amaral & Barbosa Advogados. A secretaria de Administração de SJB determinou a adoção das medidas administrativas, entre elas a devolução do valor ao erário público.
Foram notificados o secretário de Administração à época dos fatos, Rogério Zorzal, o escritório Amaral & Barbosa Advogados, como beneficiários, e na publicação em Diário Oficial consta Edson Cláudio como secretário de Fazenda à época dos fatos, mas o responsável pela pasta no período, segundo Zorzal, não seria ele.
Ao Portal OZK, que divulgou matéria sobre o assunto (aqui), Zorzal comentou sobre a situação:
“A sociedade de advogados foi contratada com a finalidade de prestação de serviços técnicos jurídicos especializados para levantamento de eventuais créditos decorrentes de pagamentos indevidos de contribuições sociais e previdenciárias. O objetivo, portanto, da contratação é exatamente fazer frente aos inúmeros decréscimos de receitas ocorridos ao longo dos últimos anos. Ou seja, com a contratação, visava-se a obtenção de recursos oriundos de pagamentos indevidos à União Federal de forma a viabilizar o pagamento de mais de R$ 16 milhões.
Esclareça-se que os honorários foram estipulados em percentual sobre o montante a ser apurado e, por outro lado, o valor citado refere-se ao máximo que poderia ser despendido em razão dos créditos efetivamente aproveitados.
Por fim, saliente-se que a contratação foi concretizada nos estritos termos do que dispõe a Lei 8.666/1993, que estabelece as regras para contratação com órgãos públicos, não havendo nenhuma ilicitude nem de forma e, muito menos, de objeto.
Vou aguardar ser convocado pela Tomada de Contas que será realizada pelo controle interno e fazer minha defesa”.
Na publicada em Diário Oficial, a Prefeitura deu prazo de 15 dias para que o valor seja devolvido aos cofres municipais.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado: Cartão Cidadão será retomado este mês
11/01/2019 | 02h51
A prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP), afirmou nesta sexta-feira (11) que o programa de transferência de renda Cartão Cidadão, aprovado pela Câmara no ano passado, será retomado no município ainda neste mês de janeiro.
— Conforme prometido, nós já vamos iniciar o programa do Cartão Cidadão. Eu pensei em fazer no ano passado, inclusive foi realizado o cadastro e as visitas foram adiantadas e tínhamos os cartões prontos. Mas em virtude do processo eleitoral, a legislação não me permitia colocar em prática um programa que não tivesse sido executado no ano anterior. Então, eu tive que esperar o ano inteiro e agora em janeiro eu vou retomar — disse Carla Machado.
O benefício mensal para os contemplados pelo programa estaria estipulado em R$ 300.
O programa de transferência de renda começou a enfrentar problemas na gestão do ex-prefeito Neco (MDB), no ano de 2016. Em 2017, o programa foi extinto por questões burocráticas, já que um decreto não podia suspender o programa de transferência de renda que era uma lei. No ano passado, Carla Machado mandou para Câmara o projeto que criava novamente o Cartão Cidadão.
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de SJB paga abono aos efetivos e salário de prestadores
19/12/2018 | 05h03
A Prefeitura de São João da Barra libera, nesta quinta-feira, 20, o Abono Natalino no valor de R$ 300 dos funcionários efetivos. Na mesma data será pago, de forma antecipada, o salário de dezembro dos prestadores de serviço. Já o salário mensal de funcionários efetivos e comissionados está mantido para o último dia útil do mês.
Comentar
Compartilhe
Presidente da Firjan visita Açu e vê potencial para investimento coreano
10/10/2018 | 02h14
Comitiva da Firjan no Porto do Açu
Comitiva da Firjan no Porto do Açu / Divulgação
O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, visitou hoje o Porto do Açu, em São João da Barra, acompanhado de sua comitiva. O grupo percorreu os terminais de minério de ferro (Ferroport), de petróleo (Açu Petróleo) e multicargas (T-MULT). Recentemente, Vieira foi nomeado Cônsul Honorário da Coreia do Sul no Rio de Janeiro e afirmou, na visita ao Complexo do Açu, que os coreanos estão buscando investimentos no Brasil e que há sinergias com o empreendimento instalado no Norte Fluminense.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado anuncia pagamento da primeira parcela do 13º
13/06/2018 | 02h03
A prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP) anunciou há pouco o pagamento da primeira parcela do 13º salário na próxima sexta-feira, 15. Carla ainda afirmou que a segunda parcela, que será paga em dezembro, também está garantida, através de uma reserva prudente feita pela Administração.
Comentar
Compartilhe
Exame descarta meningite ou dengue como causa da morte de adolescente de Barcelos
06/11/2017 | 07h24
A secretaria municipal de Saúde de São João da Barra emitiu um comunicado oficial nesta segunda-feira (06) esclarecendo que o laudo da morte de um adolescente de 14 anos, morador de Barcelos, com suspeita de meningite ou dengue hemorrágica, deu negativo para as doenças. O caso foi mostrado pelo blog no último dia 30 de outubro (aqui).
Confira a nota completa:
"A secretaria de Saúde de São João da Barra informa que o resultado dos exames de sangue do adolescente sanjoanense de 14 anos, que faleceu no dia 29 de outubro, no Hospital Geral de Guarus (HGG), foi negativo para dengue, meningite e leptospirose. O Laboratório Central de Saúde Pública do Rio de Janeiro Noel Nutels – Lacen – liberou o laudo para a Prefeitura nesta segunda-feira, 6. As investigações prosseguem a fim de apurar a causa da morte".
Comentar
Compartilhe
Bruno lança manifesto e convoca audiência pública sobre Atafona
27/06/2017 | 07h08
A Assembleia Legislativa (Alerj) vai promover audiência pública para discutir soluções a fim de conter o avanço do mar em Atafona, no município de São João da Barra. A iniciativa é da Comissão Especial de Desenvolvimento do Norte Fluminense, presidida pelo deputado Bruno Dauaire (PR), e contará com a participação das comissões permanentes de Meio Ambiente e de Defesa Civil e da Comissão de Representação do Rio Paraíba do Sul. A data ainda vai ser confirmada. O deputado quer que a audiência aconteça em São João da Barra e está buscando conciliar as agendas dos deputados que presidem as comissões.
Nesta terça-feira (27), Bruno já tinha conseguido as assinaturas de 55 deputados no manifesto que lançou na véspera pela construção de estabilização e recuperação do Pontal Atafonense. Ele pretende, nas próximas horas, contar com as assinaturas de todos os 70 deputados. “Estive há poucos dias no Pontal de Atafona, durante o período de maré alta, e vi a situação. É muito grave. É preciso agir”, afirmou.
 — Nosso manifesto é uma forma de chamar a atenção das autoridades estaduais e nacionais para o problema do avanço do mar, que é sério e necessita de uma resposta efetiva — disse o deputado, que também é membro da Comissão de Defesa Civil e relator da Comissão do Rio Paraíba do Sul. “Já existe [no site da Prefeitura de SJB] um abaixo-assinado no mesmo sentido e todas essas iniciativas são de grande importância”.
Bruno quer convidar para a audiência pública pesquisadores, representantes do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH), pescadores e integrantes dos movimentos SOS Atafona e Atafona Resiste. “É fundamental que todos participem. Que vereadores, deputados estaduais e federais e Prefeitura estejam unidos”, defendeu o deputado.
Na semana passada, a deputada Rosângela Zeidan (PT) esteve na região afetada pelo avanço do mar, junto com a prefeita Carla Machado (PP). Na ocasião, Zeidan falou sobre a necessidade de uma audiência pública e que já havia solicitado ao governo estadual.
Manifesto lançado por Bruno
Manifesto lançado por Bruno / Divulgação
Comentar
Compartilhe
Carla anuncia Carnaval de SJB em parceria com a iniciativa privada
17/02/2017 | 03h17
/
“Espalhe alegria como se fosse confete: Carnaval 2017”. Esse é o slogan da folia em São João da Barra, que teve a programação anunciada pela prefeita Carla Machado (PP) nesta sexta-feira (17). A festa de Momo vai acontecer em todo município entre os dias 23 (quinta-feira) e 28 (terça-feira). Para realização do evento, será apreciado um projeto na Câmara para captação de patrocínios por meio de permuta.
Carla garantiu que as tradicionais escolas de samba Congos e Chinês receberão subvenção da Prefeitura, desde que estejam com suas documentações regularizadas. 
Neste ano, o município vai recolher recursos com a venda de ingressos para arquibancadas e estacionamento, com valores e aéreas que serão definidos pelo projeto que será enviado ao Legislativo. “A Prefeitura vai arcar com o mínimo necessário para promover a desta de Momo”, disse Carla.
O secretário de Ordem Pública de SJB, Maxwell de Araújo, afirmou: “A população pode vir para o município e ficar tranquila. A segurança está garantida”. Vão atuar homens da Polícia Militar, Guarda Municipal, Demutran e Segurança Privada. A secretaria de Meio Ambiente, por meio do secretário Alex Firme, assegurou reforço na limpeza pública e a colocação de banheiros químicos. Presidente da Câmara, Aluizio Siqueira (PP) reforçou que a inovação com o apoio da iniciativa privada para a realização de eventos no Balneário deu bons frutos e vai se repetir no Carnaval. A bancada governista tem maioria no Legislativo e não terá dificuldade para aprovar os projetos de Lei na próxima terça-feira (21).
O vice-prefeito Alexandre Rosa resumiu: “Teremos um Carnaval alegre, um Carnaval seguro e um Carnaval limpo”. A expectativa é que mais de 250 mil foliões visitem SJB durante os dias de festa — movimentando a economia local.
— Deixando a modéstia de lado, nós temos o melhor Carnaval do interior do Estado Rio de Janeiro — destacou Carla Machado. O show do cantor Elymar Santos será o único de artista reconhecido nacionalmente e não terá custo para o município, será um bloco com vendas de abadá, no primeiro dia oficial da folia sanjoanense.
Os eventos acontecerão na Avenida do Samba, na sede, além de eventos em Barcelos e nas praias de Atafona, Grussaí e Açu. A quinta será de pré-carnaval, com a escolha da Rainha, Rei Momo e também 
Confira a programação completa:
Comentar
Compartilhe
Bruno Dauaire protocola CPI das desapropriações na Alerj
02/02/2017 | 04h31
Rodrigo Silveira
/ Rodrigo Silveira
O deputado estadual Bruno Dauaire (PR) protocolou nessa quarta-feira (1), na volta dos trabalhos legislativos da Alerj, um pedido para abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com objetivo de investigar os processos de desapropriações para criação da área industrial do Porto do Açu, em São João da Barra. O empresário Eike Batista, idealizador do porto sanjoanense, foi preso nesta semana na operação Eficiência, desdobramento da Calicute, a Lava Jato no Rio. A investigação atinge também o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), preso desde novembro. Eike teria pago US$ 16,5 milhões em propina a Cabral no mesmo período no qual a área do distrito industrial foi desapropriada.
Segundo a revista Veja,o Porto do Açu, no qual atualmente o idealizador tem participação mínima, foi a contra partida de Cabral para Eike. Em seu perfil no Facebook, no dia que a prisão de Eike foi decretada, Bruno já havia comentado sobre a necessidade de investigações. Na Casa, o deputado é presidente de uma comissão para mediar os conflitos do Açu.
Comentar
Compartilhe
Próximo >