Mulheres e servidores ganham destaque na reforma administrativa de SJB
22/07/2019 | 20h34
A reforma administrativa da prefeita Carla Machado (PP), em São João da Barra, não teve tantos contornos políticos como especulado, mas deu destaque a servidores de carreira e reforço o time de mulheres no comando de secretarias — dos cargos do primeiro escalão, aproximadamente 40% têm mulheres no comando: Administração, Agricultura, Assistência Social e Direitos Humanos, Comunicação Social, Meio Ambiente e Serviços Públicos, Procuradoria-Geral e Saúde. A própria prefeita foi a primeira mulher eleita para o cargo no município e hoje governa em seu terceiro mandato.
 
 
Os servidores concursados estão no comando de cinco pastas: na Educação e Cultura, Daniel Damasceno; Fazenda, Renato Timotheo; Assistência Social, Michelle Pessanha; Comunicação Social, Mônica Terra e Agricultura, Marcela Toledo.
Para a prefeita, o comprometimento com a gestão pública levou mulheres e servidores aos cargos em questão. Ela também enfatiza o comprometimento dos homens no governo, mas ressalta a necessidade de quebrar o paradigma de desigualdade entre os gêneros em todos os segmentos. “A todos só peço que tenham humildade e disposição para trabalhar. Temos muito serviço à frente”, salienta.
A secretaria de Saúde, agora, tem à frente a médica cubana Arleny Valdes. Ela chegou à cidade em 2014 para atuar no Programa Mais Médicos, do governo federal. Mesmo após o rompimento do acordo Cuba e Brasil, permaneceu na cidade na coordenação do programa “Atenção Básica”. “O convite da prefeita Carla é um desafio e sou grata pela confiança, certa de que estou respaldada por uma grande equipe de trabalho em prol do setor de saúde”, disse, ressaltando ainda que sua meta é a descentralização de alguns serviços para oferecer atendimento com maior qualidade em todos os distritos e fortalecer a atenção primária.
Na Agricultura, Marcela Toledo também chega cheia de projetos e pronta para desmistificar qualquer preconceito. “Me sinto honrada, como mulher e técnica, em ter recebido esse convite da prefeita para ficar à frente de uma pasta tradicionalmente ocupada por homens. Quero deixar um olhar feminino, associado ao conhecimento. Nossa meta é aumentar a orientação técnica ao produtor, diversificar a produção, fortalecer a agroindústria, inovar com o turismo rural e tirar a mulher do campo da invisibilidade, já que são muito ativas na cadeia produtiva da agropecuária”, explica.
Outra mulher chamada pela prefeita para atuar no primeiro escalão foi a secretária de Administração, Alessandra Santos. Ela também se diz orgulhosa pela valorização do papel da mulher na administração pública promovida pela prefeita Carla. “Honrada ainda por ser cidadã sanjoanense, como tantos outros colegas, que estudou nas escolas públicas do município. Muito feliz por fazer parte de um governo que valoriza não só a mulher, mas pensa no cidadão como um todo”. Para Alessandra, sua marca no governo Carla Machado é manter sempre em dia os direitos dos servidores, prezando pelo atendimento de qualidade.
Servidora concursada e sanjoanense, a secretária municipal de Comunicação Social, Mônica Terra, também reconhece que os desafios são muitos, mas se sente grata à prefeita Carla por oportunizar a valorização e profissionalização do servidor na esfera pública. “Como mulher regida por outra, que mostra força e sabedoria, espero conduzir com maestria este cargo e demonstrar a amplitude da Comunicação. A pasta é canal de interlocução do governo com a população. Meu papel é manter a comunidade informada sobre as ações do governo. Eu e minha equipe estamos aqui para servir”, disse.
Michelle Pessanha também é servidora de carreira. À frente da Assistência Social e Direitos Humanos, uma das pastas mais emblemáticas da administração pública por necessitar de um olhar diferenciado sobre as urgências da população, principalmente a mais carente, se diz pronta para a missão. “O papel da mulher no governo Carla simboliza para mim a sensibilidade, valorização e reconhecimento ao servidor de carreira aliado ao conhecimento técnico. O município de São João da Barra passa por transformação, está em expansão, inclusive populacional, com o progresso oriundo do Porto do Açu, e não estamos livres das mazelas. Por isso, sabemos dos desafios sociais a enfrentar", ressalta Michelle.
A advogada Eveline Serra, que assumiu a Procuradoria-Geral, é taxativa: “Minha maior meta é atuar de forma preventiva, mediante a provocação dos demais órgãos da administração municipal, a fim de evitar demandas judiciais desnecessárias, sempre pautada na legalidade e moralidade”. Sobre ser mulher em papel de destaque na sociedade em geral, lembra que, as barreiras estão sendo quebradas, mesmo a passos curtos no Brasil, país, na sua opinião, predominantemente machista e patriarcal.
Fechando o time de colaboradoras no primeiro escalão, no todo sete, a secretária de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Joice Pedra, diz que o trabalho em equipe e a liderança de um gestor que luta pelo melhor da sua cidade faz toda a diferença no resultado final. Ao contrário das demais colegas, ela não chega agora ao comando da pasta, está atuando junto à prefeita desde o início, primeiro, como sub e, posteriormente, como secretária. “O melhor de tudo é fazer parte de um governo comprometido com a população”, define.
Comentar
Compartilhe
Quissamã antecipa primeira parcela do 13º salário
22/07/2019 | 19h54
A Prefeitura de Quissamã liberou nesta segunda-feira (22) a primeira parcela do 13º salário dos servidores municipais. Os valores representam mais de R$ 3 milhões injetados na economia local. O pagamento acontece em um momento especial, quando a cidade se prepara para a Feira Agropecuária e Turística, que será aberta nesta quinta-feira (25) e vai até domingo (28).
Além do pagamento do funcionalismo mantido em dia, nos últimos dois anos, a atual gestão concedeu reajuste salarial de 10% aos servidores – 5% em 2018 e 5% em março deste ano, e acréscimo de 30% no valor do tíquete-alimentação, que passou de R$ 297,73 para R$ 387,04.
— A Prefeitura segue empenhada em manter o equilíbrio das contas públicas, assegurando os compromissos com o servidor público, peça fundamental em nosso trabalho. Além de valorizar os trabalhadores, a medida também beneficia o comércio — ressaltou a secretária municipal de Fazenda, Simone Moreira, acrescentando que na próxima semana, nos dias 30 e 31, a Prefeitura pagará os salários do mês de julho.
Comentar
Compartilhe
Médica cubana à frente da Saúde e mais mudanças na Prefeitura de SJB
22/07/2019 | 19h23
A prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP), fez mais alterações no primeiro escalão do seu governo. A médica cubana Arleny Valdes Arias, que chegou ao município pelo programa Mais médicos, do governo federal, foi escolhida para comandar a pasta da Saúde. Ela entra no lugar de José Antônio Paulo Fonseca, que agora é coordenador municipal de saúde do trabalhador. Na Administração, quem assume a pasta é Alessandra Soares dos Santos. O cargo estava vago desde que Flávio Raposo Neves voltou para o Turismo, Esporte e Lazer.
Na secretaria de Segurança Pública, o novo titular é o policial militar Anderson da Silva Campinho. Rodrigo Machado, que comandava a pasta, agora fica como coordenador do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp). Na Guarda Municipal, Marcelo Reis da Silva foi nomeado comandante.
As portarias foram publicadas no Diário Oficial da última sexta-feira (19). Confira todas:
Comentar
Compartilhe
PDT com Juliano Rangel como pré-candidato a prefeito de SJB
19/07/2019 | 21h28
O advogado e professor Juliano Soares Rangel, pré-candidato a prefeito de São João da Barra, esteve reunido com Caio Vianna (PDT), coordenador regional da sua legenda, nessa quinta-feira (18), para articular sua filiação partidária. No encontro, ficou definido que Juliano vai se filiar ao PDT posteriormente e será o pré-candidato do partido para disputa sanjoanense.
Em seu perfil no Facebook, Juliano agradeceu a Caio e a presidente do diretório municipal de SJB, Denise Esteves. “Dando a largada 2020! PDT em São João da Barra!”, escreveu o pré-candidato. Caio também divulgou a reunião em seu perfil no Instagram com a mensagem: “SJB pode muito mais”. Procurado, o coordenador regional do partido afirmou a orientação do PDT é ter candidatura própria. “O partido tem uma história de conquistas relevantes na cidade de São João da Barra. A presidente Denise Esteves vem organizando as bases atenta ao desejo da população de renovação. O professor e advogado Dr. Juliano vem apresentando conhecimento dos problemas enfrentados pelo sanjoanense e se colocando como uma opção aos nomes tradicionais”, disse.
O PDT conta atualmente em seus quadros no município com o vereador Elísio Motos, licenciado para assumir a secretaria de Transporte do município. Ao Folha no Ar, na última quinta (aqui), Elísio admitiu que pretende ser candidato em uma chapa majoritária no pleito de 2020: a prefeito, caso Carla Machado (PP) esteja impedida pela Machadada; ou a vice, numa reeleição de Carla, já que Alexandre Rosa (PRB) não pode disputar o cargo novamente (está reeleito, uma vez que também foi vice do ex-prefeito Neco, do MDB, entre 2013 e 2016).
Atualização no texto às 20h18, do dia 22/07 — Inclusão da fala de Caio Vianna, que chegou ao blog no sábado (20).
Comentar
Compartilhe
Banca do concurso de SJB é definida
19/07/2019 | 17h36
A Prefeitura de São João da Barra homologou o processo de licitação com a empresa responsável pela elaboração e aplicação do próximo concurso do município. A banca vencedora foi o Instituto Brasileiro de Incentivo ao Desenvolvimento Organizacional Eireli EPP (IBDO). A homologação foi publicada no Diário Oficial dessa quinta-feira (18). A expectativa é que o edital seja conhecido nos próximos dias.
No dia 10 de abril, a Câmara autorizou o Executivo a abrir concurso com 87 vagas, para os níveis Médio e Superior. Os salários variam entre R$ 1.429,14 (Médio) e R$ 3.629,01 (Superior).
Pelo projeto aprovado no Legislativo, no nível Médio, serão oferecidas vagas para Agente de Tributos (6), Agente de Fiscalização de Transporte Público (6), Agente de Fiscalização de Saúde (6), Agente de Fiscalização de Postura (6), Agente de Fiscalização de Obras (4), todos com carga horária de 40h e salários de R$ 1.689,45. A previsão também é de 20 vagas para Guarda Municipal, com carga horária de 44 horas e proventos de R$ 1.429,14.
Já para o nível Superior a previsão é de vagas para Auditor Fiscal de Obras (6); Engenheiro Civil (1); Auditor Fiscal de Vigilância Sanitária - especialidades I (1), II (1), III (1), IV (1), e V (1); Contador (5); Analista Fiscal de Meio Ambiente - especialidades I (2), II (1), III (1), IV (2), V (1) e VI (1), Auditor Municipal de Controle Interno (2), Auditor Fiscal de Tributos (10), Auditor Fiscal de Vigilância Sanitária — especialidades I (1) e II (1). Os salários são de R$ 3.629,01, com carga horária de 40 horas.
O edital, em andamento, já pode ser visualizado no site do IBDO:
 
 
Comentar
Compartilhe
Condenado no Meninas de Guarus e Cinquentinha é nomeado na Câmara
18/07/2019 | 17h38
Divulgação
O vereador Paulo Arantes (PSDB), que faz parte da base governista na Câmara, nomeou Thiago Machado Calil como chefe de gabinete, símbolo CC-1, no Diário Oficial desta quinta-feira (18). Calil é um dos condenados no caso Meninas de Guarus. Ele também foi condenado por compra de votos a R$ 50 durante a eleição de 2008 com o objetivo de beneficiar a então candidata a prefeita Rosinha Garotinho (atual Patri).
Na denúncia, ele é apontado como “principal articulador” do esquema, descortinada em uma operação da Polícia Federal (PF), que investigou os crimes eleitorais na zona rural do município.
Meninas de Guarus — O esquema foi descoberto com a denúncia ao Conselho Tutelar por uma das menores explorada. Segundo a denúncia, crianças e adolescentes eram mantidas em cárcere privado, com idades variadas, algumas delas na faixa dos oito e 11 anos, para a prostituição e a exploração sexual. A denunciante conseguiu fugir da casa em que era mantida em cárcere privado. Thiago foi condenado a 25 anos e oito meses, em regime fechado, pela prática dos crimes de estupro, associação criminosa, submissão de criança/adolescente à prostituição/exploração sexual, tirar proveito da prostituição alheia e cárcere privado.
Cinquentinha — No ano passado, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) chegou a manter a condenação a 3 anos e 3 meses de prisão a Calil e outros dois acusados, Assis Gomes da Silva Neto e Núbia Costa. Na denúncia, Thiago foi apontado como “principal articulador” do esquema, descortinada em uma operação da Polícia Federal (PF), que investigou os crimes eleitorais na zona rural do município. A pena, neste caso, prescreveu. 
Em primeira instância, o juízo julgou procedente a ação penal por três delitos de corrupção eleitoral, em continuidade delitiva, e por formação de quadrilha. A reclusão foi transformada em duas penas restritivas.
Outras 16 pessoas também foram denunciadas originalmente no processo, no entanto, algumas foram enquadradas apenas no crime de compra e venda de voto, enquanto outros foram beneficiados com a suspensão do processo por colaboração com a Justiça.
Atualizado às 18h40 — Alteração no texto e título.
Comentar
Compartilhe
Elísio Motos fala sobre política e transporte de SJB no Folha no Ar desta quinta
17/07/2019 | 22h36
Vereador licenciado para assumir a secretaria de Transportes de São João da Barra, Elísio Motos (PDT) é o entrevistado desta quinta-feira (18) do Folha no Ar 1ª Edição, da Folha FM 98,3, às 7h. Ele vai falar sobre a sua saída da Câmara para atuar junto ao Executivo e também sobre as consequências políticas do movimento e seus reflexos nos bastidores, visando o processo eleitoral de 2020.
Mais votado em 2016, quando disputou a reeleição no palanque do ex-prefeito Neco (MDB), Elísio era, desde então, cotado como possível candidato a prefeito em 2020. Ao migrar para o grupo da prefeita Carla Machado (PP) passa a ter o nome cotado também como possível vice, caso ela esteja em condições de elegibilidade (mais detalhes aqui).
Além de acompanhar a entrevista pelo rádio, é possível assistir e interagir pala live do Facebook, a partir das 7h, na página Folha FM 98,3 e no YouTube.
Comentar
Compartilhe
MP é contra cassação de Bruno Dauaire por infidelidade partidária
17/07/2019 | 20h36
O Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), emitiu parecer contra o pedido de cassação de mandato do deputado estadual Bruno Dauaire (PSC) por infidelidade partidária. Bruno foi eleito no PRP, mas migrou para o partido do governador Wilson Witzel após a fusão da legenda com o Patriota — já que os dois partidos não atingiram a cláusula de barreira no pleito de 2018. No diretório regional, a presidência ficou com Eliane Cunha, que presidia o PRP até então. Foi ela quem decidiu entrar com a ação de infidelidade, agora com parecer contrário, que ainda será definida pela Justiça Eleitoral.
Em seu parecer, o Procurador Regional Eleitoral Sidney Pessoa Madruga salienta que o Tribunal Superior Eleitoral “aprovou a incorporação do PRP ao Patriota e indeferiu o pedido declaratório de cumprimento da cláusula de barreira”. Desta forma, ele se posicionou pela improcedência da ação.
Bruno afirmou que tem convicção de que o processo vai ser arquivado pela Justiça. “Não existe qualquer fundamento, como já disse o Ministério Público. Não há infidelidade partidária porque o PRP não existe mais. Também há outros precedentes da Justiça Eleitoral de casos semelhantes pelo Brasil. Nosso foco continuará sendo no trabalho de reconstrução do Estado e com olhar especial para o interior”, afirmou o parlamentar.
Briga judicial — Ainda como PRP, antes da fusão, o partido de Eliane Cunha também contestou, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o mandato do deputado federal Wladimir Garotinho, que em março se filiou ao PSD. Wladimir diz que saiu do PRP porque o partido não alcançou a cláusula de barreira e, a partir de então, no entendimento do parlamentar, deixou de existir. O Ministério Público Eleitoral também foi contra a cassação de mandato do parlamentar.
Vale lembrar que Wladimir e Bruno enfrentam, juntos, mais um processo. Eles são réus em uma ação movida pelo Psol sobre suposta compra de votos, no bairro da Penha, no último pleito e negam qualquer envolvimento.
Comentar
Compartilhe
E o novo vice de Carla Machado?
17/07/2019 | 18h10
Prefeita Carla Machado
Prefeita Carla Machado / Divulgação
A eleição de 2020 em São João da Barra começa a se desenhar. Por um lado, vão surgindo possíveis nomes de oposição e/ou terceira via. Entre eles estão o vereador Franquis Arêas (PR), com apoio da família Dauaire, que ainda pode ter o deputado Bruno Dauaire (PSC) como candidato. De “fora da política”, vão surgindo nomes como o advogado Juliano Rangel, o empresário Renê Fernandes, e Mayck Lalanga, ex-presidente da Ajovens e atual presidente do Instituto Lalanga. Do lado governista, a aposta é na reeleição da prefeita Carla Machado (PP).
 
 
Carla foi condenada a oito anos de inelegibilidade, pelo colegiado de segunda instância, na ação decorrente da operação Machadada. Porém, está em elegível desde março do ano passado, quando obteve uma decisão liminar do então presidente em exercício do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Carlos Santos de Oliveira (presidente da Corte, efetivamente, desde março deste ano). A medida vale até o desfecho do caso, que se arrasta desde 2012, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
A prefeita diz estar confiante em reverter a condenação em última instância e diz que há jurisprudência para anular as gravações apresentadas pela acusação. Com Carla no jogo, certamente a aposta do grupo é em uma candidatura à reeleição. Só que a prefeita está sem vice para chapa.
Alexandre Rosa (PRB) está na mesma situação de Carla com relação à Machadada. E mesmo que consiga reverter o quadro no TSE, não pode disputar a próxima eleição como candidato a vice. Para quem não se lembra, Alexandre esteve no mesmo cargo no governo do ex-prefeito Neco (MDB). Logo, foi reeleito em 2016 e não pode disputar ao mesmo cargo na próxima eleição. Caso tenha condições de entrar na disputa, Alexandre teria de ser candidato a vereador (cargo que já exerceu, sendo inclusive presidente da Câmara) ou tentar uma candidatura a prefeito, o que, por ora, não é cogitado.
O grupo governista não fala abertamente sobre nomes que poderiam disputar a Prefeitura na eventual impossibilidade eleitoral de Carla. Da mesma forma, não há quem especule quem seria o novo vice da prefeita, caso ela possa disputar a reeleição. Mas, seja para vice ou para encabeçar chapa, ganham força nomes como Elísio Rodrigues (PDT), Sônia Pereira (PT), Aluízio Siqueira (PP) e Gersinho Crispim (SD). Especificamente para vice, há quem aposte na possibilidade de Chico da Quixaba (PSL), alçado à Câmara recentemente por Carla, que chamou Elísio para ser secretário. Chico é do mesmo reduto eleitoral de Franquis, o 5º distrito de SJB.
Comentar
Compartilhe
CPI vai à sede do Fundecam aprofundar investigações
17/07/2019 | 11h35
Os vereadores que compõem a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara Municipal, que investiga irregularidades no Fundo de Desenvolvimento de Campos (Fundecam), estarão nesta quinta-feira (18) na sede do órgão para mais uma etapa das investigações que já duram 120 dias e ouviu mais de 10 pessoas. O objetivo da CPI é resgatar cerca de meio bilhão de reais aos cofres do município.
— Os membros da CPI, juntamente com a equipe técnica que auxilia nos trabalhos da comissão, irão fazer uma visita amanhã (quinta), às 14h30, na sede do Fundecam para analisar contratos originais, atas de reuniões e demais documentos que acharmos pertinentes. Esta visita faz parte de uma das etapas do trabalho da CPI — informou o vereador Jorginho Virgílio (PRP), que preside a Comissão.
A previsão é de que CPI tenha seu relatório concluído em 60 dias, prazo previsto para o fim da prorrogação que aconteceu no mesmo passado. A CPI foi instalada em março, com prazo de conclusão inicial de 90 dias, sendo estendida por igual período.
Jorginho considera positivo os trabalhos da CPI do Fundecam até o momento e disse que o principal objetivo é recuperar o dinheiro do suposto rombo no Fundo entre as gestões de Arnaldo Vianna (hoje MDB), que criou o Fundecam em 2001, até o fim do governo Rosinha Garotinho (atual Patri), em 2016.
— Após esta ida à sede do Fundecam, vamos analisar a necessidade de outras visitas. Ainda vamos ouvir mais pessoas que atuaram no Fundo durante as gestões anteriores, além de outros tomadores de empréstimos — informou Jorginho.
Além de Virgílio, também compõem a CPI os vereadores Abu (PPS), Luiz Alberto Neném (PTB), Silvinho Martins (PRP) e Paulo Arantes (PSDB).
A CPI — Proposta pelo vereador Jorginho Virgilio, a CPI do Fundecam ganhou apoio e a assinatura dos 25 vereadores. Por ter sido ele quem propôs a investigação no Legislativo, ficou com a presidência. “Estamos seguindo todos os protocolos regimentais, desde que realizamos uma audiência pública sobre o tema em 20 de agosto do ano passado. Tudo começou quando recebemos em nosso gabinete algumas denúncias. Imediatamente oficiamos o presidente do Fundecam, que me forneceu todos os números, os nomes das empresas e como estava o andamento desses processos. Depois de conversamos também com o Ministério Público, tivemos a ideia de realizar a audiência e colher mais dados para a CPI. Após a conclusão do nosso trabalho, será enviada ao Ministério Público, Justiça e outros órgãos de controle”, ressaltou o vereador.
No início da CPI foi constatado que dos 91 contratos do Fundecam Estruturante, 49,4% estavam em inadimplência. São casos desde empresas que pegaram o dinheiro dos royalties e nunca abriram, até aquelas que conseguiram o empréstimo uma vez, não pagaram todas as parcelas, e depois pegaram mais dinheiro. “Como sempre falo, não existe nenhuma ‘caça às bruxas’ a políticos ou empresários, mas sim uma caça ao dinheiro dos royalties que pertence ao povo de Campos e que foi gasto de forma irresponsável pelos governos passados. Um dinheiro que, sem dúvida, está fazendo muita falta”, finalizou Jorginho.
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB aprova retorno de bolsas universitárias e mais sete projetos
16/07/2019 | 18h53
Oito projetos de lei foram aprovados nesta terça-feira (16) pela Câmara de São João da Barra em sessão extraordinária. Um deles dispõe sobre o retorno do Programa Municipal de Incentivo ao Ensino Universitário, que autoriza o Executivo a ajudar financeiramente, por meio de bolsa de estudo, os munícipes que não têm condições de cursar uma graduação em nível superior. Os detalhes sobre a lei devem ser publicados no Diário Oficial desta quarta-feira (17).
Ainda para a Educação, também foi aprovado um projeto que institui o Exame de Desempenho Unificado de Conhecimento Alunado (Educa).
A questão da regulamentação do piso salarial dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias (para adequar à legislação federal em vigor) também foi aprovada na sessão, assim como a instituição do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciops) no âmbito da secretaria municipal de Segurança Pública.
Os demais projetos aprovados tratam de: alteração das leis nº 238/2013 e 321/2014; autorização para abertura de crédito adicional suplementar por superávit financeiro e, por fim, alteração da estrutura administrativa da secretaria de Comunicação e criação de cargos de provimento em comissão de Ouvidoria em secretarias.
Comentar
Compartilhe
Chico da Quixaba de volta à Câmara de SJB
16/07/2019 | 18h42
Em sessão extraordinária, Chico da Quixaba (PSL) foi empossado como vereador de São João da Barra, cargo que já exerceu em outras duas oportunidades, além de ter sido vice-prefeito do município. Ele assumiu a cadeira nesta terça-feira (16) no lugar do parlamentar Elísio Rodrigues (PDT), que se licenciou do legislativo para assumir o cargo de secretário Municipal de Transporte e Trânsito.
Elísio e Chico estiveram no palanque do ex-prefeito Neco (MDB) no pleito de 2016, mas não levaram muito tempo para passarem ao grupo da prefeita Carla Machado (PP). A mudança para levar Chico para Câmara estava prevista já há algum tempo nos bastidores.
Tabuleiro — A alteração acontece após o vereador Franquis Arêas (PR), que tem reduto eleitoral na mesma região de Chico, ser lançado pelo ex-prefeito Betinho Dauaire como pré-candidato a prefeito em 2020 — e depois anunciar que terá o apoio do governador Wilson Witzel (PSC).
Comentar
Compartilhe
Condenação altera tabuleiro político em SFI
12/07/2019 | 20h13
O Folha 1 informou mais cedo (aqui) que a Justiça Eleitoral de São Francisco de Itabapoana condenou à prisão em regime semiaberto o vereador Jarédio (SD) e o ex-vereador Marcelo Garcia (PSDB), que foi candidato a prefeito no último pleito de 2016, por crime de falsidade ideológica eleitoral nas prestações de contas nas eleições. A sentença é de primeira instância e ainda cabe recurso.
Jarédio, para variar, não é encontrado para falar sobre a sentença. Ele chegou a ser afastado do cargo no ano passado e teve a prisão decretada nessa mesma ação eleitoral. Posteriormente, ele foi preso, mas em um processo criminal. Já Marcelo diz estranhar a condenação, uma vez que o Ministério Público Eleitoral, autor da denúncia, deu parecer pela absolvição no decorrer da ação. Eles foram condenados, ainda, à perda de cargos públicos (Marcelo está nomeado na Fundação Leão XIII) e Jarédio teve a perda do mandato decretada.
A sentença, que ainda precisa ser confirmada em colegiado para que tenha seus efeitos práticos, mexe no tabuleiro político de SFI. Marcelo é pré-candidato a prefeito para o próximo ano. Seu nome é apontado como possível herdeiro do capital político do ex-prefeito Pedrinho Cherene (MDB), que está inelegível, mas com nome no páreo enquanto busca reverter sua situação na Justiça.
É certo que já há alguns anos Marcelo e Pedrinho não estão no mesmo grupo político. Só que a afirmação do ex-prefeito de que não apoiaria a atual, Francimara Barbosa Lemos (PSB), de jeito nenhum, caso fique de fora da disputa, poderia abrir espaço para uma aproximação com Garcia. Por outro lado, Francimara já levou para seu grupo outro nome que era cotado para ser candidato no ano que vem: Renato Roxinho (PRTB). Ele agora é secretário de Agricultura e cotado a vice na candidatura de reeleição da prefeita.
Continua “correndo por fora” Antonio Marcos Papinha (PSL), ex-vereador campista e ex-deputado estadual. Ele tenta na surfar na onda de ser o “candidato da família Bolsonaro” e segue na linha de frente com a oposição.
Tem muita água para rolar até o pleito de 2020, outras pré-candidaturas estão sendo aventadas, mas a decisão do juiz Leonardo Cajueiro balança mais uma vez o tabuleiro.
Comentar
Compartilhe
Fabiana Catalani entra na Saúde de SJB
12/07/2019 | 17h57
Secretária de Saúde do início do governo Rafael Diniz (PPS) até março de ano, Fabiana Catalani foi exonerada nessa quinta-feira (11) da Prefeitura de Campos. Desde que deixou o comando de uma das principais pastas da administração municipal, ela passou a responder como subsecretária adjunta. Não é de hoje que se especula uma possível saída de Catalani para assumir a secretaria de Saúde na vizinha São João da Barra na terceira gestão Carla Machado (PP), de quem já foi secretária em outras oportunidades. A função esteve vaga há cerca de uma semana, dentro da reforma administrativa iniciada pela prefeita — e que terá continuidade.
Apesar de todas as especulações, é bom lembrar que a exoneração de Fabiana Catalani em Campos coincide com a data de posse dos novos concursados da área da saúde em SJB [foram 64 no total], o que faz com que ela entre de vez no quadro efetivo do município, como concursada, no cargo de médica auditora.
Muito criticada pela falta de traquejo político para uma pasta de tanta habilidade, Catalani é considerada por muitos do meio médico como uma grande auditora. Mais recente reforço do governo Rafael, o neurologista Makhoul Moussalem é um dos que endossam esse discurso. Ele, aliás, é o entrevistado da edição deste domingo (14) da Folha.
Em tempo — Carla revogou a exoneração do secretário José Antônio Fonseca, em SJB, que voltou a responder pela pasta.
Publicado nessa sexta-feira (12) na coluna Ponto Final, da Folha da Manhã. 
Comentar
Compartilhe
GNA recebe todos os equipamentos de grande porte para conclusão da térmica
12/07/2019 | 16h49
A Gás Natural Açu (GNA), joint venture entre Prumo Logística, BP e Siemens, concluiu o recebimento dos últimos equipamentos de grande porte que farão parte da ilha de potência da UTE GNA I, usina termelétrica de 1.300 MW de capacidade instalada, que está sendo construída no Porto do Açu, em São João da Barra, no Rio de Janeiro.

Fornecidos pela Siemens, os equipamentos chegaram ao Brasil pelo Terminal Multicargas, no Porto do Açu, vindos da Alemanha e dos Estados Unidos.

O projeto da UTE GNA I compreende três turbinas a gás SGT6-8000H, uma turbina a vapor SST6-5000, três caldeiras recuperadoras de calor, além de torre de resfriamento, subestação e sistemas de supervisão e controle, equipamentos de alta eficiência que irão gerar uma potência de aproximadamente 1.300 MW.
Os equipamentos permitirão o fechamento do ciclo combinado da térmica, ou seja, a geração de mais de 440 MW de energia sem utilização de gás natural adicional, contribuindo para a eficiência energética do parque termelétrico. “As obras civis da GNA I estão praticamente concluídas. Iniciamos a fase de montagem eletromecânica depois que todos equipamentos de grande porte foram entregues no site. O próximo passo é o início do comissionamento da térmica, previsto para o primeiro semestre do ano que vem”, afirma Carlos Baldi, diretor de Implantação da GNA.

— Estamos muito felizes em dar mais esse passo na conclusão de um projeto tão importante como esse, que além da implantação dos equipamentos, também contempla a prestação de serviços de longo prazo para operação e manutenção da usina — afirma Armando Juliani, Diretor da área de Services & Digitalization, EPC Power Generation da Siemens no Brasil.

Com previsão para iniciar a operação em janeiro de 2021, o projeto da UTE GNA I consiste em uma usina termelétrica a gás natural em ciclo combinado de 1.300 MW, um terminal de regaseificação de GNL, de 21 milhões de metros cúbicos/dia, uma linha de transmissão em 345 kV de 51 km e uma subestação, que ligará a termelétrica ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

Além da UTE GNA I, a companhia irá construir a UTE GNA II, com 1.700 MW de capacidade instalada. Juntas, as duas termelétricas somam 3.000 MW, suficiente para atender cerca de 14 milhões de residências. A GNA possui, ainda, licença ambiental para mais que dobrar sua capacidade instalada, podendo chegar a 6.400 MW, o que permitirá o desenvolvimento de mais projetos termelétricos no futuro.
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB convoca aprovados em concurso
12/07/2019 | 16h07
A Câmara de São João da Barra publicou nesta sexta-feira (12), a portaria nº 061/2019, convocando os candidatos aprovados no concurso público nº 001/2016 nos cargos de contador, tesoureiro e almoxarife, respectivamente, Aline Candido Lopes de Oliveira, José Luiz Pontes da Silva Junior e Regilane Cortes de Carvalho. Eles deverão comparecer à sede da Câmara na próxima sexta-feira (19), às 10h, no setor de Recursos Humanos, para apresentarem a documentação elencada na portaria. Após essa etapa, eles farão o exame médico admissional para a respectiva posse.
O concurso do Legislativo foi realizado em 2016, sob a organização da empresa Gualimp, com sete vagas. O termo de homologação foi publicado no Diário Oficial do município no dia 23 de agosto de 2017. Os primeiros convocados foram os motoristas, que tomaram posse em agosto de 2018.
A lei que rege o concurso está entre os assuntos da sessão extraordinária desta terça-feira (16) da Câmara de SJB. O que não se sabe ainda é se a validade do certame, que expira no próximo mês, será prorrogada.
Comentar
Compartilhe
Wladimir Garotinho vota contra texto-base da Reforma da Previdência
10/07/2019 | 19h41
Genilson Pessanha
Após aguardar até o último momento as alterações no texto-base da Comissão Especial, o deputado federal Wladimir Garotinho (PSD) decidiu votar contra o texto-base da Reforma da Previdência nesta quarta-feira (10), mesmo seu partido tendo fechado questão favorável.
Agora, o deputado vai aguardar os destaques apresentados no Plenário da Câmara dos Deputados para analisar suas próximas posições. Wladimir detalhou os motivos de sua decisão em documento encaminhado à imprensa.
Para Wladimir, não há dúvidas de que uma Reforma da Previdência é necessária, mas, infelizmente, a proposta está muito aquém do que seria razoável para o Brasil. “Por mais que se defenda que a Reforma atinge as parcelas mais ricas da população, a realidade é que o texto que estamos votando trata de forma injusta os trabalhadores, os professores, os aposentados e as pensionistas”, traz a nota oficial do parlamentar.
Comentar
Compartilhe
Novo relator suspende uso de tornozeleira e outras restrições a Garotinho
10/07/2019 | 17h18
Ministro do TSE suspendeu limitações na campanha, mas Garotinho tem nova contestação
Ministro do TSE suspendeu limitações na campanha, mas Garotinho tem nova contestação / Folha da Manhã
O desembargador Joaquim Domingos de Almeida Neto, da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJ) do Estado do Rio de Janeiro suspendeu, nesta quarta-feira (10), as medidas restritivas aplicadas ao ex-governador Anthony Garotinho (sem partido), pala 2ª Vara Criminal de Campos, como desdobramento da operação Chequinho. Desta forma, Garotinho, novamente, não vai precisar, ao menos por ora, usar tornozeleira eletrônica. Também ficam suspensos o bloqueio de R$ 18 milhões nas contas do ex-governador e a proibição de frequentar o município de Campos.
Na semana passada, a desembargadora Maria Sandra Kayat Direito, da 1ª Câmara Criminal do TJ suspendeu os efeitos das medidas restritivas até a análise da suspeição do colegiado. Na terça-feira (9), a 1ª Câmara se declarou suspeita e as medidas restritivas voltaram a ter validade, mas foram suspensas com a mais recente decisão desta quarta.
Comentar
Compartilhe
Onda de insegurança no comércio de SJB
10/07/2019 | 15h54
145ª DP
145ª DP
Uma onda de assaltos passou pelas principais ruas do Centro de São João da Barra na madrugada dessa quarta-feira (10). Homens invadiram três estabelecimentos comerciais e furtaram dinheiro, tablet, notebook, celulares, óculos e até escritura de uma casa, informou o site sanjoanense O Parahybano (aqui).
O primeiro comércio alvo dos bandidos, segundo a polícia, foi uma farmácia na avenida Joaquim Thomaz de Aquino Filho. De lá, os eles levaram uma caixa registradora com R$ 250 em espécie e cheques. Logo depois, os homens entraram em uma ótica, na mesma avenida, e levaram R$ 4.400 em espécie, além de óculos com valor estimado em R$ 2,8 mil.
Pouco depois, uma loja de aparelhos eletrônicos, na rua dos Passos, foi invadida e foram levados 14 aparelhos celulares, um notebook, um tablet, uma mochila com talões de cheque, diversos chips, escritura de uma casa e R$ 2,9 mil em dinheiro.
As câmeras de segurança estão sendo utilizadas nas investigações. Vale lembrar que, recentemente, o município inaugurou o seu Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) que deverá também auxiliar nas investigações da 145ª Delegacia de Polícia de SJB, onde os casos estão registrados.
Comentar
Compartilhe
Recurso de Garotinho redistribuído para 7ª Câmara Criminal do TJ
10/07/2019 | 15h26
Anthony Garotinho
Anthony Garotinho / Rodrigo Silveira
Após a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) acatar, nessa terça-feira (09), uma questão de ordem apresentada pela defesa do ex-governador Anthony Garotinho (sem partido) e se declarar suspeita para julgar o novo desdobramento da operação Chequinho na 2ª Vara Criminal de Campos, o habeas corpus foi redistribuído, nesta terça-feira (10), para a 7ª Câmara Criminal. Ainda não há nenhuma decisão do colegiado sobre o pedido de suspensão das medidas restritivas aplicadas ao ex-governador pelo juízo campista.
Com a suspeição da 1ª Câmara, o TJ informou que as medidas restritivas contra Garotinho – entre elas a obrigatoriedade de usar tornozeleira eletrônica, bloqueio de R$ 18 milhões em suas contas e a proibição de frequentar o município de Campos – voltam a entrar em vigor até novo julgamento. Contudo, ainda não há prazo definido para que o ex-governador coloque o aparelho de monitoramento eletrônico.
O relator do processo será Joaquim Domingos de Almeida Neto.
Comentar
Compartilhe
Sessão extraordinária adiada em SJB
09/07/2019 | 16h48
A Câmara de São João da Barra adiou para a realização de uma sessão extraordinária, antes prevista para esta quarta-feira (10). Segundo a assessoria da Casa, a transferência da sessão ocorre devido à inclusão de novos projetos e ainda não há nova data para realização.
Entre os assuntos já previstos para apreciação estão o Programa Municipal de Incentivo ao Ensino Universitário; o Exame de Desempenho Unificado de Conhecimento Alunado (EDUCA) e a regulamentação do piso salarial dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias.
Os parlamentares vão deliberar, ainda, sobre: autorização para abertura de crédito adicional suplementar por superávit financeiro; criação de cargos no âmbito do Executivo e, por fim, dois projetos visando alterar, respectivamente, as leis nº 238/2013 e 321/2014.
Atualização às 17h14 — Inicialmente, a Câmara chegou a divulgar que a sessão seria na próxima terça-feira (16). No entanto, minutos depois, disse que uma nova data seria anunciada em breve.
Comentar
Compartilhe
Prefeito dispensa uso do celular
08/07/2019 | 19h10
Prefeito de Macaé, Dr Aluízio
Prefeito de Macaé, Dr Aluízio
Para falar com o prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (sem partido), é preciso paciência, sorte e boa vontade dos interlocutores. O mandatário da “capital nacional do petróleo” dispensou, já há algum tempo, o uso do aparelho celular. É preciso deixar recado com um dos seus assessores, que levará a demanda ao despachar no gabinete. Jornalistas, por exemplo, que se arriscam a buscar uma resposta rápida, depois do expediente, provavelmente terão de usar o padrão “não conseguiu contato até o fechamento da edição” no final do texto.
Em seu segundo mandato consecutivo, Dr. Aluizio não pode disputar a reeleição em 2020. Também não está muito claro se ele vai ou não se envolver na corrida à própria sucessão na Prefeitura. Na eleição de 2018, o mandatário do executivo macaense ficou neutro nas disputas aos governos do estado e do país.
Em tempo — A Prefeitura conta com uma equipe de assessoria para atender as demandas jornalísticas. A observação, nesse caso, é para uma opinião após o expediente.
Comentar
Compartilhe
TV chinesa dá destaque ao Porto do Açu
08/07/2019 | 17h37
Uma equipe do canal de notícias internacional chinês em língua inglesa do grupo estatal China Global Television Network, parte da Televisão Central da China, com sede em Pequim, esteve no Porto do Açu na terça-feira (2) passada, horas depois de uma visita de parte da equipe da Folha da Manhã. As relações entre a China e o Açu se fortaleceram em maio, com a assinatura de um acordo de cooperação com o porto de Guangzhou, que tem como objetivo compartilhar as melhores práticas e conhecimentos sobre operação e gestão portuária, além de fortalecer a cooperação em investimentos e desenvolvimento de negócios.
O material já está disponível na internet e pode ser conferido aqui.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado faz mais mudanças na Prefeitura de SJB
04/07/2019 | 07h48
O Diário Oficial da Prefeitura de São João da Barra traz, nesta quinta-feira (4), pelo segundo dia consecutivo, mais mudanças na estrutura de governo. As alterações não trazem, por ora, impactos na política partidária do município, como as de quarta-feira (aqui).
As peças alteradas estão à frente de algumas pastas importantes, como a saída dos secretários de Saúde e Assistência Social, remanejados para outros cargos. Contudo, o DO não traz quem são os novos comandantes da pasta de Saúde, por exemplo, o que deixa claro que outras alterações vão acontecer nos próximos dias.
Confira as alterações (aqui):
Comentar
Compartilhe
Tomógrafo móvel do Estado em SJB na próxima semana
03/07/2019 | 18h36
São João da Barra recebe na próxima semana a unidade do tomógrafo móvel do Estado do Rio de Janeiro. O aparelho vai ficar no município entre os dias 8 e 12 de julho, em frente à Prefeitura. O deputado estadual Bruno Dauaire (PSC) articulou com a secretaria estadual de Saúde a agenda para o município e anunciou a confirmação nesta quarta-feira (3) em sua página no Facebook.
A estrutura, montada em um caminhão, conta com dois aparelhos de ar-condicionado, elevador para macas, cadeira de rodas e ainda dispõe de vestiários para pacientes, além de um gerador que fornece energia ao tomógrafo.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado faz primeiras mudanças na administração municipal
03/07/2019 | 07h27
A prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP), iniciou nesta quarta-feira as esperadas mudanças no governo. As alterações mudam inclusive a composição da Câmara, já que o vereador Elísio Rodrigues (PDT) assume a secretaria de Transporte. Com a saída de Elísio, o ex-vereador e ex-vice-prefeito Chico da Quixaba (PSL) assume a cadeira na volta do recesso legislativo. Vale lembrar que Elísio e Chico fizeram parte do palanque do ex-prefeito Neco (MDB). O pedetista passou a fazer parte da base no ano passado, Chico defendeu o alinhamento com a prefeita logo após o resultado da eleição e uma mudança para levá-lo à Câmara já era esperada há alguns meses.
Entre as alterações estão as nomeações do nova procuradora-geral do município e do novo diretor de esportes, cargos vagos desde o mês passado. Outro fato em destaque é que a maioria das exonerações foram a pedido.
Clique aqui para conferir todas as mudanças.
Comentar
Compartilhe