SJB: passe e vale transporte liberados; Campostur assume “culpa”
31/08/2016 | 17h15
Onibus_CamposA empresa de ônibus Sanjoanense Campostur resolveu “assumir a culpa” pela não distribuição dos passes dos estudantes e dos vales dos servidores públicos municipais. Segundo a empresa, “a não entrega na data de hoje (quarta-feira, 31), ocorreu por falha no sistema que vem sendo aprimorado”. No mês passado, o vale transporte também foi liberado nos últimos dias. Normalmente, a entrega acontecia a partir do dia 25 de cada mês. De forma não oficial, a versão que circulava entre os servidores, e que teriam sido repassadas por funcionários da empresa, é que haveria atraso no repasse da Prefeitura a Campostur. Porém, em nota, a empresa não fala sobre o assunto.  
Comentar
Compartilhe
Michel Temer é empossado presidente da República
31/08/2016 | 16h58
lm_temer_skaf_empresarios_201606082980-171718Três horas após o Senado afastar definitivamente Dilma Rousseff do comando do Palácio do Planalto, o presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros (PMDB-AL), deu posse na tarde desta quarta-feira (31) a Michel Temer no cargo de novo presidente da República. A concorrida cerimônia, realizada no plenário do Senado, contou com a presença de deputados, senadores, ministros, militares e magistrados. Entre os convidados de honra, estavam os presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Lewandowski foi o responsável pela condução do julgamento do processo de impeachment de Dilma. Inclusive, coube a ele decretar o resultado das votações que determinaram o afastamento de Dilma da Presidência, mas mantiveram a elegibilidade da petista a funções públicas. Renan declarou a sessão conjunta da Câmara e do Senado aberta às 16h41. Na sequência, Temer e os deputados, senadores e convidados cantaram o Hino Nacional no plenário. Às 16h49, Temer foi empossado e prestou o juramento no qual prometeu cumprir a Constituição. "Prometo manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil", declarou o peemedebista no plenário do Senado com a mão sobre a carta constitucional. Três minutos depois, Temer assinou o compromisso de posse diante dos convidados. Mesmo com o curto intervalo entre a sessão que destituiu Dilma do poder e a posse do novo presidente, o plenário do Senado foi decorado com flores para a solenidade. Além disso, o cerimonial do Senado projetou uma imagem comemorativa no painel eletrônico do plenário. Confira mais informações sobre ó impeachment de Dilma Rousseff aqui. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
Dilma Rousseff é condenada e perde o mandato presidencial
31/08/2016 | 13h35
[caption id="attachment_9103" align="aligncenter" width="800"]Brasília - A presidenta afastada, Dilma Rousseff, faz sua defesa durante sessão de julgamento do impeachment no Senado (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) Dilma não é mais a presidente do Brasil (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)[/caption] Dilma Vana Rousseff, primeira mulher a presidir a República Federativa do Brasil, foi condenada pelo Senado por crime de Responsabilidade Fiscal e não ocupa mais o cargo para o qual foi reeleita em outubro de 2014. Nesta quarta-feira (31), sexto dia da sessão de julgamento, às 13h35, votaram a favor da cassação 61 dos 81 senadores, sem nenhuma abstenção. Para que Dilma fosse definitivamente afastada da Presidência, eram necessários 54 votos. Por decisão do Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e também do julgamento do impeachment, Ricardo Lewandowski, a pedido de aliados da petista, foi julgado em separado a perda dos direitos políticos por oito anos a partir do fim de 2018, quando se encerraria o seu mandato. Votaram a favor 42 parlamentares. Assim, Dilma não perdeu seus direitos. Eleito vice-presidente na chapa encabeçada por Dilma, Michel Temer (PMDB) já foi empossado como presidente da República (aqui). Ele já exercia o cargo interinamente desde 12 de maio, quando (aqui) o Senado tornou a presidente investigada no processo de impeachment. No início deste mês, os senadores tornaram Dilma Rousseff ré no processo (aqui). A decisão teve voto favorável de 59 parlamentares, número superior ao necessário para o afastamento no julgamento final, o que deixava claro a dificuldade em reverter a condenação. Dilma foi cassada por ter cometido crime de Responsabilidade Fiscal correspondentes à tomada de empréstimos junto à instituição financeira controlada pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional. Depois de Temer tomar posse, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assume o comando do país. O Planalto trabalha para que Michel Temer vá para a China participar da reunião de cúpula do G-20. Conforme rege a Constituição, na ausência do presidente, assume o vice (cargo vago). Sem esse, o imediato é o presidente da Câmara. Atualizado às 14h14 — Inclusão do resultado sobre a perda dos direitos políticos de Dilma. Mais informações sobre a sessão aqui e sobre o impeachment na edição desta quinta-feira da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
TV Senado “antecipa” posse de Michel Temer
31/08/2016 | 12h44
[caption id="attachment_9099" align="aligncenter" width="640"]tvsenado Mensagem em transmissão ocorreu antes mesmo do “juízo final” (Reprodução/Extra)[/caption] Antes mesmo do início da votação (aqui) final do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, parece já ter gente não só prevendo o resultado como cravando o futuro político da petista. Em sua transmissão, a TV Senado exibiu por engano uma mensagem antecipando a oficialização de Michel Temer como presidente do Brasil em caráter definitivo. “Michel Temer toma posse em definitivo em sessão do Congresso ainda hoje”, dizia a legenda. Fonte: Extra
Comentar
Compartilhe
Concurso da Câmara de SJB neste domingo
31/08/2016 | 12h35
Fachada Câmara 3Estão marcadas para este domingo (4), as provas objetivas do concurso público da Câmara de São João da Barra, com 895 candidatos inscritos. As provas serão aplicadas no Ciep Gladys Teixeira e na Escola Municipal Domingos Fernandes da Costa. Os gabaritos estão previstos para serem divulgados no dia 4, a partir das 18h, no site da Qualimp. Recursos aos gabaritos poderão ser interpostos entre os dias 05 e 06 de setembro. Para fazer a prova, o candidato deve apresentar o cartão de confirmação e um documento de identidade original com foto. Caso esteja impossibilitado de apresentar o documento de identidade, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá apresentar documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 90 dias. O concurso oferece sete vagas: almoxarife (1 vaga – 227 inscritos), contador (1 vaga - 63 inscritos), motorista (4 vagas - 428 inscritos) e tesoureiro (1 vaga - 177 inscritos). As vagas serão preenchidas no quadro efetivo e formação de cadastro de reserva da Câmara; com base na lei nº 238/2013 com suas devidas alterações, bem como as que vagarem ou forem criadas durante o prazo de validade do concurso. Os salários são de R$ 1.608,92 (nível médio) e R$ 4.591,17 (superior). A carga horária de trabalho é de 40 horas semanais. Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
Senado começa julgamento final de Dilma Rousseff
31/08/2016 | 11h08

Dilma_A presidente Dilma Rousseff começou a ser julgada pelo Senado Federal. Este é o ato final de um processo que se arrasta desde abril e pode culminar nesta quarta-feira (31) com o afastamento definitivo de Dilma. Para a cassação da presidente, são necessários 54 votos (dois terços dos senadores). De acordo com os placares dos principais jornais do país (aqui), esse número já foi alcançado.

Caso a cassação seja aprovada, o presidente interino Michel Temer será alçado a efetivo. Temer, porém, não fica no cargo por muito tempo. Ele deve seguir nesta quarta mesmo para a China, onde participará da reunião de cúpula do G20. Portanto, assumirá interinamente o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), conforme linha sucessória presidencial.

Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e desta fase do impeachment, Ricardo Lewandowski  apresenta um relatório resumido dos fundamentos da acusação e da defesa, bem como das provas. Depois, para encaminhar a votação, falarão dois senadores pela acusação e dois pela defesa, por até cinco minutos cada. Nesta quarta, foi definido que serão realizadas duas votações no julgamento do afastamento definitivo de Dilma Rousseff. Uma decidirá se ela deve sofrer o impeachment. A outra, se a presidente ficará inelegível por oito anos e impossibilitada de assumir função pública pelo mesmo período a partir de 1º de janeiro de 2019. Antes, Lewandowski formularia aos senadores a seguinte questão: “cometeu a presidente Dilma Rousseff os crimes de responsabilidade correspondentes à tomada de empréstimos junto à instituição financeira controlada pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional e deve ser condenada à perda do seu cargo, ficando, em consequência, inabilitada para o exercício de qualquer função pública pelo prazo oito anos?”. A parte em negrito e sublinhado foi destacada para uma segunda votação. Os senadores que entenderem que ela deve ser condenada, respondem “sim”, e os entenderem que deve ser absolvida, respondem “não”. A votação será aberta, nominal, pelo painel eletrônico. Se ao menos 54 senadores votarem a favor do impeachment, Dilma será definitivamente afastada por oito anos a partir do fim de 2018, quando se encerraria o seu mandato. Do contrário, o processo será arquivado e Dilma reassumirá a Presidência da República. Pedido de votação em separado (atualizado às 12h28) — Os senadores aliados da presidente afastada pediram na reabertura da sessão do julgamento final do impeachment que sejam feitas duas votações separadas – uma para decidir sobre o afastamento definitivo de Dilma da Presidência, e outra sobre a perda de parte dos direitos políticos da petista, como ficar impedida de assumir função pública por oito anos. Lewandowski argumentou pela plausibilidade da votação em separado, mas que a matéria, mesmo no STF, é controvertida. O presidente do STF decidiu que afastamento definitivo de Dilma da presidência e perda de direitos políticos por 8 anos serão decididos em votações separadas. Ironia do destino? (atualização às 12h33) — O senador Fernando Collor (PTC-AL) volta a lembrar fatos do processo de impeachment contra ele em 1992. Collor diz que aquele foi “um momento estranho”. Ele argumenta que a perda dos direitos políticos “não é perda acessória”, mas principal. Renan Calheiros pede a palavra (atualização às 13h16) — O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que praticamente não opinou durante o processo, pediu a palavra. Ele pediu desculpas ao país por “qualquer atitude mais contundente ou passional”. Renan ainda garantiu que todo processo foi sustentado na Constituição. Na sequência, Lewandowski abriu a palavra para que os senadores encaminhassem o voto para a primeira votação, fora o destaque. A pergunta é: “cometeu a presidente Dilma Rousseff os crimes de responsabilidade correspondentes à tomada de empréstimos junto à instituição financeira controlada pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional e deve ser condenada à perda do seu cargo?”

Comentar
Compartilhe
Canto do cisne desafinado na Câmara de Campos
31/08/2016 | 11h03
Ponto-final1
Canto do cisne desafinado
O presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB), anunciou a aposentadoria da vida política, após cinco mandatos de vereador e uma trajetória sempre ligada ao grupo que governa a cidade há quase 30 anos. Porém, seus últimos dias de vida pública parecem confirmar a subserviência ao Executivo, que lhe é imputada pelos opositores. Uma despedida melancólica, seu canto do cisne desafinado. Apesar de Edson dizer que vai manter os debates na Câmara nesse período eleitoral, ontem, mais uma vez, foi a prova de que isso não está acontecendo.   Subserviência Evitar debates na Câmara em período eleitoral só favorece a um grupo político: ao que está no poder. Não é de hoje que os vereadores de oposição cobram debates mais aprofundados no parlamento, com assuntos que muitas vezes ficam engavetados ou são abafados pelo rolo compressor. Não à toa, rotularam a Casa como um “puxadinho do Cesec”, um parlamento que ao invés de fiscalizar, estaria a serviço do Executivo.   Mudança Não é por menos que até mesmo no grupo garotista a ala mais jovem fala que é preciso renovar. Muitos desses admitem que é preciso deixar de lado a velha política dos “cabeças brancas”. E se fosse necessário escolher alguém do grupo que possa personificar os “cabeças brancas”, não seria muito difícil imaginar qual seria a figura favorita.   Juízo final Chega ao fim em Brasília o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. A previsão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que preside o julgamento no Senado, é encerrar hoje. Se 54 senadores apontarem que Dilma cometeu crime de responsabilidade, ela deixa o cargo definitivamente e perde os direitos políticos. Assim, Michel Temer passa de presidente interino a efetivo. Do contrário, Dilma volta a ser presidente imediatamente — fato que, segundo consultas preliminares, é muito difícil acontecer.   Atafona Representantes do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) estiveram em Atafona para iniciar o licenciamento das obras de contenção do avanço do mar. Estudos do Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH), apresentados em 2015, concluíram que é possível barrar o processo de erosão marítima de Atafona até a praia de Grussaí, em São João da Barra. Como o período é de crise, faltam recursos, mas a intenção é dar celeridade às questões burocráticas.   Compromisso Os estudos para conter o avanço do mar em Atafona tiveram início em 2013, já no governo do atual prefeito, Neco (PMDB). Entretanto, a conclusão desse projeto é superior a questões partidárias. Independente de quem seja o administrador do município no ano que vem, deve assumir o compromisso de concluir as obras. A restauração da orla de Atafona é uma questão coletiva, de interesse público e que ultrapassa os limites geográficos de São João da Barra.   Greve Setembro é marcado por uma certeza no Brasil: greve dos bancários. E este não deve ser diferente. Os sindicatos já se mobilizam para negociação de reajuste e a paralisação nos próximos dias é quase certa. O comércio varejista é um dos mais atingidos nesse período, já que menos dinheiro em espécie passa a circular. Projeção nada animadora para um ano que não foi dos melhores para o comércio. Publicado na edição desta quarta-feira (31) da Folha da Manhã. 
Comentar
Compartilhe
Impeachment é dado como certo na capa dos principais jornais do país
31/08/2016 | 10h07
[caption id="attachment_9080" align="aligncenter" width="726"]Capas__ Capa dos principais jornais do país (Reprodução/Facebook)[/caption] O impeachment da presidente Dilma Rousseff, que será votado nesta quarta-feira (31) a partir das 11h, foi dado como certo na capa dos principais jornais do país. Para que ela seja cassada em definitivo, são necessários votos favoráveis de 54 senadores. O jornal carioca O Globo traz em seu “placar” 53 senadores já sinalizaram apoio ao impeachment, 20 são contrários e oito estão indecisos. Porém, na manchete, destaca que o impeachment é provável e lembra que o país pode ter três presidentes em apenas um dia, já que, confirmada a cassação de Dilma, Michel Temer toma posse e deve passar o comando do país para Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara. Temer pretende seguir para China e participar da reunião de cúpula do G-20. No jornal O Estado de S. Paulo, o placar do impeachment da capa aponta 55 senadores favoráveis à cassação de Dilma, 20 contrários e seis indecisos. A manchete do Estadão informa que o “placar indica a saída de Dilma”. A Folha de S. Paulo não trouxe seu placar na capa, mas afirma que o “Senado tem maioria para cassar Dilma;Temer já prepara a posse”.
Comentar
Compartilhe
SJB: salário dos efetivos na conta
31/08/2016 | 09h10
3617_270115133325_dinheiro_1764x700A Prefeitura de São João da Barra paga nesta quarta-feira o salário referente ao mês de agosto dos seus servidores efetivos. Ainda não há data definida para o pagamento dos contratados e comissionados. A data do depósito do salário dos efetivos segue o calendário divulgado no início do ano pela administração pública. No mês passado, a Prefeitura precisou adiar, e avisou com antecedência, em um dia a data prevista para o pagamento. Neste ano, também, o município não conseguiu cumprir com o depósito referente à primeira parcela do 13º salário, previsto inicialmente para 17 de junho. Até hoje não foi anunciada nova data e o limite para a primeira parcela é 30 de novembro.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado divulga agenda desta semana
30/08/2016 | 22h55
14188633_874378749363215_6534852718800601129_o (1) A candidata a prefeita Carla Machado (PP) divulgou a agenda para as atividades de campanha em São João da Barra. Os comícios vão de quinta-feira (1º) a sábado (3), respectivamente, em Degredo, Grussaí (loteamento do Renan) e Atafona (Carrapicho) — sempre às 19h. No domingo, Carla encerra as atividades deste fim de semana com uma caminhada na Chatuba, na sede do município, às 10h.
Comentar
Compartilhe
SJB recebe R$ 6,7 milhões de royalties em agosto
30/08/2016 | 16h12
PlataformaA Prefeitura de São João da Barra receberá R$ 6.658.764,50 nesta quarta-feira (31) referente aos royalties de petróleo do mês de agosto. O valor é 2,5% superior ao repassado no mês passado, quando a administração pública recebeu R$ 6.495.055,40. Confira o valor dos royalties para todos os municípios da região aqui, na Folha Online, e na edição desta quarta-feira (31) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Inea em Atafona para licenciar obra de contenção do avanço do mar
30/08/2016 | 10h59
[caption id="attachment_3967" align="alignleft" width="300"]Mar avança no litoral há décadas Mar avança no litoral há décadas[/caption] Uma equipe do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) está em Atafona para elaborar a documentação necessária e licenciar, se for o caso, a obra de contenção do avanço do mar no litoral sanjoanense. No ano passado, o Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH) apresentou a conclusão dos estudos do processo de erosão marítima do Pontal de Atafona até a praia de Grussaí. Na oportunidade, também foi mostrado como seria feita restauração da orla. Há mais de 50 anos a erosão costeira vem redesenhando a paisagem de Atafona. São cerca de três metros a menos de faixa de areia a cada ano. Desde a década de 1960, mais de 15 ruas e 500 casas foram engolidas pela água. Os estudos do INPH para conter o avanço do mar em Atafona tiveram início em 2013. A Prefeitura prevê que a obra não seja concluída com valor inferior a R$ 170 milhões. No momento de queda de arrecadação municipal e com cenário de crise nas esferas estadual e nacional, o valor é visto como inviável. Entretanto, com estudo já pronto e com o licenciamento em mãos, a realização da obra fica condicionada a obtenção de recursos, sem nenhum impedimento burocrático. Mais informações na edição desta quarta-feira (31) da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
Neco faz comício na sede do município no sábado
30/08/2016 | 09h20
14138201_957030141074560_3045189314336840884_o A coligação “Unidos por São João da Barra”, que tem como candidato a prefeito Neco (PMDB), que busca a reeleição, e como vice Tininha (PMDB), já tem um comício para este fim de semana agendado. O encontro será na praça de São Pedro, na sede do município, neste sábado (3), às 19h. O local recebeu na semana passada, na sexta (26), o primeiro (aqui) comício da candidata de oposição, Carla Machado (PP). Os candidatos a prefeito de São João da Barra ainda não divulgaram a agenda completa.
Comentar
Compartilhe
Terminal de Petróleo do Porto do Açu começa a operar
29/08/2016 | 18h14
unnamed O Terminal de Petróleo (Toil) do Porto do Açu iniciou nesta segunda-feira (29) sua primeira operação de transbordo de petróleo. A operação é referente ao contrato com a empresa BG E&P Brasil Ltda., subsidiária da Royal Dutch Shell, assinado em junho de 2015. A operação, que está sendo realizada com as embarcações Bossa Nova Spirit e SKS Sinni, está transcorrendo dentro de todos os padrões de normalidade e requisitos de segurança adotados pelo terminal, e tem expectativa de duração total de 36 horas até a desatracação de ambas as embarcações envolvidas. No Toil, a operação de transbordo é realizada em área abrigada por um quebra-mar, possibilitando uma operação segura e rápida, com eficiência e redução de custos para os clientes, o que aumenta a competitividade do petróleo brasileiro. Na operação, um dos navios atracado e o outro a contra bordo, ambos cercados por barreiras de contenção a derrame no mar. Este tipo de operação permite maior segurança no transbordo durante todo o ano. Atualmente, o canal do Toil possui 20,5 metros de profundidade, e pode receber inicialmente navios Suezmax. Até o final de 2017, a previsão é que a profundidade do terminal seja ampliada para até 25 metros. Com a ampliação da profundidade, o Porto do Açu poderá receber no T-OIL navios da classe VLCC (Very Large Crude Carrier), que carregam até 320 mil toneladas. Os berços Norte e Central do terminal serão capacitados para transbordo entre navios tipo VLCC e SuezMax e o berço Sul, apenas para transbordo entre navios SuezMax. Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
“Sindicato roeu a corda”, alega movimento dos servidores de SJB
29/08/2016 | 11h16
Roer a cordaO movimento dos servidores públicos de São João da Barra, responsável por mobilizar a assembleia que deflagrou estado de greve e encabeçou o ato de 17 de agosto (aqui) com um dia de paralisação, não concorda com a negociação que o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São João da Barra (Sispusba) iniciou com a Prefeitura (aqui). Alegam que o Sispusba “rói a corda” ao aceitar as propostas sem nenhum tipo de negociação, ou contraproposta. Além disso, cobram que os pontos sejam discutidos em assembleia, já que a categoria continua em estado de greve e a diretoria não poderia se colocar “acima da assembleia”. A presença da Federação dos Servidores Públicos Municipais no Estado do Rio de Janeiro (Fesep-RJ) nesta fase de negociação também é questionada. Segundo o servidor Charles Santiago, membro do movimento, o sindicato não está respeitando a assembleia que convocou a greve. “Somente a assembleia pode aceitar qualquer tipo de negociação que seja feita com o poder público. A diretoria do sindicato não quer convocar a assembleia com os servidores para passar as informações. Nosso interesse como servidor nunca foi contrário ao do sindicato. Porém, o sindicato de SJB tem o vício de não escutar o servidor”, afirmou Charles, servidor do município há 15 anos. Ainda de acordo com Charles, o estado de greve decretado em assembleia só pode ser desfeito da mesma forma. “A diretoria está desrespeitando o estatuto e se colocando acima da assembleia. O estado de greve só pode ser encerrado pela assembleia”, disse o servidor, acrescentando a insatisfação com a presença da Fasep-RJ nesta fase de negociação: “Por que a Federação não compareceu antes? Porque a Federação não se fez presente na assembleia geral? Onde estava a federação quando cortaram nosso cartão alimentação? Onde estava a federação quando fomos para rua em protesto?”, questionou. Como este blog mostrou na segunda-feira (22), Sindicato e Prefeitura se reuniram em busca de entendimento. Entretanto, membros do movimento de mobilização alegam que o encontro foi feito fora do horário previsto para que eles, convidados, não participassem. O Sispusba nega que isso tenha ocorrido. O retorno do cartão alimentação, suspenso por meio de decreto em maio, ficou condicionado a uma consulta ao Ministério público Eleitoral (MPE), para saber se não configura em crime, já que o prefeito Neco (PMDB) é candidato à reeleição. Com relação aos planos de saúde e odontológico, o município se comprometeu a iniciar o procedimento licitatório para a escolha da operadora. A respeito da reposição salarial, a previsão é que seja feito em parcelas mensais, com 1% ao mês em nove meses, conta que fica para a próxima gestão municipal. – Dentro de tudo que já foi dito, ficou mais do mesmo. O servidor está satisfeito com isso? Por que não fazer o reajuste dentro da atual gestão? Vão ficar parcelas para a próxima gestão, serão cumpridas? O cartão foi suspenso por decreto, poderia voltar da mesma forma. Isso é negociação? – questionou Charles.
Comentar
Compartilhe
TRE apreende fichas de cadastro durante reunião de campanha de Dr. Chicão
28/08/2016 | 20h46
[caption id="attachment_9047" align="aligncenter" width="800"]Apreensão aconteceu na tarde deste domingo (Foto: Michelle Richa) Apreensão aconteceu na tarde deste domingo (Foto: Michelle Richa)[/caption] Uma ação da equipe de fiscalização do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) apreendeu na tarde desse domingo (28), em um galpão com adesivos de campanha do candidato a prefeito de Campos Dr. Chicão (PR) e do vice Mauro Silva (PSDB), fichas de cadastro de pessoas com os números de seus respectivos títulos eleitorais. A equipe chegou ao local no momento em que acontecia uma reunião. Advogado da coligação “Frente Popular Progressista de Campos”, Fabrício Ribeiro considera que não há nenhuma irregularidade no caso. A apreensão foi confirmada pela assessoria de imprensa do TRE: “O juiz eleitoral Ricardo Starling Barcellos, da 75ª Zona Eleitoral, responsável pela fiscalização em Campos dos Goytacazes, confirmou a apreensão, pelos fiscais da Justiça Eleitoral, de fichas de cadastro de pessoas com os números dos respectivos títulos eleitorais em um galpão, localizado no Centro da cidade, neste domingo (28)”. Os agentes de fiscalização do TRE apreenderam a documentação durante uma reunião em um galpão localizado na avenida Alberto Lamego. Segundo fiscais, os participantes estavam preenchendo um cadastro com dados pessoais, inclusive com número de seus respectivos títulos eleitorais, e informavam que teriam sido indicados por algum dos candidatos a vereador pela coligação governista. A reunião foi encerrada com a chegada dos agentes. No local, havia material de campanha dos candidatos do PR, que não foi apreendido. O advogado da coligação informou que vai buscar mais informações sobre o caso nesta segunda (29). “Estava tendo uma reunião de campanha e apreenderam a identificação das pessoas que estavam lá. Não vislumbrei irregularidade nenhuma, mas não tive acesso ao relatório que ainda (às 19h35 desse domingo) não foi concluído”, afirmou Fabrício Ribeiro. O TRE não informou detalhes do procedimento. Atualizado às 11h com a matéria completa publicada na edição da Folha da Manhã desta segunda-feira (29).
Comentar
Compartilhe
Carla Machado realiza caminhada em Grussaí e adia comício em Degredo
28/08/2016 | 18h21
[caption id="attachment_9040" align="aligncenter" width="1024"]Caminhada em Grussaí na tarde deste domingo Caminhada em Grussaí na tarde deste domingo[/caption] A candidata a prefeita Carla Machado (PP) e o vice Alexandre Rosa (PRB) realizaram uma caminhada em Grussaí, neste domingo (28). O evento teve início na Avenida Liberdade, com inauguração de um comitê e em seguida saiu em direção ao bairro Nossa Senhora Aparecida, no outro lado da lagoa, onde houve a inauguração de outro comitê e comício relâmpago. A caminhada foi acompanhada por candidatos, militantes e lideranças políticas que apoiam a coligação “São João da Barra vai voltar a sorrir”. Um comício previsto para às 19h deste domingo foi adidado. Em seu discurso, Carla agradeceu a presença da militância e lembrou as obras que deixou em curso. “Eu agradeço de coração a energia de vocês por me acompanharem nessa caminhada. Em todo lugar que estou passando, vejo como o município está abandonado. Eu deixei dinheiro em caixa para terminar as obras e nada foi feito. Ele sequer teve coragem de terminar a creche-escola aqui em Grussaí, mesmo com os R$ 66 milhões que deixei em caixa. Em 2005, quando iniciei meu governo, meu orçamento era de apenas R$ 70 milhões, e mesmo assim nós fazíamos obras, construímos creches, postos de saúde e o prefeito, com um orçamento de R$ 350 milhões, cortou o cartão cidadão e a bolsa universitária. No dia 2 de outubro São João da Barra vai dar o grito de liberdade e nós vamos ser novamente os empregados de vocês”, concluiu a candidata. Por conta de uma festa comunitária realizada na localidade de Degredo, a coordenação da campanha decidiu adiar o comício que seria realizado nesta noite. A nova data ainda será divulgada. Com informações e foto da assessoria
Comentar
Compartilhe
Neco encerra compromissos de campanha deste fim de semana
28/08/2016 | 18h21
[caption id="attachment_9035" align="aligncenter" width="1368"]14138117_1022578831173887_369391398292483611_o Neco e aliados realizam caminhada em Degredo (Foto: Paulo Pinheiro)[/caption] Com uma caminhada em Degredo, na manhã deste domingo (28), o candidato à reeleição para prefeito de São João da Barra, Neco (PMDB), e sua vice, Tininha (PMDB), encerraram as atividades de campanha deste fim de semana. Segundo os organizadores, participaram cerca de 1.300 pessoas. O peemedebista falou sobre a importância do seu segundo mandato se comprometendo a avançar mais com o seu programa de desenvolvimento para o município. No sábado (27), a inauguração do comitê central (Democrata), na sede (aqui) contou com um público estimado em 800 pessoas. Neco recebeu apoio, entre outros, da tradicional família Pereira de Atafona, representada por Odinéia e pelo ex-vereador Antônio José. Na caminhada, os candidatos da aliança “Unidos por São João da Barra” falaram das dificuldades enfrentadas este ano, causadas pela crise nacional que levou o governo do Estado do Rio a decretar falência, mas destacaram que importantes obras foram realizadas nos últimos três anos, e que um cronograma de investimentos não poderá ficar comprometido para o futuro. “Vamos superar este momento difícil que estamos enfrentando, e acreditamos que já nos próximos meses teremos uma situação mais tranquila para todos”, disse Neco. Na segunda, terça e quarta, a agenda prevê gravações para o rádio e encontros internos, além de reuniões segmentadas. Com informações e foto da assessoria
Comentar
Compartilhe
Dilma vai ao Senado se defender nesta segunda
28/08/2016 | 17h13
Dilma_abrilPara evitar desgaste durante a defesa que será feita pela presidenta afastada Dilma Rousseff segunda-feira (29) no Senado no processo do impeachment, integrantes da base aliada do governo do presidente interino Michel Temer disseram que adotarão um “tom respeitoso” com Dilma, mas que não aceitarão provocações de seus defensores. A estratégia para o depoimento de Dilma foi definida em reunião realizada neste domingo (28) na liderança do PSDB no Senado. — Nós fizemos uma reunião dos partidos que compõem a base aliada para organizar o comportamento na sessão de amanhã. A decisão tomada é de tratar a presidente com todo o respeito que ela merece como presidente afastada, como uma pessoa que comparece ao Parlamento cumprindo o rito constitucional do impeachment — disse o senador Agripino Maia (DEM-RN) após a reunião. Os senadores avaliam que Dilma adotará um tom emotivo em seu discurso e que confrontos e bate bocas, como os que ocorreram nos dois primeiros dias do julgamento final possam vir a favorecer a petista. “Não aceitaremos as provocações e nem a beligerância proposta com o intuito de criar fatos novos que possam mudar os votos dos senadores”, acrescentou o senador. Dilma deve chegar ao Senado acompanhada de apoiadores e integrantes de movimentos sociais, que prometem fazer uma caminhada do Palácio da Alvorada até o Congresso, no início da manhã de segunda-feira. Em sua fala no Senado, prevista para começar às 9h, Dilma terá 30 minutos para apresentar sua defesa. O tempo poderá ser estendido a critério do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que preside o julgamento. Em seguida, ela responderá aos questionamentos dos senadores. Cada parlamentar terá até cinco minutos para seus questionamentos. O tempo de resposta de Dilma é livre e não será permitida réplica e nem tréplica. Dilma também poderá deixar de responder as indagações dos senadores. Ela também responderá a eventuais questões formuladas pela acusação e pela defesa.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado inaugura comitês e faz comício em Mato Escuro e Açu
28/08/2016 | 13h32
[caption id="attachment_9029" align="aligncenter" width="960"]14068170_871613609639729_278375257247658706_n Programação de sábado foi dedicada ao 5º distrito de SJB[/caption] O sábado (27) de campanha da candidata a prefeita de São João da Barra Carla Machado (PP) foi dedicado ao 5º distrito. Foram inaugurados dois comitês, em Mato Escuro e no Açu, além de um buzinaço entre os dois eventos. Além disso, foi realizado um comício na avenida principal da praia do Açu. Carla falou de suas realizações enquanto esteve à frente do poder executivo do município, além de exaltar e lembrar com emoção dos feitos e do seu carinho pelo eterno prefeito Dodozinho, seu vice em suas duas gestões. “Realizamos muito no 5º distrito, principalmente aqui no Açu, onde construímos creche, urbanizamos a orla e investimos muito em infraestrutura, trazendo água potável e fazendo estradas, tudo para o bem estar e felicidade desse povo bom e batalhador. Infelizmente, hoje vemos o descaso dessa gestão, inclusive a falta de sensibilidade do atual prefeito é tão grande, que nem foi capaz de cuidar do lugar que tanto tempo morou”. A campanha do 11, terá prosseguimento neste domingo (28) com inauguração de dois Comitês em Grussaí, além de caminhada da avenida Liberdade até o bairro Nossa Senhora Aparecida, do outro lado da Lagoa. Carla e os candidatos da coligação encerram a programação com um comício em Degredo, às 19h. Com informações e foto da assessoria
Comentar
Compartilhe
Neco inaugura comitê na principal rua de SJB
28/08/2016 | 13h20
[caption id="attachment_9025" align="aligncenter" width="1176"]Neco com a vice, Tininha, e a presidente do PMDB em SJB, Ana Cristina Neco com a vice, Tininha, e a presidente do PMDB em SJB, Ana Cristina (Foto: Paulo Pinheiro)[/caption] Na caminhada em busca da reeleição, o prefeito de São João da Barra, Neco (PMDB), inaugurou neste sábado (27) o comitê de sua campanha na sede do município. Com a presença de candidatos a vereador, lideranças políticas e cabos eleitorais, Neco e sua vice, Tininha (PMDB), abriram o comitê que funciona no Clube Democrata, na principal rua da cidade, a Joaquim Thomaz de Aquino Filho. Essa foi a única atividade do sábado. A campanha continua neste domingo com caminhada em Degredo. O pontapé inicial da campanha peemedebista foi na sexta-feira (26) com comício (aqui) na localidade de Azeitona, 5º distrito de São João da Barra.
Comentar
Compartilhe
Governo do Rio decreta falência até dezembro, diz jornal
28/08/2016 | 11h52
[caption id="attachment_7855" align="alignleft" width="300"]Francisco-Dornelles-625x403 Governador em exercício, Dornelles decretou estado de calamidade pública nas finanças do Rio em junho deste ano[/caption] A jornalista Berenice Seara, do jornal Extra, afirmou (aqui) que o decreto de falência do Estado do Rio de Janeiro deixou der ser especulação e passou a ser tratado como assunto sério. O anúncio, segundo nota a jornalista, deve ficar para depois do segundo turno das eleições municipais, ou seja, acontece em novembro ou em dezembro. O objetivo é não atrapalhar os candidatos com apoio do governo estadual. Neste ano, o governador em exercício Francisco Dornelles (PP) já decretou estado de calamidade pública (aqui) nas finanças do município. Com a medida, houve a liberação de recursos do governo federal sem os qual, segundo decreto, não seria possível o estado garantir sua parte na realização dos jogos olímpicos deste ano – principalmente na questão de segurança. Segundo a jornalista, numa reunião para discutir os modelos de privatização da Cedae, na noite de quinta (25), economistas, autoridades do governo estadual e do BNDES falaram da bancarrota do Rio como algo concreto — e próximo.
Comentar
Compartilhe
Neco inicia campanha com comício na localidade onde nasceu
27/08/2016 | 12h03
[caption id="attachment_9014" align="aligncenter" width="800"]3 Neco com a sua vice, Tininha, no comício realizado na localidade de Azeitona (Foto: divulgação)[/caption] O primeiro comício da coligação “Unidos por São João da Barra”, que tem como candidato a prefeito Neco (PMDB), que busca a reeleição, e como vice Tininha (PMDB),foi realizado na noite desta sexta-feira (26) na localidade de Azeitona, 5º distrito do município de São João da Barra, e berço do atual prefeito. – Gostaria de agradecer pelo apoio de todos vocês por me ajudar a trazer prosperidade para nossa querida cidade de São João da Barra, estou eternamente grato por todo o carinho que vocês têm por mim, e eu prometo não desapontar este povo guerreiro que vem depositando sua confiança nos meus projetos para a cidade – escreveu o prefeito em seu perfil no Facebook, pouco antes do primeiro comício. Em seu discurso que marcou o lançamento oficial da campanha, Neco destacou os investimentos feitos por seu governo nos últimos três anos e meio, e lembrou que a crise nacional e a consequente queda de receita com redução dos royalties do petróleo também chegaram ao município, obrigando-o a fazer cortes nas despesas para assegurar diversos benefícios concedidos à população. Além do prefeito, estiveram no palanque candidatos a vereador e militantes do grupo governista. A coordenação de campanha do candidato à reeleição estima que cerca de 1.500 pessoas compareceram ao comício. Um detalhe destacado pela equipe de campanha é que não houveram ônibus cedidos pelos organizadores. Agenda – Neste sábado (27), a coligação “Unidos por São João da Barra” inaugura seu comitê na Joaquim Thomaz de Aquino Filho, Centro de SJB, no Clube Democrata. Confira aqui a agenda completa da campanha neste fim de semana. Com informações da assessoria
Comentar
Compartilhe
Carla Machado realiza primeiro comício na sede do município
27/08/2016 | 11h53
[caption id="attachment_9013" align="aligncenter" width="960"]COMÍCIO SÃO PEDRO Carla e Alexandre Rosa no comício da sede do município (Foto: divulgação)[/caption] O primeiro comício da coligação “São João da Barra vai voltar a sorrir”, que tem como candidata a prefeita Carla Machado (PP) e como vice Alexandre Rosa (PRB),foi realizado na noite desta sexta-feira (26) na praça de São Pedro, na sede do município de São João da Barra. – Nós temos uma terra abençoada, um povo maravilhoso. Nós vamos fazer um governo de amor, um governo de respeito ao cidadão. Nós vamos colocar o município no rumo certo novamente. Com muita fé e união, vamos devolver a alegria e o sorriso ao povo sanjoanense – garantiu Carla à multidão que acompanhou atentamente seu comício. Também participaram do comício os candidatos a vereador e o deputado estadual João Peixoto (PSDC). Segundo a coordenação de campanha, mais de 4 mil pessoas compareceram ao primeiro comício da coligação, que conta com 72 candidatos a vereador. Agenda – Neste sábado (27), a coligação inaugura um comitê em Mato Escuro, às 17h. Na sequência, acontece um “buzinaço” até o Açu, onde será inaugurado outro comitê, às 19h, e realizado mais um comício, às 19h30. Confira aqui a agenda completa da campanha neste fim de semana. Com informações da assessoria
Comentar
Compartilhe
Carla e Neco regularizam documentação na Justiça Eleitoral
26/08/2016 | 19h51
[caption id="attachment_8975" align="aligncenter" width="1500"]carla_1 Reprodução do foto do perfil dos dois candidatos em suas respectivas contas no Facebook. A disposição, da esquerda para direita, segue a ordem alfabética[/caption] As pendências que levaram os registros de pedidos de candidaturas de Carla Machado (PP) e Neco (PMDB) caírem em exigências na 37ª Zona Eleitoral (aqui) já foram solucionados, conforme a assessoria dos dois candidatos haviam antecipado ao blog. Em ambos os processos, consta nesta sexta-feira (26) que “tempestivamente, foram regularizadas pelo(a) interessado(a) as irregularidades relacionadas no respectivo RRC (Requerimento de Registro de Candidatura)”. Agora, os candidatos aguardam a definição do juiz quanto ao deferimento ou não do registro de candidatura. Enquanto isso, a campanha segue a todo vapor. Nesta sexta, os dois realizam seus primeiros comícios: Carla na sede do município; Neco em Azeitona. A agenda deles para o fim de semana pode ser conferida aqui.
Comentar
Compartilhe
Meninas de Guarus: empresário Jayme Siqueira tem soltura expedida
26/08/2016 | 16h34
[caption id="attachment_9004" align="aligncenter" width="711"]despacho Reprodução de documento do site do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro[/caption] O empresário Jayme Siqueira, condenado a 6 anos no caso “Meninas de Guarus”, teve alvará de soltura expedido nesta sexta-feira (26). O caso “Meninas de Guarus” ganhou repercussão em junho de 2009, quando a Polícia Civil descobriu um ponto de exploração sexual e prendeu em flagrante o proprietário do imóvel, além de ter libertado cinco mulheres, sendo três maiores e duas menores de idade, de 16 e 17 anos. A Folha da Manhã publicou com exclusividade a história de prisão e cárcere privado de menores em um hotel e pousada, no Parque Santa Rosa. Além de Jayme, foram condenados Leílson Rocha da Silva (31 anos de prisão); o policial militar Ronaldo de Souza Santos (31 anos de prisão); os primos Thiago Machado Calil e Fabrício Trindade Calil (25 anos e 8 meses de prisão, cada um); o empresário Renato Pinheiro Duarte (14 anos de prisão); o ex-vereador Marcos Alexandre dos Santos Ferreira (7 anos de prisão), o ex-vereador Nelson Nahim (12 anos de prisão), Dovany Salvador Lopes (8 anos de prisão), Sérgio Crespo Gimenes (1 ano e 6 meses de prisão), Gustavo Ribeiro Poubax Monteiro (8 anos de prisão); Cléber Rocha da Silva (6 anos e 6 meses de prisão) e os policiais militares Robson Silva Barros Costa e Fábio Lopes da Cruz (8 anos de prisão, cada um). Mais informação na edição deste sábado (27) da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
PF indicia Lula e esposa no caso do triplex do Guarujá
26/08/2016 | 13h46
Lula e MarisaA Polícia Federal indiciou nesta sexta-feira (26) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a mulher dele, Marisa Letícia, no inquérito que investiga o tríplex do Condomínio Solaris, no Guarujá, litoral paulista. Além do casal, foram indiciados Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS; Paulo Gordilho, diretor da empreiteira, e Paulo Okamoto, do Instituto Lula. Investigadores afirmam que Lula teria recebido vantagens de empreiteiras envolvidas no cartel da Petrobras. É primeira vez que Lula é formalmente indiciado pela força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba. O ex-presidente já havia sido alvo de indiciamento em Brasília, na ação que apura uma suposta obstrução à justiça. O Ministério Público Federal pediu 90 dias para oferecer denúncia no caso. Lula é alvo de pelo menos mais duas investigações na Lava-Jato que apuram a compra e reforma do sítio Santa Bárbara, em Atibaia, e os pagamentos feitos por empreiteiras à LILS, empresa de palestras do ex-presidente. Fonte: O Globo 
Comentar
Compartilhe
Candidatos "chovem no molhado" em propaganda eleitoral
26/08/2016 | 13h31
imagesA propaganda eleitoral de rádio e TV começou nesta sexta-feira (26). Em São João da Barra, não trouxe muita novidade. Os candidatos escolheram o primeiro contato com os eleitores por programa de rádio (não há propaganda na TV em SJB) para "chover no molhado". Carla Machado (PP) falou sobre o arrependimento de ter apoiado seu sucessor, hoje adversário, Neco (PMDB). Lembrou também do início do Porto durante a sua gestão. Já quanto ao seu vice, Alexandre Rosa (PRB), que é o vice da atual administração, foi atribuído a impossibilidade de atuar no governo. Por isso, o grupo político resolveu lhe oferecer uma segunda chance. No programa de Neco, o discurso se manteve sobre uma administração durante a crise, um governo de austeridade. Ressaltou a queda de arrecadação e a manutenção de serviços. Com relação a vice, Tininha (PMDB), a tônica foi de enaltecer o trabalho à frente da Educação, especialmente com relação ao desempenho do município no último Ideb - um dos assuntos positivos mais abordado pelo governo. Em suma, choveram no molhado. Mas, como é o primeiro, vamos aguardar as propostas nos próximos dias.
Comentar
Compartilhe
Rafael Diniz: “A experiência de dois ex-governadores quebrou Campos”
25/08/2016 | 13h54
[caption id="attachment_8986" align="aligncenter" width="800"]Rafael Diniz foi entrevistado nesta quinta pela editoria de Política da Folha da Manhã (Foto: Michelle Richa) Rafael Diniz foi entrevistado nesta quinta pela editoria de Política da Folha da Manhã (Foto: Michelle Richa)[/caption] O vereador Rafael Diniz (PPS) foi o candidato a prefeito entrevistado hoje da Folha. Antes dele, foram sabatinados Geraldo Pudim (PMDB), Rogério Matoso (PPL) e Nildo Cardoso (DEM), respectivamente aqui, aqui e aqui. Na edição desta sexta-feira (26), a Folha da Manhã vai trazer a entrevista completa. Confira alguns dos trechos principais do que disse Rafel: — Sempre procurei todas as forças da oposição para dialogar. Ficamos juntos aqueles que acreditam, realmente, nessa política diferente que a gente quer fazer. — A Câmara, por muitas vezes, mais parecia um “puxadinho” do Cesec (sede do Executivo), ao invés de poder legislativo. — O que é ingenuidade? É ser transparente? É falar a verdade? É cumprir com a palavra? Se for, quero ser sempre um cara ingênuo. — Escolhemos uma vice (Conceição Santana) uma vice experiente, com uma história de vida linda. A Conceição defende muito bem: nós não vamos assistencialismo social, nós vamos fazer assistência social. — A experiência de dois ex-governadores quebrou a cidade. A experiência de um vice-prefeito secretário de Saúde colocou a nossa Saúde na UTI. Que tipo de experiência será que seja necessária para administrar essa cidade? Experiência em roubar? Não tenho e nem quero. Experiência em perseguir? Não tenho e nem quero ter. — O Rafael Diniz, é o Rafael Diniz. Preciso de uma coisa muito importante do Zezé Barbosa, pagar em dia o prestador de serviço e o fornecedor. Preciso ter os valores da ética e do compromisso que Sérgio Diniz sempre defendeu. Vou pegar os bons exemplos dele.
Comentar
Compartilhe
Candidaturas de Carla e Neco caem em exigências na Justiça Eleitoral
25/08/2016 | 12h17
Carlaaa-e-Necooo22222 Os pedidos de registro de candidaturas de Carla Machado (PP) e Neco (PMDB), candidatos à Prefeitura, caíram em exigência na Justiça Eleitoral. O motivo é a ausência de alguns documentos. Os dois podem regularizar a situação em tempo de concorrer às eleições deste ano. Eles são os únicos candidatos na majoritária no município sanjoanense. Respostas: Carla – A assessoria de imprensa de Carla Machado informou que já foram protocolados no cartório eleitoral os documentos em falta. A expectativa do grupo é que a situação seja regularizada ainda nesta quinta-feira (25). A notícia sobre a exigência de Carla foi publicada primeiro pelo SJB Online (aqui). Neco – Segundo Priscyla Marins, advogada do prefeito Neco, candidato à reeleição, foi feita uma exigência do Cartório quanto a uma certidão negativa do período que Neco foi vereador, constando que ele não cometeu crime de responsabilidade neste período. O documento já foi solicitado à Câmara para que a situação do candidato volte a ser normalizada. A notícia da exigência sobre o prefeito, foi divulgada primeiro pelo Portal Ozk (aqui). Atualização às 16h55 — Inclusão da resposta de Neco.
Comentar
Compartilhe
Neco exonera cinco e nomeia o dobro
25/08/2016 | 10h09
Prefeitura  sjbO Diário Oficial de São João da Barra trouxe nessa quinta-feira (25) algumas mudanças na equipe de governo do prefeito Neco (PMDB). Foram exonerados cinco cargos de confiança da administração pública (dois CCE-1, dois CC-3 e um CC-1), enquanto outros 10 foram nomeados (dois CCE-1, dois CC-1, dois CC-4, dois CC-5, um FGE-1 e um FG-1). Dos 10 nomeados, estão três dos que constam na lista de exonerados - alçados a funções mais altas. A lista de nomeações e exonerações pode ser conferida na edição desta quinta-feira da Folha da Manhã ou no portal da Prefeitura.
Comentar
Compartilhe
SJB: Carla e Neco divulgam agenda deste fim de semana
24/08/2016 | 18h55
[caption id="attachment_8975" align="aligncenter" width="1500"]carla_1 Reprodução do foto do perfil dos dois candidatos em suas respectivas contas no Facebook. A disposição, da esquerda para direita, segue a ordem alfabética[/caption] A campanha política em São João da Barra começa a tomar forma neste fim de semana, com os comícios dos dois candidatos à Prefeitura: Carla Machado (PP) e Neco (PMDB). Candidata a prefeita pela coligação “São João da Barra vai voltar a sorrir”, Carla fará seu primeiro comício nesta sexta-feira (26), às 19h, na sede do município, precisamente na Praça de São Pedro, região onde mora o atual vice-prefeito (e seu candidato a vice), Alexandre Rosa (PRB). No sábado, às 19h30, tem comício no Açu. Já no domingo, às 19h, é a vez do grupo realizar comício em Degredo. Com comício também nesta sexta, às 19h, em Azeitona, na área rural de São João da Barra, será lançada oficialmente a campanha à reeleição do prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco, e sua vice, Leide Cristina Soares, a Tininha (PMDB). No dia seguinte, às 15h, acontece a inauguração do primeiro comitê da aliança “Unidos por São João da Barra”, localizado na rua Joaquim Thomaz de Aquino Filho, no Centro da cidade. O domingo será reservado para reuniões internas com os candidatos a vereador e lideranças comunitárias, e na segunda-feira, estão programadas gravações de programa de rádio e estruturação da campanha nas ruas. agenda_114047238_954091854701722_6309180129474324204_o  
Comentar
Compartilhe
Justiça barra “venda do futuro” de São João da Barra
24/08/2016 | 12h28
aereasaojoao_NovaEm decisão liminar, o juiz Paulo Mauricio Simão Filho barrou a operação de crédito com royalties futuros – conhecida na região como “venda do futuro” – que a Prefeitura de São João da Barra pretendia contratar. O valor, que seria o de perdas na arrecadação de royalties, é de R$ 160 milhões. Em sua decisão, o magistrado destacou que “não se trata, portanto, de ser contra ou a favor da ‘venda do futuro’ ou do ‘empréstimo dos royalties’, mas tão-somente de verificar se a operação está em conformidade com a Lei”. O juiz salientou o parecer do Ministério Público, que solicitou ao município informação sobre com quem pretendia contratar a operação de crédito, valor, taxa de juros, a garantia e se houve procedimento licitatório, como este blog mostrou aqui. A promotora Daniela Medina Maia classificou a resposta como lacônica e disse que não trouxe nenhum documento que pudesse sustentar o alegado pelo município. Não ter sido iniciado processo licitatório para a contratação do crédito foi classificado pelo magistrado como “um absoluto contrassenso e desrespeito aos princípios da moralidade, publicidade, transparência, igualdade e eficiência”. Na decisão assinada nesta terça-feira (23), a transação fica barrada, conforme decidiu o juiz: “Não se sabe a taxa de juros e prazo de pagamento, uma vez que o Município não prestou tal informação, apesar de devidamente intimado para tanto. É evidente que a concretização da operação coloca em risco as finanças do Município não só neste exercício financeiro, como também nos subsequentes. Diante do exposto, concedo parcialmente a medida liminar requerida para determinar ao Município que, ao contratar o que lhe é possível: 1) proceda a prévio processo de licitação para a escolha da pessoa em favor de quem será porventura concretizada tal operação de alienação de ativos (artigo 2º da Lei 8.666/93); 2) se abstenha de efetuar a referida cessão relativamente a direitos creditórios posteriores ao período do mandato do atual Chefe do Poder Executivo (artigo 5º, inciso VI, alínea a, da Resolução 43/2001 do Senado Federal); 3) e que se abstenha de aplicar os recursos daí resultantes em despesas correntes (artigo 44 da Lei Complementar 101/2000)”. Ação popular – A ação foi movida em maio por João Paulo Almeida, hoje candidato a vereador pelo PSD, partido que faz parte do arco de aliança da oposição. Quando o processo foi iniciado, o prefeito Neco (PMDB) salientou que seria uma ação com objetivo de atrapalhar o município e orquestrada pela oposição. Há mais de um ano Neco busca esse empréstimo. No último domingo (aqui), a Folha trouxe matéria sobre o posicionamento do MP contra a transação. Já na edição de terça-feira (23), mostrou (aqui) o posicionamento do secretário de Administração de SJB, Rogério Zorzal, classificou com crueldade o fato de alguém ser contra a transação.
Comentar
Compartilhe
Matoso "rói a corda" na união da oposição no segundo turno
24/08/2016 | 11h06
Ponto-final1   Oposição desunida O candidato a prefeito de Campos pelo PMDB, Geraldo Pudim, não titubeou quando questionado na segunda-feira, como a Folha mostrou nesta terça (aqui), se estaria no palanque da oposição no segundo turno. Afirmou que é um compromisso, “sem sombra de dúvida”. Mas a expectativa sobre a unidade entre os cinco oposicionistas caiu por terra já no segundo dia desta rodada de entrevistas com os pretensos a suceder Rosinha Garotinho (PR). Rogério Matoso (PPL), último nas pesquisas de intenção de votos divulgadas até agora, não assumiu compromisso da mesma forma (aqui). Ainda assim, assegurar que todos partilham um mesmo desejo: a mudança no governo.   Franco atirador? Matoso até questionou a metodologia da pesquisa e diz que o dado mais importante é o fato de oito em cada dez entrevistados ainda não ter candidato a prefeito. Contudo, parece ter assumido a postura de franco atirador. Não poupou críticas ao governo, mas também falou que todos os candidatos no páreo já tiveram alguma ligação com a família Garotinho.   Gestão sob suspeita Se a oposição já roeu a corda no segundo dia quando o assunto é o acordo pela união, independente de quem seja o candidato no segundo turno, mantém até agora a desconfiança sobre como estarão os cofres públicos ao término da atual gestão. Matoso afirma que há um “rombo” nas finanças do município e corrobora a afirmação de Pudim sobre a necessidade da realização de uma auditoria nas contas.   Jogo político Mesmo com uma candidata da esquerda como vice, a universitária Gabriella Mariano (PC do B), Matoso não poupou críticas ao PT. Inclusive, ele foi às ruas a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Alegou que precisa ter coerência no discurso, tanto sobre o país, como sobre a cidade. E foi direto ao falar sobre a atuação do partido da estrela vermelha em Campos, pelo qual chegou a ser sabatinado como possível aliado: “O PT está fazendo o jogo de Garotinho”.   Tempo na TV Uma reunião ontem na Justiça Eleitoral definiu o tempo de rádio e TV dos candidatos a Prefeitura de Campos, acrescentando o tempo do PT, que não terá candidato, nem apoiará ninguém na majoritária. Os seis candidatos tiveram acrescido em seus tempos 10 segundos. No programa eleitoral de TV, o maior tempo será da Frente Popular Progressista, que tem Dr. Chicão (PR) como candidato, quatro minutos e seis segundos.   Distribuição O tempo de Chicão será mais que o dobro do segundo com a maior fatia: a coligação “Você governa”, de Caio Vianna (PDT), com um minuto e 43 segundos. Depois, vem o PMDB, de Pudim, com um minuto e 34 segundos. A coligação “Agora é pra mudar”, de Nildo Cardoso (DEM) tem um minuto e 25 segundos. O candidato Rafael Diniz (PPS), da coligação “Campos vai ser diferente”, tem 38 segundos. Matoso, ficou com 32 segundos.   Seleção do Rádio A Rádio Continental (AM 1270), do Grupo Folha, transmite hoje, logo após “A voz do Brasil”, o jogo entre Goytacaz e Itaboraí, no Estádio Ary de Oliveira e Souza, na segunda rodada da Taça Rio. A narração será de Walter Filho. Antes, a partir de 18h10, o dia esportivo é repercutido na Continental, no “Programa de Esportes”. *Com a colaboração dos jornalistas Suzy Monteiro e Antunis Clayton Publicado na edição desta quarta-feira (24) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
"Equívoco" em documentação quase deixa São Francisco sem candidato
23/08/2016 | 12h33
Sem títuloSFI quase sem candidato
Foi por alguns momentos, mas São Francisco de Itabapoana quase ficou sem candidato a prefeito neste ano. Ao menos sem os três candidatos apresentados em convenção e que pediram registro de candidatura. Os equívocos ocorreram nos processos de Francimara Barbosa Lemos (PSB), Marcelo Garcia (PSDB) e Pedrinho Cherene (PMDB). No caso de Francimara, chegou a anotado que o Ministério Público deu parecer pelo indeferimento da candidatura, quando na verdade foi pelo deferimento. Com Marcelo e Pedrinho, uma das certidões acusou anotações de inelegibilidade, quando a intenção era dizer que eles não possuem anotações de inelegibilidade. Para os cabos eleitorais mais atentos ao andamento dos processos, foi o suficiente para dizer que adversários estavam fora do páreo. Mas o discurso caiu por terra. Todos os registros foram deferidos nesta segunda-feira (22) pela Justiça Eleitoral. A campanha segue a todo vapor.
Diálogo
A Prefeitura de São João da Barra e o Sindicato dos Servidores Públicos estiveram reunidos ontem para buscar entendimento quanto à pauta de reivindicações da categoria. O retorno do cartão alimentação, uma das reivindicações, está condicionado a parecer do Ministério Público.
Retorno
Segundo representantes do sindicato, caso o retorno seja oficializado, a liberação do benefício não será retroativo. No entanto, segue na Justiça uma ação que visa o pagamento retroativo, desde a suspensão, em maio.
Novidade
O encontro para negociação não apresentou nenhuma novidade ao servidor. O que a Prefeitura levou, foi basicamente o que já havia respondido ao sindicato na semana passada.
Renovação...
Composta por 13 vereadores, a Câmara de São Francisco de Itabapoana terá na próxima legislatura pelo menos quatro caras nova. Os vereadores Pachola (PSC), Tininho (PEN), Marcelo Garcia (PSDB) e Serginho do Estaleiro (PDT), não se candidataram à reeleição. Os dois últimos são candidatos a prefeito e vice na chapa encabeçada pelo PSDB.
...em SFI 
Para quem acompanha de perto a política de São Francisco, essa renovação mínima de quatro vereadores pode não representar, no entanto, a garantia de novidades. É que alguns nomes com passagens pelo legislativo em mandatos anteriores poderão retornar à Casa.
Retorno?
Em cinco das sete coligações estão ex-vereadores que integram o seleto grupo dos chamados puxadores de legenda, figurando automaticamente na condição de favoritos às vagas abertas e nas que poderão surgir em decorrência do insucesso nas urnas dos nove candidatos à reeleição.
No páreo
Em São Francisco, são 160 candidatos a vereador. Eles estão divididos em sete coligações.
Confirmação
A Câmara de SJB informou que o cartão de confirmação para o concurso público estará disponível a partir das 16h de amanhã, no site da organizadora (Gualimp). O candidato deve imprimir o cartão e conferir os dados.
Sessão
Hoje é dia de sessão na Câmara de SJB. A semana passada foi de férias. Nos dois dias previstos, não houve quórum para reunião.
Sucesso
São Francisco de Itabapoana encerrou no último domingo a 34ª edição da Exposição Agropecuária em Praça João Pessoa. A Prefeitura e os comerciantes comemoram o bom resultado.
Cancelou
O Grupo Cultural Lourenço do Espírito Santo, de Atafona, cancelou a segunda edição da Festa dos Ventos, prevista para o último sábado. Não informou o motivo, nem se vai remarcar. É certo, porém, que vento não faltaria durante o evento. A ventania chegou com força a São João da Barra.
Publicado na edição desta terça-feira (23) na Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
SJB: Prefeitura e sindicato buscam entendimento
22/08/2016 | 18h37
Prefeitura sjbRepresentantes do Sindicato dos Servidores Públicos de São João da Barra (Sispusba) e o secretário de Administração Rogério Zorzal estiveram reunidos nesta segunda-feira (22) para buscar entendimento no restabelecimento de direitos dos servidores, conforme pauta apresentada na última semana e que gerou (aqui) paralisação e protesto da categoria na última quarta-feira (17). De acordo com o sindicato, o retorno do cartão alimentação, suspenso desde maio, está condicionado a uma consulta ao Ministério Púbico Eleitoral (MPE); com relação aos planos de saúde e odontológico, o município se comprometeu a iniciar o procedimento licitatório para a escolha da operadora. Já a respeito da reposição salarial, a previsão é que seja pago em parcelas mensais. Um movimento de servidores, que estaria acompanhando o processo, alega que o entendimento da reunião não atende ao pleito da categoria. Thadeu Campinho, diretor da Federação dos Servidores Públicos Municipais no Estado do Rio de Janeiro (Fesep-RJ), que está auxiliando o Sispusba na condução das negociações, comentou sobre o fato: — O órgão representativo dos servidores é o sindicato. Esse movimento é totalmente divorciado das nossas disposições, é um grupo paralelo. As divergências deles não corroboram, nem coadunam com os interesses do sindicato. Hoje, esse grupo não representa as idéias do sindicato. Desde que o município abriu um canal de negociação, seria incoerente a gente realizar manifestação, greve. Campinho disse também que a reunião desta segunda foi feita em um horário diferente do previsto, devido a agendo do secretário. Segundo ele, a intenção não foi se reunir “pelas costas da comissão”, como chegou a ser divulgado. O Sispusba também negociou o abono das faltas dos servidores presentes ao ato da paralisação.
Comentar
Compartilhe
“É cruel ser contra a antecipação dos royalties”, diz secretário de Administração de SJB
22/08/2016 | 15h40
zorzalO secretário de Administração de São João da Barra, Rogério Zorzal Ventura, questionou em seu perfil no Facebook as motivações que levaram à impetração de uma ação popular com objetivo de impedir o município a contrair empréstimo dando como garantia royalties futuros — transação que ficou conhecida na região como “venda do futuro”. Zorzal fala sobre as perdas que o município teve em royalties e participação especial, antes de indagar: “Será que o objetivo da ação popular impetrada seria uma ação política desesperada para prejudicar o poder executivo?”. Ele ainda classificou que ser contra a operação é de “uma infelicidade, cruel e maldosa”. As colocações de Zorzal são, claramente, em resposta a matéria publicada pela Folha (aqui), na edição de domingo. A reportagem mostrou que o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro se posicionou de forma contrária a liberação do empréstimo, em documento assinado pela promotora Daniele Medina Maia no dia 27 de julho. O posicionamento faz parte de uma ação popular movida em maio por João Paulo Almeida, hoje candidato a vereador pelo PSD, que faz parte da aliança de oposição em SJB. Zorzal incluiu em sua publicação um quadro que mostra a projeção de arrecadação e o valor que foi recebido de royalties em 2015 e 2016. A previsão é de que até o fim deste ano, somando com as perdas de 2015, o município deixe de arrecadar R$ 120 milhões — segundo o secretário, a perda é maior ainda, pois superou a projeção para o ano passado. Os dados são creditados à Agência Nacional de Petróleo (ANP). [caption id="attachment_8955" align="aligncenter" width="672"]Imagem compartilhada pelo secretário de Administração de SJB Imagem compartilhada pelo secretário de Administração de SJB[/caption] Confira a matéria completa na edição desta terça-feira (23) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Neco abre campanha na sexta com comício em Azeitona
22/08/2016 | 14h46
14125711_10202185655639973_9133372010590561497_oO primeiro compromisso de campanha do prefeito Neco (PMDB), candidato à reeleição, será um comício na localidade onde ele nasceu: Azeitona, no 5º distrito de São João da Barra, às 19h. Neco tem como candidata a vice a sua ex-secretária de Educação, Tininha (PMDB). A coligação conta com 13 partidos e traz 36 candidatos a vereador.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado inicia campanha com caminhada e inaugurações de comitês
22/08/2016 | 14h34
IMG_4107A campanha da coligação “São João da Barra Vai Voltar a Sorrir”, da candidata a prefeita Carla Machado (PP) e do vice Alexandre Rosa (PRB), foi aberta com a inauguração do comitê do PP em Atafona no sábado (20). O evento contou com a presença da população em geral e lideranças políticas, como os ex-vereadores Helinho e Joãozinho, além dos candidatos a vereador. No domingo (21), foi realizada uma caminhada na localidade de Roças Velhas. Por onde passava, Carla era saudada pelas pessoas que pediam a sua volta. A caminhada terminou com a inauguração do comitê do PP em Barcelos. — Quando terminou o meu mandato, deixei dinheiro em caixa para terminar as obras que comecei aqui em Barcelos. Só que o prefeito não fez nada. Reformei praças, construí creche, posto de saúde, fiz o calçamento em 36 ruas e o prefeito sequer calçou uma rua por aqui. Nós vamos investir em todos os segmentos e desenvolver grandes projetos para São João da Barra voltar a crescer — afirmou a candidata. O prefeito Neco (PMDB), até o momento, não divulgou sua agenda oficial de campanha. Em seu perfil no Facebook, tem mostrado que  participa de reuniões com candidatos a vereador nas localidades do município.
Comentar
Compartilhe
Ex-vereador e pré-candidato governista, Joãozinho “pula” para Carla
22/08/2016 | 11h23
14051589_865992403535183_572600802821609400_nO ex-vereador Helinho (PMDB) não foi o último (aqui) a “pular” do grupo governista para o time que apoia a candidata de oposição Carla Machado (PP). Na noite de sábado (20), durante a inauguração do comitê do PP em Atafona, o ex-vereador Joãozinho (Solidariedade) oficializou apoio a Carla e chegou a discursar durante o evento. Joãozinho chegou a ser indicado como candidato a vereador do grupo governista em convenção, mas retirou seu nome na última hora, deixando espaço para que outro candidato entrasse na vaga da coligação.
Comentar
Compartilhe
Neco ou Carla: qual candidato a prefeito de SJB com mais bens declarados?
21/08/2016 | 16h08
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já disponibiliza no seu sistema a lista de bens declarados de cada candidato a prefeito a vereador. Neco (PMDB) ou Carla Machado (PP): quem lidera neste quesito? O blog comparou a declaração deste ano com a declaração da última campanha que cada um deles disputaram para saber a evolução patrimonial. No valor total, Carla está na frente, declarou a posse de bens no valor de R$ 473.130,04. Neco apresenta R$ 395.143,37. Comparado com a declaração de 2012, Neco “perdeu” uma casa no valor de R$ 150 mil (que não consta na declaração atual), mas sua declaração de bens subiu 13% - R$ 348 mil na eleição anterior. Parte do valor está aplicado em títulos e poupança, além de valores em conta corrente. Já na declaração de Carla, comparada a de 2014, subiu cerca de 11%. A lista tem um veículo a menos, mas aparece dinheiro em contas e cotas de mais uma empresa adquirida pela candidata. Veja a declaração atual dos dois: [caption id="attachment_8938" align="aligncenter" width="786"]Bens_Neco Declaração de Neco à Justiça Eleitoral (Reprodução)[/caption] [caption id="attachment_8939" align="aligncenter" width="887"]Bens_Carla Declaração de Carla à Justiça Eleitoral (Reprodução)[/caption] Para conferir todos os bens declarados, clique aqui (Sudeste – RJ – cidade desejada – cargo- lista de bens)
Comentar
Compartilhe
Política visceral de SJB sai do mundo virtual para o real
21/08/2016 | 11h00
Ponto-final1   Política visceral Abelhas e marimbondos, mar azul e mar vermelho, briga ao estilo “Chinês x Congos”. A definição pode ser variada, mas fala sobre o mesmo assunto: a acirrada política de São João da Barra. O clima quente, visceral, já se arrasta há muito tempo nas redes sociais, com embates entre os aliados do prefeito Neco (PMDB), candidato à reeleição, e Carla Machado (PP), ex-prefeita e candidata ao mesmo cargo. Agora, com a abertura do período de campanha, eles começam a colocar seus times no campo real, fora da realidade virtual.   Time em campo Líder nas pesquisas de intenção de votos divulgadas até agora, Carla foi também a primeira a começar a campanha no município onde o Paraíba do Sul deságua no Atlântico. O pontapé inicial foi em Atafona, na noite deste sábado (20). A expectativa era que Neco também iniciasse as atividades neste fim de semana, mas não divulgou agenda até o fechamento desta coluna.   Histórico I Desde 1996, no primeiro pleito sem o eleitorado do “Antigo Sertão” (com a emancipação de São Francisco de Itabapoana), o PMDB não perdeu nenhuma campanha municipal. Em 1996, venceu Betinho Dauaire (hoje PR), com Dodozinho (falecido em 2014) como vice. Na reeleição, em 2000, Betinho, ainda no PMDB, teve Chico da Quixaba como vice. Carla e Dodozinho, no pleito de 2004 e 2008, eram peemedebistas e saíram vencedores. Em 2012 foi a vez de Neco com Alexandre Rosa (hoje PRB). Todas as chapas vencedoras eram puro sangue.   Histórico II Além do fato de uma chapa puro sangue do PMDB vencer cinco eleições seguidas, todas eram compostas por um político da pedra (Atafona, Grussaí e sede, antigo 1º distrito) e um do 5º distrito. Ao ter em sua chapa o atual vice de Neco, Carla traz uma candidatura da pedra e que não é puro sangue (PP e PRB). Já Neco aposta na velha tática, com Tininha, peemedebista e da sede do município, como vice. As urnas vão mostrar se a escrita será mantida.   Patrimônio I A Justiça Eleitoral já disponibiliza a todo cidadão a declaração de bens dos candidatos a cargo eletivo neste ano. Em Campos, quando o assunto é patrimônio, o vice-prefeito Dr. Chicão (PR) lidera com folga: R$ 1,9 milhão. Já o deputado estadual Geraldo Pudim (PMDB) aparece na lanterna, com R$ 119 mil.   Patrimônio II Os outros candidatos também já informaram seu patrimônio. Rogério Matoso (PPL) soma R$ 585 mil. Candidato do PPS, Rafael Diniz apresentou declaração de R$ 469 mil. Depois aparece Nildo Cardoso (DEM), com R$ 437 mil, seguido por Caio Vianna (PDT), que apresentou declaração de bens com R$ 318 mil.   Ouro A Seleção Brasileira de futebol conseguiu a medalha de ouro na Olimpíada. A festa foi em casa, mas a conquista foi suada, nos pênaltis — na última cobrança. Os meninos superaram a temida Alemanha, que há pouco mais de dois anos calou o Mineirão com uma goleada histórica: 7x1 na semifinal da Copa do Mundo. Após três medalhas de prata (1984, 1988 e 2012) e duas de bronze (1996 e 2008), o ouro é uma recompensa histórica para o Brasil. Agora, deve ser uma injeção de ânimo para que a Seleção volte a apresentar o futebol que um dia encantou o mundo.   Fim A Rio 2016 chega ao fim hoje e já está deixando aquele gostinho de saudade. Pode não ter sido perfeito no todo, mas mostrou ao brasileiro que está na hora de perder o tal “complexo de vira-lata”. O país continua com muitos problemas? Sim. Mas como conseguiu ser bom organizador dos jogos, quem sabe não comece a caminhar para ficar bom também em outras áreas. A esperança também faz parte da cultura brasileira.   Investir A Rio 2016 mostrou também atletas que carecem de investimentos espalhados pelo país. Medalhistas que chegaram ao pódio por esforços próprios e a confiança de poucos incentivadores. Potencial o país tem, falta aprimorar para chegar perto das potências olímpicas.   Publicado na edição deste domingo (21) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
MP é contra a “venda do futuro” em SJB
20/08/2016 | 18h34
aereasaojoao_Nova O Ministério Público (MP) do Estado do Rio de Janeiro se posicionou de forma contrária ao empréstimo que o município de São João da Barra tenta sacramentar dando como garantia royalties futuros — transação que na região ficou conhecida como “venda do futuro”. No documento, datado de 27 de julho e assinado pela promotora Daniele Medina Maia, o MP salienta a “possibilidade de que a operação traga danos irreversíveis às finanças do município”. A resposta faz parte de uma ação popular movida desde maio para evitar que SJB recorra à transação que Campos realizou três vezes, alegando a necessidade de repor as perdas com a queda na arrecadação, principalmente em royalties e na participação especial da produção de petróleo. A “venda do futuro” de SJB está barrada por uma ação popular que o prefeito Neco (PMDB) atribuiu a uma “articulação da oposição”, durante entrevista no mês de junho. O autor da ação é João Paulo Almeida, de tradicional família política sanjoanense — neto do ex-prefeito João Francisco de Almeida, já falecido. Hoje filiado ao PSD, João Paulo é candidato a vereador em uma das quatro coligações da oposição. À época da ação, como destacou Neco, ele já aparecia como pré-candidato do grupo. Antes de emitir posicionamento, o MP solicitou ao município que informasse com quem pretendia contratar a operação de crédito, valor, taxa de juros, a garantia e se houve procedimento licitatório. Na resposta, diz o documento, informou o município que consultou a Caixa Econômica Federal. O valor pretendido era de até R$ 160 milhões, com garantia de royalties e participações especiais. Disse ainda que se houvesse sucesso na aprovação, seria analisado o processo licitatório. A promotora classificou a resposta como lacônica e disse que não trouxe nenhum documento que pudesse sustentar o alegado pelo município. Quanto ao processo licitatório, disse que o réu (município) “parece estar agindo em verdadeira inversão de valores ao afirmar que ‘se houver sucesso na aprovação da operação’ a necessidade de licitação será avaliada”. Ela ainda critica a falta de esclarecimentos acerca de juros e salienta que o valor pretendido é superior ao que consta na inicial da ação. Contudo, reconhece a crise que o município enfrenta: — É certo que o município deve buscar soluções para a grave crise econômica que o assola, mas as medidas devem ser pautadas na legalidade e nos princípios que regem a administração pública, em especial a moralidade e a razoabilidade. A novela do empréstimo começou em 2015, inclusive com uma lei aprovada na Câmara, em 18 de agosto daquele ano, autorizando o Executivo a realizar a transação. No entanto, até hoje, não saiu do papel. Antes mesmo da lei, Neco esteve por diversas vezes no Rio e em Brasília na tentativa de viabilizar a transação. Autorização para transação pode ser mudada A tentativa do prefeito Neco para conseguir o empréstimo com royalties futuros, a chamada “venda do futuro”, está há um bom tempo entre os assuntos mais comentados em São João da Barra. Na última quinta-feira, 18 de agosto, fez um ano que a Câmara aprovou a lei que libera o Executivo a tentar a transação. No entanto, até agora, as negociações não avançaram. No mesmo período, por exemplo, Campos conseguiu a transação duas vezes, comprometendo o orçamento do município com parcelas até 2026 — e já tinha feito a primeira “venda do futuro” em 2014. Neco diz que a oposição articulou para impedir o empréstimo. Em resposta, o presidente da Câmara Aluizio Siqueira (PP) chegou a dizer que o município está “com o nome sujo”, impossibilitado de contrair qualquer transação financeira. À época da aprovação, Neco tinha maioria na Casa (seis dos nove vereadores). Agora, o jogo virou (só tem quatro). Já tramita na Casa um projeto para mudar a lei do empréstimo. A intenção é limitar os gastos com o eventual recurso para as áreas de Educação e Saúde. Sem o empréstimo, o prefeito decretou estado de emergência econômico-financeira em maio deste ano. Atualizado às 11h06 com a matéria publicada na edição deste domingo (21) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Deu no Extra: ex-marqueteiro de Garotinho agora na campanha de Caio
20/08/2016 | 11h00
WhatsApp Image 2016-08-20 at 09.16.40 A coluna da jornalista Berenice Seara, no jornal Extra, na edição deste sábado (20), mostra que não são apenas os políticos que seguem rumos distintos na campanha deste ano. O pessoal do que trabalha também. Segundo a coluna, o marqueteiro de Caio Vianna (PDT) é Carlos Rayel, o mesmo que trabalhou para o casal Garotinho (PR), de 2002 a 2007.
Comentar
Compartilhe
Carla e Neco com registro de candidaturas no TSE
19/08/2016 | 19h42
NecoCarlaOs pedidos de registro de candidatura de São João da Barra, com candidatos a prefeito e vereador, finalmente apareceram no site do Tribunal Superior Eleitoral. No sistema, já constam os nomes de Carla Machado (PP) e do atual prefeito, Neco (PMDB), candidato à reeleição. Carla já divulgou agenda de campanha (aqui) para este fim de semana. Além disso, na declaração dela, estão listadas doações pessoais para campanha no valor de R$46.500. Apesar da previsão, nos bastidores, do início da campanha de Neco neste fim de semana, até o momento a equipe não divulgou agenda. Na declaração, ainda não consta nenhuma doação em dinheiro.
Comentar
Compartilhe
Neco também com candidatura cadastrada no TSE
19/08/2016 | 17h27
Neco Os pedidos de registro dos candidatos de São João da Barra, a prefeito e vereador, finalmente apareceram no site do Tribunal Superior Eleitoral. No sistema, já aparece na disputa pela Prefeitura nome do atual prefeito, Neco (PMDB), candidato à reeleição. Apesar da previsão, nos bastidores, do início da campanha neste fim de semana, até o momento a equipe não divulgou agenda . Na declaração, ainda não consta nenhuma doação em dinheiro.
Comentar
Compartilhe
Candidatura de Carla Machado cadastrada no TSE
19/08/2016 | 17h18
Carla O pedido de registro dos candidatos de São João da Barra, a prefeito e vereador, finalmente apareceram no site do Tribunal Superior Eleitoral. No sistema, o primeiro nome que aparece na disputa pela Prefeitura é o de Carla Machado (PP). A candidata já divulgou agenda de campanha (aqui) para este fim de semana. Na declaração de Carla, estão listadas doações pessoais para campanha no valor de R$46.500.
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de SJB divulga lista de servidores com direito ao Pasep relativo a 2014
19/08/2016 | 16h08
O Ministério do Trabalho encaminhou à Prefeitura de São João da Barra uma listagem dos servidores e/ou ex-servidores municipais que têm direito ao abono salarial Pasep, de até R$ 880,00, relativo ao ano de 2014. A solicitação informa que o saque poderá ser feito até o dia 31 deste mês, em qualquer agência do Banco do Brasil, mediante apresentação de documento pessoal. Confira a relação: Pasep___1Pasep___2    
Comentar
Compartilhe
MPE não vê impedimento de juiz na Machadada
19/08/2016 | 13h28
ForumO Ministério Público Eleitoral (MPE) se manifestou nessa quinta-feira (18) pela imparcialidade do juízo de primeira instância no processo que investiga suposto esquema de compra de votos na eleição municipal de 2012. Ou seja, para o MPE, não há impedimento para que o juiz Leonardo Cajueiro, da 37ª Zona Eleitoral de São João da Barra, julgue o processo decorrente da Operação Machadada. Cabe agora ao desembargador eleitoral Marco José Mattos Couto, relator do caso, proferir sua decisão. Antes de julgar, porém, ele pode pedir a apresentação de provas ou das alegações finais O impedimento do juiz foi levantado pelo vereador Alex Firme (PP), um dos envolvidos na operação e candidato à reeleição. Além dele, a ex-prefeita Carla Machado (PP) e o atual prefeito Neco (PMDB), ambos candidatos nesta eleição, também são citados no processo. Caso o posicionamento do MPE seja corroborado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o processo volta para a primeira instância, para ser julgado por Leonardo Cajueiro.  Caso haja impedimento, o processo também volta para a primeira instância, mas para outro juiz. Machadada — A expectativa sobre o processo é grande porque envolve os principais atores da política sanjoanense, que atualmente figuram como candidatos. O denunciante é o PR, atualmente aliado de Neco. A denúncia foi impetrada em 2012, pelo Partido da República, a coligação “São João da Barra vai mudar para melhor” e o então candidato a prefeito Betinho Dauaire. A alegação era que o grupo governista, com o prefeito Neco como candidato à sucessão de Carla, montou um esquema de compra de candidaturas adversárias. Carla e o então candidato a vice, hoje candidato a vice dela, Alexandre Rosa (PRB) chegaram a ser presos às vésperas do pleito, após um comício. Com informações do SJB Online (aqui)
Comentar
Compartilhe
SJB: conheça os candidatos a vereador do grupo de oposição
19/08/2016 | 10h32
Fachada Câmara 3As convenções partidárias definiram os candidatos a prefeito e vereador, que já pediram registro de candidatura. Em São João da Barra, o grupo de oposição, que vai tentar eleger Carla Machado (PP), conta com 17 partidos. Na eleição proporcional, eles foram divididos em quatro coligações, cada uma com 18 candidatos a vereador. Nas coligações estão cinco vereadores com mandato. Alex Firme (PP), Aluizio Siqueira (PP) e Jonas de Barcelos (PP) estão em uma das coligações. Outra é encabeçada pela vereadora Sônia Pereira, a Soninha (PT), e conta também com o ex-vereador Carlos Pereira (PT). Ronaldo da Saúde (Pros) puxa outra coligação, na qual também está o ex-vereador Carlos Alberto Maia, o Caputi (PTN). A quarta coligação conta com 18 candidatos que nunca estiveram no cargo. O grupo almeja conquistar sete das nove cadeiras da Câmara. Confira a relação dos 72 candidatos do grupo de oposição: Partidos coligados – PP/PSB/PC do B/PRB Candidatos (por ordem alfabética) – Alcimar Melo (PRB), Alex Firme, Aluizio Siqueira, Ana Paula Siqueira (PP), Analiel Vianna (PSB), Andréa Souza (PRB), Anie Vasconcelos (PC do B), Bijú (PC do B), Danilo Machado (PP), Jonas de Barcelos, Jorge de Cajueiro (PRB), Jorginho da Ludi (PC do B), Junior Monteiro (PC do B), Magno Siqueira (PP), Paulão da Van (PP), Rita de André do Lava Jato (PP), Sueli Lopes (PRB) e Tânia Caetano (PRB). _____________________________________________________________________________ Partidos coligados – PT/Rede/PSDC/PHS Candidatos (por ordem alfabética) – Aécio Pé no Chão (PSDC), Carlos Pereira, Dininho Nascimento (Rede), Dudu do Sindicato (PSDC), Eli da Farmácia (PSDC), Genildo Cadeirante (PT), Glauber Toledo (PSDC), Humberto José Fogueteiro (PT), Janaína de Palacete (PT), Julinho Peixoto (PSDC), Liliana Crespo (PHS), Lucinéia Sá (PT), Maiara do Bairro de Fátima (PSDC), Rodrigo Machado (PSDC), Sandro Mota Locutor (PSDC), Soninha, Tia Marineuza (PT) e Zé Amaro do Som (PSDC). _____________________________________________________________________________ Partidos coligados – Pros/PSD/PPS/PSC/PTN Candidatos (por ordem alfabética) – Ana do Povo (PSD), Angélica de Iracy (Pros), Bilu (PPS), Caputi, Daniel Terra (PSC), Dr. André Fontoura (PPS), Fernando Pereira (PPS), Grande (PSD), Heloisa Mendonça (Pros) Jelbinha (PSD), João Paulo Almeida (PSD), Luciano Barreto (Pros), Paulinho de Barcelos (PSC), Pioca (PSC), Prof. Fernando Feu Lobato (PPS), Rominho Mecânico (Pros), Ronaldo e Vera Loja 10 (PSC). _____________________________________________________________________________ Partidos coligados – PV/PTB/PEN/PRP Candidatos (por ordem alfabética) – André da Auto Escola (PRP), André Souza (PTB), Elza Mendonça (PRP), Fred Pirralho (PRP), Gersen Gás (PV), Guti Antena (PV), Jadir Maciel (PEN), Janjão (PRP), Joneclei (PTB), Jorginho do Gás (PV), Karla Meireles (PTB), Lúcia do Povo (PRP), Marcela Toledo (PV), Marcelle Bento (PTB), Neinha (PRP), Qualhada (PV), Sérgio Gomes (PTB) e Welingthon dos Ônibus (PEN). _____________________________________________________________________________ No último dia 15, o blog divulgou (aqui) a relação dos candidatos governista. A lista foi solicitada aos dois grupos políticos no dia seguinte a realização das convenções de tosos os partidos coligados.
Comentar
Compartilhe
Um ano da “venda do futuro” de SJB só no papel
18/08/2016 | 13h56
Sem títuloUm ano só de autorização A tentativa do prefeito Neco (PMDB) para conseguir o empréstimo com royalties futuros, a chamada “venda do futuro”, está há um bom tempo entre os assuntos mais comentados em São João da Barra. Nesta quinta-feira (18) completa um ano que a Câmara Municipal aprovou a lei que libera o Executivo a tentar a transação. No entanto, até agora, as negociações não avançaram. No mesmo período, por exemplo, Campos assegurou a transação por duas vezes, comprometendo o orçamento do município com parcelas até 2026 — e já tinha conseguido a primeira “venda” em 2014. O que faltou para SJB ter o dinheiro? Neco culpa a oposição, diz que foi articulada uma ação popular no Ministério Público para impedir a transação com a Caixa Econômica Federal. O presidente da Câmara, Aluizio Siqueira (PP), já chegou a dizer que o município está “com o nome sujo”, impossibilitado de contrair empréstimos. Agora, mais dia, menos dia, os vereadores vão mudar a lei do empréstimo. A intenção dos parlamentares é limitar os gastos com o eventual recurso que compromete as receitas futuras para as áreas de Educação e Saúde. O projeto já tramita na Casa. Sem quórum Mais uma sessão na Câmara de São João da Barra não foi realizada por falta de quórum. Ontem, só estiveram na Casa Aluizio Siqueira, Alex Firme (PP), Ronaldo Gomes (Pros) e Sônia Pereira (PT). Férias? Com o cancelamento da reunião de ontem, a semana passou em branco na Câmara sanjoanense. Seriam férias? Negociação Prefeitura e Sindicato dos Servidores começam a dialogar na próxima semana. Pensar em reajuste é fugir da realidade, estamos em ano eleitoral. O retorno do cartão alimentação já seria uma grande conquista. Planejamento O que a Prefeitura poderia sinalizar é a nova data para pagamento da primeira parcela do 13º salário, previsto inicialmente para 17 de junho. O limite é 30 de novembro. Mas a confirmação da data para pagamento ajuda no planejamento do servidor. Dívida Em resposta a questionamento da Câmara de SJB, a concessionária Ampla informou que há débitos de consumo de energia elétrica para prédios municipais e iluminação pública no montante de R$ 2.710.517,27 referentes às contas de maio, junho e julho de 2016. Aviso A Ampla afirmou que a Prefeitura já foi notificada, no dia 21 de julho, sobre a possibilidade de suspensão de energia elétrica a qualquer momento, nas unidades que não prestam serviços essenciais. Parcelamento Além disso, a empresa anexou cópia de um contrato assinado em 14 de março, entre o Executivo e a concessionária, para parcelamento de débitos no valor de R$ 3,2 milhões relativos a contas anteriores. Campanha A candidata a prefeita Carla Machado (PP) coloca o “bloco na rua” neste sábado, com a inauguração do seu comitê em Atafona, às 19h30. No dia seguinte, fará uma caminhada na localidade de Roças Velhas, que seguirá até Barcelos, onde inaugura outro comitê. Não divulgou No blog deste colunista, hospedado na Folha Online, é possível conferir a relação dos 36 candidatos a vereador do grupo governista. A relação dos 72 de oposição, solicitada desde 1º de agosto, ainda não foi divulgada. Também não A equipe da campanha de Carla divulgou os eventos deste fim de semana. Já o grupo de Neco, até o momento, não fechou a programação. Começa A 34ª Exposição de São Francisco de Itabapoana tem início nesta quinta, na localidade de Praça João Pessoa. Dentro da programação, no sábado, tem show com a dupla Marcos e Belluti. *Publicado na edição desta quinta-feira (18) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
SJB: após protesto dos servidores, Prefeitura e Sindicato agendam reunião
17/08/2016 | 19h00
Prefeitura  sjbO secretário de Administração de São João da Barra, Rogério Zorzal, e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sispusba) terão uma reunião nesta segunda-feira (22), na Prefeitura, para tratar sobre as reivindicações da classe, que realizou (aqui) uma manifestação nesta quarta-feira (17). Zorzal esteve no Sindicato para pegar a lista de assinaturas dos servidores que participaram do ato. O documento teve 549 assinaturas. “Foi definida uma reunião para segunda-feira, às 10h, na minha sala, com representantes do Sindicato”, afirmou o secretário. Ele também afirmou ter estranhado a presença do presidente licenciado, conhecido como Dudu do Sindicato, na instituição: — Questionei com o advogado do Sindicato a presença do presidente licenciado e o mesmo informou que ele é servidor. Mas hoje está afastado, já que concorre a uma eleição. Deixo claro que quando eu entrei na sala, ele estava saindo. Ele não participou da conversa. Os servidores sanjoanenses cobram o restabelecimento e reajuste de R$ 300 para R$ 400 do cartão alimentação do servidor, suspenso em maio, entre as medidas do decreto de emergência econômica; reajuste de 15% do salário base dos servidores; implementação dos benefícios planos de Saúde e Odontológico contidos no estatuto do servidor. Em posicionamento emitido na terça-feira (16), o secretário de Administração informou que a atual gestão deu um ganho salarial ao servidor superior aos quatro anos da gestão anterior. Reiterou que a municipalidade concedeu outros benefícios, como reajuste do cartão alimentação e a operacionalização do SJB-Previ (Regime Próprio de Previdência Social). Zorzal explicou que a volta do Cartão Alimentação depende de uma consulta que a Prefeitura fará à Justiça Eleitoral. “Estamos seguindo a legislação eleitoral e não podemos conceder benefícios no período. A lei é clara para o seu cumprimento. Conceder benefícios sem amparo legal é o mesmo que ter de arcar com suas penalidades”, disse. O movimento grevista não teve adesão total dos servidores. Segundo a Prefeitura, o município tem 2.445 estatutários atualmente.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado inicia campanha neste sábado em Atafona
17/08/2016 | 16h04
13925249_850778488389908_277352477382785624_nA candidata a prefeita pela coligação “São João da Barra Vai Voltar a Sorrir”, Carla Machado (PP), dará o pontapé inicial da sua campanha com inaugurações de comitês e caminhada. No sábado (20), a partir das 19h30, será inaugurado o comitê na localidade de Atafona. Já no domingo, a partir das 10h, a candidata do PP fará uma caminhada na localidade de Roças Velhas, que seguirá até Barcelos, onde às 12h30 terá a inauguração do comitê da localidade do sexto distrito. Carla já foi prefeita do município por oito anos e terminou seu mandato com mais de 80% de aprovação. Líder nas pesquisas, Carla diz que o município precisa ter sua autoestima resgatada. — Vamos iniciar a nossa caminhada para retomar o crescimento. Se Deus quiser iremos conquistar a vitória para que São João da Barra possa voltar a ser feliz. Estaremos trabalhando para devolver o sorriso e a autoestima ao povo sanjoanense, que tanto sofreu com a atual administração — finalizou. Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
Em greve, servidores protestam em frente à Prefeitura de SJB
17/08/2016 | 11h27
[caption id="attachment_8871" align="aligncenter" width="960"]Antes de chegar à Prefeitura, manifestantes tomaram a principal rua da cidade (Foto: Anderson Rodrigues/Reprodução do Facebook) Antes de chegar à Prefeitura, manifestantes tomaram a principal rua da cidade (Foto: Anderson Rodrigues/Reprodução/Facebook)[/caption] Como deliberado em assembleia na última semana, servidores públicos de São João da Barra aderiram nesta quarta-feira (17) a um movimento paredista, com paralisação de 24 horas. O ato foi motivado por cortes de benefícios e outras reivindicações da classe encaminhadas à Prefeitura. Após concentração na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de SJB (Sispusba), funcionários tomaram as ruas da cidade e pararam, como forma de protesto, em frente ao prédio da Prefeitura. Os servidores cobram o restabelecimento e reajuste de R$ 300 para R$ 400 do cartão alimentação do servidor, suspenso em maio dentre as medidas do decreto de emergência econômica; reajuste de 15% do salário base dos servidores; implementação dos benefícios planos de Saúde e Odontológico contidos no estatuto do servidor. Em posicionamento emitido (aqui) nesta terça-feira (16), o secretário de Administração de SJB, Rogério Zorzal Ventura, informou que a atual gestão deu um ganho salarial ao servidor superior aos quatro anos da gestão anterior. Reiterou que a municipalidade concedeu outros benefícios, como reajuste do cartão alimentação e a operacionalização do SJB-Previ (Regime Próprio de Previdência Social). Com relação ao plano médico e odontológico, a Prefeitura informou a criação de uma comissão, na qual o Sispusba vai indicar um representante, para discussão e elaboração dos planos previstos. Zorzal explicou que a volta do Cartão Alimentação depende de uma consulta que a Prefeitura fará à Justiça Eleitoral. “Estamos seguindo a legislação eleitoral e não podemos conceder benefícios no período. A lei é clara para o seu cumprimento. Conceder benefícios sem amparo legal é o mesmo que ter de arcar com suas penalidades”, disse. Apesar do apoio do Sispusba, do comunicado enviado à Prefeitura e da garantia do funcionamento de 30% dos serviços básicos, o movimento grevista não teve adesão total dos servidores. Segundo a Prefeitura,  o município tem 2.445 estatutários atualmente. Mais informações na edição desta quinta-feira (18) da Folha da Manhã.   [caption id="attachment_8877" align="aligncenter" width="1024"]Protesto chegou atá a Prefeitura de São João da Barra (Foto: Anderson Rodrigues) Protesto chegou atá a Prefeitura de São João da Barra (Foto: Anderson Rodrigues)[/caption]
Comentar
Compartilhe
Vereadores de SJB tiram “semana de férias”
17/08/2016 | 10h10
Fachada Câmara 3A Câmara de São João da Barra, por mais um dia, não teve sessão por falta de quórum nesta quarta-feira (17). Como na terça a reunião também não foi realizada, a semana foi de “férias” para os parlamentares. Estiveram na Casa nesta quarta: Alex Firme (PP), Aluizio Siqueira (PP), Ronaldo Gomes e Sônia Pereira (PT). O vereador Jonas Gomes (PP) justificou a ausência por problemas de saúde. Na pauta, a mesma anunciada para a sessão de terça, a previsão era da leitura de dois projetos de lei, duas moções, um requerimento, nove indicações e a leitura do parecer de um projeto de lei. Na reunião prevista para terça, estiveram presentes os parlamentares Aluizio, Eziel Pedro (PMDB), Ronaldo e Sônia. Os vereadores Kaká (PT do B), Elísio Rodrigues (PDT) e Franquis Areas (PR) não estiveram na Casa no horário previsto para sessão em nenhum dos dois dias. Caso queiram justificar a ausência, o espaço está aberto neste blog. A próxima sessão está agendada para terça-feira (23). Em seis dias previstos para reuniões desde o retorno do recesso legislativo, metade não foi realizada por falta de quórum. Nesta terça, teve início a campanha eleitoral. Os nove vereadores da Casa buscam um novo mandato. Com isso, o risco de mais ausências nas sessões é inevitável, embora, cada parlamentar deve ter a consciência de cumprir com todas as obrigações do atual mandato, que chega ao fim no dia 31 de dezembro.
Comentar
Compartilhe
SJB: Prefeitura emite posicionamento sobre reivindicações dos servidores
16/08/2016 | 21h37
Prefeitura sjbO Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São João da Barra (Sispusba) informou à secretaria de Administração sobre um movimento paredista nesta quarta-feira (17), por 24 horas, e entregou sua pauta de reivindicações: restabelecimento e reajuste de R$ 300 para R$ 400 do cartão alimentação do servidor, suspenso em maio; reajuste de 15% do salário base dos servidores; implementação dos benefícios planos de Saúde e Odontológico contidos no estatuto do servidor. Conforme anunciado no último sábado, o secretário de Administração sanjoanense, Rogério Zorzal Ventura, respondeu as solicitações. Sobre o aumento, disse que a atual gestão deu um ganho salarial ao servidor superior aos quatro anos da gestão anterior. Reiterou que a municipalidade concedeu outros benefícios, como reajuste do cartão alimentação e a operacionalização do SJB-Previ (Regime Próprio de Previdência Social). Com relação ao plano médico e odontológico, a Prefeitura informou a criação de uma comissão, na qual o Sispusba vai indicar um representante, para discussão e elaboração dos planos previstos. Zorzal explicou que a volta do Cartão Alimentação depende de uma consulta que a Prefeitura fará a Justiça Eleitoral. “Estamos seguindo a legislação eleitoral e não podemos conceder benefícios no período. A lei é clara para o seu cumprimento. Conceder benefícios sem amparo legal é o mesmo que ter de arcar com suas penalidades”, disse. Ainda de acordo com a Administração municipal, com a implantação efetiva do Plano de Cargos e Salários no início de 2013, os estatutários foram contemplados ainda com enquadramentos, triênios, quinquênios e licenças sem vencimento. Além disso, os 231 celetistas da área de Saúde, como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de dentista, guardas de endemia e agentes comunitários mudaram de regime, passando também a ser estatutários. Hoje, o município tem 2.445 estatutários. A secretaria informou também que em 2013, os servidores receberam de reajuste salarial 12%, em 2014, 12% e em 2015, 6,41%. De acordo com a Administração, o percentual foi menor em 2015 devido à sinalização de uma grave crise econômica nacional, que acabou gerando perdas na arrecadação com a redução dos royalties do petróleo para os municípios produtores. — Não podemos ignorar a Lei de Responsabilidade Fiscal, que controla os gastos públicos, condicionado à capacidade de arrecadação de tributos permitindo ao governante o planejamento das receitas e despesas — acrescentou Zorzal. O movimento paredista está mantido para esta quarta e um protesto em frente à Prefeitura está previsto para acontecer a partir das 9h.
Comentar
Compartilhe
STF abre inquérito contra Dilma e Lula para investigar obstrução de Justiça
16/08/2016 | 19h50
Dilma_O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, determinou a abertura de inquérito para investigar a presidente afastada Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dois ex-ministros de Dilma – Aloizio Mercadante e José Eduardo Cardozo. O inquérito vai apurar a suspeita de que eles agiram para obstruir as investigações da Operação Lava Jato. O pedido foi formulado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo no começo de maio. Teori tinha enviado o pedido para reanálise do procurador depois que o ministro anulou em outro processo conversas telefônicas entre Lula e Dilma que sustentavam parte da argumentação da Procuradoria. Janot enviou a resposta em julho, durante o recesso do Judiciário, mantendo o pedido de investigação. Agora, o ministro mandou instaurar o inquérito. Com a instauração do inquérito, será iniciada agora a coleta de provas e, depois dessa fase, Janot terá que decidir se denuncia os quatro ou se pede arquivamento da apuração. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
“Unidos venceremos” conta com tucanos e petistas
16/08/2016 | 18h42
PSDBXPTO clima pode ser tenso em Brasília entre os parlamentares do PT e o do PSDB, principalmente nestes dias que antecedem a decisão final sobre o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. A determinação em todo o país é que nas eleições municipais não aconteçam alianças entre petistas e os partidos considerados “golpistas”, em especial o PSDB e o PMDB. Mas esse clima de raiva com tucanos não chegou à pacata Conceição de Macabu, no Norte Fluminense, por lá eles integram a coligação “Unidos venceremos”. O diretório local do PT apoia a candidatura a prefeito de Dr. José de Castro (PSDB). A ex-prefeita Lídia Mercedes, a Tedi — que foi cassada —, faz parte do diretório petista de Macabu. Na mesma coligação, o marido dela é candidato a vereador. O clima político é acirrado na pequena Conceição de Macabu. A cidade tem 17.631 eleitores e conta com cinco candidatos a prefeito. Além de Dr. José, o atual prefeito, Cláudio Linhares (PMDB), busca a reeleição. Também estão no páreo Kódia (PSB), Túlio Gabriel e Dr. Ercínio (PEN).
Comentar
Compartilhe
Em carta, Dilma propõe plebiscito sobre eleição presidencial
16/08/2016 | 16h53
Dilma_abrilA presidente afastada Dilma Rousseff  divulgou nesta terça-feira (16) uma carta à população propondo a realização de plebiscito sobre a convocação de eleições presidenciais antecipadas. Na carta, ela aborda a crise política e defende que a população decida sobre a realização de um novo pleito presidencial. “A restauração plena da democracia requer que a população decida qual o melhor caminho para melhorar a governabilidade", disse, ao ler o documento, direcionado à nação e aos senadores, durante entrevista coletiva à imprensa no Palácio da Alvorada. A presidente afastada apenas leu o documento e não respondeu perguntas. No documento, intitulado “Mensagem ao Senado e ao povo brasileiro”, Dilma reafirma que não cometeu crime de responsabilidade e classifica o processo de impeachment contra ela de “golpe”.  A presidente diz que caso o Senado decida pelo afastamento definitivo dela haverá “ruptura da ordem democrática baseada em um impeachment sem crime de responsabilidade”. Na carta, Dilma também reconhece erros cometidos durante seu governo e acena com mudanças na política econômica caso retorne à presidência. A presidente disse ainda que o processo é injusto, pois foi “desencadeado contra uma pessoa honesta e inocente”. Dilma disse ainda que apoia a luta contra a corrupção e que ela é "inegociável". — Não tenho contas secretas no exterior, nunca desviei um único centavo do patrimônio público e não recebi propina de ninguém", disse a presidente afastada ao ler a carta, em referência ao deputado afastado e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Dilma convocou uma coletiva de imprensa no Palácio da Alvorada para explicar os argumentos da carta, debatidos nos últimos dias com aliados. O texto que será encaminhado aos senadores aponta um dos últimos posicionamentos dela antes do julgamento final do processo de impeachment. Na semana passada, 59 senadores votaram pela aceitação do parecer que dá continuidade ao processo. Com isso, o julgamento de Dilma por crime de responsabilidade terá início no próximo dia 25, uma quinta-feira. Para barrar o impeachment, Dilma precisa do voto de, no mínimo, 28 do 81 senadores. A presidente afastada não informou se irá ao Senado para apresentar pessoalmente sua defesa. Acompanharam Dilma na entrevista os ex-ministros Eleonora Menicucci (Secretaria Especial de Políticas para Mulheres), Jaques Wagner (Casa Civil), Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo) e Aloizio Mercadante (Educação).
Comentar
Compartilhe
Primeiro dia com campanha "morna" em SJB e SFI
16/08/2016 | 15h03
Sem títuloEsquentando as turbinas O calendário eleitoral libera a partir desta terça-feira (16) a campanha eleitoral em todo país. Nas redes sociais, houve até quem fizesse contagem regressiva. Mas os primeiros dias serão mornos nas ruas das cidades da foz do Paraíba. Em São João da Barra, a candidata Carla Machado (PP) deve iniciar as atividades na sexta-feira. Candidato à reeleição, o prefeito Neco (PMDB) também deve definir o primeiro dia que vai às ruas em campanha até o fim de semana. Na outra margem do rio, em São Francisco de Itabapoana, a programação não é muito diferente. Os candidatos ainda se reúnem com seus aliados para traçar a estratégia de campanha. Pelo menos foi a informação passada por pessoas ligadas aos candidatos Pedrinho Cherene (PMDB), que disputa à reeleição, e Francimara Barbosa Lemos (PSB). Com o vereador Marcelo Garcia (PSDB), não foi possível contato até a noite desta segunda, quando essa coluna foi fechada. Há quem acredite que a campanha em São Francisco só deve engrenar a partir de 7 de setembro. Denúncia... A jornalista Berenice Seara, em sua coluna no jornal Extra da última segunda, destinou quatro tópicos a uma denúncia sobre a gestão da ex-prefeita e candidata Carla Machado. Ela fala sobre o uso de verba carimbada, do Fundo Municipal de Saúde, para obras de pavimentação. ...no Extra A coluna informou que duas licitações para pavimentação de ruas em Barcelos e Pipeiras viraram alvo de notícia-crime nas polícias Civil e Federal, além de denúncia no Tribunal de Contas da União (TCU). Sócios da empresa teriam informado, ainda, que houve fraude de documentação. Defesa Carla nega irregularidades. Argumenta que a notícia chegou a ser publicada em 2008, também por Berenice, quando foi candidata à reeleição. A ex-prefeita reitera que as denúncias foram arquivadas. Factoides Segundo Carla, o resgate da informação pelo jornal carioca “não passa de mais um dos tantos factoides que (seus adversários) já criaram em período eleitoral e que pelo visto, infelizmente continuarão a ocorrer”. A candidata assegura que pedirá direito de resposta. Expo Apesar do alardeado período de crise, a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana tem mantido seus eventos tradicionais. Realizou o Festival do Maracujá e nesta semana realiza mais uma edição da Exposição em Praça João Pessoa. Patrocínio E a festa tem direito até a show nacional. A dupla Marcos e Belluti se apresenta no sábado. Segundo os organizadores, o cachê será pago pelo Grupo Thoquino. Em São João da Barra, que cancelou todos os seus eventos neste ano, buscar apoio da Thoquino seria uma opção neste período. Ventos Em Atafona, o Grupo Cultural Lourenço do Espírito Santo, realiza neste fim de semana a segunda edição da Festa dos Ventos, no dia 21 de agosto. A programação ainda será finalizada.
Comentar
Compartilhe
Esposa e filho de Lula não comparecem à PF para depoimento
16/08/2016 | 14h34
Lula e MarisaA esposa e o filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — Marisa Letícia Lula da Silva e Fábio Luís Lula da Silva — não foram à Superintendência da Polícia Federal em São Paulo para o depoimento agendado pela PF de Curitiba. A oitiva estava marcada para as 10h desta terça-feira (16), e faz parte das investigações da Operação Lava Jato. Na ocasião, seria abordada a questão das benfeitorias feitas em um sítio na cidade de Atibaia, cuja propriedade é atribuída a Lula. Segundo o inquérito, as reformas teriam sido feitas com recursos desviados da Petrobras. Advogado do ex-presidente, Cristiano Zanin Martins disse que o não comparecimento foi apenas o exercício de um direito previsto na Constituição. “O depoimento não tem sentido já que em março deste ano os proprietários João Suassuna e Fernando Bittar mostraram documentos que provam que eles são os donos do sítio e que a propriedade foi adquirida com recursos lícitos e próprios. Mostraram imposto de renda, comprovantes de despesas do sítio e de pedágio para comprovar a frequência de ida ao local. São provas documentais que não deixam dúvidas a quem pertence o sítio”, afirmou o advogado. De acordo com Martins, diante dessas provas não há razão jurídica para que o inquérito continue em curso nem para que Marisa Letícia e Fábio Luís compareçam ao depoimento somente por serem parentes de Lula: — Assim, comunicamos à Polícia Federal que eles iriam exercer o direito de não prestar depoimento em circunstância como essa em que há inquérito em que o marido e pai são investigados. O objeto da investigação já está devidamente elucidado e não há como se levantar qualquer dúvida a respeito da propriedade do sítio. Também advogado do ex-presidente, José Roberto Batochio afirmou que o não comparecimento ao depoimento é legítimo, não é desrespeito, desobediência ou afronta, já que é exercício regular do direito assegurado. Com informações da Agência Brasil e Estadão
Comentar
Compartilhe
Porto do Açu lança campanha de prevenção a incêndios florestais
16/08/2016 | 11h55
[caption id="attachment_8836" align="alignleft" width="300"]Combate a incêndio na mata Caroara em 2010 (Foto: André pinto/Arquivo/2010) Combate a incêndio na mata Caroara em 2010 (Foto: André Pinto/Arquivo/2010)[/caption] Você sabia que entre os meses de junho a outubro são maiores as chances de incêndios florestais? Isso por causa dos ventos fortes, que ajudam a alastrar os focos de incêndio. Para alertar a população de Campos e São João da Barra para este problema, o Porto do Açu lança nesta semana uma campanha de prevenção a incêndios florestais. Durante 30 dias, serão realizadas blitzen educativas nas estradas de acesso ao porto, além de distribuídos cartazes e instalados outdoors. —Na região, temos muitos registros de incêndios por causa da caça a preás. Por isso é importante reforçar o perigo de colocar fogo para limpeza de terreno e de dirigir próximo a incêndio florestal, pois a fumaça dificultará sua visão — explica João Teixeira, Gerente de Sustentabilidade do Porto do Açu. Os materiais contam com dicas como: evitar jogar lixo e pontas de cigarro perto de qualquer tipo vegetação, manter o fogo longe da área de preservação ambiental, não jogar latinhas e objetos de vidro nas matas e não limpar terrenos usando fogo. Caso identifique um foco de incêndio, o morador deve ligar o para o Corpo de Bombeiros (193) ou, se estiver em área próxima ao Porto do Açu, entrar em contato com a Brigada de Incêndio do Porto, pelo telefone (22) 98123-5555. Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB novamente sem quórum
16/08/2016 | 10h04
Fachada Câmara 3Parece que virou rotina no Legislativo sanjoanense. Mais uma vez, a Casa não terá sessão nos dois dias previstos semanalmente. Nesta terça-feira (16), os trabalhos não foram realizados por falta de quórum. Compareceram somente os vereadores Aluizio Siqueira (PP), Eziel Pedro (PMDB), Ronaldo Gomes (Pros) e Sônia Pereira (PT). Na pauta desta terça, a previsão era da leitura de dois projetos de lei, duas moções, um requerimento, nove indicações e a leitura do parecer de um projeto de lei. A próxima sessão está agendada para esta quarta-feira (17). Em cinco dias previstos para reuniões desde o retorno do recesso legislativo, duas não foram realizadas por falta de quórum. Nesta terça, tem início a campanha eleitoral. Os nove vereadores da Casa buscam um novo mandato. Com isso, o risco de mais ausências nas sessões é inevitável, embora, cada parlamentar deve ter a consciência de cumprir com todas as obrigações do atual mandato, que chega ao fim no dia 31 de dezembro.
Comentar
Compartilhe
Extra traz denúncia da gestão Carla Machado; ela diz que são factoides
15/08/2016 | 21h10
Neste período eleitoral, com a campanha começando nesta terça-feira (16), as denúncias se tornam cada vez mais recorrentes. Na edição desta segunda-feira (15) do jornal Extra, a jornalista Berenice Seara, em sua coluna, publicou nota sobre duas licitações no governo Carla Machado (PP) para pavimentação de ruas em Barcelos e Pipeiras que teriam virado alvo de notícia-crime nas polícias Civil e Federal, além de denúncia no Tribunal de Contas da União. Carla diz que todos os processos com relação a esse caso foram arquivados e diz que a notícia é “requentada”, tendo sido publicada, também por Berenice, em 2008, quando a hoje candidata disputou à reeleição em 2008. — A denúncia foi feita há cerca de 10 anos, tendo inclusive sido utilizada pelos adversários na minha campanha de reeleição de 2008. Apesar desse processo ter sido arquivado, os adversários por desespero eleitoral tentam novamente, após 8 anos, utilizar isso contra mim. Não passa de mais um dos tantos factoides que já criaram em período eleitoral e que pelo visto, infelizmente continuarão a ocorrer — afirmou Carla, informando também que vai pedir direito de resposta no jornal carioca. Não é a primeira vez que o Extra traz notas sobre a política sanjoanense. No mês passado, o jornal carioca, na coluna da mesma jornalista, informou (aqui) que Carla recorria no Tribunal de Contas do Estado (TCE) para anular duas contas de gestão que poderiam, segundo a jornalista, impedir seu registro de candidatura. Carla saiu vitoriosa (aqui) no julgamento dos dois recursos. Extra
Comentar
Compartilhe
SJB: conheça os candidatos a vereador do grupo governista
15/08/2016 | 12h09
Fachada Câmara 3As convenções partidárias definiram os candidatos a prefeito e vereador. Em São João da Barra, o grupo governista, que vai tentar reeleger o prefeito Neco (PMDB), conta com 13 partidos. Na eleição proporcional, eles foram divididos em duas coligações, cada uma com 18 candidatos a vereador. Na primeira coligação, estão os quatro vereadores com mandato do grupo, além do ex-vice-prefeito e ex-vereador Chico da Quixaba (PSL). Na outra, postulantes não têm mandato, mas dois já tiveram: Gersinho Crispim (Solidariedade) e Zezinho Camarão (DEM). O grupo almeja conquistar mais de cinco das nove cadeiras da Câmara. Confira a relação dos 36 candidatos governistas: Partidos coligados – PMDB/PR/PDT/PRTB/PPL/PSL/PT do B Candidatos (por ordem alfabética) – Arildo Rodrigues (PMDB), Chico da Quixaba, Denise Esteves (PDT), Edinho (PMDB), Elísio Motos (PDT), Eziel Pedro (PMDB), Fabiola Móveis (PDT), Franquis Areas (PR), Juracy Mota (PR), Kaká (PT do B), Lucas Ticalu (PPL), Marcos Paulo Buscarré (PRTB), Marília da Saúde (PMDB), Moreira (PMDB), Nilce Meireles (PPL), Rochinha (PR), Sérgio Machado (PPL) e Silvana Costureira (PRTB). _____________________________________________________________________________ Partidos coligados – PSDB/DEM/Solidariedade/PTC/PMB/PTC Candidatos (por ordem alfabética) – Alan de Grussai (PSDB), Davi Peruá (PMB), Dra. Valéria (PTC), Dudu Manhães (PTC), Enfermeira Silvia (Solidariedade), Flávia de Cabeleira (PSDB), Gersinho (Solidariedade), Índia de Gazeta (PMB), Léo de Flavinho (PSDB), Luan Guerreiro (PMN), Maicon Cruz (Solidariedade), Marivalda (Solidariedade), Murilo da Karol (PMB), Paula de Atafona (PSDB), Pedro Nilson (PSDB), Robson Godinho (PMB), Rose Correa (DEM) e Zezinho Camarão (DEM). A relação dos 72 candidatos do grupo de oposição, divididos em quatro coligações, também já foi solicitada. Atualização às 11h27 de 19/08 - A lista da oposição está disponível aqui.
Comentar
Compartilhe
SJB: candidaturas ficam para o último dia
14/08/2016 | 21h19
aereasaojoao_NovaO Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez a última atualização deste domingo (15), às 19h32, com os pedidos de candidatura registrados em todo país. O prazo para o cadastro termina às 19h desta segunda-feira (15). Nenhuma candidatura a prefeito ou vereador de São João da Barra estava cadastrada. As coligações deixaram o pedido para os minutos finais. Nas convenções, ficaram definidos os nomes de Carla Machado (PP) e Neco (PMDB) para disputa da Prefeitura. Foram escolhidos ainda 36 candidatos a vereador no grupo governista, enquanto a oposição optou por 72.
Comentar
Compartilhe
O “meu velho” e o mar
14/08/2016 | 17h11
A edição deste domingo, 14 de agosto, da Folha da Manhã, traz uma bela reportagem de Aluysio Abreu Barbosa sobre a atividade pesqueira em Atafona. O título, “O homem e o mar”, a primeira oração do lead e a condução da matéria são inspirados no livro “O velho e o mar”, de Ernest Hemingway. O “velho que pescava sozinho em seu barco”, porém, não é o Santiago. É o meu velho, chamado Arnaldo, assim como o pai, e que repetiu o nome neste que aqui escreve. Mais conhecido como Nadinho, desde os 10 anos é pescador. Exerce a atividade até hoje e com orgulho. Na sala da nossa casa tem até um troféu que recebeu em 2013, na Festa dos Pescadores que era organizada em Atafona, como destaque na pesca de peroá. Neste Dia dos Pais, é comum ver relatos dos filhos que dão continuidade ao trabalho do pai. Não é o meu caso. Na verdade, nunca nem tentei pescar. Desde criança eu falava em ser jornalista. Mas é o caso do Aluysio, que nas páginas da Folha da Manhã dá continuidade ao trabalho do seu, o fundador do jornal, Aluysio Cardoso Barbosa (que faleceu em 2012). Na lida diária para manter vivo o legado do seu pai, Aluysio acompanhou um dia de trabalho do meu. Peço licença para reproduzir abaixo a página com a matéria feita por ele. E, neste dia em especial, é uma homenagem ao meu pai, pescador, da Ilha da Convivência, de quem sempre falo com orgulho. Confira a reportagem completa aqui, no blog Opiniões. Página-5-Folha-14-08
Comentar
Compartilhe
SJB e SFI estão nas "raríssimas exceções" de Garotinho
13/08/2016 | 17h03
[caption id="attachment_8093" align="aligncenter" width="640"]Reunião aconteceu nesta quinta-feira no Rio Branco. (Foto: Rodrigo Silveira) Durante reuniões com seu grupo político, presidente do PR no Rio diz que alianças entre seu partido e o PMDB no pleito municipal só são aceitas em raríssimas exceções. (Foto: Rodrigo Silveira)[/caption] Secretário de Governo de Campos e presidente estadual do PR, Anthony Garotinho sempre afirma que sua meta nas eleições deste ano é eliminar o PMDB do maior número de prefeituras possíveis, para depois vencer o partido em uma disputa estadual. Ele também afirma que alianças com os peemedebistas serão firmadas apenas em raríssimas exceções. Os dois municípios da foz do Paraíba, São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, se enquadram neste perfil de raríssimos para Garotinho. O que ele pode esperar dessas duas cidades? Em SJB, o PR apoia o prefeito Neco (PMDB), candidato à reeleição. Nas terras de Narcisa Amália, Garotinho não tem uma vitória pessoal nas urnas desde 2002, quando foi candidato a presidente da República e, na ocasião, recebeu mais de 50% dos votos dos eleitores sanjoanenses. Em 2006, ele não entrou na disputa. No pleito de 2010, quando eleito deputado federal, o mais votado no Estado, entre os eleitores de SJB ficou em segundo, atrás de seu rival Arnaldo Vianna (hoje PEN, a caminho do PMDB). Na disputa de 2014, quando nem chegou ao segundo turno da disputa pelo Governo do Rio, em SJB ficou em segundo. O governador Pezão (PMDB) recebeu mais que o dobro dos votos de Garotinho. No que se refere a apoio político a candidatos a prefeito em São João da Barra, não vence desde que rompeu com a ex-prefeita e candidata Carla Machado (PP), em 2009. Antes, esteve junto dela nas eleições de 2000, quando saiu vencedor Betinho Dauaire (hoje no PR), e nas campanhas vitoriosas de 2004 e, sem muita participação, na de 2008. Antes tinha participado da vitória de Ranulfo Vidigal em 1992. Em 2012 apoiou Betinho, que perdeu para Neco – candidato então apoiado por Carla. São Francisco Os fatos expõem que o ex-governador enfrenta uma situação complicada entre os sanjoanenses. Entretanto, com os eleitores de São Francisco de Itabapoana, o apoio da família Garotinho é bastante disputado. Na campanha de 2012, chegaram a ser produzidos materiais gráficos de dois candidatos como tendo apoio do político campista. Neste ano, o candidato Marcelo Garcia (PSDB) chegou a usar imagens do casal Garotinho e uma mensagem da filha deles e deputada federal, Clarissa Garotinho, durante sua convenção. Na do prefeito Pedrinho Cherene (PMDB), candidato à reeleição, quem compareceu foi Wladimir Garotinho e o deputado estadual Bruno Dauaire (PR). O PR está na coligação do prefeito. Embora sejam municípios com eleitorado pequeno, o resultado dos candidatos com apoio de Garotinho em SJB e SFI, somado ao desempenho de Dr. Chicão (PR) em Campos, pode ser um termômetro para as pretensões do líder do PR em 2018.
Comentar
Compartilhe
SJB: Prefeitura responderá reivindicações dos servidores até terça
13/08/2016 | 11h20
Prefeitura sjbO Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São João da Barra (Sispusba) informou à secretaria de Administração sobre a deliberação de um movimento paredista na próxima quarta-feira (17) por 24 horas e entregou sua pauta de reivindicações. De acordo com o secretário de Administração Rogério Zorzal, em programa de rádio na manhã deste sábado (13), disse que a resposta às solicitações será entregue ao sindicato até terça-feira. O indicativo de greve foi aprovado na última quinta (aqui). Zorzal destacou que a demanda só chegou ao conhecimento da Administração na sexta. As reivindicações do Sispusba são restabelecimento e reajuste de R$ 300 para R$ 400 do cartão alimentação; reajuste de 15% do salário base dos servidores; implementação dos benefícios planos de Saúde e Odontológico contidos no estatuto. A paralisação dos servidores vai acontecer por 24 horas, no dia 17. No mesmo dia, o movimento vai realizar um protesto em frente à Prefeitura às 10h. O cartão alimentação do servidor foi suspenso entre as medidas de corte do decreto de emergência econômico-financeira assinado pelo prefeito Neco (PMDB) em maio. Antes das palavras do secretário em programa de rádio, o blog solicitou, por e-mail, um posicionamento da Prefeitura sobre a paralisação, o que não foi respondido até o momento.
Comentar
Compartilhe
Marcos e Belluti na Expo São Francisco 2016
12/08/2016 | 16h07
MARCOS-E-BELUTTIA dupla sertaneja Marcos e Belutti é a principal atração da 34ª Expo de São Francisco de Itabapoana. O show acontece no sábado, dia 20 de agosto, no Parque de Exposições Rural da localidade de Praça João Pessoa.  O evento será realizado entres os dias 18 a 21 de agosto e conta com outros shows, apresentação de rodeio, concurso leiteiro, competição esportiva entre animais, stands com produtos da terra e desfile da garota e garoto Expo 2016. De tradição no município, a Expo tem entrada franca e é organizada pela Prefeitura.  Segundo a equipe de organização, o show nacional é totalmente patrocinado pelo Grupo Thoquino, através da lei de patrocínios. Programação completa: Dia 18/08 (quinta -feira) 8h - Abertura do concurso leiteiro; Exposição de animais Dia 19/08 (sexta feira) 9h - Abertura do stand da Estufa Municipal de mudas 21h – Apresentação da Companhia de Rodeio; 23h30 – Show com a dupla Lucas e Júnior Dia 20/08 (sábado) 12h - Prova de Team Penning 20h - Desfile garota e garoto Expo 2016 21h – Apresentação da Companhia de Rodeio; 23h30 – Show com a dupla Marcos & Belutti Dia 21/08 (domingo) 10h- Premiação do concurso leiteiro 12h - Provão de tambor feminino 21h – Apresentação da Companhia de Rodeio e final da prova de tambor rodeio feminino durante o rodeio a noite. 23h – Show com o Grupo Zona Sul. Com informações da assessoria
Comentar
Compartilhe
Pedrinho Cherene com candidatura cadastrada no TSE
12/08/2016 | 15h32
PedrinhoSão Francisco de Itabapoana foi o primeiro município da região a confirmar seus três candidatos a prefeito em convenções partidárias. Agora, mais uma vez é o primeiro, no cadastro das candidaturas dos postulantes à Prefeitura no site do Tribunal Superior Eleitoral. Já está no sistema nesta sexta-feira (12) o pedido do registro do atual prefeito e candidato à reeleição, Pedrinho Cherene (PMDB), do seu vice, Amaro Fernandes (PP), e dos candidatos a vereadores dos partidos da coligação: PMDB, PP, PPS, PR, PRB, PSL, PTB, PEN, PPL, PRP, PV, PSC, PTN, PTC, PT do B, PC do B, PSDC e PRTB. O registro de candidatura deve ser solicitado até 15 de agosto. A partir daí, o candidato fica aguardando o julgamento do pedido. A campanha tem início no dia 16, mesmo que os pedidos de candidaturas ainda não tenham sido julgados. De São João da Barra — assim como Campos — nenhuma candidatura consta ainda no sistema do TSE. Em SFI, as candidaturas de Marcelo Garcia (PSDB, aqui) e Francimara Barbosa Lemos (PSB, aqui) também já foram cadastradas.  
Comentar
Compartilhe
Julgamento que pode afastar Dilma definitivamente começa no dia 25
12/08/2016 | 15h26
Dilma_abrilO julgamento final do processo de impeachment que a presidente afastada Dilma Rousseff enfrenta no Senado terá início no dia 25 de agosto, às 9h. Segundo a Secretaria Geral da Mesa do Senado, a petista será notificada pessoalmente sobre o andamento do processo. O sinal verde para a fixação da data pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, foi dado com a entrega, na manhã desta sexta-feira (12), das alegações finais da defesa, a pouquíssimos minutos do prazo final, pelo advogado José Eduardo Cardozo. A expectativa é que esta fase possa durar até cinco dias. Cardozo ainda não confirmou se a presidente afastada virá se defender pessoalmente no plenário do Senado durante o julgamento final. Sobre isso, ele disse que ainda vai consultar Dilma, mas nos bastidores é grande a expectativa para que isso aconteça. O documento da defesa chama atenção pelas 670 páginas, 661 a mais do que a peça apresentada pela acusação na última quarta-feira (10), que tem apenas nove páginas. Testemunhas As diferenças entre a estratégia de defesa e acusação não param por aí. Os juristas responsáveis pela denúncia – Miguel Reale Júnior, Janaína Paschoal e Hélio Bicudo – abriram mão de três das seis testemunhas a que têm direito nessa etapa final, além de não descartarem a possibilidade de dispensar mais uma ao longo do julgamento. Já a defesa pretende utilizar as seis testemunhas. Na lista entregue por Cardozo, está o procurador do Ministério Público Federal, o ex-ministro da Fazenda do governo Dilma Nelson Barbosa. Além dele, também serão chamados a ex-secretária de Orçamento Federal Esther Duweck, o professor de Direito Processual Penal da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UERJ) Geraldo Prado, o ex-secretário executivo adjunto da Casa civil Gilson Bittencourt e o economista Luiz Gonzaga Belluzzo. Rito Assim como fez antes do julgamento da fase de pronúncia, mais uma vez o presidente do STF vai se reunir, na semana que vem, com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e com líderes de partidos, para definir o rito do julgamento final. Além do tempo de duração do julgamento e intervalos, nessa reunião será decidido, por exemplo, quanto tempo os senadores advogados e testemunhas terão para se manifestar. Julgamento final Diferentemente das outras etapas, onde a decisão era tomada com base na maioria simples dos votos, metade mais um dos presentes à sessão, na próxima votação, que pode afastar definitivamente Dilma Rousseff do cargo, serão necessários 2/3 dos votos, 54 dos 81. Se condenada pelo plenário do Senado, o presidente interino Michel Temer assume a Presidência da República. Ainda nesse caso, Dilma ficará inelegível por oito anos. Se os favoráveis ao impeachment não conseguirem o mínimo de votos, o processo é arquivado e a presidenta afastada retoma o mandato. Fonte: Agência Brasil
Comentar
Compartilhe
SFI: candidatura de Francimara cadastrada no TSE
12/08/2016 | 11h59
FrancimaraMais uma candidatura em São Franciasco de Itabapoana está cadastrada. É a de Francimara Barbosa Lemos (PSB). Seu nome já aparecia no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desde a noite de quinta-feira (11). Além dela, já aparecem registradas as candidaturas do seu vice, Claudio Henriques (DEM), e dos candidatos a vereadores dos partidos de sua coligação: PSB, DEM, Rede, Pros. O registro de candidatura deve ser solicitado até 15 de agosto. A partir daí, o candidato fica aguardando o julgamento do pedido. A campanha tem início no dia 16, mesmo que os pedidos de candidaturas ainda não tenham sido julgados. De São João da Barra — assim como Campos — nenhuma candidatura consta ainda no sistema do TSE. Em SFI, a candidatura de Marcelo Garcia (PSDB) também já foi cadastrada (aqui).
Comentar
Compartilhe
Terminal de Petróleo do Açu autorizado a receber navios do exterior
12/08/2016 | 11h32
Terminal de Petróleo 07-06-2016 foto Michelle RichaO Terminal de Petróleo (Toil) do Porto do Açu, desenvolvido em parceria pela Prumo e a alemã Oiltanking, recebeu no dia 10 a aprovação da Receita Federal para alfandegamento. Entende-se por alfandegamento a autorização para estacionamento ou trânsito de veículos procedentes do exterior. O terminal tem 20,5 metros de profundidade, 1.423,50 metros de cais e mais de 70 mil metros quadrados de área total. Com operação prevista ainda para este mês, o terminal poderá realizar simultaneamente três operações de transbordo entre navios atracados a contrabordo, conhecida como ship-to-ship. Inicialmente serão utilizados navios Suezmax e, partir de 2018, com a dragagem do canal para até 25 metros, o porto poderá receber navios VLCCs, que carregam até 320 mil toneladas. O primeiro cliente do terminal é a Shell, que assinou contrato para movimentar, a partir deste mês, 200 mil barris por dia, pelo período de 20 anos. O terminal tem capacidade para movimentar 1,2 milhão de barris por dia. O Toil, terminal construído em área abrigada por quebra-mar, possibilita uma operação segura, rápida e eficiente, com redução de custos para os clientes, o que aumenta a competitividade do petróleo brasileiro. Além disso, a operação no Porto do Açu reúne características de alto nível que oferecem atendimento de qualidade para toda a indústria de óleo e gás. O Toil foi inaugurado em junho (aqui). No mês passado, foram 16 manobras de treinamento. Para os testes, os navios eram carregados com água no lugar do petróleo. Com informações da Prumo
Comentar
Compartilhe
Servidores de SJB aprovam indicativo de greve
11/08/2016 | 21h30
Prefeitura sjbEm assembleia no Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São João da Barra (Sispusba) foi aprovado por unanimidade nesta quinta-feira (11) a paralisação das atividades por 24 horas nesta quarta-feira (17). No dia estabelecido, todos irão se concentrar no Sispusba às 9h e farão um ato em frente à Prefeitura às 10h. Será respeitada a determinação de permanecerem no trabalho 30% dos funcionários dos serviços essenciais (saúde, transporte público e guarda municipal). O movimento grevista tem como pauta o restabelecimento de benefícios que foram cortados mediante ao decreto de emergência econômico-financeira, assinado pelo prefeito Neco (PMDB) em maio deste ano. Entre os cortes, está o cartão alimentação do servidor, criado em 2007 e que atualmente dava uma ajuda de custo no valor de R$ 300 aos servidores ativos. Atualização às 11h deste sábado (13): A Prefeitura não comentou sobre o movimento paredista. A pauta de reivindicações do Sispusba conta com restabelecimento e reajuste de R$ 300 a R$ 400 do cartão alimentação; reajuste de 15% do salário base dos servidores; implementação dos benefícios planos de Saúde e Odontológico contidos no estatuto. Correção no texto às 22h11 — A greve é na quarta-feira, não na segunda como informado anteriormente.
Comentar
Compartilhe
Após convenções, ex-vereador Helinho vai para grupo de Carla Machado
11/08/2016 | 19h50
[caption id="attachment_8765" align="alignleft" width="300"]Reprodução/Facebook Carla Machado Reprodução/Facebook Carla Machado[/caption] O ex-vereador Helinho, com reduto eleitoral no 5º distrito de São João da Barra, chegou a ser especulado (aqui) como candidato neste ano na base governista, que vai tentar reeleger o prefeito Neco (PMDB). Após as convenções, ele, porém, decidiu seguir para o grupo de oposição. A candidata a prefeita Carla Machado (PP) postou uma foto em seu perfil do Facebook, com o ex-vereador. Pra quem pensava que a temporada de “pular” de lado chegou ao fim, está aí a prova que o jogo eleitoral continua aberto em SJB e outras surpresas poderão acontecer nos próximos dias. Helinho seria candidato pelo PMDB, mesmo partido do prefeito e ao qual esta filiado, mas optou por retirar seu nome antes das convenções. Ele foi eleito vereador em 2000, com apoio do então candidato a vice-prefeito Chico da Quixaba. Em 2004, 2008 e 2012, ficou como primeiro suplente. Chegou a assumir a cadeira temporariamente nas legislaturas de 2005-2008 e 2009-2012. Desta vez, como nenhum dos vereadores eleitos deixou o mandato para assumir secretarias, Helinho não chegou a ocupar cadeira na Câmara.
Comentar
Compartilhe
Nos embates eleitorais, aparente calmaria no cenário sanjoanense
11/08/2016 | 16h25
Sem títuloAparente calmaria São João da Barra vive um período de aparente calmaria nos embates eleitorais. A cidade que respira política e teve assuntos polêmicos durante todo o ano, acalmou os ânimos após as convenções partidárias, na semana passada. Determinado que os candidatos são Neco (PMDB) e Carla Machado (PP), nenhuma surpresa para quem acompanha os bastidores, os ataques nas redes sociais diminuíram. Como a campanha começa na próxima terça-feira, dia 16 de agosto, pode ser apenas um descanso. São alguns dias de preparação para a empreitada eleitoral de tiro curto. Desta vez, são apenas 45 dias com o bloco na rua. O que se espera dos candidatos, seja de oposição ou situação, é o debate de ideias, de proposição, nada de baixaria e ofensas pessoais. Morno Desde que terminou o recesso parlamentar, as sessões da Câmara de SJB estão mornas. A ausência de alguns vereadores também é notada. Parece que já é clima de eleição. CPI O que pode esquentar os debates na Casa é o resultado da CPI do home care, que está em andamento. O assunto deve voltar à tona no próximo mês, bem perto da disputa eleitoral. Prazo A comissão que apura suposta fraude nos contratos do serviço de home care tem 90 dias para concluir seu trabalho. Assim, o prazo se encerra a dez dias das eleições. Existe a prerrogativa, porém, de adiar por mais 90 dias. Não contesta? O vereador Eziel Pedro (PMDB), de São João da Barra, é o único do mesmo partido de Neco na Câmara. Deixou o PSDC, que vai apoiar Carla. Até hoje, no painel da Casa, ele aparece como membro do partido do deputado João Peixoto. Será que ele não contesta isso com os responsáveis pelo painel? Movimento Circula nas redes sociais um aviso de greve dos servidores de SJB para a próxima semana. A paralisação, se for aprovada pela categoria, tende a acontecer por 24h. Hoje terá uma assembleia na sede do sindicato. Cobrança O decreto de emergência econômico-financeira assinado pelo prefeito Neco (PMDB), em maio, suspendeu o cartão alimentação do servidor. O retorno deste benefício é a principal luta da classe. Sangue O distrito de Barcelos vai receber na próxima quinta-feira, dia 18, a unidade de coleta móvel do Hemocentro de Campos. Uma oportunidade para ajudar a abastecer o banco de sangue do Hospital Ferreira Machado, que atende toda região, quase sempre está com estoque baixo. A iniciativa é do instituto “Laços de amor”. Coligações Os partidos políticos sanjoanense já definiram seus candidatos a vereador. Os da oposição participaram de uma reunião nesta semana sobre questões contábeis. No entanto, quando solicitado aos grupos políticos o resultado final das nominatas, eles ainda fazem mistério. Nenhum Nos pedidos de registros de candidaturas no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nenhuma candidatura sanjoanense estava registrada até a noite de ontem. Terceirizados A Prefeitura de SJB não só precisa, tem o dever de passar uma explicação aos terceirizados demitidos em maio e que até hoje não receberam seus salários. O silêncio quanto ao assunto é ensurdecedor. Restauração A imagem da padroeira de Atafona, Nossa Senhora da Penha, passa por minucioso trabalho de restauro. O artista sanjoanense Jorge Renato Amaral encontrou quatro camadas de tinta por cima da pintura original. O objetivo é terminar o restauro antes da festa do ano que vem. Contribuição Para o trabalho de restauro da imagem da padroeira, a Irmandade de Nossa Senhora da Penha, responsável pela manutenção do templo e da devoção, conta com colaboração de fiéis. Quem quiser ajudar, é só procurar os diretores da instituição.
Comentar
Compartilhe
Marcelo Garcia é o primeiro de SFI com candidatura cadastrada
11/08/2016 | 12h17
Candi_Se até a noite desta quarta-feira (10) não aparecia nenhum candidato dos municípios da foz do Paraíba com cadastro no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o primeiro já está registrado nesta quinta. Primeiro a confirmar seu nome nas convenções (aqui) em São Francisco de Itabapoana, Marcelo Garcia (PSDB) já tem sua candidatura registrada, assim como seu vice Fabinho do Estaleiro (PDT). O registro de candidatura deve ser solicitado até 15 de agosto. A partir daí, o candidato fica aguardando o julgamento do pedido. A campanha tem início no dia 16, mesmo que os pedidos de candidaturas ainda não tenham sido julgados. Também foram registrados os pedidos de candidaturas de 44 vereadores PSDB, PHS, PDT, PMB, SD e PT — partidos que compõem a coligação de apoio a Marcelo. De São João da Barra — assim como Campos — nenhuma candidatura consta ainda no sistema do TSE.
Comentar
Compartilhe
Movimento estudantil protesta com cruzes em frente à Prefeitura de SJB
11/08/2016 | 09h00
[caption id="attachment_8744" align="aligncenter" width="807"]WhatsApp Image 2016-08-11 at 08.47.12 Cruzes foram colocadas em frente ao prédio da Prefeitura de SJB (Divulgação)[/caption] O Movimento estudantil de São João da Barra, criado a partir do decreto de emergência econômico-financeira (aqui) que diminuiu o valor da bolsa universitária e, para os que não são bolsistas, o corte do passe para transporte gratuito entre Campos e SJB, realizou mais um protesto nesta quinta-feira (11) em frente à Prefeitura. Segundo os organizadores, o manifesto acontece devido ao atraso de cinco meses no depósito do programa Cartão Universitário, mesmo com a redução para 30% do valor da mensalidade a partir de junho, conforme decreto do prefeito Neco (PMDB). Antes do corte, o município custeava integralmente os cursos de Medicina e Odontologia. Já para outras áreas acadêmicas, a ajuda de custo variava entre 60% e 80%, dependendo do desempenho do universitário no semestre anterior. Este não é o primeiro protesto do movimento estudantil de São João da Barra. As cruzes, desta vez, representa a sepultura dos sonhos de bolsistas que, sem o beneficio da Prefeitura, já trancaram ou terão de trancar a faculdade. No dia 3 de junho (aqui), ao som de marcha fúnebre, eles realizaram uma manifestação silenciosa também em frente à sede da Prefeitura. Dois dias antes (aqui), chegaram a fechar a BR 356. [caption id="attachment_8749" align="alignleft" width="225"]Nas cruzes, mensagens como "aqui jaz a educação" e questionamento como "cadê o dinheiro da bolsa?" Nas cruzes, mensagens como "aqui jaz a educação", "saudade eterna do passe estudantil" e questionamento como "cadê as bolsas universitárias?"[/caption] O protesto de maior repercussão, no entanto, ocorreu no dia 17 de junho (aqui), dia da elevação de São João da Barra à categoria de cidade. Os estudantes fizeram o enterro simbólico dos sonhos na Praça São João Batista, no marco do centenário do município. Apesar de todos os protestos, a Prefeitura até o momento não emitiu posicionamento e o repasse do valor da bolsa continua suspenso. Na Justiça — O Movimento Estudantil informa que vai entrar na Justiça com pedido de mandado de segurança para assegurar a volta dos antigos percentuais das bolsas de estudos dos universitários e do passe de ônibus para quem não tem bolsa, além dos depósitos atrasados das bolsas – o último foi feito em março. As ações já estão sendo protocoladas.
Comentar
Compartilhe
Cassação de Cunha fica para setembro
10/08/2016 | 20h34
eduardo-cunha--antonio-cruzMesmo com a pressão de adversários, a votação do processo de cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ficará para setembro, depois da votação final do processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff. Por meio de sua assessoria, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou que marcou para o dia 12 de setembro a votação do processo contra Cunha no plenário da Casa. Desde o início da semana havia expectativa com a definição da data de votação do processo. Na segunda-feira, após pressão de deputados do PSOL, Rede, PT, PCdoB, PDT e PPS, Maia disse que marcaria a data nesta quarta-feira (10), após reunir-se com líderes partidários. Os deputados queriam que a votação ocorresse na próxima semana. Já os aliados de Cunha defendiam uma data mais alongada, chegando mesmo a apontar como momento mais adequado depois das eleições municipais de outubro. Com a decisão de Maia, prevaleceu a defesa da base governista do presidente interino Michel Temer, que queria que a decisão sobre o futuro de Cunha, ex-presidente da Câmara, ocorresse depois da conclusão do processo de impeachment de Dilma Rousseff, previsto para o dia 26. "Isso leva à conclusão de que o Planalto e uma parte da Câmara têm medo de Cunha. É um misto de covardia e conivência. Parecem temer o que ele pode vir a delatar após a sua cassação" , disse Alessandro Molon (Rede-RJ). A Rede foi, junto com o PSOL, um dos partidos que representaram contra Cunha no Conselho de Ética.
Comentar
Compartilhe
Prumo registra lucro de R$ 55,9 milhões no 2º trimestre de 2016
10/08/2016 | 19h55
POrtoooA Prumo Logística, empresa que desenvolve e opera o Porto do Açu, divulgou nesta quarta-feira (10) o resultado do 2º trimestre deste ano. A empresa encerrou o período com lucro de R$ 55,9 milhões e investimentos de R$ 152,03 milhões no Porto do Açu. No ano de 2016 (janeiro a junho), o EBITDA  acumulado (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 112,5 milhões. — Após um início de ano desafiador, conseguimos atingir grandes objetivos neste 2º trimestre. A inauguração de 3 terminais no Porto do Açu (Terminal de Petróleo, Terminal Multicargas e Terminal de Combustíveis Marítimos), no início de junho, demonstra a capacidade da Companhia em entregar uma infraestrutura completa e eficiente para os nossos clientes e para a região Norte Fluminense — disse Eugênio Figueiredo, diretor financeiro da Prumo. Em operação desde outubro de 2014, o Porto do Açu já recebeu neste ano aproximadamente 400 embarcações. Destas, mais de 55 foram de minério de ferro. Destaques do trimestre Entre os destaques do trimestre está a assinatura de um novo contrato de mútuo de US$ 50 milhões com um veículo de investimento administrado pelo EIG Global Energy Partners. Com estes recursos, a Prumo continuará investindo na conclusão das obras dos seus terminais e no desenvolvimento da infraestrutura do Porto do Açu, demonstrando o contínuo apoio da EIG no desenvolvimento dos negócios da Companhia. Fonte: Assessoria  
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB sugere criação do Fundo de Cultura
10/08/2016 | 14h37
Câmara_O município de São João da Barra é um celeiro cultural, e o assunto foi destacado na sessão da Câmara de Vereadores desta quarta-feira (10). Por meio de indicação, o vice-presidente da Casa, Alex Firme (PP), sugeriu ao Executivo, a criação de um Fundo Municipal de Cultura. Em outra matéria, ele propôs a criação de um Arquivo Público Municipal. — Venho pedindo a criação desse fundo desde 2013, mas infelizmente o governo não fez esse importante projeto, que poderia beneficiar os artistas locais, captando recursos de programas do governo federal, a fim de enaltecer a nossa cultura, que está parada — disse. Obras — Jonas Gomes (PP) propôs a conclusão e a entrega das casas populares de Barcelos, e a construção de um portal em Barcelos, para nortear e dar boas vindas às pessoas que chegam a São João da Barra e não sabem onde fica o limite com Campos. Ronaldo Gomes (Pros) solicitou a reforma da Praça do Repolhinho (Atafona) e a ampliação do cemitério de Amparo, que atualmente está pequeno para a demanda. O presidente da Casa, Aluizio Siqueira (PP), solicitou à Secretaria de Obras, a instalação de braços de iluminação na Rua Projetada, no Loteamento do Senhor Alonso (Grussaí), com lâmpadas de 250 W brancas. Ele também propôs o projeto de lei nº 030/2016, nomeando de Professora Marly de Assis Rangel, a Rua Projetada localizada no loteamento Gilberto Paes Rangel (Roças Velha). O projeto foi encaminhado às comissões. Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
Neco troca "seis por meia dúzia" nas nomeações e exonerações da Prefeitura
10/08/2016 | 11h01
necoooAs mudanças no governo Neco (PMDB) continuam. No Diário Oficial desta quarta-feira (10) foram publicadas 12 portarias, seis de exonerações e seis de nomeações. Na verdade, uma das nomeações foi publicada duas vezes e deverá ser corrigida na próxima edição do DO. Dois dos exonerados foram novamente nomeados em cargos mais altos, passando de CC-4 para CC-1. Todas as mudanças podem ser conferidas aqui, no portal da Prefeitura.
Comentar
Compartilhe
Senado aprova denúncia e Dilma, agora ré, vai a julgamento final
10/08/2016 | 01h49
[caption id="attachment_8722" align="alignleft" width="300"]Sessão do Senado, conduzida pelo presidente do STF, Ricardo Lewandowski, decidiu que Dilma será julgada por crime de responsabilidade (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) Sessão do Senado, conduzida pelo presidente do STF, Ricardo Lewandowski, decidiu que Dilma será julgada por crime de responsabilidade (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)[/caption] Por 59 votos a 21 o plenário do Senado aprovou hoje (10) o relatório do senador Antonio Anastasia que julga procedente a denúncia contra a presidenta afastada Dilma Rousseff por crime de responsabilidade. Dilma agora vai a julgamento final pelo plenário do Senado. Em sessão coordenada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, a sessão de pronúncia começou na manhã desta terça-feira (10) e seguiu até a madrugada desta quarta-feira (10). No início as sessão, Lewandowski, que preside os trabalhos no Senado, pediu que os senadores pudessem agir com “coragem e independência”, se pautando pela lei. Para agilizar o processo, seis senadores do PSDB abriram mão de usar a palavra para garantir que a votação do processo de impeachment ocorresse de forma mais ágil. Seguindo o exemplo dos senadores tucanos, mais oito parlamentares retiraram o nome da lista para discursar na sessão de pronúncia do impeachment. Cada senador poderia falar por até 10 minutos. Um dos autores da denúncia, o jurista Miguel Reale Júnior voltou a defender o impeachment. Segundo o advogado, o afastamento de Dilma é fundamentado pelo conjunto dos fatos. “Não se está afastando uma presidente da República por fatos isolados. Ela não merece mais governar o Brasil, porque levou o Brasil ao desastre em que ele se encontra”, afirmou Reale. O advogado de defesa de Dilma, José Eduardo Cardozo, disse que não há prova de crime de responsabilidade e considerou que o processo de impeachment tem motivações políticas. “Não há ato, não há dolo, não há nada. Quer se utilizar pretextos para afastar a presidente da República por razões políticas. E a Constituição não comporta pretextos”, argumentou Cardozo. Com informações da Agência Brasil
Comentar
Compartilhe
Expectativa para primeira operação com petróleo no Açu
09/08/2016 | 14h59
Sem títuloPetróleo no Porto do Açu A movimentação de navios continua intensa no Porto do Açu. Nesta segunda, por exemplo, chegou ao Terminal 1, de minério de ferro, o “Championship”, embarcação com bandeira da Libéria. No mesmo dia, deixou o porto sanjoanense o “Pacific Century”, com bandeira de Hong Kong. A passagem de navios de grande porte já faz parte da rotina no Porto do Açu. Agora, a expectativa é a chegada dos que farão a primeira operação de transbordo de petróleo no terminal próprio (Toil) para essa atividade, que foi inaugurado em junho. A expectativa oficial é para este mês, mas a Prumo não confirma a data. Porém, trabalhadores do Porto asseguram que a operação acontece nesta semana. Nesta terça, por exemplo, estava prevista a chegada ao Toil um navio (adiado hoje para o dia 10), não se sabe se já para a operação com petróleo ou para mais um teste. No mês passado, foram 16 manobras de treinamento. Para os testes, os navios eram carregados com água no lugar do petróleo. Em caixa São João da Barra recebeu nesta segunda-feira R$ 7,5 milhões referente ao valor trimestral da participação especial sobre a produção de petróleo. Subiu Se comparado ao trimestre anterior, o valor subiu 288%. Vale destacar que maio rendeu ao município o menor valor da participação especial desde 2002. Contrapôs O secretário de Fazenda de SJB, Dalmo Caetano, fez um longo relato para justificar que o deposito de R$ 7,5 milhões não pode ser comparado a um aumento real. No mesmo período do ano passado, os cofres públicos receberam R$ 23,5 milhões. Pessimista Caetano fez um cálculo nada empolgante para as finanças do município. Prevê que SJB arrecade neste ano R$ 252 milhões, enquanto a previsão era de R$ 451 milhões. Não vale Embora seja típico de cidade pequena, não vale à pena perder amizade por causa de pensamentos políticos distintos. Cada um tem o direito de votar em quem quiser, sem a necessidade de ofender ao outro. Fakes Pior que a briga entre os amigos, são os perfis falsos que invadem as redes sociais neste período eleitoral. E eles já começaram a dar as caras na política sanjoanense. Ninguém Até o fechamento desta coluna, na noite de segunda-feira, nenhum pedido de registro de candidatura sanjoanense estava disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral. (TSE). As convenções definiram dois candidatos a prefeito, com seus respectivos vices, e 108 postulantes a vereador (36 governistas e 72 da oposição). Cobrança virtual O músico Dom Américo, que fez apresentações no verão e carnaval sanjoanense, está cobrando seu cachê nas redes sociais. Outros artistas endossam o discurso de atraso. Contam que até reduziram valor dos cachês mediante ao momento de crise, mas mesmo assim ainda não receberam. Publicado na edição desta terça-feira (9) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Vereadores querem saber se há débito da Prefeitura de SJB com a Ampla
09/08/2016 | 10h21
[caption id="attachment_6667" align="alignleft" width="300"]Arquivo Arquivo[/caption] A Câmara de São João da Barra aprovou dois requerimentos na sessão desta terça-feira (9). O primeiro, de autoria do vereador Franquis Areas (PR), propõe à Cedae a extensão da rede de água potável – se preciso, com a construção de uma caixa d’água com um poço profundo – para atender aos moradores de Quixaba, no 5º. Distrito. Já no segundo requerimento, Aluizio Siqueira (PP), Alex Firme (PP), Sônia Pereira (PT), Ronaldo Gomes (Pros) e Jonas Gomes (PP) – a bancada de oposição na Casa – solicitam informações à Ampla. Eles desejam saber se a Prefeitura encontra-se em débito com os pagamentos das contas de energia elétrica dos prédios municipais e da iluminação pública de responsabilidade do município. E, em caso de positivo, quais são os meses em débito e o valor do mesmo. Os vereadores explicam que as informações solicitadas são necessárias para que a Câmara, como órgão fiscalizador do município, exerça sua função e adote as providências necessárias para o equilíbrio das despesas públicas. Indicações - Para Atafona, Aluizio fez duas indicações à Prefeitura. Na primeira, drenagem, calçamento e urbanização das ruas dos bairros Carrapicho e Vila Esperança, que ainda não foram agraciadas com o devido calçamento e também as ruas Alfredo Alves Barreto e Emilton Gonçalves Barros. Na segunda, iluminação pública no prolongamento das ruas Raul Chatéu e Projetada, no Carrapicho, com braços de iluminação medindo três metros, com cúpula e lâmpadas 250 W brancas. O vereador Franquis propôs o asfaltamento da estrada da Ponte do Rio Doce até Quixaba. Por fim, Ronaldo indicou a reforma da passarela que liga Grussaí ao bairro Nossa Senhora Aparecida, no mesmo distrito.
Comentar
Compartilhe
PMDB e PR ensaiaram em Macaé possível aliança para 2018?
08/08/2016 | 17h17
[caption id="attachment_4763" align="alignleft" width="300"]Presidente da Alerj e do PMDB no Rio criticou governador Presidente da Alerj e do PMDB sondou o prefeito de Macaé para aliança com o PR[/caption] Nas reuniões públicas, o presidente do PR no Estado do Rio, Anthony Garotinho, diz que o PMDB é o seu principal adversário nesta eleição e que a meta é eliminá-lo da maioria das prefeituras —“com raríssimas exceções”. Nessas exceções estariam acordos para 2018? Depois de levar um aliado histórico de Garotinho, o deputado estadual Geraldo Pudim, para o seu partido, o presidente da Alerj e do PMDB, Jorge Picciani, sondou o prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (PMDB), sobre uma aliança com o PR no pleito deste ano. [caption id="attachment_7492" align="alignright" width="300"]DrAluizio_Macaé Dr. Aluízio não fechou com o PR e Longobardi foi compor chapa com Chico Machado (PDT)[/caption] Há menos de um mês, Picciani enviou uma mensagem por Whats’App a Aluizio perguntando sobre a possibilidade de união com o partido de Garotinho, que à época contava com o empresário André Longobardi (PR) como pré-candidato a prefeito. As negociações não prosperaram. Longobardi acabou como vice na chapa encabeçada por Chico Machado (PDT). Acima dos acordos para 2016, resta saber quais são as intenções dos figurões do PMDB e do PR para 2018. Para quem não se recorda, eles já foram aliados.
Comentar
Compartilhe
SJB paga contratados e comissionados nesta terça
08/08/2016 | 13h19
dinheiro_no_bolsoA Prefeitura de São João da Barra paga nesta terça-feira (9) o salário referente ao mês de julho dos funcionários contratados e dos que exercem cargo de confiança (comissionados). Esta é a previsão do secretário de Administração, Rogério Zorzal Ventura. Nesta segunda-feira (8), a Prefeitura recebeu R$ 7,5 milhões referente à participação especial da produção de petróleo. O dinheiro em caixa, certamente, contribuiu para a liberação do pagamento dos contratados e comissionados.
Comentar
Compartilhe
“A crise no município é causada por fatores externos”, diz secretário de Fazenda de SJB
08/08/2016 | 12h25
[caption id="attachment_8707" align="alignleft" width="189"]Neco com seu atual secretário de Fazenda, Dalmo Caetano Neco com seu atual secretário de Fazenda, Dalmo Caetano[/caption] O secretário de Fazenda de São João da Barra, Dalmo Caetano, fez um longo relato em seu perfil no Facebook sobre o depósito da parcela de agosto da participação especial sobre a produção de petróleo que, como este blog mostrou aqui, é 288,1% superior a de maio. Dalmo destacou que esse aumento vem após o pior repasse desde 2002 (aqui), quando o município recebeu R$ 1,9 milhão. O secretário disse ainda que houve uma queda considerável se comparado o depósito de agosto deste ano com o mesmo período de 2014 (R$ 26,1 milhões) e 2015 (23,5 milhões). Também de acordo com o secretário, “com este breve histórico, podemos chegar à conclusão que a crise que afeta as finanças do nosso município e toda região é causada por fatores externos, que afeta a economia como um todo, e de forma mais voraz o setor petrolífero”. Nas projeções de Caetano, SJB fecha 2016 com uma queda de arrecadação de 44,3%: — O município de São João da Barra tem uma previsão orçamentária de cerca de 451 milhões de reais para o exercício de 2016, levando em consideração a diminuição da arrecadação dos royalties e participações especiais, bem como as transferências governamentais e a receita própria, provavelmente arrecadaremos cerca de 252 milhões, tendo assim uma arrecadação menor de 44,30% em relação à receita prevista para o exercício de 2016. Ele destaca ainda que mesmo com a arrecadação em queda, o município mantém “serviços básicos em funcionamento e com qualidade, como transporte urbano gratuito para a população; coleta de lixo em dia em todos os bairros e distritos da cidade; todas as escolas do município em funcionamento, atendendo mais de sete mil alunos com merenda e transporte escolar; Centro de Emergência com pronto atendimento nos casos de urgência e emergência, entre outras ações”. 13895377_572296092942218_791256277478593187_n
Comentar
Compartilhe
Após convenções, brigas por partidos continuam “por cima”
08/08/2016 | 11h18
Ponto-final1
 Semana de tensão
Quem pensou que a fase de mudanças e expectativas na política campista terminaria junto com as convenções partidárias, na última sexta-feira, se enganou. Há ainda a possibilidade de alianças locais serem canceladas por cima ou de intervenções nos diretórios municipais. PSB e PT, respectivamente, vivem essa tensão como ninguém. Nas convenções, os dois partidos se firmaram ao lado de Caio Vianna (PDT).   Palavra empenhada Por meio de assessores, o deputado federal Hugo Leal, presidente estadual do PSB, enviou nota informando que “tendo em vista a palavra empenhada e os avanços já ocorridos no município de Campos”, estava suspenso no sábado “qualquer modificação dos entendimentos já estabelecidos”. Na sexta-feira, ele havia tirado o PSB de Gil e entregado a Altamir Bárbara Júnior, filho do suplente de vereador Altamir Bárbara, alinhado com os rosáceos. Contudo, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o comando do partido continua com Gil.   Palavra final Cabe a Hugo, hoje, passar um posicionamento final sobre o caminho que seu partido vai seguir na política campista. Procurado na sexta e no sábado para explicar a tática de “golpe” e “contragolpe” envolvendo o PSB, o presidente estadual do partido não foi encontrado.   Odebrecht A Folha de S. Paulo revelou em sua edição de ontem que executivos da Odebrecht afirmaram aos investigadores da Lava Jato que a campanha do atual ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), à Presidência da República, em 2010, recebeu R$ 23 milhões da empreiteira via caixa dois. Parte do dinheiro foi entregue no Brasil e outras por meio de depósitos bancários realizados em contas no exterior. Os executivos buscam acordo de delação premiada.   Na lista Serra foi um dos que apareceram na lista de políticos encontrada na casa do presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, durante a 23ª fase da Lava Jato, em fevereiro. Mais de 300 políticos constam nas planilhas, entre eles o clã Garotinho. Em 2009, Benedicto assinou em Campos os contratos do Morar Feliz.   Expectativa Sem funcionar no sábado, devido ao feriado do Santíssimo Salvador, e fechado ontem para o descanso semanal, o comércio de Campos espera um bom aumento nas vendas esta semana. Domingo é Dia dos Pais e a expectativa é grande. Dever ser a primeira data promocional do calendário do comércio a indicar uma reação positiva. A análise é do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Campos, Joilson Barcelos, que prevê percentuais modestos.   Estrada Não faz muito tempo que a BR 356, entre Campos e São João da Barra, passou por intervenções. As obras na pista causavam longas filas de carros, principalmente pela manhã e no fim da tarde, porque muita gente mora em uma cidade, mas trabalha na outra. Acontece que em alguns desses pontos há pouco restaurados, alguns sinais de rachaduras no asfalto começam a aparecer.   Ventania A cidade maravilhosa foi surpreendida por uma ventania na manhã de ontem. Algumas competições do maior evento esportivo do planeta tiveram de ser adiadas e outros reparos também precisarão ser feitos. O vento também passou aqui por Campos, sem causar grandes transtornos, mas assustou quem estava pelas ruas à tarde. Publicado na edição desta segunda-feira (8) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
SJB: confronto esboçado desde 2013
07/08/2016 | 16h26
Sem títuloTudo como antes Apesar de muitas especulações, o fim das convenções em São João da Barra mostrou que tudo continua como antes. Não houve surpresa entre os candidatos a prefeito, o confronto dos ex-aliados Neco (PMDB) e Carla Machado (PP) vai acontecer nas urnas. Em 2012 eles estavam no mesmo palanque. Na verdade, eram aliados políticos desde quando os dois eram vereadores (entre 1997 e 2000). Carla, então prefeita quatro anos atrás, não escondia a preferência por Neco como candidato do grupo para sucedê-la. E ele foi eleito com votação recorde no município. No entanto, a lua de mel entre eles não durou muito tempo. A relação começou a azedar já em janeiro, chegando a um racha incontestável em outubro de 2013. A partir daí, já começou a se desenhar o confronto de 2016. Muito mistério foi feito com relação ao nome do vice dos dois lados. Alexandre Rosa (PRB), da chapa de Neco em 2012, é o candidato a vice de Carla; a ex-secretária de Educação Leide Cristina Soares Fernandes, a Tininha (PMDB), compõe a chapa com Neco. Embora tenham seus papéis no cenário e possam colaborar com os candidatos a prefeito, serão coadjuvantes. A trama principal é o confronto Neco e Carla. Nova chance Em seu discurso já como candidato, Neco pediu uma chance para ter novo mandato. Lembrou que seus antecessores, Carla e Betinho Dauaire (PR), tiveram a oportunidade de governar por oito anos. Crise O prefeito diz que governou durante uma severa crise econômica, sem ter a oportunidade de colocar em prática seus planos. Ele vislumbra um cenário melhor a partir de 2017. Com ou sem crise, o voto popular definirá quem estará à frente da Prefeitura no ano que vem. Pesquisas Nas pesquisas eleitorais divulgadas até agora e nas consultas realizadas apenas para que os partidos possam aferir o cenário eleitoral, Carla aparece com ampla vantagem. Os governistas mais otimistas dizem que o jogo está começando agora. Cadeiras Para garantir a governabilidade, ambos os candidatos querem eleger a maioria na Câmara. A candidata a prefeita pelo PP acredita que seu grupo fará sete das nove cadeiras da Casa. Os governistas falam em mais de cinco, mas não cravam um número. Estratégia Na tentativa de ter mais vereadores, cada grupo apostou numa estratégia diferente. Os governistas terão 36 candidatos em duas coligações. A oposição terá 72 candidatos, em quatro coligações. Mais um Os nove vereadores de São João da Barra serão candidatos a mais um mandato. Chegou a ser especulado que 1/3 não seria candidato. Mas com o cenário na majoritária confirmando as previsões de 2013, não houve espaço para vereadores que almejavam voos mais altos. Nova fase A primeira operação de transbordo de petróleo no Açu marcará o início de mais uma fase do empreendimento. Na verdade, reitera a vocação do Porto para o setor de petróleo e gás. Tradição Os romeiros de São Francisco de Itabapoana marcaram presença, mais uma vez, nos festejos de Nossa Senhora das Neves, na vizinha Presidente Kennedy (ES). A visitação ao santuário no dia 5 de agosto é tradição entre os sanfranciscanos. Publicado na edição de sábado (6) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Neco nomeia novo secretário de Obras
06/08/2016 | 14h20
Henys e NecoEntre outras (poucas) mudanças em seu estafe administrativo, o prefeito Neco (PMDB) nomeou no Diário Oficial deste sábado (6), seu novo secretário de Obras: Henys Pinto. Ele já fez parte da equipe de Obras, mas saiu como pré-candidato a vereador. Com o fim do período de convenções e sem integrar as coligações governistas, Henys assume o comando da pasta, que estava vaga desde a saída de Marcos Sá (aqui), que “pulou” em abril para o grupo da agora candidata a prefeita Carla Machado (PP). Artista sanjoanense, envolvido em diversas atividades culturais, entre elas a escola de samba “O Chinês”, Henys é desenhista técnico em Construção Civil e cursa Engenharia Civil.
Comentar
Compartilhe
SJB recebe participação especial com aumento de 288%
05/08/2016 | 15h38
PlataformaApós amargar em maio (aqui) a pior parcela trimestral da participação especial sobre royalties de petróleo, a Prefeitura de São João da Barra vai receber na próxima semana R$ 7.488.370,05. O valor é 288,1% superior ao do primeiro trimestre deste ano, quando o município recebeu R$ 1.929.651,57. A parcela deste mês, no entanto, é bem menor que a recebida em agosto do ano passado, quando chegaram R$ 23,5 milhões aos cofres do município. Na região, teve município com aumento de até 405%, como mostra a Folha Online (aqui).  
Comentar
Compartilhe
Operação de transbordo de petróleo no Açu pode ter início na próxima semana
05/08/2016 | 14h52
[caption id="attachment_8680" align="aligncenter" width="768"]Terminal de Petróleo 07-06-2016 foto Michelle Richa Terminal foi inaugurado em junho e Shell é a primeira cliente para esse tipo de operação no Açu (Foto: Michelle Richa)[/caption] As movimentações para a primeira operação de transbordo de petróleo no Porto do Açu, em São João da Barra, já começaram. Funcionários do Porto afirmam que o primeiro navio vai chegar ao Terminal de Petróleo (Toil) na próxima semana, até o dia 11. A assessoria de imprensa da Prumo confirma a previsão para este mês, mas diz ainda não ter a informação sobro o dia exato: “A primeira operação no terminal de petróleo deve acontecer em agosto, mas ainda não temos a data determinada. Quando a data for definida, divulgaremos à imprensa”. Inaugurado em junho (aqui), o Toil é uma parceria da Prumo com a alemã Oiltanking. A Shell é a primeira cliente deste terminal licenciado para movimentar 1,2 milhão de barris de petróleo por dia e é o único terminal privado no país para operação de transbordo de petróleo. Com três berços disponíveis ao longo de 1,4 km de quebra-mar, no terminal serão realizadas operações em área abrigada, que possibilita uma operação segura e rápida, com eficiência e redução de custos para os clientes.
Comentar
Compartilhe
MPF: "Lula participou ativamente do esquema criminoso na Petrobras"
05/08/2016 | 12h21
lula-abr-1Em manifestação de 70 páginas, o Ministério Público Federal (MPF) defende a competência do juiz federal Sérgio Moro para julgar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e afirma que o petista "participou ativamente do esquema criminoso" na Petrobras. O documento é subscrito por quatro procuradores da República que compõem a força-tarefa da Operação Lava Jato. "Considerando os dados colhidos no âmbito da Operação Lava Jato, há elementos de prova de que Lula participou ativamente do esquema criminoso engendrado em desfavor da Petrobrás, e também de que recebeu, direta e indiretamente, vantagens indevidas decorrentes dessa estrutura delituosa", acusam os procuradores. A manifestação é uma resposta à ofensiva da defesa de Lula que, em exceção de incompetência, alega parcialidade do juiz Moro para conduzir as investigações contra o ex-presidente. A Lava Jato suspeita que Lula é o verdadeiro proprietário do sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), e do tríplex 164-A no Guarujá - os advogados de Lula negam taxativamente que ele possua tais propriedades. A investigação também mira a LILS, empresa de palestras do ex-presidente. Os procuradores Julio Carlos Motta Noronha, Roberson Henrique Pozzobon, Jerusa Burmann Viecili e Athayde Ribeiro Costa afirmam que há 'fortes indícios' de envolvimento de Lula no esquema Petrobras. Fonte: Blog do Fausto Macedo/Estadão. Confira a matéria completa aqui
Comentar
Compartilhe
Dilma impõe condição para ir a julgamento: não quer perguntas
05/08/2016 | 11h03
Dilma_impeachmentAliados da presidente afastada, Dilma Rousseff, estão tentando costurar um acordo que permite a ela comparecer ao julgamento final de seu processo no plenário do Senado, sem ser interpelada pelos parlamentares. Os defensores de Dilma a aconselharam a comparecer ao julgamento no final deste mês, mas ela quer a garantia de que não será atacada ou desrespeitada. Integrantes da base do presidente interino, Michel Temer, porém, acreditam que será difícil dar essa garantia a Dilma. Eles não querem se comprometer a não fazer perguntas. O advogado da petista, o ex-ministro José Eduardo Cardozo, tem dito que só vale a pena para Dilma comparecer se ela “falar e ir embora”. Os aliados da presidente afastada avaliam que ela poderia aproveitar sua presença no julgamento para fazer um discurso de despedida do cargo. DEM e PSDB não asseguraram que abrirão mão de fazer perguntas. Por isso, dizem que seria melhor Dilma se preservar e sequer comparecer. O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), disse que a figura da presidente afastada será respeitada: — Seremos respeitosos, mas não abriremos mão das perguntas. Seremos firmes, mas respeitosos — disse Cunha Lima. O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), na mesma linha, disse que os parlamentares farão debates e lembrou que muitos que hoje são opositores a ela e votarão pelo impeachment integraram a base do governo do PT. Fonte: O Globo  
Comentar
Compartilhe
Neco é candidato à reeleição em SJB com Tininha como vice
04/08/2016 | 22h51
[caption id="attachment_8664" align="alignleft" width="960"]Márcia Alves/Reprodução do Facebook Márcia Alves/Reprodução do Facebook[/caption] O prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, é candidato à reeleição. Na noite dessa quinta-feira (5), os peemedebistas confirmaram o nome dele como cabeça de chapa e o da ex-secretária de Educação Leide Cristina Fernandes Soares, a Tininha (PMDB), como vice. A reunião aconteceu no Clube Democrata. Os candidatos a vereador que vão para a disputa também foram fechados. No total, serão 36, divididos em duas coligações. Essa foi a última convenção partidária no município e confirmou um embate que já se desenhava desde 2013: Neco vai enfrentar a ex-prefeita e sua ex-aliada, Carla Machado (PP), que terá como vice Alexandre Rosa (PRB), eleito em 2012 como vice do atual prefeito. No encontro, Neco ressaltou que teve sua gestão comprometida pelo grave momento de crise no cenário nacional, situação que, de acordo com o prefeito, foi ainda mais delicada em municípios produtores de petróleo, como é caso de São João da Barra. Ele lembrou que seus antecessores na Prefeitura tiveram dois mandatos e pediu outra oportunidade para concluir seus projetos. — Eu peço a vocês uma chance para ter oito anos de mandato, já que os outros tiveram oito anos. Vários investimentos foram prejudicados devido à queda de arrecadação. A tendência é que esse momento de dificuldade seja minimizado — disse o agora candidato à reeleição, Neco. Ele salientou que apesar das dificuldades, o município conseguiu avançar em algumas áreas. A vice de Neco foi escolhida nesta semana e agradou aos peemedebistas e aliados. Tininha, que foi secretaria de Educação na atual gestão, destacou conquistas enquanto esteve à frente da pasta. “Quero trabalhar muito pela Educação. Tivemos avanços importantes, inclusive na questão do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), melhoria da merenda escolar e a ampliação da rede municipal de ensino. Hoje posso afirmar que o ensino em São João da Barra é de qualidade”, afirmou a candidata à vice. O arco de aliança conta, além do PMDB, com o PDT, PR, PPL, PMB, PTC, PRTB, PT do B, PMN, DEM, PSDB, PSL e Solidariedade. Atualizado às 11h com a matéria publicada na edição desta sexta-feira (5) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Discurso de inelegibilidade jogado para escanteio nesta campanha em SJB
04/08/2016 | 17h29
Sem títuloEx-prefeito na lista do TCE O Tribunal de Contas do Estado (TCE) entregou ontem ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a lista de gestores que tiveram suas contas julgadas irregulares nos últimos oito anos. De São João da Barra, aparece o ex-prefeito Betinho Dauaire (PR), que chegou a ser cotado como vice do prefeito Neco (PMDB) ou até como possível nome do PR para encabeçar uma chapa, como ocorreu em 2012. Não é de hoje que Betinho, que governou o município entre 1997 e 2004, consta nesta lista. Ele até já concorreu à Prefeitura sub judice. A novidade na relação fica por conta de Carla Machado (PP). A candidata a prefeita chegou a figurar na lista do TCE em 2014. Ainda assim, concorreu a uma cadeira na Alerj e foi diplomada como suplente. Carla conseguiu reverter as condenações na última semana de julho, tempo viável para que as anotações fossem retiradas da temida lista do Tribunal. Com isso, discurso quanto à inelegibilidade do adversário está fora da pauta nos palanques sanjoanenses deste ano. O que se espera são debates de ideias e propostas para o município superar este momento de crise. Reunião O PMDB de São João da Barra, que tende a homologar Neco como candidato à reeleição, vai realizar sua convenção na noite desta quinta, às 19h, no Clube Democrata. O nome do vice, mantido em mistério e com muitas especulações desde o ano passado, foi revelado na noite de ontem. Lista Como publicado neste blog nessa segunda (aqui), cinco nomes iniciaram a semana no páreo: o vereador Kaká (PT do B); a ex-secretária de Educação Leide Cristina, a Tininha (PMDB); o ex-secretário de Agricultura Pedro Nilson Berto (PSDB); o ex-secretário de Transportes Mário Rocha Filho (PR); e a empresária Odineia Pereira (PR). Favoritismo A lista foi descrita do favorito ao nome de menor probabilidade de ser vice. Kaká vai disputar uma cadeira na Câmara. Odineia sempre desconversou sobre o assunto. Pedro Nilson e Rochinha eram os menos prováveis. Perfil Desde o ano passado, quando o nome Odineia foi aventado, o perfil apontado por alguns governistas como ideal para compor com o prefeito era o de uma mulher da pedra. Tininha se encaixa nessa descrição. É moradora da sede do município. Crítica O Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) apontou que SJB e SFI fecharam o ano de 2015 “no vermelho”. Em seu perfil no Facebook, a candidata Carla Machado não poupou críticas: disse que é reflexo da “incapacidade de gestão desse grupo”. Encontro Neco reuniu na noite da última terça parte do secretariado e funcionários comissionados para uma reunião no Sesc Mineiro de Grussaí. O objetivo era discutir ações do governo, mas o encontro caminhou para uma palestra motivacional. Fiscalização A reunião no Sesc, a exatos dois meses da eleição, chamou a atenção dos fiscais do TRE. Fiscais estiveram de prontidão durante o encontro. Sem quórum Não teve sessão ontem na Câmara de Vereadores de São João da Barra. Motivo: falta de quórum. Corrida... Não só em SJB, mas como em muitas câmaras pelo país, inclusive no Congresso, nesse período eleitoral, muitos parlamentares deixam de participar das sessões para ter tempo para campanhas municipais. ...eleitoral Os nove vereadores sanjoanenses vão tentar permanecer na Casa, serão (muitos já são) candidatos ao mesmo cargo neste ano. Antes de buscar um novo mandato, devem se dedicar para terminar o atual, inclusive comparecendo às reuniões da Câmara neste período de campanha. Quem vai? O grupo político de oposição em São João da Barra diz que vai tentar conseguir sete das nove cadeiras na Câmara. Já os governistas, preferem não arriscar um número concreto, mas brigam pela maioria, ou seja, cinco ou mais. Vamos ver, em outubro, quem vai chegar mais perto do que previu. League Após sete rodadas da “Atafona Premier League”, a Fúria, campeã em 2015, está na liderança. Em segundo, está o Arsenal, vice no ano passado. Publicado na edição desta quinta-feira (4) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Comissão da Câmara aprova criação de ZPE no Açu
04/08/2016 | 16h16
[caption id="attachment_7732" align="alignleft" width="390"]Arquivo/Michelle Richa Arquivo/Michelle Richa[/caption] A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia da Câmara dos Deputados aprovou a criação de Zona de Processamento de Exportação (ZPE) no Porto do Açu no município de São João da Barra (RJ). É o que prevê o Projeto de Lei 3978/15, do deputado Júlio Lopes (PP-RJ). A Zona de Processamento de Exportação tem tratamento tributário diferenciado. As empresas nele localizadas podem ter direito à suspensão de impostos, liberdade cambial, procedimentos administrativos diferenciados, entre outras vantagens. A proposta aprovada autoriza o Executivo a criar uma ZPE na região do Porto do Açu. A criação da zona especial, no entanto, só poderá ser feita por decreto do Executivo, que delimitará sua área. Viabilidade Além disso, a lei determina que o Conselho Nacional de Zonas de Processamento de Exportação analise previamente a viabilidade desta proposta de criação de ZPE, submetendo suas conclusões à Presidência da República. Relator da proposta, o deputado Alan Rick (PRB-AC) destacou que a criação de uma ZPE junto ao porto poderá atrair investimentos, gerar empregos e aumentar a exportação brasileira, promovendo o desenvolvimento regional, bem como o crescimento econômico e o desenvolvimento social do País. — Esta Zona de Processamento de Exportação teria a grande vantagem de ser localizada onde é o Porto do Açu, considerado o maior investimento em infraestrutura portuária da América —enfatizou. Tramitação A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Fonte: Câmara dos Deputados
Comentar
Compartilhe
Pokémon Go em Campos...
04/08/2016 | 14h40
charge 21-07-2016O Pokémon Go chegou ao Brasil, mas é bom tomar cuidado ao andar pelas ruas. Charge de José Renato publicada na edição da Folha da Manhã de 22/07.
Comentar
Compartilhe
Neco vai com Tininha como vice para a disputa deste ano
03/08/2016 | 21h01
[caption id="attachment_8646" align="alignleft" width="300"]12698438_893685784063193_5644039792696401186_o Tininha (esquerda) será a vice de Neco; PMDB presidido por Ana Cristina vai para disputa com chapa puro sangue (Paulo Pinheiro)[/caption] Uma das possibilidades especuladas neste blog na última segunda-feira (aqui), foi confirmada entre os governistas em São João da Barra. A ex-secretária de Educação e Cultura Leide Cristina Fernandes Soares, a Tininha (PMDB), será a vice do prefeito Neco (PMDB) na disputa deste ano. Assim, o partido, presidido por Ana Cristina Alves Barreto, vai para o pleito mais uma vez com uma chapa puro sangue — fato que se repete desde 1996. A convenção do PMDB que vai referendar a chapa Neco e Tininha acontece nesta quinta-feira (3), no Clube Democrata, às 19h.
Comentar
Compartilhe
TCE: Arnaldo Vianna e Betinho Dauaire em lista de gestores com irregularidades
03/08/2016 | 14h40
urna-eletronica-nas-eleicoes-municipais-1347637951253_300x300O presidente do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), Jonas Lopes de Carvalho Junior, encaminhou nesta quarta-feira (3), ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), desembargador Antônio Jayme Boente, a lista dos 1.154 gestores públicos que tiveram suas contas julgadas irregulares nos últimos oito anos. Eles foram responsáveis por 1.806 processos analisados e rejeitados pelo plenário do TCE-RJ. Da região, são citados o ex-prefeito de Campos Arnaldo Vianna (PEN), e o ex-prefeito de São João da Barra Betinho Dauaire (PR). A candidata a prefeita de São João da Barra Carla Machado (PP), que em 2014 constou na lista, não é citada desta vez. Ela conseguiu (aqui) a revisão dos processos que fizeram seu nome ser citado na relação anterior. O prazo para entrega da listagem, de acordo com o disposto na Lei das Eleições (Lei 9.504/97), se encerrará no dia 15 de agosto. Caberá ao TRE-RJ julgar e decidir se deverão ou não ser declarados inelegíveis aqueles que, no exercício da função pública, cometeram irregularidades detectadas pela Corte de Contas. Atualização às 16h05 — Errei: No título anterior, disse que não tinha políticos sanjoanenses na lista, quando na verdade consta o ex-prefeito Betinho Dauaire (PR). Aos leitores, nossas desculpas.
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB sem quórum
03/08/2016 | 11h07
Fachada Câmara 3O recesso parlamentar acabou nesta semana, mas para alguns vereadores as “férias” foram estendidas. Na sessão (aqui) de terça-feira, não foram todos que estiveram na Casa no horário previsto para a sessão. Nesta quarta-feira (3), não teve quórum para abertura dos trabalhos. Em período eleitoral, com todos os vereadores no páreo, a tendência é que os debates políticos sejam acalorados. Isso, claro, se os vereadores comparecerem.
Comentar
Compartilhe
Neco realiza reunião de trabalho em Grussaí
03/08/2016 | 10h10
[caption id="attachment_8625" align="alignleft" width="300"]13640987_1003206883111082_7440943431898744836_o Encontro aconteceu na noite de terça no Sesc Mineiro[/caption] O prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, reuniu na noite desta terça-feira (2), no Sesc Mineiro de Grussaí, parte do secretariados e funcionários comissionados do município para uma reunião de trabalho. Devido ao período eleitoral – o encontro aconteceu a exatos dois meses da eleição – fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) estiveram no local. A reunião acabou se encaminhou para uma palestra motivacional que, apesar de muito elogiada por quem esteve presente, não sinalizou nenhuma mudança concreta no governo. Assuntos como a possibilidade de empréstimo com royalties futuros ou quitação da divida com empresas terceirizadas, não foram comentados. O grupo político do prefeito Neco se prepara para a convenção partidária desta quinta-feira (4), quando, enfim, será apresentado o (a) vice na chapa do prefeito. Os nomes mais cotados podem ser conferidos aqui.
Comentar
Compartilhe
SJB fechou 2015 “no vermelho”, aponta Índice Firjan
02/08/2016 | 20h01
aereasaojoao_NovaO Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), divulgado pelo Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), revela que 90,9% das prefeituras das regiões Norte e Noroeste Fluminense têm situação fiscal difícil ou crítica (aqui). Apenas uma cidade — Macaé — apresentou boa gestão fiscal e nenhuma tem gestão de excelência. Nas regiões Norte e Noroeste do estado do Rio, foram analisados 11 dos 22 municípios. Até a data, não estavam disponíveis os balanços anuais de Aperibé, Bom Jesus do Itabapoana, Itaocara, Natividade, Laje do Muriaé, Miracema, Santo Antônio de Pádua, Campos dos Goytacazes, Conceição e Macabu, Quissamã e São Fidélis e Itaperuna. Com base em dados oficiais de 2015, declarados pelas próprias prefeituras à Secretaria do Tesouro Nacional (STN), o IFGF apresenta um panorama completo e inédito da situação fiscal dos municípios. O objetivo é avaliar como é administrada a carga tributária paga pela sociedade. Se em Campos os dados nem puderam ser analisados porque não estavam disponíveis, como a jornalista Suzy Monteiro mostrou aqui, Na Curva do Rio, São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, além de Natividade e Italva, obtiveram notas zero no IFGF Liquidez. A jornalista destacou (aqui) que estas cidades terminaram 2015 com mais restos a pagar do que recursos em caixa. Italva, Carapebus, Natividade e São Francisco de Itabapoana estão entre os dez piores resultados do estado. Um posicionamento da Prefeitura sobre o índice foi solicitado, mas até o momento da postagem não houve resposta.
Comentar
Compartilhe
Impeachment será julgado até 29 de agosto, diz Renan Calheiros
02/08/2016 | 18h47
RENAN-CALHEIROS-2O presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou nesta terça-feira (que vai trabalhar para selar o destino da presidente afastada Dilma Rousseff até 29 de agosto – evitando, portanto, que a conclusão do impeachment fique para setembro. A demora para definir a questão vinha sendo criticada pelo presidente interino Michel Temer. Segundo Renan, porém, não há pressão do Planalto em prol da agilidade do julgamento. Nesta terça (aqui), o relator do processo no Senado, Antonio Anastasia (PSDB-MG) deu parecer favorável à cassação da presidente afastada. De acordo com o presidente do Senado, a Casa não vai votar projetos essa semana para não atrapalhar o andamento dos trabalhos da Comissão Especial do Impeachment. Dessa forma, explicou, se a pronúncia de Dilma Rousseff for votada no dia 9 ou 10, o julgamento final poderá ter início no dia 25 ou 26 de agosto. Os senadores trabalhariam ao longo do final de semana na oitiva de testemunhas para que o veredicto fosse conhecido no dia 29. O Supremo Tribunal Federal informou no último sábado que o julgamento do processo de impeachment seria iniciado no dia 29 (aqui), o que arrastaria a conclusão para a primeira semana, até o dia 2 de setembro. Relatório — O relator da comissão especial do impeachment concluiu no seu parecer que a denúncia contra a presidente afastada Dilma Rousseff é procedente e que a petista deve ser levada a julgamento final pelo Senado. Para Anastasia, Dilma cometeu um “atentado à Constituição” ao praticar as chamadas “pedaladas fiscais” (atraso de pagamentos da União a bancos públicos para execução de despesas) e ao editar decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso Nacional. Com informações do G1, Veja e Agência Brasil
Comentar
Compartilhe
Quantos votos elegem um vereador em SJB?
02/08/2016 | 15h01
Sem títuloQuociente eleitoral em SJB Com o cenário cada vez mais claro na disputa sanjoanense — que no último domingo homologou a candidatura de Carla Machado pelo PP, com Alexandre Rosa (PRB) como vice, e na quinta tende a referendar a candidatura de Neco (PMDB) à reeleição —, o momento já é de cálculos para quem pleiteia uma cadeira na Câmara de Vereadores. São nove vagas e um eleitorado de 37,6 mil eleitores, número maior que o de habitantes. Ao considerar as abstenções de 2014, de 17%, o quociente eleitoral (número mínimo de votos para que um partido ou coligação tenha direito a uma cadeira na Câmara) deve ficar em torno de 3,5 mil. No pleito anterior, o quociente foi de 3.147 votos. É iminente o risco de vereadores bem votados, inclusive os de mandato, ficarem de fora. Na eleição de 2012, por exemplo, a então candidata Hortência Filha de Gersinho passou por isso. Foi a quinta mais votada, com 1.139 votos, mas a sua coligação não atingiu o quociente eleitoral. Na oposição, serão 72 candidatos em quatro coligações. Os governistas ainda decidirão se vão com duas ou três coligações.  Objetivo Na convenção do PP Carla disse que o objetivo do grupo é eleger sete vereadores. Seria um compromisso com os 17 partidos da aliança. Em 2012, a base governista conseguiu o feito. Afinados Carla Machado e Alexandre Rosa afinaram o discurso crítico ao prefeito Neco. Ela se diz envergonhada pela indicação e apoio de 2012. Ele diz ter vergonha de ser o vice no governo Neco, mesmo afastado das funções desde 2014. Revisão Matéria da edição de domingo da Folha da Manhã mostrou que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) vai revisar o eleitorado sanjoanense em 2017. O objetivo é apurar se há irregularidade no fato de o município contar com mais eleitores do que habitantes. Biometria O recadastramento do TRE será biométrico. Com a colheita das impressões digitais do eleitor, o TRE busca eliminar todas as possíveis tentativas de fraude no pleito. Candidatos... Enquanto em SJB e Campos o cenário político ainda precisa de algumas definições, São Francisco de Itabapoana já está com tudo decidido e os grupos aguardam até 16 de agosto para “botar o bloco na rua”. ...em SFI Como esperado, as convenções homologaram as candidaturas de Pedrinho Cherene (PMDB), Francimara Barbosa Lemos (PSB) e Marcelo Garcia (PSDB). Os vices serão, respectivamente, Amaro Fernandes (PP), Cláudio Henriques (DEM) e Fabinho do Estaleiro (PDT). Ventos No mês de agosto, quando o vento nordeste tradicionalmente é incessante em Atafona, o Grupo Cultural Lourenço do Espírito Santo organiza a “Festa dos Ventos”. O evento está previsto para os dias 20 e 21 de agosto, na praça Nossa Senhora da Penha. Cálculos Não são apenas os candidatos a vereador que estão preocupados com os cálculos, como mostra a nota que abre esta coluna. A Prefeitura também faz cálculos. Não são os eleitorais, mas de recursos do petróleo. Agosto é mês do deposito trimestral da participação especial. Publicado na edição desta terça-feira (2) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Relator apresenta parecer favorável ao impeachment de Dilma
02/08/2016 | 13h46
Dilma_abrilO relator da comissão especial do impeachment, Antonio Anastasia (PSDB-MG), concluiu no seu parecer que a denúncia contra a presidente afastada Dilma Rousseff é procedente e que a petista deve ser levada a julgamento final pelo Senado. Para Anastasia, Dilma cometeu um “atentado à Constituição” ao praticar as chamadas “pedaladas fiscais” (atraso de pagamentos da União a bancos públicos para execução de despesas) e ao editar decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso Nacional. A comissão especial do impeachment abriu no início da tarde desta terça-feira (2) a sessão destinada à leitura do relatório do senador. O documento tem 440 páginas. O cronograma da comissão prevê que a discussão do parecer seja feita nesta quarta-feira (3) e a votação na quinta-feira (4). Se for aprovado na comissão, o texto seguirá para o plenário, onde deverá ser lido na sexta-feira (5) e votado na terça, 9 de agosto. Esse rito será comandando pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski. É necessária maioria simples de votos para que o processo prossiga até a última etapa. O julgamento do impeachment, que decidirá se Dilma será afastada definitivamente, deve ocorrer no fim de agosto. De acordo com o STF, o julgamento final começará no dia 29 de agosto e tem previsão para durar uma semana. Com informações do G1 e da Agência Brasil
Comentar
Compartilhe
“Rolo compressor” da oposição volta com força na Câmara de SJB
02/08/2016 | 10h41
[caption id="attachment_4985" align="alignleft" width="300"]Arquivo Arquivo[/caption] Na primeira sessão da Câmara de São João da Barra após o recesso legislativo, a bancada de oposição mostrou que está com força para os embates. O “rolo compressor” atropelou três pedidos de informação da base governista à presidência da Casa. Os vereadores Kaká (PT do B), Elísio Rodrigues (PDT), Eziel Pedro (PMDB) e Franquis Areas (PR) solicitaram detalhes e documentos sobre o projeto arquitetônico da nova sede da Câmara, o valor existente no fundo onde são alocados os recursos excedentes da Casa desde 2014 e todos os processos licitatórios da Câmara em 2014 e 2015. Todas as solicitações foram negadas, com votos dos vereadores de oposição Aluizio Siqueira (PP, presidente da Casa), Alex Firme (PP), Jonas Gomes (PP), Ronaldo Gomes (Pros) e Sônia Pereira (PT). Vice-presidente da Câmara, Alex afirmou que “todas as informações solicitadas estão no Portal da Transparência da Casa, disponíveis para todos os cidadãos”. Dos parlamentares da base governista, somente Elísio estava no plenário quando os pedidos entraram em pauta — voto vencido com facilidade. As solicitações da base governista foram em resposta aos sucessivos pedidos de informação da oposição ao Executivo que geraram, inclusive, a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar (aqui) possíveis irregularidades nos contratos de serviço de home care. Saúde — Uma moção de pesar em pauta gerou discussão e duras críticas aos serviços e ao secretário de Saúde. A vereadora Sônia afirmou que equipamentos do Centro de Emergência estariam “contaminados” e teriam “infectado” muitos pacientes. Além disso, relatou que faltariam recursos para atender pacientes no Centro de Emergência, como seria o caso do senhor falecido que gerou a moção de pesar. O vereador Ronaldo foi incisivo ao criticar o secretário de Saúde, a quem chegou a chamar de “incompetente” e “cínico”. Mais informações da sessão na edição desta quarta-feira (3) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Lula foi “chefe de organização criminosa” para obstruir Justiça, diz procurador
02/08/2016 | 09h41
lula-abr-1Ao denunciar o ex-presidente Lula, por obstrução da Justiça, o procurador da República Ivan Cláudio Marx atribuiu ao petista papel de “chefe de organização criminosa”. A denúncia foi recebida (aqui) pela Justiça Federal em Brasília na sexta-feira, 29. O ex-presidente tem 20 dias para apresentar sua defesa. Ele nega envolvimento no caso. O procurador destaca que o ex-senador Delcídio Amaral (ex-PT/Sem partido/MS) atribuiu a Lula o papel de ‘chefe da empreitada’ para comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró (Internacional), que fechou acordo de delação premiada. Delcídio também fez delação premiada. Seu relato teve peso decisivo na denúncia contra Lula. A trama, segundo a acusação, envolve o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula e preso na Lava Jato desde 24 de novembro de 2015. O temor do grupo era que Cerveró pudesse incriminar Bumlai no esquema de corrupção instalado na Petrobrás. “A narrativa de Delcídio se demonstrou clara, plausível e, ainda, corroborada pela existência das reuniões prévias que realizou com Lula antes de Bumlai passar a custear os valores destinados a comprar o silêncio de Cerveró. Ressalte-se que a existência das reuniões foi confirmada por Lula em seu Termo de Declarações prestado à Procuradoria-Geral da República”, diz a denúncia subscrita pelo procurador Ivan Marx. Fonte: Blog do Fausto Macedo/Estadão Confira a matéria completa aqui
Comentar
Compartilhe
Queiroz Galvão é alvo de nova fase da Lava Jato
02/08/2016 | 09h16
LavaJato_PFNa 33ª fase da Operação da Lava Jato, deflagrada nesta terça-feira (02), são cumpridos pela Polícia Federal mandados com a finalidade de obter provas adicionais de crimes de organização criminosa, cartel, fraudes licitatórias, corrupção e lavagem de dinheiro, relacionados a contratos firmados pela empreiteira Queiroz Galvão com a Petrobras. No total foram expedidos 23 mandados de busca, dois de prisão preventiva, um de prisão temporária e seis de condução coercitiva. Os alvos são dirigentes e funcionários da Queiroz Galvão e do consórcio Quip S/A, do qual a empreiteira mencionada era acionista líder. O ex-presidente da construtora Ildefonso Colares Filho e o ex-diretor Othon Zanoide de Moraes Filho foram presos preventivamente no Rio de Janeiro na ação batizada de “Resta Um”. As investigações indicam que a Queiroz Galvão formou, com outras empresas, um cartel de empreiteiras que participou ativamente de ajustes para fraudar licitações da Petrobras. Além dos ajustes e fraude a licitações, as evidências colhidas nas investigações revelam que houve corrupção, com o pagamento de propina a funcionários da Petrobras. Executivos da Queiroz Galvão pagaram valores indevidos em favor de altos funcionários das diretorias de Serviços e de Abastecimento. Em sua parte já rastreada e comprovada, as propinas se aproximam da cifra de R$ 10 milhões. A investigação também objetiva se aprofundar sobre os fortes indícios existentes de que milhões de dólares em propinas foram transferidos em operações feitas por meio de contas secretas no exterior. As evidências apontam que os pagamentos foram feitos tanto pela Queiroz Galvão quanto pelo consórcio Quip. A hipótese tem por base depoimentos de colaboradores e comprovantes de repasses milionários feitos pelo trust Quadris, vinculado ao Quip, para diversas contas, favorecendo funcionários da Petrobras.
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB volta aos trabalhos nesta terça-feira
01/08/2016 | 18h49
Fachada Câmara 3Chegou ao fim o recesso Legislativo e a Câmara de São João da Barra tem sessão agendada para esta terça-feira (2), às 9h. Com os nove vereadores no pleito deste ano, os debates políticos e embates entre oposição e governo não vão faltar. Há ainda a expectativa pela conclusão dos trabalhos da CPI do home care, em andamento na Casa desde junho (aqui).
Comentar
Compartilhe
Moro manda soltar João Santana e o proíbe de trabalhar em campanhas
01/08/2016 | 15h25
[caption id="attachment_4823" align="alignleft" width="300"]João Santana foi o marqueteiro das campanhas de 2006 a 2014. Foto: Blog do Fernando Rodrigues/Uol João Santana foi o marqueteiro das campanhas do PT de 2006 a 2014. Foto: Blog do Fernando Rodrigues/Uol[/caption] O publicitário João Santana teve liberdade provisória concedida pela Justiça Federal. A esposa dele, Mônica Moura, já havia recebido o benefício em despacho publicado nesta segunda-feira (1º) pelo juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. O texto da decisão que autoriza a soltura de Santana faz uma breve referência ao despacho referente a Mônica. O publicitário será solto sob as mesmas condições que a esposa: proibição de deixar o país, proibição de manter contato com pessoas envolvidas na operação Lava Jato, comparecimento a todos os autos do processo, e fiança correspondente aos valores já bloqueados nas contas correntes de Santana — que totalizam R$ 2.756.426,95. Além das condições acima, tanto Santana quanto Mônica estão proibidos pela Justiça de atuar de qualquer campanha eleitoral no Brasil até nova deliberação. A concessão de liberdade provisória a Santana já havia sido prevista no despacho de Moro em que concedeu soltura a Mônica. O advogado do casal, Fábio Tofic Simantob, entrou com petição para que o publicitário também recebesse o benefício. João Santana e Mônica Moura foram presos na 23ª fase da operação Lava Jato, em fevereiro. Mesmo com a liberdade provisória, ambos seguem na condição de réus do processo criminal decorrente dessa fase da operação. Fonte: Agência Brasil
Comentar
Compartilhe
O vice de Neco em 2016 será...
01/08/2016 | 10h39
[caption id="attachment_8466" align="alignleft" width="300"]Na convenção do PDT na semana passada, Neco confirmou que é pré-candidato à reeleição Na convenção do PDT na semana passada, Neco confirmou que é pré-candidato à reeleição (Foto: Paulo Pinheiro)[/caption] Com o fim das convenções de todos os partidos de oposição, a expectativa agora é pelas definições no grupo governista em São João da Barra. Quase tudo está encaminhado, com exceção do vice do prefeito Neco (PMDB), provável candidato à reeleição. Existem alguns nomes que despontam, devido ao perfil descrito pelo prefeito na convenção do PDT (aqui), mas nada ainda é definitivo. A questão deve ser definida antes de quinta-feira (4), quando será realizada a convenção do PMDB para apresentação da chapa governista, que terá como adversária a chapa encabeçada por Carla Machado (PP) com Alexandre Rosa (PRB) como vice (aqui). O prefeito já disse que seu companheiro de chapa na majoritária será “da pedra”, o que elimina o vereador Franquis Areas (PR), especulado até como pré-candidato a prefeito. Confira os prováveis nomes para vice de Neco: Kaká – Vereador pelo PT do B, exerce seu segundo mandato. Em 2012, obteve 1.215 votos. Eleito no palanque de oposição em, chegou à líder do governo em 2016. Kaká é suplente de deputado na Alerj e tem grandes chances de assumir a cadeira. O titular, Marcos Abrahão, é favorito na corrida pela Prefeitura de Rio Bonito. Leide Cristina Fernandes Soares, a Tininha – Secretária de Educação no governo Neco, se desincompatibilizou há tempo para concorrer a uma cadeira na Câmara. Contudo, preenche o perfil há muito tempo almejado pelos governistas para compor com Neco: mulher e da pedra. Está filiada ao PMDB. Pedro Nilson Berto – Atualmente filiado ao PSDB, Pedro Nilson foi secretário de Agricultura nos governos Neco e Carla Machado. Em 2012, concorreu a uma cadeira na Câmara, recebendo 570 votos. Mário Rocha Filho – Filiado ao PR, Rochinha foi secretário de Transportes no governo Neco no período de municipalização do trânsito e durante a implementação das linhas de ônibus municipais. Selaria uma aliança com o PR, uma vez que Franquis não se encaixa no perfil escolhido pelo grupo do prefeito. Odineia Pereira – O nome da empresária é ventilado desde o ano passado como provável vice de Neco. Filiada ao PR, apesar de nunca ter vindo candidata a cargo eletivo, já teve três irmãos vereadores (Antônio José, Carlos Pereira e Sônia Pereira). Odineia, até agora, nega que seja candidata. É a opção menos provável das citadas neste post.
Comentar
Compartilhe