“Sou um soldado do grupo”, diz Franquis sobre candidatura a prefeito de SJB
30/06/2016 | 23h14
Feijoada da Folha da Manhã, Franquis Areias 05-06-2016 foto Michelle Richa (76)"Tenho compromisso com Neco (PMDB), mas eu sou um soldado do grupo. O que o grupo achar melhor, estou aí para somar", a afirmação é do vereador Franquis Areas (PR), que teve seu nome praticamente lançado (aqui) pelo ex-prefeito Betinho Dauaire (PR) como pré-candidato a prefeito de São João da Barra. A palavra "grupo" soa vaga, já que Franquis não deixa claro se o compromisso é com os Dauaire, seus aliados de longa data, ou com Neco, de quem se aproximou politicamente em 2013. Confira matéria completa na edição desta sexta-feira (1° de julho) da Folha da Manhã. 
Comentar
Compartilhe
Exonerações à vista em SJB
30/06/2016 | 21h30
aereasaojoao_NovaQuem vai tentar nas urnas uma das cadeiras nas Câmaras espalhadas pelo país não pode ter vínculo com a administração pública a partir do dia 2 de julho. Desta forma, o Diário Oficial de todos os municípios devem trazer uma leva de exonerações na manhã desta sexta-feira (1º de julho). Em São João da Barra não será diferente. A conferir. Só para lembrar — Quem era secretário e tem a intenção de disputar a eleição proporcional deixou o cargo em abril. Prefeitos, vices, deputados, senadores e vereadores não precisam deixar o cargo para tentar outro.
Comentar
Compartilhe
“PRTB caminhará conosco”, diz Neco
30/06/2016 | 18h59
Pouco depois de a ex-prefeita e pré-candidata Carla Machado (PP) publicar em seu perfil no Facebook que a executiva municipal do PRTB vai caminhar com ela (aqui), o prefeito Neco (PMDB) usou a rede social para dizer que o partido continua em sua base sustentação. Segundo Neco, o presidente estadual do PRTB, Jimmy Pereira, “desmentiu a saída do partido da nossa base e autorizou a mudança do diretório municipal”. “Deixo bem claro, que o PRTB caminhará conosco”, escreveu o prefeito. Em sua postagem, Carla informou que a atual executiva municipal vai caminhar com o seu grupo, mesmo que a direção estadual opte por continuar na base de apoio a Neco. Confira o post do prefeito: Neco_faceb_
Comentar
Compartilhe
Carla Machado recebe apoio da executiva municipal do PRTB
30/06/2016 | 18h25
carla-machado-prtbPré-candidata a prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP) já tem em seu arco de aliança 16 legendas. Agora, a praticamente três meses do pleito, mais um partido pode declarar apoio e integrar o grupo. Em seu perfil no Facebook, Carla publicou que a executiva municipal do PRTB decidiu apoiar seu grupo político no pleito deste ano. Caso a direção estadual não aceite a decisão municipal, os nomes que compõem a executiva municipal estarão apoiando o grupo liderado pela pré-candidata do PP. A aliança já conta com o PHS, PPS, PSDC, PSD, PRB, Rede, PT, Pros, PTN, PEN, PRP, PTB, PCdoB, PSC e PV. A jornalista Suzy Monteiro também falou sobre a declaração de apoio a Carla aqui, em seu blog Na Curva do Rio.
Comentar
Compartilhe
SJB: vale-transporte do servidor e passe estudantil são liberados
30/06/2016 | 16h25
Onibus_CamposA Prefeitura de São João da Barra e a empresa Sanjoanense Campostur chegaram a um acordo na tarde desta quarta-feira (30): o vale-transporte e o passe estudantil, que estavam bloqueados foram liberados. Com isso, os funcionários públicos que têm direito ao vale e os universitários bolsistas que têm direito ao passe, custeado pela Prefeitura, já podem retirar o documento como de costume. Como o blog mostrou (aqui) nessa quarta-feira (29), a incerteza sobre a liberação do passe e do vale-transporte deixou universitários e servidores apreensivos. Muitos funcionários, por sinal, chegaram a afirmar que sem o vale não iriam retornar ao trabalho. A informação da liberação dos passes e vales é da assessoria da Campostur.
Comentar
Compartilhe
Santa Casa sob risco de fechar é tema de debate na Câmara de SJB
30/06/2016 | 16h10
Sem títuloSaúde na pauta da Câmara A Câmara de São João da Barra vai debater nesta sexta-feira (1º), às 17h, a situação da Santa Casa de Misericórdia. A secular instituição, único hospital do município, vive o risco de fechar daqui a um mês. O convênio da Prefeitura com a Santa Casa está atrasado desde outubro do ano passado e a dívida passa de R$ 4 milhões. Não há instituição que sobreviva dessa forma. O debate sobre a Santa Casa deve ser suprapartidário. Não pode esta audiência ser um embate entre oposição e situação, que se preparam para um duelo nas urnas em outubro próximo. A solução precisa ser acordada. Não é bom para ninguém que a Santa Casa feche as portas. Em entrevista recente a um programa de televisão, o prefeito Neco (PMDB) listou conquistas na área da saúde em sua gestão. Deixar a Santa Casa fechar por falta de pagamentos da Prefeitura à instituição durante sua gestão, não é uma marca que prefeito nenhum quer levar. Organização Por falar em “marca”, Neco acredita que contribuiu nestes três anos meio à frente do município para organizar a Prefeitura. A declaração foi em outra entrevista, desta vez a um veículo de comunicação em São Francisco de Itabapoana. Economia Já em entrevista ao jornalista Alexandre Bastos,da Folha da Manhã, o prefeito de São João da Barra observou que as medidas de cortes adotadas pela queda de arrecadação geraram uma economias de cerca de R$ 10 milhões por mês. Oposição Um ponto comum em todas as entrevistas dessa semana é que Neco atribuiu ao grupo político liderado pela ex-prefeita e pré-candidata Carla Machado (PP), a organização de todos os protestos que acontecem no município desde abril. Resposta Carla, em seu perfil no Facebook, deu a resposta. Disse que o prefeito busca culpados para o que ela classifica de “irresponsabilidade”, devido ao atraso de salários e o não pagamento dos direitos as rescisões, entre outros problemas apontados por ela. Terceirizados Empresa terceirizada pela Prefeitura, informou que não sabe quando vai pagar aos demitidos em maio e com salários atrasados. Pediu “compreensão”. Nomes... Com a possibilidade de Neco não ser candidato à reeleição, revelada por ele em reunião na última segunda e divulgada em primeira mão nesta coluna, alguns nomes do grupo começam a ganhar destaque. ...em destaque Como também antecipado nesta coluna, o favorito é Franquis Areas (PR), que conta com apoio da família Dauaire e do líder do PR no Estado, Anthony Garotinho. Correndo por fora, aparece o vereador Kaká (PT do B), líder do governo na Câmara. Nada certo Apesar das especulações, o nome de candidato do grupo governista continua sendo o de Neco, até que ele decida o contrário. O grupo governista deve se reunir na próxima semana na sede do município e discutir assuntos partidários. Homenageado Ícone da política sanjoanense, o ex-prefeito Dodozinho Mendonça foi lembrado nas redes sociais. O prefeito Neco e a ex-prefeita Carla Machado compartilharam fotos em homenagem a Dodozinho nos seus perfis. Nessa quarta-feira completou dois anos do falecimento dele. Terminou As comemorações aos santos juninos chegaram ao fim nessa quarta-feira, com os festejos de São Pedro. Sem apoio da Prefeitura e sem shows nacionais, o público foi modesto. Mas o sanjoanense mostrou que com união é possível manter todas as tradições. Rio Rural A Emater-Rio e a Associação de Moradores e Produtores de Macuco realizam reunião nesta quinta, às 18h30, para o sorteio de priorização do Rio Rural. O projeto tem como desafio melhorar a qualidade de vida no campo, conciliando aumento da renda e conservação dos recursos naturais. *Publicado na edição desta quinta-feira (30) da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
Pauta de reivindicações da Uenf será levada a Dornelles
30/06/2016 | 15h18
Reunião_AlerjA Frente Parlamentar em Defesa da Uenf, presidida pelo deputado estadual Bruno Dauaire (PR), vai solicitar uma audiência com o governador em exercício, Francisco Dornelles (PP), a fim de que seja apresentada a ele uma pauta contendo todas as prioridades da universidade, que passa por um grave problema de falta de recursos por conta da crise do governo do Estado. As mesmas informações serão levadas aos deputados federais do Estado do Rio, para que se juntem aos esforços da frente com o objetivo de evitar problemas ainda mais graves para a Uenf. A Frente reuniu-se na manhã desta quinta-feira (30), na Alerj, para discutir o decreto que trata do contingenciamento orçamentário da instituição. Participaram da reunião, além do reitor da Uenf, Luis Passoni, e representantes dos professores, servidores administrativos e alunos, os deputados Jair Bittencourt (PP) e Dr. Julianelli (Rede) — membros da frente—, Comte Bittencourt (PPS, presidente da Comissão de Educação), Waldeck Carneiro (PT, presidente da Comissão de Economia e membro da Comissão de Educação) e Paulo Ramos (Psol, presidente da Comissão de Trabalho). A preocupação é que a proposta de contingenciamento do governo é de 30%, mas como não tem havido repasse de custeio, na prática o que ocorre é 100%. — É preciso garantir o funcionamento regular da Uenf, pelo seu protagonismo e sua relação com o Norte Fluminense. Por isso, a frente vem somar-se aos esforços que a Alerj já vem fazendo neste sentido — disse Bruno, referindo-se ao repasse de R$ 1,5 milhão feito pela Assembleia, com recursos do seu fundo especial. O recurso cobriu algumas despesas mais urgentes, mas sem repasse as dívidas se acumulam.
Comentar
Compartilhe
Sérgio Cabral é alvo da “Lava Jato carioca”
30/06/2016 | 13h41
Cabral_Ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB) é um dos alvos da operação Saqueador, uma espécie de “Lava Jato carioca”, deflagrada nesta quinta-feira (30) pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal. A ação investiga desvio de dinheiro público em diversas obras, como a do Parque Aquático Maria Lenk, do Maracanã, e também de despoluição da Lagoa de Araruama, em Iguaba Grande. Descobriu-se, inclusive, que houve dispensa indevida de licitação para a construção do Maria Lenk. Nesta primeira etapa, três pessoas foram presas, entre elas o ex-diretor da Delta Construções Cláudio Abreu e o contraventor Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira. Este último foi encontrado nesta manhã em sua casa, no luxuoso condomínio Alphaville Cruzeiro do Sul, em Brasília. Os dois estão sendo trazidos para a sede da Polícia Federal, no Rio, nesta tarde. Além deles, são alvos da operação a própria Delta Construções, o empresário Fernando Cavendish e o lobista Adir Assad. — Baseado na delação premiada da Andrade Gutierrez, verificamos que havia muitas denúncias relacionadas a desvio, lavagem de dinheiro e obras superfaturadas. A partir das investigações, achamos necessário criar essa “Lava Jato” específica para o Rio. Também investigamos o Sério Cabral — disse o Leandro Mitidieri, procurador da República no MPF. As investigações ocorreram entre 2007 e 2012 e mostraram que 96% do faturamento da Delta, quase R$ 11 bilhões, veio de verbas públicas, em sua maioria do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Deste total, verificou-se que R$ 370 milhões foram lavados para o pagamento ilícito a 18 empresas de fachadas, criadas pelos operadores do esquema. São eles: Carlinhos Cachoeira, Adir Assad e Marcelo Abud. A Polícia Federal acha que Marcelo Abud irá se entrega nas próximas horas, pois seu advogado entrou em contato com o delegado da Delegacia de Combate à Corrupção e Crimes Financeiros Delecor),Tácio Muzzi, nesta manhã. Os agentes aguardam um tipo de contato da defesa de Fernando Cavendish, que viajou para a Europa no último dia 22. Caso ele não faça contato, seu nome poderá ser incluído na lista de procurados da Interpol. “O que motivou a criação desta força tarefa foi que o volume de investigação relativo ao Rio é muito grande”, afirmou Leandro Mitidieri, lembrando que a Operação Lava Jato do Paraná, comandada por Sérgio Moro, irá cooperar com a “Lava Jato” do Rio. Ainda segundo o procurador, a Delta é uma "organização criminosa extremamente sofisticada em lavagem de dinheiro", tendo "terceirizado" este tipo de crime, ao contratar duas organizações criminosas especializadas em lavar dinheiro, as empresas de Cachoeira e Assad. Cerca 100 policiais cumprem 20 mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira. Somente no Rio, a Polícia Federal cumpre 5 mandados de busca e apreensão e 5 mandados de prisão preventiva. Já em São Paulo e Goiás os agentes cumprem apenas mandados de prisão. Na capital fluminense, foi apreendido um cofre no apartamento de Cavendish. Fonte: O Dia
Comentar
Compartilhe
Betinho declara apoio a Franquis Areas para candidato a prefeito de SJB
30/06/2016 | 10h26
[caption id="attachment_7911" align="alignleft" width="300"]Betinho e Franquis na missa do dia da cidade. Eles são vistos juntos pelo município em muitas oportunidades (Foto: Facebook) Betinho e Franquis na missa do dia da cidade. Eles são vistos juntos pelo município em muitas oportunidades (Foto: Facebook)[/caption] O ex-prefeito Betinho Dauaire (PR) publicou em seu perfil no Facebook uma mensagem de apoio à candidatura do vereador Franquis Areas (PR) a prefeito de São João da Barra. Betinho sempre apoiou candidatura própria do PR, mas já indicava (aqui) que este nome não seria o dele. Não é de hoje que o nome de Franquis ganha espaço até mesmo no grupo governista, que tem o prefeito Neco (PMDB) como candidato à reeleição. Contudo, Neco revelou nesta semana (aqui) que pode não ser candidato, mediante ao atual cenário. Com isso (aqui), Franquis voltou a ser cotado como nome do grupo. Tudo isso sem falar em uma conversa do vereador mais votado em 2012 com o casal Garotinho, em um breve voo (aquiaqui) após um encontro no Açu. Como este blog já havia anunciado (aqui), o nome de Franquis é “pule de 10” para ser candidato a prefeito. Confira a mensagem do ex-prefeito, que tem caminhado junto com Franquis pelo município: "Nunca escondi, que gostaria que o PR dentro de uma ampla aliança politica, apontasse um candidato próprio. Não escondo,que nesta eleição, a minha preferência é pelo vereador e amigo Franquis Areas. Franquis é moderado, pertence ao partido, teve uma experiência bem sucedida no executivo como secretário de Transportes, está no segundo mandato no Legislativo e foi o vereador mais votado de toda a São João da Barra. Temos outros nomes? Na minha visão, poucos, mas temos. A verdade é que Franquis é um homem de compromisso e por isso precisa aguardar os acontecimentos, para escolher entre o Executivo e o Legislativo".
Comentar
Compartilhe
Empresa de Eike Batista pagou propina a Cunha, diz delator
30/06/2016 | 09h34
EIKE-BATISTA-EDUARDO-CUNHA-570O administrador Fábio Cleto, um dos ex-vice-presidentes da Caixa Econômica Federal, disse, depois de fazer acordo de delação premiada, que a LLX, do empresário Eike Batista, foi uma das empresas que pagou propina ao deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para obter vantagens na liberação de recursos do Fundo de Investimentos (FI) do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Pela delação do ex-vice-presidente, aproximadamente 12 empresas pagaram propina a Cunha, a ele e a outros envolvidos nas supostas fraudes com dinheiro destinado ao amparo de trabalhadores. Segundo a Folha de S.Paulo, Cleto disse ter recebido pelo menos R$ 240 mil da LLX relativa a pagamento de debentures da ordem de R$ 750 milhões. A informação foi confirmada por uma fonte ligada ao caso. Na delação, o ex-vice-presidente apontou o corretor de mercado Lúcio Bolonha Funaro como um dos operadores de Cunha. Cabia a Funaro movimentar parte do dinheiro supostamente destinado ao deputado afastado. Parte da propina teria sido depositada em bancos da Suíça e do Uruguai, conforme revelou O Globo. O administrador também reforçou a acusação de que a Carioca Engenharia pagou R$ 52 milhões para Cunha em troca da liberação de recursos destinados às obras do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro. As obras estavam a cargo da Carioca, da OAS e da Odebrecht. Fonte: Extra (confira a matéria completa aqui)
Comentar
Compartilhe
Temer assina medida que libera R$ 2,9 bilhões ao Rio
29/06/2016 | 23h09
unnamed (1)O presidente interino Michel Temer assinou, na noite desta quarta-feira (29), a medida provisória que libera R$ 2,9 bilhões ao estado do Rio de Janeiro, conforme anunciou o site G1. A decisão, tomada após o aval dado pelo Tribunal de Contas da União, será publicada nesta quinta-feira (30) no Diário Oficial. O valor já tinha sido aprovado, mas estava travado por discussões jurídicas.Nesta quarta-feira, o tribunal respondeu favoravelmente a uma consulta formulada pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento sobre a abertura de crédito extraordinário para o estado, autorizando inclusive o uso dos recursos para pagar salários da área de segurança . Apesar disso, o Rio ainda não sabe quando depositará a segunda parcela dos vencimentos de maio desses servidores e dos demais. Um dos temores do Palácio do Planalto era que a liberação de créditos por medida provisória fosse gerar problemas com o TCU, uma vez que esse tipo de instrumento foi usado pela presidente afastada Dilma Rousseff em 2015 e é um dos pontos que embasam seu processo de impeachment. A Fazenda fez uma pergunta genérica, para saber se era possível abrir crédito extraordinário para a transferência de recursos a governos estaduais, com a finalidade de viabilizar a realização de grandes eventos internacionais (no caso do Rio, a Olimpíada), em especial para ações relacionadas à segurança pública. Os ministros responderam que sim. Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
SJB: vale-transporte do servidor e passe estudantil estão suspensos
29/06/2016 | 20h10
[caption id="attachment_4442" align="alignleft" width="300"]Onibus_Campos Única empresa responsável pelo transporte não emite passes e vales, mas não comenta motivo[/caption] A empresa de ônibus Sanjoanense Campostur não está emitindo os passes dos estudantes universitários bolsistas, que têm o transporte intermunicipal custeado pela Prefeitura de São João da Barra, tampouco emitindo o vale-transporte dos servidores públicos municipais para o mês de julho. A empresa, que não quis comentar sobre os motivos que levaram a tal medida, normalmente inicia a distribuição no dia 25. Até esta quarta-feira (29), quem procurou o guichê da empresa não conseguiu retirar o vale. O funcionário que normalmente fica na secretaria de Educação para emitir o passe, também não estava no local. Os servidores do município receberam seus salários nesta quarta-feira (29). Os que têm direito ao vale-transporte tiveram os 6% referentes ao vale-transporte descontados, mas mesmo assim não conseguiram retirar o talão de vales que entregue no guichê da Campostur. Se não tiver uma solução até esta quinta-feira (30), muitos funcionários efetivos que moram em outras cidades ameaçam não trabalhar na sexta-feira, 1º de julho. A Prefeitura, contestada, não respondeu sobre o assunto. Mais informações na edição desta quinta-feira (30) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Átrio pede “compreensão” dos terceirizados de SJB
29/06/2016 | 18h03
[caption id="attachment_7877" align="aligncenter" width="1001"]Reprodução/site da Átrio Reprodução/site da Átrio[/caption] A empresa Átrio enviou nota nesta quarta-feira (29) comentando sobre a situação dos terceirizados da Prefeitura de São João da Barra, com salários atrasados e sem solução para receber os direitos trabalhistas, visto que todos foram dispensados (aqui) no decreto de emergência econômico financeira no mês passado. Sem previsão de data, a empresa informou que depende da chancela do Ministério Público do Trabalho, com a presença da Prefeitura e do sindicato. A Átrio informou que tenta agendar tal reunião, mas ainda não conseguiu, pedindo a compreensão dos funcionários. Confira a nota: “A Átrio Rio informa que a Prefeitura Municipal de São João da Barra suspendeu unilateralmente todos os contratos administrativos de prestação de serviços por eles celebrados no dia 24/05/2016, embora com valores ainda não pagos à empresa. Após reunião realizada com representantes da Prefeitura foi acordado o pagamento parcial da dívida referida, para que a empresa Átrio disponha de recursos mínimos para o pagamento de todas as verbas trabalhistas devidas. Ocorre que tal negociação necessita da chancela do Ministério Público do Trabalho de Campos e da participação do sindicato respectivo, como forma de melhor tutelar os direitos de todos os envolvidos, notadamente os trabalhadores. Infelizmente, a Procuradora do Trabalho em Campos responsável pela questão somente retornará (retornou) de férias em 29/06/2016. A empresa já fez vários contatos com o Ministério Público do Trabalho para agendar uma reunião urgente para resolução do problema, inclusive já peticionando ao MPT. Assim que realizada tal reunião, havendo a anuência de todos os envolvidos (Prefeitura, Átrio, MPT e sindicato), acreditamos que a questão seja encaminhada. Por isso, pedimos a compreensão de todos no deslinde do caso”.
Comentar
Compartilhe
Campos terá representante na Série A do futebol estadual em 2017
29/06/2016 | 17h08
CAMPOS2Americano, Campos (o Roxinho) ou até mesmo os dois! A maior cidade em extensão territorial do Estado do Rio de Janeiro terá representação na elite do futebol fluminense em 2017. O Roxinho foi campeão nesta quarta-feira (29) da Taça Corcovado, segundo turno do estadual da Série B, sobre o Americano, e garantiu vaga no triangular final. O Alvinegro, que teve a melhor campanha nos dois turnos da competição, também vai para o triangular. Campeão da Taça Santos Dumont, o primeiro turno, o Nova Iguaçu completa a disputa. Desde 2013, já que o Cano foi rebaixado em 2012, Campos não tinha um representante na principal competição do futebol estadual. Todos os times se enfrentam em jogos de ida e volta, num total de seis partidas. Em um sistema de pontos corridos, os dois com melhor colocação serão alçados à elite do futebol fluminense. Confira mais detalhes da partida decisiva aqui, no blog do jornalista Antunis Clayton. Perguntar não ofende — O São João da Barra Futebol Clube já chegou perto de disputar uma vaga na Série A. Entretanto, rebaixado no ano passado, não deu mais sinal de vida. Que fim levou?
Comentar
Compartilhe
Dilma lança vaquinha para pagar viagens em aviões da FAB
29/06/2016 | 14h47
VooFoi lançada nesta quarta-feira, por meio da plataforma virtual Catarse, a vaquinha que pretende arrecadar até R$ 500 mil para custear viagens da presidente afastada Dilma Rousseff em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). A primeira doação, feita por uma pessoa de Brasília, foi de R$ 10. Com meia hora de funcionamento, a campanha havia alcançado a marca de R$ 2,5 mil. Sob o nome de “Jornada da democracia”, a vaquinha tem como líderes Guiomar Silva Lopes e Maria Celeste Martins, amigas de Dilma da época de ditadura militar. "A presidenta Dilma precisa viajar pelo Brasil afora. Vinha fazendo isto com frequência e, em cada lugar que visita, vem recebendo o apoio e o carinho do povo, que reconhece a injustiça contra ela e se soma, cada vez mais, à resistência democrática", diz um trecho da descrição do projeto. Em vídeo oficial da vaquinha, as duas amigas argumentam que a presidente estaria sendo vítima de um golpe, reforçando também a existência de um forte laço com Dilma, mesmo tantos anos após os anos difíceis do regime fechado. “Como é que um governo como este retira qualquer direito, inclusive o de mobilidade, da presidente”, diz Guiomar, criticando frontalmente Michel Temer. Polêmica — Parecer publicado pela Casa Civil do governo Temer restringiu as viagens de Dilma ao trecho entre Brasília e Porto Alegre, proibindo deslocamentos em aviões da FAB para quaisquer trajetos diferentes deste. Na semana passada, a Justiça do Rio Grande do Sul permitiu que a presidente afastasse utilizasse as naves da Força Aérea para destinos além das duas capitais, mas financiando as viagens. Fonte: Extra
Comentar
Compartilhe
Quem será o candidato governista em SJB?
29/06/2016 | 12h06
question-158453_640Com o prefeito Neco (PMDB) falando em reunião, pela primeira vez (aqui), que pode não ser candidato à reeleição, as apostas nos bastidores estão altas para saber quem seria o nome do grupo habilitado para disputar a sucessão municipal. Os vereadores Franquis Areas (PR) e Kaká (PT do B) estariam em destaque. Franquis foi o vereador mais votado em 2012, conta com o apoio da família Dauaire, dos Garotinho e do PR como um todo. Mesmo se Neco for candidato, existe uma corrente que aposta em uma candidatura própria do PR no município sanjoanense. Já Kaká, eleito no palanque de oposição, ganhou espaço no governo devido ao afastamento de Neco e Carla Machado (PP), líder do grupo político no qual o prefeito foi eleito. Em 2014, o vereador foi candidato a deputado estadual com declaração de apoio do prefeito e, agora, é líder do governo na Câmara. E Neco? – Caso o prefeito mantenha o projeto de tentar a reeleição, a dúvida fica com o nome do vice. Os dois vereadores citados, dificilmente encarariam a missão. Na verdade, no grupo, não há nome que demonstre desejo em se candidatar como vice.
Comentar
Compartilhe
Temer vai anunciar reajuste de 12,5% no Bolsa Família
29/06/2016 | 11h44
TemerO presidente em exercício Michel Temer e o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, anunciarão nesta quarta-feira (29) um reajuste médio de 12,5% nos benefícios do Bolsa Família, de acordo com a assessoria da pasta. O reajuste já vai ser pago a partir de julho. Ainda de acordo com o Desenvolvimento Social, o governo reservou recursos do orçamento para garantir o reajuste. No Dia do Trabalho deste ano, 10 dias antes de ser afastada do cargo, a então presidente Dilma Rousseff havia anunciado, em evento em São Paulo, um reajuste médio de 9% para o Bolsa Família, que seria pago já a partir de junho. A assessoria do Desenvolvimento Social explicou que o reajuste prometido por Dilma não foi pago porque o governo da presidente afastada não havia indicado no orçamento de onde sairiam os recursos. Conforme a assessoria do ministério informou ainda no governo Dilma, cerca de 14 milhões de famílias recebem atualmente o Bolsa Família. Ainda de acordo com o que a pasta informou em abril, o pagamento médio do programa é de R$ 164 mensais por família. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
Átrio não responde queixas dos terceirizados de SJB
28/06/2016 | 22h45
[caption id="attachment_7877" align="aligncenter" width="1001"]Reprodução/site da Átrio Reprodução/site da Átrio[/caption] A empresa Átrio, questionada desde a manhã desta terça-feira (28) sobre as questões envolvendo os terceirizados de São João da Barra, que realizaram uma manifestação (aqui), não se posicionou. No fim da tarde, um funcionário da empresa informou que a diretoria estava reunida para discutir o assunto e emitiria uma nota. No entanto, até o momento desta postagem, nada foi informado. Por outro lado, o Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação (SEEACEC), começara a homologar os termos de rescisão de contrato nesta quarta-feira dos funcionários das empresas Portlimp e Mothe & Mothe. As firmas se pronunciaram e apresentaram o que a Prefeitura deve a cada uma. Diante dessa situação, o SEEACEC tomou as medidas cabíveis e com autorização da justiça irá efetuar as homologações apenas para liberar o FGTS e habilitação ao seguro desemprego. Os funcionários das três empresas estão sem receber desde fevereiro e os contratos foram encerrados desde o decreto de emergência econômico-financeiro, publicado pelo prefeito Neco (PMDB) no último mês.
Comentar
Compartilhe
Pagamento dos efetivos garantido em SJB; comissionados sem prazo
28/06/2016 | 16h01
3617_270115133325_dinheiro_1764x700A secretaria de Administração da Prefeitura de São João da Barra confirmou para esta quarta-feira (29) o pagamento referente ao mês de junho dos funcionários públicos municipais estatutários, como consta no calendário anual elaborado no início de 2016. Até o momento, apesar da crise, o município cumpriu com quase todas as datas previstas para o pagamento dos servidores efetivos. A exceção ficou por conta da primeira parcela do 13º, planejado para o último dia 17, mas sem novo prazo estabelecido. E por falar em não ter prazo, quem vai ter atraso no salário novamente são os comissionados. A Prefeitura não informou quando vai pagar aos cargos de confiança do governo Neco (PMDB). A folha dos efetivos gira em torno de R$ 8 milhões.
Comentar
Compartilhe
Neco definirá candidatura à reeleição após pesquisa
28/06/2016 | 13h40
Sem títuloPesquisas serão decisivas O cenário eleitoral em São João da Barra só vai clarear após pesquisas. A pré-candidata Carla Machado (PP) vai escolher vice da sua provável chapa neste método e conta com sete nomes no páreo: André Fontoura (PPS), Alexandre Magno (PSD), Alexandre Rosa (PRB), Aluizio Siqueira (PP), Filipe Estefan (Rede), Osvaldo Barreto (PSDC) e Sônia Pereira (PT). O instituto, ainda a ser definido, vai às ruas em julho. Fatores como ser conhecido pela população e não ter rejeição alta serão decisivos. No grupo governista, o prefeito Neco (PMDB) confidenciou aos seus aliados, em reunião na noite de dessa segunda-feira (27), que deve fazer uma pesquisa antes de confirmar seu nome como candidato à reeleição. Ciente do desgaste que enfrenta neste período de crise, e as consequentes medidas impopulares adotadas, o atual prefeito quer saber como está avaliado pela população. Em caso de rejeição muito alta, Neco poderia abrir espaço para outra candidatura do seu grupo. Contudo, ele deixou claro que não vai desistir tão facilmente de tentar seu segundo mandato como prefeito. Tradições... Neste período de crise, a população tem mostrado união para manter tradições em São João da Barra. Foi assim nos festejos de Santo Antônio, no do padroeiro da cidade, São João Batista, e agora não é diferente nas homenagens a São Pedro — todas as festas na sede do município. ...mantidas A festa de São Pedro, que começou no domingo (26), continua nesta terça-feira (27) com missa (19h), show de calouros, apresentação de quadrilha e shows. Amanhã, tem alvorada (6h), prêmio do maior robalo vivo (6h30), missa (18h30), seguida de procissão, e shows no encerramento. Social A empresa Sanjoanense Campostur realizou no último sábado (25) a sexta edição da sua ação social na comunidade. Desta vez, a comitiva chegou à praia do Açu, 5º distrito de SJB. O objetivo foi levar benefícios em saúde, beleza, bem estar, recreação infantil e entretenimento. Culpados? Neco tem culpado a oposição por quase tudo na cidade. Disse que não conseguiu a antecipação dos royalties devido a ações do presidente da Câmara, Aluizio Siqueira. As manifestações, ele diz que são orquestradas pelo grupo que frequenta reuniões da ex-prefeita Carla Machado. Respostas Aluizio já rebateu, disse que se Neco não consegue o empréstimo é porque deixou o município com o “nome sujo”, sem a documentação necessária. Carla ainda não comentou o caso mais recente, mas em outras oportunidades já alfinetou o ex-aliado pelo fato de atribuir a ela tudo que acontece errado na atual gestão. *Publicado na edição desta terça-feira (28) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Terceirizados realizam novo protesto em SJB
28/06/2016 | 12h43
[caption id="attachment_7870" align="alignleft" width="300"]Concentração aconteceu na manhã desta sexta-feira na praça Santo Antônio Concentração aconteceu na manhã desta sexta-feira na praça Santo Antônio[/caption] Mais uma manifestação foi realizada em São João da Barra. Desta vez, funcionários terceirizados da empresa Átrio, dispensados no decreto de emergência econômico-financeira, cobram uma solução quanto aos salários atrasados desde março, além dos direitos trabalhistas. Um encontro com o sindicato do setor foi realizado nesta terça-feira (28) e em seguida os funcionários foram ao escritório da Átrio em SJB, cobrar respostas. Sem encontrá-las, seguiram para a Prefeitura, onde também não tiveram solução. Segundo funcionários, os terceirizados de outras empresas começarão a receber seus direitos nesta quarta (29), visto que o sindicato atual na esfera jurídica, assim como as empresas. Por outro lado, o prefeito Neco (PMDB), informou recentemente que a Átrio não entrou com medida judicial, fato que facilitaria uma acordo entre a Prefeitura e a empresa. Em contato com o escritório da Átrio, no Rio de Janeiro, a informação é que não há nenhuma novidade sobre a situação de São João da Barra, mas que existe uma reunião prevista para o decorrer desta tarde. A Prefeitura de SJB ainda não se posicionou sobre o assunto.
Comentar
Compartilhe
Servidores rebatem Neco sobre protesto de "cartas marcadas"
28/06/2016 | 10h04
[caption id="attachment_7867" align="alignleft" width="300"]Protesto foi realizado na última sexta (Foto: Reprodução/ Marcela Toledo/Facebook) Protesto foi realizado na última sexta (Foto: Reprodução/ Marcela Toledo/Facebook)[/caption] As declarações do prefeito Neco (PMDB), que alega (aqui) cunho político na manifestação dos servidores realizada (aqui) no último dia 24, não agradaram aos integrantes do movimento. Uma nota oficial foi divulgada, ressaltando “a importância, o impacto e a legitimidade de tal movimento mesmo sem o apoio sindical”. Segundo o comunicado, este “foi o primeiro dos muitos que virão nas instâncias públicas e jurídicas, até que haja a valorização dos servidores e a garantia do que é nosso por direito”. O grupo finaliza a nota com um recado: “Não iremos nos calar”. A nota destaca também que o movimento surgiu devido à “desvalorização que estamos sofrendo”. Confira: “A começar pelo decreto 018/16 (aqui), que suspendeu por tempo indeterminado o Cartão Alimentação, o qual é direito, garantido por lei no Estatuto do Servidor, no Art.59, em decorrência do Programa de Alimentação do Trabalhador. O Abono Natalino, Art.81 do Estatuto, nem mesmo o Reajuste Salarial, o qual deixa nossos salários defasados e abaixo da inflação. O calendário de pagamento ora divulgado pela administração, sofreu alteração na primeira parcela do 13º sem aviso prévio, e o Vale Transporte vem correndo o risco de não ser liberado, devido a atrasos de repasse da Prefeitura à empresa Sanjoanense CamposTur. Lutamos por melhores condições de trabalho. Por esses e muitos outros motivos, nos mobilizamos na luta por garantia dos direitos que dia após dia vem sendo suprimidos pela má administração pública do município de SJB, pois o município anda na contramão do que se propagou no decreto, pois continua com um quantitativo absurdo de contratações e nomeações sendo feitas. Contamos com o apoio de todos os servidores e população sanjoanense que é beneficiária do serviço por nós prestado. O Ato Público dos Servidores realizado no dia 24/06/2016, sim dos servidores e não de ‘cartas marcadas’. Deixamos claro que, foi um ato público realizado somente por servidores públicos municipais. Tais declarações de que foi manifestação política, não procede. Até porque, Servidor Público não tem vínculo e não precisa de política partidária, mas sim de políticas públicas voltadas ao Servidor. Estaremos sempre abertos ao diálogo, o que não foi feito pelo executivo, quando quis reduzir gastos. Inclusive emitimos um ofício ao chefe do Executivo, para que nos receba, marcando uma reunião para discutirmos esses e outros assuntos pertinentes a nossa classe servidora, porém, até o presente momento não obtivemos resposta”.
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB debate situação da Santa Casa em audiência
28/06/2016 | 08h28
Santa_CasaO cenário de crise que assola a Santa Casa de Misericórdia de São João da Barra, que alega não receber as parcelas do convênio firmado com a Prefeitura desde outubro do ano passado, vai ser debatido na Câmara. O presidente da Casa Aluizio Siqueira (PP) convocou os vereadores, sociedade civil organizada e a comunidade de forma geral para uma audiência pública na próxima sexta-feira (1º de julho), às 17h, no plenário da Câmara. O provedor da Santa Casa de SJB, Diogo Berto, afirma que a dívida da Prefeitura com a instituição secular gira em torno de R$ 4,1 milhões. Ainda segundo o provedor, o único hospital do município pode fechar em um mês (aqui), caso o município não quite, ao menos, parte do débito.
Comentar
Compartilhe
Dornelles diz que Jogos podem ser “grande fracasso”
27/06/2016 | 20h22
Francisco-Dornelles-625x403A 39 dias da abertura das Olimpíadas no Rio de Janeiro, o governador em exercício, Francisco Dornelles (PP), admite que, se "se algumas medidas não forem tomadas", os Jogos podem "ser um grande fracasso". Em entrevista publicada na edição do jornal O Globo desta segunda- feira (27), Dornelles pondera que, embora seja "otimista" com o evento, deve "mostrar a realidade". Há uma semana, alguns dias após decretar estado de calamidade pública (aqui) para acelerar o recebimento de recursos da União, o governador em exercício mantinha o discurso de que "a Olimpíada é um evento do Brasil, que não pode fracassar. Não vamos fracassar. Vai ser um sucesso". — Sem segurança e sem metrô, haverá dificuldades. Como é que as pessoas vão chegar aos locais de competições sem metrô? Como é que as pessoas vão se sentir protegidas na cidade sem segurança? — indaga Dornelles, que ilustra a penúria do estado a partir da segurança pública, "prioridade" à qual serão destinados os 2,9 bilhões de reais repassados pelo governo do presidente interino, Michel Temer (PMDB). "A frota da polícia corre o risco de parar. Conseguimos fazer uma ginástica financeira e só aguentaremos até o fim da semana", afirmou o governador na entrevista. O dinheiro destinado pelo Tesouro é suficiente para cobrir três meses das despesas da segurança pública do Rio de Janeiro. "O pacto é para a Olimpíada. Depois a gente vai ter que pensar", diz Dornelles. Fonte: Veja (Confira a matéria completa aqui)
Comentar
Compartilhe
“As manifestações em SJB são com cartas marcadas”, diz Neco
27/06/2016 | 13h13
[caption id="attachment_7847" align="aligncenter" width="777"]Entrevista foi ao ar na tarde desta segunda no "Balanço Geral" Entrevista foi ao ar na tarde desta segunda no "Balanço Geral"[/caption] O prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, participou na tarde desta segunda-feira (27) de uma entrevista no programa “Balanço Geral”, e comentou sobre a atual situação do governo. Ele foi questionado também sobre a manifestação (aqui) no dia 24 de junho. Neco manteve o discurso dos últimos dias, ao atribuir os protestos a articulações da oposição: — Eu tenho trabalhado diariamente buscando soluções. Agora, não existe solução sem recurso. O Estado atrasa com o município, o governo federal atrasa com o município. Por exemplo, na área da saúde desde dezembro que o Estado não repassa nada. O município de São João da Barra tem mais de 35 mil habitantes. Essa manifestação não chegou a 50 pessoas. E se você olhar, essas pessoas estão dentro das reuniões realizadas pela ex-prefeita (Carla Machado, do PP, pré-candidata a prefeita). São cartas marcadas, protestos políticos, sempre foram. Eles são orientados a fazer isso. Mas não é a população de São João da Barra no geral. A população de São João da Barra acolhedora, amiga, que entende a situação. Mas existe um grupo que quer afetar o prefeito Neco, a política do momento. Eu não estou fazendo política, eu estou trabalhando em busca da melhora para São João da Barra. Cortes — Neco voltou a afirmar que as medidas do decreto de emergência econômica foram necessárias, mas não o seu desejo. “Não posso chegar no dia 31 com o município devedor. Tivemos que fazer alguns cortes, mas, mesmo assim, continua muito difícil a situação na parte de arrecadação do município. Porto do Açu — “Graças a Deus que existe o Complexo Portuário do Açu, muito bem vindo para SJB. No momento, a receita não está muito alta. O Porto está num momento de transição, está saindo da fase de construção para fase de operação. O que vai render futuramente é o ICMS. O ISS que tínhamos de obras está reduzido, porque terminou as obras. Futuramente vai melhorar muito. Não só SJB, como toda região. Não deixa de ajudar, ajuda, mas ainda é pouco”. Empregabilidade no Açu — “Já fizemos várias reuniões com o Porto do Açu. Inclusive, várias empresas estão entrando em parceria com o município na parte de qualificação, dando cursos profissionalizantes para o pessoal de SJB. Já tem vários filhos de SJB trabalhando no Complexo Portuário. Participamos de reuniões e pedimos para que dê a oportunidade aos filhos de SJB. Graças a Deus, aos poucos, estão conseguindo empregar as pessoas. Vamos continuar lutando, trabalhando, para empregar muito mais”. Saúde — Nós temos investido muito na saúde. Mesmo com toda situação financeira, tenho certeza que melhoramos muito a saúde de SJB quando implantamos o nosso Centro de Emergência. Lá tem os leitos, não é CTI, mas tem os equipamentos mais modernos que uma CTI possa ter. Com isso, trouxe uma economicidade de mais de R$ 6 milhões só de setembro a dezembro de 2015. Deixei de pagar hospitais particulares em Campos, e as pessoas passaram a ser cuidadas no município. Só no ano passado, mais de 130 mil pessoas passaram pelo nosso Centro de Emergência. Nós temos investidos, temos cinco postos 24h, além do Centro de Emergência. A saúde de São João da Barra, com certeza ainda não é a melhor do mundo. Mas é bem melhor que outros municípios que estão na mesma situação que estamos passando”. Atualizado às 13h25 — Inclusão de informações
Comentar
Compartilhe
Peritos do Senado não encontram ação de Dilma em “pedaladas”
27/06/2016 | 12h42
Dilma_impeachmentPeritos designados pela Comissão Processante de Impeachment do Senado concluíram que três dos quatro decretos de crédito suplementar assinados pela presidenta afastada Dilma Rousseff eram irregulares, por terem sido editados sem aval do Congresso Nacional, e tiveram impacto negativo no cumprimento da meta fiscal. No entanto, de acordo com laudo pericial, não foram identificados atos da presidenta afastada que tenham contribuído, direta ou indiretamente, para os atrasos nos pagamentos aos bancos públicos, as chamadas “pedaladas fiscais”. A edição dos decretos com crédito suplementar e os atrasos nos pagamentos embasam o processo de impeachment de Dilma, que levou ao afastamento dela da Presidência da República. Decretos de crédito suplementar Para os três peritos – servidores do Senado João Henrique Pederiva, Diego Prandino Alves e Fernando Álvaro Leão Rincon –, três dos quatro decretos analisados pelos senadores no processo de impeachment tiveram impacto negativo no cumprimento da meta fiscal, que se encontrava vigente no momento em que foram assinados. No laudo, os peritos afirmam que os órgãos responsáveis não emitiram alertas de que os decretos de crédito suplementar eram irregulares, ou seja, foram aprovados sem autorização do Parlamento. A defesa de Dilma argumenta que os decretos não impactaram no cumprimento da meta fiscal, pois dizem respeito somente a dotações – permissões de gastos – orçamentárias, não resultando necessariamente em impacto fiscal negativo, pois não envolveram o empenho ou a execução financeira dos gastos. Assim, os atos seriam simples reprogramações da alocação de recursos da União. Os peritos do Senado concluíram que três dos quatro decretos tiveram execução financeira posterior, resultando em prejuízo para o cumprimento da meta fiscal então vigente, que havia sido aprovada em janeiro de 2015. Os decretos foram assinados por Dilma em julho e agosto. Para a junta de peritos, os decretos violaram o Artigo 4 da Lei de Orçamento Anual (LOA), que regulamenta os gastos suplementares ao Orçamento e determina aprovação legislativa prévia para esses gastos. — Embora não se tenha obtido informações completas relativas à execução das dotações suplementares constantes exclusivamente desses três decretos (excluídas as dotações iniciais e demais suplementações), esta Junta identificou que pelo menos uma programação de cada decreto foi executada orçamentária e financeiramente no exercício financeiro de 2015, com consequências fiscais negativas sobre o resultado primário apurado — escreveram os peritos. Os peritos acrescentaram, no entanto, que não houve, por parte da Secretaria de Orçamento Federal, nenhum alerta, antes da assinatura, de que os decretos seriam incompatíveis com a meta fiscal. Fonte: Agência Brasil
Comentar
Compartilhe
E você, votaria?
27/06/2016 | 10h52
question-158453_640Em São João da Barra as discussões políticas mais acirradas, sem sombra de dúvidas, acontecem na arena virtual. E neste domingo (26), uma pergunta tomou conta do Facebook: você votaria? Sem citar nomes, pessoas ligadas a grupos políticos distintos criavam situações e questionavam se um personagem que se enquadrasse em tal perfil seria digno do voto nas próximas eleições. De um lado a pergunta era: “Você votaria em quem tem mais de 1.200 processos?”. Do outro: “Você votaria em quem destruiu uma cidade que era feliz?”.  E as batalhas se deram nos comentários. E você, votaria?
Comentar
Compartilhe
"Santa Casa de SJB fecha em um mês", diz provedor
26/06/2016 | 13h08
Santa_Casa“A Santa Casa de São João da Barra suporta um mês só. Paga uma folha de pagamento e fecha”. A previsão é do provedor da instituição, Diogo Berto. Segundo ele, a Prefeitura tem uma dívida de R$ 4,1 milhões com a unidade. O débito é acumulado do atraso dos repasses do convênio desde outubro do ano passado. A Santa Casa é o único hospital do município e atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O risco de a unidade fechar foi levantado pela própria administração, que neste mês emitiu uma nota à imprensa listando as dificuldades que encontra para manter o atendimento à população sanjoanense. O prefeito de São João da Barra decretou no último mês emergência econômico-financeira devido à queda de receitas. Contestada sobre como faria para sanar a dívida com o hospital e se há interesse de manter o convênio, por meio de sua assessoria, a Prefeitura não respondeu. Pela previsão do administrador da unidade hospitalar o próximo mês pode ser o último de atendimento da instituição fundada em 1873. De acordo com Diogo, a Santa Casa atende com maternidade, clínica médica, cirurgia e ambulatório: “Praticamente tudo que o município necessita. Só não faz cirurgia de alta complexidade, porque aqui não tem UTI, e a emergência, que é atendida pelo Centro de Emergência do município”, disse o provedor. Sem solução até agora, a direção da Santa Casa decidiu levar o caso ao Ministério Público. Diogo contou que na última quinta-feira aconteceu uma reunião para saber como pode ter ajuda para tentar chegar a um acordo com a Prefeitura. “A gente aguentou oito meses, com a folha salarial mais o custo fixo, com recursos do fundo de reserva do hospital. Só que agora o dinheiro acabou. A gente está há oito meses sem receber o repasse da Prefeitura”, afirmou. Quem também se sensibilizou com a situação da Santa Casa foi o ex-prefeito Betinho Dauaire (PR), que ficou à frente do Executivo de 1997 a 2004. Na última semana ele esteve na Santa Casa e resumiu o quadro que encontrou: “Triste ver o contraste entre o investimento realizado e a atual falta de recurso. Você olha as salas todas arrumadinhas, mas sem ninguém trabalhando. É uma sensação ruim”. O convênio entre a Prefeitura e a Santa Casa foi firmado pela primeira vez no governo de Betinho, mantido nas duas gestões da ex-prefeita Carla Machado (PP) e também no governo Neco (PMDB), com parcelas quites até setembro do ano passado. Neste ano, mesmo com três parcelas atrasadas do ano anterior, o convênio foi renovado. Diogo afirmou que entende o atual quadro econômico do município, mas o médico cobra uma solução. “A gente entende a crise, mas a gente precisa de dinheiro para manter o hospital aberto”. Publicado na edição deste domingo (26) da Folha da Manhã. Confira a matéria completa aqui, na Folha Online.
Comentar
Compartilhe
Ponto Final — Se desabafo é “sensacionalismo”, onda de inaugurações o que é?
26/06/2016 | 12h01
Ponto-final1O que será? O relato da mãe que foi à UBS da Penha no dia seguinte à inauguração e não encontrou pediatra para a sua filha, nem remédio, causou revolta na prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR). E não foi pelo fato de não ter médico. Ela classificou a denúncia, que a Prefeitura nega a veracidade, de “sensacionalismo”. E essa onda de inaugurações, marcada por fogos e discursos, com dinheiro de uma dívida que será quitada em 2026, oriundo da terceira “venda do futuro”, Rosinha classifica como o quê? Corrida eleitoral As convenções partidárias só estão liberadas a partir de 20 de julho e a campanha só terá início em 16 de agosto. No entanto, o clima de eleição já é mais que nítido. Prova disso são as constantes aparições de pré-candidatos lançando seus nomes e as informações de bastidores sobre possíveis alianças. Campos ainda tem 21 possíveis candidatos. O número tende a cair no próximo mês. Os rosáceos contam com dez nomes, mas vão fechar apoio a um. Na oposição, dificilmente os 11 serão oficializados. Lula investigado O juiz federal Sérgio Moro é um dos nomes mais emblemáticos da Operação Lava Jato e o que não falta é político citado tentando fugir para outras instâncias e não ser julgado por ele. Para o ex-presidente Lula (PT), não teve jeito. O Supremo Tribunal Federal devolveu a Moro as apurações de corrupção e lavagem de dinheiro na compra e reforma do sítio, em Atibaia, no negócio do triplex do Condomínio Solaris, no Guarujá, nos pagamentos para a LILS (empresa de palestras do ex-presidente) e nas doações para o Instituto Lula, entre outros. Decisão A Taça Corcovado será decidida na quarta-feira por dois times campistas, Americano e Campos, mas o confronto será em Cardoso Moreira. O mando de campo é do Alvinegro do Parque Tamandaré, por ora sem estádio. No duelo de ontem, no Ângelo de Carvalho, um jogo apático. Mais um empate e o título será do Americano. Se o Roxinho vencer, já vai garantir um campista na Série A em 2017. O Americano, como melhor no quadro geral, tem vaga garantida no triangular final que classifica dois times para elite. Invencíveis Campos e Americano estão invictos na Taça Corcovado, mas o Americano leva vantagem por ter feito melhor campanha. Caso o próximo duelo termine empatado, o Campos perde o título sem perder nenhum jogo. E com a mesma façanha, o Americano levantaria o caneco. Mas, “jogo é jogado” e o resultado só será conhecido na quarta-feira à tarde. Salão Chega ao fim hoje a segunda edição do Salão do Imóvel em Campos. Ontem, as vendas superaram as expectativas. A previsão é de grande movimento também hoje, entre 9h e 19h, no Espaço Sognare (avenida 28 de Março, 1148). O Salão do Imóvel de Campos já é considerado o maior evento do gênero do interior do Rio de Janeiro e um dos maiores do país. Na rede A manifestação, que quase chegou a uma agressão física ao prefeito de São João da Barra, Neco (PMDB), continua como um dos assuntos mais comentados entre os munícipes que estão nas redes sociais. Dá para constar que nos dois grupos políticos do município existem pessoas com falta de senso e sem vergonha de expor isso. São agressões verbais, no mínimo, desnecessárias, sem falar até de ameaças. Poucos são equilibrados, mas eles também existem. Chegaram O número de imigrantes no Brasil aumentou consideravelmente nos últimos dez anos, segundo dados da Polícia Federal. Só em 2015, 117.745 estrangeiros deram entrada no país, um aumento de 2,6 vezes em relação a 2006. A alta é explicada em parte pelo momento econômico do Brasil nesse período, que chegou a uma taxa de desemprego de apenas 4,3%. A situação, agora, é bem diferente: o primeiro trimestre encerrou com taxa de desemprego em 11,2%. Publicado na edição deste domingo (26) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Limite entre protestar e agredir
25/06/2016 | 15h02
Sem títuloÉ preciso limite! São João da Barra vive um dos momentos políticos mais instáveis da história recente. O prefeito Neco (PMDB) tem enfrentado constantes manifestações, mas nenhuma que chegasse ao extremo de sexta-feira (24). Além das ofensas verbais, a sensação era a de que o chefe do Executivo municipal poderia ser agredido fisicamente a qualquer momento, na saída de um ato religioso. Não dá para continuar assim. Os servidores e qualquer cidadão podem e têm o direito de demonstrar a insatisfação com o governo. O que não pode, o que é inaceitável, é que isso chegue ao ponto de uma agressão física, que ponha em risco a integridade de alguém. O diálogo ainda é o melhor caminho. Ademais, o prefeito chegou à Prefeitura pelo voto do povo, pela escolha da maioria dos sanjoanenses. As eleições acontecem a menos de quatro meses. Quem não estiver satisfeito, mostre sua resposta nas urnas. Violência não vai mudar nada para melhor. Só tende a piorar. Então, é preciso colocar um limite nisso! ____________________________________________________________________________ IMG-20160624-WA0048HOMENAGEM  Chegou ao fim nesta sexta-feira (24) a festa do padroeiro de São João da Barra, São João Batista. A procissão percorreu as principais ruas da sede do município. Mesmo sem apoio da Prefeitura, a Irmandade manteve as tradicionais atividades. A centenária banda União dos Operários, que parou as atividades devido à suspensão do convênio com a Prefeitura, participou da homenagem. ____________________________________________________________________________ Na área O ex-prefeito Betinho Dauaire (PR) tem marcado presença em SJB. Esteve ontem na cidade e viu o protesto contra o prefeito. Betinho afirmou que lamenta a atual situação e considera fundamental a renovação no quadro político do município. Sem citação A presença do prefeito Neco na missa do padroeiro não teve nenhuma citação, nem do padre, nem dos organizadores do evento. Queira ou não, é uma gafe: o prefeito é a principal autoridade do município. Culpado? Após ser acusado pelo prefeito como quem impediu a Prefeitura de SJB conseguir um empréstimo com royalties futuros, Aluizio Siqueira (PP) rebateu. Afirmou que o município está “com o nome sujo”, impossibilitado de contrair empréstimos. Mudança... O prefeito de São Francisco de Itabapoana, Pedrinho Cherene (PSC), conseguiu reaver para seu arco de coligação o seu antigo partido, o PSC. Em abril, uma mudança na executiva havia levado o partido para oposição. ...Em SFI O retorno do PSC para sustentação a uma provável candidatura de Pedrinho à reeleição foi acertado após diálogo com o secretário geral do partido no estado, Filipe Pereira. Cai para três, o número de prefeitáveis, além de Pedrinho, Francimara Barbosa Lemos (PSB) e Marcelo Garcia (PSDB). São João A festa de São João Batista, sem shows nacionais, foi a comprovação que a união da população pode acabar com os vícios da era do petróleo em alta. Se as coisas melhorarem, a Prefeitura pode voltar a apoiar, mas não precisa bancar tudo. Cultura Chegou ao fim nesta sexta-feira (24) o I Fórum Regional de Desenvolvimento Cultural. Importante debate sobre a cultura do Norte Fluminense. *Publicado na edição deste sábado (25) da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
Sérgio Moro “reativa” todos inquéritos contra Lula
25/06/2016 | 14h33
lula-abr-1Os inquéritos e processos de busca e apreensão e quebra de sigilos que têm como alvo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua família foram reativados, nessa sexta-feira (24), pelo juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, em Curitiba – origem do escândalo Petrobras. São frentes que apuram corrupção e lavagem de dinheiro na compra e reforma do sítio, em Atibaia (SP), no negócio do triplex do Condomínio Solaris, no Guarujá (SP), nos pagamentos para a LILS – empresa de palestras do ex-presidente – e nas doações para o Instituto Lula, entre outros. — O eminente ministro Teori Zavascki determinou, acolhendo parecer do exmo. procurador-geral da República, a devolução do inquérito. Tendo os autos retornado, traslade-se para estes autos cópia do parecer apresentado no Inquérito 4220 e cópia da decisão de 13 de junho de 2016 na Reclamação 23.457 — despachou Moro, que conduz todos os processos da Lava Jato em primeira instância. O Supremo Tribunal Federal, por ordem do ministro Teori, havia decretado a suspensão da tramitação das investigações contra Lula, sob tutela de Moro, na Justiça Federal em Curitiba, em liminar que acolheu pedido da defesa do ex-presidente, que questionou a competência da força-tarefa em primeiro grau judicial de conduzir os casos. Alguns dos inquéritos, como o da compra do Sítio Santa Bárbara, em 2010, e da reforma executada no imóvel pela Odebrecht, OAS e pelo pecuarista José Carlos Bumlai, estão em fase final, prontos para serem transformados em denúncia formal. Ao receber de volta os processos de Teori, o juiz da Lava Jato determinou que os inquéritos devem “tramitar exclusivamente entre Ministério Público Federal e autoridade policial”. Mas ordenou que “deverá ser observado o sigilo decretado pelo STF”, em procedimento de quebra que resultou na interceptação telefônica que captou conversas de Lula. Fonte: Blog do Fausto Macedo (aqui)/Estadão
Comentar
Compartilhe
Ponto Final — Obra para inglês (ou eleitor) ver
25/06/2016 | 12h31
Ponto-final1 Para inglês (ou eleitor) ver Com a terceira “venda do futuro” no cofre e preparando sua equipe para mais uma corrida eleitoral, o grupo rosáceo tem feito inaugurações e lançamentos de projetos por todos os cantos da cidade. Mas a realidade é bem diferente para quem precisa dos serviços. Na quinta-feira à noite, fogos e claque para inauguração da UBS da Penha com a presença da prefeita Rosinha Garotinho (PR). Ontem pela manhã, uma mãe não encontrou nem médicos, nem medicamentos na mesma unidade. É ou não é para inglês (ou eleitor) ver? A Prefeitura nega. A tocha em Campos Mesmo com a agenda apertada devido às inaugurações e em período de emergência econômica, Rosinha encontrou um tempinho para discutir com seu secretariado os “preparativos para a passagem da Tocha Olímpica pela cidade, no dia 31 de julho”. Ela recomendou que o coordenador do evento em Campos providencie junto ao Comitê Central da Rio 2016 a aquisição de uma Tocha Olímpica para ser inserida no acervo do Museu Histórico de Campos. De Brasília para o Salão O presidente do Conselho Federal dos Corretores Imobiliários, João Theodoro, veio de Brasília para a abertura da segunda edição do Salão de Imóveis de Campos. Theodoro ficou impressionado com a estrutura do Salão, que conta com quatro maquetes digitais, mostrando todos os lançamentos do Salão, o que é raro em eventos semelhantes em grandes cidades brasileiras. Aliás, esse é o primeiro Salão de Imóveis que João Theodoro participa neste ano. Bombou O Salão está bombando. Até as 18h de ontem cerca de 50 imóveis já tinham sido negociados, e mais de uma dúzia de outros estavam em fase de análise. Os organizadores acreditam que hoje as vendas aumentem. É um evento realmente vitorioso, que nasceu em meio a uma grande crise financeira. Com criatividade, todo setor se uniu e fez acontecer. O Salão vai se estender até amanhã. Posse O empresário Joilson Barcelos assume a presidência da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) na próxima sexta-feira. A agenda de Joilson ficará ainda mais apertada a partir do ano que vem, quando assume a presidência da Associação dos Atacadistas e Distribuidores do Estado do Rio de Janeiro, entidade da qual é o primeiro vice-presidente. Trata-se de uma entidade forte no cenário representativo da economia fluminense. Pagamento A Prefeitura de Campos inicia na terça-feira o pagamento do funcionalismo público ativo e inativo, injetando R$ 107.862.214,28 na economia da cidade. Neste mês de junho, os vencimentos do funcionalismo vêm com a primeira parcela do 13º salário, mais de R$ 29 milhões, e o reajuste de 9,38% concedido pela prefeita Rosinha Garotinho (PR). O pagamento prosseguirá na quarta-feira e na quinta-feira. Dia decisivo I A “Seleção do Rádio”, equipe esportiva da Continental, do Grupo Folha da Manhã, faz a melhor cobertura do Campeonato Estadual da Série B, com transmissões dos jogos do Americano, Campos e Goytacaz. Hoje, a partir das 14h30, transmite o jogão decisivo da Taça Corcovado, com narração de Walter Filho, reportagens de Yan Tavares e comentários de Gilberto Vasconcellos. A Continental pode ser ouvida em AM 1270 ou no site www.radiocontinentalam.com.br. Dia decisivo II A destinação de ingressos para o adversário gerou uma conversação virtual desagradável ontem. No Facebook do Campos Atlético Associação, uma “amiga virtual” perguntou “quantos ingressos para a torcida do Americano”. Após uma resposta seca dizendo que a informação estaria no Face do alvinegro, agradeceu de forma irônica. Outro “amigo virtual” condenou a falta de elegância no trato com a moça: “Vergonhosa atitude, espero realmente que seja somente amadorismo do administrador da página, independente de rivalidade nunca se trata uma dama dessa maneira”. No Facebook, o Campos saiu perdendo a decisão.
Comentar
Compartilhe
SJB: Manifestantes cercam carro do prefeito na saída da missa do padroeiro
24/06/2016 | 14h31
[caption id="attachment_7810" align="aligncenter" width="796"]reproduçã_video Prefeito foi cercado por manifestantes após a missa (Reprodução de vídeo)[/caption] O dia era para ser só de festa em São João da Barra, na 372ª edição da homenagem ao padroeiro São João Batista. Mas um grupo de servidores municipais decidiu fazer um protesto, em frente à igreja matriz, durante a missa solene. Enquanto a celebração religiosa acontecia, eles permaneciam em silêncio, com cartazes nas mãos. Quando a missa acabou, o clima esquentou. O grupo se dividiu para esperar a saída do prefeito Neco (PMDB) em todas as portas da matriz. Neco saiu pelos fundos, porta que dá acesso à rua dos Passos e os manifestantes seguiram para lá, cercaram o carro do prefeito e por pouco uma confusão generalizada não aconteceu. Neco caminhava pela praça demonstrando tranquilidade e os manifestantes o cercavam em silêncio, com mensagens nos cartazes que cobravam explicações sobre a suspensão do cartão alimentação do servidor, uma das medidas do decreto de emergência econômico-financeira. Uma pessoa que não participava do ato começou a xingar o prefeito. Foi o estopim. Todos começaram a gritar e a chegar mais próximo a Neco. Para quem  acompanhava, a impressão era de que a qualquer momento o protesto sairia do controle podendo chegar a uma agressão física. Ainda demonstrando serenidade, Neco entrou no carro e abaixou o vidro. Os manifestantes cercaram o veículo e alguns ainda chutaram e deram socos no veículo. Trocas de empurrões ainda aconteceram entre manifestantes e aliados de Neco. Um caminho foi aberto e o veículo partiu. Desde o decreto de emergência econômico-financeira, esta foi a primeira aparição pública de Neco em São João da Barra. Antes de sair da igreja, em entrevista à imprensa, Neco comentou sobre o protesto dos servidores: — Não é dos servidores, essa manifestação é política. Que eles continuem a vontade. Quando as pessoas querem conversar, formam uma comissão. Não fazem manifesto político. Isso ocorre há dias em São João da Barra. Não vou dar importância a esse tipo de manifesto político, principalmente na saída da missa. Nas redes sociais, circula um vídeo com o momento da saída do prefeito da igreja (aqui).
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB entrega Medalha Barão de Barcelos
24/06/2016 | 10h49
Medalha_BarrãoComo tradição ininterrupta desde 1999, a Câmara de São João da Barra entregou na noite desta quinta (23), a Medalha Barão de Barcelos. Neste ano, o homenageado foi o bombeiro hidráulico José Cardoso, de 96 anos. Além dele, 45 pessoas foram agraciadas com o Título de Cidadão Sanjoanense; sendo cinco indicados por cada vereador. – É um prazer encerrar essa legislatura homenageando tantas pessoas importantes. Primeiro foi o campeão mundial, César Martins; depois o mestre Dodozinho Mendonça. Ano passado, nosso colega de bancada, Domingos Vieira e, este ano, seu Zezinho, grande trabalhador e que merece todas as homenagens possíveis. E temos na plateia pessoas muitos ilustres como a eterna prefeita Carla Machado (PP); o vice-prefeito Alexandre Rosa (PRB) e o ex-vereador Marilton Pinheiro – ressaltou o presidente da Câmara, Aluizio Siqueira (PP). José Cardoso, que mora na sede do município, anda de bicicleta e é nela que ele vai para o trabalho. “Agradeço muito essa homenagem. Estou indo para 97 anos e faço fé que todos vocês cheguem a essa idade com a disposição que eu tenho”, disse o homenageado, que tem nove filhos, nove netos e um bisneto. Um vídeo em sua homenagem, com depoimentos de amigos e familiares, foi exibido durante a solenidade. Medalha – A Medalha Barão de Barcelos é a maior honraria do Legislativo sanjoanense. O poder Executivo local, quando faz sua homenagem, entrega a Medalha Barão de São João da Barra. Neste ano, porém, devido ao período de crise, a Prefeitura não fez a cerimônia de homenagem no último dia 17, dia da cidade. Com informações da assessoria
Comentar
Compartilhe
Homenagem a São João Batista nas águas do Paraíba
23/06/2016 | 17h58
[caption id="attachment_7791" align="aligncenter" width="1280"]WhatsApp-Image-20160623 Quadro de São joão Batista chega aos festejos na sede do município, acompanhado por embarcação que homenageia os santos juninos (Foto: Izabele Cintra)[/caption] A festa do padroeiro São João Batista, neste ano mais singela devido à falta de apoio da Prefeitura que vive um período de emergência econômico-financeira, está mantendo todas as tradições. Pescadores participaram nesta quinta-feira (23) da procissão fluvial, que saiu de Atafona e chegou neste fim de tarde ao Cais do Imperador, na sede do município. O quadro do padroeiro saiu da igreja de Nossa Senhora da Penha e foi levado por fiéis até a sede do município. Uma embarcação decorada acompanhou o cortejo, seguido também por outros barcos. A embarcação foi decorada por Juliano Berto, que com sua equipe já ganhou muitos dos concursos realizados pela Prefeitura durante os festejos de São João . Há alguns anos, decidiu não participar de concursos e colocar seus barcos para abrilhantar o evento. Já fez isso nas homenagens a São João e a Nossa Senhora da Penha. Neste ano, o barco homenageia os três santos juninos: Santo Antônio, São João e São Pedro. A procissão fluvial de São João Batista representa a subida de Lourenço do Espírito Santo e sua companhia para fundar o povoado de São João do Paraíba do Sul, em 1630, após passar oito anos na barra (Atafona). O motivo da mudança de Lourenço teria sido a morte da mulher dele nas águas do Pontal. O jornalista Carlos Sá aponta que esse mesmo grupo ergueu uma capela em louvor a São João Batista. “Em 1664, ainda coberta de palha, (a capela) é reconhecida pela Igreja do Rio de Janeiro como matriz, sendo assim uma das mais antigas da província”, relatou o jornalista no blog SJB em ação. Toda procissão fluvial do padroeiro São João Batista lembra a fundação do povoado, que se tornou Vila de São João da Praia (1676) e depois cidade de São João da Barra (1850).
Comentar
Compartilhe
SJB recebe 5,2 milhões de royalties nesta sexta
23/06/2016 | 16h30
PlataformaA Prefeitura de São João da Barra recebe R$ 5.265.366,92 nesta sexta-feira (24) referente aos royalties de petróleo do mês de junho. O valor é 0,9% superior ao repassado no mês passado, quando a administração pública recebeu R$ 5.217.388,17. Em 2015, neste mesmo mês, SJB recebeu cerca de R$ 7,9 milhões. Confira o valor dos royalties para todos os municípios da região aqui, na Folha Online, e na edição desta sexta-feira (24) da Folha da Manhã. A situação econômica do município sanjoanense não é das melhores, o que levou o prefeito Neco (PMDB) a decretar emergência econômico-financeira no último mês (aqui). A medida foi necessária, segundo o prefeito, devido a constantes quedas na arrecadação dos royalties do petróleo, fonte responsável por cerca de 2/3 das receitas de São João da Barra.
Comentar
Compartilhe
Descuido com a tradição sanjoanense
23/06/2016 | 15h00
Sem títuloDescuido com a tradição São João da Barra recebe nesta quinta-feira (23) e nesta sexta-feira (24) o I Fórum de Desenvolvimento Cultural da região. Atitude louvável. No entanto, a Prefeitura, apoiadora do Fórum, cometeu um descuido com a procissão fluvial do padroeiro São João Batista, que acontece nesta quinta às 15h. Nas comemorações dos 150 anos da elevação de SJB à categoria de cidade, em 2000, as escolas da rede pública municipal ensinaram que essa procissão fluvial tinha uma simbologia ímpar. Representa a subida de Lourenço do Espírito Santo e sua companhia para fundar o povoado de São João do Paraíba do Sul, em 1630, após oito anos na barra (Atafona). O motivo da mudança teria sido a morte da mulher de Lourenço nas águas do Pontal. Então, toda procissão fluvial de São João lembra a fundação do povoado, que se tornou Vila de São João da Praia (1676) e depois cidade de São João da Barra (1850). No portal da Prefeitura, nem uma linha sobre essa história foi contada. Se não tem dinheiro para bancar o evento, não custa ajudar na divulgação. Um descuido com a Cultura. Embate... Como esperado, a bancada governista de SJB vai partir pra cima da mesa diretora, principalmente do presidente da Casa, Aluizio Siqueira (PP). Três pedidos de informações ao presidente já foram protocolados. ...Na Câmara Aluizio tem feito duras críticas ao prefeito Neco (PMDB), autorizou abertura de CPI e encaminhou pedidos de informações ao Executivo. Tem tudo pra ser o alvo preferido dos governistas na Câmara neste ano eleitoral. Caminhadas Apesar de dizer que não disputará as eleições deste ano, o ex-prefeito Betinho Dauaire (PR) tem visitado SJB com mais intensidade. Ele defende candidatura própria do PR à Prefeitura. Em recente visita à Santa Casa do município, lamentou a atual situação da instituição, prestes a fechar as portas alegando falta de repasse da Prefeitura. SFI... São Francisco de Itabapoana viu abrir quatro frentes para disputa da Prefeitura, mas há rumores nos bastidores que até as convenções o número vai reduzir novamente, repetindo uma disputa polarizada. ...Bastidores Os rumores começam a surgir devido à aproximação de dissidentes do grupo do prefeito Pedrinho Cherene (PMDB), que pretende disputar a reeleição, com a pré-candidata Francimara Barbosa Lemos (PSB), primeiro nome lançado pela oposição. São João Além da procissão fluvial, a festa de São João, padroeiro conta nesta quinta com os shows de Zeca Ribeiro (20h30), Vaval Ferreira (22h) e Anderson Santos e Banda. Na sexta tem missa solene às 10h, procissão às 19h. Em seguida, se apresentam as quadrilhas (Lourenço do Espírito Santo e Sonho, Amor e Fantasia) e ainda tem show de encerramento com a banda TB-6. *Publicado na edição desta quinta-feira (23) da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
Aliado de Neco, vereador homenageia deputado do partido de Carla
23/06/2016 | 14h34
phoca_thumb_l_elisio rodrigues 2A Câmara de São João da Barra entrega nesta quinta-feira (23) 45 títulos de cidadania sanjoanense, com cinco escolhidos por cada um dos vereadores. Mas nesse vai e vem partidário dos últimos tempos, um fato curioso fica registrado: o vereador Elísio Rodrigues (PDT), que faz parte da base governista, vai agraciar o deputado estadual Jair Bittencourt. Até aí nada estranho, mas o fato é que Jair hoje é da bancada do Partido Progressista (PP) na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). E em São João da Barra, o PP tende a homologar a ex-prefeita Carla Machado como candidata a prefeita neste ano. Ou seja, um aliado de Neco (PMDB) homenageando um aliado da principal adversaria politica dele neste período. O deputado federal Felipe Bornier (Pros) também receberá o título, agraciado pelo vereador Ronaldo Gomes (Pros). Confira a relação dos homenageados por cada vereador. Alex Firme (PP): Maximiliano Gomes Fernandes, Marilene de Lima Rosa dos Santos, Ana Lúcia Pessanha Alves, Gleide Terezinha de Azevedo Gomes, Jorge Felício Rizzo Gonçalves; Aluizio Siqueira (PP): Daisaku Ikeda, Damião de Jesus da Silva, Geromar de Souza Ferreira, Fernando Luiz Ribeiro de Azevedo, Telma Cristina Pereira de Mendonça Silva; Kaká (PT do B): Jamil Cesar Ribeiro de Queiroz, Rogério Constâncio do Nascimento, Marcos Eurélio Gomes de Souza, Leandro Pereira, Pedro Bastos Saraquino; Elísio Rodrigues: Phillipe Wellington Souza Oliveira, Tiago Almeida Azeredo, Raphaela Vianna de Andrade, Jair de Siqueira Bittencourt Junior, Guilherme Rangel Abreu; Eziel Pedro (PMDB): Paulo Roberto do Amaral Barros, Alonso Pereira da Silva, Thiago Valadares Ferreira, José Carlos Lontra Vieira, Roselane Domard Ribeiro; Franquis Arêas (PR): Hélio Antonio de Aguiar Marconi, José Paes Neto, Romeu Soares da Silva, José Roberto de Souza, Silvio José Sales; Jonas Gomes (PP): Ailton da Silva, João Francisco Ribeiro Gaspar, Renato Braga Gonçalves da Silva, Mariza Alves Viana, Jovecilda Aparecida de Oliveira Rangel; Ronaldo Gomes: Marcos Motta Ramos, Felipe Leone Bornier de Oliveira, Vinicius Pereira, Leonidas Siqueira Rangel, Elizabeth Barbosa de Castro Senra e Soares; Sônia Pereira (PT): Francisco Esmeraldo, Genecy da Silva Soares, Carlos Antonio Cabral Barreto, Lucas Marinho da Silva, Anderson da Silva Campinho.
Comentar
Compartilhe
Neco: oposição atrapalhou e ainda não conseguimos o empréstimo
23/06/2016 | 13h41
Neco____Após um período sem aparições em São João da Barra, o prefeito Neco (PMDB) esteve na tarde desta quinta-feira (23) na rádio comunitária Barra FM para informar que a expectativa de ter na conta da Prefeitura o valor referente à antecipação dos royalties até 27 de junho, conforme previsto por ele no início do mês (aqui), não vai se concretizar. A chamada "venda do futuro" foi barrada por uma ação popular no Ministério Público, que Neco atribui a uma articulação da oposição. — Estamos com toda a documentação em dia. Só que tiveram de suspender (o empréstimo) devido a uma ação popular. Ação essa que o presidente da Câmara Aluizio Siqueira (PP) enviou para a superintendência da Caixa. Com isso passou a ser questão do jurídico. Vamos mostrar que não foi uma ação popular, sim política. Um grupo político de oposição não ao governo, ao Neco, mas de oposição a São João da Barra. Essas pessoas tentando atrapalhar de todas as formas — disparou o prefeito. Neco comentou sobre a suspensão do cartão do servidor, redução da ajuda de custa nas bolsas universitárias e o corte de alguns passes. Segundo ele, houve uma obrigação, contrária aos seus desejos, de tomar essas medidas devido à queda de arrecadação dos royalties. O prefeito ainda alfinetou a adversária política Carla Machado (PP), sua antecessora na Prefeitura. Neco destacou que todas as viagens que fez a Brasília foi com recursos próprios. “Estou viajando com dinheiro do meu próprio salário. Na época da ex-prefeita, a diária era R$ 1.200 e se tivesse pernoite chegava até R$1.800”, disse. Ainda que de forma indireta, Neco classifica Carla como nome da oposição que articula para atrapalhar sua gestão. O prefeito se desculpou com os servidores, por não cumprir o pagamento do 13º salário, disse que o benefício do aluguel social, apesar de atrasado, não está suspenso. Ele ainda disse que vai mostrar “falcatruas” da gestão passada. “Vou mostrar uma quadrilha, que fez falsificação de documentos e tudo mais. Uma quadrilha que tinha na Prefeitura. Falsificação de documentos de empresas que dizia que fazia obras sem os donos das empresas saberem. Brevemente vou passar tudo isso para a população de São João da Barra”. Neco deixou claro que não vai desistir do empréstimo.
Comentar
Compartilhe
Ponto Final — Oposição cai na estratégia governista
23/06/2016 | 11h07
Ponto-final1Erro estratégico Pior que adotar estratégia errada, é caminhar no esquema traçado pelo adversário. E foi o que aconteceu com a oposição em Campos. Enquanto os pré-candidatos Caio Vianna (PDT) e Rafael Diniz (PPS) tentavam diminuir os impactos da guerra virtual de aliados seus, Chicão Oliveira (PR), favorito entre os rosáceos segundo pesquisa Pro4, surfou na pauta positiva do governo. Ele aproveitou para sair bem na foto das ações irrigadas com dinheiro da “venda do futuro”, dívida que rosáceos usam para levantar a bola nestes últimos meses da gestão Rosinha Garotinho (PR), mas que ficará para os prefeitos dos próximos três mandatos pagarem. Fora do contexto Pré-candidato a prefeito e vereador de Campos, Gil Vianna (PSB) tentou falar sobre a “venda do futuro”, mas a expressão utilizada fez com que o tiro saísse pela culatra: “Pegaram três empréstimos e vão jogar a conta para a população. Na visão deles, o povo é trouxa e tem que pagar”. Tirada de contexto, a afirmação “o povo é trouxa” foi rapidamente massificado pelos rosáceos nas redes sociais e trouxe consequências que fizeram Gil tentar consertar o estrago. Hora de repensar Até a batalha principal, que será travada nas urnas, os grupos ainda têm tempo de mudar as estratégias. A favor da oposição, o desejo de mudança expresso por sete em cada dez campistas, conforme apontou a última pesquisa Pro4. Mas em caso da repetição de erros como feitos agora, fica a certeza da advertência feita desde março pelo advogado tributarista Carlos Alexandre de Azevedo Campos: “Nesse jogo todo, só há um político profissional de verdade, e ele não está na oposição”. Tudo pode Em ano eleitoral, tudo é possível. Depois de enfiar goela abaixo na Câmara, no ano passado, o novo Código Tributário, a Prefeitura de Campos agora, a poucos meses da eleição, resolveu atender ao pleito de representantes dos profissionais liberais, apresentando proposta para implantação parcial do novo Código. Segundo o site oficial do município, ela foi aceita por unanimidade. Como fica No acordo firmado, que tem validade no exercício fiscal de 2016, estabelece-se que, em relação aos profissionais liberais de nível médio e superior, obrigados ao recolhimento do ISS-QN Fixo, o alvará anual e várias taxas vão estar em um único alvará no valor de R$ 300, equiparando-se ao porte de: ME (micro empresa), de acordo com a classificação em que trata a Lei Complementar 123/2006. O valor integral, excepcionalmente em 2016, poderá ser parcelado em seis vezes. Rejeição geral Em ano eleitoral, de pleitos municipais, os mais acirrados, o que se percebe é um caldo cada dia mais ralo para os homens do universo político. O que se observa hoje é um país dividido, com duas imensas facções, prós e contras “x” e prós e contras “y”. Em entrevista ao site da revista Veja, o ator Pedro Cardoso disse estar desiludido com todos os partidos políticos do país. “O inimigo do Brasil hoje é a classe política”, disse. Vamos esperar a voz das urnas pra conferir se o favorecimento monetário em troca do voto continua imperando. Otimismo Presidente da República em exercício, Michel Temer foi entrevistado ontem pela Rádio Jovem Pan, de São Paulo. Pelo tom de sua fala, o ouvinte pôde perceber seu otimismo a respeito da possibilidade de permanecer no comando do Executivo Nacional. O bom relacionamento com o Congresso Nacional seria seu principal trunfo. Ele ainda citou o processo de enxugamento da folha, com a extinção de 14 mil cargos de alto comando, em sua maioria ocupados por nomes do PT. Combate a dengue O médico Luiz José de Souza, diretor do Centro de Referência de Doenças Imuno-infecciosas de Campos, esteve em São Paulo ontem. Ele foi convidado pelo Laboratório Sanofi Pasteur para a apresentação da primeira vacina contra Dengue, que começa a ser comercializada em julho. No evento, diagnóstico diferencial entre dengue, Zika e chikunghya foi debatido. Questões envolvendo a vacina, como a população que pode ser imunizada, também foram discutidas.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado anuncia aliança com mais um partido
22/06/2016 | 22h05
13502137_824519101015847_3229302672023906939_nPré-candidata a prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP) anunciou na noite desta quarta-feira (22) mais uma aliança partidária: a 16ª. Em seu perfil no Facebook, Carla publicou uma foto com o deputado federal Marcelo Matos e o prefeito de São João de Meriti, Sandro Matos, que também preside no Rio o Partido Humanista da Solidariedade (PHS). “Conversa bacana e o PHS somará com o nosso grupo político nessa eleição”, escreveu Carla. Além do PHS, sinalizam apoio a uma candidatura do PP com Carla na majoritária o PPS, PSDC, PSD, PRB, Rede, PT, Pros, PTN, PEN, PRP, PTB, PCdoB, PSC e PV.
Comentar
Compartilhe
Governistas cobram explicações a Aluizio Siqueira na Câmara de SJB
22/06/2016 | 17h52
fotoComo previsto, o clima entre a oposição e a situação tende a ficar cada dia mais acirrado na Câmara de São João da Barra. Da bancada governista, os vereadores Kaká (PT do B), Elísio Rodrigues (PDT), Eziel Pedro (PMDB) e Franquis Areas (PR) protocolaram nesta terça-feira (21) três pedidos de informações destinados ao presidente Aluizio Siqueira (PP), um dos mais críticos ao governo Neco (PMDB). As informações cobradas pelos governistas são a respeito do fundo da Câmara, as licitações realizadas entre os anos de 2015 e 2016, além de explicações sobre projeto arquitetônico da nova sede. Os vereadores da situação dizem que não têm conhecimento sobre o valor que está depositado em um fundo especial que foi criado para ser alocado valor excedente da Câmara. Esse recurso tem destinação específica: a construção da sede do Legislativo, que até hoje funciona em prédio anexo e de propriedade da Prefeitura. Os aliados de Neco acreditam que o fundo tenha mais de R$ 5 milhões, que um projeto para construção da nova sede tenha sido feito, mas que o valor gasto nele foi desperdiçado. Aluizio diz que os pedidos de informação vão a plenário dentro do prazo regimental.
Comentar
Compartilhe
Impeachment: comissão marca depoimento de Dilma para 6 de julho
22/06/2016 | 17h51
Dilma_abrilA comissão especial do Senado que analisa o processo de impeachment aprovou um novo cronograma prevendo o depoimento da presidente Dilma Rousseff no colegiado em 6 de julho. Ela pode não comparecer e ser representada pelo advogado, o ex-ministro José Eduardo Cardozo. A nova estimativa de prazos fixados prevê o julgamento definitivo para o final de agosto, após a Olimpíada do Rio. O atraso no calendário inicial se deve ao número de testemunhas que a defesa teve direito, que foi fixado em 40, e à decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) que atendeu a pedido do advogado da presidente afastada e determinou a realização de perícia nos autos. O depoimento de Dilma estava previsto no cronograma inicial para o dia 20 de junho. A nova data, 6 de julho, foi fixada após consulta com acusação e defesa. Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Betinho Dauaire visita Santa Casa de SJB: “triste situação”
22/06/2016 | 14h36
13508995_713346345472709_6216283826634555599_nPrefeito de São João da Barra de 1997 a 2004, Betinho Dauaire (PR) defende uma candidatura própria do seu partido no município. E para isso tem caminhado rotineiramente no município. Desde que revelou (aqui) que não seria o vice de Neco (PMDB), Betinho já apareceu na missa do aniversário da cidade (aqui) que o prefeito não foi. Agora, ele publicou em seu perfil no Facebook a foto de uma visita a Santa Casa de Misericórdia na terça-feira (21) e lamentou a atual situação da instituição, que já anunciou que corre risco de fechar (aqui). — Triste ver o contraste entre o investimento realizado e a atual falta de recurso — escreveu Betinho. O convênio da Prefeitura com a Santa casa teve início em 2003, na reta final do segundo mandato dele, foi mantido nos dois mandatos da ex-prefeita Carla Machado (PP) e nos três primeiros anos do governo Neco. Apesar de renovado em 2016, a diretoria da Santa Casa diz que não recebe o convênio desde outubro do ano passado. Betinho já disse que não pretende ser candidato neste ano, mas defende um nome de seu partido. Despontam até agora Franquis Areas e o filho dele, o deputado estadual Bruno Dauaire. Vale lembrar ainda que Betinho consta na lista de inelegíveis encaminhadas do Tribunal de Contas da União ao Tribunal Superior Eleitoral. No entanto, seu nome já estava nessa lista em anos eleitorais e ele disputou “sub judice”.
Comentar
Compartilhe
Neco participa de reunião em Brasília para criação de ZPE no Açu
22/06/2016 | 14h16
[caption id="attachment_7765" align="alignleft" width="300"]Brasília_ Conceição Ribeiro (Codin), deputado Júlio Lopes, José Magela (presidente da Prumo), Marcos Capute (secretário de Desenvolvimento do Rio), prefeito Neco e a Secretária-Executiva do Conselho Nacional das ZPE’s, Thaise Dutra, em Brasília[/caption] A criação de uma ZPE (Zona de Processamento de Exportação) no Distrito Industrial de São João, anexo ao Porto do Açu, foi tema de diversos encontros nesta terça-feira (22) em Brasília. Pela manhã, o assunto foi debatido na sessão da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados. Solicitada pelo deputado federal Julio Lopes (PP-RJ), a reunião abordou os diferenciais que fazem do Porto do Açu um excelente local para a criação de uma ZPE. A zona será a segunda do estado do Rio de Janeiro, e a primeira da região Norte Fluminense. — O Porto do Açu tem todas as condições para sediar uma ZPE. Nosso porto está operacional, localizado próximo aos maiores mercados consumidores e possui acesso logístico. A infraestrutura do porto está pronta, e agora vamos desenvolver o distrito industrial. E a ZPE é o elemento para alavancar isso — afirmou José Magela Bernardes, presidente da Prumo. Para a Secretária-Executiva do Conselho Nacional das ZPE’s, Thaise Dutra, essas áreas trazem incremento na pauta exportadora brasileira. Ela também destacou que atraem investimentos, criam empregos e geram difusão tecnológica. Ela também informou que atualmente no País existem 25 ZPE’s e que, dessas, 19 estão em fase de implementação com infraestrutura construída. As ZPE’s são áreas de livre comércio, destinadas à instalação de empresas, com 80% de sua produção voltada para a exportação. O deputado Washington Reis (PMDB-RJ), presidente da Comissão, também destacou as características do empreendimento e sua capacidade para desenvolver a região. “A criação da ZPE irá possibilitar não somente o crescimento do porto, mas de toda a região norte fluminense”, disse. O prefeito de São João da Barra, Neco (PMDB), afirmou que o município tem investido em qualificação de trabalhadores e que o distrito industrial e o porto continuarão necessitando de mão de obra local. O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado do Rio de Janeiro, Marcos Capute, e a presidente da Codin (Companhia de Desenvolvimento Econômico do Estado do Rio de Janeiro), Conceição Ribeiro, também participaram da audiência e apoiaram a instituição de ZPE no Estado do Rio de Janeiro, enfatizando que o Distrito Industrial de São João da Barra associado ao Porto do Açu, fazem daquela região um excelente local para a instalação deste incentivo, que irá ser o catalisador do desenvolvimento do Norte Fluminense. O blog Na Curva do Rio (aqui), da jornalista Suzy Monteiro, noticiou a reunião para criação da ZPE na terça-feira. Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
Ponto Final — Dia de denúncias quentes e panos quentes
22/06/2016 | 11h25
Ponto-final1Denúncia em ano eleitoral Como se desenha até agora, a campanha eleitoral em Campos caminha para ser marcada por uma série de denúncias. Dá para afirmar que a tendência é essa devido à acirrada troca de farpas entre grupos políticos antes mesmo das convenções, com direito a fogo amigo. E por falar em denúncias, a oposição se mostrou convicta do uso eleitoreiro do programa social Cheque Cidadão, ao abordar o tema na Câmara. A denúncia certamente chegará à Justiça Eleitoral para devida apuração. Seriam fantasmas de 2004 rondando Campos? Paz e amor Enquanto seus cabos eleitorais digladiam na arena virtual, pré-candidatos a prefeito pela oposição mantêm o discurso de “paz e amor”. Cientes de um desgaste desnecessário a essa altura do campeonato, Caio Vianna (PDT) e Rafael Diniz (PPS) botaram panos quentes nas discussões do ex-prefeito Sérgio Mendes (PPS) e do ex-vereador Marcos Bacellar (PDT). Caio e Rafael, que lideram a pesquisa Pro4 num empate técnico com Tadeu Tô Contigo (PRB) e Dr. Chicão (PR), apesar de jovens, mostram maturidade. Um duelo entre eles agora só pode favorecer a quem está na plateia. Chicão em evidência I Só falta a confirmação, mas pelo o andar da carruagem será mesmo vice-prefeito Chicão o candidato do grupo rosáceo à sucessão da prefeita Rosinha (PR). Além do que revelou a pesquisa do instituto Pro4, sobre a preferência do eleitor por Chicão, entre os candidatos governistas, a prefeita Rosinha tem deixado o seu vice em mais evidência. Chicão em evidência II Ontem à noite, na primeira inauguração de uma série anunciada pela prefeita, ela sequer apareceu e coube a Chicão, acompanhado do secretário de Governo, Anthony Garotinho, conduzir o evento. O site oficial do município fez questão de colocar uma foto bem sorridente dos dois. Mais cedo, ao lado da prefeita, o vice também já tinha participado do anúncio do agendamento do Lote Legal, mais um benefício do governo em ano eleitoral. Mudança na Alerj O ex-prefeito de Rio das Ostras Carlos Augusto Balthazar (PSL) assumiu sua vaga na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). A mudança ocorreu por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A mais alta corte de Justiça Eleitoral do país anulou decisão que negara sua candidatura em 2014. Na época, o TSE não contabilizou os votos por entender que o então candidato estaria inelegível. Balthazar recorreu e conseguiu o direito de assumir o mandato. Salão O Salão do Imóvel de Campos, que será aberto neste fim de semana, é prova de que com criatividade, trabalho e renúncia de lucros altos, ajustando preços à realidade, dá certo. No ano passado, na primeira edição do Salão, as vendas beiraram aos R$ 50 milhões, quando o mercado estava parado. Este ano tem tudo para repetir a dose. Perpétuo Socorro A comunidade redentorista de Campos realiza nesta semana uma programação especial por conta dos festejos de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. O dia começa com o “Terço da Aurora”, às 5h30, seguido de Celebração Eucarística. Algumas homilias, bem como a condução da Novena, no final da tarde, estão por conta do padre Walmir Garcia, da comunidade redentorista de Goiânia (GO). O dia principal da festa é segunda-feira, dia 27, com procissão luminosa após a missa das 18h. Toda a programação pode ser vista no site do Santuário (www.santuarioperpetuosocorro.org.br) Mega-Sena acumulada As casas lotéricas de Campos vão registrar boa movimentação hoje, por conta do prêmio acumulado da Mega-Sena. Quem acertar as seis dezenas do Concurso 1830, que serão sorteadas em Caratinga-MG, receberá um prêmio acima de R$ 27 milhões, segundo estimativa da Caixa Econômica Federal. Publicado na edição desta quarta-feira (22) da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
CPI do home care inicia trabalhos na Câmara de SJB
22/06/2016 | 11h20
Fachada Câmara 3A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga suposta fraude nos contratos do serviço de home care em São João da Barra tem sua primeira reunião nesta quarta-feira (22). A CPI tem 90 dias, prorrogáveis,  para apurar a existência de fraude na licitação do serviço e a apresentação de atestados médicos diferentes da realidade clínica dos pacientes, o que causaria prejuízos. A Comissão é composta pelos vereadores Jonas Gomes (PP), Ronaldo Gomes (Pros), Sônia Pereira (PT), Elísio Rodrigues (PDT) e Alex Firme (PP). Jonas é o presidente e Ronaldo relator da CPI.  
Comentar
Compartilhe
Neco convoca mais três aprovados no concurso da Educação
22/06/2016 | 10h36
IMG_8976O prefeito Neco publicou no Diário Oficial desta quarta-feira (22) a convocação de mais três (3) aprovados no concurso público da Educação. As vagas contemplam funções de orientador educacional (1), professor II: 1º ao 5º ano (1) e educação infantil – creche (1). A relação dos convocados está disponível na Folha da Manhã logo mais no site da Prefeitura. Os convocados devem se apresentar na secretaria de Administração da Prefeitura de São João da Barra, no dia 20 de junho, às 9h, para entrega de documentos e exame médico admissional. Quanto às certidões solicitadas no edital, os convocados devem entrar em contato com a Administração, pelo telefone (22) 2741-7878, ramal 249. Esta foi a oitava chamada para o concurso da Educação. Homologado em março do ano passado, o certame tem validade de dois anos e pode ser prorrogado por igual período.
Comentar
Compartilhe
Bolsonaro vira réu no STF por incitação ao crime de estupro
21/06/2016 | 16h48
Discurso de Bolsonaro durante votação do impeachment foi criticado por entidades de direitos humanos (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil) A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou nesta terça-feira (21) denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e queixa-crime da deputada Maria do Rosário (PT-RS) contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por incitação ao crime de estupro. Com a decisão, Bolsonaro passa à condição de réu por incitação e por injúria. No dia 9 de dezembro de 2014, em discurso no plenário da Câmara, Bolsonaro disse que só não estupraria a deputada Maria do Rosário porque ela “não merece”. No dia seguinte, o parlamentar repetiu a declaração em entrevista ao jornal Zero Hora. Relator dos dois processos, o ministro Luiz Fux entendeu que a manifestação de Bolsonaro teve potencial de incitar homens a prática de crimes conta as mulheres em geral. No entendimento do ministro, o emprego do termo “merece” pelo deputado, confere ao crime de estupro “um prêmio, favor ou uma benesse”, que dependem da vontade do homem. — Cuida-se de expressão que não apenas menospreza a dignidade da mulher, como atribui às vítimas o merecimento dos sofrimentos. Percebe-se na postura externada pelo acusado desprezo quanto às graves consequências para a construção da subjetividade feminina, decorrente do estupro e aos desdobramentos dramáticos desta profunda violência — disse Fux. De acordo com o relator, Bolsonaro não está coberto pela regra constitucional que garante ao parlamentar imunidade criminal em relação às suas declarações, porque as afirmações foram feitas em entrevista ao jornal e fogem do embate político. Defesa — A defesa de Bolsonaro alegou que o parlamentar não incitou a prática do estupro, mas apenas reagiu a ofensas proferidas pela deputada contra as Forças Armadas durante uma cerimônia em homenagem aos direitos humanos. Para os advogados, o embate entre Maria do Rosário e Bolsonaro ocorreu dentro do Congresso e deve ser protegido pela regra constitucional da imunidade parlamentar, que impede a imputação criminal quanto às suas declarações.

Comentar
Compartilhe
Período de crise e de lições em SJB
21/06/2016 | 14h35
Sem títuloLições na crise Ninguém imaginava que São João da Barra chegaria tão rápido a um cenário de crise como o atual. Sair dessa penúria é o principal objetivo do prefeito Neco (PMDB), caso ainda almeje tentar a reeleição em outubro próximo, além de ter como encerrar sua gestão com dignidade. Mas de toda fase ruim a gente tira uma lição. E a desta queda com a arrecadação dos royalties é a de união. A Prefeitura cortou apoio aos eventos culturais, entre eles o tradicional circuito junino. Nem por isso Santo Antônio ficou sem festa, feita com o apoio do povo. Da mesma forma acontecem as celebrações do padroeiro da cidade, São João Batista. A união da população faz com que as tradicionais atividades sejam mantidas. Não é nem de longe o público dos circuitos regados a shows nacionais, mas o clima é aconchegante: são famílias, crianças e idosos, participando das celebrações em harmonia. As comemorações seguem até 24 de junho. E depois vem São Pedro para fechar o circuito. Afinal, mesmo sem apoio da Prefeitura e do Estado, SJB continua com o título de Capital Estadual da Festa Junina. Pule de 10 O vereador Franquis Areas é nome dado como certo para ser o candidato do PR na disputa pela Prefeitura de SJB. Embora o partido defenda nome próprio na disputa de qualquer jeito, a candidatura de Franquis estaria condicionada a uma desistência de Neco em buscar a reeleição. Ensaio Por falar na disputa pela Prefeitura de São João da Barra, tem mais um grupo ensaiando uma candidatura. A intenção seria lançar nomes que não estejam vinculados aos atuais pré-candidatos, nem à família Dauaire. Pulou O ex-secretário de Trabalho e Renda de SJB, Luiz Paulo Madureira, que deixou o cargo como pré-candidato a vereador no grupo de Neco, vai caminhar com Carla Machado (PP). Na última sexta ele esteve na inauguração do diretório do partido. Cultura SJB sediará na quinta (23) e na sexta-feira (24) o I Fórum de Desenvolvimento Cultural da Região Norte. É uma oportunidade de discutir a potencialidade cultural e os arranjos criativos dos municípios do Norte e Noroeste Fluminense. Quadrilhas Os participantes do fórum poderão assistir no dia 24 de junho as apresentações das quadrilhas juninas. Mesmo sem concurso, os grupos culturais Lourenço do Espírito Santo (Atafona) e Sonho, Amor e Fantasia (sede do município) preparam seus espetáculos. Pesca Foram entregues na última semana as carteiras de pescador profissional (POP) aos concluintes do curso oferecido gratuitamente a 30 pescadores de SJB. A realização foi da Prefeitura, em parceria com a Repsol Sinopec, Colônia de Pescadores Z-2 e Marinha do Brasil.  
Comentar
Compartilhe
Cunha diz que está tendo direito de defesa cerceado
21/06/2016 | 13h04
Eduardo CunhaO presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse nesta terça-feira (21) que está tendo o direito de defesa cerceado. O deputado marcou uma coletiva de imprensa em Brasília com o objetivo, segundo ele, de retomar “a comunicação direta com os veículos de comunicação”. Cunha afirmou que o então ministro da Casa Civil Jaques Wagner ofereceu a ele os três votos do PT no Conselho de Ética, onde o peemedebista era alvo de investigação, em troca de não deflagrar o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. Ele disse ainda que está “absolutamente convicto” de que não mentiu sobre contas no exterior e reafirmou que não vai renunciar. — Tenho restringido [a comunicação] a notas ou manifestações no Twitter. Isto tem prejudicado muito minha versão dos fatos como também a comunicação. Resolvi voltar com regularidade prestar satisfações, eu mesmo me expor ao debate, às entrevistas porque isto está me prejudicando. Há um nítido cerceamento de defesa meu — disse nos primeiros minutos da entrevista. Cunha lembrou sua trajetória política e a sua posição em relação ao PT e aos governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidenta afastada Dilma Rousseff. O deputado está no quarto mandato, iniciado no PP e depois migrou para o PMDB no período em que o partido estava dividido entre apoio ao ex-presidente Lula e a possibilidade de uma candidatura própria. Ele voltou a afirmar que o governo Dilma resistiu fortemente à sua candidatura à presidência da Casa, mas que, na época, nenhum candidato do PT teria condições de assumir a função por falta de apoio na Casa. Suspeitas — Eleito presidente da Câmara em primeiro turno no dia 1º de fevereiro de 2015, Cunha recebeu 267 votos e derrotou três candidatos, entre eles, Arlindo Chinaglia (PT-SP), que era o candidato do Palácio do Planalto na época, mas que obteve apenas 136 votos. O comando da Câmara é exercido por dois anos, mas nos primeiros meses Cunha já começou a sentir a pressão suscitada pelas suspeitas sobre seu envolvimento em negócios ilícitos envolvendo contratos de empresas com a Petrobras e existência de contas secretas no exterior, o que resultou no início do processo de cassação de seu mandato pelo Conselho de Ética. No Conselho, a cassação foi aprovada (aqui) na última semana por 11 votos contra 9. A defesa de Cunha tem até quinta-feira (23) para apresentar recurso à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e tentar reverter o resultado. Do contrario, ó plenário vai decidir sobre a cassação. Afastado pelo STF — Paralelamente ao processo de cassação na Câmara, no Supremo Tribunal Federal (STF), Cunha é alvo de pelo menos cinco processos, além de ter sido, no último mês, afastado do comando da Casa por decisão do ministro do STF Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato. A medida, acompanhada pelos 11 ministros da Corte, foi em resposta à acusação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de que Cunha tem atrapalhado as investigações. Cunha entrou com recurso no STF questionando o alcance da decisão de Teori Zavascki. O objetivo de Cunha é voltar à Câmara para se defender pessoalmente no processo de cassação.
Comentar
Compartilhe
Ponto final — A quem interessa a “fogueira das vaidades”?
21/06/2016 | 11h05
Ponto-final1Fogueira das vaidades A quase três meses da eleição, Campos ainda conta com 21 pré-candidaturas postas para sucessão de Rosinha Garotinho (PR) — 20 nomes, mais uma indicação que o Psol pretende lançar. E neste cenário a fogueira das vaidades já faz ferver o caldo. Após a divulgação da última pesquisa Pro4, trocas de farpas acontecem até mesmo onde um dia já o clima foi de união: são conflitos da oposição com oposição, governistas contra governistas, além do duelo entre oposição e governistas. A quem interessa? O grupo rosáceo tende a escolher candidato único nas prévias de 23 de julho e tem a intenção de usar a força apenas neste nome. A exceção seria o PSDB, que diz ter candidatura própria em qualquer cenário. Se a tendência virar realidade, não há dúvida que a desunião prejudica a oposição, ainda com dez nomes de pré-candidatos. A pesquisa do Pro4 neste mês apontou que 70,8% dos campistas acreditam que um candidato de oposição seria o melhor para o município. Fragmentar este percentual em muitos candidatos e criar desunião entre eles no primeiro turno, é preparar terreno para um segundo na quase certeza de um nome governista na disputa. A alma do negócio O ano é eleitoral e Rosinha gasta para ficar em evidência. Afinal, propaganda é alma do negócio. No início do mês, a Prefeitura usou R$ 1 milhão da “venda do futuro” para “campanhas publicitárias”. Menos de 20 dias depois, mais R$ 800 mil. Só em propaganda saiu dos cofres do município quase R$ 2 milhões do dinheiro que será pago pelos próximos três gestores. Não me rendo Afastado da presidência da Câmara pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e após a aprovação do relatório que pede sua cassação no Conselho de Ética da Câmara, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) marcou uma entrevista coletiva para hoje. Desde a semana passada, há rumores que ele vai renunciar. Cunha, no entanto, diz que vai até o fim: “Não tem renúncia”. A afirmação foi feita ontem ao Estadão. Tapetão (I) Regulamentos equivocados e práticas confusas, sem qualquer sintonia com a lógica esportiva, acabam por deixar as competições promovidas pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) reféns de decisões dos advogados exatamente num instante em que deveriam estar com suas definições acontecendo dentro de campo, tendo como protagonistas os jogadores de futebol. Na tarde de amanhã, se o salão das sessões do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ) tivesse uma boa arquibancada poderia comportar as torcidas de três clubes que disputam a Série B e lutam, também fora de campo, para não serem rebaixadas para a Série C: Angra dos Reis, Goytacaz e Duque de Caxias. Tapetão (II) Goytacaz e Duque de Caxias assinaram, junto com o Gonçalense, que já não corre risco de rebaixamento, recurso apontando a utilização irregular de dois jogadores por parte do Angra dos Reis. Caso a irregularidade do clube do Sul seja comprovada pelo TJD, pode acarretar a perda de 19 pontos na competição, o que sacramentaria o seu rebaixamento, junto com Ceres e Belford Roxo. Não seria tão mais fácil, em tempos de alta tecnologia, que os árbitros das partidas chegassem aos estádios com a listagem dos jogadores aptos de ambas as equipes? Ainda que o resultado determine a perda de pontos do Angra dos Reis, este poderá recorrer ao Pleno do TJD e, posteriormente, ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Publicado na edição desta terça-feira (21) da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
Audiência discutirá contratação da mão de obra local no Açu
21/06/2016 | 10h26
[caption id="attachment_7732" align="alignleft" width="300"]Recentemente, Prumo inaugurou três terminais (Foto: Michelle Richa) Recentemente, Prumo inaugurou três terminais (Foto: Michelle Richa)[/caption]

O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil (Sticoncimo) solicitou à Câmara de São João da Barra a realização de uma audiência pública para tratar sobre o aproveitamento da mão de obra local no Porto do Açu. A alegação dos sanjoanenses é que as empresas estariam oferecendo vagas de emprego com a condicionante de o candidato ser morador da cidade vizinha, Campos dos Goytacazes. Relatos de sanjoanenses que tiveram de mudar o endereço para Campos para ter a chance de disputar uma vaga no Porto são rotineiros. Por outro lado, a Prumo sempre informa que as empresas do Açu têm aproveitado a mão de obra local, principalmente daqueles que participam de cursos de qualificação oferecidos pela Prefeitura em parcerias.

No início deste mês, o prefeito Neco (PMDB) esteve no Complexo Portuário acompanhado de diversos membros do seu estafe administrativo e dos vereadores da base governista para uma reunião convocada pela administração municipal com representantes das empresas que funcionam no Porto. A pauta da reunião foi empregabilidade, aproveitamento da mão de obra local e parceria para viabilizar cursos de qualificação, além de um link entre as empresas que atuam no Açu e as empresas sanjoanenses legalizadas para possivelmente fornecerem produtos ou serviços. A data da audiência na Câmara ainda não foi marcada. O presidente da Casa, Aluizio Siqueira (PP), relatou que uma lei de 2008 concede às empresas que atuam no Porto desconto em tributos, desde que em contrapartida seja concedido 30% das vagas aos sanjoanenses. “Talvez tenha empresa com o desconto sem oferecer as vagas. A Prefeitura não tem fiscal, não fiscaliza isso”, afirmou. Atualizado às 11h - Inclusão da fala do presidente da Casa.
Comentar
Compartilhe
Calendário de pagamento da Prefeitura de SJB está mantido, diz secretário
21/06/2016 | 09h04
Prefeitura  sjbO secretário de Administração de São João da Barra, Rogério Zorzal Ventura, usou seu perfil no Facebook na noite dessa segunda-feira (20) para tranquilizar os servidores públicos municipais quanto ao calendário de pagamento publicado no início deste ano: “Atenção Servidores Municipais de SJB, o calendário de pagamento continua o mesmo anunciado no início do ano pela administração. Infelizmente uma onda da mentira rondou a nossa cidade no dia de hoje. ‘O Bem vai vencer o mal’”. Segundo o calendário, neste mês, junho, a previsão do pagamento acontece no dia 29. No calendário divulgado no início do ano, a única data que não foi cumprida foi a do pagamento da primeira parcela do 13º salário. Prevista inicialmente para 17 de junho, agora o depósito da parcela não tem data prevista, sendo o limite 30 de novembro. Na gestão do prefeito Neco (PMDB), apesar dos atrasos recentes com terceirizados e comissionados, com o servidor efetivo todas as datas – com exceção do 13º deste ano – previstas para depósito dos proventos foram cumpridas.
Comentar
Compartilhe
“Não tem renúncia”, diz Eduardo Cunha
20/06/2016 | 20h58
Eduardo CunhaO presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), diz que não pretende anunciar a sua renúncia do comando da Casa em entrevista prevista para ser realizada nesta terça-feira (21). Em conversa com o jornal O Estado de São Paulo (aqui) nesta segunda-feira (20), na véspera do pronunciamento, Cunha considerou como “falta de assunto” as especulações sobre deixar a presidência da Câmara. — Falarei amanhã em entrevista. E não tem renúncia — afirmou o peemedebista. Questionado se iria apresentar uma defesa pessoal em decorrência do avanço do processo de cassação na Câmara, o peemedebista respondeu: “Geral. Não tem um ponto”.
Comentar
Compartilhe
Moreira Franco defende ajuda ao Rio para evitar “mico internacional”
20/06/2016 | 17h35
MoreiraO secretário executivo do Programa de Parcerias e Investimentos do Governo Federal, Moreira Franco, defendeu nesta segunda-feira (20) a ajuda financeira ao Rio de Janeiro, ao afirmar que o estado enfrenta uma situação particular por causa da proximidade dos jogos Olímpicos e Paralímpicos. — É necessário ajudar os servidores do estado do Rio, a população do estado do Rio de Janeiro, como também não podemos pagar esse mico internacional. (Temos) compromissos assumidos na gestão anterior que não foram cumpridos — disse Moreira, que classificou a situação do Rio de terrível. Moreira Franco afirmou que a ajuda ao estado do Rio é necessária para garantir pagamentos, prestação de serviços e o cumprimento de compromissos dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. “Existe uma questão que distingue o Rio de Janeiro dos outros estados", destacou. Ele lembrou que a competição começa em menos de 30 dias úteis. — Creio que o governo do presidente Michel Temer não vai aceitar que nós brasileiros paguemos esse mico no momento em que a imagem do Brasil está muito ruim — afirmou. Ele acredita que essas circunstâncias “impõem uma atitude de governo federal”. Na última sexta-feira (17), Dornelles decretou estado de calamidade pública nas finanças do Rio de Janeiro (aqui). Fonte: Agência Brasil  
Comentar
Compartilhe
Tem mais alguém para pular de lado na política de SJB?
20/06/2016 | 11h18
[caption id="attachment_7717" align="alignleft" width="300"]Madureira com Leandro Caldas, membro do Rede, após a inauguração do diretório do PP em SJB Madureira com Leandro Caldas, porta voz da Rede, após a inauguração do diretório do PP em SJB (Foto: Elis Gomes)[/caption] Do fim de 2015 a abril deste ano, muita gente ficou surpresa com o número de políticos que desembarcaram do governo para pular para oposição, em apoio à pré-candidata Carla Machado (PP). A lista conta com ex-secretários e por último, e mais emblemático, com o vereador Jonas Gomes (atual PP), então líder do governo Neco (PMDB) na Câmara (aqui). De abril pra cá, o termo “pular” andou meio engavetado na política sanjoanense. Mas teve mais gente que aderiu à prática. Nos bastidores o fato já era comentado, mas ainda não era tratado de forma oficial. Ex-gerente da Caixa e primeiro a ocupar a pasta de Trabalho e Renda de São João da Barra, Luiz Paulo Madureira deixou o cargo para ser candidato a vereador no grupo de Neco. Mas parece que os planos mudaram. Madureira participou da inauguração do diretório do PP em SJB (aqui) na última sexta-feira (17). Então, a menos de quatros meses para eleição, será que ainda tem gente que vai pular?
Comentar
Compartilhe
SJB: prazo dado por Neco para empréstimo está perto do fim
20/06/2016 | 10h00
Neco____O prefeito Neco (PMDB) anunciou no início do mês (aqui) que acreditava ter nas contas da Prefeitura até o dia 27 de junho o dinheiro da operação de crédito com royalties futuros – a chamada “venda do futuro”. Agora a contagem é regressiva. Falta uma semana para o prazo estipulado pelo prefeito. Já faz algum tempo que Neco não comenta o assunto. Com autorização para contrair o empréstimo desde agosto do ano passado, o prefeito fez constantes viagens ao Rio de Janeiro e Brasília, mas nada de oficial foi divulgado até o momento. O prefeito tem expectativa de usar o recurso para aliviar a situação econômica do município, que vive em estado de emergência econômico-financeira (aqui). A bancada de oposição na Câmara quer mudar a lei de autorização do empréstimo, limitando valor e a aplicação somente às pastas da Saúde e Educação. A polêmica questão foi parar (aqui) no Ministério Público e na delegacia, devido a divergências entre as bancadas na Casa. A base governista aponta (aqui) que houve fraude no livro de protocolo da Câmara e levou o caso ao MP. Já a oposição foi à delegacia registrar o “sumiço” do livro de protocolo e de um projeto de lei da Casa.
Comentar
Compartilhe
Da emergência ao luto em SJB — artigo
19/06/2016 | 16h28
ArtigoPublicado na página 4 da edição deste domingo (19) da Folha da Manhã  
Comentar
Compartilhe
Calamidade autoriza socorro, mas não empréstimos, diz Moreira Franco
19/06/2016 | 15h31
MoreiraO secretário-executivo do Programa de Parceria em Investimentos (PPI), Moreira Franco, confirmou neste sábado (18) que o governo federal editará uma medida provisória de socorro financeiro ao Estado do Rio e informou que os recursos serão destinados ao pagamento de servidores públicos e à conclusão das obras da linha 4 do Metrô. Um dos auxiliares mais próximos do presidente interino Michel Temer, Franco ainda afirmou que a decretação de calamidade pública não significa uma autorização para o Rio de Janeiro contrair novos empréstimos. O Estado superou o limite de endividamento, de 200% da receita corrente líquida, e está inadimplente com a União. — O governo federal tinha assumido uma série de compromissos para a Olimpíada e o presidente Michel Temer achou que era fundamental que os Jogos se realizassem dentro do previsto, para não prejudicar a credibilidade do país, que já está muito baixa — afirmou Moreira, que foi governador do Rio de 1987 a 1991. Segundo ele, o repasse federal é emergencial e caberá a Dornelles reorganizar as contas do Estado. “O governo federal está fazendo a parte dele e é fundamental que o governador Dornelles também faça sua parte para reequilibrar as finanças do Rio de Janeiro. O presidente Temer vai manter o compromisso assumido, para não criar danos à imagem do Brasil, que já está ruim. Não queremos que 5 bilhões de pessoas que assistirão aos jogos achem que isso aqui é um horror”, afirmou. O decreto de calamidade pública foi assinado na tarde desta sexta-feira pelo governador em exercício, Francisco Dornelles (PP), com o argumento de que a situação crítica das finanças impedia o Rio de Janeiro de honrar compromissos assumidos para a realização dos Jogos Olímpicos. A medida provisória destinará 3 bilhões de reais em transferência direta da União para o Estado. Moreira participou do jantar na noite da última quinta-feira, no Palácio do Jaburu, em Brasília, em que foram acertados os detalhes do socorro federal ao Rio de Janeiro e a decretação do estado de calamidade financeira. Estavam presentes, além de Moreira,Temer e Dornelles, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, o prefeito Eduardo Paes (PMDB) e o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e do PMDB-RJ, Jorge Picciani. Fonte: Veja
Comentar
Compartilhe
Protesto do “luto” não foi apenas mais um
18/06/2016 | 20h48
Sem títuloNão foi apenas mais um São João da Barra enfrenta desde abril uma série de protestos, mas não dá para comparar o de 17 de junho, dia da cidade, apenas como mais um. O dia que sempre foi festivo ficou marcado pela revolta de muitos que perderam benefícios devido a um decreto de emergência econômico-financeira publicado pelo prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB). O simbólico “enterro dos sonhos” dos jovens que perderam passes para o transporte intermunicipal, será lembrado por muito tempo. A ausência das bandeiras tremulando no monumento do centenário neste dia festivo, também. O momento de crise é evidente, as medidas de cortes são necessárias, mas para hastear bandeira não custaria dinheiro. Nem na celebração dos 166 anos na igreja católica o prefeito apareceu. Se ele não foi, dois ex-prefeitos foram: Betinho Dauaire (PR) e Carla Machado (PP). Os dois figuram em partidos que pretendem disputar com Neco o comando do município pelos próximos quatro anos. ___________________________________________________________________________________ [caption id="attachment_7690" align="aligncenter" width="225"]13428543_807313226065579_4766775317257694079_n Foto: Divulgação[/caption] AJUDA PARA CÃES DA RUA Um grupo de amigos sanjoanenses adaptou uma geladeira velha em depósito de ração e água para os animais de rua. A entrega foi feita nesta sexta-feira (17), próximo ao Ginásio de Esportes, na sede. Agora basta os amantes dos animais, e não são poucos no município, abastecerem o reservatório ___________________________________________________________________________________ Estratégia? Neco (PMDB) adotou a estratégia de outros políticos da região, principalmente os de uma cidade vizinha. Ninguém os vê quando a situação fica complicada para os seus municípios. Sermão Até o padre da igreja matriz resolveu alfinetar as questões políticas do município. Pregou que o “momento não é de perseguição”, em discurso para os oposicionistas, e em um recado direto aos governistas, disse que não é o momento de abandonar o barco em momentos de dificuldades. Vereadores... Quatro dos cinco vereadores da oposição na Câmara de SJB publicaram um vídeo no qual eles chegam ao monumento do centenário no dia da Cidade e não encontram as bandeiras hasteadas. Depois, o historiador Fernando Antônio Lobato chega e eles debatem que o fato é inédito na história do município. ...Na rede Embora o encontro “inusitado” não tenha sido bem ensaiado, fez sucesso nas redes sociais. Até às 22h desta sexta-feira, já tinha sido visualizado mais de 3,1 mil vezes. Inaugurou A oposição em São João da Barra já está aquecendo para o jogo eleitoral. Foi inaugurado na sexta a sede do Partido Progressista (PP) no município. A legenda tem Carla Machado como pré-candidata a prefeita. Programação... Dentro da programação da festa da padroeiro São João Batista, acontece neste sábado (18) a 8ª edição do passeio ciclístico, às 9h, com sorteio de brindes para os participantes. À noite, às 19h, tem mais uma missa do novenário. Neste domingo (19), às 10h, o quadro do padroeiro será levado para igreja de Nossa Srª. da Penha, em Atafona, de onde retornará em procissão fluvial no dia 23. ... de São João Além das atividades religiosas, a festa de São João conta neste sábado com desfile de noivas, do estilista Nelcimar Pires. No domingo, acontece o encontro de academias “Dóris Cunha”. Nos dois dias, shows locais animam as festividades que seguem até o dia 24 de junho. * Publicado na edição deste sábado (18) da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
PP inaugura diretório em SJB
18/06/2016 | 11h15
[caption id="attachment_7682" align="aligncenter" width="960"]Inauguração aconteceu na noite da última sexta (Foto: Reprodução/Facebook Aluizio Siqueira) Inauguração aconteceu na noite da última sexta (Foto: Reprodução/Facebook Aluizio Siqueira)[/caption] O Partido Progressista (PP), que tende a homologar o nome da pré-candidata Carla Machado para disputar a Prefeitura de São João da Barra neste ano, inaugurou na noite de sexta-feira (17), dia do aniversário da cidade, seu diretório local. O evento contou com a presença dos deputados estaduais João Peixoto (PSDC) e Rosângela Zeidan (PT), do ex-prefeito de Campos Arnaldo Vianna (PEN), do vice-prefeito de SJB, Alexandre Rosa (PRB), e dos vereadores Alex Firme (PP), Aluizio Siqueira (PP), Jonas Gomes (PP), Ronaldo da Saúde (Pros) e Sônia Pereira (PT). [caption id="attachment_7683" align="alignright" width="300"]13483320_1091618627543530_1008804979151783718_o Deputados e presidentes de partidos estiveram na inauguração (Foto: Elis Gomes)[/caption] Também estiveram presentes no encontro representantes de partidos que sinalizam apoio a uma candidatura do PP na majoritária. São eles: PPS, PSDC, PSD, PRB, Rede, PT, Pros, PTN, PEN, PRP, PTB, PCdoB, PSC e PV. A presença de Zeidan, esposa do presidente estadual do PT, Washington Quaquá, sinaliza que a saída de Carla da legenda foi tranquila, mas reforça os comentários de um pedido para que o partido ganhe espaço na coligação, até mesmo na disputa pare indicar o nome do vice. O nome que vai compor a provável chapa encabeçada por Carla será escolhido em pesquisa. Estão no páreo nomes de sete partidos: PP (Aluizio Siqueira), PT (Sônia Pereirra), PRB (Alexandre Rosa), PPS (André Fontoura), PSD (Alexandre Magno), PSDC (Osvaldo Barreto) e Rede (Filipe Estefan). As convenções para definição de candidatos vão acontecer no próximo mês, a partir de 20 de julho. [caption id="attachment_7685" align="aligncenter" width="717"]13443101_1091611444210915_1298133393761568468_o Reunião contou com a presença de pré-candidatos e também da comunidade (Foto: Elis Gomes)[/caption]  
Comentar
Compartilhe
SJB sediará I Fórum Regional de Desenvolvimento Cultural
17/06/2016 | 22h12
cine teatro são joão - CópiaA região Norte Fluminense terá a oportunidade de discutir sua potencialidade cultural e seus arranjos criativos. São João da Barra vai sediar nos dias 23 e 24 de junho, no Cine Teatro São João, o I Fórum de Desenvolvimento Cultural da Região Norte, com a presença da Secretária de Estado de Cultura, Eva Doris Rosental, além de representantes de setores estratégicos como Rio Criativo, Coordenação de Políticas Culturais, Inepac, Superintendência de Lei de Incentivo e Superintendência de Leitura e Conhecimento. O Encontro foi articulado pelo conselheiro estadual de Política Cultural, Bruno Costa, representante da região, que tomou posse com os outros 63 conselheiros (titulares e suplentes) no último dia 30 de maio, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), onde discursou frisando a necessidade de descentralização e a importância do Norte Fluminense no cenário cultural do Estado: — Esta é nossa primeira ação como conselheiro e já trouxemos um encontro desta envergadura onde os municípios poderão expor seus ativos culturais e suas necessidades. Em conjunto com a Secretaria de Estado poderemos promover um desenvolvimento cultural da região e fortalecer a cultura enquanto importante mecanismo econômico. O I Fórum de Desenvolvimento Cultural da Região Norte é uma realização da Secretaria de Estado de Cultura com parceria da Prefeitura de São João da Barra, Restaurante Transa Louca, Restaurante e Pousada Lalilus, ExtraSom Sonorização e Iluminação, e apoio da Prumo Logística. Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
Camarão diz que Carla apresenta atestados “para fazer política”
17/06/2016 | 21h07
camarãoA antiga “rixa” do ex-vereador Zezinho Camarão (DEM) com a ex-prefeita Carla Machado (PP) ganhou mais um capítulo nas redes sociais (aqui). Camarão publicou uma foto do livro de ponto da ex-prefeita, que também é servidora municipal, na qual faltas são abonadas por atestado médico — o que é direito do servidor. No entanto, Camarão destaca que nos dias de falta Carla estaria participando de eventos pelo município. — Fiquei sabendo que deu vários atestados médicos se dizendo impossibilitada de trabalhar, mas o que me deixou mais revoltado é que nessas datas estava em festas, como por exemplo a festa de Nossa Senhora da Penha, onde fez questão de ir em mesa em mesa, aproveitando para fazer política — diz trecho da publicação do ex-vereador. O discurso de Camarão vai de encontro às palavras do prefeito Neco (PMDB), no dia da reunião para esclarecimentos do SJBPrev (aqui), que ficou marcada por uma confusão envolvendo justamente o ex-vereador. Carla não rebateu as acusações. Em tempo — Quem aceita os atestados médicos e os validam, sendo Carla funcionária do município? Se a denúncia do vereador tem procedência, caberia uma sindicância ?
Comentar
Compartilhe
Dornelles decreta estado de calamidade pública nas finanças do Rio
17/06/2016 | 16h34
DO_Rio O governador em exercício Francisco Dornelles (PP) decretou nesta sexta-feira (17)  estado de calamidade pública no âmbito da administração financeira. Em razão da grave crise financeira, o Estado do Rio de Janeiro está impedido, segundo texto do decreto, de cumprir as obrigações assumidas em decorrência da realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Dornelles autoriza as “autoridades competentes a adotar medidas excepcionais necessárias à racionalização de todos os serviços públicos essenciais”. O decreto também estabelece que cada autoridade competente editará atos normativos necessários à regulamentação do estado de calamidade pública. Com a medida, o estado fica autorizado, por exemplo, a contrair empréstimos emergenciais sem a autorização da Alerj, além da dispensa de licitações. A assessoria do Governo do Rio informou que "o decreto afirma, ainda, que a crise financeira vem acarretando severas dificuldades na prestação dos serviços públicos essenciais e pode ocasionar o total colapso na segurança pública, saúde, educação, mobilidade e gestão ambiental e a consequente interrupção da prestação de serviços públicos essenciais, que afetaria a população do estado. O Governo do Rio informa que o decreto é mais uma medida de transparência do Estado em relação à crise financeira. Aliado aos decretos nºs 45.680 e 45.682, publicados recentemente, autoriza a adoção de novas propostas destinadas a cortar gastos. Trata-se, portanto, de um instrumento inserido em um conjunto de providências voltadas a demonstrar que o Estado não medirá esforços para otimizar a gestão pública". Atualizado às 19h13 - Inclusão da nota da asessoria
Comentar
Compartilhe
SJB: protesto no aniversário da cidade
17/06/2016 | 13h57
[caption id="attachment_7638" align="aligncenter" width="1032"]No marco do centanário de SJB, manifestantes cantaram o hina nacional e parabéns à cidade No marco do centanário de SJB, manifestantes cantaram o hina nacional e parabéns à cidade[/caption] São João da Barra enfrenta, desde abril, uma onda de protestos por diversas causas, sempre ligada diretamente à administração pública municipal. Neste 17 de junho, quando o município celebra 166 anos de elevação à categoria de cidade, mais um ato foi registrado. Ao som de marcha fúnebre, com todos vestidos de preto, cerca de 100 pessoas realizaram o protesto, acompanhado por parte da população que foi à principal rua da cidade, onde normalmente os desfiles acontecem em dias como hoje. A bandeira do município, que abria o desfile, estava com uma fita preta, em sinal de luto. O primeiro pelotão trazia estudantes com rosas negras nas mãos, seguidos por outros que traziam seus cartazes de protesto. Um enterro simbólico também foi realizado. Segundo os organizadores, era o enterro dos sonhos de muitos que tiveram passes para transporte intermunicipal suspensos e bolsas reduzidas, devido ao decreto de emergência econômico-financeira. Também participaram do ato músicos e funcionários terceirizados, demitidos e com salários atrasados. No monumento do centenário, onde sequer as bandeiras foram hasteadas neste dia festivo, centenas de manifestantes cantaram o hino nacional e, em seguida, os parabéns a São João da Barra. Críticas à atual gestão não faltaram, com afirmações, inclusive, que ao menos nos últimos 60 anos está foi a primeira vez que o dia da cidade não teve o tradicional desfile cívico, escolar e militar. O prefeito Neco (PMDB), não esteve na sede do município neste dia de comemorações, ao menos para participar da missa celebrada na matriz (aqui) — único ato comemorativo dos 166 anos da cidade, pelo que consta na programação. Em seu perfil no Facebook, Neco parabenizou o município (aqui). Amédio Venâncio surpreende — A banda musical Amédio Venâncio, que estava com as atividades suspensas, surpreendeu na manhã deste dia da Cidade, com uma alvorada em comemoração aos 166 anos do município. A banda pretende retomar suas atividades normais. Confira imagens: IMG-20160617-WA0020IMG-20160617-WA0023IMG-20160617-WA0021IMG-20160617-WA0019 IMG-20160617-WA0029 IMG-20160617-WA0032 IMG-20160617-WA0017IMG-20160617-WA0027 IMG-20160617-WA0040 IMG-20160617-WA0036IMG-20160617-WA0051
Comentar
Compartilhe
Neco parabeniza SJB nas redes sociais
17/06/2016 | 13h46
O prefeito Neco (PMDB) não compareceu à missa (aqui) em ação de graças pelos 166 anos de São João da Barra, nem assistiu ao protesto realizado nas ruas da cidade. No entanto, em seu perfil no Facebook, deixou uma mensagem pela passagem deste 17 de junho: Neco_Face1  
Comentar
Compartilhe
Missa, sem a presença do prefeito, marca os 166 anos de SJB
17/06/2016 | 11h04
17_06_2016_10_51_29São João da Barra celebra nesta sexta-feira (17) seus 166 anos de elevação à categoria de cidade. O dia 17 de junho sempre foi de festa, mas neste ano o clima é diferente, devido à crise econômica que levou ao decreto de emergência econômico-financeira. Nem as bandeiras tremulando na praça principal foram registradas. As comemorações se restringiram a uma missa na igreja matriz. O prefeito Neco  (PMDB) não compareceu. Se o atual não apareceu, os dois últimos ex-prefeitos, Betinho Dauaire (PR) e Carla Machado (PP), registram presença. Vereadores governistas e de oposição, o vice-prefeito Alexandre Rosa (PRB) e secretários de governo estiveram na celebração. O padre Marcos Pinalli salientou que acredita na recuperação do munícipio, advertiu políticos para que pensem em projetos para o povo, não pessoal. Em um recado direto aos governistas, afirmou que não é hora de abandonar o barco, mas de trabalho. Um protesto vai acontecer na principal rua da cidade, que, apesar de sem comemoração, reúne centenas de sanjoaneneses.
Comentar
Compartilhe
São João da Barra tem o que comemorar neste 17 de junho?
16/06/2016 | 20h12
[caption id="attachment_7161" align="aligncenter" width="620"]aereasaojoao_Nova Em 17 de junho de 1850, D. Pedro II assinou decreto que elevou a Vila de São João da Barra à categoria de Cidade[/caption] São João da Barra celebra nesta sexta-feira, 17 de junho, 166 anos de elevação à categoria de Cidade. Ao que tudo indica, a data vai “passar em branco”. Não há nenhuma comemoração prevista: os desfiles cívicos, escolares e militares estão suspensos para que não haja gastos com estruturas de palco e sonorização; o agraciado com a maior comenda do Executivo, a Medalha Barão de São João da Barra, não foi escolhido; nem o hasteamento das bandeiras, aparentemente sem gasto para a administração, foi agendado. Somente nesta quinta-feira (16), a Prefeitura confirmou que uma missa solene será celebrada às 9h. Não cabe neste espaço uma afirmação de que “nunca antes na história” isso foi registrado, mas vale a indagação aos historiadores do município. Apesar de a ausência da programação no dia da Cidade causar estranheza, cabe outro questionamento: o que comemorar? São João da Barra vive um dos piores momentos da história recente: um clima político instável, dívidas, terceirizados sem receber há meses por falta de repasse da Prefeitura, denúncias constantes nas áreas de saúde e educação, obras paralisadas desde a gestão passada, além das poucas iniciadas da atual gestão. Os servidores municipais estão sem o cartão alimentação e tiveram nesta semana a surpresa da alteração no calendário do 13º. Universitários protestam por benefícios cancelados. A cultura local pode perder uma das suas maiores tradições, a centenária União dos Operários. A Santa Casa de Misericórdia está prestes a fechar as portas. A Prefeitura se tornou dependente dos royalties e criou uma rede de instituições, empresas e pessoas tão dependentes quanto. A queda acentuada na arrecadação da fonte está causando impacto sem precedentes. A cidade vive em estado de emergência econômico-financeira, suspendeu seus convênios, revogou contratos com terceirizadas, não apoia mais eventos culturais e esportivos e não sabe como fazer para fechar a conta sem contrair um empréstimo milionário. O atual quadro do município mexeu com o brio sanjoanense. Quem anda pelas ruas da cidade escuta reclamações em todos os cantos. Talvez seja até melhor passar este 17 de junho em branco. Afinal, o que comemorar?
Comentar
Compartilhe
SJB: base governista aponta fraude no livro de protocolo da Câmara
16/06/2016 | 16h19
Após a sessão de quarta-feira (15), que levou vereadores da base governista ao Ministério Público e os opositores à Delegacia de Polícia a princípio por divergências (aqui), os que dão sustentação a Neco (PMDB) na Casa revelaram que foram ao Ministério Público fazer uma queixa contra o presidente, Aluizio Siqueira (PP). Eles apontaram uma fraude no livro de protocolos, no qual os projetos que entram na pauta precisam ser registrados com cinco dias de antecedência. Eles fizeram cópias de páginas do livro apontando que haveria espaços em branco entre um projeto e outro, o que poderia ser usado numa tentativa de burlar o prazo mínimo de registro de um projeto. [caption id="attachment_7621" align="alignright" width="300"]13450896_1241664989179754_2505476813110463619_n Cópia do livro de protocolo foi anexada à denúncia[/caption] — Fraude no livro de protocolo da Câmara Municipal de São João da Barra. Está aí a denúncia feita contra o presidente Aluizio e os documentos que comprovam a fraude e com certeza será alvo de inquérito no Ministério Público Estadual — escreveu Kaká (PT do B), líder do governo na Câmara, que apresentou a denúncia junto com os vereadores Elísio Rodrigues (PDT), Eziel Pedro (PMDB) e Franquis Areas (PR). Franquis afirmou que o projeto causador da discordância — 27/2016, que versa sobre alteração na lei que autoriza a contração de empréstimo com royalties futuros — não foi registrado na Casa com o tempo mínimo de cinco dias úteis: “Foi o presidente mesmo que regulamentou isso e o projeto deles não foi protocolado com cinco dias úteis de antecedência”. O projeto proposto pelo presidente da Casa e os vereadores Alex Firme (PP), Jonas Gomes (PP), Sônia Pereira (PT) e Ronaldo Gomes (Pros) limita a operação com royalties futuros a 20% da receita total arrecadada pela municipalidade, de royalties e participações especiais, referente ao ano de 2015; restringe a aplicação dos recursos na Saúde e na Educação (50% para cada pasta), além de obrigar o Executivo a prestar contas, mensalmente das despesas realizadas. A lei de autorização foi aprovada em agosto do ano passado, mas até hoje Neco não conseguiu o empréstimo. Apoio de Neco — No Facebook, o prefeito Neco declarou apoio a iniciativa da base governista, como este blog mostrou aqui.
Comentar
Compartilhe
Preparativos para o dia da Cidade em São João da Barra?
16/06/2016 | 15h32
  Sem títuloDia da cidade sem festa? São João da Barra celebra nesta sexta-feira (17) 166 anos de elevação à categoria de Cidade. Ao que tudo indica, a data vai “passar em branco”. Não há nenhuma comemoração prevista: os desfiles cívicos, escolares e militares estão suspensos para que não haja gastos com estruturas de palco e sonorização; a missa na matriz, tradicionalmente às 10h, ainda não foi confirmada (nesta quinta, aqui, a Prefeitura confirmou a missa) ; o agraciado com a maior comenda do Executivo, a Medalha Barão de São João da Barra, não foi escolhido; nem o hasteamento das bandeiras, aparentemente sem gastos para a administração, foi agendado. Não cabe aqui uma afirmação de que “nunca antes na história isso foi registrado”, mas vale a indagação aos historiadores do município. Apesar de a ausência da programação no dia da Cidade causar estranheza, cabe outro questionamento: o que comemorar? São João da Barra vive um clima político instável, Prefeitura com dívidas, terceirizados sem receber há meses por falta de repasses — e todos já demitidos —, suspensão de projetos como passes estudantis e cartão alimentação do servidor, denúncias constantes e sem perspectiva de melhora. Neste ano, não há muito mesmo o que comemorar. __________________________________________________________________ PROTESTO NA JOAQUIM THOMAZ A centenária banda musical União dos Operários, de SJB, que pode fechar as portas após 123 anos ininterruptos, fez uma faixa em protesto. O fim das atividades está vinculado ao término de um convênio com  a Prefeitura, conforme versa um dos artigos do decreto de emergência econômico-financeira. A faixa foi colocada neste fim de semana na sede da banda. ___________________________________________________________________________ Padroeiro Se o dia da Cidade vai passar em branco, a festa do padroeiro, não. A Irmandade de São João Batista iniciou o novenário na quarta-feira (15) e a programação, religiosa e recreativa, segue até o dia 24 de junho, com missas, procissões, shows e apresentações culturais. Apoio Desde que o decreto de emergência econômico-financeira foi publicado, o apoio a festas com estrutura e shows está vetado. A realização é com apoio do comércio e da comunidade em geral. Diretório O Partido Progressista (PP), no qual está filiado a pré-candidata a prefeita Carla Machado, inaugura amanhã seu diretório em São João da Barra. A sede do partido será na rua São Benedito. A data escolhida, 17 de junho, é o aniversário da cidade. Reunião Antes de inaugurar o diretório do PP, representantes todos os partidos que vão compor uma futura aliança de oposição em São João da Barra estiveram reunidos na última terça-feira, para uma reunião de trabalho em Atafona. Confirmado Após divulgação neste blog (aqui), a Câmara de SJB confirmou a intenção da realização de concurso público. São sete vagas: tesoureiro (1), contador (1/cadastro de reserva), motorista (4) e almoxarife (1). O último concurso público do legislativo sanjoanense foi feito em 2010, com a posse dos aprovados no ano seguinte. Homenagem A recente lista de homenageados da Câmara Municipal com título de cidadania sanjoanense tem um fato curioso: o vereador Elísio Rodrigues (PDT), da base governista, vai agraciar o deputado estadual Jair Bittencourt, do mesmo partido dos opositores sanjoanenses. Impasse Ainda não chegou ao fim a questão do cartão alimentação do servidor, suspenso no decreto de emergência econômica. O presidente do Tribunal de Justiça deu prazo até hoje para manifestação do Ministério Público. Orientações O juiz Paulo Maurício Simão Filho, que presidirá as eleições deste ano em São Francisco de Itabapoana, realizou um encontro com presidentes dos partidos no início da semana. Uma das orientações foi com relação ao registro de candidaturas. Agricultura SJB vai adquirir produtos da Agricultura Familiar para atender as escolas da rede municipal. O edital com as especificações da chamada pública está disponível no portal da Prefeitura. Sem dúvida O clima entre as bancadas de oposição e situação na Câmara de SJB vai ficar mais acirrado à medida que as eleições ficam mais próximas. *Publicado na edição desta quinta-feira (16) da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
SJB: atitudes incoerentes em período de crise
16/06/2016 | 12h01
DO_A Prefeitura de São João da Barra vive um momento de emergência econômico-financeira, com cortes em diversos setores. Mas na hora do “corte na carne” a situação não parece tão ruim. Após um pacote de exonerações (aqui e aqui) e uma medida que revogou parte delas (aqui), nesta quinta-feira (16) mais nomeações (e uma exoneração) foram feitas no Diário Oficial do município. Os cargos são em secretarias que funcionam até hoje sem tais cargos. O valor pago a cada um dos comissionados, neste caso, pouco importa. Como dito anteriormente, é o simbolismo das nomeações em período de cortes. Contudo, a pergunta que não quer calar é: são nomeações necessárias para o funcionamento dos órgãos do município? Com a palavra, e o espaço está sempre aberto, quem for de direito.
Comentar
Compartilhe
Neco: oposição atua com maldade e perseguição
15/06/2016 | 22h05
FB_IMG_1466038658050O prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, comentou em seu perfil no Facebook a tentativa da bancada de oposição em mudar a lei municipal que autoriza a contração de empréstimo com royalties futuros. A discussão sobre o caso na sessão desta quarta-feira (15) foi parar (aqui) na delegacia e no Ministério Público. Neco afirmou que os opositores tentaram "burlar" o livro de protocolo da Casa. Além disso, parabenizou a atuação dos quatro vereadores da sua bancada, citou valores da queda de arrecadação dos royalties e classificou as atitudes da oposição como "maldade e perseguição". O que Neco não comentou ainda foi sobre o resultado dos encontros desta semana para tentar o empréstimo. Com autorização do Legislativo desde agosto do ano passado, até hoje o prefeito não conseguiu a antecipação. Recentemente  (aqui), ele falou que tinha a esperança de ter esse dinheiro até 27 de junho. Confira o post do prefeito: "Boa noite a todos os amigos. Hoje os vereadores de oposição tentaram na Câmara Municipal de Vereadores burlar o livro de protocolo de documentos da casa. Ato muito grave. Que foi devidamente coibido e denunciado ao Ministério Público para investigação devida pelos edis: Eziel Pedro, Elisio Motos, Carlos Machado Da Silva e Franquis Areas, que fazem parte das comissões de Justiça e Redação e Finanças e Orçamento. E aqui parabenizo cada vereador pelo trabalho que estão realizando na casa de leis e por pensar no POVO de São João da Barra. A oposição está buscando fazer tudo isso para interpor projeto de lei que modifique a Lei Autorizativa que nos permite fazer antecipação dos royalties e que ajudará e muito o Município de São João da Barra a recompor sua perda financeira e manter todos os serviços e benefícios necessários para população, já que com a crise do petróleo o Município já perdeu mais de R$ 171 milhões em royalties no ano de 2015 e até o momento no ano de 2016 cerca de R$ 56 milhões. Assim, eles querem de todas as formas nos impossibilitar de buscar o recursos para que não consigamos cumprir com os nossos compromissos. Maldade e perseguição política. Não querem em momento algum pensar no POVO que precisa da manutenção de todos os serviços básicos essenciais e dos investimentos em nosso Município. Mas, Deus é Justo e continuaremos nossa luta por São João da Barra e pelo POVO e enfrentando todas as covardias criadas!!".
Comentar
Compartilhe
Sérgio Machado diz que Temer pediu R$ 1,5 milhão em doação ilegal
15/06/2016 | 15h07
[caption id="attachment_7504" align="alignleft" width="300"]Esta foi a primeira avaliação do governo Temer (Marcelo Camargio/ Agência Brasil) Presidente interino foi citado em delação (Marcelo Camargio/ Agência Brasil)[/caption] Em seu acordo de delação premiada, o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado afirmou que o presidente interino Michel Temer negociou com ele o repasse de R$ 1,5 milhão de propina para a campanha de Gabriel Chalita, então candidato do PMDB à Prefeitura de São Paulo, em 2012. Machado afirmou que o acerto do repasse ocorreu em setembro daquele ano e foi pago por meio de doação eleitoral pela empreiteira Queiroz Galvão, contratada da Transpetro. O delator também cita o governador em exercício Francisco Dornelles (PP) em sua delação, além dos deputados federais fluminenses Jandira Feghali (PCdoB) e Luis Sérgio (PT) e os ex-parlamentares Jorge Bittar (PT) e Edoson Santos (PT). Machado listou outros 20 políticos e disse que todos od citados por ele “sabiam” do funcionamento do esquema de corrupção e “embora a palavra propina não fosse dita, esses políticos sabiam, ao procurarem o depoente, não obteriam dele doação com recursos do próprio, enquanto pessoa física, nem da Transpetro, e sim de empresas que tinham relacionamento contratual com a Transpetro”. De acordo com o delator, empreiteiras que mantinham contrato com a estatal realizavam pagamentos mensais de propinas para políticos, parte por meio de entrega de dinheiro vivo e parte por meio de doações oficiais como forma de garantir os contratos com a estatal que era de influência do PMDB. “QUE os políticos responsáveis pela nomeação do depoente para a Transpetro foram Renan Calheiros, Jader Barbalho, Romero Jucá, José Sarney e Edison Lobão; QUE estes políticos receberam propina repassada pelo depoente tanto por meio de doações oficiais quanto por meio de dinheiro em espécie; QUE além destes políticos o depoente também repassou propina, via doação oficial, para os seguintes: Cândido Vaccarezza, Jandira Feghali, Luis Sérgio, Edson Santos, Francisco Dornelles, Henrique Eduardo Alves, Ideli Salvatti; Jorge Bittar, Garibaldi Alves, Valter Alves, José Agripino Maia, Felipe Maia, Sergio Guerra, Heráclito Fortes, Valdir Raupp; que Michel Temer pediu ao depoente que obtivesse doações oficiais para Gabriel Chalita, então candidato a prefeito de São Paulo”. Nota do governador — Por meio de sua assessoria, o governador em exercício Francisco Dornelles informou que “não disputou eleições em 2008, 2010 e 2012. Todas as doações relativas a eleições que disputou foram informadas e aprovadas pelos tribunais competentes”. Fontes: Folha de S. Paulo/Estadão Atualizado às 17h46 — Inclusão de informações
Comentar
Compartilhe
Discordância na Câmara de SJB leva governistas ao MP e oposição à DP
15/06/2016 | 13h17
C A sessão da Câmara de SJB na manhã desta quarta-feira (15) foi encerrada, mas não terminou. A bancada de oposição apresentou um projeto para limitar o Executivo a usar, se conseguir, o empréstimo da antecipação dos royalties apenas nas pastas de Saúde e Educação (50% para cada), alterando a lei que liberou a Prefeitura a buscar a transação financeira. A reunião foi suspensa para que as Comissões pudessem emitir parecer ao projeto. Neste momento, a base governista deixou a Casa e foi ao Ministério Público para protocolar uma denúncia. Depois de encerrada a sessão, sem resolução sobre o projeto, a bancada de oposição foi para a Delegacia de SJB também registrar queixa. Os governistas alegam que o projeto entrou na pauta sem o tempo mínimo de espera após ser protocolado na pauta, e outras irregularidades. Eles levaram o livro de protocolo da Casa para provar tal acusação e o projeto que seria apreciado. Já a oposição, entre eles o presidente da Casa, Aluizio Siqueira (PP), foi a DP justamente denunciar o "desaparecimento" do livro e a retirada da Câmara do projeto de lei. O projeto — O projeto nº 027/2016, proposto por Aluizio, Alex Firme (PP), Jonas Gomes (PP), Sônia Pereira (PT) e Ronaldo Gomes (Pros), visa alterar o texto da Lei Municipal nº 375/15, que autoriza o município a contratar operações financeiras dando em garantia, os royalties referentes à exploração de petróleo e gás natural. Pela proposta, a operação ficaria limitada a 20% da receita total arrecadada pela municipalidade, de royalties e participações especiais, referente ao ano de 2015. Além disso, o Executivo seria obrigado a prestar contas, mensalmente, ao Legislativo, das despesas realizadas com os recursos dessa operação. “Protocolo de notícia na DP” — Responsável pela 145ª Delegacia de Polícia de SJB, Madeleine Farias informou que os vereadores estiveram na DP nesta quarta para registro do extravio de um livro. Segundo a delegada, foi feito “um protocolo de notícia”. “Não é uma questão de polícia, mas política, um procedimento interno. Podem abrir uma sindicância para apurar”, explicou a delegada. Atualizado às 14h38: Inclusão de informações sobre o projeto Atualizado às 15h20: Inclusão de informações da delegada
Comentar
Compartilhe
Festa de São João Batista começa nesta quarta em SJB
15/06/2016 | 11h33
[caption id="attachment_7578" align="aligncenter" width="720"]Festa da padroeiro da cidade é realizada pela Irmandade, neste ano sem apoio da Prefeitura Festa da padroeiro da cidade é realizada pela Irmandade, neste ano sem apoio da Prefeitura[/caption] Apesar de a Prefeitura ter cancelado todo apoio às festas do município, as comemorações do padroeiro da cidade estão mantidas. Como a comunidade fez a festa de Santo Antônio no último fim de semana, desta vez se reúne para a 372ª edição das comemorações a São João Batista. A Irmandade do padroeiro divulgou a programação dos festejos, que inicia as atividades religiosas nesta quarta-feira (15) e segue até o dia 24 de junho, na festa da natividade de São João Batista. Desta vez, a festa está sem os pomposos shows nacionais, antes custeados pela Prefeitura, mas com uma extensa grade de atrações locais, que promete movimentar a sede do município. A festa vai contar ainda com desfile de noivas, apresentação de academia de dança e as tradicionais quadrilhas juninas. A partir de 18 de junho, a barraca da Irmandade funcionará todos os dias e aceita doações. Confira a programação: 15/06 – 19h - Santa Missa de abertura do novenário do Padroeiro celebrada pelo Padre Cláudio Ferreira. 16/06 – 19h - Santa Missa celebrada pelo padre Marcos Paulo Pinalli da Costa 17/06 – 19h - Santa Missa celebrada pelo padre Alci de Andrade 18/06 – 09h - 8º Passeio Ciclístico do Padroeiro 19h - Santa Missa celebrada pelo padre Alci de Andrade 20h30 - Show com Benedito Melo (Gambazinho) no coreto da Praça da Matriz 22h - Desfile de Noivas (Organização: Nelcimar Pires e Luiz Fabiano Machado) 23h - Show com Jadson Loureiro no coreto 19/06 – 10h Carreata que conduzirá o quadro com efígie do Padroeiro São João Batista até a Igreja de Nossa Senhora da Penha, em Atafona 19h - Santa Missa celebrada pelo padre Alci de Andrade 20h - Encontro de Academias “Dóris Cunha” na praça da Matriz 22h - Show com Janine e banda no coreto da praça Matriz 20/06 – 19h - Santa Missa celebrada pelo padre Alci de Andrade 21/06 – 19h - Santa Missa celebrada pelo padre Gustavo Ribeiro dos Santos 22/06 – 19h - Santa Missa celebrada pelo padre Alci de Andrade 20h30 - Show com a banda Barca do forró no coreto da praça da Matriz (será realizada uma grande quadrilha da comunidade) 22h - Show com a banda Mistura Louka no coreto 23/06 – 15h - Procissão Fluvial do Padroeiro São João Batista. 19h - Santa missa de encerramento do novenário 20h30 - Show com Zeca Ribeiro no coreto da praça Matriz 22h - Show com Vaval Ferreira no coreto 23h Show com Anderson Santos e Banda no coreto 24/06 – 0h - Festiva acolhida pelo dia do Padroeiro 06h - Alvorada 10h - Santa Missa Solene 14h - Tarde recreativa para as crianças com palhaços Chupeta e Linguicinha 19h – Tradicional Procissão Solene do Padroeiro São João Batista – a recepção da procissão terá a participação especial de Dom Américo. 21h - Apresentação de Quadrilhas (Participação das Associações Culturais Lourenço do Espírito Santo e Sonho, Amor e Fantasia) 23h - Show com a banda TB-6.
Comentar
Compartilhe
Oposição reúne pré-candidatos em SJB
15/06/2016 | 09h48
[caption id="attachment_7574" align="alignleft" width="300"]Encontro foi realizado na noite de terça em Atafona (Foto: Elis Gomes) Encontro foi realizado na noite de terça em Atafona (Foto: Elis Gomes)[/caption] Já tem grupo político ensaiando para botar o bloco na rua em São João da Barra. O grupo de oposição ao prefeito Neco (PMDB), liderado pela pré-candidata a prefeita Carla Machado (PP), reuniu na noite dessa terça-feira (14), em Atafona, presidentes de partidos e pré-candidatos a vereadores. Em seu perfil no Facebook, Carla classificou o encontro como “uma reunião bastante propositiva”. Ao lado de Carla na mesa que foi formada para reunião, estavam um dos seus prováveis vices na chapa que será composta para disputa: André Fontoura (PPS), Alexandre Magno (PSD), Alexandre Rosa (PRB), Aluizio Siqueira (PP), Filipe Estefan (Rede) e Osvaldo Barreto (PSDC). Outro nome cotado para vice é o da vereadora Sônia Pereira (PT), também presente ao evento, mas não na mesa. A pré-candidata a prefeita já informou que seu companheiro de chapa será escolhido por meio de pesquisa. Participaram do encontro representantes do PP, PPS, PSDC, PSD, PRB, Rede, PT, Pros, PTN, PEN, PRP, PTB, PCdoB, PSC e PV.
Comentar
Compartilhe
Conselho de Ética aprova relatório que pede a cassação de Cunha
14/06/2016 | 17h53
eduardo-cunha--antonio-cruzO Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (14) o relatório do parlamentar Marcos Rogério (DEM-RO) pela cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente afastado da Casa, por quebra de decoro parlamentar ao mentir sobre ter contas no exterior durante depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras.  O placar foi de 11 a 9, sem a necessidade do voto do presidente do colegiado. Também nesta terça, a Justiça Federal do Paraná determinou o bloqueio dos bens de Cunha e da sua esposa, Cláudia Cruz, em ação proposta pela força-tarefa da Lava Jato. Segundo o relator, Cunha é o dono de pelo menos quatro contas na Suíça: Köpek; Triumph SP, Orion SP e Netherton. Ao pedir a cassação de Cunha, Rogério disse que as contas são verdadeiros “laranjas de luxo”. “Estamos diante do maior escândalo que este colegiado já julgou, não se trata apenas de omissão, de mentira, mas de uma trama para mascarar a evasão de divisas, a fraude fiscal", disse Rogério. “Estamos diante de uma fraude, de uma simulação de empresas de papel, de laranjas de luxo criadas para esconder a existência de contas no exterior”, acrescentou. Cunha nega a propriedade das contas, mas admitiu ter o usufruto de ativos geridos por trustes estrangeiros. O processo de Cunha no Conselho de Ética é considerado o mais longo no colegiado e foi marcado por inúmeras manobras que protelaram a decisão dessa terça-feira. A representação contra Cunha foi entregue pelo PSOL e Rede à Mesa Diretora da Câmara, no dia 13 de outubro de 2015. A Mesa, comandada por Cunha, levou o prazo máximo de 14 dias para realizar a tarefa de numerar a representação e enviá-la ao Conselho de Ética, o que retardou o início dos trabalhos do colegiado. O processo só foi instaurado quase um mês depois da representação, em 3 de novembro de 2015. Bloqueio de bens — Minutos após a votação do Conselho de Ética favorável à sua cassação, Cunha sofreu um novo revés: a Justiça Federal no Paraná determinou a indisponibilidade de todos os bens e contas do parlamentar e de sua mulher, Cláudia Cruz. O despacho foi assinado pelo juiz federal Augusto César Pansini Gonçalves, da 6ª Vara Federal de Curitiba — onde corre a ação de improbidade administrativa proposta nesta segunda (13) pela força-tarefa da Lava Jato. Atualizado às 19h14 — Inclusão da informação sobre o bloqueio de bens.
Comentar
Compartilhe
Santa Casa de SJB prestes a fechar as portas
14/06/2016 | 17h12
Santa_CasaMais uma instituição centenária corre o risco de fechar as portas em São João da Barra, devido a problemas em um convênio firmado com Prefeitura. A Santa Casa de Misericórdia, fundada em 1873, emitiu um comunicado nesta terça-feira (14) para informar à população que devido a atrasos no repasse do convênio desde outubro do ano passado, a instituição poderá fechar as portas “em curto prazo”. Mesmo com atraso nos repasses de outubro a dezembro do ano passado, Prefeitura e Santa Casa firmaram convênio para 2016, até o mês de dezembro. Contudo, segundo nota da instituição, sem repasse até o momento, a situação está insustentável. A municipalidade e a instituição têm acordos firmados desde 2003. A Santa Casa recebe, além do recurso da Prefeitura, por atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). A tabela do SUS, segundo hospitais de todas as cidades, está defasada. A Santa Casa reclama também do atraso dos repasses do SUS, agravando a situação. — A não cobertura financeira da estrutura pelo Poder Municipal, pendentes até hoje, nos trouxe uma dívida certa e tamanha. Iniciamos a desativação do hospital. Não há como suportar tal situação. Ou existe a imediata condição de se repor os valores não pagos, ou nos deparamos com a realidade da paralisação extrema das atividades. 143 anos de vida de uma instituição representam um acervo incontestável para uma cidade. O quadro da deformação de uma Santa Casa por ora vivenciado em São João da Barra, não pode ser encarado com uma simples questão de falta de avaliação — diz nota. A diretoria da Santa Casa destacou os esforços para manter a instituição em funcionamento e lamentou o desfecho que se desenha: “Estão aqui relatados os acontecimentos e as expectativas que muito machucam o brilho dos esforços de cidadãos sanjoanenses que se destacaram e esmeraram em benefício de manter o Hospital da Santa Casa em funcionamento nesses 143 anos. Lamentável!”. À imprensa, o secretário de Saúde de SJB, Klaus Lisboa Tavares, informou que não recebeu nenhum comunicado formal por parte da diretoria da entidade. O blog tentou contato com o provedor, Diogo Berto, mas não teve sucesso até o momento deste post. Área da Cultura – Nos últimos dias, devido à suspensão de um convênio, também anunciou o risco de encerrar suas atividades a centenária banda musical União dos Operários (aqui), com 123 anos de história e responsável pela formação de centenas de músicos sanjoanenses. Carta_SantaCasa
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de SJB confirma mudança no calendário do 13º salário
14/06/2016 | 16h33
Sem títuloMudança no calendário A Prefeitura de São João da Barra só oficializou (aqui) nesta terça-feira (14), mas já era dado como certo (aqui) que a primeira parcela do 13º salário não será paga no dia 17 de junho, como previsto no início do ano no calendário divulgado pela administração pública. Com a queda na arrecadação, o município não teria recurso para cumprir com o compromisso assumido em janeiro. Confirmada tal informação, será a primeira vez na gestão do prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), que o calendário não será cumprido. Apesar de atrasos com comissionados e terceirizados, Neco sempre cumpriu com o depósito em dia dos proventos dos servidores efetivos. A situação do governo com o servidor anda meio desgastada devido ao corte do cartão alimentação, entre as medidas de emergência econômico-financeira, caso que ainda se arrasta na Justiça. Até o momento, não há nova data prevista para o pagamento da primeira parcela do 13º, o que deve ser feito, por lei, até o dia 30 de novembro. Consequências O não pagamento da parcela do 13º salário pode ter sérias consequências. Já tem quem fale em movimento de paralisação ou greve. O sindicato ainda não se posicionou oficialmente sobre o assunto. Pedido Foi protocolado na Câmara de SJB uma denúncia que pode gerar um pedido de cassação do prefeito. No entanto, é muito difícil que prospere. A Casa ainda avalia a denúncia e até que ficasse comprovado algum tipo de dolo (caso as investigações o encontre), o atual mandato já terminou. Base Isso sem falar que para cassar o prefeito são necessários votos de seis dos nove vereadores sanjoanenses. A base governista conta com quatro e dificilmente um deles mudaria de posição. Esperança Neco está mais uma vez fora de São João da Barra para mais uma rodada de conversas para tentar selar o empréstimo com royalties futuros. Existe a expectativa de uma cartada final nesta semana. Articulações Pré-candidatos a prefeito e a vereadores têm colocado o time em campo aos poucos. Estão realizando pequenas reuniões nas comunidades, cm objetivo de selar acordo com lideranças de bairros e outros cabos eleitorais. Esgoto No principal rua de São João da Barra, o mau cheiro de esgoto tem incomodado há pelo uma semana. Será que ninguém do estafe administrativo tem percebido isso e se interessado em buscar uma solução com quem de direito? *Publicado na edição desta terça-feira da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB vai realizar concurso público
14/06/2016 | 09h25
Fachada Câmara 3A Câmara de São João da Barra publicou nesta terça-feira (14) no Diário Oficial do município um aviso de licitação para “prestação de serviços técnicos especializados no planejamento, organização, realização e processamento de concurso público para o provimento de vagas e formação de cadastro de reserva para atender” à Casa. Isso significa que a Câmara vai abrir concurso em breve. Como o edital é para contratação da empresa que vai realizar o certame, não é possível saber para quais áreas a Casa vai abrir vagas. O pregão presencial está marcado para o dia 28 de junho.
Comentar
Compartilhe
Teori anula escuta de Lula e Dilma e envia para Moro caso de sítio e triplex
13/06/2016 | 21h38
Lula e DilmaO ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), remeteu nesta segunda-feira (13) para o juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal do Paraná, as investigações relativas ao sítio em Atibaia (SP) e ao triplex em Guarujá (SP), atribuídos ao ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. Na decisão, Teori também anulou gravação do petista com a presidente afastada Dilma Rousseff. Em março deste ano, Moro retirou o sigilo de interceptações telefônicas de Lula e divulgou conversas dele com Dilma. O diálogo entre os dois, a respeito do termo de posse de Lula como ministro-chefe da Casa Civil, foi feita quase duas horas depois de Moro mandar a Polícia Federal suspender as interceptações do petista. “Cumpre deixar registrado que o reconhecimento, que aqui se faz, de nulidade da prova colhida indevidamente deve ter seu âmbito compreendido nos seus devidos limites: refere-se apenas às escutas telefônicas captadas após a decisão que determinou o encerramento da interceptação”, diz a decisão. As investigações sobre Lula foram enviadas em sigilo para Moro. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
Neco em mais uma semana de reuniões para empréstimo
13/06/2016 | 16h02
necoooO prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, está novamente fora da cidade na tentativa de selar o empréstimo com royalties futuros — operação de crédito batizada na região como “venda do futuro”. Em declarações recentes, ele tem classificado a transação como “última esperança” para o momento de crise que o município vive. Reuniões serão realizadas novamente nesta semana com representantes da Caixa Econômica Federal e a expectativa e que desta vez uma resposta decisiva seja oficializada. Neco já falou também sobre a probabilidade de o recurso entrar nos cofres da Prefeitura até o dia 27 de junho. A autorização para o empréstimo foi aprovado pela Câmara em agosto do ano passado.
Comentar
Compartilhe
Pedido de cassação de Neco é protocolado na Câmara de SJB
13/06/2016 | 12h16
Neco____A Câmara de São João da Barra recebeu no início de junho (dia 1º) um termo de denúncia que pode gerar um pedido de cassação de mandato do prefeito Neco (PMDB). A denúncia partiu do professor Sérgio Sena, contestando o método utilizado na concessão de bolsas universitárias. Sérgio aponta falhas na execução do programa, readequado nas medidas de cortes do decreto de emergência econômico-financeira em maio último. Vale lembrar que a Câmara de SJB fez um pedido de informações ao Executivo com relação ao programa de bolsas. A resposta chegou, mas não teria sido satisfatória. Com isso, a Casa pode abrir mais uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), desta vez para investigar a concessão do benefício aos universitários. O pedido de investigação do professor Sérgio, deverá ser incluído na denúncia, ainda em análise na Procuradoria da Câmara. Cassação improvável – Apesar da denúncia está tramitando na Casa, a cassação do prefeito é improvável. Ela precisa ser aprovada por dois terços, no caso de SJB, seis dos vereadores eleitos. Neco conta hoje em sua base com quatro vereadores, o que garantiria certa tranquilidade em uma votação desta. Documento – O blog tentava desde a semana passada acesso ao documento protocolado na Câmara pelo professor Sérgio Sena, mas não obteve sucesso. O Portal Ozk conseguiu o documento e publicou primeiro (aqui).
Comentar
Compartilhe
SJB: Primeira parcela do 13º pode não ser paga na data prevista
12/06/2016 | 16h05
Prefeitura  sjbA Prefeitura de São João da Barra, há anos, antecipa o pagamento da primeira parcela do 13º salário para o mês de junho, nas proximidades do aniversário de elevação a categoria de cidade – 17 de junho. Neste ano a previsão era a mesma. No entanto, o secretário de Administração Rogério Zorzal afirmou, em programa de rádio, que será “muito difícil” fazer o depósito da parcela na próxima sexta-feira (17). Zorzal informou que o mais provável é o pagamento desta parcela até o mês de novembro, como determinado por lei. Pagamento dos comissionados – A Prefeitura depositou neste fim de semana o pagamento dos comissionados, que estava atrasado desde o dia 30. Nos últimos meses, o município não tem conseguido quitar os compromissos com seus cargos de confiança em dia. Contudo, com relação aos funcionários efetivo, o calendário vem sendo cumprido à risca.
Comentar
Compartilhe
Neco convoca mais 13 aprovados no concurso da Educação
11/06/2016 | 09h50
necoooO prefeito Neco publicou no Diário Oficial deste sábado (11) a convocação de mais 13 aprovados nas provas aplicadas em janeiro do ano passado no concurso público da Educação. As vagas contemplam funções de psicopedagogo (1), orientador educacional (1), supervisor de ensino (1), auxiliar de creche (2), professor II: 1º ao 5º ano (4); educação infantil – pré-escola (1) e creche (3). A relação dos convocados está disponível na Folha da Manhã no site da Prefeitura (aqui). Os convocados devem se apresentar na secretaria de Administração da Prefeitura de São João da Barra, no dia 20 de junho, às 9h, para entrega de documentos e exame médico admissional. Quanto às certidões solicitadas no edital, os convocados devem entrar em contato com a Administração, pelo telefone (22) 2741-7878, ramal 249. Esta foi a sétima chamada para o concurso da Educação. Homologado em março do ano passado, o certame tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.
Comentar
Compartilhe
“Viver Melhor”, benefício social da Prefeitura de SJB, está liberado
10/06/2016 | 17h34
Prefeitura  sjbEm comunicado oficial, a Prefeitura de São João da Barra informa aos dois mil beneficiários que o cartão “Viver Melhor” está liberado para compras junto ao comércio do município. O cartão estava suspenso devido a problemas de pagamento. Os contemplados pelo programa recebem R$ 260 mês.
Comentar
Compartilhe
“Meninas de Guarus” na capa de um dos maiores jornais do país
10/06/2016 | 14h53
[caption id="attachment_7525" align="aligncenter" width="586"]arnaldo (1) Reprodução da Capa de O Globo desta sexta-feira[/caption] O caso “Meninas de Guarus”, com uma excelente cobertura da Folha da Manhã (aqui), também foi destaque em outros jornais do Rio de Janeiro, como o Extra e O Dia. Outro jornal carioca, e um dos maiores do país, O Globo deu destaque na capa da edição desta sexta-feira (10) a prisão de 12 condenados no caso de exploração de menor. E por falar em capa, a da Folha da Manhã é histórica na cobertura do caso, anunciado pelo jornal com exclusividade em 2009. Vale lembrar que também nesta sexta os outros dois condenados foram presos. “Meninas de Guarus” — Três dias após completar exatos sete anos da repercussão do caso conhecido como “Meninas de Guarus”, a juíza Daniela Barbosa Assumpção de Souza condenou 14 réus no processo que investiga exploração sexual de crianças e adolescentes. Nessa quinta (9), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e a Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) prenderam 12 dos 14 condenados, dentre eles o ex-presidente da Câmara de Campos, Nelson Nahim. As defesas de alguns réus disseram que vão entrar com pedidos de habeas corpus. Na manhã desta sexta (10), Dovany Salvador Lopes da Silva Batista se apresentou na 134ª Delegacia de Polícia. O advogado do condenado, Elias Rocha Gonçalves, informou que o mesmo não estava foragido, apenas tinha se ausentado da cidade para buscar a certificação de um curso que havia realizado. Também foram presos o ex-vereador Marcos Alexandre dos Santos Ferreira; os empresários Renato Pinheiro Duarte e Jayme César de Siqueira; os policiais militares Ronaldo de Souza Santos, Robson Silva de Barros Costa e Fábio Lopes da Cruz; além de Thiago Machado Calil, Fabrício Trindade Calil, Cléber Rocha da Silva e Sérgio Crespo Gimenez Junior. Também foi expedido mandado contra Leílson Rocha da Silva, vulgo “Alex”, que foi preso no ano passado. Gustavo Ribeiro Poubaix Monteiro continua foragido. f10c1p01
Comentar
Compartilhe
TJ suspende liminar que restabelecia cartão do servidor
09/06/2016 | 20h19
Prefeitura sjbO Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro suspendeu nesta quinta-feira (9)  a liminar (aqui) que obrigava a prefeitura de São João da Barra a restabelecer o cartão de alimentação do servidor, suspenso no decreto de emergência econômico-financeira assinado (aqui) no mês passado pelo prefeito Neco (PMDB). Em sua decisão, o desembargador relator, César Cury, defere “ o pretendido efeito suspensivo por vislumbrar, na espécie, perigo de lesão irreparável, ante a situação de emergência econômico financeira decretada”. O Sindicato dos Servidores Públicos de São João da Barra tinha conseguido uma liminar em primeira instância que obrigava o retorno do cartão, com multa diária de R$ 10 mil ao prefeito Neco pelo não cumprimento.
Comentar
Compartilhe
Voo do PR redesenha o cenário político de SJB?
09/06/2016 | 15h58
Sem títuloBastidores em ebulição É fato que tem grupo político trabalhando com um “plano B” para a disputa eleitoral deste ano em São João da Barra. Os últimos fatos sustentam isso. No domingo, na Feijoada da Folha, o ex-prefeito Betinho Dauaire (PR) descartou de vez ser o vice na chapa encabeçada pelo atual prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), e sustentou candidatura própria do PR no município. A notícia veio à tona na edição da Folha da última terça. No mesmo dia, após a solenidade de inauguração de três terminais do Porto do Açu, o deputado estadual Bruno Dauaire, presidente do PR em SJB; a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR); o vereador Franquis Areas (PR) e o presidente do PR no Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, tiveram um diálogo sobre o cenário sanjoanense. Durante um curto voo, do Açu a Campos, eles conversaram sobre o futuro da legenda no município sanjoanense. Ainda não chegaram a uma definição, mas o diálogo foi bem animado com tendência a lançar um candidato. Quem? Se o PR confirma o movimento ensaiado nos últimos dias, os nomes com maior chance de encabeçar chapa são os de Bruno e Franquis. O deputado já disse que não tem a intenção de deixar a cadeira na Alerj. Açu Os terminais inaugurados no Açu trazem a esperança de, em breve, SJB deixar de ser dependente dos royalties. Uma boa notícia neste cenário de crise. Realidade Hoje é impossível pensar em um retrocesso com relação ao Porto do Açu. Para quem acompanha as obras há tempo, o avanço é impressionante. Acessos Como salientou o ministro Maurício Quintella, dos Transportes, é importante a mobilização para garantir acessos, por rodovias e ferrovias, ao Açu. O prefeito Neco foi feliz ao aproveitar a presença de parlamentares na inauguração dos terminais para cobrar a duplicação da BR 356. Oportunidade Neco também salientou as parcerias para qualificação dos sanjoanenses para ingressar no Açu, como já ocorreu com algumas empresas. A previsão é que daqui a cerca de 20 anos as operações do Porto possam gerar 60 mil empregos. Hoje são seis mil. Eleitoral O prefeito Neco não tem falado muito sobre questões eleitorais. Com Betinho fora do cenário, ele terá de alinhar outro nome para ser seu vice. Neco afirmou que vai falar sobre essas questões apenas na próxima semana. Aguardam Muitos políticos esperam uma decisão após as audiências da “Machadada” para tecer algum comentário em SJB. Réus e acusadores estão confiantes que as sentenças serão favoráveis a eles. A decisão, em primeira instância, cabe apenas ao juiz Leonardo Cajueiro. Nominatas O cenário eleitoral de SJB anda meio frio com relação aos nomes que vão disputar uma cadeira na Câmara. São poucas pré-candidaturas lançadas até o momento. Transparência São João da Barra subiu 33 posições no ranking da transparência do Ministério Público Federal. Passou da nota 1,6 em dezembro para 6 na lista divulgada ontem. Portal Após a avaliação do MPF no ano passado, o Portal da Transparência de SJB começou a funcionar. Já São Francisco de Itabapoana amarga a 90ª posição, com nota 0,2 — a mesma do ano passado. São Francisco O cenário eleitoral em São Francisco passou por grandes movimentações. Entretanto, o prefeito Pedrinho Cherene (PMDB) mantém firme a pré-candidatura à reeleição e diz estar confiante quanto à escolha do povo. Cenário Pedrinho. que só teria Francimara Barbosa Lemos (PSB) com adversária, viu dois ex-aliados lançarem candidatura: Marcelo Garcia (PSDB) e Bebeto Ramos (PSC). As articulações são quentes para puxar o apoio do PSC. *Publicado na edição desta quinta-feira (9) da Folha da Manhã
Comentar
Compartilhe
Tradições de São João mantidas, mesmo sem apoio da Prefeitura
09/06/2016 | 11h59
[caption id="attachment_7510" align="aligncenter" width="718"]942333_430499260382025_1737187961_n Saída da procissão do padroeiro em 2013[/caption] As festas regadas a shows nacionais já não fazem parte da realidade de São João da Barra. Mas não é por isso que o padroeiro da cidade, São João Batista, ficará sem seus tradicionais festejos. Em reunião no último fim de semana, a diretoria da Irmandade dessa devoção, responsável pela manutenção do templo e realização da festa (entre outras atribuições), decidiu manter as comemorações religiosas e recreativas. Para isso, vai contar com apoio da comunidade e do comércio local, como acontecia antes de a Prefeitura arcar com praticamente todas as despesas, principalmente depois que os royalties começaram a chegar com valores vultosos nas contas da Prefeitura. Confira o comunicado da Irmandade: “A Diretoria da Venerável Irmandade de São João Batista, em virtude da festa do nosso Padroeiro, vem por meio desta informar a toda comunidade de São João da Barra que tendo ciência da atual situação econômica do município e de todo o país, decidimos, apesar de todas as dificuldades, manter a tradição: a festa religiosa e recreativa de São João Batista! Será uma festa simples, mas feita com amor. A festa será realizada pela Irmandade e contamos o com o total apoio da comunidade, contamos com você amigo, devoto de São João e defensor da tradição cultural de nossa cidade para a realização dos 372 anos de festa em louvor ao Padroeiro do município de São João da Barra, o nosso amado São João Batista. Pedimos: aquele que quiser e puder colaborar com a festa, favor procurar a diretoria da Irmandade. Desde já o nosso muito obrigado! Que São João interceda sempre por todos!”. Quadrilhas confirmadas – Como este blog mostrou aqui, pelo menos duas quadrilhas estão se preparando para apresentação nos festejos de São João, as dos grupos culturais “Lourenço do Espírito Santo (Atafona)” e “Sonho, Amor e Fantasia (Sede)”. Neste ao, porém, sem premiação de concurso, como ocorria nos anteriores. Procissão fluvial — A procissão do padroeira nas águas do Paraíba, saindo de Atafona, está mantida na programação. Contudo, será sem a premiação de outrora.  A data prevista é 23 de junho, como manda a tradição.
Comentar
Compartilhe
Apenas 11% aprovam governo Temer, aponta pesquisa CNT
09/06/2016 | 10h00
[caption id="attachment_7504" align="aligncenter" width="620"]Esta foi a primeira avaliação do governo Temer (Marcelo Camargio/ Agência Brasil) Esta foi a primeira avaliação do governo Temer (Marcelo Camargio/ Agência Brasil)[/caption] Pesquisa CNT/MDA divulgada na terça-feira (8) indica que 11,3% dos brasileiros avaliam positivamente e 28% negativamente o governo interino do presidente Michel Temer. Para 30,2% dos entrevistados, o atual governo é regular, enquanto 30,5% dizem não saber opinar. No que se refere ao desempenho pessoal do presidente, 40,4% desaprovam, e 33,8% aprovam. Na comparação entre os governos Temer e Dilma Rousseff, 54,8% dos entrevistados disseram que os governos estão iguais e que não percebem nenhuma mudança no país desde que Temer assumiu interinamente o governo. Para 20,1%, o atual governo está melhor do que o anterior, enquanto 14,9% o consideram pior. A pesquisa revela que 46,6% dos brasileiros acreditam que a corrupção no governo Temer será igual à ocorrida no governo Dilma. Ainda segundo a CNT, 28,3% acreditam que ela será menor; enquanto 18,6% avaliam que será ainda maior. A CNT perguntou o que o brasileiro pensa em relação ao impeachment da presidente Dilma Rousseff: 62,4% dos entrevistados consideram correta a decisão pelo afastamento e 33% avaliam como um erro. Enquanto 61,5% dizem que o processo foi legítimo, 33,3% avaliam que foi ilegítimo. Para 68,2%, Dilma será cassada e Temer permanecerá no cargo, 25,3% acreditam que Dilma reassumirá o cargo. Fonte: Agência Brasil
Comentar
Compartilhe
Alerj entrega à Uenf cheque de R$ 1,5 milhão
09/06/2016 | 09h21
[caption id="attachment_7501" align="aligncenter" width="984"]13411631_1011537475548738_104413997475021694_o Deputados com o cheque de R$ 1,5 milhão doado para a Uenf (Rafael Wallace/Alerj)[/caption] A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) realizou nesta quarta-feira (08) a doação de R$ 1,5 milhão para a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), em Campos. O cheque foi recebido pelo reitor da instituição, Luis Passoni. “Esse dinheiro vem em muito boa hora. Vai nos ajudar a quitar algumas dívidas e recuperar um pouco da nossa credibilidade”, disse. Os recursos saíram do orçamento da Casa que, desde o início de 2015, tem cortado despesas em seu custeio. A doação para a Uenf foi decidida após pedidos da Comissão de Educação da Alerj e de deputados da região, preocupados com a crise financeira que ameaça o funcionamento da instituição. O deputado Geraldo Pudim (PMDB) ressaltou que a Uenf é uma importante não apenas para a região, mas para o estado do Rio e todo o país. “É uma quantia que não resolve o problema, mas vai ajudar. O parlamento fluminense demonstra que tem comprometimento com a educação, a produção de conhecimento e o avanço científico”, afirmou o parlamentar. Segundo Passoni, são mais de R$ 17 milhões em dívidas acumuladas. “Com o recurso da Alerj, poderemos pagar algumas empresas terceirizadas e fornecedores, para continuar negociando e mantendo o funcionamento da universidade. Porém, os repasses mensais do Governo do Estado são essenciais”, explicou o reitor. O pedido de utilização de parte do fundo para socorrer a Uenf foi feito pelo deputado estadual Bruno Dauaire (PR) em reunião do Colégio de Líderes. Em seu perfil no Facebook, o deputado comentou sobre a doação. “Alerj mais uma vez socorre o governo do Estado do Rio. Entregamos um cheque de 1,5 milhão para socorrer a Uenf. Resumo da história? Quebraram o Estado do Rio e se não fosse a ajuda da Alerj nesse caso, a Uenf correria o risco de fechar”. Também estiveram presentes no encontro os deputados Dr. Julianelli (Rede), , Waldeck Carneiro (PT) e Comte Bittencourt (PPS).
Comentar
Compartilhe
SJB sobe 33 posições no ranking da transparência do MPF
08/06/2016 | 17h03
aereasaojoao_Nova O nível de transparência de estados e municípios brasileiros aumentou cerca de 31% em seis meses, a partir da atuação coordenada do Ministério Público Federal (MPF) em todo o país. Esse é um dos resultados obtidos pelo projeto Ranking Nacional da Transparência. A nova classificação foi divulgada nesta quarta-feira (8). Dentro dos municípios do estado do Rio de Janeiro, São João da Barra subiu 33 posições, passando de 75º (aqui) na avaliação do ano passado, para 42º neste semestre. A nota anterior era de 1,6. Agora, o município aparece com nota 6. Como a jornalista Suzy Monteiro mostrou Na Curva do Rio (aqui), Campos, que havia ficado na 16ª posição no último ranking entre os municípios do Rio, caiu para 34º, passando da nota 7,4 para 6,8. O município de Macaé manteve a nota 10, empatado com mais sete municípios do estado do Rio. São Francisco de Itabapoana continua nas últimas posições, em 90º, com a nota 0,2. Foram avaliados portais de 5.567 municípios, 26 estados e o Distrito Federal. O Índice Nacional de Transparência subiu de 3,92, em 2015, para 5,15, em 2016. Estados e municípios que ainda descumprem as leis de transparência serão acionados judicialmente. Portal da Transparência — Após a avaliação do MPF no ano passado, cabe salientar que o Portal da Transparência de SJB começou a funcionar, como este blog mostrou aqui.
Comentar
Compartilhe
Após visita ao Açu, PR empolgado para candidatura própria em SJB
08/06/2016 | 16h00
[caption id="attachment_7488" align="alignleft" width="300"]Nos bastidores, Franquis começa a surgir como opção, assim como o deputado Bruno dauaire Nos bastidores, Franquis começa a surgir como opção, assim como o deputado Bruno Dauaire[/caption] As conversas do PR para sucessão municipal estão bem animadas. Após o ex-prefeito Betinho Dauaire (PR) revelar (aqui) que não será o vice de Neco (PMDB) e defender a candidatura própria do partido no município, a cúpula da legenda voltar a ter sonhos altos. Na última terça-feira, após a visita ao Porto do Açu (aqui), o presidente do PR no Rio, Anthony Garotinho, a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR), o deputado estadual Bruno Dauaire (PR) e o vereador Franquis Areas (PR), de São João Barra, voltaram para Campos no mesmo helicóptero. Durante o trajeto, o assunto foi a política sanjoanense, com conversas bem animadas sobre a sucessão municipal. Contudo, não houve uma definição sobre os rumos do partido. Nos bastidores, o nome do vereador Franquis começa a ganhar força como possível candidato a prefeito em 2016. Ele é ligado à família Dauaire, que preside o partido em SJB, tem bom relacionamento com os Garotinho, além de ter sido o vereador mais votado no pleito de 2012.
Comentar
Compartilhe
Pesquisa em Macaé: Dr. Aluizio na liderança
08/06/2016 | 15h08
DrAluizio_MacaéO prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (PMDB), lidera pesquisa de intenção de votos do eleitorado municipal, para a disputa que acontecerá no próximo dia 2 de outubro. A sondagem foi realizada entre os dias 19 e 22 de maio, encomendada pelo jornal O Debate. O vereador Chico Machado (PDT) aparece na segunda colocação. Segundo os números da pesquisa, Dr. Aluizio aparece com 33% no cenário estimulado. Chico Machado tem 21%. O vereador Igor Sardinha (PRB) tem 4%, enquanto o vice-prefeito Danilo Funke (Rede) aparece com 3%. O empresário André Longobardi (PR) não atingiu 1%. De acordo com a avaliação do instituto, 22% dos entrevistados não votariam em nenhum dos citados, enquanto 17% não souberam ou não respondeu. O Gerp ouviu 450 entrevistados e a margem de erro da pesquisa é de 4,71 pontos percentuais, para mais ou para menos. A avaliação está registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o protocolo 05366/2016.
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB abre CPI para investigar contratos de Home Care
08/06/2016 | 10h55
[caption id="attachment_6667" align="alignleft" width="300"]Arquivo Arquivo[/caption] A Câmara de São João da Barra aprovou na manhã desta quarta-feira (8) a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar os contratos do governo Neco (PMDB) com as empresas responsáveis pelo serviço de Home Care do município. A CPI é composta por cinco vereadores: Alex Firme (PP), Elísio Rodrigues ((PDT), Jonas Gomes (PP), Ronaldo Gome (Pros) e Sônia Pereira (PT). Apenas Elísio é da base governista. A presidência da comissão ficará com o vereador Jonas e a relatoria com o vereador Ronaldo. Está é a primeira CPI aprovada nesta Legislatura. Segundo vereadores, a necessidade da CPI foi devido ao grande número de denúncias encaminhadas à Casa sobre a possível má qualidade do serviço no município.
Comentar
Compartilhe
"Japonês da Federal" é preso em Curitiba
08/06/2016 | 10h31
Japa_federalO policial federal Newton Ishii, chamado de Japonês da Federal e que ficou conhecido durante a Operação Lava Jato, foi preso na terça-feira (7) em Curitiba. O mandado foi expedido pela Vara de Execução Penal Justiça Federal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Ele está detido na Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense. De acordo com o advogado do agente, Oswaldo de Mello Junior, Ishii foi condenado a quatro anos e dois meses, em 2003, em virtude da Operação Sucuri, que descobriu envolvimento de agentes na entrada de contrabando no país. As investigações mostraram que os agentes facilitavam a entrada de contrabando no país, pela fronteira com o Paraguai, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. O caso tramita sob segredo de Justiça. Ainda segundo o advogado, a pena será cumprida em regime semiaberto. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
Açu inaugura terminais como aposta no "Brasil que dá certo"
07/06/2016 | 16h03
[caption id="attachment_7468" align="aligncenter" width="732"]Inauguração Terminal de Petróleo 07-06-2016 foto Michelle Richa  (499) Inauguração do terminal de Petróleo aconteceu na tarde desta terça-feira (Foto: Michelle Richa)[/caption] “Hoje é um dia que celebramos o Brasil que dá certo. O Porto do Açu deu certo, porque é um projeto que tem fundamentos sólidos. Mesmo nesse cenário de incertezas, nós acreditamos no Brasil”. A afirmação é do presidente da Prumo, José Magela Bernardes, ao inaugurar nesta terça-feira (7) os terminais Multicargas (Tmult), de Petróleo (Toil) e de Combustíveis Marítimos (Tecma) do Porto do Açu, em São João da Barra. Esses terminais, que receberam mais de R$ 1,5 bilhão de investimentos, representam o início de novos negócios no Porto. O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, compareceu à solenidade e destacou a necessidade de investimentos na questão de logística, que proporcione melhor acesso ao terminal portuário. Quintella também comentou sobre a necessidade da geração de empregos: "Não temos preconceito com o setor privado. Precisamos gerar emprego". O prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, aproveitou a presença de parlamentares para cobrar a duplicação da BR 356, atualmente, o principal acesso rodoviário ao Porto do Açu. Neco também destacou a oportunidade que sanjoaneneses têm de trabalhar no Açu e a expectativa de o munícipio deixar de ser dependente dos royalties de petróleo com a operação do Porto. O deputado federal Júlio Lopes (PP) representou o governo do Estado. Também estiveram na inauguração a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR), o deputado federal Paulo Feijó (PR), o deputado estadual Bruno Dauaire (PR), secretários de Estado e de municípios da região, além de vereadores e empresários. Mais informações na edição desta quarta-feira (8) da Folha da Manhã. Atualização às 17h02: Inclusão da foto e  informações
Comentar
Compartilhe
Betinho descarta de vez ser vice de Neco
07/06/2016 | 11h00
[caption id="attachment_1398" align="aligncenter" width="600"]As especulações sobre a aliança entre os dois tiveram início no ano passado As especulações sobre a aliança entre os dois tiveram início no ano passado[/caption] A tradicional Feijoada da Folha da Manhã sempre traz revelações do cenário político da região em seu tempero. Para São João da Barra, o evento colocou o ponto final em uma novela que se arrastava desde o ano passado: o ex-prefeito Betinho Dauaire (PR) garante que não será o vice na chapa do prefeito Neco (PMDB), conforme chegou a ser especulado: — Foi uma honra muito grande e um reconhecimento da nossa família, mais uma vez, no município, mas não está no meu plano. Não é um não ao Neco, é um não a disputar a vaga de vice-prefeito e até a de prefeito. Meus objetivos são outros.
Betinho voltou a defender que o PR tenha candidatura própria nas eleições deste ano em São João da Barra. “Defendo desde o início que o PR lance candidato. Apesar de nós termos uma conjuntura política hoje muito diferente. Nós temos um prefeito no poder que precisa, o mais rápido possível, chegar a uma conclusão dos seus problemas políticos. E nós torcemos para isso. Hoje o Neco foge da escolha de Sofia: ele tem seus anseios de resolver a crise financeira de SJB; tem que cumprir a lei de Responsabilidade Fiscal; e ao mesmo tempo ele tem de se reeleger. São três objetivos que não andam muito juntos na realidade política. Para que ele não tenha que fazer a escolha de Sofia, ou seja, sacrificar um ou dois desses objetivos, ele precisa rapidamente conseguir uma solução”, avaliou o ex-prefeito.
Uma aliança entre Neco e Betinho começou a ser costurada em março do ano passado. Apesar de muitas conversas e reuniões, não houve acordo entre eles. Neco, com pré-candidatura à reeleição lançada, ainda não tem um nome divulgado para compor sua chapa.
*Publicado na edição desta terça-feira  (7) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Janot pede a prisão de Sarney, Cunha, Renan e Jucá
07/06/2016 | 08h14
rodrigo-janotO procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do presidente afastado da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do senador Romero Jucá (PMDB-RR) e do ex-presidente da República José Sarney, de acordo com reportagem desta terça-feira (7) do jornal O Globo. A TV Globo confirmou a informação. De acordo com o jornal, o procurador-geral pede a prisão dos três por suspeita de eles estarem obstruindo as investigações da Operação Lava Jato. A reportagem diz também que os pedidos de prisão estão com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, relator da Lava Jato no tribunal, há pelo menos uma semana. O Globo afirma que Janot pediu também o afastamento de Renan da presidência do Senado, a exemplo do afastamento de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do comando da Câmara. A alegação de Janot de que Sarney, Jucá e Renan estariam agindo para barrar a Lava Jato se baseia, segundo o jornal, em na delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, que, de acordo com a reportagem, traz indícios de que os três queriam limitar as investigações. Gravações que Machado fez de conversas com políticos já derrubaram dois ministros nos primeiros 15 dias do governo Temer: o próprio Jucá (Planejamento) e Fabiano Silveira (Transparência). Nas conversas gravadas, os dois criticavam a Lava Jato. No caso de Cunha, segundo a TV Globo, o Ministério Público alegou que a decisão do Supremo de afastá-lo da presidência da Câmara e do mandato de deputado federal não surtiu efeito e o parlamentar teria continuado interferindo no comando da Casa. Crítica de Gilmar Mendes — O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), criticou nesta terça-feira (7) o vazamento dos pedidos de prisão, classificando a situação como de “abuso de autoridade”. Fonte: G1 Atualizado às 17h20 - Inclusão de informações
Comentar
Compartilhe
Porto do Açu inaugura três terminais nesta terça
07/06/2016 | 07h28
Visita da Folha ao Porto do Açu, 27-05-2015 foto Rodrigo Silveira (300)A Prumo Logística inaugura nesta terça-feira (07) três terminais no Porto do Açu, em São João da Barra. O objetivo é montar uma plataforma que abranja diversos tipos de negócios com operadoras que atuam na Bacia de Campos e que demandam serviços como transporte e apoio logístico na região. Serão inaugurados os terminais de Petróleo, Multicargas e Combustíveis Marítimos. O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa, vai participar do evento. Com um volume de investimentos superior a R$ 10 bilhões, a Prumo vem traçando uma maior inserção em outros mercados de energia, e com esse foco avança hoje no planejamento de um terminal de gás natural liquefeito (GNL) para o porto. Em tempos de crise, a Prumo prevê que a plena operação do terminal de petróleo fará aumentar a arrecadação própria do município em 10% da atual receita.
Comentar
Compartilhe
Na crise, quadrilhas nas ruas de SJB
06/06/2016 | 14h37
QuadrilhaA cidade de São João da Barra recebeu no ano passado o título de “Capital Estadual da Festa Junina”, com a aprovação do projeto proposto pelo deputado estadual Bruno Dauaire (PR). Devido ao decreto de emergência econômico-financeira deste ano, as festas de Santo Antônio, São João e São Pedro terão menos recursos. Se tiver evento, vai ser com apoio da população. Uma certeza é que as quadrilhas juninas vão para as ruas. A rivalidade entre as quadrilhas de Atafona e São João da Barra vai continuar. Só que desta vez sem os prêmios do concurso. Os dois grupos culturais — “Lourenço do Espírito Santo (Atafona)” e “Sonho, Amor e Fantasia (SJB)” — vão se apresentar durante os festejos do padroeiro da cidade, São João Batista.
Comentar
Compartilhe
São João sem festas no mês de junho?
04/06/2016 | 13h10
Sem títuloSão João sem festa Não é nem de longe o maior dos problemas de São João da Barra, aliás, nem sei se deve ser chamado de problema. Mas, um dos reflexos da crise no município serão sentidos neste mês: a cidade que já teve o título de “da farra”, vai passar um mês de junho praticamente sem festas. O pomposo “circuito junino”, de Santo Antônio a São Pedro, passando pelo aniversário de elevação à categoria de cidade e a festa do padroeiro São João Batista, não vai contar com apoio da Prefeitura, pelo menos é o que versa um dos artigos do decreto de emergência econômico-financeira em vigor no município. E o pior é que o comércio não demonstra muito lucro para poder incentivar as atividades culturais. A torcida é que os eventos consigam resistir a esse baque, principalmente o desfile fluvial de São João. Por falar nisso, a Prumo Logística poderia dar uma ajudinha neste momento difícil, já que fez uma exposição valorizando as procissões fluviais. Servidor O sindicato dos servidores de São João da Barra conseguiu uma liminar que obriga o prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), a restabelecer o cartão alimentação do servidor, suspenso com o decreto. O comércio não está aceitando o cartão e a Prefeitura não se posicionou sobre o assunto. Basta aguardar. Viver Melhor Outro cartão suspenso é o de transferência de renda, o programa “Viver Melhor”. Neste caso, o problema é a falta de pagamento mesmo. A expectativa é que o valor, de R$ 260, seja desbloqueado ainda nesta semana. Empréstimo Neco está confiante quanto ao empréstimo. Segundo o prefeito, o dinheiro deve sair até o dia 27 de junho. Segundo Neco, o turbilhão de problemas que o município enfrenta seria solucionado. Mas o valor, qual seria? Articulações Com tantos problemas na situação econômica, quase ninguém mais fala de política no município. Nem há certeza se os candidatos são os mesmos em que se apostavam outrora. Padroeira A comunidade de Palacete está em festa neste sábado (4) e domingo (5). *Publicado na edição deste sábado (4) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Programa do prefeito em emissora de rádio terminou?
04/06/2016 | 10h43
[caption id="attachment_708" align="alignleft" width="300"]Em 2015, Neco e o então secretário Pedro Nilson nos estúdios da Barra, junto ao radialista Robson Almeida Reprodução / Facebook_Max Weber Em 2015, Neco e o então secretário Pedro Nilson nos estúdios da Barra, junto ao radialista Robson Almeida
Reprodução / Facebook_Max Weber[/caption] De forma misteriosa e sem nenhum comunicado prévio, o programa de rádio “São João da Barra no Ar”, apresentado pelo prefeito Neco (PMDB) ou seus aliados e secretários, não entrou na grade da programação da rádio comunitária Barra FM neste sábado (4). No programa, Neco costuma fazer revelações e anúncios importantes sobre sua administração. O espaço também é aberto a ligações da comunidade. O que se sabe até agora é que a suspensão do programa neste sábado foi um pedido do próprio prefeito. Se haverá retorno grade da emissora, ainda é um mistério. A conferir. Atualização às 11h58 - O radialista Emilson Amaral, um dos apresentadores do programa, informou que a suspensão aconteceu devido as regras do período eleitoral.
Comentar
Compartilhe
Palecete celebra padroeira neste fim de semana
03/06/2016 | 15h15
WhatsApp-Image-20160603 (2)A localidade de Palacete, no 5º distrito de São João da Barra, comemora neste final de semana a sua padroeira, Nossa Senhora do Sagrado Coração. A festa — religiosa e recreativa — será realizada entre os dias 4 (sábado) e 5 (domingo) de junho. Confira a programação: Sábado 19h - Santa Missa, com batizados e 1ª Comunhão, celebrada pelo Pe. Alcir de Andrade. 22h - Show com a Banda Forronejo.com Domingo 6h - Alvorada 14h - Brincadeiras infantis 19h - Santa Missa, celebrada pelo Pe. Alcir de Andrade. Logo após, procissão e coroação. 22h – Show com a Banda Catukaí.
Comentar
Compartilhe
Estudantes protestam ao som de marcha fúnebre em SJB
03/06/2016 | 13h35

WhatsApp-Image-20160603Uma marcha fúnebre quebrava o silêncio do protesto que reuniu cerca de 50 universitários e estudantes de cursos técnicos na manhã desta sexta-feira (3) nas principais ruas de São João da Barra, passando, também, em frente à Prefeitura, onde eles ficaram sentados em protestos. O grupo foi atingido pelos cortes do decreto de emergência econômico-financeira assinado pelo prefeito Neco (PMDB), com a redução do percentual da bolsa universitária e a suspensão dos passes para quem não é bolsista.

Os manifestantes vestiam preto e traziam cartazes cobrando o retorno do benefício e com mensagens de luto. Eles também carregavam a bandeira do município. O protesto, as passar pela principal rua da cidade — a Joaquim Thomaz de Aquino Filho — despertou a curiosidade da população.

WhatsApp-Image-20160603 (1)Na terça-feira (aqui), o movimento estudantil foi à Câmara de Vereadores e apresentou uma carta de reivindicações durante a sessão. Na quarta (aqui), eles realizaram um protesto fechando a BR 356.

O passe estudantil foi criado por meio de uma lei municipal. A esperança dos estudantes é que o benefício seja restabelecido pela Justiça no mesmo entendimento que o juiz Paulo Maurício Simão Filho teve com relação ao cartão alimentação do servidor municipal (aqui). Em ação proposta pelo Sindicato, o magistrado concedeu liminar entendendo que “decreto não pode revogar lei”.

[embed]https://youtu.be/odBaNOwDRFU[/embed]

Comentar
Compartilhe
Bandidos invadem escola em Atafona
03/06/2016 | 11h57
IMG-20160603-WA0029A situação não é, nem de longe, das melhores em São João da Barra. A Escola Municipal Professora Dionélia Gonçalves dos Santos, em Atafona, foi invadida na madrugada desta sexta-feira (3). Salas, cozinha e dispensa foram arrombadas. Os bandidos levaram frangos congelados, caixas de som com microfones, televisão, roteador, entre outros componentes. Eles ainda queimaram aventais e outros objetos na cozinha, mas, por sorte, não houve danos maiores. O município suspendeu todos os funcionários terceirizados e encerrou todos os contratos em um decreto de emergência. Com isso, a unidade ficou sem vigia noturno. As escolas da rede municipal estão sem aula devido à antecipação do recesso escolar de julho para maio/junho, visto que todos os terceirizados foram dispensados no dia 22 de maio (aqui), assim como os professores contratados em processo seletivo. Uma mensagem foi deixada em um dos quadros da escola: “traficante esteve aqui”, com símbolos que fazem alusão a organizações criminosas. O arrombamento foi constatado pelos funcionários que chegaram para trabalhar na manhã desta sexta. A Polícia Militar foi acionada e o caso encaminhado à 145ª Delegacia de Polícia de São João da Barra, onde foi registrado e será investigado.IMG-20160603-WA0035
Comentar
Compartilhe
Centenária União dos Operários vai suspender atividades em SJB
03/06/2016 | 09h21
[caption id="attachment_7419" align="aligncenter" width="896"]Banda União dos Operários em uma das suas últimas apresentações deste ano, na festa de Nossa Senhora da Penha em Atafona Banda União dos Operários em uma das suas últimas apresentações deste ano, na festa de Nossa Senhora da Penha em Atafona[/caption] Os reflexos da crise e do decreto de emergência econômico-financeira (aqui) chegam também à Cultura de São João da Barra. Com o fim do convênio, a tradicional Banda Musical União dos Operários, fundada em 1892, vai suspender as atividades. O Centro Musical e Cultural alega não ter condições de manter suas atividades sem o repasse que era feito pela Prefeitura e era utilizado para manter o pagamento dos funcionários. Uma reunião da diretoria, em caráter de emergência, vai acontecer neste sábado (4) e nesta será comunicada o fim de todas as atividades. A União dos Operários oferecia oficinas musicais (com vários instrumentos) e as apresentações aconteciam durante todo ano, principalmente nas festas religiosas e desfiles cívicos. Em toda sua história, a União dos Operários foi responsável pela iniciação musical de centenas de artistas sanjoanenses. O encerramento de todas as atividades, espera-se, que seja de forma temporária. São João da Barra tem de superar este momento de crise e tirar dele um aprendizado. Em breve, com a estabilização financeira, a Cultura tem de ser mais valorizada. A União dos Operários, com nome fincado na história do município, merece ser valorizada novamente. A centenária no mapa de Cultura do Rio de Janeiro A banda União dos Operários, uma das instituições mais antigas de São João da Barra, foi fundada em 9 de outubro de 1892. Na época, os funcionários da Estação Ferroviária queriam fazer frente à Lira de Ouro, considerada a banda musical da elite. Atualmente, o grupo, que ao longo destes mais de cem anos nunca teve suas atividades interrompidas, é formado por instrumentistas e um coral, reunindo mais de 100 componentes. No edifício que abriga a banda funciona também uma escola de música. É dessas aulas de música, gratuitas e abertas à comunidade (e que serão suspensas), que a banda seleciona seus novos integrantes. Em abril de 2008, a União dos Operários ganhou o título de Patrimônio Cultural do Estado do Rio de Janeiro.  
Comentar
Compartilhe
Liminar obriga Neco a restabelecer cartão alimentação do servidor
02/06/2016 | 19h23
ForumUma liminar do juiz Paulo Maurício Simão Filho nesta quinta-feira (2) restabelece o benefício do cartão alimentação — que concede R$ 300 aos servidores efetivos do município. O cartão havia sido suspenso no decreto de emergência econômico-financeira publicado pelo prefeito Neco (PMDB) no último dia 22 (aqui). A ação foi proposta (aqui) pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São João da Barra (Sispusba). Na terça-feira (31), o juiz tinha indeferido (aqui) o pedido de gratuidade de Justiça, uma vez que o Sispusba tinha alegado situação de hipossuficiência. As guias de custas foram quitadas no dia seguinte e nesta quinta a decisão, liminar, foi proferida. “Tendo em vista que o benefício Cartão Alimentação foi instituído e concedido por meio de Lei Municipal, apenas por instrumento normativo de mesma hierarquia poderia ser suprimido. Trata-se do conhecido princípio da simetria das formas. Dito de outro modo, Decreto não pode revogar Lei”, salientou o juiz. A decisão liminar prevê ainda que “o direito ao cartão alimentação deve ser mantido até que a Lei Municipal que o instituiu seja validamente revogada. Intimem-se, com urgência, para imediato cumprimento da decisão, sob pena de multa diária ao Impetrado que fixo em R$10 mil”. O prefeito e a secretaria de Administração têm 10 dias para apresentar ao juiz as informações que entender necessárias. O entendimento do juiz vai de encontro ao que foi dito na sessão da Câmara da última terça (aqui) pelo presidente Aluizio Siqueira (PP): “Sabemos que esse benefício foi criado por lei e um decreto não pode suplantar uma lei, ou seja, uma lei ordinária só pode ser revogada por outra lei ordinária”. A Câmara recorreu ao Ministério Público para anular o decreto (aqui) e usa como base a mesma alegação para o cartão do servidor, o programa de passes estudantis e a bolsa universitária .
Comentar
Compartilhe
Ministro dos Transportes em SJB para inauguração no Açu
02/06/2016 | 17h56
QuintellaO ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa, é aguardado na próxima terça-feira (7) em São João da Barra, para a inauguração (aqui) de três terminais de Petróleo, Multicargas e Combustíveis Marítimos do Porto do Açu. Como este blog mostrou aqui, o Açu também pretende traçar maior inserção em outros mercados de energia, e com esse foco avança no planejamento de um terminal de gás natural liquefeito (GNL) para o porto. “Estamos focados agora em petróleo e derivados, mas queremos dar um segundo passo para gás e também energia elétrica. Então deixamos de ter só um porto e começamos a ter um complexo industrial”, afirmou Eduardo Xavier, diretor de Regulação e Sustentabilidade da Prumo, empresa responsável pelo Porto do Açu.
Comentar
Compartilhe
Neco: esperança da antecipação dos royalties até 27 de junho
02/06/2016 | 14h18
[caption id="attachment_7398" align="aligncenter" width="854"]13346729_900784643365777_3558686292516326913_n Neco com Moreira Franco em Brasília[/caption] O prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, publicou em seu perfil no Facebook uma foto com o ex-governador Moreira Franco (PMDB), do núcleo duro do governo Michel Temer (PMDB) e reforçou a esperança pela antecipação dos royalties: “Saí deste encontro muito esperançoso de que até o dia 27 de junho a antecipação dos royalties estará na conta da Prefeitura. Nossa prioridade é sanar todas as dificuldades que estamos enfrentando, no tempo mais curto possível”, destacou o prefeito. Franco é secretário-executivo do programa de Parcerias e Investimentos do governo federal. Neco também esteve com representantes do Caixa Econômica Federal. “Após o encontro com o deputado federal Paulo Feijó (PR), depois (aqui) com o senador Marcelo Crivella (PRB) e a reunião na Caixa Econômica Federal com o gerente nacional Cristiano B. de Medeiros e o superintendente nacional, Paulo Sérgio Pithon Sarno, encerramos a nossa agenda de ontem (quarta-feira, 1), em Brasília, com o ministro Moreira Franco, secretário-executivo do programa de Parcerias e Investimentos do governo federal, que se prontificou a nos ajudar em tudo o que for necessário. Saí deste encontro muito esperançoso de que até o dia 27 de junho a antecipação dos royalties estará na conta da Prefeitura. Nossa prioridade é sanar todas as dificuldades que estamos enfrentando, no tempo mais curto possível. Gostaria de tranquilizar a toda população de São João da Barra que estamos lutando com todas as nossas forças, nos empenhando ao máximo a todo momento pelo o bem estar de todos. Um forte abraço!”.
Comentar
Compartilhe
Açu amplia operações e planeja novo terminal de gás
02/06/2016 | 11h21
Visita da Folha ao Porto do Açu, 27-05-2015 foto Rodrigo Silveira (300)Com um volume de investimentos superior a R$ 10 bilhões desde sua concepção, o Porto do Açu começa agora a entrar com peso na indústria brasileira de óleo e gás. Após obter licença ambiental no início de maio, a Prumo irá inaugurar (aqui) na próxima terça-feira (7) os terminais de Petróleo, Multicargas e Combustíveis Marítimos, com foco na ampliação de seu escopo para atender as demandas que tendem a crescer pelos próximos anos. O objetivo é montar, com as unidades do porto, uma plataforma que abranja diversos tipos de negócios com operadoras que atuam na Bacia de Campos e que demandam serviços como transporte e apoio logístico na região. De acordo com o diretor de Regulação e Sustentabilidade da Prumo, Eduardo Xavier, além da busca por novos parceiros, a empresa vem traçando uma maior inserção em outros mercados de energia, e com esse foco avança hoje no planejamento de um terminal de gás natural liquefeito (GNL) para o porto. A unidade, que deverá ser operada pela Açu Gás Natural, terá capacidade para regaseificar até 1,5 milhão de m³ de gás por dia, e poderá ser conectada posteriormente a uma térmica a ser construída na região. Para isso, a empresa já obteve licença ambiental para gerar 3,3 GW de energia no local. “Estamos focados agora em petróleo e derivados, mas queremos dar um segundo passo para gás e também energia elétrica. Então deixamos de ter só um porto e começamos a ter um complexo industrial”, afirma o executivo. Confira aqui a entrevista completa com Eduardo Xavier. Fonte: Petronotícias
Comentar
Compartilhe
Governo exonera em uma semana, mas revoga ato na outra
02/06/2016 | 10h28
Prefeitura  sjbDesde que o decreto de emergência econômico-financeira (aqui) foi publicado, com direito a cortes de diversos benefícios – entre eles o cartão alimentação do servidor e o passe estudantil de quem não é bolsista – muitas cobranças são feitas pela redução de cargos comissionados, com intuito de economizar, o popular “cortar na carne”. O governo Neco (PMDB) assim fez: entre cargos de confiança e funções gratificadas, 50 exonerações. Nesta semana, mais três. Entretanto, também nesta semana, o governo já “voltou atrás” em sete exonerações, com portarias revogadas. A questão muitas vezes não é o dinheiro, mas o simbolismo que tal ato traz. Pode se destacar, também, que o prefeito está em Brasília e rompido com seu vice, Alexandre Rosa (PRB), que não dá as cartas em momento nenhum. Então, quem é o responsável por revogar as decisões do prefeito enquanto ele está fora?
Comentar
Compartilhe
Kaká: Câmara deveria ajudar a Prefeitura, como outras estão fazendo
01/06/2016 | 22h52
phoca_thumb_l_carlos machado da silva 2Líder do governo na Câmara de São João da Barra, o vereador Kaká (PT do B) defende a ideia que o Legislativo deve alterar a lei que criou um fundo onde recursos excedentes estão alocados e ajudar o município que vive um período de crise, e chegou a decretar emergência econômico-financeira (aqui). Segundo Kaká, a bancada governista protocolou um projeto para que o texto do projeto que criou o fundo seja alterado e ceda o recurso para o Executivo usar exclusivamente nos programas de bolsa universitária e transporte dos estudantes. — É hora da Câmara de SJB ajudar, assim como outras câmaras e a Alerj estão fazendo. O repasse para o Legislativo em 2013 foi de R$ 6,7 milhões; em 2014 foi de R$ 9,2 milhões. No ano de 2015 o repasse foi de R$ 9,7 milhões, mas previsão para este ano. No total, passará mais de R$ 35,4 milhões pela Câmara nesta legislatura. Na anterior, a Câmara não arrecadou nem R$ 20 milhões — argumentou o vereador. A oposição diverge e foi ao Ministério Público para derrubar o decreto (aqui).
Comentar
Compartilhe
Neco em Brasília: trabalhamos de forma incansável por SJB
01/06/2016 | 17h18
[caption id="attachment_7386" align="aligncenter" width="526"]Neco_Crivella Prefeito esteve com o senador Marcelo Crivella[/caption] O prefeito de São João da Barra, Neco (PMDB), cumpre agenda na capital federal. Na tarde desta quarta-feira (1), ele esteve com o senador Marcelo Crivella (PRB), um dos autores da resolução no Senado que autoriza os municípios produtores de petróleo a contrair empréstimo com royalties futuros. Neco tem autorização da Câmara desde agosto do ano passado, mas ainda não conseguiu o empréstimo: “Não vamos parar, não vamos desistir de conseguir o melhor para a nossa população e juntos vamos superar essa crise”. O prefeito tem ainda nesta quarta um encontro com o ex-governador Moreira Franco (PMDB), sa Secretaria-Executiva do programa de Parcerias e Investimentos no governo Michel Temer. Confira o post do prefeito: “Meus amigos, apesar de todos os problemas e dificuldades, temos trabalhado de forma incansável na busca de soluções para nossa São João da Barra. Estive agora há pouco com o senador Marcelo Crivella, que está ao nosso lado nessa luta e mais tarde estarei com o ministro Moreira Franco, que comanda a Secretaria-Executiva do programa de Parcerias e Investimentos, do governo federal. Não vamos parar, não vamos desistir de conseguir o melhor para a nossa população e juntos vamos superar essa crise. Todos juntos por São João da Barra!”.
Comentar
Compartilhe
Bancada de oposição na Câmara de SJB questiona decreto no MP
01/06/2016 | 16h41
[caption id="attachment_7381" align="aligncenter" width="805"]oposiçaõ_SJB Bancada de oposição levou denúncia ao Ministério Público[/caption] Como o blog antecipou aqui, a bancada de oposição na Câmara de São João da Barra protocolizou na tarde desta quarta-feira (1), no Ministério Público (MP) do Estado do Rio de Janeiro, dois pedidos de abertura de inquérito civil público e propositura de ação de improbidade administrativa. Um se refere à suspensão, por tempo indeterminado, do Cartão Alimentação (que era pago aos servidores públicos) e, o outro, à revogação dos passes estudantis (exceto a quem tem bolsa municipal de estudo) concedidos pelo município aos sanjoanenses que estudam em Campos. Ambos os benefícios foram suspensos pelo decreto nº 018/16 da Prefeitura, publicado há 10 dias, declarando situação de emergência econômico-financeira (aqui) e determinando a limitação de despesas no governo. Tanto os estudantes quanto os servidores têm procurado o Legislativo para reclamar, pois tomaram conhecimento do decreto sem ter tempo hábil para se organizar financeiramente. A gratuidade do transporte escolar (passe) foi criada pela Lei nº 078/2007, publicada no diário oficial do dia 13 de dezembro de 2007. Já o Cartão Alimentação, atualmente no valor de R$ 300, foi criado pela Lei nº 028/2006, publicada no diário oficial do dia quatro de junho de 2006. Segundo o presidente da Câmara, Aluizio Siqueira, várias famílias estão sendo prejudicadas com essa medida. – O texto do decreto contém dois erros. Primeiro: revoga o passe dos alunos, mas sabemos que esse benefício foi criado por lei e um decreto não pode suplantar uma lei, ou seja, uma lei ordinária só pode ser revogada por outra lei ordinária. Segundo: o decreto se refere ao cartão alimentação como lei 027/2006, sendo que 027 é a lei do Cartão Cidadão, que já foi revogado e deu lugar ao Cartão Viver Melhor. Como vemos, há muitas falhas e a população não pode ser prejudicada. É por isso que buscamos apoio do MP, pois houve queda na arrecadação dos royalties sim, mas e a subida vertiginosa na arrecadação própria? Não conta? – explicou Aluizio.
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB pede à empresa que libere passe cancelado em decreto
01/06/2016 | 11h16
Onibus_CamposOs vereadores de São João da Barra enviaram ofício à empresa Sanjoanense Campostur nesta quarta-feira (1) solicitando que seja liberado o passe gratuito para universitários que não são bolsistas e estudantes de cursos técnicos que até o mês passado tinham o benefício custeado pelo município. Por meio de decreto (aqui), a Prefeitura suspendeu a concessão de todos os passes, com exceção dos bolsistas, e a regra começa a valer a partir desta quarta. Segundo vereadores, o decreto tem irregularidades e não pode anular leis, como é o caso do passe estudantil. Com isso, eles solicitam que a empresa libere o benefício até que a situação seja regularizada, já que a bancada de oposição vai acionar o Ministério Público e os estudantes já fizeram o mesmo. A Campostur ofereceu a quem teve o passe suspenso a concessão (aqui) de 50% de desconto no valor da passagem. Nesta quarta, estudantes que alegam não ter condições para pagar a passagem, fizeram um protesto que fechou a BR 356 (aqui). Opinião: Cabe salientar que o pedido dos vereadores dificilmente será atendido pela empresa. Não há garantia do recebimento pelo serviço suspenso em decreto, mesmo que este seja inconstitucional, mas ainda em validade. A despesa é do Executivo e deve ser ordenada pelo prefeito Neco (PMDB). Por falar no prefeito, ele esteve em Brasília, mais uma vez, na esperança da antecipação dos royalties – a “venda do futuro”. Dificilmente, este empréstimo autorizado pela Câmara desde agosto saíra. E enquanto a bancada de oposição na Câmara não consegue derrubar o decreto, os passes e todos os outros benefícios continuam suspensos.
Comentar
Compartilhe
Juiz nega pedido do Sindicato sobre cartão do servidor de SJB
01/06/2016 | 09h47
ForumO Sindicato dos Servidores Públicos de São João da Barra (Sispusba) recorreu à Justiça (aqui) para tentar suspender um dos artigos do decreto (aqui) de emergência econômico-financeira, o que versa sobre a suspensão do cartão alimentação do servidor efetivo, no valor de R$ 300, por tempo indeterminado. O Sispusba, no entanto, alegou situação de hipossuficiência, requerendo a gratuidade de Justiça. O juiz Paulo Maurício Simão Filho entendeu que a parte autora não se enquadra em tais condições, motivo pelo qual indeferiu a gratuidade de Justiça. Agora, o sindicato tem 15 dias, a contar de 31 de maio – quando a decisão foi proferida – para efetuar o recolhimento das custas, sob pena de cancelamento da distribuição.
Comentar
Compartilhe
Movimento estudantil fecha BR 356 em SJB
01/06/2016 | 09h17
[caption id="attachment_7361" align="alignleft" width="300"]Manifestação fechou a BR 356 (Divulgação) Manifestação fechou a BR 356 (Divulgação)[/caption] *Com informações da jornalista Camilla Silva Estudantes universitários de São João da Barra fecharam a BR 356 na manhã desta quarta-feira (1) em protesto ao decreto emergência econômico-financeira (aqui) que cortou passe de alunos não bolsistas e e reduziu o valor do benefício "Cartão Universitário", entre outras medidas. A manifestação durou cerca de duas horas e interrompeu completamente o trânsito na rodovia que é o principal acesso ao município e, consequentemente, ao Porto do Açu. [caption id="attachment_7363" align="alignright" width="300"]Estudantes seguiram para a secretaria de Educação (Foto: Alanir Loureiro/Facebook) Estudantes seguiram para a secretaria de Educação (Foto: Alanir Loureiro/Facebook)[/caption] Segundo universitários, cerca de 40 estudantes estiveram reunidos no ato. Após o protesto na BR, na altura de Barcelos, eles seguiram para a secretaria de Educação. A partir desta quarta, quem não é bolsista já está com o passe suspenso, o que atinge estudantes universitários e de cursos técnicos. A Polícia Rodoviária Federal informou que não houve incidentes com os alunos e que a interrupção atrapalhou principalmente o trânsito de caminhões, já que carros de passeio utilizaram rotas alternativas para continuar o trajeto. Na sessão da Câmara dessa terça (aqui), os estudantes apresentaram uma carta em protesto. A Folha Online (aqui) tem mais detalhes sobre os protestos.
Comentar
Compartilhe