Política de SJB: “Com que roupa eu vou?”
31/03/2016 | 16h59
Troca_Carla“Agora vou mudar minha conduta, eu vou pra luta, pois eu quero me aprumar (...) Com que roupa eu vou?”. Os versos do samba de Noel Rosa fazem sentido na política de São João da Barra, principalmente nesta época em que tem muita gente decidindo qual roupa vai vestir ou em que palanque vai estar no próximo pleito. E quem pensou que a temporada de “pulos” do grupo governista para oposição acabou, foi enganado. O prefeito Neco (PMDB), candidato à reeleição, começou a anunciar (aqui) na semana passada seus reforços para disputa por cadeiras no legislativo sanjoanense, prática já adotada por Carla Machado (PP), que também deve estar na disputa pela Prefeitura, há algum tempo. Os anúncios são feitos nas redes sociais. Acontece que dentre os anúncios de Neco na semana passada, um pulou para Carla nesta quinta-feira, como mostra a foto que abre este post. Será que até sábado (2), data limite de filiação partidária entre os que pretendem disputar cargo, haverá surpresa?
Comentar
Compartilhe
Programa de fornecedores do Porto do Açu é apresentado para empresários
31/03/2016 | 15h57
Prumo_FornecedoresCerca de 40 micro e pequenos empresários de Campos e São João da Barra participaram hoje de uma visita e apresentação da nova fase do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores do Porto do Açu. Desenvolvido pelo Porto em parceria com o Sebrae/RJ, o programa tem como objetivo capacitar os fornecedores para aumentar o índice de compras locais. Durante o encontro, foi apresentado o Programa de Indicadores, que é um desdobramento do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores. Representantes do Sebrae e da Prumo apresentaram os critérios exigidos para se tornar um fornecedor do Complexo Industrial, que inclui processo de gestão, precificação e elaboração da proposta e atendimento ao cliente, entre outros. Criado para melhorar a gestão das Micro e Pequenas Empresas (MPE), o programa terá duração de 10 meses e irá capacitar cerca de 20 empresas já selecionadas. “A maioria das empresas que conhecemos durante os eventos e rodadas de negócios tem potencial para nos atender e ser um fornecedor do Porto. Porém, falta gestão. Queremos que essas empresas se tornem mais qualificadas e competitivas”, declara o gerente de Suprimentos da Porto do Açu, João Kapiska. Entre as ações que serão realizadas no Programa de Indicadores está um diagnóstico empresarial de cada fornecedor, seguida da criação de indicadores. A última fase será a de capacitação, incluindo cursos, oficinas e consultorias. O processo tem previsão de início em abril. Coordenador Regional do Sebrae/RJ no Norte Fluminense, Gilberto Soares, explica que o convênio com a Prumo possibilita o desenvolvimento de diversas ações que fortalecem os pequenos empresários, tornando-os aptos a ingressar neste mercado. “O índice de compras locais só vai aumentar quando as pequenas empresas estiverem plenamente capacitadas para atender as demandas do Porto. Hoje, apresentamos a metodologia de trabalho e o cronograma das atividades. A capacitação aborda vários aspectos, desde a elaboração de propostas técnicas e comerciais até a qualidade dos produtos e serviços oferecidos. Paralelamente, também desenvolvemos ações para aprimorar as políticas públicas em São João da Barra, ampliando as oportunidades de vendas das pequenas empresas”, afirma Soares. Fonte: Ascom/Prumo
Comentar
Compartilhe
Ministros decidem que investigações sobre Lula ficam no STF
31/03/2016 | 15h34
STF - Supremo Tribunal Federal (Valter Campanato/Agência Brasil) A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na tarde desta quinta-feira (31) que as investigações sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vão continuar na Corte. O STF decide se mantém liminar do ministro Teori Zavascki que determina a remessa à Corte dos procedimentos que envolvam a interceptação de conversas telefônicas do ex-presidente Lula no contexto da Operação Lava Jato. Sete ministros já votaram pela manutenção da liminar; um foi contra. No dia 22, o ministro Teori Zavascki determinou que o juiz federal Sérgio Moro, que conduz a Lava-Jato na primeira instância, enviasse para a Corte as investigações sobre Lula. Ele também decretou, em liminar, o sigilo das interceptações telefônicas que foram divulgadas por Moro. Os diálogos eram de Lula com diversos interlocutores — inclusive a presidente Dilma Rousseff. Na ocasião, o ministro deu prazo de dez dias para Moro enviar informações ao STF sobre a divulgação dos áudios. A decisão de Teori foi tomada a pedido do advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo. Na ação, o governo questionou a legalidade da decisão de Moro de divulgar as conversas. Segundo a AGU, como Dilma aparece nos diálogos e ela tem direito ao foro privilegiado, apenas o STF poderia decidir o que fazer com as interceptações. Teori concordou com a tese. Segundo Teori, como o STF não teve acesso aos áudios ou às investigações antes da divulgação, há suspeita de que houve violação de competência por parte de Moro – ou seja, ele tomou uma decisão que estava fora de seu alcance. O tribunal também decidirá se as gravações foram legais ou não. Em caso negativo, o uso das escutas em qualquer investigação poderá ficar inviabilizado. A decisão de Teori não inviabiliza a determinação do ministro Gilmar Mendes, que suspendeu a posse de Lula na chefia da Casa Civil. Com informações de O Globo Atualizado às 16h08 - Mudança do título e inclusão da decisão da maioria dos ministros.
Comentar
Compartilhe
Programação recreativa da festa de N. Srª da Penha começa nesta quinta
31/03/2016 | 11h41
[caption id="attachment_5635" align="alignleft" width="200"]Público na praça durante a festa de 2015 Público na praça durante a festa de 2015[/caption] Começa nesta quinta-feira (31) a programação recreativa da festa de Nossa Senhora da Penha, que teve a programação religiosa iniciada no último domingo (27). Centenas de ambulantes já chegaram à praia sanjoanense desde segunda-feira (28) e devem permanecer até o fim das homenagens à padroeira de Atafona. Nesta quinta, show com Odiley do Forró, às 22h, marca o primeiro dia de comemorações. A programação completa, religiosa e recreativa, está disponível aqui. As atividades recreativas continuam com shows até segunda-feira (4). Na sexta-feira (1), a dupla José Carlos e Rogério se apresenta às 22h. Em seguida, é a vez do e Forronejo.com. No sábado (2), o pagode do Swing Moleque dará o ritmo à festa às 22h. Logo depois, a banda Delloreon apresenta o melhor dos anos 80 e 90. No domingo (3), o som fica por conta de Dom Américo e seus comparsas, às 22h. Para dar continuidade aos festejos, a dupla Júlio e Maycon traz os mais recentes sucessos da música sertaneja. Na segunda-feira (4), a banda Dom Divino faz o show religioso logo após a procissão. O encerramento fica por conta da banda Mistura Fina. Todos as atrações são ofertadas pela Prefeitura de SJB. Brincadeiras tradicionais A festa também conta com atividades tradicionais, como pau de sebo, cabo de guerra e pega do pato no Paraíba, realizadas pela Irmandade responsável pelo evento, com apoio do comércio local. O departamento de Esportes da Prefeitura vai realizar a prova ciclística da Padroeira e a corrida rústica na manhã de domingo. Confira: DIA 01/04 (Sexta-Feira) 17h- Luta sobre o Cavalete: 1º lugar – R$ 200 Of. Pousada e Restaurante Rio Sol 21h – Quem é o Anjo? Premiação - R$ 200 Of. Panificação e Confeitaria Rodriguez DIA 03/04 (Domingo) 08h – Torneio de Futebol dos Veteranos no Sítio do Cuíca Atafona X Macaé / São Francisco X Miracema Premiação 1º e 2º lugares: Troféus 09h - Prova Ciclística da Padroeira. Realização: Departamento de Esportes da SECTUR/PMSJB Categoria Elite 1º lugar – R$ 500; 2º lugar – R$ 400; 3º lugar – R$ 300 Master A 1º lugar – R$ 500; 2º lugar – R$ 400; 3º lugar – R$ 300; 4º lugar – R$ 200; 5º lugar – R$ 100 Master A Local 1º lugar – R$ 150; 2º lugar – R$ 100; Master B 1º lugar – R$ 500; 2º lugar – R$ 400; 3º lugar – R$ 300; 4º lugar – R$ 200; 5º lugar – R$ 100 Master B Local 1º lugar – R$ 150; 2º lugar – R$ 100 Categoria Iniciante 1º lugar – R$ 200; 2º lugar – R$ 150; 3º lugar – R$ 100 10h- Corrida Rústica Realização: Departamento de Esportes da SECTUR/PMSJB Categoria Elite Masculino 1º lugar – R$ 350; 2º lugar – R$ 250; 3º lugar – R$ 150 Categoria Elite Feminino 1º lugar – R$ 350; 2º lugar – R$ 250; 3º lugar – R$ 150 Categoria Local Masculino 1º lugar – R$ 350; 2º lugar – R$ 250; 3º lugar – R$ 150 Categoria Local Feminino 1º lugar – R$ 350; 2º lugar – R$ 250; 3º lugar – R$ 150 DIA 04/04 (Segunda-Feira) 12h- Concurso de Pipas / Porto da Penha 1º lugar- R$ 150 Of. Seu Dias; 2º lugar- R$ 100 Of. Posto Santa Rita de Cássia; 3º lugar- R$ 80 Of. Dilce 13h- Pega do Pato no Paraíba – 1º lugar: R$ 150 – Of. Farmácia Nossa Senhora dos Navegantes; 2º lugar: R$ 100 – Of. Cuíca; 3º lugar: R$ 80 – Of. Maria Vitória (Cuíca) 14h- Concurso de Tarrafa – 1º lugar: R$ 150 – Of. Rosete; 2º lugar: R$ 80 – Of. Padaria Nova Esperança 15h- Pau de sebo para homens/ Porto da Penha – 1º lugar: R$ 200 Of. T.T.E. Empreendimentos 16h- Cabo de Guerra para homens / Porto da Penha – 1º lugar: R$ 200 Of. Pousada Amiga Márcia
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de SJB paga servidores
31/03/2016 | 08h35
3617_270115133325_dinheiro_1764x700 O salário dos servidores efetivos e comissionados da Prefeitura de São João da Barra já está na conta nesta quinta-feira (31). O valor líquido injetado na economia local, de acordo com o secretário de Fazenda Edson Claudio, gira em torno de R$ 7 milhões. O cumprimento da obrigação segue um planejamento que a prefeitura definiu desde o começo do ano, inclusive com informações ao trabalhador sobre todas as datas do seu vencimento, o que sugere um bom planejamento familiar financeiro. A Prefeitura destaca que “em tempos de crise econômica cabe lembrar a importância dessa organização até como forma de driblar os efeitos negativos da crise na vida das pessoas”. —Estamos trabalhando para manter os salários em dia. O salário dos terceirizados (que esteve atrasado durante o mês de março) também está quitado — observou o secretário Edson Claudio. De acordo com o calendário apresentado pela administração pública de São João da Barra no início do ano, o próximo pagamento do servidor efetivo será no dia 29 de abril.
Comentar
Compartilhe
Aliados de Carla Machado criam conversa falsa com Neco em resposta a print’s
30/03/2016 | 19h20
Os print’s de conversas atribuídas à pré-candidata Carla Machado (agora no PP) divulgados pelo site SJB Online (aqui) incendiaram a política sanjoanense. Carla, que está no Rio, afirmou ao blog (aqui) que já sabia a origem das montagens das conversas. Pouco depois, aliados da pré-candidata pelo PP criaram uma conversa falsa com Neco (PMDB), prefeito e pré-candidato à reeleição. O aplicativo WhatsFake, que possibilita criar conversas falsas através do Whats’App, foi utilizado. Nele, há possibilidade de escolher o contato com o qual você estaria conversando e indicar as mensagens que foram enviadas ou recebidas. Confira detalhes sobre o WhatsFake (aqui). [caption id="attachment_5626" align="aligncenter" width="800"]12347865_1261638343849663_5288206061058880293_n Reprodução do Facebook de Helena Coelho[/caption]
Comentar
Compartilhe
Carla Machado diz que print’s de conversas são montagens
30/03/2016 | 18h02
12932659_778105392323885_52778311511875022_n“Já sabemos até de onde partiu isso. Aquilo é uma montagem vagabunda. Como eu estou no Rio e estou chegando amanhã, o pessoal lá (em SJB) já descobriu a fonte. Vamos denunciar à Polícia Civil para que investigue. Só posso achar que é desespero deles, tentando me indispor com a vereadora Sônia (Pereira, PT), com o vereador Aluizio (Siqueira, PP), com o presidente do PSD, João Paulo Almeida, e com o ex-vereador Adilson Almeida. Eles usam desses métodos de baixo nível em decorrência de terem perdido tantas lideranças nos últimos dias para a nossa aliança”, explicou Carla Machado, que nesta quarta-feira (30) trocou o PT pelo PP (aqui), sobre os print’s de conversas no Whats’App atribuídas a ela criticando aliados políticos. O site SJB Online (aqui) divulgou matéria na tarde desta quarta com print’s das coversas. Nos diálogos, Carla esnoba de aliados como os vereadores Sônia Pereira, Aluizio, Alex Firme (PSD), além de João Lobato (PSD) e Adilson Almeida (PSC) — neto e filho, respectivamente, do ex-prefeito João Francisco de Almeida. Confira os diálogos divulgados pelo SJB Online: Conversa1 Conversa2 Conversa3 WhatsFake — Nomes ligados a Carla Machado informam que as montagens foram feitas usando o aplicativo WhatsFake, que possibilita criar conversas falsas através do Whats’App. Há a possibilidade de escolher o contato com o qual você estaria conversando e as mensagens que foram enviadas ou recebidas.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado sai do PT e vai para o PP
30/03/2016 | 17h45
12932659_778105392323885_52778311511875022_nA pré-candidata a prefeita de São João da Barra Carla Machado não está mais no Partido dos Trabalhadores (PT). Carla ingressou no Partido Progressista, após diálogo na tarde desta quarta-feira (30) com o governador em exercício Francisco Dornelles. "Estive com o nosso querido Francisco Dornelles e aceitei o convite para ingressar no Partido Progressista.  Agradeço de coração ao apoio que recebi do nosso amigo Washington Quaquá (presidente regional) e da nossa irmã Sônia Pereira (presidente municipal). Continuaremos todos juntos para reconstruir SJB. Agora sou pré candidata a Prefeita pelo 11- PP!", escreveu Carla em seu perfil no Facebook. Carla também comentou sobre os print's de conversas atribuídas a ela no aplicativo Whats'App. — Já sabemos até de onde partiu isso. Aquilo é uma montagem vagabunda. Como eu estou no Rio e estou chegando amanhã, o pessoal lá (em SJB) já descobriu a fonte. Vamos denunciar à Polícia Civil para que investigue. Só posso achar que é desespero deles, tentando me indispor com a vereadora Sônia (Pereira, PT), com o vereador Aluizio (Siqueira, PP), com o presidente do PSD, João Paulo Almeida, e com o ex-vereador Adilson Almeida. Eles usam desses métodos de baixo nível em decorrência de terem perdido tantas lideranças nos últimos dias para a nossa aliança — afirmou Carla. Confira post sobre o diálogo aqui.
Comentar
Compartilhe
SJB abre novo processo seletivo para uma vaga
30/03/2016 | 15h57
[caption id="attachment_4658" align="alignleft" width="300"]Edital pode ser conferido na Folha da Manhã desta quarta-feira Edital pode ser conferido na Folha da Manhã desta quarta-feira[/caption] A Prefeitura de São João da Barra abriu outro processo seletivo simplificado para a secretaria de Saúde, divulgado no Diário oficial desta quarta-feira (30). Desta vez, apenas para uma vaga para “Médico anestesista para cirurgia obstétrica e emergência”, com salário de R$ 6.440,58. As inscrições acontecem no dia 1º de abril, sexta-feira. Nesta terça, a Prefeitura abriu outro processo seletivo simplificado da Saúde (aqui), que as inscrições se encerram nesta quarta. Nos dois certames, as etapas são avaliação de títulos e experiência, além de entrevistas. O edital para anestesista está disponível no Portal da Prefeitura (aqui).
Comentar
Compartilhe
SFI: vereadora denuncia fraude em licitação nos shows de verão
30/03/2016 | 12h39
[caption id="attachment_5596" align="aligncenter" width="756"]Vereadora denunciou o prefeito de São Francisco de Itabapoana (Fotos: Rrprpodução/Facebook Vereadora denunciou o prefeito de São Francisco de Itabapoana (Fotos: Rrprpodução/Facebook[/caption] A vereadora Yara Cinthia, única da bancada de oposição em São Francisco de Itabapoana, denunciou na semana passada ao Ministério Público (MP) Estadual e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Rio de Janeiro o prefeito Pedrinho Cherene por práticas, consideras por ela, de improbidade administrativa e fraude em licitação. Yara argumenta em sua denúncia que durante o verão deste ano foram realizados 34 shows no litoral sanfranciscano, sem nenhum processo licitatório. Ela anexa ao documento as propagandas da Prefeitura, em perfil nas redes sociais, convidando para os shows e afirma que no Diário Oficial do município não foi publicado nenhum extrato, até o dia 23 de março, quando a denúncia foi protocolada, sobre o valor pago nos eventos. “Não há, nem nunca houve processo licitatório para contratação de tais bandas, que por si só, revela fortes indícios de irregularidade”, diz trecho da denúncia da vereadora. Yara argumenta que os extratos não estão no DO impresso, tampouco publicados no site da Prefeitura. “Considerando que os fatos caracterizam, em tese, improbidade administrativa e fraude em licitação, que sejam tomadas as medidas cabíveis”, ressalta a vereadora. MP e TCE receberam as denúncias na quarta-feira da semana passada, dia 23. Nenhum dos órgãos tem muitas novidades sobre o caso. O MP “a representação ainda não foi distribuída”. Já no TCE “a denúncia está sob análise do corpo técnico do tribunal, que após concluí-la emitirá um parecer sobre o assunto”. Atualização às 20h40 — Em nota, a Prefeitura informou que os shows foram contratados “de Processos Administrativos na modalidade de Inexigibilidade de Licitação”, quando não há efetivamente concorrência, “de modo que se torna impossível haver fraude”. A nota informa ainda que o município não foi notificado e cita “iniciativas meramente eleitoreiras”. Confira matéria completa na edição desta quinta-feira (31) da Folha da Manhã. 
Comentar
Compartilhe
Garotinho: oposição escolhe seus candidatos em jogo de purrinha
30/03/2016 | 11h25
[caption id="attachment_5591" align="alignleft" width="300"]Reunião aconteceu na noite de terça-feira, no Rio Branco (Foto: Tércio Teixeira) Reunião aconteceu na noite de terça-feira, no Rio Branco (Foto: Tércio Teixeira)[/caption] O atual secretário de Governo de Campos, Anthony Garotinho (PR), não poupou críticas aos opositores na noite desta terça-feira (29) em reunião no Clube de Regatas Rio Branco, na qual apresentou as regras para escolha do candidato do seu grupo político à sucessão de Rosinha (PR). Garotinho afirmou que enquanto seu grupo escolherá seu candidato por meio de prévias, da mesma forma que acontece nas eleições dos Estados Unidos, com a participação popular, a oposição decide candidatos em jogo de purrinha. “Esse dias estavam representantes de três partidos em um restaurante da cidade. Eles estavam jogando aquele jogo dos palitinhos e o vencedor indicava quem seria o candidato a prefeito”, disse o ex-governador. Garotinho ainda afirmou aos correligionários que o método para escolha do candidato que disputará a sucessão de Rosinha é uma forma de “tirar das suas costas essa responsabilidade”. “Não quero amanhã que ninguém diga: ah, foi Garotinho que escolheu, como aconteceu de outras vezes. Eu levo até hoje nas costas a responsabilidade de ter escolhido seu Sérgio Mendes, que é presidente do partido de Rafael Diniz, para ser prefeito de Campos. Depois, a culpa fica comigo. Não, quem vai escolher é o povo”. O procedimento para escolha do candidato rosáceo já foi anunciado, conforme a Folha da Manhã mostrou na edição desta quarta-feira (30) e pode ser conferido na Folha Online (aqui). Garotinho lançou Eduardo Crespo. atual secretário de Agricultura, como sétimo pré-candidato do grupo e informou que para as prévias estão abertas inscrições para quem quiser.
Comentar
Compartilhe
Políticos de São João da Barra mostram força
29/03/2016 | 17h00
Sem títuloPolíticos mostram força O prazo para filiação partidária para quem deseja disputar o pleito deste ano termina neste sábado, mas os principais atores do cenário político eleitoral já mostram as forças nas redes sociais. A pré-candidata Carla Machado (PT) foi a primeira a exibir parte do seu time, com peças que, inclusive, eram dadas como certas no time governista. Como quase tudo que envolve a política sanjoanense, o terreno escolhido para “mostrar a artilharia” foi a rede social Facebook. Desde o último fim de semana, quem começou a escalar seu time foi o prefeito e pré-candidato à reeleição José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB). Sua equipe conta com nomes experientes na política sanjoanense, como o ex-vice-prefeito Chico da Quixaba. Times postos, as disputas ficam para derrubar coligações já anunciadas, um verdadeiro cabo de guerra para aumentar o número de partidos em cada aliança. Expectativa O PR vai anunciar seu papel na disputa sanjoanense. A expectativa é que isso aconteça ainda hoje, mas pode ser prorrogado até sábado. Governistas apostam que do PR sairá o vice da chapa de Neco. O ex-prefeito Betinho Dauaire e a empresária Odinéia Pereira seriam as primeiras opções. A novela do vice de Neco se arrasta desde o ano passado. Cálculos Com o objetivo de mostrar força política, Carla e Neco estão especulando o número de vereadores que seus grupos farão. Neco diz sairão de seu palanque sete ou oito dos nove parlamentares sanjoanenses. Carla não cita número, mas diz que terá maioria. Reajuste Sem uma resposta quanto ao reajuste dos servidores públicos de São João da Barra, a bancada de oposição apresenta uma indicação na sessão de hoje com um percentual de reajuste. Só o Executivo pode determinar se haverá e qual será o percentual de reajuste. Fakes Perfis falsos nas redes sociais que de forma até ofensiva tecem comentários sobre os políticos do município de São João da Barra já fazem parte da rotina. Vale lembrar que a legislação eleitoral está mais rígida com os “crimes virtuais”. Os fakes estão dos dois lados: entre governistas e opositores. Itinerante A vistoria itinerante da Detran estará três vezes em SJB e três em SFI. No município sanjoanense as vistorias podem ser agendadas para os dias 11, 18 e 25 de abril. Na outra margem do Paraíba, nos dias 12, 19 e 26. O agendamento pode ser feito por telefone: 0800-0204040 e 0800-0204041; ou no site www.detran.rj.gov.br. Segurança O Conselho Comunitário de Segurança Pública de São João da Barra se reuniu na semana passada. Foi a primeira reunião do grupo. A delegada da 145ª Delegacia de SJB, Madeleine Farias, além de representantes das polícias Civil e Militar. ____________________________________________________________________________________ NSP_CarreataCOMEÇOU Atafona já celebra sua padroeira, Nossa Senhora da Penha. As comemorações tiveram início no último domingo, com carreata percorrendo as ruas do distrito, além de Grussaí e a sede do município. Até sábado, as missas do oitavário, em preparação para o dia maior, acontecem sempre às 19h ___________________________________________________________________________________
Comentar
Compartilhe
PMDB oficializa rompimento com governo Dilma
29/03/2016 | 15h30
PMDB_RpmpeO Diretório Nacional do PMDB decidiu nesta terça-feira (29), por aclamação, romper oficialmente com o governo da presidente Dilma Rousseff. Na reunião, a cúpula peemedebista também determinou que os seis ministros do partido e os filiados que ocupam outros postos no Executivo federal entreguem seus cargos. O vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer, não participou da reunião que oficializou a ruptura com o governo. O encontro partidário foi realizado em um dos plenários de comissões da Câmara dos Deputados. Comandada pelo primeiro vice-presidente do PMDB, senador Romero Jucá (PMDB-RR), a reunião durou menos de cinco minutos. Após consultar simbolicamente os integrantes do partido, Jucá decretou o resultado da votação. "A partir de hoje, nessa reunião histórica para o PMDB, o PMDB se retira da base do governo da presidente Dilma Rousseff e ninguém no país está autorizado a exercer qualquer cargo federal em nome do PMDB", enfatizou. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
SJB: Cartão do servidor esteve bloqueado por problemas técnicos, diz secretário
29/03/2016 | 13h53
[caption id="attachment_4635" align="alignleft" width="300"]Servidores efetivos de SJB têm o cartão alimentação Servidores efetivos de SJB têm o cartão alimentação[/caption] Desde à noite desta segunda-feira (28), servidores efetivos do município de São João da Barra reclamavam que o cartão alimentação, administrado pela Unasp, estava bloqueado. No entanto, diferente do que aconteceu em janeiro deste ano (aqui), quando o benefício aparecia como bloqueado durante consulta ao site, desta vez o saldo do cartão era informado e o status do benefício era ativo. De acordo com o secretário de administração de SJB, Alan Rios, "problemas técnicos no sistema operacional" foram responsáveis pelo bloqueio. "Após contato (com a empresa), há alguns instantes, foi constatado o equívoco e prontamente fomos atendidos (...) sendo informado que a partir das 14h será restabelecido o funcionamento", escreveu Alan em seu perfil no Facebook. O blog entrou em contato com a Unasp na manhã desta terça-feira (29) para esclarecimentos. Causou estranheza o fato de aparecer no extrato do site da empresa que o benefício estava ativo para o servidor, enquanto o comércio sanjoanenese não conseguia efetuar o débito com o cartão. Diante dos fatos, não havia como constata se o problema estava na falta de repasse da Prefeitura à empresa ou se o problema estava na administração do serviço, por parte da empresa. Entretanto, não houve resposta da Unasp até o momento desta publicação (13h53).
Comentar
Compartilhe
SJB abre mais um processo seletivo na área da Saúde
29/03/2016 | 09h09
[caption id="attachment_4658" align="alignleft" width="300"]Edital pode ser conferido na Folha da Manhã desta terça-feira Edital pode ser conferido na Folha da Manhã desta terça-feira[/caption] A Prefeitura de São João da Barra abriu nesta terça-feira (29) mais um processo seletivo simplificado, através da secretaria de Saúde. Estão abertas as inscrições para seis vagas, distribuídas nas funções de Farmacêutico (1 vaga), Médico psiquiatria (4) e Técnico de segurança do trabalho (1). Os proventos variam de R$ 1.154,28 a R$ 5.520,51. As inscrições serão realizadas nesta quarta-feira (30), das 9h às 16h, junto à assessoria jurídica da secretaria de Saúde, localizada na sede da secretaria, na rua Barão de Barcelos, n.º 200. O processo consiste em avaliação de títulos e experiência, além de entrevista na segunda etapa. As contratações são de caráter temporário. O edital está disponível na edição desta terça-feira da Folha da Manhã e, está disponível no portal da Prefeitura (aqui).
Comentar
Compartilhe
Cabral será julgado por incentivo fiscal para multinacional
29/03/2016 | 08h38
Cabral_O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral poderá ser condenado nesta terça-feira (29) pela 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ). Ele é acusado por concessão irregular de incentivos fiscais para a instalação de fábrica da Michelin em 2012 em Resende. A ação popular foi proposta por Luiz Carlos Guilherme, em 2013, que alegou que os benefícios concedidos por Cabral à Michelin causaram concorrência desleal a outras da região. Na ação, o autor argumenta que os benefícios somam mais de R$ 1 bilhão pelo período de 240 meses e pede o fim da concessão e a devolução do dinheiro que deixou de ser arrecadado. O pedido foi negado pela 11ª Vara de Fazenda Pública e o Ministério Público apelou da decisão. O recurso do MP já recebeu dois votos favoráveis na 12ª Câmara Cível: do relator Cherubin Schwartz Junior e da revisora Lucia Lima. O último voto será dado nesta tarde pelo desembargador Jaime Pinheiro Filho. O MP pede a condenação de Cabral e da empresa “na reparação do prejuízo causado ao erário”. Em caso de divergência, ou seja, se o magistrado não acompanhar o voto dos demais, Cabral e a Michelin poderão recorrer na própria Câmara. Posteriormente, também poderão entrar com recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Fonte: O Dia
Comentar
Compartilhe
Ministro do Turismo inicia debandada do PMDB no governo Dilma
28/03/2016 | 19h35
[caption id="attachment_5532" align="alignleft" width="300"]Partido do vice-presidente da República, Michel Temer, tende a deixar o governo Dilma e votar a favor do impeachment (Foto: Agência Brasil) Partido do vice-presidente da República, Michel Temer, tende a deixar o governo Dilma e votar a favor do impeachment (Foto: Agência Brasil)[/caption] O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), pediu exoneração do cargo. Ex-presidente da Câmara e muito ligado ao vice-presidente Michel Temer, Henrique Alves explicou seus motivos da saída em uma carta, que inaugura a debandada dos ministros do PMDB do governo Dilma Rousseff. Os peemedebistas ocupam sete ministérios. Em entrevista na tarde desta segunda a correspondentes internacionais (aqui), Lula disse que os ministros não deixariam os cargos, independentemente da decisão da direção, e iriam ajudar nas articulações para manter setores do partido contra o impeachment.

Em sua carta de demissão, o ministro afirmou que "o diálogo se exauriu". Confira a carta:

carta_Henrique

Atualizado às 20h29 — Inclusão da carta.

Comentar
Compartilhe
Temer diz a Lula que PMDB está fora do governo
28/03/2016 | 19h18
[caption id="attachment_5560" align="aligncenter" width="556"]Lula e Temer na mais bela amizade, antes da crise política (Foto: RicardoStuckert/InstitutoLula) Lula e Temer na mais bela amizade, antes da crise política (Foto: RicardoStuckert/InstitutoLula)[/caption] Em conversa com o ex-presidente Lula no final da tarde de domingo (27), em São Paulo, o vice-presidente Michel Temer descartou a possibilidade de que o PMDB continue no governo Dilma Rousseff. Segundo interlocutores do petista, Temer teria dito que o processo de afastamento está muito adiantado nas bases do partido e é praticamente certo que o PMDB decida nesta terça-feira (29) pelo desembarque. Em entrevista nesta segunda a correspondentes internacionais, lula já deu como certa a saída do PMDB (aqui). Com informações do Estadão.
Comentar
Compartilhe
Grupos pró e contra impeachment se enfrentam na Câmara Federal
28/03/2016 | 18h13
congresso_do_brasilManifestantes a favor e contra o impeachment se enfrentaram com “guerra de palavras de ordem” no Salão Verde da Câmara nesta segunda-feira (28). A maioria dos manifestantes a favor do impeachment era formada por advogados da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que estavam no local para entregar um novo pedido de impeachment, protolocado pelo presidente da entidade Claudio Lamachia. Manifestantes contrários à saída da presidente Dilma Rousseff — que já tinham participado de ato no Anexo II da Casa — chegaram ao salão, quando começou a discussão. Seguranças da Câmara chegaram a se posicionaram entre os dois grupos, mas o enfrentamento ocorreu apenas com palavras. Como em uma guerra de torcida de escola ou de futebol, um dos lados puxava palavras de ordem e o outro esperava um pouco e reagia com outro bordão. Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
“Moro é inteligente e competente, mas foi picado pela mosca azul”, diz Lula
28/03/2016 | 15h48
lula-abr-1Em entrevista nesta segunda-feira (28) a 24 correspondentes de veículos estrangeiros, o ex-presidente Lula disse ver com tristeza a saída do PMDB do governo e criticou o juiz Sérgio Moro. O petista falou por mais de duas horas para representantes de veículos como o The New York Times, El País e de agências como a AP, Reuters, Efe e France Presse. —Pode acontecer o que aconteceu em 2003 de ter uma coalizão sem a concordância da direção (do PMDB) — disse o ex-presidente sobre a provável saída do PMDB da base governista. Lula lembrou o início de seu governo, em 2003, quando parte do partido apoiava o seu governo, apesar da cúpula não ter fechado uma aliança. O petista, de qualquer forma, lamentou a saída dos peemedebistas. Sobre o juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava-Jato, Lula afirmou que o magistrado é inteligente e competente, “mas foi picado pela mosca azul”. A expressão se refere a pessoas deslumbradas com o poder. — O Moro é inteligente e competente, mas foi picado pela mosca azul — afirmou Lula. Na semana passada, Lula já havia dito em discurso a sindicalistas em São Paulo que a Operação Lava Jato pode trazer consequências negativas para o país, como aumento do desemprego. No discurso, Lula disse aos sindicalistas que “procurassem a força-tarefa, procurassem o juiz (Sérgio) Moro, para saber o seguinte: se eles estão discutindo quanto essa operação já deu de prejuízo à economia brasileira”. Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Neco: faremos sete ou oito vereadores; Carla: nosso grupo fará maioria
28/03/2016 | 10h55
Carlaaa e Necooo Ninguém quer governar com risco de uma administração engessada por uma Câmara com a maioria da bancada de oposição. Portanto, os pré-candidatos a prefeito de São João da Barra, Neco (PMDB) e Carla Machado (PT), têm articulado suas nominatas e apostam que do seu grupo saíra a ampla maioria dos vereadores para preencher as nove cadeiras da Casa. Neco, em entrevista à Folha da Manhã no mês passado (aqui), afirmou que do seu palanque serão eleitos sete ou oito vereadores. Os cálculos de Carla são diferentes, como publicou na semana passada no Facebook. Para a ex-prefeita e pré-candidata ao mesmo cargo, a grande maioria da Câmara será de aliados seus. Além dos cálculos, ambos têm apresentado seu time. Carla, há mais tempo, vem mostrando suas conquistas, tirando do grupo governistas nomes que eram dados como certo no palanque do prefeito, como é o caso do ex-subsecretário de Turismo, Esporte e Lazer, Adilson Almeida (aqui). Neco começou a “escalar o time” (aqui) neste fim de semana. O prefeito apresentou como pré-candidatos a vereador nomes com experiência em disputas e que já tiveram mandatos, como o ex-vice-prefeito Chico da Quixaba. Sem contar os pré-candidatos, alguém faria essas apostas sobre o número de vereadores que saíra de cada grupo a seis meses da eleição?
Comentar
Compartilhe
STF desarquiva ações contra ex-ministros de FHC
27/03/2016 | 17h00
Fernando-Henrique-Cardoso-05vo1316126A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal derrubou o arquivamento de duas ações de reparação de danos por improbidade administrativa contra os ex-ministros Pedro Malan (Fazenda), José Serra (Planejamento) e Pedro Parente (Casa Civil), entre outros integrantes do governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. O arquivamento havia sido determinado em abril de 2008 pelo ministro Gilmar Mendes. A decisão da 1ª Turma, enquanto estiver de pé, determina o prosseguimento das ações, que tramitam na 20ª e 22ª varas federais do Distrito Federal. As duas ações questionavam a ajuda financeira de 2,9 bilhões de reais do Banco Central aos bancos Econômico e Bamerindus, em 1994, e outros atos do Proer, o Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento do Sistema Financeiro Nacional. Uma das ações, da 22ª vara, teve sentença parcialmente procedente contra os réus. Fonte: Veja
Comentar
Compartilhe
Festa de Nossa Senhora da Penha: um mar de fé em Atafona
27/03/2016 | 14h42
[caption id="attachment_5221" align="aligncenter" width="948"]Procissão de Nossa Senhora da Penha, em Atafona, atrai milhares de fiéis e deve receber neste ano o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro Procissão de Nossa Senhora da Penha, em Atafona, que atrai milhares de fiéis, é Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro[/caption] Devoção, fé, tradição e cultura são palavras que podem definir a festa de Nossa Senhora da Penha, padroeira de Atafona, que tem início neste domingo (27) e prossegue até a segunda-feira da próxima semana, 4 de abril (confira a programação completa aqui). Missas, terços, e procissões marcam as homenagens à santa que abençoa a foz do Paraíba do Sul. As celebrações recebem fiéis de toda região, tendo como ponto alto a procissão terrestre, um mar de fé pelas ruas da praia. Realizado no último dia de festa, no ano passado o cortejo reuniu, segundo a Prefeitura, mais de dez mil fiéis, e recebeu na semana passada o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro, projeto apresentado pelo deputado Bruno Dauaire (PR). A programação conta ainda com atividades recreativas, esportivas e culturais. Fundada há 159 anos, a Irmandade de Nossa Senhora da Penha é a responsável pela realização da festa, a preservação do templo e da devoção. [caption id="attachment_5226" align="alignleft" width="300"]Procissão fluvial de Nossa Senhora da Penha, neste ano será realizada no sábado (Secom SJB/Arquivo) Procissão fluvial de Nossa Senhora da Penha, neste ano será realizada no sábado (Secom SJB/Arquivo)[/caption] Considerada também a padroeira dos pescadores, a santa recebe homenagem deles nas águas do Paraíba. Com barcos decorados, eles participam da procissão fluvial. A homenagem tradicionalmente acontece no domingo que antecede o dia maior, mas neste ano, excepcionalmente, será realizada no sábado (2). A provedora da Irmandade, Viviane Meireles, explica os motivos da alteração na tradicional programação: “Foi um pedido do bispo. Neste ano, o da Misericórdia, nenhuma igreja fará comemorações durante a tarde de domingo, somente em Campos, na Catedral. Os batizados, que todos os anos são muitos, permanecem no domingo e na segunda-feira, dia da padroeira”. A devoção a Nossa Senhora da Penha reúne fiéis de toda a região e estados vizinhos em Atafona. Os de São Francisco de Itabapoana, principalmente da praia de Gargaú, cruzam o Paraíba em canoas e muitos deles ainda acampam nos dias de festa . De Macaé, famílias que têm raízes no antigo Pontal, tragado pelo avanço do mar, voltam a Atafona para as homenagens à padroeira. Os campistas, principalmente os que têm na praia sanjoanense seu reduto no verão, também participam efetivamente nos dias de festa. — A festa de Nossa Senhora da Penha é uma tradição, um amor que envolve todos nós. Há relatos de muitos milagres concedidos por intermédio da santa. Minha mãe era devota e passou esse amor a todos da nossa família. As homenagens a Nossa Senhora da Penha não envolvem apenas os irmãos desta devoção, mas toda comunidade católica — afirmou a provedora da Irmandade, Viviane Meireles. Oitavário tem início neste domingo (27) com missa e procissão automobilística As celebrações religiosas em Atafona têm início hoje, junto com a Páscoa – mais importante celebração do cristianismo. No templo da padroeira, a primeira missa do oitavário acontece às 17. Logo depois, a imagem da santa será levada em procissão automobilística. De segunda a sábado, as missas dos oitavário acontecem às 19h. No sábado acontece a tradicional procissão fluvial, quando a imagem da padroeira é levada às águas do Paraíba do Sul pelos pescadores. Na chegada, acontece a bênção das embarcações e a coroação de Nossa Senhora. No domingo, a missa de encerramento do oitavário acontece às 9h, logo depois são celebrados os batizados. Às 20h, os jovens da comunidade católica apresentam o Auto de Maria, com o tema “Maria, mãe da misericórdia”. Na segunda-feira dedicada à padroeira de Atafona, neste ano 4 de abril (a festa tem data móvel), a programação religiosa começa às 6h, com a alvorada festiva. Às 10h, o bispo diocesano dom Roberto Ferrería Paz celebra a missa solene. A procissão de Nossa Senhora da Penha, Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro, tem início às 17h. São 21 andores em um cortejo de oração que dura cerca de três horas. A procissão será recebida por uma grande queima de fogos e, logo depois, Nossa Senhora da Penha será coroada. [caption id="attachment_5542" align="aligncenter" width="599"]Pag5_27_3 Matéria publicada na página 5 da Folha da Manhã deste domingo, 27 de março[/caption] Atividades recreativas, esportivas e culturais de quinta-feira (30) a segunda-feira (4) A Prefeitura de São João da Barra apoia a realização da festa de Nossa Senhora da Penha e envolve diversas secretarias nos dias de homenagem à padroeira de Atafona. Na sexta-feira, a secretaria de Educação e Cultura realiza o Café Literário, com o tema “O Futuro da Nossa Gente”. Já a secretaria de Turismo, Esporte e Lazer fica responsável pelos shows e a programação esportiva. A festa conta com atividades tradicionais, realizadas pele Irmandade com apoio do comércio local, como pau de sebo, cabo de guerra e pega do pato no Paraíba. O departamento de Esportes da Prefeitura realiza a prova ciclística da Padroeira e a corrida rústica na manhã de domingo. Os shows têm início na quinta, com Odiley do Forró, às 22h. Na sexta-feira, as atrações são Zé Carlos e Rogério (22h, palco 1) e Forronejo.com (23h59, palco 2). No sábado, o pagode do Swing Moleque dará o ritmo à festa às 22h. Logo depois, a banda Delloreon apresenta o melhor dos anos 80 e 90 no palco 2. No domingo, o som fica por conta de Dom Américo e seus comparsas. Em seguida, a dupla Júlio e Maycon traz os mais recentes sucessos da música sertaneja. Na segunda-feira, a banda Dom Divino faz o show religioso logo após a procissão. O encerramento fica por conta da banda Mistura Fina. *Publicado na edição deste domingo (27) da Folha da Manha e na Folha Online (aqui).
Comentar
Compartilhe
PMDB fora da base gera “efeito dominó”; Dilma em tom de despedida
27/03/2016 | 13h09
[caption id="attachment_5532" align="alignleft" width="300"]Partido do vice-presidente da República, Michel Temer, tende a deixar o governo Dilma e votar a favor do impeachment (Foto: Agência Brasil) Partido do vice-presidente da República, Michel Temer, tende a deixar o governo Dilma e votar a favor do impeachment (Foto: Agência Brasil)[/caption] A semana de articulações políticas em Brasília será decisiva para o governo evitar o impeachment da presidente Dilma Rousseff, que já estaria admitindo a interlocutores a possibilidade. De acordo com o jornalista Gerson Camarotti, em seu blog hospedado no portal G1 (aqui), o Palácio do Planalto avalia que o desembarque do PMDB, que deve ocorrer na terça-feira (29), pode criar um efeito dominó, estimulando outros partidos da base, como PP, PR, PTB e PSD, a seguir o mesmo caminho. “Para o governo, a gota d’água foi a decisão do PMDB do Rio de Janeiro de sair da base de sustentação. A contabilidade realista feita pela coordenação política do governo acendeu o alerta: o Planalto hoje conta com cerca de 130 votos seguros para barrar o impeachment – número muito distante do mínimo de 171 votos necessários na Câmara”, escreveu o jornalista. Dilma já admite possibilidade de impeachment Em conversa recente com um presidente de partido da base, Dilma admitiu para a surpresa do interlocutor: “dentro de 90 dias talvez eu não esteja mais aqui”. A informação é do jornalista Lauro Jardim, em seu blog no jornal O Globo (aqui). Apesar da informação do jornalista, a presidente já afirmou em diversas oportunidades que não vai renunciar e que o processo de impeachment em curso é uma “tentativa de golpe”.
Comentar
Compartilhe
Neco começa a “escalar o time” para disputa por cadeiras na Câmara
26/03/2016 | 20h35
Neco e préO prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, começou a apresentar as peças do seu tabuleiro para a disputa eleitoral deste ano. Pré-candidato à reeleição, ele começa a arrumar o time para disputa pelo Legislativo. Em entrevista à Folha da Manhã (aqui) no mês passado, Neco afirmou que seu grupo fará sete ou oito das nove cadeiras do legislativo sanjoanense. O primeiro apresentado por Neco nas redes sociais foi Chico da Quixaba. Vice-prefeito no último mandato de Betinho Dauaire (PR), vereador por dois mandatos, um antes e outro depois de ser vice, Chico é considerado uma das maiores lideranças políticas da região do 5º distrito sanjoanense. Gersinho Crispim, que foi presidente da Câmara na legislatura anterior, também é pré-candidato a vereador no grupo de Neco. No último pleito, Gersinho foi candidato a vice na chapa do PR – junto com Betinho – que disputou com Neco a prefeitura. Outros três ex-vereadores estão no grupo de Nexo e são pré-candidatos: Joãozinho Santos (de Atafona), Batista Eletricista (de Grussaí) e Helinho (do 5º distrito). Nos primeiros nove pré-candidatos a vereador apresentados por Neco estão Francisco Gregório, que é 1º suplente de vereador e obteve 479 votos na última eleição; o secretário de Transportes Mário Rocha Filho; o jovem empresário Aristeu Meirelles; e Marília da Saúde. E o vice? –Enquanto começa a escalar seu time para disputar cadeiras no legislativo sanjoanense, Neco ainda não definiu quem será seu vice na chapa em que tentará a reeleição. A aposta é em uma aliança com o PR e a legenda indicaria o ex-prefeito Betinho para ser o vice. A novela ainda não teve desfecho. Até o fim deste mês, o PR deve se posicionar. nnnnanalAtualização no domingo (27), às 13h15 – Após a publicação deste post na noite de sábado (26), o prefeito Neco ainda publicou mais um nome escalado para seu time de pré-candidatos. Analiel Vianna, que tem suas raízes no 5º distrito. Na última eleição ele obteve 667 votos, ficando como suplente no PT do B.
Comentar
Compartilhe
“Queremos a paz, mas não tememos a guerra”, diz presidente do PT
26/03/2016 | 19h59
[caption id="attachment_5518" align="alignleft" width="300"]O presidente nacional do PT, Rui Falcão, usou as redes sociais para mandar recado (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil) O presidente nacional do PT, Rui Falcão, usou as redes sociais para mandar recado (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)[/caption] Em meio a maior crise política desde a redemocratização do país,o presidente do PT, Rui Falcão, afirmou neste sábado (26), em sua página no Facebook, que os militantes da legenda querem a paz, mas não temem a guerra. Confira o “recado” de Falcão, que defende o ex-presidente Lula como ministro-chefe da Casa Civil: “Vamos lutar e vamos defender o Estado Democrático de Direito. As manifestações mostram o seguinte: queremos a paz, mas não tememos a guerra. Se eles acham que haverá estabilidade derrubando a Dilma, estão muito enganados. A estabilidade virá com o fim do impeachment a possibilidade do Brasil voltar a crescer. Lula é ficha limpa, portanto não há nenhuma razão para ele não ser ministro”.
Comentar
Compartilhe
Chamar impeachment de golpe é reconhecimento de culpa, diz ex-ministro do STF
26/03/2016 | 19h46
ErosO advogado Eros Graus, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), criticou a reação da presidente Dilma Roussseff e de outros governistas contra o processo de impeachment em curso na Câmara, segundo carta distribuída por um grupo de advogados favoráveis à deposição da presidente. No texto, uma declaração de Graus a colegas da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo, o ex-ministro afirma que chamar impeachment de golpe é uma agressão à Constituição e um reconhecimento de culpa. O ex-ministro está convicto de que "apenas o delinquente esbraveja, grita, buscando encontrar apoio para evitar que a Constituição seja rigorosamente observada, escusando-se a submeter-se a julgamento perante o Senado Federal”. No texto, Graus não informa quais estudos apoiariam tais conclusões sobre o comportamento defensivo de pessoas acusadas publicamente de crimes. Na última terça-feira, a presidente disse que não cometeu qualquer irregularidade e que, por isso, o impeachment é golpe. Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Reservatórios do Paraíba do Sul com níveis bem superiores aos de 2015
25/03/2016 | 12h39
Medida pode prejudicar ainda mais o Paraíba Depois de um verão chuvoso, os reservatórios que abastecem o Rio encheram, reduzindo o risco de o nível chegar ao temido volume morto (onde a água precisa ser puxada por bombas), o que chegou a acontecer em 2015. Ainda assim, ressaltam especialistas, a hora não é de relaxar. Com volume total de 39,9%, os reservatórios da Bacia do Paraíba do Sul ainda não atingiram a metade da capacidade — e 50% é o percentual considerado bom. Além disso, com a perspectiva de um inverno seco, a sugestão é que se mantenham as medidas de redução de vazão. Caso contrário, o estado pode enfrentar de novo uma crise hídrica. No último dia 23, de acordo com dados da Agência Nacional de Águas (ANA), o nível do Reservatório Equivalente da Bacia do Rio Paraíba do Sul (a soma do volume dos reservatórios da bacia) era de 1.733 hectômetros cúbicos, ou 39,9 % do volume útil total. Na mesma data do ano passado, o índice era bem menor: 13,34%. Em dezembro, no início do verão, os níveis chegavam a apenas 9,9%. Ao longo do ano passado, reservatórios do sistema que abastece o Rio entraram no volume morto no verão (em janeiro) e no início da primavera (em setembro). Como medida preventiva para crises de escassez, desde maio de 2014, a ANA vem emitindo resoluções para preservar os estoques de água, renovando normas que limitem a vazão na bacia. De 28 de janeiro até o dia 31 deste mês, está em vigor uma regra que autoriza reduzir a vazão da barragem Santa Cecília, que abastece a Região Metropolitana do Rio, de 190 m³ para 110 m³. — A gente só entra em segurança se a gente chegar a 70% do volume útil. Com os reservatórios acima de 50%, estaria bom. Ainda não estamos em um nível de segurança. No final de abril, entramos num período seco, e temos a previsão de um ano muito quente, com muito consumo de água — observa Vera Lucia Teixeira, vice-presidente do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Ceivap). Fonte: O Globo - confiram matéria completa aqui.
Comentar
Compartilhe
Guerra por partidos esquenta política sanjoanense
25/03/2016 | 12h14
cabo-de-guerraAs movimentações para aliança para disputa em São João da Barra tem esquentado o cenário político. O jornal Quotidiano, em sua versão online, noticiou (aqui) que dois partidos listados como de apoio a Carla Machado (PT), pré-candidata a prefeita, foram fisgados para o grupo que apoia à reeleição de Neco (PMDB): PHS e PRP. Foi o bastante para incendiar os debates nas redes sociais. Em seu perfil no Facebook, onde também anunciou nos últimos meses todas as alianças, Carla rebateu a informação, informando que dos 17 partidos que já havia anunciado, perdeu um, o PHS. Quanto ao PRP, ela afirma que continua em sua bancada. “Temos em nossa aliança hoje 16 partidos. Dos que anunciamos perdemos o PHS devido à modificação da executiva regional e o SDD devido não aceitarmos compor com o Presidente já designado pela Regional”, escreveu a ex-prefeita. Carla ainda postou um vídeo de um diretor regional do PRP informando que em SJB o partido a apoia. O jornalista Bruno Costa, dono do Quotidiano e que assina a matéria sobre as baixas no grupo de Carla, também usou a rede social para mostrar que no “Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que os membros da comissão provisória do PRP em São João da Barra são todos ligados ao prefeito Neco”. “Ela tem até o direito de se articular amanhã para tentar buscar o partido. Faz parte da política. Mas neste momento, embasado em dados oficiais, como sempre prezamos, a comissão provisória está ligada a Neco desde o último dia 8 de março. E assim fizemos a matéria”, escreveu o jornalista. A guerra por partidos é antiga. As legendas “nanicas” – como são PHS e PRP – podem não ter tanta expressão, mas na disputa sanjoanense tem sido usado como força para articulação dos dois lados. Até agora, os pré-candidatos a prefeito apresentaram as seguintes alianças – a lista é a que eles apresentam, portanto, o PRP aparece, por enquanto, nas duas coligações: Carla Machado (16): PT, PP, PSDC, Pros, PSD, PRB, PTB, PPS, PEN, PV, PTN, PC do B, PMB, PRP, PSC e Rede; Neco (14): PMDB, PDT, PSL, DEM, PRTB, PHS, PMN, PTC, PSB, PRP, PSDB, PPL, PT do B e SD. PRP – No centro das discussões em SJB, o Partido Republicano Progressista não tem grande expressão no cenário nacional. Na última eleição, o partido conseguiu eleger três deputados federais, sendo que perdeu um na última janela.
Comentar
Compartilhe
Servidores de SJB terão reajuste em março?
24/03/2016 | 17h40
Sem título Servidores sem reajuste? O mês de março vai chegando ao fim e nenhuma resposta ainda foi dada com relação ao reajuste do salário do servidor público municipal. A data base é março. Mesmo que o prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), anuncie o percentual de aumento salarial nos próximos dias, é praticamente impossível a sua incorporação nos proventos deste mês. No ano passado, o reajuste foi anunciado no fim de março e no salário de abril foi pago o valor retroativo. Neco aguarda a liberação da antecipação dos royalties, em estágio bem avançado após várias visitas a Brasília, para o andamento de projetos e obras no município. Até mesmo o esperado reajuste do servidor, já cobrado por diversas vezes nas redes sociais, estaria condicionado à liberação de tal recurso pelo Banco do Brasil. Terceirizados Por falar em salário, os terceirizados ainda não receberam o referente ao mês de fevereiro, que deveria ter sido pago no início deste mês. A expectativa dos funcionários é que o dinheiro saia hoje. Nada de oficial foi declarado até a noite de ontem. Mudança... Continua surpreendendo as mudanças no cenário eleitoral de São João da Barra. Se até a tarde de ontem a pré-candidata a prefeita Carla Machado (PT) tinha conseguido puxar para o seu grupo comissionados de menos escalão no governo Neco, o cenário agora é diferente. ...eleitoral Subsecretário de Turismo, Esporte e Lazer, Adilson Almeida foi para o grupo da petista antes mesmo de ser exonerado da atual administração, e já é apontado como pré-candidato a vereador. Até ontem, seu nome era dado como certo nas nominatas governistas. Janela Esse período de troca-troca de partido está chegando ao fim. Dia 2 de abril é o prazo limite para quem tem interesse em disputar um cargo eletivo se firmar em um partido. Aí, terão fim as mudanças “surpresas” e o cenário eleitoral estará mais definido. Homenagem Em lembrança ao mês da mulher, a Câmara vai entregar o Diploma Mulher Cidadã Narcisa Amália na próxima quinta-feira. Nove mulheres que vêm se destacando no município, em diferentes áreas, receberão a honraria. Mantendo a tradição, haverá, ainda, uma homenagem especial à sanjoanense, Perila de Souza Rodrigues, que tem 81 anos. Religiosidade As celebrações da Semana Santa prosseguem em São João da Barra. Hoje é dia da cerimônia de “lava-pés” na igreja matriz e amanhã, sexta-feira da paixão, acontece a procissão do Senhor Morto e, logo depois, a apresentação do Auto da Paixão. Feriadão A Prefeitura de São João da Barra só retoma os trabalhos na próxima segunda-feira. O motivo é o tradicional feriadão da Semana Santa. Atrações As casas de show de SJB estão se preparando para o feriadão. Atrações estão confirmadas algumas delas para esta sexta-feira. Preparação Atafona está a todo vapor nos preparativos para a festa da padroeira Nossa Senhora da Penha. As homenagens acontecem de 27 de março a 4 de abril. Neste ano, a procissão da padroeira recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Rio.
Comentar
Compartilhe
Porto do Açu já recebeu R$ 10 bilhões em investimentos
24/03/2016 | 11h03
porto-do-açu A Prumo Logística divulgou nesta quinta-feira (24) o resultado de 2015, com o investimento de R$ 1,3 bilhão no Porto do Açu. Somando o investimento realizado desde 2007, já foram aplicados R$ 10 bilhões no empreendimento. Deste montante, R$ 6,3 bilhões foram investidos pela Porto do Açu Operações (subsidiária da Prumo Logística), e R$ 3,7 bilhões pela Ferroport (joint venture formada pela Prumo e a Anglo American) e pela Anglo American. Os valores não contabilizam os juros capitalizados. — O ano de 2015 estará marcado na história do Porto do Açu como o ano em que consolidamos os alicerces para o desenvolvimento sustentável do porto. Durante este período, obtivemos importantes conquistas, que tornaram viáveis diversas unidades de negócios do nosso plano estratégico. No lado comercial, novos contratos âncoras foram fechados com grandes clientes nacionais e internacionais, tanto para a utilização dos nossos terminais como para aluguel de área para instalação de unidades industriais. A nossa estrutura de capital melhorou significativamente com o alongamento da dívida existente, com novos financiamentos de longo prazo e venda de participação para um novo parceiro no Terminal de Petróleo. Por fim, a nossa infraestrutura ficou pronta para atender com excelência os clientes atuais e atrair novos clientes e parceiros — disse Eugenio Figueiredo, diretor financeiro da Prumo. Os novos contratos e investimentos foram realizados mesmo diante de uma forte retração econômica nacional. Esta confiança dos investidores e clientes reforça a consolidação do Porto do Açu como um dos principais empreendimentos portuários do país. Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
Trabalho e Renda de SJB divulga selecionados para cursos
24/03/2016 | 10h53
A secretaria municipal de Trabalho e Renda de São João da Barra divulgou nesta quarta-feira, 23, a lista dos selecionados para participarem dos cursos de Auxiliar de Logística e Almoxarife. Os cursos serão realizados por meio de uma parceria entre prefeitura e o Senac, oferecendo 80 vagas de qualificação para os munícipes. A aula inaugural acontecerá dia no 28, no Auditório Municipal, às 18h. Os cursos serão ministrados no Ciep Professora Gladys Teixeira, no horário de 18h às 22h. Segue abaixo a relação dos selecionados por curso: relação_convocados Fonte: Secom/SJB
Comentar
Compartilhe
Neco entrega mais mil cartões “Viver Melhor”
23/03/2016 | 19h41
Neco_CartãoA prefeitura de São João da Barra iniciou nesta quarta-feira, 23, a entrega de mais mil cartões do novo programa de transferência de renda “Viver Melhor”. O prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco, e a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos Swany Gomes entregaram aos usuários na sede do município, Grussaí e Barcelos. Nesta quinta-feira, a entrega acontecerá em Cazumbá e no Açu. O programa passa a atender agora duas mil famílias. O novo benefício social, “Viver Melhor” substitui o "Cartão Cidadão", e terá o valor de R$ 250 para compras no comércio local. Vale lembrar que o valor do benefício anterior era de R$ 230. Segundo o prefeito Neco, aos poucos as famílias que se encaixam no perfil do programa, voltaram a ser contempladas. — Já é a segunda remessa de mil cartões que estou entregando. O trabalho de seleção vai continuar e de acordo com a nossa arrecadação, vamos incluir mais famílias que realmente estão dentro de perfil do programa. Tivemos alguns problemas sérios envolvendo a questão do "Cartão Cidadão" e agora estamos colocando tudo em ordem para atender a população mais necessitada — ressaltou o prefeito.
Comentar
Compartilhe
Pezão e Cabral dizem que doações de campanhas foram legais
23/03/2016 | 19h34
Cabral e pezãoO governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e o seu antecessor no cargo, Sérgio Cabral (PMDB), comentaram sobre a citação do nome deles na lista da Odebrecht (aqui), acervo que pode ser a contabilidade paralela descoberta e revelada pela força-tarefa da Operação Lava Jato. Mais de 200 políticos estão citados. “Todas as contribuições das campanhas eleitorais do ex-governador Sérgio Cabral foram de acordo com o que estabelece a lei”, informou Cabral, por meio de sua assessoria. Também por meio de sua assessoria, “o governador Luiz Fernando Pezão afirma que as contribuições feitas às suas campanhas eleitorais ocorreram de acordo com a lei. Além disso, todas as contas foram aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral”. O vice-governador Francisco Dornelles (PP) também foi citado na lista. no entanto, não se posicionou a respeito até o momento. A cobertura completa você confere na edição desta quinta-feira (24) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Subsecretário do governo Neco fecha aliança com Carla Machado
23/03/2016 | 19h06
AdilsonAs mudanças partidárias em São João da Barra estão cada vez mais surpreendentes. Na noite desta quarta-feira (23), a pré-candidata Carla Machado (PT) anunciou aliança com o atual subsecretário de Turismo, Esporte e Lazer, Adilson Almeida, antes mesmo de sua exoneração, como tem sido comum nos últimos dias. Além de subsecretário — responsável pelo setor de Esportes — Adilson já foi vereador do município, foi candidato a vice em 2004 na chapa encabeçada pelo empresário Ari Pessanha (em confronto que Carla saiu vencedora) e é filho do ex-prefeito João Francisco de Almeida. Antes de ser anunciada a aliança com Carla, era dado como certo que Adilson seria exonerado no fim do mês para disputar uma cadeira na Câmara pelo grupo governista. Arrumando a casa — O blog noticiou nesta quarta (aqui), que Neco (PMDB) exonerou no Diário Oficial pessoas que tinham cargos de confiança no governo e pularam para oposição. Outras arrumações serão feitas, Adilson não foi o único a "pular" depois dessas exonerações.
Comentar
Compartilhe
MPF nega negociação de acordo de delação com a Odebrecht
23/03/2016 | 18h08
odebrechtO Ministério Público Federal divulgou nesta quarta-feira (23) nota sobre a decisão do Grupo Odebrecht de firmar acordo de delação premiada (aqui). Segundo os procuradores, “não existe sequer negociação iniciada sobre acordos de colaboração com executivos ou leniência com o Grupo Odebrecht”. Nesta terça-feira, a Odebrecht informou por nota que havia decidido fazer um acordo definitivo de colaboração. Os procuradores afirmam ainda que a simples intenção de firmar acordo não descaracteriza “a contínua ação do Grupo Odebrecht em obstruir as investigações em andamento” e citam como exemplo a tentativa de destruição do sistema de controle informatizado de pagamento de propina revelada na recente 26ª fase da Operação Lava-Jato. A nota do MPF ressalta ainda que a divulgação de qualquer intenção de acordo “fere o sigilo exigido por lei para a celebração deste tipo de acordo” e não possui qualquer consequência jurídica para o andamento dos processos e das investigações. Fonte: Extra A cobertura completa você confere na edição desta quinta-feira (24) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Garotinho defende mulher e filha, quase duas horas após defesa própria
23/03/2016 | 17h20
Garotinho2Quase duas horas após escrever em seu blog a sua defesa (aqui), Garotinho enfim comentou (aqui) sobre a citação da sua esposa e filha nas planilhas (aqui) da Odebrecht, de supostas doações da empreiteira investigada na Lava Jato. “Antes de publicar a resposta no blog procurei verificar as doações eleitorais feitas à campanha da prefeita Rosinha Garotinho e Clarissa Garotinho, que também aparecem na tal lista que mistura doações oficiais com doações irregulares (propinas). Clarissa não foi candidata à prefeita em 2012, foi vice de Rodrigo Maia, e de fato, o candidato recebeu ajuda do diretório nacional e estadual do PR. Não há nada de irregular. Quanto à prefeita Rosinha Garotinho, como vocês podem observar na reprodução acima, do total de sua campanha, mais de 90% foram repasses dos diretórios estadual e nacional, com CNPJ / CPF e número do recibo eleitoral. Exatamente como determina a lei. Não me preocupa o fato de meu nome aparecer nessa lista, porque, diferente de outras situações, trata-se de uma constatação normal de doação que está declarada na minha prestação de contas feita ao TRE-RJ, assim como os casos de Rosinha e da minha filha Clarissa. Também não me preocupa a possibilidade de algum opositor tentar deformar os fatos, porque acredito que as investigações apontarão a realidade. Quanto à Operação Lava Jato, torço para que ela contribua realmente para passar o nosso país a limpo, dentro dos preceitos constitucionais e do Estado Democrático de Direito”. Em seu blog, a jornalista Suzy Monteiro falou primeiro sobre a defesa do clã Garotinho (aqui). A cobertura completa você confere na edição desta quinta-feira (24) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Moro decreta sigilo sobre planilhas da Odebrecht que cita políticos da região
23/03/2016 | 15h59
tabela-benedictoA Lava Jato encontrou na residência do presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Barbosa Silva Junior, no Rio de Janeiro, a maior relação (aqui) de políticos e partidos associada a pagamentos de uma empreiteira até agora. As buscas fazem parte da 23ª fase da Lava Jato, a Acarajé, que teve como alvo o casal de marqueteiros João Santana e Monica Moura que atuaram nas campanhas de Lula (2006) e Dilma Rousseff (2010 e 2014) e também o executivo da Odebrecht, apontado pelos investigadores como o canal de Marcelo Odebrecht para tratar de doações eleitorais e repasses ilícitos a políticos. No início da tarde, o juiz federal Sérgio Moro decretou sigilo sobre a superplanilha da Odebrecht que cita dezenas de políticos e partidos como supostos destinatários de valores da empreiteira. O magistrado pediu ao Ministério Público Federal que se manifeste sobre “eventual remessa” da documentação ao Supremo Tribunal Federal (STF). A lista conta com ministros, deputados, A lista conta com políticos da região como os prefeitos Rosinha Garotinho (Campos), Dr, Aluizio (Macaé), Sabino (Rio das Ostras), Pezão, Cabral, Dornelles, Clarissa, Garotinho, entre outros políticos. A cobertura completa você confere na edição desta quinta-feira (24) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Garotinho se defende, mas não fala da mulher e filha
23/03/2016 | 15h09
garotinhoO secretário de Governador Anthony Garotinho já se posicionou em seu blog (aqui) quanto à citação de seu nome entre os políticos em uma lista da Odebrecht, apreendida pela Operação Lava Jato. O ex-governador não fez referência a sua esposa, a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR), e a sua filha Clarissa Garotinho (PR), deputada federal. O nome delas também aparecem nas planilhas (confira a relação aqui). “Quero afirmar categoricamente que não há qualquer citação ao meu nome relativo ao Petrolão, como meus adversários podem tentar insinuar. Ressalto ainda que misturar doações oficiais, legalmente declaradas à Justiça Eleitoral, de acordo com a lei então vigente, que permitia às empresas fazerem doações de campanha, com propinas, confunde as pessoas”. A jornalista Suzy Monteiro, em seu blog Na Curva do Rio, também falou sobre a resposta do ex-governador (aqui).
Comentar
Compartilhe
Clã Garotinho, Pezão, Cabral, Dr. Aluizio e Sabino entre os citados em lista da Odebrecht
23/03/2016 | 12h25
tabela-benedictoDocumentos apreendidos pela Polícia Federal listam possíveis repasses da Odebrecht para mais de 200 políticos de 18 partidos políticos. É o mais completo acervo do que pode ser a contabilidade paralela descoberta e revelada pela força-tarefa da Operação Lava Jato. O site Uol (aqui) teve acesso aos documentos, nos quais estão citados os prefeitos de Campos, Rosinha Garotinho (PR);de Macaé, Dr. Aluizio (PMDB); e de Rio das Ostras, Alcebíades Sabino. Outros políticos da região aparecem, entre eles os ex-governadores Anthony Garotinho (PR), marido da prefeita de Campos e seu atual secretário de Governo, e Sérgio Cabral (PMDB), o governador Pezão (PMDB), os deputados federais Clarissa Garotinho (PR), Rodrigo Maia (DEM), Otávio Leite (PSDB) e Eduardo Cunha (PMDB), o senador Lindiberg Farias (PT). O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), também é citado, assim como os deputados estaduais Paulo Melo e Jorge Piccini, ambos do PMDB, entre outros políticos fluminenses. À tarde, o juiz Sérgio Moro decretou (aqui) o sigilo das planilhas, por conter nomes que têm foro privilegiado. As planilhas, que estavam com Benedicto Barbosa Silva Júnior, presidente da Odebrecht Infraestrutura, são riquíssimas em detalhes – embora os nomes dos políticos e os valores relacionados não devam ser automaticamente considerados como prova de que houve dinheiro de caixa 2 da empreiteira para os citados. São indícios que serão esclarecidos no curso das investigações da Lava Jato. lava-jato-02-4 Os documentos relacionam nomes da oposição e do governo federal: são mencionados, por exemplo, Aécio Neves (PSDB-MG), Romero Jucá (PMDB-RR), Humberto Costa (PT-PE) e Eduardo Campos (PSB), morto em 2014, entre vários outros. A maior parte do material é formada por tabelas com menções a políticos e a partidos. Várias dessas planilhas trazem nomes, cargos, partidos, valores recebidos e até apelidos atribuídos aos políticos. Algumas tabelas parecem fazer menção a doações de campanha registradas no TSE. Há CNPJs e números de contas usadas pelos partidos em 2010, por exemplo. Parte significativa da contabilidade se refere à campanha eleitoral de 2012, quando foram eleitos prefeitos e vereadores. As informações declaradas no SPCE (Sistema de Prestação de Contas Eleitorais, do TSE) desse ano não correspondem às dispostas nas tabelas. Na planilha acima, por exemplo, as siglas OTP e FOZ aparecem assinaladas ao lado de diversos candidatos, mas nem Odebrecht TransPort nem Odebrecht Ambiental (Foz do Brasil) realizaram doações registradas naquela eleição. Em 2012, a Construtora Norberto Odebrecht doou R$ 25.490.000 para partidos e comitês de campanha e apenas R$50 mil para uma candidatura em particular –a de Luiz Marinho, candidato do PT à prefeitura de São Bernardo do Campo (SP). Em 2014, a soma de doações da construtora foi de R$ 48.478.100, divididos entre candidaturas individuais e comitês dos partidos. Em 2010, o total foi de R$ 5,9 milhões, apenas para partidos e comitês de campanha. [caption id="attachment_5447" align="aligncenter" width="848"]lava-jato01-16 Ex-governador Anthony Garotinho é citado nesta tabela[/caption]

O conteúdo destes documentos só foram publicados nesta quarta-feira (23), mas todo material foi apreendido na 23ª fase da operação Lava Jato, batizada de “Acarajé”, realizada no dia 22 de fevereiro.

capa-folha-da-manha-23-marco-2016 (1)Folha antecipou relação entre a Odebrecht e Prefeitura de Campos

A edição desta quarta-feira (23) da Folha da Manhã falou sobre as obras da Odebrecht (aqui), principal alvo da 26ª fase da Lava Jato, em contratos firmados com a Prefeitura de Campos. A empreiteira foi responsável pela construção das casas do Morar Feliz, em duas fases: a primeira iniciada com valor estimado de R$ 357.497.893,43 e a segunda, não concluída, com contrato firmado no valor de R$ 476.519.379,31, em um total superior a R$ 834 milhões. A primeira etapa contou ainda com aditivos no valor de, no mínimo, R$ 96, 4 milhões. Na madrugada desta quarta, o jornalista Alexandre Bastos publicou em seu blog (aqui) que a chamada “diretoria de propina” da Odebrecht negociava com prefeituras, lembrando também das obras em Campos. Após este blog falar sobre os políticos da região, Bastos (aqui) e a jornalista Suzy Monteiro (aqui) também comentaram o assunto. Atualizado às 14h15 — para inclusão de informações. A cobertura completa você confere na edição desta quinta-feira (24) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Neco arruma a casa após “pulo” de comissionados para oposição
23/03/2016 | 11h33
necoooNo Diário Oficial desta quarta-feira (23), o prefeito de São João da Barra "arrumou" algumas peças que estavam em seu staff administrativo, mas  pularam para a oposição, antes mesmo de as exonerações serem publicadas. Nenhuma surpresa entre os nomes que saíram da administração . O DO traz também a chamada de mais profissionais da Saúde pela lista de aprovados no concurso da área para assinar um contrato temporário. Mudanças no primeiro escalão — Até o dia 2 de abril mudanças significativas devem acontecer no primeiro escalão do governo Neco. Secretários e subsecretários que serão candidatos a vereador. Pelo menos cinco secretários são dados como certo na disputa pelo Legislativo: Denise Esteves (Saúde), Edson Cláudio (Fazenda), Luiz Paulo Madureira (Trabalho e Renda), Mário Rocha Filho (Transporte e Trânsito) e Pedro Nilson Berto (Agricultura).
Comentar
Compartilhe
Investigação sobre Lula volta para o STF, determina Teori Zavaski
22/03/2016 | 21h58
Teori-ZavasckiO ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, determinou na noite desta terça-feira (22) que o juiz federal Sérgio Moro envie para o STF as investigações da Operação Lava Jato que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mesmo com a decisão, Lula continua sem poder tomar posse como ministro-chefe da Casa Civil. Na decisão, o ministro atende a um pedido do governo, que apontou irregularidade na divulgação de conversas telefônicas entre Lula e a presidente Dilma Rousseff. No mesmo despacho, Zavascki decretou novamente o sigilo sobre as interceptações. No prazo de 10 dias, Moro deverá prestar informações à Corte sobre a retirada do segredo de Justiça das investigações, por conta do envolvimento de autoridades com foro privilegiado, como ministros e parlamentares.
Comentar
Compartilhe
Odebrecht pede delação premiada para todos os seus diretores
22/03/2016 | 20h49
odebrechtApós a 26ª fase da Operação Lava Jato mirar a Odebrecht, a empresa pede acordo de delação premiada para todos os seus diretores, inclusive o presidente Marcelo Odebrecht, condenado a 19 anos de prisão. A construtora informou, em nota divulgada na noite desta terça-feira (22), que, após “avaliações e reflexões levadas a efeito por nossos acionistas e executivos”, decidiu firmar um acordo de delação premiada com os investigadores. Na nota, a empresa afirma que vem mantendo contato com as autoridades com o objetivo de colaborar com as investigações. Além da decisão de fechar o acordo, a Odebrecht lembra no texto que já firmou um acordo de leniência junto à Controladoria Geral da União. Apesar da decisão da empresa de firmar o acordo, a delação ainda precisa ser aceita pela força-tarefa da Lava Jato. A notícia foi divulgada em primeira mão pela jornalista Cristina Lôbo, em seu blog no portal G1 (aqui). Nesta 26ª fase, a força-tarefa apontou que a Odebrecht possuía uma estrutura profissional de pagamento de propina em dinheiro, com funcionários dedicados a uma espécie de contabilidade paralela que visava pagamentos ilícitos. A área “Setor de Operações Estruturadas” funcionava como uma “diretoria de propinas”, segundo investigadores. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), os pagamentos feitos pela empreiteira estão atrelados a diversas obras e serviços federais e também a governos estaduais e municipais.  
Comentar
Compartilhe
Procissão de Nossa Senhora da Penha é patrimônio Cultural Imaterial do Rio
22/03/2016 | 15h34
Procissao-da-Penha-3 A Assembleia Legislativa (Alerj) aprovou na tarde desta terça-feira, 22, projeto de lei de autoria do deputado estadual Bruno Dauaire (PR) que torna a procissão terrestre de Nossa Senhora da Penha, padroeira de Atafona, distrito de São João da Barra, patrimônio cultural imaterial do Estado do Rio de Janeiro. A devoção à santa que abençoa a foz do rio Paraíba do Sul, reduto de pescadores, é uma das mais importantes do catolicismo em todo o Norte e Noroeste Fluminense. Atrai inclusive fiéis da capital e de estados vizinhos. O projeto começou a tramitar na Alerj após nota publicada por este blogueiro no dia 5 de março na coluna Caiu na Rede (aqui), na Folha da Manhã. Em 2014, durante a visita do governador Pezão (PMDB) à praia sanjoanense durante uma festa da Penha, a Prefeitura chegou a anunciar o título concedido à procissão, mas nada de oficial havia sido feito até esta terça-feira. A aprovação já transforma o projeto em lei, cuja vigência ajudará a preservar a tradição que vem desde o século XIX. A conquista é uma homenagem que se fará perpetuar pelas futuras gerações. A garantia de manter essa história pelos jovens e crianças, hoje e sempre, explica o deputado Bruno, autor do projeto, é o principal objetivo. Mais de dez mil fiéis acompanharam a procissão no ano passado, segundo a Prefeitura. Eles percorrem as principais ruas de Atafona com a imagem da santa e de outros santos católicos. “É um grande ato de fé cristã, de muita emoção. Divulga Atafona a toda a nossa São João da Barra, preserva nossa história e é também um símbolo da vocação sanjoanense pelo turismo religioso”, destaca Bruno. A festa de Nossa Senhora da Penha neste ano acontece entre os dias 27 de março e 4 de abril. A programação foi divulgada em primeira mão neste blog (aqui) Mais informações na edição desta quarta-feira (23) da Folha da Manhã. Com informações da assessoria do deputado.
Comentar
Compartilhe
Em SJB, gratidão e traição são palavras “em alta”
22/03/2016 | 15h20
Sem títuloSJB: traição x gratidão As mudanças no cenário eleitoral de São João da Barra colocaram em evidência as palavras traição e gratidão nas redes sociais. Pessoas que exerciam cargos na administração pública, sob o comando do prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), “pularam” para o grupo da sua ex-aliada e provável adversária neste pleito, Carla Machado (PT). Após uma onda de comentários dos aliados políticos, os principais atores da trama política sanjoanense se posicionaram. Neco chamou os que, segundo ele, se “aproveitaram do governo” e passaram para o outro lado de traidores. Carla rebateu, dizendo que foram pessoas que eram do seu grupo, como foi o próprio prefeito, e que “gratidão não prescreve”. As palavras traição e gratidão são muito fortes para o jogo político. Afinal, os grupos se modificam na mesma intensidade que o avanço do mar redesenha o litoral de Atafona. Transparência SJB, enfim, avançou com seu Portal da Transparência. O site, que deve mostrar todas as receitas e despesas da administração pública, inclusive gasto de pessoal e com licitações, já está no ar. Com a reformulação, o município deve melhorar seus índices. Ranking No último ranking da Transparência do Ministério Público Federal, São João da Barra ficou em 75º entre os 92 municípios e o Estado do Rio, com a baixíssima nota 1,4. A título de comparação, Macaé tirou nota 10. Exemplo A Prefeitura de São Francisco de Itabapoana deve seguir o exemplo de São João da Barra e melhorar seu Portal da Transparência. Se o município sanjoanense foi mal avaliado pelo MPF, o outro lado da foz foi pior ainda. São Francisco ficou na penúltima posição, com a nota 0,2. Concurso Foi divulgado no último sábado (19) pelo Portal da Prefeitura que o prefeito Neco havia convocado 24 profissionais do concurso da Educação. A informação estava equivocada. Na verdade, foram chamados para posse, em publicação oficial, 21 convocados no dia 1º de março e outros três, de convocação anterior, que tiveram recursos administrativos deferidos. Reforço... O PMDB do prefeito Neco, que perdeu duas cadeiras na Câmara com a saída do presidente da Casa Aluizio Siqueira (hoje no PP) e a do vice Alex Firme (agora no PSD), voltará a ter um terço da bancada até o fim deste mês. ... a caminho Os vereadores Eziel Pedro (PSDC) e Carlos Machado da Silva, o Kaká  (PT do B), estão de malas prontas para o PMDB. Líder do governo desde que Alex foi para oposição, em 2015, Jonas Gomes completa o time peemedebista na Câmara de São João da Barra. Na pauta O projeto de lei que dá o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro à procissão de Nossa Senhora da Penha, realizada em Atafona, está na pauta da Alerj para ser votado nesta terça-feira (22). A autoria é do deputado Bruno Dauaire (PR). Neste ano, a festa de Nossa Senhora da Penha será realizada entre 27 de março e 4 de abril. Deu praia Quem aproveitou o final de semana no litoral sanjoanenese se deu muito bem. O mar azulzinho, como há tempos não se via, e o vento calmo, sem falar no forte calor, movimentaram as praias, do Pontal a Grussaí. Feriadão Como tradicionalmente acontece, a Semana Santa terá um feriadão na Prefeitura. O prefeito Neco decretou na semana passada que nesta quinta-feira (24) será ponto facultativo. Com isso, os serviços públicos — exceto os de emergência — serão encerrados nesta quarta-feira (23) e o retorno será na segunda-feira. Fogaréu Nas tradicionais celebrações da Semana Santa de SJB acontece nesta terça, às 20h, a procissão do Fogaréu. As ruas da cidade estarão às escuras e homens carregando tochas representam a perseguição a Jesus. A tradição, resgatada em 2013, havia sido interrompida em 1879. Na quarta é dia da procissão do Encontro. Mal explorado Apesar de um cronograma culturalmente rico em atividades durante a Semana Santa, com ritos que se perpetuam há séculos, o período é mal explorado turisticamente. Se houvesse ampla divulgação, e com antecedência, poderia atrair mais turistas. *Publicado na edição desta terça-feira (22) na Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Ministra nega pedido de Lula no STF e investigação continua com Moro
22/03/2016 | 14h15
Rosa WeberA ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, negou nesta terça-feira (22) pedido da defesa do ex-presidente Lula para manter na Corte investigação sobre o petista na Operação Lava Jato. Os advogados contestaram decisão decisão do ministro Gilmar Mendes, que barrou a nomeação de Lula para ministro da Casa Civil e devolveu as investigações para o juiz Sérgio Moro, da primeira instância da Justiça Federal. Na decisão, a ministra afirmou que, no entendimento do STF, não cabe propor um habeas corpus (tipo de ação utilizado) para derrubar decisão de ministro da própria Corte. “Pontuo que, em todas as oportunidades nas quais a questão me foi submetida, em Colegiado desta Casa ou em juízo singular, decidi pelo não cabimento do writ contra ato de Ministro deste Supremo Tribunal Federal”, escreveu a ministra do despacho. lula-abr-1uNa última sexta-feira (18), Gilmar Mendes suspendeu a posse de Lula sob o argumento de que o ex-presidente foi nomeado ministro para ter foro privilegiado garantido e, assim, tirar as investigações sobre ele das mãos do juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal do Paraná. Moro é o responsável, na primeira instância da Justiça Federal, pela Operação Lava Jato, que apura desvio de recursos da Petrobras. Com a posse no ministério, Lula só poderia ser investigado com autorização do STF, prerrogativa que têm todos os ministros de Estado. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
Radicalização da crise política no Brasil preocupa ONU
22/03/2016 | 14h03
images (2)O Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU se manifestou pela primeira vez desde o acirramento da crise política brasileira e demonstrou preocupação com "um círculo vicioso" que afete "a credibilidade tanto do Executivo quanto do Judiciário". Em um apelo aos ocupantes do governo federal e aos demais partidos políticos, a Organização das Nações Unidas disse esperar que os agentes públicos "cooperem totalmente" com as autoridades judiciárias nas investigações sobre "suposta corrupção de alto nível, para evitar quaisquer ações que possam ser vistas como um meio de obstruir a Justiça", mas lembrou que o Judiciário deve atuar com "escrúpulos, dentro das regras do direito doméstico e internacional, evitando adotar posições político-partidárias." "Estamos preocupados com a possibilidade de que um círculo vicioso possa estar sendo desenvolvido que acabe afetando a credibilidade tanto do Executivo como do Judiciário", disse Rupert Colville, porta-voz da ONU. Nesse inédito posicionamento da organização sobre a crise política brasileira, a entidade faz cobranças a todos os agentes protagonistas da atual situação ao se dizer "preocupada com os debates cada vez mais politizados e acalorados" registrados nas últimas semanas no país. Fonte: Estadão
Comentar
Compartilhe
Rosa Weber vai decidir recurso de Lula no STF
21/03/2016 | 17h59
Rosa WeberA ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), é a nova relatora do habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que questiona decisão do ministro Gilmar Mendes da última sexta-feira, 18, que suspendeu a posse do petista na chefia da Casa Civil do governo. Rosa é uma das citadas nas conversas telefônicas do ex-presidente interceptadas pelos investigadores da Lava Jato. O relator original, ministro Luiz Edson Fachin, se declarou (aqui) suspeito de julgar o caso e reencaminhou o habeas corpus à presidência do STF. Por sorteio, Rosa foi definida nova relatora do caso. Na ação ao Supremo, os advogados de Lula pedem para suspender o trecho da decisão de Gilmar Mendes que determinou a remessa da investigação sobre o ex-presidente de volta ao juiz Sérgio Moro, responsável pela condução da Lava Jato na Justiça Federal em Curitiba, Paraná. Fonte: Estadão
Comentar
Compartilhe
Última chamada da Educação em SJB foi para posse, não de novos concursados
21/03/2016 | 17h27
[caption id="attachment_1320" align="alignleft" width="300"]Convocados devem se apresentar no dia 29 de março, na secretaria de Educação Convocados devem se apresentar no dia 29 de março, na secretaria de Educação[/caption] Houve um equívoco por parte do portal da Prefeitura e deste blogueiro com relação à chamada de 24 aprovados no Concurso da Educação, realizado em janeiro do ano passado. Na notícia do último sábado (19) foi informado (aqui), erroneamente, que o prefeito Neco (PMDB) convocou outros 24 classificados no concurso público da Educação. Na verdade, a convocação foi para posse dos 21 profissionais chamados no edital publicado no dia 1º de março (aqui) e outros três de convocações anteriores que tiveram recursos administrativos deferidos. Esses deverão se apresentar no dia 29 de março, às 10h, no auditório da secretaria de Educação e Cultura. A relação foi publicada no Diário Oficial desse sábado e, no portal da Prefeitura (aqui). Neste mês, a Câmara aprovou (aqui e aqui) a criação de 127 vagas pelo concurso da Educação, por meio de projeto de lei enviado pelo Executivo. Dessas vagas, ninguém ainda foi chamado. Candidatos na lista de espera da Educação em São João da Barra foram recebidos por três vezes na Prefeitura em janeiro, para esclarecimentos sobre possíveis convocações. Em todos os encontros, funcionários afirmaram que aconteceriam novas convocações. Homologado em março do ano passado, o concurso da Educação tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. Pelo equívoco, nossas desculpas aos leitores.
Comentar
Compartilhe
Portal da Transparência da prefeitura de SJB no ar
21/03/2016 | 16h54
[caption id="attachment_5384" align="aligncenter" width="577"]Novo portal está no ar desde sábado. clique na imagem para acessar Novo portal está no ar desde sábado. clique na imagem para acessar[/caption] Está disponível desde o último sábado, 19, no site da Prefeitura de São João da Barra (aqui), o Portal da Transparência (aqui). Nele, o cidadão pode acompanhar as receitas e despesas do Poder Público e seus órgãos, além dos repasses de recursos entre os níveis de governo. Também no Portal, o cidadão fica informado sobre convênios, compras, receitas, despesas, transferências, materiais/bens e pessoal.  No ano passado (aqui), um ranking da Transparência, apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF) mostrou que SJB amargava a 75ª posição entre os 92 municípios e o Estado do Rio, com a baixíssima nota 1,4. A título de comparação, Macaé tirou nota 10. Segunda o Prefeitura, Neco (PMDB) é o primeiro gestor do Executivo sanjoanense a implementar os mecanismos de acesso à informação e de controle social estabelecidos na respectiva de Lei de Transparência Pública. No entanto, na gestão anterior, havia um link no site da Prefeitura chamando para a transparência, que ficou "congelado" por muito tempo, até ser oficialmente desativado. Neco assinou em 19 de abril de 2014 o termo de adesão do município ao Programa Brasil Transparente, realizado pela Controladoria Geral da União (CGU) informando que o município teria, em breve, o seu Portal da Transparência. A Lei da Transparência Pública de nº 131 de 27 de maio do ano de 2009, determinou que os municípios de até 50 mil pessoas deveriam disponibilizar todos os dados de despesa e de receita do orçamento municipal para população em um prazo máximo de quatro anos. Com informações da Secom/SJB. Atualização às 17h10 — Incluir informações do antigo portal do Transparência.
Comentar
Compartilhe
Fachin se declara impedido de julgar habeas corpus pedido por Lula
21/03/2016 | 16h36
FACHIN_Wenderson_Araujo_Justica-440x293O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), declarou-se suspeito para julgar o habeas corpus ajuizado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele foi sorteado (aqui) nesta segunda-feira (21) para relatar o recurso da defesa do petista. Em despacho sucinto, Fachin citou trecho do Código de Processo Civil segundo o qual o juiz é suspeito para decidir determinado processo se for “amigo íntimo ou inimigo de qualquer das partes ou de seus advogados”. O ministro afirmou que tem relação com “um dos ilustres patronos subscritores da medida”, sem citar nomes. Agora, o caso será submetido a sorteio no STF para escolher um novo relator. Na sexta-feira, Gilmar Mendes suspendeu a posse do ex-presidente no ministério da Casa Civil, e ainda devolveu os autos do inquérito envolvendo Lula para o juiz Sérgio Moro. O governo havia comemorado a definição de Fachin para analisar o pedido da defesa do ex-presidente na Corte. Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Fachin será relator do pedido de habeas corpus de Lula no STF
21/03/2016 | 14h20
FACHIN_Wenderson_Araujo_Justica-440x293O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin será o relator para analisar o pedido de habeas corpus apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva junto ao Supremo. O sorteio foi realizado nesta segunda-feira (21). Os advogados de Lula, junto à Advocacia-Geral da União (AGU), entraram neste domingo (20) com o recurso para que o relator da Operação Lava Jato no STF, Teori Zavascki, assuma os processos envolvendo o petista, no lugar do ministro Gilmar Mendes. Na sexta-feira (18), Mendes suspendeu a posse do ex-presidente no ministério da Casa Civil, e ainda devolveu os autos do inquérito envolvendo Lula para o juiz Sérgio Moro. Agora, está nas mãos de Fachin aceitar ou não a solicitação feita pela defesa do líder petista, que passará a contar com foro privilegiado caso assuma a Casa Civil. Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
PMDB voltará a ter três cadeiras na Câmara de SJB
21/03/2016 | 14h15
[caption id="attachment_5375" align="alignleft" width="300"]Vereadores que vão compor a bancada do PMDB na Câmara de SJB Vereadores que vão compor a bancada do PMDB na Câmara de SJB[/caption] O partido do prefeito Neco (PMDB) voltará a ter três cadeiras na Câmara. Desde o ano passado, dois vereadores eleitos pelo PMDB já haviam assumido postura de oposição: Aluizio Siqueira, presidente da Casa, e Alex Firme, vice-presidente e até então líder do governo. Neste ano, eles deixaram a legenda e ingressaram, respectivamente, no PP e no PSD. Agora, como já adiantado (aqui) por este blog, Kaká vai para o PMDB e deve assumir a liderança do partido na Câmara. O outro nome a integrar a legenda é Eziel Pedro. Eleito pelo PSDC ele deixará a legenda, uma vez que o deputado estadual João Peixoto, presidente regional do partido, já anunciou apoio a Carla Machado (PT), pré-candidata à Prefeitura de São João da Barra. Para completa o trio, permanece no PMDB o vereador Jonas Gomes, atual líder do governo. Em seu perfil no Facebook, Kaká informou na manhã desta segunda-feira (21) que os três estavam a caminho da Alerj. O presidente da Alerj, para quem não se lembra, é o cacique do PMDB, Jorge Piccini.
Comentar
Compartilhe
Semana com santas tradições; Turismo religioso mal explorado em SJB
20/03/2016 | 20h25
[caption id="attachment_5363" align="aligncenter" width="1018"]unnamed (6) (1) Procissão do Fogaréu foi resgata em 2013, após ser interrompida no século XIX[/caption] São João da Barra explora mal seu potencial em turismo religioso (na opinião deste blogueiro). Da Semana Santa, com ritos seculares bem parecidos com os das históricas cidades mineiras, à festa de Nossa Senhora da Penha, que é a maior demonstração de fé Mariana em toda região (aqui), a divulgação é fraca. O próximo administrador municipal, seja ele quem for, deve estar atento que turismo não é apenas show. Além deste período ao qual estamos chegando, existem outras celebrações religiosas de cunho cultural, como a festa do Divino Espírito Santo e o os santos juninos - em especial o padroeiro São João Batista e sua procissão fluvial - que merecem atenção especial como potencial de turismo religioso. Confira matéria sobre a Semana Santa de SJB publicada na edição deste domingo (20) na Folha da Manhã (também aqui, na Folha Online):   Semana santa sjbSemana de santas tradições São João da Barra celebra com ritos seculares os últimos dias de vida e a ressurreição de Cristo Os últimos momentos da vida de Jesus Cristo e a ressurreição, conforme relatos bíblicos, são relembrados nesta semana (considerada santa para os católicos) com intensidade em São João da Barra. As ações litúrgicas na igreja matriz de São João Batista remontam tradições seculares do catolicismo. Nas ruas, as celebrações se assemelham as manifestações religiosas de cidades históricas de Minas Gerais e do interior de Goiás, o que fomenta o turismo religioso. Os ritos têm início neste domingo (20), com a celebração do Domingo de Ramos, que retrata a entrada de Jesus em Jerusalém, e segue até a Páscoa, com a procissão da Ressurreição, passando pelas procissões do Fogaréu, do Encontro, e do Senhor Morto e o Auto da Paixão de Cristo. Na terça (22), as ruas de São João da Barra estarão às escuras, a partir das 20h, quando será realizada a Procissão do Fogaréu, saindo da Igreja de São Pedro e percorrendo as igrejas de São Benedito, São João Batista e Boa Morte. A celebração é um resgate cultural que a Irmandade do Santíssimo Sacramento, responsável pelas atividades em parceria com a Paróquia São João Batista, retomou em 2013, após ser interrompida em 1879. Participam da Procissão do Fogaréu, cerca de 70 homens encapuzados, no cortejo ao som dos tambores e iluminado por tochas. Um dos responsáveis pelo resgate da celebração é Jorge Renato Amaral, um dos diretores da Irmandade, que explica a simbologia. “A Procissão do Fogaréu representa a perseguição e prisão de Jesus Cristo. A comunidade católica de São João da Barra participa ativamente dessas atividades, que, além da religiosidade, também representam a cultura do nosso povo”, disse. [caption id="attachment_5360" align="alignleft" width="300"]Procissão do encontro (18) Procissão do encontro acontece na quarta-feira[/caption] Na quarta-feira (23), é realizada a Procissão do Encontro. Dois cortejos saem às 19h: o do Senhor dos Passos, acompanhado por homens, sai da matriz; as mulheres saem da igreja da Boa Morte, com a imagem de Nossa Senhora das Dores. Em determinado momento, as procissões se encontram na igreja de São João Batista. Na tradição católica, representa o encontro de Maria com seu filho Jesus a caminho do calvário. As celebrações da quinta-feira (24) acontecem apenas na matriz, com a cerimônia do “lava pés”, às 18h30, em alusão à última ceia de Cristo antes da crucificação. Na sexta-feira (25) da Paixão, o rito litúrgico é celebrado às 15h, horário em que segundo relatos bíblicos Jesus morreu. À noite, às 18h, é realizada a procissão do Senhor morto. O cortejo leva uma imagem de Jesus morto, seguido da imagem de Nossa Senhora das Dores. Na Semana Santa, as matracas substituem os sinos e vem à frente do cortejo, anunciado a sua passagem pelas principais ruas da sede do município. Nos cruzamentos e em frente às igrejas da cidade, meninas entoam o cântico de Verônica, e apresentam uma representação do rosto de Jesus no Santo Sudário. O sábado (26) é marcado pela celebração da vigília pascal, um dos ritos mais tradicionais e importantes do catolicismo. No domingo (27), às 6h, a matriz encerra as atividades da Semana Santa com a procissão da Ressurreição. Além da programação da igreja, é apresentado o “Auto da Paixão”. Além da Paróquia e da Irmandade, a Educação e Cultura e o Turismo, Esporte e Lazer são as secretarias municipais que dão suporte as atividades realizadas nas celebrações. [caption id="attachment_5361" align="alignleft" width="300"]Paixão de Cristo será encenada nesta sexta-feira (25), no Ginásio de Espoortes Paixão de Cristo será encenada nesta sexta-feira (25), no Ginásio de Esportes[/caption] História de Cristo retratada em peça teatral A tradição é mantida todos os anos em São João da Barra. Na primeira sexta-feira após a lua cheia do outono, quando os católicos relembram o julgamento, paixão, crucificação e morte de Jesus Cristo, a sexta-feira santa, acontece a encenação do Auto da Paixão de Cristo, logo depois da procissão do Senhor Morto, no ginásio de Esportes. O “espetáculo de fé” já acontece na cidade há cerca de 30 anos. A encenação envolve cerca de 200 pessoas. Reuniões, ensaios, criação de figurinos e cenário são etapas a serem cumpridas no período de preparação. Segundo Luiz Fabiano Machado, um dos responsáveis pelo espetáculo, quase todo mundo já conhece a história que é apresentada. Porém, a emoção do público é tamanha, que é como se fosse contada pela primeira vez. — A peça conta a história de Jesus Cristo. Seu nascimento, os ensinamentos do cristianismo, os milagres, o calvário até os últimos momentos antes da crucificação e os primeiros após a ressurreição — explicou. Todos os envolvidos na realização do espetáculo são do município. A equipe conta com atores, figurantes, cenógrafos, figurinistas, coreógrafos, bailarinos, contrarregras, costureiras, bordadeiras, lavadeiras, passadeiras, pessoal de apoio e diretores.
Comentar
Compartilhe
Neco chama de traidores os que “pularam” para o grupo de Carla
20/03/2016 | 14h18
Neco_fidelidade_faceO assunto que mais tem rendido comentários em São João da Barra nos últimos dias é a mudança de postura política de membros que estavam nomeados no governo Neco (PMDB). Antes mesmo de serem oficialmente exonerados, eles participam de encontro com a pré-candidata Carla Machado (PT) e as imagens vão parar nas redes sociais. Alguns do grupo político do prefeito dizem que é “um movimento natural”, e que outros alinhados com a petista virão para o grupo peemedebista. Entretanto, muita gente “passou recibo” nos últimos dias, com críticas ferrenhas a quem voltou para o grupo de Carla. Eis que na noite de sábado (19), após um período sem atualização no Facebook, Neco comentou sobre o assunto e chamou seus ex-aliados de “traidores”. Segundo Neco, os exonerados anteriormente em seu governo foram pessoas com “desvios de conduta” e que ainda estariam ligadas à ex-prefeita. O grupo que tem “pulado” nesta reta final para mudança partidária é composto por pessoas de confiança do prefeito. “Deixo bem claro para todos que alguns que saíram prometeram fidelidade a todo o tempo, no entanto não mantiveram sua palavra, estando ao nosso lado somente para aproveitar ao máximo possível do serviço que tinham”. O prefeito mostrou acreditar que quem deixou seu grupo nas últimas semanas mostra que estava com a ex-prefeita na eleição para deputada estadual pelo PT. Para Neco, apesar de Carla ter conquistado mais de oito mil votos naquela campanha, seu grupo deu “uma coça de votos com nossos candidatos que tiveram um número de votos muito maior que ela”. “E posso dizer que são traidores, e não possuem compromisso com São João da Barra. Nós temos as mais fortes e maiores lideranças do município e é com esta força que iremos para as ruas lutar pelo povo”, concluiu Neco.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado usa redes sociais para mostrar que está elegível
20/03/2016 | 12h05
Carla_mostra_elegívelPré-candidata a prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PT) usou seu perfil nas redes sociais para mostrar que está apta para disputa. No último pleito, no qual ela disputou uma cadeira na Alerj, chegou a ser comentado na cidade que seus votos não seriam validados, que ela estaria inelegível. “Falaram na eleição para deputada que meus votos não seriam validados. Tanto foram válidos que fui diplomada como suplente de deputada”, escreveu a petista. Segundo Carla, que já foi prefeita de SJB por dois mandatos, com a aproximação da eleição seus adversários voltam a insinuar que ela teria problemas com a Justiça Eleitoral, como forma de “enganar os eleitores”. “O desespero vai tomando conta dos adversários que se utilizam de mentiras para enganar as pessoas”. Logo depois ela coloca fotos do nada consta da certidão eleitoral e criminal retiradas pela internet na tarde deste sábado (19). A repercussão nas redes sociais foi grande. 2014 – Na disputa por uma cadeira na Alerj, Carla teve 8.853 votos em São João da Barra. O segundo colocado foi o vereador Kaká (então no PT do B, hoje PMDB) com 3.520. Bruno Dauaire (PR), de família tradicional na política sanjoanense – o pai e o avô (duas vezes cada) foram prefeitos –, teve 2.561. O candidato oficial do prefeito Neco (PMDB) foi Paulo Mello (PMDB), que conquistou 2.248 votos no município. Neco também declarou apoio a Kaká e outros candidatos peemedebistas. Em postagem na noite de sábado, Neco “passou recibo” com relação aos comissionados que pularam para o grupo da petista e, em sua avaliação, disse que deu “uma coça de votos na ex-prefeita” quando ela disputou como deputada, numa clara provocação para disputa eleitoral pela Prefeitura de SJB, que deve contar apenas com os dois neste ano.
Comentar
Compartilhe
Datafolha: Marina Silva lidera em todos os cenários para 2018
20/03/2016 | 11h14
Marina terá atuação nas redes sociaisA ex-senadora Marina Silva (Rede), que disputou a presidência da República em 2010 e 2014, sendo a terceira mais votada nos dois pleitos, atualmente lidera as pesquisas de intenção de votos para 2018, segundo o Datafolha. Ela tem entre 21% e 24% das intenções de voto, dependendo de quem for o candidato do PSDB. Marina, o senador Aécio Neves (PSDB) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) são os nomes mais citados para a eleição de 2018, segundo pesquisa Datafolha feita em 17 e 18 de março. Considerando a margem de erro do levantamento, de dois pontos percentuais para mais ou para menos, os três aparecem empatados quando confrontados entre si. Foram ouvidos 2.794 entrevistados em 171 municípios. Lula e Aécio perderam pontos, comparado à pesquisa anterior da Datafolha. A deleção premiada de Delcídio Amaral, ex-líder do PT no Senado, que aponta o ex-presidente como quem comandava o esquema da Petrobras e o senador tucano como quem recebeu propina de Furnas pode ter influenciado nos números. Nos protestos pelo impeachment no último domingo (13), Serra foi hostilizado, junto com Geraldo Alckimin (PSDB, também pré-candidato à presidência), na avenida Paulista. A sondagem mostrou que a rejeição a Lula atinge patamar recorde de 57%. Os números também apontam que 68% dos brasileiros apoiam impeachment da presidente Dilma Rousseff, conforme o blog do Bastos informou aqui. Sérgio Moro – O juiz Sergio Moro, da Operação Lava Jato, foi incluído pelo Datafolha na pesquisa de intenção de voto para 2018. No cenário em que foi testado, Moro ficou em 4º lugar, com 8% –atrás de Marina, Lula e Aécio, e à frente de nomes como Serra, Bolsonaro e Alckmin. CENÁRIO 1 – com Aécio candidato do PSDB Marina (Rede): 21% Aécio (PSDB): 19% Lula (PT): 17% Bolsonaro (PSC): 6% Ciro Gomes (PDT): 6% ________________________________________ CENÁRIO 2 com Alckmin candidato do PSDB Marina (Rede): 23% Lula (PT): 17% Alckmin (PSDB): 11% Ciro Gomes (PDT): 7% Bolsonaro (PSC): 6% ________________________________________ CENÁRIO 3 com Serra candidato pelo PSDB Marina (Rede): 24% Lula (PT): 17% Serra (PSDB): 13% Ciro Gomes (PDT): 7% Bolsonaro (PSC): 7% ________________________________________ CENÁRIO 4 com os três tucanos e Moro Marina (Rede): 17% Lula (PT): 17% Aécio (PSDB): 14% Sergio Moro (sem partido): 8% Serra (PSDB): 6% Bolsonaro (PSC): 5% Ciro Gomes (PDT): 5% Alckmin (PSDB): 5%  
Comentar
Compartilhe
Deputado visita colégio em Atafona: “Não tá tranquilo, nem favorável!”
19/03/2016 | 13h35
[caption id="attachment_5331" align="aligncenter" width="960"]Bruno com alunos do Newton Alves onde um dia já foi uma quadra poliesportiva (Reprodução/Facebook) Bruno com alunos do Newton Alves onde um dia já foi uma quadra poliesportiva (Reprodução/Facebook)[/caption] O deputado estadual Bruno Dauaire (PR) visitou ontem o Colégio Estadual Doutor Newton Alves, em Atafona, alvo de reclamações e protestos devido ao precário estado do prédio, conforme este blog mostrou aqui. Após repercussão do caso nas redes sociais e também matéria publicada na Folha da Manhã, Bruno informou (aqui) que “entrou na briga” na busca por soluções para os problemas. Nesta sexta-feira, ele constatou pessoalmente a necessidade de intervenções no prédio. “O quadro é triste. Não tá tranquilo, nem favorável!”, escreveu Bruno em seu perfil em uma rede social, na qual também colocou fotos do prédio e em conversas com alunos. Nesta semana (aqui), um protesto foi realizado em Atafona devido à situação de caos no prédio público, alem de apoio à paralisação dos professores da rede estadual. Contestada, a secretaria de Estado de Educação (Seeduc) informou que já enviou uma equipe da Empresa de Obras Públicas (Emop), conforme prometido mo mês passado (aqui). “A Emop já realizou vistoria no Colégio Estadual Doutor Newton Alves, em São João da Barra. No entanto, a Seeduc aguarda liberação orçamentária para planejar a realização de obras no local”, disse a secretaria em nota. O deputado também esteve no Colégio Estadual Raimundo Magalhães, em Barcelos, 6º distrito de São João da Barra, e apontou que a situação não é muito diferente.
Comentar
Compartilhe
Neco convoca 24 aprovados no concurso da Educação
19/03/2016 | 09h54
Caro leitor, esta informação, conforme alertado nos comentários está equivocada. Na verdade, a publicação se refere à convocação para posse de 21 profissionais chamados no edital publicado no dia 1º de março (aqui) e outros três de convocações anteriores que tiveram recursos administrativos deferidos. A errata foi publicada neste blog na segunda-feira (21) e pode ser conferida aqui. A você, nossas desculpas. [caption id="attachment_1320" align="alignleft" width="300"]Convocados devem se apresentar no dia 29 de março, na secretaria de Educação Convocados devem se apresentar no dia 29 de março, na secretaria de Educação[/caption] O prefeito Neco (PMDB) convocou outros 24 classificados no concurso público da Educação, realizado em janeiro do ano passado. Os convocados deverão se apresentar no dia 29 de março, às 10h, no auditório da secretaria de Educação e Cultura. A relação pode ser conferida no Diário Oficial deste sábado – a edição impressa da Folha da Manh㠖 e, no portal da Prefeitura (aqui). A chamada é para o preenchimento dos seguintes cargos: Auxiliar de creche (3 vagas); Professor II - 1º ao 5º ano (4 vagas); Professor II - Educação Infantil Pré-escola (1 vaga); Secretário de escola (1 vaga); Professor I - Ciências (1 vaga); Professor I - Geografia (2 vagas); Professor I - História (2 vagas); Professor I - Matemática (4 vagas); Professor I -  Português (2 vagas); Psicopedagogo (4 vagas). Esta é a quarta convocação para o Concurso Público da Educação. Na primeira, foram chamados 21 aprovados para vagas disponíveis no Edital. A segunda, em fevereiro, utilizando cadastro de reserva, empossou 32 profissionais. No início do mês, outros 21 foram convocados. A Câmara aprovou (aqui) neste mês a criação de 127 vagas pelo concurso da Educação, por meio de projeto de lei enviado pelo Executivo. Candidatos na lista de espera da Educação em São João da Barra foram recebidos por três vezes na Prefeitura em janeiro, para esclarecimentos sobre possíveis convocações. Em todos os encontros, funcionários afirmaram que aconteceriam novas convocações. Homologado em março do ano passado, o concurso da Educação tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.
Comentar
Compartilhe
SJB: Kaká vai para o PMDB
18/03/2016 | 19h51
phoca_thumb_l_carlos machado da silva 2O vereador Carlos Machado da Silva, o Kaká, eleito em 2012 no PT do B com 1.215 votos, vai reforçar o PMDB de São João da Barra. Do palanque de oposição no pleito passado, Kaká passou para a base de apoio ao prefeito Neco (PMDB) e desde então assumiu a linha de frente nos embates com a oposição. Kaká estve no Rio nesta sexta-feira (18) e o martelo já foi batido. A expectativa é que o vereador assuma a liderança do partido na Casa. Kaká sai do PT do B, mas deixa a porta aberta, inclusive mantendo o partido na base de aliança a Neco para eleição de 2016. Vale destacar que em 2014 o vereador disputou uma cadeira na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), quando obteve 11.104 votos, ficando na primeira suplência de sua legenda. Reforços depois de debandada No mês passado, conforme informei na coluna Caiu na Rede (aqui), o PMDB sanjoanense passou por uma debandada. Dos cinco candidatos mais votados pela legenda em 2012, três já anunciaram a saída do grupo governista. O mais votado entre os peemedebistas no último pleito, o vereador Alex Firme, foi para o PSD; presidente da Câmara e segundo entre os peemedebistas em 2012, Aluizio Siqueira, está no PP; mesmo destino do segundo suplente de vereador Danilo Machado. A chegada de Kaká e a quase certeza de que o vereador Eziel Pedro (eleito em 2012 no PSDC) também vai disputar a reeleição como peemedebista, o partido do prefeito Neco voltará a três cadeiras na Câmara. Eziel ainda não confirmou seu futuro partidário.
Comentar
Compartilhe
Nova liminar suspende nomeação de Lula
18/03/2016 | 18h14
lula-abr-1O juiz federal substituto de Assis (SP) Luciano Tertuliano da Silva aceitou, nesta sexta-feira (18), um pedido de liminar para suspensão da nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil do governo Dilma Rousseff. Essa é a terceira liminar (decisão provisória) que impede que Lula assuma o cargo, para o qual tomou posse na quarta-feira. Pouco antes da decisão do juiz de Assis, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) havia derrubado uma liminar da 6ª Vara da Justiça Federal no Rio de Janeiro que suspendia a nomeação de Lula. A decisão foi proferida em pedido apresentado pela  AGU. Na véspera, caiu outra liminar, desta vez da Justiça Federal do DF, que também impedia o ex-presidente de assumir a Casa Civil. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
Lula volta a ser ministro ao derrubar segunda liminar
18/03/2016 | 15h46
[caption id="attachment_5294" align="alignleft" width="225"]Dilma e Lula durante cerimônia de posse (Agência Brasil) Dilma e Lula durante cerimônia de posse (Agência Brasil)[/caption] A segunda liminar (decisão provisória) que suspendeu a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil foi derrubada nesta sexta-feira (18) pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região, no Rio. Tribunais em todo o país já receberam mais de 50 ações tentando impedir a posse de Lula no governo, segundo dados da Advocacia Geral da República (AGU). Outras 13 foram protocoladas no Supremo Tribunal Federal (STF). Lula tomou posse na quinta-feira. No entanto, horas depois, uma liminar do juiz federal Itagiba Catta Preta Neto, da 4ª Vara do Distrito Federal, anulou o ato até que as investigações sobre Lula na Lava Jato fossem concluídas. À noite essa decisão foi derrubada. Entretanto, Lula ainda não era ministro porque a 6ª Vara Federal do Rio de Janeiro concedeu outra liminar suspendendo a posse do ex-presidente. A juíza Regina Coeli Formisano deferiu a liminar da ação popular. Agora, com as duas liminares suspensas, o ex-presidente está de volta ao cargo.
Comentar
Compartilhe
Impeachment será avaliado antes de 45 dias, diz Cunha
18/03/2016 | 11h37
Cunha e DilmaO plenário da Câmara dos Deputados realiza sessão de debates na manhã desta sexta-feira (18). Assim, passa a contar o prazo de 10 sessões do plenário para a apresentação de defesa da presidente da República, Dilma Rousseff – nesta quinta-feira (17), foi instalada a comissão especial da Câmara que analisará o pedido de impeachment de Dilma (aqui) feito pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr. e pela advogada Janaína Pachoal. Com 66 parlamentares presentes, o plenário da Câmara atingiu o quórum para iniciar a sessão deliberativa, nesta sexta-feira. O encontro será descontado das dez sessões em plenário estipuladas para a presidente Dilma apresentar a sua defesa aos parlamentares. Neste ritmo, com a presença do número mínimo de 51 deputados também às segundas e sextas-feiras, o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acredita que o prazo estimado de 45 dias para analisar o processo será abreviado. O líder do PSD na Câmara, deputado Rogério Rosso (DF), é o presidente da comissão. O relator é o líder do PTB, deputado Jovair Arantes (GO). Rogério Rosso tem 47 anos, é advogado e músico. Foi governador do Distrito Federal, secretário da Agência de Desenvolvimento Econômico do DF, presidente da Companhia de Planejamento do DF e administrador da cidade de Ceilândia. Jovair Arantes, que está no seu sexto mandato consecutivo como deputado federal, tem 64 anos e é cirurgião-dentista. Já foi vereador, vice-prefeito de Goiânia, secretário de Saúde, presidente de empresas e conselheiro do Atlético Clube Goianiense.
Comentar
Compartilhe
Briga em frente à Câmara de SJB não pode ser “aperitivo” da campanha eleitoral
17/03/2016 | 16h20
Sem títuloPeríodo nada pacífico O clima anda exaltado nas redes sociais em São João da Barra, principalmente quando o assunto é política. Tem gente que “pesa a mão” em momentos desnecessários e o debate foge do campo das ideias, passando a agressões pessoais. O povo sanjoanense sempre foi passional, toma partido mesmo. Poucos ficam isentos. A cinco meses do início da campanha eleitoral, um fato na última terça-feira acende um sinal de alerta. Após troca de farpas nas redes sociais, houve agressão física entre um membro do grupo governista e um simpatizante da oposição próximo à Câmara Municipal. Pré-candidatos e seus cabos eleitorais precisam acalmar os ânimos, caso queiram uma campanha sem violência a partir de agosto. Que seja um embate de ideias, não físico. Não é necessário repetir nas ruas da cidade as trocas de pedradas entre amantes de Congos e Chinês no século passado. Se evoluímos no Carnaval, não há porque regredir nos embates políticos. Esperança Foi positivo o resultado da reunião em Brasília, no ministério da Fazenda, para antecipação dos royalties para municípios do Norte Fluminense. Em SJB, o prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), tem condicionado ao empréstimo o desenvolvimento de obras no município e a ampliação de projetos. Mais alguns A pré-candidata Carla Machada (PT), que vai disputar a Prefeitura de SJB, tem divulgado em seu perfil nas redes sociais a adesão de munícipes e pré-candidatos a vereador, Carla tem conseguido “puxar” até gente com cargo de atual governo, antes mesmo de ser exonerado. Desconfiança Internamente, o grupo governista vive com certa de confiança, para saber se terá o “próximo a pular” ainda neste mês de definições partidárias. Por outro lado, há quem trabalhe para derrubar alianças partidárias já consolidadas, tanto de um lado como outro. No páreo Ganha força a pré-candidatura de oposição de Francimara Barbosa Lemos, esposa do ex-prefeito Frederico Barbosa Lemos, à Prefeitura de São Francisco de Itabapoana. Ela estaria disposta a concorrer ao cargo com o atual prefeito, Pedrinho Cherene. As pesquisas internas estariam apontando um empate técnico entre os dois. Apoio Francimara recebeu no último fim de semana o apoio do vereador campista Gil Vianna. Como o jornalista Alexandre Bastos mostrou em seu blog (aqui), com o senador Romário de volta ao comando da legenda no Rio, Gil retoma a condição de articulador regional. A vereadora Iara Cíntia Rocha, única da oposição em SFI, também participou da reunião. Patrimônio O deputado estadual Bruno Dauaire (PR) já deu entrada no projeto de lei que torna a procissão de Nossa Senhora da Penha, padroeira de Atafona, em Patrimônio Cultural Imaterial do Rio de Janeiro (aqui). O projeto teve andamento após esta coluna lembrar da promessa feitas desde 2014. Divulgada A  festa de Nossa Senhora da Penha já tem programação confirmada (aqui). Sem shows nacionais, assim como no verão, artistas locais e regionais animarão a festividade. Na parte religiosa, mudança significativa na procissão fluvial, que será no sábado. No mais, tudo indica que será mais um espetáculo de fé e devoção em Atafona, entre 27 de março e 4 de abril. *Publicado na edição desta quinta-feira (17) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Câmara elege comissão que analisará impeachment de Dilma
17/03/2016 | 16h10
br-dilma-governo-portugal-cuba A Câmara dos Deputados elegeu na tarde desta quinta-feira (17), em votação aberta, os 65 integrantes da comissão especial que primeiro analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O prazo inicial para apresentar os nomes era até 12h, mas foi prorrogado até 13h. A comissão foi eleita por 433 votos a favor e apenas 1 contrário, do deputado José Airton Cirilo (PT-CE). "Está eleita a comissão especial destinada a dar parecer quanto à denúncia contra a senhora presidente da República", anunciou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), às 15h48. Pela proporcionalidade das bancadas, PT e PMDB serão os dois partidos com mais integrantes na comissão, 8 cada. O PSDB terá 6 representantes. Cunha também anunciou que está convocada para as 19h desta quinta uma sessão em um dos plenários das comissões para a eleição de presidente e relator da comissão do impeachment. Segundo o presidente da Câmara, 45 dias é um “prazo razoável” para concluir toda a tramitação do processo de impeachment na Casa. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
Duas liminares suspendem posse de Lula na Casa Civil
17/03/2016 | 11h53
Brasília - Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de posse dos novos ministros da Casa Civil, Luiz Inácio Lula da Silva; da Justiça, Eugênio Aragão; da Secretaria de Aviação Civil, Mauro Lopes e do Chefe de Gabinete Pessoal da Presidenta da República, Jaques Wagner(Roberto Stuckert Filho/PR) O juiz federal Itagiba Catta Preta Neto, da 4ª Vara do Distrito Federal, deferiu na manhã desta quinta-feira (17) uma liminar que suspende a posse do ex-presidente Lula como ministro-chefe da Casa Civil até que as investigações sobre ele na Lava Jato sejam concluídas. A informação foi divulgada por volta das 11h50 na Globo News. A decisão foi proclamada poucas horas depois de o ex-presidente ser empossado por Dilma, em cerimônia que, até então, marcaria o retorno de Lula ao governo. Dilma fez um duro discurso contra procedimentos, considerados por ela abusivos, da força-tarefa da Lava Jato. No fim da tarde, a 6ª Vara Federal do Rio de Janeiro concedeu mais uma liminar suspendendo a posse do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil. A juíza Regina Coeli Formisano deferiu a liminar da ação popular. O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, afirmou que um recurso já foi protocolado no Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região para derrubar a liminar proferida pelo juiz federal Itagiba Catta Preta. Cardozo disse ainda que Lula está oficialmente investido no cargo de ministro da Casa Civil, que a posse é válida e que o ex-presidente é, sim, ministro. O impedimento, segundo o advogado-geral, seria para o exercício das funções do cargo. Lula chegou a Brasília em meio a grande tensão, já que nesta quarta-feira (16) foram divulgadas pelo juiz Sérgio Moro de conversas entre Lula e Dilma que mostram indícios de acerto entre os dois para obstruir a Justiça e prejudicar as investigações, como o envio de um termo preventivo de posse para ser usado em “caso de necessidade”. Desde a noite de quarta-feira, manifestações contra a posse de Lula e pedindo o impeachment de Dilma foram registradas em distintos pontos do país. Na manhã desta quinta, os protestos continuaram, inclusive com confrontos registrados em Brasília. Houve também manifestações de apoio ao petista na capital federal, inclusive durante a cerimônia de posse. Vale salientar que a posse de Lula estava prevista para terça-feira (22). No entanto, após a divulgação das gravações, foi antecipada para esta manhã. Como ministro, Lula teria foro privilegiado e só poderia ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal, longe do juiz Sérgio Moro. No Supremo — Já existem dez ações no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a nulidade da posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil. São duas propostas pelo PSDB, uma do PSB e uma do PPS. As outras seis ações foram ajuizadas por cidadãos anônimos. São três os ministros que dividem a relatoria dos processos: Teori Zavascki, que também é o relator da Lava-Jato no tribunal, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello. Atualizado às 20h — Para inclusão de informações.
Comentar
Compartilhe
Dilma liga para Pezão para saber se ele está vivo
16/03/2016 | 23h48
IMG-20160316-WA0048O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), está internado desde o último sábado (12). Na noite desta quarta-feira (16) começaram a circular nas redes sociais falsas notícias sobre a morte do governador. Diante dos boatos, mesmo em meio ao cenário conturbado em Brasília, a presidente Dilma Rousseff se preocupou com Pezão. Ela ligou para saber se o governador "estava vivo". Segundo a assessoria de imprensa do Governo do Estado, Pezão foi ao hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, para exames de rotina. No entanto, com febre causada por um quadro infeccioso ainda não definido oficialmente, permanece internado até hoje. Jornais cariocas dizem que as complicações são em virtude de uma sinusite. Após a onda de boatos, Pezão publicou mensagem no Facebook informando que ainda está no hospital, mas se recupera bem. Quem informou sobre o telefonema de Dilma foi o jornalista Lauro Jardim, em seu blog (aqui) no jornal O Globo. Ele relata que, questionado por Dilma se estava vivo, "Pezão riu. E respondeu que está internado, sim, mas segue bem vivo". O blog do Bastos também falou sobre o assunto  (aqui).
Comentar
Compartilhe
Após grampo da PF, Dilma antecipa nomeação de Lula e cria novo ministério
16/03/2016 | 19h42
Lula e Dilma_SBCEdição extraordinária do “Diário Oficial da União” publicada no início da noite desta quarta-feira (16) traz a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como novo ministro da Casa Civil e a criação de um novo ministério, o do Gabinete Pessoal do Presidente da República, que será ocupado por Jaques Wagner, ex-ministro da Casa Civil. No final da tarde desta quarta, o juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, retirou o sigilo de interceptações telefônicas de Lula. As conversas gravadas pela Polícia Federal incluem diálogo gravado nesta quarta com a presidente Dilma Rousseff, que o nomeou como ministro-chefe da Casa Civil. Dilma e Lula conversam sobre o termo de posse de Lula. A presidente diz a ele que iria mandar o termo para que ele usasse somente “em caso de necessidade”. Inicialmente, Lula só tomaria posse na próxima terça-feira (22). Com a nomeação, o es-presidente ganhou foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal (STF). Com isso, a investigação sobre ele sai do alcance do juiz Sérgio Moro e passa para o âmbito do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
Colégio de Atafona pede socorro e alunos vão para rua protestar
16/03/2016 | 12h46
[caption id="attachment_4834" align="aligncenter" width="820"]Imagens dos problemas na unidades escolar foram divulgadas nas redes sociais Imagens dos problemas na unidades escolar foram divulgadas nas redes sociais[/caption] Alunos, pais, funcionários e ex-alunos do Colégio Estadual Doutor Newton Alves, de Atafona, programaram para a tarde desta quarta-feira (16), às 15h, um protesto pelas ruas da localidade cobrando do Governo do Estado a reforma da unidade escolar. O movimento também é em apoio à greve dos profissionais da educação, que reivindicam melhorias nas condições de trabalho e salariais. No mês passado, como este blog mostrou aqui, a aluna Stéfani Cardozo mostrou, nas redes sociais, diversos problemas no prédio que precisam de soluções urgentes por parte do governo do Rio. As tristes imagens – principalmente para este blogueiro, aluno e colaborador do Cedna entre 2001 e 2007 – mostram salas desativadas (seriam três nessa situação) após a queda de forros; telhas quebradas, além da quadra da unidade, que já foi espaço para momentos de tantas alegrias dos alunos, em situação deplorável. A repercussão foi grande, com diversos compartilhamentos na internet. Contestada pelo blog (aqui), a secretaria de Estado de Educação disse que enviaria uma equipe da Empresa de Obras Públicas ao colégio para analisar a extensão do dano, sem informar, no entanto, quando isso ocorrerá. Aparentemente sem resposta definitiva, o movimento foi marcado para esta quarta. o deputado estadual Bruno Dauaire (PR) também informou que "entrou na briga" pelo colégio (aqui). No entanto, até agora, parou no diálogo com a secretaria de Educação. Atualização às 17h25 - Em nota, a secretaria de Educação informou que "a Emop já realizou vistoria no Colégio Estadual Doutor Newton Alves, em São João da Barra. No entanto, a Seeduc aguarda liberação orçamentária para planejar a realização de obras no local".
Comentar
Compartilhe
Lula aceita assumir a Casa Civil
16/03/2016 | 12h12

lula-abr-1

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aceitou ser ministro da Casa Civil e ocupará a vaga de Jaques Wagner. Com a entrada no governo, Lula passa a ter foro privilegiado. Com isso, ele será julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e não mais pelo juiz de primeira instância Sérgio Moro. Outro objetivo do petista, ao assumir o cargo, é tentar barrar o impeachment de Dilma no Congresso. Ele já havia começado a se movimentar, buscando especialmente o apoio do PMDB. Foram quase três horas de reunião com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio da Alvorada, para discutir a nomeação. A informação foi confirmada, em nota do Planalto, na tarde desta quarta-feira (16). Na terça-feira (15), Lula já tinha se reunido, no Palácio da Alvorada, por mais de quatro horas, com a presidente Dilma e na manhã desta quarta voltou ao palácio, por volta das 9h. Os ministros da Casa Civil, Jaques Wagner, da Fazenda, Nelson Barbosa, da Educação, Aloizio Mercadante, e Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo) também participaram do encontro. A possibilidade de Lula ser nomeado ministro de Dilma repercute entre deputados favoráveis e contrários ao governo. O anúncio seria feito na terça, só foi adiado (aqui) devido à revelação do conteúdo da delação premiada do senador Delcídio Amaral. Os petistas apoiam a chega de Lula por conta da habilidade política do ex-presidente, enquanto os oposicionistas classificam a hipótese como tentativa de blindá-lo das investigações da Operação Lava Jato. Mudanças - Jaques Wagner deixa a pasta para dar lugar a Lula e assumirá a chefia de gabinete da presidente Dilma. Edinho Silva (Comunicação Social) também poderá trocar de ministério, segundo fontes que têm participado das negociações. Outra mudança pode ser a saída de AlexandreTombini do Banco Central. Com O Globo e Agência Brasil
 
Comentar
Compartilhe
Projeto que torna procissão de N. Srª. da Penha patrimônio já tramita na Alerj
16/03/2016 | 11h19
Procissao-da-Penha-3Após a coluna Caiu na Rede, assinada por este blogueiro toda terça, quinta e sábado na Folha da Manhã, lembrar no último dia 5 (aqui) da promessa feita em 2014 de tornar a procissão de Nossa Senhora da Penha – realizada em Atafona sempre oito dias após a Páscoa – em Patrimônio Cultural Imaterial do Rio de Janeiro, o deputado estadual Bruno Dauaire protocolou Projeto de Lei na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. A expectativa é que o PL seja aprovado antes das comemorações deste ano (confira a programação aqui). “Assinei um pedido de urgência. Vou pressionar, fazer de tudo para que seja aprovado antes da festa”, disse o deputado. Em sue perfil no Facebook, o deputado publicou uma imagem falando sobre o projeto de lei. Em 2014, chegou a ser divulgado pela Prefeitura que a procissão receberia o título de Patrimônio Cultural Imaterial assinado por decreto do governador Luiz Fernando Pezão, que naquele ano esteve em Atafona no dia da festa. No entanto, nenhum documento comprovando tal ato foi entregue a Irmandade, responsável por toda a festa de Nossa Senhora da Penha, até hoje. Na justificativa do PL, o deputado afirma que a procissão de Nossa senhora da Penha é um “traço marcante da cultura e da religião em nosso estado”. arte bruno
Comentar
Compartilhe
Ídolo da torcida vascaína quer uma cadeira na Câmara de Campos
15/03/2016 | 20h00
[caption id="attachment_5251" align="alignleft" width="300"]Odvan vai se filiar ao PPS (Foto: Genilson Pessanha/Folha da Manhã) Odvan vai se filiar ao PPS (Foto: Genilson Pessanha/Folha da Manhã)[/caption] A lista de políticos que foram ídolos nos gramados vai crescer. O zagueiro campista Odvan, até hoje aclamado pele torcida vascaína e que já vestiu a camisa da Seleção Brasileira, vai se filiar ao PPS nesta quarta-feira (16). Ele é pré-candidato a vereador no partido que tem como pré-candidato a prefeito Rafael Diniz. No estado do Rio de Janeiro, atualmente, dois jogadores de futebol têm mandatos legislativos. Bebeto (Solidariedade) está em seu segundo mandato como deputado estadual. Companheiro dele nas quatro linhas na conquista do Tetra, Romário (PSB) foi eleito senador em 2014 com mais de 4,6 milhões de votos. O Baixinho também já exerceu um mandato de deputado federal, em 2010. Já o ex-jogador do Fluminense, Deley (PTB) está em seu quarto mandato na Câmara Federal.
Comentar
Compartilhe
Lula aceita ser ministro, mas delação de Delcídio adia anúncio, diz O Globo
15/03/2016 | 12h19
[caption id="attachment_5097" align="alignleft" width="300"]Lula só não sera ministro, se mais uma vez não quiser (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) Lula é cotado como ministro desde o início do mês  (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)[/caption] O jornalista Lauro Jardim, em seu blog no jornal O Globo (aqui), afirma que Lula topou assumir um ministério no governo Dilma Rousseff. De acordo com o jornalista, "ainda que esteja marcada uma conversa com Dilma nesta terça-feira (15), dada como definitiva, na segunda-feira (14) Lula avisou a vários petistas próximos que decidiu aceitar o convite para integrar o ministério e voltar a despachar no Palácio do Planalto". A expectativa é que o ex-presidente assuma a chefia da Casa Civil ou a Secretaria de Governo. Lula atuaria também como interlocutor para impedir o impeachment de Dilma. O anúncio de Lula como ministro estaria programado para esta terça, mas com as revelações do acordo de delação premiada do senador Delcídio Amaral, homologada pelo Supremo Tribunal Federal (aqui), a manobra foi prorrogada. Além de citações de Lula, Dilma e Aécio, o ex-líder do PT diz que Aloizio Mercadante, ministro da Educação, ofereceu a seu assessor, Eduardo Marzagão, ajuda financeira para evitar a delação premiada. O ex-presidente já foi cotado para assumir um ministério no primeiro mandato de Dilma, mas recusou. Na 24ª fase da Operação Lava Jato (aqui), o ex-presidente foi o principal alvo. Ele foi conduzido coercitivamente para depor na Polícia Federal. Além disso, Lula foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo (aqui) por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex no Guarujá. O MP pediu (aqui) a prisão preventiva do ex-presidente. A juíza responsável pelo caso encaminhou nesta segunda-feira o pedido para que seja decidido por Sérgio Moro (aqui), responsável pela Lava Jato em na primeira instância. As movimentações dos últimos dias, além das manifestações do último domingo (13) que reuniram mais de 3,5 milhões de brasileiros pedindo o impeachment de Dilma,  foram fatores que teriam pesado na decisão de Lula. Sem contar que como ministro Lula tem foro privilegiado.
Comentar
Compartilhe
Supremo homologa delação de Delcídio que cita Lula, Dilma e Aécio
15/03/2016 | 11h51
DelcídioO ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), homologou nesta terça-feira, 15, a delação premiada do senador Delcídio Amaral (PT). O ex-líder do governo firmou o acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR) para colaborar com as investigações e fez acusações contra a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No acordo, o ex-líder do governo no Senado também cita irregularidades envolvendo parte da bancada do PMDB na Casa, além de representantes da oposição, como o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves. No caso dos peemedebistas, os nomes mencionados foram do presidente do Senado, Renan Calheiros, e de seu grupo mais próximo formado pelos senadores Romero Jucá, Edison Lobão, Jader Barbalho, Eunício Oliveira  e Valdir Raupp. Delcídio deixou a prisão em 19 de fevereiro, após ter ficado quase três meses na cadeia acusado de tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato. Parte do conteúdo da deleção, mantida em sigilo, foi revelada pela revista IstoÉ no último dia 3. À PGR, o senador petista acusou Dilma de interferir no Judiciário para tentar barrar as investigações do esquema de corrupção que atuava na Petrobras. Segundo ele, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marcelo Navarro foi nomeado após ter se comprometido a votar pela soltura de empreiteiros presos Lava Jato. Na delação, Delcídio também afirma Dilma sabia do superfaturamento na compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Na época, a petista era presidente do Conselho de Administração da Petrobrás. Sobre Lula, o senador disse que o partiu do ex-presidente a ordem para que ele tentasse convencer o ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró, preso na Lava Jato, a não implicar José Carlos Bumlai numa eventual delação premiada. Delcídio foi preso ao ser gravado pelo filho de Cerveró tentando obstruir as investigações da Lava Jato. Foto: Estadão
Comentar
Compartilhe
Festa de Nossa Senhora da Penha, em Atafona, com programação definida
15/03/2016 | 08h30
[caption id="attachment_5221" align="aligncenter" width="948"]Procissão de Nossa Senhora da Penha, em Atafona, atrai milhares de fiéis e deve receber neste ano o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro Procissão de Nossa Senhora da Penha, em Atafona, atrai milhares de fiéis e deve receber neste ano o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro (Secom SJB/Arquivo)[/caption] A Irmandade de Nossa Senhora da Penha e a Prefeitura de São João da Barra fecharam a programação religiosa, recreativa, esportiva e cultural da festa em homenagem à padroeira de Atafona, que será realizada entre os dias 27 de março e 4 de abril neste ano de 2016. Neste período de crise econômica, os shows nacionais, que fizeram parte da programação entre 2006 e 2015, foram suspensos. Shows locais e regionais, como Dom Américo e a dupla Júlio e Maycon, vão animar os dias de festa. As tradicionais procissões – fluvial e terrestre – sempre foram os eventos que atraíram maior público. Aliás, cabe salientar que há mudanças de dias e horários na procissão fluvial. A festa de Nossa Senhora da Penha é realizada pela Irmandade, fundada há 159 anos. É uma das principais celebrações do município sanjoanense e recebe devotos de diversas partes do país, principalmente das cidades da região como São Francisco de Itabapoana, Campos e Macaé. A segunda-feira da Penha é feriado municipal em SJB. A programação completa da festa pode ser conferida AQUI (Religiosa) e AQUI (Recreativa)

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

As homenagens a Nossa Senhora da Penha começam no domingo de Páscoa (27), com a abertura do Oitavário, com missa às 17h. Logo depois, acontece a procissão automobilística, que passará pela praia de Grussaí e pela sede do município. De segunda (29) a sexta-feira (1º), as missas do Oitavário acontecem às 19h. Na sexta, às 20h, acontece o Café Literário, com o tema “O Futuro da Nossa Gente”, sob a coordenação da secretaria de Educação e Cultura. [caption id="attachment_5226" align="alignright" width="300"]Procissão fluvial de Nossa Senhora da Penha, neste ano será realizada no sábado (Secom SJB/Arquivo) Procissão fluvial de Nossa Senhora da Penha, neste ano, será realizada no sábado (Secom SJB/Arquivo)[/caption] Procissão Fluvial – Excepcionalmente este ano, a procissão fluvial de Nossa Senhora da Penha será no sábado (2), não no domingo, como de costume. O horário será mantido, às 15h. Ainda no sábado, acontece o passeio ciclístico às 8h e festival de prêmio às 12h. O retorno da procissão fluvial está previsto para as 16h. A missa do 7º dia do Oitavário acontece às 19h e, logo depois, será realizado o leilão. No domingo (3), a missa de encerramento do Oitavário acontece às 9h. Logo depois, serão realizados os batizados. Já às 20h, acontece o Auto de Maria, com o tema “Maria, Mãe da Misericórdia”. Dia Maior – Na segunda-feira (4), o dia dedicado à padroeira de Atafona será saudado à 0h com uma queima de fogos. Às 2h, terá início uma vigília de oração na igreja, que prosseguirá até as 4h30. A alvorada festiva será realizada às 6h. O bispo diocesano de Campos, dom Roberto Ferreria Paz, celebra às 10h a missa solene, que nos últimos anos tem reunido cerca de dois mil fiéis. Às 17h, acontece a tradicional procissão de Nossa Senhora da Penha. Segundo a Prefeitura de São João da Barra, mais de 10 mil fiéis participaram do ato no ano passado. Neste ano, há a expectativa da procissão receber o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro. Após a procissão, as crianças e jovens da comunidade realizam a cerimônia de coroação.

SHOWS LOCAIS E REGIONAIS

[caption id="attachment_5228" align="alignleft" width="300"]Dom Américo e seus comparsas sobem ao palco no domingo, às 22h (Facebook/Dom Américo) Dom Américo e seus comparsas sobem ao palco no domingo, às 22h (Facebook/Dom Américo)[/caption] A programação recreativa da festa de Nossa Senhora da Penha vai de quinta até a segunda-feira, com artista de São João da Barra e região. Na quinta, dia 31, quem se apresenta às 22h é Odiley do Forró. Na sexta-feira, 1º de abril, as atrações são Zé Carlos e Rogério (22h, no palco 1) e Forronejo.com (0h, no palco 2). No sábado, dia 2, o pagode do Swing Moleque dará o ritmo à festa às 22, no palco 1. Logo depois, a banda Delloreon apresenta o melhor dos anos 80 e 90 no palco 2. No domingo (3 de abril), o som fica por conta de Dom Américo e seus comparsas, às 22h no palco 1. Para dar continuidade aos festejos, a dupla Júlio e Maycon traz os mais recentes sucessos da música sertaneja. Na segunda-feira, dia 4, a banda Dom Divino faz o show religioso logo após a procissão. O encerramento fica por conta da banda Mistura Fina. Todos as atrações são ofertadas pela Prefeitura de SJB. Outras atrações – A festa também conta com atividades tradicionais, como pau de sebo, cabo de guerra e pega do pato no Paraíba. O departamento de Esportes da Prefeitura vai realizar a prova ciclística da Padroeira e a corrida rústica na manhã de domingo. Os horários e as premiações das atividades podem ser conferidos, em todos os detalhes, aqui. DOAÇÕES - A Irmandade conta com a colaboração dos fiéis durante os festejos. As doações para o leilão, para o festival de prêmios e para barraca da Igreja já podem ser entregues (ou agendadas) na Igreja de Nossa Senhora da Penha, com a zeladora Cláudia.
Comentar
Compartilhe
Articulação para aliança entre Neco e Betinho continua
14/03/2016 | 22h36
[caption id="attachment_1398" align="alignleft" width="300"]As especulações sobre a aliança entre os dois tiveram início no ano passado As especulações sobre a aliança entre os dois tiveram início no ano passado[/caption] As articulações para aliança entre o prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, e o ex-prefeito Betinho Dauaire (PR) continuam. Uma reunião estava prevista para acontecer nesta segunda-feira (14), mas foi adiada devido a problemas particulares de um deles. A empresária Odinéia Pereira, que já foi citada como possível vice na chapa do peemedebista, também participaria do encontro. Nesta terça-feira (15), Neco vai à Brasília para tratar da antecipação dos royalties no ministério da Fazenda. O encontro com Betinho deve ser remercado ainda para esta semana. A indicação de vice na chapa do prefeito, ao que parece, ainda está à disposição do PR. As especulações sobre a aliança entre os dois tiveram início no ano passado, mas com os prazos eleitorais, a novela deve chegar ao fim em breve.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado: Do PT, PSDB ou da PQP, corruptos na cadeia
14/03/2016 | 19h20
[caption id="attachment_5213" align="alignleft" width="217"]Carla_Face_PT Reprodução/Facebook[/caption] Não é segredo para ninguém que as discussões para o pleito municipal deste ano estão “abafadas” devido a repercussão das investigações da Operação Lava Jato, envolvendo, principalmente, lideranças do PT. No último domingo, a Folha da Manhã trouxe matéria sobre os reflexos da sangria do PT nos diretórios locais (aqui). A pré-candidata Carla Machado (PT) preferiu não comentar o assunto, mas usou a capa do jornal Extra desta segunda-feira (14), para expressar sua opinião. Usando a foto principal da capa do Extra, na qual aparecem quatro mulheres com plaquinhas com a frase “Quero corruptos na cadeia, do PT, PSDB ou da PQP”, Carla afirma que esse é o seu “sentimento e de todo povo brasileiro”. “Empresários e funcionários públicos ligados às várias agremiações partidárias se envolvem em falcatruas há décadas e já passou há tempo da hora de serem investigados e punidos!”, escreveu a pré-candidata. Carla também falou sobre o número de políticos de outros partidos que já foram cassados. No último fim de semana, a pré-candidata petista afirmou que, em São João da Barra, “querem botar a culpa no PT por um município mal administrado”. “Partido se fosse bom seria inteiro.  Meu principal partido é São João da Barra”, completou.
Comentar
Compartilhe
Lula diz que aliados podem ter pedido doações a empresas da Lava Jato
14/03/2016 | 12h27
lula-abr-1Em depoimento à Polícia Federal no último dia 4, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou ter procurado qualquer empresa envolvida na Lava Jato para pedir doações ao Instituto Lula, mas admitiu que funcionários do instituto, como Paulo Okamotto e Clara Ant, podem ter pedido dinheiro “a todas” as empresas. O petista foi levado a depor coercitivamente na 24ª fase da Operação Lava Jato. A força-tarefa suspeita que Lula era um dos beneficiários dos crimes na Petrobras. Lula disse ainda, quando indagado sobre doações de campanha, que “um Presidente da República que se preze não discute dinheiro de campanha, se ele quiser ser presidente de fato e de direito ele não discute dinheiro de campanha”. Indagado pelo delegado se procurou alguma empresa, Lula disse: — Não, porque não faz parte da minha vida política, ou seja, eu desde que estava no sindicato eu tomei uma decisão: eu não posso pedir nada a ninguém porque eu ficaria vulnerável diante das pessoas. Mas o ex-presidente não descartou que assessores seus possam ter mantido alguma relação com essas empresas. Lula afirmou que não conhece “ninguém que procura ninguém espontaneamente para dar dinheiro” e que, se precisa de recursos para fazer um projeto, "tem que pedir". No depoimento, colhido no Aeroporto de Congonhas, o ex-presidente ficou irritado, ao ser questionado sobre as doações ao Instituto Lula. O delegado da PF pergunta se é comum as empresas procurarem espontaneamente o Instituto Lula para oferecer doações. Lula responde que não: - Não. Aliás, eu não conheço ninguém que procura ninguém espontaneamente para dar dinheiro, nem o dízimo da igreja é espontâneo, se o padre ou o pastor não pedir, meu caro, o cristão vai embora, vira as costas e não dá o dinheiro, então dinheiro você tem que pedir, você tem que convencer as pessoas do projeto que você vai fazer, das coisas que você vai fazer. Lamentavelmente, no Brasil ainda não é uma coisa normal, mas no mundo desenvolvido isso já é uma coisa normal, ou seja, não é nem vergonha, nem crime, alguém dar dinheiro para uma fundação, aqui no Brasil a mediocridade ainda transforma tudo em coisas equivocadas.m depoimento à Polícia Federal no último dia 4, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou ter procurado qualquer empresa envolvida na Lava Jato para pedir doações ao Instituto Lula, mas admitiu que funcionários do instituto, como Paulo Okamotto e Clara Ant, podem ter pedido dinheiro “a todas” as empresas. O petista foi levado a depor coercitivamente na 24ª fase da Operação Lava Jato. A força-tarefa suspeita que Lula era um dos beneficiários dos crimes na Petrobras. Lula disse ainda, quando indagado sobre doações de campanha, que “um Presidente da República que se preze não discute dinheiro de campanha, se ele quiser ser presidente de fato e de direito ele não discute dinheiro de campanha”. Indagado pelo delegado se procurou alguma empresa, Lula disse: — Não, porque não faz parte da minha vida política, ou seja, eu desde que estava no sindicato eu tomei uma decisão: eu não posso pedir nada a ninguém porque eu ficaria vulnerável diante das pessoas. Mas o ex-presidente não descartou que assessores seus possam ter mantido alguma relação com essas empresas. Lula afirmou que não conhece “ninguém que procura ninguém espontaneamente para dar dinheiro” e que, se precisa de recursos para fazer um projeto, "tem que pedir". No depoimento, colhido no Aeroporto de Congonhas, o ex-presidente ficou irritado, ao ser questionado sobre as doações ao Instituto Lula. O delegado da PF pergunta se é comum as empresas procurarem espontaneamente o Instituto Lula para oferecer doações. Lula responde que não: - Não. Aliás, eu não conheço ninguém que procura ninguém espontaneamente para dar dinheiro, nem o dízimo da igreja é espontâneo, se o padre ou o pastor não pedir, meu caro, o cristão vai embora, vira as costas e não dá o dinheiro, então dinheiro você tem que pedir, você tem que convencer as pessoas do projeto que você vai fazer, das coisas que você vai fazer. Lamentavelmente, no Brasil ainda não é uma coisa normal, mas no mundo desenvolvido isso já é uma coisa normal, ou seja, não é nem vergonha, nem crime, alguém dar dinheiro para uma fundação, aqui no Brasil a mediocridade ainda transforma tudo em coisas equivocadas. Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Trabalho e Renda de SJB com vagas para o Porto do Açu
13/03/2016 | 21h37
[caption id="attachment_3082" align="alignleft" width="300"]Currículos devem ser entregues na secretaria de Trabalho e Renda até esta terça-feira, 15 de março (Foto: Rodrigo Silveira/Folha da Manhã) Currículos devem ser entregues na secretaria de Trabalho e Renda até esta terça-feira, 15 de março (Foto: Rodrigo Silveira/Folha da Manhã)[/caption] A secretaria de Trabalho e Renda de São João da Barra divulgou nas redes sociais que está com vagas de emprego abertas para o Porto do Açu, dando prioridade a candidatos da região, principalmente os sanjoanenses. São 15 funções: Operador de balança rodoviária; Supervisor de operações; Analista de materiais; Assistente de materiais; Líder de operações; Operador de guindaste; Operador de empilhadeira; Ajudante de produção; Auxiliar de pátio; Assistente de resíduos; Auxiliar de resíduos; Engenheiro de segurança; Técnico de segurança do trabalho; Almoxarife e Apontador. Os interessados devem procurar a secretaria de Trabalho e Renda até terça-feira (15), localizada à rua Senhor dos Passos, número 512, na sede do município de São João da Barra. Além do currículo atualizado, o candidato deve apresentar comprovação de certificação na área pretendida. A secretaria não especificou o número de vagas disponíveis para cada função.
Comentar
Compartilhe
Neco reúne pré-candidatos a vereador e aliados em Atafona
13/03/2016 | 18h18
NecoPré-candidato à reeleição, o prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, reuniu cerca de 100 pessoas em sua residência, em Atafona, na noite de sábado (12). Entre os presentes, a grande maioria era de pré-candidatos a vereador no pleito deste ano e os outros assessores e que exercem cargos de confiança nesta gestão. A reunião acontece em um momento delicado dentro do grupo político, quando algumas pessoas que exerciam cargos de confiança começaram a “pular” para o lado da pré-candidata pelo PT Carla Machado. Apesar de só as urnas mostrarem quem tem voto, é preocupante para o grupo político do prefeito que pessoas ainda com cargo de confiança selem acordo com a principal opositora, com direito a foto nas redes sociais e só depois pede exoneração dos cargos. Além do discurso público, marcado por palavras como fidelidade e classificando a oposição como quem desempenha uma política “raivosa”, Neco conversou particularmente com cada pré-candidato. O clima de desconfiança com alguns nomes também era visível. A empresária Odinéia Pereira, nome cotado para compor a chapa de Neco como vice, também participou do encontro e chegou a discursar. No entanto, uma conversa mais aprofundada sobre quem será vice deve acontecer nesta segunda-feira. O prefeito aproveitou o encontro para falar sobre as dificuldades financeiras do município, mais um atraso do pagamento dos terceirizados, e a expectativa para o empréstimo com recursos tendo como garantia os royalties futuros, cuja decisão será tomada na terça-feira (15), em Brasília, durante encontro de representantes da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro) com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa.
Comentar
Compartilhe
Povo nas ruas pelo impeachment de Dilma Rousseff
13/03/2016 | 13h00
[caption id="attachment_5191" align="aligncenter" width="640"]Em Campos, população se reunião na manhã deste domingo (13) para protesto (Foto: Bárbara Cabral/Folha da Manhã) Em Campos, população se reuniu na manhã deste domingo (13) para protesto (Foto: Bárbara Cabral/Folha da Manhã)[/caption] Em todos os 26 estados e no Distrito Federal, manifestantes tomaram as ruas neste domingo (13) em protesto pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. Além da saída de Dilma, as manifestações são contra o ex-presidente Lula, investigado na Lava Jato, o PT, e os presidente da Câmara e do Senado, Eduardo Cunha (PMDB) e Renan Calheiros (PMDB). Cartazes de apoio ao juiz Sérgio Moro também são encontrados em todos os locais com grande aglomeração. Em Campos, a concentração aconteceu às 10h, como a Folha Online mostra aqui. Os organizadores estimaram a participação de 5 mil pessoas, enquanto a Polícia Militar calculou 1,5 mil. [caption id="attachment_5192" align="alignright" width="300"]No Rio de Janeiro, organizadores estimam que um milhão de manifestantes participaram de protesto em Copacabana (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil) No Rio de Janeiro, organizadores estimam que um milhão de manifestantes participaram de protesto em Copacabana (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)[/caption] No Rio de Janeiro, a maior concentração aconteceu em Copacabana, com número de manifestantes estimado pelos organizadores é de 1 milhão. Durante o ato, um ultraleve trazia uma faixa “Não vai ter golpe”, assinado pela Frente Popular Brasil, movimento que apoia o governo. Em Brasília, a Polícia Militar estima que a manifestação tenha contado com 100 mil participantes, número maior que o dobro estimado em março do ano passado (45 mil). De forma geral, o Planalto já estima que os protestos são maiores que os do ano passado. O governo aguardava a manifestação em São Paulo, a maior do país – seguida pela do Rio de Janeiro –, para um posicionamento oficial. Os protestos aconteceram em, pelo menos, 415 cidades pelo país e cerca de 20 no exterior. Em São Bernardo dos Campos, um ato em defesa do PT aconteceu em frente ao prédio onde mora o ex-presidente Lula. Outros movimentos pró-PT também foram vistos na capital fluminense, em Fortaleza e Porto Alegre. Além do Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo, os protestos acontecem no Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santos, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, Rondônia, Roraima e Tocantins. No estado do Rio, as manifestações acontecem nas cidades de Angra dos Reis, Búzios, Campos, Cabo Frio, Itaperuna, Niterói, Nova Friburgo e Petrópolis. [caption id="attachment_5193" align="aligncenter" width="800"]Em apoio ao governo, um ultraleve trazia uma faixa “Não vai ter golpe”, assinado pela Frente Popular Brasil, movimento que apoia o governo (Foto: um ultraleve trazia uma faixa “Não vai ter golpe”, assinado pela Frente Popular Brasil) Em apoio ao governo, um ultraleve trazia uma faixa “Não vai ter golpe”, assinado pela Frente Popular Brasil, movimento que apoia o governo (Foto: um ultraleve trazia uma faixa “Não vai ter golpe”, assinado pela Frente Popular Brasil)[/caption]
Comentar
Compartilhe
Minirreforma devido a secretários pré-candidatos em SJB
12/03/2016 | 16h00
Sem títuloMinirreforma administrativa em SJB Não vai demorar muito para o prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), realizar uma minirreforma administrativa, com alteração em peças importantes no primeiro escalão do seu governo. O motivo é o prazo para desincompatibilização para aqueles que pretendem disputar uma cadeira na Câmara este ano. Pelo menos cinco secretários são dados como certo na disputa pelo Legislativo: Denise Esteves (Saúde), Edson Cláudio (Fazenda), Luiz Paulo Madureira (Trabalho e Renda), Mário Rocha Filho (Transporte e Trânsito) e Pedro Nilson Berto (Agricultura). Outros nomes completam a lista, mas na casa apenas das especulações. Quem caminha nos bastidores diz que os pré-candidatos mesmo são os cinco citados. Para dar força as nominatas, também devem deixar suas funções alguns subsecretários e outros que integram o quadro de cargos de confiança. O prazo para desincompatibilização para quem quer disputar uma vaga no Legislativo neste ano é 2 de abril. Apoio Ganhou força nas redes sociais um movimento de apoio ao governo Neco, com fotos do prefeito com seus correligionários. O ato soa como resposta à ex-prefeita Carla Machado (PT), que nos últimos dias puxou para seu lado nomes que tinham cargo de confiança com Neco e mostrou no Facebook. Mais Por falar em puxar para seu lado, Carla tem articulado bem com nomes que estavam no governo. Quase todo dia tem novidade e quase todos com interesse de entrar na disputa pela Câmara. No páreo Chegou a circular ontem nas redes sociais a possibilidade de o prefeito Neco renunciar ao cargo e desistir de tentar a reeleição. Pouco tempo depois, o prefeito desmentiu a informação e ainda disse que seu nome está evoluindo nas pesquisas internas do PMDB. Protesto Alunos, pais, profissionais da Educação e ex-alunos preparam uma manifestação em Atafona na próxima quarta-feira. Entre as reivindicações, a necessária reforma do Colégio Estadual Doutor Newton Alves. Turismo Apesar do potencial turístico, as atrações da Semana Santa em SJB são pouco divulgadas. Sob a coordenação da tricentenária Irmandade do Santíssimo Sacramento, as procissões do “Fogaréu” e do “Encontro” no município sanjoanense não ficam distantes da beleza das celebrações no interior de Goiás e Minas Gerais. Patrimônio Após esta coluna lembrar que foi prometido o título de Patrimônio Imaterial do Estado do Rio de Janeiro à procissão de Nossa Senhora da Penha, as movimentações no gabinete do deputado estadual Bruno Dauaire (PR) já começaram. Até a festa, a Irmandade da padroeira de Atafona deve ter uma boa surpresa. Programação Ainda não foi divulgada a programação da festa de Nossa Senhora da Penha, que conta neste ano com uma mudança significativa. Por imposição da Mitra Diocesana, a procissão fluvial, realizada tradicionalmente aos domingos às 15h, será realizada no sábado, no mesmo horário. As homenagens a Nossa Senhora da Penha, padroeira de Atafona, acontecem de 27 de março a 4 de abril. *Publicado na edição deste sábado (12) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
“Querem botar a culpa no PT por um município mal administrado”, diz Carla Machado
12/03/2016 | 13h36
[caption id="attachment_5183" align="alignleft" width="300"]Programa foi transmitido na tarde deste sábado (Foto: Ralph Braz) Programa foi transmitido na tarde deste sábado (Foto: Ralph Braz)[/caption] Pré-candidata a prefeita de São João da Barra pelo PT, Carla Machado não poupou críticas à gestão do seu ex-aliado e provável adversário no próximo pleito, Neco (PMDB), durante seu programa de rádio na tarde desta sábado (12) na rádio Campos Difusora. Para Carla, não a crise no município não é financeira, mas causada pelo que classifica como a má gestão do prefeito. Carla também falou sobre uma estratégia de “sangrar” o PT como causador de todos os problemas que o município enfrenta. – Eles querem botar a culpa no PT por um município mal administrado. Falam que a crise é causada pelo governo federal, mas não citam as parcerias que têm para trazer melhorias. Partido se fosse bom, não seria partido, seria inteiro. O PMDB tem 17 investigados na Lava Jato. O PR, como esquecer o Valdemar da Costa Neto? Meu principal partido é São João da Barra – afirmou Carla. O presidente da Câmara Aluizio Siqueira (PP) comentou sobre o movimento nas redes sociais (aqui) de apoio ao prefeito Neco. Segundo Aluizio, só postou foto nas redes sociais as pessoas que têm cargo d confiança. “Do povão mesmo não vi ninguém”. disparou Aluizio. Quem também falou sobre o assunto foi o vereador Alex Firme (PSD). Segundo o ex-líder do governo na Câmara, mesmo com a pressão governista, não houve adesão de grande parte da população. “Este é o pior governo da história de São João da Barra”, afirmou Alex. Aluizio também falou sobre a falta de investimentos em obras no município e justificou que, na Câmara, um elevador de acessibilidade será instalado em breve. De acordo com Aluizio, o elevador – do qual os governistas criticam o atraso na colocação – só poderia ser instalado após a reforma nas escadarias do prédio. Quem também criticou a administração municipal foi o vice-prefeito Alexandre Rosa (PRB). Segundo Alexandre, o comércio tem sentido o impacto do que classifica como má gestão do município. O vice-prefeito disse ainda que, apesar do cargo, não teve oportunidade de auxiliar na gestão do município. Alexandre disse ainda que o prefeito parece “viver em outra realidade”, ao dizer que o município está enfrentando bem esse período. “Quanto mais ele fala, mais ele se enrola”.
Comentar
Compartilhe
Neco pede compreensão aos terceirizados com salários atrasados
12/03/2016 | 12h55
[caption id="attachment_5178" align="alignleft" width="300"]No estado do Rio, pedido de compreensão virou meme (Reprodução) No estado do Rio, pedido de compreensão virou meme (Reprodução)[/caption] Não foi só o governador Pezão (PMDB) que pediu a compreensão dos trabalhadores devido ao atraso dos proventos. Na manhã deste sábado (12), o prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, admitiu que o salário dos funcionários das empresas terceirizadas – prestadoras de serviço ao município – está atrasado. O prefeito pediu a compreensão dos funcionários, falou sobre a queda dos royalties e garantiu que com a antecipação dos royalties, com decisão prevista para esta terça-feira (15), o fato não se repetirá. Esta não é a primeira vez que o salário dos terceirizados atrasa em São João da Barra. As reclamações são constantes. No estado do Rio, o pedido de compreensão gerou reações cômicas nas redes sociais. Uma servidora entrou em contato com o banco Itaú pedindo que a instituição também compreendesse o atraso e não cobrasse juros e encargos na fatura de cartão de crédito. O banco respondeu à solicitação, mas negando o pedido. Outros criaram um cartão em homenagem a Pezão, o “CompreendCard”. Confira também: Neco compara filho de vereador a Lulinha
Comentar
Compartilhe
Neco compara filho de vereador a “Lulinha”
12/03/2016 | 12h29
necoooO prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, participou na manhã deste sábado (12) do programa São João da Barra no Ar, transmitido pela Barra Fm e também pela Educativa, e não poupou críticas a adversários políticos. Além de falar da situação financeira do município, da expectativa do empréstimo tendo como garantia os royalties futuros, Neco rebateu declarações de opositores e desafiou o presidente da Câmara Aluizio Siqueira (PP) para uma prestação de contas conjunta, em encontro aberto à população. O vereador Ronaldo da Saúde (Pros), foi um dos alvos. Ronaldo foi citado nas declarações de Kaká (PT do B), na semana passada, como um dos que estão na oposição por ter “perdido a boquinha” (aqui). Nesta semana, na Câmara, Ronaldo rebateu as declarações do vereador (aqui) e teria chamado a atual gestão de corrupta. Neco, respondeu ao vereador, ironizando o fato do filho do vereador ter empresas que prestaram serviço à gestão anterior. “Quem é Ronaldo para me chamar de corrupto ? O filho dele é como se fosse o Lulinha”, disse o prefeito, em alusão ao filho do ex-presidente Lula, ambos investigados em escândalos de corrupção. O prefeito voltou a criticar os gastos do legislativo e chamou o presidente da Câmara de SJB, Aluizio Siqueira, para uma prestação de contas conjunta. Neco disse que mostra onde os recursos da prefeitura são gastos, mas quer saber também o que Aluizio faz com os recursos da Casa. Quanto à ex-aliada Carla Machado (PT), Neco afirmou que ela aumentou o custeio do município ao construir no fim da sua gestão creches e o Centro de Emergência que só entraram em funcionamento durante sua administração. “Ela já fez isso pensando em engessar o meu governo”, disse o prefeito. Confira também: Neco pede compreensão aos terceirizados com salários atrasados
Comentar
Compartilhe
PMDB adia decisão de saída do governo para o próximo mês
12/03/2016 | 11h58
[caption id="attachment_5172" align="alignleft" width="300"]1005877-df_dsc_6119_0 Reunião acontece neste sábado (Agência Brasil)[/caption] A aguardada decisão sobre o afastamento do PMDB do governo da presidente Dilma Rousseff, prevista para a convenção nacional do partido realizada neste sábado (12) em Brasília, ficará para depois. Apesar das manifestações de diretórios estaduais a favor da ruptura, o tema só será deliberado em um prazo de 30 dias. Isso porque o desembarque do governo não é um dos itens da pauta da convenção. Caso as moções fossem aprovadas, poderiam ser anuladas. Crise, corrupção, falta de participação no governo e a pretensão de ter candidato próprio a presidente em 2018 foram algumas das razões apresentadas por vários diretórios estaduais do PMDB para pedir a saída da agremiação do governo federal. Gritos de “fora, Dilma” e “Temer presidente” foram ouvidos em vários momentos, tanto de políticos com cargos eletivos como dos militantes peemedebistas. No encontro deste sábado, o vice-presidente da República, Michel Temer, deve ser reconduzido à presidência do partido. Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
“Não existe isso de renúncia e minha pré-candidatura está mantida”, garante Neco
11/03/2016 | 16h33
Neco“Se eu estivesse no PT, eu poderia pensar em renunciar. Eu sou das horas boas e das horas ruins. Se nós não tivéssemos a administração da forma que temos, São João da Barra já estava quebrada, sem credibilidade, igual a esse portal. Não tem nada disso de desistir”. A afirmação é do prefeito Neco (PMDB), ao comentar sobre a notícia veiculada no Portal Ozk (aqui), de SJB, creditando a informações de bastidores, sobre uma possível renúncia do prefeito e a retirada do seu nome da corrida eleitoral de 2016. Neco também comentou sobre sua recente visita a Brasília e um encontro com o governador Pezão, no qual cobrou celeridade nas obras da estrada do Bairro de Fátima, iniciadas por meio do programa ‘Somando Forças’. De acordo com prefeito, em Brasília, ele visitou o ministério da Fazenda, no sentido de dar andamento ao pedido de empréstimo tendo como garantia royalties futuros. Uma resposta definitiva será obtida nesta terça-feira (15). Ele ainda esteve no gabinete do senador Marcelo Crivella (PRB), para buscar emendas. Neco falou também que esteve na capital federal buscando informações com relação à falta de repasses do governo federal para o município. No Rio, Neco esteve com o governador Pezão. Segundo o prefeito, Pezão fez contato por telefone com lideranças políticas do município para pedir declarar apoio à pré-candidatura de reeleição do peemedebista. “Terei apoio do governo do Estado. Pedi ao governador para dar celeridade nas obras do bairro de Fátima”. Com relação à disputa eleitoral, o prefeito informou que o presidente do PMDB está confiante no desempenho do partido em território sanjoanense. Desde 1996, de forma ininterrupta, o partido venceu todas as eleições majoritárias no município (Betinho Dauaire – 1996 e 2000; Carla Machado – 2004 e 2008; Neco – 2012). “Picciani está muito animado com a nossa reeleição. Ele mesmo tem feito pesquisas internas e está empolgado com a evolução da nossa pré-candidatura em São João da Barra”. Carla atrai mais aliados Pré-candidata à Prefeitura de São João da Barra, Carla Machado (PT) tem conquistado para seu grupo pessoas que até este mês desempenham cargo de confiança no governo Neco. Mesmo que não seja de primeiro escalão, são golpes severos na administração. Além de nomes vinculados ao governo, a ex-prefeita também traz para seu grupo pré-candidatos a vereador com bons números em pesquisa de intenções de votos.
Comentar
Compartilhe
“Não tenho cara de quem vai renunciar”, afirma Dilma Rousseff
11/03/2016 | 14h22
br-dilma-governo-portugal-cubaA presidenta Dilma Rousseff afirmou, nesta sexta-feira (11), que não vai renunciar ao cargo. A declaração de Dilma acontece às vésperas de manifestações em todo o país contra o seu governo, marcada para domingo (13). A crise política do país atinge o Palácio do Planalto e a alta cúpula petista — com o pedido do Ministério Público de São Paulo de prisão preventiva do presidente Lula (aqui) e sua condução coercitiva na 24ª fase da Lava Jato (aqui). — Vocês acham que eu tenho cara de estar resignada e renunciar? Vocês acham que eu tenho gênio para me resignar e renunciar? Eu não estou resignada diante de nada e não tenho essa atitude diante da vida. Acho que essa onda de boatos não contribui e cria uma crise política negativa para a economia brasileira. Temos todas as condições de fazer a retomada. Pelo menos testemunhem que eu não tenho cara de quem vai renunciar — afirmou a presidente, em entrevista coletiva após reunião com reitores dos institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia no Palácio do Planalto. Dilma também pregou respeito à Constituição. “Ninguém tem o direito de pedir a renúncia de uma presidenta legitimamente eleita. Não sairei deste cargo sem que haja motivo para tal. Quem quer a minha renúncia tem que respeitar a Constituição. Solicitar a minha renúncia é reconhecer que não há base legal (para o impeachment)”, disse Dilma, após reunião com reitores dos institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia no Palácio do Planalto. A Câmara dos Deputados aceitou em dezembro o pedido de abertura de processo impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. *Com Agência Brasil
Comentar
Compartilhe
Movimento de apoio a Neco nas redes sociais em SJB
11/03/2016 | 10h00
[caption id="attachment_5152" align="alignleft" width="244"]Secretário de Fazenda foi um dos que aderiram ao movimento (Reprodução/Facebook) Secretário de Fazenda foi um dos que aderiram ao movimento (Reprodução/Facebook)[/caption] A campanha eleitoral só vai começar em 16 de agosto, data determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Mas se engana quem pensa que a população ia esperar até lá. Na efervescente política sanjoanense, o povo já coloca a “cara na reta” e mostra de que lado está, numa disputa que se desenha como polarizada entre “criador e criatura”: a ex-prefeita Carla Machado (PT) e o atual prefeito, Neco (PMDB). Nos últimos dias, Carla conseguiu puxar para seu grupo nomes até então do grupo do prefeito, alguns ainda com cargo de confiança no governo, e as fotos estão em seu perfil no Facebook. Agora, os aliados de Neco estão utilizando as redes sociais para declarar amizade eterna, gratidão e apoio para a disputa pela reeleição. O movimento teve início na noite de ontem, seguido por secretários, subsecretários e outros correligionários do prefeito. As publicações destacam as qualidades que cada um atribui a Neco. Entre os que puxaram a corrente governista está o secretário de Fazenda Edson Cláudio. “Ratifico meu apoio e amizade ao prefeito Neco. Ser humano diferenciado pela história de vida, humildade, garra e grandes vitórias. Que enfrenta com coragem as perseguições feitas por pessoas que não possuem compromisso com o povo de São João Barra”, escreveu Edson, que nos bastidores é apontado como pré-candidato a vereador, e não foge a um debate no Facebook e tem travado longos embates com a ex-prefeita Carla Machado. Como estamos falando de São João da Barra, não se pode esperar que tudo seja tão tranquilo. Quem está na oposição classifica a ação como um “movimento desesperado”, de mostrar que o governo não está sendo “esvaziado”. As discussões ficam, então, mais ríspidas nos comentários.
Comentar
Compartilhe
Operação desarticula quadrilha que fraudava licitações em São Fidélis
11/03/2016 | 08h31
[caption id="attachment_5155" align="alignleft" width="300"]Ex-presidente da Câmara de Itaocara foi o primeiro detido na Operação. (Foto: São Fidélis Notícias) Ex-presidente da Câmara de Itaocara foi o primeiro detido na Operação. (Foto: São Fidélis Notícias)[/caption] A Polícia Civil do Rio de Janeiro deflagrou nesta sexta-feira (11) a Operação Amicus Curiae, em São Fidélis, com o objetivo de desarticular uma quadrilha que fraudava licitações. São cumpridos mandados de prisão preventiva contra Marcos Antônio de Magalhães Gonçalves, conhecido como Marcão (ex-presidente da Câmara de São Fidélis), Michel Ângelo Machado de Freitas (ex-presidente da Câmara de Itaocara) e Aldimar Oliveira da Cunha, vulgo “Caju” (presidente do Instituto de Previdência de Itaocara). Michel foi o primeiro detido na Operação. Os outros dois mandatos de prisão também foram cumpridos. A ação também visa cumprir onze mandados de busca e apreensão nas residências de empresários, de servidores da Câmara e no interior da Câmara de São Fidélis. Segundo a Polícia Civil, a quadrilha desviou mais de R$ 320 mil dos cofres do Legislativo fidelense. Durante as investigações, a Polícia Civil descobriu que entre o segundo semestre de 2007 e o final de 2011 os indiciados se associaram para saquear os cofres da Câmara de São Fidélis. No comando da quadrilha, segundo a Polícia, estão os investigados Marcos Antônio e Michel. O primeiro, à época, era presidente da Câmara de São Fidélis e o segundo vereador em Itaocara, atuando também na Câmara fidelense, prestando serviços contábeis e operacionalizando os crimes arquitetados por ele e Marcão. Além desse grupo havia um segundo, formado por servidores da Câmara de São Fidélis, que cumpria as ordens de Marcos Antônio e Michel, assinando falsas atas de sessão de julgamento de procedimentos licitatórios e, também, atestando a prestação de serviços que nunca foram executados. As investigações apuraram ainda a existência de um terceiro grupo, sob o mesmo comando, mas com relações diretas principalmente com Michel, composto por empresários que forneciam documentos de empresas individuais e de sociedades empresariais para viabilizar a fraude nos procedimentos licitatórios, já sabedores de qual deles seria o vencedor, visto que se tratava de um verdadeiro jogo de “cartas marcadas”. A Operação Amicus Curiae, coordenada pelo delegado de Polícia Rodrigo Maia, titular da 141ª Delegacia de Polícia, conta com o apoio do Departamento Geral de Polícia do Interior (DGPI) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
Comentar
Compartilhe
Neco sanciona lei que abre 127 vagas no concurso da Educação
11/03/2016 | 07h53
necoooO prefeito de São João da Barra, Neco (PMDB), sancionou no Diário Oficial desta sexta-feira (11) a lei número 401/2016, que dispões sobre a abertura de 127 vagas nos quadros permanentes da Prefeitura, por meio do concurso público da Educação, realizado em janeiro de 2015. No entanto, os aprovados ainda não foram convocados, o que deve acontecer nos próximos dias. A relação conta com vagas para Professor II – Educação infantil/creche (24); Auxiliar de creche (12); Professor II – 1º ao 5º ano (40); Professor II – 1º ao 5º ano, intérprete/libras (01); Professor II – Atendimento à educação especial (04); Professor I – Matemática (01); Professor I – Geografia (05); Professor I – Ciências (06); Professor I – História (06); Professor II – Educação infantil/pré-escola (06). O concurso da Educação foi o primeiro realizado na gestão do prefeito Neco (PMDB). As provas foram aplicadas nos dias 17 e 18 de janeiro de 2015. O certame oferecia 24 vagas de chamada imediata, bem como a formação de cadastro de reserva para cargos estatutários permanentes. Antes da lei passar para Câmara, Neco já convocou 50 profissionais da Educação para posse em cargo efetivo no mês passado. As chamadas aconteceram após protesto e reuniões de aprovados no certame que estavam na lista de espera. O próprio prefeito recebeu uma comitiva em seu gabinete para esclarecimentos.
Comentar
Compartilhe
Dilma convida Lula para assumir a Casa Civil, mas ele recusa
10/03/2016 | 20h05
[caption id="attachment_5097" align="alignleft" width="300"]Lula só não sera ministro, se mais uma vez não quiser (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) Lula mais um vez recusou um ministério (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)[/caption] Após o Ministério Público de São Paulo pedir a prisão preventiva de Lula (aqui), acusado de falsidade ideológica e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá, o jornalista Lauro Jardim informou em seu blog no jornal O Globo (aqui), que Dilma Rousseff convidou o ex-presidente para assumir a chefia da Casa Civil.  Como em outras oportunidades, Lula recusou, desarticulando a operação que que incluiria também a transferência de Jaques Wagner para o Ministério da Justiça. A possibilidade de Lula assumir um ministério para ter foro privilegiado nas investigações da Lava Jato já foi abordada (aqui) nesta semana.
Comentar
Compartilhe
MP de São Paulo pede a prisão preventiva de Lula
10/03/2016 | 17h22
lula-abr-1O Ministério Público de São Paulo pediu a prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo que investiga a suspeita de crimes de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica relacionados ao triplex do Guarujá. Na denúncia — protocolada (aqui) na noite de quarta-feira (9) e apresentada nesta quinta-feira (10) —, os promotores dizem ser “impressindível o decreto da prisão preventiva, em razão da conveniência da instrução criminal”. Os promotores negaram nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, que o oferecimento de denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha motivação política. Lula foi denunciado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Caso haja condenação, as penas para os dois crimes somadas variam de 4 a 13 anos de prisão. Apesar de negar motivação política, o promotor José Carlos Blat afirmou que outros integrantes do PT devem ser investigados, por suspeita de terem sido "agraciados" com unidades da Bancoop. A ex-primeira-dama Marisa Letícia e o filho do casal, Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, foram denunciados por lavagem de dinheiro. Outras 12 pessoas foram denunciadas, entre elas o ex-dono da OAS, Leo Pinheiro, e o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, ambos investigados pela Operação Lava Jato. Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Uma dúvida antiga sobre os empregos no Porto do Açu
10/03/2016 | 16h01
Sem títuloUma dúvida antiga no Açu O vereador Franquis Areas (PR) levantou uma questão polêmica, na última sessão da Câmara de São João da Barra, envolvendo a Prumo Logística, empresa responsável pelo Porto do Açu. Segundo Franquis, tem aumentado o número de funcionários na empresa que são de outros municípios, sendo os sanjoanenses preteridos. O vereador relatou ainda que, em algumas oportunidades, tem morador de São João da Barra que muda o endereço no currículo, como se fosse morador de Campos, tendo assim mais chances de conquistar a vaga. Ele requereu que a empresa mande um balanço do número de funcionários e quanto deles são sanjoanenses no Porto. O pedido teve apoio de todos na Casa, independente da bancada. Essa é uma polêmica antiga. A Prumo deve ficar em silêncio, de novo, como fez das outras vezes em que o assunto foi abordado. Protesto A necessidade da reforma no Colégio Estadual Dr. Newton Alves, em Atafona, vai gerar mais uma manifestação. O ato, na próxima quarta, contará com alunos, pais, professores e ex-alunos. O protesto também pedirá melhores condições de trabalho e reajuste salarial para os profissionais da Educação. Mais um Pré-candidata do PT à Prefeitura de São João da Barra, Carla Machado está puxando para sua aliança gente que teve cargo de confiança desde o começo do governo Neco (PMDB). Nas últimas semanas foram dois, Renato Timotheo e Alcimar Mello. Minado? Os dois que pularam para o grupo de Carla eram do Turismo, pasta que o vice-prefeito Alexandre Rosa (PRB) teve influência até o rompimento político com o perfeito. Muitos daquela época estão por lá. Seria o Turismo um campo minado? Outro Quem também apareceu ao lado de Carla Machado nas redes sociais foi o empresário do ramo de entretenimento Júnior Monteiro. Pré-candidato a vereador, era dado como nome certo ao lado de Neco. Traição Os aliados do prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco, classificam a mudança de última hora como traição. Silêncio I Enquanto o país se mobiliza para as manifestações de 13 de março, contra a presidente Dilma Rousseff, a população de SJB parece desconhecer o assunto. Ninguém fala nada. Silêncio II Da mesma forma, os petistas da cidade não se pronunciam em defesa dos nomes mais importantes do partido, citados nos escândalos de corrupção na Petrobras. No município, o partido tem a pré-candidata Carla Machado e a vereadora Sônia Pereira. Pela fé A festa de Nossa Senhora da Penha, em Atafona, não muda a rotina só dos sanjoaneneses. Em Gargaú, distrito de SFI, é praticamente feriado. Muitos moradores atravessam pelo Paraíba na quinta, acampam em Atafona, e só voltam pra casa na terça-feira, após o fim da festa. Tradição Os moradores de SFI prestigiam a festa há muito tempo. Prova disso são os idosos que chegam de canoa sempre na segunda-feira em que a Santa é homenageada. Eles dizem manter a tradição dos pais e avós. A festa de Nossa Senhora Penha, neste ano, acontece de 27 de março a 4 de abril. *Publicado nesta quinta-feira (10) na Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Neco em Brasília, novamente, na luta por empréstimo e emendas
10/03/2016 | 12h00
[caption id="attachment_1118" align="alignleft" width="300"]Reunião prevista para hoje é com o ministro da Fazenda, Nelson Barboza. Foto: Paulo Pinheiro/Arquivo Neco busca com parlamentares do Rio emendas para SJB (Foto: Paulo Pinheiro/Arquivo)[/caption] Já virou novela essa questão do empréstimo tendo como garantia os royalties futuros — a “venda do futuro”. À exceção do governo do Estado e da Prefeitura de Campos (por duas vezes), nenhum município, embora tente o dinheiro desde o ano passado, teve uma resposta positiva. De pires na mão, muitos buscam uma solução em Brasília, onde na semana (aqui) tiveram uma reunião no ministério da Fazenda. Desta vez, Neco discute com parlamentares fluminenses emendas para o município sanjoanense. Com relação ao empréstimo, Neco tem se mostrado confiante. Ele tem condicionado ao empréstimo o andamento de obras e outros projetos no município. No entanto, na semana passada, o resultado da reunião não foi muito promissor. Em Campos, para colocar a casa em ordem, o grupo rosáceo sonha com uma terceira “venda do futuro”, com a antecipação de R$ 1 bilhão. Porém, assim como ocorreu nos empréstimos anteriores, o valor sonhado deve passar longe do limite liberado. Tentando usar os municípios para fazer uma pressão política, o marido da prefeita secretário de Governo de Campos, Anthony Garotinho, tenta sensibilizar o governo federal a contribuir na negociação do empréstimo nos moldes da que foi realizada pelo Governo do Estado. Atualização às 16h15 no texto e no título - Inicialmente, foi informado por este blog que o prefeito de SJB e outros representantes da Ompetro teriam outra reunião no ministério da Fazenda. O erro só foi constatado agora há pouco, quando os outros municípios da Ompetro informaram que não havia representantes seus na capital federal. Pelo erro, aos leitores e aos citados, nossas desculpas. 
Comentar
Compartilhe
MP denuncia Lula por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica
09/03/2016 | 19h30
lula-abr-1O Ministério Público de São Paulo apresentou uma denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por acusação de crime de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica relacionado ao triplex 164-A, do Condomínio Solaris, no Guarujá. A acusação, com 193 páginas, foi protocolada na noite desta quarta-feira no Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo. Os promotores Cássio Conserino e José Carlos Blat sustentam que Lula tentou ocultar a propriedade do imóvel, que oficialmente está registrado em nome da empreiteira OAS. O ex-presidente nega. Além de Lula, também foram denunciados na ação a esposa do ex-presidente, Marisa Letícia, um dos filhos do ex-presidente, Fabio Luís Lula da Silva, e os ex-dirigentes da construtora OAS, Adelmário Pinheiro, o Léo Pinheiro, e o ex-presidente da Bancoop, João Vaccari Neto. Em nota a defesa do ex-presidente diz  que a denúncia "foi antecipada no dia 22 de janeiro à revista Veja pelo promotor de Justiça Cássio Roberto Conserino, antes, portanto, da conclusão do procedimento investigatório. Conserino apenas formalizou o resultado, deixando claro que a apuração não foi isenta, decorrendo tão somente da parcialidade e da intenção deliberada de macular a imagem de Lula, imputando crime a pessoa que o promotor sabe ser inocente". Lula está em Brasília articulando para evitar o andamento de um processo de impeachment. Há ainda a expectativa que o ex-presidente aceite um convite para assumir um ministério (aqui). Na região, como o blog do Bastos mostrou (aqui), o presidente do PT de Itaperuna, entrou com um habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) em nome do ex-presidente Lula, para que ele não deponha na ação penal em que é réu o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente. O depoimento de Lula está marcado para segunda-feira (14). Com informações do jornal O Globo
Comentar
Compartilhe
Torcida organizada e embates quentes na Câmara de SJB
09/03/2016 | 11h35
público camaraConfesso que não conseguiu assistir toda a sessão da Câmara de São João da Barra nesta terça-feira (8), por isso não escrevi sobre. Com informações da assessoria, informei apenas (aqui) a aprovação do projeto que autoriza a abertura de 127 vagas na área da Educação. No entanto, no “resgate” das informações na manhã desta quarta, foi possível constatar que o clima não foi tão tranquilo durante o tema livre. O embate entre a oposição e governistas foi intenso, o que já é de se esperar em ano eleitoral, com direito a torcida organizada (desta vez com maioria governista) na Casa. O vereador Kaká (PT do B) foi o último a falar e não poupou críticas ao presidente da Casa, Aluizio Siqueira (PP). Nesta quarta (9), o debate continua a partir das 17h. Ex-líder do governo, agora na oposição, Alex Firme (PSD) apontou uma séria necessidade de intervenções no município, como reformas de creches e praças, além de citar que a energia de um posto de saúde foi cortada e a falta de merenda em uma unidade de ensino. As praças aqueceram uma breve polêmica, o vereador Eziel Pedro (PSDC) rebateu, creditando a situação à gestão anterior, que construiu as praças com eucalipto tratado, material que segundo ele não é de boa qualidade, e por isso as praças estariam em má conservação. Ainda sobre o assunto, a vereadora Sônia Pereira (PT) pediu que fosse feito reformas, uma vez que, segundo ela, nesta gestão nenhuma intervenção foi feito nesse sentido. Já Aluizio afirmou que não é possível fazer comparação das obras entre os dois governos, sobre quem utilizou material. Segundo o presidente da Câmara, o prefeito Neco (PMDB) “não construiu e não vai construir nada”. Aluizio ainda façou sobre a questão de atraso no pagamento à Ampla, que causou o corte de luz na unidade de Saúde, e mais um atraso no pagamento dos funcionários terceirizados. Ronaldo rebate Kaká – O vereador Ronaldo da Saúde (Pros) aproveitou seu tempo no tema livre para rebater o vereador Kaká, que no último sábado citou (aqui) valores de empresas que seriam de familiares de Ronaldo e prestaram serviço ao governo passado. Segundo Kaká, como perdeu esses benefícios, o vereador pulou para a bancada de oposição. Ronaldo afirmou que todas as empresas de familiares seus participaram de processo licitatórios, organizados por pessoas que fazem parte da atual gestão. Segundo Ronaldo, não houve favorecimento de sua campanha por parte dessas empresas e atacou Kaká. Ronaldo disse que nunca teve sua imagem estampada em jornal como quem utilizava dinheiro para compra de votos, nem saindo de edifícios em movimentação suspeita. Kaká rebateu, informando que falou sobre os valores, que acredita ser muito alto, não sobre o processo licitatório. Ronaldo afirmou que durante a gestão passada, as ambulâncias eram terceirizadas, mas não deixavam de atender. Franquis defende Neco – O vereador Franquis Areas (PR) também usou seu tempo no tema livre para alfinetar opositores. Sem citar nomes, Franquis saiu em defesa do prefeito Neco, ao afirmar que a gestão é séria e comprometida. Segundo Franquis, diferente do que acontece com outros políticos, ninguém poderá falar que o atual prefeito fez desvios dos cofres públicos. Kaká critica Aluizio – O alvo de Kaká na Câmara parece mesmo ser o presidente da Casa. Em seu tempo no tema livre, o vereador reiterou o que disse no sábado sobre altos valores de contratos na gestão passada. Kaká não é líder do governo de direito, mas de fato é quem tem exercido o papel. Além de falar da gestão anterior, Kaká disparou contra a administração dos recursos da Câmara nesta legislatura, sob a presidência de Aluizio. Segundo o vereador, são exorbitantes os valores de contratos como os de publicidade e outros serviços.
Comentar
Compartilhe
Carla puxa mais um que tinha cargo de confiança com Neco
09/03/2016 | 11h25
Carla_AlcimarO cenário político de São João da Barra começa a se definir. Até o sábado da festa de Nossa Senhora de Penha, 2 de abril, as questões partidárias estarão fechadas. É o período em que todos aguardam para saber quem vai pular de um barco para o outro. A ex-prefeita Carla Machado PT, que já havia recebido em seu grupo o até então Ouvidor do Turismo Renato Timotheo (aqui), trouxe mais um integrante da pasta nesta terça-feira (8). Em seu perfil no Facebook, Carla anunciou aliança com Alcimar Mello, que ainda desempenha cargo de confiança no governo Neco (PMDB). Vale lembrar que a secretaria de Turismo foi território do vice-prefeito Alexandre Rosa (PRB) de 2011 até seu rompimento político com Neco. Ainda tem muita gente que trabalha lá que foi ligado a Alexandre. Esse é o caso de Renato de Alcimar, por exemplo. A notícia causou reação no grupo governista. Nas redes sociais, nomes ligados a Neco falaram em traição, pouco depois de Carla divulgar as fotos nas redes sociais. Nos bastidores da política sanjoanense, há quem diga que tem mais gente para “pular” nesta reta final. E isso dos dois lados. CarlaecaputiEx-vereador – Quem também passou a integrar o time de Carla foi o ex-vereador Carlos Alberto Alves Maia, o Caputi de Grussaí. Antes de Carla anuncia que escolheria seu vice por meio de uma pesquisa, o nome de Caputi chegou a ser citado como possibilidade. Governistas rechaçaram a ideia, dizendo que o ex-vereador não se envolveria diretamente no pleito. Pelo visto, ele mudou de ideia.
Comentar
Compartilhe
Lula pode virar ministro de Dilma para ter foro privilegiado
09/03/2016 | 11h01
[caption id="attachment_5097" align="alignleft" width="300"]Lula só não sera ministro, se mais uma vez não quiser (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) Lula só não sera ministro, se mais uma vez não quiser (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)[/caption] Em seu blog no jornal O Globo (aqui), o sempre bem informado jornalista Ricardo Noblat afirma que a presidente Dilma Rousseff aceitou convidar o Lula para ocupar uma das pastas de sua gestão. Os petistas se encontraram nesta terça-feira (8). Não se sabe ainda o que Dilma e Lula conversaram, ontem à noite, no Palácio da Alvorada. No entanto, segundo Noblat, “Dilma recebeu Lula depois de concordar em convidá-lo para ser ministro do seu governo”. O jornalista lembra ainda que a ideia de chamar Lula para ministro já rondou o Planalto, quem não aceitou foi o ex-presidente. Como ministro, Lula teria foro privilegiado e só deveria explicações a Dilma e ao Supremo Tribunal Federal (STF), logo, não teria sido conduzido coercitivamente na operação Lava Jato. Será que o petista se arrependeu de não aceitar o convite e aceitará agora? A pasta que Lula poderia assumir não foi especulada. Ainda.
Comentar
Compartilhe
Câmara aprova abertura de 127 vagas na Educação em SJB
08/03/2016 | 22h33
Câmara_TerçaA Câmara aprovou na sessão desta terça-feira (8), o projeto de lei do Executivo nº 007/2016, que autoriza a Prefeitura a abrir 127 vagas para a convocação de candidatos aprovados no último concurso público da Educação. A apreciação da matéria estava sendo bastante aguardada pelos educadores; muitos deles participaram da sessão. As provas do concurso da Educação foram aplicadas em janeiro do ano passado. Inicialmente, o certame abriu 24 vagas distribuídas em 24 funções. Neste ano, candidatos na lista de espera cobraram explicações da Prefeitura sobre a abertura de novas vagas. Eles chegaram a realizar um protesto e, em outra oportunidade, foram recebidos pelo prefeito Neco (PMDB). Antes deste projeto ser aprovado na Câmara, a Prefeitura já chamou neste ano 54 aprovados no concurso da Educação, que foi homologado em março do ano passado e tem vigência de dois anos. Novas vagas: Professor II – educação infantil/creche (24); Auxiliar de creche (12); Professor II – 1º ao 5º ano (40); Professor II – 1º ao 5º ano, intérprete/libras (01); Professor II – Atendimento à educação especial (04); Professor I – Matemática (01); Professor I – Geografia (05); Professor I – Ciências (06); Professor I – História (06); Professor II – Educação infantil/pré-escola (06); Psicopedagogo (09) e Orientador educacional (13)
Comentar
Compartilhe
Tensão nas alturas na política de SJB
08/03/2016 | 15h19
Sem títuloTensão nas alturas em SJB O clima extremamente harmonioso entre os nove vereadores da Câmara de São João da Barra, que marcou os primeiros anos desta legislatura, já não existe mais. Muito pelo contrário. A tensão está nas alturas. O principal embate fica entre os vereadores Aluizio Siqueira (PP), presidente da Casa, e Carlos Machado da Silva, Kaká (PT do B). Kaká contesta um ato executivo decretado por Aluizio que regulamenta a pauta. O presidente da Câmara, no entanto, defende que a medida é constitucional. Daí em diante, outras trocas de farpas. Kaká disse que membros da oposição “perderam a boquinha” durante a gestão do prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB). Aluizio ainda não respondeu, mas o clima não deve ser nada amigável na sessão desta terça-feira (8). Impasse A bancada governista quer acabar com o fundo criado nessa legislatura, no qual são depositados os recursos excedentes da Câmara. A medida agrada ao prefeito Neco, mas não deixa Aluizio nem um pouco satisfeito. Os governistas já protocolaram o projeto na Casa, mas não entra na pauta desta terça. Esperança Neco está confiante quanto a um empréstimo tendo como garantia os royalties futuros o mais rápido possível. Desde o ano passado, ele vem condicionando a antecipação o andamento de obras e projetos. Política e... Uma discussão político-financeira tem movimentado as redes sociais em SJB. Pré-candidata à Prefeitura, a ex-prefeita Carla Machado (PT) garante ter deixado dinheiro em caixa. Sem perder tempo, o secretário de Fazenda do governo Neco, Edson Claudio, rebateu a informação, dizendo que Carla deixou um “rombo”. ...Finanças Tanto de um lado, como do outro, documentos são anexados as postagens nas redes sociais. Como bem salientou o jornalista Alexandre Bastos, que abordou o assunto em seu blog (aqui), além de argumentos políticos, os militantes de SJB precisam estar afiados no debate financeiro. Saúde A semana da mulher está repleta de atividades especiais promovidas pela secretaria de Saúde de SJB. A programação completa está no portal da Prefeitura (aqui). Elas Duas mulheres são responsáveis pela segurança em SJB e em São Francisco de Itabapoana. A matéria publicada ao lado desta coluna na página 5 da Folha da Manhã (aqui), do estagiário Júlio César Barreto, mostra, neste Dia Internacional da Mulher, os desafios que Madeleine Farias e Ivana Morgado enfrentam na. Madeleine tem excelente aceitação em SJB. Já foi até “indicada”, nas redes sociais, à prefeita. Padroeira A previsão da Irmandade de Nossa Senhora da Penha é divulgar nesta semana a programação religiosa, recreativa e cultural da festa da Padroeira de Atafona. As atividades acontecem entre os dias 27 de março e 4 de abril. A expectativa é atrair milhares de fiéis nas homenagens à Santa. *Publicado na edição desta terça-feira (8) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Conta de luz da Ampla fica mais cara este mês
08/03/2016 | 12h41
imagesAs contas de luz de clientes da Ampla ficarão até 6,91% mais caras para os consumidores residenciais, a partir do dia 15 de março. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o reajuste tarifário anual da concessionária nesta terça-feira. Os novos valores serão aplicados para 2,6 milhões de unidades consumidoras localizadas em 66 municípios do Estado do Rio de Janeiro. Para clientes de baixa tensão, o aumento será de 7,15%. Para clientes das classes média (Baixa Tensão e Alta Tensão), a variação será de 7,38%. As indústrias, com alta tensão em média, terão reajuste de 7,89%. Em fevereiro, a Aneel negou um pedido da Ampla para fazer um reajuste extraordinário. A solicitação foi feita ainda em 2015. Fonte: Extra
Comentar
Compartilhe
Condenado a 19 anos na Lava Jato, dono da Odebrecht já negocia delação premiada
08/03/2016 | 11h20
[caption id="attachment_5077" align="alignleft" width="300"]Marcelo Odebrecht está preso em Curitiba desde o ano passado (Reprodução/TV Globo) Marcelo Odebrecht foi condenado nesta terça-feira a 19 anos e quatro meses de prisão (Reprodução/TV Globo)[/caption] Os empresários Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro, que comandavam duas das maiores empreiteiras envolvidas no escândalo de corrupção na Petrobras — a Odebrecht e a OAS —, estão fechando um acordo entre eles para, em seguida, começar a negociar colaboração premiada com a força-tarefa do Ministério Público Federal à frente das investigações da Operação Lava Jato. A informação foi passada ao jornal O Globo por uma pessoa ligada a um dos executivos. Na manhã desta terça-feira (8), Marcelo Odebrecht foi condenado a 19 anos e 4 meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa na Operação Lava Jato. Numa operação casada, Marcelo e Léo Pinheiro querem se colocar à disposição dos procuradores para delatar o que sabem sobre a corrupção na Petrobras e em outras áreas da administração pública. Em troca, pretendem receber os benefícios previstos em lei. A delação dos dois empresários poderia ser explosiva. A Odebrecht e a OAS estão entre as maiores financiadoras de campanhas eleitorais no país. As duas empresas também teriam papel fundamental no esclarecimento sobre as questões levantadas na 24ª etapa da Lava Jato: as relações entre os dois grupos e o ex-presidente Lula. As investigações apontam que, além de beneficiar partidos políticos, as empresas foram responsáveis por reformas no sítio em Atibaia e o triplex do Guarujá. A força-tarefa aponta, ainda, que há indícios de que ambos os imóveis pertençam a Lula. As empreiteiras também firmaram contratos ou fizeram doações à empresa do ex-presidente e ao Instituto Lula. O juiz Sérgio Moro demonstrou desconfiança com a milionária “generosidade” A matéria completa pode ser conferida aqui, no jornal O Globo. Marcelo Odebrecht é condenado a 19 anos de prisão O empreiteiro Marcelo Odebrecht  foi condenado nesta terça a 19 anos e 4 meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa na Operação Lava Jato. Foram sentenciados com a mesma pena e pelos mesmos crimes, no processo, os executivos Márcio Faria e Rogério Araújo, ex-diretores da Odebrecht. As informações são do blog do Fausto Macedo, no Estadão (aqui). O juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações da Lava Jato, afirmou, em relação a Marcelo Odebrecht que “a prática do crime corrupção envolveu o pagamento de R$ 108.809.565,00 e US$ 35 milhões aos agentes da Petrobrás, um valor muito expressivo”. O magistrado destacou que ‘um único crime de corrupção envolveu pagamento de cerca de R$ 46.757.500,00 em propinas’. Atualizado às 11h26 para incluir a condenação de Marcelo Odebrecht e alteração no título.
Comentar
Compartilhe
SJB divulga resultado final do processo seletivo da Assistência Social
08/03/2016 | 10h38
Prefeitura  sjbMais um processo seletivo simplificado para contratação temporária vai chegando ao fim em São João da Barra. No Diário Oficial desta terça-feira (8), a secretaria de Assistência Social o resultado final do certame. Nos próximos dias, a secretaria deve convocar os primeiros colocados para assinarem o contrato temporário. A relação pode ser conferida na edição desta terça da Folha da Manhã ou no Portal da Prefeitura (aqui). Neste processo, são 43 vagas divididas em três funções: assistente social (21 vagas); psicólogo (15) e pedagogo (7). Os vencimentos são de R$ 2.560, 58. Outra publicação — A Prefeitura também publicou no Diário Oficial (aqui) desta terça a chamada de mais sete profissionais da área da Saúde, de acordo com a classificação no Concurso realizado no ano passado. As vagas são para auxiliar de saúde bucal (3), técnico em enfermagem (3) e psicólogo (1).
Comentar
Compartilhe
Câmara de São João da Barra promete embates quentes
07/03/2016 | 16h01
Câmara_sjbO clima na Câmara de São João da Barra promete esquentar nesta terça-feira (8). O impasse entre governistas e oposicionistas deve acirrar as discussões, principalmente neste ano eleitoral. Se a situação já era desgastante entre as bancadas devido ao ato executivo 01/2016, no qual o presidente da Casa, Aluizio Siqueira (PP), regulamenta as pautas (aqui, aqui e aqui), o cenário ficou ainda mais agitado após as declarações do vereador Kaká (PT do B) sobre valores que empresas de familiares de Aluizio e do vereador Ronaldo da Saúde (Pros) teriam recebido no último ano do governo Carla Machado (hoje no PT), em 2012. Sem papas na língua, Kaká afirmou (aqui) que os dois foram para oposição porque “perderam a boquinha” durante o governo Neco (PMDB). Kaká não é líder do governo de direito, função atribuída ao peemedebista Jonas Gomes. No entanto, de fato, é quem tem adotado a postura de liderança desde 2015. Os embates entre Aluizio e Kaká não são novidades. Na legislatura anterior, Kaká era da bancada de oposição, enquanto Aluizio exercia a função de líder do governo num momento complicado, sem a maioria na Casa. Até agora, Aluizio não se posicionou com relação às declarações de Kaká no último sábado, na radio Grussaí FM. A expectativa é que as respostas sejam dadas durante a reunião do Legislativo.
Comentar
Compartilhe
Lava Jato cogita ação que impediria candidatura de Lula
07/03/2016 | 11h12
lula-abr-1O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ser alvo de ação civil de improbidade administrativa na Operação Lava Jato, que tem como uma das punições a proibição de disputar eleições. Lula pode ser acusado nesse tipo de processo caso fique comprovado que empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção na Petrobras pagaram custos de obras do sítio frequentado por ele em Atibaia (SP) no final de 2010, quando ainda era presidente, para beneficiá-lo ilegalmente. Na Lava Jato, já estão em curso cinco ações de improbidade com pedidos de decretação de inelegibilidade por até dez anos contra acusados. Integrantes da força-tarefa do Ministério Público Federal já consideram a possibilidade de que Lula seja alvo de uma causa deste tipo, no âmbito da 24ª fase da Lava Jato, na qual são investigados supostos atos de corrupção e lavagem de dinheiro ligados à propriedade rural. Em suas manifestações, a defesa e aliados de Lula têm buscado desvincular as situações relativas ao sítio do período em que ele ainda exercia o mandato de presidente. Em petição ao Supremo Tribunal Federal, os advogados do ex-presidente alegaram que o imóvel foi comprado por amigos em outubro de 2010 para uso compartilhado com a família do petista, mas que Lula só soube da aquisição em janeiro de 2011. Fonte: Folha de S. Paulo Confira também: Oposição vai à Justiça contra visita de Dilma a Lula com recursos públicos Lava Jato desmente Lula sobre triplex no Guarujá PT vive um “março sangrento”
Comentar
Compartilhe
Oposição vai à Justiça contra visita de Dilma a Lula com recursos públicos
06/03/2016 | 15h27
[caption id="attachment_5061" align="alignleft" width="300"]Lula, Dilma Rousseff e Marisa Letícia acenam para os militantes da sacada do apartamento do ex-presidente em São Bernardo do Campo. Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República Lula, Dilma Rousseff e Marisa Letícia na sacada do apartamento do ex-presidente em São Bernardo do Campo. Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República[/caption] A visita de solidariedade da presidente Dilma Rousseff ao ex-presidente Lula no sábado (5), em função da condução coercitiva determinada na 24ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada um dia antes, causou mal estar entre parlamentares. No sábado, o deputado federal Fernando Francischini (Solidariedade) divulgou nota dizendo que vai entrar com ação de improbidade administrativa contra Dilma, por ela ter usado dinheiro e recursos públicos para visitar Lula. As lideranças do Democratas na Câmara e Senado também vão entrar com uma representação contra contra Dilma e Jaques Wagner, ministro da Casa Civil, na Procuradoria Geral da República (PGR) para que investigue a viagem. Fonte: O Globo Confira também: Lava Jato desmente Lula sobre triplex no Guarujá PT vive um “março sangrento”
Comentar
Compartilhe
Lava Jato desmente Lula sobre triplex no Guarujá
06/03/2016 | 14h55
Lula e MarisaO Ministério Público Federal (MPF) encontrou novos indícios de que o triplex no edifício Solaris, no Guarujá, era destinado à família do ex-presidente Lula, suspeito de ocultação de patrimônio e lavagem de dinheiro desviado do esquema de corrupção na Petrobras. Em janeiro, em nota, o Instituto Lula admitiu pela primeira vez que o ex-presidente esteve no triplex 164-A, com o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, e informou que Lula e sua mulher, Marisa Letícia, apenas visitaram “uma unidade disponível para venda no condomínio”. No documento em que pedem a realização de buscas e apreensões para a investigação, os procuradores afirmam que, segundo documento da própria construtora, há mais de quatro anos não há unidade sem proprietário no condomínio. Segundo o MPF, em petição enviada em 29 de agosto de 2011 ao Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo, a OAS “expressamente” informou que, das 112 unidades do Solaris, 111 haviam sido vendidas a ex-cooperados da Bancoop (cooperativa do Sindicato dos Bancários que se tornou insolvente) e uma unidade para novo adquirente. Apesar de a construtora ter informado sobre a venda de todas as unidades, no cartório de registro de imóveis o tríplex segue em nome da OAS, o que reforça a suspeita dos procuradores de ocultação de patrimônio — outras unidades mantidas em nome da empreiteira no Solaris também são investigadas. Fonte: O Globo Leia também: PT vive um “março sangrento”
Comentar
Compartilhe
Dirigente da Rede no Rio nega convite a Neco
06/03/2016 | 12h06
Funke_FaceO vice-prefeito de Macaé e dirigente do elo estadual da Rede Sustentabilidade no estado do Rio, Danilo Funke, negou que o prefeito Neco (PMDB) tenha sido convidado a integrar os quadros do partido. A informação foi divulgada neste blog (aqui), em resposta do grupo governista sanjoanense ao lançamento do advogado Filipe Estefan (aqui), como nome indicado pela Rede, para compor, como vice, a chapa da petista Carla Machado. Danilo destacou que “na cidade não há efetivamente a organização institucional primária, muito menos a instância partidária efetiva” da Rede. O vice-prefeito de Macaé ressaltou uma informação já passada pelo coordenador geral de fiscalização da secretaria de Obras, Nelson Patrício, o mesmo que relatou ao blog o convite da legenda a Neco: — Não iremos nos coligar com o PMDB ao longo do estado. Logo, pareceria pouco coerente propormos trazer um quadro desse partido para defender os princípios da sustentabilidade e ideais de transformação na política. Em consulta aos meus pares, todos negaram ter feito qualquer convite ao prefeito, que merece nosso respeito e tem sua autoridade local legitimada pela população de São João da Barra. Porém, não apresenta o perfil que almejamos para a nova política que sonhamos para a cidade, para a região, para o Estado do Rio de Janeiro e para o Brasil — relatou Funke. Ainda de acordo com Danilo, “de fato concreto, estive pessoalmente com o valoroso Dr. Filipe Estefan, ex-presidente da OAB e ex-militante do PSB, que tem grande identidade com nosso programa e trajetória, sendo convidado para colaborar na organização e desenvolvimento das propostas inovadoras da Rede no município”. O dirigente estadual da Rede informou ainda que o partido será instituído em São João da Barra nos próximos dias, “defendendo a autonomia e crescimento do partido, para em um segundo momento, após estruturado e fundado, discutirmos seu caminho futuro, inclusive, política de alianças”. — Até lá, nenhum filiado ou simpatizante pode responder pela Rede Sustentabilidade nas cidades não constituídas oficialmente. De definitivo, apenas, que não caminharemos com o PMDB — complementou Danilo.
Comentar
Compartilhe
SJB: “Estão na oposição porque perderam a boquinha”, diz Kaká
05/03/2016 | 15h05
phoca_thumb_l_carlos machado da silva 2O clima está quente na política de São João da Barra. Não bastasse o impasse entre os vereadores Kaká (PT do B) e Aluizio Siqueira (PP), presidente da Casa, quanto a um ato executivo que regulamenta a pauta (aqui, aqui e aqui), Kaká falou a rádio Grussaí FM que vereadores da bancada de oposição, que estiveram na base governista, mudaram a postura por perderem “a boquinha”. — O motivo pelo qual Moisés Ferreira (ex-radialista), Ronaldo da Saúde (Pros) e Aluizio Siqueira estão na oposição porque simplesmente acabou a ‘boquinha’. Moisés recebeu R$ 600 mil por mês em 2012, R$ 50 mil por mês a média. Ronaldo da Saúde, todo mundo sabe o que ele fez para ganhar eleição, R$ 1.328.320 só do aluguel de quatro ambulâncias, além de R$ 3. 414.000 somente com banheiros químicos e tendas. A empresa de Guilherme Siqueira, irmão de Aluizio. Sabe quanto ele sacou dos cofres públicos somente em 2012? R$ 5.912.624,97, com obra, aterro, aditivo terraplanagem — disparou Kaká. O vereador falou ainda que a ex-prefeita Carla Machado (PT) deve ter de prestar esclarecimentos pelo uso desses recursos. Kaká aproveitou para indagar se os vereadores Aluizio e Ronaldo são pessoas que estão todos os dias em São João da Barra. Segundo Kaká, o prefeito Neco (PMDB) tem conseguido manter todos os serviços, mesmo com arrecadação de royalties bem menor, e gastando muito menos que a gestão anterior. O blog está aberto para ouvir as declarações de todos os citados.
Comentar
Compartilhe
Cálculos e alianças eleitorais em SJB
05/03/2016 | 14h33
Sem títuloCálculos e alianças eleitorais A cada dia novas alianças são ventiladas e outras consolidadas em São João da Barra, tendo em vista a disputa pela Prefeitura. Em número de apoio partidário declarado, a pré-candidata do PT, Carla Machado, está na frente. Ela já conta com 17 legendas, segundo último anúncio, na noite de quinta-feira. Por outro lado, o prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), conta com dez. Nada é concreto, o cenário ainda pode mudar até as convenções. Agora, quando assunto é o número de cadeiras que cada grupo vai fazer, Neco está extremamente confiante. Ao lado do prefeito estão cinco dos nove vereadores com mandato. Para o prefeito, a próxima legislatura terá um número maior de aliados seus. Além disso, tem outro assunto muito mais quente nos bastidores da política. Quem vai pular de um lado para o outro até a janela eleitoral ser fechada? A promessa é de mudança nos dois grupos eleitorais. Avançou Após cobrança da direção e de alunos do Instituto Federal Fluminense (IFF) de São João da Barra, o tão esperado recuo da rodovia está sendo construído pelo prefeito Neco. A necessidade da obra foi tema de matéria recente da Folha da Manhã. Abrigo A expectativa também é que, além do recuo, o poder público municipal construa abrigos de passageiros em frente ao IFF nas duas margens da rodovia. O prédio também deve ser entregue ao IFF para que o próprio instituto conclua as obras. História A Câmara de São João da Barra vai lançar, este ano, um livro sobre os seus três séculos de história. O trabalho de pesquisa está sendo feito pelo historiador sanjoanense Fernando Antônio Lobato Borges e já está em fase de finalização. Patrimônio? Que fim levou a promessa do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), conforme foi anunciado pela Prefeitura de SJB, de transformar a procissão terrestre da padroeira de Atafona, Nossa Senhora da Penha, em Patrimônio Cultural Imaterial do Rio? *Publicado na edição deste sábado (5) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
“Nossos leitos de UTI são estilo Copa D’Or”, diz secretária de Saúde de SJB
05/03/2016 | 12h02
[caption id="attachment_4100" align="alignleft" width="300"]Secretária esteve em programa de rádio na manhã deste sábado. Foto: Secom/SJB Secretária esteve em programa de rádio na manhã deste sábado. Foto: Secom/SJB[/caption] A secretária de Saúde de São João da Barra, Denise Esteves, participou na manhã desta sábado (5) do programa São João da Barra no ar e rebateu críticas da oposição quanto a administração da sua pasta. Denise começou falando dos escândalos de corrupção envolvendo o PT, partido da pré-candidata de oposição Carla Machado, e disse que são os municípios que estão sofrendo com os impactos da crise. Segundo Denise, ainda que SJB esteja perdendo recursos, a gestão do prefeito Neco (PMDB) deu passos importantes no atendimento na área de Saúde. – A oposição gosta de falar inverdades, mas a população está vendo a verdade. Falam que a gente não tem ambulância, mas quem precisa sempre encontra. Temos leitos de UTI no estilo Copa D’Or. Sem falar que, apesar de cair a arrecadação, o número de atendimento cresceu. Na gestão anterior eram menos unidades de Saúde e não tinha o Centro de Emergência – esclareceu Denise. Quem também participou do programa foi o secretário de Fazenda Edson Claudio. Ele salientou a queda dos recursos dos royalties, falou sobre a crise que o país vive, causada, segundo ele, pelo mesmo PT que pleiteia disputar a Prefeitura de São João da Barra neste ano. Segundo Edson, o município recebeu em royalties no ano de 2015 um valor inferior ao de 2010. Denise apresentou também a programação da semana da Mulher em SJB, que pode ser conferido aqui.
Comentar
Compartilhe
Neco foi convidado a integrar a Rede Sustentabilidade
04/03/2016 | 17h10
necoooA pré-candidata Carla Machado (PT) anunciou (aqui) que a Rede Sustentabilidade foi o 17º partido a integrar sua aliança para disputa pela Prefeitura de São João da Barra, indicando o advogado Filipe Estefan como possível pré-candidato a vice-prefeito.  O que ninguém imaginava era que o prefeito Neco (PMDB) também já dialogava com o partido, inclusive tendo sido convidado a integrar os quadros da Rede. De acordo com Nelson Patrício, coordenador geral de fiscalização da secretaria de Obras, além do convite que já foi feito a Neco, não estaria confirmada aliança com nenhum partido. — Não existe aliança com ninguém. Faço parte da Rede, acredito no ideal, mas ainda não existe um diretório. A coligação vai depender do diretório estadual. Existe sim, por parte do partido, uma resistência em coligar como PMDB no Rio, com o PSDB em São Paulo. São questões de ideologia. Pode ser que venha a ter uma aliança da Rede com o PT aqui, mas hoje ela não existe. O diálogo do partido com Neco continua. Entretanto, é bom destacar que o foco da Rede é a eleição de 2018, a candidatura de Marina Silva — afirmou Nelson, acrescentando que se for consolidada a aliança entre Carla e a Rede em SJB, ele não se sente confortável a continuar no partido. Quanto ao convite, Neco teria informado que não poderia deixar o seu partido, o PMDB. A menos de sete meses para o pleito, as coligações ainda são de certa forma misteriosa. No entanto, a polarização da disputa entre Carla e Neco é um cenário a cada dia mais nítido.
Comentar
Compartilhe
Lula caiu na Lava Jato devido ao triplex no Guarujá e sítio em Atibaia
04/03/2016 | 09h16
[caption id="attachment_5035" align="alignleft" width="300"]Reprodução TV Reprodução/TV[/caption] A força-tarefa da 24ª fase da Operação Lava Jato, que levou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, alvo central da Operação Aletheia, para depor coercitivamente na manhã desta sexta-feira (4), diz ter “evidências” de que ele recebeu valores desviados da Petrobras. Até então Lula era investigado por ocultação de patrimônio, agora ele é suspeito de lavagem de dinheiro e corrupção. “Há evidências de que o ex-presidente Lula recebeu valores oriundos do esquema Petrobras por meio da destinação e reforma de um apartamento triplex (Guarujá) e de um sítio em Atibaia, da entrega de móveis de luxo nos dois imóveis e da armazenagem de bens por transportadora. Também são apurados pagamentos ao ex-presidente, feitos por empresas investigadas na Lava Jato, a título de supostas doações e palestras”, informa a força-tarefa da Lava Jato. São pelo menos R$ 4,5 milhões em lavagem por meio do Sítio Santa Bárbara em Atibaia e por meio do triplex 164-A. Na edição desta quinta (3), o Jornal Nacional mostrou fotos inéditas da visita de Lula ao triplex. O registro é de uma visita ilustre. Pela porta entreaberta, dá para ver o encontro entre o ex-presidente Lula com o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, que aparece de costas.  Além de Léo Pinheiro, logo atrás de Lula também aparece o diretor de incorporação da OAS, Roberto Moreira. Nesta semana, o telejornal mostrou também pedalinhos personalizados com nomes de dois netos de Lula no lago do sítio de Atibaia. Como pode ser conferido aqui, a Polícia Federal realizou mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao ex-presidente Lula na 24ª fase da Operação Lava Jato, realizada desde o fim da madrugada desta sexta-feira (4). Lula foi alvo de um mandado de condução coercitiva. Grupos de manifestantes pró e anti-Lula chegaram a entrar em confronto em frente ao prédio onde mora o ex-presidente.
Comentar
Compartilhe
Lula é alvo de nova fase da Lava Jato e será levado pela PF para depor
04/03/2016 | 08h18
Lula e MarisaA Polícia Federal realiza mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao ex-presidente Lula na 24ª fase da Operação Lava-Jato, realizada desde o fim da madrugada desta sexta-feira (4). O ex-presidente Lula é alvo de um mandado de condução coercitiva e será obrigado a prestar esclarecimentos, segundo a Polícia Federal. Braço-direito de Lula e atual presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto também é alvo de outro mandado de condução coercitiva na manhã desta sexta. Mandados de busca são cumpridos também em endereços usados pelos filhos do ex-presidente, e dos empresários Fernando Bittar e Jonas Suassuna. Grupos de manifestantes pró e anti-Lula chegaram a entrar em confronto em frente ao prédio onde mora o ex-presidente. Os dois grupos chegaram à avenida Prestes Maia logo que foi divulgada a 24ª fase da Lava Jato. Houve bate-boca e agressões. A operação foi denominada "Aletheia", em referência à expressão grega que significa "busca da verdade", segundo informe divulgado pela PF. São investigados crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, entre outros, praticados, segundo a PF, "por diversas pessoas no contexto de esquema criminoso e relacionado à Petrobras S/A". Ao todo, foram expedidos 44 mandados judiciais, sendo 33 de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva - quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento, caso do ex-presidente Lula. O mandado de condução coercitiva do ex-presidente Lula acontece um dia após a revisto IstoÉ revelar um suposto acordo de delação premiada do ex-líder do PT no Senado, Delcídio Amaral (aqui), com citações envolvendo Dilma Rousseff e Lula. Com informações do jornal O Globo. A Folha Online (aqui) e o blog do Bastos (aqui) também abordaram o assunto. Atualizado às 8h44 para correção no título e inclusão de informações.
Comentar
Compartilhe
Filipe Estefan é mais um nome na disputa para ser vice de Carla Machado
03/03/2016 | 22h10
Carla_FilipeA lista de possíveis candidatos a vice-prefeito na chapa da petista Carla Machado, pré-candidata a prefeita de São João da Barra acaba de crescer, assim como seu número de partidos aliados. Em seu perfil no Facebook, Carla informou que o advogado Filipe Estefan, ex-presidente da 12ª subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), é o sexto nome que estará disponível para avaliação popular por meio de pesquisa, forma que ela optou para escolha do vice em sua chapa. A chegada de Filipe representa também a aliança de Carla com mais um partido, a Rede Sustentabilidade. A petista comemorou a entrada do advogado na disputa. “O doutor Filipe Estefan é um amigo que tem trabalho reconhecido enquanto presidente da OAB e procurador do nosso município”, escreveu Carla. No ano passado, o nome do advogado chegou a ser especulado como pré-candidato a prefeito de São João da Barra. Na ocasião, Filipe negou tal interesse (aqui). Além de Filipe Estefan, Aluizio Siqueira (PP), Alexandre Rosa (PRB), Alexandre Magno (PSD), André Fontoura (PPS) e Oswaldo Barreto (PSDC) estão na corrida para ser vice de Carla. Alianças — Nas contas de Carla, já são 17 os partidos aliados para a campanha de 2016: PT, PP, PSDC, Pros, PSD, PRB, PHS, PTB, PPS, PEN, PV, PTN, PC do B, PMB, PRP, PSC e Rede.
Comentar
Compartilhe
Venda do futuro: negociações em Brasília continuarão na próxima semana
03/03/2016 | 16h13
[caption id="attachment_5012" align="alignleft" width="300"]12779204_1018981758139874_7997706404614179292_o Clarissa Garotinho/Facebook[/caption] A deputada federal Clarissa Garotinho (PR) publicou em seu perfil no Facebook que já terminou, em Brasília, a reunião com o secretário-executivo Dyogo Oliveira, que estava representando o ministro da Fazenda Nelson Barbosa, para debater sobre o projeto de antecipação dos royalties, a “venda do futuro”. A rodada de negociações continuará na próxima semana. No entanto, como os municípios da região estão de “pires na mão”, não devem bancar outra viagem dos governantes à capital federal em busca do empréstimo, eles devem contar com a ajuda dos parlamentares fluminenses. De acordo com Clarissa, a região está sofrendo com a queda da receita por causa da perda de arrecadação de royalties do petróleo. “Solicitamos o aumento do teto de concessão de financiamento aos entes federativos em função dessas perdas”, disse a deputada. Clarissa observou que as cidades da região “foram duplamente atingidas, sofrem com a crise econômica do país e sofrem com a queda do preço do petróleo”. Ela ressaltou ainda que os municípios estão “fazendo a sua parte para enxugar a máquina e continuar prestando os serviços à população”. Participaram da reunião a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR) e seu marido e secretário de Governo, Anthony Garotinho (PR). Também estiveram no encontro os prefeitos de São João da Barra, o Neco (PMDB); de Cabo Frio, Alair Correa (PP); de Macaé, Aluízio dos Santos (PMDB); Quissamã, Nilton Pinto (PR); Carapebus, Amaro Fernandes (PRB); Casimiro de Abreu, Antonio Marcos (PSC), além de secretários municipais dessas e de outras cidades. Mais informações na edição desta sexta-feira (4) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Impasse na Câmara favorece a quem?
03/03/2016 | 15h03
Sem títuloO ano começa com um impasse entre a bancada governista e o presidente da Câmara de São João da Barra, Aluizio Siqueira (PP), em torno de um ato executivo que regulamenta as pautas das sessões. O vereador Carlos Machado da Silva, Kaká (PT do B), já afirmou que vai à Justiça para tentar derrubar tal medida, considerada por ele inconstitucional. Cabe aos especialistas na área jurídica apontar quem tem razão. O que já se constata, no entanto, é o prejuízo até o momento para o município. Nenhum projeto deste ano foi aprovado ainda, ou melhor, sequer discutido na Casa. Em ano eleitoral, no qual os nove legisladores devem concorrer a um cargo novamente, esse impasse favorece a alguém? Para apimentar ainda mais a discussão, Kaká disse que Aluizio foi o primeiro a querer desrespeitar seu próprio ato. Além disso, a bancada governista quer acabar com um fundo da Câmara administrado pelo presidente, criado em 2014, onde são depositados os valores que não são utilizados pela Casa durante o ano, antes devolvidos ao Executivo. O projeto foi protocolado desde o dia 19 de fevereiro. Mudança O fundo da Câmara foi aprovado pela bancada governista, da qual Aluizio fazia parte. O recurso acumulado só pode ser usado para obras, equipamentos e capacitação. O prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), critica tal medida. Agora que Aluizio é da oposição, Neco conta com sua base, maioria na Casa, para exterminar tal projeto. Ajuda Para Neco, o valor que a Câmara guarda em seu fundo seria uma importante ajuda ao município, principalmente em ano de crise. Brasília Assim como outros prefeitos da região, Neco está na capital federal para dar andamento ao projeto de antecipação de receitas tendo como garantia royalties futuros — a chamada “venda do futuro”. Surpresa Carla Machado (PT) conseguiu seu 16º partido na aliança para 2016, o PSC. A grande surpresa para quem caminha nos bastidores da política sanjoanense, no entanto, foi o nome de Renato Thimóteo na presidência da legenda. Suplente de vereador pelo PDT, ele, até ontem, continuava com cargo de confiança no governo Neco. Em SFI A política sanfranciscana também promete surpresas, conforme corre a boca miúda nos bastidores. Uma candidatura contra a reeleição do prefeito Pedrinho Cherene estaria sendo articulado entre membros que compõem o governo. Nada é oficial ainda, mas vale um olhar mais atento as movimentações. [caption id="attachment_5002" align="alignright" width="150"]20160303_111651-2 Clique para ampliar[/caption] Preparação Atafona já se mobiliza para a festa de sua padroeira, Nossa Senhora da Penha. Faz sucesso nas redes sociais a imagem da igreja sendo pintada em um tom de azul mais escuro, que faz lembrar a cor que o templo tinha antigamente. A festa acontece de 27 de março a 4 de abril. A programação ainda não foi divulgada. ____________________________________________________________________________________ [caption id="attachment_5006" align="aligncenter" width="960"]Foto legenda pág5_Reproducao_Facebook Reprodução/Facebook[/caption] MOBILIZAÇÃO Alunos da rede estadual fizeram manifestações pacíficas em São João da Barra em apoio ao movimento dos profissionais que reivindicam reajuste salarial, melhores condições de trabalho entre outros pontos. Alunos do Colégio Estadual Dr. Newton Alves aproveitaram para cobrar a reforma do prédio __________________________________________________________________________ *Publicado na edição desta quinta-feira (3) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Aluizio defende legalidade de ato que regulamenta pautas em SJB
03/03/2016 | 11h06
[caption id="attachment_4997" align="alignleft" width="300"]Aluizio defende legalidade do documento e diz que ato está sendo cumprido Aluizio defende legalidade do documento e diz que ato está sendo cumprido[/caption] O presidente da Câmara de São João da Barra, Aluizio Siqueira (PP), comentou as declarações do vereador Kaká (PT do B) sobre a inconstitucionalidade do ato administrativo que regulamenta as pautas das sessões (aqui). Aluizio reiterou a legalidade do ato executivo nº 001/2016 e ressaltou “que todas as medidas estão sendo tomadas para que o mesmo seja cumprido em sua integralidade”. Em nota, o presidente do legislativo sanjoanense salienta “que esse ato executivo tem o objetivo de organizar a pauta das sessões, como determina o Regimento Interno desta Casa”. Em matéria recente publicada pela Folha da Manhã (aqui), advogado José Paes Neto, procurador da Câmara de São João da Barra, nega a inconstitucionalidade do documento em vigência. “Não há ilegalidade no ato executivo publicado pela Presidência da casa, que tem por objetivo apenas regulamentar o protocolo de proposições, bem como sua inclusão em pauta, atribuições que já são conferidas ao presidente da Câmara pelo Regimento Interno. O ato executivo não retira do plenário a competência para deliberar o mérito das proposições, apenas, repita-se, regulamenta atribuições que já são da presidência, objetivando dar maior transparência ao processo legislativo”, afirmou o procurador. Aluizio também se posicionou sobre o projeto da bancada governista que versa sobre o fim de um fundo criado nesta legislatura, onde ficam alocados os valores repassados da Prefeitura à Câmara, mas não são utilizados durante o ano. Antes da criação do fundo, que teve voto favorável da bancada governista, o dinheiro era devolvido à Prefeitura. Agora, fica depositado nessa conta gerida pela presidência da Casa que só pode utilizar o dinheiro para obras, equipamentos e capacitação. O prefeito Neco (PMDB) é um dos maiores críticos do fundo, pois acredita que o dinheiro deveria ser devolvido ao Executivo, principalmente neste período de crise. Como a bancada governista é maioria na Casa e o presidente, agora, não faz parte dela, a esperança de Neco é que seus aliados consigam derrubar o fundo. O projeto foi protocolado na Casa desde 19 de feveriro. “Sobre o projeto de lei citado na postagem do blog sobre o ‘fim de um fundo’, este se encontra na procuradoria da Câmara que está analisando a sua legalidade”, explicou Aluizio.
Comentar
Compartilhe
Ex-líder do PT no Senado acerta acordo de delação premiada
03/03/2016 | 10h20
DelcídioO senador Delcídio Amaral (PT-MS), que foi preso por tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato, decidiu fazer acordo de delação premiada perante o grupo de trabalho da Procuradoria Geral da República. A informação é do blog do Fausto Macedo (aqui), hospedado no Estadão. Segundo a publicação, Delcídio citou vários nomes, entre eles o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e detalhou os bastidores da compra da refinaria de Pasadena pela Petrobrás, entre outros assuntos. As primeiras revelações do ex-líder do governo fazem parte de um documento preliminar da colaboração. Nesta fase, o delator indica temas e nomes que pretende citar em seus futuros depoimentos após a homologação do acordo. Delcídio foi preso no dia 25 de novembro do ano passado acusado de tentar atrapalhar as investigações da Lava Jato e solto no dia 19 de fevereiro. Desde que saiu da prisão, Delcídio nega ter feito delação premiada. A revista IstoÉ divulgou mais cedo detalhes da delação de Delcídio que teria 400 páginas. O senador acusou a presidente Dilma Rousseff de atuar três vezes para interferir na Operação Lava Jato por meio do Judiciário. “É indiscutível e inegável a movimentação sistemática do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo e da própria presidente Dilma Rousseff no sentido de promover a soltura de réus presos na operação”, afirmou Delcídio na delação, segundo a revista. Cardozo deixou (aqui) esta semana o ministério alegando sofrer pressões do PT para interferir na Lava Jato. Cardozo diz que delação de Delcídio é “conjunto de mentiras” O ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, recém-empossado ministro-chefe da Advocacia-Geral da União, afirmou em entrevista coletiva nesta quinta depois de cerimônia de transmissão de cargo, que, se houve, a delação de Delcídio é um “conjunto de mentiras”. — Se há uma suposta delação, nós temos um conjunto de mentiras. Eu tenho reiteradamente dito que uma delação premiada pode dizer uma verdade, uma verdade seletivamente, ou pode ser só de mentiras. Uma delação pode ter vários componentes — declarou. Segundo Cardozo, se não interferiu na Lava Jato, o governo não iria interferir no Judiciário. “O governo Dilma não interveio na Lava Jato, não interveio na Polícia Federal. Se nós não interferimos na Polícia Federal, que está na nossa área, como nós teríamos feito intervenções em setores de outros poderes?”, indagou. A delação de Delcídio foi divulgada hoje pela revista IstoÉ. Já a TV Globo confirmou que o acordo foi assinado, mas que ainda não está homologado porque um dos pontos foi objeto de questionamento e ainda está sendo ajustado. Com informações do G1. Atualizado às 10h45 para incluir informações. Atualizado às 16h28 para incluir as declarações de Cardozo.
Comentar
Compartilhe
SJB: Defesa Civil e Saúde convocam classificados em processos seletivos
03/03/2016 | 09h53
SJB_aereaMais um processo seletivo vai chegando ao fim em São João da Barra. No Diário Oficial desta quinta-feira (3), está publicado o resultado final e a convocação dos classificados no certame para contratação temporária da Defesa Civil. São 16 vagas (12 agentes de Defesa Civil e quatro para auxiliar de apoio ao cadeirante) para chamada imediata, além da criação de cadastro de reserva, segundo o edital. O salário é de R$ 1.128,27. O DO também traz a chamada de sete cuidadores aprovados na seleção simplificada da Saúde. As relações podem ser conferidas na Folha da Manhã desta quinta e no site da Prefeitura aqui (Defesa Civil) e aqui (Saúde). Os convocados devem se apresentar nesta sexta-feira (4), das 9h às 16h, à coordenadoria de Defesa Civil de São João da Barra, localizada à rua Barão de Barcelos, sem número, portando carteira de identidade, CPF, título de eleitor,PIS/Pasep, certificado de reservista (para o sexo masculino), carteira de trabalho, comprovante de residência e uma foto 3x4. No caso dos cuidadores, a apresentação é junto à Policlínica municipal, também nesta sexta de 9h às 16h, na sala 5, munidos dos documentos constantes no edital nº 02 de 02 de fevereiro de 2016 (aqui).
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de SJB quer abrir 127 vagas pelo concurso da Educação
02/03/2016 | 18h39
Câmara_sjbNa sessão da Câmara de São João da Barra desta quarta-feira (2) foram lidos e encaminhados para a apreciação das comissões de Justiça e Redação e Finanças e Orçamento, dois projetos de lei do Executivo, sendo um para a abertura de 127 vagas para a convocação de candidatos aprovados no último concurso público da Educação. Pelo texto, serão criadas as seguintes vagas: professor II – educação infantil/creche (24); auxiliar de creche (12); professor II – 1º ao 5º ano (40); professor II – 1º ao 5º ano, intérprete/libras (01); professor II – atendimento a educação especial (04); professor I – matemática (01); professor I – geografia (05); professor I – ciências (06); professor I – história (06); professor II – educação infantil/pré-escola (06); psicopedagogo (09) e orientador educacional (13).
Comentar
Compartilhe
Maioria do Supremo aceita denúncia contra Eduardo Cunha
02/03/2016 | 18h07
[caption id="attachment_4746" align="alignleft" width="300"]Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil[/caption] A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou nesta quarta-feira (2) o recebimento parcial de uma denúncia contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pelo suposto recebimento de US$ 5 milhões de propina da Petrobras. Dos 11 ministros da Corte, 6 votaram em favor da abertura da ação penal contra o deputado. Relator do caso, o ministro Zavascki votou para aceitar somente uma parte da denúncia, por entender que a Procuradoria Geral da República não conseguiu provas mínimas de que Cunha e a ex-deputada Solange Almeida, prefeita de Rio Bonita, participaram de irregularidades na celebração dos contratos de navios-sonda da Petrobras em 2006 e 2007. Na sessão desta quarta, votaram a favor da abertura de ação penal, além de Teori Zavascki, os ministros Cármen Lúcia, Marco Aurélio Mello, Luís Roberto Barroso, Luiz Fachin e Rosa Weber. O julgamento será retomado nesta quinta com os votos de Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Ricardo Lewandowski. Luiz Fux está fora do país. A acusação da Procuradoria Geral da República (PGR) aponta que Cunha recebeu, entre 2006 e 2012, "ao menos" US$ 5 milhões para "facilitar e viabilizar" a compra de dois navios-sonda pela Petrobras, construídos pelo estaleiro sul-coreano Samsung Heavy Industries para operar no Golfo do México e na África. Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
“Na primeira oportunidade, Aluizio quis desrespeitar ato criado por ele”, diz Kaká
02/03/2016 | 11h26
[caption id="attachment_2309" align="alignleft" width="300"]Vereador contesta legalidade de documento, mas cobre que seja respeitado enquanto estiver em vigência Vereador contesta legalidade de documento, mas cobre que seja respeitado enquanto estiver em vigência[/caption] O vereador Kaká (PT do B), que vai (aqui) à Justiça contra o ato executivo do presidente da Câmara Aluizio Siqueira (PP) criado para regulamentar as pautas das sessões, disse que na reunião da Câmara de São João da Barra realizada nessa terça-feira (1), Aluizio desrespeitou o documento criado por ele, ao colocar em pauta matérias que não foram protocoladas na secretaria da Casa. – Nada da pauta foi protocolado. Em uma questão de ordem, pedi que ele apresentasse o protocolo ou, em respeito ao ato, a meu ver inconstitucional, mas ainda vigente, retirasse as matérias, respeitando os cinco dias previsto no documento. Aluizio retirava as matérias ou estaria desrespeitando o ato criado por ele – explicou Kaká. O vereador enviou ao blog foto do livro de protocolo da Casa, comprovado que nenhum dos projetos listados na pauta que foi disponibilizada no site da Câmara foi registrado na secretaria cinco dias antes da sessão. “Ele tem que botar na pauta o projeto protocolado no dia 19 pelos cinco vereadores da base governista”, cobrou. [caption id="attachment_4970" align="alignright" width="169"]No livro de protocolo, não constam projetos previstos para a sessão da última terça No livro de protocolo, não constam projetos previstos para a sessão da última terça[/caption] Segundo Kaká, a previsão anunciada pelo presidente de entrar em pauta nesta quarta-feira (2) o projeto do Executivo que versa sobre a abertura de novas vagas do concurso público não será concretizada. Isso porque, disse Kaká, o próprio ato de Aluizio determina que para as comissões se reunirem na Casa o agendamento deve ser feito com dois dias de antecedência. O projeto foi encaminhado à Casa na semana passada, mas as comissões não tinham recebido até terça, segundo o vereador. Logo não há tempo hábil, determinado pelo ato do presidente, para que as comissões analisem. “Se ele pede para protocolar e não tem protocolo nenhum, como ele quer botra na pauta? Quando o erro é da Câmara, ele fala que houve um equivoco. Quando o erro é da Prefeitura, aí ele diz que é incompetência”, disparou Kaká. Protocolado – O único projeto que já está registrado na Casa há mais de cinco dias é da bancada governista e dispões sobre o fim de um fundo, criado em 2014, no qual os recursos da Câmara que não foram utilizados são depositados. “Os recursos que não foram utilizados deveriam ser devolvidos a Prefeitura. Nessa legislatura, de forma inédita, o dinheiro não é devolvido, e sim alocado no fundo do qual o gestor é o presidente da Câmara”, explicou Kaká. O prefeito Neco (PMDB) é um dos maiores críticos desse fundo. Ele, vez ou outra, cobra ao legislativo explicações sobre o recurso e diz que o dinheiro, se devolvido, poderia ajudar o município nesse período de crise. Aluizio já rebateu tais questionamentos, informando que no final do primeiro ano de 2013 foram devolvidos à Prefeitura cerca de R$ 360 mil. No entanto, no ano seguinte, a Câmara usou de uma prerrogativa para criar um fundo — com reserva que só pode ser usada para obras, equipamentos e capacitação — aprovado pela Casa e que, agora, a base governista tenta derrubar. Atualização às 12h17 - Correção no texto.
Comentar
Compartilhe
Processo seletivo do Turismo é cancelado em SJB
02/03/2016 | 10h18
Prefeitura  sjbNo mês passado (aqui), a secretaria de Turismo abriu um processo seletivo simplificado para contratação de 18 profissionais de educação física, com salário de R$ 1.598,17. Mas o certame está cancelado. Uma portaria foi divulgada no Diário Oficial desta quarta-feira (2), revogando o edital que abriu o processo. A Prefeitura foi questionada pela manhã, mas ainda não respondeu, sobre os motivos que levaram a administração a revogar o edital. Se houver resposta, o post será atualizado.
Comentar
Compartilhe
SJB: aprovados no concurso da Saúde convocados para contrato temporário
02/03/2016 | 09h20
[caption id="attachment_4658" align="alignleft" width="300"]Relação pode ser conferida na Folha da Manhã desta quarta-feira Relação pode ser conferida na Folha da Manhã desta quarta-feira[/caption] A Prefeitura de São João da Barra ainda não deu posse aos aprovados no concurso público para a área da Saúde, que foi realizado no ano passado, oferecendo 60 vagas para chamada imediata (em diversos cargos) e formação de cadastro de reserva. No entanto, no Diário Oficial desta quarta-feira (2), 21 aprovados são convocados para assinar contrato temporário com a secretaria de Saúde, como já foi feito no mês passado (aqui).  A relação pode ser conferida na Folha da Manhã. A lista estará está disponível, também, no portal da Prefeitura e logo será incluída neste blog. A chamada não contempla todos os cargos. A lista conta com auxiliar de saúde bucal (4); médico anestesiologista 24h (1); técnico em enfermagem (8); médico pediatra 2ª a 6ª (1); médico pediatra sábado/domingo (1); psicólogo (3); enfermeiro 20h (1) e médico psiquiatra (2). Os selecionados devem comparecer à secretaria municipal de Administração de São João da Barra no dia 4 de março, às 10h, portando cópia e original da carteira de trabalho; PIS/Pasep; identidade ou habilitação e identidade profissional; CPF; comprovante de residência; título de eleitor; certificado de reservista (para homens até 45 anos) e cartão de conta corrente no Itaú. As provas do concurso da Saúde foram aplicadas nos dias 28 e 29 de março. Já o resultado foi homologado em decreto publicado no Diário Oficial do dia 10 de junho. A validade do concurso é de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.  
Comentar
Compartilhe
Carla Machado fecha com PSC, que terá Renato Thimóteo na presidência
01/03/2016 | 18h34
[caption id="attachment_4961" align="alignleft" width="300"]Carla e Renato com o presidente nacional do PSC, além de representantes da regional Carla e Renato com o presidente nacional do PSC, além de representantes da regional. Reprodução/Facebook[/caption] Pré-candidata a prefeita de São João da Barra, a petista Carla Machado anunciou na tarde desta terça-feira (1) a aliança com mais um partido, o PSC. Carla, que disse no ano passado que a meta era ter no seu grupo de apoio 13 partidos, chega a 16. A presidência do partido no diretório local surpreende mais que a aliança. O suplente de vereador pelo PDT, Renato Thimóteo que no último pleito estava no PDT e teve 515 votos, ficando na segunda suplência. Até esta terça, Renato fazia parte do governo Neco (PMDB), com a função de Ouvidor da secretaria de Turismo. — Vou assumir a presidência do partido e a gente fechou uma aliança com o PT, com a candidata Carla Machado. Sou funcionário concursado da Prefeitura e já dei entrada hoje (terça-feira) no pedido de exoneração da função gratificada que exercia — afirmou Renato. Participaram da reunião o presidente nacional do PSC, Pastor Everaldo Pereira, deputado estadual Márcio Pacheco e integrantes da executiva regional. Alianças — Nas contas de Carla, já são 16 os partidos aliados para a campanha de 2016: PT, PP, PSDC, Pros, PSD, PRB, PHS, PTB, PPS, PEN, PV, PTN, PC do B, PMB, PRP e PSC.
Comentar
Compartilhe
Terceirizados de alto custo em SJB
01/03/2016 | 16h42
Sem títuloTerceirizados de alto custo O Diário Oficial de São João da Barra tem mostrado recentemente os valores que a Prefeitura paga às empresas de serviço terceirizado no município. Não precisa ser técnico para afirmar que a conta é muito alta. Na pequena secretaria de Pesca, por exemplo, o valor mensal repassado à empresa Átrio é de pouco mais de R$ 53 mil. No Turismo, a conta passa de R$ 192 mil. O valor mais alto para a Átrio divulgado até o momento sai da secretaria de Obras, mais de R$ 666 mil. Com a Portlimp (Limport), que atende a secretaria de Educação, o valor passa de R$ 2,3 milhões. As publicações são para prorrogação dos contratos com validade de 12 meses, a contar de 31 de outubro. No início deste ano, prefeito José Amaro Martins de Souza, Neco (PMDB), determinou a redução dos contratos vigentes em 30%. Os dessas empresas certamente estão no bojo. De toda forma, é um peso e tanto para a administração pública neste período de crise. Os terceirizados têm carteira assinada, cartão alimentação. Com isso, o custeio desses funcionários fica mais alto que os contratos que eram feitos anteriormente. No alto Reportagem especial do jornal O Globo mostrou “o legado perverso do petróleo” no Norte Fluminense. SJB não foi citada na matéria, não tem obra faraônica a mostrar. O município apareceu, apenas, no alto do mapa dos que mais receberam royalties em 2015, na 5ª posição. Lamentação Ninguém se preparou para a queda do barril de petróleo. O impacto financeiro é inegável e os administradores falam que perderam milhões em royalties. Na verdade, deixaram de ganhar o que pode ser considerado um bônus no orçamento. Afinal, quantos municípios sobrevivem sem o recurso? Empréstimo Para reduzir o impacto financeiro, prefeitos buscam empréstimos comprometendo arrecadações futuras, como Campos já fez (duas vezes, e busca a terceira) e o Estado foi pelo mesmo caminho. SJB tem expectativa de liberação neste mês. Novela Parece longe do fim, e com final indefinido, aliança entre PMDB e PR. Por mais que interlocutores dialoguem, não avançam as conversas com o prefeito Neco. A expectativa ainda é ter o ex-prefeito Betinho Dauaire como vice na chapa peemedebista. Mais um Enquanto os diálogos peemedebistas giram em torno de um ou dois nomes, mais um se lançou como pré-candidato a vice de Carla Machado (PT): o presidente do Sindicado dos Servidores sanjoanenses, Dudu do Sindicato. A lista já chega a seis nomes. Perto A festa de Nossa Senhora da Penha, em Atafona, acontece de 27 de março a 4 de abril. Já está na hora de divulgar a programação, religiosa e cultural. A secretaria de Turismo e a Irmandade da padroeira já dialogam. Uma tradição já será quebrada: a procissão fluvial será no sábado, ao invés do tradicional domingo. Uma pena!   *Publicado na edição desta terça-feira (1) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
MPF cobra reparação total de danos ambientais do Porto do Açu
01/03/2016 | 14h27
porto-do-açuO Ministério Público Federal (MPF) se opôs, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), aos recursos especiais do estaleiro OSX e do Porto do Açu Operações, responsáveis pelo complexo logístico portuário em construção em São João da Barra, no Norte Fluminense. O MPF/RJ processou o grupo empresarial EBX para paralisar as obras por salinizarem o Canal de Quitingunte com danos ao meio ambiente e ao consumo humano. As empresas questionaram a decisão judicial que considerou como área atingida todo o 5º distrito (Pipeiras), como quis o MPF (o juiz em Campos considerou inicialmente apenas os danos comprovados ao canal). Na ação contra as empresas do grupo EBX e os institutos ambientais Ibama e Inea, o MPF levou em consideração pesquisas da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) que detectaram um índice de salinidade sete vezes maior ao permitido para o consumo na água fornecida à região pela Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae). O aumento da salinidade no solo e em águas doces destrói a vegetação, inutiliza o solo para plantio e tornam impróprias ao consumo as águas dos mananciais, entre outros danos. Fonte: Ascom/MPF
Comentar
Compartilhe
Neco convoca mais 21 aprovados no concurso da Educação
01/03/2016 | 09h36
necoooO prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, publicou no Diário Oficial do município – a Folha da Manh㠖 desta terça-feira (1) um edital de convocação para cargos efetivos nos quadros da administração. São 21 aprovados no concurso da Educação, realizado em janeiro do ano passado, que estão sendo chamados. Esta é a terceira convocação para o quadro dos cargos estatutários permanentes da administração direta da Prefeitura, segundo os critérios do concurso. Foram chamados os aprovados para as seguintes funções: Auxiliar de creche (3); Professor II – 1º ao 5º ano (4); Professor II – Ed. Infantil/Pré-escola (1); Secretário de escola (1); Psicopedagogo (4); Professor I: Ciências (1), Geografia (1); História (1); Matemática (4); e Português (1). A lista com o nome dos convocados pode ser conferida na edição impressa da Folha da Manhã desta terça ou no portal da Prefeitura (aqui). Os candidatos relacionados deverão se apresentar na secretaria Administração, localizada na rua Barão de Barcelos, nº 88, Centro, no dia 11 de março, às 9 h, para entrega de documentos e exame médico admissional, conforme previsto no edital. Em caso de dúvidas quanto às certidões solicitadas, o candidato deve entrar em contato com a Bio Rio, pelos telefones: (21) 3525-2400 ou (21) 3525-2470. Candidatos na lista de espera da Educação em São João da Barra foram recebidos por três vezes na Prefeitura em janeiro, para esclarecimentos sobre possíveis convocações. Em todos os encontros, funcionários afirmaram que aconteceriam novas convocações. No mês passado, quando 33 funcionários que já atuam na rede municipal tomaram posse, foi anunciada a chamada de mais 13. No entanto, a publicação de hoje, com 21 convocações, supera o anunciado. Um projeto de lei ainda deve passar pela Câmara para abertura de novas vagas, em número maior.
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Arnaldo Neto

[email protected]