Neco e Bruno Dauaire reunidos para falar sobre o futuro de SJB
31/07/2015 | 12h46

1512681_470777253033187_1341667191_n11709641_845496142152873_2656151603547564568_n

O prefeito de São João da Barra, Neco (PMDB) esteve reunido na manhã desta sexta feira (31) com o deputado estadual Bruno Dauaire (PR). No encontro, eles debateram medidas para intensificar as cobranças ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) sobre as intervenções prometidas para a BR 356, no trecho onde fica a unidade sanjoanense do Instituto Federal Fluminense (IFF) e que uma jovem estudante de 16 anos (aqui) morreu após um acidente. Em reunião na qual participaram o prefeito e o deputado (aqui), o superintendente do Dnit no Rio, Fábio Moulin, afirmou que medidas paliativas, como quebra-molas, seriam adotadas em 15 dias, o que não aconteceu. Em publicação no seu perfil do Facebook (aqui), Neco relatou que eles conversaram sobre emendas no orçamento do Estado para São João da Barra. “Precisamos sempre de parcerias para que possamos avançar ainda mais trabalhando por esta nossa terra querida”, escreveu Neco. Através de sua assessoria, o deputado Bruno Dauaire resumiu o encontro como institucional."Foi um compromisso institucional, que o prefeito e o deputado tiveram hoje. Conversamos sobre a questão do Dnit, sobre emendas para o município, Porto do Açu entrou na pauta. É um estreitamento, um diálogo entre um prefeito e um deputado estadual para desenvolver ações que beneficiem São João da Barra", disse. Alianças? — Como uma espécie de "terceira opção" para uma possível disputa em 2016 entre Neco e Carla Machado (PT), o PR teria sido sondado por pessoas ligadas aos dois para uma aliança (aqui e aqui). A aproximação com Neco hoje parece mais viável, uma vez que o vereador Franquis Areas, do PR, está na base de apoio ao prefeito. Além disso, a reviravolta na Machadada (aqui), com mudanças de depoimento que atingiram em cheio os nomes de Franquis e Betinho, afastaram, a princípio, qualquer tipo de diálogo política entre a petista e os republicanos. Bem informada — Antes de a reunião se tornar pública, com a postagem do prefeito Neco, Carla Machado publicou em seu perfil do Facebook (aqui) que o encontro estaria acontecendo.

Comentar
Compartilhe
Dnit Rio não cumpre prometido e direção do IFF leva demanda a Brasília
30/07/2015 | 16h26
[caption id="attachment_3239" align="alignleft" width="300"]Comitiva do IFF se reúne com representantes do Dnit em Brasília Comitiva do IFF se reúne com representantes do Dnit em Brasília[/caption] As intervenções prometidas pela Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) na BR 356 — no trecho onde está o Instituto Federal Fluminense (IFF) de São João da Barra — para o controle de velocidade na rodovia, não aconteceram. O prazo fixado (aqui) pelo superintendente Fabio Moulin para colocação de quebra-molas e sinalização de redução de velocidade era de 15 dias, a contar de uma reunião realizada no dia 13 de agosto. Diante disso, como matéria na Folha da Manhã mostrou na edição desta quinta-feira (30) e pode ser conferida (aqui) na Folha Online, a direção do IFF foi à sede do órgão em Brasília para buscar um solução. “Não nos restava alternativa. Após o prazo (fixado pelo superintendente do Dnit Rio) pedimos ajuda ao MEC (Ministério da Educação), em Brasília, e fomos apresentar a nossa situação ao Dnit. Estamos na expectativa de receber o superintendente estadual na quarta ou na quinta da semana que vem. A possibilidade de um radar eletrônico, negado na reunião que ocorreu no Rio, chegou a ser ventilada”, contou o diretor da unidade sanjoanense, Valter Sales. O acordo não cumprido pela superintendência do Dnit no Rio foi firmado devido à comoção e repercussão da morte da jovem Fernanda Meirelles, de 16 anos, em um acidente (aqui) envolvendo moto e carro, quando a estudante e sua mãe saíam do IFF no dia 9 de julho. O fato gerou revolta e cobranças por intervenções na BR, uma vez que pais de alunos discutiram em reunião no mesmo dia na instituição o perigo que os alunos corriam à margem da estrada. O acidente gerou duas manifestações (aqui e aqui) na cidade.
Comentar
Compartilhe
PRB terá candidato a prefeito de SJB ou se aliará ao PT?
30/07/2015 | 11h59
[caption id="attachment_3236" align="alignleft" width="300"]Carla esteve com lideranças do partido na última quarta-feira Carla esteve com lideranças do partido na última quarta-feira[/caption] “Política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito; olha de novo e ela já mudou”. A frase atribuída ao ex-governador mineiro Magalhães Pinto define a situação deste ano pré-eleitoral em São João da Barra. A nuvem mais inconstante, no entanto é, até o momento, a do PRB. Líderes regionais foram os primeiros a declarar apoio (aqui) ao prefeito Neco (PMDB). Pouco depois, o partido lançou pré-candidato para disputar a Prefeitura (aqui). Roberto D’Affonseca foi o escolhido. E Roberto já foi logo mostrando seu posicionamento de opositor ao prefeito, ao participar do ato contra a antecipação dos royalties (aqui), promovido pelo SJB Livre, ficando no trio, junto com outros políticos opositores a Neco, e já disparou críticas ao governo. Agora, a nuvem do PRB pode estrar “mudando novamente”. Nesta quarta-feira (29), a ex-prefeita e pré-candidata ao cargo no próximo ano em SJB, Carla Machado (PT), participou de um encontro em Macaé, que marcou a saída do vereador Igor Sardinha do PT para ingressar no PRB. A mudança seria parte de um acordo entre os partidos para uma aliança em todo estado. [caption id="attachment_3027" align="alignright" width="300"]Roberto D'Affonseca é pré-candidato a prefeito de SJB pelo partido. Roberto D'Affonseca é pré-candidato a prefeito de SJB pelo partido.[/caption] Carla esteve com o presidente estadual do PRB, o deputado federal Eduardo Lopes, o vice-presidente Izaias e Henrique Monfortes, coordenador regional da legenda. “Este encontro foi intermediado pelo nosso presidente (do PT) Quaquá, tendo em vista as várias parcerias que vem ocorrendo entre o PT e o PRB em todo o estado. Vamos seguir conversando, pois a boa política se faz através de um diálogo pautado na verdade”, declarou (aqui) em seu perfil no Facebook. Vale ressaltar que Carla Machado e Roberto D’Affonseca sempre tiveram bom relacionamento. Inclusive, Roberto foi secretário na gestão de Carla. Uma nova aliança entre PT e PRB estaria a caminho?
Comentar
Compartilhe
Prefeito é agredido durante entrevista; agressor diz que estava “com raiva” dele
29/07/2015 | 12h13
[caption id="attachment_3233" align="alignleft" width="229"]Washington Quaquá foi agredido durante entrevista. Reprodução/G1 Washington Quaquá foi agredido durante entrevista. Reprodução/G1[/caption] O prefeito de Maricá, no litoral do Rio, e presidente do Partido dos Trabalhadores no estado do Rio de Janeiro, Washington Quaquá, foi agredido com um chute nas costas na manhã desta quarta-feira (29) durante uma entrevista concedida a uma equipe de reportagem de uma afiliada da Globo, no Centro da cidade. O agressor foi contido por pessoas que estavam no local e levado para a 82ª Delegacia de Polícia. O cinegrafista também foi derrubado no momento da agressão que aconteceu por volta das 10h dentro da rodoviária. Segundo a repórter Renata Igrejas, o homem ficou preso em flagrante e vai responder por lesão corporal. As primeiras informações são de que o prefeito teria sofrido um corte no rosto. O tema da entrevista era a polêmica dos ônibus gratuitos oferecidos à população pela Prefeitura e que foram proibidos pela Justiça de circular. A frota da Empresa Pública de Transportes (EPT) continua nas ruas por determinação de Washington Quaquá. A multa diária pelo descumprimento foi fixada em R$ 20 mil. [caption id="attachment_3231" align="alignright" width="300"]Reprodução/Facebook Prefeito sofre ferimentos leves. Reprodução/Facebook[/caption] “Agredi mesmo. Estava cheio de raiva dele”, assume agressor do prefeito de Maricá Antônio Pedro Barcellos Ribeiro, de 20 anos, confessou a agressão ao prefeito de Maricá e justificou o ato dizendo que estava com raiva porque a avó está internada entre a vida e a morte numa unidade municipal. Em entrevista ao jornal local Lei Seca Maricá (vídeo abaixo), o jovem diz ainda que levou um chute de Quaquá depois de já estar imobilizado. “Ele rouba todo mundo. Minha avó está internada lá entre a vida e a morte, por causa de uma médica lá que nem médica é. Agredi mesmo. Estava cheio de raiva dele mesmo. E, comigo amarrado no chão, ele me deu um bico na cara”, contou Antônio Pedro. O agressor foi encaminhado para 82ª DP (Maricá). [embed]https://www.youtube.com/watch?v=G9vv7f1O2ho[/embed] Atualização às 16h: Alteraçaõ no título, inclusão da versão do agressor, com vídeo e foto Fonte: G1 e atualização com informações da colunista Berenice Seara, do jornal Extra, e do jornal Lei Seca Maricá.
Comentar
Compartilhe
Romário “chateado” por descobrir que não é dono dos R$ 7,5 milhões na Suíça
29/07/2015 | 10h19
[caption id="attachment_3218" align="alignleft" width="225"]Foto publicada pelo senador no Facebook. Reprodução Foto publicada pelo senador no Facebook. Reprodução[/caption] Após a revista Veja (aqui) divulgar matéria que o senador Romário (PSB) tinha R$ 7,5 milhões em contas na Suíça que não apareciam na declaração oficial de bens encaminhada à Justiça Eleitoral em 2014, o baixinho divulgou uma nota oficial (aqui) em seu perfil no Facebook, ironizando a situação e dizendo que resgataria o valor se fosse dele. Na manhã desta quarta-feira (29), mais uma vez pela rede social (aqui), Romário publicou uma foto na qual ele diz estar “chateado”. “Acabei de descobrir aqui em Genebra, na Suíça, que não sou dono dos R$ 7,5 milhões”. Na irônica nota da sexta-feira, Romário disse que foi informado pelo repórter da revista Veja que teria conta com alguns milhões na Suíça. O senador disse que ficou “muito feliz com a notícia, assim que possível, irei ao banco para confirmar a posse dessa conta, resgatar o dinheiro e notificar a Receita Federal” e que se sentia como que ganhou na loteria. “Espero que seja verdade, como trabalhei em muitos clubes fora do Brasil, é possível que tenha sobrado algum rendimento que chegou a essa quantia. Estou me sentindo um ganhador da Mega Sena, só que do meu próprio honesto e suado dinheiro”, relatou. Ao informar que ficou “chateado” por não ser o dono dos milhões nas contas da Suíça, Romário deixou um recado. “Agora, aqueles que devem, podem começar a contar as moedinhas, porque a conta vai chegar de todas as formas. Eu não finjo ser decente, não faço de conta ser sério e pareço ser correto. Eu sou!!!”, concluiu o senador. A jornalista Suzy Monteiro, em seu blog Na Curva do Rio, também falou sobre o assunto (aqui).
Comentar
Compartilhe
Inauguração da Clínica da Família em SFI é adiada
29/07/2015 | 10h00
[caption id="attachment_2993" align="alignleft" width="300"]Conflito na agenda do governador foi responsável pela mudança na entrega Conflito na agenda do governador teria sido responsável pela mudança na data de entrega da unidade[/caption] A inauguração da Clínica da Família, construída no município de São Francisco de Itabapoana, prevista (aqui) para esta sexta-feira (31) foi adiada e ainda não tem data para acontecer. O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e o secretário de Estado de Saúde, Felipe Peixoto, eram esperados para entregar a unidade à população sanfranciscana. No entanto, uma mudança na agenda do governador mudou os planos. Segundo informações da assessoria da prefeitura de São Francisco, Pezão terá um compromisso com a presidente Dilma Rousseff (PT), no mesmo dia, em Maricá, impossibilitando a presença no evento no município do Norte Fluminense. Já construída, a Clínica da Família de São Francisco de Itabapoana é a quarta unidade na região. Só neste ano, outras três unidades já foram entregues, nas cidades de São Fidélis, Cardoso Moreira e Conceição de Macabu. Em todas as ocasiões, Pezão esteve presente, junto com o secretário de Saúde e com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, em Cardoso e Conceição. Em cada unidade, podem atuar até quatro equipes da Estratégia de Saúde da Família. As equipes são compostas por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, odontólogo e auxiliar de saúde bucal, além de agentes comunitários de saúde. Foram investidos de R$ 1,3 milhão em obras e outros R$ 150 mil em equipamentos para cada unidade, que contam com 362 metros quadrados de área construída. Depois de prontas, as unidades são entregues à gestão municipal.
Comentar
Compartilhe
TCE pune ex-prefeito de Campos por irregularidade em contrato
28/07/2015 | 19h03
[caption id="attachment_3210" align="alignleft" width="300"]Condenação foi na sessão desta terça-feira Condenação foi na sessão desta terça-feira[/caption] O ex-prefeito de Campos dos Goytacazes Alexandre Mocaiber Cardoso e o ex-secretário de Fazenda Luiz Magno de Azevedo Nogueira foram condenados pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), na sessão plenária desta terça-feira (28), a ressarcir, solidariamente, em R$ 192.280,82 os cofres públicos. A devolução corresponde à compra irregular de 206 componentes elétricos, em 2008, através de contrato assinado com o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa da Administração Pública (Inbrapa). No entendimento do relator do processo, conselheiro José Gomes Graciosa, embora o contrato de prestação de serviços previsse a doação dos 206 itens, a prefeitura pagou por eles. O ex-prefeito também foi multado em R$ 8.135,70; e o ex-secretário, em R$ 6.779,15. Ao todo, foram pagos R$ 3.030.379,00 pela prefeitura ao Inbrapa pela prestação de serviços de pesquisa, análise e elaboração de um estudo de viabilidade técnica, econômica e legal com vistas à implantação do Programa de Eficiência Energética no município. Foram comprados de forma irregular 30 lâmpadas do tipo Led para iluminação pública, 13 luminárias públicas do tipo Led; 60 luminárias comerciais do tipo Led e 103 interruptores digitais wireless para uso interno. Fonte: Ascom/TCE
Comentar
Compartilhe
Empresário do MPE presta esclarecimentos e é liberado na Lava Jato
28/07/2015 | 12h55
[caption id="attachment_3200" align="alignleft" width="300"]Segundo PF e MP, sócio e diretor do Grupo MPE teria participado de reunião para acerto de pagamento de propina a agentes políticos Segundo PF e MP, sócio e diretor do Grupo MPE teria participado de reunião para acerto de pagamento de propina a agentes políticos[/caption] “A EBE participa do Consórcio Angramon e está colaborando com as informações solicitadas pela Polícia Federal, embora não haja nenhuma acusação diretamente contra a EBE. Hoje, dia 28, o Presidente do Conselho de Administração do Grupo MPE, Renato Ribeiro, da qual a EBE faz parte, prestou depoimento na condição de testemunha na sede da Polícia Federal do Rio de Janeiro, sendo liberado logo depois”, informou o Grupo MPE ao blog do Fausto Macedo (aqui), no Estadão, sobre um dos mandados de condução coercitivam conforme informou a Folha de S. Paulo (aqui) da 16ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Radioatividade, deflagrada (aqui) na manhã desta terça-feira (28). De acordo com a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público, empresários teriam participado de reunião em que teria sido acertado o pagamento de propina a agentes políticos. Ainda nesta terça, no Rio de Janeiro, cinco andares da Eletronuclear, subsidiária da Eletrobras, foram lacrados pela PF. Othon Luiz Pinheiro da Silva — diretor-presidente afastado da estatal — foi preso. Outro detido também no Rio é Flavio David Barra, executivo da Andrade Gutierrez. Segundo a PF, o foco das investigações são contratos firmados por empresas já mencionadas na Lava-Jato. Dentre outros fatos investigados, são objeto de apuração a formação de cartel e o prévio ajustamento de licitações nas obras de Angra 3, além do pagamento indevido de vantagens financeiras a empregados da estatal. Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde permanecerão à disposição da Justiça Federal. Foram alvos da operação diretores de empresas com contratos com a Eletronuclear, como é o caso da MPE, de Renato Ribeiro Abreu. Além dele, constam na lista Petronio Braz Junior, da Galvão Engenharia; Fabio Andreani Gandolfo, da Odebrecht; e Flavio David Barra, da Andrade Gutierrez, que foi preso. Todos teriam participado de reunião em que teria sido acertado o pagamento de propina a agentes políticos, de acordo com a PF e o Ministério Público. O presidente licenciado da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, foi preso em sua casa, em Niterói, no Rio de Janeiro. Completam a lista de investigados Maria Célia Barbosa da Silva, e as sócias, no papel, da empresa Aratec Engenharia Consultoria & Representações: Ana Cristina da Silvia Toniolo e Ana Luiza Barbosa da Silva Bolognani. A Aratec tem sede em Barueri, no interior de São Paulo. Em Campos — O Grupo MPE, em uma gestão integrada com a Coagro, reabriu a Usina Sapucaia no segundo semestre deste ano. Fonte: O Globo, Estadão e Folha de S. Paulo Atualização às 17h40 — Para inclusão da nota da MPE.
Comentar
Compartilhe
Plataforma criada por jovem campista ajuda quem for estudar para Enem
28/07/2015 | 11h30
[caption id="attachment_3191" align="alignleft" width="150"]Rafael Vieira, de Campos, é um dos criadores da plataforma. Reprodução/Facebook Rafael Vieira, de Campos, é um dos criadores da plataforma. Reprodução/Facebook[/caption] Quem for prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o vestibular neste ano poderá contar com uma plataforma de estudos criada pelos jovens Rafael Viera, natural de Campos, e Ivan Chagas, de São Paulo. A plataforma Vosuni é totalmente gratuita e tem como foco ajudar com que qualquer jovem do Brasil possa encontrar cursos e vídeos disponibilizados na internet. Originalmente focada em auxiliar estudantes com as disciplinas da faculdade, foi lançada nesta terça-feira (28), uma página dedicada aos que almejam acesso ao ensino superior através do ENEM. [caption id="attachment_3192" align="alignright" width="300"]Plataforma auxilia na preparação para Enem e vestibulares Plataforma auxilia na preparação para Enem e vestibular[/caption] O Vosuni foi criado por Rafael Vieira, nascido em Campos dos Goytacazes, e Ivan Chagas, de Registro, interior de São Paulo, com o objetivo de facilitar ao jovens brasileiros o acesso à educação, oferecendo uma plataforma colaborativa e aberta. A plataforma pode ser acessada através deste link:  www.vosuni.com/vestibular.
Comentar
Compartilhe
PF deflagra 16ª fase da Operação Lava Jato em cinco cidades
28/07/2015 | 08h59

[caption id="attachment_3186" align="alignleft" width="300"]A operação foi batizada de 'Radioatividade' A operação foi batizada de 'Radioatividade'[/caption]

A 16ª fase da Operação Lava Jato foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) na madrugada desta terça-feira (28) em Brasília, Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo e Barueri. São cumpridos dois mandados de prisão temporária. Também são cumpridos 23 mandados de busca e apreensão e cinco de condução coercitiva, quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento. A operação foi batizada de 'Radioatividade'.

A prisão temporária tem prazo de cinco dias e pode ser prorrogada pelo mesmo período ou convertida em preventiva, que é quando o investigado fica preso à disposição da Justiça sem prazo pré-determinado.

O foco das investigações desta fase, segundo a PF, são contratos firmados por empresas já mencionadas na Operação Lava Jato com a Eletronuclear, subsidiária da Eletrobrás, cujo controle acionário é da União. Os presos serão trazidos para a Superintendência da PF em Curitiba.

Ainda de acordo com a PF, a formação de cartel e o prévio ajustamento de licitações nas obras de Angra 3, e o pagamento indevido de vantagens financeiras a empregados da estatal são os objetos de apuração da atual fase.

Em abril deste ano, o ex-presidente da Camargo Corrêa, Dalton Avancini, afirmou em depoimento de delação premiada que houve "promessa" de pagamento de propina ao PMDB e a dirigentes da Eletronuclear, empresa do grupo Eletrobras, nas obras da usina nuclear Angra 3. As informações foram obtidas pelo Jornal Nacional.

Avancini deixou a prisão em 30 de março para cumprir prisão domiciliar, após firmar acordo de delação premiada com a Justiça, homologado pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Lava Jato na primeira instância.

Segundo Avancini, a Camargo Corrêa foi informada em agosto de 2014 de que havia "compromissos" de pagamento de propina equivalente a 1% dos contratos das obras da usina ao PMDB e aos diretores da Eletronuclear. Somados, os contratos de Angra 3 chegam a R$ 3 bilhões, de acordo com o executivo. À época, o PMDB negou as acusações de recebimento de propina.

Fonte: G1

Comentar
Compartilhe
Degredo e Cajueiro são lembrados pela Câmara de SJB
28/07/2015 | 08h56
[caption id="attachment_3178" align="alignleft" width="300"]Evento foi realizado na noite de segunda-feira Evento foi realizado na noite de segunda-feira[/caption] Fatos curiosos e tradicionais da história de Cajueiro e Degredo, em São João da Barra, foram recordados na noite desta segunda-feira (27), na Câmara de Vereadores dentro do projeto “Câmara Cultural”. Bate-papo sobre as duas localidades e apresentação do sanfoneiro Pedro Baiano fizeram parte da programação, além de uma exposição de fotos e produtos típicos – que permanecerá em cartaz até sexta-feira (31), no plenário, das 8h às 17h. O evento começou com um bate-papo mediado pelo professor Fábio Pedra e contou com a presença do professor Carlos Magno Rangel; da diretora da Escola Estadual Doutor Olímpio Saturnino de Brito, Lidiane Amaral; da educadora Mirian Ribeiro Ferreira; do idealizador do esporte na região, Zé da Escolinha; do primeiro vendedor de churrasquinho de palito, Aldeci Gonçalves Machado; o ex-vereador Chico da Sincera; da representante da Costurarte, Dinamarca Sodré e do morador de Cajueiro, Claudemir Alves Gonçalves (Claudinho). O presidente da Câmara, Aluizio Siqueira, ressaltou que o Câmara Cultural já virou tradição no município. “É uma alegria grande mostrar a tradição dessas localidades que tanto contribuem para o desenvolvimento de São João da Barra e que me inspiraram a entrar para a política, já que minha família tem propriedade rural em Rua Nova e sempre desejei ver melhorias ali naquela região de Degredo e Cajueiro”, destacou Aluizio. Vários pontos foram abordados no bate-papo, começando pelas inúmeras plantações de cajus que havia naquela região e que possivelmente deram origem ao nome da localidade. Os participantes também falaram da mosca branca – praga que danificou os cajueiros a partir de 2005. Outro assunto comentado foi a venda de churrasquinho de palito às margens da BR-356, atividade iniciada por Aldeci há 20 anos. A ideia deu tão certo que acabou inspirando outros moradores: hoje são oito vendedores. O trabalho da Costurarte, a Casa Sincera, a Escola Estadual Doutor Olímpio Saturnino de Brito (que faturou o primeiro lugar no IDEB no município pelo terceiro ano consecutivo) também foram citados na conversa. O público participou ativamente, lembrando, por exemplo, de necessidades como: mais opções de lazer e a importância de se preservar as antigas capelas rurais de Santo Antônio e Santo Amaro. Ausências — Nas fotos enviadas pelas assessorias, poucos vereadores aparecem no evento. Por que será? Fonte: Ascom/CâmaraSJB
Comentar
Compartilhe
SJB dá posse aos concursados da Educação
27/07/2015 | 14h22
[caption id="attachment_3174" align="alignleft" width="300"]Profissionais tomaram posse no Gabinete do prefeito Neco Profissionais tomaram posse no Gabinete do prefeito Neco[/caption] Na manhã desta segunda-feira (27) 20 profissionais da Educação tomaram posse em São João da Barra. Eles foram aprovados no concurso público realizado em janeiro deste ano e já iniciam suas atividades no retorno às aulas, que acontece no dia 3 de agosto. A cerimônia de posse contou com a presença do secretário de Administração, Alan Rios, e da secretária de Educação e Cultura, Leide Cristina Fernandes Soares, que deram boas vindas aos novos funcionários da prefeitura sanjoanense: “Hoje vocês assumem um compromisso com o município e com uma educação de qualidade, em prol do desenvolvimento do aluno”, declarou a secretária, informando que na terça, 28, às 14h, todos devem comparecer à sede da secretaria de Educação e Cultura para fazer a escolha do local de trabalho de acordo com a oferta de vagas. Entre os cargos preenchidos estão o de bibliotecário, inspetor de alunos, auxiliar de creche, psicopedagogo, musicoterapeuta, orientador educacional, supervisor de ensino, professor II – 1º ao 5º Ano, professor II – 1º ao 5º Ano – Intérprete/Libras, professor II – Atendimento à Educação Especial, professor II – Educação Infantil – Creche e professor I das disciplinas de português, matemática, ciências, educação física, ensino religioso, geografia, história, espanhol e inglês. Ainda serão convocados os aprovados para as funções de professor II – 1º ao 5º Ano – Intérprete/Braille, professor II – Educação Infantil/Pré-Escola,  secretário de Escola e Professor I — Educação Artística. Fonte: Secom/SJB
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de SJB paga servidores nesta terça
27/07/2015 | 11h58
[caption id="attachment_2101" align="alignleft" width="300"]Valor injetado na economia local é de cerca de R$ 9 milhões Valor injetado na economia local é de cerca de R$ 9 milhões[/caption] De acordo com o calendário estabelecido pela administração pública no início do ano, com todas as datas cumpridas até hoje, o salário dos servidores públicos de São João da Barra será depositado nesta terça-feira (28). Somados, os proventos chegam a aproximadamente R$ 9 milhões que movimentam a economia local.
Comentar
Compartilhe
Pescadores de Atafona articulam manifestação para fechar Porto do Açu
27/07/2015 | 10h30
[embed]https://youtu.be/i041FaGQzDU[/embed] As dificuldades que os pescadores de Atafona têm enfrentado (veja o vídeo) para conseguir passar pela barra — canal de acesso ao mar — ganhou destaque neste mês de julho, com recorrentes cenas de barcos encalhados na foz do Paraíba. Com o rio perdendo força, bancos de areia estão se formando e bloqueiam a passagem dos barcos. A classe pesqueira já se reuniu (aqui) no último dia 9 com representantes das secretarias de Pesca, Maio Ambiente e Obras de São João da Barra, por intermédio da vereadora Sônia Pereira (PT), para debater o assunto e buscar uma solução. Somente na última semana, três barcos ficaram encalhados na foz. Eles alegam que, de imediato, seria necessário a dragagem da área, feita por um navio que executou o serviço de aprofundamento e a abertura de um canal no Porto do Açu. De acordo com o secretário de Pesca do município, Joel Serra, o secretário de Obras, Marcos Sá, já apresentou um projeto para desobstrução do canal de navegação e uma reunião com o prefeito Neco (PMDB), agendada para esta segunda-feira (27), vai discutir os próximos passos em busca de uma solução para o problema. “Na segunda-feira teremos uma reunião com o prefeito Neco, os secretários de Obras e de Meio Ambiente. Estamos recolhendo assinatura dos pescadores, para anexar um abaixo assinado ao projeto. Uma coisa é certa, do jeito que está não dá para ficar”, relatou Joel. Em vídeo publicado nas redes sociais (aqui), os pescadores mostram as dificuldades encontradas para passar pelo canal até mesmo com a maré cheia. No áudio, é possível ouvir seus relatos e o aviso que irão organizar uma manifestação em frente à Prefeitura e a ameaça de fechar o Porto do Açu caso uma solução imediata não seja apresentada. Os pescadores acreditam que a Prumo e outras empresas do Porto devem participar do projeto, como forma de medida compensatória aos impactos do empreendimento na principal atividade econômica de Atafona. Além disso, eles alegam que se o canal fechar, o entreposto pesqueiro — apresentado como plano de compensação da ainda LLX em 2009 —, com obras que se arrastam desde 2012, ficaria inutilizável, se um dia ficar pronto. “Era só a draga que eles usam no Açu vir aqui e abrir o canal de navegação. A gente sabe que isso (a barra fechar) é a força da natureza, mas precisa ser feito alguma coisa para ajudar o pescador”, relatou Carlos Pereira, ex-vereador e proprietário de embarcações. Mais sobre os problemas enfrentados pelos pescadores na foz do Paraíba pode ser conferido aqui, aqui, aqui e amanhã na edição impressa da Folha da Manhã desta terça-feira (28).
Comentar
Compartilhe
Gaiatice com a tarifa da luz
25/07/2015 | 13h32
[caption id="attachment_3136" align="alignleft" width="300"]Tarifa chamou atenção neste mês. Reprodução/Facebook Tarifa chamou atenção neste mês. Reprodução/Facebook[/caption] Um dos assuntos mais comentados na semana em São João da Barra foi a cobrança de uma taxa de iluminação pública (aqui). Mesmo aprovado pela Câmara em 2007, com valores que seguem uma alteração na lei em 2013, os munícipes foram surpreendidos, pois não houve uma divulgação prévia sobre a implantação da tarifa. A Prefeitura assegura a legalidade da cobrança mensal. O Procon do município também. Como "o que não tem remédio, remediado está", já tem gente fazendo gaiatice com a tarifa. Um leitor de Atafona, que prefere não se identificar, entrou em contato com o blog e deixou uma questionamento no ar: "Minha rua vive no escuro, com as lâmpadas do postes queimando direto. Se tem um pouco de luz, é que eu que coloco um pequeno refletor na frente da minha casa. Já que estou contribuindo com a iluminação pública, tenho direito de cobrar uma tarifa à Prefeitura?", questiona. A pergunta deveria ser enviada à Prefeitura. Mas a gente sabe que não tem como cobrar essa tarifa, embora pareça justa. Talvez possa também o amigo leitor enviar um projeto à Câmara, para que o uso do seu refletor para iluminar a via pública seja subsidiado pelo município.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado fecha com o PP para 2016
24/07/2015 | 17h37
[caption id="attachment_3158" align="alignleft" width="300"]Carla participa de encontro com deputado federal  Júlio Lopes e diz que aliança está fechada Carla participa de encontro com deputado federal Júlio Lopes e diz que aliança está fechada[/caption] O Partido Progressista (PP) é o mais recente acordo político fechado pela ex-prefeita de São João da Barra e provável candidata ao cargo em 2016, Carla Machado (PT). "Finalizando a semana com mais uma ótima notícia. Após ter estado com o nosso vice-governador Dornelles, hoje (24) conversamos com o atuante deputado federal Júlio Lopes. O Partido Progressista (PP) está confirmado e estará conosco em 2016", escreveu Carla em seu perfil no Facebook (aqui). Nesta semana, Carla também esteve (aqui) com o senador Romário (PSB), para um diálogo sobre a eleição de 2016. Nas articulações para 2016, a petista já falou sobre alianças com o PPS, Pros, Solidariedade e, nesta semana, PSB e PP.  
Comentar
Compartilhe
Michel Teló na Expo São Francisco 2015
24/07/2015 | 17h32
[caption id="attachment_3155" align="alignleft" width="300"]Programação oficial não foi divulgada ainda. Programação oficial não foi divulgada ainda.[/caption] A cidade de São Francisco de Itabapoana inicia nesta sexta-feira (24) seu tradicional Festival do Maracujá (aqui), em Travessão de Barra, mas a programação para a exposição agropecuária já está encaminhada. O cantor Michel Teló aparece como principal atração da Expo São Francisco 2015, em Praça João Pessoa. O sertanejo vai se apresentar no dia 22 de agosto, em São Francisco, segundo site do cantor. Esta será a 33ª edição da exposição, que será realizada no sábado (22 de agosto) até o domingo (23). Mesmo em ano de crise, o prefeito Pedrinho Cherene (PSC) mantém pelo menos uma atração nacional dentro das principais festividades do município. “Apesar da crise, através de um bom planejamento estratégico que prima pelo gasto com o que é necessário, com muita satisfação conseguimos realizar os eventos tradicionais do nosso município, como a festa do Maracujá e a Exposição Rural. Vale esclarecer que, por conta da crise financeira,  tivemos que começar ambas as festas na sexta ao invés de quinta como era de costume”, ressaltou Cherene ao divulgar a programação do Festival do Maracujá. A data para o evento em São Francisco está confirmada no site do cantor (aqui). A Prefeitura, no entanto, ainda não divulgou a programação oficial.
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de SJB oferece cursos de Almoxarife e Auxiliar de Logística
23/07/2015 | 17h13
[caption id="attachment_3152" align="alignleft" width="300"]Curso acontece através de parceria entre as secretarias de Trabalho e Renda, Pesca e Senac Curso acontece através de parceria entre as secretarias de Trabalho e Renda, Pesca e Senac[/caption] Por intermédio das secretarias municipais de Trabalho e Renda e de Pesca, a prefeitura de São João da Barra firmou convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) para a realização dos cursos de Almoxarife e Auxiliar de Logística. As inscrições poderão ser feitas a partir da próxima segunda-feira, 27 de julho, das 9h às 17h, na sede da secretaria de Pesca, situada à rua Jorge Moreira da Costa, nº 16, em Atafona. Serão exigidas, no ato da inscrição, cópias da carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, título de leitor e de comprovante de escolaridade mínima de Ensino Médio incompleto, pré-requisito do Senac. Os interessados deverão ter mais de 15 anos. Com datas de início a serem definidas, os cursos de Almoxarife e Auxiliar de Logística serão ministrados na Colônia de Pescadores Z-2, em Atafona. — O objetivo da parceria é trazer para o município mais uma Instituição do Sistema “S”, que tem um grande peso para o currículo das pessoas. Essa oportunidade é muito importante para os pescadores e seus familiares, mas todas as pessoas interessadas podem fazer sua inscrição — disse o secretário de Trabalho e Renda Luiz Paulo Ferreira Madureira. Madureira destaca que estão previstos ainda cursos de Corte e Costura; Cabeleireiro e Informática. Para mais informações, o interessado deve procurar a secretaria de Trabalho e Renda — na Rua dos Passos 512, Centro de São João da Barra — ou pelo telefone (22) 27418532. Fonte: Secom/SJB
Comentar
Compartilhe
Carla em conversa propositiva com senador Romário
23/07/2015 | 15h22
[caption id="attachment_3143" align="alignleft" width="300"]Carla divulgou foto do encontro no Facebook Carla divulgou foto do encontro no Facebook[/caption] Na corrida por apoio para a disputa eleitoral de 2016, a ex-prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PT),  foi ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira (23) e teve um encontro com o senador Romário, liderança do PSB. Carla é pré-candidata a prefeita de SJB. No Facebook, Carla definiu o encontro como "uma conversa bastante propositiva". Bastidores - Embora Carla esteja no PT, mantenha bom relacionamento com as lideranças partidárias e já tenha dito que provavelmente fique no partido, nos bastidores há conversas de uma possível mudança para o PSB. Em 2014, Carla apoiou a candidatura de Romário ao Senado, inclusive com uma caminhada em SJB. Há rumores também que, de qualquer forma, as conversas para base de apoio já estariam sendo articuladas com o representante do partido em Campos, o vereador Gil Vianna.
Comentar
Compartilhe
SJB começa a cobrar taxa de iluminação pública
23/07/2015 | 09h55
[caption id="attachment_3136" align="alignleft" width="300"]Tarifa chamou atenção neste mês. Reprodução/Facebook Tarifa chamou atenção neste mês. Reprodução/Facebook[/caption] O ano de crise tem gerado reflexos no cotidiano de São João da Barra. Após o prefeito Neco suspender o benefício social do “Cartão Cidadão” (aqui) e informar que outros programas podem ser suspensos, o mês de julho vai chegando ao fim com mais uma surpresa. Desta vez, na conta de luz. Além do alto valor do consumo, com direito a adicional de bandeira vermelha , uma nova tarifa está sendo cobrada , descrita como “Contribuição Iluminação Pública-Prefeitura”. A secretaria de Fazenda e a Procuradoria responderam que a cobrança da taxa de iluminação é legal, garantida por lei, já existente e também o valor, determinado por lei. A cobrança mensal. O valor residencial na área rural é de R$ 2,50 e R$ 3,50 na área urbana, segundo as especificações da concessionária. A tarifa comercial é de R$ 10,50 e industrial, R$ 50. Os valores foram fixados na Lei número 265/2013, aprovada pela Câmara, que alterou alguns artigos do Código Tributário do Município, sancionado em 2007. A cobrança, obviamente, não agradou e já gera reclamações nas redes sociais. Vale ressaltar que em algumas localidades sanjoanense o serviço de iluminação pública é precário. Chapéu de Sol é um clássico exemplo, com poucos postes, ainda de madeira. São moradores que improvisam a iluminação das vias, utilizando energia das suas residências. Em algumas ruas, encontram-se mais postes com lâmpadas apagadas que acesas. Por mais que a municipalidade faça a reposição, as lâmpadas queimam com facilidade devido aos constantes piques de energia. Mais informações na edição desta sexta-feira na Folha da Manhã. Atualização às 10h40: Inclusão da informação quanto ao valor da tarifa comercial. Atualização às 15h30: Inclusão do posicionamento da Prefeitura.  
Comentar
Compartilhe
Primeiras carretas com bauxita chegam ao Porto do Açu
22/07/2015 | 14h15
[caption id="attachment_3119" align="alignleft" width="300"]Caminhão com bauxita já descarregou no Terminal Multicargas Caminhão com bauxita já descarregou no Terminal Multicargas (Tmult)[/caption] Já está em operação o Terminal Multicargas (Tmult) do Porto do Açu. Os primeiros caminhões com bauxita, vindos de Miraí, Minas Gerais, chegaram ao Açu na tarde desta quarta-feira (22). No total, nesta terça-feira, 13 caminhões chegam ao Porto. Na semana passada, como este blog anunciou em primeira mão (aqui), a Prumo assinou contrato com a Votorantim Metais para movimentação de bauxita e coque no Terminal Multicargas do Porto do Açu. O contrato é um marco para o empreendimento, pois possibilita o início da operação do Tmult, primeiro terminal próprio da Prumo no Porto do Açu. O presidente da Prumo, Eduardo Parente, já havia informado que os primeiros caminhões com bauxita chegariam nesta semana. Ainda segundo Parente, o primeiro embarque acontece no início de agosto. “A gente chega com força, não chega para fazer um pouquinho. O minério de ferro (com operação iniciada há cerca de um ano) é um exemplo disso”, disse Parente, destacando a importância do anúncio “casado” do início da operação do Tmult e o contrato com a Votorantim. Parente observou também que a mão de obra local será absorvida nesta fase de operação do Porto, que atualmente conta com cerca de 6 mil trabalhadores. “No Tmult, a mão de obra é 100% local, não tem um funcionário que seja de fora. Acabamos de começar. A perspectiva, em curto prazo, é de 40 a 50 mil empregos ligados ao Porto direta ou indiretamente”, afirmou. O contrato tem duração de 3 anos e prevê a movimentação de 300 mil toneladas por ano de bauxita e coque, com a 1ª operação prevista para agosto deste ano. A previsão é que o TMULT movimente 2 milhões de toneladas de bauxita por ano. IMG-20150722-WA0030IMG-20150722-WA0032 IMG-20150722-WA0031 Atualização às 15h30: Inclusão de fotos da chegada dos caminhões e novas informações.  
Comentar
Compartilhe
Devido ao assoreamento, mais um barco quase vai ao fundo em Atafona
21/07/2015 | 18h14
[caption id="attachment_3110" align="alignleft" width="300"]Barco de médio porte quase vira na barra de Atafona nesta terça-feira Barco de médio porte quase vira na barra de Atafona nesta terça-feira[/caption] A cena tem se tornado constante devido aos bancos de areia formados na foz do Paraíba do Sul. A embarcação “Amistade 1”, com pelo menos sete tripulantes, ficou encalhada ao tentar passar pela barra — acesso ao mar — de Atafona no fim da tarde desta terça-feira (21) e quase virou com a força das ondas. Um episódio trágico foi evitado por uma embarcação de menor porte, “Matrix”, que conseguiu rebocar o barco maior. Em maio (aqui), uma embarcação quase foi ao fundo e sofreu avarias com a força das ondas, sendo resgatado por pescadores e o barco de apoio do município. Atualmente, embarcações de maior porte, como o de apoio da Prefeitura, também têm dificuldades em auxiliar nos trabalhos de resgate. No início deste mês (aqui), uma reunião entre pescadores e representantes da poder público foi realizada no Pontal de Atafona, uma vez que a classe alerta para o risco da atividade econômica acabar. Com o rio Paraíba perdendo força e o mar avançando, a geografia do Pontal tem se modificado e hoje já não permite que barcos pesqueiros passem pela barra com facilidade. A exigência dos pescadores é por uma dragagem no local, facilitando a passagem dos barcos. Representantes das secretarias de Pesca, Meio Ambiente e de Obras de São João da Barra se comprometeram em elaborar um projeto que possa solucionar o problema.
Comentar
Compartilhe
SJB inicia pavimentação em ruas do bairro Porto Seguro
21/07/2015 | 16h36
[caption id="attachment_3106" align="alignleft" width="300"]Obras foram iniciadas e prazo para conclusão é de 180 dias, incluindo as calçadas Obras foram iniciadas e prazo para conclusão é de 180 dias, incluindo as calçadas[/caption] O loteamento Porto Seguro, na cidade de São João da Barra, está recebendo pavimentação em paralelepípedo em seis ruas, totalizando 800 metros de extensão e 5.445,90 metros quadrados de área. O calçamento no bairro, incluindo sistema de drenagem, representa o início de uma série de obras a serem realizadas pela prefeitura, contemplando outras vias em diferentes pontos do município. Ao custo total de R$ 1.654.729,56 as ruas Santa Raquel, J, B, D e Projetadas 1 e 2, que interligam os bairros Chatuba e Nova São João da Barra, através do bairro Porto Seguro, passam a garantir mais mobilidade urbana para a população. Além disso, “desafoga a rua Ângelo Antônio de Mendonça, no bairro da Chatuba”, explica o secretário de Obras, Marcos Sá. O projeto também contempla obras padrão em calçadas, que serão confeccionadas com lajotas de concreto e piso cerâmico tátil direcional (ladrilho hidráulico), para pessoas com necessidades específicas.  De acordo com o cronograma, as obras devem estar concluídas dentro de 180 dias. Até lá vale ressaltar que nas imediações é preciso que os moradores compreendam os transtornos comuns provocados pela presença de máquinas e outras operações. Fonte: Secom/SJB
Comentar
Compartilhe
Dilma atinge pior índice de aprovação na pesquisa CNT/MDA
21/07/2015 | 12h36
[caption id="attachment_2174" align="alignleft" width="300"]Pesquisa registrou pior índice de aprovação desde FHC Pesquisa registrou pior índice de aprovação desde FHC[/caption] Mesmo diante da tentativa do governo para recuperar a sua popularidade, a avaliação do governo da presidente Dilma Rousseff (PT) atingiu o menor nível histórico na pesquisa CNT/MDA, superando o resultado da última avaliação. Segundo o levantamento, 7,7% dos entrevistados consideram o governo Dilma como ótimo ou bom, enquanto 70,9% consideram seu governo ruim ou péssimo. A pesquisa foi divulgada nesta terça-feira (21). Outros 20,5% consideram o governo regular, e 0,9% não souberam responder. Na pesquisa anterior, de março, 64,8% dos entrevistados consideravam o governo da petista ruim ou péssimo, contra 10,8% que o avaliaram como ótimo ou bom. O pior índice registrado pela pesquisa até então havia sido em setembro de 1999, no segundo mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Na época, o governo do tucano foi avaliado positivamente por apenas 8% dos entrevistados, e 65% fizeram avaliação negativa de sua gestão. O levantamento é feito desde julho de 1998. Impeachment - Em relação a um eventual pedido de impeachment da presidente, 62,8% dos entrevistados se disseram a favor da saída da petista, enquanto 32,1% disseram ser contra. Nessa questão, 5,1% não souberam ou não quiseram responder. Fonte: Folha de S. Paulo.
Comentar
Compartilhe
Porto do Açu terá tecnologia de segurança inédita no Brasil
20/07/2015 | 17h23
[caption id="attachment_3099" align="alignleft" width="300"]O VTS funciona como um scanner 360º, com alcance de 50 quilômetros O VTS funciona como um scanner 360º, com alcance de 50 quilômetros[/caption] O Centro de Sinalização Náutica Almirante Moraes Rêgo (CAMR), órgão da Marinha do Brasil, aprovou o projeto de implantação do VTS (Vessel Traffic Service) no Porto do Açu. O VTS é um sistema que monitora ativamente o tráfego aquaviário, melhorando a segurança e eficiência na movimentação de embarcações. O Porto do Açu será o primeiro porto brasileiro a contar com o sistema, que fornece uma série de informações como localização, velocidade, porte, calado, tipo de carga e bandeira das embarcações. No Relatório de Competitividade Global de 2014/2015, do Fórum Econômico Mundial, a qualidade da infraestrutura portuária de 144 países foi avaliada. O Brasil foi classificado na 122ª posição, ficando à frente apenas da Venezuela e Bolívia, em relação aos países da América do Sul. Dentre as medidas apontadas em estudos realizados por entidades ligadas ao setor marítimo, está a implantação de VTS em portos e terminais. Pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes aponta que a não existência de VTS contribui para o atraso do modelo de gestão dos portos. A previsão é que, até o final de novembro, a Marinha emita a Licença de Operação do VTS no Porto do Açu. Mais informações na edição desta quarta-feira (21) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
SJB convoca aprovados no concurso da Educação
20/07/2015 | 09h29
[caption id="attachment_1320" align="alignleft" width="300"]Relação foi divulgada no Diário Oficial desta segunda-feira Relação foi divulgada no Diário Oficial desta segunda-feira[/caption] A espera dos aprovados no concurso da Educação de São João da Barra, realizado pela Prefeitura no início do ano (aqui), chegou ao fim. A publicação da convocação está no Diário Oficial do Município — o jornal Folha da Manhã — desta segunda-feira (20). Os primeiros colocados de todas as funções disponíveis deverão comparecer ao Gabinete do prefeito no dia 27 de julho às 10h para tomar posse nos seus respectivos cargos.  Só não foram convocados nesta primeira chamada os aprovados para as funções de Professor II – 1º ao 5º Ano – Intérprete/Braille; Professor II – Educação Infantil/Pré-Escola; Secretário de Escola e Professor I — Educação Artística. O concurso da Educação foi o primeiro realizado na gestão do prefeito Neco (PMDB). As provas foram aplicadas nos dias 17 e 18 de janeiro. No total, seriam 24 vagas de chamada imediata, bem como a formação de cadastro de reserva para cargos estatutários permanentes. Os salários variam de R$ 872,12 (nível fundamental) a R$ 2.406,34 (nível superior). Vale ressaltar que em recente entrevista à Folha (aqui), Neco afirmou que pode convocar candidatos que ficaram no cadastro de reserva para tomar posse dos cargos, dependendo da necessidade da secretaria de Educação. Estão convocados um Auxiliar de Creche; Bibliotecário; Inspetor de Alunos; Musicoterapeuta; Orientador Educacional; Professor II – 1º ao 5º Ano; Professor II – 1º ao 5º Ano – Intérprete/Libras; Professor II – Atendimento a Educação Especial; Professor II – Educação Infantil – Creche; Psicopedagogo e Supervisor de Ensino. No cargo de Professor I são nove convocados, divididos entre nove disciplinas: Português, Matemática, Ciências, Educação Física, Ensino Religioso, Geografia, História, Espanhol e Inglês. Confira a relação Auxiliar de Creche: Daniela Azeredo Pereira Machado Bibliotecário: Alencar Pereira Gomes Inspetor de Alunos: Carlos Eduardo Miguel Araújo Musicoterapeuta: Luciana Oliveira de Arruda Orientador Educacional: Claudio Adão Moraes Andrade Professor II – 1º ao 5º Ano: Silvana Cruz Chagas Professor II – 1º ao 5º Ano – Intérprete/Libras: Haila Lopes de Sousa Professor II – Atendimento a Educação Especial: Marilene Vieira Sabino Professor II – Educação Infantil – Creche: Fernanda Souza Duarte Silva Psicopedagogo: Maria Rosa Trindade da Silva Supervisor de Ensino: Paula Escobar de Barros Professor I Ciências: Cleidiane Aparecida da Costa Rocha Jardim Educação Física: Bruno Luiz da Silva Menezes Ensino Religioso: Lucas Soares Silva Povoa Espanhol: Carlos Frederico Barbosa Licurgo Geografia: Leandro Gomes Pessanha História: Marusa Bocafoli da Silva Inglês: Mary Hellen Pinto Pessanha Matemática: Victor de Souza Amaro Português: Thiago Eugenio Loredo Betta
Comentar
Compartilhe
Alexandre Rosa sugere corte no seu salário e no do prefeito de SJB
18/07/2015 | 14h05
[caption id="attachment_3089" align="alignleft" width="300"]sjbo Prefeito e vice de SJB não caminham do mesmo lado político[/caption] Durante o protesto (aqui) do movimento “São João da Barra Livre” contra a negociação de um empréstimo tendo como garantia royalties futuros, no início da noite da última quinta-feira (16), o vice-prefeito Alexandre Rosa (PMDB), um dos integrantes do grupo que é contra a administração do prefeito Neco (PMDB) lançou um desafio. Alexandre sugeriu que ao invés dos impactos da perda de receitas fossem nos programas sociais, como foi o caso do “Cartão Cidadão” (aqui), os cortes começassem pelos salários deles. — Começa cortando seu (Neco) salário. Começa cortando o meu salário de vice-prefeito, eu não estou nem aí pra isso, dos secretários, dos nomeados. Ele tá sacrificando o povo, mas a cada dia que passa, no Diário Oficial do município, tem mais pessoas que ele está nomeando — afirmou Alexandre, acrescentando ainda que as nomeações têm “fundo politiqueiro”, na tentativa de “fazer reduto eleitoral”. O clima político entre Alexandre e Neco já não é dos melhores desde 2014. No início deste ano, em entrevista ao blog (aqui), o vice-prefeito deixou claro que não caminha mais no mesmo lado político do prefeito e atualmente já é visto constantemente com a ex-prefeita e provável candidata ao cargo em 2016, Carla Machado (PT). Em entrevista também ao blog (aqui) em março deste ano, Neco também deixou claro que não caminha mais com Alexandre politicamente, pois o ex-prefeito fez sua opção ao ficar ao lado de Carla.
Comentar
Compartilhe
Prumo assina contrato com Votorantim para operação de bauxita e coque no Porto do Açu
17/07/2015 | 19h31
Visita da Folha ao Porto do Açu, 27-05-2015 foto Rodrigo Silveira (300)A Prumo assinou nesta sexta-feira (17) contrato com a Votorantim Metais para movimentação de bauxita e coque no Terminal Multicargas (TMULT) do Porto do Açu. O contrato é um marco para o empreendimento, pois possibilita o início da operação do TMULT, primeiro terminal próprio da Prumo no Porto do Açu. O contrato tem duração de 3 anos e prevê a movimentação de 300 mil toneladas por ano de bauxita e coque, com a 1ª operação prevista para agosto deste ano. A previsão é que o TMULT movimente 2 milhões de toneladas de bauxita por ano. O presidente da Prumo, Eduardo Parente, observou que o contrato "abre o Porto para toda região". Os caminhões com bauxita já começam a chegar ao Açu a partir da próxima semana e o primeiro embarque será realizado no início de agosto. "A gente chega com força, não chega para fazer um pouquinho. O minério de ferro é um exemplo disso. Estamos operando há praticamente um ano e já recebemos 25 navios", disse Parente, destacando a importância do anúncio "casado" do início da operação do TMULT e o contrato com a Votorantim. A bauxita será transportada de Miraí, em Minas Gerais, até o Porto do Açu. Mais informações na edição deste sábado (18) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Pesca também sob risco em São Francisco de Itabapoana
17/07/2015 | 10h57
[caption id="attachment_3079" align="alignleft" width="300"]Prefeito e representantes da Pesca no município estiveram no Inea Prefeito e representantes da Pesca no município estiveram no Inea[/caption] Se os pescadores de Atafona (aqui) têm sofrido com o assoreamento na foz do Paraíba, o que prejudica suas atividades, o panorama não é diferente em São Francisco de Itabapoana. Prova disso é que o prefeito Pedrinho Cherene (PSC) se reuniu nesta quinta-feira (16) com o presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Marcus de Almeida Lima, para solicitar a execução de obras de recuperação e desassoreamento do rio Itabapoana, nos trechos das localidades de Barra do Itabapoana, Guaxindiba e do canal de Gargaú. Acompanharam o prefeito, o secretário de Agricultura, Edmar Henriques, a presidente da Colônia de Pescadores Z-1, Diviane Chagas, o vereador Raliston Souza e o pescador Almir Alves. Na ocasião, Pedrinho apresentou fotos e um mapeamento do canal assoreado, sendo local mais crítico a “boca da barra”, como é popularmente conhecido. “Cada dia mais estamos preocupados com o fluxo da pescaria na nossa região, uma das principais fontes de renda do município. É de costume sair para o mar setenta embarcações de pesca, com média de cinco tripulantes, que atendem cerca de trezentas e cinquenta famílias. Por conta do assoreamento, a atividade pesqueira tem sido realizada com dificuldade. Isso tem refletido significativamente na renda familiar dos pescadores e na economia da região”, ressaltou o prefeito. O presidente do Inea se comprometeu em atender a solicitação do prefeito, enviando um grupo de especialistas ao município, para realizar um estudo do local. No caso de Atafona, a Prefeitura se comprometeu a elaborar um projeto, mas até o momento não apresentou. Com informações da assessoria de imprensa da Prefeitura de SFI.
Comentar
Compartilhe
Defesa Civil alerta para perigo de desabamentos em Atafona
16/07/2015 | 19h21
[caption id="attachment_3075" align="alignleft" width="300"]Áreas de risco foram sinalizados em Atafona. Áreas de risco foram sinalizados em Atafona.[/caption] A Coordenadoria de Defesa Civil de São João da Barra iniciou a colocação de placas de sinalização nas áreas de risco iminente de desabamento e impróprias para banho no trecho que compreende a Caixa D’água às imediações do Pontal, no litoral de Atafona. O objetivo é alertar e evitar acidentes em decorrência de desabamentos e perfurações, provocadas por vergalhões, nos escombros já submersos. O coordenador da Defesa Civil no município, Adriano Assis, ressaltou que esse trabalho de colocação de placas sinalizadoras está dentro do plano de ações e que compete ao município identificar e mapear. “Essas áreas estão situadas no local onde está havendo avanço do mar e erosão costeira marinha”, relatou o coordenador. — É nossa obrigação alertar a população do risco, principalmente para banhistas e surfistas, no caso de perfurações submersas, e visitantes para não entrarem nos escombros para registro fotográfico — destacou Adriano, fazendo um apelo para que as pessoas respeitem a sinalização. Fonte: Secom/SJB
Comentar
Compartilhe
Movimento “SJB Livre” convoca protesto contra antecipação dos royalties
16/07/2015 | 14h19
[caption id="attachment_3071" align="alignleft" width="300"]Cartaz foi divulgado pelo Facebook. Cartaz foi divulgado pelo Facebook.[/caption] O Movimento "São João da Barra Livre" está convocando seus seguidores para um protesto nesta quinta-feira (16), às 16h, no Calçadão da cidade, contra o projeto de lei que autoriza a negociação de um empréstimo tendo como garantia os royalties futuros. Enviado à Câmara pelo prefeito Neco (PMDB) no início de junho, o projeto foi devolvido (aqui) ao Executivo pelo presidente da Casa, Aluizio Siqueira (PMDB), no fim do mês passado. Neco suspendeu (aqui) o projeto social do Cartão Cidadão afirmando que sem a aprovação do projeto o município não poderia continuar a conceder o benefício e a Prefeitura emitiu uma nota de esclarecimento (aqui). Já para Aluizio (aqui), a atitude foi uma tentativa de “pressão política”. O presidente da Câmara alega que faltam informações para que o projeto seja aprovado.
Comentar
Compartilhe
Neco se reúne com representantes da Edison Chouest
16/07/2015 | 13h57
[caption id="attachment_3068" align="alignleft" width="300"]Reunião aconteceu na última quarta-feira Reunião aconteceu na última quarta-feira[/caption] Empregabilidade utilizando mão de obra local, perspectivas futuras em termos de oportunidades de trabalho e parcerias visando a qualificação de acordo com as exigências do mercado. Esses foram alguns dos assuntos discutidos em uma reunião na última quarta-feira (15), entre o prefeito de São João da Barra, Neco (PMDB), e representantes da empresa Brasil Port, filial da americana Edison Chouest Offshore, contratada pela Petrobras para a prestação de serviços de transportes marítimos tendo como base o Porto do Açu. Na oportunidade, o prefeito foi informado do andamento das obras e da previsão do início das operações. “Estamos atentos ao desenvolvimento do complexo portuário do Açu e essa reunião foi importante para acompanharmos a execução das obras de logística portuária, nas etapas de implantação da Brasil Port, que integram o conglomerado da Edison Chouest Offshore”, afirmou Neco. Atualmente a empresa está em fase de construção dos berços de atracação, sendo que os dois primeiros deverão entrar em operação já no início de 2016. Nesta etapa da obra, 40% da mão de obra utilizada, segundo informações do secretário de Trabalho e Renda do município, Luiz Paulo Madureira, é sanjoanense, o que representa 64 trabalhadores da construção civil. — Esses números, em breve, deverão aumentar, já que a Construtora Stein, contratada para executar a obra, preencherá mais 40 vagas — disse o secretário, lembrando que as oportunidades são para pedreiro, carpinteiro, armador de ferragem e servente da construção civil. A prioridade é de aproveitamento da mão de obra local. Também presente à reunião, o secretário de Fazenda de São João da Barra, Edson Cláudio, destacou o aquecimento econômico do município a partir da operacionalização do trabalho de logística em sua plenitude, quando deverão ser gerados cerca de 600 empregos diretos. “É um número significativo e o município continuará investindo para que parte dessas vagas seja ocupada pela população que vem recebendo cursos profissionalizantes e de capacitação”. Fonte: Secom/SJB
Comentar
Compartilhe
Caos na Saúde: MPE move oito ações contra Rosinha e o município de Campos
15/07/2015 | 17h28
[caption id="attachment_3062" align="alignleft" width="200"]Ações são contra a prefeita de Campos. Foto: Genilson Pessanha Ações são contra a prefeita de Campos. Foto: Genilson Pessanha[/caption] O Ministério Público do Estado (MPE) do Rio de Janeiro, pela 1ª Promotoria de Tutela Coletiva de Campos, ajuizou oito ações civis públicas contra a prefeita e contra o município de Campos dos Goytacazes em favor dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), atendidos pela rede privada, por encaminhamento feito pela municipalidade. Procurada, a Procuradoria Geral do Município informou que o município não foi notificado. Nas ações, considerando que atualmente não há contrato do município com os hospitais da rede privada, o MPE pediu que o juiz determine que a prefeita e o município custeiem os gastos dos pacientes internados por eles na Santa Casa de Misericórdia, no Hospital dos Plantadores de Cana, no Hospital Álvaro Alvim, no Hospital da Beneficência Portuguesa, no Hospital (Psiquiátrico) Abrigo João Viana, no Hospital (Psiquiátrico) Henrique Roxo e no Instituto de Medicina Nuclear, incluindo os serviços de hemodiálise à beira leito, dos pacientes internados que não possuem condições de locomoção, serviço que vem sendo prestado pela empresa privada PRÓ-RIM, a qual não vem recebendo pelos serviços prestados e notificou o Município de que iria paralisar o serviço. Há também o pedido para que a Prefeita e o Município, caso não pretendam manter a contratação com os hospitais da rede privada, retirem os pacientes dos hospitais referidos e os coloquem em outros hospitais, onde possam receber tratamento adequado. Nesta terça-feira, este blog divulgou (aqui) que o Ministério Público Federal também ajuizou ação civil pública contra a prefeito, o secretário de Saúde e vice-prefeito de Campos, Chicão Gomes, e a União. Mais informações na edição desta quinta-feira (16). Atualização às 21h15 — Inclusão do posicionamento da Procuradoria Geral do Município.
Comentar
Compartilhe
São Francisco divulga programação do Festival do Maracujá
15/07/2015 | 15h00
[caption id="attachment_3058" align="alignleft" width="300"]João Neto e Frederico é a principal atração do festival. João Neto e Frederico está entre as atrações da festa[/caption] A dupla João Neto & Frederico é uma das principais atrações do tradicional Festival do Maracujá, que será realizado entre os dias 24 e 26, no distrito de Travessão de Barra, em São Francisco de Itabapoana.  Em sua 29º edição, o evento é realizado pela Prefeitura, por meio da secretaria de Turismo, Indústria e Comércio. De acordo com o secretário de Turismo, André Ricardo, para atrair a população e turistas, a programação da festividade conta com shows de grandes artistas nacionais e regionais, barracas de derivados do Maracujá, desfile de moda, esportes radicais, entre outras atrações. “A secretaria de Turismo com o total apoio do prefeito sempre busca a cada ano organizar uma boa festa que agrade a maioria, oferecendo o melhor dentro dos limites da nossa realidade financeira”, destacou. No primeiro dia de festa, sexta feira (24), haverá a solenidade de abertura oficial. Em seguida, a partir das 22h, show com Júlio e Maycon e, logo depois, Juninho do Forró. No sábado (25), a partir das 22h, será a vez da dupla João Neto e Frederico. Quem se apresenta na madrugada de domingo  é o grupo Amigos do Forró.  Já à noite,  às 22h, ficará por conta do grupo dos Piratas. Durante todos os dias do evento o público será recepcionado, com um amplo stand instalado com diversos produtos, doces e outros derivados do Maracujá. O prefeito Pedrinho Cherene (PSC) disse que unindo esforços das secretarias municipais e toda equipe de governo mais uma vez promove a Tradicional Festa do Maracujá. "Apesar da crise, através de um bom planejamento estratégico que prima pelo gasto com o que é necessário, com muita satisfação conseguimos realizar os eventos tradicionais do nosso município, como a festa do Maracujá e a Exposição Rural. Vale esclarecer que, por conta da crise financeira,  tivemos que começar ambas as festas na sexta ao invés de quinta como era de costume", ressaltou.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado anuncia aliança com PTB e PPS
14/07/2015 | 18h43
[caption id="attachment_3053" align="alignleft" width="300"]Carla e o presidente do PTB no Rio de Janeiro Carla e o presidente do PTB no Rio de Janeiro[/caption] A ex-prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PT) anunciou nesta terça-feira (14) mais duas alianças para 2016. A primeira, como a jornalista Suzy Monteiro mostrou aqui, Na Curva do Rio, foi com o PTB. Carla publicou uma foto com o deputado estadual Marcus Vinicius — presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Depois, Carla publicou a confirmação da aliança com o Partido Popular Socialista (PPS). O PPS já havia confirmado apoio a Carla (aqui) através do seu presidente em São João da Barra, André Fontoura. No Rio, Carla esteve com André e com o ex-prefeito de Campos Sérgio Mendes, para um diálogo, segunda ela, no gabinete do deputado Conte Bittencourt, presidente da legenda no estado. [caption id="attachment_3052" align="alignright" width="300"]Representantes do PPS na região com a ex-prefeita e provável candidata ao cargo em 2016, em SJB Representantes do PPS na região com a ex-prefeita e provável candidata ao cargo em 2016, em SJB[/caption] Com as articulações desta terça, Carla conta com o PTB, PV, PPS e Pros para 2016. Já o prefeito Neco (PMDB), tem acordo firmado pelo menos com PSC, PDT, PSDB, PC do B, PT do B e PRTB. O Solidariedade, como este blog mostrou aqui, já foi cotado como apoio as duas possíveis candidaturas em 2016. Já o PRB, um dos primeiros a anunciar apoio a Neco, resolveu lançar candidatura própria (aqui), com Roberto D’Affonseca .
Comentar
Compartilhe
MPF move ação contra Rosinha Garotinho e secretário de Saúde de Campos
14/07/2015 | 18h06
[caption id="attachment_3047" align="alignleft" width="300"]Prefeita e secretário de Saúde são reús Prefeita e secretário de Saúde são réus[/caption] O Ministério Público Federal (MPF) moveu ação civil pública em face do município de Campos dos Goytacazes e da prefeita Rosinha Garotinho, para garantir a regular prestação de serviços de saúde aos usuários do SUS na cidade. São também réus na ação o secretário de saúde, Francisco Arthur de Souza Oliveira, o Chicão, e a União Federal. (Processo nº0074441-49.2015.4.02.5103). O Procurador Geral do município, Matheus José, destaca que o município ainda não foi citado na ação e que, somente, irá se pronunciar após conhecimento do inteiro do teor dos fatos alegados.
A equipe do MPF realizou inspeções em diversos hospitais e unidades de saúde em Campos e constatou inúmeras e graves irregularidades. A ação define a situação da rede pública de saúde como caótica, com problemas tanto de ordem formal, relativos aos instrumentos legais do SUS, quanto de ordem material, evidentes na precária infraestrutura voltada à execução dos serviços de saúde.
"As inspeções foram realizadas em diversos municípios abrangidos pela Procuradoria da República com sede em Campos dos Goytacazes e irão continuar para que se tenha a total abrangência da situação na área de saúde e novas ações judiciais serão promovidas em breve", afirma o procurador da República Eduardo Santos de Oliveira, responsável pelas inspeções do MPF.
Em caráter liminar, o MPF requer que a Justiça Federal determine ao município, a prefeita e ao secretário que regularizem a prestação dos serviços de saúde e apresentem, em 30 dias, relatório das medidas tomadas. O mesmo prazo vale para a obrigação de implantação de sistema de controle de assistência farmacêutica.  E, dentro 48 horas, os réus devem garantir a liberação de repasses de verbas federais do SUS, em atraso, para as unidades de saúde de Campos dos Goytacazes. Quanto a União, a ação requer a fiscalização da aplicação dos recursos, por meio de auditoria, com período retroativo ao ano de 2011.
Caso as medidas não sejam cumpridas, o MPF pede a aplicação de multa de R$ 10 mil pessoalmente à prefeita Rosinha Garotinho e ao secretário de saúde Francisco Oliveira.
Fonte: Ascom/MPF
Atualização às 19h40 — Inclusão do posicionamento da Procuradoria do município.
 
Comentar
Compartilhe
Alunos do IFF de SJB realizam novo protesto
14/07/2015 | 09h28
[caption id="attachment_3032" align="alignleft" width="300"]Caminhada teve início na BR 356, em frente ao IFF, e segue até a Prefeitura de SJB Caminhada teve início na BR 356, em frente ao IFF, e segue até a Prefeitura de SJB[/caption] Alunos, pais e funcionários do Instituto Federal Fluminense (IFF) de São João da Barra realizam um ato na manhã desta terça-feira (14) para pedir intervenções que aumentem a segurança no trecho da BR 356, onde a unidade de ensino está localizada. Na sexta-feira passada (aqui), após a morte da jovem Fernanda Meirelles, de 16 anos, na noite de quinta-feira (9) em um acidente (aqui) envolvendo carro e moto na saída da instituição, um protesto foi feito em frente à Prefeitura. Além do protesto, o ato homenageia Fernanda, com a recitação de poemas de sua autoria em sete paradas, entre o IFF e a área central da cidade, sendo encerrado em frente ao Colégio Cenecista São João Batista, onde Fernanda também estudou. O protesto teve início por volta das 7h30, com concentração no IFF e cerca de duas horas depois chegou ao Centro da cidade. Os alunos reivindicam melhor sinalização no trecho da BR, além da instalação de redutores de velocidade. Ontem,  o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Fábio Moulin, afirmou (aqui) que serão colocados quebra-molas e sinalização de redução de velocidade na BR. Inicialmente, o protesto iria até à Prefeitura, mas teve o trajeto alterado. De acordo com o analista de sistema Valdeir de Souza Julio, que faz parte do grupo que organizou a manifestação, a mudança no trajeto foi para tirar o cunho político do ato, que teve como principais objetivos homenagear a Fernanda e reivindicar as intervenções que os alunos e funcionários da instituição julgam necessárias para a rodovia. “Poderia parecer um ato mais político do que em memória a Fernanda e em prol de nossa necessidade. Não estamos aqui nem pelo partido de oposição nem pelo que está atualmente no governo. Para descaracterizar esse cunho político, a gente preferiu fazer um outro percurso e finalizou exatamente no colégio onde ela estudou”, afirmou. Em homenagem a Fernanda, a pedagoga Alessandra Rocha leu uma poesia de autoria da estudante: “Pra onde foi? Aonde é que está aquele sentimentalismo? A doce A meiga menina? Aonde foi parar... A morte veio antes mesmo do amanhecer, não precisou muito para ir óbito todo amor... Apenas um ser humano, apenas ele Apenas aquele, que se dizia amor!” Mais informações na edição desta quarta-feira (15) na Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
PRB anuncia pré-candidato a prefeito de SJB
13/07/2015 | 17h38
[caption id="attachment_3027" align="alignleft" width="300"]Roberto D'Affonseca confirmou que tem interesse de ser candidato a prefeito em 2016. Foto: Rodrigo Silveira Roberto D'Affonseca confirmou que tem interesse de ser candidato a prefeito em 2016. Foto: Rodrigo Silveira[/caption] Um dos primeiros partidos a declarar (aqui) apoio ao prefeito Neco (PMDB) numa provável candidatura à reeleição, o PRB “quebrou a corrente” e declarou que tem pré-candidato ao cargo. A aposta do partido é Roberto D’Affonseca. A informação foi confirmada pelo presidente da legenda em São João da Barra, Luiz Euardo Simões, e pelo próprio pré-candidato. — Tem um movimento em andamento. O grupo do PRB fez uma consulta. Amigos levaram meu nome sem o meu conhecimento. Eu aceitei discutir o assunto, pois houve uma demonstração de boa aceitação de vários segmentos de São João da Barra. O assunto desperta interesse meu, do partido e da comunidade — afirmou Roberto. O presidente do PRB em São João da Barra explicou que a declaração de apoio do partido ao prefeito Neco seria no intuito de articular benefícios para o município, principalmente na área de esporte, na qual o partido tem um ministério no governo Dilma Rousseff (PT). Luiz Eduardo acrescentou ainda que o presidente da legenda no estado, Eduardo Lopes,e Carlos Henrique Monfortes — que preside o PRB em Campos, além de atuar como coordenador regional — já estariam cientes da possível candidatura na disputa sanjoanense. “O Roberto é uma pessoa com vivência grande em São João da Barra, que reúne vários predicados. Já estamos num processo de pré-campanha, avisando as pessoas que temos um pré-candidato”, afirmou Luiz Eduardo. Na bagagem, o pré-candidato traz a experiência em administração pública como ex-secretário de Fazenda e Administração de SJB, superintendente Instituto do Açúcar e do Álcool (IAA) e com o trabalho na inspetoria regional da Fazenda.
Comentar
Compartilhe
Dnit e representantes de SJB anunciam medidas emergenciais na BR 356 próximo ao IFF
13/07/2015 | 15h47
[caption id="attachment_3021" align="alignleft" width="300"]Encontro aconteceu na sede do Dnit no Rio de Janeiro. Foto: Paulo Pinheiro Encontro aconteceu na sede do Dnit no Rio de Janeiro. Foto: Paulo Pinheiro[/caption] O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Fábio Moulin, afirmou no início da tarde desta segunda-feira (13) que em 15 dias serão colocados quebra-molas e sinalização de redução de velocidade na BR 356 em dois pontos: em frente ao IFF e em frente à Escola Municipal Belmiro Ribeiro Alves, no Perigoso, ambos em São João da Barra. A reunião com Moulin, que aconteceu na sede da superintendência, no Rio, foi agendada pelo deputado estadual Bruno Dauaire (PR) a pedido do vereador Franquis Areas (PR), que participaram do encontro. Os vereadores Eziel Pedro (PSDC) e Elísio Rodrigues (PDT), o prefeito de São João da Barra, Neco (PMDB), e os secretários municipais de Transportes e Trânsito, Mário Rocha, e de Obras e Serviços, Marcos Sá, além de representantes do IFF, pais e alunos da instituição também estiveram no encontro. — Foi uma reunião muito proveitosa. Ainda não é o ideal, mas essas conquistas já representam um avanço na luta por mais segurança na rodovia — disse Bruno, que lamentou o acidente ocorrido na noite de quinta-feira (aqui), em frente ao IFF. Uma jovem, aluna da instituição, morreu no acidente e sua mãe, que estava com ela na motocicleta, está internada. Liberação para que a Guarda Civil Municipal possa realizar um trabalho de orientação na entrada e saída de estudantes e um radar eletrônico no local também foram solicitadas pelo município, ficando acordado que será aberto um novo processo de licitação por parte do Dnit para que a instalação do equipamento seja viabilizada e aumente ainda mais a segurança nas imediações da instituição de ensino. Para o prefeito Neco, é importante que se trabalhe com união para se chegar a resultados satisfatórios. “Tudo se resolve com diálogo e união. É de suma importância que pais, alunos, funcionários e o Poder Público estejam debatendo para garantir uma maior segurança para todos”, ressaltou. Na última sexta-feira (aqui), professores, pais e alunos da instituição realizaram uma manifestação em frente ao prédio da Prefeitura de SJB, pedindo melhorias no trecho da BR, próximo ao IFF. Semáforo — Neco aproveitou a oportunidade para solicitar do chefe de operações do Dnit, Fernando Corrêa, a liberação dos semáforos do Trevo do Peneirinha, instalados pelo município desde o dia 11 de abril. Em resposta, foi informado que o convênio foi providenciado para assinatura e em breve será liberado o funcionamento, além da sinalização horizontal e vertical. A Folha Online (aqui) e a jornalista Suzy Monteiro, no blog Na Curva do Rio (aqui), também falaram sobre o assunto. Com informações das assessorias de imprensa da Prefeitura de SJB e do deputado estadual Bruno Dauaire.
Comentar
Compartilhe
Pescadores de SJB recebem habilitação para exercer atividade
11/07/2015 | 17h58
[caption id="attachment_3017" align="alignleft" width="300"]Curso habilitou 30 pescadores para que possam exercer suas atividades profissionais Curso habilitou 30 pescadores para que possam exercer suas atividades profissionais[/caption] Pescadores de São João da Barra que concluíram o Curso de Habilitação de Pescador Profissional (POP) receberão nesta terça-feira (14), em solenidade às 14h, no Auditório da Colônia de Pesca Z-2 de Atafona, o certificado de conclusão e a carteira POP, que permitirá a condução de embarcações pesqueiras. O curso gratuito habilitou 30 profissionais e foi disponibilizado pela prefeitura de São João da Barra – por meio da secretaria de Pesca – em parceria com o Instituto Atlantis de Preservação Ambiental, dentro do programa Plataforma Educativa Repsol Sinopec. A iniciativa contou com apoio da Marinha do Brasil, por meio da Agência da Capitania dos Portos do município. – Com a realização desse curso, trouxemos para a legalidade os pescadores que se encontram trabalhando sem habilitação e segurança da navegação. O documento registra, ainda, todas as atividades profissionais e garante acesso à aposentadoria, desde que haja contribuição com o INSS – destacou o secretário municipal de Pesca, Joel Pinto Serra. O pescador de Atafona, João Cleber Nunes Bastos, que atua há 15 anos na pesca, disse que o curso foi fundamental para alertar sobre cuidados necessários sobre a preservação da vida em alto mar e trazer tranquilidade profissional no seu trabalho. “Agora com a carteira de habilitação vou trabalhar sem medo de ter a embarcação apreendida pela Marinha em caso de fiscalização”, comentou Cleber. A Plataforma Educativa Repsol Sinopec opera através de um sistema itinerante, no qual as aulas são ministradas em uma unidade móvel de 12 metros de comprimento, equipada com computadores e kit multimídia, onde são transmitidas instruções básicas para a navegação, conscientização para não poluir o mar, noções de primeiros socorros, combate a incêndio, marinharia, sobrevivência do náufrago, manutenção preventiva das embarcações, equipamentos de segurança na pesca, entre outras disciplinas visando principalmente a aquisição de conhecimentos, aprimoramento, qualificação, capacitação e aperfeiçoamento profissional dos pescadores que já atuam na área. Fonte: Secom/SJB
Comentar
Compartilhe
Cotado como candidato a prefeito, Bruno Dauaire diz que foco é trabalho na Alerj
10/07/2015 | 18h15
[caption id="attachment_3011" align="alignleft" width="300"]Deputado falou sobre possibilidades no futuro político Deputado falou sobre possibilidades no futuro político[/caption] O nome do deputado estadual Bruno Dauaire (PR) tem sido cotado entre os possíveis candidatos a prefeito tanto em Campos, onde foi o deputado mais votado no último pleito, como em São João da Barra, seu atual domicílio eleitoral. No entanto, Bruno usou seu perfil no Facebook (aqui) para dizer que seu foco é o trabalho na Alerj. Quanto a ser candidato em alguma das cidades, Bruno não confirmou, mas também não nega. Confira o post do deputado: “Tenho buscado exercer meu mandato como sempre disse que faria: coletivamente, em uma parceria constante com a população, que é quem demanda nossas proposições, atuação e posicionamento em defesa de um Estado do Rio melhor para todos. É claro que fico feliz em saber que o resultado tem sido positivo, tanto que meu nome vem surgindo como uma possibilidade, tanto em São João da Barra quanto em Campos, para a eleição majoritária do ano que vem. Sou muito grato pelo reconhecimento. Porém é importante destacar que meu foco é o trabalho na Assembleia Legislativa na função de parlamentar, como o povo assim o quis. Como deputado, sou um servidor público. Minha trajetória política tem que estar em sintonia com os anseios da sociedade. Como integrante de um grupo político, sou um soldado. O que deve motivar minha caminhada é também o comprometimento com os companheiros desse grupo, representado pelo nosso presidente regional do PR, Garotinho. Obrigado sinceramente. Vamos continuar construindo um mandato a serviço da nossa região e de todo o nosso Estado”.
Comentar
Compartilhe
Alunos do IFF realizam protesto em frente à Prefeitura de SJB após morte de estudante
10/07/2015 | 11h26
[caption id="attachment_3002" align="alignleft" width="300"]Luto e recolta marcou protesto. Foto: SJB Online Luto e revolta marcam protesto. Foto: SJB Online[/caption] Estudantes, professores e pais de alunos do Instituto Federal Fluminense (IFF) de São João da Barra realizam protesto na manhã sexta-feira (10) em frente ao prédio onde funciona a Prefeitura e a Câmara de SJB, para pedir mais segurança na rodovia, onde a jovem Fernanda Meirelles, de 16 anos, morreu na noite desta quinta-feira (9), como mostrou a Folha (aqui). Os manifestantes cobram das autoridades um ponto de ônibus no local, pardal e redutor de velocidade. O serviço da empresa Campustur também foi contestado. O presidente da Câmara, Aluizio Siqueira (PMDB), acompanhado de outros vereadores, e o secretário municipal de Transportes e Trânsito, Mário Rocha Filho, estiveram no local e ouviram as reclamações. O clima foi tenso. Os alunos cobraram a presença do prefeito Neco (PMDB) e querem uma solução imediata para a questão. O secretário de Transportes argumentou que o trecho da rodovia é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A Câmara realizou na manhã desta sexta sessão extraordinária para tratar sobre a regulação do transporte alternativo. Os vereadores se comprometeram que ao fim da sessão irão imediatamente ao escritório do Dnit em Campos, junto com alguns dos manifestantes, para apresentar o problema e cobrar soluções. Atualização às 12h40: O projeto que regulamenta o transporte alternativo foi aprovado por volta das 12h. Uma comitiva composta pelos vereadores Alex Firme (PMDB), Aluizio, Kaká (PT do B), Eziel Pedro (PSDC), Ronaldo da Saúde (Pros) e Sônia Pereira (PT), além do secretário de Transporte, pais, alunos e professores foram em um ônibus ao escritório do Dnit. O vereador Franquis Areas (PR) também esteve no encontro. Os vereadores Elísio Rodrigues e Jonas Gomes (PMDB) não estiveram na reunião. Atualização às 16h40: A reunião na sede do Dnit em Campos teve momentos de intensa discussão. Ronaldo Mansur, superintendente do órgão, afirmou que não é possível a instalação de um novo pardal na rodovia. Os vereadores propuseram que um dos 10 pardais da BR 356 possa ser realocado para as proximidades do IFF. Outro ponto debatido, foi a autorização da Polícia Rodoviária Federal para Guardas Municipais possam atuar na Rodovia durante o funcionamento da unidade escolar. Mansur afirmou que a Prefeitura já fez um projeto para o acesso da rodovia ao IFF, mas que não saiu do papel. "Nós falamos com a Prefeitura: precisa fazer um acesso antes da escola funcionar. A prefeitura fez um projeto e mandou para nós. Depois do projeto aprovado, recebemos um ofício da Prefeitura dizendo que ela não tinha recurso para fazer o acesso", afirmou o superintendente. O secretário de Transportes de São João da Barra, Mário Rocha Filho, afirmou que o município não pode arcar sozinho com a obra na rodovia. "Não cabe ao poder público municipal fazer a obra sozinha. Eu acho que tem de haver parceria", disse. De acordo com o secretário de Obras, Marcos Sá, seria necessário uma autorização do Dnit para um projeto paliativo, já que o projeto para acesso demoraria pelo menos seis meses. Após a reunião nada ficou decidido. Os vereadores vão solicitar a mudança de um pardal na rodovia para próximo ao IFF, será solicitado pelo poder público municipal autorização para guardas atuarem na rodovia, além de medidas paliativas para iluminar aquele trecho da rodovia. Reunião no Rio — Após a reunião sem solução imediata no Dnit Campos, os vereadores do município vão participar de um encontro no Rio de Janeiro com representantes do órgão. De acordo com o vereador Franquis, o deputado estadual Bruno Dauaire (PR), já entrou em contato com o Dnit e agendou a reunião na segunda-feira, quando os  problemas e as possíveis soluções serão debatidas.
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de SJB emite nota sobre suspensão do “Cartão Cidadão”
10/07/2015 | 09h45
A Prefeitura de São João da Barra emitiu nota oficial sobre a decisão do prefeito Neco (PMDB), anunciada (aqui) nesta semana, de suspender o programa social “Cartão Cidadão”. O ato gerou polêmica na cidade, além de um confronto direto entre o prefeito e o presidente da Câmara, Aluizio Siqueira (PMDB). Um projeto de lei que pede autorização para a antecipação dos royalties foi enviado à Câmara, mas devolvido pelo presidente da Casa. Segundo Neco, sem a autorização para esse empréstimo ele terá que suspender outros benefícios sociais. Já Aluizio pede mais informações sobre a transação, além de acreditar que a solução seja adequar as finanças do município neste momento de crise. Confira a nota oficial da Prefeitura: 3999_090715184506_3878_190515131042_brasao_jpgA Prefeitura de São João da Barra esclarece que o bloqueio a partir deste mês de julho do benefício do Cartão Cidadão se deu em razão da diminuição da receita dos royalties do petróleo. Dos R$ 173 milhões da previsão orçamentária para o primeiro semestre de 2015, o Município arrecadou R$ 87 milhões. Esse déficit de R$ 86 milhões, portanto, tem impacto negativo no orçamento municipal a ponto de comprometer não só o Cartão Cidadão – que beneficia atualmente 4.905 famílias com um valor mensal de R$ 230,00 –, mas outros programas e ações mantidos com receita dos royalties. Entre eles estão Aluguel Social, Bolsa Universitária, e iniciativas nas áreas de Educação, Saúde e Transporte. A operação de crédito que permite a antecipação das receitas dos royalties, prevista na Resolução 02/2015 do Senado Federal alterando a Resolução 43/2001, que dispõe sobre as operações de crédito por parte de Federação, Estados e Municípios, foi a alternativa encontrada pela administração municipal de São João da Barra no sentido de manter em vigência os programas e ações sem a necessidade de um contingenciamento de despesas. Para que o Município possa iniciar entendimentos para a execução da operação é necessária, portanto, apreciação da Câmara Municipal e posterior aprovação em plenário, o que ainda não aconteceu. Ressalta-se que o Executivo enviou o Projeto de Lei ao Legislativo no dia 09 de junho de 2015, sendo devolvido pelo presidente da referida Casa, no dia 30 de Junho de 2015, às 16 horas, às vésperas do Recesso Legislativo sem que a matéria passasse pela apreciação da Comissão de Redação e Justiça e, seguindo os trâmites, do plenário. À administração municipal de São João da Barra, cabe contar com a sensibilidade do presidente da Câmara Municipal para que leve o Projeto de Lei à apreciação dos demais vereadores e que os mesmos possam deliberar com a máxima urgência, viabilizando a continuidade de iniciativas em favor da população, que vem recebendo do governo todos os esclarecimentos a respeito da situação”.
Comentar
Compartilhe
Garotinho e Clarissa investigados no STF por crime eleitoral
09/07/2015 | 16h53
[caption id="attachment_549" align="alignleft" width="300"]clarissa e garotinho Pai e filha são investigados por crime eleitoral no STF[/caption] O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) José Dias Toffoli autorizou a abertura de inquérito para investigar Anthony Garotinho (PR), Clarissa Garotinho (PR) e o deputado estadual do Rio de Janeiro Samuquinha (PR) por crime eleitoral. Eles são suspeitos de compra de votos em Duque de Caxias. A informação é do jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, no seu Radar Online (aqui).
Comentar
Compartilhe
Clínica da Família de São Francisco será inaugurada no fim deste mês
09/07/2015 | 16h02
[caption id="attachment_2993" align="alignleft" width="300"]Clínica Unidade foi construída através do programa Somando Forças[/caption] A Clínica da Família construída no município de São Francisco de Itabapoana, através do programa Somando Forças do Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura, será entregue ainda no fim deste mês. De acordo com a assessoria de comunicação, a inauguração será no dia 31 de julho. No mês passado, o prefeito Pedrinho Cherene (PSC) explicou que faltariam apenas alguns reajustes na parte elétrica para conclusão da obra. Também em junho, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) esteve na região para entregar duas unidades da Clínica da Família — em Cardoso Moreira e Conceição de Macabu — junto com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, e o secretário de Estado de Saúde, Felipe Peixoto. As presenças oficiais ainda não estão confirmadas. Em abril, Felipe Peixoto esteve em São Francisco para visitar as obras.
Comentar
Compartilhe
Principal atividade econômica de Atafona, pesca tem risco de acabar
09/07/2015 | 12h18
[caption id="attachment_2988" align="alignleft" width="300"]Encontro entre pescadores e representantes do poder público aconteceu no Pontal Encontro entre pescadores e representantes do poder público aconteceu no Pontal[/caption] A principal atividade econômica de Atafona, a pesca, está sob risco. Com o rio Paraíba perdendo força e o mar avançando, a geografia do Pontal tem se modificado e hoje já não permite que barcos pesqueiros passem pela barra — acesso ao mar — com facilidade. Por esse motivo, estiveram reunidos na foz do Paraíba na manhã desta quinta-feira (9) cerca de 50 pescadores e representantes do poder público municipal para tentar uma solução imediata. Alguns barcos de maior porte já não conseguem sair para alto mar. A exigência dos pescadores seria a dragagem do local, aprofundando o canal de navegação. Uma das soluções viáveis seria a utilização de navios como os que são utilizados no Porto do Açu. As secretarias de Pesca, de Meio Ambiente e de Obras, representadas pelos seus secretários, presentes no encontro, se comprometeram na elaboração de um projeto, além de buscar apoio com todas as esferas do poder público e com empresas do Porto do Açu, para buscar recurso. [caption id="attachment_2989" align="alignright" width="300"]Barcos de maior porte já estão parados Barcos de maior porte já estão parados[/caption] De concreto, pescadores e a Defesa Civil do município começam já nesta quinta-feira, à tarde, uma espécie de batimetria, para que as secretarias envolvidas no processo possam iniciar um projeto. O encontro entre pescadores e representantes do poder público foi articulado pela vereadora Sônia Pereira (PT), que também esteve no local. Além de iniciar os estudos e projetos, os secretários vão tentar agendar uma reunião com a Prumo e outras empresas do Porto do Açu em busca de apoio para solucionar problema, como forma de projeto social ou de compensação. A pesca é a principal atividade econômica de Atafona. O reflexo da impossibilidade da classe pesqueira desenvolver seu trabalho reflete imediatamente no comércio local. Mais informações na edição desta sexta-feira (10) da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Discussão sai das redes sociais e vai para os carros de som em SJB
08/07/2015 | 20h07
[caption id="attachment_789" align="alignleft" width="300"]Prefeito e presidente da Câmara protagonizam mais um impasse na política sanjoanense Prefeito e presidente da Câmara protagonizam mais um impasse na política sanjoanense[/caption] Se o Facebook era o terreno preferido para a troca de farpas entre políticos sanjoanenses, um meio de comunicação mais antigo passou a ser utilizado nesta quarta-feira (8). Pela manhã começou a circular um carro de som com as explicações do prefeito Neco (PMDB) sobre a suspensão do “Cartão Cidadão” (aqui). Segundo o prefeito, o motivo da interrupção do programa seria a devolução (aqui) do projeto para autorização de empréstimo tendo como garantia royalties futuros. O presidente da Câmara, Aluizio Siqueira (PMDB), devolveu o projeto ao Executivo e apontou (aqui) erros e falta de informações. Apontado como “vilão” da suspensão do programa, Aluizio também recorreu aos carros de som para propagar no município sua versão dos fatos. Segundo o presidente da Câmara, a gravação relata as injustiças que ele vem sofrendo.
Comentar
Compartilhe
Oposição com cara de governo e governista que lembra oposição em Campos
08/07/2015 | 11h10
[caption id="attachment_2982" align="alignleft" width="300"]Possíveis cenários começam a se desenhar para disputa de 2016 em Campos Possíveis cenários começam a se desenhar para disputa de 2016 em Campos[/caption] Com a caminhada de Geraldo Pudim (ainda PR) para o PMDB e a especulação de qual será o nome do grupo rosáceo para disputar a sucessão de Rosinha Garotinho (PR), o cenário pode ter um candidato de oposição com cara de governo e um candidato governista com cara de oposição. Isso porque, como o Blog do Bastos mostrou aqui, a colunista Berenice Seara, do jornal Extra, falou sobre a “corda bamba” do líder rosáceo no PR e, de acordo com ela, Bruno Dauaire (PR), que sonha ser prefeito de Campos, é um dos poucos que não ameaçam abandonar o barco. Se confirmado o cenário, com Pudim candidato a prefeito pelo PMDB, com apoio do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), e Bruno candidato a prefeito de Campos com o apoio da família Garotinho, a disputa será entre um candidato de oposição com cara de governo e governista que já foi apontado pelo próprio grupo como tem cara de oposição. Na disputa eleitoral de 2014, por uma cadeira na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Pudim era apresentado como o “candidato da família”, que ficaria com o grupo “até se fosse reduzido a um número que coubesse em um kombi”, o nome da “ala conservadora” do PR Campos. Por outro lado, capitaneada por Wladimir Garotinho, então presidente do partido no município, a candidatura de Bruno representava a “renovação” do grupo, a “ala jovem”, mas era vista como “rebeldia”, tratado internamente como candidatura adversária. Nas urnas, Bruno levou com folga sobre Pudim. Agora, como o doce relacionamento de décadas azedou, será que a “ala conservadora” ficará com seu líder e vai apoiar a possível candidatura, que ganha força nos bastidores, de quem já foi classificado por ela mesmo como quem tinha cara de oposição em 2012 ou vai “seguir o fluxo”, na debandada do PR? Ainda tem muita água para rolar. Inclusive, não está descartado o nome de Bruno como candidato no seu atual domicílio eleitoral, São João da Barra.
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB convoca sessão extraordinária
08/07/2015 | 10h30
[caption id="attachment_1640" align="alignleft" width="225"]Sessão vai tratar da regulamentação do transporte alternativo Sessão vai tratar da regulamentação do transporte alternativo[/caption] Antes mesmo de realizar a audiência pública sobre o transporte alternativo, o presidente da Câmara de São João da Barra, Aluizio Siqueira (PMDB), convocou no Diário Oficial desta terça-feira (7) os vereadores para sessão extraordinária na sexta-feira (10), às 10h. O objetivo é apreciar o projeto de Lei 030/2015, que dispõe sobre o serviço de transporte alternativo municipal de passageiros em veículos utilitários. Poucas pessoas em audiência pública Com o objetivo de discutir o transporte alternativo no município de São João da Barra, a Câmara de Vereadores realizou uma audiência nesta terça, mas os membros da União dos Cooperativados (Unicoop) e os vereadores da base governista não compareceram. A audiência contou somente com a presença dos vereadores Aluizio Siqueira, Alex Firme e Ronaldo Gomes de Souza e do secretário de Transportes, Mário dos Santos Rocha Filho. O presidente da Câmara lamentou a ausência de representantes da cooperativa e dos demais vereadores. E explicou que a audiência tinha por objetivo, debater o projeto de lei nº 030/15, que chegou à Câmara na tarde do último dia 30, dispondo sobre o serviço de transporte alternativo de passageiros em veículos utilitários. “Neste dia, recebi aqui no plenário os cooperados da Unicoop e expliquei a eles que um projeto complexo como esse, com 53 artigos, precisava de um tempo hábil para ser analisado. Forneci cópias do projeto a eles e combinamos de fazer essa audiência hoje para debater o assunto e apreciar o projeto em sessão extraordinária. Dessa forma, não haveria atraso nos trabalhos”, destacou. Durante a audiência, o secretário de Transportes respondeu a alguns questionamentos dos parlamentares, como: a distribuição e o modo de concessão das linhas, o tempo de uso dos veículos. Outro assunto debatido foi tempo de permissão do serviço, que será de cinco anos – prazo avaliado como pequeno pelos parlamentares. Outra dúvida esclarecida foi sobre o itinerário, que, segundo o secretário, não será o mesmo das linhas convencionais. O vereador Ronaldo perguntou ao secretário se ele sabia o motivo da ausência da cooperativa, mas ele não soube informar. Alex Firme ressaltou importância da audiência, salientando que o transporte alternativo tem que ser oferecido com segurança e dentro da legalidade. Ao final, Aluizio Siqueira abriu a palavra à plateia, mas ninguém quis fazer perguntas.
Comentar
Compartilhe
“Suspender o Cartão Cidadão é pressão política”, diz Aluizio Siqueira
07/07/2015 | 19h06
[caption id="attachment_2873" align="alignleft" width="300"]Presidente da Casa disse novamente que faltam informações no projeto Presidente da Casa disse novamente que faltam informações no projeto[/caption] O presidente da Câmara de São João da Barra, Aluizio Siqueira (PMDB), comentou sobre a decisão (aqui) do prefeito Neco (PMDB) de suspender o Cartão Cidadão, alegando que seria pela não aprovação do projeto de antecipação dos royalties, o que comprometeria as finanças do município. Segundo Aluizio, a intenção é fazer “pressão política” para que a matéria seja apreciada sem as devidas ponderações. — O que não foi aprovado foi uma autorização para fazer uma transação. O dinheiro não estaria na conta no dia seguinte, não seria eu, Aluizio, que iria depositar o dinheiro no dia seguinte. Por que cortou o cartão hoje? Por que está querendo fazer uma pressão política, dizendo que eu cortei o cartão. Querem jogar na nossa conta uma responsabilidade deles. Não vejo necessidade de uma medida dessa, já que no início do ano foi empenhado o valor deste programa — afirmou o presidente do Legislativo. Aluizio voltou a questionar a forma como o projeto foi elaborado e cobrou que mais informações fossem fornecidas para que sejam debatidas na Casa. O vereador ponderou também que o Supremo Tribunal Federal (STF) pode definir este ano pela nova partilha dos royalties e essa possibilidade não foi aventada nem na resolução do Senado, que autoriza a transação, nem pelo projeto enviado à Câmara. O presidente da Câmara também falou sobre a saúde financeira do município e diz que haveria contradições entre as atitudes do prefeito com discurso adotado no início do ano. “Ele não disse que governou o município com ‘mão de ferro’, que fez economia para enfrentar a crise. O município carece de obras, de atrações, o circuito junino foi o pior de todos os tempos. Não disse no início do ano que não precisaria fazer cortes? Agora ele diz que vai precisar cortar o Cartão Cidadão? Eu acho que ele faltou com a verdade. Onde estão os recursos do município e que foi alardeado superávit de arrecadação?”, questionou Aluizio.
Comentar
Compartilhe
Neco bloqueia programa social devido a não aprovação da antecipação dos royalties
07/07/2015 | 15h47
[caption id="attachment_1292" align="alignleft" width="300"]Declarações de Neco foram feitas na manhã desta terça-feira Declarações de Neco foram feitas na manhã desta terça-feira[/caption] O prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, anunciou na manhã desta terça-feira (7), durante entrevista a emissora de rádio comunitária Barra FM, o bloqueio do programa “Cartão Cidadão”, que, segundo ele, beneficia 4.905 sanjoanenses, com auxílio financeiro de R$ 230 para compras no comércio local. Ainda de acordo com o prefeito, isso custaria aos cofres públicos R$ 1.126.000,00 (um milhão cento e vinte e seis mil reais) por mês, pagos com recursos dos royalties. Segundo Neco, se o projeto de antecipação dos royalties, que foi enviado à Câmara e devolvido ao Executivo pelo presidente da Casa, Aluizio Siqueira (PMDB), não for aprovado, outros benefícios sociais serão suspensos. — Se não houver essa antecipação dos royalties, com certeza vamos ter que cortar vários benefícios. A partir deste mês (julho), nós temos que bloquear o Cartão Cidadão, porque já não vamos ter mais esse recurso — afirmou Neco, que fez críticas à postura do presidente do legislativo, por não ter enviado o projeto às comissões antes de devolver à prefeitura. Ainda de acordo com o prefeito, se o impasse não for resolvido, 403 famílias contempladas com o aluguel social, que custariam aos cofres do município algo em torno de R$ 200 mil, além de 850 bolsistas, que somados valores de mensalidade e passe de ônibus custam mensalmente cerca de R$ 800 mil, podem ter os benefícios suspensos. Os projetos também são pagos com recursos dos royalties. Na questão política, Neco ressaltou que “o presidente da Câmara se juntou com a ex-prefeita do município” em uma campanha para que o projeto não fosse aprovado. Segundo ele, a antecipação dos royalties é necessária para repor as perdas que o município perdeu devido à crise nacional e a queda na arrecadação com os royalties. Neco falou também que o valor deste empréstimo e os juros não estão definidos e qualquer valor divulgado não passaria de especulação. Com relação aos juros, o prefeito disse que pode ser de até 10%, mas não há definição. O primeiro passo seria a autorização da Câmara, para só depois o município negociar valores. Neco ainda conclamou os beneficiados para um “manifesto de união para que o presidente da Câmara se sensibilize” com a situação. Atualização às 19h: Correção no valor mensal do projeto e no número de beneficiários, com informações do secretário de Fazenda, Edson Claudio.
Comentar
Compartilhe
“Quem é o verdadeiro traidor?”, indaga Neco
06/07/2015 | 17h29
[caption id="attachment_2962" align="alignleft" width="267"]Neco fez relato nesta segunda na rede social. Para ler a íntegra do post, clique aqui Neco fez relato nesta segunda na rede social. Para ler a íntegra do post, clique aqui[/caption] Após ter declarado (aqui ) que teve um encontro com envolvidos na “Machada” que mudaram sua versão (aqui) e que Jakson Meireles lhe pediu dinheiro para uma nova versão, o prefeito Neco (PMDB) viu sua ex-aliada política Carla Machado relatar (aqui) em uma longa postagem no Facebook sobre uma suposta traição, já que, na visão dela, Neco saberia de toda a trama e não a informou. Também pela redes sociais, Neco (aqui) rebateu as “acusações”, elencou fatos da vida pública dos dois e questionou: “Deixo a última pergunta para todos os amigos, quem é o verdadeiro traidor?” Neco ainda revelou o valor que Jakson teria lhe pedido para “desmentir” a versão inicial que deflagrou a Operação Machada e que isso teria acontecido no fim de 2013. Segundo Neco, o ex-candidato a vereador pediu R$ 1,5 milhão, “mais uma quantia mensal, argumentando que seria para comprar uma casa fora do Município para ele e seus amigos, pois estaria correndo risco de vida com a exposição do que iria falar”. De acordo com o prefeito, em momento “algum ele aceitou as suas propostas e nem ouvi o que ele queria expor, pois eu sabia que o que estava na JUSTIÇA a JUSTIÇA iria averiguar”. Neco não poupou críticas à ex-prefeita. “Te pergunto Carla Machado quem é você para me chamar de traidor? Que na sua vida pública já traiu inúmeras pessoas, por maldade e rancor”, escreveu o prefeito que, na sequência, enumerou fatos da vida pública da ex-aliada. O clima está quente na cidade com as declarações de novas versões da Machadada. Nos bastidores, existem informações que a história vai render ainda mais.
Comentar
Compartilhe
PV na base de apoio a Carla Machado
06/07/2015 | 15h41
[caption id="attachment_2958" align="alignleft" width="282"]PVsss Carla e Rocco fecham aliança para 2016[/caption] Após anunciar aliança com o Solidariedade (aqui), Carla Machado (PT) mostra em seu perfil no Facebook (aqui) que está no Rio de Janeiro com intuito de crescer a aliança tendo em vista a disputa eleitoral de 2016. A ex-prefeita de São João da Barra informou que já confirmou o Partido Verde (PV) na sua base de apoio. A foto mostra encontro com o Secretário Nacional de Mobilização do partido, Roberto Rocco. Agora, segundo Carla, a base para uma possível candidatura em 2016 conta com o PT, no qual ela está filiada, PV, Solidariedade, PPS e Pros.
Comentar
Compartilhe
Com quem vai ficar o Solidariedade em SJB?
06/07/2015 | 15h27
[caption id="attachment_2955" align="alignleft" width="300"]CarlaSD Carla divulgou foto de encontro com Aureo, deputado federal e presidente do partido no estado[/caption] Após o jornal Quotidiano (aqui) noticiar que o Solidariedade era mais um partido a garantir apoio ao prefeito Neco (PMDB) nas eleições do ano que vem, a ex-prefeita e provável candidata ao cargo em 2016, Carla Machado (PT), publicou uma foto no seu perfil do Facebook (aqui), com o deputado Aureo, presidente da legenda no estado, afirmando que ele confirmou o partido na sua base de aliança. A jornalista Suzy Monteiro falou sobre o assunto (aqui). Ao Quotidiano, o presidente do partido no município, Maicon Cruz, afirmou que o apoio seria dado a Neco. “Estive com Áureo, conversei sobre o apoio que dei ao partido na última eleição e ele me deu autonomia para escolher a que lado caminhar e escolhi a atual gestão, que é que melhor representa os interesses da população sanjoanense”, disse Maicon à época. Em apoio a Carla, até o momento, estão oficializados Pros e PPS. Do lado de Neco, os aliados afirmam que farão a maior aliança da história política de São João da Barra. Até o momento, para a chapa encabeçada pelo PMDB de Neco já confirmam apoio: PRB, PDT, PSC, PRTB, PSDB, PC do B e PT do B. As alianças com outros partidos são dadas como certas, mas não foram confirmadas ao blog.
Comentar
Compartilhe
Grussaí tem passarela “estalada”
05/07/2015 | 18h22
[caption id="attachment_2950" align="alignleft" width="300"]Placa de construção da passarela "estalada" em Grussaí Placa de construção da passarela "estalada" em Grussaí[/caption] Demorou um pouquinho para alguém perceber, mas a irrefreável democracia das redes sociais não deixa escapar nada. O capixaba Christiano Pegos, que reside na praia de Atafona há alguns anos, fotografou a placa de inauguração da passarela da localidade de Grussaí, de 2004, e postou em seu perfil do Facebook (aqui). O interessante é que ao invés de ser entregue como uma “passarela estaiada”, um tipo de construção suspensa por cabos constituída de um ou mais mastros, de onde partem cabos de sustentação — como a passarela é —, a placa diz que existe uma passarela estalada. Talvez o autor da “proeza” tenha caminhado pela passarela e ouviu alguns estalos. Daí, ele deve ter resolvido deixar a sensação perpetuada na placa.
Comentar
Compartilhe
Família de Neivaldo pedirá cães farejadores para buscas na ilha do Peçanha
04/07/2015 | 19h04
[caption id="attachment_2940" align="alignleft" width="300"]Bombeiros, familiares e amigos de Neivaldo fizeram varredura sem sucesso na ilha do Peçanha neste sábado (4). Foto: Rony Maltz Bombeiros, familiares e amigos de Neivaldo fizeram varredura sem sucesso na ilha do Peçanha neste sábado (4). Foto: Rony Maltz[/caption] Mesmo com as buscas oficiais encerradas, familiares e amigos de Neivaldo Paes Soares, 54 anos. o “Bambu” — visto pela última vez na noite de 21 de junho, quando iniciava a travessia de canoa entre Atafona e a ilha do Peçanha —, realizaram ontem uma varredura pela ilha do Peçanha, com a presença do Corpo de Bombeiros, mas não tiveram sucesso. De acordo com o irmão de Neivaldo, Élvio Paes Soares, que convocou as buscas de ontem, será solicitado reforço de cães farejadores para realizar buscas na ilha nos próximos dias. — Vamos enviar ofício, solicitando cães farejadores ao Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro. Hoje (sábado), fizemos buscas o dia inteiro, mas não encontramos nada. É uma área extensa e modifica bastante com o avanço e recuo do mar — declarou Élvio. Uma equipe da Polícia Civil esteve na casa de Neivaldo, no dia 29, antes de esclarecimentos serem prestados na 145ª Delegacia de Polícia de São João da Barra durante a semana, por pessoas que estiveram e viram Neivaldo antes do seu desaparecimento, assim como outros moradores da ilha. A hipótese de homicídio não está confirmada, nem descartada. Paralelamente à Polícia Civil, a Marinha do Brasil, através da sua Capitania dos Portos, também abriu investigação sobre o caso. Saiba mais sobre o caso no blog Opiniões: aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui na edição impressa da Folha da Manhã deste domingo (5). Confira outras imagens de Rony Maltz da busca deste sábado: bambu1 bambu2 unnamed (1)bambu4
Comentar
Compartilhe
Neco diz que foi procurado e que lhe fizeram proposta para mudar versão da Machadada
04/07/2015 | 16h18
[caption id="attachment_1358" align="alignleft" width="300"]Neco comentou nova versão da Machadada Neco comentou nova versão da Machadada[/caption] O prefeito Neco (PMDB), de São João da Barra, comentou pela primeira vez sobre o novo depoimento (aqui) de um dos principais envolvidos nas gravações usadas como provas na Operação Machadada, o ex-candidato a vereador pela oposição Jakson Meireles. Segundo Jakson, ele teria recebido R$ 60 mil para forjar provas e seduzir candidatos do então grupo governista, sendo que as gravações foram usadas como se os candidatos tivessem tentado assediá-lo. Ainda de acordo com Jakson, Neco saberia que tudo foi uma farsa e teria sido informado disso desde 2013. O prefeito confirmou que o “delator” lhe propôs uma nova versão, mas “queria muito dinheiro” para tornar o fato público. Além disso, Jakson teria pedido condições para se manter em outra cidade, alegando que correria risco se ficasse em SJB. — Jakson e Rodrigo (outro envolvido na gravação) me procuraram, querendo conversar. Eles disseram que poderiam desmentir tudo. Me reuni com eles sim. Só que eles vieram com valores altos. Além dos valores, queria que eu os bancasse fora da cidade, pois correriam riscos se ficassem em São João da Barra — disse Neco, que acrescentou não ter aceitado a proposta. “Disse que estava na Justiça, a Justiça iria averiguar”, disse o prefeito. Contestado sobre qual versão acreditaria ser a verdadeira, Neco concluiu que da mesma maneira que o procuraram, podem ter procurado outras pessoas. “Não acredito que seja verdade nem a (versão) anterior e nem a de agora”. Mais informações na edição impressa deste domingo (5) na Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Força da maré
04/07/2015 | 14h07
[caption id="attachment_2930" align="alignleft" width="300"]Local sofre há anos devido a proximidade com o litoral e a foz do Paraíba. Local sofre há anos devido a proximidade com o litoral e a foz do Paraíba.[/caption] Os moradores da localidade da Baixada, próximo ao Pontal de Atafona, em São João da Barra, sofreram mais uma vez com a força da maré na foz do Paraíba. Com a variação, as águas invadiram as residências, além de alagar uma rua neste sábado (4). De acordo com o coordenador da Defesa Civil do município, Adriano Assis, esta madrugada foi a de variação mais alta e a próxima madrugada não deve haver transtorno. Além de acreditar na menor variação da maré nas próximas madrugadas, Adriano conta que houve uma intervenção da Defesa Civil, inclusive com duas bombas que auxiliam no escoamento da água que ficou represada numa pequena faixa de manguezal, na rua e nas residências. A Defesa Civil segue em alerta para qualquer eventualidade. [caption id="attachment_2929" align="alignright" width="300"]Bombas são utilizadas para escoar água. Bombas são utilizadas para escoar água.[/caption] Não é a primeira vez neste ano que o blog relata este problema, como pode ser conferido aqui e aqui.
Comentar
Compartilhe
TJ suspende decisão que afastou Walter Jobe e Suledil da Prefeitura
03/07/2015 | 17h45
os doisO desembargador Fernando Cerqueira Chagas, da 11ª Vara Cível do Tribunal de Justiça (TJ) do Rio de Janeiro, suspendeu nesta sexta-feira (3) a decisão do juiz Ralph Machado Manhães Júnior, que determinou (aqui), o afastamento dos secretários Suledil Bernardino da Silva (Controle, Lançamento e Auditoria) e Walter Jobe (Fazenda). O agravo foi interposto pelos secretários e pela procuradoria do município. O desembargador relata que não ignora “a situação difícil por que passa a saúde pública de Campos” Na quarta-feira, Ralph determinou o afastamento imediato de dois secretários municipais de Campos por não terem apresentado documentos solicitados para comprovar o repasse de verbas do Sistema Único de Saúde (SUS) e municipais para as unidades contratualizadas. Jobe e Suledil ficaram “impedidos de ingressarem ou permanecerem em qualquer dependência da Prefeitura”. Em caso de descumprimento, eles poderiam ser presos em flagrante. Segundo Ralph, o caos da saúde municipal é público e notório, constatado, inclusive, por várias inspeções do Ministério Público e ações na Comarca, além de constantes atrasos nos pagamentos. O desembargador informou que “não se está aqui a ignorar a situação difícil por que passa a saúde pública de Campos dos Goytacazes, em especial das entidades privadas que prestam serviço mediante vínculo com o Poder Público. Aliás, a rigor, não podem deixar de prestar esse serviço, posto que essencial à população”. No entanto, ela considera que “não se afigura razoável, nos limites da presente cognição, entender que o imediato afastamento dos secretários de fazenda e de controle, lançamento e auditoria, vá contribuir imediatamente para a melhoria do serviço público de saúde de modo a evitar a paralisação referida”. Fernando Cerqueira observa que o juiz  entendeu inexistir o que claramente estava afirmado em seus acórdãos pelo TJ, de que a decisão agravada interferiu na administração municipal de forma exacerbada e contraditória. Na quinta-feira (2), a Prefeitura de Campos emitiu nota na qual todo o seu secretariado, da prefeita e do vice-prefeito, prestou solidariedade aos secretários Suledil Bernardino (Controle) e Walter Jobe (Fazenda), contra o que chamou de "medida arbitrária adotada pelo juiz da 1ª Vara Cível de Campos, atendendo pedido do Promotor Leandro Manhães". Sobre a decisão de afastamento dos secretários, obtenha mais detalhes na Folha Online: aqui e aqui. Mais informações na edição impressa da Folha da Manhã deste sábado (04).
Comentar
Compartilhe
Audiência sobre transporte público na Câmara de SJB
02/07/2015 | 15h39
unnamedA Câmara de São João da Barra vai promover uma audiência pública na próxima terça-feira (7), às 17h, sobre transporte alternativo. O objetivo é ouvir os usuários, membros e a diretoria da União dos Cooperativados (Unicoop), pois se encontra no Legislativo, o projeto de lei nº 030/15, que dispõe sobre o serviço de transporte alternativo municipal de passageiros em veículos utilitários. O presidente do Legislativo, Aluizio Siqueira, explica que a Prefeitura enviou o projeto no último dia 30 para análise e posterior apreciação em plenário. “Recebi aqui na Câmara, na sessão do dia 30, a diretoria e cooperados da Unicoop, que buscam melhorias e assistência no transporte alternativo. Mas expliquei a eles que o projeto foi protocolado às 14h05, do dia 30 e que o tempo disponível para análise não seria hábil, haja vista, o total de 53 artigos” disse. A matéria será analisada pela procuradoria da Casa. “Para não deixar dúvidas, preferimos marcar essa audiência para ouvirmos os usuários e os cooperados e colocar na pauta um projeto que atenda bem a ambas as partes”, acrescentou Aluizio. Fonte: Assessoria
Comentar
Compartilhe
Justiça determina afastamento imediato de Walter Jobe e Suledil da Prefeitura
01/07/2015 | 23h38
[caption id="attachment_2913" align="alignleft" width="300"]os dois De acordo com Ralph Manhães, eles são que "fazem a destinação, partilha e execução da verba em questão"[/caption] O Juiz Ralph Machado Manhães, da 1ª Vara Cível de Campos, determinou o afastamento imediato de dois secretários municipais de Campos por não terem apresentado documentos solicitados para comprovar o repasse de verbas do Sistema Único de Saúde (SUS) e municipais para as unidades contratualizadas. Walter Jobe, secretário de Fazenda, e Suledil Bernardino, secretário de Controle, Orçamento e Auditoria, estão “impedidos de ingressarem ou permanecerem em qualquer dependência da Prefeitura”. O descumprimento, complementa o juiz, “ensejará a prisão em flagrante dos destinatários da ordem”. No Tribunal de Justiça (TJ) do Rio de Janeiro, a Prefeitura conseguiu a suspensão de uma medida anterior proferida por Ralph. Já o presidente do TJ negou o pedido de reconsideração do promotor Leandro Manhães acerca do bloqueio de R$ 9,25 milhões dos cofres públicos, sendo transferidos para seis unidades conveniadas à Prefeitura que, devido às dívidas, podem suspender o atendimento a pacientes do SUS na próxima terça-feira. Mais informações na edição desta quinta-feira da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Sub-20 do SJB é punido e está fora da semifinal da Taça Corcovado
01/07/2015 | 17h14
[caption id="attachment_2692" align="alignleft" width="300"]FB_IMG_1434221061978 Equipe comemorou primeira classificação na história para uma semifinal. Foto: Lucas Alexandre[/caption] A equipe sub-20 do Esporte Clube São João da Barra, que havia conquistado um classificação inédita (aqui) para as semifinais da Taça Corcovado, foi punida com a perda de 6 (seis) pontos e R$ 900 de multa por ter escalado um jogador irregular e está fora da semifinal. Com a decisão, o Americano, que denunciou a infração, fica com a vaga. A direção do clube só se posicionará sobre o fato nesta quinta-feira (2). O time chegou a disputar primeira partida da fase decisiva contra o Olaria, na qual a equipe sanjoanense havia perdido, em casa, por 2 a 0. A decisão do Tribunal de Justiça Desportiva foi publicada nesta quarta-feira (1). A Federação aguarda decisão do São João da Barra sobre recurso para decidir o prosseguimento da competição. *Com informações do repórter Aldir Sales (Folha da Manhã).
Comentar
Compartilhe
Kaká e Franquis rebatem sobre envolvimento em suposta “trama” da Machadada
01/07/2015 | 11h48
[caption id="attachment_2893" align="alignleft" width="300"]Vereadores apresentaram posicionamento sobre a Machadada Vereadores apresentaram posicionamento sobre a Machadada[/caption] Citados pela ex-prefeita carla Machado (PT) como envolvidos (aqui) em uma suposta “trama” revelada por Jakson Meireles (aqui) para produzir provas para Operação Machadada, os vereadores Franquis Areas (PR) e Kaká (PT do B) estiveram na manhã desta quarta-feira (1º) na Rádio Barra FM para rebater as informações e apresentar suas versões sobre o fato. Ambos foram enfáticos ao declarar que Carla cooptou Jakson para mudar seu depoimento e que eles não têm envolvimento com as gravações utilizadas na Machadada. Kaká ainda falou sobre sua ida à Polícia Federal na tarde desta terça-feira (30) para esclarecimentos sobre uma investigação e defendeu a lisura do delegado Paulo Cassiano no caso. Nas declarações desta terça-feira, Franquis foi citado como quem teria entregue R$ 60 mil a Jakson para “induzir” candidatos do então grupo governista a cair no erro. O vereador do PR negou envolvimento no caso e saiu em defesa de partidários também citados, como o ex-prefeito de São João da Barra Betinho Dauaire e o ex-deputado federal Anthony Garotinho. “Nunca gravei ninguém e não estou envolvido nisso”, reiterou Franquis. Kaká também negou qualquer envolvimento na produção de provas na Operação Machadada. No entanto, o vereador diz que as provas são claras de que Carla buscou candidatos de seu grupo político com o intuito de prejudicar sua candidatura e de outros candidatos da oposição. Kaká também falou que a a ex-prefeita tentou por diversas vezes levá-lo para o seu grupo político, mas que não o fez por não concordar com a forma "criminosa" que ela age. O vereador defendeu as investigações da Polícia Federal. Ambos lamentaram o fato de Jakson mudar o seu depoimento, uma vez que ele já havia declarado a versão anterior por duas vezes. Franquis afirmou que Jakson foi cooptado para mudar sua versão. Vereador na Polícia Federal — Kaká relatou que a intimação da Polícia Federal no caso ao qual ele foi prestar esclarecimentos teria sido desviada para um veículo de comunicação antes mesmo de ele ter conhecimento. Uma sindicância foi aberta na Câmara para saber como isso chegou a um portal. Segundo Kaká, seu depoimento à PF seria por um processo montado pela ex-prefeita Carla, que teria arquitetado uma história na qual ele estaria comprando votos na Chatuba na noite que antecedeu o pleito de 2012, tendo apoio de três policiais militares fardados e com uma viatura. “Não tenho dúvidas que essa investigação será arquivada. Isso só pode ter acontecido na cabeça insana da ex-prefeita. toda vez que a senhora (Carla) vier com uma mentira, eu virei com a verdade”, afirmou Kaká.
Comentar
Compartilhe
Protesto fecha BR 356 na altura de Cajueiro
01/07/2015 | 09h35
[caption id="attachment_2883" align="alignleft" width="300"]Manifestantes bloqueiam BR 356 Manifestantes bloqueiam BR 356[/caption] Cerca de 200 pessoas bloquearam a BR 356, por cerca de 4 horas, na altura da localidade de Cajueiro, 4º distrito de São João da Barra, na manhã desta quarta-feira (1). Os manifestantes estariam desde a noite anterior em uma fila para buscar vaga de emprego na empresa Belov, instalada no Porto do Açu, que tem um galpão à margem da rodovia. O protesto teria tido início devido à divulgação na manhã desta quarta que a empresa não teria mais postos de trabalho disponíveis, quando, segundo manifestantes, fora divulgado que seriam 120. A empresa nega que tenha divulgado número de vagas. De acordo com o gerente de contrato da empresa Belov, Hélio Machado, não havia sido divulgado número de vagas. O que teria acontecido seria uma “falha de comunicação” e distorção de informações. “É uma obra de no máximo 120 trabalhadores. É uma obra submersa, existe um grupo aí de mergulhadores que a gente vai tentar absorver se tiver na região”, disse Hélio. Além de mergulhadores, Hélio afirmou que também serão contratados funcionários da construção civil. A Polícia Militar (PM) esteve no local, aguardando a chegada da Polícia Rodoviária Federal. A alternativa para que tentava passar na rodovia no sentido Campos – São João da Barra foi a SB 02, que liga Degredo a sede do município, passando pelo bairro de Fátima. No entanto, somente esta alternativa não foi o suficiente para evitar transtornos e congestionamentos. A BR foi liberada por volta das 9h50. *Com informações da repórter Carolina Barbosa (Folha da Manhã) e do site Parahybano (aqui).     
Comentar
Compartilhe
Mais um caixa eletrônico arrombado em SJB; desta vez em Grussaí
01/07/2015 | 08h33
[caption id="attachment_2879" align="alignleft" width="300"]Terminal fica na Avenida Liberdade. Foto: José Vitor Silva Terminal fica na Avenida Liberdade. Foto: José Vitor Silva[/caption] Mais um caixa eletrônico foi alvo de arrombamento em São João da Barra. Desta vez, o crime foi em Grussaí, em um terminal do Banco do Brasil, na madrugada desta quarta-feira (1º). De acordo com a Polícia Militar, nenhum valor foi levado. Não é a primeira vez que bandidos tentam saquear este caixa na Avenida Liberdade este ano, houve uma tentativa em março deste. O crime tem se tornado rotineiro nas madrugadas sanjoanenses (aqui). Em abril, um terminal do Banco Bradesco foi alvo de bandidos, que não conseguiram arrombar o cofre e nenhum valor foi levado. Foi o segundo arrombamento ao caixa do Bradesco que fica na rodoviária. O primeiro havia acontecido no dia 8 de janeiro. Em março, o alvo dos bandidos foi um dos terminais do banco Itaú. Vale lembrar que esse terminal da Avenida Liberdade fica em local onde há poucos moradores. Em 2013, após uma tentativa de arrombamento, o Banco do Brasil levou mais de 8 meses até restabelecer o terminal na localidade. Ainda não foi divulgado se há suspeitos do crime. O caso está registrado na 145ª Delegacia de Polícia de São João da Barra.
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Arnaldo Neto

[email protected]