Vereador Edson Batista: pode tudo?
29/11/2015 | 19h34

DO FACE AO BLOG

[caption id="attachment_9407" align="aligncenter" width="480"]O Veículo é carro oficial da Câmara de Vereadores de Campos dos Goytacazes O Veículo é carro oficial da Câmara de Vereadores de Campos dos Goytacazes[/caption]   Nem tão razoável assim Em declaração recente publicada no próprio  site da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, o presidente Edson Batista disse entender "ser razoável",  os valores pagos pela locação destes veículos.  “Pelo valor total de R$ 124 mil, se dividirmos pelos oito meses, o serviço sai a um custo de R$ 15,5 mil mensais pelos seis veículos. Por cada veículo, o custo mensal é de R$ 2.583,33, ou R$ 86,11 por dia"...   Tudo bem, quem tem boca fala o que quer.  Mas seria bem mais razoável se não  nos chegasse,  graças as mídias sociais, as informações de que autoridades estão fazendo este tipo de uso dos carros oficiais, veículos que são pagos com o dinheiro da população campista.   Infelizmente, este não parece ser um caso isolado.  Deixamos aqui a pergunta aos "gestores" atuais do município: Quantos são os veículos oficiais  neste combalido e aviltante governo Rosinha Garotinho,   que atendem a estas  "agendas pessoais"  aos finais de semana? Por Zé Armando
Comentar
Compartilhe
Pescadores trabalham na recuperação do Rio Paraíba do Sul
28/11/2015 | 20h49
[caption id="attachment_9399" align="alignright" width="236"]Robalo capturado, fotografado e devolvido ao rio Robalo capturado, fotografado e devolvido ao rio[/caption] Pesque e Solte A Pesca Esportiva é uma modalidade de pesca onde a principal preocupação é a preservação da vida dos peixes capturados.  O peixe é capturado, embarcado com os necessários cuidados e técnicas,  fotografado e devolvido à água.  A  atividade da pesca e o turismo de pesca esportiva, formam  um mercado de que faz girar milhões de dólares pelo mundo, mobiliza entre outros, os seguimentos de  hotelaria,  viagens, gastronomia, confecção  e,  o de  equipamentos como  varas, carretilhas, linhas, iscas artificiais e acessórios são elaborados com materiais e tecnologias cada vez mais desenvolvidas,  existem casos de uma vara de pesca  que pode  resistir a um peixe de mais de 10 kg, ter peso menor que uma caneta.    Uma espécime de peixe com aptidão para pesca  esportiva,  só pode está pleno em  saudabilidade e atividade,   se o ecossistema estiver equilibrado ou,  o mais próximo possível desta condição. [caption id="attachment_9392" align="alignright" width="300"]Margem de rio totalmente degradada Margem de rio totalmente degradada[/caption] Rio paraíba do Sul A destruição das matas ciliares no Rio Paraíba do Sul, tem sido um dos fatores contribuintes para a redução drástica dos estoques pesqueiros.  Quando as  árvores das margens atingem certa idade,  caem no rio,  e submersas,  servem de abrigo e local de alimentação para várias espécies de peixes, crustáceos, moluscos e,  do super esportivo ROBALO, este,   que é a grande estrela da pesca esportiva das áreas litorâneas,  o ROBALO pode ser encontrado  desde o  estuário(foz dos rios) até centenas de quilômetros acima. Cada vez menos peixes Mudas nativasNos últimos 20 anos, o  desaparecimento  dos cardumes de  Robalos e a absurda redução do tamanho dos peixes capturados tem alarmado os pescadores.  Por conta disto, um grupo de aficcionados, apaixonados pela  pesca  esportiva do ROBALO,   entre estes os pescadores o   Zé Armando Barreto e o Serginho Fagundes, uniram se e formaram uma associação preservacionista,   a  AEESPESC_Associação Estadual Ecológica de Sustentabilidade e Pesca  Esportiva e;   neste Domingo(29_11)   farão uma ação de plantio de cerca de 100 mudas de espécies frutíferas e árvores da Mata Atlântica:  serão Ipês,  Jacarandás, Anjicos, Saboneteiras,  Manacás, também mudas de espécime frutíferas como , Ingá, jabuticaba, Araçá, Goiaba, Cajá, Seriguela.  As mudas serão acomodadas nos barcos dos pescadores que dai seguirão para os barrancos e margens desmatadas, onde aportarão, realizando ali o plantio;   as mudas  já estão em condições ideais para seguir seu  desenvolvimento na natureza:   " a ideia  é utilizar a facilidade de mobilização das embarcações para alcançar as margens desmatadas.  Temos o compromisso do grupo de mensalmente a partir  de agora fazer este trabalho de recuperação de mata ciliar.  Amanhã será o "start",  é um  ação eficiente, temos a  intenção de  ampliar para outros  trechos do Paraíba onde haja degradação da mata, e são muitos, podem ter  certeza. A  saída dos barcos será da  rampa no Sítio dos  Fagundes, em Itereré, que fica na estrada Campos - São Fidélis, onde está a  sede provisória da AEESPESC.  Importante pontuar, que o que permitiu a realização desta primeira ação,  foi a doação inicial feita pelo amigo do Paraíba,   Juarez Noé, proprietário de um viveiro  de produção de mudas de espécimes nativas em Cardoso Moreira.  Já iniciei o diálogo com os órgãos ambientais;  o superintendente do INEA,  Fernando Guida, aprovou de imediato a ação, também o presidente do Comitê de Bacias Hidrográficas do Baixo Paraíba do Sul, João Gomes Siqueira entendeu a importância da nossa iniciativa, tivemos também a oportunidade de expor a nossa intenção ao senhor Zacarias Albuquerque, sub secretário de Meio Ambiente de Campos, temos o apoio e a concordância de todos, tenho a certeza.  O que estamos fazendo é contribuir ao processo de  recuperação de anos de degradação.  Em ações futuras já estaremos  contando  com o envolvimento direto de todas as instituições que trabalham para o meio ambiente e a sustentabilidade". Afirma  Zé Armando [caption id="attachment_9397" align="alignright" width="300"]Ao0Ul-t6MYEnm9T8qavpnOJsqJcfVBFOzguF0tTjfosS Os barcos já chegaram no local do evento deste Domingo[/caption] Para chegar no Sítio dos Fagundes é seguir pela Rod. Campos - São Fidélis,  10 km após  Sta Cruz tem uma linha de trem,  700 mts à direita é a entrada, ao lado do Bar da Regina, pode ir sem medo de errar. "  Queremos dividir com todos a responsabilidade e porque não também o mérito por este trabalho de recuperação das matas ciliares de nosso Rio Paraíba do Sul. "Quando chegamos aqui, este nosso pequeno paraíso era uma área totalmente desmatada, já são oito anos de trabalho, plantando e cuidando do que hoje já são esta enormes árvores.   Faço o convite a quem puder estar presente e este ato de amor verdadeiro por este rio que é um sobrevivente, foram e são muitas  agressões sofridas, as maiores.;   aquela calda negra assassina da Cataguazes,  e o veneno jogado nas águas do Rio Paraíba pela multinacional   Servatis, que quase dizimou todas as espécimes deste rio.  O que estamos fazendo é uma pequena contribuição a recuperação e a preservação desta fonte de água e sobrevivência de toda nossa região.    É preciso deixar claro que apenas [caption id="attachment_9402" align="alignleft" width="231"]Tucunaré capturado e devolvido ao rio Tucunaré capturado e devolvido ao rio[/caption] um primeiro passo vai ser dado amanhã,  queremos fazer mais, queremos ir mais longe nesta luta em prol da natureza, contamos com todos aqueles que possam participar diretamente das ações de plantio e também com os que possam  nos doar mudas de árvores nativas e frutíferas, Na próxima  semana já estará  disponibilizado  o blog e os contatos para interação com nosso projeto.   É  fundamental que fique bem claro que não queremos dinheiro;   apenas mudas de plantas nativas,  para que nosso grupo continue  trabalhando no plantio e na recuperação da mata ciliar nos mais diversos pontos do Paraíba e  demais meios hídricos em nossa região". Disse Sergio Fagundes. Redação do Blog da Coluna
Comentar
Compartilhe
"CAOS E DESRESPEITO" Sexta-Feira, 27_11_2015
28/11/2015 | 00h01
[caption id="attachment_9386" align="aligncenter" width="1754"]Clique na coluna Comentários  para melhor visualizar Clique na coluna Comentários para melhor visualizar[/caption]
Comentar
Compartilhe
Olho vivo no dinheiro público
27/11/2015 | 11h34
[caption id="attachment_9382" align="alignright" width="300"]IMG_1335 Zé Armando Barreto(Blog da Coluna) participante da qualificação[/caption]

Atendendo a convite do Observatório Social, que desenvolve em Campos dos Goytacazes e região, ações de educação para o exercício pleno da cidadania e o controle social  dos gastos públicos, com o objeto de promover a transparência e melhoria na qualidade na aplicação dos recursos. Observatório Social atua com a intenção de minimizar ou até inibir as possibilidades de desvios dos recursos públicos em função de deficiência na gestão ou por meio de atos de corrupção.

O curso de qualificação " OLHO VIVO NO DINHEIRO PÚBLICO"  acontece neste momento ,  o objeto é preparar o cidadão para o combate à corrupção, e é destinada à gestores públicos, organizações e sociedade civil em geral. O curso é ministrado por técnicos do CGU, sobre a orientação  o Dr. Lidienio Lima de Menezes e acontece desde esta manhã(27.11) e irá até amanã(28.11) no UNIFLU, sala 202 (prédio novo), com os seguintes horários e módulos:
Dia 27/11 09:00h as 12:00h – Controle Social. 13:00h às 17:00h – Licitações. Dia 28/11 09:00h às 12:00h – Portal de Transparência.
CGU
Comentar
Compartilhe
ANA EXPLICA LEI DE SEGURANÇA DE BARRAGENS EM AUDIÊNCIA PÚBLICA DA SUBCOMISSÃO DE MINERAÇÃO DO SENADO
25/11/2015 | 12h08
[caption id="" align="alignright" width="598"] Imagem compartilhada nas redes sociais da tragédia humana e ecológica, provocou comoção e, ligou todos os sinais de alerta[rompimento da da barragem da SAMARCO em Mariana-MG][/caption]Em audiência pública realizada em 24/11) no Senado, a superintendente de Fiscalização da Agência Nacional de Águas (ANA), Flávia Barros, explicou a Lei de Segurança de Barragens e como a legislação se aplica no caso do rompimento da barragem Fundão, em Mariana (MG), em 5 de novembro. “As barragens para geração de energia são fiscalizadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL); as de contenção de rejeitos minerais, pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM); as de contenção de rejeitos industriais, pelo IBAMA ou pelos órgãos ambientais estaduais ou municipais a depender do licenciamento ambiental; e as de reservação de água para vários usos, pela ANA, se a barragem estiver localizada em rio de domínio federal, ou pelos órgãos gestores estaduais de recursos hídricos, se localizada em rio de domínio estadual (aqueles cuja nascente e foz estão dentro dos limites estado)”, informou Flávia Barros. Sobre o rompimento da barragem de rejeitos de propriedade da empresa Samarco Mineração SA., a superintendente explicou que, desde que recebeu a comunicação sobre o evento, a ANA tem mantido articulação com diversos órgãos que atuam na bacia hidrográfica, como o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM), o Instituto Estadual do Ambiente (Iema-ES) e com as empresas responsáveis pelo abastecimento das populações ao longo do rio. Segundo Flávia, logo no início, a maior preocupação da Agência foi minimizar os impactos causados pelo despejo dos rejeitos na calha do rio para as captações de água e, consequentemente, para o abastecimento das populações. “A ANA buscou identificar possíveis fontes alternativas com base no Atlas Brasil Abastecimento Urbano de Água, porque não seria possível atender cidades como Governador Valadares apenas com carros-pipa”, disse Flávia. O levantamento da ANA mostrou alternativas emergenciais de abastecimento das populações, levando em conta a avaliação do tempo que as captações poderiam ficar suspensas no rio Doce, bem como a redução de riscos de contaminação da água para as populações. Foram sugeridas como alternativas captações em poços para abastecimento de municípios como Resplendor e Itueta, em Minas Gerais, por exemplo. Para a cidade de Colatina, no Espírito Santo, os dados apontaram a necessidade de uso da água de poços e de caminhões-pipa, dada a dependência total do rio Doce para o abastecimento local. Superadas as alternativas de abastecimento, o monitoramento da qualidade da água bruta do rio Doce passou a ser o foco das atenções. Na esfera federal, a ANA tem monitorado pontos ao longo da calha do rio Doce em parceria com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), nos quais são aferidos parâmetros físicos como turbidez (detritos e lama, por exemplo) e parâmetros químicos, como a concentração de metais (Alumínio, Arsênio, Cádmio, Chumbo, Cobre, Cromo, Ferro, Manganês, Mercúrio, Zinco, entre outros). Para distribuição às populações a água bruta captada precisa de tratamento e, de acordo com os padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde (Portaria MS nº 2.914/2011) devem ser observados outros parâmetros. Esse monitoramento é feito pelas Estações de Tratamento de Água (ETA), de responsabilidade do poder municipal. O debate aconteceu na Subcomissão Permanente de Acompanhamento do Setor de Mineração do Senado Federal e recebeu também representantes do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), da Samarco Mineração SA., do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais. A íntegra deste artigo está em http://www2.ana.gov.br/paginas/imprensa/noticia.aspx?id_noticia=12870 Fonte:  Maile  CERHI-RJ
Comentar
Compartilhe
Fizeram daqui um cortiço?
24/11/2015 | 12h02
Onde se poderia viver o progresso, respira-se o ar úmido  e mofado dos velhos e escuros cortiços. Esta gente pequena usa seus espaços para fazer fofoca, candonga e intriga, se especializaram em falar mal da vida alheia, desrespeitar o espaço, a liberdade e a intimidade  dos vizinhos, lesar os conhecidos e até os desconhecidos com pequenos calotes e golpes.  Fizeram num espaço onde caberia um palácio a construção de um muquifo. Apequenaram nossa gente simples, ofertando espelhos e miçangas, pequeninas esmolas, como fizeram antes os primeiros colonizadores com os nativos.   Eita  gente que não acrescenta  um mínimo que seja.  Passeiam  pelas cercanias, de microfone na mão, irradiando imbecilidades e promessas  vazias, carentes  de verdade e de sinceridade.  É como casa de cupim este cortiço rosa, tem que por abaixo, expurgar e pra garantir incinerar.  Eliminar o mal e trabalhar na construção do bom. É fácil ! Qualquer pouco que se coloque no lugar,  é muito mais do que estes  elementos  instalados e agarrados feito pequenininhos Candirús,  nos canais do poder. Chega de parasitarem nos...
Comentar
Compartilhe
Acabou-se o que era Rio Doce
23/11/2015 | 04h25
[caption id="attachment_9366" align="alignleft" width="250"]Clique para na imagem para matéria da BBC BRASIL Clique para na imagem para matéria da BBC BRASIL[/caption] "Os krenak vivem em uma tribo de cerca de 350 índios atravessada pelo rio, a poucas dezenas de quilômetros da fronteira entre Minas Gerais e Espírito Santo. Tida como sagrada há gerações, toda a água utilizada pelos índios para consumo, banho e limpeza vinha dali.
Vi muito peixe morto, quase desmaiei, de tanto chorar", contou Dejanira de Souza Krenak. (BBC BRASIL)
  Eles pararam o transporte de minério da Vale.   Eles me representam! São os primeiros habitantes e donos legítimos destas terras, chegaram antes de nós e das mineradoras.   Os membros da tribo  Krenak, durante séculos,  passaram por  muitas experiências traumáticas, mas eu acredito que nenhuma tão agonizante, como esta de ver o fim de seu rio sagrado, destruído desta maneira,  pelo branco.  Me envergonho e pelo desculpa, sabendo que não vale um tostão como paga, por conta do mal já feito.  Somos um só povo neste insuportável sentimento de incapacidade, temos o mesmo olhar inerte,  observando a  lama da ganância tocar o mar.    Escorrida como veneno que é,   por mais de 800 km de veias calibrosas e agora corrompidas até churriar no grande  oceano,  intestino do planeta terra, que a tudo acata e digere.   O que se vê por todo o trajeto por onde passou os dejetos da Vale do Rio Doce e agora na Foz, lá em Regência,  é  uma paisagem mórbida, feita por pútrida inspiração daqueles que só enxergam o material, o venal, o vil metal, a qualquer custo.  Morremos mais um pouco, com a semimorte dos povos à margem dos rios, agora de  lama,   formados pelos dejetos da Vale do Rio Doce e de seus sócios, de seus políticos financiáveis, de seu lucro bruto e assassino.  Somos um povo ressecado, como  as  múmias dos peixes, das aves, insetos, vermes e de todos os bichos, plantas e natureza semi sepultados rios abaixo, com a imagem do quanto de vida visível e invisível aos nossos olhos, se perdeu.   O Mar vai receber esta "escória" de pernas abertas,  Netuno  não sabe e nós pobres mortais também  não sabemos a qual custo.  Até quando  e onde  vai descer esta língua   ocre ferruginosa,  sentido norte sul, atlântico abaixo,  também não sabemos.    Não sabemos de nada.   Sabemos apenas que tudo passa, que tudo se transforma que tudo renasce da morte.    Até que nós Fluminenses e Cariocas,  somos experientes nesta coisa de "passagens".  Já morremos esta morte, com a mineradora  Cataguazes,  excretando  lixívia no nosso Rio Paraíba do Sul;  e morremos mais uma vez,   e ressuscitamos mais uma vez com  o despejo criminoso do inseticida Endosulfan, pela  Servatis no nosso  já abatido, combalido,  adoentado  Rio Paraíba.   Nas duas desgraças  o susto e,  junto deste o  alerta máximo,  com folguedos e firulas das autoridades "competentes", e  balançar de bandeiras das consciências ecológicas, isso  aos gritos de: "este é o marco, nada será como antes".    Balela, caiu no esquecimento mas, hoje temos uma nova e absurda tragédia ecológica,  somos experientes, sabemos mais,   sabemos sim;   quem manda é o capital.    " É  piolho que faz piolho e dinheiro faz dinheiro¹".   Agora aprendemos;   é o lucro quem  grita mais alto  e alardeia sem medo de penalização:   "que se dane se acabou-se o que era o Rio Doce.  Vocês ai, índios Krenak e civilizados de merda; chafurdem e catem como fazem porcos, a sua sobrevivência na lama. Porque eu,  sou o dinheiro;   e  eu pago por tudo,  por seus restos, por seus mortos e por  suas lágrimas! Zé Armando Barreto Lama da Vale do Rio Doce chega a Foz em Regência/ES  12241708_1646447332310729_7610385855590749635_n
Comentar
Compartilhe
Eduardo Cunha - Doadores eleitorais legais...
21/11/2015 | 00h34
Ainda meio que embasbacado com o desastre ambiental, humano e econômico provocado pelo "Tsunami" de lama da mineradora Samarco, de propriedade da Cia Vale do Rio Doce, que fez  agora um pobre  Rio Doce, que já não vale quase nada.    Me veio uma vontade de conhecer mais do seguimento. Resolvi então fazer uma pesquisa pelas páginas da internet sobre este negócio  bilionário que é a mineração. E uma coisa leva a outra e, outra e mais outra e ; me deparei com o nome de um deputado, ligado a uma mineradora,  ligado ao  deputado Eduardo Cunha; Cunha, que  recebeu em 2014,   100% das doações para sua campanha de Pessoas Jurídicas.  Entre estes doadores  algumas mineradora, além de  bancos,  da fabricante da Coca Cola e de indústria de bebida alcoólica(beber não pode).    Muito eclético ! Sem a possibilidade de receber financiamento de empresa na próxima eleição, e na possibilidade dele sobreviver,  política e eleitoralmente até a próxima eleição, como faria o financiamento de sua campanha; o dinheiro pra campanha, viria de onde,  da Suissa? Nesse circulo de doações poderosas. Coincidências muito interessantes: a  Líder Taxi Aéreo doou uma cotinha pro Cunha e também  chegou firme nas doações para o então candidato a presidência Aécio Neves e a Rima  Industrial;  chegou juntinho também com o Senador  eleito e ruralista  Ronaldo Caiado. Um círculo muito restrito de favorecimentos e favorecidos.     Fácil observar que  seguimento da mineração é uma das mais expressivas fontes de financiamento eleitoral, nesta linha, um detalhe apavorante é que um ou outro  dos proprietários das empresas mineradoras doadoras são próximos, são   "companheiros deputados" do  Cunha, e   envolvidos no escândalo da " Máfia do Carvão".   Negocinho sujo este;   o  de mexer com carvão.   Aliás, negócio sujo é a regra.   A podridão do Cunha, a lama da Samarco  despejadas na cara da gente é só a capa, uma máscara  sórdida,   disfarçando os absurdos ainda nos  subterrâneos destas atividades. Abaixo a relação das empresa que fizeram doações direto ao  então candidato a reeleição para deputado federal Eduardo Cunha, em 2014  
Crbs S/A 56.228.356/0001-31 R$ 1.000.000,00
Rima Industrial S/A 18.279.158/0001-08 R$ 1.000.000,00
Telemont Engenharia de Telecomunicacoes S/A 18.725.804/0001-13 R$ 900.000,00
Mineracao Corumbaense Reunida S.A. 03.327.988/0001-96 R$ 700.000,00
Lider Taxi Aereo S/A - Air Brasil 17.162.579/0001-91 R$ 700.000,00
Banco Btg Pactual S.A. 30.306.294/0001-45 R$ 500.000,00
Iguatemi Empresa de Shopping Centers S/A 51.218.147/0001-93 R$ 500.000,00
Banco Santander (Brasil) S.A. 90.400.888/0001-42 R$ 300.000,00
Rio de Janeiro Refrescos LTDA 00.074.569/0001-00 R$ 300.000,00
Bradesco Vida e Previdencia S.A. 51.990.695/0001-37 R$ 250.000,00
Recofarma Industria do Amazonas LTDA 61.454.393/0001-06 R$ 250.000,00
Bradesco Saude S/A 92.693.118/0001-60 R$ 250.000,00
Victor Hugo Demolicoes LTDA. 02.624.589/0001-24 R$ 100.000,00
Safra Leasing SA Arrendamento Mercantil 62.063.177/0001-94 R$ 50.000,00
Eleicao 2014 Comite Financeiro Rj Unico Pmdb 20.632.466/0001-17 R$ 32.480,98
Fonte: Transparência Brasil Me vem  aqui uma bruta dúvida se devo, ou não devo  permanecer nesta  minha pesquisa sobre as atividades de  mineração.  O que vocês acham? Zé ArMando Barreto
Comentar
Compartilhe
Vitória da OAB Coluna Comentários 20.11.2015
20/11/2015 | 12h00
[caption id="attachment_9350" align="aligncenter" width="1500"]Clique na Coluna COMENTÁRIOS para melhor visualizar Clique na Coluna COMENTÁRIOS para melhor visualizar[/caption]
Comentar
Compartilhe
Rejeitos das SAMARCO, já atingem Colatina no ES
18/11/2015 | 19h04

Áudio com a notícia

No Espírito Santo, rejeitos avançam pela hidrelétrica de Mascarenhas

 Espírito Santo - A lama de rejeitos segue para a Usina de Mascarenhas, em Baixo Guandu (Secom/Governo do Espírito Santo)
A lama de rejeitos passou pela Usina de Mascarenhas, em Baixo Guandu, divisa de Minas Gerais com Espírito SantoSecom/Governo do Espírito Santo
A equipe do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) registrou a chegada, em Baixo Guandu, no Espírito Santo, dos rejeitos da barragem do Fundão que se rompeu em Mariana (MG), no último dia 5. Os rejeitos passaram pela barragem da Usina Hidrelétrica de Mascarenhas. A previsão é que o deslocamento até o município de Colatina, no Espírito Santo, seja de aproximadamente um dia. O município suspendeu o fornecimento de água na região. Depois de passar por Colatina, na noite de ontem (17), houve uma mudança na descida até Linhares (ES), o que deverá reduzir a velocidade do escoamento, informou a CPRM. Com isso, a previsão é de maior deposição dos rejeitos, aumentando o tempo de chegada a Linhares. O serviço geológico informou que está monitorando em tempo real, por meio de estações instaladas na calha do Rio Doce, a movimentação dos rejeitos após o rompimento das barragens Santarém e Fundão, no distrito de Bento Rodrigues, município de Mariana, na região central de Minas Gerais. Segundo a equipe, o avanço dos rejeitos não causará enchentes nos municípios localizados às margens do Rio Doce. Nos próximos dias, podem ocorrer mudanças na previsão, em decorrência da deposição de sedimentos no reservatório e das chuvas previstas para a região. Fonte: Agência Brasil Ouça a matéria(AQUI) [audio mp3="http://www.folha1.com.br/_midias/wp/blogs/blogdacoluna/files/2015/11/Lama_faz_municipio_de_Colatina_ter_fornecimento_de_agua_cortado.mp3"][/audio]  
Comentar
Compartilhe
Aprovação da Lei do Taxista promove unanimidade na Câmara de Campos
18/11/2015 | 18h01
'Acabamos de receber do presidente do Sindicato dos Taxistas,   Marcelo  Vivório a informação  da  aprovação de  forma unânime da lei municipal que regulariza as condições de atuação dos profissionais condutores autônomos de veículos'. O Blog da Coluna informou (AQUI)  o início desta batalha, com  o protocolo da   Lei,   que trará benefícios a muito ansiadas; do artigo anterior:    "Traz em seu escopo o direcionamento ao atendimento de várias demandas da categoria, tais como:   implantação de pontos rotativos, vistoria municipal sem ônus, uma vez que como é feito atualmente, tem se o entendimento de ser um caso de bitributação,  ajustamento para valores suportáveis aos taxistas de multas municipais, reconhecimento da categoria de acordo com a lei federal em vigor, regulamentação de transferência de para terceiros e herdeiros, com  atenção e prioridade para os taxistas auxiliares e já com três anos de atividade, redução do equivalente de  1 taxista para cada 1200 habitantes, para o número de 1 taxista para cada 500, o que permitiria de imediato  a regulamentação  de um grande número de profissionais, implantação da data base para discussão de reajustes de tarifas,  que passará a ser o dia 1º de Janeiro".
[caption id="attachment_9343" align="alignleft" width="316"]Vereador Paulo Genásio, presidente Marcelo Vivório e Vereador José Carlos após a aprovação da nova Lei dos Taxistas Vereador Paulo Genásio,  presidente Sindicato dos Taxistas Marcelo Vivório e Vereador José Carlos após a aprovação da nova Lei dos Taxistas[/caption] A Emenda foi ajustada as exigências apenas no que se refere a denominação. Originalmente    foi apresentada como EMENDA MODIFICATIVA e  adequada  a denominação de INDICAÇÃO LEGISLATIVA PARA QUE SE DÊ NOVA REDAÇÃO A LEI Nº 3511/78 – LEI DO TAXI, o escopo da indicação não recebeu alteração em relação a redação inicial.  Abaixo  compartilhamos  o texto aprovado,  com a informação  de que são os  vereadores  José Carlos e Paulo Genásio os autores da indicação, mobilizados no propósito pelo atual presidente do SICAVEROC_Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários de Campos,  Sr.Marcelo Vivório. " É realmente uma vitória de toda a classe,  alcançada com muita luta e envolvimento de todo nossos associados. Agradeço a todos os vereadores desta casa ms, um agradecimento muito especial aos vereadores Genásio e José Carlos pelo empenho e pela celeridade que deram ao atendimento desta demanda de todos os Taxistas de Campos. Segundo fui informado , a lei segue agora para a chancela da prefeita Rosinha; tenho certeza que ela entende a dificuldade por que passamos sem esta lei regulamentada,   não vai demorar a apreciar e mandar publicar.  Disse Marcelo Vivório. No primeiro parágrafo da nova lei   o destaque ao reconhecimento da profissão de Taxista.
Art. 1º - Fica reconhecida, no município de Campos dos Goytacazes, a profissão de taxista, conforme a Lei Federal 12.468, de 26 de Agosto de 2011.  Parágrafo único: A Prefeitura Municipal concederá outorga para exploração de serviços de taxi, numa proporção de um veículo para 500 (quinhentos habitantes).
  Indicação legistativa Taxistas Armando perfil suavePor Zé Armando Barreto  
Comentar
Compartilhe
Apenas 2(duas) emendas federais para Campos em 2016
17/11/2015 | 18h56
[caption id="attachment_9307" align="alignright" width="327"]Imagens da internet Imagens da internet[/caption] Apenas e somente os deputados Julio Lopes(PP) e Clarissa Garotinho(PR),   apresentaram emendas ao LOA 2016 da União, direcionadas ao município de Campos dos Goytacazes, num total de 5,3 milhões. A deputada Clarissa indicou recursos para educação básica(FNDE) e Julio Lopes para infraestrutura urbana(M. das Cidades). Fica a dúvida: o município não precisa de recursos federais ou os deputados perderam o interesse em aportar recursos em Campos. Bom, é sempre melhor que nada! De qualquer formar é orar e vigiar, pois que na crise atual; "pouco com Deus é muito".
Comentar
Compartilhe
"causa finita est" _ OAB/Campos dos Goytacazes
16/11/2015 | 20h02
A coisa não está nada fácil pros apoiados pelo Garotinho.    A derrota estava anunciada. Fazemos a sugestão que leiam os comentários da do artigo original, por ocasião do  evento de apoiamento a candidatura do Dr. Guru.   CLIQUE NA IMAGEM [caption id="" align="aligncenter" width="551"] Clique na imagem para acessar artigo original sobre o apoio do garotinho ao candidato derrotado Gurú..[/caption]   A notícia da vitória em primeira mão no Blog da Suzy Monteiro (AQUI)
Comentar
Compartilhe
O clima é de guerra na câmara de São Francisco de Itabapoana (atualização 16/11/2015 23h47)
16/11/2015 | 15h58
A força das redes sociais Uma denúncia feita por internauta levantou a discussão nas redes,  sobre o estado de total abandono do prédio  recém  construído da Câmara Municipal de São Francisco de Itabapoana.   O debate teve  início nas redes sociais e esquentou  em   emissora de rádio local, com trocas de acusações entre o vereador Renatinho de Buena,   presidente e  filho do  atual vice prefeito do município e,  o ex presidente Claudinho Viana,  que construiu  a nova sede da Câmara de vereadores de São Francisco de Itabapoana. Síndrome  da obra alheia A obra da nova sede,  custou aos cofres  do município R$  1.495.921,63,  aqui sem informação de eventuais aditivos, foi concluída na gestão do ex presidente Claudinho Viana, que se encerrou em 31 de Dezembro de 2014.    A construção   porém só  teve   seu aceite(documento de conclusão)  em Março de 2015,    já na gestão do atual presidente.    Há  informações  de que desde janeiro  o prédio está   abandonado.    As atividades dos vereadores ,    continuam acontecendo no antigo local que é alugado por R$ 114.000,00 anuais.    Apenas em  início de Setembro de 2015,  quando um forte vendaval destruiu uma das  vidraças  do plenário na nova câmara,  aconteceu uma vistoria ao prédio [documentos compartilhados ao Blog da Coluna],   onde foram percebidas algumas pequenas exigências,  pelo observado no documentos,  nada que interferisse na imediata ocupação e utilização da nova câmara;   uma destas exigências  seria a pintura do rodapé do plenário.      Apenas para ilustrar:  este mesmo vendaval vitimou um empresário ceramista , atingido pela queda de uma árvore e,  derrubou uma torre de celular em Campos . Nas ondas da Rádio São Francisco Pressionado por denuncias nas redes sociais, a  atual presidência da casa de leis em   São Francisco,  buscou a mídia  local, mais precisamente a tradicional rádio comandada pelo Paulo Noel,   para justificar o abandono e;   apontou   falhas na execução da obra,  pondo em dúvida  a eficiência da empresa responsável pela execução da obra de construção da nova  câmara.   Um  fato de muita relevância,   é  o de que esta mesma empresa,  a  Winner empreendimentos,  é parte um outro processo licitatório patrocinado pela Câmara Municipal,   desta feita   a pavimentação do pátio  adiante da nova sede.    O certame  deu-se  conflituoso,   tendo sido levantada  suspeição do processo  pela  empresa,   e  esta  por se entender prejudicada,  e diante da intromissão no processo  do presidente Renato, que todo o tempo esteve  presente ao certame;  encaminhou  ao Tribunal de Contas do Estado uma representação, que ainda se está em  análise no TCE/RJ. ACESSE AQUI Seria retaliação? Angú de caroço Dinheiro alheio,   do cidadão Sanfranciscano,   ou de qualquer outro município que seja,  merece e precisa ser melhor cuidado. A coisa alheia, do contribuinte, do povo merece mais respeito.   Aparentemente, esta não tem sido a preocupação de alguns gestores.   A câmara de São Francisco tem um repasse médio de 400 mil mensais,   quase 5 milhões anuais, então seria por demais esclarecedor que se tivesse acesso as aplicações destes valores, mesmo porque,   assim   obriga a Lei nº 12.527/2011,   LAI_Lei de acesso a informação.  A população pode e deve exigir o cumprimento desta lei !     É fundamental para fiscalizar a destinação dos recursos públicos, entender a correção da atuação administrativa, tanto do vereador Renato de Buena,  atual  presidente da Câmara dos Vereadores,  como dos presidentes que o antecederam. Se não houver  a publicitação das informações é bem provável que a população entenda que:   tem caroço de baixo desse angú ?   [caption id="attachment_9295" align="aligncenter" width="591"]clique na imagem para acessar processo no TCE RJ Clique na imagem para acessar processo no TCE RJ[/caption] Atualização em   Por email, o BLOG DA COLUNA recebeu do arquiteto Jean Carlos Azevedo, responsável da WINNER Empreendimentos, a nota sobre a execução obra da nova câmara, informações que se contrapõe ao que foi dito pelo vereador Renatinho de Buena, atual presidente da casa.  
NOTA DE ESCLARECIMENTO A WINNER EMPREENDIMENTOS E SERVIÇOS LTDA vem a público esclarecer que de posse da cópia do áudio da gravação da fala do Exmo. Senhor Presidente da Casa de Leis deste Município nesta data, cabe-nos tecer alguns comentários: A obra da Sede da Câmara Municipal de São de Itabapoana foi entregue oficialmente no dia 31/03/2015 data esta que recebemos documento oficial emitido em papel timbrado da Casa de Leis e assinado pelo fiscal contratado “Aceite Definitivo da Obra”. Nossa empresa não tem responsabilidade nenhuma sobre a inauguração ou não da referida obra, cabendo à Casa de Leis esta responsabilidade, porém não podemos aceitar em hipótese alguma que o Exmo. Senhor Presidente da Casa de Leis deste Município venha colocar a culpa em nossa empresa pela não inauguração da obra. Ressaltamos ainda que no último dia 15 de setembro de 2015 o Exmo. Senhor Presidente da Casa de Leis deste Município esteve na obra acompanhado do seu fiscal contratado e fez uma vistoria minuciosa em todos os blocos da referida obra e listou apenas 05 (cinco) itens, sendo que 03 (três) dos itens listados não seriam de responsabilidade de nossa empresa, são eles:
  • Correção do forro do Plenário e Salão Nobre;
  • Revisão das Esquadrias com substituição de vidros quebrados;
  • Complementação de manta nas calhas onde faltando; • Quanto à correção do forro do Plenário e Salão Nobre, vale ressaltar que estes serviços foram executados por outra empresa, havendo, portanto um grande equívoco em exigir que façamos os reparos.
  • Quanto a Revisão das Esquadrias com substituição de vidros quebrados, ressaltamos que os referidos vidros caíram no mesmo dia em que um vendaval fez estragos em nossa região, inclusive com morte de um empresário a baixada e arrancou uma torre de celular derrubando sobre 04 casas (veja fotos em anexo – extraídas do www.campos24horas.com).
  • Quanto complementação de manta nas calhas onde faltando, ressaltamos que não tínhamos nenhuma responsabilidade, pois o quantitativo contratado já havia sido executado em sua totalidade, porém resolver executar sem custa extra para Casa de Leis.
Lamentamos que o Exmo. Senhor Presidente da Casa de Leis, use deste tão conceituado meio de comunicação para faltar com a verdade, pois o mesmo mente ao afirmar que a obra já foi paga em sua totalidade, a nossa empresa ainda possui um saldo a receber, pedido de pagamento datado de 08/09/2015 e até a presente data ainda não foi liquidado pela Casa de Leis. Seria mais elegante se o Exmo. Senhor Presidente da Casa de Leis, pudesse voltar a fazer uso deste veículo de comunicação e relatasse para todos os ouvintes desta Municipalidade que em janeiro de 2015, solicitou verbalmente que executássemos  alguns serviços sem custo adicional para a Casa de Leis e que prontamente executamos sem custo algum para a Casa de Leis, são eles:
  1. Executamos serviços de 103,00m² de pavimentação de inter-travado ligando o estacionamento interno até a sala da Presidência e desafiamos o Presidente aprovar com documentos que pagou por estes serviços;
  2. Executamos serviços de pavimentação de caixa de brita nº 01 em todos os prismas de ventilação, e desafiamos o Presidente aprovar com documentos que pagou por estes serviços;
  3. Executamos recentemente 40,00m² de manta alumínio sobre lajes expostas, sem custo algum para a Casa de Leis, e desafiamos o Presidente aprovar com documentos que pagou por estes serviços;
Informamos que desde que recebemos o ofício nº 0191/2015 em 15/09/2015, procuramos atender os itens que são de nossa responsabilidade e estamos aguardando somente a chegada dos vidros para serem reinstalados. DOS CERTAMES DA PAVIMENTAÇÃO DO ESTACIONAMENTO Vale mencionar ainda que participamos em igualdade de condições dos 02 (dois) certames publicados por esta Casa de Leis, sendo que 01 (um) deles impugnamos por conter vícios e que a Procuradoria da Casa de Leis reconheceu e cancelou (Tomada de Preços nº 001/2015 - CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS DE PAVIMENTAÇÃO E URBANISMO DO ESTACIONAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO ITABAPOANA – RJ). E o atual certame Tomada de Preços nº 002/2015 - CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS DE PAVIMENTAÇÃO E URBANISMO DO ESTACIONAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO ITABAPOANA – RJ, não concordamos com a atitude da Comissão de Licitação que durante o certame franqueou a palavra ao Exmo. Sr.Presidente da Casa de Leis e o mesmo ao fazer uso da palavra, foi muito infeliz e nos humilhou diante de todos os licitantes presentes, usando inclusive de palavras de baixo calão. Com base na última visita (15/09/2015) que o Exmo. Sr. Presidente da Casa de Leis, fez junto com o fiscal contratado e que na ocasião encontrou somente 05 pendências, sendo somente 02 delas de nossa responsabilidades. Cumpre-nos o dever de informar que protocolamos junto a Casa de Leis desta Municipalidade através do protocolo de nº 0144/2015 – fls 42 – Livro 002 - data: 16/03/2015 um pedido de Reequilibro Financeiro do Contrato, pedido este que está previsto no contrato e até a presente data a Casa de Leis não nos respondeu. Da mesmo forma protocolamos e fizemos constar como processo protocolado que executamos R$ 289.640,35 (duzentos e oitenta e nove mil seiscentos e quarenta reais e trinta e cinco centavos) além do que fomos contratados, serviços estes que não recebemos por eles, mas que comprovamos através de planilhas e memórias de cálculos que foram executados extra contrato. A pergunta que não podemos deixar de fazer é a seguinte:
  • Porque somente depois que participamos em igualdade de condições dos 02 (dois) certames (TP nº 001 e 002/2015) o Exmo. Sr. Presidente resolveu nos atacar uma vez que a obra já foi entregue desde 31/03/2015? 
Atenciosamente; Jean Carlos Gomes de Azevedo
 
Comentar
Compartilhe
É rolo comprimido
16/11/2015 | 14h07
Em Qualquer conta que se faça: 12 é menos que 13. [caption id="" align="alignleft" width="227"] Da bancada de 25 vereadores apenas 12 estavam presente a reunião com o  secretario de saúde[/caption] E  destes 12 podem ser subtraídos 2 ou três a qualquer momento.   Hora de necessidade da situação rosácea garotiniana, começar a somar uns "sacrifícios a mais" para    garantir que o rolo "compressor", como bem titulou entre aspas o Bastos,  não aparente estar tão comprimido, como se vê na imagem compartilhada abaixo do Blog do mesmo Jornalista Alexandre Bastos, onde dos 25 vereados apenas 12 marcaram presença na conversa afiada com o substituto do Dr. Chicão na secretaria de saúde de Campos dos Goytacazes.
Comentar
Compartilhe
Tornar sem efeito a Resolução 15/2015 do Senado Federal
14/11/2015 | 11h23
Preocupação com o dinheiro público "A ideia é iniciar uma mobilização junto aos senadores da República, aos quais se tem acesso. Que a partir desta quarta feira deverão atuar no convencimento de seus pares, para tornar sem efeito a Resolução 15/2015, que permite a união, estados e municípios contratar dívidas, justificadas por "excepcionalidades", sem a responsabilidade das liquidações da dívida no período de suas respectivas gestões". Para rememorar
PROJETO DE RESOLUÇÃO DO SENADO nº 15, de 2015 Ementa e Explicação da Ementa Altera a Resolução n° 43, de 2001, que dispõe sobre as operações de crédito interno e externo dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, inclusive concessão de garantias, seus limites e condições de autorização, e dá outras providências, para permitir, excepcionalmente, a antecipação de receitas decorrentes da exploração de petróleo e gás natural pelos Estados, pelo Distrito Federal e pelos Municípios, na hipótese que prevê.
Preocupado com o futuro de nossa gente Mais preocupados com a temporalidade da ação, fazemos aqui uma outra sugestão: não seria de maior eficiência fundamentado pelas informações da absurda administração atual, reconhecidamente perdulária, despreparada, desqualificada, ineficiente, oportunista e despreocupada com o que é público, buscar um mandato de segurança no Supremo Tribunal Federal, intentando tornar sem efeito a Resolução 15/2015 ? Senadores e Ministros, pensamos que trabalhando junto, chegaremos a uma solução? Partiu Brasília... Comentário Inspirados por Jean Cocteau; " Não sabendo ser impossível, eles fora lá e fizeram"...
Comentar
Compartilhe
Sexta feira 13 em Campos dos Goytacazes
13/11/2015 | 12h49
[caption id="attachment_9277" align="aligncenter" width="1500"]CLIQUE NA IMAGEM  PARA MELHOR VISUALIZAR A COLUNA COMENTÁRIOS CLIQUE NA IMAGEM PARA MELHOR VISUALIZAR A COLUNA COMENTÁRIOS[/caption]
Comentar
Compartilhe
Iranduba podia ser aqui?
11/11/2015 | 12h46
[caption id="" align="alignleft" width="300"] Xinaik Silva Medeiros, prefeito de Iranduba (Foto: Reprodução/Facebook)[/caption] O prefeito da cidade de Iranduba, Xinaik Silva Medeiros, foi preso pela Polícia Civil nesta terça-feira (10), em Manaus, por suspeita de integrar um esquema de desvio de dinheiro e fraudes em licitações na Prefeitura do município. O desvio ultrapassa R$ 56 milhões em recursos municipais e estaduais. A prisão ocorreu durante a operação "Cauxi", deflagrada pelo Ministério Público do Estado do Amazonas. Ele deve ser encaminhado ao Comando de Policiamento Especializado (CPE). Medeiros foi detido após comparecer à sede do Ministério para prestar depoimento sobre as supostas fraudes. Pela manhã, a polícia fez buscas na residência dele, em Iranduba, mas o gestor municipal não foi localizado no local. Horas depois, advogados de defesa comunicaram que ele iria se apresentar ao órgão.
Leia a matéria completa no Site G1_Amazonas(AQUI)
Comentar
Compartilhe
Plenário do TSE aprova Calendário Eleitoral das Eleições de 2016
10/11/2015 | 20h39
Sessão plenária administrativa do TSEO Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, na sessão administrativa desta terça-feira (10), o Calendário Eleitoral das Eleições Municipais de 2016. A eleição ocorrerá no dia 2 de outubro, em primeiro turno, e no dia 30 de outubro, nos casos de segundo turno. O calendário contém as datas do processo eleitoral a serem respeitadas por partidos políticos, candidatos, eleitores e pela própria Justiça Eleitoral. Os eleitores vão eleger em 2016 os prefeitos, vice-prefeitos e vereadores dos municípios brasileiros. Ao apresentar relatório e voto sobre a resolução do calendário, o ministro Gilmar Mendes informou que, em 19 de março de 2015, oficiou a todos os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) para que enviassem ideias e sugestões a serem apreciadas na oportunidade da elaboração das instruções sobre as regras das eleições do ano que vem. O ministro acrescentou que a minuta de resolução encaminhada aos gabinetes dos demais ministros considerou as sugestões das Cortes Regionais e dos grupos de trabalho e unidades técnicas do TSE. Ele agradeceu a valorosa contribuição do ministro Henrique Neves que, juntamente com as áreas técnicas, assessorias do Tribunal e equipe do gabinete do relator, “realizou em exíguo prazo estudos visando ao aperfeiçoamento do texto da minuta de resolução do calendário eleitoral”. O ministro salientou, ainda, a participação dos TREs com as suas propostas. Gilmar Mendes ressaltou que, diferente de outras eleições, em que a minuta do calendário eleitoral foi aprovada no primeiro semestre do ano que antecede o pleito, esta foi submetida à apreciação do Plenário apenas agora em razão da perspectiva de reforma política pelo Congresso Nacional, que culminou com a sanção da Lei nº 13.165, de 29 de setembro de 2015. “A expectativa de alteração de várias datas relevantes do processo eleitoral foi confirmada, como se sabe. O texto ora proposto contempla as alterações promovidas pela referida Lei na legislação eleitoral, a qual reduziu substancialmente o tempo de duração do processo eleitoral ao modificar o período das convenções partidárias, a data limite para o registro dos candidatos, o período para a realização das propagandas eleitorais, dentre outros marcos”, acrescentou o relator. O presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, disse que, realmente, a reforma eleitoral promovida neste ano “alterou de maneira significativa e profunda o calendário das eleições, inclusive com a redução do tempo de campanha”. Dentre as principais mudanças no Calendário, estão: Filiação partidária Quem quiser concorrer no próximo ano, deve se filiar a um partido político até o dia 2 de abril de 2016, ou seja, seis meses antes da data das eleições. Pela regra anterior, para disputar uma eleição, o cidadão precisava estar filiado a um partido político um ano antes do pleito. Convenções partidárias As convenções para a escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações devem ocorrer de 20 de julho a 5 de agosto de 2016. O prazo antigo estipulava que as convenções partidárias deveriam acontecer de 10 a 30 de junho do ano da eleição. Registro de candidatos Os pedidos de registro de candidatos devem ser apresentados pelos partidos políticos e coligações ao respectivo cartório eleitoral até as 19h do dia 15 de agosto de 2016. Pela regra passada, esse prazo terminava às 19h do dia 5 de julho. Propaganda eleitoral A resolução do calendário das eleições de 2016 incorpora, ainda, outras alterações produzidas pela reforma eleitoral, como a redução da campanha eleitoral de 90 para 45 dias, começando em 16 de agosto. O período de propaganda dos candidatos no rádio e na TV também foi diminuído de 45 para 35 dias, tendo início em 26 de agosto, em primeiro turno. Confira aqui a íntegra do Calendário Eleitoral das Eleições de 2016. EM, BB/JP [caption id="attachment_9268" align="aligncenter" width="511"]CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR INSTRUÇÃO  SOBRE O CALENDÁRIO ELEITORAL 2016 CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR INSTRUÇÃO SOBRE O CALENDÁRIO ELEITORAL 2016[/caption]   Armando perfil suaveZé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Demissões batendo à porta no Hospital do Plantadores
10/11/2015 | 12h20
Reunião aconteceu esta manhã, com a pauta: " cortar na própria carne". De acordo com funcionários, a situação está nestes níveis por conta da falta de pagamento da prefeitura de Campos dos Goytacazes. O corte pode ser de até 200 funcionários e independente de função ou setor. Se acontecer, será o caos nesta tradicional instituição hospitalar. O Dr. Geraldo Venâncio que assumiu hoje a secreraria de saúde parece ser o próximo na linha dos "fritáveis" da engonhada e decadente estrutura administrativa municipal.   Ou será que pagar o que é devido aos Plantadores e, evitar que tantos profissionais, pacientes e suas famílias sejam prejudicados não é da responsabilidade do secretário?  
Comentar
Compartilhe
Todos somos Irandubenses !
10/11/2015 | 09h31
Acabei de receber  via Wats app
Mega operação contra corrupção em Iranduba(AM), mais de 30 mandados de prisão e cerca 200 milhões desviados dos cofres publicos. A operação é deflagrada pela Policia Federal. Envolvimento do prefeito, vereadores e empresários. (neste instante)
Só uma coisa me veio à cabeça: -  Todos somos Irandubenses ! Por Zé Armando
Comentar
Compartilhe
Dengue põe população de Gargaú em alerta...
09/11/2015 | 16h47
Gargaú praia boa Não é esta a primeira mazela, nem mesmo uma primeira vez que a uma doença como a  Dengue apavora Gargaú,  localidade litorânea, comunidade tradicional de Pescadores, polo produtivo e turístico de São Francisco de Itabapoana.      A população reclama da pouca ou nenhuma iniciativa  da secretária de saúde, é o reclame: " falta de fumacê; embora saibamos , Gargaú está envolvida por manguezais e outras espécimes poderiam ser prejudicadas,  falta erradicação dos focos e possíveis focos de larvas, falta informação,   falta atenção do poder público" . Pois Zé. "Tudo antes no quartel de Abrantes." Uma batalha de todos Este é um  combate que precisa acontecer dentro dos domicílios, será  fundamental a iniciativa e envolvimento dos próprios moradores,    isso com óbvia orientação e apoio das autoridades da saúde.    Muitas vezes nós temos o cuidado e o nosso vizinho não, quem sabe numa boa conversa pode  ser a  ajudar necessária para a  solução.    A população  não pode mais esperar, são os maiores prejudicados  e,  transferir a responsabilidade para os desqualificados,   e muitas vezes omissos gestores da saúde do município, não trará a solução. Falta recursos Em um bate papo  na beira da maré,   surgiu uma conversa de que o município é pobre,  os recursos pra saúde são poucos.  Um dos presentes,   retrucou:  " tira a merenda dos caras e bota na saúde."   Alguns não entenderam. Eu entendi !  E,  como não sou muito de ficar de fora da discussão e então, lá vái: -  Está na hora da população mostrar sua força,  se mobilizar, tomar as rédeas e ter atitude cidadã, neste caso, fazer acontecer uma ação espontânea de combate ao mosquito da dengue.     Mas,  é também  necessário que o povo simples, mas guerreiro;   caminhe um pouco mais adiante e inicie um  ação mais ampla;   tome uma atitude,  uma iniciativa cívica  que  passe a  combater também  a um grupo de "politiqueiros  gananciosos",  de intenções venais e pessoais, timinho  pequeno e podre,   incrustados principalmente nas câmaras de vereadores dos municípios de todo o território.      SFI não é exceção!   Merendinha Sobre o que disse o companheiro, à beira da "profumosa" Maré,   em Gargaú.      Existe uma antiga e sintomática suspeita de que  acontecem desvios,   também na saúde,    para sustentar a " merendinha"  dos  politiqueiros;   melhor que seja apenas suspeita.   Mas, se não for,  fica    mais simples e fácil ,  afrontar a quem tem a obrigação de combater  doenças endêmicas como a dengue e a corrupção.   Não é nossa obrigação, mas compartilho aqui a suspeita do companheiro pescador de Gargaú, feita à margem da apodrecida Maré. E digo:   Senhores do MPE e MPF, tá bom de olhar de perto...               Armando perfil suavePor Zé Armando Barreto  
Comentar
Compartilhe
Seis ações sustentáveis do Minha Casa Minha Vida em condomínios populares
06/11/2015 | 12h45

Sustentabilidade

Venda de energia solar gerada nos telhados, aquecimento solar de água do chuveiro e biodigestores são iniciativas testadas pelo programa
Publicado: 27/10/2015 17h20Última modificação: 27/10/2015 18h49
O programa Minha Casa Minha Vida, além de melhorar a qualidade de vida de mais de 9,6 milhões de famílias com renda salarial de até um salário mínimo, também ajuda na preservação do meio ambiente com as ações sustentáveis adotadas em suas construções. Replicadas em empreendimentos País afora, essas soluções são muitas vezes simples, mas têm forte impacto positivo na qualidade dos condomínios e no bolso dos moradores. Confira algumas das ações implementadas: Aquecimento solar de água Mais de 224 mil famílias beneficiadas em todo o País contam com um sistema de aquecimento solar de água do chuveiro. Segundo a Associação Brasileira de Ar Condicionado, Refrigeração, Ventilação e Aquecimento (Abrava), além de não poluir, a utilização desse sistema pode reduzir a conta de luz em até 30%. Microusina de energia solar Os 9.144 painéis fotovoltaicos instalados nos telhados transformaram os condomínios Praia do Rodeadouro e Morada do Salitre, em Juazeiro, no sertão baiano, em uma microusina de energia solar com potencial para produzir 2,1 Mega Watts (MW), o suficiente para abastecer 3,6 mil domicílios em um ano. O projeto-piloto fez das mil famílias sócias do empreendimento. A energia vendida à distribuidora local rendeu R$ 1,89 milhão líquido entre fevereiro de 2014 e junho deste ano. O valor economizado é dividido. Parcela de 60% vai para o bolso das famílias, outros 30% abastecem um fundo de investimentos para o condomínio e a associação de moradores e os 10% restantes pagam as despesas de manutenção dos residenciais. Em números, cada condomínio arrecada cerca de R$ 60 mil mensais, o que permitiu financiar centro comunitário, sala de informática, parada de ônibus, sinalização de trânsito e atendimentos médicos semanais. Cada família recebeu R$ 1.133 até junho, o que dá uma média de R$ 70 mensais, valor capaz de cobrir as prestações mensais do Minha Casa Minha Vida, que variam de R$ 25 a R$ 80. Biodigestores [embed]https://youtu.be/_Voj2lUqXHc[/embed] O Minha Casa Minha Vida Rural começou a incluir biodigestores nas residências entregues pelo País em 2014. Atualmente, 335 famílias de agricultores fazem uso desta tecnologia em Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Goiás. Os biogestores são equipamentos que processam matéria orgânica, como dejetos animais e restos de alimentos, transformando-os em biogás e biofertilizantes. Com eles, os agricultores podem produzir energia elétrica, gás de cozinha, adubo orgânico para capim e plantações, incluindo pomares, sem alterar o sabor dos alimentos. Pelas contas de José Jackson, pequeno agricultor de Itaberaí (GO), a 100 km de Goiânia, a economia com biodigestor deve chegar a R$ 1,5 mil por ano. Desenvolvimento Sustentável  A estratégia de Desenvolvimento Integrado e Sustentável de Territórios (DIST) nasceu da necessidade de criar projetos nas áreas de saúde, ambiente, cultura, comunicação, esporte, lazer e formação técnica profissional para famílias de baixa renda que vivem em empreendimentos do Minha Casa Minha Vida. Um dos projetos bem-sucedidos do DIST é o "Guerreiros sem Armas", implantado pelo Instituto Elos na Baixada Santista. Ele funciona em um galpão que recebe crianças diariamente para atividades culturais como oficinas de fanzine, cinema de rua e festas culturais. Casas de madeira (Wood Frame) Nem todos os imóveis entregues pelo Minha Casa Minha Vida são de alvenaria. Uma tecnologia sustentável a seco homologada por Caixa e Ministério das Cidades possibilita a construção de casas de madeira. O método alemão conhecido como wood frame (quadro de madeira) reduz em 75% a demanda por mão de obra e ainda minimiza o impacto ambiental da construção, uma vez que a opção por matérias-primas renováveis gera apenas 25% dos resíduos de um canteiro comum. Selo Casa Azul Criado pela Caixa Econômica Federal em 2010, o Selo Casa Azul é uma classificação socioambiental de projetos habitacionais financiados pelo banco para reconhecer empreendimentos que adotem soluções eficientes na construção. O selo possui 53 critérios de avalição e seis categorias: qualidade urbana, projeto e conforto, eficiência energética, conservação de recursos materiais, gestão da água, e práticas sociais.
Fonte: Portal Brasil
Comentar
Compartilhe
Cade o plano ? Coluna Comentários 06.11.2015
06/11/2015 | 06h17
[caption id="attachment_9246" align="aligncenter" width="2000"]Clique na imagem para melhor visualizar  a Coluna COMENTÁRIOS Clique na imagem para melhor visualizar a Coluna COMENTÁRIOS[/caption]
Comentar
Compartilhe
EDUARDO CUNHA EM FLAGRANTE DELITO
05/11/2015 | 12h16
(MERVAL PEREIRA) O homem que dá as cartas na Câmara dos Deputados em Brasília, seu presidente Eduardo Cunha, visto mais uma vez ontem a distribuir o tempo de seus colegas como se nada estivesse acontecendo fora da rotina, na fria letra da lei está em estado de flagrante delito. Sua tranqüilidade só é quebrada quando algo fora da rotina parlamentar que domina foge ao seu controle, como a chuva de dólares com sua efígie com que foi homenageado ontem por militantes contrários à sua permanência à frente dos trabalhos da Câmara. Na análise de especialistas, ele não só cometeu o crime, mas ainda o está cometendo. Diz o artigo 302, inciso I, do Código de Processo Penal, “Considera-se em flagrante delito quem: I – está cometendo a infração penal”. Por sua vez, o artigo 303, do mesmo diploma legal, tem a seguinte redação: “Nas infrações permanentes, entende-se o agente em flagrante delito enquanto não cessar a permanência”. Crime permanente é aquele em que a consumação se prolonga no tempo, só cessando quando findo o estado antijurídico criado pelo autor. O exemplo clássico é: A sequestra B às oito horas. Privada a vítima de sua liberdade, o crime de sequestro está consumado. Entretanto, enquanto B permanecer privado de sua liberdade de locomoção, a consumação estará operando, prolongando-se no tempo, podendo A ser preso em flagrante. Só cessará a permanência quando B for posto em liberdade. O crime de “lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores”, previsto na lei 9.613, de 3 de março de 1998, na modalidade “ocultar” é considerado permanente pela melhor doutrina. Enquanto “ocultado” o produto do crime, o agente está em situação de flagrante delito. O ministro Teori Zavascki determinou o bloqueio e sequestro do dinheiro, mas, este ainda permanece no exterior, “oculto”, insistindo Cunha que os recursos não lhe pertencem, que não tem contas no exterior. O que salva Eduardo Cunha de uma prisão em flagrante é a mudança da lei. “Desde a expedição do diploma, os membros do Congresso Nacional não poderão ser presos, salvo em flagrante de crime inafiançável” (1ª parte do artigo 53, § 2º, CF). O crime de lavagem de dinheiro era inafiançável, nos termos do artigo 3º, da lei 9.613/98, mas, este dispositivo foi revogado pela lei 12.683, de 9 de julho de 2012. O artigo 323, do Código de Processo Penal, arrola os crimes inafiançáveis, entre os quais não consta aquele crime. Em resumo, o Eduardo Cunha está em situação de flagrância mas, por se tratar de crime afiançável, não pode ser preso. Fonte: http://blogs.oglobo.globo.com/merval-pereira/post/flagrante-delito.html Replicado também em Cistalvox.com.br
Comentar
Compartilhe
LULA E SUA NAMORADA ROSEMARY: DIAMANTES E EUROS NO BANCO ESPÍRITO SANTO DE PORTUGAL
05/11/2015 | 00h43

lula garotinho rose -

    O ESCÂNDALO político que a imprensa de Portugal vem trazendo à tona, envolvendo o ex-Presidente Lula e seu Chefe da Casa Civil, José Dirceu, atualmente preso em Curitiba, vai ter desdobramentos. Uma notícia publicada pelo Jornal Eletrônico editado em Lisboa, Correio da Manhã mostra um negócio nebuloso envolvendo DIAMANTES   e que seria “tocado” pela toda poderosa nº 02, Rosemary Noronha, conhecida nos subterrâneos do Palácio do Planalto simplesmente como “Rose”, a SEGUNDA.  Essa personagem “sombria” reponde a processo criminal na Justiça Federal por improbidade, formação de quadrilha, falsificação e outros delitos típicos de servidor público. De nada vai adiantar a PATRULHA alegar que trata-se de notícia velha, requentada. De fato é um sólido indício de que o Brasil foi pilhado por uma sofisticada quadrilha. A notícia, segundo publica o Correio da Manhã   tem origem no Blog do ex-Governador e Deputado Federal Garotinho. Leia: ‘Rose’ envolvida com diamantes  6.12.2012 – 01:00 Os 25 milhões de euros que a ex-chefe de gabinete da presidência brasileira em São Paulo terá depositado em nome de Lula da Silva numa agência do Banco Espírito Santo (BES), no Porto, serão provenientes do comércio ilegal de diamantes. DARYe acordo com o site Alerta Total, Rosemary Noronha fez dezenas de viagens à Europa para negociar a venda das pedras preciosas. O site brasileiro afirma que os serviços secretos militares de Brasília descobriram que ‘Rose’ (que se apresentava como namorada de Lula) negociou diamantes na Bélgica, Holanda, França, Alemanha e Inglaterra. As pedras seriam originárias de negócios obscuros em África por pessoas ligadas ao Partido dos Trabalhadores e sairiam ilegalmente desses países. O passaporte diplomático que Rosemary usava facilitava as deslocações sem que a sua bagagem fosse revistada. Além das viagens que fez na comitiva presidencial a 24 países, sem que o seu nome constasse em documento algum, Rosemary deslocou-se várias vezes sozinha a França, Suíça, Inglaterra e Portugal. Anthony Garotinho, deputado e ex-governador do Rio de Janeiro, divulgou no seu blogue que Rosemary aproveitou uma das viagens oficiais de Lula a Portugal para entrar no Porto com 25 milhões de euros nas malas diplomáticas. A fortuna terá sido depois transportada, em carro-forte, do aeroporto até uma agência do BES, que já negou toda a história. Garotinho aproveitou a presença no Congresso do ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, para exigir rigorosa investigação e que o governo forneça mais pormenores sobre as viagens de ‘Rose’. OPOSIÇÃO QUER IMPOR COMISSÃO DE INQUÉRITO Os partidos de oposição a Dilma Rousseff começaram ontem a recolher assinaturas para criarem no Senado uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias envolvendo Rosemary Noronha e outros altos funcionários do governo acusados de corrupção. No Senado, o bloco dos partidos de oposição tem apenas 15 votos, e para se criar uma comissão desse tipo são necessários 27, mas os senadores oposicionistas acreditam que conseguirão convencer apoiantes do governo a apoiarem a iniciativa. Fonte: http://cristalvox.com.br/
Comentar
Compartilhe
Mauro Silva: 'Garotinho está de joelhos sim....
03/11/2015 | 21h19
Faltou de respeito O Vereador Albertinho indignou se com o abandono de plenário no momento de sua fala:  " é uma falta de respeito os vereadores da base governista, deixar o colega falando sozinho "... Plenário em ebulição A sessão de agora(19:23h) mostra seguidos momentos de destempero,  nervosismo e desentrosamento  por parte da base governista. Assuntos como a  aliança  de campanha da vereadora Auxiliadora  com o hoje deputado Pudim,   foram levantados  em plenário e causou discussão ríspida desta com o vereador José Carlos.   Numa outra vertente o vereador Mauro Silva convocando a  oposição  para  a   uma audiência  com  o   governador Pezão.   O  vereador Tiago Virgílio que esteve numa reunião na   Alerj,    no  gabinete do líder  do   governo  estadual    com o deputado  Bruno  Dauaire,   levantou louros sobre o fato,   foi rebatido sobre a eficiência do que foi  decidido na  ocasião,  o detalhe é que   o deputado  Geraldo Pudim  esteve presente na mesma reunião,   que  segundo  um  de  seus assessores foi mobilizada por Pudim  com o deputado Albertassi. Garotinho de joelhos Pra finalizar o nobre vereador Mauro Silva concordou com uma fala do vereador Marcar  que disse: "Garotinho está sim de joelhos diante do mercado financeiro, mas é por uma causa maior"... Praga rogada em 2002 Me veio  à memória de imediato,  uma citação do próprio Anthony Garotinho,  lá pelos idos de 2002, o mocinho da Lapa, no auge,  o moço na época estava então candidato a presidente pelo PSB,  disse:   "o próximo governo terá que ir quase de joelhos ao FMI _Fundo Monetário Internacional".  Falou  ainda que  estaria  "preocupado" com o acordo negociado entre  o fundo e o Brasil, um socorro financeiro de  US$ 30 bilhões  em 15 meses.   Na mesma ocasião afirmou: "Ninguém deve comemorar uma ida ao banco para pegar dinheiro emprestado para pagar dívidas". Pois Zé:  ' o mundo girou e a praga rogada, voltou pro  Garotinho'...   Armando perfil suavePor Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
PRIME com salários em dia
03/11/2015 | 12h04
Nada que não seja a obrigação de qualquer empresa manter em dia os salários de seus funcionários  mas;  em  se tratando de empresa terceirizada de   prestação de  serviços e,  em condição de contratada da prefeitura de Campos dos Goytacazes;  um fato ocorrido é realmente merecedor de elogios.   É de conhecimento geral que a prefeita Rosinha,   permite  constantes atrasos nos  repasses  a instituições de saúde,  assim como a fornecedores. Chega nos as informações que compartilhamos a seguir:
  • A  empresa PRIME remunerou os seus funcionários.
  • Vinda do órgão gestor municipal, nem uma palavra sobre atrasos e pagamentos.
  • Naquilo que nos foi informado: percebe-se  o  reconhecimento dos funcionários aos esforços da PRIME e,  a enorme insatisfação dos motoristas  com a situação constante dos atraso da prefeitura.
  A nós cabe apenas:  " parabenizar a empresa   PRIME,   que apesar dos pesares,  fez mais este esforço  em manter  seus trabalhadores remunerados.   Por Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Murillo Dieguez

murilodieguez@hotmail.com