Sobre "Líderes" inventados
31/10/2015 | 18h00
Uma sociedade carente de líderes Novos líderes precisam acontecer. E estes novos líderes não deverão  ser inventados ou   fabricados para atender numa necessidade  pontual,  nem mesmo saciar  um desejo midiático,   e nunca   para atender  unicamente a interesses pessoais ou de  pequenos grupos  distintos.     Líderes são como espadas;  forjados  à fogo,  moldados  pelas circunstancias,   pelo ambiente e suas transformações,   pelas necessidade de se atender as exigências, necessidades ou  demandas por  uma sociedade mais justa.     Servirão  ao crescimento e a evolução de seu grupo, servirão   ao desenvolvimento e a   evolução comunitária.  Novos líderes precisam ser absolutamente plurais ! Os novos Líderes precisarão  ser  surdos aos sussurros dos fomentadores das vaidades  e dos bajuladores de ocasião.    Atentai; pois estes serão os primeiros que se acovardarão e se afastarão ao perceberem uma possibilidade de um  tropeço,  na eminência de uma dificuldade ou de  uma eventual derrota.   Líderes  de verdade tem luz  própria, irradiante e solidária, nunca serão de forma alguma  'sombra', submissa  a uma orientação ou direcionamento de luz exterior.    Não serão benevolentes às  barganhas com as ferramentas  institucionais públicas, sempre vistas como espólio a ser divididos   entre os vencedores das contendas eleitorais.      Líderes de verdade, sempre  estão atentos aos que lhe somam  nas lutas, apoiam nas dificuldades, dão bons conselhos nas dúvidas e,  aqueles que  também  compartilham os   festejos  nas vitórias,  porém estão sempre  alertas  e vigilantes,  para que estes não se embriaguem num  exacerbado orgulho ou em  soberba.   Líderes e lideranças precisam vir com  alicerce, colunas e estrutura, construções  edificadas para   toda uma vida;    líder é o que faz a diferença, estimula a proatividade e  impõe se como vanguarda,  pouco ou nada interessa se tem  15, 30, 50 ou 100 anos.    Precisamos de líderes.  Vivemos um momento absurdamente negativo,  perto do caótico , em diversos  seguimentos de nossa sociedade,  vide a crise econômica,  político e  social  de   Campos  dos Goytacazes  e,  por todo o País. A solução   exige  diplomacia mas,  praticada por  um exército   de líderes e  lideranças;   em  que todos   tenham o mesmo tom na voz  e que pratiquem  o diálogo.      Mudanças são necessárias,  até para que a população recupere a esperança em um futuro melhor e a  crença em seus governantes.  Quem sabe uma transição  harmônica possa ser o caminho?    Talvez;  desde que  aconteça com base em  diálogo,  construído por todos  os seguimentos da sociedade campista,  e  onde já estejam os  novos comandantes do destino desta cidade,  e de nossa gente. Entendemos  que estes novos líderes não serão inventados,  nem  ordenados por faixas de idade, sexo,  cor ou doutrina religiosa,  muito menos  serão  fabricados em série e lançados nas correntes formadoras de opinião, como fazem com  produtos de ocasião.   Longe disto.  Os novos líderes  estão sendo  construídos aos poucos,  minuciosa  e artesanalmente  esculpidos pela obrigação de se fazer diferente do que se vê à volta  e,   muito melhor do  que nos tem sido oferecido por esta gente pequena, venal e mal intencionada que habita o nosso universo político. Armando perfil suaveZé Armando Barreto  
Comentar
Compartilhe
Na marra não pode... Coluna Comentários 30.10.2015
30/10/2015 | 18h15
[caption id="attachment_9223" align="aligncenter" width="1500"]CLIQUE NA COLUNA COMENTÁRIOS PARA MELHOR VISUALIZAR CLIQUE NA COLUNA COMENTÁRIOS PARA MELHOR VISUALIZAR[/caption] ...
Comentar
Compartilhe
PRIME sem receber, motoristas também não e Fábio Ribeiro entregando ambulância
30/10/2015 | 00h03
Vá entender este 'boi com abóbora' que é o esquema de contratação dos serviços de ambulância pela prefeitura de Campos.
O até aqui De cara;  início do governo Rosinha Garotinho,  trouxeram  a GAP.    Este sim é que é o tal do negócio estranho com gente esquisita ! Adiantamentos de parcelas do contrato firmado, sem mais explicações;   desvios,  falcatruas, empresário fantasma,  serviço de terceira,  denúncias, processos, rolos,  acidentes na Pelinca e garotinhos  envolvidos e,   sabe Deus mais o quê.   Aí o  eficientíssimo secretário_vereador Fábio Ribeiro contrata meio na surdina a NOVA MASTER e tome rolo,  mais uns meses com o serviço à meia bomba",  falta ambulância,  contrata carros novos e entrega  a população  uns sucateados,   novo serviço  de terceira, mais uns milhões de reais  do bolso do povo campista que vão pro ralo,    não paga a contratada, mais um rolo doido e tome rolo  e, cancela os empenhos, e que se dane o povo de Campos  e;    lá vem a PRIME,  que também ninguém sabe muito de onde veio e como chegou ao secretário Fábio Ribeiro  mas,  para surpresa geral,  após novo ciclo com o serviço ainda   mostrando-se ineficiente,   chegam veículo novos,  também  reforçam os  veículos  velhos encampados  da fantasmagórica GAP   e,  da  tal da  NOVA MASTER,  detalhe: segundo informações a Nova Master quebrou com a poderosa contribuição negativa  que recebeu da garotada. No fim, até que a PRIME com o custo de uns poucos        milhões, deu uma imagem um pouco melhor ao quadro. O Hoje A  "NÓS"  gratuitamente;   chega a informação de que a  empresa PRIME,  está com alguns meses do pagamento por seus serviços atrasados.   Como perguntar não ofende, lá vai:  caro secretário_vereador Fábio Ribeiro,  seria por conta de alguma auditoria nas notas fiscais da empresa Prime, de mesma forma como a que alegam estar fazendo, para não pagar a Sta Casa?     Consequentemente os trabalhadores, motoristas  das ambulâncias,  estão já a quase 60 dias sem receber;   em relação ao pagamento do Vale Alimentação, parece que é bem maior o período. Na privada, como no público Uns poucos meses atrás o secretário Fábio Ribeiro indicou o novo gerente da PRIME, segundo consta o senhor Oliveira Junior, foi exonerado da Fundação de esportes e quase que em ato contínuo assumiu a gerência da PRIME. Haveria na "mexida", alguma forma de ingerência com interesses outros que não fosse de qualificar a administração da empresa de ambulâncias? Também o professor  Suledil  que não deveria estar nestes tramitados,   cedeu  seu motorista particular, que foi colocado ´pra dentro da prime como supervisor. [caption id="attachment_9211" align="alignright" width="335"]Fabio Ribeiro Entregando ambulancia Clique na imagem para ampliar[/caption] Que parece campanha parece É fato que secretário Fábio Ribeiro, que não é de saúde, anda por ai, aparente e supostamente, fazendo pré campanha eleitoral, com reuniões nos unidades de saúde do interior, entregando ambulâncias novas[nada mais que uma obrigação], fazendo discursos e firulas; que depois são postadas por seus liderados nas redes sociais, uma destas o Facebook; são muitas imagens, que evidentemente recebem comentários favoráveis. Esta obrigação não seria dos representantes secretaria de saúde? O povo quer saber:  pode isso ?  
  [caption id="attachment_9209" align="alignleft" width="321"]Oliveira Junior foi exonerado da Fundação de Esportes e , de pronto assumiu a gerência da empresa de ambulâncias PRIME, ao lado do amigo Garotinho Oliveira Junior, da Fundação de Esportes a gerência da Prime, com Anthony(imagem da rede)[/caption]

Secretário, veja só, é uma  conta não fecha,   esta coisa de misturar empresa  de serviços ambulâncias, motoristas,   a necessária eficiência na  atenção a saúde e política eleitoral;   é mesmo um boi com abóbora.   É  'embaçado' este joguete eleitoreiro;  ora um é escalado, ora outro e apenas para desembaçar a visão, segue o informe:   alguns motoristas de nosso relacionamento, estão a comentar que o 'seu'  indicado na PRIME,  está  no espaço da empresa,   sussurrando aos ouvidos alheios,  que pode ser   candidato a vereador em  2016,  e talvez  com apoio total do "chefe".    É jogada  combinada , ou tem bola nas costas?

Comentar
Compartilhe
Venda do Futuro em Italva: presidente deixa sessão em carro da PM
28/10/2015 | 12h56
Um pouco de  indignação não faz mal a nenhum. Esta semana,  a  população de Italva ocupou seu lugar na câmara de vereadores daquela cidade e mostrou sua indignação com a   "VENDA DO FUTURO".    Durante toda a sessão, em que por muito pouco vereadores não chegaram a  " vias de fato", o   povo de Italva deu provas de que não estava ali a passeio e, demonstrou de maneira cívica e cidadã,  sua força.   A sessão não chegou ao final esperado pelo prefeito Léozinho.     Na saída a população indignada e revoltada tentou alcançar o presidente,  que correu em busca de  proteção da segurança  e,  somente conseguiu deixar o local dentro de uma viatura da PM. Esta gente de Italva merece muito respeito Atitude !  Bonito de ver as pessoas de bem tomando o seu lugar de direito,  senhoras, jovens, trabalhadores , cidadãos plenos, participantes nas decisões políticas,  que influenciarão no futuro,  no desenvolvimento social e econômico de seu município.    Serve de exemplo aos cidadãos dos demais  municípios vizinhos que passam pela mesma situação,  em relação a venda dos recebíveis  originados pelos royalties da exploração do petróleo[VENDA DO FUTURO].  Por outro lado, via se o despreparo, a desorganização, o desprezo para com as próprias regras da casa,  em prol de conseguir a qualquer custo,  os recursos, para cobrir o rombo provocado nas contas públicas, pela desqualificação administrativa de seus gestores,  além de atender   os  interesses pessoais  políticos. É    muito triste observar a atitude agressiva, arrogante e ditadora   visível  do presidente do legislativo,  além da conivência mocha, mansa, de uns poucos   pares,  seus aliados. Uma situação que me parece ser muito similar em outras câmaras do território.   De modo ou maneira , demonstraram fazer  jus ao  empoderamento que lhes dado pelo voto,   representantes do povo,  condutores de uma instituição que deveria ser a "Casa de Leis" de Italva.   O que se viu da bancada de pedra polida para trás, foi uma vergonha ! Assistam ao vídeo de parte da sessão. [embed]https://www.youtube.com/watch?v=brhYJ3MxVoU[/embed] Da Redação do blog da Coluna  
Comentar
Compartilhe
Prefeito Léozinho quer a "VENDA DO FUTURO" de Italva
27/10/2015 | 05h04
 
"Trata-se de um projeto responsável que representa a salvação para os municípios de pequeno porte como o Município de Italva, sabendo que o mesmo contribuirá para a manutenção de atividades como Transporte Escolar para cidade vizinhas como Campos dos Goytacazes e Itaperuna, Merenda Escolar de qualidade, Obras, manutenção de estradas, Aluguéis sociais para população carente, Convênios com Hospital São José do Havaí, pagamento de fornecedores e futuras parcerias com a tão sonhada Casa de Saúde que muito em breve será reaberta". Trecho da Nota Oficial divulgada pelo prefeito Leonardo Guimarães(Léozinho)
  praguinha_ROYALTIES_7x7cm-p1Câmara poderá votar hoje(27/10) O prefeito de Italva já enviou a mensagem 016/15 com o projeto de lei 718/15 que autoriza o executivo municipal a contratar operação de alienação de ativos. O documento não indica valores e nem mesmo informa qual o destino dos recursos. Vereadores desaprovam o projeto O vereador Joel Enfermeiro (PDT) já informou nas redes sociais que irá dizer dizer NÃO A VENDA DO FUTURO DE ITALVA”. Disse ainda que serão 11 anos de dívida. Herivelto Cordeiro, ex secretário de Agricultura, recentemente exonerado pelo prefeito, também se pronunciou contra o projeto, que apesar da oposição e indignação popular deverá ser aprovado, uma vez que o prefeito tem a maioria na Câmara. Apesar da crise O município de Italva recebeu até agosto de 2015, R$ 3.279.350,25 em royalties, um valor muito pequeno se comparado aos R$ 517.775.464,86 de royalties percebidos pela vizinha Campos dos Goytacazes, onde a operação de venda dos ativos foi avaliada como de altíssimo risco;   e que  apesar de ser aprovada pela ala governista da câmara de vereadores,  já  passados 180 dias da autorização de VENDER O FUTURO DA POPULAÇÃO, ainda não logrou sucesso.    Na mesma situação de expectativa pelo "empréstimo "  está  o município de São João da Barra,   que já  consumiu  R$ 127.850.933,85, recebidos   de  royalties.   Tão ruim quanto O que nos parece é que o fracasso da operação vai se tornar a "muleta" preferida de alguns prefeitos em nossa região,  principalmente  para justificar seus pífios desempenhos;  deixando assim  igualados por   baixo     o prefeito Neco de São João da Barra, a prefeita Rosinha de Campos e o prefeito Léozinho de Italva. População vai à Câmara Nas ruas e redes sociais já acontece uma mobilização para que toda a população esteja presente na câmara para acompanhar a votação e pressionar os vereadores a desaprovar o projeto.  O clima parece que irá  esquentar entre os que estão contra a VENDA DO FUTURO,    e o grupo do prefeito Léozinho.   Armando perfil suavePor Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
E nos escritórios dos filhos daqui?
26/10/2015 | 12h06
Suspeitas todos temos, denúncias, indicações de que existe favorecimento/direcionamento  em licitações,  dinheiro público colocado em obras paradas por anos, camadas de asfalto de rodovia que nem sequer foram colocadas, mas foram pagas; todas socializadas em  situação notícias crime, que são feitas diuturnamente nos Blogs da planície Goitacá e em diversos veículos de comunicação que não sobrevivem das benesses oficiais.   O TCE/RJ quase todos os dias publica uma condenação por este e aquele ilícito  ao erário municipal e,  multas que parecem piadas. E aí? Será que a PF não tem os endereços dos escritórios destes filhos daqui? Campos dos Goytacazes -  Estado do Rio de Janeiro 26 de Outubro de 2015 Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
México: se aproxima o furacão Patricia, o mais poderoso na história (imagens )
23/10/2015 | 20h10
21:10 GMT [caption id="" align="aligncenter" width="624"] O Furação Patricia se aproximando da costa do Pacífico do México.  deve chegar  a terra firme como um furacão de categoria 5 no estado de Jalisco.     As autoridades mexicanas relataram ventos com rajadas de até 350 km / h.   O governo chamou de "o maior e potencialmente mais perigoso furação na história."  (BBC.com)[/caption]   Atualização.:  Imagens da chegada do furacão Patrícia a costa Mexicana.

23:26 GMT

Imágenes minutos antes del ingreso del huracán Patricia a Melaque, Jalisco. Melaque 3 Melaque 33 Melaque 3
Comentar
Compartilhe
Arrogância (I) e (II)
23/10/2015 | 06h06
[caption id="attachment_9178" align="aligncenter" width="1500"]SEXTA FEIRA 23 de Outubro de 2015   Clique na Coluna Comentários para melhor visualizar SEXTA FEIRA 23 de Outubro de 2015 Clique na Coluna Comentários para melhor visualizar[/caption]
Comentar
Compartilhe
Novo pedido com pedaladas de 2015 impulsiona impeachment da presidente Dilma
21/10/2015 | 17h03
[caption id="" align="alignnone" width="390"]Novo pedido com pedaladas de 2015 impulsiona impeachment da presidente Dilma Foto: Robson Gonçalves[/caption] Petição e documentos foram entregues ao presidente da Câmara
O impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) ganhou novo impulso nesta quarta-feira (21) com apresentação de um texto unificado (leia a íntegra) incluindo, entre seus argumentos, parecer do procurador junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) Júlio Marcelo sobre a continuidade das chamadas “pedaladas fiscais” em 2015. Também foram anexados ao novo pedido, que tem o apoio da oposição, quatro decretos da presidente que autorizam, sem a anuência do Congresso, créditos suplementares em 2015.
A peça entregue ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tem 64 páginas, três caixas com documentação anexa, , e é assinada pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Júnior e a advogada Janaina Paschoal, com apoio de 45 movimentos populares que defendem o afastamento da petista. Deputados do PPS, PSDB, DEM e SDD, além de parlamentares de outros partidos, que fazem parte do Movimento Pró-Impeachment, acompanharam a entrega do pedido. Em ato após a entrega do documento, o líder do PPS na Câmara, deputado federal Rubens Bueno (PR), afirmou que a partir de agora cabe ao presidente da Casa analisar a documentação e dizer para o país se aceita ou não o pedido de impeachment. “Se aceitar (o pedido) vai para a comissão especial. Se não aceitar nós vamos ingressar com recurso no plenário com base no artigo 218 do Regimento Interno”, afirmou o parlamentar, lembrando que o artigo, em seu parágrafo terceiro, deixa claro que nos processos de impeachment, em caso de indeferimento do presidente, caberá recurso ao plenário. Para Rubens Bueno, não é possível retirar do conjunto dos parlamentares o direito de deliberar sobre o afastamento de um presidente da República. “Não é uma decisão monocrática que vai retirar do plenário, que é o coletivo dos deputados e a maior representação do povo, o direito de recorrer de uma decisão do presidente da Casa”, ressaltou. Ele lembrou ainda que todos os líderes da oposição e presidentes de partidos estavam representados no ato de fundamental importância para o país. “E estamos fazendo tudo dentro da lei, dentro da ordem. Não é aquilo que o PT fez contra os ex-presidentes José Sarney, Itamar Franco e Fernando Henrique. Hoje está claro que a presidente Dilma cometeu crime de responsabilidade com as pedaladas fiscais que estão agora nesse documento único apresentado hoje pelas lideranças de oposição”, frisou. Para o deputado, trata-se de um momento histórico após as liminares do Supremo Tribunal Federal que trataram da questão de ordem respondida pelo presidente da Casa e decidiram que não cabia nenhuma inovação com relação a lei 1079 de 1950. Na entrega do pedido, a filha do jurista Hélio Bicudo, Maria Lúcia Bicudo, conclamou a juventude brasileira a se mobilizar e ir para as ruas contra um governo que está prejudicando o país e citou uma frase do ex-presidente da Câmara e do PMDB, Ulysses Guimarães. “A praça pública é maior do que a urna”, disse. Eduardo Cunha disse que iria cumprir sua obrigação como presidente da Casa. “Prometo um exame com atenção e isenção”, afirmou após receber o documento. Antes, o líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP), frisou que esse não era um movimento das oposições e sim um desejo da Nação. “Estamos apresentando esse pedido em nome da população brasileira”, destacou.
Por: Assessoria do PPS
Comentar
Compartilhe
Fala Garotinho: ouvintes contratados e prêmios retornáveis?
20/10/2015 | 15h07
Do Face ao Blog Bombando nas redes sociais o vídeo feito por moradores de um bairro,  onde a assessora particular da prefeita Rosinha(nomeada na PMCG), em horário supostamente de expediente ,   Linda Mara, fazia  entrega de prêmios "sorteados" ao vivo no programa de rádio   "Fala Garotinho".   No áudio da conversa entre os responsáveis pela gravação, pode se ouvir os nomes de supostos  funcionários da prefeitura envolvidos no que seria um  suposto esquema. Como o programa é de rádio, o que sugerem  é que apenas o alvoroço pode ser ouvido. Os ouvintes parecem estar sendo ludibriados e levados a acreditar que realmente está acontecendo uma grande festa, um grande alvoroço ao redor da assistente da prefeita radialista,  quando na verdade são 'atores' pagos, em  espetáculo de qualidade cênica discutível, num cena deplorável de enganação ao povo campista.   Não diríamos que é fraude, mas parece um esquema teatral mambembe montado e com o fim  ilusionista.    Nenhum morador no local, a não ser aqueles  que possivelmente estavam sendo pagos para o  ato.   Ainda segundo o informado no áudio do vídeo;  o prêmio teria saído para uma das "ouvintes voluntárias"  auxiliares da  radialista  Lindinha, ouvinte esta que cujo nome também foi  mencionada no vídeo. O triste espetáculo  pode ser assistido também abaixo. [embed]https://youtu.be/VnsnObebLpw[/embed] Por Zé Armando Barreto   O vídeo foi compartilhado da página no Facebook de Maer Lobianco (AQUI)
Comentar
Compartilhe
Obrigado Dr. Aluízio
20/10/2015 | 12h59
O Dr. Aluízio dos Santos, não quer mais o salário de prefeito de Macaé.  Sensibilizado com a situação de milhares de trabalhadores demitidos por conta da enorme crise que se instalou no meio Off Shore principalmente.  O Prefeito oficiou à Câmara de Vereadores sua decisão, indicando ainda que os valores percebidos  que seriam percebidos deverão ser  devolvidos aos cofres públicos e utilizados na melhoria das condições de vida de trabalhadores Macaenses. Não deve ser muito, mas como na fábula do Beija Fôr que tentava apagar um incêndio na floresta com a pouca água que conseguia carregar no bico, o prefeito de Macaé fez sua parte e mais, fez a sugestão de que o vice prefeito e vereador o acompanhassem neste gestp de extremo simbolismo. Obrigado prefeito, merecidamente vai ser pauta para mídia nacional. Comentário:  O  Prefeito Aluízio é  Médico, dai proverá seu sustento.  Como sustentará os seus a prefeita de Campos dos Goytacazes, que  exerce nas horas vagas e de maneira filantrópica a profissão de  radialista,  sendo única fonte  de renda os parcos bônus  oficiais? A informação foi compartilhada no Wats app, pelo amigo Ricardinho. [caption id="attachment_9168" align="aligncenter" width="1361"]Aluizio salário zero A informação foi compartilhada  via   Wats app,   pelo amigo Ricardinho[/caption]   Armando perfil suavePor Zé Armando Barreto    Esta informação foi postada em  em primeira no  Blog A Curva do Rio de Suzy Monteiro(AQUI)
Comentar
Compartilhe
Corrupção recompensada... Sociedade condenada...
19/10/2015 | 12h24

"Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada".

A frase da filósofa russo-americana Ayn Rand (judia, fugitiva da revolução russa, que chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920), mostrando uma visão com total conhecimento de causa.
Comentar
Compartilhe
De olho na vaga de Cunha
17/10/2015 | 22h58
De olho na vaga de Cunha É senso comum na Câmara que Eduardo Cunha não tem grande sobrevida no cargo de presidente da Câmara. Esta é a avaliação feita até mesmo pelos deputados mais ligados a ele. Os documentos mais recentes, mostrando cópia de seu passaporte, com foto e assinatura, e, agora, a delação premiada de Fernando Baiano, contando como se conheceram e começaram a "trabalhar" juntos, reforçam esta convicção. Mas pouca gente quer ir para a linha de frente nos ataques a Cunha porque sabe que, mesmo combalido como está, e afastado do cargo, ainda poderá ser um bom cabo eleitoral para a escolha de seu sucessor. Esta é a razão pela qual os políticos preferem não se expor nas avaliações sobre o destino do presidente da Câmara. Ele próprio está mais recolhido, embora conversando com alguns colegas, mas sem abrir qual deve ser a estratégia que vai adotar daqui em diante. Parece claro para alguns deputados que ele não apoiará uma eventual candidatura de Leonardo Picciani - que dele se afastou para se tornar interlocutor do governo na reforma ministerial. A esta altura, não há um nome natural e tampouco de consenso para a presidência da Câmara. Será um período turbulento na política e, por isso, seria preciso alguém com experiência. Alguém da base, mas não tão aliado ao governo. "Precisamos de um Aldo", disse um deputado que viveu o período da transição de Severino Cavalcanti para Aldo Rebelo, hoje ministro da Defesa. Aldo era da base governista, transitava pela oposição, da confiança do governo, mas não submisso. Para deputados mais experientes, é preciso começar a análise de nomes pelos atuais líderes dos partidos aliados. Não desponta nenhum nome. É por isso que ninguém quer brigar de véspera com Eduardo Cunha. Ele pode ser um bom cabo eleitoral ou alguém com capacidade de barrar um nome, ainda que fora do cargo. Até aqui, Cunha vinha sendo cortejado pelo governo e pela oposição. Por razões opostas, os dois lados queriam conquistar Cunha. Mas a avalanche de denúncias contra ele, no entanto, mudou o cenário e piorou bem a situação dele. A oposição recomenda seu afastamento da presidência da Câmara, mas deputados do PSDB e DEM não assinam o pedido de investigação contra ele. Já o PT, por meio de seu presidente, Rui Falcão, começou a afirmar neste sábado, por meio das redes sociais, que o PT não faz acordo com Eduardo Cunha. E metade da bancada subscreveu o pedido de investigação de Cunha no Conselho de Ética. O afastamento de Cunha pode ser definido no que se chama de "solução Renan" - a renúncia ao cargo de presidente da Casa para manter o mandato; ou mesmo determinado pelo Supremo Tribunal Federal, a pedido da Procuradoria Geral da República. Esta hipótese está sendo considerada diante do volume de documentos enviados pelo Ministério Público da Suíça para a Procuradoria Geral da República. Pelos cálculos de investigadores, isso pode acontecer em algumas semanas. Ou seja, ainda este ano. Fonte: Cristina Lobo_G1
Comentar
Compartilhe
Quem comeu a merenda ?
17/10/2015 | 22h47
[caption id="attachment_9163" align="aligncenter" width="1500"]CLIQUE NA COLUNA COMENTÁRIOS  PARA AMPLIAR CLIQUE NA COLUNA COMENTÁRIOS PARA AMPLIAR[/caption]
Comentar
Compartilhe
Segurança Pública motiva discussão em São João da Barra
16/10/2015 | 12h57
Segurança Pública é tema de audiência na Câmara SJB dia 26 O plenário da Câmara de São João da Barra vai sediar uma audiência pública no próximo dia 26, às 17 horas, sobre a violência no município. A audiência será promovida pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), por meio da Comissão Especial para o Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense, que é presidida pelo deputado estadual, Bruno Dauaire, e da Comissão Permanente de Segurança Pública, que tem como vice-presidente o mesmo deputado. O presidente da Câmara de SJB, Aluízio Siqueira, ressalta a importância da participação da sociedade neste encontro, haja vista, que a segurança pública é um assunto pertinente. ? A Câmara já organizou outras audiências sobre esse tema e nós vereadores continuamos preocupados com os acontecimentos que vêm ocorrendo em nosso município. Recentemente, após uma conversa sobre o assunto com o vereador Franquis Arêas, ele encaminhou a pauta ao deputado Bruno Dauaire, vice-presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública ? destacou o presidente Aluízio Siqueira. Ações anteriores - Por meio de requerimento ao Governo do Estado, o Legislativo sanjoanense já solicitou medidas como: colocação de mais viaturas e aumento do efetivo; reabertura de destacamentos de Policia Ostensiva (DPO) no quinto distrito, realização de blitz nos bairros e na BR-356, a fim de coibir trafico de drogas; transformação da 5ª Companhia (atualmente vinculada ao 8º BPM) em Companhia de Polícia Militar Independente; implantação de um DPO em Cajueiro. E, por meio de indicação, foi solicitada ao Prefeito Neco, a implantação de um Conselho Municipal de Segurança Pública. Ascom:   Câmara SJB
Comentar
Compartilhe
Professor: me tira uma dúvida?
15/10/2015 | 17h23
Obrigados Heróis Professores ... Armando perfil suaveEu,   já no parto e talvez antes dele,  tinha lá minhas dúvidas,  tanto que foram horas até ver a luz,  e mesmo assim de  "c´ pra Lua".   Se não fosse o  Mestre  Dr. Marcondes eu ainda estaria no espaço de dúvidas,  entre a luz e a escuridão.  Com pouco mais de um ano, enquanto minha mãe  encarava a dor da chegada do meu primeiro irmão, enquanto eu,   moleque do " c´ riscado",  me  deliciava  com um pote daquela pasta roxa de matar bicho de boi; bem  mais morto que vivo, me enviaram sacudindo no velho trem de São Fidélis pra Campos e,  nas mãos  abençoadas do Mestre Dr. Henrique Oliveira permaneci;   sem dúvida nenhuma neste universo! Minha ignorância e  dúvidas alfabéticas foram dissipadas pela condução da  Professora Dona Darcília,   isso aos cinco anos de idade.  Meio giramundo, seguindo os passos de meu cigano pai eu passei por Campos,  morei na Rua do Braga;  ali o Tio Detino,  professor dos "bãos",   na sabedoria, decência e  nas artes da captura do Robalo, não me permitiu às dúvidas em fazer da pesca uma minha paixão.   Muitos mestres professores me orientaram e esmagaram minhas dúvidas de jovem e adolescente; no início de minha estada por Niterói,  as lições do  Mestre Pedreiro, Seu Julio de Araújo,  que somou nas lições  já então recebidas de meu Mestre Maior , o Seu Nilton Gomes Barreto, meu pai;   de  que jamais deveria ter dúvida da importância da família em primeiro lugar, do trabalho para a sustentar e,  da dignidade e decência para conduzi-los. Mestres e mestras do Colégio da Campanha em São Fidélis, do Externato Maria Imaculada em Campos, do Pandiá Calógeras em São Gonçalo, do Hilário Ribeiro e Colégio Industrial Henrique Lage em Niterói, da UNISUAM  no rio,  já no nível superior me  extirparam muitas de minhas dúvidas em relação ao saber. No mesmo dia 17 de Março, nasceram minha Vó Mariana, minha Mãe Glorinha e minha esposa Carmem Lúcia, por serem "Maestras" nunca me permitiram dúvidas de como me orientar neste meu crescimento e evolução como homem e ser humano digno e decente.  Com a chegada de meus filhos, mais aprendizado,  lá se foram minhas dúvidas se seria o  cuidador e orientador vitorioso na medida tamanha da responsabilidade.  Tantos foram os   professores e  seus ensinamentos,  nesta escola maravilhosa que é a de viver , que nem sei se tenho como agradecer. Apenas em um universo que insisto em orbitar, não consegui me livrar das dúvidas. Dúvidas sobre o que é certo e errado, ou de quem é o certo e o errado;  eita mundo "engonhado" esta da política.  Deixa  sempre uma nódoa às vistas, uma trave a incomodar me o olho.  Nesta esfera, apenas uma certeza:   meus professores ,   não estão nos rolos, nos escândalos e ou formado em  quadrilhas;  se um deles que seja, um dia se mostrar  diferente,  terão um algoz em mim.  Sem nenhuma dúvida! Parabéns  meus bons  professores. Humilde e insistente sigo;   apenas aprendiz ! Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Senta ou não senta ?
15/10/2015 | 13h00

Cunha nega acordo com governo ou oposição sobre impeachment de Dilma

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, negou, há pouco, que esteja articulando qualquer tipo de acordo com o governo ou com a oposição a respeito dos pedidos de impeachment da presidente Dilma Rousseff que chegaram à Câmara. “É engraçado vocês da imprensa discutirem manchetes como se fossem fatos. Não fiz acordo; não há trégua, nem guerra”, disse. Cunha reafirmou que age com independência e que exerce o papel de juiz na questão do impeachment . O presidente reiterou que vai apresentar amanhã, ao Supremo Tribunal Federal (STF), o recurso da Câmara contra as liminares de ministros do STF que suspendem o rito de impeachment definido por ele em resposta a uma questão de ordem da oposição. Sobre a representação do Psol ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar contra ele, Cunha disse que vai se defender quando for notificado: “Não conheço os termos [da denúncia]; vou me defender nos foros apropriados com toda a tranquilidade.” Fragmento de textopublicado pela 'Agência Câmara Notícias'
- A pergunta que não quer calar: o Cunha, um exemplo de virtude para toda a nação; senta ou não senta a foice no mandato da "presidenta" Dilma?
Comentar
Compartilhe
PSOL e Rede denunciam Cunha no Conselho de Ética
13/10/2015 | 17h01
[caption id="" align="alignleft" width="318"] Cunha já foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal por corrupção e lavagem de dinheiro.[/caption] Brasília - O PSOL e a Rede Sustentabilidade protocolaram na tarde desta terça-feira, 13, no Conselho de Ética da Câmara uma representação contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por quebra de decoro parlamentar. Dos 46 parlamentares que assinaram o documento de apoio ao início da ação parlamentar, 32 são do PT. O líder do PSOL na Câmara, Chico Alencar (RJ), rechaçou a possibilidade de uso da ação parlamentar na negociação de eventual pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.  "Esse documento não será objeto de chantagem e barganha", disse Chico Alencar. O documento será encaminhado às Secretaria-Geral da Mesa Diretora, que terá três dias para devolvê-lo ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. É a primeira representação em 2015 no Conselho de Ética contra um investigado na Operação Lava Jato. "É patético que na República brasileira tenhamos na presidência um parlamentar com um conjunto de ações robustíssimas de tal monta e que parte da Casa não reaja", disse o líder do PSOL na Câmara.   Fonte: Estadão
Comentar
Compartilhe
Lava jato nos municípios do Norte Noroeste
13/10/2015 | 12h23
"Temos observado muito de perto as diversas situações relacionadas a denúncias de "equívocos" nos processos licitatórios de aquisições e contratações públicas que ocorreram e vem acontecendo em nossa região". Fraudes em licitação Favorecimentos em licitações,  direcionamentos para execução de obras públicas, desvios de recursos públicos e corrupção são uma triste rotina. O que nos preocupa,  e   parece ser de conhecimento geral,    o fato de  que   sempre motiva às irregularidades,  os tais  " financiamentos eleitorais".           Tem indícios de tudo! Prefeito afastado Acreditamos que deve ser de conhecimento dos Ministérios públicos, estadual e Federal   e,    é muito provável que investigações estejam  acontecendo de modo sigiloso em muitos municípios do território.    E se estão;   comprovadas   pela gravidade dos fatos,   acreditamos que serão oferecidas as denúncias  e   tomadas demais ações pertinentes.     Como exemplo,  o que aconteceu em Natividade,   município do Noroeste Fluminense,  onde o prefeito foi afastado  e novas eleições já conduziram um novo ao posto .   Ali,  sabemos inclusive de participação  de empresário da construção civil,  hoje prefeito de um outro município  também de nossa região,  envolvido  em  irregularidades,  e com  processo  judicial em curso. Por dentro do certame Convidado, na semana passada eu pude assistir presencialmente,   parte de um processo licitatório para a execução da obra de pavimentação no pátio da nova câmara municipal de vereadores em São Francisco de Itabapoana, construída na gestão do ex presidente Claudinho Viana.   Este novo feito, está conduzido pelo  vereador Renatinho de Buena,  novo presidente da casa,  que esteve presente durante praticamente todo o dia no recinto.     Fato é, que após assistir atentamente e poder sentir o calor e a realidade do "certame", nos foram acrescidas alguma dúvidas e firmaram umas outras certezas:   não deve ser o ideal a  forma conduzem;     deve existir uma maneira mais simples, qualificada e eficiente.   Não afirmamos de maneira nenhuma, que ali existe fraude ou dolo de qualquer parte; mas é certo que, do jeito que é feito,  deixam a  porta  escancarada ao ilícito ! Armando perfil suavePor Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
"Presidenta" Dilma: leia aqui como se armazena vento
12/10/2015 | 00h14
Um vídeo de uma fala da presidenta Dilma se enrolando toda nas explicações sobre produção de energia, tornou-se viral na internet. Sempre na intenção de somar na construção de um Brasil melhor; compartilhamos aqui a solução encontrada por pesquisadores Americanos para o armazenamento do ar(vento). Isso pode ser feito também com a captação a partir da energia dos ventos(Eólica). "Depósitos subterrâneos de energia na forma de ar comprimido podem ajudar a aproveitar a energia eólica noturna"...  

leia abaixo  como pode ser feito

 
[caption id="" align="alignleft" width="258"] Usina de ar comprimido[/caption] Armazenamento de energias renováveis   Há poucos dias, um inventor apresentou uma solução inusitada para armazenar energia solar e eólica no fundo do mar , depois de convertê-las para o bombeamento de água, criando uma hidrelétrica submersa. Agora a proposta é usar o mesmo princípio, mas para bombear ar-comprimido para rochas porosas centenas de metros abaixo da superfície. Segundo Steve Knudsen, do Laboratório Nacional Noroeste do Pacífico, nos Estados Unidos, cada ocorrência de rochas porosas subterrâneas pode armazenar energia suficiente para abastecer até 85.000 casas.

Depósitos subterrâneos de energia na forma de ar comprimido podem ajudar a aproveitar a energia eólica noturna, quando os ventos são mais fortes e a demanda de energia é baixa,  guardando-a para quando a demanda é alta e o vento é mais fraco.

O mesmo raciocínio vale para a energia solar. Segundo o engenheiro, essas usinas podem passar rapidamente do modo de armazenamento para o modo de geração de eletricidade, o que as torna adequadas para equilibrar o fornecimento à rede de energia de acordo com as condições variáveis do vento. Quando o vento é forte, os geradores eólicos ou solares transformam sua energia em eletricidade, que alimenta grandes compressores que enviam ar ou gás natural para a camada de rochas porosas subterrâneas, onde eles são armazenados sob alta pressão. Quando a energia é necessária, o gás comprimido flui de volta para a superfície, onde é aquecido ou queimado, gerando eletricidade através de turbinas. Os cálculos indicam que a eficiência do processo é de até 80% - a taxa com que a eletricidade usada para alimentar os compressores é recuperada mais tarde. Fonte: feitepengenharias
  Comentário:   com certeza sopraram algo sobre o estudo naquele"ponto eletrônico" no ouvido da presidente.   Ele misturou os polos e deu aquele  "destrambelho" na fala dela sobre armazenar vento... Armando perfil suavePor Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Reforma Eleitoral 2015: regras para mudança de partido ficam mais rígidas
11/10/2015 | 01h01
Mudança de partido A Reforma Eleitoral 2015 introduziu o artigo 22-A na Lei dos Partidos Políticos. O dispositivo trata da possibilidade de perda do mandato no caso de desfiliação partidária sem justa causa e detalha as situações que serão consideradas como justa causa para se desfiliar. Segundo o novo artigo, “perderá o mandato o detentor de cargo eletivo que se desfiliar, sem justa causa, do partido pelo qual foi eleito”. O ministro Henrique Neves lembra que o STF, no julgamento de três mandados de segurança, firmou o entendimento de que os mandatos pertencem aos partidos e que, dessa forma, como o candidato é eleito como filiado de uma agremiação, ele não pode mudar para outra legenda, simplesmente porque quer, e levar consigo o mandato. Em seguida, o TSE editou a Resolução nº 22.610/2007, que estabeleceu quatro hipóteses consideradas como justa causa para a desfiliação partidária sem a consequente perda do cargo: incorporação ou fusão do partido; criação de novo partido; mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; e grave discriminação pessoal. No entanto, com a Lei 13.165, as situações de justa causa para a desfiliação partidária passam a ser apenas três, conforme o parágrafo único do artigo 22-A: mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; grave discriminação política pessoal; e mudança de partido efetuada durante o período de 30 dias que antecede o prazo de filiação exigido em lei (seis meses) para concorrer à eleição, majoritária ou proporcional, ao término do mandato vigente. Segundo o ministro, a nova hipótese introduzida pela Reforma Eleitoral, a chamada “hipótese da janela”, não prevê um fato que gere justa causa para a saída do partido, mas estabelece um momento no qual o candidato poderá mudar de agremiação sem sofrer consequências no exercício do cargo para o qual foi eleito. Henrique Neves explica que, em uma primeira leitura do novo dispositivo, no caso dos deputados, por exemplo, a oportunidade de mudança do partido só poderá ser exercida quando tiverem cumprido cerca de três anos e três meses do seu mandato, ou seja, nos 30 dias que antecedem o início do mês de abril (seis meses antes do pleito). Fonte: TSE Leia também: Registro partidário ¢ Prestação de conta ¢ Doações ¢ Fundo partidário ¢ Propaganda partidária Por Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
São João da Barra retrocede e deixa de ser "Cidade Digital"...
10/10/2015 | 07h54
SJB Torre Cidade Digital 1Retrocesso digital Um claro retrocesso na evolução do município. Os jovens estudantes e universitários antes orgulhosos de terem em sua cidade a vanguarda na interação "just in time" , agora sofrem com o retorno aos tempos da pedra lascada digital. Não existe possibilidade de acesso em toda a área servida pela empresa contratada pelo prefeito Neco para atendimento ao Programa Municipal de Internet Livre (Promil), este programa foi lançado no período da gestão da ex-prefeita Carla Machado e, liberava modestos 256kb. Uma coisa é certa; os poucos 256kb servidos no início do programa, quando começou lá pelos idos de 2009, representariam se fossem pelo menos mantidos, um percentual de atendimento a população, 256% maior do que o "zero%" do que a prefeitira oferece nos dias de hoje. Daiane ficou no vácuo Tomemos como exemplo; a situação da estudante universitária Daiane, que utilizava a rede digital através do PROMIL e, teve o acesso interrompido no exato momento em que fazia um trabalho escolar de muita responsabilidade e, que teria o prazo de apresentação encerrado na manhã seguinte; sem sobreaviso, caiu a internet livre, e ela ficou no "vácuo digital", não teve pelo horário, as condições de buscar outros meios de interação, resultado: "tomou pau" ! Falta de pagamento O que se ouve nas conversas entre os moradores, alguns até revoltados com a falta de condições de acesso digital, é que o município está sem o serviço, por conta de falta de pagamento a empresa contratada. Uma outra informação, esta fundamentada por documento, é a de aconteceu uma nomeação na Sec. de Transporte de SJB, de uma pessoa com ligação e influência na empresa, nos parece ser o marido da proprietária; nomeação à nível de CCE-01, com salário de quase 10 mil reais, exatos R$ 9.724,00. Olhando-se assim meio de soslaio, o que parece estar acontecendo ali é o famoso: "cala boca". Pois é; retrocesso na coisa digital e na coisa política. Pobre gente de São João da Barra.... Da Redação Por Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Não convenceu !
09/10/2015 | 12h53
[caption id="attachment_9078" align="aligncenter" width="2000"]Clique na coluna COMENTÁRIOS para melhor visualizar Clique na coluna COMENTÁRIOS para melhor visualizar[/caption]
Comentar
Compartilhe
Campos próximo a ter mais deputado federal......
07/10/2015 | 07h33
Paes fortalece equipe Acabamos de receber um convite, nele o informe de que o deputado federal Sérgio Zveiter aceitou a convocação do prefeito Eduardo Paes, e assumirá a Secretaria de Habitação e Cidadania da cidade do Rio de janeiro. Bom pra Campos Uma novidade que faz aumentar a proximidade do campista Nelson Nahim, que já esteve prefeito e presidente da câmara municipal de Campos dos Goytacazes e presidente da SECT/FENORTE, com o planalto central. Nahim passa a ser agora o primeiro na escala de suplência à Câmara dos Deputados. Notícia com certeza muito boa para Campos e região que deram ao então candidato Nahim mais de 25.000 votos na eleição de 2014. Mais força pra mudança A expectativa é grande no grupo que se contrapõem a discutível e conturbada admnistração municipal de Campos dos Goytacazes. Nahim seria com certeza a voz, a presença e a representação política das forças oposição, no plenário do Congresso nacional. Há quem diga que já está marcado o vôo, para a estréia do deputado federal Nelson Nahim em Brasília.
Comentário: Somamos a informação anterior, os fatos de ter a vereadora Laura Carneiro ter declinado da suplência de deputado em prol da manutenção de sua vereança, a posse do deputado federal Zé Augusto Nalin na vaga do agora Ministro Celso Pansera e, seguinte virá a posse de Wilson Bezerra na vaga do deputado Sérgio Zveiter. Nesta escala de evolução o Senhor Nelson Nahim está hoje muito perto de assumir como deputado federal.
Redação do Blog da Coluna
Comentar
Compartilhe
Garotinho entra de cabeça na OAB (foto de campanha)
06/10/2015 | 14h38
Atualização 07_10 ás 22:57 hs.: recebemos faz pouco, via Wats app e compartilhamos ao final do artigo a foto de campanha do candidato 222 a presidência da OAB, com seu apoiador de peso ao pleito do dia 16 de Novembro. O Blog da Coluna soma à democracia e,  compartilha aqui neste espaço a convocação que faz um dos representantes de chapa inscrita para a eleição da OAB que acontecerá no dia 16 de Novembro de 2015. Convocação via Wats app ...
[caption id="attachment_9059" align="alignleft" width="172"]12072800_10204360660247539_6689819285276126148_n 222 - Mera coincidência .[/caption] Boa tarde, Advogado (a), nesta terça-feira, dia 06/10/15, às 19h, na CDL, esperamos você para uma reunião com o atual Presidente da OAB-Campos, Carlos Fernando Monteiro da Silva (Guru) e com o Sr. Anthony Garotinho. Na oportunidade discutiremos assuntos relevantes para a classe. Contamos com sua presença.
Leonam Rodrigues
  Atualização às 21:55 h.: Recebemos via Wats App a foto como os profissionais que puderam estar presentes, hoje mais cedo, a reunião na CDL, com atual presidente da OAB e com o Sr. Anthony Garotinho. Veja aqui: [caption id="attachment_9072" align="aligncenter" width="959"]Imagem da reunião dos advogados, presidente da OAB e  com senhor Garotinho na CDL Imagem da reunião dos advogados, presidente da OAB e com senhor Garotinho na CDL[/caption] Foto oficial de campanha [caption id="attachment_9074" align="aligncenter" width="551"]Advogada Gilda Quintanilha , Guru e Garotinho na foto oficial da reunião no CDL Advogada Gilda Quintanilha , Guru e Garotinho na foto oficial da reunião no CDL[/caption]    
Comentar
Compartilhe
Um novo Pudim, difícil de engolir ...
05/10/2015 | 12h23
Segunda chance? Não é negar uma nova oportunidade a quem parece estar arrependido de seus pecados eleitoreiros do passado.   Pensamos que;   seria até bom se fosse um novo momento,   neste  uma nova estratégia com  ações , atitudes,   métodos  e  "modus operandis"    "eleitorísticos",   diferentes do que o deputado e seu grupo  antigo,  praticou até uns dias atrás.   Seria até bom;    se fosse  abandonada à beira da estrada,  as venalidades e os ilícitos praticados nas campanhas que fez junto ao seu antigo aliado,  e ex amigo, Anthony Garotinho.  Condutas reprováveis,  que fazem deste,  que apelidam nos corredores da Alerj de "menino perverso", um dos grandes  ícones  brasileiros:   em processos judiciais e por crimes eleitorais. Mas, que nada ! Mas sabemos que não !      Estamos com Ricardo André, quando diz que apenas o patrão foi trocado.      Já adianto que:  se a conversa for a mesma,  daquela  da fase "garotiniana":   minha opinião e  voto não estão à venda ! Talvez até o tenha um dia, se me convencer de que,  o que estão a contar por ai é "de verdade", é o início de uma nova trajetória pública;    é do êxodo a  uma nova história,   que de tudo abdicou do ruim e,   é um novo ser  político,   ainda leal,   mas  de  agora mais decente.        Quem sabe ? Geraldo.   Tem meu apreço como pessoa, como ser social.     Quanto aos  ser político eu não concordava com a conduta eleitoral,  e sigo igual ! Por mais que tente parecer diferente ; ainda  o que tem demonstrado  é que,  por dentro é a mesma velha máquina eleitoreira,  o  modelo antigo,  com uma repaginada no design e uma nova marca...   Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Em SJB, internet pra ninguém
03/10/2015 | 09h31
Leitores de São João da Barra, através de emails informam ao Blog da Coluna, e aqui compartilhamos a informação, de que a nominada"Internet para todos" na realidade é a "Internet para ninguém".  Já se vão dias que os acessos são limitados ou impossíveis de serem feitos pela população do município.  Acionada , a empresa responsável alega não ter pessoal para fazer os reparos. Em conversa ao celular com moradores que ofereceram o contato, o que ouvimos é que:  "  a suspeita nossa é que seja defeito na conta"... Com a palavra o prefeito Neco, gestor maior no município de São João da Barra.... Comentário:  As informações chegaram por email enviados de aparelhos móveis. Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Efeito Rafael Diniz Coluna Comentários 02.09.2015
02/10/2015 | 17h09
[caption id="attachment_9050" align="aligncenter" width="1500"]Clique na Coluna COMENTÁRIOS para melhor visuualizar Clique na Coluna COMENTÁRIOS para melhor visualizar[/caption]
Comentar
Compartilhe
Lei do Taxista já está protocolada na Câmara de Campos dos Goytacazes
02/10/2015 | 12h08
Já na Câmara A atualização da  lei dos Taxistas é de autoria do vereador Genásio e obedecendo aos trâmites da casa,  está protocolizada  e em  análise  pela procuradoria. Sendo o parecer favorável,  seguirá para comissões e então irá à plenário.  Pelo informado foi amplamente discutido com o  sindicato dos Taxistas e com a categoria  como um todo. Reconhecimento aos direitos Traz em seu escopo o direcionamento ao atendimento de várias demandas da categoria, tais como:   implantação de pontos rotativos, vistoria municipal sem ônus, uma vez que como é feito atualmente, tem se o entendimento de ser um caso de bitributação,  ajustamento para valores suportáveis aos taxistas de multas municipais, reconhecimento da categoria de acordo com a lei federal em vigor, regulamentação de transferência de para terceiros e herdeiros, com  atenção e prioridade para os taxistas auxiliares e já com três anos de atividade, redução do equivalente de  1 taxista para cada 1200 habitantes, para o número de 1 taxista para cada 500, o que permitiria de imediato  a regulamentação  de um grande número de profissionais, implantação da data base para discussão de reajustes de tarifas,  que passará a ser o dia 1º de Janeiro.  Segundo o representante da categoria dos taxistas:  " é importante lembrar que esta lei está  embasado em  lei federal, na conversão da MP. 615, que foi também defendida em Brasília pelo então deputado federal Anthony Garotinho".  Vai aqui o agradecimento ao vereador Genásio em nome da categoria e  fazendo um apelo aos demais vereadores, sendo da bancada governista ou não, ao presidente da Câmara, Edson Batista,   também a prefeita Rosinha que estejam  mobilizados  na aprovação desta atualização da lei dos taxistas, que estenderá estes  ambicionados benefícios aos taxistas , seus familiares e a todos que indiretamente sobrevivem do seguimento.  É importante também que venha para a discussão, juntamente com o sindicato o representante do órgão fiscalizador e regulamentador do município, o Sr. Alvaro Oliveira.  O momento é de se pensar plural.   Afirmou ao blog o presidente do SICAVEROC(Sindicato dos Taxistas), o Sr.   Marcelo Vivório. Do autor da Emenda Numa conversa por telefone com o vereador Genásio  ouvimos que  já a bastante tempo ele vem discutindo com a categoria, entendendo suas demandas e necessidades:   " este diálogo acontecido antes da elaboração desta atualização na lei dos Taxistas, foi muito importante, para que se pudesse entender o vazio que se formou no atendimento as reivindicações dos condutores autônomos. Não é só o vereador Genásio que está neste projeto,  precisamos do apoio e da participação de todos os companheiros.  Estou buscando, acompanhar e fazer com que aconteça   a necessária celeridade nos trâmites  internos da casa.   Não tem espaço para interesses menores e ou pessoais;  é uma categoria importante e que busca melhorar suas condições de trabalho , para  com isso, certamente  aumentar a eficiência e  oferecer melhor qualidade nos serviços que prestam a toda a população campista;  tudo vai acontecer dentro   da velocidade e normalidade necessária".  Afirmou Genásio. Comentário:  sobre pensar e atender de forma plural, dizemos que   este é um destes momentos que a necessidade maior é atender aos anseios  desta enorme  categoria   e,   da grande faixa da população por ela atendida.  Precisa ser encaminhada a discussão e entender a importância do momento.   Sem  envolver estratégia ou interesses políticos pessoais.  Pensar no todo é o que precisa acontecer!   Por Zé Armando Barreto     Abaixo pode visualizar a imagem e texto da Emenda  que moderniza  a  Lei do Táxi em vigor. Lei do Taxista
Comentar
Compartilhe
Propaganda partidária
01/10/2015 | 01h44
Propaganda partidária A Reforma Eleitoral 2015 reduziu o tempo de propaganda partidária gratuita, tanto no que se refere aos programas, quanto às inserções. Conforme o novo texto do artigo 49 da Lei 9.096, as legendas com pelo menos um representante em qualquer das casas do Congresso Nacional têm assegurada a realização de um programa a cada semestre, em cadeia nacional, com duração de cinco minutos cada para os partidos que tenham elegido até quatro deputados federais, e com duração de dez minutos cada, para aqueles com cinco ou mais deputados. O texto anterior apenas previa a realização de um programa, em cadeia nacional, e de um programa, em cadeia estadual, em cada semestre, com a duração de 20 minutos cada. Agora, as agremiações que tiverem pelo menos um representante em qualquer das casas do Congresso também têm garantida a utilização, por semestre, para inserções de 30 segundos ou um minuto nas redes nacionais, e de igual tempo nas emissoras estaduais, do tempo total de: dez minutos, para os partidos que tenham elegido até nove deputados federais; e 20 minutos para aqueles que tenham elegido dez ou mais deputados. Antes, a legislação reservava o tempo total de 40 minutos, por semestre, para inserções de 30 segundos ou um minuto nas redes nacionais, e de igual tempo nas emissoras estaduais. Clique aqui para ler a íntegra da Lei nº 13.165/2015. Acesse aqui a íntegra da Lei nº 9.096/1995 com as alterações promovidas pela Reforma Eleitoral 2015. Fonte: TSE Voltar
Comentar
Compartilhe
Fundo partidário
01/10/2015 | 01h41
Fundo Partidário A nova lei também promoveu algumas mudanças no que se refere à aplicação do Fundo Partidário e sua destinação como forma de incentivo à participação feminina na política. Dentre as principais alterações, estão a do artigo 44, inciso V, da Lei 9.096. Segundo o novo texto, os recursos do Fundo Partidário deverão ser aplicados: “na criação e manutenção de programas de promoção e difusão da participação política das mulheres, criados e mantidos pela secretaria da mulher do respectivo partido político ou, inexistindo a secretaria, pelo instituto ou fundação de pesquisa e de doutrinação e educação política de que trata o inciso IV, conforme percentual que será fixado pelo órgão nacional de direção partidária, observado o mínimo de 5% do total”. O parágrafo 7º do mesmo artigo, incluído pela Reforma Eleitoral 2015, trouxe outra novidade. Os recursos do Fundo Partidário poderão, a partir de agora, a critério da secretaria da mulher ou da fundação de pesquisa e de doutrinação e educação política, ser acumulados em diferentes exercícios financeiros, desde que mantidos em contas bancárias específicas, para utilização futura em campanhas eleitorais de candidatas do partido. Na opinião do ministro Henrique Neves, esta é a mais importante mudança na legislação no que se refere à promoção da participação das mulheres na política. De acordo com o ministro, a destinação histórica de 5% do Fundo Partidário para ações e programas de incentivo à participação feminina na política se justifica porque embora as mulheres sejam a maioria da população do país, elas representam a grande minoria dos cargos públicos eletivos. “Há ainda, sim, em alguns locais, certo preconceito com a participação feminina. Nós temos que lutar contra isso. E não há nada que incentive mais a participação feminina do que financiar a campanha de mulheres, para promover a igualdade entre os candidatos. Essa alteração me parece que é a mais significativa para o incentivo da participação feminina nas eleições”, conclui. Além disso, o artigo 9º da própria Lei 13.165, especifica que nas próximas três eleições (2016, 2018 e 2020), as legendas deverão reservar, em contas bancárias específicas, no mínimo 5% e no máximo 15% dos recursos do Fundo Partidário destinados ao “financiamento das campanhas eleitorais para aplicação nas campanhas de suas candidatas, incluídos nesse valor os recursos a que se refere o inciso V do art. 44 da Lei no 9.096, de 19 de setembro de 1995”. Fonte: TSE Voltar
Comentar
Compartilhe
Doações
01/10/2015 | 01h37
Doações O artigo 39 da Lei 9.096 também sofreu alterações com a Reforma Eleitoral 2015. O parágrafo 3º agora estabelece que as doações aos partidos em recursos financeiros poderão ser feitas de três formas: por meio de cheques cruzados e nominais ou de transferência eletrônica de depósitos; mediante depósitos em espécie devidamente identificados; e por mecanismo disponível no site do partido, que permita o uso de cartão de crédito ou de débito, a identificação do doador e a emissão obrigatória de recibo eleitoral para cada doação realizada. Fonte: TSE Voltar
Comentar
Compartilhe
Prestação de contas
01/10/2015 | 01h23
Prestação de contas No que se refere às contas anuais dos partidos e às de campanha, a nova lei alterou o texto do artigo 34 da Lei 9.096, suprimindo a exigência de fiscalização sobre a escrituração contábil das legendas. Com a alteração, a Justiça Eleitoral fica obrigada apenas a fiscalizar a prestação de contas do partido e as despesas de campanha eleitoral. Além disso, segundo o novo texto do inciso I, as agremiações não mais estão obrigadas a constituir comitês para a movimentação de recursos financeiros nas campanhas eleitorais, devendo apenas designar dirigentes partidários específicos para tal atribuição. Com relação à eventual desaprovação das contas, a Reforma Eleitoral 2015 introduziu o parágrafo 5º ao artigo 32 da Lei dos Partidos Políticos, que tem o seguinte texto: “A desaprovação da prestação de contas do partido não ensejará sanção alguma que o impeça de participar do pleito eleitoral”. Já o artigo 37, cujo texto foi alterado pela nova lei, taxou como única sanção para a desaprovação das contas partidárias a devolução da importância apontada como irregular, acrescida de multa de até 20%. Com a alteração, as legendas não mais serão punidas com a suspensão das cotas do Fundo Partidário por desaprovação das contas, como previsto anteriormente. Isso só ocorrerá no caso de não apresentação das contas, enquanto perdurar a inadimplência (artigo 37-A, introduzido pela nova lei). Para o ministro Henrique Neves, é preciso destacar que em relação à prestação de contas partidária há duas situações diferentes. A primeira é quando a legenda não apresenta suas contas. Neste caso, a agremiação não permite que a Justiça Eleitoral exerça fiscalização, não possibilitando saber se o dinheiro público que foi disponibilizado ao partido foi bem ou mal utilizado. “Essa situação é drástica, porque o partido passa a ter suas cotas do Fundo Partidário suspensas. Se a União entrega o dinheiro aos partidos e estabelece que ele deve ser aplicado em determinadas situações e o partido não presta contas desse dinheiro que ele recebeu, não seria lógico continuar disponibilizando dinheiro para o partido. Então, as cotas do Fundo Partidário são suspensas até que o partido regularize sua situação”, explica. O outro cenário, de acordo com o ministro, se configura quando o partido político apresenta suas contas à Justiça Eleitoral, mas durante a análise da prestação de contas são identificadas algumas irregularidades, como, por exemplo, um depósito na conta do partido efetuado por uma fonte vedada ou um recurso de origem não identificada. “Neste caso, estamos falando de uma situação que pode levar à desaprovação das contas e ao pagamento de uma multa, que se dará por meio de desconto. Apresentar e ter suas contas reprovadas não é motivo para impedir alguém de concorrer às eleições; situação diversa, porém, é a daquele partido que não presta contas, que não atende ao comando constitucional [artigo 17 da CF]”, observa. Fonte: TSE Voltar
Comentar
Compartilhe
Registro partidário
01/10/2015 | 01h18
Registro partidário A nova lei modificou o parágrafo 1º, artigo 7º, da Lei dos Partidos Políticos, ao definir um prazo de dois anos para comprovar o apoiamento de eleitores não filiados para a criação de novas agremiações. Os demais requisitos permaneceram intactos, ou seja, a Justiça Eleitoral continuará admitindo somente o registro do estatuto das legendas que tenham caráter nacional, após a “comprovação do apoiamento de eleitores não filiados a partido político, correspondente a, pelo menos, 0,5% dos votos dados na última eleição geral para a Câmara dos Deputados, não computados os votos em branco e os nulos, distribuídos por um terço, ou mais, dos estados, com um mínimo de 0,1% do eleitorado que haja votado em cada um deles”. “Nós examinamos alguns processos aqui no TSE nos quais havia apoios dados há oito, nove anos. Será que aquele apoio é contemporâneo? Será que a pessoa que há oito anos apoiou a criação de um partido político, nesse período, não se filiou a outro, não mudou de ideia? Se você mantém a mesma ideia, afirme novamente seu apoio, assine novamente a ficha de filiação”, destaca o ministro do TSE Henrique Neves, ressaltando que essas questões serão, em breve, reunidas e regulamentadas por nova resolução do Tribunal acerca do assunto. Fonte: TSE Voltar
Comentar
Compartilhe