Ministério Público Estadual afasta Prefeitos e Secretários em município vizinho
31/03/2015 | 07h57
Itapemirim: Sete membros do Ministério Público Estadual (MPE) com o apoio de noventa policiais militares continuam neste momento cumprindo os 32 mandados de busca e apreensão autorizados pela Justiça para a execução da operação "Olísipo".
[embed]http://youtu.be/qD9C5yzlXcc[/embed]Assista ao vídeo de sessão da Assembléia Legislativa do Espírito Santo para entender a denúncia.
Como divulgado de primeira mão pelo portal Folha do ES o prefeito Luciano Paiva e um grupo de secretários municipais foram afastados dos cargos. O objetivo da ação iniciada no começo da manhã de hoje (31) é o de desarticular o grupo e colher provas relativas à existência de associação criminosa constituída com o fim específico de lesão aos cofres públicos do município. Empresas apontadas como envolvidas no esquema, residência de investigados e as dependências do Poder Executivo Municipal estão sendo alvos das ações. O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Procuradoria de Justiça Especial e do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com apoio da Polícia Militar, deflagrou, nesta terça-feira (31/03), a Operação “OLÍSIPO”, com o objetivo de desarticular e colher provas relativas à existência de associação criminosa constituída com o fim específico de lesão aos cofres públicos do Município de Itapemirim e cuja atuação pode ter gerado danos milionários ao erário. A operação consiste no cumprimento, pelo Gaeco e pela Polícia Militar, de 32 mandados de busca e apreensão, seis mandados de afastamento cautelar dos cargos/funções públicas, proibição de acesso às dependências do Poder Executivo Municipal, expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo, além da efetivação de ordens judiciais de indisponibilidade de bens visando à recomposição futura de valores indevidamente adquiridos. As investigações iniciaram-se em 2013 e foram desenvolvidas pela Procuradoria de Justiça Especial e pelo Gaeco, que colheram provas e fortes indícios do envolvimento de agentes públicos, diversos familiares e interpostas pessoas, em procedimentos licitatórios direcionados, irregularmente afastados e por vezes superfaturados, seja para a contratação de apresentações artísticas e shows musicais, seja em contratações de serviços de engenharia e de obras públicas com pessoas físicas e jurídicas, ou ainda locação e aquisição de bens e serviços diversos. Empresas apontadas como envolvidas, residência de investigados e dependências do Poder Executivo Municipal estão sendo alvos das ações. Os envolvidos são apontados ainda como responsáveis por lavagem de dinheiro na utilização de "laranjas" para garantir a ocultação dos valores ilicitamente obtidos. Identificou-se que diversas pessoas jurídicas que mantêm contrato com o Município de Itapemirim não apresentaram lastro orçamentário e estrutura física compatíveis com o objeto contratado. Sobre este grupo de empresas recaem fundadas suspeitas de envolvimento em fraudes licitatórias para enriquecimento dos sócios e agentes públicos, bem como constituem mera “fachada” ou intermediárias para desvio de recursos públicos municipais. Nos anos de 2013 e 2014 foram mais de R$ 10,5 milhões em recursos municipais apenas para pagamentos de apresentações artísticas, sonorização e aparato técnico, enquanto os demais contratos investigados envolvem cifras milionárias a serem apuradas. Ao todo, participam da operação sete membros do Ministério Público e 90 policiais militares. Em atuação estratégica, o Ministério Público busca intensificar a fiscalização em delitos que envolvam corrupção de agentes públicos e empresas, para proteção do interesse e patrimônio públicos. [caption width="300" align="alignright"] Fotos no site itapemirimonline.com[/caption] fonte: folhadoes.com.br _ itapemirimonline.com Assista ao vídeo de sessão da Assembléia Legislativa do Espírito Santo para entender a denúncia. Atualização ás 12:23 h: Em Itapemirim assumiu a vice-prefeita Viviane Peçanha Em um primeiro momento por 60 dias, por consequência do afastamento do prefeito Dr. Luciano (PSB), investigado por corrupção em seu governo. [caption id="attachment_8003" align="alignright" width="565"]Vice prefeita Viviane Peçanha ocupa o cargo, inicialmente  por 60 dias Vice prefeita Viviane Peçanha ocupa o cargo por 60 dias[/caption]
Comentar
Compartilhe
Meses de politicagem e demagogia e um dia de educação na Rádio Educativa
31/03/2015 | 06h15
Minha mãe ralhou comigo por causa do Garotinho Minha Mãe ontem me repreendeu: "você tem que parar de provocar o garotinho, é perigoso". Foram no portão dela dizer que eu meti o pau no Garotinho no Blog. Respondi, que não foi com certeza nenhuma invencionice ou fruto de minha criatividade literária o que leram no Blog da Coluna. Também que não é verdade o que dizem os fofoqueiros da Lapa; que eu não o respeito. Respeito e o admiro; quando em momentos raros ele permite que aflorem suas muitas qualidades. O que ocorre, é que como ser cônscio de minhas responsabilidades sociais e ente politizado que sou, não posso concordar com os métodos e práticas subterrâneas que utiliza na busca por empoderamento e alcance de objetivos pessoais. Vênias para uma meia hora na rádio Sendo justo e buscando a perfeição, faço aqui vênias a um primeiro momento do Garotinho à frente da Rádio Educativa, em seu programa " Em Cima da Hora ", onde se insurgiu o espaço para que o objeto fim daquela emissora fosse atendido. Hoje, no dia em que se rememora o início de um período negro da história do Brasil, o Professor Hélio Coelho fez nas ondas do rádio uma sala de aula sobre a ditadura; ao final uma justa homenagem ao grande ícone da luta pela liberdade no Brasil, o Governador Leonel de Moura Brizola. Brizola que com certeza, não pactuaria desta minha última e elogiosa mensão ao seu ex pupilo. "Que a coragem nos livre de todas as ditaduras, que a verdade nos livre dos ditadores"(Ze Armando) Texto escrevinhado por Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Deputado Geraldo Pudim reage a postagem do Blog da Coluna
30/03/2015 | 18h07
M. D. Deputado Estadual Geraldo Pudim Publicamos abaixo na íntegra o conteúdo recebido da vossa Ascom. Faço sugestão que faça a releitura(AQUI) da postagem que originou este vosso email, com um pouco mais de atenção vai perceber que não existe afirmação de minha parte e, sim o relato de mais este "factóide" provocado, não sei com qual intenção por vosso "líder maior". Entendo ser justo reinformar, que a fonte, foi a conversa acontecida entre os radialistas Julio Tinoco e Anthony Garotinho, durante o programa "Em Cima da Hora", veículado na Rádio Educativa FM. Sugiro que vá cobrar deles as devidas explicações pela tal "ambiência de intriga e factóide"; que forço em concordar, nem de longe arranham vossa história".... Quanto a 30 anos ao lado do mesmo, é uma culpa que apenas ao cidadão Geraldo Pudim, cabe!
Este ano completo 30 anos de vida pública ao lado de Garotinho. Não sei qual a intenção ou necessidade de se tentar promover uma ambiência de intriga entre mim e Garotinho com factoides que, nem de longe, arranham minha história ao lado de um dos maiores líderes populares desse país. O espaço de poder ocupado atualmente pelo PR na Assembleia Legislativa, não é fruto de acordos tácitos ou tratativas políticas casuísticas. O PR ter ocupado a Primeira Secretaria demonstra que o presidente da Casa, Jorge Picciani, repeitou o que está estabelecido no Regimento Interno, cuja à letra estabelece que a segunda maior bancada daquele Parlamento (no caso nós do PR) tem direito a ocupar a função administrativa em questão. Se algum dia (e esse dia vai acontecer) eu tiver que estar com o governador Pezão enquanto Primeiro-Secretário da Alerj irei, sem constrangimento nenhum. Não estou Primeiro-Secretário para servir a mim e sim ao povo. Institucionalmente vou cumprir todas as agendas que me forem demandadas seja com político A ou B. Sou deputado de um partido republicano, e o rito republicano é intrínseco a minha postura política. Não pode haver confusão entre a função institucional que desempenho com o mandato conferido a mim pelo povo fluminense. Mandato este em que o meu posicionamento e o da bancada como um todo é de oposição ao Governo do Estado, mas de forma responsável como tem sido. Há necessidade de ampliarmos a percepção daquilo que está no cerne das minhas funções institucionais enquanto representante do Parlamento, e minhas funções enquanto mandatário na qual exerço as funções político-institucionais investido da confiança depositada em mim pela população. Em todos estes anos qualquer um que tentou promover qualquer tipo de picuinha entre mim e Garotinho não logrou êxito, pois somos unidos por laços que transcendem a política. Ainda sobre o suposto encontro as escondidas com o Pezão posso garantir que não ocorreu, mas repito, ocorrerá, e todos sabem que a bancada do PR está unida em busca do atendimento das demandas de municípios como Campos. Estivemos reunidos na Prefeitura de Campos com a prefeita Rosinha e com o Garotinho, reunião na qual ficaram definidas as pautas que os oito deputados vão encaminhar com as reivindicações do município de Campos, assim como faremos com outros como Itaperuna, Araruama, São Gonçalo. As reivindicações são para o pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) aos municípios fluminenses, relativos à negociação de precatórios; o retorno da proposta original da Lei Rosinha, tendo em vista que a alteração feita em 2010 impede que diversas empresas tenham acesso ao benefício de ICMS a 2% para se instalar em território fluminense; a posição contrária à transposição do Rio Paraíba e a discussão sobre a crise hídrica, que já tem acarretado em sérios danos ao município; a limpeza dos canais rurais de responsabilidade do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), além de a municipalização do Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Wilson Batista, no Parque Guarus; e a permanência do compartilhamento da Escola Leôncio Pereira Gomes, em São Sebastião. Para finalizar, nossa assessoria está acompanhando todas as nossas ações, e desde já, posso garantir que a agenda com o governador, caso confirmada, será amplamente divulgada. Ascom Deputado Geraldo Pudim.
Comentar
Compartilhe
Revista ÉPOCA - O PRONA vai voltar
30/03/2015 | 06h29
[caption width="300" align="alignright"] Marcelo Vivório (Presidente Nacional do Prona )[/caption] O retorno do PRONA ao cenário político Nacional é inicativa do sindicalista fluminense Marcelo Vivório que viu na condução digna e ética do ex presidente Enéas Carneiro a direção a ser seguida, na busca de um norte para a política nacional. O partido está em fase de adesões e já tem formação em 13 estados da federação. " O sonho que estou realizando é o resultado da vontade coletiva de todo povo brasileiro , cansado de arranjos escusos, conchavos e maracutáias que envolvem o meio político atualmente. Queremos dar ao eleitor a oportunidade de ter orgulho em ser digno e caminhar com pessoas e políticos dignos".
[caption id="attachment_7980" align="alignright" width="877"]O PRONA está de volta ... O PRONA está de volta ...[/caption]
Comentar
Compartilhe
De novo: o Garotinho é o último a saber !
29/03/2015 | 12h52
Pudim com Pezão O ex governador Garotinho, semana que passou, foi questionado em seu programa na rádio Educativa; se ele sabia de um encontro acontecido, entre o o deputado Geraldo Pudim e o Governador do Estado, encontro este promovido pelo deputado Picciani, este um seu grande aliado quando foi governador; muito sem graça, respondeu mais ou menos assim: 'não vejo Pudim faz muito tempo e além do mais, estou evitando pudim'. Traído de novo Nossas memórias recentes voaram na direção do ex deputado Roberto Henriques e sua debandada do PR, pouco após sua eleição em 2010; sem apoio da máquina municipal, RH mudou de partido e perdeu a última. Perdeu inclusive o registro por irregularidades eleitorais. É opinião pessoal; 'eu não acreditei e não acredito na traição do RH'; foi combinado com o chefe e, ele permanece aliado até hoje e, com seus "ectoplásmicos" sobrevivendo no universo róseo garotiniano. Agora com Pudim, a história se repete, será? Se for, pela segunda vez o cor religionario, foi o último a saber. Periga virar hábito.... Na pracinha da Lapa, o papo é que apesar dos pesares, está no controle! Texto escrevinhado por Zé Armando
Comentar
Compartilhe
Esperança... Coluna Comentários 27_03_2015
27/03/2015 | 16h54
[caption id="attachment_7965" align="alignright" width="800"]CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR [/caption]
Comentar
Compartilhe
Medições de níveis do Rio Paraíba no site do Estado
27/03/2015 | 12h57
[caption width="300" align="alignright"] Deputado Comte Bittencourt[/caption]LEI Nº 6966 DE 02 DE MARÇO DE 2015 de autoria do deputado Comte Bittencourt(PPS/RJ), orienta o Estado a divulgar em seu sítio eletrônico “site”, de forma clara e facilmente acessível, o resultado das medições qualitativas e quantitativas do Rio Paraíba do Sul nos dezesseis pontos de coleta na calha principal e nos vinte e um pontos de seus afluentes, assim como, as avaliações realizadas. A medida é fundamental ao acompanhamento do que foi ajustado pelos tres estados em relação as variações de vazão do Rio Paraíba do Sul, principalmente no trecho abaixo de Sta Cecília. Por Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
A Bronca é geral ...
26/03/2015 | 06h34
Seria cômico se não fosse trágico, mas vídeos e chistes sobre os que votaram com a presidente Dilma e agora se dizem enganados estão bombando na internet. Este do pequeno irracional é um dos mais acessados. E agora me diz: se fosse o Aécio; o que ele faria com o pó que vem sendo empurrado para debaixo dos tapetes desta imensa nação? Pra desestressar, assista o vídeo do cãozinho na bronca... [embed]https://youtu.be/RI8bETKEKmQ[/embed]
Comentar
Compartilhe
Pula. Senta. Deita. Rola... 17...
26/03/2015 | 01h50
Senta, levanta, rola, deita, morto, pega; comandos normais em qualquer adestramento; obedecê-los, garante o pouso tranquilo, os bons tratos e a ração farta. Agora; este últino, com certeza vai confundir. Vai complicar o desenrolar do espetáculo, pior; vai podar uma meia dúzia dos " fiéis"... Vai dar ruim.. Mas que vai garantir uns agrados e uns bons " biscoitinhos", vái...
Comentar
Compartilhe
Fim das coligações nas eleições proporcionais passa no Senado e segue para Câmara
24/03/2015 | 19h19
Senado   Imagem  11 O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (24), em segundo turno, o fim das coligações partidárias nas eleições proporcionais. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 40/2011, do ex-senador José Sarney (PMDB-AP), havia sido aprovada em primeiro turno há duas semanas e faz parte de um grupo de matérias relacionadas à reforma política selecionadas pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, e pelos líderes partidários. Foram 62 votos a favor e apenas três contrários, além de uma abstenção. Para uma PEC ser aprovada, é preciso o apoio de três quintos dos senadores, ou seja, no mínimo 49 votos. A matéria agora segue para análise da Câmara dos Deputados. Pela proposta, somente serão admitidas coligações nas eleições majoritárias – para senador, prefeito, governador e presidente da República. Fica assim proibida a coligação nas eleições proporcionais, em que são eleitos os vereadores e os deputados estaduais, distritais e federais. Representação Para o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), a aprovação da proposta é um primeiro e importante passo nas reformas que estão sendo discutidas no Congresso. O senador disse que a medida vai aprimorar o sistema de representação política no Brasil. Já o senador Omar Aziz (PSD-AM) reconheceu que o fim das coligações pode ser um passo importante, mas defendeu o debate sobre o financiamento das campanhas, “com urgência”. Por sua vez, o senador João Capiberibe (PSB-AP), avaliou que o fim da reeleição deve ser outro tema tratado com urgência pelo Congresso. O senador Walter Pinheiro (PT-BA), ao votar favorável à proposta, também cobrou a inclusão de outras pautas que promovam uma reforma política ampla, como a reestruturação dos partidos e o financiamento eleitoral. Na visão do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), a proposta pode tirar do processo político “os oportunismos eleitorais”. O senador Blairo Maggi (PR-MT) disse que o fim das coligações nas eleições proporcionais traz tranquilidade aos pleitos e moraliza as eleições, pois pode ajudar a acabar com as legendas de aluguel. — A proposta pode trazer maior valor e mais representatividade dos partidos junto à população — opinou Maggi. Articulação O senador Aécio Neves (PSDB-MG) elogiou a iniciativa de Renan em trazer para o Plenário do Senado temas da reforma política. No entanto, o senador pediu uma articulação mais clara com a Câmara dos Deputados, para que uma matéria aprovada em uma Casa não fique esquecida em outra. Ele lembrou que muitos projetos já foram aprovados no Senado e não tiveram andamento na Câmara, mas apoiou a PEC 40. — Esta matéria é extremamente relevante para que tenhamos partidos políticos conectados com a sociedade — declarou. Em resposta, Renan informou que, mais cedo, teve um encontro com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em que ficou acertada uma agenda comum entre as duas Casas do Congresso, tendo a reforma política como um dos assuntos principais para o que definiu como “pauta expressa”. Propostas da Reforma Política votadas até o momento Senado   Imagem Por Tércio Ribas Torres Fonte: Agência Senado
Comentar
Compartilhe
Povo bom X Povo ruim da "Nação Goitacá"
24/03/2015 | 15h12
Lí faz pouco aqui mesmo no FolhaOnLine a matéria sobre um movimento de pais, alunos e professores revoltados do CIEP Munucipalizado " Nação Goitacá". Olhem: "Não tem jeito para este povo que vive bloqueando estrada e queimando pneus para chamar atenção pela falta de moradia digna, falta de professores, falta de segurança, falta de saúde e falta de bem estar. Reclamam demais, povo ruim... Povo que tem preconceito contra os excelentes gestores da prefeitura municipal de Campos dos Goitacazes.... Repito, povo ruim"... Povo bom, bon mesmo, é o povo que come Samon e bebe " Jhon Blue"no cocho oficial! Pior e mais tenebroso de tudo é que parte desta Nação Goitacá" é que vai mantê-los dominadores; pois que os vejo, fazendo folguedos, juntando espelhinhos e canivetes, para as trocas pelos preciosos votos em 2016.
Comentar
Compartilhe
Professor Avelino - Troca o povo desta cidade ...
23/03/2015 | 12h18
"Tá largado cumpádi" ! É assim que funciona, não há o que discutir. A prefeita está afastada em tratamento de saúde; o secretário mór está desorientado e gasta seu precioso tempo em conversas fiadas nas rádios e TVs oficiais. Nem ela , nem ele Se é "ela" quem comanda de direito e, "ele" de fato, que não tem o controle do timão desta barcaça, e estão fora da cabine de comando, tá explicado porquê a rataria que está fazendo a festa. [caption id="attachment_7938" align="alignright" width="300"]DO Facebook do Professor Avelino Ferreira DO Facebook do Professor Avelino Ferreira[/caption]Pobre de nós todos Pobre da sua sogra, dos alunos da rede municipal e do povo desordeiro e mal educado desta cidade que passa seus dias enchendo os bueiros de garrafas pet e lixo, pra provocar propositadamente alagamentos nas vias públicas...(quem está divulgando são os representantes da prefeitura) Depois de sua declaração eu só tenho uma coisa a dizer: troca o povo ! Zé Armando Barreto Comentário: Que tal recolher as tais garrafas pet e reciclar, como já se faz com os resíduos das podas das árvores desta cidade. Pode-se usar a mesma estrutura...
Comentar
Compartilhe
PSDC de Campos - Convenção deste Domingo( 22_03) elegeu novo comando
22/03/2015 | 19h27
IMG_7001PSDC se organiza em Campos A eleição deste Domingo parece por fim a uma disputa jurídica que já dura alguns anos, em 2012 a justiça tirou o comando do deputado João Peixoto e entregou ao político da baixada campista Lelé, aliado tradicional de Garotinho. João comandava o estado , mas não possuia ingerência sobre o PSDC em Campos. IMG_6993Democracia e Harmonia Hoje em uma votação tranquila, com visível obediencia aos ritos, também ao estatuto do partido e, atendendo a prazos determinados pela justiça para sua realização, a chapa " 1", comandada por Edson Faes(presidente) e Carlos Siqueira(vice presidente) foi vencedora, da executiva atual, em vigor até o dia 29 de Março de 2015, apenas o secretário geral, Alberto Coutinho faz parte também como secretário da executica eleita hoje. Uma outra chapa buscou as condições para participar do pleito, no entanto foi considerada impugnada por ter irregularidades em sua composição. IMG_6955Convenção sem João O detalhe foi a ausência do Deputado Estadual João Peixoto, presidente regional e autoridade maior do PSDC no estado. Do grupo comandado por Lelé , nenhuma presença notada, também não compareceu a convenção o vereador eleito pelo PSDC, José Carlos. Diálogo e disputa majoritária Estes movimentos de hoje podem agitar o tabuleiro político da cidade; se existir diálogo com esta nova direção, pode ser aberta a porta ou não, para uma candidatura de João Peixoto a prefeitura de Campos. É aguardar os próximos movimentos para entender em que direção o jogo político será conduzido. Por Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Lava jato começa em Campos...
21/03/2015 | 15h59
Acabei de ler no face a informação de que um Juiz local determinou uma perícia nas contas da prefeitura," comandada" pela Sra. Rosinha. Ato contínuo, leio a coluna do Bastos a notícia de uma mal educada e desrespeitosa operação de lavagem feita na praça São Salvador, onde literalmente se ignorou o direito do público para fazer a necessidade do privado. É bem do estilo da " gestão" garotista.... Seria o sinal de que começou a "lava jato" na planície? Redação de Blog
Comentar
Compartilhe
14 milhões repassados para a saúde de Campos, em Janeiro de 2015. "E Tome muleta"...
19/03/2015 | 12h09
Repasse Jan15Gestão mais ou menos O pobre e o remediado, e agora os servidores públicos são os que se utilizam do sistema público de saúde em Campos. Faltou remédio, faltou atendimento, faltou atenção adequada, faltou médico; é porque falta gestão qualificada. Porque tanta reclamação? A toda queixa ou reclame por parte dos usuários, lá vem veloz e prontamente as justificativas e desculpas esfarrapadas, pelos radialistas e apresentadores oficiais. Agora os que mandam, estão colocando os médicos e gestores menores na fogueira; é evidente que não querem ficar mais queimados que estão. Sempre que a gente ouve um "gestor menor" da saúde de Campos dando desculpas, e apresentando suas "muletas¹" nas rádios e TVs oficiais(e agora é todo dia) e se lamuriando pelos poucos recursos que tem para manutenção da estrutura municipal de saúde, me vem à cabeça: " onde estão os recursos recebidos, como e quanto gastam, quanto gastam adequadamente, porque tanta reclamação"? O que está por trás ? Em muitos municípios; a política assistencialista e viciada dos eleitos e postulantes a candidatos, está por trás das muitas gestões equivocadas ! Aquelas práticas de remédio para atender as indicações de fulano e beltrano, não faltam, marcações de consultas, exames, tratamentos e intervenções cirúrgicas tem privilégio de atendimento se for indicado por um destes ! Em Campos algumas denúncias destas situações "equivocadas" tem acontecido. Será que não tem fundamento? Vou insistir; se é fonte federal: a quem cabe a observância das aplicações destes recursos? Em Campos dos Goytacazes Então; no caso específico de Campos dos Goytacazes, os recursos tem vindos do estado e união para atender suas demandas e inclusive as atenções a média e alta complexidade dos municípios vizinhos. Para referencia; da União(Governo Federal) vieram R$ 14.941.136,07(Jan/15), somam se a estes recursos próprios; e isso nunca chega para se exercer uma gestão ideal. Talvez a solução seja a que vi inscrita em um para choque de caminhão: se tem torneira pingando e o titular não sabe resolver, chama o marido de aluguel...( 22 9999-.......) Por Zé Armando Barreto Muletas¹. Gíria usual no "mercado de alimentos", para desculpa de quem demora a chegar nas soluções.
Comentar
Compartilhe
Em São Francisco de Itabapoana - Prefeitura poderá gastar 1 milhão em flores e caixão
18/03/2015 | 06h22
IMG_4461A comparação é pútrida, mas o limite do tolerável e suportável já passou. A natureza é um bem comum, os recursos públicos são para uso, sutentação e evolução da qualidade de vida, os cuidados ao meio ambiente estão neste pacote. Para tal fim; é necessário eficiência na sua aplicação, qualidade na sua gestão, para que se alcance resultados ideais. Definitivamente; não é o que acontece em Gargaú, pontualmente nesta ocorrência com a Lagoa do Comércio! Investimento em pedra, desprezo pra vida.. As obras no entorno da Lagoa do Comércio, localizada na comunidade tradicional de Pescadores de Gargaú; Talvez cheguem a ter confirmada sua importância, à mobilidade e a promoção de lazer da população. O que nos entristece e frustra; é que a Lagoa encrustrada no meio destas obras, está definhando, prestes a morrer; tem ocorrências constantes de mortandade de peixes e, para que esta situação não permaneça, não acontece nenhuma ação por parte da prefeitura, nada de qualquer ato ou atitude por iniciativa da secretaria de Meio Ambiente. Os muitos alertas já feitos, foram totalmente ignorados por "gestores" do município. A urgência para intervenções naquele lugar, foi percebida apenas a execução das obras no entorno. [caption id="attachment_7902" align="alignright" width="300"]Urbanização da margem da Lagoa Urbanização da margem da Lagoa [/caption]Homenagens a uma amiga moribunda Com a Lagoa morta, as obras de urbanização no entorno da Lagoa do Comércio que já consumiram R$ 500.000,00(Quinhentos Mil Reais) e vão consumir mais uns tantos R$ 500.000,00, vão se tornar nada mais que um enorme caixão de pedra, enfeitado de muitas flores, para o sepultamento de uma muito querida amiga, filha da amada mãe natureza, que em suas águas antes límpidas, já aconchegou muitas brincadeiras e abrandou os calores, proporcionou passeios à remo, amenizou o sofrimento e a fome de muitos gargauênses e sanfranciscanos. [caption id="attachment_7909" align="alignright" width="300"]A cobra d'água não resistiu a poluição  da Lagoa do Comércio A cobra d'água não resistiu a poluição da Lagoa do Comércio[/caption]Veia Calibrosa. Encaminho um pedido, orientado por indicação técnica que não é minha, é daqueles quem tem a qualificação para tal, ao Prefeito Pedrinho Cherene. Se faz necessário, que se execute, ação de limpeza do Riachinho; intervenção de caráter emergencial e de absoluta importância à ressuscitação da Lagoa do Comércio, este configura o única vaso de irrigação da lagoa. Por Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Garotinho pode comandar da Câmara a partir de 2016
17/03/2015 | 12h23
A Câmara de Vereadores é quem realmente comanda todas as ações, situações e intervenções nas cidades do Brasil. O sistema "democrático" funciona assim. Os vereadores podem atender ou não um indicação ou orientação do prefeito. Vereadoes tem força pra manter ou cassar o prefeito diante de uma situação fraudulenta da administação. É uma situação cômoda e conveniente ao vereador, observar de suas poltronas macias uma e outra ação equivocada do prefeito, embora o fato é que as aberrações administrativas e as falcatruas habituais, foram previamente endossadas por eles. Mas se um Anthony Garotinho vem pra rua em 2016, ele vai o presidente de Câmara, vai eleger seus comandados e vai governar a cidade e seus muitos bilhões do plenário refrigerado da Câmara de Vereadores! Não tem pra onde correr... Melhor ajustar uma transição harmoniosa.... ZÉ ARMANDO
Comentar
Compartilhe
Não aceitaremos um novo golpe. Diz Stébile no RS...
14/03/2015 | 13h14
"Em 1961, a burguesia brasileira quis dar um golpe e, nesta praça, Brizola iniciou a Campanha da Legalidade e garantiu a posse de Jango. Depois, em 64 eles conseguiram dar o golpe. Não aceitaremos um golpe. Então se preparem, engraxem as chuteiras que o jogo está só começando. A luta de classes está se agudizando no Brasil"; a fala do coordenador nacional do MST, João Pedro Stédile, em tom de advertência e convocação, encerrou o ato em defesa da Petrobras, da democracia e dos direitos, em Porto Alegre; ele falou para um público de mais de 6 mil pessoas, em frente ao Palácio Piratini, na Praça da Matriz, onde Leonel Brizola liderou a resistência contra as primeiras tentativas de um golpe. Fonte: site 247
Comentar
Compartilhe
Tão mauzinho quanto o pior !
12/03/2015 | 11h00
Nestes novos tempos, na barca furada onde irão naufragar muitos dos envolvidos da operação lava jato, um elemento de índole tão mau quanto o pior verdugo, envolve seus muitos inimigos nestas conversas de contas no exterior. Eu só me entristeço com a constatação que na sua visão atrofiada pelo ódio e talvez pelas doses de pesados anti depressivos; as suas recentes experiências de dor e derrotas, não o faça evoluir. Nem crescer !
Comentar
Compartilhe
Vereadora sugere demissões na secretaria de obras
11/03/2015 | 01h06
Fez errado manda embora " ...e se o erro na execução da obra foi da secretaria de obras, que se demita o responsável". A vereadora Auxiliadora Freitas foi incisiva em seu discurso na sessão desta noite. Me pareceu que a sugerência era a demissão do secretário Edilson. A obra milionária é a do sistema de drenagem na descida da Ponte Leonel Brizola; que de tão "mal feita" não funcionou e, mais uma vez a região ficou completamente alagada. Com a mão no meu bolso Campistas, podem se sentir roubados. Eu, me sentí desta triste forma diante do deboche, do escárnio, do cinísmo espalhado naquele cenário "beirado ao ridículo". Ninguém merecia ter visto!
Comentar
Compartilhe
Sofrimento fome e sede e, falta dágua no Brasil todo.
09/03/2015 | 06h59
Situação de penúria Na semana passada em Goiás, tivemos a oportunidade de ouvir relatos de gestores públicos , e principalmente dos trabalhadores da agricultura familiar e pescadores de muitas das regiões do Brasil. Algumas situações críticas, já beirando o desespero. Os pedidos da urgência nos atendimentos chegaran aos montes. Ação por Campelo foi exemplo Na oportunidade, pude fazer um breve relato da eficiência das ações que mobilizamos pela REDE RIO pela recuperação do curso do Canal Catáia em parceria com a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana e na do Canal do Vigário, com a parceria da Prefeitura de Campos, ambas na busca da recuperação da Lagoa de Campelo. Mostramos que trabalhando juntos, com diálogo e eficiência a as soluções acontecem. O que mais frisei, foi a condição de se fazer a ação, buscando o afastamento dos interesses em benefícios eleitoreiros; embora a gente saiba que isto acontece naturalmente. Junto a eficiência das ações, ficou a fortaleza do exemplo, da imagem poderosa, do simbolismo do trabalho realizado por muitas mãos, de diferentes seguimentos, na direção de um objetivo único. Ao final fiz uma citação de uma mensagem que recebi faz algum tempo." vamos a luta companheiros fiquem tranquilos que eu consigo fazer tudo; nada sozinho!" Fome e sede rondando as famílias rurais Sem água pra produzir ou pescar a fome ronda e a eminência é falta total de água; é de sede! Já existem medidas sendo tomadas, mas apenas paleativos e nestas a prioridade é garantir o atendimento ao consumo humano. Pedidos de ajuda O principal reclame; a dificuldade e principalomente a demora absurda em se receber as atenções necessárias as situações carências pontuais, solicidadas as suas prefeituras locais. Fomos ouvidos De volta a Campos recebo um informe do Secretário de Agricultura, Eduardo Crespo de que as demandas por mitigações da grande estiagem em nossa região, apresentadas por nossos pescadores artesanais e trabalhadores da agricultura familiar em reuniões mobilizadas pela Rede Rio de territórios da Cidadania da qual sou parte, já estão e serão plenamente atendidas. Entre estas, o atendimento com máquinas e bombas dágua da prefeitura de Campos e a criação de um defeso(garantia de renda mínima) emergencial para garantir o sustento básico das famílias de pescadores e agricultores atingidos pela crise hídrica. Organizados e eficientes Bato palmas aos pescadores e agricultores, todos parte como entes e instituições membros do Território da Cidadania Norte Fluminense, ao CBH BPS, ao INEA, a FIPERJ a FENORTE e todos que sentaram se à mesa pra discutir e entender a urgência da situação e ajustar as soluções; em especial, faço vênias ao secretário Eduardo Crespo e para ser justo, também a prefeita de Campos dos Goytacazes Rosinha Garotinho, que de pronto entenderam a eminência do caos. E como diz nossa gente simples: chegaram juntos ! Muito a caminhar Essa união em prol da sobrevivência do complexo hídrico de Campelo é apenas um primeiro passo nessa tarefa. Não podemos desmobilizar e diminuir as ações, precisamos estender a todos os lugares que precisam de nossa atenção; logo chega o inverno e com ele a estiagem. Vamos em frente companheirada. Muitas léguas a percorrer.. Por Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Combinado pra não ter sessão na Câmara
04/03/2015 | 05h34
Oxalá que não seja verdade, mas entre um balde de água e outro, enquanto desalagavam os corredores da Câmara de Vereadores de Campos dos Goytacazes, além das águas, as conversas rolavam soltas e, o assunto preferido era un suposto arranjo entre os pares, para que não houvesse quorum para a sessão de hoje(04/03). O Papo é que o Dr. Não vái e, o outro Dr. Também não vai, e que o vice vai presidir, e que ele não tem pulso firme para controlar as vaidades. Será que o pessoal ouviu direito? Por via das dúvidas, vamos lá trabalhadores planicianos: - Se o senhor for trabalhar e fizer corpo mole; é gancho! - Se não for é falta e desconto no salário. - Paredão então é ferro... Demissão na certa! Você que paga os salários dos vereadores, acha justo esta suposta gazeteada deles? Tomara que chova mais e que esta conversa nos corredores alagados da Casa de lei, seja mais uma das muitas conversinhas fiadas que rolam por lá... Daqui a pouco a gente vai saber. Zé Armando
Comentar
Compartilhe
Chuviscada alaga gabinetes da Câmara de Campos ( Vídeo do alagamento )
03/03/2015 | 15h36
Chovendo dentro da Câmara neste momento [embed]http://youtu.be/u54UqmtXK54[/embed]Parece piada, mas infelizmente não é! Salvo engano o teto do plenário já andava despencando possivelmente por conta de manutenção mais ou menos. Quem faz e quanto custa a manutenção do prédio da Câmara ? Tem feito? M. D. Vereador Mauro Silva. Escolho-o "aleatoriamente" para ser o nosso representante neste questionamento. Entendemos ser relevante ao bem da ordem, que as necessárias explicações por conta deste desleixo com a caso do Povo, fossem cobradas por Vossa Excelência. Por Zé Armando Barreto Breve vídeo do alagamento
Comentar
Compartilhe
Comitê de Bacias do Baixo Paraíba discute hoje(03/02) a situação da Lagoa de Campelo.
03/03/2015 | 06h58
Abaixo a convocatória Prezados (as) Senhores (as), Vimos por meio desta, no uso das atribuições conferidas pelo Regimento Interno do Comitê de Bacia do Baixo Paraíba do Sul e Itabapoana, convocá-los (las) para participar da 1ª Reunião Extraordinária da CTRHEH em 2015, que será realizada no dia 03 de março de 2015 (terça-feira), às 14h, na sala de reuniões do Comitê, localizada na UD4 – UENF (Prédio E1, sala 112). A reunião terá a seguinte ordem do dia: 1. Abertura; 2. Reflexos do período de estiagem; 3. Situação da lagoa do Campelo; 4. Encerramento.
Comentar
Compartilhe
5 razões pelas quais impeachment de Dilma é improvável, segundo brasilianistas
02/03/2015 | 12h27
Na semana passada, um blog publicado no site do jornal britânico Financial Times listou 10 motivos para acreditar que Dilma poderia sofrer impeachment. [caption width="600" align="alignnone"] © Foto: Leo Correa/AP Na semana passada, um blog publicado no site do jornal britânico Financial Times listou 10 motivos para acreditar que Dilma poderia sofrer impeachment.[/caption] A série de problemas enfrentados pela presidente Dilma Rousseff neste início de segundo mandato já foi indicada por alguns como sinal de ameaça ao seu governo. Na semana passada, um blog publicado no site do jornal britânico Financial Times listou 10 motivos para acreditar que Dilma poderia sofrer impeachment, entre eles as investigações de corrupção na Petrobras, a economia em baixa, a crise no abastecimento de água e energia e o menor apoio no Congresso. No entanto, para cientistas políticos consultados pela BBC Brasil, esse não é um cenário realista e, apesar dos problemas, no momento não há razão para considerar a possibilidade de que Dilma não termine seu mandato.
Abaixo, seis motivos pelos quais os brasilianistas consideram improvável um processo de impeachment no Brasil:
1 – Até o momento, não há base para impeachment Para os analistas entrevistados pela BBC Brasil, apesar dos graves problemas enfrentados pelo governo, não está claro qual seria a base para um processo de impeachment. "Há tensões dentro do governo, tensão entre Lula (o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva) e Dilma, entre o PT e (o novo ministro da Fazenda) Joaquim Levy. A polarização no Brasil está ficando muito forte, entre o PT e a oposição, entre o Congresso e a presidente", enumera Peter Hakim, presidente emérito do instituto de análise política Inter-American Dialogue, em Washington. "Mas a pergunta que eu tenho é como o processo de impeachment seria iniciado, qual seria a base para impeachment", questiona. Segundo Hakim, até o momento não parece haver nada que possa desencadear um processo de impeachment. Ele ressalta que acusações de "incompetência", por si só, não são motivo para impeachment. O cientista político Riordan Roett, diretor do programa de estudos da América Latina da Universidade Johns Hopkins, em Washington, lembra que nos Estados Unidos a ameaça de impeachment também costuma ser mencionada com frequência. "O impeachment nunca está fora de questão. Os conservadores do Tea Party estão sempre falando em impeachment no Congresso americano, mas obviamente isso não vai acontecer", compara. "(No caso do Brasil) penso que é muito cedo para sequer pensar sobre a possibilidade de um processo sério de impeachment." 2 – Não há evidências de envolvimento de Dilma no escândalo da Petrobras O escândalo de corrupção na Petrobras, que já provocou o rebaixamento da nota da empresa pela agência de classificação de risco Moody's, é considerado por Hakim o principal problema enfrentado por Dilma no momento. Mas ele e outros analistas ressaltam que nada indica que a presidente – que esteve à frente do Conselho de Administração da empresa entre 2003 e 2010 – tenha tido algum tipo de envolvimento ou soubesse dos casos de corrupção. "Até o momento, não há evidência de que Dilma seja culpada de nada além de má administração (no caso da Petrobras)", diz o cientista político Matthew Taylor, pesquisador do Brazil Institute, órgão do Woodrow Wilson Center e professor da American University, em Washington. Taylor observa que, assim como no escândalo do Mensalão muitos dos membros mais céticos da oposição diziam na época que o então presidente Lula deveria saber do que ocorria, no caso da Petrobras é possível que muitos digam o mesmo de Dilma, que seus laços com a empresa eram tão estreitos que ela deveria saber do esquema de corrupção. "Mas em uma grande organização como essa, é bem plausível que ela simplesmente não tenha investigado mais profundamente o que poderia estar ocorrendo", afirma. "Até agora não há qualquer sugestão nos documentos que se conhece de que Dilma seja culpada de qualquer comportamento criminoso", diz Taylor. 3 – A oposição não tem interesse em um processo de impeachment Segundo os analistas ouvidos pela BBC Brasil, a oposição não teria condições e nem tem interesse em levar adiante um processo de impeachment. "Não acho que o PSDB teria muito a ganhar. Além disso, precisaria do apoio do PMDB e de outros partidos na coalizão do governo. E, francamente, nenhum desses partidos gostaria de ver Dilma sofrendo um impeachment", afirma Taylor. "Eles têm muito a ganhar com uma Dilma enfraquecida", observa. "Talvez seja melhor para a oposição simplesmente deixar Dilma mergulhada na crise e deixar que ela tome as difíceis medidas de austeridade e ser responsabilizada por elas." 4 – Apoio no Congresso Dilma enfrenta dificuldades em sua relação com o Congresso e com a própria base aliada, em um momento em que o PT e o PMDB, apesar de terem as maiores bancadas, perderam cadeiras nas últimas eleições, que também foram marcadas por uma maior fragmentação do Congresso. "Uma das questões cruciais para Dilma é lutar contra a oposição que há no Congresso ao plano de ajuste fiscal. Mas ela está em uma posição enfraquecida, porque não é popular, o PT tem menos membros no Congresso, há mais partidos pequenos", enumera Roett. Apesar das dificuldades, os analistas ressaltam que a estrutura de apoio de Dilma é muito mais forte do que a do ex-presidente Fernando Collor de Mello, alvo de impeachment em 1992. "Collor estava implementando políticas que eram de certa maneira radicais, que iam contra a maioria dos eleitores, e estava fazendo isso em um contexto em que seu partido tinha menos de 3% do Congresso", diz Taylor 5 – Dificuldades em toda a América Latina A avaliação dos analistas é de que, apesar de graves, os atuais problemas não são exclusividade do Brasil. Muitos países da América Latina também enfrentam um período de escândalos e economia em queda. "Não é como se o Brasil estivesse sozinho", observa Hakim. Ele cita os casos de México, Venezuela, Peru, Chile e Argentina, onde os presidentes também atravessam um momento de fraca popularidade. "Se no Brasil a inflação chega a 7,3% nos últimos 12 meses, na Argentina está em torno de 40%, e na Venezuela perto de 70%", diz Hakim. "A confiança do investidor está em baixa em toda a América Latina." 6. Exagero Para Hakim, há um certo exagero quando se fala na possibilidade de impeachment de Dilma. "Ninguém falava em impeachment de Fernando Henrique Cardoso por causa da crise do apagão. Ninguém falava em impeachment de Lula por causa do Mensalão", lembra. O analista reconhece que Dilma está enfrentando problemas em várias frentes, mas afirma que esses problemas não são incomuns em governos com a economia em baixa. "Lembra quando todos falavam que o Brasil era um foguete em direção à lua, que ninguém segurava o Brasil? Aquilo foi dramaticamente exagerado. Agora, o suposto desastre enfrentado pelo Brasil também está sendo exagerado. Pode estar prestes a enfrentar um pouco de turbulência, mas não se compara à situação da Argentina ou da Venezuela", afirma Hakim. Taylor diz que o escândalo da Petrobras o deixa "cautelosamente otimista". "Quando se pensa no Brasil e nas experiências da América Latina, em quantos outros países você prenderia alguns dos mais importantes empresários e consideraria a possibilidade de prender alguns dos mais importantes políticos? E, mesmo eu não achando um cenário realista, a própria contemplação de impeachment de uma maneira válida institucionalmente. Isso tudo aponta para a força da democracia brasileira, não fraqueza." Fonte BBC Brasil
Comentar
Compartilhe
Mãe. Tem um homem estranho dando banho e trocando fraldas de sua menina na creche?
02/03/2015 | 06h43
Assunto sério demais O assunto é sério e, em muitas das unidades de creches as mães não estão aceitando que esta situação seja mantida. Afinal, cuidados como o banho da criança, trocas de fraldas sempre foi um cuidado feito por mulheres. Me incomoda a situação, principalmente porque me vem à memória aquela situação em 2012 de um "cuidador" que foi acusado de abusar de uma criança de 3 anos na creche de Goytacazes. Na ocasião a então Secretária Joilza afastou o funcionário e ofereceu acompanhamento pscológico aos pais, lembro ainda que o assunto recebeu destaque na Câmara Municipal pela Professora Odisséia, então vereadora. Quais os pais estariam tranquilos pra trabalhar nesta situação. Não sou preconceituoso, mas a preocupação é real. Alerta a gestão municipal na educação Uma situação como esta precisa ser antecipada e as medidas efetivamente tomadas pelos gestores em educação. Tudo que se fizer após o fato ocorrido, será sempre pouco eficiente em proporção a carga de sofrimento sobre uma criança, que mesmo cuidada, levará esta experiência negativa por toda a vida, experiência traumática e também compartilhada por os pais e familiares. Porque não se discutir o assunto e, se entendido necessário tomar as medidas preventivas. Temos um novo Secretário de Educação em Campos, que nos parece extremamente qualificado e eficiente; a ele oferecemos o alerta feito pela Professora Heloísa Helena em sua página no Facebook.
No concurso realizado para auxiliar de creche, muitos homens foram aprovados e começam a tomar posse. Uma questao, começa a preocupar maes de meninas nas creches que prometem procurar o Sec. de Educaçao nesta semana para dizerem que nao se sentem seguras com um homem estranho dando banho e trocando fraldas de suas filhas. Qual sua opinião sobre esse assunto? Concorda com a preocupaçao das mães? É preconceito? O que vc faria?
Qual a solução? Por Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe