Colado com cuspe ?
30/04/2014 | 19h21
Centro Histórico de Campos dos Goytacazes Calçadas se esfarelando, meios fios degradando, caixas alagando, piso tátil soltando, pavimento drenante, não drenando e, que beleza; o cidadão campista pagando ! Seria ruim se não fosse assustador, ver que a mobilidade urbana esta sendo tratada com este absurdo desleixo. Sobre os mármores que molduram as jardineiras: prestem atenção; parecem estar sendo colados com cuspe. Ou será que foi um trator que está passando por ali... Será ? (CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR) [gallery link="file" orderby="ID"]
Comentar
Compartilhe
Alunos em greve da UENF a caminho da BR 101
30/04/2014 | 14h22
Os alunos grevistas da UENF estão neste momento se encaminhando para a BR101, segundo as lideranças do movimento a manifestação acontecerá na direção do IFF de Guarús. Panfletagem com informes das reivindicação dos alunos será feita no local. Mas nem tudo é notícia ruim, os mesmos alunos informaram que receberam boas notícias vindas da capital; segundo a liderança, membros da Reitoria da UENF estiveram em reunião com o Governador Luiz Fernando Pezão, levando com eles o pedido de construção de alojamento estudantis, e que foi dada uma resposta positiva em direção a solução desta demanda apresentada pelos alunos. Veja as fotos dos alunos preparando os panfletos para a mobilização na BR 101 [gallery]
Comentar
Compartilhe
UFCâmara, dedo no olho e golpes abaixo da linha de cintura...
30/04/2014 | 07h59
UFCâmara em Campos dos Goytacazes Quem pode estar presente ou assistiu de alguma forma a sessão da Casa de Leis Campista, pode presenciar a sanguinolentas batalhas e, tome golpe baixo. Os ataques não pouparam nem mesmo pessoas e políticos que não eram parte, da sessão, dos assuntos e das pautas; que seriam, entre outras, a discussão dos gastos com shows no "Verão da Família", considerada por parte da população campista astronômicas ou desnecessárias. Apanharam dos contendores; o presidente Lula, Garotinho, o ex prefeito Mocaiber e a prefeita Rosinha e, segundo o vereador Magal, o chumbo quente respingou até as famílias destes, só faltou xingar a mãe... Uiiiii.... Isso dói.. Foi a nível de dedo no olho e golpes abaixo da linha de cintura; mas, sinceramente eu vejo aconselhável a todas as idades, principalmente aos que estão iniciando a formar seus "juízos políticos". Deu Graças A destacar; o fundo e suspiro aliviado do presidente Edson Batista ao encerrar a sessão. Lição eleitoral De coração; quem vê aquilo, não vota naqueles ! Também em Campos Enquanto isso, neste início da manhã(30/04), acompanhando a temperatura das sessões da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, o clima das ruas está fervente, com piquetes, pneus de ônibus sendo esvaziados e trânsito interrompido em vários pontos da cidade, além de lojas fechadas com medo das ameaças de haver invasões. Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
É Governador nada, só valorizando o passe...
29/04/2014 | 12h34
Apenas um teatro O jogo super disputado a cadeira de governador do estado do Rio está acontecendo de verdade nos bastidores; e vai pra frente do cenário o personagem pronto. Sai para a divulgação na mídia do jeito que interessa a valorizar o passe para se transferir deste para aquele palanque. Teve quem andasse acusando Lindbergh de estar lançando balões de ensaio, e valorizando o passe; coisas que muitos andam fazendo diariamente, aproveitaram o grande ace$$o as mídias para acusar o Senador Crivella de fazer o mesmo, também diziam que Beltrame estaria valorizando o passe, de olho no lugar do atual Governador Luiz Fernando Pezão. Ficha suja Será que com meia dezena de problemas a serem resolvidos com a dona justa, eles vão arriscar suas atuais imunidades parlamentares e, se ignorarem estas pendengas; vão entrar no "espetáculo eleitoral," com números desencorajadores nas pesquisas, uns com maior rejeição que aprovação aos seus nomes? Fogo amigo em Brasília Das próprias fileiras e, por fogo amigo, que é coisa que machuca; chega até a planície que, as conversas nas coxias do Congresso Nacional, giram em torno de apoio a determinado candidato a governador do Rio. Valorizando o passe É ver quanto vai valorizar o passe de um e de outro até Junho. Do jeito que andam batendo em baixo, o risco é de ter jogador expulso antes de começar o jogo.. No mais é se ajeitar na platéia, para assistir quem é o candidato de verdade, e quem anda apenas rebolando para valorizar o passe ? Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Encontro de Agricultura sustentável em São Francisco de Itabapoana/RJ
28/04/2014 | 06h02
Agricultura se discute é no campo É no campo que se faz agricultura familiar e foi no campo que produtores rurais, assentados, pescadores, aquicultores e quilombolas se reuniram com representantes do poder público para apresentar suas demandas e preocupações. "São Francisco tem o maior volume de produção agrícola na região norte, ficamos muitos satisfeitos e agradecemos a hospitalidade do Secretário de Agricultura, companheiro Edmar Henriques por ter recebido uma reunião do Território da Cidadania em nosso município e pela oportunidade de apresentar as nossas necessidades e sermos ouvidos em nossas reivindicações." Disse José Maria, presidente dos trabalhadores rurais de SFI. Doação de Máquinas Agrícolas A reunião colegiada, foi organizada pela direção executiva da Rede Estadual de colegiados dos TC, organismo do Ministério do Desenvolvimento Agrária, e teve a presença do Delegado Federal do Desenvolvimento Agrário, José Otávio Fernandes, que na ocasião falou do investimento em máquinas agrícolas pelo MDA. " O MDA vem adquirindo retroescavadeiras, motoniveladoras, caminhões cisterna e caminhão basculante, necessários para recuperação de estradas vicinais. Esses equipamentos estão sendo doados aos municípios brasileiros com menos de 50 mil habitantes. Aqui para São Francisco já foi entregue à atenção agrária, uma retroescavadeira, uma motoniveladora e um caminhão basculante. Vamos fazer em Campos, no Campus da Universidade Rural, no próximo dia no dia 12 de Maio uma grande encontro do movimento agrário, na ocasião faremos a entrega das últimas 25 máquinas neste PAC 2, com a presença do Ministro Miguel Rosseto " disse o Delegado Federal. Reunião Nacional A reunião do TC Norte em São Francisco faz parte das reuniões preparatórias para a Conferência Nacional das Redes Estaduais que acontecerá no mês de Maio em Salvador, nela representantes de Territórios da Cidadania de todo Brasil estarão reunidos, para apresentar as demandas regionais e trocar informações sobre programas já executados com sucesso em outros territórios do Brasil. Agricultores familiares, assentados da reforma agrária, camponeses, extrativistas, pescadores artesanais, povos indígenas, quilombolas, povos e comunidades tradicionais, mulheres, jovens, representantes do poder público e da sociedade de todo Brasil estarão neste ENREDENACIONAL, para debater sobre os 10 anos da Politica Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário no Brasil e o seu cenário futuro, o fortalecimento da Rede Nacional de Colegiados Territoriais e a construção do Sistema Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário – SNDRSS. " Nos sentimos muito orgulhosos em participar e colaborar nesta grande discussão; vamos, como já fizemos num encontro nacional antes do lançamento do PAC 2, colaborar com as informações das demandas e necessidades territoriais, com informações para a elaboração do PAC3 , que deverá ser lançado até o mês de Agosto. É importante fazer parte da revitalização do Colegiado territorial Norte, e justo mencionar a ingerência do ex presidente Nelson Nahim, na indicação de meu nome a Gerencia de projetos na FENORTE, o que nos deu a formalidade pública, para voltar a compor o território. " Afirmou Armando Barreto Representação territorial Para participar do I Encontro da Rede Nacional de Colegiados Territoriais, será preciso ter participado do Encontro da Rede de Colegiados Territoriais no seu Estado e ter sido indicado como representante pela plenária. Cada Território, estará enviando para o ENREDENACIONAL 02 (dois) representantes que garantam a representação do Poder Público, Sociedade Civil e de Gênero. Também estarão participando representantes dos Conselhos Estaduais e Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável. " O Encontro Estadual que aconteceu recentemente em Arraial do Cabo, representou um enorme avanço para o desenvolvimento territorial do Rio, vamos eu e o Zé Armando ser a voz dos Quilombolas que eu represento, mas também de todos os povos produtores de base familiar. Estamos ouvindo nos encontros preparatórios e anotando tudo o que precisam e vamos falar pros dirigentes maiores e defender as causas no encontro nacional; antes disso temos uma outra reunião de planejamento da rede, nos dia 06 e 07 de Maio, a FENORTE e a Secretária de Agricultura de Campos, estão organizando." Afirmou Lucimara Muniz, presidente do IDAANF. Fotos do Encontro do Território Norte em São Francisco de Itabapoana [gallery link="file"] De Ascom TC NORTE RJ Atualização ás 20:30: O Encontro Nacional já está agendado para realização entre 20 e 22 de Maio e confirmado pra Salvador/BA
Comentar
Compartilhe
Mar de rosas na Campos Folia e, mar de lama na saúde da Campos Agonia..
28/04/2014 | 05h59
Email enviado por leitor em agonia (Clique na imagem) [caption id="" align="aligncenter" width="600" caption="Mar de rosas na Campos Folia e, mar de lama na saúde da Campos Agonia.. Os fatos precisam ser apurados e as responsabilidades assumidas; não dá pra continuar jogando pedra no telhado de vidro dos outros, com o seu próprio estilhaçado …"][/caption]
Comentar
Compartilhe
Em pleno século 21, a política é dos " coroné "...
27/04/2014 | 18h07
Hoje em Ponta Grossa dos Fidalgos, alguns companheiros de pescarias se reuniram á beira da lagoa Feia, para aquela tradicional , trairinha frita com marafa e conversa fiada; se chegou para perto um rapaz, assediando um dos companheiros locais para a empreitada eleitoral de 2014. O ignóbil simplesmente ignorou a minha presença e ofereceu vantagens imediatas, e prometeu que vai ter dinheiro farto, para ele trabalhar no local para o coroné dele, no período da campanha, desde Julho até Outubro. Perguntei como era isso ? " Aqui é assim, disse ele; o voto é combinado antecipadamente e pago até o dia da eleição, e se tá combinado e é pago, dá certinho !". Viajei nos meus pensamentos: tal qual em séculos passados: um capataz, mandado por um coroné, oferecendo pasto farto e juntando o gadinho pra formar um curral eleitoral. O Whats Upp assoviou no meu Iphone, interrompendo meus pensamentos... Zé Armando Barreto
São três dias de folia, é brincadeira ....
26/04/2014 | 17h59
O Carnaval do Rio de Janeiro é uma grande empreendimento um mega negócio; "finitum est"¹, os estandartes, adereços, carros e destaques rodam o mundo e o submundo, catando os niqueis necessários as pomposas existências de seus personagens; nada de errado nesse circo. Se por aqui pagam, é porque podem, e não enxergam nada que seja mais útil ou necessário para fazer com estes recursos públicos. Nos agrados desta " Campos Folia", ninguém que faz elogios, faz de graça, nada do que se faz nesta cidade , é por amor. Só pedimos que não continuem tentando menosprezar a existência de inteligência no cidadão de bem, querendo ilustrar o que acontece, de maneira diferente do que está acontecendo. Como prova de meu espírito momesco, uma vez que, a senhora já me atrapalharam de assistir ao jogo do Vasco e a uma aula de gastronomia, inserindo uma janelinha na tela, informando da transmissão no canal 100, vou ver sim. Vai ser bom ver o Bloco dos Santos dos evangélicos, depois ver ao profano brilho das escolas de Samba do Rio de Janeiro, pois estas sim, me convidaram a assistir, aliás; convocando incansável e fartamente através de diversas mídias. O que faz parecer, que na visão dos organizadores deste carnaval fora de época, as aguerridas agremiações nativas, são meros coadjuvantes, elas não as enxergam como reais atrações e entes culturais; para estes "profissionais", os nativos, são toscos palhaços, colombinas e arlequins, que só vão se balançar e sacudir, em seus "trajes de chita" se, comparados aos dos estrangeiros, contratados a peso de ouro. No alto, nos camarotes, festas nababescas, entre uma e outra saudação a Baco, aquela olhadela para a pista, onde atravessa a rude plebe iluminada; elevando de imediato os pensamentos aos céus, em pedidos para que eles logo passem, e que se "findem", nos três dias de folia e brincadeiras.... Zé Armando Atualização: Após assistir a alguns momentos do verdadeiro " sentimento momesco planiciano ", uma coisa é visível; existe realmente os que tem dedicação e amor verdadeiro, na coisa do fazer carnaval. Foi fácil ver transformado, o suor, o esforço e a dedicação em beleza, ingênua e verdadeira, naqueles que tentavam ocupar o enorme espaço da pista do CEPOP.
Comentar
Compartilhe
Amigo sim; conivente não !
26/04/2014 | 11h57
Como atento e detalhista, observador das situações cotidianas de nossos rincões planicianos; venho avistando as boas coisas que vem sendo realizadas. Mas veja bem, também é percebido na mesma medida; as bandalheiras, desvios éticos e apropriações indébitas na coisa pública. Ando numa fase de fundamentações para os elogios e críticas, que vem por ai. Preparem a face para os carinhos e o lombo , para a chibata. " Se é de menino que se deve torcer o pepino, e como isso não acontece; é partir pro pau, no chico e no Francisco !" Zé Armando
Comentar
Compartilhe
Mãe de bailarino morto no Rio ignora a criminalística e quer que crime seja elucidado do seu jeito
26/04/2014 | 06h47
Especialista em nada – É cada vez mais difícil compreender o Brasil, assim como é impossível entender os habitantes dessa louca Terra de Macunaíma. Na mídia nacional a pauta do momento é a morte do dançarino Douglas Rafael Pereira, conhecido como DG, encontrado morto após tiroteio entre policiais e traficantes no morro Pavão-Pavãozinho, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O assunto só ganhou espaço na mídia porque DG integrava o elenco do programa “Esquenta”, da Rede Globo. Fosse um cidadão comum, por certo o assunto já teria caído no esquecimento. É preciso que a imprensa dedique isonomia ao tratar do noticiário, pois há no País outras tantas vítimas na mesma condição do bailarino global. Fincado em Copacabana, o Pavão-Pavãozinho conta com uma Unidade de Polícia Pacificadora, mas enquanto a sociedade não exigir do governo federal o patrulhamento ostensivo das fronteiras brasileiras como forma de combater o tráfico de drogas e o contrabando de armas, será inócua qualquer ação nos estados para enfrentar o crime organizado e o poderio dos traficantes. Nada explica uma morte, mas é preciso compreender que em um gueto dominado pelos criminosos o cardápio do cotidiano é sempre recheado de notícias ruins. De uns tempos para cá, a população, de forma geral, decidiu creditar à polícia todas as mortes decorrentes do enfrentamento com os traficantes. O ucho.info não defende a ação irresponsável de policiais, mas não se pode aceitar a pasteurização da culpa na direção dos agentes do Estado que têm como incumbência garantir a segurança do cidadão. A morte de DG foi seguida de manifestações populares que deixam dúvidas sobre os reais motivos do crime. A mãe do bailarino, que parece ter emprestado a repentina fama do filho, tem protestado a reboque do discurso de que não é leiga. Ela não apenas cobra solução para o caso, mas afirma que o filho foi torturado e morto por policiais. E para tal dá detalhes do crime que nem mesmo os peritos ainda conseguiram decifrar. Pelo que se sabe, a mãe de DG não é formada em criminalística e muito menos atua na seara da perícia criminal. É compreensível a dor de uma mãe, mas é inaceitável qualquer conclusão antecipada e que surge no calor da emoção, até porque os especialistas em medicina legal desmentem o seu inflamado discurso. Aquele que no momento ousar esclarecer o crime tenta pegar carona no imbróglio ou está a serviço de alguém. A certeza que marca as palavras da mãe de DG soa estranha. Calma com o andor Enquanto afina o discurso diante de câmeras e microfones, a mãe do bailarino deveria vasculhar o perfil do filho na rede social Facebook. Foi o que fez o blogueiro Felipe Moura Brasil, de Veja, que em sua página na rede mundial de computadores trouxe mensagem postada por DG após a morte do traficante Patrick Costa dos Santos, o Cachorrão, em 18 de janeiro passado. “PPG TA DE LUTO, E OS AMIGOS CHEIO DE ODIO NA VEIA, MAS TARDE O BICO VAI FAZER BARULHO…. #?SAUDADES? ETERNAS CACHORRAO !”, escreveu DG em seu perfil no Facebook. De acordo com Moura Brasil, um policial civil do Rio de Janeiro traduziu a mensagem de DG, o que deixa claro que o bailarino do programa “Esquenta” não era o querubim barroco que sua mãe e a comunidade do Pavão-Pavãozinho tentam “vender” à opinião pública. Da mesmo forma que o ucho.info não está a negar o fato de que ele foi vítima. Só não se sabe se da polícia ou dos traficantes do morro. “- “PPG” é a dita “comunidade” Pavão, Pavãozinho e Galo. - “Bicos” são fuzis de uso restrito das forças armadas, de grosso calibre (7,62mm e 556mm) e altíssima letalidade, como COLT AR 15, M-16, AK-47, G3 e outros. - “Os amigos” são os integrantes das quadrilhas que traficam drogas, cometem homicídios, sequestros, roubos e crimes variados. - “Fazer barulho” é efetuar centenas de disparos, aterrorizando a população ordeira. - “Cheio de ódio na veia” eu preciso explicar? Não é decerto o sentimento lindo de “miguxos” que querem obedecer a lei naquela noite e nos dias (meses e anos…) seguintes.” Turma do contra Está em marcha no Brasil um movimento cada vez maior pela desmilitarização das polícias, sonho dourado dos traficantes de drogas e do crime organizado. Não demorará muito e os policiais terão de pedir licença e desculpas aos fora da lei. Esse movimento conta com o apoio incondicional dos barões do tráfico, a quem interessa a desmilitarização das polícias, pois assim a comercialização das drogas será mais fácil e menos arriscada. Só mesmo os irresponsáveis são capazes de apoiar um projeto como esse, enquanto o crime organizado se arma até os dentes. No momento da tensão do confronto com marginais que fazem uso de armamentos pesados e modernos, é difícil um policial identificar quem merece o revide. Um inocente que cruza a linha de tiro certamente será alvejado. Com base em informações sobre os ferimentos encontrados no corpo do bailarino, especialistas em medicina legal creem que DG estava fugindo. Só não se sabe se da polícia ou dos traficantes. Por isso é preciso calma antes de qualquer conclusão precipitada. Fonte: Ucho.info
Comentar
Compartilhe
Do Face ao Blog - O que tem valor ? por Nelson Nahim
25/04/2014 | 13h24
O amigo do face e da vida, Nelson Nahim compartilhou este texto a poucos instantes. Cai como uma luva, na minha situação de vida atual, e tenho certeza não estamos sozinhos nesta interseção; vale a leitura, que realmente é um convite à reflexão !
O que tem valor? Neste mundo cada vez mais conectado e veloz, muitas pessoas deixam de lado algo muito importante: a reflexão. Por mais tarefas que tenhamos, é importante parar por alguns minutos e pensar sobre erros, acertos, princípios e, sobretudo, sobre o caminho que vem sendo trilhado. Estamos na direção certa ou pegamos uma estrada errada? São nesses momentos de reflexão que podemos rever muitas coisas e descobrir o que realmente tem valor. Será que a busca por dinheiro e poder é mais importante do que reservar mais tempo para os amigos e a familiares? Devemos passar por cima dos nossos princípios para vencer certos “jogos de poder”? Quem merece estar ao nosso lado: os verdadeiros amigos ou os oportunistas de ocasião? Gastamos muita energia nesses “jogos” e dedicamos pouco tempo aos amigos que temos saudade, os parentes que moram longe e as atividades que realmente gostamos. Como disse certa vez o jornalista Ivan Martins em sua coluna na revista “Época”, “o cotidiano dos sentimentos e a rotina das relações são negligenciados. Nossas vidas estão repletas de relações pendentes. Ao contrário do que parece, isso não constitui uma traição aos outros, mas a nós mesmos”. Deixamos de aproveitar a vida para remoer chatices, rebater e pensar muito em quem não gostamos. Com isso, sobra pouco tempo para quem realmente merece o nosso carinho e atenção. Falamos muito mais sobre o que nos irrita do que sobre as coisas que nos dão prazer. No final das contas, refletindo com calma sobre tudo isso, constatamos que a vida é uma dádiva divina que merece mais atenção. Somos seres humanos e não máquinas em busca de recordes e números. Por mais que a vida em sociedade nos coloque diante de certas competições, é importante lembrar que tudo pode ser feito com respeito e dentro das regras. No mundo político, por exemplo, é possível vencer sem pisar e humilhar os adversários. Assim como podemos perder de cabeça erguida e tirar lições importantes. O que não podemos aceitar é o jogo sujo, as mentiras e ataques covardes. Os que vencem desta maneira acabam se perdendo e ficam reféns deste estilo raivoso. A verdade é que nunca é tarde para refletir e reavaliar certos conceitos. Enquanto estamos por aqui, ainda há tempo para reconhecer erros, perdoar, estender a mão e construir pontes no lugar dos muros. Então, pare um pouco e pergunte-se: afinal, o que realmente tem valor? Nelson Nahim - artigo publicado no Jornal Folha da Manhã, 23_04_2014 -
Comentar
Compartilhe
Coluna Comentários - (25_04) Sexta feira de Folia em Campos ...
25/04/2014 | 13h14
[caption id="attachment_5543" align="aligncenter" width="588" caption="CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR"][/caption]
Comentar
Compartilhe
Publicada lei que amplia proteção a grupos étnicos
25/04/2014 | 12h12
[caption id="" align="alignleft" width="300" caption="Manifestação do Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, na Cinelândia, centro do Rio (Tânia Rêgo/ABr)"][/caption]A Lei da Ação Civil Pública foi alterada e agora inclui a proteção da honra e da dignidade de grupos raciais, étnicos ou religiosos. A nova redação, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff, foi publicada na edição de hoje (25) do Diário Oficial da União. O projeto que deu origem à nova lei foi apresentado em 1997 por Abdias Nascimento, conhecido pela luta em defesa da igualdade racial, morto em 2011. O texto sancionado por Dilma foi aprovado pelo Senado em março. Por meio da ação civil pública, prevista da Constituição, o Ministério Público e outras entidades podem atuar na defesa de interesses difusos, coletivos e individuais homogêneos. A ação civil pública é um instrumento processual previsto, até então, em casos de danos ao meio ambiente, ao consumidor, a bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico; à ordem urbanística; e a qualquer outro interesse difuso ou coletivo, além de danos por infração da ordem econômica. A nova redação estende a ação civil pública à proteção da honra e à dignidade de grupos raciais, étnicos ou religiosos. Portal EBC
Comentar
Compartilhe
PeTrobras no banco dos réus
25/04/2014 | 04h22
Líder do PT no Senado diz que partido não vai recorrer de decisão sobre CPI [caption id="attachment_5504" align="alignright" width="300" caption="Imagem da internet"][/caption]O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), anunciou hoje (24) que seu partido não vai recorrer da decisão liminar da ministra do Supremo Tribunal Federa (STF) Rosa Weber, que determinou a instalação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) restrita a fatos envolvendo a Petrobras. A manifestação da ministra foi anunciada ontem à noite e respondeu às liminares solicitadas tanto pelos governistas quanto pela oposição. “Quero anunciar aqui o nosso respeito ao entendimento da ministra Rosa Weber e a decisão da bancada do PT, tomada após uma reunião que fizemos agora há pouco, para a qual também consultamos alguns senadores que estavam ausentes, de não recorrer da liminar ao plenário do STF, tendo em vista o mandado de segurança apresentado pela senadora Ana Rita [PT-ES]”, anunciou o líder petista. O mandado de segurança apresentado pela senadora Ana Rita questionava no Supremo o pedido de CPI apresentado pela oposição para investigar contratos suspeitos de irregularidades na Petrobras. A senadora alegava que, embora tratassem de uma mesma empresa, os fatos não eram relacionados entre si, o que tornaria a CPI inconstitucional e antirregimental. Mas, com a decisão da ministra determinando que a CPI da oposição poderá ser instalada, a tese de Ana Rita foi vencida. O líder Humberto Costa disse que a decisão de não recorrer da decisão liminar ao plenário do Supremo tem como objetivo “fazer andar mais rápido o processo de instalação da CPI” e garantiu que a intenção do grupo governista não é evitar a investigação sobre a companhia petroleira que tem a União como maior acionista. “Queremos investigar tudo e todos. Não haverá rigorosamente nada nem ninguém que deixaremos de fora no que diz respeito a essas denúncias que envolvem a Petrobras”, disse. Entretanto, Humberto Costa deixou claro que o PT não desistiu da ideia de investigar no Congresso Nacional contratos com suspeitas de irregularidades em governos estaduais comandados por partidos de oposição. A base governista tentou apresentar um pedido de CPI da Petrobras que ampliava o escopo de investigação para os contratos de construção do metrô de São Paulo e do Porto de Suape, em Pernambuco. O argumento é que recursos federais foram utilizados nas obras que agora estão sob suspeita de corrupção.“Seguiremos determinados a investigar a fundo outros fatos assombrosos de má aplicação de dinheiro público, como é o caso do escândalo do metrô de São Paulo, sobre o qual começamos hoje a recolher assinaturas na Câmara e no Senado para uma CPMI sobre a Alstom [empresa multinacional encarregada das obras e que denunciou o pagamento de propina a agentes públicos estaduais]”, disse Costa. Costa, no entanto, defendeu a posição do Senado de recorrer da decisão da ministra Rosa Weber, para garantir a “independência e a autonomia entre os Poderes”. Mais cedo, o presidente da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), emitiu nota declarando que vai recorrer ao plenário da Corte. “Se fatos podem ser acrescidos durante a apuração, entende-se que muito mais na criação da CPI. O poder investigatório do Congresso se estende a toda gama dos interesses nacionais a respeito dos quais ele pode legislar. Diante da imperiosidade de pacificar o entendimento em torno da matéria, o Senado Federal recorrerá da liminar ao plenário do Supremo Tribunal Federal”, anunciou. Fonte: EBC
Comentar
Compartilhe
Comunidades tradicionais cobram políticas de sustentabilidade de territórios
24/04/2014 | 07h36
A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados recebeu ontem, quarta-feira (23) representantes de comunidades e povos tradicionais diversos, em audiência pública que debateu o Projeto de Lei 7447/10, que propõe o desenvolvimento de políticas que garantam o desenvolvimento sustentável de grupos tradicionais que vivem no território brasileiro. “São políticas de desigualdade que vão nos transformar em iguais”, disse a Yalorixá Vera Soares, representante do povo Yioruba, ao justificar a necessidade de medidas voltadas especificamente aos povos indígenas, de matriz africana e outros. De acordo com o projeto de lei em discussão, o Poder Público deve formular políticas considerando etnia, raça, gênero, ancestralidade, orientação sexual e atividades de trabalho e de educação desenvolvidas por esses povos. O projeto estabelece que conflitos gerados pela implantação de unidades de conservação de proteção integral em territórios tradicionais sejam solucionados, assim como devem ser garantidos os direitos dos afetados direta ou indiretamente por obras e empreendimentos. A deputada Janete Pietá (PT-SP) destacou que as propostas podem encontrar resistência na Câmara dos Deputados, tendo em vista a força da bancada ruralista. De autoria do deputado Luiz Alberto (PT-BA), o PL 7447/10 também aponta a necessidade de o Poder Público garantir acesso aos recursos naturais; valorizar as diversas formas de educação; e reconhecer, com celeridade, a autoidentificação dos povos e comunidades tradicionais. A expectativa é que, tornando-se lei, a proposta contribua para assegurar o estabelecido no Decreto 6.040, de 2007, que instituiu a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais. O representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Quener Chaves Santos, disse que o país precisa de um arcabouço jurídico que garanta a legalidade das ações voltadas às comunidades e povos tradicionais, como medidas que incentivem a produção e comercialização de produtos feitos por esses grupos. No ano passado, a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) manifestou-se favoravelmente ao projeto, em nota técnica que pontua que “garantir o acesso à promoção de direitos, também por parte de normativo originário no Legislativo, fortalece o esforço do Estado em dirimir a desigualdade social e econômica a que esses povos e comunidades são submetidos cotidianamente”. De acordo com a nota da Seppir, 74,73% das 80 mil famílias quilombolas incluídas no Cadastro Único encontram-se em situação de extrema pobreza. Para enfrentar a situação, a coordenadora do Fórum Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável para Povos Tradicionais de Matriz Africana (Fonsanpotma), Kota Mulangi, professora da Universidade Federal de São Paulo, citou o artigo do projeto que estabelece a integração das medidas para o desenvolvimento sustentável das comunidades ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Vodumsirê Rôsovi, representante do povo Jeje, completou: “Onde tem terreiro, não há desnutrição”. Ele criticou os critérios de distribuição de recursos públicos para ações de combate à fome: “Onde há terreiro, não tem dinheiro do Estado, como se faz com tantas outras denominações religiosas. Para povo de matriz africana, nada chegou.” Durante a audiência pública, Rôsovi também reivindicou o mapeamento dos espaços sagrados e dos próprios povos e comunidades: “Precisamos saber quem somos e onde estamos para poder dialogar com este Estado e dizer que não somos apenas meia dúzia de pessoas”. Defendendo a elaboração de políticas para o fim das discriminações, o cigano Elias Alves relatou o preconceito e as dificuldades vividas pelos povos nômades, como ter acesso ao trabalho, à saúde e à educação, diante da falta de um endereço fixo: “Quando você fala que é cigano, eles querem é te prender”, lamentou. Alves reivindicou a criação de um estatuto que cite a existência do povo cigano e confira a ele a cidadania brasileira. De acordo com ele, existem mais de 800 mil ciganos no país. Nesta quinta-feira (24), propostas de marco legal dos povos tradicionais e de matriz africana voltarão a ser debatidas na Câmara dos Deputados. A reunião, também organizada pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias, ocorrerá às 9h. Fonte: EBC
Comentar
Compartilhe
O Sonho de Pérez Dová (Artista Plástico em São Francisco de Itabapoana )
24/04/2014 | 00h28
" Quando voltou para São Francisco de Itabapoana, sua cidade natal, o artista plástico Pérez Dová começou a tornar realidade um “sonho de ocupação”: criar um espaço dedicado às artes e a ser ocupado por artesãos, animadores culturais, professores de teatro, artistas locais e muitos, muitos alunos. Idealizado em 2000, o Tabernarte é uma festa de cores, formas e criatividade, com um pequeno palco, uma sala para exposições e muito espaço ao ar livre, tudo disponível para ser usado. “Arte é sensibilidade. Não adianta tentar impor. Mas, certamente, chegará um dia em que a explosão cultural irá sacudir o público local”. CLIQUE NA IMAGEM PARA ASSISTIR O VÍDEO [caption id="attachment_5493" align="aligncenter" width="590" caption="CLIQUE NA IMAGEM PARA ASSISTIR O VÍDEO (mapadecultura.rj.gov.br)"][/caption] "O Meu sonho é aí mesmo, tem que nascer ali, para mudar o lugar..." Pérez Dová
Fonte: mapadecultura.rj.gov.br
Comentar
Compartilhe
Salve Jorge ....
23/04/2014 | 00h17
" .....Agradecer por ser mais um vencedor, nas lutas, nas batalhas..."
Comentar
Compartilhe
Sociedade Civil e Poder Público, reunidas em SFI, na quinta feira(24/04)
22/04/2014 | 12h48
Territórios da Cidadania O Programa Territórios da Cidadania, lançado em 2008 pelo Governo Federal, tem como objetivos promover o fomento econômico e universalizar programas básicos de cidadania por meio de uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável. Ações relacionadas ao desenvolvimento social, à organização sustentável da produção, à saúde, saneamento e acesso à água, educação, cultura, infra-estrutura, e ações fundiárias estão sendo articuladas nesses Territórios com participação social e a integração entre Governo Federal, Estados e Municípios. TC Norte RJ Representantes da Sociedade Civil e do Poder público de 9 (nove) municípios de toda a região Norte Fluminense estarão reunidas em São Francisco de Itabapoana, nesta quinta (24/04). Estas reuniões periódicas são para oportunizar a atenção e o entendimento das mais diversas demandas sociais e produtivas; da agricultura familiar, pesca artesanal, aquicultura artesanal, comunidades tradicionais quilombolas e, também de muitas outras instituições. É sempre fundamental mobilizar aos entes produtivos e sociais tradicionais, com a finalidade única de fazer a aproximação e interação, entre nós, gestores públicos e representantes de produtores de base familiar, colocando o gestor público qualificado a serviço da elaboração e formatação dos projetos a serem apresentados ao Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério do Desenvolvimento Social e também a outros ministérios. Permitir que as diversas políticas públicas aplicadas pelo Governo Federal, cheguem as bases, com atendimento real das demandas e com a necessária preocupação de sustentabilidade é outra preocupação. '" Quando gestor público em SFI, tivemos o privilégio do envolvimento no programa Territórios da Cidadania do MDA, os resultados foram muito acima das expectativas; chegando na FENORTE/RJ, imediatamente apresentamos ao presidente Nelson Nahin a necessidade da Fundação somar ao Programa Territórios da Cidadania, disponibilizando à cooperação, o quadro técnico da fundação, sugestão que recebeu apoio imediato; o novo presidente Sr Amaro Luiz, entendeu da mesma forma esta importância, o que fortalece com certeza a política de desenvolvimento agrário regional. Colegiado reunido em SFI e Campos Nos primeiros dias de Maio, vamos realizar em Campos, com apoio do Secretário de Agricultura, Eduardo Crespo , uma nova reunião de planejamento, esta com os representantes eleitos recentemente a REDE ESTADUAL; com os resultados, eu e a presidente do IDAANF(instituição Quilombola), Lucimara Muniz, seguiremos, ainda dentro do mês para a Conferência Nacional em Salvador, lá serão apresentadas as demandas dos 9 (nove) municípios do TC NORTE a REDE NACIONAL , e também participar do planejamento estratégico deste programa federal para os próximos anos. A reunião desta quinta, vai acontecer no Polo de Atendimento ao Pequeno produtor Rural (resfriador de Leite), na comunidade rural de Alegria dos Anjos, com o apoio total da Secretaria de Agricultura, através do Secretário, Dr. Edmar Henriques e, muito importante frisar a atenção e envolvimento do prefeito de São Francisco de Itabapoana, Pedrinho Cherene; o que demonstra a importância que tem para São Francisco, que não tem direito a receber royalties como município produtor, a participação no Programa Territórios da Cidadania. Precisamos que seja assim em todos os demais municípios ." Finaliza o membro Colegiado do TC Norte, José Armando Barreto Fonte: TC NORTE RJ
Comentar
Compartilhe
Cansei de não ajudar !
21/04/2014 | 12h22
[caption id="" align="aligncenter" width="627" caption="Doe vida... (Clique na imagem e veja o Vídeo)"][/caption]
Comentar
Compartilhe
Tiradentes; uma sentença de todos nós brasileiros
21/04/2014 | 00h17
Abaixo a sentença de morte e esquartejamento de Tiradentes
" JUSTIÇA que a Rainha Nossa Senhora manda fazer a este infame Réu Joaquim José da Silva Xavier pelo horroroso crime de rebelião e alta traição de que se constituiu chefe, e cabeça na Capitania de Minas Gerais, com a mais escandalosa temeridade contra a Real Soberana e Suprema Autoridade da mesma Senhora, que Deus guarde. MANDA que com baraço e pregão seja levado pelas ruas públicas desta Cidade ao lugar da forca e nela morra morte natural para sempre e que separada a cabeça do corpo seja levada a Vila Rica, donde será conservada em poste alto junto ao lugar da sua habitação, até que o tempo a consuma; que seu corpo seja dividido em quartos e pregados em iguais postes pela estrada de Minas nos lugares mais públicos, principalmente no da Varginha e Sebollas; que a casa da sua habitação seja arrasada, e salgada e no meio de suas ruínas levantado um padrão em que se conserve para a posteridade a memória de tão abominável Réu, e delito e que ficando infame para seus filhos, e netos lhe sejam confiscados seus bens para a Coroa e Câmara Real. Rio de Janeiro, 21 de abril de 1792, Eu, o desembargador Francisco Luiz Álvares da Rocha, Escrivão da Comissão que o escrevi. Sebão. Xer. de Vaslos. Cout.º6 7 "
[caption id="" align="aligncenter" width="580" caption="Tiradentes, a sentença ainda está sendo cumprida em todos nós brasileiros"][/caption] [caption id="attachment_5472" align="alignleft" width="127" caption="Procure o Hemocentro de sua cidade"][/caption]
Comentar
Compartilhe
Fotos revelam universo de quartos femininos pelo mundo
21/04/2014 | 00h01
Fotos mostram quartos femininos e histórias por trás deles Quartos de garotas
Os fotógrafos Gabriele Galimberti e Edoardo Delille, do coletivo Riverboom, viajaram o mundo inteiro - Brasil inclusive - para retratar quartos de mulheres com idades entre 18 e 30 anos. "A seleção de pessoas fotografadas não foi feita com base em sua aparência ou a decoração de seus quartos, mas sim no desejo mostrar o quão diversos eles podem ser, bem como na força por trás deles", dizem os fotógrafos. Eles descobriram que quartos de garotas são muito mais do que locais para dormir - são espaços nos quais elas leem, amam, sonham, trabalham e brincam.
[caption id="" align="aligncenter" width="580" caption="Os fotógrafos Gabriele Galimberti e Edoardo Delille, do coletivo Riverboom, viajaram do Haiti ao delta do rio Mekong para retratar quartos de garotas com idades entre 18 e 30 anos. Eles descobriram que quartos de garotas são muito mais do que locais para dormir - são espaços nos quais elas leem, amam, sonham, trabalham e brincam. Acima, Daphne, de 19 anos, em Porto Príncipe, Haiti."][/caption] [caption id="" align="aligncenter" width="580" caption=""A seleção de pessoas fotografadas não foi feita com base em sua aparência ou a decoração de seus quartos, mas sim no desejo mostrar o quão diversos eles podem ser, bem como na força por trás deles", dizem os fotógrafos. Na foto, Leng, 19, que mora em uma casa de palafita no Camboja."][/caption] [caption id="" align="aligncenter" width="580" caption=""Os quartos são espelhos da história, personalidade, cultura, obsessões e status social das garotas que os ocupam, mas também janelas que dão para seus mundos". Acima, Bogol Antonie, 23, mãe de um bebê e a única mulher em sua aldeia de Edèa, Camarões, a ser divorciada."][/caption] [caption id="" align="aligncenter" width="580" caption="Gessiane e Jéssica Tiago da Silva, 20, são gêmeas e as mais novas entre seis irmãos. Vivem com seus pais em uma pequena casa na favela de Santa Marta, no Rio. Gessiane (na beliche) estuda administração e trabalha como secretária. Ela vai se casar em breve e se mudará para uma nova casa. Jéssica também trabalha como secretária, mas seu sonho é ser modelo."][/caption] [caption id="" align="aligncenter" width="580" caption="Berenice Hernandez, de 19 anos, nasceu no México e mudou-se com sua família a Las Vegas (EUA) aos três anos de idade. Começou a treinar boxe após ser provocada por um colega de escola, aos 14 anos. Aos 17, virou campeã de boxe na categoria sub-18."][/caption] [caption id="" align="aligncenter" width="580" caption="Suraya Moledina, 30, nasceu em Nice, na França, de um pai indiano e uma mãe francesa. Seis anos atrás, ela se mudou para Paris e mora na casa de seu tio. "Meu trabalho como designer gráfico freelancer não é suficiente para meu sustento em Paris", diz. "A cidade é muito cara. Então comecei um pequeno empreendimento: Adoro cozinhar, então organizo aulas de gastronomia para turistas e tours gourmet"."][/caption] [caption id="" align="aligncenter" width="580" caption="Enas Sherif, 22, mora com seus pais no Cairo, Egito. Ela tem seu próprio quarto e se orgulha do pôster atrás de sua cama. "Me faz sonhar com lugares distantes do Egito", diz. Eneas sonha em ser aeromoça."][/caption] [caption id="" align="aligncenter" width="580" caption="Candas Bas, 26, é uma dançarina moderna, uma professora de ioga e DJ. Ela vive em um pequeno apartamento no centro de Istambul, Turquia. Como dançarina profissional, já morou nos EUA e na Suécia. O que ela mais gosta em sua casa atual são seus gatos e a vista do terraço."][/caption] [caption id="" align="aligncenter" width="580" caption="Jacquelene Jane Jauculan, 29, nasceu nas Filipinas, mas mora há dez anos em Abu Dhabi. Ela mora no 36º andar de um arranha-céu no centro."][/caption] [caption id="" align="aligncenter" width="580" caption="Aisha Mohammed tem 25 anos e também mora em Abu Dhabi. Trabalha no setor turístico e faz artesanato. "Meus clientes favoritos são os italianos, que falam alto e são felizes!". O projeto "Girls Bedrooms: Mirrors and Windows" (Quartos de garotas: espelhos e janelas, em tradução livre) é um projeto em andamento pelo coletivo Riverboom."][/caption] Fonte: BBC Brasil
Comentar
Compartilhe
Um Domingo de " PAZcoa "...
20/04/2014 | 06h49
Ressurreição de Cristo Significado do Domingo de Páscoa A palavra “páscoa” vem do hebreu “Peseach” e significa “passagem”. Era vivamente comemorada pelos judeus do Antigo Testamento. A Páscoa que eles comemoram é a passagem do mar Vermelho, que ocorreu muitos anos antes de Cristo, quando Moisés conduziu o povo hebreu para fora do Egito, onde era escravo. Chegando às margens do Mar Vermelho, os judeus, perseguidos pelos exércitos do faraó teriam de atravessá-lo às pressas. Guiado por Deus, Moisés levantou seu bastão e as ondas se abriram, formando duas paredes de água, que ladeavam um corredor enxuto, por onde o povo passou. Jesus também festejava a Páscoa. Foi o que Ele fez ao cear com seus discípulos. Condenado à morte na cruz e sepultado, ressuscitou três dias após, num domingo, logo depois da Páscoa judaica. A ressurreição de Jesus Cristo é o ponto central e mais importante da fé cristã. Através da sua ressurreição, Jesus prova que a morte não é o fim e que Ele é verdadeiramente o Filho de Deus. O temor dos discípulos em razão da morte de Jesus, na Sexta-Feira, transforma-se em esperança e júbilo. É a partir deste momento que eles adquirem força para continuar anunciando a mensagem do Senhor. São celebradas missas festivas durante todo o domingo. Símbolos da Páscoa Cordeiro: O cordeiro era sacrificado no templo, no primeiro dia da páscoa, como memorial da libertação do Egito, na qual o sangue do cordeiro foi o sinal que livrou os seus primogênitos. Este cordeiro era degolado no templo. Os sacerdotes derramavam seu sangue junto ao altar e a carne era comida na ceia pascal. Aquele cordeiro prefigurava a Cristo, ao qual Paulo chama “nossa páscoa”. João Batista, quando está junto ao Rio Jordão em companhia de alguns discípulos e vê Jesus passando, aponta-o em dois dias consecutivos dizendo: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”.Isaías o tinha visto também como cordeiro sacrificado por nossos pecados. Também o Apocalipse apresenta Cristo como cordeiro sacrificado, agora vivo e glorioso no céu. Pão e vinho: Na última ceia do Senhor, Jesus escolheu o pão e o vinho para dar vazão ao seu amor. Representando o seu corpo e sangue, eles são dados aos seus discípulos para celebrar a vida eterna. Cruz: A cruz mistifica todo o significado da Páscoa na ressurreição e também no sofrimento de Cristo. No Conselho de Nicéia, em 325 d.C., Constantino decretou a cruz como símbolo oficial do cristianismo. Símbolo da Páscoa, mas símbolo primordial da fé católica. Círio Pascal: É uma grande vela que é acesa no fogo novo, no Sábado Santo, logo no início da celebração da Vigília Pascal. Assim como o fogo destrói as trevas, a luz que é Jesus Cristo afugenta toda a treva do erro, da morte, do pecado. É o símbolo de Jesus ressuscitado, a luz dos povos. Após a bênção do fogo acende-se, nele, o Círio. Faz-se a inscrição dos algarismos do ano em curso; depois cravam-se cinco grãos de incenso que lembram as cinco chagas de Jesus, e as letras “alfa”? e “ômega”, primeira e última letra do alfabeto grego, que significam o princípio e o fim de todas as coisas. Oração da Ressurreição: Deus, nosso Pai, cremos na ressurreição da carne, pois tudo caminha para a definitiva comunhão convosco. É para a vida, não para a morte, que fomos criados, pois como sementes que se guardam na palha, nós nos guardamos para a ressurreição. Temos certeza de que vós nos ressuscitareis no último dia, pois na vida dos vossos santos tais promessas se confirmaram. O vosso reino já está acontecendo no meio de nós, porque cada vez mais aumenta no homem a sede, a fome de justiça e de verdade e a indignação contra toda forma de mentiras. Temos certeza de que todos os nossos medos serão vencidos; toda dor e sofrimento serão mitigados, porque vosso Anjo, nosso Defensor, nos escudará contra todo mal. Cremos que vós sois o Deus vivo e verdadeiro, porque os tronos caem, os impérios se sucedem, os prepotentes se calam, os espertos e velhacos tropeçarão e ficarão mudos, mas vós permaneceis conosco para sempre. Fonte: santoprotetor.com
Comentar
Compartilhe
Nada será como ontem !
19/04/2014 | 07h30
Me deparei com mais uns tantos cabelos brancos no espelho mas, não só no no espelho. Por sorte, minha alma não envelhece e minha vontade de fazer diferente e decentemente não vai padecer, esbranquecer e nem perder o viço. Mas adiante do ontem, eu vou passar ouvir todas as vozes. Acrescidos, me estão, as lições aprendidas e os erros cometidos; é doído perceber, que não foram tantos assim os erros cometidos. Talvez até tenha sido arrogante em alguns momentos, e isto tenha me feito perder a chance de novos amigos, a estes peço escusas; e aos que mesmo eu sendo assim me suportaram, eu agradeço. Esta manhã eu acordei diferente; com o querer de recomeçar, de renovar , de reconstruir e, principalmente de não mais julgar, pois este é um ato de soberba, e por este pecado não vou querer ser cobrado. Quero ser julgado, no tempo que tiver de ser julgado, por meus poucos acertos e lembrado pelos poucos feitos do ontem e pelo tanto que vamos realizar de aqui para adiante. Tenho mais cinco momentos de vida; vou viver mais intensamente; certo e erradamente.... Quem for justo e prefeito, que me julgue e, se for amigo e me conhecer de verdade, por favor, seja piedoso e não me condene... Porque de hoje para os amanhãs, nada será como ontem ! Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Do Face ao Blog. . Hemocentro de Teresópolis vai atender ao Hospital de Bom Jesus de Itabapoana
18/04/2014 | 17h58
Secretário de Saúde de Bom Jesus afirma ter resolvido o problema do sangue para o HSVP Como é sabido, a precariedade do funcionamento do Hospital São Vicente de Paulo, de Bom Jesus do Itabapoana/RJ, é causado sobretudo pela carência de sangue, já que o banco de sangue foi fechado há tempos. Cirurgias, UTI, notadamente, são os serviços mais prejudicados. Sangue para mover vidas “Sangue para o hospital é como combustível para o automóvel, compara o secretário de Saúde Paulo Guerra. Se não tiver combustível, o veículo não anda”. Ele assegura ter solucionado o problema, depois de ter recebido em Bom Jesus o dep. federal Luis Sérgio, no último sábado (12/4), e convidando-o a fazer uma visita ao hospital. Lá, o deputado ficou a par da grande questão que vem travando o funcionamento do nosso hospital, que não pode praticamente nada sem sangue. Então o deputado disse para mim que lutaria para conseguir solução”, relata Guerra. Ainda segundo o secretário, ele soube que Teresópolis é onde há um dos melhores bancos de sangue, referencial no Estado. Então ligou para o secretário de lá, Luis César, pedindo para ser atendido. Para lá viajou juntamente com a presidente do HSVP, Ivana, e até se surpreendeu pelo fato de que o fornecimento de sangue no banco de Teresópolis já estava autorizado. “Então perguntei à doutora quando ia ser liberado. Ela me respondeu que de imediato”, comemora o secretário. Como o município conquistou recentemente o status de atuar na denominada “Saúde Plena”, isto é, todas as contratualizações do setor passam a ser feitas pela prefeitura, e não mais pelo Estado, Paulo Guerra afirma: “Vamos fazer um convênio com o hospital, um valor alto. O princípio de tudo já temos, que é o sangue. Vamos conveniar um valor, depois vamos conveniar mais para concretizarmos o grande sonho que tenho de o hospital voltar a funcionar como antes, quando era referência no Noroeste”, promete. Ambicioso, Guerra afirma: “Futuramente vamos reativar nosso próprio banco de sangue. Por enquanto vamos usando o sangue de Teresópolis, que teremos na quantidade e no tipo que precisarmos. Além dessa conquista resolver o maior drama do HSVP, o município vai economizar bastante, pois quando havia necessidade, o motorista da prefeitura ia ao Rio de Janeiro às vezes para trazer uma bolsa de sangue. Quanto custa isso para o município?”, contabiliza o secretário. Fonte: Facebook de Paulo Guerra
Comentar
Compartilhe
Coluna " COMENTÁRIOS" (18_04) - Tributo a Patrícia " deu ruim " no Chá Chá Chá
18/04/2014 | 12h25
[caption id="attachment_5434" align="aligncenter" width="600" caption="Coluna Comentários sexta 18_04_2014 (CLIQUE AQUI PARA AMPLIAR)"][/caption]
Comentar
Compartilhe
"Antes da chuva", Inspirada em romance de Gabriel García Marquez(falecido ontem), encenada em Campos
18/04/2014 | 01h00
O segredo de uma velhice agradável consiste apenas na assinatura de um honroso pacto com a solidão. Gabriel García Marquez Peça “Antes da chuva”, inspirada em romance de Gabriel García Marquez, está percorrendo o RJ em Circuito de Teatro do Sesc Espetáculo foi indicado ao Prêmio Shell de Melhor Direção no ano passado Inspirado no romance “O amor nos tempos do cólera”, do colombiano Gabriel García Marquez, o espetáculo “Antes da chuva”, indicado ao Prêmio Shell de Melhor Direção no ano passado, está circulando por unidades do Sesc no Estado do Rio de Janeiro. A montagem integra o Circuito de Teatro do Sesc - temporada 2014, em que são escolhidas uma peça de teatro adulto e outra destinada ao público infantil para percorrer o Estado. O circuito começou em 9/4, com apresentação em Três Rios, e acaba no dia 13/6, com encenação em Campos, num total de 13 apresentações em nove municípios (veja abaixo), sempre com preços populares. Fruto de uma pesquisa que a Cia. Cortejo desenvolveu baseada em excêntricas experiências vividas pelos familiares do grupo, a trama gira em torno do amor inocente e persistente de um jovem rapaz por uma mulher mais velha. Eles habitam um povoado ribeirinho cada vez mais deserto e decadente, lugar este que, no passado, teria sido alvo de exploradores estrangeiros. Apesar da forte influência de García Márquez, muitas das situações vividas na peça surgiram da história familiar dos integrantes do grupo: tias solteiras, pais separados, cartas de amor e romances de infância. Algumas das mais belas passagens foram inspiradas na história da bisavó da atriz Bruna Portella, uma índia peruana que desceu "fugida" o Rio Amazonas com seus 15 filhos a bordo de uma pequena embarcação. A encenação de Rodrigo Portella, em parceria com Léo Marvet, destaca-se pela aposta na simplicidade para que a sutileza das relações, criadas pelos personagens, sobressaia. “Os personagens foram criados especificamente para os atores Luan Vieira e Bruna Portella. O desejo de trabalharmos juntos é anterior ao texto", afirma o autor e diretor. “Assim como o nosso último espetáculo, essa obra surge do encontro da literatura de García Márquez com a pequena cidade onde a companhia está sediada (Três Rios). Partimos de um pequeno povoado, ou seja, de uma micro-organização social para falar sobre questões universais: amor, poder, sonhos, utopias, clichês, tabus”. A opção pelo espaço vazio – o único objeto em cena é um livro – convida o espectador a um mergulho no próprio imaginário, tornando-o ativo na construção dos diferentes espaços: o sobrado, a praça, o cais, o tribunal, a igreja, o barco. Sobre a Cia Cortejo A Cortejo foi criada em 2010 por profissionais de teatro interessados em começar uma história fora das grandes capitais. Seus componentes têm origem no município de Três Rios, no interior do Rio, onde a companhia mantém sua sede administrativa e criativa no Teatro Celso Peçanha. O mergulho no universo das pequenas cidades marca a fase inicial de pesquisa da companhia, cujo foco principal está na dramaturgia autoral e na ênfase no trabalho do ator. Atores como Verônica Rocha e Tales Coutinho (ex-integrantes do Armazém Cia de Teatro) fazem parte do grupo.Além dos processos artísticos, o grupo produz o OFF RIO, o segundo maior festival de teatro do interior do estado. Sobre o diretor Bacharel em Artes Cênicas pela UNIRIO com habilitação em Direção Teatral, Rodrigo Portella é diretor de teatro, iluminador, dramaturgo e produtor. Tendo recebido mais de 150 prêmios em festivais de?teatro nacionais e internacionais, Rodrigo foi indicado ao Prêmio Shell 2013 de Melhor Diretor no Rio, pelo espetáculo “Uma história oficial”, o primeiro da companhia. Em 2010, concorreu ao Prêmio da Associação dos Produtores do Rio de Janeiro (APTR) de Melhor Iluminação, pelo espetáculo “Na solidão dos campos de algodão”, dirigido por Caco Ciocler. Atualmente é o coordenador geral do Ponto de Cultura Teatro Aberto e do Multifestival OFF Rio de teatro.?Possui três textos teatrais publicados no livro Trilogia do Cárcere, editado pelo Sesc Rio,?em 1996. Dirigiu 18 espetáculos em 20 anos de carreira, com destaque para “A fábula da?casa das mulheres sem homens”, com Armando Babaioff e Verônica Rocha, “Que história espera seu fim lá embaixo”, com Vinícius Arneiro e?Fábio Henriquez, e “O que você mentir eu acredito”, também com Armando Babaioff e Joelson Medeiros. Ficha técnica: Texto: Rodrigo Portella Direção: Rodrigo Portella e Leo Marvet Elenco: Bruna Portella e Luan Vieira Figurinos: Bruno Perlatto Trilha Sonora: Cia Cortejo Músicas Originais: Felipe Chernicharo Iluminação: Rodrigo Portella Preparação Vocal: Jane Celeste Guberfain Assistente de Figurino: Camila Domingues Produção: Trilhos Produções Artísticas Produção Executiva: Larissa Gonçalves Realização: Cortejo Cia de Teatro CONFIRA O CIRCUITO COMPLETO Antes da Chuva: Sesc Três Rios – 9 de abril de 2014 – 19h30 Sesc Ramos – 11 de abril de 2014 – 19h Sesc Engenho de Dentro – 12 de abril de 2014 – 20h Sesc Duque de Caxias – 17 de abril de 2014 – 15h Sesc São João de Meriti – 19 de abril de 2014 – 20h Sesc Madureira – 24 de abril de 2014 – 19h30 Sesc Barra Mansa – 26 de abril de 2014 – 20h30 Sesc Nova Iguaçu – 3 e 10 de maio de 2014 – 20h Sesc Teresópolis – 16 de maio de 2014 – 20h Sesc Três Rios – Município de Habitat – 21 de maio de 2014 – 19h30 Sesc Tijuca – 23, 24 e 25 de maio de 2014 – 20h Sesc São Gonçalo – 30 e 31 de maio de 2014 – 20h Sesc Campos – 13 de junho de 2014 – 20h Assessoria de Imprensa Sesc Rio
Comentar
Compartilhe
Bosta de boi, bosta de cachorro; bosssssssssta não é palavrão..... (Deputado no Plenário da ALERJ)Atualização 17_04
16/04/2014 | 22h28
O Senhor está certo Deputado... Após assistir por diversa vezes ao vídeo onde são mencionados; "chefes, quadrilhas, bandidos, condenações, vagabundagem, maledicência, desrespeito ao rito, baixaria, indecoro, denuncismo. Vejo que "bosta", é o que tem de menos fedido nesta discussão.... Atualização ás 15 h de 17/04/2014: Certos comentários são realmente extraordinários. O do Klaus Nogueira foi.... " Na Mosca".. Não tem jeito, se já não é ; amanhã com certeza , tudo vira bosta ! A Prostituta e o deputado.... tudo vira bosta !!!!!!!! Tudo Vira Bosta( letra de Moacir Franco ) [caption id="attachment_5408" align="aligncenter" width="600" caption="LETRA DE MOACIR FRANCO "][/caption]
Comentar
Compartilhe
Edson faz Cultura; Patricia faz firula !
16/04/2014 | 07h21
Justiça seja feita. Empresto hoje nossas vênias; a reatividade, velocidade e a eficiência do presidente da Câmara Dr. Edson Batista, que ao ser apresentado a algumas das muitas demandas culturais da nossa Campos dos Goytacazes, se pôs a trabalhar em prol da sua difusão e resgate. O Evento da exposição do maravilhoso trabalho do artista plástico campista João de Oliveira, somada a exposição fotográfica com profissionais e artistas da planície, o resgaste do acervo do Monitor Campista, da memória, de um dos mais antigos e tradicionais jornais do Brasil, que aliás será apresentado às autoridades do município, jornalistas e representantes de movimentos sociais nesta quarta-feira (16/04), às 17h, faz visível a atenção dada a Cultura pela direção da Casa de Leis. Tem o dedo, a mão e o espírito de Avelino Ferreira, nesta evolução, também isto é mérito do Dr. Edson, por saber se cercar de gente qualificada. Quanto a Patrícia; vá " firular " assim lá no Chá , Chá Chá ..... Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Maria UPP.... Disposição pra servir a mais de mil
15/04/2014 | 12h05
Mulher que adora um homem fardado faz visitinhas sexuais às bases pacificadoras Rio - Não é só o risco de ataques de traficantes que vem tirando o sono das esposas de PMs lotados em Unidades de Polícia Pacificadora do Rio. Uma ‘inimiga' fatal - mas não mortal - é o motivo da nova dor de cabeça delas. Apelidada de Maria UPP, uma mulher já é famosa entre os militares por fazer visitinhas aos homens que estão de serviço durante as madrugadas. O caso chegou à Corregedoria da corporação, que investiga a denúncia. [caption id="" align="alignleft" width="334" caption="Fotos e texto(Meia Hora de Notícias)"][/caption]Ela é tão apaixonada pela pacificação que, bem lá onde só é possível ver quando a moça está totalmente depilada, entendeu? PMs contaram ao MEIA HORA que a Maria UPP não se incomoda de ser fotografada ou filmada, mesmo sabendo que as imagens são compartilhadas entre eles. Segurou o fuzil Em uma imagem, a mulher aparece praticando sexo oral em dois soldados fardados. Em outra, ela está em pleno ‘lepo lepo' com dois policiais ao mesmo tempo. Ela também já foi fotografada fardada e segurando um fuzil. A existência da Maria UPP foi descoberta pela esposa de um dos PMs, que logo contou para as conhecidas. Algumas delas passaram a fazer visitas aos maridos na hora do expediente. Deitou com mais de mil Segundo os PMs, a Maria UPP não cobra pelo sexo, apenas pede dinheiro para o táxi e um lanche. E nesse clima de amor ao próximo, ela já se deitou com mais de mil policiais. Ainda de acordo com os militares que conheceram a moça de perto, ela diz ter simpatia por homens fardados e afirma ser "uma boa companhia nas noites frias". Mas não tem essa de exclusividade: a Maria UPP gosta de sexo a dois, a três, a quatro... ‘Lepo lepo' é investigado A Corregedoria da Polícia Militar vai tentar identificar os policiais que tiveram relações sexuais no local de trabalho e no horário de serviço, além de tentar descobrir quem emprestou a farda e colocou um fuzil na mão da Maria UPP. A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) também vai instaurar um procedimento administrativo para investigar o caso. As esposas oficiais agradecem.
Comentar
Compartilhe
Começa hoje venda de ingressos para Copa
15/04/2014 | 09h22
Fifa põe à venda 200 mil ingressos a partir de hoje Desde as 7h de hoje (15), torcedores já podem comprar ingressos da Copa do Mundo de 2014, colocados à disposição pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) em sua última fase de vendas. São 199.519 tíquetes para 54 dos 64 jogos da competição, que será realizada em 12 cidades-sede brasileiras de 12 de junho a 13 de julho deste ano. Não há mais ingressos para os três jogos do Brasil na primeira fase, além da final e das partidas México x Camarões, Inglaterra x Itália, Argentina x Bósnia e Herzegovina, Espanha x Chile, Croácia x México e Austrália x Espanha. Os ingressos estão disponíveis no site. Só serão aceitos cartões de débito Visa e de crédito. A partir de 1º de junho, os ingressos também poderão ser comprados em centros da Fifa nas 12 cidades-sede. Caso ainda não estejam esgotados, os tíquetes estarão disponíveis para venda até o dia do jogo escolhido. Fonte: EBC
Comentar
Compartilhe
Quanto custará ao Garotinho não pagar 632 mil da multa do TRE ?
14/04/2014 | 20h23
Por esclarecer: [caption id="" align="alignright" width="300" caption="da Internet"][/caption] Para funcionar a engrenagem jurídica, se faz necessário um aporte imensurável de dinheiro, ou não ? Até se chegar a uma condenação, como essa de hoje, quantos milhares de reais já foram utilizados, na defesa ? Vai recorrer pro TSE? Imaginamos que sim . Quantos serão os outros milhares de reais envolvidos? Até que este processo se encerre; qual será o dispêndio de dinheiro ? De onde viria o dinheiro para estas despesas ? Talvez; para evitar mais questionamentos, deveria fazer como no caso dos condenados do mensalão do PT; fazer uma vaquinha entre os simpatizantes e pagar logo esta multa. Comentário: Estes questionamentos sobre custas e despesas processuais, são em relação, as despesas em apenas um, entre dezenas de processos ....
Comentar
Compartilhe
Macaé ganha reforço na segurança pública
14/04/2014 | 19h31
[caption id="" align="alignleft" width="300" caption="Foto ( Flávio Sardou)"][/caption] Na sexta-feira (11), o prefeito de Macaé, Dr. Aluízio, participou de cerimônia de entrega ao 32º Batalhão de Polícia Militar de mais 25 viaturas para reforçar o policiamento do município. Ascom PMM/RJ
Comentar
Compartilhe
Rosinha vai terminar o mandato
14/04/2014 | 06h54
O Prazo para a Prefeita Rosinha Garotinho deixar a prefeitura de Campos e se candidatar ao governo do estado expirou no dia 04 de Abril.(6 meses antes da data da eleição) Amigas próximas afirmam que Rosinha quer mesmo é terminar o mandato em paz e passar a se dedicar aos cuidados com a família em tempo integral.
Comentar
Compartilhe
" São Jorge de Bordé. Nós num é ! "
13/04/2014 | 07h19
Opiniões se formam com fatos O estomago é mais forte que a opinião, que a razão, que a visão, que a decência. Verdade trágica Esta confirmação é trágica mas, verdadeira. E esta situação, é o que faz com que muitos seguidores pagos, das muitas lideranças políticas regionais, se submetam e não demonstrem vontade de enxergar a verdade por trás dos fatos escabrosos que se mostram na "coisa" e meio político nestes anos idos. E não tem santo nestas tantas estórias, todos são culpados até que se provem suas inocências. Blog é blog O que difere o blog dos jornais on line é que nos Blogs , podemos e devemos observar os fatos, e dai formar a nossa opinião. E aguardar de volta, a sempre bem vinda opinião de nossos comentaristas. Quanto a opinião dos redatores do Blog da Coluna; garantimos que somos observadores muito eficientes dos fatos cotidianos e políticos; talvez por este mérito, não tenhamos sido ainda, incomodados pelos milionários corpos jurídicos dos entes, que neste espaço são mencionados. Fulano, Beltrano e Ciclano Se a gente relata aqui que Fulano, tá pintando como ladrão, que Ciclano anda caminhando na direção de falcatruas com processos licitatórios, se Beltrano, anda saltando nágua e nadando de braçada no erário público, se Tiano parece organizar e sustentar a corrupção eleitoral; pode ter certeza que é porque o fato foi muito atentamente observado e a coisa se encontra muito bem fundamentada e sustentadadocumentalmente. Quem sabe o Ministério Público Esta velha máxima de que as denúncias aos ministérios públicos tem que ser provocadas, não nos é muito simpática, quando lhes é de interesse eles se movimentam e, ganham as mídias. Quem sabe num momento que está por vir o nosso discreto Poder Judiciário, vá entender nossas informações no blog, como "notícias crime". Fato que fede Apenas um comentário final: " em nossa política regional; os fatos fedem, a coisa cheira mal mas, o forte "vento nordeste", dispersa a podridão! Usando da sabedoria matuta de um caboclinho alcunhado, Zé Mané. " Nóis sêmo do mato, mas ser São Jorge de Bordé, pros coroné; nóis num é !" Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
Senador, Governador ou reeleição a Câmara ?
12/04/2014 | 12h00
Festa dos Guardanapos Em algum lugar no passado o ex governador Sérgio Cabral demonstrou sua vontade de se voltar ao Senado em 2014. Pronto; foi o sinal para o inimigo político, dar início de um verdadeiro massacre nas mídias sociais, blogs, programas de rádio e onde mais fosse possível divulgar as situações em que o governador estivesse envolvido, sempre procurando dar destaque a negatividade, nos fatos e nas imagens. Destaque para a super divulgação do episódio da festa dos guardanapos. Cinegrafista assassinado Veio então a tragédia para a família do cinegrafista que foi assassinado por aquele rojão direcionado a sua cabeça por muitas mãos e, como todo fato tem dois lados, aconteceu uma útil e igual exposição nas mídias, das artimanhas criminosas por trás das manifestações e vandalismos que até então aconteciam nas áreas "nobres" do Rio de Janeiro. Bom com todos estes avanços e recuos dos índices de rejeição e aprovação, tanto do ex Governador , quanto de seu mais cruel inimigo, o cenário mudou e uma coisa se confirmou: o alvo era o candidato a senador . Candidato a Senador A colunista Berenice Seabra, informou em seu espaço, que o deputado seria candidato a senador e o bispo da Igreja Universal candidato a governador. Fato que; o candidato inimigo do Governo do Estado , correu a desmentir. Aposentadoria gorda Afinal; pois até os que lhe são seguidores fiéis desejam saber: " O senhor é candidato a que ? Minha opinião é que o já Senhor Garotinho, queria ser Senador da República. E embora ele, com certeza não saiba; neste altíssimo posto, já no gênesis do mandato poderia buscar o direito à ambicionada milionária aposentadoria que só os senadores tem. Velhice tranquila, sustentada por todos nós. Meninos encaminhados Vá lá; seus meninos aprenderam bem as lições e já desenvolvem os trabalhos bem melhor que o senhor ! Essa é minha opinião. Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
E agora Prefeita ? (II)
11/04/2014 | 17h37
Comentar
Compartilhe
E agora Prefeita ? (I). . . .Coluna "COMENTÁRIOS" 11_04_2014
11/04/2014 | 12h14
[caption id="attachment_5325" align="aligncenter" width="599" caption="Clique na Coluna COMENTÁRIOS para melhor visualizar (ampliar)"][/caption]
Comentar
Compartilhe
R$ 950 milhões de empresa americana vem para o Açú e Itapemirim/ES, não está fazendo festa !
10/04/2014 | 19h01
Veja (AQUI) o porque da decepção, no município de Itapemirim/ES . Empresa americana investe R$ 950 milhões no Porto de Açu Investimentos da Edison Chouest Offshore deverá criar uma base de apoio offshore no Porto do Açu, em São João da Barra (RJ) [caption id="" align="aligncenter" width="590" caption="Construção em curso do Porto de Açu: ECO é forte candidata à licitação da Petrobras para contratar seis berços de atracação de embarcações de apoio na Bacia de Campos"][/caption] Ricardo Moraes/Reuters Construção em curso do projeto de US$ 2 bilhões do porto de Açu, do bilionário Eike Batista, em São João da Barra, no Rio de Janeiro Construção em curso do Porto de Açu: ECO é forte candidata à licitação da Petrobras para contratar seis berços de atracação de embarcações de apoio na Bacia de Campos Rio - A americana Edison Chouest Offshore (ECO) vai investir R$ 950 milhões para criar uma base de apoio offshore no Porto do Açu, em São João da Barra (RJ). Assinado nesta quarta-feira, 09, pela Prumo Logística Global, antiga LLX, o contrato será o maior já fechado pelo porto. O negócio pode ser a porta de entrada para a Petrobras no Açu, já que o grupo presta serviços para a estatal. A empresa americana é forte candidata à licitação prestes a ser aberta pela petroleira para contratar seis berços de atracação de embarcações de apoio na Bacia de Campos. A ECO chegou a vencer uma concorrência recente para operar outros dois berços, mas desistiu porque ainda não tinha um contrato firme com o Açu para montar sua base. "Assinar com a Edison Chouest não é uma garantia de que a Petrobras irá para o Porto do Açu, mas será uma surpresa se ela não for", diz o presidente da Prumo, Eduardo Parente, em entrevista ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. Para o executivo, a instalação do grupo irá atrair a petroleira e outras empresas da cadeia de óleo e gás. A Edison Chouest é a primeira companhia a decidir se instalar no Açu após a entrada da EIG Global Energy Partners, que passou a controlar a Prumo em outubro passado. O último contrato havia sido fechado em março de 2013 com a Wärtsila. A expectativa é que a base offshore comece a operar no início de 2015. O contrato prevê um arrendamento da área por 15 anos, prorrogáveis por mais três períodos de cinco anos. A unidade poderá receber 12 embarcações de início, mas tem a possibilidade de ampliar a capacidade a 18 com uma futura expansão. Ao todo a companhia ocupará 255 mil metros quadrados no complexo e deve gerar 900 empregos. O projeto ocupará 440 metros de cais no Terminal 2 do Açu, com opção de duplicação. O canal de navegação usado pela ECO tem 3.721 metros e também será utilizado por outras empresas instaladas no T2, como Wartsila, Technip, NOV e Intermoor. A Prumo aguarda apenas o sinal verde da Marinha para dar início às operações no canal, o que deve ocorrer em até dois meses. "Não existe hoje no Brasil infraestrutura para o atendimento de unidades marítimas de forma técnica. A posição geográfica do Açu é fantástica. Traz economia de escala em redução de tempo e combustível", diz Ricardo Chagas, diretor da Edison Chouest. O Açu está a cinco horas de distância contra oito de concorrentes, o que significa economia de escala em tempo e combustível. Fornecedor global Fundada na década de 60 na Louisiana, a ECO é um dos principais fornecedores globais de transporte marítimo offshore. O grupo opera uma frota de mais de 230 navios no mundo, com uma receita anual de US$ 8 bilhões. No Brasil são 70 embarcações de apoio offshore em operação para Petrobras, Shell, Queiroz Galvão, Total, Repsol e Statoil, dez Veículos de Operação Remota (ROVs) e um estaleiro em Navegantes (SC), onde constrói seis embarcações por ano e hoje tem em carteira 19 navios em construção. Fonte: Exame . com
Comentar
Compartilhe
Agricultura aprova prioridade para mulher na venda de alimento para merenda escolar
10/04/2014 | 18h30
[caption id="" align="alignnone" width="229" caption="Hélio Santos: é importante apoiar a comercialização da produção da agricultura familiar.(Foto: Beto Oliveira)"][/caption]A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural aprovou, na quarta-feira (9), proposta que concede prioridade às mulheres da agricultura familiar na aquisição de produtos alimentícios destinados ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). O texto aprovado é o Projeto de Lei (PL) 6856/13, do Senado. Para ter direito ao benefício, as produtoras rurais deverão organizar-se em grupos, formais ou informais. Na opinião do relator, deputado Hélio Santos (PSDB-MA), depois da ampliação do direito das mulheres de acesso à terra “é de fundamental importância facilitar e apoiar a fase de comercialização da produção dessas unidades familiares”. Titulares de lote O parlamentar lembra que, a partir de 2003, o Instituto Nacional de Reforma Agrária (Incra) passou a dar preferência às famílias chefiadas por mulheres na titulação da terra. Segundo afirma, desde então, o índice de mulheres titulares de lotes da reforma agrária aumentou de 24,1 %, em 2003, para 55,8%, em 2007 . Do total de mulheres chefes de família em relação ao total de beneficiários, o porcentual passou de 1 3,6% para 23% no mesmo período, sustenta Santos. Regras atuais Atualmente, a lei que criou o PNAE (11.947/09) prevê a destinação de pelo menos 30% dos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação ao programa para a compra de alimentos diretamente de agricultores familiares ou suas organizações. Já têm prioridade os assentamentos da reforma agrária, comunidades indígenas e quilombolas. Pelo projeto aprovado, as mulheres da agricultura familiar passarão a integrar esse grupo prioritário. Além disso, a proposta prevê que, no mínimo, 50% dos produtos comprados de agricultores familiares sejam adquiridos em nome da mulher. Tramitação Em regime de prioridade, o projeto segue para análise conclusiva das comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 'Agência Câmara Notícias'
Comentar
Compartilhe
Presidente do TSE defende afastamento de candidatos à reeleição
09/04/2014 | 17h42
" Foi durante a gravação do oitavo programa “Eleições 2014 – uma conversa com o presidente do TSE”, o ministro Marco Aurélio afirmou que seria “salutar” que os candidatos à reeleição se afastassem dos cargos para fazer a campanha eleitoral. A afirmação ocorreu em resposta ao jornalista Carlos Chagas, um dos convidados desta edição do programa, que questionou se “é justo que alguém dispute a reeleição no exercício do próprio cargo”. Para o ministro Marco Aurélio, o afastamento “acompanharia a ordem natural das coisas, porque numa eleição as paixões são muitas e a tendência é de aquele que está no cargo, desequilibrando a disputa eleitoral, utilizar o próprio cargo, a máquina administrativa para lograr êxito”. Fonte: site TSE
Comentar
Compartilhe
"O julgamento de Lúcifer", sábado em São João da Barra
07/04/2014 | 15h33
Peça "O julgamento de Lúcifer" será encenada sábado em São João da Barra Entrada será gratuita e classificação de 14 anos A peça teatral “O julgamento de Lúcifer”, dirigida por Fernando Rossi, será encenada gratuitamente, no próximo sábado, 12, às 20h, no Cine Teatro São João, em São João da Barra. A exibição acontece por meio de uma parceria entre a secretaria municipal de Educação e Cultura e o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro (SATED/RJ), integrando o Circuito que percorrerá 26 cidades do interior estado. Cerca de 800 profissionais entre diretores, artistas e técnicos promoverão a circulação de espetáculos de Cias e Grupos visando, ainda, o intercâmbio entre os artistas que sairão de suas cidades para se apresentar em outras. A peça - Com classificação de 14 anos, o espetáculo conta a história de três líderes que convidam um anjo decaído a participar de um programa de TV, induzido a assumir a responsabilidade por crimes praticados pela humanidade nos últimos dois mil anos. Pedofilia, charlatanismo, tortura e corrupção são crimes cometidos por personagens que se dizem portadores da palavra de Deus, o que ele desmente com sua astúcia e um controle remoto capaz de controlar TVs, computadores e celulares ao redor do mundo. "O julgamento de Lúcifer" é um reality show surrealista, que traz reflexões silenciosas, numa linguagem repleta de metáforas e simbologias. O romance faz referências à cultura pop, bíblica e literária para apresentar personagens que transformam a vida em ficção a fim de justificar seus atos.
Comentar
Compartilhe
Maria Lucia Cautiero Horta Jardim. " Primeira-dama do Rio"
07/04/2014 | 01h40
Novos ares no palácio [caption id="" align="alignleft" width="333" caption="Maria Lucia: admiradora de Ruth Cardoso e do papa Francisco, ela cuida do guarda-roupa de Pezão (Fotos Fernando Lemos)"][/caption] As circunstâncias em que foram feitas as fotos desta reportagem desvelam o estilo da nova primeira-­dama do Rio. Maria Lucia Cautiero Horta Jardim, 58 anos, dispensou os serviços de maquiador e cabeleireiro e preferiu ela própria cuidar do visual, como de praxe. Casada com o governador Luiz Fernando de Souza, o Pezão, que herdou na última sexta (4) o cargo de Sérgio Cabral, ela é tida como uma companheira dedicada e um trator quando o assunto é trabalho. Formada em direito, foi secretária de Fazenda de Piraí, terra natal do marido, em sete gestões. Até dois anos atrás, com Pezão já no posto de vice-governador e instalados na capital, ela se deslocava diariamente do Rio até a cidade, no Vale do Paraíba, para seu batente na prefeitura. Aposentada desde fevereiro, "Biluca", como é chamada pela cara-metade, quer ter mais tempo para poder acompanhar o marido, em campanha para a próxima eleição, e também se lançar em novas missões profissionais. "Minha ideia não é ter só um título formal, é dar expediente mesmo", afirma Maria Lucia. "Se deixar, ela trabalha mais que eu", diz ele. . Depois de tanto tempo como guardiã do cofre de Piraí, Maria Lucia abriu mão da carreira de gestora para tornar-se o braço-direito de Pezão. Devido à agenda sobrecarregada do "Sr. Jajá" ? sempre que ela liga à noite, ele diz que já está indo, daí o apelido ?, cabem à primeira-­dama as tarefas de ir ao banco, fazer compras e até cuidar do imposto de renda do governador. Fala com admiração de tudo o que diz respeito ao marido, com exceção do seu estilo, que, diga-se, já foi mais desleixado. Com mão de ferro, todos os dias ela coloca em um cabideiro as peças que ele usará, do blazer aos sapatos. Inclusive, livrou-o de um aperto. Como era impossível achar calçados de seu tamanho, 48, Pezão comprava sempre pares três números abaixo. A mulher teve então a ideia de mandar fazer sob medida os pisantes. "Ele brinca até hoje que, se o casamento não desse certo, pelo menos já teria servido para alguma coisa." A história do casal remete a mais de meio século, quando, aos 3 anos, Maria Lucia se transferiu de Belo Horizonte, onde nasceu, para a cidade do interior do estado. Eles viriam a se conhecer na pré-­adolescência, ao cursarem o ensino fundamental no mesmo colégio. Na época, o garoto desengonçado ? já próximo do 1,90 metro atual ? e a menina estudiosa eram apenas amigos. Aos 22 anos, ela se casou com um comerciante, foi morar num município vizinho e teve dois filhos, Eduardo, piloto, 35 anos, e Ro­berto, advogado, 33. Dezesseis anos depois, ela, separada, e ele, um solteirão convicto, voltaram a se encontrar e engataram o namoro ao som de Saigon ("Tantas palavras / Meias-­palavras/ Nosso apartamento / Um pedaço de Saigon"). Fazendo jus à fama de ansioso, Pezão logo propôs casamento, cerimônia que ocorreria seis meses depois, no Country de Piraí. Biluca e Pezão compartilham diversos gostos. Ambos são chegados a expedições por restaurantes e botecos, onde não dispensam chope e tira-gostos. Em Piraí, onde mantêm uma casa, ela encara o fogão para fazer receitas sem nenhuma restrição calórica, caso de sua especialidade, o leitão à pururuca. Com tais hábitos nada frugais, Pezão briga com a balança. Está agora com 130 quilos, enquanto ela se mantém nos 58, peso adequado para seu 1,60 metro. Maria Lucia tem tanta estima pela gastronomia que se empenha no projeto de erguer no Rio algo nos moldes do mercado madrilenho de São Miguel, que reuniria produtos selecionados do estado. Pensa ainda em construir um museu da cachaça. Se o copo e o garfo unem o casal, eles diferem radicalmente em outros terrenos. A advogada adora conhecer outras culturas, enquanto Pezão é mais bicho do mato. Sua última viagem em dupla para o exterior foi há dois anos, e acabou mal. Tiveram de interromper o giro pela Itália ao receber a notícia de que seu apartamento, em um prédio sem elevador no Leblon, havia sido assaltado. Agora, o casal está de mudança para um dois-­quartos em Laranjeiras, mais perto do Palácio Guanabara. Quando a poeira baixar, ela planeja voltar a assumir uma função que lhe ocupe o dia inteiro. "Maria Lucia é muito qualificada", elogia o prefeito Eduardo Paes, que, em 1997, foi seu colega em uma pós-graduação em políticas públicas na UFRJ. "Não sei qual cargo ocupará, mas com certeza será um bichinho no ouvido do Pezão." Pelo jeito, ela não vai arredar pé. Fonte: Veja por Sofia Cerqueira
Comentar
Compartilhe
Transporte Urbano em Xeque ... Coluna Comentários
05/04/2014 | 07h24
[caption id="attachment_5272" align="aligncenter" width="1453" caption="CLIQUE NA COLUNA COMENTÁRIO PARA AMPLIAR"][/caption]
Comentar
Compartilhe
Mais necessária que uma nova divisa ES/RJ, são "divisas" para a revitalização do Rio Itabapoana.
04/04/2014 | 10h38
Rio e Espírito Santo avaliam redefinição de limites do Rio Itabapoana [caption id="" align="alignleft" width="390" caption="Curso do rio foi alterado por meio de retificações artificiais do seu leito natural"][/caption] Reprodução / Divulgação Ascom Membros do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Fundação Ceperj (Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro) reuniram-se para avaliar a aplicabilidade das ações de redefinição dos limites intermunicipais e interestaduais do Rio Itabapoana, localizado na divisa do Estado do Espírito Santo com o Rio de Janeiro. O curso do Rio Itabapoana foi alterado por meio de retificações artificiais do seu leito natural, que acarretou na modificação na linha divisória entre os estados, no perímetro entre a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) - também conhecida como Pedra do Garrafão - até a foz do Rio Itabapoana, no Oceano Atlântico. As alterações foram observadas, em um primeiro momento, em reuniões de gabinete a partir de análises de insumos cartográficos, e, posteriormente, confirmadas pelas equipes técnicas dos órgãos envolvidos. Na reunião ficou acordado que o Idaf, a Ceperj e o IBGE emitirão um laudo técnico em conjunto, para submissão aos dois estados, e para uma futura validação perante a Advocacia Geral da União, órgão responsável pelo exercício da advocacia pública na esfera federal. Esta iniciativa entre órgãos federativos distintos revela uma perspectiva de cooperação institucional, que, em última análise, objetiva o desenvolvimento integrado do território brasileiro. [caption id="" align="alignright" width="300" caption="Zé Armando foi Diretor de Pesca e Aquicultura em SFI"][/caption]“As ‘divisas’ que estas instituições têm e terão em mãos, se adequadamente aplicadas, farão de verdade uma nova divisa ES/RJ, ali no baixo Rio Itabapoana, com maior preservação ambiental, atenção social e desenvolvimento econômico, tudo isso absolutamente sustentável. Mas, além de dividir, o momento é buscar onde se pode somar ao futuro do Rio Itabapoana”, disse o pescador esportivo do Rio Itabapoana, José Armando Barreto. [caption id="" align="alignleft" width="310" caption="Vertedouro na PCH - Pedra do Garrafão"][/caption]De acordo com ele, assim como todas as retificações em Rios da Região, como Imbé, Macabú, São João, Macaé e até os Canais da baixada e das Flechas, a intenção de aumentar a porção de terras agricultáveis é para fins pecuários, um benefício às propriedades em suas margens. Ainda segundo ele, uma utilização mais adequada das “divisas”, poderia ser a devolução do rio ao antigo traçado, uma reparação ambiental histórica e que teria atenção e aprovação e investimentos vindos de todo o planeta. “A retificação do Itabapoana foi executada (trecho final) entre a ponte da divisa e a Foz na localidade de Barra do Itabapoana, no município de São Francisco de Itabapoana. Na época não havia conhecimento e o entendimento de que esta ação levaria a um dano ambiental muitas vezes irreparável. A divisa entre ES e RJ, fica em uma área baixa, quase sem assentamentos urbanos, e tem este trecho constantemente alagado. Uma nova delimitação da divisa seria de pouca ou nenhuma necessidade, pois não haveria benefícios a Agricultura Familiar, pescadores, nem mesmo as populações ribeirinhas ou aos proprietários do baixo Itabapoana”, explicou o pescador que complementou: “Barra de Itabapoana sofre anualmente com enchente e alagamentos, possivelmente por conta do grande fluxo das águas em períodos de cheias, agravados a cada ano pela redução da calha do Rio Itabapoana e assoreamento, além do que, Barra de Itabapoana tem captação e tratamento zero de esgoto sanitário”, denunciou. A Bacia Hidrográfica do Rio Itabapoana é formada por 18 municípios numa área de divisa, que abrange os Estados do Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Postado por: VALQUÍRIA AZEVEDO Fonte: URURAU / IMPRENSA/RJ Siga: twitter.com/siteururau
Comentar
Compartilhe
Deputados Garotinho e Paulo Feijó; por favor: Estas crianças só querem ser educadas !
03/04/2014 | 17h30
" O coração enche de esperança quando vê uma mobilização, um protesto sim, onde a verdade dos fatos está sendo mostrada, sem manipulações de grupos, vontades e interesses políticos ou outros envolvidos". É revigorante ver a sinceridade e a pureza do sentimento, nos gestos, nas expressões, nas caras limpas destas crianças que pedem apenas para ser educadas ! São Francisco é o irmão pobre, meio que deixado de lado, mesmo estando vizinho destes irmãos milionários e bilionários. Tem aqui a oportunidade de ser lembrada todo o tempo, não apenas nos momentos de eleições, nos momentos de recolher os votos. Hora de fazer o que tem por fazer Nas fotos da Escola compartilhadas em sua página no Facebook, pela jovem Yasmim Monteiro, se pode perceber que ainda ali estão as cores do Governo do Velho Pedro Cherene; a Escolinha da Localidade, passou intocada e entregue a deterioração pelos quatro anos de meu amigo Beto Azeredo, de qual fiz parte por um ano; faço aqui minha "Mea Culpa", apesar de não ser de minha ingerência, eu sempre entendi a Educação como grande prioridade de toda gestão pública, e não fiz olhar nesta direção em nenhum momento, um erro que não quero repetir em uma outras ocasiões. Também já se vão, mais de um ano do jovem Pedro Cherene, e justo é entender, que não existe como atender a todas as demandas por reformas em Escolas do município neste curto período de trabalho, Pedrinho como todos chamam, se mostra gestor eficiente quando não abandona o que de bom encontrou, e segue fazendo visíveis os novos feitos, apresentando avanços em sua gestão; eu pude estar pessoalmente em uma cerimonia de entrega a comunidade de uma belíssima estrutura da nova Creche de Guaxindiba; lhe sou solidário na angústia de querer a solução plena e se deparar com as limitações orçamentárias do município; então, eu não poderia deixar de ser proativo em usar as ferramentas de mídia e do bom relacionamento que hoje disponho, para somar na solução. Onde a boa política pode somar Deputado Anthony Garotinho, Deputado Paulo Feijó; os senhores tem em suas mãos, ferramentas poderosas para serem utilizadas em Brasília, aliadas ao bom relacionamento que possuem naquela seara política, tem condições plenas, de com a necessidade e celeridade que a situação exige, ajustar um convênio federal, que traga os recursos para a reforma de todas as pequenas escolas de São Francisco de Itabapoana, e entregar nas mãos de todas as pequenas "Yasmims", um presente e uma possibilidade de futuro melhor, onde elas terão o que tão conscientemente pedem: estas crianças pedem apenas para serem educadas ! [caption id="attachment_5263" align="aligncenter" width="590" caption="A Escola fica na localidade de Estreito em São Francisco de Itabapoana/RJ"][/caption] Lição de cidadania Menina Yasmim; nosso muito obrigado, você e seus amigos, deram o exemplo de como se pode fazer o mundo ser melhor ! Por Zé Armando Barreto
Comentar
Compartilhe
O dinheiro que sobra pra corrupção, falta ao bem do cidadão !
03/04/2014 | 07h04
O trabalhador que caiu do andaime porque não estava com equipamento necessário, e deixou viúva e filhos pequenos, isso enquanto defendia um salário de pouco mais de 900 reais não foi nada , não é nada e não será nada ! No entanto, ele é dos muitos " nadas", que somaram no sucesso financeiro daqueles muitos semi analfabetos de moralidade, amigos do poder, que viraram donos de empresas, empreiteiros nas prefeituras, nos palácios, nos planaltos; no início, eles apenas faziam a cobertura para os que interessavam ao grupo, para ganhar as licitações e hoje até as obras eles fazem; sem a necessária qualificação, mas fazem assim mesmo, vivem por ai, implorando por quem lhes assine a responsabilidade das empresas, vivem para servir aos interesses maiores; aos valores superestimados, aos esquemas nas licitações e, as obras de mentira das recuperações de ruas e vias; "os nadas" são os que lhes rendem os polpudos pacotes e lhe proporcionam os chifres e os caríssimos carrões preto. Todo mundo sabe, vê, todos comentam nos pátios das "Secobras", ficam horrorizados, sabem que estes "pacotes" sustentam as campanhas políticas e os planos de poder de todos; de todos os lados e cores, e até tem os que querem denunciar mas, a quem ? Tá dominado, tá tudo dominado ! Eu encerro por aqui, periga de eu ser "escorregado"! de um destes andaimes.
Comentar
Compartilhe
Muito amor por estas obras; tipo " PROCON".
02/04/2014 | 19h00
Tem por toda a cidade ! E qual é a novidade ? Por Fernando Leite
[caption id="attachment_5225" align="alignleft" width="300" caption="Quem acompanhou esta obra para a PMCG ?"][/caption]A "hemorragia" financeira em Campos não cessa, agora é a vez do PROCON! Ontem, fui procurado pela imprensa para avaliar o "investimento" no imóvel que abriga o PROCON, que temporariamente está oferecendo serviços aos consumidores nos altos da Rodoviária Roberto Silveira. Não havia percebido, por não ser parte de meu itinerário, mas, de fato, R$ 690.000,00 para uma reforma em imóvel que tem utilidade e funcionamento contínuos por anos, e consequentemente com as medidas de conservação em dia, que supostamente não é próprio da Prefeitura, merece maiores e convincentes argumentos da natureza desta reforma (cadê a Lei de Acesso a Informação??) - não seria melhor demolir e construir uma nova edificação? Considerando que o imóvel possua 200,00m2, esta reforma está saindo a R$ 3.450,00/m2; ora, segundo o SINDUSCON-RIO, o custo do m2 de obra está em R$ 1.716,81 (desconsiderando instalações especiais), para o padrão construtivo alto (luxo), assim, há indícios de exageros, mesmo por tratar-se de reforma, pois, estamos falando de 100% a mais do que o índice setorial divulgado por um dos sindicatos do setor mais respeitados do país. O custo apurado (R$ 3.450,00/m2), representa condições para edificar imóvel de alto padrão construtivo (luxo), com dois pavimentos (inclusive), compatível com os de condomínios fechados do mesmo padrão. Mas, pelo visto, ignoraram a questão de viabilidade econômica do "investimento", fazendo alvo uma instituição (PROCON) conquistada duramente pela sociedade brasileira que tem em implícito na sua identidade de utilidade pública o combate incessante aos abusos, sejam administrativos ou financeiros praticados, ainda, pelo mercado financeiro e empresarial. Digo que nunca esteve cogitada a possibilidade de estes abusos (financeiros) partirem do poder público, é surreal. Trata-se, portanto, de uma mancha e tanto na história do PROCON-Campos, que tem vários serviços de importância e qualidade prestados à população,logo, não merece isso. Aliás, o PROCON está desempenhando as suas funções na Rodoviária Roberto Silveira, que recentemente passou por reforma do vulto de quase R$ 19.000.000,00, será que lá, nos altos da rodoviária não há condições para abrigar o PROCON, a reforma não deve ter sido tão ruim assim. Ao que parece, o pentágono formado pelo Mercado Municipal/Parque Alberto Sampaio/PROCON/Rodoviária Roberto Silveira/Canal Campos-Macaé, desperta especial interesse na atual gestão da Prefeitura, mas infelizmente sem o devido zelo, critério e responsabilidade milionários, que "sangra" os cofres sem parar. Abç., Renato César Arêas Siqueira arquiteto e urbanista perito técnico professor bolsista UENF
Do Blog Fernando leite & Outros Quintais
Comentar
Compartilhe
"Inho" nunca foi mais que "ÃO".
02/04/2014 | 15h04
Bonitinho é quase feio ! Certinho é um pouco errado! Doentinho é a meia bomba ! Tadinho é fulminado ! Legalzinho é pra irregular ! Quietinho é sem emoção ! Onde e em qual Lugar . Inho será mais do que Ão ?
Comentar
Compartilhe
Pacotes e Corolas pretos
02/04/2014 | 01h12
Sempre que uma denúncia chega ao Blog, buscamos o possível e o impossível de informações para que não incorramos em leviandades. É um compromisso com a decência, seriedade e fidelidade aos fatos. Então se dissermos que fulano ou fulana de tal está envolvido em falcatruas, é porque estamos fundamentados documentalmente ou com imagens. Vá lá que alguém queira retaliar ou processar. Então vai aqui a sugestão: Ou muda o local de recolher os pacotes, ou muda a cor do carro; está dando muito na pinta !
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Murillo Dieguez

[email protected]