Para Rafaela e Pompílio...
24/09/2016 | 08h03

3 

Fotos Candida Vasconcellos

Minha filha, o que eu poderia falar para você neste momento tão lindo, que seja maior que o meu amor por vocês... Você chegou para mim, como um presente em dose dupla... dupla emoção, dupla alegria, numa dose duplamente indescritível... Fui agraciada com você e Juliana no mesmo instante, e depois de 3 anos com Carol... Felicidade infinita, amor imensurável, impossível de transportar para as palavras!

Desde pequena com os olhos muito vivos, sempre pronta para ajudar, subir nas árvores, andar a cavalo, andar de bicicleta, correr, brincar, estudiosíssima, atleta exímia, adorava cuidar dos animais, sempre preocupada com os mais humildes, solidária... E então você foi se transformando em menina, em mulher, e se tornou esse ser humano que amo e admiro muito... A simplicidade, a humildade, a objetividade, a alegria e a prontidão em ajudar ao próximo, são marcantes em você, Rafaela!

8

Sua força e sua coragem são marcas significativas, pois você, Rafaela, não se concentra nos problemas, mas nas soluções dos mesmos.

Nossa sintonia, nosso olhar que tudo entende, nosso companheirismo, nossas aventuras... nossos verões na nossa querida Grussaí, e você sempre pronta para andar de stand up, caiaque, ski, ou no que viesse pela frente... nossas viagens são marcas indeléveis do que construímos em nossa família... que nos fazem muito mais do que mãe e filha, mais do que amigas, nos torna cúmplices de nosso amor...

5

E Pompílio chegou a nossa casa como um filho... muito amado, com a mesma sintonia que temos, me entende com o olhar, com sua atenciosidade, com seu carinho, sua disponibilidade, capacidade de entender e respeitar o próximo, com seu perfeccionismo sempre presente, que além de nos alegrar, nos encoraja nos momentos difíceis... Te admiro muito, meu filho. Sua presença para nós é um presente de Deus! Pompílio se dedica com muito amor às pessoas, tem uma alma leve, que nos transmite paz e confiança sempre... Uma pessoa extremamente família, que faz de cada detalhe um carinho ao próximo.

Quanto orgulho tenho de vocês! Da família que estão constituindo, da relação que cuidam com carinho, do companheirismo e da cumplicidade... E como vocês falam, não existe Pompílio sem Rafaela e Rafaela sem Pompílio... E nós... não existimos sem vocês!!!

2

Vocês nos acompanham em tudo e para tudo tem uma saída... Minha filha, vou sentir uma falta enorme, das noites que deito na sua cama e conversamos, do olhar e saber que você está em casa, da confusão boa que você faz com os cachorros... simplesmente de estar em casa ao seu lado... Mas minha felicidade é muito maior... porque se espelha no tamanho do amor de vocês e porque ganhei um filho que amo muito... Isso que você é para mim, Pomp...

4

E hoje quando celebramos o casamento de vocês, pedimos a Deus as bênçãos para a nova família que estão formando! E este é o sentido do casamento... reunirmos a família e os amigos para testemunharmos sob as bênçãos de Deus e de Nossa Senhora Auxiliadora esse amor que cotidianamente presenciamos, que foi tomando corpo e forma, e hoje é único, uno, forte e consistente para gerar uma nova família! O amor de vocês foi crescendo nos dez últimos anos de convivência...

6

Amor é quando a distância de muitos quilômetros, não é capaz de afastar as pessoas que se gostam... é um saber expressar em palavras tudo o que se sente na alma... é poder compartilhar todo sentimento puro do seu coração com quem te aceita... é desejar tudo de melhor a um alguém que faz parte da sua vida...  porque o verdadeiro amor é livre, traz o frescor na alma, o cheiro das flores, nos faz pessoas melhores... Quando amamos sentimos o vento a nos acariciar, assim como as ondas beijam a areia no vai e vem constante... Atravessamos qualquer dificuldade, pois temos um elo, uma força, uma cumplicidade a nos guiar...

7

Olhem sempre à frente, sonhem sempre colorido, mantenham a admiração que nutrem um pelo outro, se encantem sempre pelas coisas mais simples: o abraço apertado, o beijo no rosto, as mãos entrelaçadas, olhos nos olhos... pensando até diferente, mas sempre olhando na mesma direção... E como enamorados, vivam intensamente a beleza de cada dia, pois o amor é presente que recebemos em nossas vidas... E quando o encontramos, o encantamento faz parte dele!!! Contem comigo sempre... minhas orações, minha presença, meu carinho, meu amor incondicional por vocês...

Com todo meu amor...

Sua mãe...

1

Com afeto,

Beth Landim

 
Comentar
Compartilhe
Me preparando para PRIMAVERAR...
21/09/2016 | 11h04

Flores da mola em uns potenciômetros

Que a primavera chegue nos trazendo flores e amores...

Resultado de imagem para LINDA PRIMAVERA PAPEL DE PAREDE

Cores a acalentos...

Flores da alfazema na flor

Encantos e abraços...

Flores do verão

E que sejamos eternamente felizes... PRIMAVERANDO...

Resultado de imagem para LINDA PRIMAVERA PAPEL DE PAREDE

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Felicidade e alegria!!!
20/09/2016 | 10h01

Resultado de imagem para vaso com flores

Muitas pessoas, sábios, estudiosos, religiosos e pesquisadores, refletiram sobre o sentido da alegria e da felicidade e já foi dito, por uma grande maioria, que elas são resultados do sentimento de bem estar e da paz interior. Felicidade e alegria são algumas das palavras mais desejadas por nós seres humanos. Mas, pensando sobre elas, questiono: qual o verdadeiro significado de ambas? Existe alguma diferença entre felicidade e alegria? Felicidade refere-se a um estado de espírito interno que independe do que acontece à nossa volta, pois podemos ser felizes mesmo quando estamos tristes, pois a tristeza é causada pelo que acontece, enquanto que a felicidade está dentro de nós, pelo fato de estarmos vivos e usufruindo – do jeito que for possível – a vida. A tristeza é provisória e a felicidade é permanente e, certamente, possível para todos nós. Ser feliz é um aprendizado. Para mim, o objetivo mais importante de uma terapia – e também das coisas que escrevo – é ajudar as pessoas a se encontrar com a sua felicidade. Assim, podemos dizer que a diferença entre felicidade e alegria é instrutiva.

Resultado de imagem para alegria e felicidade

Alegria e felicidade são palavras diferentes, pois felicidade é um sentimento... Já alegria é uma emoção. Felicidade é um sentimento, que não depende do momento, porque vive no interior da alma, que pode ser agitada ou calma! Alegria é uma emoção momentânea, que sempre é viva e espontânea!

James C. Hunter nos fala sobre a diferença entre alegria e felicidade. Para ele, a “Felicidade é baseada em acontecimentos... Alegria é um sentimento muito mais profundo, que não depende de circunstâncias externas... Alegria é a satisfação interior, é a convicção de saber que você está verdadeiramente em sintonia com os princípios profundos e permanentes da vida.” Quando as pessoas falam que estão alegres hoje, pode-se substituir a palavra por “felizes”. A pseudo-alegria humana atualmente é baseada em conquistas, em ganhos... “Estou feliz porque comprei um novo carro, comprei minha casa própria, estou com saúde...” E as coisas profundas e permanentes?

Resultado de imagem para flores e amores

Temos nos envolvido na correria diária, querendo alcançar os outros, que a nosso ver estão há anos luz de distância, só por realização pessoal e sucesso econômico. Esta correria sem fundamentos, sem significado, nos tem cegado ante as coisas realmente importantes da vida. Vivemos distante de nossos filhos, longe do convívio familiar, da vida em fraternidade. Diante desta realidade em que vivemos é preciso parar e refletir, pois a verdadeira alegria emana da busca de viver intensamente a vida e não a superficialidade. É essencial também pensarmos sobre o sentido da palavra “intensamente” neste contexto, pois logo a interpretamos de forma pejorativa, como fazer tudo que temos vontade, viver a liberdade exacerbadamente, sem pensar nas conseqüências. Esse é o grande problema, pensar que a felicidade está no imediatismo, na superficialidade e numa aparente realização instantânea. Certamente esse é o grande engano, pois apesar da felicidade relacionar-se a liberdade, viver a liberdade significa antes de tudo ter responsabilidade, ou seja, fazer o que quero, mas ter a consciência de que minhas ações podem ser exemplos para os demais. Todos nós queremos ser felizes, mas, sem sentir, buscamos essa felicidade fora de nós mesmos! Muitos pensam encontrá-la no amor, porém o egoísmo ou medo de sofrer não os deixa amar de verdade! Outros no reconhecimento, mas a má vontade é incompatível com a evolução! Não vivemos sozinhos, somos seres de relação e por isso precisamos estar conectados com os outros, nossa família, amigos, companheiros de trabalho, vizinhos, pois as pessoas que nos cercam nos retratam emocionalmente e revelam como somos. Somos espelhos para os outros e os outros são nossos espelhos. Precisamos quebrar nossos muros do egoísmo e ir ao encontro das pessoas, tornando-nos menos egocêntricos e mais conscientes dos outros, pois a alegria e a felicidade são conseqüências desta doação.

Felicidade é Paz interior! Essa Paz tem que ser conquistada aos poucos e sempre: cultivando o amor ao próximo, tendo a consciência sempre tranqüila de que fazemos o melhor, perdoando-nos pelos erros cometidos, agradecendo o que se tem, respeitando o direito e a individualidade de cada ser humano, procurando fazer o outro feliz, confiando em Deus! Quem vive a fim de prejudicar ou magoar alguém, seja com atos ou palavras, não pode reclamar que a "sorte" não lhe sorri! Não é bem mais fácil cada um cuidar de sua própria vida, buscando essa felicidade dentro de si mesmo?

Resultado de imagem para vaso com flores

Então, encare a vida positivamente, seja otimista, procure a felicidade interior que ela atrairá a alegria exterior, os grandes segredos do sucesso, alegria e felicidade estão mais próximos do que você imagina. Faça de cada dia, um dia especial para viver. Cada novo dia é uma nova oportunidade de Deus para você. Fale expressões positivas desde a manhã, quando acordar, até à hora em que você for dormir e seja imensamente feliz!!!

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Aprendemos palavras para melhorar os olhos...
15/09/2016 | 20h54
Resultado de imagem para PENSAMENTOS

Com afeto,

Beth Landim

 
Comentar
Compartilhe
REcomeçar...
12/09/2016 | 11h17
Resultado de imagem para RECOMECAR

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Apenas horizontes...
09/09/2016 | 11h12

.."Resultado de imagem para horizontes

Hoje é sexta-feira...

Dia de celebrar a vida e agradecer por mais uma semana vencida!!!

Então... pra comemorar a vida...

te desejo os desejos de Mário Quintana...

 

"Não tenho muros... apenas horizontes..."

 

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Jogos Paralímpicos... o coração não conhece limites...
08/09/2016 | 11h31

  Em uma celebração às diferenças, os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro tiveram início sob um único lema: o coração não conhece limites.

Ao passar a ideia de que, mesmo diferentes, somos iguais, a cerimônia de abertura encheu o Maracanã de beleza, poesia e com o ideal de que deficiência não se traduz em inferioridade. A honra de representar um país ainda longe de ser inclusivo coube a Clodoaldo Silva. Ao mudar a imagem do movimento paralímpico do Brasil com uma carreira de conquistas, o nadador se tornou gigante. Nesta noite, ao acender a pira dos Jogos, carregou a mensagem de urgência em busca da inclusão. No total, são 4.314 atletas, de 159 países, na disputa de 23 modalidades. 

Clodoaldo Silva acende a pira paralímpica (Foto: André Durão)

Clodoaldo Silva acende a pira paralímpica (Foto: André Durão)

Cerimônia de abertura da Paralimpíada Rio 2016 - Shirlene Coelho Brasil (Foto: André Durão) Shirlene Coelho carrega a bandeira do Brasil (Foto: André Durão)

Shirlene Coelho, Ouro em Londres 2012 e prata em Pequim 2008 no lançamento de dardo, a atleta gingou pelo Maracanã com a bandeira do país e foi a responsável por guiar a delegação brasileira pelo estádio. Outra marca da festa foi a comovente cena da ex-atleta Márcia Malsar que, de bengala, caiu com a tocha e se reergueu sob muitos aplausos do público.

Aaron Wheelz voa na cerimônia de abertura da paralimpíada (Foto: Reuters)

Aaron Wheelz voa na cerimônia de abertura da paralimpíada (Foto: Reuters)

O gramado do Maracanã virou uma imensa piscina para que Daniel Dias atravessasse em uma das belas projeções da noite. A piscina se transformou em praia, com um boneco gigante de um vendedor percorrendo o palco ao som de Tom Jobim, de Gilberto Gil, e de Tim Maia...

Cerimônia de abertura da Paralimpíada Rio 2016 (Foto: Getty Images)Show de fogos na cerimônia de abertura da Paralimpíada Rio 2016 (Foto: Getty Images)

Foram fotos, selfies, declarações para famílias e amigos. Era um recado de amor de dentro do Maracanã para o mundo. Países como Alemanha e Grécia também carregavam bandeiras do Brasil, como um gesto de carinho à sede dos Jogos. Colombianos fizeram coreografia, enquanto um atleta de Belarus carregou a bandeira da Rússia, excluída dos Jogos devido ao escândalo de doping.

Cerimônia de abertura da Paralimpíada Rio 2016 - Espanha (Foto: Reuters)

Atletas desfilam na cerimônia de abertura - Espanha (Foto: Reuters)

Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Rio 2016, falou sobre inclusão e diferenças, sob o lema de todos terem um coração.

“Brasileiros não desistem nunca”.

Sir Philip Craven, presidente do Comitê Paralímpico Internacional, foi aplaudido ao abrir seu discurso e dar boas-vindas ao "Maraca". Também foi ovacionado ao falar da capacidade dos atletas de fazerem o mundo mais igualitário e ao citar esportistas refugiados. 

Cerimônia de Abertura Amy Purdy (Foto: André Durão) Amy Purdy faz apresentação junto a máquina (Foto: André Durão)

Pelas mãos de Antônio Delfino, a chama paralímpica chegou ao Maracanã sob chuva.

Dono de três medalhas em Jogos (ouro nos 200m e nos 400m rasos em Atenas 2004 e prata nos 400m Sydney 2000), ele passou a tocha para as mãos de Márcia Malsar, primeira atleta paralímpica do país a conquistar uma medalha de ouro no atletismo, na prova dos 200m rasos, com paralisia cerebral. Muito emocionada, ela se desequilibrou e caiu com a tocha. Amparada, levantou, e o estádio se curvou em aplausos.  

Pira paralímpica (Foto: André Durão)

Pira paralímpica acesa no Maracanã (Foto: André Durão)

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Venha me visitar...
02/09/2016 | 22h46

 

“Venha me visitar. Mas traga consigo a terra vermelha batida, a duna fervendo no meio da tarde, o vento, o vento. Traga os cascalhos de tempos felizes, lembranças de amores correspondidos ou não, a certeza daqueles dias... Venha me visitar. Traga a luz da manhã, o azul que emoldura as amendoeiras, os mistérios do mangue, o cheiro de areia preta. Traga as constelações da noites frescas, o embalo da rede e as conversas de varanda. Venha... e traga consigo... minha alma... que insiste em ficar lá... no vento... no vento...” Aline Aquino

Resultado de imagem para o tempo e a restinga

Conhecer o ecossistema de restinga de São João da Barra, destacando as ações de preservação ambiental realizadas na região e as relações do homem com este ecossistema são objetivos do livro “O Tempo e a Restinga”, que foi lançado online no último dia 30 no ISECENSA, fazendo parte da programação do I Seminário de Pesquisa e Desenvolvimento PROVIC (Programa Voluntário de Iniciação Científica) numa total demonstração de coletividade e consciência acadêmica, científica pela pesquisa e educação em nosso país. O livro, que tem o patrocínio do ISECENSA e da Prumo Logística, empresa que desenvolve e administra o Porto do Açu, foi coordenado pelos pesquisadores Maria das Graças Machado Freire e Vicente Mussi-Dias, professores do ISECENSA (Institutos Superiores de Ensino do CENSA), tendo também como autores o Eng. Florestal Daniel Ferreira do Nascimento e a especialista em fotografia Geisa Márcia Barcellos de Siqueira.

Resultado de imagem para o tempo e a restinga reserva caruara

 “O Tempo e a Restinga” é o primeiro livro que apresenta e descreve as espécies vegetais que ocorrem nas restingas de São João da Barra. O download gratuito encontra-se no site https://issuu.com/otempoearestinga . Ele destaca as ações realizadas na região e que frearam, de certa forma, o avanço populacional nestas áreas de restinga ressaltando o histórico da implantação da Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) Fazenda Caruara, criada e mantida pela Prumo no entorno do Porto do Açu. “O livro resgata importância passada e a atual da restinga para a região. É o primeiro que une o passado e o presente com propostas futuras, induzindo os leitores a conhecerem e preservarem este ecossistema. Ele foi construído com base em quatro pilares: o nostálgico, que mostra o passado local; o ambiental, através da proteção, preservação e recuperação da restinga; o científico, apoiado no estudo da biodiversidade; e a sensibilidade marcada pelas fotografias que mostram a restinga”.

Resultado de imagem para o tempo e a restinga reserva caruara

O livro é dividido em quatro capítulos: o primeiro, chamado de “O Canto do Vento”, relata a relação das pessoas com o ecossistema de restinga e com o trabalho desenvolvido na região de São João da Barra. No segundo capítulo, intitulado “Cartas à Restinga”, são apresentados depoimentos que induzem os leitores a imaginar o efeito nostálgico desse ambiente para algumas pessoas que viveram a restinga de outrora. O terceiro capítulo apresenta a importância da preservação ambiental com as experiências implantadas na região, com ênfase para a criação da RPPN Fazenda Caruara. O quarto e último capítulo “Cores e Aromas” apresenta e descreve 38 espécies vegetais da restinga de São João da Barra.

Resultado de imagem para o tempo e a restinga

 A criação da RPPN Fazenda Caruara com 40 km² de área, permite a preservação de um dos mais importantes remanescentes de restinga da região norte fluminense aliada à implantação do único viveiro florestal dedicado ao ecossistema de restinga, com capacidade produtiva de 500 mil mudas por ano. Atualmente, o viveiro produz e maneja mais de 70 espécies de restinga e, até agora, mais de 700 mil mudas já foram produzidas e plantadas para a recomposição vegetal na RPPN. Algumas destas espécies estão na lista de ameaçadas de extinção (MMA Portarias nº 443/14 e nº 444/14), como a pimenta da praia (Jacquinia armilaris), o ingá mirim (Inga maritima) e o pau ferro (Melanopsidium nigrum). Estas duas ações, além de permitirem a restauração florestal da RPPN, geram conhecimento, contribuindo para a descoberta de novas técnicas, que podem ser aplicadas nas restingas em todo o país.

Resultado de imagem para o tempo e a restinga

No lançamento também foi inaugurada a exposição fotográfica “Karuara” abordando a restinga de São João da Barra. No total são 20 fotografias, que ficarão no Café Literário do ISECENSA para visitação até o dia 9 de setembro.

Resultado de imagem para o tempo e a restinga

“Na verdade sobrevive em todos nós uma “restinga” feita, sobretudo de memórias da infância e da juventude, indelével réstea de areia, escoada entre a terra firme e o profundo mar azul.” Renato Aquino

Convido a todos a entrarem no site https://issuu.com/otempoearestinga e se permitirem uma viagem na minha querida restinga de Grussaí... Deixando o tempo e o vento refrescarem as nossas lembranças das férias sempre tão esperadas e com sabor de liberdade...

Resultado de imagem para o tempo e a restinga

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Elizabeth Landim

[email protected]