Era uma casa...
28/10/2012 | 19h34

...Não tinha teto, não tinha nada...

 

E na última quarta-feira fomos inundados por uma emoção indescritível.

Misto de dever cumprido, amor ao próximo, bem querer, de conseguir dar mais um passo... Falo do projeto Universidade Bairro da Comunidade Tamarindo, desenvolvido pelo ISECENSA nesta comunidade. Ao entregarmos duas casas totalmente reformadas, desde o telhado (laje), ao esgoto, banheiro, cozinha, janelas e portas, pintura, além de totalmente mobiliadas...

Nos sentimos plenos da energia da consciência solidária, do unir forças por um mundo melhor! Assim como eu, que não contive as lágrimas, professores, alunos, moradores, todas as irmãs salesianas se emocionaram... Falo da entrega de dois lares, não apenas duas casas. As moradoras Lorelaine Ferreira a Arilda de Souza, voltaram a sentir dignidade da sua moradia, dignidade de pessoas respeitadas e acolhidas... saindo literalmente da “miséria humana” em que viviam, faltando até mesmo o essencial para a sobrevivência.

Ao ouvirmos as palavras de agradecimento e testemunho das duas moradoras e de três representantes da Associação de Moradores da Comunidade (fundada pelo curso de Administração), sentimos de volta o brilho nos olhos, o resgate a cidadania, a força da expressão daqueles que não são capazes de se pronunciar com palavras, mas sim através do olhar e da emoção.

Como disse nossa Diretora Geral Ir. Suraya Chaloub: “Hoje a Comunidade do Auxiliadora - ISECENSA e a Comunidade Tamarindo são uma só Comunidade. Atribuímos mais esta conquista a soma dos esforços de todos nós engajados no Projeto Universidade Bairro: ISECENSA, comunidade, irmãs, professores e alunos.”.

Mais do que abrir os portões da nossa sede, abrimos o nosso coração, para juntos escrevermos uma nova história nesta Vila. Uma história carregada de carinho, alegria, bondade e competência de todos os profissionais e alunos que ali trabalham já há quatro anos na comunidade e há dois anos em nossa própria sede dentro da comunidade.

 

 

 

 

 

 

             

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A sede alugada possui quatro ambientes com sala de informática com computadores conectados à internet, uma biblioteca (com 1500 livros e material didático), um consultório para atendimentos da área de saúde e outro destinado a atividades em grupo. Inaugurada em dezembro de 2010 a casa-sede do projeto Universidade Bairro passou a servir regularmente aos projetos de todos os cursos da Instituição através de sete subprojetos de pesquisa.

O curso de Pedagogia através do seu projeto De Mãos dadas com a Educação estimula a aprendizagem como um processo de mudança de comportamento obtido através da experiência construída por fatores emocionais, neurológicos, relacionais e ambientais. Tem atendimento diário com profissionais e estagiários, além de desenvolver atividades artísticas que incluem um coral das crianças da comunidade.

O curso de Administração atua com o projeto Gestão Social e Apoio a Informação dá apóia técnico a todas as pesquisas de campo. O curso de Arquitetura e Urbanismo pesquisa a qualidade e habitabilidade na Comunidade proporcionando dados adequados para a intervenção física nos espaços privativos e comunitários.

O curso de Educação Física através do projeto Equipe Brasil-Tamarindo trabalha a ampliação das qualidades físicas e incrementa a condição física e o bem estar social.

O curso de Enfermagem através do projeto Saúde e Cidadania promovem ações de movimento preventivo e de educação em saúde sensibilizando e capacitando o indivíduo, a família e a comunidade para articular hábitos que contribuam para a sua saúde físico-funcional.

O curso de Engenharia de Produção projetou e implantou a Fábrica Escola de Vassouras Ecológicas, fabricadas com garrafas PET, recicladas visando a questão ambiental e uma alternativa de geração de renda para seus moradores. O curso de Fisioterapia através do projeto Fisioterapia e Saúde Coletiva amplia o nível de atenção à saúde como uma ação integral que tem significados e sentidos voltados para compreensão de saúde como o direito de ser.

O curso de Psicologia através do projeto Psicologia Comunitária de Gênero e Infantil desenvolve ações de psicologia clínica ampliada no trabalho com a comunidade focado no gênero feminino e na infância.

Destaca-se ainda a aprovação do Projeto Fábrica Escola de Vassouras Ecológicas na Fundação de Amparo a Pesquisa do Rio de Janeiro (FAPERJ) em setembro; a aprovação do Projeto de Mãos Dadas Com a Educação no Programa HSBC Solidariedade em 2011; e o Concurso Santander Responsabilidade Social, no qual de 600 projetos inscritos no Brasil, o ISECENSA conquistou o 8º lugar.

Finalizo dizendo que é indescritível a emoção de estarmos ajudando a construir e escrever a história junto com os moradores da Vila Tamarindo, para que sejamos um país digno, autônomo, responsável, onde o trabalho é valorizado e produz frutos de independência social, onde cada conquista tem o suor de cada profissional e morador daquela Vila!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agradeço a Ir. Suraya e as irmãs Salesianas por acreditarem em nossa cidade e em nosso trabalho, nos oportunizando a realização de projetos ousados e libertadores! Que venham mais Vilas Tamarindo!!!

Que nossos corações estejam sempre abertos para o trabalho responsável, mas acima de tudo, que possamos enxergar todo o trabalho realizado sempre com “os olhos da alma”!

Porque a cidade está no homem...

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
As 10 piscinas públicas mais incríveis do mundo
26/10/2012 | 11h25

Não é preciso de dinheiro para aproveitar o luxo desta lista. Todas são abertas, basta chegar e mergulhar...

Você sonha em ter uma piscina grande, moderna e linda na sua casa? Pois alguns sortudos podem poupar o enorme investimento que a construção e a manutenção de uma piscina exige. Eles podem simplesmente ir às piscinas públicas de suas cidades e encontrar projetos fantásticos, com belas vistas, espaço de sobra e até água aquecida. Conheça a lista das 10 piscinas no mundo que você pode desfrutar de graça. Vale a pena dar uma olhada nas fotos...são interessantes...

1 – Bondi Baths, Sydney, Austrália
Oceano e piscina se confundem neste complexo no Mar da Tasmânia. Em dias de vento forte, as ondas invadem a piscina de água salgada. A temperatura, no entanto, costuma ser mais fria na piscina de dimensões olímpicas. Mas isso não afasta os banhistas, que podem usufruir de um deque para tomar sol, ginásio, dois bares e um restaurante. A Bondi Baths foi inaugurada em 1929.

2 – Badeschiff, Berlim, Alemanha
Em alemão, “badeschiff” significa navio de banhos. O nome tem a ver com a origem desta construção, que foi feita a partir de um fundo de barco reaproveitado. A piscina flutua no rio Spree, no centro de Berlim. No total, tem 27 metros de comprimento. Durante o verão, é instalado também um deque de madeira flutuante. Já no inverno, a piscina é coberta.

3 – Thermae Bath Spa, Bath, Inglaterra
A cidade de Bath é muito conhecida pelos seus banhos termais desde o tempo do Império Romano. E esta piscina no topo de um edifício foi inspirada nas termas romanas, com jatos de massagem e jacuzzi. Fica aberta o ano todo.

4 – Kastrup Søbad – Copenhague, Dinamarca
Dentro do Mar Báltico, esta incrível piscina redonda foi construída em 2005 pelo arquiteto sueco Fredrik Pettersson. Para chegar até ela, é preciso atravessar uma passarela de 100 metros sobre o oceano. A obra custou 1,3 milhão de dólares para o governo da Dinamarca. A piscina tem até 5 metros de profundidade e fica aberta entre junho e setembro.

5 – Gellért Thermal Baths – Budapeste, Hungria
Há registros de termas na cidade desde o século 15, pois as águas são consideradas medicinais. Mas esta piscina foi construída no início do século 20. Ela tem 30 metros de comprimento e é coberta por um teto de vidro. Ao lado, fica uma outra piscina, mais moderna, que faz ondas.

6 – Blue Lagoon, Grindavík, Islândia
Mesmo com o clima frio, a água desta piscina é naturalmente quente. Por isso, ela fica aberta sempre e recebe 400 mil visitantes por ano. O complexo existe desde a década de 1970, mas em 1999 passou por uma grande reforma e ganhou SPA, sauna e restaurante.


7 – Coral Gables Venetian Pool, Coral Gables, Florida, Estados Unidos
A piscina foi criada em 1923 a partir de um coral. Ela é alimentada pela água de um aquífero subterrâneo e seus 3 milhões de litros são esvaziados e repostos todos os dias. O complexo conta ainda com cascatas e cavernas artificiais.

8 – Barton Springs Pool, Austin, Texas, Estados Unidos
A enorme piscina tem 300 metros de comprimento e profundidade máxima de 5 metros. Ela fica aberta entre abril e dezembro e é cercada pela árvores do parque Zilker.

9 – Piscine Olympique d’Antigone, Montpellier, França
Este complexo é formado por duas piscinas, divididas entre dois andares. A de cima é chamada de Venus e conta com deque, jacuzzi, escorregador e teto que abre. Já a do andar inferior é a piscina Antigone, usada para competições.

10 – Krapfenwaldlbad, Viena, Áustria
O complexo não tem apenas uma, mas quatro piscinas aquecidas, rodeadas por uma área verde. Elas ficam abertas entre maio e setembro. Há ainda restaurante, bar e parque infantil.

Com afeto,

Beth Landim

 


Comentar
Compartilhe
Daemen College ...
25/10/2012 | 15h14

No dia 16 de outubro a Direção do ISECENSA recebeu a Direção do  Daemen College para um Acordo de Intercâmbio entre as Instituições. Fundado em 1947, a Daemen College, localizada no 2495 Main Street, Suite 530,Buffalo, New York, USA é uma instituição reconhecida na área de artes liberais com mais de 50 programas e especialização nas áreas humanas,  saúde , educação e arte e design.

O acordo inclui  programas de estudo de curto-prazo, semestral e/ou anual, programas acadêmicos regulares e intercâmbio de curto prazo para alunos e professores. O programa proposto visa promover a oportunidade de estudo no exterior por um semestre ou um ano acadêmico.  Desta forma o ISECENSA alarga suas fronteiras , proporcionando a comunidade acadêmica(alunos e professores) outros horizontes...

Entre a Direção do ISECENSA e suas coordenações estão o professor Luiz Pereira - campista e professor do Daemen College e os Dr.  Michael Brogan e Dr. Ed Clausen - respectivamente Presidente e Vice-Presidente da Daemen College.

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Trailers e motorhomes de famosos ...
24/10/2012 | 09h26

Ambiente do interior do motorhome do ator Ashton Kutcher

Eles são ricos, famosos, bem-sucedidos em suas profissões e, ao que tudo indica, parece que sabem investir bem o dinheiro que ganham. Pelo menos é o que parece ao vermos como algumas personalidades gastam em conforto e luxo mesmo quando a ideia é  colocar o pé na estrada.

Alguns famosos investiram pesado em motorhomes e trailes que, além de tudo, trazem um pouco da personalidade de cada um. Alguns desses veículos  poderiam facilmente ser transformados em moradia oficial de muita gente. Não seria exagero algum dizer que são mansões  sobre duas rodas. Duvida? Então, dê uma olhada em alguns exemplos ...

Will Smith

 

Visto de fora, o veículo do ator Will Smith se parece com um contêiner.
Apelidado de The Heat, o automóvel do ator Will Smith é maior que muitos apartamentos de dois quartos que encontramos por aí. O compartimento todo pesa cerca de 30 toneladas e tem lounge, sala de cinema com tela de 100 polegadas, piso de mármore por toda parte, escritório para seus assistentes, um quarto enorme e casa de banho.

A máquina pesa cerca de 30 toneladas

Katie Price

A casa móvel da artista Katie Price é capaz de acomodar quatro pessoas com muito luxo

A artista Katie Price resolveu comprovar sua fixação pelo rosa por meio da pintura que escolheu para estampar seu motorhome. A casa móvel da ex-modelo tem capacidade para servir quatro pessoas. No interior, tudo é decorado com madeira trabalhada manualmente e couro. O veículo pesa quase 8 toneladas, custa cerca de R$ 380 mil e levou três meses para ser totalmente customizado ao gosto da artista.

Matthew McConaughey

O ator de Hollywood customizou o trailer de acordo com seu gosto

Reconhecido pelo seu amor aos carros grandes, o ator hollywoodiano teve bom gosto ao investir em sua nova aquisição. O trailer foi totalmente personalizado pelo artista para que o compartimento tivesse mais a sua cara. Com isso, a nova área de lazer móvel de McConaughey ganhou uma enorme sala de jantar e um espaço para sediar festas para amigos. Além disso, enormes janelas possibilitam aos visitantes contemplarem a vista exterior. O trailer também possui um bar que se levanta.

O ator utiliza o espaço para receber amigos para dar festas particulares e janteres

Ashton Kutcher

O veículo do ator Ashton Kutcher parece uma mansão sobre rodas

Equipado com um avançado mecanismo de pisos e paredes automatizadas, a casa móvel do ator Ashton Kutcher tem dois andares. O piso superior leva apenas 30 segundos para se levantar, ostentando paredes dobráveis feitas de madeira de carvalho. O motorhome tem quartos, dois banheiros luxuosos, área de estar, espaço para conferências, cozinha e muito mais. O ator, preocupado com a própria segurança e de seus hóspedes, equipou o veículo com câmeras que capturam tudo o que acontece ao redor dele.

Ambiente do interior do motorhome do ator Ashton Kutcher

Comentar
Compartilhe
Saber ouvir... uma arte...
21/10/2012 | 18h13

Conta a história que um casal tomava café da manhã no dia  de suas bodas de prata. A mulher passou a manteiga na casca do pão e o entregou para o marido, ficando com o miolo. Ela pensou: “Sempre quis comer a melhor parte do pão, mas amo demais o meu marido e, por 25 anos, sempre lhe dei o miolo. Mas hoje quis satisfazer meu desejo. Acho justo que eu coma o miolo pelo menos uma vez na vida”.

Para sua surpresa, o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse:  - Muito obrigado por este presente, meu amor. Durante 25 anos, sempre desejei comer a casca do pão, mas como você sempre gostou tanto dela, jamais ousei pedir!

Você precisa dizer claramente o que deseja, não espere que o outro adivinhe... Você pode pensar que está fazendo o melhor para o outro, mas o outro pode estar esperando outra coisa de você... Deixe-o falar, peça-lhe para falar e quando não entender, não traduza sozinho. Peça que ele se explique melhor. Desta forma, em nossos relacionamentos, homem/mulher, entre pais e filhos, entre amigos, entre colegas de trabalho, devemos ter em mente que a liberdade de pensamento e a liberdade de expressão são duas invioláveis direitos inerentes ao ser humano. Invioláveis porque são direitos naturais. Mas o exercício do pensar e do expressar estão, ontologicamente, dentro de uma outra lógica: a arte de saber ouvir. Essa arte de ouvir é difícil, especialmente quando a pessoa perdeu o contato com o silêncio de seu coração e, de outro lado, sempre se considera cheia de razão. E, por isso, só tem valor o que pensa e o que lhe interessa. Menospreza e desvaloriza outros pensarem, ainda que cheios de virtudes.

Isso é catastrófico ao homem e às suas relações interpessoais. E por quê? Porque não o deixa ouvir o conteúdo real das palavras, não o deixa pensar com a pureza do silêncio e, por isso, perde o sentido da arte de saber ouvir. O não saber ouvir leva ao desastre de não saber pensar e ao melancólico resultado de não saber se expressar. Acaba não havendo comunicação interativa. E as conseqüências disso, regra geral, são as incompreensões, são as desavenças e o afastamento do outro. Isso que isola o homem de si mesmo e dos outros.                                                                              A arte de ouvir não se confunde com o mero escutar. Quem sabe ouvir tem sempre o espírito aberto ao seu próprio silêncio. E à voz do outro. Ou seja, pacientemente ouve o outro como ouve o seu próprio coração. A arte de saber ouvir é, antes de tudo, o respeito ao pensamento e à expressão do outro, ainda que não comungue com aquele pensar.

Eis, precisamente, a questão para a qual o evangelista Tiago chamava a atenção: “(…) todo homem deve estar pronto para ouvir, ser tardio para falar e tardio para se irar”. O evangelista Tiago deixou um legado para a humanidade: a capacidade de ouvir e como natural resultado, promover a comunicação através dela, promover o reencontro com o silêncio do próprio coração.

A arte de saber ouvir é, pois, uma virtude. Exercitá-la é um gesto de coragem que deve ser cultivado diariamente. Disso resultará o verdadeiro princípio da liberdade de pensamento e da liberdade de expressão, pois esses princípios são caros à tolerância das idéias contrárias e caras ao cultivo do respeito à dignidade humana.

A arte de ouvir exercita a virtude da tolerância – virtude que revela outra virtude: a sabedoria, bem vivida por muitos homens sábios e tão bem como expressada pela cultura árabe: “se o que você vai dizer não é mais belo que o silêncio, não diga”, Ou como disse o escritor Rubens Alves: “Somente sabem falar os que sabem fazer silêncio e ouvir”. “É no vazio da jarra” – ensina a filosofia oriental – “que se colocam as flores”. Assim posso concluir: ouvir o silêncio não é ouvir o nada. Nem ficar tateando no vazio. É ouvir e entender o conteúdo real por trás da palavra, na voz ou na escrita do outro, com a mesma intensidade sincera que se ouve o próprio coração. E, então, começaremos a entender o significado dos princípios ao respeitoso exercício da liberdade de pensamento e da liberdade de expressão – filhos naturais da arte de saber ouvir, e, essa mãe da tolerância, a virtude que precisa ser mais exercitada.                                                                                E como nos diz Fernando Pessoa... “Às vezes ouço passar o vento... e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido...”.

As relações humanas seriam melhores se entendêssemos isso!!!

Comentar
Compartilhe
CASA COR RIO ...
18/10/2012 | 17h27

A foto de 1922, marca a inauguração do Hotel Sete de Setembro, construído pela prefeitura para receber as celebridades que vieram à cidade comemorar o centenário da Independência do Brasil. Mas, por que estamos falando disso?

Simples, o Casa Cor Rio 2012 ESTÁneste espaço, que já foi também a antiga Casa do Estudante Universitário, prédio de propriedade da Universidade Federal do Rio de Janeiro, tombado pelo Inepac em 1989.

De frente para uma das paisagens mais deslumbrantes da cidade – o Pão de Açúcar -, em endereço nobre – a Avenida Rui Barbosa -, a 22a edição da Casa Cor Rio se instala em um casarão cheio de história para contar.

Com pé direito altíssimo e amplas janelas, o belo e famoso prédio, em estilo eclético e com mais de 5.400 m2, foi sede do Internato da Escola de Enfermagem Anna Nery (1926 – 1973) e da Casa do Estudante Universitário (1973 – 1995).

Erguido em 1922 pela Prefeitura do Rio, abrigou até 1926 o Hotel Balneário Sete de Setembro. Por isso mesmo, a edição deste ano tem o mote “a arte de receber bem”. A cara do Rio, uma das cidades mais hospitaleiras do mundo.

Você está em casa. Desce cinco andares e está no escritório. Ao fim do dia, sobe 10 pavimentos e malha na academia. Entre um andar e outro, uma pausa para comprinhas rápidas na mercearia e para escolher um presente na joalheria. A noite termina com um drinque no bar da cobertura. Tudo isso em um só edifício: o seu.

Este prédio fictício faz parte de um novo conceito de moradia – e já é realidade em muitos países. ATrumpTower, em Nova York, por exemplo: é hotel, apart-hotel, residencial e comercial.

Sala de estar

Paola Ribeiro soube tirar partido do mix entre antigo e moderno para compor este. Baús, mesas francesas e cômodas garimpadas pelo antiquário Arnaldo Danemberg se destacam entre os confortáveis sofás que cercam a mesa de centro. Note o detalhe: a caixa de madeira de demolição com grama é uma escultura verde e natural.

Cozinha gourmet

As arquitetas Carmen Zaccaro e Marise Kessel desenharam uma cozinha com todas as facilidades e materiais de última geração, como o material sintético off white que molda a bancada solta. Para trazer aconchego, a parede recebe peroba-rosa e filetes de pedra madeira. Note o charme todo especial que a geladeira vermelha com design antigo dá ao local. Sala de leitura

O piso de ladrilho hidráulico também é a sensação deste espaço. O tapete só entra na área reservada às cadeiras de pallha. As arquitetas Adriana Valle e Patrícia Carvalho tiveram uma ótima idéia para aproveitar o espaço: um banco com futon acompanha toda a parede da janela, disponibilizando mais lugares para sentar.

O casarão da Av. Rui Barbosa, que vai abrigar o evento, data do início do século XX  e já  foi o Hotel Sete de Setembro, o internato da escola de enfermagem AnnaNery e a Casa do Estudante Universitário. Lá você vai conhecer  o conceito desse novo estilo de morar: os mais de 50 ambientes reproduzem os vários tipos de habitação (apartamentos, lofts, estúdios, quartos de hotel), com serviços comuns (lobby, beauty center, SPA,  lavanderia, sala de jogos, lounge de informação, fitness, sala interativa etc), área comercial (joalheria, mercearia, livraria, loja de artesanato, brigaderia etc) e de entretenimento (bares abertos e fechados e restaurante). O evento reúne cerca de 80 arquitetos, decoradores e paisagistas. Vale a pena conferir...

Com afeto,

BethLandim

Comentar
Compartilhe
DE VOLTA AOS BANCOS ESCOLARES...
17/10/2012 | 20h07

 

Belo exemplo...sempre é tempo para recomeçarmos...

quando voltamos pelas mãos dos nossos filhos , o sabor é ainda mais gostoso...

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=L9cnxlyTp3w&NR=1&feature=endscreen[/youtube]

Com afeto,

BethLandim

Comentar
Compartilhe
Ser professor é ... aprender sempre...
15/10/2012 | 13h07

Quem com pó de giz, um lápis e apagador, deu o verbo a Vinícius Machado de Assis, Drummond? Quem ensinou piano ao Tom? Quem pôs um lápis de cor nos dedos de Portinari, Picasso e Van Gogh? Quem foi que deu asas a Santos Dumont? Crianças têm tantos dons. Só que, às vezes, não sabem, quantos só se descobrem porque o mestre enxergou e incentivou...

É só se faz um país com professor, um romance, um croquis, com professor, um poema de amor... Aprendemos sempre... e então me reporto a Bertolt Brecht em seu elogio ao aprendizado...

“Aprenda o mais simples! Para aqueles cuja hora chegou nunca é tarde demais! Aprenda o ABC; não basta, mas aprenda! Não desanime! Comece! É preciso saber tudo! Você tem que assumir o comando! Aprenda, homem no asilo! Aprenda, homem na prisão! Aprenda, mulher na cozinha! Aprenda, ancião! Você tem que assumir o comando! Freqüente a escola, você que não tem casa! Adquira conhecimento, você que sente frio! Você que tem fome, agarre o livro: é uma arma.Você tem que assumir o comando. Não se envergonhe de perguntar, camarada! Não se deixe convencer! Veja com seus próprios olhos! O que não sabe por conta própria, não sabe. Verifique a conta É você que vai pagar. Ponha o dedo sobre cada item Pergunte: o que é isso? Você tem que assumir o comando.”

Os professores-poetas ambulantes da Idade Média, os menestréis...  receberam vários nomes nos diferentes países da Europa, mas todos eles com um significado comum... de cantar e professar o belo, através da poesia, espalhando o conhecimento, como nos fala Shakespeare...

“Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se. E que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la… E que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam… Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa… por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo… mas, se você não sabe para onde está indo... Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão… e que ser flexível não significa ser fraco, ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem, pelo menos, dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.”

... Aprende que o lápis é a arma mais poderosa para o crescimento e para a paz.

Aprende que o professor é como um ferro em brasa, marca sempre seus alunos, e podemos fazer isso de forma amorosa e através de nossas atitudes e de forma carinhosa e consciente... Aprende que ser feliz é o que basta... e aprende que o melhor professor é aquele que está sempre aberto a aprender sempre...

Agradeço a todos os professores que passaram pela minha vida e que contribuíram para a minha formação.

Feliz Dia do Professor!

Com afeto e flores,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
MERECIDA PAUSA...
11/10/2012 | 22h31

Como ninguém é de ferro... merecida pausa...

Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil,

que ela nos abençoe e não nos desampare...

Nada como uma praia para energizar e dar uma relaxada...

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Decore com cor...
10/10/2012 | 21h13

Estantes e armários. Itens indispensáveis em qualquer casa. Neles guardamos todos os nossos pertences: roupas, louças, coleções de livros, fotografias… Praticamente a nossa vida toda. E móveis assim, que abrigam tudo o que temos de mais especial, não podem ser deixados de lado na hora de decorar a casa. Eles também merecem tratamento especial.

Ao invés de projetos mirabolantes de marcenaria, que tal investir em cores bem vibrantes para destacar os seus armários e estantes? Os acabamentos em laca colorida nunca estiveram tão em alta!  Acho que valoriza o espaço, a peça em si e os objetos expostos também. E o bom é que hoje em dia já é possível reproduzir praticamente qualquer tonalidade que você quiser. ( E também não precisa necessariamente pintar de laca, pode ser com tinta normal para móveis mesmo, ou até tinta de parede!)

Vale a pena colorir a vida...mudar é sempre bom...melhor dizendo ...necessário...

Confira uma seleção multicolor e não tenha medo  de ousar!

Com afeto,

BethLandim

Comentar
Compartilhe
JOVENS TALENTOSOS...
08/10/2012 | 21h54

Jovens talentosos  ... que comprovam o quanto o conhecimento nos faz seres humanos melhores e preparados profissionalmente ....

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=6hF_8z6X30I[/youtube]

Com afeto,

BethLandim

Comentar
Compartilhe
LIBERDADE...
08/10/2012 | 21h42

De uma forma geral, a palavra "liberdade" significa a condição de um indivíduo não ser submetido ao domínio de outro e, por isso, ter pleno poder sobre si mesmo e sobre seus atos. O desejo de liberdade é um sentimento profundamente arraigado no ser humano. Situações como: a escolha da profissão, o casamento e o compromisso político ou religioso, fazem o homem enfrentar a si mesmo e exigem dele uma decisão responsável quanto a seu próprio futuro.

A capacidade de raciocinar e de valorizar de forma inteligente o mundo que o rodeia, é o que confere ao homem o sentido da liberdade entendida como plena expressão da vontade humana. Teorias filosóficas e políticas, de todos os tempos, tentaram definir liberdade quanto a determinações de tipo biológico, psicológico, econômico, social, etc. As concepções sobre essas determinações, nas diversas culturas e épocas históricas, tornam difícil definir com precisão a idéia de liberdade de uma forma generalizada.

Do ponto de vista legal, o indivíduo é livre quando a sociedade não lhe impõe nenhum limite injusto, desnecessário ou absurdo. Uma sociedade livre dá condições para que seus membros desfrutem, igualmente, da mesma liberdade.

A liberdade se manifesta à consciência como uma certeza primária que perpassa toda a existência, especialmente nos momentos em que se deve tomar decisões importantes e nos quais o indivíduo sente que pode comprometer sua vida.

O consenso universal reconhece a responsabilidade do indivíduo sobre suas ações em circunstâncias normais, e em razão disso o premia por seus méritos e o castiga por seus erros. Considerar que alguém não é responsável por seus atos implica diminuí-lo em suas faculdades humanas, uma vez que só aquele que desfruta plenamente de sua liberdade tem reconhecida sua dignidade.

O homem tende a exercer a liberdade em todas as ações externas. Quando elas são cerceadas, frustram-se o crescimento e o desenvolvimento do indivíduo e desprezam-se seus direitos e sua dignidade. Fala-se correntemente em liberdades públicas, políticas, sindicais, econômicas, de opinião, de pensamento, de religião, etc. Embora tal procedimento não resolva o problema teórico da natureza da liberdade, pelo menos possibilita avançar na reflexão e nos esforços para ampliar, cada vez mais, o exercício de uma faculdade de importância primordial na vida dos homens e das sociedades.

Cecília Meireles nos diz que: “Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que explique e ninguém que não entenda.”

A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua. Existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência. Ser livre é não ser escravo das culpas do passado nem das preocupações do amanhã. Ser livre é ter tempo para as coisas que se ama. É abraçar, se entregar, sonhar, recomeçar tudo de novo. É desenvolver a arte de pensar e proteger a emoção, mas acima de tudo, ser livre é ter um caso de amor com a própria existência e desvendar seus mistérios.

Os sonhos não determinam o lugar em que você vai estar, mas produzem a força necessária para tirá-lo do lugar em que está. Não há céu sem tempestades, nem caminhos sem acidentes. Não tenha medo da vida, tenha medo de não vivê-la intensamente. Uma pessoa imatura pensa que todas as suas escolhas geram ganhos. Uma pessoa madura sabe que todas as escolhas tem perdas.

Portanto, se você quer viver uma vida com liberdade, busque ser feliz. Amarre-se a uma meta, não as pessosas ou as coisas. Tenha a certeza de que a felicidade não é ausencia de problemas, mas a habilidade para lidar com eles, pois a verdade de cada um de nós está em nós mesmos, em nosso ser. Da mesma forma que a paz que precisamos para viver, está instalada em nosso coração.

Quando somos pessoas felizes e em paz sentimos com mais intensidade que somos seres livres. Muitas vezes sonhamos com coisas tão longínquas, enquanto tudo o que necessitamos está ao nosso alcance, tão perto de nós, e não somos capazes de perceber.

Um grande estadista inglês afirmou que: “Um povo educado é fácil de governar, difícil de dominar, impossível de se escravizar”. O meu desejo é que cada um de nós possa buscar e exercer sua liberdade infinitamente, pois só assim seremos justos com o direito do outro, e só assim seremos totalmente livres.

Que possamos domingo exercer nossa liberdade, com consciência, neste momento tão decisivo de exercer a nossa cidadania, ao votarmos.

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Verão 2013: moda praia do Fashion Rio...
04/10/2012 | 21h32

Verão 2013: moda praia, acessórios e outros destaques do Fashion Rio

Confira as novidades das passarelas da semana de moda Fashion Rio

Poko Pano

Detalhe de metal no decote de ombro só do biquíni da grife Poko Pano

Poko Pano

Decote se destaca no maiô da Poko Pano

Poko Pano

Calcinha larga no biquíni da Poko Pano

Triya

Top corseletado do verão da Triya

 

Triya

Mais um biquíni com top coseletado, da Triya

 

Blue Man

Os decotes vazados deixam a pela à mostra no verão da Blue Man

Blue Man

Estampa divertida do verão da Blue Man

Blue Man

Decotes poderosos dos maiôs brancos de verão 2013 da grife de moda praia

Cia. Marítima

Modelagem "mullet" na saída de praia da Cia. Marítima

Lenny

Estampa tropical de cores fortes no vestido saída de praia da Lenny

Ausländer

Transparência deixa o biquíni à mostra na saída de praia da grife Ausländer

Sacada

Apliques de poás trazem brilho ao vestido de verão da grife Sacada

Oh Boy

Decote em evidência no vestido da Oh Boy

Oh Boy

Bordado delicado aparece no vestido vermelho da grife Oh Boy

TNG

Estampa delicada de floral se destaca no vestido jeans black da grife TNG

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
GRATIFICANTE...
03/10/2012 | 21h58

É gratificante ver o sucesso de nossos ex-alunos (ISECENSA) se consolidando no mercado de trabalho... conhecimento, determinação,  aliados a infra-estrutura e projeto pedagógico com professores de excelência, fazem a diferença...

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=YF-b1s8h_5k&NR=1&feature=endscreen[/youtube]

Com afeto e alegria de compartilhar este e tantos outros momentos  é que nos dão imensa gratificação ao nosso trabalho...

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Tânia Beda... Saudades...
01/10/2012 | 21h50

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ok3rTRUPS0A&sns=fb[/youtube]

Tânia Beda você marcou a nossa história como mãe, professora e mulher...

Saudades...

Com afeto,

Beth Landim

Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Elizabeth Landim

[email protected]