Prefeitura abre inscrições para processo simplificado dia 3 de abrl
23/03/2017 | 10h14
A Prefeitura de Campos abre, no próximo dia 3 de abril, as inscrições para processo simplificado na Fundação Municipal da Infância e Juventude. A contratação dos aprovados acontece em maio.
Confira o edital completo no DO de hoje:
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Audiência de Rosinha adiada para dia 28
23/03/2017 | 09h16
Ficou para 28 de março, dia do aniversário de Campos, a audiência para oitiva de testemunhas na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), que tem investiga a ex-prefeita Rosinha, seus candidatos à sucessão Dr. Chicão e Mauro Silva, além da ex-secretária de Desenvolvimento Humano e Social Ana Alice Alvarenga e ex-coordenadora do Cheque Cidadão Gisele Koch.
A informação foi postada em primeira mão pelo blog de Arnaldo Neto.
Os advogados de Mauro, Ana Alice e Gisele não haviam sido intimados da antecipação da audiência que, inicialmente, estava marcada para dia 24 e transferida para hoje porque amanhã acontecerá outra audiência no Tribunal do Juri.
Comentar
Compartilhe
Exército irá auxiliar na segurança para vacinação contra febre amarela
22/03/2017 | 18h03
A diretora de Vigilância em Saúde, Andreya Moreira, informou há pouco, na Câmara, que o Exército passa a ajudar a garantir a segurança nos locais de vacinação.
Segundo ela, mais doses de vacinas chegarão a Campos até segunda-feira.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Audiência de Rosinha acontece amanhã
22/03/2017 | 09h59
Acontece amanhã, a partir das 9h, a audiência para oitiva das testemunhas da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), que tem como réus a ex-prefeita Rosinha, o ex-vice-prefeito Dr. Chicão, o ex-vereador Mauro Silva, a ex-secretária de Desenvolvimento Humano e Social Ana Alice Alvarenga e a ex-coordenadora do programa Cheque Cidadão, Gisele Koch.
Essa é a Aije principal, primeira a ser proposta pelo Ministério Público Eleitoral em setembro do ano passado.
De acordo com as investigações, o número de beneficiários do programa saltou de 11.500 para 30.500 em cerca de três meses.
Comentar
Compartilhe
Assaltante que manteve reféns em ônibus no Rio tem mandado de prisão e condenação em Campos
21/03/2017 | 19h23
O homem que assaltou e manteve passageiros do ônibus 409M (Alcântara-Niterói), na manhã desta terça-feira, na subida da Ponte Rio-Niteroi tinha mandado de prisão em aberto, pedido pelo 2º Cartório da 2ª Vara Criminal de Campos dos Goytacazes. A decisão coube ao juiz Felipe Pinelli Pedalino Costa. A informação é do jornal Extra.
O pedido de prisão preventiva de Jhon Lenon Silva Barbosa, de 25 anos, está registrado no Banco Nacional de Mandados de Prisão, de 22 de junho de 2012, e é válido até 7 de junho de 2019.
Em processo na área criminal que consta o nome dele, já aparece condenação por um assalto cometido no Parque Bandeirantes em 2011. 
Nesse mesmo processo, há pedido de prisão preventiva, datado de 2012.
Comentar
Compartilhe
Eleições 2018: Possíveis candidatos começam a aparecer
21/03/2017 | 14h13
Mal acabaram as eleições municipais, os políticos de Campos já voltam os olhos para 2018. Aos poucos, nomes para disputar uma cadeira na Alerj ou na Câmara Federal já vem sendo falados, especialmente, no Legislativo municipal.
Marcão (Rede) - presidente da Câmara e vereador mais votado no último pleito, com 5.552 votos
Folha da Manhã
Francisco Souza Abu / Folha da Manhã
Abu (PPS) - Vereador mais votado pelo partido do prefeito Rafael Diniz, com 3.355 votos
Folha da Manhã
Enock Amaral / Folha da Manhã
Enock Amaral (PHS) - 3,475 votos
Folha da Manhã
Marcelo Coutinho / Folha da Manhã
Marcelo Perfil (PHS) - 2.340 votos
Comentar
Compartilhe
Ponto Final: Eleições em Campos? Só em 2020
21/03/2017 | 12h03
Nova eleição
Presidente da Câmara Municipal, Marcão Gomes ironizou o prognóstico feito por Anthony Garotinho de que haverá nova eleição para prefeito de Campos no mês de maio, a partir, apregoa o ex-governador, da cassação do mandato de Rafael Diniz. Segundo Marcão, haverá eleição em Campos, sim. Mas em 2020. “Até lá, é ajudar Rafael para tirar o município do atoleiro financeiro colocado pelos Garotinho”.
Na Câmara
A reunião do legislativo campista na tarde de hoje deve trazer à tona, novamente, discussões sobre a “venda do futuro”. Ou melhor, se houve uma “venda de ilusões”, principalmente com relação à forma de pagamento, conforme a Folha mostrou no último domingo. O vereador Neném (PTB) chegou a dizer que era preciso pedir desculpas à sociedade, pois foi dito que o contrato seria quitado de uma forma, mas na verdade foi sacramentado de outra.
Machadada
São João da Barra recebeu, em polvorosa, a informação sobre a sentença em primeira instância da Machadada, após quatro anos e cinco meses, como mostra matéria na página seguinte. Cabe destacar que, segundo advogados, não há nenhuma mudança no cenário político atual. Condenados a oito anos de inelegibilidade a contar de 2012, Carla Machado (PP) e Alexandre Rosa (PRB) seguem como prefeito e vice. O ex-prefeito Neco (PMDB) também está inelegível. Todos, por certo, vão recorrer da decisão do juízo local.
Reforço
A cidade de São João da Barra recebeu 10 mil doses da vacina contra a febre amarela na última sexta. No sábado e domingo, mais de oito mil pessoas foram imunizadas no município. Ontem, os postos de Saúde estavam lotados e a secretaria municipal de Saúde já anunciou a solicitação ao Estado de mais doses para SJB.
Carne fraca (I)
Um dos principais setores da economia no Brasil, o de comercialização de carnes, sofreu um duro golpe, semana passada, com a operação da Polícia Federal. Papelão, ácido, reaproveitamento de material vencido foram algumas das denúncias. Já antevendo o que ocorreu no início da semana, com vários países suspendendo o consumo da carne brasileira, o presidente Michel Temer, ao invés de exigir investigações firmes para apontar se há ou não responsabilidade das empresas, levou embaixadores a uma churrascaria para demonstrar apoio à carne brasileira.
Carne fraca (II)
Um funcionário da churrascaria revelou que o local “só trabalha com corte europeu, australiano e uruguaio”. Logo depois, a gerência se apressou em negar. Disse que trabalha com cortes nacional e internacional. E garantiu que a picanha servida ao presidente e seus convidados era legitimamente brasileira.
Dentro d’água
Polêmica à parte, o gesto de Michel Temer lembrou muito outro, ocorrido em Campos, na década de 80, quando o então governador Chagas Freitas, em meio a um dos mais graves acidentes ambientais que já atingiram o rio Paraíba do Sul, se jogou nas águas poluídas para demonstrar que o problema não era tão grave quanto dizia a imprensa. Passados 35 anos, o gesto de Temer serviu para uma coisa: Mostrar que a forma de fazer política no Brasil não evoluiu e está tão fraca quanto a carne.
Reações
Ao contrário do Brasil, governos de outros países reagiram rapidamente. Ontem, os 21 frigoríficos que estão sendo investigados pela Polícia Federal na Operação Carne Fraca tiveram suas licenças de exportação suspensas pelo Ministério da Agricultura. A decisão da pasta ocorre após o Brasil receber pedidos de explicações da China, Egito, Chile e União Europeia sobre as investigações. Segundo o ministro Blairo Maggi, a restrição só se aplica ao mercado externo. Para o mercado interno, as vendas vão continuar.
Comentar
Compartilhe
Concurso do IFF: Provas para nível superior (da parte da tarde) estão anuladas
20/03/2017 | 23h30
O reitor do IFF, Jefferson Manhães, anunciou que as provas realizadas na parte da tarde para nível superior estão suspensas.
Leia mais na Folha 1.
Comentar
Compartilhe
Reitor do IFF anuncia apuração sobre concurso
20/03/2017 | 16h23
O reitor do IFF Fluminense, Jefferson Manhães, divulgou nota no facebook anunciando que estão sendo apuradas as denúncias de que questões da prova realizada pela manhã teriam sido repetidas a tarde.
Segundo Jefferson, as denúncias estão sendo apuradas "com rigor", junto à empresa organizadora.
Comentar
Compartilhe
Exame revela tumor de próstata em Crivella
20/03/2017 | 11h31
De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o prefeito do Rio Marcelo Crivella recebeu na semana passada resultado de uma biópsia constatando que o prefeito do Rio de Janeiro tem um tumor na próstata, de dois milímetros.
Crivella garante, porém, que o seu caso não é ainda de cirurgia:
— Por enquanto, vou me tratar com medicamentos.
Mas se for necessário submeter-se à uma intervenção cirúrgica, diz Crivella, "será coisa rápida", de acordo com o que diz ter ouvido dos seus médicos:
— Uma cirurgia de 90 minutos. E dias depois eu já poderia estar de volta ao trabalho.
Comentar
Compartilhe

BLOGS - MAIS LIDAS