Verbas para Itaperuna
26/01/2017 | 11h22
Convênios do município de ITAPERUNA/RJ que recebeu seus últimos repasses no período de 05/12/2016 a 08/01/2017:
--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 634240
Objeto: Apoio a Politica Nacional de Desenvolvimento Urbano Infra ESTRUTURA DRENAGEM URBANA
Órgão Superior: MINISTERIO DAS CIDADES
Convenente: MUNICIPIO DE ITAPERUNA
Valor Total: R$ 7.811.700,00
Data da Última Liberação: 30/12/2016
Valor da Última Liberação: R$ 46.870,20
--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 722118
Objeto: CONSTRUCAO DE PRACA NO DISTRITO DE RETIRO DO MURIAE.
Órgão Superior: MINISTERIO DO TURISMO
Convenente: MUNICIPIO DE ITAPERUNA
Valor Total: R$ 195.000,00
Data da Última Liberação: 07/12/2016
Valor da Última Liberação: R$ 1.735,50
--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 713619
Objeto: Construcao de Quadrapoliesportiva no Distrito de Boa Ventura
Órgão Superior: MINISTERIO DO ESPORTE
Convenente: MUNICIPIO DE ITAPERUNA
Valor Total: R$ 195.000,00
Data da Última Liberação: 26/12/2016
Valor da Última Liberação: R$ 39.000,00
--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 799931
Objeto: Pavimentacao em Paralelepipedo em diversas ruas do Municipio.
Órgão Superior: MINISTERIO DAS CIDADES
Convenente: MUNICIPIO DE ITAPERUNA
Valor Total: R$ 3.954.600,00
Data da Última Liberação: 23/12/2016
Valor da Última Liberação: R$ 254.411,28
Comentar
Compartilhe
O Noroeste e o novo secretário de estado
25/01/2017 | 14h26
Um itaperunense ativo na política está cotadíssimo para ser o secretário estadual de Agricultura e Pecuária.
Os próximos dias já irão confirmar quem será.
Comentar
Compartilhe
Madeira do Noroeste do Rio
25/01/2017 | 12h50
Por Samuel Poubel Junior
A Firjan vem discutido o plantio de madeira no estado do Rio de janeiro e a região Noroeste Fluminense tem todas as condições de ser transformada a partir do plantio de madeira,temos terras propícias e podemos ser exportadores de madeira a partir do Porto do Açu. Lendo uma matéria da Biomassa, confirmei ainda mais essa possibilidade:
"Baseado em dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento sobre a existência de 195 milhões de hectares de áreas degradadas disponíveis para o plantio de florestas energéticas, o setor incia 2017 com boas perspectivas de negócios com o mercado internacional para o setor florestal brasileiro de energia.
De acordo com o especialista Javier Escobar, o qual faz parte do Grupo de Pesquisa em Bioenergia do Instituto de Energia e Ambiente da USP, alguns estudos realizados em 2013 já comprovam que a energia limpa produzidas pelas florestas energéticas pode ser comparada a mesma quantidade de produção de outras fontes renováveis. A expectativa do setor é que o Brasil acelere a expansão sustentável de florestas energéticas durante o ano, chegando assim a um crescimento de médio de um milhão de hectares ao ano.
Segundo Escobar é possível afirmar que o Brasil tem grandes chances de produzir bioenergia de madeira sustentável e economicamente competitiva para exportação. Segundo dados do Instituto Brasileiro das Industrias de Pellets, Biomassa e Briquete (IBP) o mercado global de pellets deve crescer consideravelmente até 2020, chegando a uma estimativa de 25 a 70 milhões no consumo internacional de pellets."
Fonte: Biomassa BR
Comentar
Compartilhe
ProUni e Fies com novas datas
25/01/2017 | 12h22
Começam em em 31 de janeiro e terminam em 3 de fevereiro em todo o Brasil a as inscrições para o ProUni, e as do Fies, de 7 a 10 de fevereiro. Ambas estavam marcadas para datas anteriores, mas o MEC explicou que o atraso é para total garantia do sistema online nos dias de inscrição.
Comentar
Compartilhe
o Blog Falhou
24/01/2017 | 23h14
 A data correta da reunião com os municípios e a Secretaria de Estado de Saúde do Rio é 26 de JANEIRO agora e não fevereiro. Agradecemos às dezenas de leitores que nos avisaram por todos os meios possíveis. 
FICA ASSIM
Dia 26 de janeiro, quinta-feira agora, a Secretaria de Estado de Saúde se reúne com representantes das cidades de Itaperuna, Campos dos Goytacazes, Cardoso Moreira, Cantagalo, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Pádua, Porciúncula, Lage do Muriaé, Natividade, Miracema, Varre-Sai, Paraíba do Sul, Sapucaia, Três Rios e Bom Jesus do Itabapoana
Comentar
Compartilhe
Estado do Rio Convoca Municípios Atingidos pela Febre Amarela
24/01/2017 | 16h25
EM 1ª MÃO
Dia 26 de janeiro, quinta-feira agora, a Secretaria de Estado de Saúde se reúne com representantes das cidades de Itaperuna, Campos dos Goytacazes, Cardoso Moreira, Cantagalo, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Pádua, Porciúncula, Lage do Muriaé, Natividade, Miracema, Varre-Sai, Paraíba do Sul, Sapucaia, Três Rios e Bom Jesus do Itabapoana.
A conversa vai ser sobre a intensificação da vacinação contra a febre amarela.
Aliás, em boa parte das cidades, será o começo, pois até agora não houve uma mobilização geral e a reunião é exatamente para recuperar o tempo perdido.
Estratégias de bloqueio contra o surto que vem de Minas Gerais e a quantidade de doses que serão distribuídas para cada cidade fazem parte do cardápio do encontro, das 14 às 17h em Miracema, na sede do CAPS-CAMED em frente à Rodoviária.
Cada município poderá enviar 3 representantes.
No documento de convocação, registram-se que os convocados estão na Faixa de Controle em relação à Minas Gerais.
Enquanto a vacinação de modo organizado não acontece, o medo ganha corpo nas redes sociais, gera boatos e causa pânico. A reunião acontece em boa hora.
Comentar
Compartilhe
Mega Casa de Eventos Itaperunense
24/01/2017 | 12h24
Infinity Hall é o nome. Com formato interno em U, facilitando a visão do público seja no camarote ou na pista, a casa vai ser aberta em 17 de março próximo. O empreendimento é de um grupo especializado no assunto há mais de 20 anos.
O local vai abrigar formaturas, casamentos, aniversários e tudo o que a cidade precisava neste tipo em larga escala, com climatização adequada e infraestrutura completa.
Perto do IFF Itaperuna, na BR-356, Saída Norte, com confortável capacidade para mais de mil pessoas, tem uma expectativa das melhores para suprir uma lacuna em Itaperuna.
Comentar
Compartilhe
Precisa Acontecer Alguma Coisa
24/01/2017 | 10h40
Por Fernando Leite Fernandes
 
 
Toda vez que algo muito contundente acontece e assusta a sociedade, como o recente “acidente planejado”, como bem disse meu amigo, Sergio Provisano, que matou o ministro do STF, Teori Zavascki, a poucos quilômetros da aterrissagem, no aeródromo de Paraty, surgem das suas ilhas de conforto, a voz estridente dos “democratas” reafirmando que o regime é sólido o suficiente para reagir aos trancos e tamancos.
 
Mas, não vou tratar, especificamente, do dossiê “Teori”. Quero falar de outra coisa ainda muito mais grave que o infortúnio do ministro.
 
Quero abordar a Democracia, “o melhor dos mundos” para o Capitalismo imoral.
 
A Democracia é narcisista. Ela se olha no espelho das vitrines de Wall Street e repete à exaustão, “como sou bela, leve e fácil. Todos me adoram e ninguém ousa falar mal de mim. Mesmo os mais sofridos me defendem com a vida, se preciso”. Desde os gregos é assim. Sou uma invenção deles. Cinco séculos antes de Cristo. No curso da história, muitas revoluções foram feitas em meu nome.
 
Agora, uma confederação internacional de organizações não governamentais, a Oxfam, com sede no Reino Unido, paraíso do Capitalismo “democrático”, divulgou um levantamento sobre as maiores fortunas do Mundo e chegou à conta fácil e visível: apenas 8 bilionários detêm fortunas, que somadas chegam ao que ganham 3 bilhões e 600 milhões de trabalhadores espalhados pelo planeta. Isso só é possível porque a “Democracia ocidental e cristã”, no seu aspecto mais amplo, é seletiva.
 
Na Democracia, você pode tudo, desde que tenha dinheiro suficiente para pagar. Assim é na Saúde, Educação, Entretenimento e que tais. O que os democratas não dizem diante desta verdade estarrecedora e criminosa, é que a Economia é única e que só há 3 bilhões e 600 milhões de pobres porque existe a concentração da riqueza nas mãos de, apenas, 8 magnatas. São faces distintas da mesma moeda.
 
Ora direis, então o melhor é o comunismo e seu paredão assassino, a riqueza concentrada nas mãos do Estado, a miséria do povo? E vos pergunto: é diferente o paredão comunista dos paredões disfarçados das grandes cidades, dos hospitais sucateados, da escola que deseduca? Mas, não é isso. As fórmulas do Capitalismo selvagem e do comunismo de chumbo estão esgotadas. As vítimas vagam pelas periferias do Mundo, é preciso acontecer alguma coisa nova em Gaya, nossa mãe terra. O nome é o que menos interessa, se capitalismo fraterno ou socialismo solidário. Talvez, uma casa acima desta dicotomia: o humanismo!
 
Antes que seja tarde demais.
 
(FLF)
Comentar
Compartilhe
Aberta Residência Médica Redentor
24/01/2017 | 10h29
De 8 a 15 de fevereiro próximo estão disponíveis as inscrições para a RMR-Residência Médica da Redentor. São 04 vagas com duração de 02 anos e a base é Medicina de Família e Comunidade.
1ª Etapa: 18 de fevereiro.
2º etapa 21 de fevereiro- Com entrega de títulos
Comentar
Compartilhe
Feminismo: amado e odiado
24/01/2017 | 09h42
 
Penha Pinto
 
As mudanças ocorridas com o passar dos anos na vida das mulheres, com a conquista do mercado de trabalho formal e da consequente independência financeira, alteraram de forma significativa os papéis assumidos por elas tanto dentro, quanto fora do lar. Falar de mulheres financeiramente independentes é falar de mulheres que superaram barreiras, que deixaram de viver dedicadas aos seus maridos, deixaram de assumir apenas o papel de esposa, mãe e dona de casa, para conquistar espaços nunca antes imaginados.
 
Quando a francesa Olímpia Gouges começou a lutar em 1791 para que as mulheres tivessem o direito de participar direta ou indiretamente da formulação das leis e da política em geral, acredito que ela nunca imaginou que no século XXI as mulheres teriam alcançado tantas vitórias em todos os seguimentos da sociedade, até mesmo na politica. Que hoje uma mulher pudesse sentar na frente de um computador e escrever sobre qualquer assunto sem ser discriminada ou até mesmo ser condenada a pena de morte na guilhotina.
 
A luta foi se espalhando pela Europa, tendo um novo recomeço na Inglaterra no século 19, onde se centrava na obtenção da igualdade jurídica (direito de voto, de instrução, de exercer uma profissão ou de poder trabalhar). Nessa época o pensador inglês Stuart Mill através dos seus escritos, entrou nessa luta com as mulheres para que as elas pudessem obter sua emancipação. Na metade da década de 60 surgiu o movimento feminista contemporâneo e entre 1968 e 1977 se alastrou para diversos países industrializados, chegando até aos países subdesenvolvidos.
 
Mas do meio do movimento legítimo, saiu as que não aceitavam muito bem algumas das teorias feministas. Assim surge então, o extremo oposto do machismo: o chamado FEMISMO, Obviamente que o FEMISMO é um fenômeno mais recente que o machismo: ele começou a ser percebido ao longo do movimento feminista, quando se sobressaiu o comportamento dessas mulheres, mais revoltadas com a questão de gênero (talvez porque as primeiras mulheres a “ousarem pisar em território masculino”, tenham precisado se masculinizar, para receber o digno respeito), transformando a busca pela igualdade em uma gangorra, em uma guerra entre os sexos – incorrendo no mesmo erro do machismo.
 
No qual mulheres afirmam que “homem não serve pra nada”, “faço tudo o que eles fazem, só que melhor!”(será?), “homem é que nem chiclete- quanto mais pisa, mais gruda no pé”, e tantas outras. Aqui, cito piadas, ditos populares que expressam conceitos, mas que, se levados a sério e transpostos em atitudes, nos levarão à mulheres que utilizam pejorativos para se referir ao companheiro, tentam humilha-lo em público ou, simplesmente, nem chegam perto de um homem – tem asco e pronto. Que podem utilizar de qualquer meio para “lutarem” por aquilo que acreditam, até mesmos de algumas barbaridades que assistimos diariamente.
 
Essa luta vem sendo travada há anos, sei que muitos não apoiam e não gostam do movimento feminista, como tudo na vida, tem seus erros e acertos. Mas uma coisa todas as mulheres precisam reconhecer, muitos direitos adquiridos pelo movimento legítimo, são usufruídos por todas nós
Comentar
Compartilhe