Vereador Franquis Areas, de SJB, no Folha no Ar desta terça
19/04/2021 | 17h26
Isaías Fernandes
O Folha no Ar desta terça-feira (20) recebe o vereador Franquis Arêas (PSC), da bancada de oposição na Câmara de São João da Barra. No programa da Folha FM, a partir das 7h, ele fala sobre o enfrentamento à pandemia no município, uma análise da atual legislatura e também do 4º mandato da prefeita Carla Machado (PP), dos quais ele foi vereador de oposição em três, incluindo o atual.
É possível acompanhar e interagir durante a entrevista pela live no Facebook, na página da Folha FM 98,3, além da transmissão pelo rádio.
Compartilhe
Comandante do 8º BPM nesta segunda no Folha no Ar
18/04/2021 | 12h17
O comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Luiz Henrique Barbosa, é o entrevistado desta segunda-feira (19) do Folha no Ar, da Folha FM 98,3, a partir das 7h. Em pauta, questões de segurança pública na área de atuação do batalhão (Campos, São Fidélis, São Francisco de Itabapoana e São João da Barra) e as ações de enfrentamento à pandemia.
 
 
É possível acompanhar e interagir durante a entrevista pela live no Facebook, na página da Folha FM 98,3, além da transmissão pelo rádio.
Compartilhe
SJB chega a 100 mortes pela Covid-19
13/04/2021 | 19h12
São João da Barra registrou dois óbitos nas últimas 24 horas por Covid-19, totalizando 100 desde o início da pandemia, de acordo com o boletim desta terça-feira (13). As vítimas são duas mulheres, moradoras do quinto distrito, com 71 e 33 anos. Ambas apresentavam comorbidades e estavam internadas no Hospital de Campanha Covid-19.
O município confirmou também 51 novos casos da doença, com um total de 3.330. O número de recuperados - com mais 101 contabilizados - é de 2.677. A média diária nos últimos sete dias é de 19,3 casos.
Há 20 pacientes internados, sendo 9 em leitos de UTI. Aguardam resultados de exames laboratoriais 180 casos suspeitos e 4.885 casos foram descartados.
A Prefeitura mantém uma central de atendimento que funciona 24 horas por dia para esclarecer dúvidas relacionadas à pandemia da Covid-19. Os números são: (22) 99991-9234 e (22) 99991-9235.
Compartilhe
Fé e tradição, mesmo com restrições, na festa de Nossa Senhora da Penha
10/04/2021 | 09h35
Santuário Nossa Senhora da Penha de Atafona
Santuário Nossa Senhora da Penha de Atafona / Divulgação
Atafona está, desde o domingo de Páscoa, inundada por um mar de fé. Pelo segundo ano consecutivo, a maior parte das homenagens à Nossa Senhora da Penha, padroeira da praia sanjoanense, é pelas ondas virtuais. Além das intenções de cada fiel, levadas ao altar da padroeira até o dia maior dos festejos, nesta segunda-feira (12), há uma súplica coletiva: o fim da pandemia do coronavírus. Contudo, seguindo o decreto da Prefeitura de São João da Barra, a programação traz novidades, como a realização de seis missas na segunda, entre meia-noite e 15h30, com limitação de 30% da capacidade do santuário, e uma procissão automobilística, às 17h do mesmo dia, em substituição à tradicional procissão terrestre, reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro.
A preservação do templo e a propagação da devoção são os principais pilares da Irmandade de Nossa Senhora da Penha, fundada em 1857 e até hoje responsável pela festa, em parceria com a Prefeitura, a Paróquia São João Batista e a Diocese de Campos. No ano passado, pela primeira vez a programação foi totalmente virtual, pois o dia de Nossa Senhora da Penha, em 20 de abril de 2020 (a data é móvel, tendo sempre como dia maior uma segunda-feira, oito dias após a Páscoa), foi em um momento delicado da pandemia, quando tudo era ainda mais desconhecido.
Atualmente, a região vive novamente um momento difícil no enfrentamento à Covid-19, com alta de casos e variantes circulando. E a fé, sobretudo em períodos como este, é um refrigério para alma.
— A devoção à Nossa Senhora da Penha é muito grande em toda a região. Todos os anos recebíamos devotos de muitos lugares, que vinham conosco celebrar as alegrias de Maria com a ressureição de Jesus. Desde a pandemia isso mudou, mas sabemos que a fé continua inabalável. Mantemos as celebrações e respeitamos todas as regras sanitárias, porque entendemos que o mais importante neste momento é a preservação da vida — afirmou Viviane Meireles, provedora da irmandade há seis anos.
Em 2020, com as celebrações ainda mais restritas, uma forma de homenagear a todos os fiéis durante a missa solene foi ocupar os bancos do santuário com centenas de mantos, uma das mais tradicionais demonstrações de devoção à Nossa Senhora da Penha em razão de graças alcançadas. A transmissão da missa bateu mais de 10 mil visualizações só no Facebook, na página “Irmandade de Nossa Senhora da Penha”. Já o vídeo do momento em que a imagem da padroeira foi levada, em carro aberto, às ruas de Atafona e da sede do município de São João da Barra passou de 84 mil visualizações na mesma rede social.
A programação deste ano começou no domingo de Páscoa (4), com a primeira missa do oitavário — oito dias de preparação para a celebração da festa da padroeira — e a peregrinação da imagem pelas ruas da cidade. De segunda a sexta (9), missas, terços e ladainhas marcaram as homenagens. No santuário, até então, o espaço era restrito para participação de apenas 10% da capacidade, e tudo foi transmitido pela página da Irmandade no Facebook.
Agora, com flexibilização para 30% da capacidade do santuário, a programação segue até segunda — e tudo continua com transmissão simultânea pelo Facebook. Neste sábado (10), às 15h, haverá um sobrevoo com a imagem peregrina de Nossa Senhora pela cidade; às 18h, terço mariano, e às 19h, missa. No domingo (11), ainda não será possível realizar a tradicional procissão fluvial na foz do Paraíba do Sul, mas o dia vai contar várias celebrações: às 7h, terço mariano; às 8h, missa; às 14h, consagração à Nossa Senhora da Penha; às 15h, terço da misericórdia; e às 18h, terço mariano, seguido de ladainha.
No dia da padroeira de Atafona, a primeira missa está marcada para 0h (meia-noite). Durante o dia, outras serão celebradas às 6h, 8h, 10h, 13h e 15h30. Para participar das missas (do fim de semana e de segunda), é preciso agendar pelo WhatsApp, em contato com o número (22) 99983-3306. As homenagens à Nossa Senhora da Penha também incluem a peregrinação em ruas da praia e da sede do município, numa espécie de procissão automobilística.
Ainda na segunda, às 22h, o ministério “Apascenta minhas ovelhas” fará um show religioso, dentro do santuário, transmitido pelo Facebook. O encerramento será às 23h30, também exibido na página da Irmandade, com a cerimônia de coroação.
— Estamos adotando todas as medidas sanitárias e mantendo a programação virtual, para atender a quem não se sentir seguro de estar no santuário. A defesa da vida sempre é mais importante. Estamos rezando, pedindo a intercessão de Nossa Senhora da Penha pelo fim desta pandemia. Se Deus quiser, em abril do ano que vem estaremos todos reunidos, como era antes da Covid, na festa da nossa Mãezinha — concluiu a provedora da Irmandade.
Capa da Folha Dois deste sábado
Capa da Folha Dois deste sábado / Reprodução
Compartilhe
Antropólogo Carlos Valpassos analisa enfrentamento à Covid no Folha no Ar
08/04/2021 | 19h20
Divulgação
O antropólogo Carlos Valpassos é o entrevistado desta sexta-feira (9) do Folha no Ar, da Folha FM 98,3, a partir das 7h. Em pauta, o enfrentamento à pandemia do coronavírus no país, com as ações dos governos federal, estadual e municipal. Ela também comenta sobre o papel da população para atenuar os efeitos da pandemia, além do cenário político em todas as esferas.
É possível acompanhar e interagir durante a entrevista pela live no Facebook, na página da Folha FM 98,3, além da transmissão pelo rádio.
Compartilhe
Reabertura do comércio em pauta no Folha no Ar com Marcelo Mérida
07/04/2021 | 18h23
Marcelo Mérida
Marcelo Mérida / Folha da Manhã
Secretário de Desenvolvimento Econômico de Campos e presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio de Janeiro (FCDL), da Marcelo Mérida é o entrevistado desta quinta-feira (8) do Folha no Ar, da Folha FM 98,3, a partir das 7h. Em pauta, as ações de enfrentamento à pandemia, sobretudo na área do comércio, que terá uma abertura gradual a partir da próxima segunda-feira (12). Mérida também vai falar sobre a possibilidade de incentivos do governo, em todas as esferas, na tentativa de salvar empresas e empregos neste período de crise agravado com a propagação do coronavírus.
É possível acompanhar e interagir durante a entrevista pela live no Facebook, na página da Folha FM 98,3, além da transmissão pelo rádio.
Compartilhe
Delegado Carlos Augusto Guimarães no Folha no Ar desta quarta
06/04/2021 | 21h06
Titular da 141ª Delegacia de Polícia, em São Fidélis, o delegado Carlos Augusto Guimarães é o entrevistado desta quarta-feira (7) do Folha no Ar, da Folha FM 98,3, a partir das 7h. Em pauta, o caso de repercussão, e que gerou muita revolta, do pai que espancou o filho de dois meses (aqui) na última semana. Carlos Augusto também fala sobre os desafios das investigações durante o avanço dos casos de Covid-19 e questões jurídicas relacionadas ao enfrentamento da pandemia.
É possível acompanhar e interagir durante a entrevista pela live no Facebook, na página da Folha FM 98,3, além da transmissão pelo rádio.
Compartilhe
TSE nega pedido de Garotinho para anular condenação da Chequinho
06/04/2021 | 16h50
Reprodução
Reprodução
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou um pedido de habeas corpus do ex-governador Anthony Garotinho, na tentativa de anular a decisão que o condenou, em segunda instância, a 13 anos e nove meses de prisão na operação Chequinho. A defesa sustenta que fatos novos, incluindo um depoimento da delegada da Polícia Federal Carla Dolinski, comprovariam a inocência do político da Lapa, mas o acesso a eles só ocorreu após a sentença de primeira instância. Para o TSE, em decisão por 5 votos a 1, nessa segunda-feira (5), não cabe nova diligência e inclusão de novas provas na ação penal. Garotinho vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). No mérito, ainda cabem outros recursos contra a decisão da Corte fluminense, e o ex-governador responde em liberdade.
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ampliou a condenação do ex-governador no último dia 4 de março. Garotinho foi classificado pelo Ministério Público como comandante do que ficou conhecido como “escandaloso esquema” de troca de votos por Cheque Cidadão na eleição municipal de 2016. Em primeira instância, a pena fixada pelo juiz Ralph Manhães era de nove anos e 11 meses de cadeia.
Apesar da condenação, Garotinho pode recorrer da sentença em liberdade, já que, por decisão do STF, só poderá ocorrer prisão após o trânsito e julgado do processo. No entanto, pela legislação eleitoral, a condenação criminal em segunda instância torna o réu inelegível nos oito anos seguintes ao da condenação, de modo que Garotinho fica inelegível até 2029.
Os desembargadores consideraram Anthony Garotinho culpado pelos crimes de corrupção eleitoral, associação criminosa, supressão de documento público e coação no curso do processo. Na tentativa de anular o processo desde o início, a defesa insiste na tese de suspeição do promotor do caso e quer incluir provas novas.
— Queremos que o julgamento seja anulado e a produção dessas provas. Uma delas, que só tivemos acesso depois da sentença, é a própria delegada Carla Dolinski, responsável pela delegacia à época, perceber que as coisas estavam erradas e falar em conluio entre juiz, delegado e promotor para condenar Garotinho. Vamos recorrer ao STF — afirmou o advogado Vanildo Costa, que defende o político campista.
De acordo com o Ministério Público, o ex-governador utilizava o Cheque Cidadão, da Prefeitura de Campos, para cooptar votos para seu grupo político. Naquele ano eleitoral, a prefeita era a esposa dele, Rosinha, e Garotinho era o secretário municipal de Governo.
Compartilhe
Pandemia e cenário do Ferreira Machado em pauta no Folha no Ar
05/04/2021 | 19h43
O superintendente do Hospital Ferreira Machado (HFM), o neurocirurgião Arthur Borges de Souza, é o entrevistado desta terça-feira (6) do Folha no Ar, da Folha FM 98,3, a partir das 7h. Em pauta, o enfrentamento à pandemia na maior unidade de emergência da região e o panorama geral do HFN, além da abertura leitos exclusivos para Covid (aqui), como anunciado pelo prefeito Wladimir Garotinho (PSD).
É possível acompanhar e interagir durante a entrevista pela live no Facebook, na página da Folha FM 98,3, além da transmissão pelo rádio.
Compartilhe
Reitor do IFF abre a semana do Folha no Ar
04/04/2021 | 12h20
O reitor do Instituto Federal Fluminense (IFF) é o entrevistado desta segunda-feira (13) do Folha no Ar, da Folha FM 98,3, a partir das 7h. Na pauta, questões como o enfrentamento ao coronavírus no IFF, Campos, Rio de Janeiro e Brasil. A perspectiva de retomada das aulas presenciais também estará em debate, além da atual situação econômica de Campos, e alternativas para superá-la.
É possível acompanhar e interagir durante a entrevista pela live no Facebook, na página da Folha FM 98,3, além da transmissão pelo rádio.
Compartilhe
Sobre o autor

Arnaldo Neto

[email protected]