Saúde do corpo e da mente durante a quarentena na pauta do Folha no Ar desta terça
06/04/2020 | 20h43
As regras de isolamento social estão sendo mantidas em vários estados do país. Em Campos, não é diferente. Mas a medida que o tempo vai passando, a preocupação também cresce com a saúde: seja do corpo, sobretudo devido ao sedentarismo, e da mente, devido a restrições em um momento comparado ao de uma guerra. Para tratar desses assuntos, O Folha no Ar desta terça-feira (7) recebe o Paulo Arthur Buchvitz e Mauricio Rocha Calomeni
Paulo Arthur é psicólogo, Mestre pela PUC; doutor pela USP e pós-doutor pela UERJ. Ele também é o coordenador do curso de Psicologia do Isecensa. Calomeni é doutor em saúde mental e coordenador do curso de Educação Física do Isecensa.
Além de acompanhar a entrevista pelo rádio, é possível assistir e interagir pala live do Facebook, na página da Folha FM 98,3.
Compartilhe
Jefferson Manhães é reconduzido ao cargo de reitor do IFF
06/04/2020 | 17h19
Professor Jefferson no estúdio da Folha FM 98,3
Professor Jefferson no estúdio da Folha FM 98,3 / Isaías Fernandes
O professor Jefferson Manhães de Azevedo foi nomeado reitor do Instituto Federal Fluminense. O decreto presidencial que o reconduz ao cargo para um mandato de quatro anos, a partir de 07 de abril de 2020, foi publicado nesta segunda-feira, dia 06 de abril, no Diário Oficial da União.
Jefferson foi reeleito com 47,37% dos votos durante eleição realizada no dia 11 de dezembro de 2019, com a participação de servidores e estudantes de todo o Instituto, ocasião em que também foram eleitos os diretores-gerais dos campi do IFF.
O reitor ressalta que recebeu a notícia de sua nomeação com muita alegria e senso de responsabilidade. “Essa nomeação é resultante de um tempo intenso de gestão e aprendizagem em que juntos e em diálogo permanente com nossas comunidades acadêmicas fortalecemos e ampliamos a Educação Profissional e Tecnológica pública, gratuita, inclusiva, de qualidade e socialmente referenciada no interior do estado do Rio de Janeiro”, destaca Jefferson, acrescentando que, “com coragem, entusiasmo, firmeza de propósitos e muita esperança continuaremos, nos próximos quatro anos, democratizando oportunidades e transformando vidas. Essa conquista é de todos nós!”.
Fonte: Ascom/IFF
Compartilhe
SJB bloqueia entrada para veículos de cidades com casos de Covid-19
06/04/2020 | 10h48
Prefeita Carla Machado participou da barreira sanitária no domingo
Prefeita Carla Machado participou da barreira sanitária no domingo / Divulgação
A Prefeitura de São João da Barra publicou no Diário Oficial desta segunda-feira (6) novas medidas de restrição no enfrentamento ao coronavírus. No domingo (5), o município confirmou (aqui) o primeiro caso de paciente com Covid-19. No novo decreto, a administração municipal restringe a entrada em SJB de veículos licenciados em cidades que têm casos confirmados do novo coronavírus. A medida, a princípio, tem validade até 19 de abril, podendo ser prorrogado ou suspenso, mediante à evolução do cenário nacional.
O decreto também proíbe, entre 8 e 12 de abril, a entrada de ônibus, táxis e veículos de transporte de passageiro por aplicativo que desenvolvam o serviço intermunicipal.
Se o motorista comprovar residência fixa em SJB, a passagem será liberada mesmo com carro licenciado em outro município. Também são excetuados do decreto os veículos oficiais, ambulâncias e os fornecedores de gêneros alimentícios, medicamentos e combustíveis. Trabalhadores de serviços essenciais  também poderão comprovar a necessidade de entrada no município por meio de contracheque, por exemplo. Os detalhes podem ser conferidos (aqui) no DO.
Para sustentar o decreto, a Prefeitura leva em consideração, entre outros pontos, “a informação de que 420 (quatrocentos e vinte) trabalhadores estariam retornando para o Complexo Portuário do Açu em 07/04/2020, e, muitos deles, vindos de outros municípios e estados, com casos confirmados de coronavírus”.
A fiscalização, bem como a orientação nos casos atendidos, ficara por conta das barreiras sanitárias instaladas pelo município, tendo à frente as secretarias de Saúde e Segurança Pública. Na madrugada desta segunda, a prefeita Carla Machado (PP) publicou em seu perfil no Facebook que participou do trabalho da barreira neste domingo. “Mais de 300 pessoas com sintomas ou com histórico de viagem recente foram notificadas por nossa equipe de saúde, estão em quarentena e sendo devidamente monitorados por nossa equipe de saúde. O caso confirmado de Covid-19, consta da nossa listagem como ‘suspeito’ e foi identificado inicialmente na barreira sanitária”, destacou a prefeita.
Compartilhe
Secretária de Desenvolvimento Humano e Social no Folha no Ar desta segunda
05/04/2020 | 18h52
A secretária de Desenvolvimento Humano e Social de Campos, Pryscila Marins, é a entrevistada desta segunda-feira (6) do Folha no Ar, da Folha FM 98,3. Ela vai falar sobre as medidas de isolamento social adotadas nesta pandemia do coronavírus, sobretudo em relação à população em situação de rua. Também estará em pauta as ações da secretaria para as famílias em vulnerabilidade social no município.
Com vasta experiência no Direito Eleitoral, a advogada Pryscila Marins também vai comentar sobre a possibilidade de adiamento das eleições municipais deste ano, assunto que tem sido debatido nos bastidores, em Brasília.
Além de acompanhar a entrevista pelo rádio, é possível assistir e interagir pala live do Facebook, na página da Folha FM 98,3.
Compartilhe
Câmara de Campos terá sessões por videoconferência
04/04/2020 | 14h52
Com os trabalhos suspensos desde o dia 20 de março, devido à pandemia do novo coronavírus, o Câmara de Campos deve retomar os trabalhos ainda na primeira metade deste mês. De acordo com o presidente da Casa, Fred Machado (Cidadania), a dúvida é com relação a qual plataforma será utilizada para conexão dos vereadores. Na primeira sessão, eles terão que aprovar um projeto de resolução que dará validade as sessões remotas pelo período que estiver em vigência a situação de emergência devido à Covid-19. Isso porque não há previsão desse tipo de sessão no regimento da Câmara.
Fred disse que vai começar a testar as plataformas neste fim de semana, para aferir com vereadores e a equipe da Casa o programa que melhor se adequa à atual necessidade. Ainda de acordo com o presidente da Câmara, as sessões vão tratar exclusivamente de pautas sobre o combate ao coronavírus, sem espaço para indicações simples ou requerimentos: “A gente não pode focar em outro assunto neste momento. Vamos traçar o papel da Câmara nesse momento de enfrentamento, pensando em ações institucionais”. O Senado e a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) já realizam sessões por videoconferência.
Compartilhe
Grupo governista lança seis frentes na disputa à Câmara em SJB
04/04/2020 | 10h21
O grupo governista, que apoia a prefeita e pré-candidata à reeleição Carla Machado (PP), vai ter 84 candidatos a vereador, divididos em seis frentes partidárias — PP, PL, PSDB, DEM, Cidadania e PT. Na disputa majoritária, a aliança contará com mais quatro partidos, Avante, SD, DC e PCdoB. No diário oficial deste sábado (4), membros do primeiro e segundo escalão do governo já foram exonerados para cumprir o determinado pela legislação eleitoral. Vereadores de mandato, da base governista, também aproveitaram a janela partidária para trocar de legenda em busca da reeleição. Alex Firme (PP) e Caputi (Podemos) não vão tentar um novo mandato.
Na Câmara, o presidente, Aluizio Siqueira, continua no PP. Quem chega no PP é Sônia Pereira, depois de conquistar dois mandatos pelo PT. Elísio Rodrigues trocou o PDT pelo PL. Ainda no mandato, Alan de Grussaí saiu do PSDB e foi para o Cidadania. Ronaldo da Saúde também foi para o Cidadania, deixando sua antiga legenda, o Pros.
Três secretários do governo Carla Machado também se filiaram a partidos com a intenção de ser candidatos a vereador. Daniel Damasceno (PP) sai da Educação. Joice Pedra (PL) sai do Meio Ambiente e Analiel Vianna (Cidadania), deixa a Pesca. Entre subsecretários e coordenadores, também deixam os cargos para tentar uma vaga na Câmara Glauber Toledo (subsecretário de Pesca), Junior Monteiro (subsecretário de Turismo), Magno Siqueira (coordenador geral de Obras), João Filiphe Amaral (coordenador da Juventude), Heloísa Mendonça (coordenadora de projetos da Educação), Pedro Bastos (coordenador de Atenção Básica), Luis Teixeira (subcomandante da Guarda Municipal).
No total, foram 68 portarias, entre nomeações e exonerações publicadas no diário oficial (aqui). “Não vamos substituir os subsecretários de Turismo e de Pesca, também não vamos substituir, por enquanto, ninguém para coordenação da Juventude. Isso reforça as medidas de economia que estamos adotando neste momento de queda de arrecadação e também de enfrentamento ao coronavírus. Nas nossa nominatas, serão 84 candidatos, mas temos mais de 100 com interesse em entrar na disputa e não há problema com relação ao número de mulheres na legenda. Nosso planejamento é para conquistar entre sete e oito cadeiras (o município tem nove)”, disse Carla Machado.
Entre os nomes do primeiro escalão, Daniel e João Filiphe, que são servidores do município, foram nomeados com funções gratificadas (FG) e terão de desincompatibilizar somente 90 dias antes do pleito, por ora, marcado pra 4 de outubro.
Novos secretários — Na Educação, assume a pasta Angélica Rodrigues. Marcela Toledo deixa a Agricultura e passa para o comando do Meio Ambiente. No lugar de Marcela, assume a Agricultura Carlos Wagner Barros de Souza. Na Pesca, Saul Oliveira. No Transporte, que o vereador Elísio comandou enquanto esteve licenciado da Câmara, quem assume é José Eduardo de Aquino Carvalho.
Compartilhe
Combate ao coronavírus: Carla reduz o próprio salário e de cargos comissionados
04/04/2020 | 00h17
A prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP), publica neste sábado (4), em Diário Oficial, um decreto que corta em 20% o salário dela e do vice-prefeito, Alexandre Rosa. A medida também determina o corte em 10% de todos os servidores comissionados que recebem mais de dois salários mínimos. Já no caso dos comissionados que recebem menos de dois salários mínimos, o corte será de 5%.
A medida de contenção de despesa faz parte das ações de combate ao novo coronavírus no município. São João da Barra não tem casos confirmados da doença, mas ainda conta com cinco suspeitos. O município tem adotado o isolamento social e barreiras sanitárias para evitar que a Covid-19 cause o colapso na rede pública de saúde municipal.
Em tempo — Na região, a prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco (DEM), tomou medida no mesmo sentido (aqui).
Compartilhe
Oposição em SJB lança, no mínimo, cinco frentes na disputa pela Câmara
03/04/2020 | 19h45
Grupos políticos articulam pré-candidaturas em SJB
Grupos políticos articulam pré-candidaturas em SJB
O tabuleiro político de São João da Barra está movimentado, ao menos nos bastidores, nestas últimas horas para filiação partidária (o limite é este sábado, 4 de abril) dos pretensos candidatos no pleito que, por ora, está mantido para 4 de outubro. De um lado tem o grupo da prefeita Carla Machado (PP) e do outro os de quatro pré-candidatos a prefeito: Emilson Amaral; Márcio Nogueira; Otávio Carvalho e Renê Fernandes Azeredo. A expectativa é que no apoio a esses nomes saiam, no mínimo, cinco frentes partidárias com candidatos a vereadores. Vale lembrar que a eleição deste ano é a primeira que não permite coligações na disputa proporcional, dificultando, e muito, o trabalho de articulações para nominatas.
Vereadores de oposição da atual bancada, Eziel Pedro (que era do MDB) e Franquis Areas (até então no PL) foram para o PSC, partido do governador Wilson Witzel e do deputado estadual Bruno Dauaire. Filho do ex-prefeito Betinho Dauaire, bruno tem seu nome aventado como possível peça no tabuleiro, mas não há sinal de lançar candidatura neste ano. A tendência é que o PSC caminhe com o grupo de Emilson. O radialista, aliás, trabalha com uma aliança de três partidos, podendo chegar a cinco. E desses, dois já estão com as nominatas articuladas. Por ora, Emilson prefere não revelar os partidos que compõem a sua aliança.
O Podemos, partido do pré-candidato a prefeito Márcio Nogueira, já está com nominata alinhada. Para a disputa majoritária, o grupo do empresário, radicado há anos em Atafona, ainda articula alianças para outubro.
Já o pré-candidato Otávio Carvalho afirmou que o seu grupo tem nominata formada para o PMN, partido no qual ele também é filiado e mantém pré-candidatura a prefeito. Também existem conversas para alianças visando a eleição majoritária.
No Patriota, a relação de pré-candidatos a vereador “está completa e com reserva”. Foi o que afirmou o pré-candidato a prefeito pelo partido, o empresário Renê Fernandes. Ele disse ainda que articula com outros partidos para disputa majoritária e não descarta que seu grupo tenha mais de uma legenda habilitada para disputa à Câmara.
Com duas nominatas no grupo de Emilson e pelo menos uma de cada um dos outros pré-candidatos, a oposição pretende ir para disputa à Câmara no próximo pleito com pelo menos cinco frentes. Como cada partido tem de apresentar 14 nomes, são, por ora, 70 pré-candidatos a vereador na oposição sanjoanense. E ainda não foi revelado o número de frentes que o grupo governista vai lançar.
Compartilhe
Em Carapebus, Christiane Cordeiro não renuncia e é pré-candidata à reeleição
03/04/2020 | 19h11
Christiane Cordeiro continua no mandato
Christiane Cordeiro continua no mandato / Divulgação
Não terá renúncia em Carapebus. Após consulta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o grupo político da família Cordeiro decidiu que a prefeita Christiane (PP) é pré-candidata à reeleição no município. Chegou ser analisada a possibilidade do marido dela, o ex-prefeito Eduardo (PP), ser o nome do grupo na disputa majoritária neste ano, com a pedagoga Marinete Possidônio (SD), atual vice, também compondo a chapa. O grupo vai lançar ainda quatro frentes para disputa à Câmara — PP, SD, Avante e PRTB —, além de contar com o PSDB para futura aliança na disputa majoritária.
Para lançar Eduardo candidato, Christiane teria que renunciar. Mas a intenção era deixar a vice Marinete no comando da Prefeitura, mas tê-la como candidata a vice na possível chapa encabeçada por Eduardo no próximo pleito. Porém, após consulta ao TSE, o grupo político foi informado que se assumisse o mandato de prefeita agora em abril, Marinete só poderia entrar na disputa pelo mesmo cargo em outubro, não como vice. Ou teria que renunciar, agora, também.
No entanto, se deixassem os cargos a prefeita e a vice, o comando da Prefeitura ficaria com o atual presidente da Câmara, Anselmo Prata. O filho do ex-prefeito Rubem Vicente é oposição aos Cordeiro e faz parte de um grupo que pretende lançar uma candidatura pelo Executivo em outubro. Também estão na lista de possíveis candidatos da oposição Bernard Tavares (PSD), segundo colocado no pleito de 2016, o ex-vereador e ex-presidente da Câmara Juninho Luna (Podemos) e o empresário Rodrigo Mancebo, único entre eles que ainda não teve mandato eletivo.
Compartilhe
Maioria da oposição em Campos já mudou de partido na janela
02/04/2020 | 22h20
Mérida, com Eduardo Crespo e Wainer Teixeira
Mérida, com Eduardo Crespo e Wainer Teixeira
A maioria dos vereadores da bancada de oposição na Câmara de Campos já bateu o martelo sobre seu futuro partidário. A janela fecha nesta sexta-feira (3). Eduardo Crespo, que era do PL, já assinou sua ficha no PSC, que tem o presidente municipal do partido, Marcelo Mérida, ainda como prefeitável. A aproximação de Crespo, contudo, parece indicar que o partido do governador Wilson Witzel pode mesmo caminhar com o grupo do pré-candidato a prefeito Wladimir Garotinho (PSD). Já Cabo Alonsimar e Renatinho do Eldorado trocaram o PTC pelo Podemos, partido que também já está alinhado com o grupo do deputado federal.
Alonsimar e Renatinho chegaram a ensaiar a filiação ao Avante. No entanto, o diretório municipal do partido saiu do controle de aliados. A legenda, hoje, já abriga até nomes que estavam no primeiro escalão do governo Rafael Diniz (Cidadania), como André Oliveira, que respondia pela secretaria de Gestão Pública. O grupo de oposição na atual legislatura conta ainda com a vereadora Josiane Morumbi, que já tinha confirmado sua saída do Patriota e ingresso no Pros. Álvaro Oliveira, que está no SD de Rodrigo Bacellar, ainda não confirmou qual será seu futuro partidário.
Compartilhe
Sobre o autor

Arnaldo Neto

[email protected]