Romaria de Cláudio Castro em Santo Amaro e região no dia do padroeiro da Baixada
14/01/2022 23:26 - Atualizado em 15/01/2022 09:12
Governador Cláudio Castro lança o Capacita RJ
Governador Cláudio Castro lança o Capacita RJ / Divulgação - Governo RJ
A tradicional romaria de políticos para o feriado de Santo Amaro, padroeiro da Baixada Campista, sempre ganha um tempero especial em anos eleitorais. E, em um momento de destaque do município no cenário estadual, não poderia ser diferente. O governador Cláudio Castro (PL) confirmou presença neste sábado (14) com uma agenda que começa com o lançamento do programa Segurança Presente, passa pela clássica missa das 11h na igreja do distrito de Santo Amaro e vai até a inauguração de um campo de futebol no Farol de São Thomé. Depois disso, Castro segue em compromissos no Noroeste Fluminense, onde visitará áreas atingidas pelas enchentes.
A previsão do tempo é de muito sol e calor, com temperatura que pode chegar aos 32ºC. Nada que afaste a multidão de devotos que anualmente percorrem quase 40 km até o templo para pagar promessas. Entre os políticos – com mais ou menos fé – a romaria até Santo Amaro também é uma tradição. A missa das 11h, celebrada pelo bispo da Diocese de Campos Dom Roberto Ferreria Paz, costuma ser reservada às autoridades e a ter recados bem claros do sacerdote.
A menos de nove meses para o primeiro turno das eleições, será a vez de Cláudio Castro conhecer de perto uma das festas religiosas mais tradicionais da região. Católico assumido, o governador também é cantor gospel, mas terá pouco tempo para o momento de fé em terras goitacás.
Com agenda cheia, o governador participa, às 9h, da cerimônia de assinatura do termo de compromisso do Projeto Fênix, na Fundação Norte Fluminense de Desenvolvimento Regional (Fundenor). O projeto prevê ações necessárias e indispensáveis, por meio da retomada do agronegócio: vocação histórica da planície goitacá.
O Projeto Fênix nasceu das discussões formuladas em 11 painéis publicados pela Folha no blog Opiniões, do diretor de redação Aluysio Abreu Barbosa, entre julho e setembro de 2020, ouvindo 34 representantes da sociedade civil organizada sobre a crise financeira de Campos.
O governador já recebeu o documento base das mãos dos principais autores e formuladores do projeto: Diva Abreu Barbosa, diretora e presidente do Grupo Folha; Tito Inojosa, presidente da Associação Fluminense dos Plantadores de Cana (Asflucan); Ronaldo Bartholomeu, presidente do Sindicato Rural de Campos; Adelfran Lacerda, professor e jornalista, representando a coordenação do Projeto Fênix; além do prefeito e vice-prefeito de Campos, Wladimir Garotinho (PSD) e Frederico Paes (MDB), respectivamente.
Na sequência, às 10h, Castro participa, ao lado do secretário de Governo Rodrigo Bacellar, da cerimônia do programa Segurança Presente em Campos. O evento acontece na rua Marechal Floriano, próximo ao Teatro Trianon. Às 11h, o governador parte para Santo Amaro, enquanto Bacellar vai fazer o lançamento do programa RJ para Todos. Ele consiste na coleta de dados socieconômicos, por parte da Fundação Ceperj, da população em situação de rua e vulnerabilidade social no Estado do Rio de Janeiro, para estudos e pesquisas dos fatores que levaram as pessoas a essa condição, propondo indicadores e aperfeiçoamento da gestão de políticas públicas direcionadas a esse público.
Após a missa em Santo Amaro, o governador continua na Baixada, mas vai para o Farol de São Thomé inaugurar um campo de futebol reformado pelo Governo do Estado. De lá, ele parte para Cambuci e Itaperuna, no Noroeste Fluminense, onde acompanhará o trabalho de assistência às pessoas atingidas pelas cheias dos rios da região nos últimos dias.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS