Área central de Campos tem menor número de homicídios no primeiro biênio desde 2003
Folha1 03/03/2021 17:00 - Atualizado em 04/03/2021 08:02
O 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) divulgou na última segunda-feira (3) os principais resultados do trabalho em fevereiro de 2021. Os números trouxeram uma comparação com o mesmo período do ano passado, que já havia apresentado reduções, e novas metas do batalhão foram alcançadas, mostrando avanços na redução da criminalidade dentro da circunscrição. Entre os feitos está a retirada de circulação de quase uma arma ilegal por dia, além de dois artefatos explosivos. A região central de Campos, como é chamada pelos policiais a área da 134ª Delegacia de Polícia (Centro), apresentou o menor número de homicídios no primeiro biênio do ano desde 2003: seis foram registrados em janeiro e fevereiro deste ano.
De acordo com o 8º BPM, vários crimes tiveram quedas nos números em fevereiro no comparativo com o mesmo mês do ano anterior. Os homicídios registraram queda de -14%; as tentativas de homicídio aconteceram em -19%; roubos de rua, -37%; roubo à estabelecimento comercial, -64%; e os furtos de celulares e veículos despencaram em -50%. Para o comandante do batalhão Luiz Henrique Barbosa, a vitória conquistada contra a criminalidade é fruto de múltiplos fatores, incluindo o o apoio da sociedade.
— A participação social vem sendo fundamental. Os números só vão continuar reduzindo se a polícia e a sociedade de bem continuarem desempenhando seu papel. Infelizmente, o crime ocorre em locais em que a PM não está. Por isso precisamos da participação social. Os grupos de WhatsApp estão sendo uma ferramenta sem custo e que todos nós já usamos, e mesmo assim gerou um resultado positivo na questão de prisão em flagrante — comentou Luiz Henrique.
O comandante destacou a importância do Disque Denúncia, que pode ser acionado através do número (22) 2723-1177, para os setores de inteligência e realização de apreensão de armas e drogas. “Você não precisa ser diretamente afetado, isso tudo faz parte de uma rede de segurança. A população deve estar inserida na Polícia Militar, e por isso valorizamos muito a ferramenta do Disque Denúncia. Expomos o número na caixa d'água do Batalhão, na traseira das viaturas. Toda forma de policiamento faz parte do sucesso, e os resultados nos levam a crer que estamos no caminho certo”, aifrmou ele.
Outros fatores levados em conta e de igual importância para o comandante do 8ºBPM são as análises criminais diárias, o policiamento dinâmico, o aprimoramento do setor de inteligência e a integração com a Polícia Civil. “Esses são grandes responsáveis pelos êxitos que temos obtido na redução da criminalidade”, concluiu.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS