Familiares e amigos se despedem do publicitário campista Guto Leite
Daniela Abreu 19/06/2020 09:21 - Atualizado em 19/06/2020 15:32
  • Corpo sepultado no Campo da Paz (Foto: Rodrigo Silveira)

    Corpo sepultado no Campo da Paz (Foto: Rodrigo Silveira)

  • Corpo sepultado no Campo da Paz (Foto: Rodrigo Silveira)

    Corpo sepultado no Campo da Paz (Foto: Rodrigo Silveira)

  • Corpo sepultado no Campo da Paz (Foto: Rodrigo Silveira)

    Corpo sepultado no Campo da Paz (Foto: Rodrigo Silveira)

  • Corpo sepultado no Campo da Paz (Foto: Rodrigo Silveira)

    Corpo sepultado no Campo da Paz (Foto: Rodrigo Silveira)

Familiares e amigos se despediram, na manhã desta sexta-feira (19), do publicitário Guto Leite, de 50 anos, que morreu na manhã dessa quinta (18), enquanto surfava no mar de Barra do Furado, em Quissamã. O corpo de Guto foi sepultado no cemitério Campo da Paz sob dezenas de aplausos. Guto deixa a mulher, Bárbara Gazineu, e três filhos, Thiago e Lysandra, do seu primeiro casamento, e Noah, do seu matrimônio com Bárbara.
Muito emocionado, o jornalista e radialista Eraldo Leite, irmão de Guto, lamentou a perda e falou sobre as lembranças que vão ficar.
— Fica o exemplo de pessoa sempre disponível. Uma pessoa que não colocava obstáculo para nenhum pedido feito a ele, sempre colocou o interesse dos outros na frente dos interesses dele, fossem profissionais ou pessoais. Se havia uma pessoa doce nessa Terra, Deus levou. O Guto era doce e tinha o coração eternamente criança — lembrou saudoso.
Durante o breve velório realizado por familiares e amigos próximos de Guto Leite, no final da tarde de quinta-feira, na Capela B do Campo da Paz, outro irmão do publicitário, o médico Oldemar Tinoco, de 65 anos, destacou o caráter do campista.
"Nunca ouvi Guto falar mal de ninguém. Quando ele estava em uma roda em que isso acontecia, ele saía de perto".
Também presente no momento de oração, a prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco, cunhada de Guto, lamentou a morte do profissional e relembrou os diversos momentos que trabalharam juntos.
— É um momento de muita dor. A gente perde uma pessoa muito amiga, querido, um excelente profissional. Com certeza ele tinha como principal característica um coração grandioso, uma pessoa extremamente generosa, de excelente caráter. Guto caminha comigo desde minha primeira campanha a vereadora em 2004, ele é quem cuidava de todo material, os vídeos, que produzia com um olhar humanizado, que tinha muito dele. Foi um baque pra gente hoje de manhã. Ele conhecia muito o mar de Barra do Furado, surfava ali há mais de uma década e a gente está sem entender. Nós, da família, perdemos uma pessoa que amamos muito", disse a prefeita.
Segundo amigos que estavam com Guto em Barra do Furado, ele teria se enrolado em uma rede e não conseguiu se soltar. Guto chegou a ser socorrido, mas não foi possível reanimá-lo na unidade hospitalar da cidade. Rogério Rangel, que estava no momento do acidente, contou que o amigo foi surpreendido pela rede que estava submersa por conta da maré que estava alta. Na ocasião, ele deixou um pedido de mais atenção para que outros acidentes não aconteçam.
— Que fique o alerta para os pescadores para que tomem mais cuidado com as redes de pesca. Ele foi surpreendido por essa rede. Momentos antes de morrer, ele me perguntou como estava o mar, passei por onde tudo aconteceu. Rodei a praia toda e não vi a rede. Pelos relatos ele entrou no mar quando a maré estava cheia, foi arrastado, conseguiu dar umas braçadas, mas logo depois sumiu. Ele tinha muita experiência, poderia ter acontecido com qualquer um, inclusive comigo. Hoje foi um dia diferente, coloquei a mão na água e fiz o sinal da cruz três vezes. Parecia que estava prevendo que tinha um perigo ali maior do que esperava no dia a dia. Infelizmente, perdemos uma pessoa maravilhosa", disse Rogério.
Durante o cortejo um familiar precisou ser amparado. O corpo de Guto foi sepultado sob aplausos de pessoas que não deixaram o local, até que a última, das dezenas de coroas de flores, fosse colocada sobre o túmulo. Amigos e parentes cantaram louvores, rezaram e se recolheram sob as árvores, por minutos, em rodas de conversa e consolo, evitando a despedida.
Guto era proprietário da BL Publicidade, que fez inúmeras peças publicitárias para o Grupo Folha, inclusive ganhador do concurso que desenvolveu a logomarca dos 40 anos do Grupo, em 2018. Além disso, o publicitário foi o responsável por criar a arte do site Folha 1 e também da rádio Folha FM. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS