Queimadas na Amazônia são discutidas no Congresso dos EUA
- Atualizado em 10/09/2019 15:08
Reprodução G1
As queimadas na Amazônia do Brasil foram uma das pautas do Comitê das Relações Exteriores da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos na manhã desta terça (10). A Casa é controlada pelo Partido Democrata, de oposição ao presidente dos EUA Donald Trump. Uma das convidadas foi a economista Mônica de Bolle, que nomeou como "fracasso político" os incêndios na Amazonas.
 —Incêndios na Amazônia no Brasil representam um fracasso de política, na medida em que as agências públicas que devem frear queimadas iniciadas pelas pessoas foram deliberadamente enfraquecidas — disse.
Segundo Mônica, os incêndios acontecem todos os anos, mas o número aumentou em 2019, "As queimadas não são só uma tragédia, mas uma oportunidade para o Brasil e os EUA pararem de negar a mudança climática e cooperarem para preservar a floresta amazônica e encontrar maneiras de usar seus recursos naturais de uma forma sustentável”, falou De Bolle.
O ex-diplomata americano William Millan, diretor de uma fundação para a conservação ambiental, explicou que cerca de 20% da floresta já foi desmatada, "Isso acontece na América do Sul como um todo, mas, no Brasil, é mais intenso", contou. 
 
 
Fonte: G1
 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS