Comércio comemora "bom" Dia dos Pais
Paulo Renato Pinto Porto 10/08/2019 17:15 - Atualizado em 15/08/2019 17:55
Genilson Pessanha
Embora seja a terceira data em importância no calendário comercial, o movimento no Dia dos Pais gera ainda expectativa no comércio campista não apenas pelo hábito de filhos manifestarem amor e carinho pela figura paterna, mas também porque abrange uma série de ramos de atividades, desde lojas de confecções a joalherias e alcança ainda outros presentes como produtos de beleza e bebidas. Comerciantes esperam crescimento de vendas de 6% neste ano, comparado com o mesmo período do ano passado, segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-Campos).
Este ano, a CDL, com a Associação Comercial e Industrial de Campos (Acic), o Sindicato do Comércio Varejista de Campos (Sindvarejo) e Associação de Comerciantes e Amigos da Rua João Pessoa e Adjacências (Carjopa) inauguraram a promoção “Centro a Mil”.
Iniciada no último dia 07, a campanha envolve 230 lojas da área central da cidade, incluindo os dois shoppings localizados no Centro. O seu primeiro sorteio foi realizado na quinta-feira no Calçadão, na Sete de Setembro.
A cada R$ 40,00 em comprar nas lojas participantes, o cliente ganha 1 cupom (limitado a 25 por compra) para concorrer. O cupom sorteado poderá ser trocados em mercadorias e produtos nas lojas que participam da promoção. Os sorteios serão realizados todos os dias, exceto aos domingos e feriados.
O presidente do Sindivarejo, Roberto Viana falou da importância da promoção e lembrou que se estenderá até setembro.
— Nestes dois primeiros dias de promoção podemos perceber que essa campanha alcançará seu principal objetivo que é fomentar as vendas no comércio do Centro da cidade e também premiar os consumidores. Estamos satisfeitos — disse Viana.
Além do “Centro a Mil”, lojistas como Antonio, da Jóia Nobre, buscam atrair o consumidor com suas vantagens como pagamento através de cheque para dezembro com 12% de desconto. Em todas as lojas o desconto é de 15% à vista ou 12% em até 12 vezes sem juros no carnê, cartão ou cheque.
De presentes simples aos mais sofisticados
Entre as sugestões para presentear o seu herói não faltam opções, desde celulares e smartphones que estão sempre no topo da lista dentre os produtos mais mencionados como intenção de compra, assim como tênis.
Entre as peças de roupa esportiva, desde calças jeans ou um casaco moleton a R$ 59,90 a uma camisa careca ao preço de R$ 19,90. Ou ainda uma bermuda a R$ 24,90, assim como um short ao custo de R$ 18,90.
— Geralmente compro o que ele mais gosta ou está precisando — disse o autônomo Mário Nunes, 28 anos.
Consumidores tem buscado comprar a dinheiro, segundo Portugal. “Como no Dia das Mães, há uma tendência em pagar o presente a vista, principalmente no dinheiro, ou no cartão de débito”, afirmou Portugal.
Grau de confiança do comerciante em alta
Genilson Pessanha
Entre os lojistas, o grau de confiança aumentou depois da aprovação, em primeiro turno, da Reforma da Previdência, e a liberação de R$ 500,00 do FGTS e do PIS a partir de setembro e agosto, respectivamente.
— Tudo isso leva a crer que teremos um Dia dos Pais para o comércio comemorar, na comparação com os últimos dois anos — disse o presidente da CDL, Orlando Portugal.
Embora o Dia dos Pais não figure entre as datas mais fortes do calendário comercial, atrás do Natal, do Dia das Mães e dos Namorados — disputando a quarta colocação com o Dia das Crianças — lojistas apostam no hábito de homenagear o pai em seu dia.
— Afinal, não é todo mundo que tem o seu pai. Quem tem deve valorizar, ainda que seja com um presente simples. O importante é não deixar passar a data em brancas nuvens — comentou Marcelo Silva, gerente de uma loja. Os lojistas estimam que o preço médio dos presentes por pessoa deve ficar entre R$ 60,00 e R$ 100,00.
Restaurantes com cardápio todo especial
Os restaurantes também se prepararam para receber neste domingo (11) a clientela por conta do almoço do Dia dos Pais. Os estabelecimentos divulgam cardápios e promoções. O Picadilly terá self service de feijoada.
“Por ser uma data muito movimentada mantivemos os pratos regulares, desde massas a frutos do mar, mas simplificamos o cardápio, para desafogar a cozinha e poder atender bem a todos. Assim, sempre optamos por feijoada ou cozido e, no Dia dos Pais, será de feijoada”, contou o proprietário Peri Ribeiro.
Peri calculou um aumento de movimento de 50 a 70%.
Já o recém inaugurado Ponto Certo, no Flamboyant, traz preços diferenciados, com pratos de churrasco e pizzas com descontos. “Abrimos o restaurante há um mês. Será o nosso primeiro Dia dos Pais e a expectativa é grande, há muita gente ligando para reservar mesas. Temos promoções para a noite de sábado como para todo o dia de domingo, de picanha para três ou quatro pessoas. Acreditamos que o movimento será grande e estamos preparados”, garantiu Fabrício Porto, um dos proprietários.
Genilson Pessanha

ÚLTIMAS NOTÍCIAS