Faremos uma Gestão Calcada na Ética e na Transparência, para que a OAB da 12ª Subseção Retome a Credibilidade que Sempre Teve, Afirma Cristiano Miller Abrindo a Boca para Marco Barcelos
23/11/2018 22:50 - Atualizado em 23/11/2018 23:10
1 - Cristiano Miller, há muito tempo não há uma eleição com tantas chapas, na sua opinião o que levou ter tantos concorrentes?
 R: Em minha análise, alguns fatores contribuíram para isso. Um deles é o fato de a gestão atual, especificamente quanto à sua diretoria, ter sido “dissolvida”, sendo que alguns dos seus membros preferiram formar outra chapa. Mas, a meu ver, o principal motivo para que a disputa se desse com 4 chapas foi a sensação de omissão deixada pela gestão atual. Ainda que tenha havido avanço em algumas áreas, a OAB, de certa forma, se escondeu nos últimos anos, o que gerou muito incômodo na classe dos advogados.
2 - Cristiano Miller, quais a suas perspectivas e metas frente a OAB CAMPOS no próximo triênio?
 R: A perspectiva é de muito trabalho à frente da 12ª Subseção da OAB/RJ, que, convém destacar, congrega os municípios de Campos, São João da Barra, São Francisco do Itabapoana, Italva e Cardoso Moreira. Nossos objetivos são muitos. Mas tenho certeza de que, com a união dos advogados, esses objetivos serão alcançados. Precisamos enfrentar de modo tenaz e efetivo a questão das prerrogativas. Isso, por certo, envolverá muito diálogo, mas também exigirá um comportamento firme e frequente perante as respectivas esferas superiores. E não pode haver descanso nesse aspecto. Temos certeza de que somente com o trabalho diário conseguiremos avançar nesse ponto. Além disso, precisamos investir de forma séria e organizada na capacitação dos advogados. A 12ª Subseção da OAB/RJ possui atualmente uma estrutura física que permite a realização de cursos voltados aos advogados em todas as suas fases profissionais (do iniciante aos mais experientes). E, por evidente, esses cursos e palestras não serão realizados apenas em Campos (embora aqui seja a nossa sede e haja melhores condições), de modo que também serão levados para todos os municípios que integram a 12ª Subseção da OAB/RJ.
 
3 - Cristiano Miller, quais os fatores principais que ajudaram a eleger a CHAPA 1 - PELA ORDEM, com uma diferença considerável de votos?
 R: A nossa chapa, em todos os seus 58 membros, é uma defensora intransigente da ética e do respeito. O brasileiro, de uma forma geral, clama por esse comportamento. Com a classe dos advogados, por óbvio, isso não é diferente. Os advogados querem estar representados por pessoas que transmitam credibilidade, que sejam éticas, para que, com isso, seja novamente retomado o merecido respeito à advocacia. Não há dúvida de esse foi o fator principal que fez com que os advogados e advogadas escolhessem a nossa chapa.
 
 
4 - Cristiano Miller, na sua gestão qual será a atuação da OAB CAMPOS diante da falta de juízes titulares nas varas estaduais e outras, o que vem sendo alvo de reclamação dos advogados?
 R: No momento, esse é um problema enfrentado mais especificamente na Justiça Estadual de Campos. Nas demais Comarcas, que possuem juízes titulares, os problemas são outros. Por certo, a falta de juízes titulares é problema que merece total atenção por parte da OAB. E isso demandará atuação firme perante o respectivo tribunal, para que se consiga a solução de algo que já nos incomoda há alguns anos.
 
5 - Cristiano Miller, o que sociedade e a classe do advogados podem esperar da sua gestão?
 R: Podem esperar uma gestão extremamente séria e comprometida com a defesa dos interesses dos advogados e da sociedade como um todo. Faremos uma gestão calcada na ética e na transparência, para que a OAB retome a credibilidade que sempre teve. Além disso, faremos uma gestão que ficará marcada como aquela que mais investiu na capacitação dos advogados e advogadas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Sobre o autor

    Marco Barcelos

    [email protected]