Ronco e Apnéia
27/11/2017 23:28 - Atualizado em 27/11/2017 23:29
RONCO E APNEIA NOTURNA, COMO SEU DENTISTA PODE AJUDAR
Por Maria Fernanda Torga*
O ronco pode ser agravado pela obesidade, respiração bucal e pelo uso de cigarro ou álcool.
 
O ronco é um problema sério e atinge 30% das pessoas. É causado pela vibração dos tecidos da garganta devido a turbulência do ar, à medida em que as vias aéreas se estreitam. Este problema tem sido um fator de desorganização familiar, levando a upessoa que ronca a dormir em quarto separado ou ainda ser motivo de piada entre companheiros de trabalho ou quando tem que dividir quarto de hotel.
O ronco pode ser agravado pela obesidade, respiração bucal e pelo uso de cigarro e álcool. Em muitos casos, o ronco é um sintoma de outros problemas como a Síndrome da Apneia Obstrutiva do sono. A apneia do sono é uma obstrução momentânea das vias aéreas durante a noite, impedindo a respiração por alguns segundos. Os principais sintomas são o ronco(noturno) e a sonolência diurna excessiva.
A apneia noturna acomete mais homens a partir dos 30 anos e nas mulheres a partir da menopausa. É considerado um problema muito sério, pois quando ocorre em níveis elevados, tende a agravar certas doenças como hipertensão, enfarte do miocárdio e o derrame, que podem levar a morte.
Para que possa realizar o tratamento mais adequado, deve-se inicialmente, determinar a severidade da apneia , através da polissonografia. Este exame é realizado num laboratório especializado, onde o paciente é completamente avaliado durante uma noite inteira, enquanto está dormindo.
 
Tratamentos disponíveis para apneia do sono:
 
1. Os aparelhos de pressão positiva( CPAP): indicados nos casos de apneia moderadas ou graves são indicados pelo médico e dentista especialista em sono;
 
2. Cirurgias que podem estar indicadas: uma realizada pelo otorrinolaringologista para reduzir os tecidos da garganta ou cirurgia ortognática, que deve ser executada por um cirurgião dentista, especialista em Bucomaxilofacial, visando o avanço de apenas um ou dois maxilares.
 
3. Os aparelhos intra orais são placas presas aos dentes que se articulam entre si avançando a mandíbula. Isso faz com que os tecidos da garganta se afastem, evitando o ronco e a apneia do sono. De fácil adaptação, são indicados nos casos de ro do primário (sem apneia) e nas apneias obstrutivas leves e moderadas. Tem sido a alternativa mais conservadora. São afastados por dentistas com conhecimento e treinamento adequado.
Até a semana que vem com mais um artigo.
Fontes:
polisono.com.br
dentistadosono.com.br
*Maria Fernanda Torga é Formada pela FOC-Faculdade de Odontologia de Campos com cursos de Especialista em Endodontia, paciente com necessidades especiais e cursando a especialização de ortodontia, tem Atualização em Prótese Dentária e Dentística, além de Capacitação em Harmonização Facial ( botox, preenchimento, fios PDO, IPRF e DermaRoller)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Sobre o autor

    Nino Bellieny

    [email protected]