Escalada para "A Força do Querer"
- Atualizado em 08/09/2017 18:25
Louise Marrie gravou cena com Marco Pigossi
Louise Marrie gravou cena com Marco Pigossi / Divulgação
É em ritmo de pagode que Louise Marrie entra na novela “A Força do Querer” para aliviar a dor de um coração partido. Bem ao estilo devagar, devagarinho, Carla, personagem da atriz, de 25 anos, conquista Zeca (Marco Pigossi) quando eles se encontram num samba. Uma troca de olhar aqui, outra ali, e um beijo acontece. Se o que rola não é exatamente um sentimento arrebatador, também está longe de ser apenas pegação. O romance tem início com os dois deixando a vida os levar para onde ela quiser.
— Não é amor à primeira vista, até porque Zeca já tem muito amor para administrar (risos). A princípio, eles se divertem juntos e começam um namorico. Os dois ficam num clima gostoso, descompromissado e sem conflito. Não faço ideia do que o tempo reserva para esse casal — despista a artista, que estreou em novelas em “A Terra Prometida” (Record).
No lugar de Carla, Louise ficaria com os dois pés atrás em relação a Zeca por conta de seu intenso passado amoroso.
— Sou ressabiada em relação a isso. Fujo de problema! Quando vejo que a pessoa tem o passado no presente, saio fora. Se fosse a Carla, fugiria do Zeca para não sofrer depois — conta a namorada de Marco Antonelle, profissional da área de audiovisual.
Rivalizar com “fantasmas” interpretados pelas belas Paolla Oliveira e Isis Valverde é mesmo de causar arrepios.
— Ainda bem que a Carla não sabe com quem está competindo. Se soubesse, ficaria apavorada (risos). Paolla e Isis são lindas! Fiquei surpresa de estar nesse lugar, mas fico lisonjeada em ser essa terceira pessoa na vida do Zeca. É um elogio para mim — diz.
Mas ao menos um torcedor famoso Carla já garantiu. Tonico Pereira, que faz o pai de Zeca na novela, tem Louise como filha na peça “Os sete gatinhos”, que estreia dia 14 no Teatro Nelson Rodrigues.
— Adorei essa coincidência. Tonico é um querido. Estou feliz com tudo que está acontecendo na minha vida.
Caio Castro se emociona com cena veiculada em “Novo Mundo”
No dia em que o Brasil comemorou os 195 anos de sua independência de Portugal, a novela “Novo mundo” reproduziu o momento em que o príncipe Dom Pedro I proclama o ato. Gravada numa fazenda em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, a cena pode entrar também para a história da TV.
— Eu sabia que esse dia seria o ponto maior da novela. Esperei por hoje (quinta-feira) como se fosse um filho que está para nascer — compara Caio Castro: — Sempre tive o receio de não poder cumprir com o que era esperado. Depositaram muita confiança em mim. Senti isso desde o começo e preferi usar esse medo para servir como busca ao Dom Pedro que estavam esperando.
O processo de emancipação começa a partir do momento em que as cortes portuguesas exigem o retorno do casal real a Portugal, na tentativa de ter o poder total da região. Como princesa regente, Leopoldina (Leticia Colin) desrespeita a ordem e assina o documento. Durante viagem a São Paulo, o príncipe declara o acontecimento publicamente com a frase “Independência ou morte”.
— Fui gravar pensando em como poderia representar o povo brasileiro. Queria sentir o que foi para Dom Pedro estar diante de uma nação que, a partir daquele momento, não era mais dependente de ninguém. Eu me emocionei muito! (A.N.)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS