Diálogo sobre "Campos e suas origens culturais"
- Atualizado em 19/06/2017 17:40
Academia Campista de Letras
Academia Campista de Letras / Rodrigo Silveira
A Superintendência da Igualdade Racial realizará no dia 30 de junho, às 19h, a mesa de diálogo “Campos e suas origens culturais”, na sede da Academia Campista de Letras, no Jardim São Benedito. O evento faz parte da programação da primeira edição da Feira dos Povos de Campos, e terá como tema principal os diversos grupos culturais que integram o município. A entrada é gratuita e não precisa de inscrição.
Entre os participantes estão a historiadora e arqueóloga Simonne Teixeira, atualmente diretora da Casa de Cultura Villa Maria, e o pesquisador Renan Torres, abordando o tema Cultura Indígena. Já o professor Sérgio Risso, coordenador do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi) do IFF Centro e Léo Zanzi, reconhecida liderança no Movimento Negro, vão abordar a Cultura Africana em nosso município.
Também irão compor a mesa a professora e historiadora Sylvia Paes, com o tema Cultura Europeia, e Maria Alice Pohlmann, mestre em Políticas Sociais da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), com o tema Cultura do leste Europeu e Asiática. A mediação ficará a cargo do professor e pesquisador João Ricardo Boechat.
— Após a fala dos convidados, o microfone será aberto ao público como forma de ampliação do debate e para dar maior profundidade aos temas abordados, tendo em vista a importância que eles possuem na formação da nossa sociedade — disse a superintendente da Igualdade Racial, Lucia Talabi.
No dia 1º de julho, a programação da Feira dos Povos de Campos acontecerá no Parque Alberto Sampaio, de 9h às 21h, com apresentações musicais, danças, exposições, artesanato e culinária típica de cada povo, com a integração de todos os grupos e a realização de trocas culturais e comerciais. (A.N.)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS