Inquérito na PF investiga denúncias de ameaças a testemunha da Chequinho
16/06/2017 16:00 - Atualizado em 16/06/2017 16:26
Reprodução jornal O Globo de 15/05/2017
Reprodução jornal O Globo de 15/05/2017
A Polícia Federal instaurou inquérito policial para investigar denúncias de ameaças a uma das testemunhas do caso Chequinho.
No início de maio, a radialista Elizabeth Gonçalves dos Santos, a Beth Megafone, denunciou à Polícia Federal ter sofrido ameaças. A pressão seria para não dar detalhes, em depoimento, sobre o esquema que envolveria uso político do programa Cheque Cidadão.
À PF, Elizabeth disse que estava num ponto de ônibus da Avenida 28 de março quando dois homens em uma moto sem placa subiram a calçada. Ao pensar que era um assalto, fez menção de entregar o celular, mas um dos homens perguntou se ela era a “Beth Megafone” e em seguida afirmou “Cala sua boca, porque assim como nós te achamos hoje, achamos você e sua família em qualquer dia, em qualquer lugar”. Em seguida, os dois saíram com a moto.
Beth trabalhou na Secretaria municipal de Desenvolvimento Humano e Social em 2016, foi presa em outubro acusada de participar do esquema e detalhou à PF e ao MP como funcionava o suposto esquema.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS