Chequinho: Juiz nega pedido de Garotinho para ficar 10 dias com processo
14/06/2017 14:21 - Atualizado em 14/06/2017 16:42
Com interrogatório marcado para dia 27, o ex-governador Anthony Garotinho (PR) teve negado pedido para que sua defesa retirasse os autos da Ação Penal na qual é réu no caso Chequinho.
A defesa queria retirar os autos durante 10 dias. Segundo o juiz Glaucenir de Oliveira, substituindo Ralph Manhães, que está de férias, "não vislumbro cabimento e tampouco necessidade de entregar os autos a defesa pelo prazo elástico de 10 dias.
Isto porque a defesa já tem conhecimento da integral idade dos elementos probatórios e peças constantes dos autos, o que aponta para a desnecessidade do ato requerido. Por outro lado, os autos interessam também a outros processos por fatos que guardam certa relação de conexão e, desta forma, a retirada dos autos do cartório pode impedir que a defesa dos outros réus e até mesmo o MPE tenham acesso a elementos probatórios que se fizerem necessários para análise".
O juiz lembrou que os autos estão à disposição no cartório eleitoral e por meio eletrônico.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS