Após ataque em Paris, França diz que forças de segurança estão preparadas para eleição
21/04/2017 12:46 - Atualizado em 25/04/2017 15:06
A França informou que suas forças de segurança estão totalmente preparadas para a eleição presidencial que terá o seu primeiro turno neste domingo (23). O anúncio foi feito após um ataque na Champs Élysées na noite de quinta-feira (20) deixar um policial morto e dois feridos. O atirador foi morto pela polícia.
Neste primeiro turno da eleição, o centrista Emmanuel Macron ainda mantém sua posição como favorito na acirrada corrida.
Uma pesquisa de intenção de voto da Elabe, realizada antes do ataque a tiros na noite de quinta-feira na avenida Champs Elysees, no centro de Paris, mostrava Macron com 24 % no primeiro turno e a líder da extrema-direita, Marine Len, logo atrás, com 21,5 %.
Dois outros candidatos – o ex-primeiro-ministro conservador François Fillon e Jean-Luc Mélenchon, da extrema-esquerda – seguiam atrás com 20 % e 19,5 %, respectivamente.
Campanhas e a publicação de pesquisas de intenções de voto são banidas da meia noite desta sexta-feira até o fechamento das mesas de voto. O primeiro turno de domingo será seguido por uma disputa de segundo turno em 7 de maio entre os dois candidatos mais votados.
O ataque na Champs Élysées foi reivindicado pelo grupo militante Estado Islâmico. Um agressor foi morto e autoridades dizem estar buscando por um possível segundo suspeito.
Saindo de um encontro de emergência com autoridades da segurança, o primeiro-ministro francês, Bernard Cazeneuve, anunciou total mobilização das forças de segurança, incluindo unidades de elite, para apoiar os 50 mil policiais já destinados a garantir a segurança dos cidadãos durante a eleição.
"O governo está totalmente mobilizado. Nada deve ser permitido de impedir o fundamental processo democrático de nosso país", disse Cazeneuve a repórteres. "Cabe a nós não entrarmos em medo e intimidação e manipulação, que pode nos colocar nas mãos de nosso inimigo."
Fonte: G1

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    BLOGS - MAIS LIDAS