Gaiatice com a tarifa da luz
Arnaldo Neto 25/07/2015 13:32
[caption id="attachment_3136" align="alignleft" width="300"]Tarifa chamou atenção neste mês. Reprodução/Facebook Tarifa chamou atenção neste mês. Reprodução/Facebook[/caption] Um dos assuntos mais comentados na semana em São João da Barra foi a cobrança de uma taxa de iluminação pública (aqui). Mesmo aprovado pela Câmara em 2007, com valores que seguem uma alteração na lei em 2013, os munícipes foram surpreendidos, pois não houve uma divulgação prévia sobre a implantação da tarifa. A Prefeitura assegura a legalidade da cobrança mensal. O Procon do município também. Como "o que não tem remédio, remediado está", já tem gente fazendo gaiatice com a tarifa. Um leitor de Atafona, que prefere não se identificar, entrou em contato com o blog e deixou uma questionamento no ar: "Minha rua vive no escuro, com as lâmpadas do postes queimando direto. Se tem um pouco de luz, é que eu que coloco um pequeno refletor na frente da minha casa. Já que estou contribuindo com a iluminação pública, tenho direito de cobrar uma tarifa à Prefeitura?", questiona. A pergunta deveria ser enviada à Prefeitura. Mas a gente sabe que não tem como cobrar essa tarifa, embora pareça justa. Talvez possa também o amigo leitor enviar um projeto à Câmara, para que o uso do seu refletor para iluminar a via pública seja subsidiado pelo município.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Sobre o autor

    Arnaldo Neto

    [email protected]

    BLOGS - MAIS LIDAS