Verba liberada sob vaias à presidente
30/12/2016 18:18

A presidente Dilma Rousseff anunciou nessa quarta-feira a liberação de R$ 3 bilhões a prefeituras brasileiras, durante a 16ª Marcha em Defesa dos Municípios. Interrompida mais de uma vez durante seu discurso, a presidente terminou sua participação no evento sob gritos de parte dos que esperavam que Dilma falasse sobre o Fundo de Participação dos Municípios. Ano passado, a presidente também foi vaiada quando defendeu que as novas regras dos royalties não deveriam valer para contratos já existentes.

Antes da fala de Dilma, o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, sinalizou que, entre as expectativas dos gestores com o encontro, estava a de avançar na discussão sobre o fundo de desenvolvimento municipal, nos moldes do Fundo de Participação dos Estados (FPE), que rateia entre os governos estaduais recursos arrecadados com o Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Ao sinalizar que terminaria o discurso sem abordar o assunto, alguns dos presentes começaram a gritar “FPM". Logo depois dos primeiros gritos, Dilma — que ainda discursava — desabafou: "Vocês, como prefeitos e prefeitas, sabem; e eu, como presidenta, sei, que não tem milagre e que fazer milagre na gestão pública não é verdade”, reagiu.

BLOGS - MAIS LIDAS

Política
Aijes com poucas movimentações

Prefeita Rosinha é ré no processo movido pelo MPE

Delação de mais 77 da Odebrecht

Rosinha e Garotinho já apareceram em lista da empreiteira